Você está na página 1de 1

WWW.ADINOEL.

COM
CONTABILIDADE – RESUMOS
017 - EXAUSTÃO
AUTOR: ADINOÉL SEBASTIÃO (DYNO)
ARQUIVO: CONTABILIDADE-017.DOC

17 - EXAUSTÃO
Exaustão corresponde à perda de valor, decorrente da exploração, de direitos cujo
objeto sejam recursos minerais ou florestais, ou bens aplicados nessa exploração.

Notas
-As máquinas e equipamentos de extração mineral ou florestal podem ser depreciados,
ao invés de serem exauridos.
-Somente se sujeitam à exaustão as minas que estejam sob o regime de concessão. As
que se encontram sob forma de arrendamento ou licenciamento não podem ser objeto
de exaustão.

Recursos Florestais
Amortizaçã Quando o prazo do contrato for inferior ao período previsto para o
o esgotamento dos recursos florestais.
Exaustão Quando o esgotamento dos recursos florestais estiver previsto para ocorrer
antes do fim do contrato.
Exaustão Quando o prazo do contrato for indeterminado.
Depreciaçã Os projetos florestais forem destinados à exploração dos frutos.
o

Exaustão O direito de exploração de minas e jazidas.


Amortização Despesas com prospecção e cubagem.

Cálculo da exaustão
A exaustão pode ser calculada de duas maneiras:
-em função do prazo da concessão;
-em função da relação entre a produção do período e a possança conhecida da mina.

Cálculo em função do prazo de Custo da concessão = R$ 1.000.000,00


concessão. Prazo da concessão = 10 anos
Taxa de exaustão anual = 100% / 10 anos = 10% a.a.
Despesas com exaustão anual = 10% x R$
1.000.000,00 => R$ 100.000,00
Cálculo em função entre a Custo da concessão = R$ 500.000,00
produção Possança conhecida = 500.000 m3
do período e a possança Produção anual = 10.000 m3
conhecida da mina. Taxa de exaustão anual = 10.000 / 500.000 = 2%
Despesas com exaustão anual = 2% x R$ 500.000,00
=> R$ 10.000,00

Pág. 1