P. 1
Fisioterapia no pós operatório de Lesões dos músculos flexores da mão

Fisioterapia no pós operatório de Lesões dos músculos flexores da mão

|Views: 28.773|Likes:
Publicado porfabricioditzz
Monografia sobre o tema acima
Monografia sobre o tema acima

More info:

Published by: fabricioditzz on Jul 19, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/21/2014

pdf

text

original

VERIS FACULDADES / GRUPO IBMEC

ALINE VANESSA P. DE O. RAMALHO

FABRICIO NOGUEIRA DITZZ DE SOUZA

ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NO PÓS-OPERATÓRIO DE LESÕES

NOS TENDÕES DOS MÚSCULOS FLEXORES DA MÃO

CAMPINAS-SP
2009

VERIS FACULDADES / GRUPO IBMEC

ALINE VANESSA P. DE O. RAMALHO

FABRICIO NOGUEIRA DITZZ DE SOUZA

ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NO PÓS-OPERATÓRIO DE LESÕES

NOS TENDÕES DOS MÚSCULOS FLEXORES DA MÃO

Trabalho de conclusão de curso apresentado à Veris
Faculdades/Grupo IBMEC como exigência parcial
para obter a conclusão do curso de graduação em
fisioterapia.

Orientação de conteúdo: Profº Ms. Elson de
Almeida
Orientação metodológica: Profª Ms. Lana Paula
Crivelaro

CAMPINAS-SP
2009

VERIS FACULDADES / GRUPO IBMEC

TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NO PÓS-OPERATÓRIO DE LESÕES

NOS TENDÕES DOS MÚSCULOS FLEXORES DA MÃO

Autor(es): Aline Vanessa P. de O. Ramalho e Fabricio Nogueira Ditzz de Sousa

Orientador de conteúdo: Prof MS. Élson de Almeida
Orientador Metodológico: Profa MS. Lana Paula Crivelaro

Este exemplar corresponde à redação final do TCC defendido e aprovado pela Banca
Examinadora.

Data: 17 de dezembro 2009

BANCA EXAMINADORA:

Profº Milton Cera

_____________________________________

Profª Ms. Lana Paula Crivelaro

_____________________________________

Profº Ms. Élson de Almeida

_____________________________________

Profº Leonardo H. Benatti de Oliveira

_____________________________________

2009

DEDICATÓRIA

Dedico este trabalho a meus pais, minha tia Rosangela
e avó Leonor, que me educaram e me ensinaram a não
desistir de meus objetivos.

Aline Ramalho

Dedico este trabalho a meus pais e irmão, que sempre
me deram forças pra que eu pudesse prosseguir no
árduo caminho até o inicio de um novo começo.

Fabrício Ditzz

AGRADECIMENTOS

Agradeço primeiramente a todos meus professores os quais contribuíram para que

eu pudesse adquirir conhecimentos e aprimorá-los durante toda essa jornada.

Em especial agradeço ao profº. Ms. Rafael Cofiño de Sá, Profª. Drª. Regina Célia

Turolla de Souza pela atenção, paciência e conhecimentos transmitidos durante a

graduação e aos orientadores Profº. Ms. Élson de Almeida e Profª. Lana Paula Crivelaro

pela orientação para que pudéssemos concluir esse trabalho.

Agradeço a meus pais e minha avó por me apoiarem sempre e por fazerem o

possível e o impossível para me ver bem.

Agradeço infinitamente a minha tia Rosângela Benatti por me acolher e me amar

como filha, me educar e me ensinar a nunca desistir de meus objetivos.

Agradeço a meu namorado André Stucchi por tudo que fez e tem feito por mim e

principalmente por me apoiar em todas as minhas decisões.

Agradeço a meu primo irmão Leonardo pela atenção, pela ajuda e pelos

conhecimentos.

Agradeço a minha família, minha irmã, minha sobrinha, tios e tias pelo apoio.

