Você está na página 1de 13

Licençaimpressa

C6pia de uso exclusivo


pelo para TargetCENWIN
Sistema Engenharia e Consultoria Ltda
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005

CALCULO DO TRAFEGO NOS ELEVADORES

ERRATA N’? 2
MAR11987

Esta Errata tern par objetivo alterar a NBR 5665 no item:

- 6.2 (pagina 07)

Substituir a formula pela que se segue:

Origem: ABNT NB-596182


CB-2 - Comitk Brasileiro de ConstruQo Civil
CE-2~02.18 - &miss% de Estudo de Elevadores
Esta Norma substitui a NBR 5665/1977

SISTEMA NACIONAL DE ABNT - ASSOCIACAO BRASlLElRA


METROLOGIA, NORMALIZACAO DE NORMAS TECNICAS
E QUALIDADE INDUSTRIAL 8

Palavras-chave: &?ador. NBR 3 NORMA BRASILEIRA REGISTRADA


__- -----.J --_-. --.ll__
Todos os direitos resewados 1 pigiiia
COU: 621.876.114
C6pia
Licençaimpressa pelo Sistema
de uso exclusivo para TargetCENWIN
Engenharia e Consultoria Ltda
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005

ABR 1983 ) NBR 5665


Ciilculo do triifego nos elevadores

ABNT-AssociaqCo
Brasileira de
Normas T&micas

Procedimento

Origem: Projeto NB-596/1982


CB-02 - Cornit& Brasileiro de Construr$o Civil
CE-02:002.18 - Comiss%o de Estudo de Elevadores
Incorpora a Errata n’ 1 de OUT 1986

Palavra-chave: Elevador 12 pgginas

SUM&IO 4 Condiqks gerais


1 Objetivo
2 Document0 complementa 4.1 Cilculo de trBfego
3 Defini@es
4 Co&q&s gerais 4.1 .I A popula@o deve ser consignada no projeto e estipu-
5 Condiq6es especificas lada em comum acordo entre o proprietario e o autor do
6 CilCUlOS projeto em fun$%o do espqo fitil projetado do cdificio
ANEXO A Modelo de formukrio de c&x10 de trifego atendendo os valores minimos prescritos em 5.1.1.
ANEXO B Exemplo de ckulo de trAfego
4.2 Trefego

1 Objetivo 4.2.1 0 trBfego deve ser calculada em fun@ da popula@o


estipulada conformc 4.1.1 e atcndendo aos percentuais
I .I ES& Norma fixa as condiqBes minimas exigiveis para e %eas de ocupa@o prescritas em 5.1 .I e 52.1, objetivan-
o C~ICUIO de trrifego das instala+s de elevadores de do 0 transpartc de pessoas em edificios destinados a:
passageiros em edificios. para assegurar condi@es sa-
tisfatkias de use. a) escritkios:

b) apartamcntos:
1.2 Aplica-se a todos os elevadores destinados ao trans-
pow da popula@.o dos edificios. c) hot&;

2 Document0 complementar d) restaurantcs;

e) hospitais;
Na aplica@o d&a Norma B necessBrio consultar:
f) escolas:
NBR 5666 - Elevadores ektricos Terminologia
g) edificios-garagem corn rampas, sem manobrista:

3 Definiqdes h) lojns e centrm comerciais

OS terrnos tkcnicos utilizados nesta Norma estao definidos 4.2.2 0 calculo de trifego dew ser condcnsado em formu-
nn NBR 5666. Isrio pr6prio conforme modelo do Anexo A.
Licença de uso exclusivo para Target Engenharia e Consultoria Ltda
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005
2 NBR 566511983

