Você está na página 1de 10

Curso: Administração – 5º Sem

Disciplina: Administração de Recursos Financeiros II


Professora: Cont. Esp. Valeida Pessoa

Análise do Ponto de Equilíbrio


A análise do Ponto de Equilíbrio tem com finalidade o cálculo desse ponto. Para isso admitimos que os
padrões de custos e receitas foram determinados e que possuem um comportamento linear no intervalo
do nível de atividade que está sendo analisado. Admitimos também que o volume de saídas é o único
fator que afeta os custo, ou seja, todos os custos foram classificados como fixos ou variáveis.

A análise do Ponto de Equilíbrio é apenas um guia, que evidencia o relacionamento existente entre os
fatores de afetam o lucro. Tem grande importância para a decisão gerencial, mas é preciso levar em
conta que suas premissas são difíceis de se realizar na vida real.

O cálculo do ponto de equilíbrio pode ser feito através de três métodos:

1. Método da Equação
2. Método da Margem de Contribuição
3. Método Gráfico

Método da Equação

Vendas = Custo Variável + Custo Fixo + Lucro Líquido

Exemplo:
Preço de Venda unitário: $10,00
Custo Variável: $4,00
Custo Fixo: $150.000

1. Quantas unidades devem ser produzidas para que seja alcançado o Ponto de Equilíbrio?

10x = 4x + 150.000+0
x = 25.000 unidades

2. Alternativamente, pode-se calcular as receitas de vendas para o ponto de equilíbrio:

10 x 25.000 = 250.000

Método da Margem de Contribuição


Utiliza a margem de contribuição por unidade de saída de produção necessária para cobrir custos fixos.

x = Custos fixos + lucro


Margem de contribuição unitária

1
1. Considerando os dados anteriores, calcular o ponto de equilíbrio, levando em conta a margem de
contribuição.

x = 150.000 + 0 / (10 – 4)
x = 25.000 unidades

2. Calcular a receita no equilíbrio.

Utiliza-se o índice da margem de contribuição para calcular a receita de venda requerida para cobrir os
custos fixos. O índice da margem é: margem de contribuição unitária / receita unitária x 100 (%)

x = custos fixos + lucro / índice da margem de contribuição unitária


x = 150.000 + 0 / 60%
x = 250.000

Método Gráfico
As saídas ou unidades de venda são representadas no eixo horizontal e o eixo vertical é usado para os
valores monetários.

Valores
500 Receitas

400 Custo Total


LUCRO

300

200 Custo Variável

150 Custo Fixo


PREJUÍZO
100

0 10 20 30 40 50 Unidades

2
Exercícios:
1. Ninguém opera no ponto de equilíbrio, então por que se preocupar com ele?
2. A Demonstração de Resultado da Cia. SP Ltda. do último ano é mostrada abaixo.

$
Vendas (2.000.000 garrafas a $0,25)................................. 500.000
Custo Variável........................................................................... 300.000
Custos 100.000
Fixos...............................................................................
Custo Total................................................................................. 400.000
Lucro............................................................................................ 100.00
a. Qual o PE das vendas? (em valor e em unidades)
b. Está prevista uma ampliação na fábrica que adicionará um custo fixo de $50.000 e aumentará a
capacidade produtiva em 60%. Quantas unidades terão de ser produzidas até que seja
alcançado o PE?
c. O diretor da companhia acha que deve ganhar pelo menos $10.000 no novo investimento. Qual o
volume de vendas necessário para possibilitar à companhia manter op lucro e ganhar o mínimo
exigido para o novo investimento?
d. Se a fábrica operasse em sua capacidade total, depois da ampliação, qual o lucro que seria
possível ganhar?
e. Quais os pontos fracos da análise custo x volume x lucro?

Alavancagem

Pontos Importantes:
• A alavancagem é o produto do uso de ativos ou fundos a custo fixo para multiplicar retornos
para os proprietários da empresa.
• Em geral, aumentos de alavancagem resultam em elevações de retorno e risco, ao passo que
diminuições de alavancagem provocam reduções de retorno e risco.
• O grau de alavancagem na estrutura de capital da empresa – a combinação de capital de
terceiros com capital próprio – pode afetar significativamente seu valor, pelo efeito sobre o
risco e o retorno.
• Os efeitos da alavancagem sobre os resultados da empresa decorrem da existência de custos
fixos que representariam o “fulcro da alavanca”.

