P. 1
Licenciatura em Biologia - Estagio Supervisionado Biologia I

Licenciatura em Biologia - Estagio Supervisionado Biologia I

4.73

|Views: 40.161|Likes:
Publicado porBiologia Marinha

More info:

Published by: Biologia Marinha on Jun 03, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/21/2014

pdf

text

original

Sections

1

Estágio
Estágio

Estágio
Estágio
Estágio

Supervisionado I
Supervisionado I

Supervisionado I
Supervisionado I
Supervisionado I

2

Estágio

Supervisionado I

♦ PRODUÇÃO ACADÊMICA ♦

Gerente de Ensino ♦ Jane Freire
Autores ♦ Erivelton Santana e Marcos Oliveira
Supervisão ♦ Ana Paula Amorim

Coordenadora ♦ Letícia Machado dos Santos

♦ PRODUÇÃO TÉCNICA ♦

Revisão Final ♦ Carlos Magno Brito Almeida Santos

Imagens ♦ Corbis/Image100/Imagemsource

copyright © FTC EaD

Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/98.
É proibida a reprodução total ou parcial, por quaisquer meios, sem autorização prévia, por escrito,
da FTC EaD - Faculdade de Tecnologia e Ciências - Ensino a Distância.

www.ftc.br/ead

EQUIPE DE ELABORAÇÃO/PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO:

Presidente ♦
Vice-Presidente ♦
Superintendente Administrativo e Financeiro ♦
Superintendente de Ensino, Pesquisa e Extensão ♦
Superintendente de Desenvolvimento e>>
Planejamento Acadêmico ♦

SOMESB

Sociedade Mantenedora de Educação Superior da Bahia S/C Ltda.

FTC - EaD

Faculdade de Tecnologia e Ciências - Ensino a Distância

Diretor Geral ♦
Diretor Acadêmico ♦
Diretor de Tecnologia ♦
Gerente Acadêmico ♦
Gerente de Ensino ♦

Coord. de Softwares e Sistemas ♦
Coord. de Telecomunicações e Hardware ♦
Coord. de Produção de Material Didático ♦

Reinaldo de Oliveira Borba
Roberto Frederico Merhy
Jean Carlo Nerone
Ronaldo Costa
Jane Freire
Luis Carlos Nogueira Abbehusen
Romulo Augusto Merhy
Osmane Chaves
João Jacomel

Gervásio Meneses de Oliveira
William Oliveira
Samuel Soares
Germano Tabacof

Pedro Daltro Gusmão da Silva

Gerente de Suporte Tecnológico ♦

Editoração♦ Diego Maia

Equipe ♦ Alexandre Ribeiro, Ana Carolina Alves, Cefas Gomes,
Delmara Brito, Fábio Gonçalves, Francisco França Júnior, Israel
Dantas, Lucas do Vale e Mariucha Silveira.

3

ENSINO DE CIÊNCIAS E PRÁXIS PEDAGÓGICA

ESTÁGIO SUPERVISIONADO E PRÁXIS PEDAGÓGICA

Estágio Supervisionado: o Que é, Papel e Importância

07

O que é Estágio Supervisionado

07

Histórico e Legislação

07

Estágio Supervisionado na Formação a distância

09

Etapas do Estágio Supervisionado

10

Estrutura, Organização e Planejamento da Disciplina de Estágio Supervisionado

10

A Estrutura do Componente Curricular

10

As Etapas do Estágio

10

O Trabalho Docente: a Construção da Práxis Pedagógica

12

Breves Reflexões sobre a Formação docente à luz de Paulo Freire

12

A Prática e o Estágio Supervisionado na Formação de Professores

14

A práxis Pedagógica como Instrumento de Transformação da Prática Docente

15

A Ética Profissional do Educador de Ciências

17

Ética e Educação Clássica

17

A Identidade do Professor

21

Ética e Competência Profissional na Educação

24

ATIVIDADE COMPLEMENTAR

27

ESTÁGIO SUPERVISIONADO NAS SÉRIES FINAIS

DO ENSINO FUNDAMENTAL

Desenvolvimento Cognitivo dos Alunos na Abordagem dos Conteúdos
no Ensino de Ciências

30

Reais Possibilidades dos Discentes e seus Esquemas de Conhecimento

30

O Ser Humano Educado para as Ciências

31

Reflexões Teórico-Metodológicas: Estabelecendo Relações entre Ciência e
Desenvolvimento Tecnológico

34

Inteligências Múltiplas e diversidade em sala de aula

37

Buscando Democratizar Experiências e Ambientes de Aprendizagem

37

O Que não Podemos Duvidar sobre as Inteligências Humanas?