4.3 Lot+0 das cabinas compartimentos “80 se inscreva urn circulo de


I,30 m de diimetro.
4.3.1 Quando projetada uma instala$Bo que satisfa$a &
condi@s de capacidade e de interval” de trifego, a lo- 5.1.4.1 Par.9 0s compaftimentos corn Brea at8 7,00 mz,
taGSo das cabinas pock ser ampliada, mesm” que esta dew ser considerada uma pessoa: para “s comparti-
m”difica@o altere o cSlculo do intervalo de trifego. desde mentos corn &a maior que 7.00 m2 e menores que
que atenda a rel@o entre a Iota@0 e a .+?a titil, confor- 14.00 mz deem serconsideradas duas pessoas.
me a Tab& 1.
5.1.5 Em edificios de escritbrios pode ser reduzida em
5 Condi@es especificas 15% a area de salas corridas que “cupam todo o pavi-
mento, “u salas corn Brea igual “u superior a 200 m2.
5.1 Popula@o de urn ediffcio
5.1.6 Em qualquertipo de edificio pode deixarde sercom-
5.1.1 A popula@o deve ser calculada baseada “as putada a popula@o dos pavimentos servidos par escadas
relapses: rolantes. desde que e&s tenham liga@o a” pavimento
de acess” e capacidade para transporiar essa popula~Bo.
a) escritko de uma tinica entidade: 1 pessoa par
7 mz de sala; 5.1.7 Em qualquer tip0 de edificio, as &as de pavimentos
ufilizadas corn” restaurantes de utiliza@o exclusiva, de-
bj escrit6ri” em gem e consult6rios: 1 pessoa par ptrsitos, garagens, mcsm” quand” servidas par eleva-
7 m7 de sala; dares. Go deverS” ser computadas para o cSlculo da
popula$S”.
c) aparlamentos: .2 pessoas par 1 dormitbrio;
Nota: Neste ca*o fais pavimentos dever~” ser considerados
.4 pessoas par 2 dormit6rios: para efeit” de c;ilculo das paradas provziveis e do percurs”.

5 pessoas por 3 dormitkos; 5.1.8 OS c~lculos da popula@o deverao scrdemonstrados


no formGrio do calculo de tr8fego.
-6 possoas par 4 dormit6rios “u
5.2 Capacidade de trefego
ma,s;
5.2.1 Considerando-se” Wifego predominante de subida,
1 pessoa par dormitbrio do ser- OS elevadores drvem scr capazes de transporiar, em
Vlpll:
5 min, as seguintes porcentagens minimas da populagZo
d) ho&is: 2 pcssoas par dormitbrio; de urn edificio:

a) escritbrios de uma iinica cntidade: 15%;


e) hospitais: 2,5 pessoas par leito;
b) cscrit6rios em geral e COnsultOrios: 12%:
f) restaurantes: 1 pessoa par I,5 m2 de sal?io de
refel$a”: c) apartamentos: 109;;

g) escolas: salas de ala = 1 pessoa p”r2 m’; d) hot&: 10%;

saias de administra@o = 1 pessoa par e) rcstaurantes: 6%;


7 m2;
f) hospitais:
h) edificios-garagem corn rampas, sem manobrista: quando houver tubas de queda. para roupa e lixo
1,4 pessoas par vaga; e manta-carga para o servi$o de nutri@o: 80/b;
i) lojas e centros cornerc~as: 1 pessoa par 4 m2 de quand” nBo houver essas condi@es: 12%;
l0ja.
g) escolas: 20%:
5.~ Em qualquer tipo de edificio podem ser descontados
50% da p”pula@o do pavimento imediatamente acima h) edificios-garagem corn rampa, sem manobrista:
e/o” do pavimento imediatamente abaixo do pavimento 10%
de acess”, desde que estes pavimentos estejam situados
i) lojas e centros comerciais: 10%
a uma dist?mcia mkima de 5 m em rela@o a” pavimento
de acess”. 5.2.2 Em urn edificio do us” mist” dew ser ado&da para
cada uma das pates a porcentagem correspondente a”
5.1.3 Nos edificios escolares podem serdoscontados 30% seu us”. entre as indicadas em 5.2.1.
da p”pula@o dos pavimentos acima e/au imediatamente
abaix” do pavimento de acess”, contidos dentro de uma 5.2.3 Para efeito do calculo de trifego, “s elevadores corn
distancia mAxima de 12 m em rela@o a” pavimento de comando em grup” devem ter:
acesso.
a) as rnesmas paradas;
5.1.4 Nos edificios de “scrit6rio. para efeito de cBlculo da
popula@o. devem ser incluidas Areas de todos “s corn- b) as entradas no mesm” halt
partimentos, iodependentemente de suas denomina- c) samcnte urn pavimento principal de acess”
~6”s. cxcluindo apenas aquclas que pela sua pr6pria definido em projeto;
nntureza n;lo oferecam quaisquer possibilidades de uti-
lira$a” c”m” local de trabalho, “u que no interior desks d) a mosma destina@o de us”.
C6pia
Licença impressa pelo para
de uso exclusivo Sistema
TargetCENWIN
Engenharia e Consultoria Ltda
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005
NBR 566511983

Tabela I- Lotagio das cabinas

I /continua
Licença de uso exclusivo para Target Engenharia e Consultoria Ltda
C6pia impressa pelopelo
Cópia impressa Sistema
sistema CENWIN
CENWin em 09/05/2005

