Você está na página 1de 2

GEORGE GERSHWIN

George Gershwin chamava-se na realidade Jacó Gershwine.Nasceu em 26


de setembro de 1898, em New York, filho de Morris e Rose, imigrantes judeus russos
pobres, porém "remediados".

Seu irmão Ira estava destinado à música e para isso a família adquiriu, à
prestação, um piano para seu aprendizado, porém, quando o piano chegou, George
logo foi tocando umas melodias simples que aprendera na casa de um amigo ou num
piano-roll do bar da esquina. Este fato surpreendeu os pais de George que logo
decidiram que era ele que deveria aprender a tocar o piano. George teve vários
professores que reconheceram nele um grande potencial. Conseguiu convencer sua
mãe a deixar a escola de comércio e arrumou um emprego em 1914 na Remick’s, casa
editora de músicas, com o ordenado de 15 dólares semanais.

Suas primeiras músicas foram: Since I Found You e Ragging The Traumerei,
que nunca foram publicadas. Daí para diante sua vida foi uma luta para conseguir um
lugar ao sol da fama e dinheiro para seu sustento. Tocou como ensaiador em teatros,
fiscalizou shows para ver se tocavam músicas de propriedade da Remick’s, fez claque
com seus colegas, gravou cêrca de 125 canções em piano-roll e acompanhou cantoras
ao piano. Chegou mesmo a estudar saxofone visando tocar na banda do exército, mas
a Primeira Guerra Mundial terminou antes dele ser convocado.

Harry Askins, empresário teatral, gostou do trabalho de Gershwin e o indicou


para Max Dreyfus, editor musical milionário, compositor e descobridor de talentos, que
após entrevistá-lo o contratou para exclusivamente compôr músicas.

Em 1916 teve editada a música: "When you whant em you can’t get em,
when you get em you dont want em", porém não teve sucesso.

No período de 1917/18 conseguiu colocar de 1 a 3 músicas suas em vários


shows. Em 1918 aconteceu a primeira participação de Ira, seu irmão, como letrista na
música The Real American Folk Song. Nesta e em outras músicas da época Ira usou o
pseudônimo de Arthur Francis (composto com o nome de seu irmão Arthur e de sua
irmã Francis), visando com isto não se apoiar na fama emergente de George e vencer
portanto por seu próprio esforço.

Com letra de Irving Cesar, Gershwin compôs Swanee que foi adotada pelo
grande cantor Al Jolson, tendo feito o maior sucesso musical e financeiro.

Daí por diante George produziu elenco completo de músicas para vários
shows: La, La Lucile, George White Scandals dos anos de 1920 a 1923, Primrose,
Lady Be Good, Tell Me More, Tip Toes, Oh Kay, Pardon My English, Strike Up The
Band - versões de 1927 e 1930, Girl Crazy, etc.

E os sucessos continuaram, George tornou-se um homem da noite,


elegante, gregário, participava de inúmeras festas, sempre sentado ao piano tocava
feliz suas canções por horas seguidas. Uma noite com Gershwin era sem dúvida uma
noite de Gershwin, pois ele centralizava em volta de si e do piano todas as pessoas da
festa.

Foi adorado pela mídia que o chamava de Mr Music, era frequentemente


entrevistado pelos jornais, rádio e revistas, sendo também solicitado para fazer
propaganda de pianos, charutos e de uma porção de outros produtos. O povo seguia
atentamente sua trajetória, suas tournées, era o moço, saudável, alegre, o rapaz pobre
que vencera.

Na parte da música clássica produziu Rhapsody in Blue, Concerto em Fa, An


American in Paris, Second Rhapsody, os Prelúdios, Cuban Overture e a opera Porgy
and Bess.

Faleceu em 11 de julho de 1937, com 38 anos, após ser operado para


retirada de um tumor do cérebro.

Biografia retirada da página de Leon Adissi e Elias Adissi dedicada a George Gershwin
URL: http://users.sti.com.br/adissi

www.sti.com.br