P. 1
Tabelas Calibragem de carburador

Tabelas Calibragem de carburador

|Views: 9.602|Likes:
Publicado porrenatogbarroso
Tabelas Calibragem de carburador
Tabelas Calibragem de carburador

More info:

Published by: renatogbarroso on May 22, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/11/2013

pdf

text

original

2 2 ou 7.2 1,1 à 1,3 22 à 24 1,05 à 1,35 56.

803 1,51 2E 80 210 Vertical sobre a borboleta 75 100 150 80 57 140 140 100 135 2 1 26 25 Gasolina 34-SEIE 75DU-9510C 07/75 à 1979 Maverick 2300 Fabricante: Identificação da base: Identificação do corpo: Identificação da tampa: Regulagem do dash-pot (voltas): Abertura da borboleta do afogador (mm) Tempo de abertura do afogador automático (seg): Abertura positiva com afogador Ø (mm): Nível sobre pressão de 0,2 kgf/cm2 (mm): Volume da bomba em cm3/golpe: Bóia "F": Válvula de agulha "P": Válvula de máxima "E": Calibrador de válvula de máxima "Ce" Econostat ®: Brosol Alvo do jato: Tubo injetor "i": Interruptor de marcha lenta "gf": Corretor de ar de marcha lenta corpo 2 "u": Corretor de ar de marcha lenta corpo 1 "u": Gicleur de marcha lenta - corpo 2 "gf": Gicleur de marcha lenta - corpo 1 "gf": Gicleur corretor de ar - corpo 2 "A": Gicleur corretor de ar - corpo 1 "A": Gicleur principal - corpo 2 "Gg": Gicleur principal - corpo 1 "Gg": Difusor - corpo 2 Difusor - corpo 1 Venturi - corpo 2 "K": Venturi - corpo 1 "K": Combustível: Carburador tipo: Código original: Ano de fabricação: Aplicação: Ford Observações gerais: Montadora:

FM-1 FM-1 1,8 à 2,2 23 à Brosol 25 1,05 à 1,35 7,3 1,51 5E 110 Vertical sobre a borboleta 70 120 57 H-145-1 165 Ø4 x 0o 30 Gasolina 40-EIS 74DU-9510-C 06/73 à 03/75 Maverick 3000 Fabricante:

Identificação da base: Identificação da tampa: Regulagem do dash-pot (voltas): Abertura da borboleta do afogador (mm) Tempo de abertura do afogador automático (seg): Abertura positiva com afogador Ø (mm): Nível sobre pressão de 0,2 kgf/cm2 (mm): Volume da bomba em cm3/golpe: Bóia "F": Válvula de agulha "P": Válvula de máxima "E": Calibrador de válvula de máxima "Ce" Econostat ®: Alvo do jato: Tubo injetor "i": Interruptor de marcha lenta "gf": Corretor de ar de marcha lenta corpo 2 "u": Corretor de ar de marcha lenta corpo 1 "u": Gicleur de marcha lenta - corpo 2 "gf": Gicleur de marcha lenta - corpo 1 "gf": Gicleur corretor de ar - corpo 2 "A": Gicleur corretor de ar - corpo 1 "A": Gicleur principal - corpo 2 "Gg": Gicleur principal - corpo 1 "Gg": Difusor - corpo 2 Difusor - corpo 1 Venturi - corpo 2 "K": Venturi - corpo 1 "K": Combustível: Carburador tipo: Código original: Ano de fabricação: Aplicação: FM-1 Ford Observações gerais: Identificação do corpo: Montadora:

Medir a altura da bóia com o corpo na posição de trabalho 32,0 1,6 9,7 26 26 115 - - 110 110 250 80 80 95 90 90 150 150 Álcool - 444.301.02 1980 à Galaxie 8C motor 292 Fabricante: Observações: Curso da bóia (mm) Volume de injeção em 10 golpes (cm3 ± 15%) Abertura positiva da borboleta de aceleração (mm ± 0,10) Altura da bóia (mm ± 0,50) Difusor secundário - 2o. corpo: Difusor secundário - 1o. corpo: Difusor primário - 2o. corpo: Difusor primário - 1o. corpo: Gargulante de aceleração:

