P. 1
Conceito de Contas Contabeis

Conceito de Contas Contabeis

|Views: 315|Likes:
Publicado porapostilacontabil

More info:

Published by: apostilacontabil on Aug 15, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/25/2012

pdf

text

original

Contas.

Universidade Paulista - UNIP
Representam a forma de IDENTIFICAÇÃO para a Contabilidade. Conta é o nome dado para identificar TUDO o que a empresa compra, vende, recebe ou paga.

Conceitos de contas contábeis.

O nome que se dá a uma conta pode sofrer variação, tratando-se de uma escolha pessoal do contador ou técnico que as utiliza. Agrupamento: de Contas: forma um Plano de Contas.

Ago 2009 Para um adequado acompanhamento do status e perspectivas da empresa é muito importante a definição e caracterização das contas.
Prof. Claudio Ditticio

1

Prof. Claudio Ditticio

2

Nomes das Contas.

O patrimônio da entidade.

Os nomes das contas devem ser claros e objetivos. Muitas vezes, há a necessidade de serem seguidos padrões oficiais: Lei das SAs. Caso das Instituições Financeiras . Exemplo: quando se compra mercadorias, a empresa as contabiliza, por exemplo, em Estoque de Mercadorias. As mercadorias vendidas representam uma receita e são classificadas em Receita de Vendas.
Prof. Claudio Ditticio

A entidade é neutra e passiva diante das movimentações de seu Patrimônio. As movimentações nas contas são feitas a débito ou a crédito do saldo anterior. A cada lançamento a débito em uma conta, corresponde outro, a crédito, em outra – é o chamado Método das Partidas Dobradas. O balanço deve, sempre, conter somas/totais – lados esquerdo e direito.

3 E

Prof. Claudio Ditticio

4

O que debita e o que credita?
Se o compromisso é da Entidade, ela CREDITA o seu valor em alguma conta do seu Plano de Contas – já existente ou em nova, criada a partir desse momento. Se o compromisso é do responsável pela conta que recebe o repasse destes recursos, ela DEBITA o seu valor em alguma conta do seu Plano.

O Plano de Contas.
O Plano de Contas apresenta uma ordenação lógica das informações. O elenco de contas é diferente para cada tipo de entidade. Sempre haverá uma ORIGEM identificada para todos os recursos obtidos pela empresa. O aumento do PATRIMÔNIO da empresa pode ocorrer: - Por lucro, nas operações de compra e de venda. - Por decisão dos próprios sócios, cotistas ou acionistas.e

ATIVO = contas DEVEDORAS – bens e direitos da Entidade. PASSIVO = contas CREDORAS – compromissos, dívidas e obrigações da Entidade.
Prof. Claudio Ditticio

O Plano de Contas consiste numa lista CODIFICADA de contas utilizadas na escrituração da empresa.
Prof. Claudio Ditticio

5

6

1

O Plano de Contas.

O Plano de Contas.

O Plano de contas não deve ser rígido, permitindo, ao contrário, modificações durante o período de atuação da empresa. Os Planos de Contas não são padronizados para todas as empresas, embora, muitas vezes, existam Leis que devem ser rigorosamente seguidas, como as que envolvem as Instituições Financeiras. Nos demonstrativos publicados pelas empresas, nos quais são evidenciadas as CONTAS PATRIMONIAIS da empresa, segue-se uma ordem decrescente de Liquidez.

Liquidez significa a capacidade de conversão de um bem ou direito em caixa (dinheiro). Podemos ordenar as contas em GRUPOS, para analisar e comparar, de maneira mais eficiente, o comportamento econômico/financeiro da empresa.

Prof. Claudio Ditticio

7

Prof. Claudio Ditticio

8

O Plano de Contas.
Ativo $ Circulante Disponível Bancos-Conta Movimento 2.600 Patrimônio Líquido Estoque de Matéria-Prima 0 Capital Social Lucros Acumulados Ativo Permanente Imobilizado Total 1.500 4.100 Total 4.100 3.000 300 Circulante Financiamento 800 Passivo $

O Plano de Contas.
Há a necessidade da manutenção do equilíbrio patrimonial, ou seja, para cada bem patrimonial que entra na empresa, há de existir uma origem identificada que o suporte. Dentro da classificação dos planos de contas, existe uma outra classificação que considera o TEMPO QUE FALTA PARA O VENCIMENTO, tanto dos direitos quanto das obrigações da empresa. No Ativo, os bens e direitos podem ser classificados em Circulante e Realizável a Longo Prazo.

