P. 1
Plano de escrita

Plano de escrita

|Views: 719|Likes:
Publicado porsandradomingos9896

More info:

Published by: sandradomingos9896 on Jun 14, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/07/2013

pdf

text

original

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA BENEDITA

-

(170082)

Acção A2 – 2009/2010
CONTEXTUALIZAÇÃO

OFICINA TEMÁTICA III

Escrita
Dimensão Textual
PROCESSOS E NÍVEIS DE OPERACIONALIZAÇÃO
• •

COMPETÊNCIAS :
• • • • • • • • • •

EXPRESSÃO DO ORAL
Capacidade de se exprimir de forma confiante, clara e audível, com adequação ao contexto e ao objecto comunicativo Desenvolvimento do conhecimento lexical Desenvolvimento do gosto pela leitura. Domínio das técnicas instrumentais de escrita Desenvolvimento da competência ortográfica Desenvolvimento do léxico ortográfico Capacidade de identificar contextos de aplicação de regras Desenvolvimento do gosto pela escrita Capacidade de usar o conhecimento da língua como instrumento na aprendizagem da leitura e da escrita Conhecimento de paradigmas e regras básicas

LEITURA

EXPRESSÃO ESCRITA

FUNCIONAMENTO DA LÍNGUA (Conhecimento Explícito)

Reter informações a partir de um enunciado oral; Antecipar informação a partir de títulos… • Intervir oralmente, tendo em conta a adequação a situações de comunicação • Apresentar e emitir opinião e ideias • Desenvolver as capacidades de ouvir e identificar desvios. • Aplicar as estruturas sintácticas de complexidade crescente • Escrever com correcção ortográfica • Experimentar diferentes situações que desenvolvam o gosto pela escrita • Regular a participação nas diferentes situações de comunicação • Promover aprendizagens mais autónomas, reflexivas e cooperativas. Conhecer paradigmas de flexão nominal, adjectival e verbal

28 de Janeiro de 2010

MÉTODOS /ESTRATÉGIAS
TEMPO PREVIST O PARA A ACTIVID ADE

RECURSOS

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO
INFORMAL • Índice de participação, compreensão e execução das actividades propostas.

Aprofundar a compreensão:
Apresentação do concurso “Conta-nos uma história!” promovida pelo Plano Tecnológico da Educação (PTE), através da Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular (DGIDC), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e do Plano Nacional de Leitura (PNL). • Inquirição à turma sobre as histórias que lhes contavam quando eram pequeninos, • Verbalização dos nomes de histórias conhecidas: Capuchinho Vermelho, Três
• porquinhos, Carochinha, etc. • Selecção da história do João e o Feijoeiro • Organização da turma em círculo no centro • Reconto oral da história. • Colocação aleatória do chapéu de contador

2 horas

Mágico; da sala.

• • • • •

de histórias na cabeça de cada criança, para que todas contem um pedacinho da história. • Apresentação de um escritor chamado Roald Dahl que escreveu “Histórias em verso
para meninos perversos.” • Exibição do livro explorando a capa; • Leitura em voz alta da história do João e o Feijoeiro Mágico ; • Identificação das diferenças entre a história de Roald Dahl da contada pela turma; • Reflexão sobre a proposta; • Contribuição para o preenchimento do quadro com os desvios à história tradicional

Exemplar do livro: “Histórias em verso para meninos perversos”, de Roald Dahl. Folhas A4 Lápis e papel. Chapéu Manta
Quadro de registo dos desvios Papel de cenário

Participação e cumprimento das etapas no processo de escrita Adequação do resultado à tarefa proposta; Criatividade na produção do texto.

que todos conhecem. • Elaboração de um mapa com as diferenças. • Organização em grupos de dois elementos.

FORMAL Mapa de organização de desvios; • Textos produzidos.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->