Você está na página 1de 5

Nantestecnology

IMISM

Equilbrio qumico

Reao reversvel: aquela que ocorre


simultaneamente nos dois sentidos, tanto no sentido
direto como no sentido inverso.

Exemplo:

N2 (g) + 3 H2 (g)

2 NH3 (g)

Equilbrio qumico: ocorre quando as


velocidades das reaes direta e inversa se igualam.

fernandodesousaj@yahoo.com.br

Nantestecnology

IMISM

Para a reao: aA + bB

cC + dD

em equilbrio, temos a seguinte relao:


v1 (-->) = v2(<--)

fernandodesousaj@yahoo.com.br

II

Nantestecnology

IMISM

Kc denominada de constante de equilbrio em


termos de concentraes molares. Ela varia com a
temperatura e indica o rendimento da reao, quanto
maior Kc, maior o rendimento da reao. Kc no varia se
a concentrao dos reagentes ou produtos for alterada.
De modo anlogo a Kc, calcula-se Kp, que
denominada de constante de equilbrio em termos de
presses parciais:

Relao entre Kc e Kp:

fernandodesousaj@yahoo.com.br

III

Nantestecnology

Kp = Kc . (R . T)Dn

IMISM

, onde R a constante

universal dos gases, T a temperatura e


Dn a variao do nmero de mols [(c+d) (a+b)].

Exemplo: Na reao de 1 mol de HCl com 1 mol de NaOH,


o equilbrio atingido com Kc = 4. Quais so as
quantidades em mols das substncias presentes no
equilbrio?

fernandodesousaj@yahoo.com.br

IV

Nantestecnology

IMISM

Resolvendo a equao de 2o grau chega-se a:

x = 2 mols ou x = 0,666 mol

O primeiro resultado absurdo, pois


inicialmente tinha-se menos de 2 mols. Assim, no
equilbrio, tem-se 0,666 mol de cada substncia.

fernandodesousaj@yahoo.com.br