37

O Pensamento

38

Inteligências Múltiplas

40

Princípios Orientadores da Ação Pedagógica na Sala de Aula:
interdisciplinaridade e contextualização

45

Interdisciplinaridade e Mediação Pedagógica

45

Intra, Pluri, Multi e Interdisciplinaridade

47

Interdisciplinaridade Escolar

47

Princípios orientadores da ação pedagógica na sala de aula:
transposição didática

49

Princípios Orientadores

49

Interação: Escola versus Tecnologia

50

Educação para a Diversidade

51

ATIVIDADE COMPLEMENTAR

53

Sumário
Sumário

Sumário
Sumário
Sumário

4

Estágio

Supervisionado I

DO PLANEJAMENTO À AÇÃO DOCENTE

PLANEJAMENTO E AÇÃO DOCENTE

NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Pré-Projeto de Intervenção: a Importância do Ensino de Ciências

55

Organização do Portfólio

55

Projetos de Ensino de Ciências

57

Do Pré-Projeto de Intervenção ao Plano de Ação

59

Formulação e Apresentação de um Projeto de Intervenção no Ensino de Ciências

59

A Redação de um Projeto para sua Apresentação

59

Instruções para a Apresentação do Pré-Projeto

59

Elaborando o Plano de Ação

60

O Que Compõe o Plano de Ação

60

Estrutura Metodológica do Plano e do Relatório Parcial do Estágio

61

O Plano de Estágio

61

O Relatório Parcial

62

Cronograma de Execução

63

Organização da Carga Horária

64

OS RECURSOS DIDÁTICOS NO ESTÁGIO
SUPERVISIONADO: SELEÇÃO E USO

IM como Princípio de Seleção e Uso dos Recursos

66

Uma noção de Jogo na Perspectiva Histórico-Cultural

66

O Jogo no Contexto Escolar

67

Da Competição a Integração

67

Esquemas de Conhecimento: Enriquecendo-os Através dos Recursos Didáticos

68

O papel da Ludicidade na Construção dos Recursos e sua Aplicação
no Estágio Supervisionado

69

Internet: Aprenda de Forma Lúdica

69

Ludicidade: Importante para o Desenvolvimento Neuropsicológico e sua Utilização
no Estágio Supervisionado

70

O Lúdico no Processo de Formação do Professor

72

Oficina de recursos didáticos

74

Sugestão de Atividades: Ensino Fundamental

75

ATIVIDADE COMPLEMENTAR

78

ATIVIDADE ORIENTADA

80

GLOSSÁRIO

83

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

87

5

Apresentação da Disciplina

Caro(a) aluno(a),

Estamos iniciando os nossos estudos de Estágio Supervisionado I, que
tem por objetivo geral aperfeiçoar o processo de ensino-aprendizagem, criando
oportunidades para que você possa aplicar conhecimentos teóricos na prática.
Quando tratamos de Estágio Supervisionado na Educação a Distância, é
essencial que desenvolvam a autonomia, assumindo a maior parte da gestão
do processo de aprendizagem. Cabe-lhes, ainda, organizar os tempos e
cronogramas de estudo, assim como conhecer melhor o próprio estilo de
aprendizagem — aprendendo a aprender. Não se deve confundir, no entanto,
autonomia com solidão e individualismo no ato de aprender. Pelo contrário, a
aprendizagem a distância é, mais que nunca, solidária e colaborativa, adequando-
se, no entanto, aos ambientes virtuais e à mediação da tecnologia de informação
e comunicação e à interatividade, estimulada pela ação tutorial.
Compreenderemos que o Estágio Supervisionado, talvez mais do que
outros componentes curriculares possibilitam essa mutualidade, em que os que
ensinam e os que aprendem são sujeitos de um processo, mais que de formação,
de construção e de criação.

Essa disciplina possui 72 horas e encontra-se dividida em dois grandes
blocos temáticos, sendo que cada bloco será trabalhado em duas semanas.
O primeiro Bloco Temático intitula-se “Ensino de Ciências e Práxis
Pedagógica” e será desenvolvido a partir dos temas “Estágio Supervisionado e
Práxis Pedagógica” e “Estágio Supervisionado nas séries finais do Ensino
Fundamental”.

No segundo Bloco Temático, que recebe o nome de “Do planejamento à
Ação Docente”, estudaremos mais dois temas: “Planejamento e Ação Docente
no Estágio Supervisionado” e “Os Recursos Didáticos no Estágio Supervisionado:
seleção e uso”.

Todo o material didático dessa disciplina foi estruturado para potencializar
sua aprendizagem. Por isso, leia, atentamente, todos os textos e realize todas
as atividades propostas, a fim de tirar um excelente proveito desse módulo
disciplinar.

Como refletimos no início desta apresentação para início de nossos
trabalhos em parceria, observamos que a vida nos oferece muitos desafios, mas
com competência e criatividade poderemos cumprir nossa missão de
“inspiradores de gente”, como diz o escritor inglês William Ward.
E, como dizia Sócrates, “conhecer quanto se ignora é o início da

sabedoria”.

Desejamos a você sabedoria, discernimento, inspiração e realização!

Profa

Maria Lúcia Perdiz Simões

Profa

Marisela Pi Rocha Pereira

“O professor medíocre diz; o bom professor explica; o professor
superior demonstra; o grande professor inspira”.
“O verdadeiro mestre não é o que ensina, mas o que inspira”.

William Ward (1860)

6

Estágio

Supervisionado I

7

ENSINO DE CIÊNCIAS E PRÁXIS PEDAGÓGICA

ESTÁGIO SUPERVISIONADO E PRÁXIS PEDAGÓGICA

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->