P. 1
Agregado miúdo - determinação massa específica

Agregado miúdo - determinação massa específica

|Views: 9.470|Likes:
Publicado porNion

More info:

Published by: Nion on Jul 08, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/21/2013

pdf

text

original

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA – UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS – CCT

. i e xe

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL – DEC

LABORATÓRIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO - I Professora: Lígia Vieira Maia Siqueira Disciplina: Materiais de Construção I – MCC-I Turma: C Acadêmicos: Equipe: C2 Anderson Conzatti Nion Maron Dransfeld Tatiana Alessandra Fiorini Fernandes Data do ensaio: 13 de Abril de 2010. Ensaio: Agregados Miúdos – Determinação da massa específica aparente. Norma de ensaio: NBR NM 53:2002. Norma de especificação: 1.Especificação do Material: (Tipo, depósito): – Balança com capacidade de 1000g e precisão de 0,1g e dispositivo para manter o cesto aramado suspenso na água, no centro do prato da balança; – – – – – 2 amostras de 500g de agregado miúdo; Frasco de Chapman; Frasco aferido; Água; Funil, bastão de vidro, colher e recipientes;

2.Contextualização Teórica: (Definição das propriedades e conceitos envolvidos, importância e metodologia do ensaio): A massa específica aparente ou massa específica unitária é definida como a massa das partículas do agregado que ocupam uma unidade de volume, ou seja, é relativa a agregado e a vazios. De

acordo com a massa específica aparente os agregados podem ser: leves (argila expandida, pedra-pomes, vermiculita), normais (pedras britadas, areias, seixos), e pesados (hematita, barita, magnetita). O objetivo do ensaio é determinar a massa específica aparente através do frasco de Chapman (ensaio normalizado pela norma NBR 9776:1987, cancelada em 10/11/2008) e do frasco aferido (ensaio normalizado pela norma NBR 53:2002) para uma comparação entre os métodos. O procedimento adotado em laboratório foi determinação da massa específica aparente de 2 amostras de agregado miúdo com os volumes determinados pelo frasco de Chapman e pelo frasco aferido. O frasco de Chapman foi preenchido com um determinado volume de água (Vi). Uma amostra de areia foi pesada (m) e colocada no frasco. Feito isso, imprimiram-se movimentos de vai-vem a fim de remover o ar ainda presente na amostra. Então, leu-se o volume final de água e agregado no frasco (Vf). O volume da amostra de agregado é igual a diferença entre os volumes inicial e final, assim a massa específica é determinada através da relação entre a massa (m) e a diferença dos volumes (Vf – Vi). O frasco aferido foi preenchido completamente com água e pesado (m1). Então, foi retirada parte da água, colocada a amostra previamente pesada (m) dentro do frasco, preenchido novamente com água até a mesma marca inicial removendo o ar presente na amostra com o bastão de vidro. Por último, o frasco foi pesado (m2). A diferença entre o peso do frasco com água e agregado e o peso da amostra fornece o peso do frasco com água menos o volume ocupado pela amostra (m2 – m). Assim peso do volume de água com volume igual ao da amostra pode ser determinado como a diferença entre o peso do frasco cheio e o peso sem o volume ocupado pela amostra
3 (ma = m1 – (m2 – m)). Como ρ H 2O = 1 g/cm então: Va = ma.

3.Resultados e discussões: (Conforme formulário de dados, apresentar os resultados finais, discutindo possíveis distorções e/ou fatos relevantes na obtenção dos resultados): a. Frasco Chapman: Dados obtidos em laboratório: Volume inicial de água: Vi = 200 ,0 ml
l Volume final de água: V f = 392 ,0 m

Massa da amostra: m = 500,2 g Massa
da =

específica
3

aparente:

m 500 ,2 = = 2,61 g/cm V f −Vi 392 ,0 − 200 ,0

b. Frasco aferido: Dados obtidos em laboratório: Massa da amostra: m = 500,3 g Massa do conjunto (frasco + água): m1 = 1051 ,7 g Massa total (frasco + água + agregado): m 2 = 1360 ,7 g Massa específica aparente:
da = m 500 ,3 = = 2,62 g/cm 3 m1 − ( m2 − m ) 1051,7 − (1360 ,7 − 500 ,3)

4.Considerações Finais: (Apresentar as conclusões obtidas, comparando norma): Como já vimos para agregado graúdo, a massa específica do agregado é importante pois corresponde a cerca de 80% do peso do concreto. Além disso, a massa específica aparente é um indicador do índice de vazios (quanto maior a massa específica maior o índice de vazios) sendo importante na escolha de um agregado para concretar os resultados finais com as especificações de

uma determinada peça (o agregado deve ser compatível com as dimensões da peça). 5.Bibliografias bibliografias): 1. FALCÃO BAUER, L.A. Materiais de Construção. Vol. 1, 5ª edição revisada São Paulo. Editora LTC 2. Apostila Materiais de Construção Civil-II, Profa. Lígia Vieira Maia Siqueira. 3. _____. NBR 9976. Agregados - Determinação da massa específica de agregados miúdos por meio do frasco chapman. Rio de Janeiro. 1987. 6.Observações: (Apresentar sugestões e/ou curiosidades em relação ao tema para serem abordados nas próximas aulas). Consultadas (Apresentar pelo menos 3

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->