Você está na página 1de 2

- Assunto: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. DOU de 10.06.2010, S.

1,
p. 65. Ementa: recomendação ao Ministério da Saúde no sentido de
que, em atenção ao princípio da eficiência, no âmbito da gestão
dos sistemas do SUS, defina processo de gestão de demandas e
mudanças na área de TI, se possível com auxílio de sistema
informatizado, utilizando, se assim desejar, as orientações do Cobit
4.1, Objetivo de Controle AI6 - Gerenciar Mudanças (item 9.3.1, TC-
026.832/2009-6, Acórdão nº 1.274/2010-Plenário).

- Assunto: LICITAÇÕES. DOU de 10.06.2010, S. 1, p. 66. Ementa:


determinação a uma prefeitura municipal para que, ao gerir recursos
de origem federal, abstenha-se de designar os membros da
Comissão Permanente de Licitação por período superior a um
ano, bem como de reconduzir a totalidade de seus membros
para o período subsequente, nos termos do art. 51, § 4º, da Lei nº
8.666/1993 (item 9.5.1, TC-006.092/2008-5, Acórdão nº 1.281/2010-
Plenário).

- Assunto: LICITAÇÕES. DOU de 10.06.2010, S. 1, p. 62. Ementa:


determinação a uma prefeitura municipal para que se abstenha
de incluir cláusulas restritivas em seus certames licitatórios,
evitando as seguintes impropriedades: a) exigência de
apresentação de capital social ou de patrimônio líquido mínimo junto
com a prestação de garantia de participação no certame,
transgredindo os Acórdãos/TCU de nºs 2.338/2006-P, 2.712/2008-P,
2.640/2007-P e 2.553/2007-P; b) exigência de apresentação de
garantia de participação correspondente a 1,00% do valor global
previsto das obras, até 3 (três) dias antes da data de apresentação
dos documentos de habilitação e proposta de preços, permitindo que
se conheça de antemão as empresas que efetivamente participarão
do certame, aumentando o risco de formação de conluio; c) exigência
de apresentação de certidão negativa de falência ou concordata da
empresa e dos sócios, posto que tal certidão somente é fornecida
para pessoas jurídicas; d) exigência de apresentação de certidão
negativa de execução patrimonial pelos sócios das licitantes,
transgredindo o disposto no art. 31, inc. II, da Lei nº 8.666/1993, que
só admite tal exigência por ocasião da contratação de pessoa física;
e) exigência de apresentação de certidão de infrações trabalhistas a
legislação de proteção à criança e ao adolescente, contrariando os
termos do art. 1º do Decreto nº 4.358, de 05.09.2002; f) exigência de
apresentação de certidão de infrações trabalhistas, sem previsão
legal, transgredindo o disposto no caput do art. 27 da Lei nº
8.666/1993; g) exigência de apresentação de certidão de quitação
com a Procuradoria Estadual da Fazenda Pública da Sede da licitante,
transgredindo o disposto no art. 29, inc. III, da Lei nº 8.666/1993; h)
utilização de índice não usual para aferir a situação financeira da
empresa licitante, quando se fixou o valor de 0,12 para o índice de
endividamento total, com ofensa à Decisão nº 417/2002-P (item 9.3,
TC-004.287/2010-0, Acórdão nº 1.265/2010-Plenário).