Você está na página 1de 18

COLHEITAS DE PRODUTOS

BIOLÓGICOS

Formadora:

Ana Borges

QUANDO

É

SOLICITADO

UM

EXSUDADO VAGINAL?

As infecções vaginais ou vaginites são uma causa muito

frequente. A maior parte das mulheres já teve ou irá ter uma infecção vaginal no decurso da sua vida. Doentes com vaginite queixam-se geralmente de: leucorreia, odor anormal, prurido vaginal, disúria externa.

QUANDO

É

SOLICITADO

UM

EXSUDADO VAGINAL?

QUANDO É SOLICITADO UM EXSUDADO VAGINAL? Pesquisa-se por rotina: Candida albicans - Candidose Trichomonas vaginalis -

Pesquisa-se por rotina:

Candida albicans - Candidose Trichomonas vaginalis - Tricomoniase

Vaginose bacteriana

Trichomonas vaginalis - Tricomoniase Vaginose bacteriana Perante uma suspeita de vaginite, faz-se uma colheita do

Perante uma suspeita de vaginite, faz-se uma colheita do

exsudado vaginal, de modo a ser possível realizar o

diagnóstico e iniciar a terapêutica.

COMO PEVENIR INFECÇÃO VAGINAL

o Lavar-se diariamente com água e sabão suave, os produtos de higiene

íntima são desnecessários;

o

Banhos de espuma, papel higiénico perfumado, alguns detergentes e amaciadores para a roupa contêm substâncias irritantes que podem causar alergia;

o

Na casa de banho, limpa-se da frente para trás, para evitar a migração das bactérias fecais para a vagina;

o

Evite calças e cuecas muito justas. Prefira roupa interior de algodão;

o

Tome antibiótico se necessário, pois desiquilibram a flora vaginal.

EXSUDADO VAGINAL

EXSUDADO VAGINAL o fisiológico estéril Humedecer espéculo com soro O exsudado é colhido do fundo do

o fisiológico estéril

Humedecer

espéculo

com

soro

o fisiológico estéril Humedecer espéculo com soro O exsudado é colhido do fundo do saco posterior

O exsudado é colhido do fundo do saco posterior e/ou paredes vaginais com a zaragatoa estéril e colocada em meio de transporte com carvão.

estéril e colocada em meio de transporte com carvão. Com uma segunda zaragatoa estéril seca, procede-se

Com uma segunda zaragatoa estéril seca, procede-se à realização do

esfregaço.

QUANDO É SOLICITADO UMA AMOSTRA

DE EXPECTORAÇÃO?

Para diagnosticar:

Uma tuberculose pulmonar, pesquisa-se Micobactérias BAAR (Bacilos Álcool-Ácido Resistentes) ; Infecções do Tracto respiratório.

EXPECTORAÇÃO

EXPECTORAÇÃO Preferir a 1º amostra da manhã em jejum. Lavar a boca e gargarejar só com

Preferir a 1º amostra da manhã em jejum.

EXPECTORAÇÃO Preferir a 1º amostra da manhã em jejum. Lavar a boca e gargarejar só com

Lavar a boca e gargarejar só com

água antes de iniciar a colheita.

e gargarejar só com água antes de iniciar a colheita. Colher expectoração por tosse profunda e

Colher expectoração por tosse profunda e colher o produto em recipiente esterilizado, de boca larga e de encerramento hermético.

COPROCULTURA

É um exame bacteriológico das fezes, para verificar se há

presença de sangue ou bactérias, geralmente é muito utilizado em casos de gastroenterite.

As bactérias mais frequentes são a Escherichia coli, Salmonela, Shigela, Campylobacter, Yersinia e Clostridium difficile.

bactérias mais frequentes são a Escherichia coli, Salmonela, Shigela, Campylobacter, Yersinia e Clostridium difficile.
bactérias mais frequentes são a Escherichia coli, Salmonela, Shigela, Campylobacter, Yersinia e Clostridium difficile.
bactérias mais frequentes são a Escherichia coli, Salmonela, Shigela, Campylobacter, Yersinia e Clostridium difficile.

Quando

é

Parasitológico

solicitado

nas

um

Exame

Fezes?

