Você está na página 1de 8

FISIOTERAPIA LABORAL

Projeto: Saúde, Bem-Estar e Qualidade de Vida na Empresa:

APRESENTAÇÃO

A vida do homem moderno, notadamente nos grandes centros


urbanos, está cada vez mais voltada ao enfrentamento de situações
críticas para sua subsistência, tais como alimentação, moradia,
transporte, ensino, saúde e a própria manutenção do emprego, todas
elas sabidamente, situações geradoras de stress.

A administração deste stress, tem se mostrado uma ferramenta vital


nas provas técnicas de administração empresarial, já que
comprovadamente, a melhoria dos níveis de qualidade de vida,
baseados nas situações críticas acima mencionadas, é hoje fator
diferencial entre as empresas, na competição por produtividade,
qualidade e desempenho comercial.

Entre as ferramentas utilizadas na procura desta melhoria de


qualidade de vida, a fisioterapia laboral tem tomado lugar de
destaque em vários segmentos industriais, em varias partes do
mundo.

No Brasil a fisioterapia laboral tem ganhado destaque nos últimos 02


anos, principalmente nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro,
sendo utilizada como uma importante ferramenta, dentro do conjunto
de medidas que visam prevenir o aparecimento de lesões
músculoesqueléticas ligadas a atividades dentro do ambiente de
trabalho (LER/DORT).

Baseando-se na premissa de que o homem passa parte de sua vida


ativa envolvido com o trabalho, é necessário que ações sejam
desenvolvidas a fim de que diminuam os efeitos causados pelo
desempenho inadequado das atividades laborais.

A fisioterapia no local de trabalho fundamenta-se na valorização da


prática de atividades físicas como instrumento de promoção da
melhoria da qualidade de vida do trabalhador.

Em colaboração a estes conceitos, um estudo publicado pelo


Ministério da Saúde em 2009 mostrou que após a implantação da
Fisioterapia Laboral em industrias do centro do pais, apresentou os
seguintes resultados:

• Produtividade - aumento de 2 a 5%
• Acidentes - redução de 20 a 25%
• Turnover - redução de 10 a 15%
• Faltas ao serviço - redução de 10 a 15%
Diante desses números, consideramos necessária a implementação
da fisioterapia laboral na sua empresa.

IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO

Nome: Fisioterapia Laboral

Local: Empresas

Responsáveis : Fisioterapeutas Adriano Kruel e Mateus Trevisan de


Souza

JUSTIFICATIVA

Tendo em vista o considerável número de disfunções posturais,


dores nas costas e lesões por esforços repetitivos que acometem os
trabalhadores em seu período ativo, a fisioterapia laboral vem para
orientar, prevenir e corrigir/tratar esses males, contribuindo por uma
melhor qualidade de vida a cada um deles.

OBJETIVOS

• Identificar e corrigir, através de avaliações específicas, as


disfunções posturais;
• Orientar posicionamentos mais adequados para o trabalho.
Especificações técnicas sob o ponto de ergonomia para a
organização biomecânica do trabalho;
• Medidas de organização ergonômica visando à prevenção de
lesões;
• Prevenção a distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho e
a lesões por esforços repetitivos (LER/DORT);
• Prevenção ao estresse;
• Aumentar o ânimo e disposição para o trabalho, melhorando assim
as condições de qualidade de vida do trabalhador e do ambiente
de trabalho;
• Reduzir o número de acidentes de trabalho;
• Diminuir gastos com despesas médicas;
• Aumentar a produtividade;
• Reduzir os afastamentos ou abstinências ao trabalho por lesões
associadas ao mesmo;
• Melhorar o ritmo de recuperação, para volta mais rápida ao
trabalho;
• Reintegração do funcionário para suas atividades.

VANTAGENS DO INVESTIMENTO DA FISIOTERAPIA DO


TRABALHO:

Para a Empresa:

• Apoio ao serviço médico da empresa;

• Diminuição de gastos com assistência médica por ocorrência de


doenças ocupacionais;

• Menor número de acidentes do trabalho;

• Redução do índice de absenteísmo (pessoa que falta ao trabalho


por motivos de saúde);

• Aumento da eficiência do trabalho humano;

• Diminuição da rotatividade no quadro de empregados da empresa


(aproveitamento da qualificação profissional);
• Maior proteção legal à empresa contra possíveis processos de
empregados por doenças ocupacionais;

• Redução do SAT, com variação de 1% a 3%.

