P. 1
Glúten de Milho: potencial herbicida natural?

Glúten de Milho: potencial herbicida natural?

|Views: 1.456|Likes:
Publicado porNeto

More info:

Published by: Neto on Jun 16, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

Glúten de Milho: potencial herbicida natural?

1
Emerson da Silva Portes 2 O controle de plantas daninhas é usualmente feito através do método químico, ou seja, com herbicidas. Entretanto, com o uso repetitivo de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação numa área proporciona elevada pressão de seleção nas plantas daninhas selecionando, assim, biótipos resistentes. Para evitar o surgimento de outros biótipos resistentes é necessário mais opções para o produtor. Porém, nas ultimas décadas, o lançamento de herbicidas com novos mecanismos de ação está sendo escasso. Além disso, há grande demanda da sociedade por herbicidas naturais. O objetivo deste seminário é apresentar compostos químicos derivados do grão de milho com potencial herbicida. Glúten de milho (GM) é usado como herbicida de origem natural para o controle de plantas daninhas mono e dicotiledôneas, em pré-emergência. GM reduz o tamanho de raízes e o desenvolvimento de plântulas. Mas, o glúten de milho é insolúvel em água, prejudicando o seu desempenho. Obteve-se, a partir do GM, o glúten de milho hidrolisado (GMH), que possui elevada solubilidade em água e boa eficiência herbicida. A investigação dos ingredientes ativos presentes no GMH indicou cinco candidatos potenciais herbicidas: glutaminil-glutamina, alaninil-aspararagina, alaninil-glutamina, glicinil-alanina e alaninil-alanina (Ala-Ala). Análises complementares demonstram que o dipeptídeo Ala-Ala é o mais promissor na ação herbicida. Esse dipepitídeo tem atividade na parede celular das raízes das plântulas. Ala-Ala tem sido pesquisado como inibidor de constituintes da parede celular de bactérias. Conclui-se que GM e seus derivados podem servir como herbicidas e permitir a descoberta de novos mecanismos de ação.

1 2

Resumo do seminário apresentado na disciplina FIT 00001 – Seminário, em 23/06/2004. Engº Agrº, aluno do Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia da UFRGS, sob orientação de Prof. Ribas Antonio Vidal

Referências Bibliográficas BHOWMIK, P.C.; INDERJIT. Challenges and opportunities in implementing allelopathy for natural weed management. Crop Protection, Oxford, v. 22, n. 4, p. 661-671, 2003. BINGAMAN, B. R.; CHRISTIANS, N. E. Greenhouse screening of corn gluten meal as a natural control product for broadleaf and grass weeds. HortScience, Alexandria, v. 30, n.6, p. 1256-1259, 1995. CHRISTIANS, N. E. et al. Herbicidal activity of hydrolyzed Corn Gluten Meal on 3 grass species under Controlled environments. Journal of Plant Growth Regulation, New York, v. 13, n.4, p. 221-226, 1994. DILLEY, C.A.; NONNECKE, G.R.; CHRISTIANS, N.E. Corn-based extracts to manage weeds and provide nitrogen in matted-row strawberry culture HortScience, Alexandria, v. 30, n.6, p. 1053-1056, 2002. GARDNER, D.S.; CHRISTIANS, N. E; BINGAMAN, B. R.; Pendimethalin and corn gluten meal combinations to control turf weeds. Crop Science, Madison, v. 37, n.6, p. 1875-1877, 1997. LIU, D.L.Y.; CHRISTIANS, N. E. Isolation and identification of rootinhibiting compounds form Corn Gluten Hydrolysate. Journal of Plant Growth Regulation, New York, v. 13, n.4, p. 227-230, 1994. LIU, D.L.Y.; CHRISTIANS, N. E. Bioactivity of a pentapeptide isolated from corn gluten hydrolysate on Lolium perenne L. Journal of Plant Growth Regulation, New York, v. 15, n.1, p. 13-17, 1996. UNRUH, J.B.; CHRISTIANS, N. E.; HORNER, H.T. Herbicidal effects of the dipeptide Alaninyl-Alanine on perennial ryegrass (Lolium perenne L.) seedlings. Crop Science, Madison , v. 37, n.1, p. 208-212, 1997. VOLLMERHAUS, P.J.; BREUKINK, E.HECK, A.J.R. Getting closer to the real bacterial cell wall target: Biomolecular interactions of watersoluble lipid II with glycopeptide antibiotics. Chemistry-A European Journal, Weinheim v. 9 , n. 7, p. 1556-1565, 2003.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->