Você está na página 1de 2

PRINCPIOS DE INTERPRETAO

So vrios os princpios que norteiam a interpretao bblica. Eis os principais:


O PRINCPIO DA F
Pode-se crer na bblia apenas pela razo?
preciso ter a unidade da f. Interpretar o texto luz do ensino global das
Escrituras: I Corntios 2.13 - A bblia sua prpria intrprete.
O PRINCPIO CRISTOLGICO
Jesus a chave da histria - Tudo aponta para ele: Efsios 1.9-10
Porm, preciso evitar exageros: Cnticos de Salomo.
No Velho Testamento Cristo prometido. No Novo ele enviado.
O PRINCPIO HISTRICO
preciso entender as condies, as situaes e a cultura em que o texto foi
escrito.
importante conhecer a geografia bblica.
O PRINCPIO GRAMATICAL
Conhecer o vocabulrio bblico: (O jornaleiro do pastor carioca)
O dever de achar o significado da palavra no contexto em que o ouvinte vive.
Ex. Pai, em algumas tribos africanas igual a tio.
Descobrir o tipo de figura de linguagem usada: parbola, tipo, metfora... e
isto nos leva ao prximo princpio:
O PRINCPIO DO SENTIDO INTENCIONAL ORIGINAL
Esta a tarefa da hermenutica: descobrir o que o autor quis dizer em suas
palavras.
O PRINCPIO TEOLGICO
H muito mais na Bblia que fatos histricos. A teologia est misturada com a
histria.
Muitos morreram na cruz, mas s Jesus Cristo salva.
preciso achar a teologia nos fatos histricos. Mas preciso ter cuidado.
(as raposinhas)
O PRINCPIO DA REVELAO PROGRESSIVA
Requer entendimento de que Deus estava preparando o mundo.
Deve-se olhar a parte como parte. O todo a bblia completa.
A plenitude da revelao est em Jesus Cristo.
O PRINCPIO DO BOM SENSO
Fazer esta pergunta: Que conseqncias esta interpretao traz?
CONCLUSO: Observando estes princpios pode-se evitar muitos erros interpretativos.