P. 1
mantra OM e meditação

mantra OM e meditação

5.0

|Views: 8.764|Likes:
Publicado poranon-638443

More info:

Published by: anon-638443 on Jun 22, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/25/2015

pdf

text

original

1

Para nós, ocidentais, meditar significa refletir a respeito de alguma coisa. No oriente, meditar é algo bem diferente. É entrar num estado de consciência onde se torna mais fácil compreender a si mesmo. Nisargadatta Maharaj, um mestre indiano, nos explica com simplicidade no seu livro I am That: "Nós conhecemos o mundo exterior de sensações e ações mas, do nosso mundo interior de pensamentos e sentimentos, nós conhecemos muito pouco. O objetivo primário da meditação é que nos tornemos conscientes e que nos familiarizemos com a nossa vida interior. O objetivo final é alcançar a fonte da vida e da consciência." Assim, através da meditação vamos prestar atenção e descobrir como funcionamos. Como agimos em determinadas situações, porque respondemos uma coisa quando gostaríamos de dizer outra, porque fugimos daquilo que mais queremos, porque vivemos mergulhados na ansiedade, na depressão e no cansaço quando queremos apenas a tranqüilidade. Grande parte dessa confusão é criada pela mente. Podemos dizer que ela é o instrumento de nossa consciência e contém a somatória de nossos condicionamentos, padrões de pensamento, nossa memória e nosso lado racional. A mente é como um lago agitado. Ao ver a lua refletida nesse lago turbulento poderíamos supor que a própria lua é algo disforme e agitado, mas estaríamos totalmente enganados. Da mesma forma, quando olhamos para o reflexo do nosso Eu-Superior no lago inquieto de nossa mente, não conseguimos perceber sua verdadeira natureza. Meditar nada mais é do que aquietar os turbilhões dos pensamentos, serenar a mente para que possamos reconhecer com clareza nossa essência. Durante esse processo de aquietar a mente nos damos conta de nossos padrões de pensamento e de ação e, assim, podemos transformá-los.

DICAS PARA A PRÁTICA

2

A prática da meditação, embora simples, requer bastante disciplina e regularidade. Abaixo estão algumas dicas de como iniciar sua prática de meditação.

Escolha um lugar sereno onde você possa sentar-se de maneira confortável e com a coluna ereta. Pode ser numa cadeira ou no chão com as pernas cruzadas. Sentar-se sobre uma pequena almofada ajuda a manter as costas eretas. Use roupas que não apertem nem incomodem. Acender um incenso ou colocar uma música bem suave pode ajudar a criar um clima de tranqüilidade no início. Depois de algum tempo, pode ser que você prefira dispensá-los. Evite meditar quando estiver com sono ou muito cansado. Você se sentirá frustrado por não conseguir se concentrar e desanimará de sua prática diária. Um bom horário para meditar é pela manhã, quando estamos mais tranqüilos e descansados. Porém, isso também é individualizável. Se você sentir que consegue melhores resultados à noite, escolha esse horário. Comece com dez minutos diários. Coloque um relógio para despertar após esse tempo, assim sua mente não poderá sabotá-lo fazendo-o acreditar que já se passaram muito mais que dez minutos. Não se mova durante esse tempo. O corpo é como um pote e a mente é a água dentro dele. Mover o recipiente faz com que a água também se mova e, lembre-se, o que você quer é que sua mente permaneça quieta e imóvel. A atenção deve estar voltada para o objeto da meditação (a respiração, um símbolo, etc.) sem que isso necessite de grandes esforços. Caso você disperse, reconduza sua atenção suavemente ao objeto escolhido. Qualquer coisa que aconteça estará bem. Se houver um monte de pensamentos desfilando pela sua cabeça, se você tiver vontade de chorar ou de rir, se você achar que nunca vai conseguir se concentrar, tudo bem. Apenas continue sentado e, sempre que possível, volte a sua atenção para o objeto sobre o qual está meditando.

