A Historia da Pipa

Ao que tudo indica, as pipas teriam sua origem no oriente, mais especificamente na China. Eram usadas primordialmente por adultos, e para atividades sérias. Serviam para passar avisos durante as batalhas e coisas do gênero. Hoje, no oriente, as pipas têm ainda um significado religioso, tendo por finalidade "espantar maus espíritos". No Japão, são chamados de "tako",que significa "polvo". Lá a fabricação de papagaios tem quase um status de arte: existem, além da pipas tradicionais, geométricas, pipas em forma humanas, de animais, pássaros, que carregam objetos que assobiam com o vento. São produzidas pipas de até 5 metros, que precisam de equipes para serem "empinadas". Usa-se pipas, inclusive, para anúncios comerciais. Uma lenda coreana afirma que, um velho general, teria feito subir uma pipa, durante a noite, sobre suas tropas. Como a pipa tinha uma lanterna, o general afirmou que se tratava de uma nova estrela que surgia, sendo um sinal de vitória para seu exército, conseguindo assim uma motivação maior de seus soldados.

"A enciclopédia chinesa "Khé-Tchi-King-Youen" (Livro IX, f.8), relata como a tradição atribui a invenção da pipa ao célebre general chinês Hau-sin, que viveu no século 206 aC. Este General, conforme Tchin-i, entrou no centro da cidade e a conquistou, fazendo um túnel, após ter calculado, por meio de uma pipa, a distância entre o campo onde estava e o palácio Wai-Yang" (Do livro "Jogos Tradicionais Infantis", de Tizuko Morchida Kischimoto). Na Malásia os papagaios são empinados por pessoas com graves problemas. Estas levam suas pipas a grandes altitudes, cortando a linha. Acreditam assim que estão se livrando de um problema grave e podem começar uma nova vida. Na China, o dia nove do mês nove é o "Dia do Papagaio". Adultos e crianças do sexo masculino dirigem-se às colinas para empinar suas pipas. E no Iraque as pipas são empinadas a noite, com lanternas, a fim de encheram a noite com estrelas artificiais. Em ilhas do Pacífico, as pipas são feitas de folhas de bananeira e usadas na pesca.

tendo como base experiências realizadas com pipas. Prendendo uma chave ao fio da pipa. tiveram uma importância fundamental nas pesquisas e descobertas científicas. O inglês Douglas Archibald. Em 1749 o escocês Alexander Wilsom usou vários termômetros presos as pipas para medir a temperatura nas alturas. fez projetos teóricos com nada menos que 150 máquinas voadoras. ele empinou num dia de tempestade. seriam utilizados por Graham Bell em seu invento. escreveu um longo estudo sobre as asas acionadas por pedais. Guglielmo Marconi em 1901 usou uma pipa para erguer uma antena e fez a primeira transmissão de rádio. no final das contas não deixa de ser uma sofisticada pipa com motor. as conheceram . Marconi utilizou pipas para fazer experiências com a transmissão de radio. em 1883. Em 12 de dezembro de 1921. ao longo da história. Foi através das pipas que o grande Santos Dumont conseguiu voar no famoso 14 Bis que. as pipas. dando origem a teoria que acabou por gerar o pára-raios. uma pipa prestou-se a uma das experiências mais famosas que se conhece: Benjamin Franklin. A aerofotografia com o auxílio de pipas também é muito praticada desde o fim do século XIX. descobrindo assim o para-raio. em 1496. Importancia da Pipa Além do aspecto puramente lúdico. no ano de 1250. pendurou uma chave na linha de uma pipa. Acontece que a eletricidade das nuvens foi captada pela chave e pelo fio molhado. Os exemplos se multiplicam. mais tarde. Em 1752 uma experiencia de Benjamim Franklin demonstrou definitivamente a importância das pipas na história da Ciência.Em 1752. o telefone. O inglês Roger Bacon. também baseados na potencialidade das pipas. O gênio italiano Leonardo Da Vinci. atraindo um raio. Nós brasileiros conhecemos as pipas através dos colonizadores portugueses por volta de 1596 que. por sua vez. teste que. prendeu um anemômetro (medidor de vento) à linha de uma pipa e mediu a velocidade do vento a 360m de altura. de lazer e encantamento diante das possibilidades de fazer com que os ventos trabalhem a nosso favor.

Evita que o brinquedo se enrosque em fios ou galhos . nunca solte em dias nublados ou com relâmpagos no céu.Nunca soltar pipas em lugares altos. A exemplo do Éolo da mitologia grega.Solte pipas em locais abertos. parques ou no campo .Cuidado com o trânsito ao soltar pipa .Pipa é brinquedo para dias ensolarados. Nunca use canos. Através desses fatos temos uma gama muito grande de utilização das pipas através dos tempos. que pode ser fatal .a mistura de cola e vidro moído que pode ferir a pele . como telhado ou laje. como fio de cobre de bobinas .através de suas viagens ao Oriente.Não use cerol .Jamais utilize linha metálica.mais uma prova de que a pipa era conhecida na África há muito mais tempo. um grande instrumento na busca de novas descobertas e objeto capaz de tornar realidade o antigo desejo de voar. o sonho de Ícaro e de toda humanidade.Nunca soltar pipa perto de antenas. Cuidados ao soltar pipa .Se a pipa ficar presas em fios.Tente soltar pipa sem rabiola. vergalhões ou bambus para tentar soltar o brinquedo . quando sentinelas avançadas anunciavam por meio de pipas quando algum perigo se aproximava . Elas simbolizam o poder espiritual dos homens. os negros também tinham o seu deus dos ventos e das tempestades. Um fato pouco conhecido de nossa História deu-se no Quilombo dos Palmares. como as arraias. É melhor fazer outra. como pastagens. Pode ser muito perigoso . personificado na figura de Iansã. Há o risco de distração e queda. pois os negros já cultuavam-na como oferenda aos deuses. considere-a perdida.Não faça as pipas com papel alumínio . postes e fios elétricos .

