Você está na página 1de 1

The Ninth Time

9° Ano C 09/06/10
Meio Ambiente
A taxa de desmatamento do Pantanal foi maior que o
índice verificado na Amazônia entre 2002 e 2008, de
acordo com um estudo inédito apresentando nesta
segunda (7) pelo Ministério do Meio Ambiente.
Dentro do período de seis anos, o Pantanal perdeu
2,82% de sua área, enquanto a Amazônia teve 2,54%
de sua área desmatada. Dos 151,3 mil km2 que
compõem o Pantanal, cerca de 4,3 mil km2 foram
desmatados entre 2002 e 2008.
De acordo com a ministra do Meio Ambiente, Izabella
Teixeira, o Pantanal não conta com áreas de
preservação como a Amazônia, o que dificulta o controle
do desmatamento.
A ministra apontou outros fatores de pressão sobre o
bioma - o crescimento de atividades como siderurgia, a
produção de carvão vegetal e a expansão de pastagens.
Tronco de Arvore, em campo desmatado Até o fim do ano, estão planejadas dez operações
contra o desmatamento para o bioma Pantanal.

O primeiro hotel feito inteiramente de lixo foi


inaugurado, na semana passada, no centro de
Roma, na Itália. Para construí-lo, foram utilizados
12 mil quilos de objetos retirados da praia romana
de Capocotta. O mais incrível é que essa
quantidade de lixo é jogada, anualmente, em cada
três quilômetros quadrados de praia na Europa.

A ação faz parte do projeto Corona Save the


Beach – da marca de cerveja de mesmo nome –,
que procura conscientizar as pessoas sobre a
Foto do Hotel, chamado de ‘‘Save The Beach
poluição do litoral europeu. A mensagem sobre a
Hotel’’
construção do hotel é: “Esse será o futuro dos
nossos feriados se não fizermos nada para
preservar nossas praias”. A partir de agora, a praia
mais votada durante o ano pelo site da iniciativa
será a próxima a ser limpa. Será que estamos presenciando uma espécie
de “zeightgeist” (do alemão, o espírito do
tempo) da indústria cervejeira preocupada com
o litoral? Será que isso tem a ver com o fato de
que as praias são um dos ambientes que mais
convidam as pessoas ao consumo de álcool e,
portanto, precisam ser preservadas por quem
vende as bebidas alcoólicas?

Seja como for, iniciativas como essas têm


trazido um enorme volume de lixo à tona e
servem para a gente refletir sobre o que temos
feito com nossos mares.

Você também pode gostar