Você está na página 1de 1

Português 3

de Deus, a capacidade de Deus fazer milagres, como na


aula 18 passagem “A força dele, quando quer – moço! – me dá o
medo pavor!”.

COMENTÁRIOS – ATIVIDADES PARA SALA Resposta correta: E

1. A linguagem particular de Guimarães Rosa não está no 4. Guimarães Rosa transgride certas normas gramaticais,
rebuscamento das palavras ou no uso de arcaísmos, incorpora palavras do cotidiano do sertão e dá ritmo ao
mas sim nos neologismos, na recriação e na invenção texto em prosa para dar vida à fala do sertanejo.
das palavras, sempre tendo como ponto de partida a fala
dos sertanejos, suas expressões, suas particularidades. Resposta correta: B
Assim, as palavras recriadas ganham força e significado
novos.
5. Grande Sertão: Veredas é a obra de Guimarães Rosa,
Resposta correta: A
romance que é a fala de Riobaldo, ex-jagunço do norte
de Minas Gerais. Riobaldo agora é fazendeiro e
2. Para o personagem, o diabo reside no próprio homem e barqueiro no Rio São Francisco e conta a um doutor, que
nas suas ações maléficas, porém, sem o homem, o diabo ali chegara de jipe, a sua vida passada. À medida que
não pode existir. narra os casos de vingança, de perseguições e de lutas
pelo sertão, Riobaldo vai refletindo sobre os problemas
Resposta correta: D advindos dessas ações.

3. No trecho “(…) não diga o senhor (…) que acredita na Resposta correta: B
pessoa dele?! Não? Lhe agradeço!”, a fala do interlocutor
pode ser subentendida a partir do momento em que 6. I. (V)
Riobaldo diz “Não? Lhe agradeço!”, transparecendo que II. (V)
a resposta foi a de que o homem a quem Riobaldo III. (V)
chamava de senhor realmente não acreditava no diabo.
Resposta correta: E
Resposta correta: C
7. Guimarães Rosa utiliza a figura humana para indagar
4. Guimarães Rosa transgride certas normas gramaticais sobre questões universais como o sentido da vida e da
(“Lhe agradeço!”), incorpora palavras do cotidiano do morte, a existência ou não de Deus e do diabo, o
sertão (“vige”, “estúrdio”) e dá ritmo ao texto em prosa significado do amor, do ódio, da ambição etc., não
para dar vida à fala do sertanejo. abrindo espaço para sentimentos individualistas.

Resposta correta: B Resposta correta: D

5. Aliteração é a repetição de fonemas idênticos ou 8. O autor se vale de uma linguagem muito própria e não-
parecidos no início de várias palavras na mesma frase ou linear para narrar um acontecimento trivial, que é a
verso, visando a obter efeito estilístico na prosa poética e chegada de um grupo de pessoas a sua casa.
na poesia, como em “(…) vinha do venturoso, a rã
verdíssima”. Resposta correta: B

Resposta correta: B 9. 1–3–4–2–5


Resposta correta: D

COMENTÁRIOS – ATIVIDADES PROPOSTAS 10. Construído como uma longa narração oral, o romance
Grande sertão: veredas tem como narrador-personagem
1. Essa paixão era o grande drama de Riobaldo, uma vez Riobaldo, um velho fazendeiro do estado de Minas
que Diadorim era um homem e, segundo o código de Gerais, que já foi homem de letras e de armas e que
moral do jagunço, homem não ama homem, tornando agora conta sua vida de jagunço a um ouvinte não-
impossível a paixão. Diadorim envolve-se numa briga e identificado. Trata-se de um monólogo ininterrupto do ex-
acaba sendo morto. Quando o corpo de Diadorim foi jagunço, em que a fala do outro interlocutor é apenas
despido para receber a roupa de enterro, viu-se que era sugerida. São histórias de disputas, vinganças, longas
uma mulher, porém criado para agir como homem. viagens, amores e mortes vistas e vividas pelo ex-
jagunço nos vários anos que este andou por Minas,
Resposta correta: E Goiás e sul da Bahia. Toda a narração é intercalada por
vários momentos de reflexão sobre as coisas e os
2. Riobaldo fala em voz alta suas reflexões numa tentativa acontecimentos do sertão. O assunto parece sempre
de dar mais sentido às suas palavras e de confirmar suas girar na existência ou inexistência do diabo, já que, na
conclusões sobre a condição humana. juventude, Riobaldo parece ter vendido sua alma com o
propósito de vencer um grande inimigo, Hermógenes.
Resposta correta: B
Resposta correta: B
3. O termo “traiçoeiro” não tem o sentido pejorativo no
texto. Riobaldo usa esse termo pra ilustrar a onipotência

3ª SÉRIE E EXTENSIVO | VOLUME 4 | PORTUGUÊS 3 1

Interesses relacionados