O exame parasitológico de fezes é utilizado para

identificação de diversas infestações parasitárias, ovos ou

larvas de helmintos e de cistos de protozoários.

para identificação de diversas infestações parasitárias, ovos ou larvas de helmintos e de cistos de protozoários.
para identificação de diversas infestações parasitárias, ovos ou larvas de helmintos e de cistos de protozoários.
para identificação de diversas infestações parasitárias, ovos ou larvas de helmintos e de cistos de protozoários.

COPROCULTURA

Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação
Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação
Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação
Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação
Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação
Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação
Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação
Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação

Para exame Bacteriológico

Para exame Bacteriológico
Para exame Bacteriológico Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação com

Colher fezes frescas para um recipiente limpo e seco, evitando-se a contaminação com urina e transferir uma porção do tamanho de uma noz com muco, pús ou sangue para um recipiente com meio de transporte apropriado (meio de Cary- Blair)

Para exame Parasitológico

Colher 3 amostras em dias

sucessivos, de preferência em dias alternados. Colher as

amostras de fezes para recipiente limpo e seco. Cada amostra deve entregue

ao laboratório no próprio dia

da colheita ou guardada no frigorífico e entregue no máximo de 24 horas.

QUANDO

É

ESPERMOGRAMA?

SOLICITADO

UM

O espermograma é um exame realizado para determinar a composição do esperma, nomeadamente a quantidade e qualidade.

Este exame avalia a função produtora dos testículos e é geralmente pedido juntamente com a espermocultura, quando se diagnostia infecções nas glândulas da próstata como uma

prostatite.

ESPERMOGRAMA

Lavar o pénis com sabão e água corrente.

ESPERMOGRAMA Lavar o pénis com sabão e água corrente. A colheita do esperma deve directamente para

A colheita do esperma deve

directamente para um recipiente esterilizado.

ser

feita

directamente para um recipiente esterilizado. ser feita Após a colheita, o recipiente com o esperma deverá

Após a colheita, o recipiente com o esperma deverá ser mantido junto ao corpo (para preservação da temperatura) e entregue no laboratório o mais

rapidamente possível (até 30 minutos).

ao corpo (para preservação da temperatura) e entregue no laboratório o mais rapidamente possível (até 30

É

UROCULTURA?

QUANDO

SOLICITADO

UMA

A urocultura é um exame realizado à urina, para diagnosticar uma infecção urinária e o antibiótico

específico para o agente causador.

UROCULTURA

Existem diversos métodos de colheita de urina tais como:

Urina Tipo II (1ºUrina da manhã); Tem como objectico excluir problemas urinários e metabólicos atraves da análise morfológica e fisico-quimica da urina. Urina de 24 horas;

Tem como objectivo medir a quantidade de urina que o rim

elimina em 24h e avaliar alguns metabolitos excretados. Urina asséptica. Tem como objectivo pesquisar infecções urinárias causadas por

bactérias.

URINA TIPO II (1ºUrina da manhã)

Desprezar o primeiro jacto da micção, de forma a limpar o tracto urinário da descamação normal da pele e evitar

contaminantes do tracto genital, e colher a micção seguinte

para um recipiente cedido pelo laboratório ou farmácia e entregar até um máximo de 24 horas.

URINA DE 24 HORAS

Desprezar a primeira urina da manhã,

URINA DE 24 HORAS Desprezar a primeira urina da manhã, Colher todas as micções seguintes, para

Colher todas as micções seguintes, para um recipiente sem perdas, e incluindo a 1º urina da

manhã do dia seguinte

perdas, e incluindo a 1º urina da manhã do dia seguinte O recipiente deve ser mantido

O recipiente deve ser

mantido no frigorífico

até à entrega no laboratório.

URINA ASSÉPTICA

A amostra é obtida por micção, desprezando o primeiro jacto, após

lavagem cuidada com desinfectante da genitália externa e colocado num

frasco estéril. Entregar no laboratório ou guardar no frigorífico até 24h.

Nas mulheres: recomenda-se a secagem com gaze estéril, da genitália

para o ânus, afastando os grandes lábios, durante a lavagem, secagem e

micção.

Nos homens: recomenda-se a retracção total do prepúcio durante a

lavagem, secagem e micção.

AVALIAÇÃO

AVALIAÇÃO