4 NBR 56650983

6 cEilculos Tab& Z-Tempo de acelera@o e retardamento

6.1 Tempo total de viagem


Velocidade Tempo
0 tempo de viagem deve sei calculado pela f6rmula: WI (9
T=Tl+TZ+i,l(T3+T4)
0,63 2,50
Onde:
T = tempo total de viagem 0,75 2.50
Ti = tempo de percurso total, ida e volta, entre OS
1 ,oo 3,00
pavimentos extremes son- paradas
72 = tempo total de acelera@ e retardamento I,25 3.00
(metade do resultado da multiplicq8o do mjme-
ro de paradas prov&veis p&s tempos-dados 1.50 3,50
na Tab& 2)
1.75 4,oo _
T3 = tempo total de abertura e fechamento de portas
(resultado da multiplica@to do nlimero de para-
2,oo 4,50
das provkeis pelo tempo de abertura e fecha-
mento das portas, em uma parada, dada na
2.50 550
Tabela 3)
T4 = tempo total de entrada e saida de passageiros Acima de 2.50 6,OO
(resultado da multiplica~~o do valor correspon-
dentc j lota@I da cabina, pelo tempo de en- Nota: PaEl q”alq”er “elocidade “EiO Consmnte na Tabela, O(S)
trada c saida de cada passagciro. dado na Ta- tempo(s) poderi(50) ser detcrminado(s) poi interprla-
bela 4) @cJ
Licença de uso exclusivo para Target Engenharia e Consultoria Ltda
C6pia impressa pelopelo
Cópia impressa Sistema
sistema CENWIN
CENWin em 09/05/2005
NBR 5665/l 983 5

Tabela 3 -Tempo de abertura e fechamento de portas 6.4 Capacidade de trifego

Dew ser calculada pcla f6rmul.z

c, = c,, + c, + .,. + c,,

Onde:

C, =capacidade de trsfego
Eixovetiical (EV) I 6
C,, = capacidade de transporte do elevador n” 1
Tab& 4 -Tempo de entrada e saida de passageiros

C, = capacidade de transporte do elevador np 2

C,” = capacidade de transporte do elevador nD n

6.5 lntervalo de trefego


Maior ou igual a 1 ,I0 1 . 2,o
6.5.1 Deve SCI calculado pela f6rmula:
6.2 Paradas prov&eis

0 ntimero de paradas provkeis (ver Tab& 5) deve scr ,_ I


calculado pela f6rmula: ne

Onde:

I = intewalo de trjfcgo

oncle:
T = tempo total de viagem. cm s
N = ntimero de paradas provjvcis
ne = mjmero de elevadores do gwpo
P = nljmero de paradas do elevador
5.5.2 0 intervalo de trifego miximo admissivel deve res-
C = lota@.o da cabina, excluindo o ascensorista
pcitar OS valores constantes na Tabela 6, exceto para
6.3 Capacidade de transporte edificios em que OS elevadores atendam exclusivamente
apartamentos, para 0s quais nk prevalece esta exi-
A capacidade de transpark de urn elevador, em 5 min, gGncia.
deve SW calculada pela fhrmula:
6.6 Zoneamento
c =L.300
t-
T 6.6.1 Quando for ado&da a solu@o de zoneamento, para
efeito de c~lculo de trjfego. 0s elevadores de cada uma
Onde: das zonas devem atender, independentemente, a todas
as prescri@s estabclecidas nesta Norma.
C, = capacidade de transporte

L = Iota+ da cabina, excluindo o a~censorlsla 6.6.2 Qualquer elcvador de uma determinada zona nSo
dew atender a outras zones, salvo no pavimento de in-
T = tempo total da viagem, em s terse@ entre zonas, quando dcsej8vel.
Licençaimpressa
C6pia de uso exclusivo para TargetCENWIN
pelo Sistema Engenharia e Consultoria Ltda
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005
6 NBR 5665/i 983
Licença de uso exclusivo para Target Engenharia e Consultoria Ltda
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005
3R 5665/i 983 7
Licença de uso exclusivo para Target Engenharia e Consultoria Ltda
C6pia impressa pelopelo
Cópia impressa Sistema
sistema CENWIN
CENWin em 09/05/2005

8 NBR 5665/l 983


Licença de uso exclusivo para Target Engenharia e Consultoria Ltda
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005
NBR 5665/1983 9

Tab& 6 - lntervalo de tr6fego

Ntimero de elevadores Finalidade do prkdio Intervala dc trafego m6ximo


(s)

Gerd 80

GWZil 60

GCTd 50

Escrithios de enfidade linica 40

EscritClrios em geral e 40
consultrjrio

Hospitais 45

4 ou mais Hoteis 45

ESCOlaS 45

Lojas 45

Garagens 45

Restaurantes 45

IANEXOS
Licença de uso exclusivo para Target Engenharia e Consultoria Ltda
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005
10 NBR 5665/l 983

