Você está na página 1de 2

IED 27.04.

2016
As fontes formais so classificadas em autnomas ou
heternomas, o que est relacionado a sua forma de produo.
Assim, se a norma produzida pelos atores sociais sem a
interveno do Estado sero denominadas de autnomas. No
entanto, se as normas so originrias da atividade estatal sero
consideradas como heternomas.
Observao
Alguns doutrinadores mencionam que as fontes estatais so
as jurisprudncias, bem como os princpios, especialmente os
constitucionais, e, como fonte no-estatais o costume jurdico e a
doutrina.
Observao
Quando se fala em legislao quer se dizer que estamos
diante de um conjunto de normas jurdicas emanadas do Estado,
atravs de seus variados rgos, dentre os quais se reala o poder
legislativo.
Essas normas jurdicas tm uma srie de caractersticas, como
j vimos anteriormente. Por hora cabe registrar que o conjunto da
legislao se d pela juno de todas as normas jurdicas escritas
publicadas oficialmente pelo Estado atravs de seus rgos. muito
comum haver uma confuso entre a palavra legislao e o vocbulo
lei, sendo empregadas como sinnimos. No entanto, cabe uma
advertncia acerca do uso da palavra", haja vista que ela pode ter
diversos significados, como por exemplo, leis divinas, leis naturais,
etc. A lei jurdica propriamente dita a norma emanada do Estado,
seja ela constitucional ou infraconstitucional.

...decretos regulamentadores
...decretos autnomos do presidente da repblica

...outras normas estendidas com as funes do Estado

OBS.: O art. 2 versa sobre o princpio das separao dos poderes,


estabelecendo que o legislativo, e executivo e o judicirio seriam
poderes, no entanto, a doutrina constitucionalista leciona que, na
verdade trata-se de funes onde, tipicamente, o legislativo legisla, o
executivo administra a coisa pblica e o judicirio julga os conflitos.