• Aumento da produtividade;

• Conseqüentemente aumento nos lucros da empresa;

• Melhor imagem da empresa perante os funcionários e a sociedade.

Para o Colaborador:

• Diminuição da fadiga e desconforto físico, com conseqüente


diminuição da irritabilidade;

• Diminuição do gasto energético na execução das tarefas;

• Diminuição do stress emocional;

• Maior estabilidade emocional, elevando os padrões de eficiência;

• Diminuição da incidência de doenças ocupacionais;

• Favorecimento da sociabilização junto ao grupo de trabalho;

• Melhora do ambiente organizacional e da qualidade de vida.

METODOLOGIA

A Preventiva Fisioterapia segue os seguintes critérios:

• Avaliação do ambiente de trabalho e da postura do funcionário


inserido neste ambiente, através de métodos fisioterapêuticos
específicos;
• Detectar os principais riscos que a atividade laboral irá trazer para
a saúde do colaborador a longo prazo;

• Realizar exercícios de prevenção e/ou minimização dos riscos para


a saúde do funcionário, específicos para o ambiente de trabalho,
de maneira geral para o setor, em grupo;

• Tratamento ambulatorial individualizado para aquele funcionário


que já apresenta sintomas osteomusculares relacionados ao
trabalho, evitando, dessa maneira, que estes sintomas
impossibilitem o funcionário a realizar suas atividades laborais;

• Auxiliar nas melhorias das condições de trabalho dos ambientes da


empresa;

• Encaminhamento ao médico caso haja necessidade;

• Orientação para melhores hábitos posturais;

• Palestras informativas.

AÇÕES

• As ações serão desenvolvidas em etapas, na ordem da Seleção dos


Recursos trabalhados ao longo do projeto;

• Pode ser aplicada em toda a empresa ou em áreas críticas de


trabalho;

• A participação do trabalhador deve ser opcional, no entanto


estará participando de palestras de sensibilização;

• Como sugestão, a prática das atividades laborais de prevenção


poderá ser aplicada durante a jornada de trabalho, com uma
intervenção em grupo por turno de atividades físicas, específicas
para os riscos detectados neste setor, e uma atividade individual
de massoterapia e relaxamento, ou como a empresa desejar, com
o objetivo de prevenir as lesões causadas por essa atividade. A
intervenção fisioterapêutica ambulatorial individual ocorrerá num
período, em torno de meia hora a cada três vezes na semana, para
o funcionário que assim apresentar sintomas fisiopatológicos
importantes, reabilitando-o para as condições físico-funcionais
normais e para o pleno retorno as suas atividades laborais.

TEMPO DE DURAÇÃO DO PROJETO

O Projeto será desenvolvido diariamente, dando continuidade


enquanto houver interesse da empresa ou da coordenadora do
projeto.

AVALIAÇÃO

Periódica ao longo do desenvolvimento do projeto.

RECURSOS NECESSÁRIOS AO PROJETO

Ambulatório de fisioterapia;

Espaço físico para as palestras, avaliações e vivências.

CONCLUSÃO
O Programa de Fisioterapia Laboral parece ter efeitos benéficos
sobre a saúde dos trabalhadores, diminuindo os relatos de cansaço e
estresse, aumentando a disposição para o trabalho e a interação
entre os colegas, além da diminuição de queixas de dor. Vários
autores encontraram um impacto positivo da Fisioterapia Laboral
sobre a saúde dos funcionários e/ou ambiente de trabalho. Segundo
Rocha, a maioria dos funcionários que participaram de um programa
de Fisioterapia Laboral apresentaram melhora de dores nas costas,
dores musculares e cansaço. Como afirmam Miyamoto et al, os
exercícios executados durante a jornada de trabalho, mesmo que por
um curto período de tempo, também podem contribuir para a
minimização do estresse, melhora da postura e relaxamento dos
funcionários participantes.

Para alcançar tais benefícios às empresas e os trabalhadores devem


estar atentos para os indivíduos que orientam as atividades.
Profissionais capacitados para programação e orientação correta de
exercícios, como os fisioterapeutas, conseguem alcançar estes
resultados de forma significativa. Além disso, a Fisioterapia Laboral
deve ser entendida como mais uma ferramenta de prevenção para a
saúde dos trabalhadores, e não como a única.
Por tudo isso, a Preventiva Fisioterapia quer ser a marca registrada
das suas escolhas, quando o assunto for Fisioterapia Laboral e
qualidade de vida.