P. 1
Apostila Estudo Dirigido

Apostila Estudo Dirigido

|Views: 3.240|Likes:
Publicado poradmcontabil

More info:

Published by: admcontabil on Aug 15, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/22/2013

pdf

text

original

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 PORTUGUÊS

TEXTO I DA AÇÃO DOS JUSTOS Em recente entrevista na TV, uma conhecida e combativa juíza brasileira citou esta frase de Disraeli*: “É preciso que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas”. Para a juíza, o sentido da frase é atualíssimo: diz respeito à freqüente omissão das pessoas justas e honestas diante das manifestações de violência e de corrupção que se multiplicam em nossos dias e que, felizmente, têm chegado ao conhecimento público e vêm sendo investigadas e punidas. A frase propõe uma ética atuante, cujos valores se materializem em reação efetiva, em gestos de repúdio e medidas de combate à barbárie moral. Em outras palavras: que a desesperança e o silêncio não tomem conta daqueles que pautam sua vida por princípios de dignidade. Como não concordar com a oportunidade da frase? Normalmente, a indignação se reduz a conversas privadas, a comentários pessoais, não indo além de um mero discurso ético. Se não transpõe o limite da queixa, a indignação é impotente, e seu efeito é nenhum; mas se ela se converte em gesto público, objetivamente dirigido contra a arrogância acanalhada, alcança a dimensão da prática social e política, e gera conseqüências. A frase lembra-nos que não costuma haver qualquer hesitação entre aqueles que se decidem pela desonestidade e pelo egoísmo. Seus atos revelam iniciativa e astúcia, facilitadas pela total ausência de compromisso com o interesse público. Realmente, a falta de escrúpulo aplaina o caminho de quem não confronta o justo e o injusto; por outro lado, muitas vezes faltam coragem e iniciativa aos homens que conhecem e mantêm viva a diferença entre um e outro. Pois que estes a deixem clara, e não abram mão de reagir contra quem a ignore. A inação dos justos é tudo o que os contraventores e criminosos precisam para continuar operando. A cada vez que se propagam frases como “Os políticos são todos iguais”, “Brasileiro é assim mesmo” ou “Este país não tem jeito”, promove-se a resignação diante dos descalabros. Quem vê a barbárie como uma fatalidade torna-se, ainda que não o queira, seu cúmplice silencioso. * Benjamin Disraeli, escritor e político britânico do século XIX. (Aristides Villamar) 1. A frase de Disraeli, tal como é entendida e desenvolvida no necessidade de que a) os homens de bem e os canalhas se congracem na mesma audácia. b) a intempestividade dos homens honestos supere a dos desonestos. c) a ousadia dos bons cidadãos não fique atrás da dos patifes. d) o atrevimento dos desclassificados coíba o dos justos. e) os cidadãos honestos e os meliantes distingam entre o bem e o mal. GABARITO: C texto, reporta-se à

2. Atente para as seguintes afirmações: I. Às escandalosas práticas dos canalhas deve corresponder uma reação objetiva, que tenha envergadura social e peso político. II. Os homens de virtude não confrontam o que é justo e o que é injusto porque sabem relativizar o valor do bem e o do mal. III. Do quarto parágrafo depreende-se que certas frases do senso comum induzem à complacência com as ações mais nefastas. Em relação ao texto, está correto o que se afirma em a) I e II, somente. b) I e III, somente. c) II e III, somente. d) III, somente. e) I, II e III. GABARITO: B 3. Considerando-se o contexto, as expressões
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) freqüente omissão e ética atuante referem-se a distintas condutas, atinentes aos homens de bem. b) barbárie moral e princípios de dignidade são análogas, e referem-se aos homens indignos. c) inação dos justos e freqüente omissão estabelecem entre si a oposição que se verifica entre os justos e os canalhas. d) dimensão da prática social e política e a arrogância acanalhada representam, respectivamente, uma causa e seu efeito. e) iniciativa e astúcia e cúmplice silencioso referem-se aos contraventores e aos criminosos. GABARITO: A 4. Quem propaga frases como as citadas entre aspas no último parágrafo parece admitir que a) a resignação é vencida por uma ética atuante. b) a cumplicidade silenciosa é o mal maior. c) o discurso ético é o primeiro passo para a moralização. d) não se deve abrir mão de uma reação ética. e) os descalabros fazem parte da nossa natureza. GABARITO: E 5. É exemplo de construção verbal na voz passiva: a) Como não concordar com a oportunidade da frase? b) Se não transpõe o limite da queixa(...) c) (...) pautam sua vida por princípios de dignidade. d) (...) vêm sendo investigadas e punidas. e) (...) não indo além de um mero discurso ético. GABARITO: D 6. Quanto às normas de concordância verbal, a frase inteiramente correta é: a) Mais gente, assim como o fez a juíza brasileira, deveriam ponderar as sábias palavras que escolheu Disraeli para convocar a ação dos justos. b) A muitas pessoas incomodam reconhecer que sua omissão diante da barbárie as torna cúmplices silenciosas dos contraventores e criminosos. c) É comum calarmos diante dos descalabros a que costumam dar destaque o noticiário da imprensa, e acabamos, assim, por consenti-los. d) Quando não se opõem à ação do homem acanalhado, quando ocorre essa grave omissão, os homens justos deixam de fazer valer seu peso político. e) Se tivessem havido firmes reações aos descalabros dos canalhas, estes não desfrutariam, com sua falta de escrúpulo, de um caminho já aplainado. GABARITO: D 7. Considerando-se o contexto do terceiro parágrafo, na frase Pois que estes a deixem clara, os pronomes estes e a estão se referindo, respectivamente, a: a) um e outro / a diferença. b) os homens / a diferença. c) desonestidade e egoísmo / iniciativa. d) os homens / iniciativa. e) o justo e o injusto / iniciativa. GABARITO: B 8. Os segmentos destacados constituem, respectivamente, uma causa e sua conseqüência em: a) Para a juíza, / o sentido da frase é atualíssimo. b) Pois que estes a deixem clara / e não abram mão de reagir contra quem a ignore. c) Normalmente, a indignação se reduz / a conversas privadas (...) d) A frase lembra-nos / que não costuma haver qualquer hesitação (...) e) Quem vê a barbárie como uma fatalidade / torna-se (...) seu cúmplice silencioso. GABARITO: E 9. Está clara, correta e coerente a redação da frase: a) Por considerar oportuna a frase de Disraeli, a combativa juíza citou-a, num programa de TV, referindo-se à desenvoltura com que agem os malfeitores.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) É tamanha a desenvoltura que se investem os malfeitores, que a ousada juíza não hesitou de citar uma frase de Disraeli na TV a propósito desse tema tão atual. c) Em vista de ser tão atual a propagação das ações de má fé, a destemida juíza entendeu por bem de citar na TV uma frase de Disraeli, em cuja percebe um vivo sentido. d) Há frases, como a de Disraeli, que falam da atualidade desenvolta com cuja costumam agir os canalhas, por isso a valorosa juíza citou-a, com tal propósito, num programa de TV. e) Os canalhas têm grande ousadia, segundo Disraeli, por isso a combativa juíza citou-a, num programa de TV, ao considerar na oportunidade o quanto a mesmaé atual. GABARITO: A 10. Quanto à forma dos verbos e à correlação entre os tempos e os modos empregados, está inteiramente correta a frase: a) Se não transpor o limite da queixa, a indignação será impotente e se reduziria a conversas privadas. b) A inação dos justos será tudo o que os contraventores e criminosos sempre requiseram para ter seu caminho bem aplainado. c) Caso não transpusesse o limite da queixa, a indignação seria impotente, reduzindo-se a conversas privadas. d) Quem doravante ver a barbárie como uma fatalidade, saiba que, ainda que não o quisesse, estaria sendo seu cúmplice silencioso. e) Caso seja visto como uma fatalidade, a barbárie teria como cúmplices silenciosos os que assim a considerariam. GABARITO: C 11. Está inteiramente adequada a pontuação da seguinte frase: a) A indignação de muita gente não transpõe na maioria dos casos, o âmbito das conversas privadas e assim, os valores éticos acomodam-se no plano raso de um discurso, que não leva à ação. b) A indignação de muita gente, não transpõe, na maioria dos casos, o âmbito das conversas privadas, e assim, os valores éticos acomodam-se no plano raso de um discurso que não leva à ação. c) A indignação, de muita gente, não transpõe na maioria dos casos o âmbito das conversas privadas, e assim os valores éticos acomodam-se, no plano raso de um discurso, que não leva à ação. d) A indignação de muita gente não transpõe, na maioria dos casos, o âmbito das conversas privadas, e, assim, os valores éticos acomodam-se no plano raso de um discurso que não leva à ação. e) A indignação de muita gente, não transpõe, na maioria dos casos o âmbito das conversas privadas, e, assim, os valores éticos, acomodam-se no plano raso de um discurso que não leva à ação. GABARITO: D 12. Se há iniciativa e astúcia na ação do homem injusto, não há iniciativa e astúcia no bom cidadão que, apesar de indignado, não confere à iniciativa e à astúcia o mesmo valor que o mau reconhece na iniciativa e na astúcia. Evitam-se as viciosas repetições da frase acima substituindo-se os segmentos sublinhados por, respectivamente, a) há elas - não as confere - reconhece nelas. b) as há - não lhes confere - nelas reconhece. c) as há - não confere-lhes - as reconhece. d) há as mesmas - não lhes confere - reconhece-lhes. e) há estas - não as confere - nelas reconhece. GABARITO: B 13. Está adequado o emprego do elemento sublinhado na frase: a) A resignação diante dos descalabros é uma reação de cujos efeitos só trazem benefícios aos maus cidadãos. b) A firme reação dos justos será uma surpresa de que os desonestos jamais estarão preparados. c) A desonestidade e o egoísmo são defeitos de cujos nenhum contraventor se envergonha.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) Os princípios de dignidades aos quais o homem honesto vê uma prioridade devem transformarse em ação. e) A inação dos justos é uma condição com que contam os desonestos para continuar operando. GABARITO: E 14. Que os homens de bem deixem sempre clara a diferença entre o que é justo e o que é injusto, e não abram mão de reagir contra quem a ignore. Não haverá prejuízo para o sentido e a correção da frase acima caso se substitua o segmento sublinhado por: a) não se disponham de combater quem a desconheça. b) não renunciem de combater àquele que nela se omite. c) não deixem de se opor a quem não a leve em conta. d) não renunciem em combater quem lhe finge desconhecimento. e) não se furtem em tripudiar sobre quem a menospreze. GABARITO: C 15. O verbo indicado entre parênteses deverá flexionar-se numa forma do plural para preencher de modo correto a lacuna da frase: a) Se a cada um de nós efetivamente ...... (perturbar) os que agem mal, a impunidade seria impossível. b) ......-se (dever) aos homens de ação o aperfeiçoamento estrutural de uma sociedade. c) Nas palavras dos piores contraventores ...... (costumar) haver insolentes alusões à moralidade. d) Aos bons cidadãos não ...... (ocorrer) que os maus contam com o silêncio da sociedade para seguirem sendo o que são. e) Aqueles de quem não ...... (advir) qualquer reação contra os desonestos acabam estimulando a corrupção. GABARITO: A TEXTO II Li que a espécie humana é um sucesso sem precedentes. Nenhuma outra com uma proporção parecida de peso e volume se iguala à nossa em termos de sobrevivência e proliferação. E tudo se deve à agricultura. Como controlamos a produção do nosso próprio alimento, somos a primeira espécie na história do planeta a poder viver fora de seu ecossistema de nascença. Isso nos deu mobilidade e a sociabilidade que nos salvaram do processo de seleção, que limitou outros bichos de tamanho equivalente. É por isso que não temos mudado muito, mas também não nos extinguimos. (Luiz Fernando Veríssimo, Recursos Humanos, in: O Desafio Ético, org. de Ari Roitman, com adaptações) 16. Considerando as idéias do texto, assinale as inferências como verdadeiras (V) ou falsas (F) e marque a correta opção em seguida. ( ) Mede-se o sucesso pela capacidade de sobrevivência e proliferação. ( ) Se a espécie humana tivesse outro peso e volume não teria sobrevivido. ( ) Viver fora do ecossistema de nascença depende da capacidade de criar o próprio alimento. ( ) O processo de seleção das espécies é que limita a mobilidade e a sociabilidade. ( ) A história da espécie humana poderia ser outra se não houvesse agricultura. ( ) Poucas mudanças trazem como conseqüência a não-extinção da espécie. A seqüência correta é: a) V, V, V, F, F, V b) V, F, F, V, V, F c) F, F, V, V, F, V d) F, V, F, V, V, F e) V, F, V, F, V, F GABARITO: E Texto III A racionalidade comunicativa se tornou possível com o advento da modernidade, que emancipou o homem do jugo da tradição e da autoridade, e permitiu que ele próprio decidisse, sujeito unicamente à força do melhor argumento, que proposições são ou não aceitáveis, na
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 tríplice dimensão: da verdade (mundo objetivo), da justiça (mundo social) e da veracidade (mundo subjetivo). Ocorre que simultaneamente com a racionalização do mundo vivido, que permitiu esse aumento de autonomia, a modernidade gerou outro processo de racionalização, abrangendo a esfera do Estado e da Economia, que acabou se automatizando do mundo vivido e se incorporou numa esfera "sistêmica", regida pela razão instrumental. A racionalização sistêmica, prescindido da coordenação comunicativa das ações e impondo aos indivíduos uma coordenação automática, independente de sua vontade, produziu uma crescente perda de liberdade. 17. De acordo com o texto, na modernidade: a) a racionalização comunicativa valorizou o trabalho b) o homem pôde decidir quais seriam os novos valores aceitáveis c) o advento da racionalidade emancipou o homem do jugo da tradição e da autoridade d) o homem, ao perder a tradição, perdeu a autoridade e) a racionalidade impeliu o homem ao jugo da tradição GABARITO: B 18. A racionalização do mundo vivido permitiu: a) a tríplice dimensão da verdade b) a aceitação da autoridade c) a valorização do trabalho d) um aumento da autonomia e) a busca da justiça social GABARITO: D 19. A modernidade gerou dois processos da racionalização: a) a do mundo vivido e a sistêmica b) a subjetiva e a objetiva c) a instrumental e a da Economia d) a da tradição e a da autoridade e) a da comunicação e a do mundo vivido GABARITO: A 20. A racionalização regida pela razão institucional: a) veio explicar a tradição e a autoridade b) é imprescindível para a comunicação humana c) impõe aos indivíduos a comunicação das ações d) ganhou dimensão maior por causa do Estado e) fez decrescer a liberdade GABARITO: E TEXTO IV Em qualquer acampamento ou ocupação de sem-terra que se visite, uma constatação é inevitável: grande parte dessas pessoas que vivem embaixo de lonas pretas nas estradas e fazendas saiu das franjas sujas e maltrapilhas das grandes cidades. Expulsos do campo por um processo cruel de concentração de terras, milhões de trabalhadores rurais buscaram redenção sob o gás néon (o termo, de origem grega, significa novo) das metrópoles. Queimaram asas feito mariposas. Caíram numa espécie de vácuo social – a favela intransponível. Sem emprego, sem saúde, sem teto, sem instrução, esse povo desgraçado pelo descaso das autoridades descobriu no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) o que alguns buscam em entidades e organizações como as novas seitas e igrejas: esperança. Mais pragmaticamente, trabalho, comida, teto e, se sobrar, educação e saúde. Correio Braziliense (com adaptações). 21. Em relação ao emprego dos elementos no texto, julgue os itens a seguir.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 I. A palavra “franjas”, no primeiro parágrafo, está empregada em sentido figurado e significa periferia, ou seja, a região mais afastada do centro urbano, em geral carente em infraestrutura e serviços urbanos, e que abriga os setores de baixa renda da população. II. A palavra “redenção”, no segundo parágrafo, significa salvação eterna, perdão, fé. III. As palavras “vácuo” e “saúde”, que aparecem no texto, são acentuadas com base na mesma regra ortográfica. IV. A expressão “Queimaram asas feito mariposas”, no segundo parágrafo, constitui uma metáfora do insucesso, do fracasso, da melancolia, da nostalgia, da saudade. V. O vocábulo “teto” está empregado metonimicamente, significando casa, moradia, habitação. VI. A repetição intencional da preposição sem, no início do terceiro parágrafo, constitui um recurso estilístico de ênfase. VII. A expressão “Mais pragmaticamente”, no terceiro parágrafo, significa mais objetivamente, mais concretamente, de forma mais direcionada para a ação prática. Estão corretas SOMENTE as afirmações: a) I e III. b) II e III. c) I, II e III. d) IV, V, VI e VII. e) I, V, VI e VII. GABARITO: E 22. Assinale a opção que preenche, de forma coesa e coerente, as lacunas do texto abaixo. O fenômeno da globalização econômica ocasionou uma série ampla e complexa de mudanças sociais no nível interno e externo da sociedade, afetando, em especial, o poder regulador do Estado. _________________ a estonteante rapidez e abrangência _________ tais mudanças ocorrem, é preciso considerar que em qualquer sociedade, em todos os tempos, a mudança existiu como algo inerente ao sistema social. (Adaptado de texto da Revista do TCU, nº82) a) Não obstante – com que b) Portanto – de que c) De maneira que – a que d) Porquanto – ao que e) Quando – de que GABARITO: A 23. Marque a seqüência que completa corretamente as lacunas para que o trecho a seguir seja coerente. A visão sistêmica exclui o diálogo, de resto necessário numa sociedade ________ forma de codificação das relações sociais encontrou no dinheiro uma linguagem universal. A validade dessa linguagem não precisa ser questionada, ________ o sistema funciona na base de imperativos automáticos que jamais foram objeto de discussão dos interessados. (Barbara Freytag, A Teoria Crítica Ontem e Hoje, pág. 61, com adaptações) a) em que – posto que b) onde – em que c) cuja – já que d) na qual – todavia e) já que - porque GABARITO: C 24. Indique a opção correta, no que se refere à concordância verbal, de acordo com a norma culta: a) Haviam muitos candidatos esperando a hora da prova. b) Choveu pedaços de granizo na serra gaúcha. c) Faz muitos anos que a equipe do IBGE não vem aqui. d) Bateu três horas quando o entrevistador chegou. e) Fui eu que abriu a porta para o agente do censo. GABARITO: C 25. Assinale a frase em que há erro de concordância verbal:
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) Um ou outro escravo conseguiu a liberdade. b) Não poderia haver dúvidas sobre a necessidade da imigração. c) Faz mais de cem anos que a Lei Áurea foi assinada. d) Deve existir problemas nos seus documentos. e) Choveram papéis picados nos comícios. GABARITO: A 26. As normas de concordância estão inteiramente respeitadas na frase: a) Muitos julgam imprescindíveis que se consulte os especialistas para que se avalie com precisão os livros de uma velha biblioteca. b) Qualquer um dos que entram desprevenidos numa velha biblioteca podem se defrontar com surpresas de que jamais se esquecerá. c) Mesmo que hajam passado cem anos, as fotos revelam instantâneos de um presente perdido, no qual não se contava com os efeitos do tempo. d) Nada do que se lê nos grandes livros, mesmo quando extinta a época em que foram escritos, parecem envelhecidos para quem os compreende. e) Lá estão, como se fosse hoje, a imagem das jovens e sorridentes senhorinhas daqueles tempos, inteira mente alheias ao passar do tempo. GABARITO: C 27. O verbo indicado entre parênteses adotará, obrigatoriamente, uma forma no plural, ao se flexionar na seguinte frase: a) À grande maioria dos livros de uma biblioteca ...... (caber) um destino dos mais melancólicos. b) É comum que livros antigos, na perspectiva de um herdeiro pouco afeito às letras, ...... (representar) mais um incômodo do que uma dádiva. c) ....... (costumar) haver muitas surpresas para quem se propõe a vasculhar uma antiga biblioteca. d) Pouca gente, tendo o compromisso de avaliar uma biblioteca, ...... (saber) separar com rigor os livros valiosos dos que não o são. e) ....... (ocorrer) a muitos imaginar que uma velha biblioteca valerá mais pela quantidade do que pela qualidade dos livros. GABARITO: B 28. A frase em que há pleno atendimento às normas de concordância verbal é: a) Deve espantar-nos que sejam consideradas crimes, na Nigéria, atitudes que, entre nós, são passíveis de uma simples censura moral? b) É possível que venha a ocorrer, imediatamente após o caso de Amina Lawall, julgamentos relativos à mesma infringência das leis muçulmanas. c) Muitos acreditam que não se deveriam admitir, em nome dos direitos humanos, a aplicação da pena máxima contra desvios de ordem moral. d) É polêmica a proposta de que se confira a um tribunal internacional poderes para intervir em normas jurídico-religiosas estabelecidas em culturas milenares. e) Caberiam aos cidadãos ocidentais, cujas leis se estabeleceram em sua própria tradição cultural, o direito de intervirem nos códigos de outros povos? GABARITO: A 29. A frase que está inteiramente de acordo com as normas da concordância verbal é: a) A corrupção dos povos que saem da infância e da juventude parecem fazer parte do nosso destino histórico, segundo o pessimista Rousseau. b) Constituem os males da humanidade um desafio invencível para qualquer providência de natureza jurídica. c) De acordo com Rousseau, devem-se discriminar o que é a vontade geral, diante do que é a vontade de todos. d) Quanto mais contra-sensos houverem na interpretação de Rousseau, menos compreendido será o filósofo. e) Nas teses de Rousseau, a reforma dos costumes sempre tiveram mais importância do que quaisquer remédios jurídicos. GABARITO: B
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 30. O verbo indicado entre parênteses adotará uma forma do plural, ao se flexionar corretamente na seguinte frase: a) Agissem os membros do tribunal de acordo com os cânones da escola Maliki, (redundar) tudo na morte de Amina. b) É de se perguntar quantos apedrejamentos (haver) de ocorrer, caso se observasse o mesmo rigor da lei em relação ao adultério masculino. c) Por mais razões que (poder) haver para se condenar moralmente um adultério, nenhuma delas tem força para torná-lo um crime. d) Acreditam os observadores que um conflito de interpretações entre juizes muçulmanos e juizes laicos (ensejar), provavelmente, uma guerra civil. e) Aos fanáticos religiosos não (satisfaz) que se solucionem casos como esse de um modo político. GABARITO: B TEXTO V