‡ 2 de 32cm de comprimento e 2mm de espessura.Tenha atenção especial com os motociclistas e ciclistas . Observação: Envergar a vareta superior de 32cm. ‡ Tesoura ‡ Papel de seda ‡ Cola branca ‡ Linha 10 Corrente A cauda ideal é de tiras de plástico com 50cm de comprimento por 2cm de largura. . colocadas em uma linha com 2 metros de extensão.a linha da pipa pode ser perigosa para eles. Fique atento para que a linha não entre na frente destes condutores Como fazer uma Pipa Materiais: ‡ Varetas de qualquer tipo. a uma distância de 15cm uma da outra.. Melhor linha para empinar nas medidas aqui apresentadas: linha 10. sendo: ‡ 1 de 51cm de comprimento e 2mm de espessura.

agora é só começar a colar sem se lambuzar..Todas as extremidades foram cortadas? Muito bem..Em cada extremidade dê dois cortes e pode preparar a cola. colagem. 03 . a armação.Cole a armação sobre o papel. . essa margem servirá para a menor. 02 . logo será usada. 05 .Corte o papel um pouco maior que a deixe uma extremidade de fora. mas 04 . 06 .Amarre as varetas menores na maior.Passe a linha em todas as pontas da armação.01 .

Antes de colar. o dente do papel pode ficar solto ou colado. como se vê a ilustração acima. linha. 09 .07 . Esta regulagem é aproximada. . Como regular o estirante (cabestro): Uma regra prática para regular o estirante consiste em pendurá-lo e regular de modo que a superfície "D" forme um ângulo de aproximadamente 30º.Envergue a 1° das varetas e dê uma 10 . extremidade da vareta. pois a definitiva será feita no momento de empinar.Passe a cola sobre a margem e vire-a margens e veja se está bem ajustada a para dentro.Em seguida é só colocar o estirante volta com a linha superior sobre a (cabestro) e a rabiola. porém. aderindo bem. dobre as 08 .

pipa um pouco maior que o telequinho. quando a vareta central da pipa geralmente ultapassa a medida de 60 cm.Maranhão . .Pião . . .Morcego .não utiliza rabiola e tem formato de losango.pipa sem rabiola. fazendo o ângulo do estirante.semelhante a raia. .pipa grande que precisa de muita rabiola para subir é considerado pião. .Suru .Telecão (ou Jereco no RJ) .Estique a linha até chegar a um ponto que esteja a dois dedos de distância (3 cm) da extremidade vertical e horizontal e dê um nó. Tipos de pipas .Telequinho (ou Jerequinho no RJ) . . em formato retangular e não é totalmente encapada. .pipa que não tem rabiola e também em sua fabricação só utiliza duas taletas (varetas) em forma de cruz e é totalmente encapada.pipa com rabiola e muita mobilidade. A linha para empinar deve ser amarrada neste ângulo. mas em sua maioria leva rabiola.Peixinho .pipa pequena que precisa de pouca rabiola para subir. .Raia .

destacadas não só pelo seu tamanho.espécie de pipa com rabiola.antigos. Muito vistas em "Festivais" como são conhecidas as competições desse estilo. Surgiu no RJ.Pipa Modelo . na evolução dos modelos de pipas de SP.br/anoticia/jsp/default.semelhante a carrapeta.htm http://www.com/ http://www. . mais também pela beleza..Pipa "Batata" . tem muita agilidade.com. .org/wiki/Pipa_%28brinquedo%29#Tipos_de_pipas . uma central (de maior tamanho) e duas transversais.nom. Bibliografia http://www.jsp?uf=2&local=18&section=Geral&new sID=a1958752. tem capacidade de chegar muito longe.htm http://pt.feita com três varetas em tamanhos diferentes.br/html/monte_sua_pipa/maranhao/maranhao2. sendo que as varetas transversais não do mesmo tamanho.com. formando uma espécie de cruz. possui formato retângular. com espaço entre si.asp http://www. que pode ser muito grande.Carrapeta . com rabiolas imensas.wikipedia.Baratinha ou Charutinha .pipas.clicrbs.jogos.com.Pipas de Biquinho .conhecidas pelos seus formatos variados.br/pipa.edukbr.xml http://www.br/estudioweb/ativ_antigas/ar/pipa.fabiopipas. . sendo que a inferior é em tamanho mais curto. .modelo muito conhecido dos cariocas.