Weber

Tubo misturador - 2o. corpo: Tubo misturador - 1o. corpo: Respiro da marcha lenta - 2o. corpo: Respiro da marcha lenta - 1o. corpo: Válvula da bóia Respiro principal - 2o. corpo: Respiro principal - 1o. corpo: Gargulante suplementar aerodinâmico: Gargulante de marcha lenta - 2o. corpo: Gargulante de marcha lenta - 1o. corpo: Gargulante principal - 2o. corpo: Gargulante principal - 1o. corpo: Combustível: Código de referência Carburador: Ano de fabricação: Aplicação: Ford Montadora:

Medir a altura da bóia com o corpo na posição de trabalho 32,0 1,6 9,7 26 26 115 - - 110 110 250 80 80 95 90 90 150 150 Álcool - 444.302.02 1980 à Galaxie 8C motor 292 Fabricante: Observações: Curso da bóia (mm) Volume de injeção em 10 golpes (cm3 ± 15%) Abertura positiva da borboleta de aceleração (mm ± 0,10) Altura da bóia (mm ± 0,50) Difusor secundário - 2o. corpo: Difusor secundário - 1o. corpo: Difusor primário - 2o. corpo: Difusor primário - 1o. corpo: Gargulante de aceleração: Weber Tubo misturador - 2o. corpo: Tubo misturador - 1o. corpo: Respiro da marcha lenta - 2o. corpo: Respiro da marcha lenta - 1o. corpo: Válvula da bóia Respiro principal - 2o. corpo: Respiro principal - 1o. corpo: Gargulante suplementar aerodinâmico: Gargulante de marcha lenta - 2o. corpo: Gargulante de marcha lenta - 1o. corpo: Gargulante principal - 2o. corpo: Gargulante principal - 1o. corpo: Combustível: Código de referência Carburador: Ano de fabricação: Aplicação: Ford Montadora:

Medir a altura da bóia com o corpo na posição de trabalho; TA = Transmissão automática 19,0 1,6 9,7 28 28 70 - - 110 110 250 80 80 100 85 85 130 130 Gasolina - 444.112.02 1969 à Galaxie 8C motor 292 com TA Fabricante: Observações: Curso da bóia (mm) Volume de injeção em 10 golpes (cm3 ± 15%) Abertura positiva da borboleta de aceleração (mm ± 0,10) Altura da bóia (mm ± 0,50) Difusor secundário - 2o. corpo: Difusor secundário - 1o. corpo: Difusor primário - 2o. corpo: Difusor primário - 1o. corpo: Gargulante de aceleração: Tubo misturador - 2o. corpo: Tubo misturador - 1o. corpo: Respiro da marcha lenta - 2o. corpo: Respiro da marcha lenta - 1o. corpo: Válvula da bóia Respiro principal - 2o. corpo: Respiro principal - 1o. corpo: Gargulante suplementar aerodinâmico: Gargulante de marcha lenta - 2o.

Weber

corpo: Gargulante de marcha lenta - 1o. corpo: Gargulante principal - 2o. corpo: Gargulante principal - 1o. corpo: Combustível: Código de referência Carburador: Ano de fabricação: Aplicação: Ford Montadora:

Medir a altura da bóia com o corpo na posição de trabalho; TA = Transmissão automática 19,0 1,6 9,7 28 28 70 - - 110 110 250 80 80 100 85 85 130 130 Gasolina - 444.113.02 1969 à