31. Em relação ao texto acima, marque a alternativa correta: a) A expressão “estão à espera” (linha. 5) contribui para a descrição de uma situação que se prolonga por algum tempo. b) Na linha 14, as vírgulas foram empregadas para isolar aposto. c) A primeira oração do texto estabelece com a segunda uma relação de tempo. d) A substituição de “daqueles” (linha. 5) por dos prejudica a correção gramatical e a informação original do período. GABARITO: A TEXTO. VI

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

32. Com base no texto acima, assinale a alternativa INCORRETA. a) A expressão “em Duque de Caxias – RJ” (linhas. 10-11) está entre vírgulas por tratar-se de adjunto adverbial de lugar deslocado de sua posição na ordem direta dos constituintes da oração. b) No trecho “que ainda não fizeram campanha” (linha. 18), o conectivo “que” não está antecedido por vírgula porque introduz oração subordinada adjetiva restritiva. c) O nome próprio “Mirta Roses Periago” (linha. 2) funciona como aposto de “A diretora-geral da OPAS” (linha.1). d) Na linha 3, o emprego de preposição em “aos locais” justifica-se pela regência de “vacina”. e) O emprego de aspas nas linhas 5, 10 e 15 indica que os segmentos destacados são reproduções da fala de uma pessoa. GABARITO: D TEXTO VII

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

33. Em relação às idéias e às estruturas lingüísticas do texto, assinale a opção correta. A No primeiro parágrafo do texto, o autor apresenta um paradoxo, cuja compreensão é favorecida, no parágrafo seguinte, por argumentos que defendem o elo afetivo entre o autor e Sapucaia, ou seja, sua família. B Na oração “em que o acaso nos inflige duas ou três primas de Sapucaia” (L.1-2), a substituição de “em que” por onde manteria o sentido original e a correção gramatical do texto. C No texto, as orações “que as minhas primas Claudina e Rosa tomassem água benta” (L.5-6) e “que as acompanhava a toda a parte, missas, teatros, rua do Ouvidor” (L.9-10) exercem a mesma função sintática e, por isso, têm a mesma classificação. D No trecho “para conduzi-las à nossa casa” (L.6-7), o sinal indicativo de crase poderia ser retirado, sem prejuízo para a correção gramatical do período. E A conjunção “Embora” (L.12) pode ser substituída por Porquanto, sem que seja alterado o sentido do texto ou prejudicada a sua correção gramatical. GABARITO: D 34. Em relação às estruturas lingüísticas do texto, assinale a opção correta. A No trecho “Meu tio José Ribeiro, pai destas primas, foi o único, de cinco irmãos” (R.1314), “pai destas primas” é uma oração explicativa e, por isso, está separada por vírgulas. B No trecho “para pleitear uma eleição, que perdi” (L.17-18), a omissão da vírgula manteria a correção gramatical e o sentido do texto. C O pronome “qual” (L.21) se refere a “porta” (L.22). D Na expressão “Há de haver” (L.23-24), verifica-se o emprego impessoal do verbo haver na forma “Há”. E No trecho “assim se faz um livro” (L.26), a expressão “um livro” exerce a função de sujeito. GABARITO: E
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 TEXTO VIII

35. Assinale a opção correta em relação às idéias e a aspectos gramaticais do texto acima. A O trecho ‘o conjunto das coisas verdadeiras a serem descobertas ou aceitas’ (L.3-4) complementa o sentido da forma verbal “dizer” (L.3). B Em ‘o conjunto de regras segundo as quais se distingue o verdadeiro do falso’ (L.4-5), a correção gramatical do texto seria mantida se o trecho ‘as quais’ fosse substituído por ao que. C A correção gramatical e o sentido do texto serão mantidos caso se substitua “que estariam ligados à ciência” (L.11-12) por a que estariam ligados a ciência. D A correção gramatical e o sentido do texto seriam mantidos com a substituição do termo “da verdade” (L.14) pelo adjetivo verdadeira. E No texto, a oração “mudar a consciência das pessoas” (L.15) exerce a função sintática de sujeito. GABARITO: A TEXTO IX

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

36. Com referência às estruturas lingüísticas do texto, assinale a opção correta. A Os vocábulos “suíço”, “vários” e “países” são acentuados de acordo com a mesma regra de acentuação. B Nos trechos “cinco fatores estão atuando, em escala mundial, nessa crise” (L.16-17), “e a crise norte-americana” (L.21-22) e “o diretor-geral do FMI rompeu o silêncio constrangedor...” (L.24-25), os termos sublinhados qualificam os nomes aos quais se referem. C No terceiro parágrafo, o emprego de ponto-e-vírgula introduz uma seqüência de enunciados. D No trecho ‘precisam olhar com atenção quando temos chamados de emergência’ (L.28-29), a substituição do termo ‘quando’ por se manteria a correção gramatical e o sentido do texto. E Devido à clareza dos argumentos, a linguagem do penúltimo parágrafo seria adequada para iniciar um memorando. GABARITO: B 37. Em relação às idéias e aos aspectos morfossintáticos e semânticos do texto, assinale a opção correta. A De acordo com o texto, nos países pobres, a crise mundial de alimentos contraria os interesses econômicos dos investidores, que aplicam dinheiro em monoculturas agrícolas e em fundos de capitais. B No trecho “Na Tailândia, tropas foram mobilizadas para conter a invasão aos campos de arroz” (L.5-6), o conector “para” estabelece uma relação de conseqüência entre as ações verbais das orações. C Na linha 15, a expressão “outros órgãos multilaterais” exerce a função sintática de sujeito da forma verbal “foi repetida”. D No trecho “que levou investidores a apostar no aumento dos preços de alimentos em fundos de hedge” (L.22-23), a substituição de “apostar” por apostarem manteria a correção gramatical do texto. E No último parágrafo do texto, o autor demonstra que, na União Européia e no Brasil, não há crise relacionada a alimentos. GABARITO: D 38. Em relação às idéias do texto, assinale a opção correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Um tema objeto de alguns painéis no recém encerrado Fórum Econômico Mundial foi a desigualdade na distribuição de renda no mundo globalizado, mesmo durante o processo em que milhões de pessoas saíram da pobreza na última década nas diversas partes do mundo emergente, da China à Rússia e à América Latina. Muito além dos aspectos puramente econômicos, o tema foi tratado como uma questão política, assim como cultural e mesmo “emocional”, já que a percepção de distribuição injusta seria mais importante do que uma medida puramente econômica. Se não for atacada, a questão da pobreza pode se transformar, segundo alguns especialistas, em uma crise mundial. Como exemplo, foi lembrado que a previsão é que a população do globo vai ser de 12 bilhões por volta de 2100 e, se nada for feito, cerca de metade pode estar na pobreza, o que seria “insustentável”. A melhora social propiciada pelo crescimento econômico generalizado, se por um lado demonstra as vantagens da economia globalizada, por outro estimula o aumento do consumo por populações que estavam fora desse circuito, o que traz problemas na cadeia de distribuição de alimentos, e estimula o justo desejo por maior participação nos frutos do desenvolvimento, exacerbando a percepção da injustiça na distribuição de renda, tanto entre países quanto entre cidadãos. (Merval Pereira, O Globo, 31/01/2008.) a) O Fórum Econômico Mundial ignora a desigualdade na distribuição de renda no mundo globalizado. b) Na última década, uma parcela insignificante da população mundial saiu da linha de pobreza. c) A inserção de parcela antes excluída das vantagens do desenvolvimento promove problemas na cadeia de distribuição de alimentos. d) O desejo de maior participação nos frutos do desenvolvimento atenua a injustiça na distribuição da renda. e) As vantagens da economia globalizada são disfarçadas pela melhora social propiciada pelo crescimento econômico. GABARITO: C 39. Se havia alguma dúvida sobre a forte desaceleração no ritmo de atividade da economia americana, os mais recentes pronunciamentos das autoridades monetárias — entre as quais o próprio presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke — e dados estatísticos deixaram claro que é preciso ficar muito atento para o comportamento dos mercados nos Estados Unidos este ano. Um dos alertas foi a baixa geração de empregos em dezembro. As autoridades estão preocupadas com o risco de recessão e isso já se reflete nos programas dos pré-candidatos dos partidos Republicano e Democrata à Casa Branca. (O Globo, 15/01/2008 – Editorial) Subentende-se das idéias e informações do texto que a) não há mais crença na desaceleração da economia americana. b) a baixa geração de emprego em dezembro reforça a idéia da desaceleração da economia americana. c) os dados estatísticos reforçam a idéia da aceleração da economia americana. d) os políticos não se preocupam com a situação recessiva da economia americana. e) as autoridades não deixam dúvidas de que será forte, este ano, o ritmo de atividade da economia americana. GABARITO: B TEXTO X 40. Em relação às idéias e estruturas do texto, assinale a opção correta.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