Agradeço as minhas amigas Thais, Thatiane, Milene, Claudia, a minhas primas

Rafaela e Ariane entre outras amigas e amigos não menos importantes, pelas horas de

diversão, de companheirismo, pelas conversas e conselhos para realização de vida pessoal

e profissional.

Agradeço a todos de minha classe de graduação em especial as minhas amigas de

estágio Aline, Gabriela e Karine por me acompanharem esse ano e me ajudarem a concluir

todos os estágios.

Agradeço a meu companheiro de monografia Fabrício Ditzz por me ajudar na

realização desse trabalho.

Agradeço ao pessoal da prefeitura municipal de Campinas pela oportunidade de

trabalho e paciência, em especial agradeço a minhas amigas Elita Furii, Daiana e Nayara

Val.

A todos o meu muito obrigado, cada um foi fundamental e indispensável para que

eu chegasse até aqui. Por fim agradeço a Deus por me olhar e me guiar ao caminho certo e

colocar em minha vida pessoas maravilhosas.

Aline Ramalho

AGRADECIMENTOS

Agradeço primeiramente a Deus, criador de minha capacidade intelectual, e autor

da minha vida, o qual me proporcionou condições psíquicas e emocionais para dirigir cada

momento da minha vida através destes anos de estudo.

Agradeço aos meus pais, que sempre me deram animo, mesmo quando eu parecia

confuso quanto ao futuro que me aguarda nunca deixaram de me apoiar e me ensinar.

Agradeço ao meu irmão, Murilo, que demonstra sempre orgulho em ser o meu

irmão. Orgulho este que me motiva a continuar independente da dificuldade apresentada.

Um espelho para este jovem, esta motivação me faz realmente ir além.

Agradeço aos meus amigos, cada um agindo de uma forma especial e em um

momento especial, com seus defeitos e qualidades, me ensinando e me fazendo crescer.

Permitindo com que eu pratique a humildade, e me mostrando que o orgulho demasiado

pode destruir os sonhos construídos com amor.

Agradeço aos professores, os que agiram de forma crítica não me avaliando pela

minha condição social, racial, econômica ou espiritual, mas se posicionando de forma a me

auxiliar na evolução intelectual e no desenvolvimento de minhas qualidades no exercício

da fisioterapia. Citarei certamente os nomes de professores como profº. Ms. Rafael Cofiño

de Sá, Profª. Lígia Marchiori, entre outros como os meus orientadores Profº. Ms. Élson de

Almeida e Profª. Ms. Lana Paula Crivelaro.

Agradeço Por fim, mas não com menos importância a minha companheira de

estudos e em breve companheira de profissão, Aline Ramalho, que desde o inicio de nossa

carreira acadêmica esteve ao meu lado na busca pelo conhecimento e evolução intelectual.

Demonstrando ser uma amiga, concordando com atos corretos, e me culpando

construtivamente pelos meus atos de imaturidade, me levando assim a um crescimento

social e moral.

Evolui, cresci, aprendi, e estou pronto. Não para um fim, mas para o começo de um

novo momento de minha vida.

Fabricio Ditzz

“Transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha”.

Confúcio

RESUMO

A mão é uma estrutura muito importante e complexa do corpo humano devido ao
grande número de estruturas que fazem parte do seu funcionamento. O tendão é uma
estrutura que se encontra entre o músculo e o osso, e tem a função de proporcionar o
movimento articular através da tração do esqueleto, deslizando com o menor atrito. As
lesões nos tendões flexores da mão ocorrem com certa freqüência, sendo assim a
reabilitação pós-operatória de lesões de tendões tem grande importância. O presente estudo
buscou identificar a atuação da fisioterapia no pós-operatório de lesões nos tendões dos
músculos flexores da mão e procedimentos cirúrgicos utilizados, encontrando como
principais evidencias que a atuação fisioterapêutica auxilia na recuperação funcional do
movimento do tendão, redução e prevenção de aderências, permitindo um processo de
reabilitação mais rápido e eficiente.