EXERCÍCIOS DE MEDITAÇÃO
1. Um dos exercícios mais simples é observar a respiração. Sinta o ar

entrando e saíndo pelas narinas. Acompanhe seu caminho por todo o corpo. Repare nos movimentos da barriga, do peito. Veja se há

3

2.

3.

4.

5.

6.

7.

8.

movimentos ou sensações na pelve, pernas, cabeça, etc. Esteja com o ar o tempo todo. Quando estiver em contato com a natureza, sente-se diante de uma paisagem e observe-a. Ouça os sons, veja as cores, sinta os aromas mas não fique dando nome às coisas ou analisando-as: "esse cheiro deve ser daquela flor", "como é bonita a forma daquela montanha", "o som desses passarinhos me deixa tão relaxado...". Apenas ouça, veja e sinta sem criar frases na sua mente, sem ficar tagarelando internamente. Sente-se diante de uma janela e deixe que a claridade invada seu corpo. Sinta a luz penetrando pelo alto de sua cabeça e fluíndo por todo o corpo. Mantenha sua atenção nesse fluxo. Repita o mantra OM durante todo o tempo da sua meditação. Mantras são sons que trazem uma determinada qualidade de energia para quem os vocaliza. O mantra OM é um dos mais antigos do hinduísmo e sua qualidade é o equilíbrio e a serenidade. Ele nos traz energia e ajuda a clarear a mente. Olhe atentamente para um símbolo ou um objeto que lhe chame a atenção naturalmente. Pode ser um desenho, uma estatueta, um yantra (diagramas cósmicos do hinduísmo), etc. No Yoga, usamos o simbolo do OM para meditar (veja o desenho ao lado). Olhe para esse símbolo e envolva-se com ele. Observe-o atentamente até que você possa mantê-lo com clareza na sua mente, mesmo de olhos fechados. Sente-se em silêncio e preste atenção a cada som que surgir ao seu redor. Ouça tudo ao mesmo tempo. Não se detenha em nenhum deles. Nenhum é mais importante do que os outros, nenhum é melhor ou mais agradável. Não julgue, apenas ouça. Evite relacioná-los com os objetos ou seres que os produzem. Permita-se ouvir o som puro e perceber sua qualidade intrínseca. Você pode meditar com as cores também. Pergunte ao seu corpo de qual cor ele necessita para estar em harmonia. Aceite qualquer cor que lhe venha à mente. Imagine um grande jorro de luz dessa cor fluindo sobre você ou mergulhe num oceano tingido com a cor escolhida. Não se preocupe em "ver" a cor, você pode apenas sentí-la com seus sentidos interiores. Observe seus pensamentos e tente perceber o espaço que existe entre um e outro. Mesmo numa mente completamente confusa, os pensamentos surgem e desaparecem deixando um breve espaço entre si. Descubra esse espaço, nem que seja apenas um segundo. Observe-o e você vai perceber que ele começará a se ampliar. Ao penetrar nesse espaço em branco, você estará além da mente.

O OBSERVADOR PASSIVO

4

Existem centenas, talvez milhares, de técnicas de meditação. Cada um deve descobrir a que melhor combina consigo e a que produz melhores resultados. Alguns preferem meditar com mantras, muitos gostam de observar a respiração e outros usam imagens ou símbolos. Porém, o que essas técnicas têm em comum é o fato de despertarem o observador passivo. Eu chamo de observador passivo aquela parte nossa que se mantém distante da turbulência da nossa vida diária. Ele é como um sábio que olha o vilarejo do alto de uma colina. Ele vê as pessoas correndo de um lado para outro, as crianças brincando, um cachorro procurando comida, alguém morrendo, um bebê nascendo, a geada queimando a colheita e nada disso o afeta. Ele permanece sentado no alto de seu monte, eqüânime, pois sabe que a dor ou a alegria brotam da mesma fonte e nenhuma delas é permanente. O observador passivo sabe que a verdadeira felicidade pertence ao Eu-Superior e que quando estamos conscientes dele, nada mais nos afeta. Mas ele também é um grande professor. Se você ficar com alguém 24 horas por dia observando como ele come, como se veste, como fala e age, como dorme, no final de uma semana você conhecerá muito dessa pessoa. Assim, se nos observarmos tempo suficiente, aprenderemos muito a nosso respeito. Aprenderemos como é que funcionamos, como agem nossos pensamentos e sentimentos, como eles influenciam nossas escolhas, etc. Quando desenvolvemos o observador passivo, podemos olhar de longe a paisagem de nossa vida e encarar os desafios que ela nos propõe com insenção de ânimos, sem deixar que o emocional nuble nossa percepção. É por isso que é tão fácil aconselhar um amigo com problemas. Como não estamos envolvidos emocionalmente, temos uma visão panorâmica da situação e podemos perceber as falhas e as possibilidades que ele não vê. Quando olhamos as coisas com uma certa distância, entendemos o contexto e os motivos por trás dos fatos. E, com essa compreensão, podemos encontrar saídas criativas, podemos ver portas onde antes parecia existir apenas muros.