a) Estaria gramaticalmente correta a substituição de “justifique” (ℓ. 2) por justifica. b) As vírgulas após “crescente” (ℓ.4), “economia” (ℓ. 5) e “relevantes” (ℓ. 6) têm a mesma justificativa gramatical. c) Infere-se do texto que a promessa implícita na expressão “país do futuro”, aplicada ao Brasil, nunca se concretizará. d) Os analistas que estudam a situação do Brasil são indiscutivelmente competentes. e) Subentende-se das idéias do texto que os analistas não acreditam no desempenho favorável do país. GABARITO: B TEXTO XI 41. Em relação ao texto, assinale a opção correta.

a) A substituição dos parênteses (ℓ. 4 e 5) por travessões prejudicaria a correção gramatical do período. b) O sinal indicativo de crase em “à costumeira” (ℓ. 9) justifica-se pela regência de “estaremos”. c) A expressão “costumeira gangorra” (ℓ. 9 e 10) está sendo empregada em sentido denotativo. d) O emprego da primeira pessoa do plural em “nossa” (ℓ. 4), “estaremos” (ℓ. 9) indica que o autor fala em nome de um departamento do governo. e) A vírgula após “Brasil” (ℓ.16) justifica-se por ser a oração subseqüente subordinada adjetiva explicativa. GABARITO: E 42. Assinale a opção que reproduz corretamente as idéias contidas no trecho abaixo. Estudo feito por cientistas dinamarqueses revelou que pessoas que bebem moderadamente e são fisicamente ativas têm menor risco de morte por doenças cardiovasculares do que aquelas que
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 não bebem e são inativas. Esta é a primeira pesquisa a avaliar a influência combinada de atividades físicas e de ingestão regular de álcool. a) Indivíduos que não bebem nem se exercitam têm risco menor de apresentar doenças cardiovasculares do que os bebedores moderados fisicamente ativos. b) A ingestão moderada de álcool combinada com atividades físicas mostrou-se mais eficaz para a saúde do coração do que a abstenção alcoólica somada à inatividade. c) Manter-se fisicamente ativo e beber moderadamente causam mais riscos na redução de risco de doenças do coração do que abster-se de álcool mas freqüentar academias de ginástica. d) Estudo dinamarquês revelou que a combinação de álcool, independentemente da quantidade ingerida, com exercitação física causa menos risco à saúde do que a não-ingestão somada à inatividade. e) Combinar atividade física com álcool apresenta maior perigo para a saúde do coração do que a exercitação moderada somada à abstenção alcoólica. GABARITO: B TEXTO XII 43. Em relação ao texto, assinale a opção correta.

a) A forma verbal “prevêem”(ℓ. 4) está no plural para concordar com “Estados Unidos”. b) A forma verbal “apontam”(ℓ. 7) está no plural para concordar com “próximos meses”. c) O termo “pois”(ℓ.12) pode, sem prejuízo para a correção gramatical, ser substituído por porque, porquanto ou conquanto. d) Em “do que seus rivais”(ℓ.13) a eliminação de “do” prejudica a correção gramatical do período. e) Em “contê-los”(ℓ. 19), “-los” retoma o antecedente “fatores”. GABARITO: E 44. Assinale a opção em que o trecho do Valor Econômico (15/01/2008 – com adaptações) apresenta erro gramatical. a) Várias lições foram aprendidas com o apagão de 2001 e não há dúvida de que a situação em que o País se encontra para prevenir e enfrentar a eventual repetição de cortes forçados de energia são muito melhores que as de sete anos atrás. b) Há pelo menos dois anos o abastecimento de gás natural deixou de ser confiável, e não será pela proximidade de escassez de energia que o problema mudará de natureza.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) A questão da necessidade de medidas de economia de energia, sejam elas quais forem ― inclusive a que deveria ser item permanente de todos os governos, todos os anos: a racionalização do uso ―, passou a ser encarada pelo governo como um desafio. d) O modelo energético atual privilegiou a garantia de fornecimento da energia e a modicidade tarifária para novos empreendimentos. Tem pontos fortes e fracos, como todos os modelos. Ele é estatista e centralizador, sem que, por isso, esteja condenado à ineficiência. e) Ao contrário, a previsibilidade de todo o sistema é hoje maior, embora isto tampouco seja uma garantia de que as necessidades do futuro serão atendidas por medidas adequadas no presente. Se o planejamento for seguido à risca, a situação da oferta do gás tem condições de melhorar em 2008. GABARITO: A 45. O texto abaixo é adaptado de O Estado de S. Paulo, 12/01/2008. Assinale o trecho que apresenta erro gramatical. a) Embora tenham registrado o expressivo crescimento de 49,2% em 2007, as vendas de máquinas agrícolas, no total de 38,3 mil unidades, ainda ficaram abaixo do recorde registrado em 2004, de cerca de 43 mil unidades. b) A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), que reúne também os fabricantes de máquinas agrícolas, acredita que, na próxima safra, a atividade no campo se manterá intensa, com aumento da área plantada e da produção de grãos. c) Prevê que, neste ano, as vendas crescerão cerca de 15% em relação às de 2007, resultado muito bom. As novas estimativas do governo para a próxima safra justificam a previsão dos fabricantes. d) Se ela se confirmar, as vendas do setor alcançarão, e provavelmente superaram, os níveis de 2002 e 2004, o período de melhor desempenho do setor em toda a história, e ao qual se seguiu uma abrupta queda, parcialmente revertida no ano passado. e) Os fabricantes de máquinas agrícolas confessam- se surpreendidos com os resultados de 2007. Esperavam o crescimento das vendas, mas como disse o vice-presidente da Anfavea para a área de máquinas agrícolas, Milton Rego, “o que surpreendeu foi o vigor da recuperação”. GABARITO: D 46. Assinale o trecho do texto adaptado do Jornal do Commercio (PE), de 12/01/2008, que apresenta erro de regência. a) Depois de um longo período em que apresentou taxas de crescimento econômico que não iam além dos 3%, o Brasil fecha o ano de 2007 com uma expansão de 5,3%, certamente a maior taxa registrada na última década. b) Os dados ainda não são definitivos, mas tudo sugere que serão confirmados. A entidade responsável pelo estudo foi a conhecida Comissão Econômica para a América Latina (Cepal). c) Não há dúvida de que os números são bons, num momento em que atingimos um bom superávit em conta-corrente, em que se revela queda no desemprego e até se anuncia a ampliação de nossas reservas monetárias, além da descoberta de novas fontes de petróleo. d) Mesmo assim, olhando-se para os vizinhos de continente, percebe-se que nossa performance é inferior a que foi atribuída a Argentina (8,6%) e a alguns outros países com participação menor no conjunto dos bens produzidos pela América Latina. e) Nem é preciso olhar os exemplos da China, Índia e Rússia, com crescimento acima desses patamares. Ao conjunto inteiro da América Latina, o organismo internacional está atribuindo um crescimento médio, em 2007, de 5,6%, um pouco maior do que o do Brasil. GABARITO: D 47. Assinale a opção que não serve de título para o trecho abaixo por reproduzir erradamente informação aí contida. Por trás dos números recordes de geração de emprego formal no governo Lula, o mercado de trabalho com carteira assinada avança em ocupações de baixa escolaridade e salários menores, enquanto, em nome da globalização e dos ganhos de produtividade das empresas, posições mais bem remuneradas nas áreas de supervisão e gerência tendem à atrofia. (Sofia, Julianna, Folha de S. Paulo, 6/1/2008, B1.) a) Baixa qualificação puxa alta do emprego b) Criação de vagas se deu em ocupações que exigem menos qualificação c) Aumento de remuneração atinge as posições de trabalho globalizado d) Crescimento atual do emprego favorece mão-de-obra de baixa escolaridade
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) Acanham-se no atual quadro de trabalho as funções de gerência e supervisão GABARITO: C 48. As opções trazem propostas de continuidade ao trecho abaixo, diferentemente redigidas. Assinale a que contém erro de regência e/ou de concordância. Como ninguém quer falar em aumento de impostos, todos se aferram à expressão mágica: reforma tributária. O tema evoca um país moderno, com distribuição mais justa dos valores arrecadados. (Krieger, Gustavo. “Agenda necessária e agenda possível”, Correio Braziliense, 7/1/2008, p. 4) a) Bonito na retórica. Quando o assunto chega à mesa de discussões, o clima muda. O governo federal não quer dividir seu caixa. Estados e Municípios sempre querem mais dinheiro. b) É bonito até chegar à mesa de discussões. Aí ninguém quer perder. Ao contrário: todos lutam para aumentar sua fatia do bolo. c) Tudo vai bem até o assunto chegar à mesa de discussões. União, Estados e Municípios se digladiam para não perderem nenhuma partezinha do que arrecadam. O que querem mesmo é ganhar mais. d) Todos concordam até se sentarem na mesa de discussões, quando se inicia os mais acalorados debates. Ninguém quer perder. Estados e Municípios buscam aumentar seu quinhão na nova divisão do dinheiro arrecadado. e) Falar em reforma tributária é bonito. O xis da questão é botá-la no papel, quando os interesses da União, Estados e Municípios se chocam na busca de uma fatia maior do bolo para cada um. GABARITO: D 49. Assinale a opção que reescreve as expressões sublinhadas no trecho abaixo com vocabulário e morfossintaxe condizentes com a norma escrita formal da Língua Portuguesa. Em sua última reunião, o Conselho Deliberativo da UNACON colocou em pauta as condições de trabalho de analistas e técnicos em todas as regiões do Brasil. Depois de ouvir o que atrapalhava o seu trabalho, (1) o Conselho deliberou encaminhar à CGU um relato dessas dificuldades, com sugestões para ficar mais fácil (2) as operações de controle e finanças nos Estados. a) (1) Ao ouvir os tropeços que trazia óbices no seu trabalho, (2) para deixar mais efetivo b) (1) Ao ter ciência das dificuldades que se interpunham no decorrer das atividades, (2) para tornar mais viáveis c) (1) Depois de saber que obstáculos pelos quais passavam em seu trabalho, (2) de como desobstaculizar d) (1) Assim que tomaram conhecimento de tudo o que impedia a realização do trabalho, (2) corretivas a efetivar e) (1) Cientificando-se dos entraves em prol do bom desempenho de suas atividades (2) evitáveis desses entraves para GABARITO: B 50. Os trechos abaixo constituem um texto (Leandro Konder, Jornal do Brasil,12/01/2008), mas estão desordenados. Ordene-os, indique a ordem dentro dos parênteses e assinale a opção que corresponde à ordem correta. ( ) Para sublinhar sua decisão de uma recusa radical daquilo que acontecia no mundo germânico, modificou seu nome do alemão Karpfen para o francês Carpeaux. ( ) Sua vida tinha se tornado impossível na Áustria que Hitler tinha anexado à Alemanha. ( ) Em agosto de 1939, Carpeaux chegou ao Brasil fugindo da Holanda, em companhia de sua mulher, dona Helena. ( ) Carpeaux, de fato, era católico e tinha aspectos conservadores em seu pensamento. Mas a acusação era grotesca, pois o homem tinha vindo para cá, fugindo do nazismo. ( ) Um grupo de jovens de esquerda, percebendo que Carpeaux, em seus artigos, criticava o marxismo-leninismo, acusou-o de ser um simpatizante do nazismo. a) 3,2,1,5,4 b) 5,4,2,1,3 c) 4,3,2,1,5 d) 1,5,3,2,4 e) 4,3,1,2,5
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: A

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 INGLÊS Read the text entitled “The case for fl at taxes” in order to answer questions 01 to 04: The case for fl at taxes Source: The Economist (adapted) Apr 14th 2005 Estonia’s economy has grown impressively since its 1994 reform. Growth reached double digits in 1997, and has since settled at around 6% annually, after a slump at the turn of the century. Repealing its high tax rate on the rich did not erode the country’s tax base as some might have feared. In 1993, general government revenues were 39.4% of the gross domestic product (GDP); in 2002, they were 39.6%. Estonia now plans to cut its fl at tax from 26% to 20% by 2007. How much do Estonia’s robust revenues owe to its fl at income tax? Perhaps less than is frequently advertised. In 1993, the year before its reform, Estonia’s multiple personal income taxes raised revenues amounting to 8.2% of GDP. In 2002, its fl at income tax raised revenues worth just 7.2%. Indeed, the fl at income tax that generated so much excitement abroad seems to be carrying less weight than Estonia’s old-fashioned value-added tax (VAT), which raised 9.4% of GDP in revenues in 2002. VAT is, of course, the fl attest tax of all. It levies a uniform rate on the goods you buy, taking a constant cut of your money when it is spent as opposed to when it is earned. Estonia’s VAT is also quite broad, leaving relatively few things out (hydropower and windpower were two curious exceptions). 1. In paragraph 1, the author provides a brief outline of a) Estonia’s growth in 1994. b) a country’s reform attempt. c) Estonia’s burdensome tax system. d) a country’s growth and fi scal policy. e) a country’s upcoming interest rates. GABARTIO: D 2. The author mentions a slump in characterizes a) a much less successful period. b) a remarkable period of prosperity. c) a slightly better fi scal period. d) a landmark in Estonia’s growth. e) the beginning of Estonia’s growth. GABARTIO: A Estonia’s growth at the turn of the century which

