P. 1
bioqumicauspnutrioeesporteumaabordagembioqumica-090430143857-phpapp02

bioqumicauspnutrioeesporteumaabordagembioqumica-090430143857-phpapp02

|Views: 8.635|Likes:
Publicado porannapark

More info:

Published by: annapark on Aug 09, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/22/2013

pdf

text

original

Em uma conversa entre atletas profissionais, provavelmente você irá ouvir a
frase: "qual é o seu VO2Max?" Um alto nível de consumo máximo de oxigênio é
uma das características principais de atletas de esportes de alta intensidade como
corrida e ciclismo, portanto, deve ser uma característica importante... Mas o que é
e como ele é medido?

7.1. Definição de VO2 Max

VO2Max é o volume máximo de oxigênio consumido pelo corpo por minuto
durante o exercício realizado no nível do mar. Como o consumo de oxigênio está
linearmente relacionado com o gasto de energia, quando medimos o consumo de
oxigênio, estamos medindo indiretamente a capacidade máxima do indivíduo de
realizar um trabalho aeróbico.

7.2. Por que o dele é maior que o meu???

Devemos começar perguntando: "quais são os determinantes do VO2Max?"
Toda célula consome oxigênio para converter a energia dos alimentos em ATP para
o trabalho celular. As células musculares em contração têm alta demanda por ATP,
o que faz com que o consumo de oxigênio aumente durante o exercício. A soma
total de bilhões de células de todo o corpo consumindo oxigênio e gerando CO2
pode ser medida pela respiração, usando equipamentos que medem o volume e a
presença de oxigênio. Portanto, se medimos um consumo maior de oxigênio
durante o exercício, sabemos que mais células musculares estão contraindo e
consumindo oxigênio. Para receber e usar o oxigênio para gerar ATP para a
contração muscular, as fibras musculares são absolutamente dependentes de dois
fatores:

1) um sistema de delivery para levar o oxigênio da atmosfera para as células
musculares
2) mitocôndrias para realizar o processo de transferência de energia aeróbia

De fato, os atletas de resistência são caracterizados por possuir um ótimo
sistema cardiovascular e uma capacidade oxidativa bem desenvolvida nos
músculos esqueléticos. Precisamos de uma bomba eficiente para enviar o sangue
rico em oxigênio para os músculos e também de músculos ricos em mitocôndria
para usar o oxigênio e sustentar altas taxas de exercício físico. Mas, qual seria o
fator limitante na VO2Max, o delivery ou a utilização de oxigênio? Esta questão
criou muito debate entre os fisiologistas, mas agora já temos uma resposta clara.

7.3. Os músculos dizem, se você entrega-ló, nós o usaremos.

Muitos experimentos de diferentes tipos sustentam o conceito de que, em
indivíduos treinados, é o delivery e não a utilização de oxigênio que limita o
VO2Max. Realizando exercícios com uma perna e medindo diretamente o consumo
muscular de oxigênio de uma pequena massa muscular, foi mostrado que a
capacidade do músculo utilizar o oxigênio excede a capacidade do coração de
bombeá-lo. Apesar de um homem adulto possuir de 30 a 35 kg de músculo,
somente uma parte desse músculo pode ser perfundido com sangue a qualquer
momento. O coração não pode enviar um grande volume de sangue para todo o
músculo esquelético e ainda manter uma pressão sangüínea adequada. Como mais
uma evidência para uma limitação no delivery, um treino de resistência longo pode
resultar em um aumento de 300% da capacidade oxidativa do músculo mas

VO2MAX - CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO

Nutrição e Esporte – Uma abordagem Bioquímica

-33-

aumenta somente de 15 a 25% o VO2Max. O VO2Max pode também ser
alterado artificialmente mudando a concentração de oxigênio no ar. Além dissso, o
VO2Max costuma aumentar em pessoas não-treinadas antes que ocorra uma
mudança na capacidade aeróbica do músculo. Todas essas observações
demonstram que o VO2Max pode ser dissociado das caracterísiticas do músculo
esquelético.

O volume de sangue que é ejetado do ventrículo esquerdo a cada batimento
cardíaco é chamado de "stroke" e está relacionado linearmente com o VO2max. O
treinamento faz com que haja um aumento do stroke volume e portanto, um
aumento da capacidade caríaca máxima. Isto resulta em uma maior capacidade
para o delivery de oxigênio. Mais músculos são abastecidos de oxigênio
simultaneamente e ao mesmo tempo, a pressão sanguínea é mantida.
É importante também considerar e compreender o papel da capacidade
oxidativa do músculo. À medida que o sangue rico em oxigênio passa pela rede de
capilares de um músculo esquelético em ação, o oxigênio difunde para fora dos
capilares para a mitocôndria, seguindo o gradiente de concentração. Quanto maior
a taxa do consumo de oxigênio pela mitocôndria, maior é a extração do oxigênio e
maior a diferença entre a concentração de O2 entre o sangue arterial e venoso. O
delivery é o fator limitante pois mesmo nos músculos treinados, não se pode usar o
oxigênio que não é fornecido. Mas, se o sangue chega nos múculos que não são
treindados, VO2max será menor apesar de uma maior capacidade de delivery.

