Você está na página 1de 11
IDENTIFICACAO DE FALHAS AME 10.20.2 PAGINA 4 INSTHUGO PARA IDENTIFICAR FALHAS NO THSS CONTEWDO= peer) eaicaratuniectonwente nerwal Fungdes Display Cédigos de erro no ‘tempo de percurso detalhados Bet, 9.2. 3.3. 3.4. 3.5. a7. 3.8. aa alo. g.at. B.42. Cédigos de erros Auto=testes Erros no tempo de percurso + no visor Super visio do tempo de aclonamento esgotado Aver iguagio da Dip-Switch para o tipo de acionamento que falhou r Falta do frelo em duas partidas consec Dip~Switch trocada durante a operacio ~ Anticreep falha em dolm aclonamentos consecut Iv Circuito de seguranga quebrado intato de porta do, poco quebrade durante aclonamento Contato da porta’da cablna quebrado durante aclonamento Contato da trava quebrado durante aclonamento Falha na permissao de partida . alha no quatronic alha no TAC-M Falha no frelo ulha na fase de supervisad Supervisao da-luz da cabina Termistor’ aquecide Falha no fechamento da porn — Contata da porta do pogo aberto mala de 4% minutos Contato da trava nfo fol felto para part ida Os cantatow daw ports. “giratdria de eluo vertical” & concealed nfo correspondem (niio combinam) Reabertura ativa por mala de & minutos Anticreee falha pela primeira vez Part ida falhou Anbas chaves de sincronizacio astm ativas Goto de .chamada da cabina preso . Botio de chamada, do pavimento preso tivas 48 ER © QUE FAZER poe sR cone Verifique’ a fiacdo do circulte de permissae para Iniciar, 208 contator: principais. : awh como’ CoNTINUAR =. 751 SRA Ovrelevador. esté pronto paranijeua: Spermissdo de Partir” (LED esté,aceso) - "préxima partida tio logo se faca a AME 10.20.2 PAGINA’ 12 9.42 Falha no quatronic ss ; 0 QUE ACONTECEU : A unidade quatronic desprendeu o9 ¢ontatores principaig.e fechou o freio. pated age om 0: QUE FAZER et ee ASM dverique a fiacio do tactmetre Como CONTINUAR it ate SC evevasor continua com operagdo ,normal quando ag entradao’ dos principals Contatores do freio mecanico’,e da unidade quatronic estiverem funcionando normalmente. 3.493. Falna no Tac -M Cerros26p'ti Ndo ‘usado atualment 3.14 Falha po frelo (Errot27) © QUE ACONTECEU i Ning tto 0 freio perdeu a tensao.* a 0 'QUE (FAZER Averigue a tensdo do freio, COMO CONTINUAR : ny : © elevador reinicia imediatamente, na segunda vez haverd erro FATAL 05. © LED superviso de freio acend AME, 10.20.2 PAGINA 13 3.45 Falha na Supervisie de.Fase © QUE ACONTECEU R supervisdo de Fase .detectou rotacso daw fases erradas, a falta de um fase ou queda de voltagem. *)" | S se tornado aceso. 1 3.46 Supervisfio du Luz du cabina (Erroraz> © QUE ACONTECEU i A voltagem d3 luz da cabina ‘ndo esta’ ok. Este erro’ também ¢ mostrado se a chave luz da Cabina/Chamada de Emergénc). na casa de mdquinas for desligada: © QUE FAZER Certifique-se que a luz da cabina esteja ligada (caso haja uma chave para 360). COMO CONTINUAR Uma nova partidd é permitida to logo a voltagem da luz da cabina esteja ok (0 LED voltagem luz da cabina OK). t 3.47 Termistor Quente (Erroz43> © QUE ACONTECEU A resistencia dos termistores ficou muito alta, o que significa que a temperatura subiu. A razSo tf{pica, deste erro é um longo acionamento ew manutencdo. © QUE FAZER Verifigue as conexses. Certifique-se que o ventilador do motor funciona sempre‘que um elevador di Cabos estd sendo acionado. como CoNTINUAR Novo acionamento ¢ permitido em cerca de 2 minutos (LED volta a acender). 