Alavancagem Operacional

+ RECEITA DE VENDAS (RTV) ∆


RTV Alavancagem Combinada
- Custos Variáveis ∆
LAJI
= Margem de Contribuição Fo
- Custos Operacionais fixos (Fo) ∆
LPA ou ∆
RTV
= LUCRO OPERACIONAL (LAJI) (LAJI) ∆
LL
- Despesas Financeiras (Ff)
= Lucro antes do imposto de renda ∆
LPA ou ∆
LAJI Ft
- Provisão para imposto de renda ∆
LL
= LUCRO LÍQUIDO (LL)
÷Quantidade de ações/cotas Ff
= LUCRO POR AÇÃO/COTAS (LPA)
3
Alavancagem Financeira
Temos 3 tipos de alavancagem:
• Alavancagem Operacional, em que a força empregada corresponderia ao acréscimo nas receitas
totais de vendas (∆RTV), a posição do fulcro seriam os custos operacionais fixos(F0) e a
resultante determinaria o acréscimo no lucro operacional (∆LAJI);
• Alavancagem Financeira, com o ∆LAJI representando a força, as despesas financeiras (F f)
sendo a posição do fulcro, e o acréscimo no lucro líquido (∆LL) correspondendo à resultante;
• Alavancagem Total ou Combinada, decorrente das duas alavancagens anteriores, onde teríamos:
força = ∆RTV, posição do fulcro = custos fixos totais (Ft = F0 + Ff) e resultante = ∆LL

Alavancagem Operacional

• Decorre da existência de custos e despesas operacionais fixos que permanecem inalterados


dentro de certos intervalos de flutuação de produção e vendas.
• Quando ocorre expansão no volume de operações, haverá menor cargas desses custos sobre
cada unidade vendida, provocando um acréscimo no LAJI (lucro operacional).
• Inversamente, a queda nas vendas provocará substancial redução no LAJI que poderá
transformar-se em prejuízo operacional na eventualidade de o volume situar-se abaixo do ponto
de equilíbrio operacional.

4
Grau de Alavancagem Operacional (GAO)

• Mede os efeitos provocados sobre o LAJI pelas variações ocorridas nas vendas. O GAO sempre
se refere a um nível específico de produção e vendas. Ou seja, para cada ponto da escala de
variação do nível de operações haverá um GAO diferente expressando o número de vezes que a
∆ LAJI (variação do lucro operacional) representa do ∆ RTV (variação das vendas).
• O GAO de uma empresa pode ser calculado de duas maneiras. Um dos cálculos produz uma
estimativa pontual, o outro gera um intervalo de GAO.
• Somente as empresa que têm custos fixos em seus processos de produção apresentam
alavancagem operacional.

Efeitos da alavancagem operacional


sobre a demonstração do resultado
Cenário 1 Cenário 2 Cenário 3
Vendas Vendas Vendas
caem 10% não variam sobem 10%
Vendas líquidas $ 630.000 $ 700.000 $ 770.000
Menos: custos variáveis
(60% das vendas) $ 378.000 $ 420.000 $ 462.000
Menos: custos fixos $ 200.000 $ 200.000 $ 200.000
Laji $ 52.000 $ 80.000 $ 108.000
Laji cai Laji não Laji sobe
35% varia 35%

Estimativa de Intervalo para o GAO

GAO = % Variação de Laji = 35% = 3,50


% Variação de vendas 10%

5
Por causa da presença de custos fixos no processo de produção da empresa, um aumento de 10% das
vendas resultará em um aumento de 35% do Laji. Note-se que, na ausência de alavancagem operacional
(se os custos fixos fossem nulos), o GAO seria igual a 1 e um aumento de 10% das vendas resultaria em
um aumento de 10% de Laji.

Estimativa Pontual do GAO

GAO = Vendas – CV = 700 – 420 = 3,50


Vendas – CV – CF 700 – 420 – 200

Deve-se tomar cuidado no uso da estimativa pontual, porque o GAO será diferente a cada nível
diferente de vendas. Por exemplo, se as vendas subirem para 770, o GAO cairá do seguinte modo:

GAO = Vendas – CV = 770 – 462 = 2,08


Vendas – CV – CF 770 – 462 – 200

Alavancagem Operacional e Aumento dos Custos Fixos

Propriedades do GAO:
• Abaixo do Ponto de Equilíbrio Operacional o GAO é negativo;
• No PEO o GAO é indefinido porque o LAJI = zero;
• Em torno do PEO, o GAO será máximo, positiva ou negativamente;
6
• O GAO diminui à medida que o volume de operações se desloque acima ou abaixo do PEO.

Exercício:
1. O que você entende por alavancagem operacional?
2. Como surgem os efeitos de alavancagem sobre os resultados contábeis das empresas?
3. Quais os elementos que compõem o cálculo do grau de alavancagem operacional (GAO)? Indique
as duas fórmulas do GAO e interprete o seu significado.
4. São apresentados a seguir alguns dados relativos a duas empresas. Calcule o GAO de cada uma
e comente as diferenças constatadas entre os resultados.