3. In paragraph 2, the role played by Estonia’s fl at income tax in relation to its “robust revenues” is a) ignored. b) questioned. c) omitted. d) not mentioned. e) disregarded. GABARTIO: B 4. In paragraph 3, the author refers to VAT , a tax which a) is about to be raised. b) may frequently be dodged. c) might be repealed. d) will be simplifi ed. e) has already been set. GABARTIO: E

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Read the text entitled “The prices of sin” in order to answer questions 5 to 7: The prices of sin Source: The Economist (adapted) Aug 25th 2005 Much ministerial brow-sweat has been devoted to turning Britons into healthier, betteradjusted citizens, but the public has a nasty habit of spoiling the party. New fi gures provoked hand-wringing this week when they suggested that British alcohol consumption is rising even as the French and the Germans are drinking less. Alcoholfuelled crime is on the increase and smoking rates, which the government has promised to reduce, are stuck. To economists, the solution is obvious: just raise taxes on the goods in question. Successive governments have taken this advice to heart, leaving Britain with some of the highest “sin taxes” in Europe. Yet Labour has abandoned fi scal tinkering for a sort of social engineering that comes over as inconsistent: liberal laws that allow pubs to open around the clock in the hope of curing Britain’s drink culture sit oddly with authoritarian plans to forbid smoking in public places. 5. The author a) describes the successful health service in Germany. b) looks into the increase in alcohol consumption in France. c) comments on the politics of alcohol in Britain. d) praises the effectiveness of some British social policies. e) sets up policies concerning alcohol consumption in Britain. GABARTIO: C 6. In paragraph 1, the new fi gures related to the British alcohol consumption are said to have caused a) worries. b) consternation. c) relief. d) disbelief. e) mistrust. GABARTIO: A 7. According to the text, the “sin taxes” a) are likely to be adopted in Britain. b) have been proposed by the German authorities. c) should have been implemented in Britain. d) must be forbidden by the European Union. e) have been put into practice by British governments. GABARTIO: E Read the interview below entitled “When should you start to worry?” in order to answer questions 08 to 10: When should we start to worr Source: Newsweek (adapted) Oct 17, 2005 I’m concerned about the long-term risks of drinking a lot of caffeine (two or more cups of coffee a day). I have no family history of heart disease and no history of heart trouble. Am I at risk? Dr. Thomas H. Lee: I wouldn’t worry about the caffeine in a few cups of coffee. Lots of caffeine can rev up your heart and make it beat faster, occasionally even launching into prolonged periods of a racing heart. You will almost surely feel palpitations if you get these abnormal heartbeats, and then you should heed your body’s advice to cut back on the
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 caffeine. Heavy coffee drinkers don’t have a higher risk of cardiomyopathy (damaged heart muscle) or heart attacks. If you do decide to cut back on caffeine, you may experience headaches during the transition. Until recently, vitamin E was touted as a good-heart supplement. Now several studies indicate that vitamin E supplements can increase the risk of heart disease or stroke. Does the medical community agree? Dr. Thomas H. Lee: You have it right. In the 1990’s, vitamin E was very promising – but controversial. Epidemiological studies showed that regular vitamin E users had 20 to 40 percent lower rates of heart disease than nonusers. Since then, larger experiments have not shown any benefi t from taking vitamin E. 8. In his answer to question 1, Dr. Lee warns against drinking lots of caffeine since it a) might cause a sudden faint. b) can slow the heartbeats. c) may accelerate the heartbeats. d) will surely increase the heartbeats. e) damages the heart muscle. GABARiTO: C 9. According to Dr. Lee, we should listen to our body’s advice to “cut back on the caffeine”. In other words, our body advises us a) not to stop drinking it. b) to reduce our caffeine intake. c) to increase caffeine consumption. d) to regularly consume caffeine. e) to quit caffeine consumption. GABARTIO: B 10. In his answer to question 2, Dr. Lee a) prescribes the intake of vitamin E supplements. b) points out the risks of taking vitamin E. c) bears out the claim that supplements are risky. d) demystifi es the benefi ts from taking vitamin E. e) corroborates the benefi ts of vitamin E intake. GABARTIO: D Read the text below, entitled “2005 – First Nine Months Results”, in order to answer questions 11 to 13: 2005 – First Nine Months Results Source: www.iii.org Dec 27th, 2005 (Adapted) The property/casualty insurance industry reported a statutory rate of return on average surplus of 9.5 percent through the fi rst nine months of 2005. The results were released by the Insurance Services Office (ISO) and the Property Casualty Insurers Association of America (PCI). The financial performance of the industry during the period featured a surprisingly low combined ratio of 100, a figure that provided stunning proof of the resilience of the property/casualty insurance industry in the face of record catastrophe losses approaching $50 billion. Insurers also benefited from rising interest rates and modest stock market gains to generate $40.7 billion on their investment portfolio. Policyholder surplus also climbed by $20.4 or 5.2 percent, through the first nine months, again a surprise. Profitability in the industry is still disappointingly low, however, coming in well below the expected 14 percent return for the benchmark Fortune 500 group of companies this year. Prior to Hurricane Katrina the industry was on a trajectory to record its highest level of profitability since 1987. 11. In paragraph 1, the author refers to the resilience of the property/casualty insurance industry. In other words, its a) ability to recover.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) current financial losses. c) inability to predict trends. d) undeniable prosperity. e) delayed recovery. GABARITO: A 12. The text a) focuses on the effort by insurers to reassess risk. b) predicts the losses to be faced by insurance companies. c) states that reinsurance prices will rise in 2006. d) foresees a sluggish growth for the sector in 2006. e) also recalls a period of financial growth. GABARITO: E 13. In paragraph 2, the author refers to the insurers’ investment portfolio which a) is about to be created. b) has brought significant gains. c) produced fairly small gains. d) was beyond their expectations. e) has been impressively expanded. GABARITO: C Read the text below, which is entitled “Avian Influenza (Bird Flu)” in order to answer questions 14 and 15: Avian Influenza (Bird Flu) Source: www.iii.org Dec 2005 (Adapted) A current influenza outbreak, formally called H5N1 after two distinctive proteins on the fl u virus, (but commonly referred to as bird or avian flu), has so far mainly affected birds. However, four countries – Thailand, Vietnam, Indonesia and Cambodia – have reported a total of 120 human cases of the H5N1 fl u since 1997. These people are thought to have caught the disease by their contact with infected poultry. There has been no known human-to-human transmission of the virus. Even if the H5N1 strain does not mutate to infect humans, the economic costs associated with avian fl u strains could easily be in the billions if other countries, such as Mexico, impose bans on imported U.S. poultry and U.S. consumers avoid buying domestic poultry. Still, the economic costs are very different from the insurance costs. The following is an overview of two potential types of insurance coverages involved: Workers Compensation: Workers involved in the handling of poultry could be at risk. Because such an exposure is work-related, workers compensation coverage would apply. TortRelated Exposures: If the infected poultry were found to have gotten into the food supply and people become ill as a result, litigation could ensue. 14. According to the author, insurance costs related to the avian fl u a) could reach billions of dollars in Mexico. b) have been estimated by four specific countries. c) equal to the economic costs recently estimated. d) may include at least two possibilities. e) exclude workers compensation in the USA. GABARITO: D 15. In paragraph 2, the author a) resorts to scientific data to explain the virus mutation. b) points out the economic interdependence between two countries. c) provides exact figures related to the economic and social losses. d) explains why workers compensation might cause liquidity problems. e) defines the duration of the outbreak and/or quarantine. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Your answers to questions 16 and 17 must be based on the text below which is entitled “The Knowledge Race”: The Knowledge Race Source: Newsweek Special Edition Dec 2006 – Feb 2006 (Adapted) There are losers in every race, but let not the worries over who is winning and losing the knowledge race obscure the more powerful underlying dynamic: knowledge is liberating. It creates the possibility for change and improvement everywhere. It can create amazing devices and techniques, save lives, improve living standards and spread information. Some will do well on one measure, others on another. But on the whole, a knowledge-based world will be a healthier and richer world. The caveat I would make is not about one or another country’s paucity of engineers or computers. These problems can be solved. But knowledge is not the same thing as wisdom. Knowledge can produce equally powerful ways to destroy life, intentionally and unintentionally. It can produce hate and seek destruction. Knowledge does not by itself produce good sense, courage, generosity and tolerance. And most crucially, it does not produce the farsightedness that will allow us all to live together – and grow together –on this world without causing war, chaos and catastrophe. For that we need wisdom. 16. The author intends to make a caveat in relation to the distinction between knowledge and wisdom. Thus, he is posing a) a threat. b) a problem. c) a risk. d) a challenge. e) a warning. GABARITO: E 17. In the author’s point of view, a) knowledge undoubtedly hinders progress and development. b) considering the future results of an action is of critical importance. c) there has been an alarming paucity of engineers and computers. d) destruction ought to be sought by wise and knowledgeable leaders. e) the knowledge race fortunately obscured the value of wisdom. GABARITO: B Your answers to questions 18 to 20 must be based on the text below which is entitled “And the winners are…”: And the winners are… Source: The Economist/ Technology Quarterly (Adapted) Dec 8th 2005 This newspaper was established in 1843 to take part in “a severe contest between intelligence, which presses forward, and an unworthy, timid ignorance obstructing our progress”. One of the chief ways in which intelligence presses forward is through innovation, which is now recognized as one of the most important contributors to economic growth. Innovation, in turn, depends on the creative individuals who dream up new ideas and turn them into reality. The Economist recognizes these talented people through our annual Innovation Awards, presented in seven fields, including energy and the environment – whose winner is: Stanford Ovshinsky, president and chief scientist and technologist, Energy Conversion Devices, for developing the nickel-metal-hydride battery. This is the battery technology found in hybrid cars, laptop computers and many other devices, and is just one of the many innovations devised by Mr Ovshinsky , a self-taught inventor who pioneered the field of amorphous materials in the 1950s. He is now focusing on solar panels and hydrogen-powered cars. 18. In paragraph 1, the author refers to innovation and its
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) lack in current society. b) main drawbacks. c) uninspiring role. d) harmful consequences. e) invaluable contribution. GABARITO: E 19. The field of energy and the environment a) makes up the set of fields awarded by the newspaper. b) was mentioned as the least relevant among other areas. c) has been excluded due to its questionable contributions. d) has its main researchers and specialists listed and assessed. e) should have been included as well as highlighted. GABARITO: A 20. The text mentions Stanford Ovshinsky, a) whose inventions derive from a solid academic background. b) who is said to have developed some of his skills by himself. c) who might be awarded a prize for his scientific breakthroughs. d) whose innovative scientific approach has been underestimated. e) who used to research key scientific areas such as solar panels. GABARITO: B Read the following text and answer questions 21 to 26 according to it. What is organizational development? The key premise of organizational development is that organizations are social systems. The goal is to increase the long-term health and performance of the organization, while enriching the lives of its members. The OD approach emphasizes organizational culture, which influences the way people work, using change based on research and action. The method is using planned change based on research to increase motivation, remove obstacles, and make change easier. The ideal is an organization where continuous improvement is so prevalent that it is not thought of as an initiative. Organizational development ("OD") transforms the organizational culture (loosely, shared beliefs, values, and behaviors) by working with social and technical systems such as culture, work processes, communication, and rewards. This site describes some of the tools and techniques of organizational development. Though these tools work best as part of a combined whole, they can also be used one at a time - though then it might not be OD! Organizational development is based on research, not case studies. Case studies can be interpreted differently, depending on what people know and what they already believe. Research into human behavior isolates and tests key assumptions and relationships, and is more reliable as a basis for change. If you're not ready to take the organizational development plunge, try it out on a small scale - a workshop, some process consulting, a brief employee survey, some customer feedback. We think the success of that first effort will make you want more - and make it easier to get more. Organizational development helps companies, colleges, and governments by: • Empowering leaders and individual employees. • Creating a culture of continuous improvement and alignment around shared goals. • Making change easier and faster. • Putting the minds of all employees to work. • Enhancing the quality and speed of decisions. • Making conflict constructive instead of destructive. • Giving leaders more control over results, by giving employees more control over how they do their jobs. Key benefits of organizational development
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 The outcomes of organizational development may include increases in: Profits (cost reduction, for nonprofits). Innovation. Customer satisfaction. Product and service quality. Cost effectiveness. Organizational flexibility. Personal feelings of effectiveness. Job, work, and life satisfaction.