8.18 Falha no fechamento de porta (Erro:aa> © QUE ACONTECEU As entradas de seguranca 2 e 3 n&o,tem tensdo. © QUE FAZER . NR, Examinar se o contato da porta néo foi feito erro 23 ver se o contato 4: porta de pavimento foi feito erro 22. 5 Como CONTINUAR . © elevador reinicia sua operacdo normal tao logo as entradas sejam feitas O-mddulo* também contém safdas necessdrias para indicadores da posicio cabina. 0 médulo gerd fixado acima da unidade TMS 50 e ligado com um ca serial, NAc ha necessidade de programacdas no modulo TMS SO. A unica coin a ser lembrada ¢ que a chave rotativa B “Numero de Pavimentos" é- enta valida para escolher pavimentos do 09 ao 16. 2 Ver .apéndice 2: Programacdes .das chaves rotativae Adentificacdo de ordem ¢ 490244 G01: e DIP. © numero o: 3.19 ‘Contato da porta-do pogo aberto por mais de 10 minutos (Errors) © QUE ACONTECEU © contato da porta do poco permaneceu aberto por mais de 10 minutos © QUE FAZER Verificar se a porta estd realmente fechada. Verificar a fiacdo de porta.e a parte mecanica da porta. = te ul j Imput 2" ¢ feito. y | 3-20 No houve contato da trava para partida (Erroa:46) ap68 a energizacao da safda da rampa de retirada. > QUE FAZER Jerifique se a rampa de retirada se energiza e seo contato da trava funciona. : sm elevaderes sem a rampa de retirada, cheque que existe uma corresao para MH 2/7, : , SOMO CONTTINUAR e : ) elevador reinicia operagao normal t&o logo a entrada "Safety Imput $" é reito. »AGINA 16 }.24 Contato de porta e@ contate escondido n&o combinam cerrora7> ) QUE ACONTECEU ‘ontato da porta e contato escondido esto em estados diferentes. | \ME 10.20.2 | | | ) QUE FAZER Jerifique a fiagdo e a mecanica. SOMO CONTINUAR : ) elevador continua com posigse nofmal tio logo os contatos estejam no | }esmo estado. . }-22 “Reabertura” ativa por mals de & minutos | ) QUE ACONTECEU 2 im ou mais dos dispositivos de seguranca , das portas ficou ativo mais de 5 Que FAZER , veriduar ands . | Botdo' de reabrir porta na cabine Dispositivos de seguranca da porta - Potocd Lula ae | Borda de seguranca Limitador de pressso 4 | ‘OMO | CONTINUAR SNelevador recomeca stia operag$o normal quando a entrada “reabertura” ormalizar (LED apagado) - se : | ME 10.20.2 eae AGINA 17 b. Retire © plug XH6 ao Lado’ esquerdo 3a unidade THs: Isto desliaard pet thaves de desaceleracdo 136:0/:N. c. Geriticar se os indicadores "126217 oN ne (nis $0 ndo esto acesos. vena gstejam, nosicione a chave DIP WH? (polaridade das chaves eee te 136:U/:N) ne posigée oposta d. beslioue a forca- as a Celodue a chave DIP G6 para 3 direcio de viagem requerida. Crave tora a nesigao superior = Bincre Gcionamento ascendente. Li cue fara posigéo inferior = Gincrosacionamento descendents £. Liaue com ponte as chaves limites TeL:N/L5}:N. Ver esquema, 9, Ligue a forga. 0 elevador sincronizaré agora na direcdo tbtabelecida pela chave DIP G6 ¢ seré frejado somente pelos amortecedores. h. proceda da meama forma para > @irecdo opnsta de acionamento- ne Petre ag sobre-conextes ¢ coreaue of Ciues e chaves DIP de volta Retire Gaiggo original. Desiique © TiN" para voltar a operacdo normal. : AME. 10.20.21 PAGINA 10 7.6 TESTE DE SUPERVTSAO PO TEMPO DE, VLABEN 726.4 GERAL A supervinso de tempo impse um maximo de 20 sequndas entre 2 andare tatarelevador a cabo (acionamente pantalhas) 7.6.2 COMO TESTAR para elevaderes 9 cabo, dealigar ¢ fonte’ do fre\e no terminal, 201 202. pore um jumper no plug xML2 (14) - yarer Mmpaiora suparvigaa de frelo, Sue de outra maneira nao permitiria