7.4. Como o VO2Max é medido?

Para determinar a capacidade aeróbica máxima, devemos seguir condições
de exercício que demandam a capacidade máxima de delivery de sangue pelo
coração. Para isso, devemos considerar as seguintes características:

??Utilizar pelo menos 50% da massa muscular total. Atividades que
cumprem este requisito: corrida, ciclismo, remo. O método mais comum
no laboratório é a corrida em uma esteira, com inclinações e velocidades
diferentes.
??Ser independente da força, velocidade, tamanho do corpo e habilidades.
??Ter duração suficiente para que as respostas cardiovasculares sejam
maximizadas. Geralmente, testes para capacidade máxima usando
exercício contínuos são completados em 6 a 12 minutos.
??Ser feito por pessoas motivadas pois os testes para medir VO2max são
muito pesados mas terminam rapidamente.

Eis um exemplo do que ocorre durante um teste. Sua freqüência cardíaca
será medida e o teste se inicia por uma caminhada em uma esteira a velocidades
baixas e sem inclinação. Se você estiver em forma, o teste pode ser iniciado com
uma corrida leve. Então, a velocidade e/ou a inclinação da esteira é aumentada em
intervalos regulares (30s a 2 min). Enquanto você corre, estará respirando por um
sistema de 2 válvulas. O ar entra do ambiente mas será expirado por sensores que
medem o volume e a concentração de O2.
Usando estas válvulas, a tomada de O2 pode ser calculada por um
computador em cada estágio do exercício. A cada aumento na velocidade ou
inclinação, uma massa muscular maior será utilizada em maior intensidade. O
consumo de oxigênio ira aumentar linearmente com o aumento de carga. Porém,

VO2MAX - CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO

Nutrição e Esporte – Uma abordagem Bioquímica

-34-

em algum ponto, o aumento da intensidade não irá resultar em um aumento do
consumo de oxigênio. Esta é a indicação de que você atingiu o VO2 max.
O valor do VO2 max pode ser dado em duas formas: absoluta, ou seja, em
litros/min e o valor é tipicamente entre 3 e 6 para homes e 2,5 e 4,5 para
mulheres. O valor absoluto não leva em conta as diferenças de tamanho do corpo.
Por isso, outra forma de expressar o VO2max é na forma relativa, em ml por min
por kg.

O consumo máximo de oxigênio entre homens não-treinados com
aproximadamente 30 anos é aproximadamente 10-45 ml/min/kg e diminui com a
idade. O indivíduo que faz exercícios regularmente pode aumentar para 50-55
ml/min/kg. Um corredor de ponta com 50 anos pode ter um valor de VO2max
maior do que 60 ml/min/kg. Já um campeão olímpico de 10.000 metros
provavelmente apresenta um valor próximo de 80ml/min/kg. Claramente, o treino
é importante mas a genética favorável também é um fator crítico. Mais uma
informação: antes de você ficar muito impressionado com o corredor na TV,
lembre-se ue os humanos não são nada em comparação com muitos animais
atletas - o VO2 de um cavalo treinado é de 600 litros/min ou 150ml/min/kg!

Como vimos no texto, um dos fatores que afeta o VO2max é a pressão de
oxigênio. Isso ocorre pois a ligação do oxigênio à hemoglobina é regulada pelo 2,3
bisfosfoglicerato (2,3 BPG). O 2,3 BPG está presente em concentrações
relativamente altas nos eritrócitos e faz com que a afinidade da hemoglobina pelo
oxigênio seja bastante reduzida de acordo com a pressão de oxigênio. A
concentração de BPG no sangue de um indivíduo normal é de aproximadamente 5
mM no nível do mar e de aproximadamente 8 mM em grandes altitudes. O gráfico
abaixo mostra uma curva de saturação de oxigênio para a hemoglobina em função
da pressão de oxigênio para diferentes concentrações de BPG.

a) Explique por que o BPG é importante para a adaptação fisiológica em regiões de
grandes altitudes.
b) A afinidade da hemoglobina fetal por BPG é maior ou menor que nos adultos?

Por que?

c) Os indivíduos treinados possuem maior ou menor concentração de 2,3 BPG. Este
fato é coerente com a diferença de déficit de oxigênio observada no gráfico da
tomada de oxigênio?

RECUPERAÇÃO APÓS O EXERCÍCIO

Nutrição e Esporte – Uma abordagem Bioquímica

-35-

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->