Palavras chave: Ruptura de tendões; Flexores da mão; Pós-Operatório da mão.

ABSTRACT

The hand is a very important and complex human body structure due to big number
of structures that form part of its operation. Tendon is a structure that is located between
muscle and bone, and has the function of providing joint movement by skeletal traction,
sliding with less friction. Hands flexor tendons lesions occurs with high frequency, so the
postoperative rehabilitation of tendons injuries is very important. This study sought to
identify the physiotherapist role in postoperative phase of the flexor muscles tendons
lesions of the hand. Findings evidenced that physiotherapeutic aids in functional
rehabilitation of tendon’s movement, reduced and prevented adhesions, allowing a faster
and efficient recovering process.

Key words: tendon rupture; Flexors of the hand; Postoperative hand.

Lista de ilustrações

Fig.1-Radio .......................................................................................................................... 17

Fig.2-Ulna ............................................................................................................................ 18

Fig.3-Ossos da mão .............................................................................................................. 19

Fig.4-Ligamentos do punho .................................................................................................. 21

Fig.5-Polia anulares e cruzadas ............................................................................................. 25

Fig.6-Plexo braquial ............................................................................................................ 26

Fig.7-Articulações da mão, corte coronal através do punho .................................................. 28

Fig.8-Articulações da maõ, corte coronal através do carpo ................................................... 29

Fig.9-Divisão da mão em zonas ............................................................................................ 36

Fig.10-Ponto cruzado de Bunnel ........................................................................................... 40

Fig.11-Anastomose término lateral ...................................................................................... 41

Fig.12-Ponto de Klesser modificado ..................................................................................... 41

Fig.13-Ponto de Pulvertaft .................................................................................................... 42

Fig.14-Fixação do tendão aos ossos ..................................................................................... 42

Fig.15-Dispositivo de fixação ............................................................................................... 43

Fig.16-Órtese dorsal protetora .............................................................................................. 52

Fig.17-Exercícios de deslizamento tendinoso ....................................................................... 53

Fig.18-Exercício de bloqueio para deslizamento do FP e FS ................................................. 53

Fig. 19-Órtese estática volar ................................................................................................. 53

Fig. 20-Exercício com massa terapeutica .............................................................................. 54

Fig. 21-Exercício de hand helper .......................................................................................... 54

Fig. 22-Técnica de mobilização de Duran ............................................................................. 56

Fig. 23-Órtese de Kleinert ................................................................................................... 57

Fig. 24-Órtese de tenodese de Strickland .............................................................................. 59

Lista de tabelas

1- Músculos envolvidos na flexão do punho ......................................................................... 23

Múculos envolvidos na flexão do polegar ......................................................................... 23

Músculos envolvidos na flexão da mão e dedos ................................................................ 24

2- Movimentos ativos do antebraço, punho e mão ................................................................ 27

3- Articulações do punho e mão ........................................................................................... 31

Lista de abreviaturas e siglas

M

Músculo

MF

Metacarpofalangiana

MCF

Metacarpofalangiana

IFP

Interfalangiana Proximal

IFD

Interfalangiana Distal

TPM

Mobilidade passiva total

CF

Capacidade funcional

TAM

Mobilidade ativa total

IF

Interfalangica

FPD

Flexor profundo dos dedos

FSD

Flexor superficial dos dedos

FLD

Flexor longo dos dedos

MAMTT

Mínima contração ativa da unidade musculotendínea

RPP

Programa de resistência progressiva precoce

ADM

Amplitude de movimento

Sumário

Conteúdo

INTRODUÇÃO ........................................................................................................................... 14

1. ANATOMIA DO ANTEBRAÇO, PUNHO E MÃO ............................................................. 16

1.1. Radio ............................................................................................................................ 16

1.2. Ulna .............................................................................................................................. 17

