Você está na página 1de 9

MEDICINA COMPLEMENTAR

Visualize sua cura


É possível afastar doenças, reencontrar o equilíbrio e combater
problemas emocionais, como tristeza e depressão com a força
do pensamento. Saiba como as mentalizações positivas podem
ser grandes aliadas da saúde

Por Eny Elisa Souto,

A ÚNICA COISA que ele conseguia fazer com os próprios instintos


era piscar os olhos. A comunicação com as outras pessoas era feita
dessa forma. Deitado no leito de um hospital, com a ajuda de um
aparelho para respirar, sem conseguir comer nem falar. "O fato de
estar vivo já é um milagre", diziam os especialistas. E isso podia
mesmo impressionar, depois de duas vértebras quebradas, parte da
coluna prensada, laringe e sistema nervoso lesionados. Essa era a
situação do americano Morris Goodman, na década de 80, após um
desastre de avião. Mas apesar de tudo, ainda tinha forças e
esperanças para dizer "eu vou sair deste hospital andando".
Médicos e enfermeiros olhavam para ele com ar de pena, piedade e
tristeza. Mas Goodman não dizia aquilo para mostrar que estava
forte. Esse era o seu verdadeiro objetivo e ele faria de tudo para
alcançá-lo.

"Eu tinha de acreditar nisso com toda a força da minha alma",


conta. A partir daí, o americano usou o tempo em que permanecia
deitado e imóvel para trabalhar a mente. Imaginava-se andando
como um homem normal e sentia essas imagens como se fossem
reais.

Para Goodman, os pensamentos controlam a nossa vida. Enquanto


praticava esses exercícios, as situações que via se materializavam,
uma a uma. Ele passou a respirar sozinho, voltou a falar e, depois
de nove meses no hospital, saiu dali com as próprias pernas, do
jeito como havia planejado.

Ficou impressionado com a história? Ela é real e está registrada no


documentário intitulado O homem milagre, produzido pela Siamar e,
geralmente, utilizado em treinamentos de empresas. A intenção é
mostrar que muitas vezes a solução de problemas depende só da
gente. O personagem do filme se utilizou da força e do poder da
mente, por meio de imagens, para mudar o rumo da sua vida, ou
seja, fez uso da chamada visualização criativa. Segundo Wagner
Gabriel, biomédico e membro da Associação Brasileira de Medicina
Complementar, nosso corpo tem uma capacidade de autocura que
desconhecemos. "A cura está condicionada ao nosso estado
emocional. Se a mente trabalhar nessa direção, o organismo vai
obedecer", diz.

Visualização criativa
Diariamente, sem perceber, você cria
diversas situações em sua mente: recorda
daquela briga que teve com o namorado, de
um lugar que visitou, de uma conversa
importante que mexeu com seus
sentimentos. Os pensamentos vão longe,
tanto para o bem quanto para o mal. Isso
porque quando se pensa, imediatamente já
se visualiza, uma vez que a lembrança evoca uma espécie de
vivência mental. A diferença é que na visualização criativa as
emoções e os pensamentos são direcionados. Assim, em vez de
ficar recordando a todo momento de quando sua amiga lhe tratou
mal, que tal visualizar algo mais positivo? Segundo o especialista
nesse tipo de treinamento, Antonio Azevedo, a visualização é uma
criação consciente e intencional de impressões sensoriais, com o
objetivo de transformar os pensamentos, sentimentos, expectativas
e crenças. Para ele, não há necessidade de se prender a imagens
nítidas e fiéis à realidade. O fundamental é se envolver com as
lembranças e senti-las. "Elas podem vir em forma de sons, sabores,
aromas, sensações de calor, frio e textura. Quanto mais sentidos
forem utilizados para a visualização, melhor será o resultado",
esclarece.

Gatilhos emocionais
As emoções estão concentradas em
diversas áreas do cérebro. Quando se
está deprimido ou contente, o cérebro
capta essa emoção e transmite ao
sistema límbico, responsável pelo
controle hormonal. Dessa forma,
qualquer sentimento é capaz de alterar
a bioquímica corporal e, se a sensação durar muito tempo, novas
substâncias serão criadas automaticamente. Assim, a repetição
desses quadros deixará o organismo acostumado, fazendo com que
novas células já nasçam adaptadas a esse contexto. "O ser
humano é viciado em emoções, literalmente. As pessoas que usam
drogas não se viciam nos componentes, e sim nas sensações que
eles geram", diz Gabriel. De acordo com o biomédico, a
visualização é uma ferramenta para produzir emoções. "Essa é uma
lei que já funciona, tanto para pensamentos negativos quanto para
positivos. A felicidade, a paz, o amor, o sucesso e a saúde estão ao
alcance de todos", declara.

Universo particular
Não é de hoje que o homem estuda a utilização de imagens para
guiar a sua vida. Um exemplo de adepto dessa teoria é o filósofo
grego Socrátes, que falava na técnica do DCD (duvidar, criticar e
determinar). Para Carlos Aníbal, neurolingüísta e fundador do
Instituto Luz, os princípios da visualização, que é um recurso da
PNL (Programação Neurolingüística), se assemelham bastante à
técnica de Sócrates.