Weber

Galaxie 8C motor 292 com TM Fabricante: Observações: Curso da bóia (mm) Volume de injeção em 10 golpes (cm3 ± 15%) Abertura positiva da borboleta de aceleração (mm ± 0,10) Altura da bóia (mm ± 0,50) Difusor secundário - 2o. corpo: Difusor secundário - 1o. corpo: Difusor primário - 2o. corpo: Difusor primário - 1o. corpo: Gargulante de aceleração: Tubo misturador - 2o. corpo: Tubo misturador - 1o. corpo: Respiro da marcha lenta - 2o. corpo: Respiro da marcha lenta - 1o. corpo: Válvula da bóia Respiro principal - 2o. corpo: Respiro principal - 1o. corpo: Gargulante suplementar aerodinâmico: Gargulante de marcha lenta - 2o. corpo: Gargulante de marcha lenta - 1o. corpo: Gargulante principal - 2o. corpo: Gargulante principal - 1o. corpo: Combustível: Código de referência Carburador: Ano de fabricação: Aplicação: Ford Montadora:

- Abertura ou posicionamento pneumático (A) Acionar a alavanca do afogador (1) de modo que a trava deslizante do acelerador (6) fique situada no seu rebaixo (Fig. II). Na alavanca que não houver rebaixo, após acioná-la totalmente, retorne a mesma 9mm. (B) Girar o parafuso com pino excêntrico (5) de modo que o pino fique para baixo (Fig. II). (C) Aplicar no tubo de ligação "A" uma depressão de 40 cmHG. A borboleta do afogador deverá abrir-se, permitindo a passagem dos calibradores (pinos cilíndricos) na abertura "a" (Fig. II); caso a abertura não ocorra, regule no parafuso (3) conforme tabela. - Abertura ou posicionamento mecânico (D) Acionar a alavanca do afogador (1) totalmente de modo que a borboleta (2) fique fechada (Fig I). (E) Aplicar no tubo de ligação "A" uma depressão de 40 cmHG. A borboleta do afogador deverá abrir-se, permitindo a passagem dos calibradores (pinos cilíndricos) na abertura "a1" (Fig. I); caso a abertura não ocorra, regule no parafuso (5) conforme tabela. (F) Verifique que após a regulagem, o pino excêntrico do parafuso (5) fique próximo à posição demonstrada pela figura I.

- Abertura ou posicionamento pneumático (A) Acionar a alavanca do afogador (1) de modo que a borboleta (2) fique fechada (Fig I). (B) Girar o parafuso com pino excêntrico (5) de modo que o pino fique para baixo (Fig. II). (C) Aplicar no tubo de ligação "A" uma depressão de 40 cmHG. A borboleta do afogador deverá abrir-se, permitindo a passagem dos calibradores (pinos cilíndricos) na abertura "a1" (Fig. I); caso a abertura não ocorra, regule no parafuso (3) conforme tabela. - Abertura ou posicionamento mecânico (D) Acionar a alavanca do afogador (1) de modo que a trava deslizante (6) da alavanca de acelerador fique situada no seu rebaixo (Fig II). Na alavanca que não houver rebaixo, após acioná-la totalmente, retorne 9mm. (E) Aplicar no tubo de ligação "A" uma depressão de 40 cmHG. A borboleta do afogador deverá abrir-se, permitindo a passagem dos calibradores (pinos cilíndricos) na abertura "a" (Fig. II); caso a abertura não ocorra, regule no parafuso (5) conforme tabela.

(A) Inicialmente, confirmar que a borboleta do afogador (2) fecha totalmente. (B) A regulagem do afogador deverá ser feita após a montagem do conjunto completo

do afogador automático (C) Aplicar no tubo de ligação "A" uma depressão de 40 cmHG. (D) Com o pino (5) encostado na haste na direção da seta, a borboleta do afogador deverá abrir-se permitindo a passagem dos calibradores (pinos cilíndricos) na abertura "a". Caso isso não ocorra, regule no parafuso (3).

As figuras abaixo indicam a posição em que deve ser colocado o pino cilíndrico da regulagem da abertura do afogador.

