Você está na página 1de 1

NÃO DEIXE OS SEUS FILHOS FAZEREM UM POINT NA CASA DE LÓ

Foi-se o tempo que os pais podiam deixar ou não deixar. Mas o quanto
pudermos devemos interferir, ‘pegar no pé’, gostem eles ou não.

A casa de Ló pode representar o que de pior havia em decência e instrução. A


nossa casa também não deve parecer em nada com a casa de Ló. Pelo
contrário, a decência e a boa instrução devem morar conosco.

Quem era Ló? Era o sobrinho chupim de Abrão (Gn 12.4; 13.5; 14.16).

Ló foi um peso para Abrão. Deus abençoou Abrão depois que Ló apartou-se
dele. Deus mandou que ele olhasse o tamanho da bênção (Gn 13.14).

Ló foi o primeiro a escolher para onde ir, pois devia separar-se de Abrão devido
as discórdias entre seus empregados. Ló determinou o tamanho da sua
‘bênção’ (Gn 13.10).

Ló, em desespero tenta negociar a salvaguarda dos seus hóspedes entregando


as suas próprias filhas (Gn. 19.4-8).

Ló era um brincalhão, por isso, tudo indica que havia perdido o respeito dos
seus genros (v.14).

Ló, mesmo informado de tudo que ia acontecer, foi um ‘vacilão’ (v.16).

A mulher de Ló foi vencida pela hesitação e desobediência (v.17 e 26).

As filhas de Ló eram umas despudoradas (v.30-36).

Para terminar: NÃO DEIXE OS SEUS FILHOS FAZEREM UM POINT NA


CASA DE LÓ

Pr. Eli da Rocha Silva