"Duvidar das crenças enraizadas desde a infância, criticar o modo


de pensar e determinar uma nova maneira de enxergar o mundo.
Com essas três vertentes, pode-se mudar um conteúdo mental",
afirma.

No livro Visualize a sua cura - exercícios de visualização inspirados


nos salmos (ed. Pensamento), a psicoterapeuta Anita Moraes faz
referência ao psicólogo suíço Carl Gustav Jung. "Ele valorizava as
imagens e encarava os símbolos como máquinas transformadoras
de energia. O hipnoterapeuta norte-americano E.L. Rossi acredita
que Jung foi um dos pioneiros nos exercícios de imaginação ativa".

Budismo
Lembre-se da figura de um monge
budista em meditação. Semblante
calmo e sereno, com um leve sorriso
no rosto. Se for um adepto da linha
tibetana, o exercício também será
feito com imagens, a fim de realizar o
que podemos chamar de
visualização meditativa. Símbolos
como mandala, divindades, raios de luzes, cores, sílabas, canais e
gotas são os mais empregados por esses monges para atingir
estados mentais de natureza pura e totalmente livre da
negatividade.

"Para o tibetano, todos os seres humanos possuem uma qualidade


divina e é por meio da visualização que esse aspecto pode ser
ativado", assegura Bel Cesar, psicóloga clínica e estudiosa desse
tipo de técnica praticada pelo do budismo.

Num primeiro momento, a prática vai ajudar o indivíduo a purificar


seu corpo e mente. Depois de alcançar um nível de
amadurecimento espiritual, é possível se conhecer por completo.
Bel explica que a visualização estudada pelos terapeutas e budistas
tem o mesmo objetivo de cura e autoconhecimento.

"Todos os seres humanos


possuem uma qualidade divina
e é por meio da visualização
que ela pode ser ativada"
BEL CESAR

O segredo
Os assuntos ligados ao poder da mente ultrapassaram o campo da
ciência e da filosofia e chegaram aos cinemas. No fim de março, foi
lançado no Brasil o filme O Segredo (The Secret, EUA, 2006. Dir.
Drew Heriot). O longa-metragem tem como base a lei da atração,
em que semelhante atrai semelhante. Nele, diversos estudiosos
defendem a mentalização como forma de os pensamentos se
tornarem realidade.

Para eles, é desejável criar um quadro da visão, que é uma espécie


de tela com diversas imagens daquilo que se deseja. Esse cenário
deve ser mentalizado todos os dias, para que a mente trabalhe ativa
e atinja o objetivo.

Da mesma maneira, saúde e estresse são vistos como


conseqüências do que o homem pensa. "As doenças não
sobreviverão num corpo emocionalmente saudável". O americano
Morris Goodman colabora com sua experiência. "Para as pessoas
que estão assistindo a esse filme, se eu pudesse resumir a minha
vida e falar do que elas são capazes de fazer, eu diria: o homem se
torna aquilo que ele pensa".

Relaxe e concentre-se
Relaxar. Essa é uma ferramenta importante para obter bons
resultados na visualização. Se você estiver com a mente acelerada
e o corpo tenso, pode não conseguir direcionar os pensamentos ou
se concentrar em alguma imagem.

De acordo com Shakti Gawain, autora do livro Visualização criativa


- consiga o que você quer na vida usando o poder da imaginação
(ed. Pensamento), quando relaxamos, entramos no nível alfa, em
que as ondas cerebrais ficam mais lentas. Esse estado de
consciência é bastante saudável e eficaz para a prática da
visualização. "Com o relaxamento, as alterações na vida acontecem
de forma natural, sem preocupação ou manipulação dos fatos",
afirma Gawain.

Vamos fazer um teste? Respire de maneira lenta e profunda.


Relaxe todos os músculos do corpo, um de cada vez, e conte de 10
até 1. Repita esse exercício diversas vezes ao dia. Se perceber que
tem dificuldade para relaxar, aulas de ioga, meditação e técnicas
anti-estresse podem auxiliar.

Pratique, agora
Agora que você já sabe o que é visualização e conhece seus
benefícios, que tal aprender alguns exercícios para poder praticá-
la? Selecionamos três técnicas do livro Visualize a sua cura -
exercícios de visualização inspirados nos salmos.

objetivo: dissipar o estado de tristeza e os períodos de


melancolia
Feche os olhos. Respire fundo e mergulhe mentalmente em um
lago transparente como cristal. Conforme afunda, visualize todas as
pequenas e grandes tristezas saindo de seu corpo como pequenos
pontos ou migalhas escuras. Veja como os pontos se dissipam,
destruídos pelo contato com a água. Passeie pelo fundo do lago,
absorvendo as suas maravilhas. Ao chegar ao centro, no fundo,
tome em suas mãos um minúsculo e brilhante coral, incrustado em
uma pedra. Sinta-se possuído por um estado de alegria como
nunca esteve antes. Acaricie o coral e tire dele todo seu poder de
transmitir alegria e felicidade. Recoloque-o no lugar e volte à
superfície. Transmita a quem precisar a informação de como chegar
ao coral e, a cada vez que fizer isso, sinta o estado de felicidade
renovado. Saiba que você pode voltar ao fundo do lago sempre que
desejar. Abra os olhos.