1.3. Ossos da mão ................................................................................................................. 18

1.4. Ligamentos da mão ........................................................................................................ 20

1.5. Músculos da mão ........................................................................................................... 22

1.6. Estruturas da mão .......................................................................................................... 24

1.7. Inervação do membro superior ....................................................................................... 25

2. BIOMECÂNICA DA MÃO ................................................................................................... 27

2.1. Articulação radioulnar distal .......................................................................................... 28

2.2. Articulação radiocarpal .................................................................................................. 28

2.3 Articulação intercarpal .................................................................................................... 29

2.4. Articulação carpometacarpal ......................................................................................... 30

2.5. Articulações metacarpofalangianas ................................................................................ 30

2.6. Articulações interfalângicas ........................................................................................... 32

3. ASPECTOS IMPORTANTES NAS LESÕES DOS TENDÕES FLEXORES DA MÃO .... 33

3.1. Nutrição dos tendões flexores da mão ............................................................................ 34

3.2. Cicatrização dos tendões flexores da mão ...................................................................... 34

3.3. Divisão das lesões nos tendões flexores da mão ............................................................. 36

4. TRATAMENTO CIRÚRGICO ............................................................................................. 38

4.1. Exame para identificação de secção nos tendões flexores da mão ................................... 38

4.2. Técnicas básicas para sutura de tendões ......................................................................... 39

4.2.1. Sutura término-terminal .............................................................................................. 40

4.2.2. Anastomose término-lateral ........................................................................................ 40

4.2.3. Sutura em duplo ângulo reto ....................................................................................... 41

4.2.4. Sutura término-terminal tipo boca de peixe ................................................................. 42

4.2.5. Fixação do tendão ao osso........................................................................................... 42

4.2.5. Suturas com utilização de dispositivos de fixação........................................................ 43

4.3. Tratamento cirúrgico em cada zona................................................................................ 43

4.3.1. Tratamento cirúrgico na zona I.................................................................................... 43

4.3.2. Tratamento cirúrgico na zona II .................................................................................. 44

4.3.3. Tratamento cirúrgico na zona III ................................................................................. 44

4.3.4. Tratamento cirúrgico na zona IV ................................................................................. 45

4.3.5. Tratamento cirúrgico na zona V .................................................................................. 45

4.4. Tratamento cirúrgico no polegar .................................................................................... 46

4.5. Tenólise ......................................................................................................................... 46

4.6. Avaliação dos resultados................................................................................................ 46

5. REABILITAÇÃO PÓS-OPERATÓRIA DE TENDÕES ..................................................... 48

5.1. Conhecimentos fundamentais ........................................................................................ 48

5.2. Técnicas usadas na reabilitação de tendões flexores da mão. .......................................... 50

5.2.1 Imobilização ................................................................................................................ 51

5.2.2. Programa de Resistência Progressiva Precoce (RPP) ................................................... 52

5.2.3. Mobilização Passiva Precoce ...................................................................................... 55

5.2.4. Método de Duran e Houser ......................................................................................... 55

5.2.5. Protocolo de Duran Modificado .................................................................................. 56

5.2.6. Método de Kleinert ..................................................................................................... 57

5.2.7. Mobilização Ativa Precoce ......................................................................................... 58

5.2.8. Protocolo de Mobilização Precoce de Posicionar e Manter a Posição Ativamente de
Strickland/Cannon ................................................................................................................ 59

5.2.9. Protocolo de Belfast .................................................................................................... 60

5.2.10. MAMTT ................................................................................................................... 61

5.3. Modalidades Terapêuticas ............................................................................................. 62

5.3.1. Ultra Som ................................................................................................................... 62

5.3.2. Massoterapia .............................................................................................................. 64

5.3.3. Crioterapia .................................................................................................................. 65

CONSIDERAÇÕES FINAIS ..................................................................................................... 66

REFERÊNCIAS ......................................................................................................................... 67

14

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->