Você está na página 1de 1

Julgue as afirmativas abaixo (certo ou errado) e justifique doutrinária ou legalmente a sua resposta:

1. Tanto na descentralização quanto na desconcentração, mantém-se relação de hierarquia entre o Estado e os


órgãos e pessoas jurídicas dela surgida. (2 pontos)

2. Considere a seguinte situação: Fátima é Delegada de Polícia Federal e Superintendente Regional na SR do DPF
no Estado de Minas Gerais. Um servidor lotado naquela SR foi alvo de procedimento administrativo, por haver-se
envolvido em vias de fato com um colega, por discussão irrelevante. Por delegação do Diretor do DPF, a
Superintendente aplicou ao servidor, após o devido processo legal, pena de suspensão por quinze dias. Em outra
ocasião, a Superintendente constatou que os atos administrativos praticados na SR freqüentemente apresentavam
defeitos formais, o que a fez chamar a seu gabinete os servidores responsáveis e orientá-los, no exercício de
coordenação e revisão próprias da administração. Na situação apresentada, as medidas tomadas pela
Superintendente são exemplos de atos praticados em decorrência do poder disciplinar. (2 pontos)

3. As ações visando condenar autarquias ao pagamento de indenizações quaisquer podem ser ajuizadas contra as
próprias ou apenas contra a União, uma vez que esta é a criadora daquelas e juridicamente responsável por seus
atos (1 ponto)

4. As sociedades de economia mista federais têm todas as suas ações julgadas necessariamente julgados na Justiça
Federal, em razão do interesse que a União possui nessas entidades. (1 ponto)

5. O objeto do ato administrativo está relacionado aos seus efeitos jurídicos possíveis; nesse âmbito, é incoerente
falar-se em discricionariedade, pois a administração sempre está condicionada a um poder-dever de agir, nunca a
uma faculdade. (2 pontos)

6. Considere a seguinte situação: uma lei permite aos estados da federação a emissão de títulos da dívida pública,
cujo produto da venda deverá ser, em razão do mesmo instrumento normativo, aplicado exclusivamente nos serviços
de saúde e educação. O governador de determinado estado deliberou emitir tais títulos, mas, devido às dificuldades
por que passavam as finanças públicos estaduais, determinou a utilização dos recursos oriundos da negociação dos
títulos no pagamento de dívidas para com fornecedores do estado e de vencimentos dos servidores públicos. Na
situação descrita, como foi atendido interesse público, a utilização dos recursos foi juridicamente válida. (2 pontos)

Julgue as afirmativas abaixo (certo ou errado) e justifique doutrinária ou legalmente a sua resposta:

1. Tanto na descentralização quanto na desconcentração, mantém-se relação de hierarquia entre o Estado e os


órgãos e pessoas jurídicas dela surgida. (2 pontos)

2. Considere a seguinte situação: Fátima é Delegada de Polícia Federal e Superintendente Regional na SR do DPF
no Estado de Minas Gerais. Um servidor lotado naquela SR foi alvo de procedimento administrativo, por haver-se
envolvido em vias de fato com um colega, por discussão irrelevante. Por delegação do Diretor do DPF, a
Superintendente aplicou ao servidor, após o devido processo legal, pena de suspensão por quinze dias. Em outra
ocasião, a Superintendente constatou que os atos administrativos praticados na SR freqüentemente apresentavam
defeitos formais, o que a fez chamar a seu gabinete os servidores responsáveis e orientá-los, no exercício de
coordenação e revisão próprias da administração. Na situação apresentada, as medidas tomadas pela
Superintendente são exemplos de atos praticados em decorrência do poder disciplinar. (2 pontos)

3. As ações visando condenar autarquias ao pagamento de indenizações quaisquer podem ser ajuizadas contra as
próprias ou apenas contra a União, uma vez que esta é a criadora daquelas e juridicamente responsável por seus
atos (1 ponto)

4. As sociedades de economia mista federais têm todas as suas ações julgadas necessariamente julgados na Justiça
Federal, em razão do interesse que a União possui nessas entidades. (1 ponto)

5. O objeto do ato administrativo está relacionado aos seus efeitos jurídicos possíveis; nesse âmbito, é incoerente
falar-se em discricionariedade, pois a administração sempre está condicionada a um poder-dever de agir, nunca a
uma faculdade. (2 pontos)

6. Considere a seguinte situação: uma lei permite aos estados da federação a emissão de títulos da dívida pública,
cujo produto da venda deverá ser, em razão do mesmo instrumento normativo, aplicado exclusivamente nos serviços
de saúde e educação. O governador de determinado estado deliberou emitir tais títulos, mas, devido às dificuldades
por que passavam as finanças públicos estaduais, determinou a utilização dos recursos oriundos da negociação dos
títulos no pagamento de dívidas para com fornecedores do estado e de vencimentos dos servidores públicos. Na
situação descrita, como foi atendido interesse público, a utilização dos recursos foi juridicamente válida. (2 pontos)