ANEXO A - Modelo de formul5rio de chlculo de trifego

Local:

Propriet’ario:

Aulor do projeto:

construtor:

Destina@o de use:

Porcentagem minima a ser transportada em 5 min

. lntolvalo de tr&fego miximo admissivel (s)

Elevadores:
1 . Unidades do grupo
2 Capacidade (passageiros)
3. Paradas ~ ~~ _
4. Paradas provkeis
5 - Percurso (m)
6 Velocidade (m/s)
7. Tipo de porias ~ ____~~ _
&Aberiuralivre(m) ~~ ___~~~ ~_

Tempos adotados (s):

9 AceleqBa e relardamento
lo. Abertura e fechamento de portas
1I Entrada e saida de passageiros -..~~

Tempos totais calculados (s):

12. Tl Percurso total


13.72. Acelera@o e retardamento --Lm
14. T3 Abertura e fcchamento de portas
15. T4 Entrada c saida de passageiros

Soma partial (Tl +T2 +T3+T4) .~~~.~


- AdicionalO.1 (T3 + T4)

16. T Tempo total de viagem

, i’. I - lntewalo de trefego


18. C, Capacidade de transporte (passageiros)
19. C, Capacidade de trafego (passageims) Fig

00s.:

Engenheiro Respons~vel: Data: -I- 119 _ Firma instaladora: _.

/ANEXO B
Licençaimpressa
C6pia de uso exclusivo para TargetCENWIN
pelo Sistema Engenharia e Consultoria Ltda
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005
NBR5665/1983

I
ANEXO B - Exemplo de cSx.h de trefego

Propriet6rio:

Autor do projeto:

construtor:

Destina@o de use: Escritbrios em qeral

PopulaqBo: Zona Baixa T, 1 p ao 144


Composi@o:
Relaqao: .,,~
Popula+l total: -~.
Parcenfagem minima a sertransportada em 5 min

lntervalo de trefego mkimo admissivel (s)

Elevadores:
1 Unidades do grupo
2 Capacidade (passageiros)
3 Pandas
4 Pandas prov&?is
5 Percurso (m)
6 Velocidade (m/s)
7 Tipo de portas ___~~
8 Abwtura livre (m) -

Tempos adotados (5):


9 Acelera~Zo e retardamento
10 Abertura e fechamento de portas
1, Entrada e saida de passagelros

Tempos tot&s calculados (5):

12 Tl Percurso total ~_
13 T2 Acelera~~o e retardamento
14.T3- Aberturaefechamentodeportas
15 T4 Entrada e saida de passageirOs

-Somaparcial(Tl+T2+T3+T4)
- Adicional 0,i (T3 + T4)

16 T Tempo total de viagem

17 I lntervalo de tr6fego
18 C, Capacidade de transporte (passageirOs)
f Q C,~ Capacidade de trafego (passageiros)

OK+.:
Licença de uso exclusivo para Target Engenharia e Consultoria Ltda
C6pia impressa pelo Sistema CENWIN
Cópia impressa pelo sistema CENWin em 09/05/2005
12 NBR 5665/l 983

Exemplo 2

Local: Rui “A” no 100 Rio de Janeiro

ProprietBrio:

Autor do projeto: ~~.

Co”strutor:

Destina@o de use: EscritClriose?ral

Popular+: Zona Alta T, 15’ao 25’


Composi@: ~..
Rela~Bo:
Popula~~o total: ~~.,
. Porcentagem minima a sertransportada em 5 min

lntervalo de trjfego mkimo admissivel (s)

Elevadores:

4 Paradas provkveis
5 Percurso (m) ~~~
6 Velocidade (m/s)
7 -Tip0 de poiias
8 Abeltura livre (m) ___ ~~

Tempos adotados (s):


9 Acelerq~o e retardamento
10 Abeltura c fechamento de pottas
1, Entrada e saida de passageiros

Tempos totais calculad& (5):

12 Tl Percurso total
13 T2 Acelerqao e retardamento
14.T3- Abertura efcchamentode portas
15 T4 Entrada e saida de passageiros

Soma partial (Tl + TZ + T3 + 74)


AdicionalO.1 (T3 + T4)

16 -T Tempo total de viagem 164,78 1

17 I - lntervalo de lrafego
18 - C, Capacidade de transpottc (passageiros)
19 - C, Capacidade de trafego (passageiros)

Engenheiro Respons~vel: Data: -/L 119 ~ Firma instaladora: _