que o elevador se movesse. TESTE CoM O LEVADOR EM MOVIMENTO A. Faca uma chamada para o elevader dar uma partida. Rl Retire o plug XM1. eto corte & fonte do circuito de sea contatores e valvulas'¢” anga 308 vita que eles se eneraizem. c. b elevador para totalmente. S. Apes o temo da supervise. pare aéionamento ter se passado, 0 elevadot reread Ciatelpode per visto] nae achonajores para contatares/vAlvulas) © Perere go de erro (Ol, para supervigae oe cee o da actonamento pi scanda- e. teornar o elevador' ac service normal: for jexligada & Mer egada com o plug concorme anterior 7-7 pERYTSAO DE FRETO CELEVADORE 7e7eh Geral! iounervisiolan treLe testa & voltages para o freto. [ato pode see medida se eminain que alimentam 0 Frese. partanre checande-se a fonte cvtesre pode checar m9 parhir do: partintacores para o freio estie operando. . Sfnaa, a chave de indicagio de cree aberto aneranda pele fret mecant an. 7-7 mo EFETUAH iste sianitica que sempre que um erro ava fe aiep tay muda 6 dodion de erro ae corrente. isto @ indicade wera ascitacan ae numero. o erro com 4 maior prieridade ¢ mostrade, se mais errog aparecerem 0 mesmo tempo. Seo display esta indicando um rodyad de oerre per Pecaiaeeeeriastn ‘nodeliwer Usadolparallindrcaniintanmcies Toarcuacney oe acees cegeionade 0 FUNCTION HUTTON 0 diaplay mantra “FO” © nade PUCMHEEE: "conics botdensno) odovnormalinoy umimaxien ste, At muni 2 Rpos ease Tempo o display volta para o made norms! FUNEAD 22 MOSTRA 0 GEDIGO DE ERRO DE AkmmccnadnaTe NESCHIGAQ: os erres da funs Labela tem uma RAM. Dest e deshiaada Pee tapela de erros node ter ate $0 eros, o tlt ian erie armanencele aoe primeira, Be a tahela eativer com o yiviae ae cerns oll eee arenada. 9 erro maT ant ing sera aganane © dara [as an Fl oaae eacritos nessa fabela aianda oeorrem | ets fade, 0 dado nao é perdide quando a enerata neve ao mars novo COMO ENTHAR NE! oe eee Se Ranerion RUTETON Wovamenre are Re mer meer yada ie fieplay: Entao entre com 9 botae ACCERTYNEXT. QUAL INFORMAGAO # DADA E COMO: seat a lista do numero de erros para detatnes do co Guando o display montra FZ ¢ 0 betdo ACCERT/NEN see eee erro armazenady sa mostrado no display aoe eenge ACCEPT /NEXT novamente © Mmimero an seaunge e1re wade cee esto, beste moa ate $0 erras podem ser magtradce ne display Um! "00" indica que nao ha erros. para sair oa funcae FZ @ so apertar o FUNCT FON BUTTON & premsrenada, © COMO APAGAW OS ERROS DE ARMAENAMENTO: ere “tapela, de erres @ apaaada quandy 6 Funeyian nineron preasionado, quando a energia estiver, em tase. preseirador de. porta # o contadar de partina aay ananocae ne avec ante. FUNGAO 32 CONTADOR DE PARTTOR [ pescwicho: geethere de partidas sta contadas. q ; TP ANROERS + yan i, ace eg ee ire eute ys. ses elati: 3.5.42 FALHA NO SISTEMA,.DE, ACIONAMENTO Eger ’ Ha uma supervisSo para o“acionamento'do Quatronic. Caso o Quatronic solt «por si proprio os contatores principais™ ou freios mecanicos, o elevado Darard automaticamente. Eata‘supervisio checa 0° estado das entradas do Zontatores principais .e freio™ mecanico da unidade Quatronic durante u acionamento. Oe tosy rele tg (a nana 9.5.42’ SUPERUISKO DE “FASE,” Checa’o estado da entrada no ‘microcomputador “Fase OK". Se esta entrac fica passiva o elevador ‘para imediatamente. Todas as chamadas 5} canceladas e novas chamadas n&o serfo aceitas. a 8 Volta 2 operacdo normal 10, seguncos.,apés a entrada ficar ativa outra vez. song atbseru sie HS Wea hed ‘ 0E°10,20.1 : oe i PAGINA 10 9.5.13 SUPERVISKO DA LUZ DA, CABINA Seah ea Inoperante durante acionamento ‘de’ inspecdo. ghees a entrada no computador TENSKO DA.LUZ/DA CABINA OK.’ Se esta entrac fica passiva. o elevador val até o prdximo pavimento e permanece 14 com ¢ stttos abertas. Todas as chamadas werdo canceladas e novas chamadae ry Borde aceitas. Volta a operacdo normal téo logo a entrada fique ativa ou elevador é.liyado a ‘acionamento de, inspecdo- awe 3.5.14 ‘TERMISTOR, ATIVO, /contato dleo. Se a entrada se tor: se em acionamento de inspecdo e v as chamadas ser heca- a entrada do computador termistor: ativa, 0 elevador para imediatamente para o préximo andar se em acionamento normal. Todas canceladas,e novas néo ser&o aceitas. cance ace Ae pavimento com. portas abertas. Reinicia a operacdo normal minutos apés a entrada tornar-se passiva 9.5.15 CONTATO DA PORTA DE PAVIMENTO ABERTA POR + DE 10 MINUTOS ge “a porta de eixo vertical’'for | selecionada pelas chaves DIP et pupervisso testa a entrada de seguranca 3. gupervontato de porta permanece aberto por mais de 10 minutos, todas SRanadas sergo canceladas. Reinicia a operacio normal t&o logo o conte geja fechado. 9.5.16 A ENTRADA “TRAVA” NSO' FOI FEITA PARA DAR A PARTIDA A Wa um atraso de 3 segundos para que o contato da trava se torne ath Gepois que a rampa de retirada fique energizado. Esta averlouacde é te precenoc’s entecdaidetseatiasicanamicasokolcontotosdaiguyaveloko) a8 Soo Se anne iva del (aertidumperelcancelsdalle—itentads™unovamente/A-cuaniids maxima de tentativas é 5. BADOR DE FUGA OE 6L.£o DUSL TEADO Bppois da parada ha um atraso “de 4 segundos para desisoar 9 dvapositt Gaspos uma pavada de emercencia, ha wmatraso adicional de GOO ms ante: Jtar o dispnsitive, para garantirpque o elevader eatera parada. 6 positive. compensador de dlegs hestiver ligade depot de atranc Pevador esta fora de servigo. tt adi sligar e religar a forca do computador @ necessaryo para funcionar out 2 normal. rice to.20.4 es CANCULTO DE SEGURANGA, INTERROMP tbo parada na cabina for pressionado, 0 elevader para As chamadas para cabina serdo canceladas ou nao. de acor relecio da chave DIP, Se a memorizacao parada de emeraencia nant elecionada pela programagae da chave DIP, fodag an chamadas para eahi rao canceladas e nara recomegar daqui, o elevador necessita: 1. nova chamara da cabina ou 2. acionamento de anspegdo 1igado,ou 3. Abertura da porta na gona da port seo elevador permanece no pavimento, a porta automatics sera aberta, co abertiura ge2a perma tida pela programacao da chave DIP Hacc a abertura nao sesa permitida, a porta permancera fechada ¢ a rampa CONTATO DA PORTA DA CARINE AbRLU-uL DURANTE: ACI ONANENTO Milise o contate de ENTRADA DE SEGURANGA © 2 de abertura da porta da cabing pre durante iim arionamento, © elevador parara auromaticamente. 4 ontinua ¢diretamente «uande 9 Contate da porta se fecha outra vez ‘ i 8 CONTATO DA PORTA DE PAVEHEANTO Amer cumArlit AC LONANEMTO. Beano © contate de ENTRADA DE SEGURANCA 2 da porta da pace se abre duro jun acionamento o elevador pararé ‘inediatanente. ta ge Fecha novamente caso 0 contato de ENTRADA DE SEGURANCA 4 da trava se. abra durante Gficionanento, o elevader parara imediamente. Fle continua diretamente avai Go contato da porta se fecha novamente. a 5-10 PERMISGAO PARA INICIAR theca se om contatores principais nao estao presos. Imtn € feito testand: PM entrada “PEMMISSAO DE VARTIDA", Caso haja