Prof. Claudio Ditticio

9

Prof. Claudio Ditticio

10

O Plano de Contas.
Ativo

O Plano de Contas.
Passivo $ $ Circulante Financiamento 9.600 600 0 Fornecedores Exigível a Longo Prazo Financiamento Patrimônio Líquido Ativo Permanente Imobilizado Total 1.500 11.700 Capital Social Lucros Acumulados Total 3.000 1.500 11.700 2.000 4.800 400 Circulante Disponível Bancos-Conta Movimento

No Passivo, as obrigações da empresa, podem ser classificadas no Circulante e no Exigível a Longo Prazo. Circulante: conta deve apresentar seu vencimento dentro do período seguinte ao do demonstrativo.

Aplicações Financeiras Estoque de Matéria-Prima

Prof. Claudio Ditticio

11

Prof. Claudio Ditticio

12

2

Contas.

Método das Partidas Dobradas.

O depósito do Capital Social dos primeiros sócios é registrado, para controle, numa conta CREDORA da Contabilidade da Entidade. (denominada, por exemplo, de CAPITAL SOCIAL).

É entendida como a principal contribuição de Lucca Pacciolo às ciências contábeis. Exemplo: quando uma empresa vende sua mesa à vista, pelo preço de

A Entidade já possui uma DÍVIDA/COMPROMISSO com os seus sócios ou acionistas. Pelo método das Partidas Dobradas, outra conta deverá ser movimentada (em sentido contrário ao da primeira, isto é, a DÉBITO) – por exemplo, a conta DEPÓSITOS EM BANCOS.

custo, têm-se apenas duas contas envolvidas: Móveis e Utensílios (cujo valor é reduzido) e Caixa (cujo valor aumenta). O grande avanço trazido pelo Método das Partidas Dobradas foi a introdução de um importante instrumento de controle que aumenta a confiabilidade da contabilidade.

Prof. Claudio Ditticio

13

Prof. Claudio Ditticio

14

Método das Partidas Dobradas.

Aumentos e diminuições dos SALDOS das contas.

As contas do ATIVO são de NATUREZA DEVEDORA. As do PASSIVO são de NATUREZA CREDORA. Muitos ficam confusos, já que quando seu saldo no Banco é negativo, ele aparece DEVEDOR. É que, na verdade, o saldo negativo se deve ao fato de que o extrato bancário reflete a CONTABILIDADE DO BANCO.

ATIVO: os aumentos, como esses saldos são devedores, são feitos com lançamentos A DÉBITO. PASSIVO: os aumentos, como esses saldos são credores, são feitos A CRÉDITO.

Prof. Claudio Ditticio

15

Prof. Claudio Ditticio

16

Aumentos e diminuições dos SALDOS das contas.

Aumentos e diminuições dos SALDOS das contas.

Conta Ativo Passivo

Natureza Devedora Credora

Lançamento A débito da conta Aumenta o valor Diminui o valor Diminui o valor A crédito da conta Diminui o valor Aumenta o valor Aumenta o valor

ATIVO: as diminuições , como esses saldos são devedores, são feitos com lançamentos A CRÉDITO.

Patrimônio Líquido Credora

PASSIVO: as diminuições , como esses saldos são Um lançamento com a mesma natureza da conta aumenta o seu valor. Um lançamento com a natureza contrária à da conta diminui o seu valor credores, são feitos A DÉBITO.

Prof. Claudio Ditticio

17

Prof. Claudio Ditticio

18

3

Aumentos e diminuições dos SALDOS das contas.

Aumentos e diminuições dos SALDOS das contas.

Se o compromisso relativo ao determinado lançamento é de RESPONSABILIDADE DA ENTIDADE, ela o CREDITA em alguma conta que registra essas OBRIGAÇÕES e DEBITA em outra conta que controla DE ONDE VIERAM (ORIGEM) os respectivos recursos.

Se o compromisso relativo ao determinado lançamento é de RESPONSABILIDADE DE TERCEIROS PARA COM A ENTIDADE, ela o DEBITA em alguma conta que registra esses BENS OU DIREITOS e CREDITA em outra conta que controla PARA ONDE FORAM (DESTINO) os respectivos recursos.

Prof. Claudio Ditticio

19

Prof. Claudio Ditticio

20

ATIVO E PASSIVO.

Exemplos de contas do ATIVO.

ATIVO: é o conjunto das contas que registram e controlam os BENS e DIREITOS da Entidade. PASSIVO: é o conjunto das contas que registram e controlam as OBRIGAÇOES , COMPROMISSOS e DÍVIDAS da Entidade.

