Você está na página 1de 18

V Nos anos 60, no Instituto

de Neurologia da
Califórnia, a epilepsia era
tratada procedendo a
intervenções cirúrgicas:
para impedir que a
actividade eléctrica
passasse de um hemisfério
para outro, seccionaram o
corpo caloso conseguindo
até que as crises
desaparecessem.
V No entanto, houve consequências imprevistas:
por exemplo, se um doente pegava numa
esferográfica com a mão direita, sem a estar a
ver, era capaz de reconhecer e descrever. Se a
segurasse com a mão esquerda, declarava não
ter nada na mão.

V O resultado foram os ´doentes do cérebro


divididoµ que têm dois cérebros independentes
aos quais podem ser dadas tarefas diferentes.
Deste modo, por exemplo, mostrar imagens a um
hemisfério que o outro não vê.
V °sta foi das experiências mais relevantes no campo
do funcionamento dos hemisférios.
V Contudo, a sua fiabilidade deve ser questionada,
pois os indivíduos epilépticos apresentavam uma
estrutura cerebral bastante alterada.
V Na actualidade, o desenvolvimento de novas
tecnologias (tais como a ressonância magnética)
permite o estudo, em tempo real e com observação
quase directa, do funcionamento cerebral durante a
realização de tarefas cognitivas de indivíduos com
características normais ou patológicas
V Assim, podem ser estudadas as capacidades
específicas de cada um dos hemisférios para que não
sejam feitas inferências cuja fundamentação é
deficitária.
°specializações
Ä  
  Ä   
Kerbal/Linguagem Não-verbal/Figuras e padrões
Símbolos Relações espaciais
Analítico Sintético
Abstracto Analógico
Temporal Atemporal
Racional Não-racional
Baseado na realidade Orientado à fantasia
Lógico Intuitivo
Linear Holístico
Fonética Sensibilidade a cores
Seguimento de instruções Criatividade/°xpressão artística
°scuta Kisualização
O hemisfério  em dos humanos é
o 
 .

É responsável pelo   e


  , enquanto que o
  é responsável pelo   
e   .

Tal acontece nas pessoas dextras, enquanto que


nos esquerdinos as funções estão invertidas.
O hemisfério 
  controla o lado   do corpo.

O hemisfério   controla o lado 


 do corpo.

  !"#$# "#$


V Localiza-se no fundo da fissura inter-hemisférica, ou
fissura sagital;

V °strutura responsável pela conexão entre os dois


hemisférios cerebrais;

V Composta por fibras nervosas de cor branca (feixes de


axónios envolvidos em mielina);

V É responsável pela troca de informações entre as diversas


áreas do córtex cerebral;

V Unifica o estado de consciência e atenção, permitindo que


ambos os hemisférios partilhem a responsabilidade em
funções complexas como as de aprendizagem e memóriai
V Não existe dominância cerebral para funções
elementares ² sensibilidade e motricidade;
V Cada hemisfério encarrega-se dos
acontecimentos motores e sensoriais que
ocorrem na metade oposta do corpo;
V A informação que chega ao cérebro é sentida
como estímulo sensorial de igual forma dos dois
lados do cérebro, mas é interpretada de forma
diferente em cada um dos hemisférios,
dominantes para um conjunto de informações
distintas.
  % &
V No decurso da investigação, deparámo-nos com
barreiras ao seu desenvolvimento, tais como a
existência de informação contraditória por parte
de diversos autores, cuja opinião sobre os
estudos e experiências realizados (e posteriores
conclusões acerca dos mesmos) divergia. Devido
a esse facto, tivemos que seleccionar a
informação que nos parecia mais credível e
fiável, principalmente a nível científico, face às
fontes de onde provinha.
V Com esta investigação, foi possível ao grupo
compreender um pouco mais da máquina única e
complexa que é o cérebro humano.