• • • • • • • •

More detailed goals of organizational development The objectives of organizational development are an organization where: • People and areas have the same goals. • Communication is open, laterally and vertically, and all relevant facts and feelings are shared. People can learn from experience. • Decisions are made by people with the most relevant, direct knowledge. • The reward system reinforces organizational health. • Conflict is treated and resolved constructively - where it is used for innovation, not suppressed or allowed to interfere with productivity. • Processes and structures are based on present needs rather than past needs or fads, so they are efficient and help people. • People are rewarded for success but not punished for failure of innovation or creativity; so innovation is high. • Customer needs are always known and thought about by employees and leaders. (Taken from http://www.toolpack.com/a/organizational-development.html on Sep 23rd, 2006.) 21. Judge the sentences given as correct or incorrect according to the text and/or to the grammar rules of English Language, and then mark the alternative which is correct. I. Organizations are essentially related to people. II. One objective of organizational development is to improve the health of the workers. III. Another objective of organizational development is to improve the performance of the company. IV. Yet another objective of organizational development is to improve the life quality of the workers. a) All sentences are incorrect. b) There is only one correct sentence. c) There are only two correct sentences. d) There is only one incorrect sentence. e) All sentences are correct. GABARITO: D 22. Judge the sentences given as correct or incorrect according to the text and/or to the grammar rules of English Language, and then mark the alternative which is correct. I. Aspects of culture, such as music and television, are emphasized by the approach of OD. II. External factors concerning the organizations are approached by OD. III. If an organization is well-functioning, there is no need for changing. IV. The method of OD involves changing obstacles to the organizations. a) All sentences are incorrect. b) There is only one correct sentence. c) There are only two correct sentences. d) There is only one incorrect sentence. e) All sentences are correct. GABARITO: A 23. Judge the sentences given as correct or incorrect according to the text and/or to the grammar rules of English Language, and then mark the alternative which is correct. I. OD works with giving prizes to some of the employees. II. Communication is taken into consideration while applying the works of OD. III. Tools and techniques of OD work best when applied together.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 IV. Tools and techniques of OD can ce applied individually, but by doing so there is no necessary connection to OD itself. a) All sentences are incorrect. b) There is only one correct sentence. c) There are only two correct sentences. d) There is only one incorrect sentence. e) All sentences are correct. GABARITO: E 24. Judge the sentences given as correct or incorrect according to the text and/or to the grammar rules of English Language, and then mark the alternative which is correct. I. Case studies are the same as research. II. It is possible to apply scientific methodology to researching human behaviour. III. It is advisable to experience the OD only in a part of the organization prior to applying it to the whole company. IV. Former success of smaller efforts would make it less difficult to obtain even more success while applying OD. a) All sentences are incorrect. b) There is only one correct sentence. d) There is only one incorrect sentence. e) All sentences are correct. GABARITO: D 25. Judge the sentences given as correct or incorrect according to the text and/or to the grammar rules of English Language, and then mark the alternative which is correct. Among the actions made by OD to help companies, colleges, and governments are: I. preparing leaders and individual employees. II. enhancing leaders control-power over results. III. facilitating changes. IV. promoting conflicts. a) All items are incorrect. b) There is only one correct item. c) There are only two correct items. d) There is only one incorrect items. e) All sentences are correct. GABARITO: D 26. Judge the sentences given as correct or incorrect according to the text and/or to the grammar rules of English Language, and then mark the alternative which is correct. Among the benefits of OD are: I. lower profits. II. flexible employees. III. effectiveless. IV. improved personal satisfaction. a) All sentences are incorrect. b) There is only one correct sentence. c) There are only two correct sentences. d) There is only one incorrect sentence. e) All sentences are correct. GABARITO: B Here is a response to a debate on patents and medicine: Mr. Przemek Kordasiewicz, I agree wholeheartedly with your recommendation of a ban on all patents on all life saving medical discoveries. Again, I would take it a step further. I think that the virtues of a purely capitalist system seem to have fallen apart at this point. In this literal lifeand-death issue, ethics take priority over everything else. Just as Congress stepped forward
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 to place a ban on the patenting of surgical procedures, they need to step forward and place a similar ban on these new medical patents (drugs, procedures and human genome work) which are having the identical effect. Additionally, Congress need to heavily legislate in favor of patients worldwide to keep drug patents limited, short, and drug prices at an affordable level. Something in the system is wrong when drug companies are the most profitable of all publicly traded companies and huge populations across the world are living in pain and dying because they are unable to afford the sky-high drug prices, inflated by the patent holders’ monopoly. The government needs to look into the situation independently and take a stand for the well-being of the taxpayers and citizens they suppose to be representing. Thank you, Benjamin (Mako) Hill. (Intellectual Property in Cyberspace 2000, http://yukidoke.org) 27. As regards capitalist policies for drug patents, the author: a) supports them; b) criticizes them; c) defines them; d) advertises them; e) modifies them. GABARITO: B 28. The author thinks that patents on medical discoveries should be: a) guaranteed; b) adjusted; c) increased; d) controlled; e) forbidden. GABARITO: E 29. “I agree wholeheartedly” (l. 1) means that Benjamin Hill agrees: a) entirely; b) emotionally; c) enticingly; d) enquiringly; e) entertainingly. GABARITO: A 30. The underlined expression in “to look into the situation” a) alter; b) control; c) clarify; d) investigate; e) resolve. GABARITO: D The following text refers to questions 31 through 34. 1 Get over obj v prep [T] to get better after (an illness or an experience that made you unhappy), or find a solution to a (problem). She was only just getting over the flu when she got 4 a stomach bug. It took him years to get over the shock of his wife dying. He’s a bit upset that she won’t see him any more but he’ll get over it. We were missing one teacher but got over 7 that little difficulty by combining the two classes. (infm) People might sometimes say that they can’t get over something to mean that they are extremely surprised or
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

(l.20) can be replaced by:

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 10 shocked by it: I can’t get over the way he behaved at your party – it was appalling! Cambridge International Dictionary of English, p. 593 (with adaptations). 31. The form get over, when defined as “find a solution to” (l.2), also means A to deal. B to solve. C to tackle. D to ban. GABARITO: B 32. The form “Get over” (l.1) is A an idiomatic expression. B a prepositional phrasal verb. C a prepositional verb. D a phrasal verb. GABARITO: D 33. The fragment “It took him years to get over the shock of his wife dying” (l.4-5) is equivalent to A The death of his wife was so shocking that it will take him years to get over it. B It takes him years to get used to his wife’s death. C He had been unhappy for years after his wife’s death, but he got over it. D His wife’s death was so shocking that he won’t ever get over it. GABARITO: C 34. In the text, the phrase “can’t get over something” (l.8-9) can also mean to be ___________ by / about something. Choose the option that correctly fills in the blank above. A completely exhausted B quite reluctant C extremely astonished D utterly convinced GABARITO: C The following text refers to questions 35 through 40. 1 As school starts this fall in Tununak, a tiny Eskimo community on the windswept coast of Alaska, Teacher Ben Orr is planning to invite elderly storytellers into the classroom 4 so his young students can learn and then write down traditional legends and lore1 of their vanishing culture. For Donna Maximm’s third graders in Boothbay, Me., writing will 7 become a tool in science and social studies as students record observations, questions and reactions about what they discover each day. In Eagle Butte, S.D., Geri Gutwein has 10 designed a writing project in which the ninth grade students exchange letters with third graders about stories they have read together. This year a few of her students will sit with 13 Cheyenne women who tell tales as they knit together, their heritage becoming grist2 for today’s young writers. Although these teachers are separated by thousands of 16 miles, their methods spring from a common source: the Bread Loaf School of English. There near Vermont Middlebury College, grade school and high school teachers give up part 19 of their vacation each summer to spend six weeks brainstorming, studying and trading experience as they try to devise new methods for teaching their pupils. Linda Schinke-Llano (Coord.). We the People. In: Time. National Textbook Company, USA, p. 35 (with adaptations). 1lore – traditional knowledge and stories about a subject
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 2grist – something that can be used to one’s advantage 35. In the text above, “starts” (l.1) expresses A present time. B past time. C future time. D continuous time. GABARITO: C 36. Based on the text above, choose the correct option. A The students are to be taken to Alaska to talk to elderly Eskimos about their disappearing culture. B Ben Orr’s students will learn to make up Eskimo’s traditional stories. C Donna Maximm’s main purpose is to lead her third graders to learn social science. D Discoveries can help in the writing process. GABARITO: D 37. From the text above, it can be deduced that A Benn Orr and Geri Gutwein follow their own methods. B Donna Maximm and Geri Gutwein both teach third grade students. C the students are supposed to meet Cheyenne women while they are doing their ordinary tasks. D the three teachers mentioned spend part of their summer vacation planning new methods. GABARITO: C 38. The third and ninth grade students mentioned in the text write about A themselves. B common topics. C Cheyenne people. D people knitting together. GABARITO: B 39. In the text, the form “give up” (l.18) means A devote to a particular purpose or use. B stop doing something. C stop trying to guess. D abandon an attempt to do something. GABARITO: A 40. The gist of the text is to make the students A feel motivated to write. B know about ancient legends. C learn science and social studies. D record observations, questions and reactions. GABARITO: A The following text refers to questions 41 through 42.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

41. According to the text, A the men were upset because the boss did not want to help them. B the worker can’t have hurt his hand on the tree. C the boss wanted to prove how intelligent the two men were. D it is possible that one of the diggers might have hit the other on the face. GABARITO: D 42. In relation to the text, it can be said that in a communicative class A culture can be taught through jokes. B jokes have no place. C English jokes are meaningless. D jokes do not help to develop communicative competence. GABARITO: A The following text refers to questions 43 through 45.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

43. In the text, “one time” (R.1) can be correctly replaced by A at once. B once. C this once. D once and for all. GABARITO: B 44. In the text, “turned on” (L.7) is the same as A turned him on. B struggled with. C turned upon. D attacked. GABARITO: D 45. Choose the option which shows two different pronunciations of the “-ed” ending in the following pairs of verbs. A waded, turned B dried, struggled C bucked, stopped D kicked, asked GABARITO: A Mighty mouse movie The tale of Stuart Little is better the second time around “Stuart little 2” is a thoroughly entertaining sequel to the 1999 hit about a New York family that adopts an orphan mouse to raise as their own.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Whether you enjoy it or not will depend largely on your ability to check your cynicism at the door and give in to the idea and accept the story on its own terms. If you can do that, you’ll have a great time. If not, go see something else. “Stuart Little 2” picks up roughly where the first movie left off. Stuart, with a voice provided by Michael J. Fox, is living his life in the Little household, but is starting to feel a bit lonely as his older “brother” George (Jonathan Lipnicki) starts leaving him behind to play with boys his own age. Desperate for a friend, Stuart hooks up with a yellow finch named Margalo (Melanie Griffith) and they become fast friends. When Margalo is kidnapped by an evil hawk (voiced by James Woods), Stuart joins forces with the family cat, Snowball (Nathan Lane) to rescue her. Whether you could read that last paragraph without rolling your eyes and moaning is a good indication of whether you have what it takes to let yourself enjoy “Stuart Little 2.” Yes, it’s a kid’s movie. Yes, it’s an animated kids’ movie about a mouse that rides a skateboard and drives a toy car to school. And, yes, a mouse can fall in love with a bird without Darwin turning over in his grave. The thing that makes Stuart Little work – both the films and the original book by E.B. White – is that the human beings in the story accept the idea of a mouse living like a person in a world of people without any adult bitterness or cynicism. Stuart is different, they all realize, but that’s what makes him special in their eyes, too. Reading White’s book, as a child or as an adult, it’s relatively easy to make that leap of faith. It’s no small achievement to make it work on the big screen, but the cast and crew for both “Stuart Little” films pull it off with style. (JHON BLACK. Mighty mouse movie. Available from Internet: <www.metro.com>) 46. According to the author, Stuart little 2: A) Will disturb whoever sees it. B) Is not a story in its own ideas. E) Is a copy of “Love Story” film. C) Is better than Stuart Little 1. D) Is not a sequel to the first film. E) Is a copy of “Love Story” film. GABARITO: C 47. Stuart Little starts getting lonely because: A) His brother doesn’t want to play with him any longer. B) He cannot play with mice that are not from his own family. C) His friends left him behind to play with older boys. D) He wants to leave his brother at home to play with different boys. E) He doesn’t get along well with his parents. GABARITO: A 48. Margalo: A) Drives a toy car to the church. B) Is Stuart’s beloved “girl”. C) Kidnapped an evil dog. D) Is one of the family’s cats. E) Is considered an wild animal. GABARITO: B 49. According to the text, it is correct to state that the: A) Movie is much better than the book. B) Story was easy to be made into a film of terror. C) Author of the review liked the movie. D) Cast and crew were not well selected. E) All the characters are unreal. GABARITO: C 50. Podemos concluir que a palavra “Bitterness” é formada por: A) Noun + preposition. B) Adjective + prefix. C) Adverb + suffix. D) Noun + prefix.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 E) Adjective + suffix. GABARITO: E

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 INFORMÁTICA 1. Considerando a figura abaixo, que representa as propriedades de um disco local em um computador com Windows XP Professional, assinale a opção correta.

a) Se o sistema de arquivos utilizado fosse o EXT3, a capacidade do disco aumentaria em até 5% porque esse esquema de compactação de arquivos é mais eficiente que o NTFS. b) Por meio de funcionalidades encontrados na guia disco usando-se o antivírus instalado na estação. , é possível examinar o

c) Na guia , estão os procedimentos necessários para fazer o backup do disco. d) O sistema de arquivos utilizado no disco em questão também é suportado pelo Windows 2000 Professional. GABARITO: D 2. Analise as seguintes afi rmações relacionadas a conceitos básicos de arquitetura de computadores. I. Nos computadores mais modernos, a transferência de informações entre o disco rígido e a memória RAM é controlada pelo processador, fazendo com que o sistema fique mais rápido. II. O BIOS (Basic Input Output System - Sistema Básico de Entrada e Saída) defi ne, para o processador, como operar com os dispositivos básicos, como o vídeo em modo texto, o disco rígido e a unidade de disquete. Este programa fi ca gravado na memória RAM do computador. III. USB (Universal Serial Bus) é um tipo de conexão que permite conectar de forma prática e rápida, sem a necessidade de desligar o computador, diversos tipos de periféricos, como impressoras, mouse, câmera e modem. IV. A Memória USB Flash Drive, conhecida em alguns casos como de Pen Drive, é um dispositivo de armazenamento constituído por uma memória flash e um adaptador USB para interface com o computador. A capacidade de armazenamento destes dispositivos já ultrapassa 1 GByte. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) I e III
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) I e IV d) II e III e) III e IV GABARITO: E 3. Analise as seguintes afirmações relacionadas aos conceitos básicos do Sistema Operacional Windows. I. Nas versões mais recentes do Sistema Operacional Windows, ao se clicar no botão Iniciar e, em seguida, clicar em Executar, digitar winver e, fi nalmente, clicar em OK, é possível se descobrir qual é a memória física disponível para o Windows. II. O NETLOGON é um recurso utilizado pelo serviço Logon de rede de um Servidor com o Sistema Operacional Windows, por exemplo, Windows 2000 Server, durante o processamento de solicitações de logon de domínio. Porém, este recurso não é fornecido para computadores com o Windows 2000 Professional. III. No Windows 2000 Server todas as unidades, como a unidade C por exemplo, são compartilhadas automaticamente usando como nome a letra da unidade seguida do caracter $. Essas unidades tornamse automaticamente disponíveis para os usuários que se conectarem remotamente a este servidor. IV. No Windows 2000 Server, quando o compartilhamento da conexão com a Internet é ativado, por questões de segurança, alguns protocolos, serviços, interfaces e rotas são desabilitados automaticamente, entre os quais o protocolo IP da família de protocolos TCP/IP. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) II e III b) I e II c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: B 4. Um item selecionado do Windows XP pode ser excluído permanentemente, sem colocá-lo na Lixeira, pressionando-se simultaneamente as teclas a) Ctrl Delete. b) Shift End. c) Shift Delete. d) Ctrl End. e) Ctrl X. GABARITO: C

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 5. A figura acima mostra a janela Meu computador do Windows XP. Com relação a essa janela e ao Windows XP, assinale a opção correta. será iniciado processo de a) Ao se aplicar um clique duplo no ícone formatação de um disquete que estiver na unidade de disco de 3½", desde que o disco não esteja protegido contra escrita. b) Ao se aplicar um clique duplo sobre a barra de título da janela mostrada, esta será fechada. c) Ao se aplicar um clique duplo no ícone ,será aberta uma janela que permite a gravação de arquivos em discos do tipo DVD, que é uma unidade com menor capacidade de armazenamento que as unidades de CD-ROM. d) Ao se aplicar um clique duplo no ícone , será aberta uma janela que permite o acesso a CD que possibilita tanto a leitura como a escrita de dados. ,será aberto um aplicativo e) Ao se aplicar um clique duplo no ícone denominado scanner, que tem por finalidade detectar a existência de vírus de computador em disquetes ou em discos de CD-ROM. GABARITO: D

