Você está na página 1de 13

MATEMÁTICA

Aula 28

Matrizes
Esqueleto Numérico Chinês

3 2 1 39
2 3 1 34
1 2 3 26

Esse esqueleto numérico, corresponde ao sistema de equações abaixo,


tendo sido suprimidas as variáveis. A resolução desse sistema é feita através
da manipulação do esqueleto numérico que hoje chamamos de matriz.

Sistema de equações Lineares Correspondente

3x + 2y + z = 39
2x + 3y + z = 34
x + 2y + 3z = 26

A seguir temos uma tabela dos primeiros colocados em um dos grupos do


campeonato brasileiro. Essa tabela é um a matriz de ordem 4 x 5 (lê-se
quatro por cinco).

Clube PG J V E D
Corínthians 18 7 6 0 1

Vasco 17 7 5 2 0

Grêmio 11 6 3 2 1

Bahia 10 6 2 4 0
Com vinte elementos, na matemática é comumente representa entre
parênteses

Ê18 7 6 0 1ˆ
Á ˜
Á17 7 5 2 0˜
Á11 6 3 2 1˜
ÁÁ ˜˜
Ë10 6 2 4 0¯

ou entre colchetes

È18 7 6 0 1˘
Í17 7 5 2 0˙˙
Í
Í11 6 3 2 1˙
Í ˙
Î10 6 2 4 0˚

Para identificar um elemento, usaremos uma letra minúscula do nosso


alfabeto com dois sub índices que indicam a posição desse elemento.

È18 7 6 0 1˘ 5 = a23 (linha 2 e coluna 3)


Í17 7 5 2 0˙˙
Í 10 = a41 (linha 4 e coluna 1)
Í11 6 3 2 1˙
Í ˙
Î10 6 2 4 0˚
Uma matriz pode ser representada de duas formas:

- Pela tabela de m linhas e n colunas:

È a11 a12 ... a1n ˘


Ía a22 ... a2n ˙˙
Í 21
A = Í a31 a32 ... a3n ˙
Í ˙
Í ... ... ... ... ˙
ÍÎam1 am2 ... amn ˙˚

- Forma abreviada :

A = (aij )mxn

com i Π{1,2,3,..., m}
j Π{1,2,3,..., n}

Exemplo de aplicação

Como podemos escrever uma matriz A = aij 2x3 ( )


Ïi - j se i ≠ j
definida por aij = Ì ?
Ó 1 se i = j

Do texto obtemos a ordem:

( )
A = aij 2x3 fi ordem 2x3

Èa a a13 ˘
A = Í 11 12 ˙
Îa21 a22 a23 ˚
Calculo dos elementos da primeira linha:

a11 = 1 + 1 = 2

Ïi - j se i ≠ j a12 = 1 – 2 = -1
aij = Ì fi
Ói + j se i = j
a13 = 1 – 3 = -2

È2 - 1 - 2˘
fi A= Í ˙
Î ˚

a21 = 2 – 1 = 1

Ïi - j se i ≠ j a22 = 2 + 2 = 4
aij = Ì fi
Ói + j se i = j
a32 = 3 – 2 = 1

È2 - 1 - 2˘
fi A= Í
Î1 4 1 ˙˚
Matrizes especiais

Matriz Linha

A1xn = [a11 a12 a13 ... a1n ]

A1x4 = [1 - 2 5 8]

Matriz Coluna

È a11 ˘
Ía ˙
Í 21 ˙ È2˘
Amx1 = Í a31 ˙ A3x1 = ÍÍ5˙˙
Í ˙
Í : ˙ ÍÎ3˙˚
ÍÎam1 ˙˚

Matriz nula
È0 0 0 ... 0˘
Í0 0 0 ... 0˙˙
Í
0mxn = Í0 0 0 ... 0˙
Í ˙
Í: : : ... :˙
ÍÎ0 0 0 ... 0˙˚

È0 0 0 0 0˘
02x5 = Í ˙
Î0 0 0 0 0˚
Matriz Quadrada

Èa11 a12 a13 ... a1n ˘


Ía a22 a23 ... a2n ˙˙
Í 21
An = Ía31 a32 a33 ... a3n ˙
Í ˙
Í :. :
.
:
.
... : ˙
.
È1 3˘
A2 = Í ˙
Ía
Î n1 an2 an3 ... ann ˙˚ Î 4 2˚

O conjunto dos elementos que tem os dois índices iguais, formam a


diagonal principal.

Èa11 a12 a13 a14 ˘


Ía a24 ˙
Í 21 a22
a23
˙
A4 = Í a
31 a32 a33 a34 ˙
Í ˙ È1 3˘
Îa41 a42 a43 a44 ˚ A2 = Í ˙
Î 4 2˚

{aij | i = j} = Diagonal Principal

O conjunto dos elementos que tem soma dos índices igual a n+1, formam a
diagonal secundária.

