Você está na página 1de 3

.

NODO LUNAR NORTE EM CAPRICÓRNIO

.
- De 3 de Julho de 1916 a 19 de Janeiro de 1918
- De 13 de Fevereiro de 1935 a 1º de Setembro de 1936
- De 3 de Outubro de 1953 a 12 de Abril de 1955
- De 6 de Maio de 1972 a 22 de Novembro de 1973
- De 16 de Dezembro de 1990 a 4 de Julho de 1992
- De 1º de Janeiro de 2000 a 13 de Outubro de 2001

Puer aeternus, nossos irmãos do nodo lunar norte no signo de


Capricórnio agarram-se com unhas e dentes (e tenazes de
caranguejo) a um mundo infantil, onde eram o centro das atenções,
e defendem-se como podem da responsabilidade e do confronto com
a real-idade que a ma-dura-idade nos confronta.

“Oh tempo, implacável locatário, porque me despejas desse meu


quartinho protegido dos olhos dos homens e me jogas assim tão
indefeso (...”és tão novinho,só tens trinta anos”...) nos braços de um
mundo cruel e apavorante?”

Chegando ao mundo depois de vidas de isolamento em seu próprio


Universo de sentimentos infantis, esses nossos irmãos se vêem
agora empurrados pela própria vida na direção de um
amadurecimento que eles próprios solicitaram a ela, antes de
aportarem por aqui. Acostumados a olhar através de seus “óculos
cor-de rosa”, que só lhes mostrava o que queriam ver, eles agora,
como o jovem Buda, vêem que o mundo é bem mais do que o sonho
encantado que as muralhas do palácio de sonhos lhes permitiam
supor, e precisam, assim como o Mestre da Paz-ciência, encontrar
um caminho para a aceitação dessa realidade, que lhes permita
tornarem-se seres atuantes, ocupando os lugares que lhes são
devidos, dentro dela.

O maior obstáculo aqui (e quem vem com o desafio Capricorniano,


vem para se firmar nas próprias pernas, enfrentando obstáculos) é
atravessar a selva densa de sentimentos subconscientes e infantis,
que permeiam suas atitudes e respostas no relacionamento com os
demais. Embora tenham“pedido” uma vida de testes e
amadurecimento, os nativos com esses nodos são sujeitos ainda a
todo tipo de subterfúgios, como chantagens emocionais, arroubos de
ira e até mesmo materialização de doenças imaginárias, só para não
serem obrigados a examinarem-se pela lente fria da análise mental ,
que dissecando nossos motivos e comportamentos, nos conduz ao
mundo adulto, onde os responsáveis pelos acontecimentos de nossa
vida, somos apenas nós mesmos...

E nesse momento em que nações supostamente desenvolvidas e


religiões que se dizem seguidoras do Mestre do perdão, não param
de procurar e perseguir os culpados pelo seu próprio mal, o ar vai
ficando pesado, e o vento canta um canto de presságios...Como seria
bom se todos nós olhássemos um pouco para esse aeternus menino
mimado que há dentro de nós, e para o seu próprio bem, agíssemos
com amor e firmeza, terminando com o seu neurótico reinado...

E por que eles (nós) tem (os) tanto medo de crescer? Porque
são(somos?) muito sensíveis. Têm uma memória de caranguejo
(câncer no nodo sul) que não solta nada. Cada pequeno trauma,
cada palavra que um dia feriu, cada angústia passada fica lá
guardada, irradiando um sentimento de medo de que isso possa se
repetir. É uma espécie de pântano emocional, atraindo e sugando
para dentro de si os que não tiverem a coragem de promover um
saneamento emocional básico.

Aprender a esquecer, e aprender a olhar para nós mesmos com


distanciamento e lucidez são as chaves para a libertação desse lugar
pegajoso e sombrio.É fundamental que eles aprendam a dominar
suas tendências de reagir exageradamente aos desafios emocionais,
para que o pântano não atrase a sua caminhada profissional em
rumo a um lugar de destaque, que é tão importante para eles nessa
vida.

No casamento, é saudável que possam ter uma consciência de sua


tendência de se colocarem num lugar de filho, pois quando surge a
oportunidade de serem pais e mães, que é também uma experiência
INDISPENSÁVEL ao seu crescimento, podem encontrar dificuldades,
ficando ressentidos com o “abandono” do cônjuge, que os “traiu” em
função do novo “concorrente”.

Política e estéticamente , tendem ao conservadorismo. Muitos ficam


morando ou sonhando a vida inteira com a casa em que nasceram.
Alguns, mais bem trabalhados, podem ocupar posições importantes
na política de seus países trazendo um toque de humanismo e
sensibilidade para um ambiente que geralmente serve de palco
apenas para a exteriorização daquilo que o ser humano tem de mais
baixo. É o caso do presidente Jonh F.Kennedy, que teve a coragem
suficiente para barrar a sede de vingança dos senhores da guerra em
1962, salvando o nosso mundinho de ter virado pudim de nêutrons.
Pagando por isso com a própria vida.

Capricórnio é o portal da iniciação. É aqui que nos encontramos


infalivelmente com os senhores do karma, para fazermos dentro de
nossas próprias consciências o exame definitivo que nos habilita ou
não a estarmos em paz conosco e com o mundo. Talvez seja por isso
que o nosso arredio e secretivo irmão adia indefinidamente a sua
maioridade...E quem entre nós poderia julgá-lo?

Mas não tem jeito. A vida cumpre suas promessas, e o nosso


irmão,mais cedo ou mais tarde terá que fazer o exame definitivo e
meduro, de tudo o que criou. Afinal, não foi isso que ele pediu? Não
foi ele quem falou: minha mãe, por favor me expulse de casa para
que eu possa crescer?