A TÉCNICA
Sente-se confortavelmente e faça algumas respirações profundas.

5

Comece a observar os pensamentos que lhe chegam. Tome consciência deles e deixe que sumam em seguida. Não os evite nem os incentive. Não dê continuidade a nenhum pensamento. A tendência da mente é fazer associações. Quando vem o pensamento "preciso pagar uma conta no banco" a mente dá continuidade: "será que tenho dinheiro suficiente? Se não tiver, posso pedir emprestado ao fulano. Caso ele não possa emprestar...". E assim vai. Portanto, corte o fio antes que toda a meada se desenrole. Tente ver cada pensamento como um quadro estático, como uma cena de um grande video-clip que não merece muita atenção. A mente está representando uma grande peça diante de você. Mas você não é o protagonista. Você é apenas o expectador. Portanto não se envolva. Caso haja uma grande confusão de pensamentos fluindo, apenas "olhe" essa confusão. Não tente controlar seus pensamentos, deixe que eles venham da maneira que vierem. Não espere nada de especial da sua meditação: fogos de artifício explodindo diante de você, deuses e iluminados desfilando, flores de lótus ou luzes maravilhosas. As imagens que surgem podem ser apenas produto da atividade mental, truques da mente para distraí-lo. Portanto, continue apenas observando como outro pensamento qualquer. Não se envolva com a beleza ou beatitude delas. Se elas forem mais que um produto da mente, você saberá. Com a prática contínua você será capaz de manter a mente em branco e ouvir a voz de sua intuição que também é um atributo do observador passivo.

6
Meditação com Mantra

Veja na página "O que é meditação" as preliminares para iniciar a meditação. Esta meditação utiliza uma técnica simples que desencadea um estado de tranquilidade e relaxamento profundo do corpo e da mente ao mesmo tempo que desenvolve a concentração. À medida que a mente se aquieta e permanece desperta observando o mantra, você vai sentir um estado de tranqüilidade e vai progressivamente penetrando em um estado de consciência mais profundo. Esta meditação consiste em mentalizar (recitar mentalmente) mantras juntamente com o ritmo de nossa respiração. Vamos iniciar com o mantra "SOHAM" que significa "EU-ELE ou "Eu estou Nele". Meditação muito praticada pelos adeptos de Sai Baba. Na inspiração, pronuncie mentalmente "SO", ou seja, no tempo de duração da inspiração pronuncie mentalmente "SO"que vai ficar um som esticado: SOOOO.... Na expiração, no tempo em que ela durar, pronuncie mentalmente "HAM". Tente manter a respiração o mais normal possível. Essa ténica pode ser usada para muitos mantras, como por exemplo: o Mantra "AMÉM", usa-se o "A" na inspiração e "MEM" na expiração. Também pode-se usar o Mantra "EU SOU", na inspiração mentaliza-se "EU" e na expiração "SOU".