um contator pres. a partida s Eye liberads. kia volta ap normal £80 lego @ contalor eaters Om COMO ENTRAR NESSA FUNCAO: Existem 3 modos: 1. Automaticamenre apos power-on, se 0 auto tenis estiver ok @ ae nas ocorrer nenhum cadigo de erro. Pressionando o FUNCTION BUTTON até o FO ser mogtr, Depois entre com ACCEPT/NEXT BUTTON, 3. Com tempo de satda. Nenhum botac foi prensionade per 2 minurer Oo sistema retorna automatacamente para a func 0 do no display QUAL INFOUMAGAD E DADA E COMO: A posicao da cabina e andicada pelos numeros ‘de 1a 32. 0 menor nm indicara o numero O01 Se a pomigao estiver perdida, tra indicar 0 seauinte mio *_."=posicao perdida. . ExXemplo: © DISPLAY MOSTRA 03 {ELEVADOR ESTA NO 3Q ANDAR) (POSLGAO PERDIDAD AMPORTANTE!! PRION LDADE DA CARLNA NA ENDICACAD DE POSTCAQ. 0 estado normal para o display ¢ para. indicar a post cabina. Exisre um tempo de satda para fodas as finches excete vara deseri¢in do codigo de erros. Cinco miamtas anor ber ent rade como utllimo betae, 0 sigtema ira aurematicamente audar 6 volta para a funcdo FO Isto @ para verificar que o elevador deren nim aurra Ao da Funce FUNGAO Fiz HOSTRA © CEDTGO DE ERRO DA COMHHNTE DESCRICAO: — & Egte mostra os erros que estado presentes no moment dar no maximo 10 erros, 0 erro que ¢ mogtradn orimerro For o aie tambem aconteceu primeiro. Se um erro @ resolvide exte sera copiadde no "stored errors” F2. 7 Feta taheta rode COMO ENTRAR NESSA FUNCAO Pressionar o FUNCTION BUTTON ate o Fl ser montrane no delay. bepnis entre com ACCEPT/NEXT BUTTON. QUAL INEORMACAD F DADA E COMO: Ver aclista dos numeros de erros para erros. Quando 6 @iaplay mostra Fl eo botdo ACCERY/ NE primeiro erro sera mostrado. Pressionando o ACCEPT/NEXT novamente, o numern do seauneiy erro pole ser visto. Leste modo ate 10 erros podem ser mostrados marores detathen da endiac de * pressionade, 6 Um "00" indica que nae ha nenhuun erro. Apdés varcer atraves da tabela © Fl © mostrado novamente, para indicar o comeco da Tahela. AMPORTANTE!! Cécdine de erro oscilando. : © codieo de evre de corrente tem a maior r do software, apos o auto teste. prinide one avaploy aaa a. Retire XM12. Tato suprime a alimentacio ao freie e o sinal para a ehtrada de supervisso do freio.. - LiMovimente a cahine via chamada. 0 elevador tentara partir. percebe auc freie nao eata energizado @ forcara parada om 0,4 seo. codigo 27 fic piscando (falha no freia) na primeira tentativa. Na sequnda tentative © codigo 0% piscard e indica que o erro ¢ fatal. Volte XMI2. Demlique @ religue 8 energia para retorna ao noi al AME 10.20.21 PAGINA 1d 7.8 PERMISGAO PARA PARTIR (SUPERVISAS DO CONTATOR? 7-8.1 GERAL A permiasio para partir checa que todos os contatores tenham catdo antes a “ permitir a partida. Ver esquema. come TESTAR y 7.8. 0 elevador deveria estat em operagdo normal, parade em um pavimento Bl ative manuaimente um dog contatores a ser. sunervinionado. “ indicadar Amarelo "permissso para partir” no TMS apagar-se-A~ {eto €,; faga uma chamada. 0 cédigo de erro 25 var ¢. Executar uma partida, pigcar no indicador 7 seqgmenton do TMS 50 a. G elevador volta a operagde normal the logo o contater @ Iiherade 7.9 SUPERYIS&O DE FASE 7.9.4 GERAL, a rotacdo da fane e queda de voltagem Sy gupervisso de fase embutida checa 80. | Ag 3 Gases ligam-se ao,plug XM4 na unidade THs 7.7.2 COMO CHECAR Falta uma fase ou queda de voltagem. a. Deslioue a foren. va bl beslique ds pianos 1 XM4 e°KM3 Ligue os 2 condutores fora do TMS 50 (Fonte para os transformadores, etc) Ligue a forca. 