P. 1
A cor do Amor

A cor do Amor

|Views: 2.246|Likes:
Publicado porLucas Ramos
Adaptado de "Qual é a cor do Amor?" de Linda Strachan e David Wojtowycz
Adaptado de "Qual é a cor do Amor?" de Linda Strachan e David Wojtowycz

More info:

Published by: Lucas Ramos on Jul 05, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/25/2013

pdf

text

original

A cor do Amor

- Qual é a cor do Amor? – perguntou o pequeno pássaro branco. - Dever ser verde como as plantas e a grama – respondeu o grande avô pássaro branco. Caminhando mais um pouco e pensando em sua pergunta, o pequeno pássaro encontrou um bando de pássaros verdes e quis saber se o amor realmente é verde. Aproximou-se do grupo e perguntou: - Qual é a cor do amor? É verde? O chefe do bando, um pássaro de um verde vivo e exuberante, disse: - Verde? Nós somos verdes, mas o amor... O amor deve ser laranja, como um lindo por do sol. Ainda não satisfeito com a resposta, o pequeno pássaro branco pôs-se a voar, quando avistou um bando de aves laranja que brincavam no lago. Vendo uma das aves que banhava-se afastada do grupo resolveu inquirir: - Qual a cor do amor? É laranja como vocês? O pássaro laranja, assustado com a pergunta inusitada, pensou por um instante, e considerou: - Laranja? Não, acredito que o amor seja azul, como o imenso céu... O pássaro branco, parecendo satisfeito, refletiu que o amor deveria ser tão extenso como o céu infinito. Voando na direção das montanhas, pousou num galho onde havia uma ave azul solitária. A ave azul, vendo o olhar vago da pequena ave, questionou: - Em que tanto pensas? Surpreso pela presença não percebida, o pequeno pássaro respondeu: - Quero saber a cor do amor, acho que ele é azul como o grande céu. - Azul – disse o pássaro – acho que não, acredito que o amor seja rosa como as mais belas flores. A resposta criou mais dúvidas no pequeno pássaro branco. Ele voou até um campo de rosas para pensar melhor. Em meio as rosas, saiu uma grande ave rosa que se confundia com as flores. Aproveitando o ensejo, o pássaro branco perguntou: - Qual é a cor do amor? É rosa como as flores? A ave rosa pensou um pouco e respondeu: - Rosa? Não, ele deve ser vermelho, com toda a intensidade dessa cor. Era plausível, mas o pássaro ainda não estava satisfeito. Procurou então um bando de aves vermelhas que se alimentavam numa frondosa árvore. Perguntou então a duas aves que dividiam um saboroso fruto: - Qual a cor do amor? É vermelho? - Não! O amor deve ser puro... - Sim, puro como o branco – completou a outra ave. Branco, o amor podia ser branco, pensou o pequeno pássaro, mas ele era branco e não se sentia da mesma cor do amor. Começou a voar de volta para seu ninho e ainda pensava na cor do amor. Sua mãe, como só as mães sabem fazê-lo, percebeu que havia uma dúvida na mente de seu filho, mas nada disse.

O pequeno pássaro decidiu perguntar à sua mãe: - Mãe, o amor é branco? A mãe afagou-lhe junto de suas asas acolhedoras e disse: - Eu lhe direi que o Amor é tão brilhante como uma estrela no céu... É azul como o imenso mar... É amarelo como o sol... É vermelho, rosa ou verde, pense numa cor e ali está o amor. O Amor é toda cor, é tudo em todo lugar. Adaptado de “Qual é a cor do amor?” de Linda Strachan e David Wojtowycz.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->