Pode ser que você se desconcentre de vez em quando, pensando em outras coisas ou prestando atenção aos ruídos externos. Se isso acontecer,

7 volte novamente a atenção para o Mantra junto com o ritmo respiratório. É possivel que os pensamentos tornem a voltar, pois a mente não está habituada a ficar por um periodo de tempo sem pensar, não se irrite, simplesmente volte sua atenção para o Mantra junto com o ritmo respiratório. Vai ter dias em que os pensamentos não vão lhe dar trégua, vai ser uma tarefa árdua manter a mente concentrada , não desanime, volte quantas vezes forem necessárias a atenção para o Mantra junto com o ritmo respiratório. A mente só se conquista com paciência e determinação, mas de uma forma suave e carinhosa. Pratique esta técnica durante mais ou menos quinze minutos. Ao final, mantenha os olhos fechados e permaneça relaxado por dois ou três minutos. Saia do estado de meditação gradualmente, abra os olhos, dê uma boa espregiçada e volte novamente para as atividades diárias.
Afirmações Positivas para a PROSPERIDADE - Louise Hay Sou um Ímã que atrai riqueza. Todas as formas de prosperidade chegam a mim. Penso que mereço as melhores coisas da vida. Onde quer que eu trabalhe, sou profundamente admirado e bem-remunerado. Hoje é um dia maravilhoso. O dinheiro chega a mim tanto de maneiras previstas como inesperadas. Tenho escolhas ilimitadas. As oportunidades estão por toda parte. Acredito que estamos aqui para nos abençoarmos e nos ajudarmos a prosperar. Esta crença se reflete em todos os meus atos. Ajudo os outros a se tornarem prósperos e a Vida me devolve esta ajuda de formas extraordinárias. Amo o trabalho que faço e sou bem-remunerado por ele. É um prazer lidar com o dinheiro que ganho. Poupo uma parte e gasto outra. Vivo num Universo de amor, abundância e harmonia, e agradeço por isso. Desejo me abrir para a prosperidade ilimitada que existe em toda parte. Uso o dinheiro que ganho em coisas que me fazem feliz. Deixo a maior prosperidade

possível entrar em minha vida. Irradio sucesso e prosperidade onde quer que eu esteja. A Vida satisfaz todas as minhas necessidades com grande abundância. Confio na Vida. A Lei da Atração só traz coisas boas para a minha vida. Mudo os pensamentos de pobreza em pensamentos de prosperidade, e as minhas finanças refletem essa mudança. Alegro-me com a segurança financeira que é uma constante em minha vida. Quanto mais sinto gratidão pela riqueza e abundância em minha vida, mais motivos descubro para agradecer. Expresso gratidão por todo o bem que há em minha vida. Cada dia traz novas e maravilhosas surpresas. Pago minhas contas com amor e me alegro ao preencher cada cheque. A abundância flui livremente através de mim. Neste exato momento, há muita riqueza e poder ao meu dispor. Escolho sentir que os mereço. Mereço o melhor e aceito o melhor agora. Liberto-me de toda resistência ao dinheiro e permito que ele flua alegremente para minha vida. o meu bem chega de todas as partes e de todos. A Vida satisfaz todas as minhas necessidades com grande abundância.

8

Confio na Vida.

Afirmações Positivas para a AUTO-ESTIMA - Louise Hay Eu atuo da melhor forma possível em todas as situações. Escolho me sentir bem comigo mesmo. Mereço o amor que sinto por mim. Sou capaz de me cuidar sozinho. Reconheço e uso meu próprio poder. Eu me respeito e me faço respeitar. Não importa o que os outros digam ou façam. O que importa é como escolho reagir e o que escolho acreditar a meu respeito. Respiro fundo e me permito relaxar. Meu corpo inteiro se acalma. Sou amado e aceito exatamente como sou, aqui e agora.

Vejo o mundo pelos olhos do amor e da aceitação. Tudo está bem no meu mundo. Minha auto-estima é alta porque respeito a pessoa que sou. Liberto-me de qualquer necessidade de luta ou sofrimento. Mereço tudo o que é bom. Minha vida fica melhor a cada dia. Anseio pelo que cada novo momento trará. Eu sei quem sou e não preciso provar meu valor a ninguém.