0 tndicador normalmente verde no THs 50 pa agora fica vermelho. 0 cédigo de. erro 29 ficara piscando. gata fora de servico (ate chaca atvoltagem aus falha) - Gheques de queda de voltagem requerem uma fonte de voltagem de co Lternada variavel. @. Proceda da mesma forma p/ teat a 'Fase ok” 0 elevador ar outras tases em XM e xM} pinon 2 ¢ 3 Reversio de fase: * a. Deslique a forca > bp. Troque as fases ; 1. Para todo o painel terminais, ou : 2. Trocando dois fios no terminal XM4 pinos 1-3, c. Ligue a forca. O indicador normalmente verde no THS 50 nara “Fase OK” agora eata -vermelho, 0 G6digo de erro 29 piacora. O-elavador eatd far de servico. gd. O elevader volta a operagdo normal téo logo a fase esteja OK autra vex 0 indicador no THs 50 "Fase OK" esta verde ao trocar a alimentacao principal em seus ghaudntos 0 elevador estiver em uso normal, as chiiiidas poden set feitas abraues de botées na unidade TS 50, = CHAMADA AO ULTEMO ANDAR B= CHAMADA AO PRIMETRO ANDAR é IAMADAS DE PAVINENTO INTRAMEDIARLOS jf) Usa-se o botdo funcao, e aceita/sequinte na unidade TMs 50. Fo Bressione © bolso *funcan" até F7 aparecer. if Ao pressicnar “aceita/seouinte” 9 visor. mostra Cl nara o pavimento mate . baixo. C2 para o sequinte. ete. 3 * U elevader geertara a chamada escolhida (mumera ¢) apreximadamente f seoundos apos,o bolgo ser liberado. f NOTALE: Por yazses Ae aeauranca as chamadan deseritas acima nae funevonara: a quando houver ocerride uma PARADA DE EMERGENCLA. ! am 10.20. PAGINA 9 e 2, Teste de chave de desaceleragdo 136:U/:N , a. Posicione o elevader no meio do poco. b. Hesliaye e Ligue vapidamente a chave principal. i Into reneta o #levador e causa lim "acionamento de moda sineronizavao", O elevador viajara a wma velocidade nominal ; Gesacelerara pela chave 136. F c. wutra vex posicione.o elevador no meso do pace. A Colome a chave DIP GG Idirecia actonamenta de ninreny nica) na patie ananta, 0 vigor pineara @ cadiae ence “Lt. indica). ate b chave IP fo) mudada durante o perioge que a forga eatava Tiaada fe. te nove Aesiique @ ligwe a chave prineical Celevadar agora viajara na posigho onosia © deaacelarars pela cheno £. Colowie im chave DIP GO na posigde “direcio acionamenta ande - sincronizagao” de volta a hosicée ori ainal. 4 fasion a torca e 1iguesa para a imicializ9¢30 0 camputadar THs a 50 se estabelecer. . P73 te das chaves Jimi tew#151:U/:0 a. birijga 0 elevador para 6 pavimento main barxa. D) besifaue 9 chave principal. Ponha a chave DIP 43 “chaves de E polaridade de desaceleragho” na posicso obosta ‘ c. tious a Fores, 0 painel agora "acredita” eatar no paviments mais alto e mostra a posicae no vipor. @. Pressione o betas. “cabina chamada a0 pavimento mara barzn" na Unidade do TMS 50. O elevador agora inmicia aia Viagem para harKe © cortara a voltaaem controle pela chave (lin. mova o elevador para fora da chave 151:N, berligue a rorcu & ajuate a chave DIP W3 de volta a sua posicao original. £. Dirija o elevador ao pavimento mais alto e proceda contorme os passos "b" e@ “d", com a diferenga de diregio do sobre-viagem (siiu). 7.4 Acionamento em direcéo aos amostecedores Este Leste ¢ 0 mesmo que 7.3 (teste das chaves limite 1%1:U/:N) com as chaves limites JUMPEADAS (ver esmuema do circuito de geauranca). aoe amortecedores (se 7.8 Acionamento com velocidade total em direga exiaido por norma) a. Poricione o elevador no meio do. paso.