Você está na página 1de 2

PROCESSO SELETIVO DE EDUCADORES

Se você quer fazer parte do banco de educadores do Ceat saiba os


procedimentos necessários:

1. Análise de currículo

O departamento pedagógico faz uma análise e separa, por habilidades


(básicas e específicas), os currículos dos interessados. Para HB é
necessário ter nível superior. Os casos de HE são estudados um a um, pois
um profissional pode ser excelente em uma determinada área e não ter
curso superior. Conta muito a experiência do candidato.

Os currículos devem ser enviados para


gerencia_pedagogica@ceatsp.org.br.
gerencia_pedagogica@ceatsp.org.br.

2. Avaliação

Os candidatos fazem uma avaliação para que possamos aferir seu grau de
conhecimento. O conteúdo da avaliação é elaborado de acordo com as
apostilas.

3. Entrevista

Os candidatos passam por uma entrevista feita pelo Departamento


Pedagógico. Os aspectos principais a serem avaliados são o compromisso,
o conhecimento de sua área e a experiência.

4. Formação de formadores

Quando o candidato chega a essa fase, ele está apto a ser um aspirante ao
Banco de Educadores, ou seja, para participar da Formação, dada pelo
Ceat.
Ceat. Nessa formação são discutidos:

a) Histórico do Ceat.
Ceat.
b) Postura dos educadores do Ceat.
Ceat.
c) Perfil dos alunos.
alunos.
d) Qualificação e inserção.
inserção.
e) Metodologia em sala de aula.
aula.
f) Recursos pedagógicos.
pedagógicos.
g) Conteúdo programático.
programático.
h) Plano de aula.
i) Avaliação inicial, de monitoramento e final.
j) Autoavaliação.
Autoavaliação.
k) Suporte pedagógico.

Para ta utilizamos palestras, filmes e dinâmicas de grupo.

1. Avaliação em sala de aula

Os educadores que participaram da Formação entram em sala de aula e


são avaliados periodicamente pelos alunos. Após três avaliações
excelentes, eles se tornam parte do Banco de Educadores e poderão ser
chamados a qualquer momento para lecionarem em cursos do Ceat,
Ceat, de
acordo com:

a) Perfil de educadores para uma determinada turma.


b) Distância entre a residência (ou algum outro local que o educador
aponte, como uma escola ou universidade em que lecione) e a sala de
aula.
c) Critérios específicos do sistema de rodízio definidos pela Diretoria
Pedagógica.