6. Considerando as informações funcionalidades do Word 2002.

do

texto,

assinale

a

opção

incorreta

acerca

das

a) No menu encontra-se opção que permite salvar o documento em edição no formato HTML, que é um formato utilizado em páginas web. b) Opção disponibilizada no menu permite incorporar o conteúdo transferência no documento em edição em formato especificado pelo usuário. da área de

c) Por meio de opção existente no menu é possível adicionar texto na forma de cabeçalho na parte superior de todas as páginas do documento em edição. d) No menu encontram-se opções que permitem alterar o formato da fonte em uso bem como o espaçamento entre linhas do documento em edição. e) Caso deseje criar um desenho contendo formas simples, como retas, retângulos e círculos, e inseri-lo no documento em edição, o usuário poderá fazê-lo por meio de opção existente no menu .
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: E 7. Ao digitar um texto em um documento Word, teclando-se simultaneamente Ctrl Backspace será excluído a) todas as palavras até o final do parágrafo. b) uma palavra à direita. c) um caractere à esquerda. d) um caractere à direita. e) uma palavra à esquerda GABARITO: E 8. Quanto ao uso e às características do pacote de software para escritório Open Office, assinale a opção correta. a) O editor de planilhas eletrônicas Calc suporta qualquer função matemática utilizada pelo Excel. b) A ferramenta conversor PPT da versão brasileira do Open Office (Br Office) permite a edição de arquivos com o formato PPS do PowerPoint da Microsoft. c) O suporte à edição de arquivos no formato RTF (Rich Text Format) é nativo no Open Office. d) A edição de arquivos html e htm não é suportada em nenhuma versão do Open Office. GABARITO: C

9. Considerando a figura acima, que mostra uma janela do Windows XP, julgue os itens que se seguem. I. Os arquivos contidos na pasta Documentos estão sendo apresentados, de cima para baixo, em ordem crescente da data de modificação. Caso se queira reorganizar os arquivos por tamanho, na seqüência do maior para o menor, é suficiente clicar a guia II. Para se abrir o arquivo de nome imagem, é suficiente aplicar um clique duplo sobre o ícone III. Utilizando-se exclusivamente de operações com o mouse, é possível selecionar todos os arquivos contidos na pasta. IV Para se excluir da pasta Documentos o arquivo de nome Relatório, enviando-o para a

lixeira, basta clicar o ícone Está correto o contido em a) I, apenas. b) II, apenas. c) II e III, apenas. d) II, III e IV.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: C

10. A figura acima mostra uma janela do Excel 2002, com uma planilha, em processo de edição, contendo os saldos das contas de três clientes de um banco. Com relação a essa figura e ao Excel 2002, asinale a alternativa correta. a) Para se calcular a soma dos saldos das três contas e pôr o resultado na célula B5, é suficiente clicar essa célula, clicar e, em seguida, teclar .

b) Ao se clicar a célula A2 e duas vezes o botão , será selecionada a célula C2. c) Ao se clicar a célula B2, essa célula será selecionada. Ao se aplicar um clique duplo sobre essa mesma célula, toda a coluna B será selecionada. d) Ao se clicar a célula A2 e uma vezes o botão GABARITO: A , será selecionada a célula C3.

11. Acerca do Windows 2000, assinale a opção correta. a) Foi o primeiro sistema operacional com interface gráfica lançado pela Microsoft. b) Foi lançado em data anterior ao Windows XP. c) Não possui recursos de gerenciamento de rede. d) Sua grande vantagem é o recurso para eliminar vírus sem a necessidade de atualização. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

12. A figura acima mostra uma janela do Word 2002, com parte de um documento em processo de edição. Com relação a essa janela e ao Word 2002, marque a alternativa errada. a) Ao se clicar o botão caracteres não-imprimíveis que estão sendo exibidos na janela ficarão ocultos. b) A barra de ferramentas Revisão está sendo exibida na janela. c) Para se exibir a barra de ferramentas Desenho, que apresenta funcionalidades que permitem a elaboração de desenhos simples, é suficiente clicar o botão d) Sabendo-se que a palavra “Líquido”, na segunda linha do título que aparece na janela, está formatada em negrito, para se desativar essa formatação, é suficiente aplicar um clique duplo sobre a referida palavra; pressionar e manter pressionada a tecla tecla GABARTIO: C 13. Considere que uma planilha em edição no Excel 2000 contenha, nas células A1, A2 e A3, os valores numéricos 2, 4 e 8, respectivamente. Para se calcular a média aritmética dos valores de A1, A2 e A3, colocando o resultado na célula A4, é correto: a) clicar a célula A4 e digitar a fórmula = A1 + A2 + A3/3. b) selecionar as referidas células e clicar a opção AutoSoma. c) clicar a célula A4 e digitar a fórmula = A1*A2*A3/3. d) clicar a célula A4, digitar = MÉDIA(A1:A3) e, em seguida, teclar GABARTIO: D . ; teclar liberar a

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

14. A figura acima mostra uma janela do Word 2000 contendo parte de um texto. Nesse texto, para se selecionar a palavra “urbanas”, no final do segundo parágrafo, é suficiente a) clicar a referida palavra. b) clicar, com o botão direito do mouse, a mencionada palavra. c) aplicar um clique duplo na referida palavra. d) clicar a citada palavra e, em seguida, clicar GABARITO: C

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

15. A figura acima mostra uma janela do Internet Explorer 6 (IE6) contendo parte de uma página web. Com relação a essa figura e à Internet, julgue os itens que se seguem. I. A seqüência de caracteres http://www.youtube.com corresponde ao URL de uma página da Web que tem como principal função fornecer ao usuário da Internet as últimas notícias do Brasil. II. O botão tem como função principal permitir ao usuário do IE6 definir a primeira página que será exibida quando o programa for aberto. III. A seqüência de caracteres http://www.youtube.com corresponde ao URL de uma página da Web que tem como principal função fornecer ao usuário da Internet as últimas notícias do Brasil e do mundo. tem como função principal permitir ao usuário do IE6 definir o grau de IV. O botão importância da página que será exibida quando o programa for aberto. Está correto o contido em a) I, apenas. b) II, apenas. c) II e III, apenas. d) Todas as alternativa estão erradas GABARITO: D 16. O menu Ferramentas do Internet Explorer dá acesso à janela Opções da Internet apresentada a seguir.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Em relação aos recursos disponíveis nesta janela é incorreto afirmar que a) a defi nição de qual será a página inicial é feita na guia “Geral”. b) o nível de bloqueio de cookies é defi nido na guia “Segurança”. c) o Supervisor de conteúdo é acessado pela guia “Conteúdo”. d) para configurar uma conexão com a Internet deve abrir a guia “Conexões”. e) a configuração da rede local (LAN) pode ser feita na guia “Conexões”. GABARITO: B 18. Na Internet, plug in significa a) um hardware que é reconhecido automaticamente pelo browser. b) um software que é acoplado a um aplicativo para ampliar suas funções. c) um hardware que é reconhecido automaticamente pelo sistema operacional. d) um link presente em uma página Web. e) a conexão realizada em um website. GABARITO: B 19. Na lista a seguir, o dispositivo que suporta a gravação da maior quantidade de dados para a realização de backup é o a) DVD. b) DDS-2. c) DLT-S4. d) DAT 72. GABARITO: C 20. Analise as seguintes afi rmações relacionadas à Segurança da Informação. I. Um Firewall de estado inspeciona o tráfego para evitar pacotes ilegítimos, guardando o estado de todas as últimas transações efetuadas. II. Um Spyware é um programa que recolhe informações sobre o usuário e sobre seus costumes na Internet e transmite estas informações a uma entidade externa na Internet sem o conhecimento ou consentimento do usuário. Diferem dos cavalos de Tróia por não terem como objetivo que o sistema do usuário seja dominado ou manipulado. III. Nos sistemas de Segurança da Informação existem alguns métodos que verifi cam se uma mensagem em trânsito foi alterada. Este procedimento visa garantir o não-repúdio. IV. O foco principal dos sistemas de Segurança da Informação para a Internet são os desastres, como incêndio ou falhas elétricas e os erros dos usuários. Indique a opção que contenha todas as afi rmações verdadeiras. a) I e III b) II e III c) III e IV d) I e II e) II e IV GABARITO: D 21. Uma providência que ajuda a prevenir a contaminação do computador por vírus consiste em a) instalar antivírus, que é uma ferramenta criada para impedir a contaminação de computador por vírus, e atualizá-lo periodicamente para se evitar a contaminação por novos tipos de vírus. b) manter o protocolo TCP atualizado. c) instalar um firewall que detecta e elimina os vírus existentes. d) manter o sistema operacional atualizado para que seja inibida a entrada de novos vírus e sejam eliminados os vírus conhecidos. GABARITO: A 22. Quando um arquivo não pode ser alterado ou excluído acidentalmente deve-se assinalar em Propriedades do arquivo o atributo a) Criptografar o conteúdo. b) Somente leitura. c) Gravar senha de proteção.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) Proteger o conteúdo. e) Oculto. GABARITO: B 23. O protocolo de agência de correio 3 – POP3 – é utilizado com freqüência por provedores de serviços de Internet para permitir o a) recebimento e o envio de mensagens de e-mail, com acesso a várias pastas do lado do servidor. b) recebimento de mensagens de e-mail, com acesso a várias pastas do lado do servidor. c) recebimento de mensagens de e-mail, com acesso a uma única caixa de entrada. d) envio de mensagens de e-mail, com acesso a várias pastas do lado do servidor. e) envio de mensagens de e-mail, com acesso a uma única caixa de enviados. GABARITO: C 24. Dadas as seguintes assertivas sobre nome de site na Internet: I. O nome da organização detentora do domínio, que pode ser o nome real ou um nome fantasia, compõe a primeira parte do nome de domínio. II. A segunda parte do nome de domínio corresponde ao tipo de organização envolvida. Existem inúmeros tipos de organizações admitidos e não existem domínios com esta parte omitida. III. A última parte do nome de domínio representa o país. Quando omitido, indica que o site está registrado nos Estados Unidos. É correto o que consta em a) I, apenas. b) I e III, apenas. c) II, apenas. d) II e III, apenas. e) I, II e III. GABARITO: B

25. Considerando que a janela do Outlook Express 6 (OE6) ilustrada na figura acima esteja em execução em um computador PC, e que o ponteiro do mouse encontra-se sobre a opção ao se clicar o botão esquerdo do mouse, será a) aberta uma janela que permitirá a edição de mensagem de correio eletrônico com o fundo da área de mensagem em branco. b) iniciado processo de acesso aos recursos do Messenger implementados no OE6 utilizando-se uma janela com o fundo em branco. c) carregado o conteúdo do recurso Messenger do OE6 em um arquivo Word em branco, que será armazenado na pasta d) fechada a janela do OE6 mostrada acima, abrindo-se uma nova janela que permitirá a edição de uma mensagem de correio eletrônico com o conteúdo necessariamente em branco.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) solicitada uma senha para a edição de mensagem de correio eletrônico e, caso essa senha seja adequadamente fornecida, será aberta uma janela na qual será possível a edição de mensagem de correio eletrônico, usando-se o estilo denominado em branco, que impede que arquivos sejam anexados à referida mensagem. GABARITO: A 26. No Internet Explorer 6, os links das páginas visitadas recentemente podem ser excluídos executando-se a) Limpar histórico da pasta Histórico. b) Excluir cookies dos arquivos temporários. c) Assinalar about:blank na página inicial . d) Limpar cookies da página inicial. e) Assinalar about:blank na pasta Histórico. GABARITO: A

27. Considere que um usuário tenha acessado a página da Internet ilustrada acima por meio de uma rede ADSL, utilizando o navegador Internet Explorer 6, a partir de um microcomputador cujo sistema operacional é o Windows 2000. Com relação a essa figura, é correto afirmar que a ferramenta

a) b)

apresenta os sítios favoritos. copia o texto contido na página e o transporta para o Word.

c) d)

permite atualizar o conteúdo da página mostrada. permite sublinhar uma palavra que esteja selecionada.