Valores em $ mil Empresa α Empresa β

$ $

Margem de Contribuição Total (MCT) 60.000 78.000

Lucro Operacional (LAJI) 28.000 18.000

Despesas Financeiras (Ff) 16.000 6.000

Lucro antes do IR (LAIR) 12.000 12.000

Lucro líquido [LL=LAIR x (1 – 0,35)] 7.800 7.800

Alavancagem Financeira e Combinada

• A alavancagem financeira resulta da presença de custos financeiros fixos nos resultados da


empresa.
• Essa alavancagem, portanto, pode ser definida como sendo o uso de custos financeiros fixos
para ampliar os efeitos de variações de Laji sobre o LPA da empresa.
• Os dois custos financeiros fixos mais comumente encontrados na demonstração do resultado da
empresa são (1) juros de dívidas e (2) dividendos de ações preferenciais.

7
Grau de Alavancagem Financeira

• O grau de alavancagem financeira (GAF) mede a sensibilidade de variações de LPA a variações


de Laji.
• Tal como o GAO, o GAF pode ser calculado de duas maneiras: com base em uma estimativa
pontual e em uma estimativa de intervalo.
• Somente as empresas que usam capital de terceiros ou outras formas de financiamento com
custo fixo (como ações preferenciais) têm alavancagem financeira.

Efeitos da alavancagem financeira


sobre a demonstração do resultado
Cenário 1 Cenário 2 Cenário 3
Laji cai Laji não Laji sobe
35% varia 35%
Laji $ 52.000 $ 80.000 $ 108.000
Menos: despesas financeiras $ 20.000 $ 20.000 $ 20.000
Lucro líquido antes do imp. renda $ 32.000 $ 60.000 $ 88.000
Menos: imposto de renda (30%) $ 9.600 $ 18.000 $ 26.400
LDA $ 22.400 $ 42.000 $ 61.600
LPA (42 mil ações) $ 0.53 $ 1.00 $ 1.47
LPA cai LPA sobe
46,67% 46,67%

Estimativa de GAF por intervalo

GAF = % Variação de LPA = 46,67% = 1,33


% Variação de Laji 35%

Nesse caso, o GAF é maior do que 1, indicando a presença de financiamento com capital de terceiros.
Em geral, quanto maior o GAF, maior a alavancagem financeira e mais alto o risco financeiro.

Estimativa Pontual de GAF

GAF = Laji = 80 = 1,33


Laji – Juros 80 – 20
8
Nesse caso, podemos verificar que o GAF é o mesmo no nível esperado de Laji. Entretanto, o GAF cai
quando a empresa tem desempenho superior ao previsto. Note-se ainda, porém, que o GAF se eleva caso

GAF = Laji = 108 = 1,23


Laji – Juros 108 – 20
a empresa tenha desempenho inferior ao previsto.

Alavancagem Total

• A alavancagem total resulta do efeito combinado do uso de custos fixos, tanto operacionais
quanto financeiros, para amplificar o efeito de variações de vendas sobre os lucros por ação da
empresa.
• Pode ser encarada, portanto, como medida do impacto total dos custos fixos na estrutura
operacional e financeira da empresa.

Grau de Alavancagem Total

Efeitos da alavancagem combinada


sobre a demonstração do resultado
Cenário 1 Cenário 2 Cenário 3
Vendas Vendas Vendas
caem 10% não variam sobem 10%
Vendas $630.000 $700.000 $770.000
Menos: custos variáveis
(60% das vendas) $378.000 $420.000 $462.000
Menos: custos fixos $200.000 $200.000 $200.000
Laji $ 52.000 $ 80.000 $ 108.000
Menos: despesas financeiras $ 20.000 $ 20.000 $ 20.000
Lucro líquido antes do imp. renda $ 32.000 $ 60.000 $ 88.000
Menos: imposto de renda (30%) $ 9.600 $ 18.000 $ 26.400
LDA $ 22.400 $ 42.000 $ 61.600
LPA (42 mil ações) $ 0.53 $ 1.00 $ 1.47
LPA cai LPA sobe
46,67% 46,67%

Estimativa de GAT por intervalo

GAT = % Variação de LPA = 46,7% = 4,67


% Variação de vendas 10%

Nesse caso, o GAT é maior do que 1, indicando a presença tanto de custos fixos operacionais quanto de
financiamento.
9
Estimativa Pontual de GAT

GAT = Q x (P – CV)
Q x (P– CV) – CF – I – [DP/(1 – T)]

GAT = 700 – 420 = 4,67


700 – 420 – 200 – 20 – 0

No nível de vendas de referência (700), a estimativa pontual dá exatamente o mesmo resultado


proporcionado pela estimativa por intervalo.

A relação entre GAT, GAO e GAF é ilustrada na seguinte equação:

GAT = GAO x GAF

Aplicando a relação ao nosso exemplo, no nível de vendas de $ 770, obtemos:

GAT = 3,50 x 1,33 = 4,67

Ou seja, o mesmo resultado obtido com as estimativas pontual e por intervalo nesse nível de vendas.

Fonte:
1. Fundamentos e Técnicas de Administração Financeira – Roberto Braga
2. Princípios de Administração Financeira – Lawrence J. Gitman
3. Controladoria: teoria e prática Sandra Figueiredo e Paulo César Caggiano.

10