Èa11 a12 a13 a14 ˘


Ía a24 ˙˙
Í 21 a22 a23
A4 = Í a
31 a32 a33 a34 ˙
Í ˙ È1 3˘
Îa41 a42 a43 a44 ˚ A2 = Í ˙
Î 4 2˚

{aij | i+j = n+1} = Diagonal Secundária


Matriz Diagonal

Èa11 0 0 0 ˘
Í 0 a22 0 0 ˙˙
Í
A4 = Í 0 0 a33 0 ˙
Í ˙ È0 0 0˘
Î 0 0 0 a44 ˚
A3 = Í0 0 0˙
Í ˙
ÍÎ0 0 0˙˚

Matriz Identidade

È1 0 0 0˘
Í0 1 0 0˙˙
A4 = Í È1 0˘
Í0 0 1 0˙ A2 = Í ˙
Í ˙ Î0 1˚
Î0 0 0 1˚

Igualdade de Matrizes
Duas matriz A e B são iguais, se e somente se, o elemento que ocupa a
posição ij de A é igual ao elemento que ocupa a posição ij de B:

Amxn = Bmxn ¤ aij = bij

para todo 1£i£m e 1 £ j £ n.


Exemplo de aplicação

È1 3˘ È x z ˘
Í4 2˙ = Íw y ˙
Î ˚ Î ˚

Da igualdade entre as matrizes temos:

x=1, y=2, z=3 e w=4.

Adição de Matrizes

Amxn + Bmxn = Smxn ¤ sij = aij + bij

para todo 1£i£m e 1 £ j £ n.

A adição de duas matrizes dá uma outra matriz, em que cada elemento é


a soma dos elementos correspondentes em A e B.

Exemplo de aplicação

È1 3˘ È5 7˘ È 6 10˘
Í4 2˙ + Í8 6˙ = Í12 8 ˙
Î ˚ Î ˚ Î ˚
Exercício

Três amigos saíram juntos para comer no sábado e no domingo. As


tabelas a seguir resumem quantas garrafas de refrigerante cada um
consumiu e como a despesa foi dividida:

È1 2 3˘ È2 0 3˘
Í ˙ Í ˙
S = Í0 1 0˙ e D = Í0 2 1˙
ÍÎ3 1 2˙˚ ÍÎ1 1 2˙˚

S refere-se às despesas de sábado e D às despesas de domingo.

È1 2 3˘ È2 0 3˘
Í ˙ Í ˙
S= Í0 1 0˙ e D= Í0 2 1˙
ÍÎ3 1 2˙˚ ÍÎ1 1 2˙˚

Cada elemento aij das matrizes nos dá o número de refrigerantes que i


pagou a j, sendo Paulo o número 1, Sandra o número 2 e Edna o número 3.

È1 2 3˘ È2 0 3˘
Í0 1 0˙ Í ˙
S= Í ˙ e D= Í0 2 1˙
ÍÎ3 1 2˙˚ ÍÎ1 1 2˙˚
No sábado, por exemplo, Paulo pagou 1 refrigerante que ele próprio bebeu,
2 de Sandra e 3 de Edna (primeira linha da matriz S).
Quem bebeu mais no fim de semana?
Matriz Oposta
Dada a matriz A, indica-se como oposta a matriz –A em que cada
elemento é o oposto do correspondente em A.

A = (aij)mxn fi -A = (-aij)mxn

para 1 £ i £ m e 1 £ j £ n.

Exemplo de aplicação

È 1 - 2˘ È- 1 2 ˘
A= Í ˙ fi -A = Í ˙
Î- 3 4 ˚ Î 3 - 4˚

Subtração de Matrizes

A subtração de matrizes corresponde à adição com a oposta.

Amxn – Bmxn = A + (-B) = (aij – bij)mxn

para 1 £ i £ m e 1 £ j £ n.

Exemplo de aplicação

È1 3˘ È0 1˘ È 1 2˘
A–B= Í ˙ -Í ˙ =Í ˙
Î4 2˚ Î5 3˚ Î- 1 - 1˚
Multiplicação de número por Matriz

Dada a matriz A e um número real K, chama-se matriz produto de K por


A a matriz obtida pelos elementos de A todos multiplicados por k.

k.A = (k.aij)mxn

com 1 £ i £ m e 1 £ j £ n.

Exemplo de aplicação

È 1 3 ˘ È 3 9 ˘
3. Í ˙ =Í ˙
Î- 4 - 2˚ Î- 12 - 6˚

Exercício

È1 2˘ È2 0˘ ÏX + Y = A
Sendo A = Í ˙ e B= Í ˙ , obter X e Y tal que Ì
Î7 3˚ Î3 3˚ ÓX - Y = B
Respostas

1) Edna com 11 refrigerantes.

È2 2˘ È2 0˘
2) A = Í ˙ B=Í ˙
Î7 3˚ Î3 3˚

ÏX + Y = A
Ì
ÓX - Y = B
+
1
2X =A+B fi X= (A + B)
2

1 È 4 2˘ È2 1˘
X= =
2 ÍÎ10 6˙˚ ÍÎ5 3˙˚

X + Y = A (1ª equação)

fi Y=A–X

È2 2˘ È2 1˘ È0 1˘
fi Y= Í ˙-Í ˙=Í ˙
Î7 3˚ Î5 3˚ Î2 0˚