9

Hoje, nenhum lugar, pessoa ou coisa pode me irritar ou perturbar. Escolho estar em paz. Sou um ser radiante, que aproveita a Vida ao máximo. Sei que sou capaz de encontrar a solução para cada problema que eu possa vir a criar. A Vida me apóia de todas as maneiras possíveis. Meus pensamentos de saúde, otimismo e amor se refletem nas minhas experiências. Ando pela Vida sabendo que estou seguro, protegido e guiado pelo Divino. Aceito os outros como são e, em troca, eles me aceitam. Sou uma pessoa maravilhosa e me sinto muito bem. Agradeço por minha vida. Este é o único momento que viverei hoje. Escolho aproveitá-la ao máximo. Tenho a auto-estima e a confiança necessárias para avançar pela vida com facilidade. o melhor presente que posso me dar é o amor incondicional.

Eu me amo exatamente como sou e não exijo nada de mim para me amar.

Apelo para Atrair a Abundância Divina Eu sou um Ser ilimitado, O Universo abundante e perfeito sustenta minhas decisões e me apóia. Eu Sou Consciente de meu poder ilimitado de magnetizar, atrair, precipitar e co-criar. Eu sou a utilização do poder da Chama Violeta em Ação. Eu Sou consciente que a Chama Violeta transmuta agora todas as minhas imperfeições, limites e bloqueios que impedem a minha Abundância Divina. Eu Sou o poder da Chama Violeta em Ação. Eu invoco por Santa Ametista, para que preencha todos os meus corpos em Luz Violeta Flamejante. Eu invoco por Santa Ametista, para que na Luz do Seu amor infinito, abençoe este meu momento presente,

para que eu possa co-criar uma nova realidade em minha vida agora. Eu invoco pelo Poder do Elohin Arcturos, para que na Luz da Determinação e na sintonia do impulso inicial de um novo ciclo, eu co-crie minha liberdade financeira, ilimitada e eterna. Eu invoco pelo poder do Arcanjo Ezequiel e toda sua luminosa legião de Anjos para que abençoe este momento sagrado, Deus é ilimitado, abundante e perfeito, Como filho(a) de Deus, eu aceito em total plenitude, ser a totalidade do que "Eu Sou", um ser ilimitado, abundante e perfeito. Eu invoco pelo poder de concretização do Bem-Amado Metatron, para que manifestem no mundo da matéria meus sonhos e ideais projetados nos planos mentais e etéricos. Que eu veja diante de mim um novo mundo: próspero, harmonioso, equilibrado e feliz. Que eu seja o precursor de uma nova realidade na Terra agora, onde respeitando a energia da moeda denominada "dinheiro" eu admita ser suprido abundantemente, provido pelo poder da perfeição crística universal. Eu agora, liberto todos os meus julgamentos e preconceitos em relação ao "dinheiro" e à "abundância", Pelo poder do Conselho Cármico, eu curo o inconsciente coletivo da humanidade transmutando o sentido da energia do dinheiro, aliviando o sofrimento e preocupações em relação ao limite do fluir da abundância em minha vida e em todo o Planeta. Eu agora respiro aliviado o prana puro e sutil, rico e abundante em todo o Universo. Assim como o prana flui naturalmente no Universo, também o dinheiro flui em minha vida, suprindo todas as minhas necessidades, proporcionando-me uma nova vida AGORA. Eu aceito o poder da manifestação em ação AGORA. Eu mudo minha atitude interna em relação à abundância AGORA. Eu invoco pelo poder do Arcanjo Ezequiel e toda legião de anjos da sétima esfera de Luz, flamejai, flamejai, flamejai vossa luz e poder de concretização sobre mim agora, para que livre dos grilhões do passado eu atinja uma nova sintonia de atuação onde novas realidades se abrem diante de meus olhos, Que eu tenha discernimento para ver com a Luz do meu coração de sentir a inspiração da Hoste Angélica, o melhor momento e a melhor diretriz para que minha vida a partir de agora seja plena, saudável, abundante, perfeita e ilimitada. Que eu compreenda e utilize todo o potencial da minha presença EU SOU em ação agora. Não existem mais limites, tudo é pleno, rico, feliz e próspero. Em alegrias eu me aproximo da minha presença EU SOU para que juntos possamos co-criar uma nova realidade em minha vida particular e em meu Planeta, a partir de agora. EU SOU ilimitado, EU SOU ilimitado, EU SOU ilimitado EU SOU Abundância, EU SOU Abundância, EU SOU Abundância EU SOU Feliz, EU SOU Feliz, EU SOU Feliz EU SOU amor, EU SOU amor, EU SOU amor EU SOU Luz, EU SOU Luz, EU SOU Luz