Caixa. Depósitos em Bancos. Veículos de uso próprio. Móveis e Utensílios. Mercadorias em estoque. Contas a Receber. Títulos a Receber. Clientes. Empréstimos concedidos a terceiros.

Prof. Claudio Ditticio

21

Prof. Claudio Ditticio

22

Exemplos de contas do PASSIVO.

ATIVO E PASSIVO DEMONSTRADOS NO BALANÇO PATRIMONIAL

Capital Social. Contas a Pagar. Impostos a Pagar. Salários a Pagar. Financiamentos recebidos de terceiros. Fornecedores. Lucros acumulados. Prejuízos acumulados. Reservas para uso futuro.

Todas as contas que representam os bens e os direitos da Entidade (ATIVO) são demonstradas do lado esquerdo (de quem olha) desse Demonstrativo. Todas as contas que representam os compromissos, dívidas e responsabilidades da Entidade (PASSIVO) são demonstradas do lado direito (de quem olha) desse Demonstrativo.

Prof. Claudio Ditticio

23

Prof. Claudio Ditticio

24

4

ATIVO E PASSIVO DEMONSTRADOS NO BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO Caixa Depósitos em Bancos Veículos de uso próprio Móveis e Utensílios Mercadorias em estoque Contas a Receber Títulos a Receber Clientes Empréstimos concedidos a terceiros PASSIVO Capital Social Contas a Pagar Impostos a Pagar Salários a Pagar Financiamentos recebidos de terceiros Fornecedores Lucros Acumulados Prejuízos Acumulados Reservas para Uso Futuro.

ATIVO E PASSIVO DEMONSTRADOS NO BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO CONTAS COM SALDOS DEVEDORES. PASSIVO CONTAS COM SALDOS CREDORES.

Prof. Claudio Ditticio

25

Prof. Claudio Ditticio

26

ATIVO E PASSIVO DEMONSTRADOS NO BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO BENS E DIREITOS DA ENTIDADE. PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital Social Lucros Acumulados Prejuízos Acumulados Reservas para Uso Futuro. OBRIGAÇÕES (PASSIVO) Contas a Pagar Impostos a Pagar Fornecedores Financiamentos recebidos.

ATIVO E PASSIVO DEMONSTRADOS NO BALANÇO PATRIMONIAL

Patrimônio líquido (PL) = ativo (-) PASSIVO.
Somatória dos saldos das Contas do ATIVO = Somatória dos saldos das contas do Passivo + Somatória das Contas do Patrimõnio Líquido.

Prof. Claudio Ditticio

27

Prof. Claudio Ditticio

28

ATIVO E PASSIVO DEMONSTRADOS NO BALANÇO PATRIMONIAL

ATIVO E PASSIVO DEMONSTRADOS NO BALANÇO PATRIMONIAL

Se ATIVO > PASSIVO , então PL >0: Revela a existência de riqueza própria, na empresa. Se ATIVO > PASSIVO e PASSIVO= 0: Revela a inexistência de dívidas. Se ATIVO = PASSIVO: PATRIMÔNIO LÍQUIDO = 0 .

Se ATIVO < PASSIVO , então PL <0: Revela a existência de Passivo a Descoberto na empresa. Se ATIVO > PASSIVO < ATIVO = 0: Revela a existência de dívidas. Se ATIVO = PASSIVO: PATRIMÔNIO LÍQUIDO = 0 A Empresa não possui bens e direitos, mas, sim, apenas dívidas a pagar.

Prof. Claudio Ditticio

29

Prof. Claudio Ditticio

30

5

DIFERENÇAS ENTRE SALDOS E LANÇAMENTOS (MOVIMENTAÇÕES)

DIFERENÇAS ENTRE SALDOS E LANÇAMENTOS (MOVIMENTAÇÕES)

SALDOS = representados por uma FOTOGRAFIA, num determinado momento. TANQUE CHEIO DE ÁGUA.

DÉBITOS aumentam os SALDOS DEVEDORES. CRÉDITOS diminuem os SALDOS DEVEDORES. DÉBITOS diminuem os SALDOS CREDORES.

LANÇAMENTOS = identificam um fluxo – um FILME, dentro de um período de tempo. ÁGUA ENTRANDO E SAINDO DO TANQUE.

CRÉDITOS aumentam os SALDOS CREDORES

Prof. Claudio Ditticio

31

Prof. Claudio Ditticio

32

6

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->