objetivo: obter a saúde, rejuvenescer


Feche os olhos. Respire três vezes, lentamente. Você está à beira
de um lago, de águas que não pode beber. Tome um bastão longo,
curvo e afilado numa das pontas e escolha um ponto onde parar.
Sente-se ali, de cócoras, e comece a cavoucar o chão daquele
ponto com o bastão. Faça isso sem pressa, sem expectativa, mas
com uma certeza: apenas confie que algo acontecerá. Após um
tempo, veja brotar ali uma mina de água potável. Tome-a até se
sentir plenamente saciado. À medida em que você bebe, vá
sentindo as células do seu corpo se renovando e todo o seu
organismo adquirindo vida e energia. Caminhe por ali
completamente revigorado, sabendo que descobrirá outras fontes,
sempre que quiser, e que lhe servirão todos os dias. Abra os olhos.

objetivo: vistoriar o corpo em geral, restaurar partes


doentes ou não-desenvolvidas
Feche os olhos. Respire profundamente. Imaginese com poder de
olhar tudo o que se passa dentro do seu corpo. Viaje pelos pés,
pernas, tronco, braços, peito e pescoço. Localize onde sente que
algo não está funcionando bem. Olhe, com nitidez, todos os
sistemas - passando pelo sistema nervoso, por todos os ossos,
pelos músculos.

Observe as glândulas do sistema endócrino secretando os


hormônios de que você precisa. Veja o sistema que lhe proporciona
a digestão dos alimentos e seu próprio sistema reprodutor, que fez
de você um homem ou uma mulher. Cada um deve estar
funcionando perfeitamente e continuar operando maravilhas nessa
máquina fantástica que é corpo humano. Verifique o que necessita
de cuidados. Examine o sistema linfático e termine a vistoria pelo
sistema urinário, onde você vai olhar principalmente o desempenho
dos rins.

Ao passar por um ponto que está em mau funcionamento, ajuste-o,


usando sempre o sopro mágico. Sopre suavemente o local afetado
e visualize essa área se regenerando. Em seguida, aplique um
líquido cristalino que forma uma camada protetora e imunizadora.
Passeie por dentro de todo o seu corpo. Distribua o sopro mágico e
o líquido cristalino até sentir que as partes acometidas estão sendo
curadas e que passam a funcionar de maneira perfeita. Permaneça
um tempo examinando tudo. Abra os olhos.

para saber mais:

• Visualização criativa - consiga o que


você quer na vida usando o poder da
imaginação, Shakti Gawain, ed.
Pensamento.
• Visualize a sua cura - exercícios de
visualização inspirados nos salmos, Anita
Moraes, ed. Pensamento.
• Imaginação ativa - a arte de curar-se
através do poder da mente, Serge King,
ed. Pensamento.

Fonte:
http://estilonatural.uol.com.br/edicoes/44/artigo48884-1.asp

---------------------------------------
FITOTERAPIA – CURAS NATURAIS – HOMEOPATIA
Um estilo de vida inteligente!

"A vida é como andar de bicicleta. Para manter o equilíbrio é


preciso se manter em movimento". (ALBERT EINSTEIN, em
carta ao filho Eduardo, em 5/2/1930)

“A atividade física regular (caminhada – corrida – bicicleta –


bicicleta ergométrica – esteira elétrica – dança, etc) e uma
alimentação equilibrada, são as melhores opções para se vencer
de vez os problemas das drogas, do alcoolismo, do tabaco, etc.
Outros recursos que podem e “devem” ser utilizados, quando o
assunto é saúde e qualidade de vida, é dar uma atenção especial
ao “sono reparador” (observar a quantidade de horas que se deve
dispensar ao sono, de acordo com as características individuais de
cada pessoa), e à prática diária de alguns minutos de “meditação”.

* sono-reparador: devemos dar uma atenção especial ao sono-


reparador. Escureceu, ir pra cama! Ou seja, fugir da luz artificial, o
máximo possível. O ideal é dormir 9 horas e meia – no mínimo –
todas as noites (segundo a pesqusiadora T S Wiley). O quarto deve
estar bem escuro, nada de abajur, ou pequenas luzes acesas
durante a noite. Também devemos evitar líquidos algumas horas
antes de ir dormir, para evitar acordar durante a noite, porque, ao
acendermos a luz, interrompemos a fabricação de “meletonina”,
fundamental para reparar o equilíbrio de nosso organismo, durante
o período de sono.
É interesssante a leitura do livro “Apague a Luz!”, durma
melhor e: perca peso, diminua a pressão arterial e reduza o
estresse; T S Wiley e Bent Formby, Ph.D. – Editora Campus, 2000.

EDITORA CAMPUS
Ligue grátis: 0800-265340
e-mail: info@campus.com.br
www.campus.com.br

http://www.livrariasaraiva.com.br/