10

11

Na Índia, o mantra Om está em todas partes. Hindus de todas as etnias, castas e idades conhecem perfeitamente o seu significado. Ele ecoa desde a noite das idades em todos os templos e comunidades ao longo do subcontinente. Como fazer a vocalização correta sem nunca haver escutado este mantra da boca de alguém que sabe? O mantra se faz numa exalação profunda, e sempre em ritmo regular. Após a exalação vem uma inspiração nasal prolongada. Não pode

12 haver tremor na voz ao repetir o mantra. A nota musical em que se emite o som não interessa em absoluto. É aquela que resultar mais natural para você. Quando houver mais pessoas junto, todos devem tentar afinar. O Om começa com a boca aberta, emitindo um som mais parecido com um a, mantendo a língua colada no fundo da boca e a garganta relaxada. O som nasce no centro do crânio, se projeta para frente e vibra na garganta e no peito. Após alguns segundos de vocalização, a língua deve recolher-se para trás. Assim, aquele som similar ao a, se transforma numa espécie de o aberto, que vai fechando progressivamente. No final, sem fechar a boca, a língua bloqueia a passagem de ar pela garganta e o som se transforma em um m, que em verdade não é exatamente um m, mas uma nasalização. Esta nasalização se chama anunásika em sânscrito, que significa literalmente com o nariz, e deriva da palavra násika, nariz. Mais claro, impossível. Em verdade, o mantra poderia grafarse Aoõ. Neste ponto, o ar sai pelas narinas e o som vibra com mais intensidade no crânio. Aconselhamos que você treine colocando uma mão no peito e a outra na testa para perceber como a vibração vai subindo conforme o mantra evolui. Porém, se você prestar atenção à vibração que acontece durante a vocalização, perceberá que ao emitir a letra o inicial (que começa como um a, não esqueça), a nasalização do m já está contida nela. Ou seja, é um som que se faz com o nariz, e não uma letra m. Ao perseverar na vocalização, você sentirá nitidamente que a vibração se origina no centro da cabeça e vai expandindo até abranger o tórax e o resto do corpo. resumindo, o Om começa com a boca aberta e termina com ela entreaberta.

13 Om é a vibração primordial, o som do qual emana o Universo, a substância essencial que constitui todos os outros mantras, sendo o mais poderoso de todos eles. Ele é o gérmen, a raiz de todos os sons da natureza. Com Om vamos até o fim: o silêncio de Brahman (o Absoluto). O fim é imortalidade, união e paz. Tal como uma aranha alcança a liberdade do espaço por meio de seu fio, assim também o homem em contemplação alcança a liberdade por meio do Om.

Essa técnica é uma das mais antigas e eficazes que existem no Yoga. Estimula o ájña chakra, na região do intercílio, sede de manas, o pensamento, e buddhi, a intuição ou consciência superior. Existem sete formas diferentes de vocalizar o Om. Aqui veremos especificamente a sua utilização como dháraní, suporte para concentração. Além desses bíja mantras principais, aparece ainda sobre as pétalas de cada chakra uma série de fonemas do alfabeto sânscrito: são os bíjas menores, que representam as manifestações sonoras do tipo de energia de cada chakra. Desta forma, cada sílaba de cada mantra estimula uma pétala definida de um chakra particular. Este é o motivo pelo qual o sânscrito é considerado língua sagrada na Índia: seu potencial vibratório produz efeitos em todos os níveis.

14

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->