GRAVAÇÕES COM FINAIS "2" e "7" EM CALIBRADORES Os gicleurs ou calibradores Brosol têm medidas que são espaçadas sempre de 2,5 em 2,5. Por exemplo: 75 90 125 72,5 87,5 122,5 70 85 120 67,5 82,5 117,5 80 62,5 115 47,5 60 57,5 55 52,5 65 50

77,5

112,5

Informamos que em peças avulsas ou carburadores completos podem ser encontrados calibradores com ou sem a gravação ",5" conforme abaixo: 47 ou 47,5 52 ou 52,5 57 ou 57,5 ...

... 82 ou 82,5 ... 112 ou 112,5 117 ou 117,5 ... ...

Para regulagem das aberturas fixas de marcha lenta dos carburadores relacionados na tabela abaixo, proceda da seguinte forma: 1- Solte o parafuso de encosto da borboleta do acelerador. 2- Introduza em seguida o parafuso até que este encoste levemente no calibre de lâminas conforme especificado na coluna abaixo "lâmina a utilizar". 3- Aperte em seguida o parafuso até que este encoste levemente no calibre de lâminas. 4- Retire a lâmina e aperte o parafuso, o número de voltas conforme coluna abaixo "número de voltas".
ÁLCOOL 35-ALFA-1 0,10 3 GASOLINA 35-ALFA-1 0,10 3 1/2 GASOLINA 35-ALFA-1 0,10 1 1/2 GASOLINA 35-ALFA-1 0,10 1 1/2 ÁLCOOL 35-ALFA-1 0,10 2 1/8 GASOLINA 35-PDSI 0,10 1 GASOLINA 31-PICT 0,10 2 1/4 GAS/ALC 35-PDSI(T) 0,10 4 CARBURADOR TIPO LÂMINA A UTILIZAR NÚMERO DE VOLTAS VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO SIMPLES E MARCHA LENTA SUPLEMENTAR VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO SIMPLES E MARCHA LENTA SUPLEMENTAR VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO SIMPLES E MARCHA LENTA SUPLEMENTAR VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO SIMPLES E MARCHA LENTA SUPLEMENTAR VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO SIMPLES E MARCHA LENTA SUPLEMENTAR MONZA 1.8 - TODOS MONZA 1.8 APÓS 01/84 MONZA 1.8 ATÉ 12/83 MONZA 1.6 TODOS MONZA 1.6 TODOS CHEVETTE, MARAJÓ, CHEVY 500 VW SEDAN 1.6 TODOS PASSAT 1.5 TODOS

COMBUST VEÍCULO / ANO FABRICAÇÃO

Para carburadores com corpo duplo, veja tabela a seguir:
GAS/ALC 3E e 3ECE 0,15 1/4 GAS/ALC 34-SEIE 0,10 1/2 GASOLINA 34-SEIE 0,10 1/2 GASOLINA 34-SEIE 0,10 1/4 GAS/ALC 34-SEIE 0,10 1/4 ÁLCOOL 2E7 e 2ECE 0,10 1/4 ÁLCOOL 2E7 0,15 1/4 GASOLINA 2E7 0,10 1/4 GAS/ALC 30/34-BLFA 0,10 1/2 CARBURADOR TIPO LÂMINA A UTILIZAR NÚMERO DE VOLTAS VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO DUPLO (REGULA-SE NO SEGUNDO CORPO) VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO DUPLO (REGULA-SE NO SEGUNDO CORPO) VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO DUPLO (REGULA-SE NO SEGUNDO CORPO) VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO DUPLO (REGULA-SE NO SEGUNDO CORPO) VEÍCULO COM CARBURADOR DE CORPO DUPLO (REGULA-SE NO SEGUNDO CORPO)

TODOS ALFA ROMEO - TODOS MAVERICK, PICK-UP F-100 CORCEL, BELINA, DEL REY, PAMPA GM - TODOS TODOS APÓS 10/91 TODOS ATÉ 09/91 TODOS TODOS

COMBUST VEÍCULO / ANO FABRICAÇÃO

Nos carburadores Brosol modelos H-34-SEIE e H-30/34-BLFA foram introduzidos o pino ou rolete de posição regulável da bomba de aceleração, com o objetivo de sincronizar o volume de combustível injetado com a borboleta do segundo corpo. Para efetuar a regulagem deles, procede-se da seguinte forma: 1- Solte ligeiramente a porca de fixação. 2- Abra a borboleta do primeiro corpo até o momento de início da abertura do segundo corpo e mantenha nesta posição. 3- Empurre o pino ou rolete de forma que o mesmo fique alojado na depressão existente no came (observar desenho). 4- Aperte a porca de fixação. Convém ainda lembrar que a regulagem do pino não influi no volume total da bomba de aceleração e que o seu posicionamento tem muita influência na dirigibilidade, principalmente quando entra o segundo corpo.

Os carburadores em questão devem apresentar no início da abertura da borboleta do acelerador um ligeiro curso morto proposital. Objetivo disso é otimizar a dirigibilidade do veículo nas pequenas aberturas de borboleta. Para regular de forma correta o mecanismo da bomba de aceleração, proporcionando o curso morto adequado, siga as instruções abaixo: - Carburador 60.505 1- Com a abertura fixa regulada, abra a borboleta do acelerador até existir uma folga de 5,0 ± 0,1 mm entre o parafuso de regulagem e o seu batente (fig.1). 2- Posicione o pino da alavanca de acionamento existente na tampa da bomba de aceleração de forma que fique no início da rampa do came plástico no eixo da borboleta aceleradora (fig. 2). 3- Finalmente, aperte a porca de fixação travando o pino nesta posição. - Carburador 160.521 1- Encoste o parafuso de regulagem de rotação de marcha lenta no batente e faça toda a operação descrita acima, usando 3,5 ± 0,1 mm de folga entre o parafuso e seu batente.

Válido para: - MONZA 1.8 GASOLINA - CÓDIGO 160.505, 160.507, 160.508, 160.509 - FIAT 1.3 ÁLCOOL - CÓDIGO 160.521

Segue abaixo onde o tubo injetor deverá direcionar o jato de combustível injetado nos carburadores.

O Governo Federal, visando proteger o meio ambiente, criou, através da CETESB, o PROCONVE (Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores). O PROCONVE estabelece limites de emissão dos gases de escape que são nocivos à saúde: CO (monóxido de carbono), HC (hidrocarbonetos) e NOx (óxido de nitrogênio). Para enquadrar-se nos limites estabelecidos, a Indústria Automobilística precisou acrescentar em seus motores alguns dispositivos anti-poluentes. Entre esses dispositivos, foi desenvolvido o amortecedor pneumático (DASH-POT), que tem como finalidade retardar o fechamento da borboleta do acelerador do carburador em alguns segundos, proporcionando, assim, redução de HC (hidrocarbonetos) em até 20%. Para que esse dispositivo cumpra sua função, precisa estar corretamente regulado, conforme instruções abaixo: 1- Solte a porca-trava e em seguida gire o Dash-pot até afastá-lo da alavanca de comando. 2- Certifique-se que o cabo do acelerador está corretamente regulado. Verifique se a alavanca do acelerador está dando batente no parafuso de regulagem da abertura da borboleta. 3- REgule a marcha lenta, conforme especificações do fabricante (lacre o parafuso de mistura). 4- Gire o dash-pot até encostá-lo na alavanca de comando, dando, em seguida, o número de voltas especificado em nossa tabela. - OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: O dash-pot devidamente regulado, poderá causar ao usuário, em certas condições, uma sensação de que o acelerador está enroscando, portanto, conscientize-o a adaptar-se a essa nova condição de dirigir, pois estará contribuindo para a melhoria do ar que respiramos.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->