GABARITO: C 28. O Microsoft Outlook Express 6 permite a) criar sítios pessoais na Internet. b) bater papo on line. c) acessar sítios por meio do protocolo SNMTP.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) gerenciar várias contas de e-mail e de grupos de notícias. GABARITO: D 29. Analise as seguintes afirmações relacionadas a componentes de redes de computadores. I. Hubs são dispositivos utilizados para conectar o adaptador de rede de um computador diretamente a uma rede telefônica. Com o Hub, as conexões são concentradas, ficando o computador ligado à Internet por uma conexão de alta velocidade, como por exemplo ADSL. II. Repetidores fazem o papel de guarda de trânsito, garantindo que os pacotes de mensagens sejam dirigidos a endereços certos na rede. III. Em uma rede token ring, o computador monitora a rede até que identifique um padrão especial de bits denominado permissão. Só então, irá enviar o pacote de dados. IV. Pontes conectam múltiplas LAN’s, como por exemplo a LAN da Administração com a LAN do Departamento de Recursos Humanos. Elas dividem o tráfego na rede, apenas passando informações de um lado para outro quando for necessário. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: C 30. Analise as seguintes afirmações relacionadas a redes de computadores e seus componentes. I. Uma rede, com um número limitado de roteadores para outras redes, pode ser configurada com roteamento estático. Uma tabela de roteamento estático é construída manualmente pelo administrador do sistema e pode ou não ser divulgada para outros dispositivos de roteamento na rede. II. Uma tabela de roteamento dinâmico é construída a partir de informações trocadas entre roteadores. Os protocolos são desenvolvidos para distribuir informações que ajustam rotas dinamicamente para refletir alterações nas condições da rede. III. Todas as portas de um roteador devem receber o mesmo endereço IP. IV. Quando se executa um traceroute através de um roteador com tabela de roteamento estática, o protocolo de roteamento informa, para a entidade de origem, que a rota não existe. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: A 31. Analise as seguintes afirmações relacionadas a conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet/Intranet. I. Na Internet, a escolha do caminho por onde uma mensagem deve transitar é chamado de roteamento. II. Um endereço eletrônico de e-mail consiste de uma seqüência de nomes separados por ponto, por exemplo, www.meunome.com.br, podendo ser entendido como a versão legível do endereço IP. III. Quando copia um arquivo da rede para o seu computador, o usuário está fazendo um download. A expressão pode ser aplicada para cópia de arquivos de servidores FTP, imagens transferidas diretamente da tela do navegador ou quando as mensagens de correio eletrônico são trazidas para o computador do usuário. IV. A linguagem padrão, de âmbito internacional, para a programação de sites na Web que possibilita que todas as ferramentas de navegação exibam o conteúdo do site é conhecida como WWW. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) II e IV GABARITO: D 32. Analise as seguintes afirmações relacionadas a conceitos de hardware. I. O barramento USB é um barramento externo que dá suporte à instalação plug and play. II. Uma porta infravermelha é uma porta óptica utilizada em um computador para se comunicar com outros computadores ou dispositivos usando luz infravermelha e um cabo de fibras ópticas. III. O uso do barramento USB permite a conexão e a desconexão de dispositivos de um computador sem desligar ou reiniciar o mesmo, sendo possível o uso de uma única porta USB para se conectar mais de 16 dispositivos periféricos. IV. Um pool de impressão deve ser formado por duas ou mais impressoras diferentes conectadas a um servidor de impressão que agirá como uma única impressora. Nesse caso, quando se deseja imprimir um documento, o trabalho de impressão é enviado à impressora denominada Padrão, que se encarrega de distribuir os trabalhos para as impressoras disponíveis no pool. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: D 33. Analise as seguintes afirmações relacionadas aos conceitos básicos de informática: Hardware e Software. I. Freqüência de atualização de um monitor é a freqüência com que a tela de vídeo é redesenhada para evitar que a imagem fi que piscando. A área da imagem inteira da maioria dos monitores é atualizada aproximadamente 1024 vezes por segundo. II. Nas versões mais novas do Windows, para se utilizar o recurso de suporte a vários monitores, precisa-se, para cada monitor, de um adaptador de vídeo PCI, AGP, onboard ou outro tipo compatível com a placa-mãe. III. O USB (Universal Serial Bus - barramento serial universal) é um barramento externo que dá suporte à instalação Plug and Play, permitindo a conexão e desconexão de dispositivos sem desligar ou reiniciar o computador. IV. A resolução de tela é a configuração que determina a quantidade de informações apresentadas na tela do monitor, medida em polegadas quadradas. Uma resolução baixa, como 640 x 480, faz com que os itens na tela apareçam menores e a área da tela torna-se pequena. Uma resolução alta, como 1024 x 768, apresenta uma área de exibição maior e os itens individuais tornam-se grandes. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: B 34. Um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados tem como função: a) armazenar e quantificar dados. b) eliminar metadados. c) limitar e controlar dados redundantes em múltiplos sistemas. d) propiciar a automação de transições. e) fornecer serviços de bottom-up e recuperação. GABARITO: C 35. O sistema operacional Linux é composto por três componentes principais. Um deles, o Shell, é a) o elo entre o usuário e o sistema, funcionando como intérprete entre o dois. Ele traduz os comandos digitados pelo usuário para a linguagem usada pelo Kernel e vice-versa. Sem o Shell a interação entre usuário e o Kernel seria bastante complexa.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) o núcleo do sistema. É responsável pelas operações de baixo nível, tais como: gerenciamento de memória, suporte ao sistema de arquivos, periféricos e dispositivos. c) o substituto do Kernel para as distribuições mais recentes do Linux. d) o responsável por incorporar novas funcionalidades ao sistema. É através dele que se torna possível a implementação de serviços necessários ao sistema, divididos em aplicações do sistema e aplicações do usuário. e) o responsável pelo gerenciamento dos processos em execução pelo Sistema Operacional. GABARITO: A 36. No sistema operacional Linux devem-se respeitar vários tipos de limites de recursos que podem interferir com a operação de alguns aplicativos. Particularmente mais importantes são os limites do número de processos por usuário, o número de arquivos abertos por processo e a quantidade de memória disponível para cada processo. Nesse sistema operacional, o a) comando /etc/conf/bin/idtune SHMMAX 100 defi ne que a quantidade máxima de arquivos abertos suportados pelo sistema é igual a 100. b) comando /etc/conf/bin/idtune -g SHMMAX define a quantidade máxima de arquivos que podem ser abertos. c) comando /proc/sys/fs/fi le-max informa a quantidade máxima de arquivos que o sistema suporta. d) limite original padrão para o número de arquivos abertos geralmente é definido como um valor igual a zero. e) limite máximo de arquivos por processo é fixado quando o núcleo é compilado. GABARITO: E 37. Analise as seguintes afirmações relacionadas aos conceitos básicos de gerenciadores de banco de dados. I. Uma chave primária é uma ou mais linhas cujo valor ou valores identificam de modo exclusivo cada registro de uma tabela. Uma chave primária permite valores nulos e deve sempre ter um índice variável. Chaves estrangeiras são usadas para relacionar uma tabela a chaves primárias em outras tabelas. II. Indexar um campo é um recurso que acelera a pesquisa e a classificação em uma tabela baseada em valores de chave e pode impor exclusividade nas linhas de uma tabela. A chave primária de uma tabela é automaticamente indexada. Alguns campos não podem ser indexados por causa de seus tipos de dados, como por exemplo, campos Objeto OLE. III. No uso da linguagem SQL para manipulação de dados em um banco de dados, a cláusula GROUP BY deve ser colocada antes da cláusula HAVING, pois os grupos são formados e as funções de grupos são calculadas antes de resolver a cláusula HAVING. IV. No uso da linguagem SQL para manipulação de dados em um banco de dados, a cláusula WHERE funciona exatamente igual à cláusula HAVING. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: B 38. Analise as seguintes afirmações relacionadas a sistemas de backup: I. Um backup incremental copia somente os arquivos criados ou alterados desde o último backup normal ou incremental. II. Ao se utilizar uma combinação de backups normais ou incrementais para restaurar dados, será necessário ter o último backup normal e todos os conjuntos de backups incrementais. III. A forma mais segura de se fazer um backup diferencial em todo o conteúdo de um HD é por meio da implementação de um sistema de espelhamento de disco. IV. Com um sistema tolerante a falhas, do tipo RAID3 ou RAID5, o backup completo é feito no último disco do conjunto, que deve ser substituído com a freqüência necessária para se manter a segurança desejada. Recomenda-se, no mínimo, uma substituição semanal. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: A 39. Analise as seguintes afirmações relacionadas a conceitos básicos de Internet, Intranet e redes de computadores. I. Um backbone é a interconexão central de uma rede internet. Pode ser entendido como uma espinha dorsal de conexões que interliga pontos distribuídos de uma rede, formando uma grande via por onde trafegam informações. II. Finger é um serviço Internet que permite obter informações sobre usuários de uma máquina. III. Download é o processo de transferência de uma cópia de um arquivo presente em um computador remoto para outro computador através da rede. O arquivo recebido é gravado em disco no computador local e apagado do computador de origem. IV. FTP é o protocolo padrão da Internet, usado para transferência de e-mail entre computadores. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: A 40. Os tipos de backups determinam quais dados sofrem a cópia de segurança e a forma como ela deve ser feita. Com relação a este assunto é correto afirmar que a) o backup incremental deve ser feito sempre antes de um backup normal. b) o backup normal deve ser feito sempre após um backup diferencial e só deve ser descartado após o próximo backup incremental. c) o uso de um backup normal diário dispensa o uso de um backup incremental semanal. d) o uso de um backup diferencial após um backup normal pode danificar todo o sistema de backup de uma empresa se, após a sua realização, não for feito um backup incremental. e) a principal diferença entre os backups normal, incremental e diferencial está no sistema de fitas utilizado para armazená-los. GABARITO: C 41. Analise as seguintes afirmações relacionadas a conceitos de organização e de gerenciamento de arquivos. I. Os arquivos com extensões criadas para tipos específicos são, em geral, denominado “tipo de arquivo registrado”. Estes tipos de arquivos não são rastreados pelo registro do sistema operacional. II. Recursos compartilhados podem ser definidos como os recursos da rede disponíveis para os usuários, tais como pastas, arquivos ou impressoras. Um recurso compartilhado também pode se referir a um recurso em um servidor, disponível para usuários da rede. III. Quanto maior o tamanho de cluster utilizado, também chamado de tamanho da unidade de alocação, mais eficiente será o armazenamento de informações no disco. IV. Uma unidade de alocação é a menor quantidade de espaço em disco que pode ser alocada para manter um arquivo. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: E 42. A Internet, além de concentrar uma grande quantidade de informações em servidores destinados a esse fim, possuía função de meio de comunicação. Com relação às diversas maneiras de se comunicar através da Internet, é correto afirmar que
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) o e-mail é a única forma de comunicação que permite a duas ou mais pessoas se comunicarem simultaneamente. b) para duas ou mais pessoas se comunicarem simultaneamente com o uso do Chat, é obrigatório que nos computadores de todas elas tenha um programa FTP cliente instalado. c) ao transferir um arquivo de qualquer servidor FTP na Internet para o computador do usuário utilizando um programa FTP cliente, é obrigatório o uso de um gerenciador de correio eletrônico para autenticar e autorizar o acesso. d) ao inscrever-se em uma lista de discussão, o usuário passa a receber mensagens de diversas pessoas da lista, sobre o tema central. Ao enviar uma mensagem destinada às pessoas da referida lista, esse mesmo usuário só necessita enviar um único e-mail para a lista, que essa se encarregará de fazer a distribuição aos seus participantes. e) ao contrário da lista de discussão, os usuários cadastrados em um fórum devem enviar email com suas mensagens a todos os participantes do referido fórum e, da mesma forma, ao responder, devem encaminhá-las a todos os participantes envolvidos. Dessa forma, os fóruns não necessitam de um servidor para concentrar suas mensagens. GABARITO: D 43. A segurança da informação tem como objetivo a preservação da a) confidencialidade, interatividade e acessibilidade das informações. b) complexidade, integridade e disponibilidade das informações. c) confidencialidade, integridade e acessibilidade das informações. d) universalidade, interatividade e disponibilidade das informações. e) confidencialidade, integridade e disponibilidade das informações. GABARITO: E 44. Quanto aos conceitos básicos de Segurança da Informação é correto afirmar que a criptografia simétrica a) usa um algoritmo de criptografia que requer que a mesma chave secreta seja usada na criptografia e na decriptografia. b) é um método de criptografia no qual duas chaves diferentes são usadas: uma chave pública para criptografar dados e uma chave particular para decriptografá-los. c) é um método de criptografia no qual duas chaves diferentes são usadas: uma chave particular para criptografar dados e uma chave pública para decriptografá-los. d) é o processo de regravação de partes de um arquivo em setores contíguos de um disco rígido a fim de aumentar a segurança da informação. e) é o resultado de tamanho fixo, também chamado de síntese da mensagem, obtido pela aplicação de uma função matemática unidirecional a uma quantidade de dados arbitrária. GABARITO: A 45. Considerando o processador de textos Microsoft Word, em suas versões mais recentes do mercado, ao se copiar um texto de um documento para outro, a formatação resultante do texto copiado no documento de destino dependerá da forma como ele é selecionado no documento de origem. Nesse contexto é correto afirmar que, se o texto de origem a) possuir um estilo de parágrafo específico e for copiado junto com sua formatação para um documento que contém um estilo com o mesmo nome, o texto copiado passa a ter a formatação do estilo do documento de destino. b) incluir uma quebra de seção, apenas a formatação relacionada à seção será desprezada durante a cópia para o documento de destino. c) incluir uma quebra de seção, apenas a formatação relacionada à seção será copiada para o documento de destino. d) incluir uma marca de parágrafo, o estilo de parágrafo e os formatos de parágrafo adicionais aplicados ao parágrafo serão copiados, exceto o estilo de caractere e dos formatos de caractere adicionais aplicados à seleção. e) não incluir uma marca de parágrafo, apenas o texto será copiado, sem nenhuma formatação. GABARITO: A 46. Analise as seguintes afirmações relacionadas a conceitos básicos de Internet e Intranet. I. O POP (Post Office Protocol) é um protocolo que trabalha no ciclo das mensagens eletrônicas. Serve para que os usuários possam enviar facilmente suas mensagens de e-mail para um servidor.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 II. O Dial Up é um sistema utilizado pelos browsers para que, quando for solicitado um acesso a um endereço do tipo www.prova.com.br, o computador possa transformar este nome em um endereço IP válido e realizar a conexão. III. Um proxy é um servidor que atua como “ponte”. Uma conexão feita através de proxy passa primeiro pelo proxy antes de chegar no seu destino, por exemplo, a Internet. Desse modo, se todos os dados trafegam pelo proxy antes de chegar à Internet, eles podem ser usados em redes empresariais para que os computadores tenham conexão à Internet limitada e controlada. IV. Protocolos são um conjunto de instruções de como duas ou mais ferramentas se comunicam. O navegador web e o servidor web precisam entender um ao outro, por isso os dois se utilizam do HTTP para interpretar as informações que recebem e formular as mensagens que irão mandar. Indique a opção que contenha todas as afi rmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: B 47. Analise as seguintes afirmações relativas a conceitos de protocolos e acesso à Internet. I. Para permitir um acesso mais rápido e eficiente à Internet, os servidores DNS foram substituídos por servidores FTP, que passaram a utilizar o protocolo IP para a solução de nomes. II. Cada computador na Internet (chamado de host) tem pelo menos um endereço IP que o identifica exclusivamente na Rede. III. O protocolo TCP/IP, implementado apenas pelo sistema operacional Windows, é o responsável pela incompatibilidade na comunicação entre computadores com esse sistema operacional e os demais computadores conectados à Internet. IV. Os protocolos SMTP, POP e IMAP são exemplos de protocolos utilizados por servidores de correio eletrônico. Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras. a) I e II b) II e III c) III e IV d) I e III e) II e IV GABARITO: E 48. Com relação a conceitos e procedimentos de informática é correto afirmar que a) uma ROM é um dispositivo de memória que só permite leitura e pode ser usado para armazenamento permanente de instruções de programas. b) memória virtual é a parte da memória que o processador utiliza como intermediária entre a memória cache e os registradores. c) um byte representa a menor unidade de dados que um computador pode tratar. d) os dispositivos de entrada, como os teclados, leitoras ópticas, mouses, monitores de vídeo e memória RAM convertem dados para o formato eletrônico para serem introduzidos na CPU. e) o processamento distribuído é o uso concorrente de um computador por diversos programas. Um deles utiliza a CPU enquanto os outros usam os outros componentes, como os dispositivos de entrada e saída. GABARITO: A 49. No que se refere ao navegador Internet Explorer 6 (IE6), assinale a opção correta. a) Não é possível imprimir as figuras apresentadas em um sítio. b) Existe apenas uma forma de localizar sítios na Internet com a utilização do IE6. c) Uma vantagem de colocar sítios como favoritos no IE6 é a possibilidade de acessá-los sem conectar a Internet. d) Se o usuário estiver prestes a enviar informações sigilosas, como o número do cartão de crédito, a um sítio não-seguro,o IE6 poderá avisá-lo de que o sítio não é seguro. GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 50. A Intranet é um(a) a) rede mundial de computadores que permite o envio de qualquer tipo de informação. b) rede dentro de uma organização que usa tecnologias e protocolos da Internet, mas está disponível somente para determinadas pessoas, como os funcionários de uma empresa. c) rede mundial com muitos segmentos de rede conectados por roteadores. d) um serviço oferecido pela Internet que permite a comunicação online. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 DIREITO ADMINISTRATIVO 1. Com relação aos atos administrativos, assinale a opção correta. a) A revogação do ato administrativo incide sobre ato inválido. b) A revogação do ato administrativo tem efeitos ex tunc. c) Somente a administração pública possui competência para revogar os atos administrativos por ela praticados. d) O Poder Legislativo pode invalidar atos administrativos praticados pelos demais poderes. e) O ato administrativo discricionário é insuscetível de exame pelo Poder Judiciário. GABARITO: C 2. Assinale a opção correta acerca das autarquias. a) As autarquias são detentoras, em nome próprio, de direitos e obrigações, poderes e deveres, prerrogativas e responsabilidades. b) As autarquias são hierarquicamente subordinadas à administração pública que as criou. c) As autarquias são criadas e extintas por ato do chefe do Poder Executivo. d) Ao criar uma autarquia, a administração pública apenas transfere a ela a execução de determinado serviço público, permanecendo com a titularidade desse serviço. e) As autarquias não estão sujeitas ao controle externo do Poder Legislativo. GABARITO: A 3. Assinale a opção correta no que concerne à responsabilidade civil do Estado. a) Nos Estados absolutistas, negava-se a obrigação da administração pública de indenizar os prejuízos causados por seus agentes aos administrados, com fundamento no entendimento de que o Estado não podia causar males ou danos a quem quer que fosse (the king can do no wrong). Segundo a classificação da doutrina, a teoria adotada nesse período era a teoria do risco integral. b) Perante o transportado, a responsabilidade da transportadora que exerça função pública sob concessão é contratual e subjetiva. c) A Constituição Federal de 1988 adotou o princípio da responsabilidade civil subjetiva para as autarquias. d) De acordo com a teoria da responsabilidade objetiva, o Estado responde pelos danos causados por seus agentes a terceiros, independentemente da prova de culpa ou da demonstração do nexo causal. e) Uma sociedade de economia mista prestadora de serviço público responderá por danos causados a terceiros independentemente da prova de culpa. GABARITO: E 4. Considerando a desapropriação no ordenamento jurídico brasileiro, assinale a opção correta. a) O procedimento da desapropriação compreende as fases declaratória e executória. Na primeira, a declaração expropriatória pode ser feita somente pelo Poder Executivo, ao passo que a fase executória desenvolve-se apenas no âmbito do Poder Judiciário. b) Depende de autorização do presidente da República a desapropriação pelos estados, pelo Distrito Federal (DF) e pelos municípios de ações ou cotas de empresas cujo funcionamento dependa de autorização do governo federal e se subordine à sua fiscalização. c) A declaração de utilidade pública não confere ao poder público o direito de penetrar no bem, ainda que para fazer verificações ou medições. d) A desapropriação de imóveis rurais é sempre de competência da União. e) A lei não pode atribuir poder expropriatório a entidades da administração indireta, visto que os únicos sujeitos ativos da desapropriação são a União, o DF, os estados e os municípios. GABARITO: B 5. Francisco, presidente de determinada autarquia estadual, contratou os serviços de vigilância da empresa Zeta, com dispensa de licitação, argumentando que não havia tempo hábil para realizar procedimento licitatório e que a autarquia não poderia ficar sem aquele serviço. Posteriormente, descobriu-se que a empresa Zeta pertencia a Carlos, amigo de Francisco, e que a emergência alegada fora criada intencionalmente pelo próprio agente público, que deixou de iniciar processo licitatório mesmo ciente de que o contrato anterior
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 estava prestes a vencer. Os valores pagos à empresa Zeta eram 50% maiores que os preços praticados no mercado. Descobriu-se, também, que Carlos depositara valores em dinheiro nas contas de Francisco. Diante desses fatos, o governador demitiu Francisco da presidência da autarquia e o Ministério Público (MP) do estado denunciou-o, juntamente com Carlos, por crimes de dispensa ilegal de licitação e corrupção. Com base nessa situação hipotética, assinale a opção correta. a) Francisco não poderá ser processado por improbidade administrativa com base na Lei n.º 8.429/1992 porque, em razão da demissão, não será considerado mais agente público. b) Carlos não pode ser sujeito passivo da ação de improbidade administrativa de que trata a Lei n.º 8.429/1992. c) A ação de improbidade administrativa só poderá ser ajuizada se ficar constatado prejuízo financeiro aos cofres públicos. d) A ação de improbidade administrativa poderá ser proposta pelo MP ou pela pessoa jurídica interessada. Caso a ação seja ajuizada pelo MP, a pessoa jurídica interessada poderá atuar ao lado do autor da ação ou abster-se de contestar o pedido, desde que isso se afigure útil ao interesse público. e) Caso os envolvidos procurem o MP ou os representantes da pessoa jurídica lesada e proponham a recomposição dos prejuízos causados, as partes poderão realizar transação com o objetivo de extinguir a ação de improbidade administrativa. GABARITO: D 6. Considerando a legislação pertinente à propriedade, ao uso e exploração de bens públicos, solo, subsolo e recursos hídricos, assinale a opção correta. a) As jazidas, em lavra ou não, e demais recursos minerais e os potenciais de energia hidráulica constituem propriedade comum ao solo, para efeitos de exploração ou aproveitamento. b) Aos estados pertencem as águas superficiais ou subterrâneas, fluentes, emergentes e em depósito, ressalvadas, nesse caso, na forma da lei, as decorrentes de obras da União. c) As terras devolutas constituem bens públicos de uso comum. d) Todos os bens públicos são inalienáveis e estão fora do comércio jurídico de direito privado. e) A afetação e a desafetação de um bem público devem ser feitas de modo expresso, não se admitindo a forma tácita. GABARITO: B 7. Atividade da administração pública, expressa em atos normativos ou concretos, de condicionar, com fundamento em sua supremacia geral e na forma da lei, a liberdade e a propriedade dos indivíduos, mediante ação ora fiscalizadora, ora preventiva, ora repressiva, impondo coercitivamente aos particulares um dever de abstenção (non facere), a fim de conformar-lhes os comportamentos aos interesses sociais consagrados no sistema normativo. (Celso Antônio Bandeira de Mello. Curso de direito administrativo. Editora Malheiros. 20.ª ed., p. 787). A definição objeto do fragmento de texto acima se refere ao poder a) regulamentar. b) discricionário. c) de polícia. d) hierárquico. e) disciplinar. GABARITO: C 8. A respeito do direito administrativo, assinale a opção correta. a) Os serviços públicos privativos do poder público não são passíveis de concessão. b) Consórcio administrativo é o acordo de vontade entre duas ou mais pessoas jurídicas públicas da mesma natureza e mesmo nível de governo, constituído sob a forma de pessoa jurídica. c) O convênio entre entidades públicas e particulares é forma de delegação de serviços públicos. d) As organizações sociais são pessoas jurídicas de direito público, instituídas por iniciativa de particulares para desempenhar serviços sociais não-exclusivos do Estado, com incentivo e fiscalização do poder público, mediante vínculo jurídico instituído por meio de parceria público-privada.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) Segundo jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), é inconstitucional a exigência de autorização legislativa para a celebração de convênio ou consórcio. GABARITO: E 9. Um policial militar do estado da Paraíba, durante o período de folga, em sua residência, teve um desentendimento com sua companheira e lhe desferiu um tiro com uma arma pertencente à corporação. Considerando o ato hipotético praticado pelo referido policial, é correto afirmar que a) está configurada a responsabilidade civil do Estado, pois a arma pertencia à corporação. b) está configurada a responsabilidade civil do Estado, pois o disparo foi efetuado por um policial militar, e o fato de ele estar de folga não afasta a responsabilidade do Estado. c) não há responsabilidade civil do Estado, visto que o dano foi causado por policial fora de suas funções públicas. d) não há responsabilidade civil do Estado, pois o dano não foi causado nas dependências de uma repartição pública. e) não há responsabilidade civil do Estado, uma vez que a conduta praticada pelo policial não configurou dano. GABARITO: C 10. A respeito do recurso em processo administrativo disciplinar, julgue os itens que se seguem. I O recurso administrativo possui, como regra, efeitos suspensivo e devolutivo. II O prazo para a interposição do recurso administrativo é de 10 dias. III Não se exige a garantia de instância (caução) para a interposição de recurso administrativo, salvo disposição legal expressa em contrário. IV Não é possível que a instância superior, ao analisar o recurso administrativo, imponha decisão mais severa do que a imposta por instância inferior. Estão certos apenas os itens a) I e III. b) I e IV. c) II e III. d) I, II e IV. e) II, III e IV. GABARITO: C 11. A obrigação do Estado de indenizar o particular independe de culpa da administração, visto que a responsabilidade é objetiva. O agente público causador do dano deverá ressarcir a administração, desde que comprovada a existência de culpa ou dolo do agente. Com relação aos efeitos da ação regressiva do Estado contra o agente público, julgue os seguintes itens. I Os efeitos da ação regressiva transmitem-se aos herdeiros e sucessores do agente público culpado, respeitado o limite do valor do patrimônio transferido. II A ação regressiva pode ser movida mesmo após terminado o vínculo entre o agente e a administração pública. III A ação por meio da qual o Estado requer ressarcimento aos cofres públicos de prejuízo causado por agente público considerado culpado prescreve em 5 anos. IV A orientação dominante na jurisprudência e na doutrina é de ser cabível, em casos de reparação do dano, a denunciação da lide pela administração a seus agentes. Estão certos apenas os itens a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) I, III e IV. e) II, III e IV. GABARITO: A 12. É lícito ao poder público intervir na propriedade privada para preservar o interesse público. No município de João Pessoa, por exemplo, as edificações na faixa litorânea não podem ultrapassar a altura equivalente a quatro andares. Esse tipo de intervenção caracteriza a) servidão administrativa. b) ocupação temporária.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) tombamento. d) limitação administrativa. e) desapropriação. GABARITO: D 13. Constitui elemento diferenciador entre sociedade de economia mista e empresa pública o(a) A regime jurídico de pessoal. B composição do capital. C patrimônio. D natureza da atividade. E forma de sujeição ao controle estatal. GABARITO: B 14. O princípio da eficiência, introduzido expressamente na Constituição Federal (CF) na denominada Reforma Administrativa, traduz a idéia de uma administração A descentralizada. B informatizada. C moderna. D legalizada. E gerencial. GABARITO: E 15. Os atos administrativos enunciativos são os que declaram, a pedido do interessado, situação jurídica preexistente relativa a particular. É exemplo de ato enunciativo o(a) A autorização. B instrução. C parecer. D decreto. E portaria. GABARITO: C 16. A respeito dos atos administrativos, julgue os itens subseqüentes. I Ato perfeito é aquele que teve seu ciclo de formação encerrado, por ter esgotado todas as fases necessárias à sua produção. II Ato consumado é o que já produziu todos os seus efeitos. III Ato pendente é aquele que, embora perfeito, está sujeito a condição ou termo para que comece a produzir efeitos. IV Ato imperfeito é o que apresenta aparência de manifestação de vontade da administração pública, mas que não chegou a aperfeiçoar-se como ato administrativo. Estão certos apenas os itens A I e II. B I e IV. C II e III. D II e IV. E I, II e III. GABARITO: E 17. No que diz respeito aos meios de atuação do poder de polícia, julgue os próximos itens. I Segundo entendimento majoritário na doutrina e na jurisprudência, admite-se a delegação do poder de polícia a pessoa da iniciativa privada prestadora de serviços de titularidade do estado. II A autorização é o ato administrativo vinculado e definitivo pelo qual a administração reconhece que o particular detentor de um direito subjetivo preenche as condições de seu gozo. III A licença não pode ser negada quando o requerente satisfaça os requisitos legais para sua obtenção. IV O alvará pode ser de licença ou de autorização. Estão certos apenas os itens A I e II. B I e III.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 C I e IV. D II e III. E III e IV. GABARITO: E 18. Quanto à administração pública, assinale a opção correta conforme a CF. A Somente por emenda constitucional poderá ser criada autarquia e autorizada a instituição de empresa pública, de sociedade de economia mista e de fundação, cabendo à lei complementar, neste último caso, definir as áreas de sua atuação. B A administração fazendária e seus servidores fiscais terão, dentro de suas áreas de competência e jurisdição, precedência sobre os demais setores administrativos, na forma da lei. C É vedada a percepção de mais de uma aposentadoria à conta do regime de previdência dos servidores públicos, ainda que os cargos sejam acumuláveis na atividade. D Ao servidor ocupante, exclusivamente, de emprego público ou de cargo temporário, bem como de cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração, aplica-se o regime de previdência social dos servidores públicos efetivos, observados o tempo de contribuição e a idade do servidor. E Extinto o cargo ou declarada a sua desnecessidade, o servidor estável ficará em disponibilidade, com remuneração integral do cargo, até seu adequado aproveitamento em outro cargo. GABARITO: B 19. Contrato administrativo pelo qual a administração pública delega a outrem a execução de um serviço público, para que o execute em seu próprio nome, por sua conta e risco, mediante tarifa paga pelo usuário ou outra forma de remuneração decorrente da exploração do serviço. Maria Sylvia Di Pietro. Parcerias na administração pública. São Paulo: Atlas, 1999, p. 72 (com adaptações). A definição apresentada no texto acima refere-se ao instituto denominado A autorização de serviço público. B permissão de serviço público. C contrato de empreitada de obra pública. D concessão de obra pública. E concessão de serviço público. GABARITO: E 20. Assinale a opção correta relativamente à administração pública. A O servidor público processado por ato de improbidade administrativa que importe em violação aos princípios da administração pública está sujeito à perda do cargo público. B Segundo reiterada jurisprudência do STJ, a administração pública está impedida de exercer qualquer tipo de controle ou classificação de programas televisivos, sob pena de violar a liberdade de expressão. C Segundo o STJ, a administração pública não pode convalidar um ato administrativo viciado se este já tiver sido impugnado judicialmente. D Será punido com pena de multa o agente público que se recusar a prestar declaração dos bens e valores que compõem seu patrimônio, a fim de ser arquivada no serviço de pessoal competente. E Segundo a Lei n.º 8.429/1992 — Lei de Improbidade Administrativa —, para que o servidor público seja punido com as penalidades nela previstas, é imprescindível a efetiva ocorrência de dano ao patrimônio público. GABARITO: A 21. Sobre os poderes e deveres da Administração Pública, é correto afirmar que: a) O Presidente da República pode dispor, mediante decreto, sobre a organização e funcionamento da administração federal, quando não implicar aumento de despesa nem criação ou extinção de órgãos públicos, e, também, sobre a extinção de funções ou cargos públicos, quando vagos; b) No regime da Lei n° 9.784/99, que regula o processo administrativo federal, não será permitida a avocação temporária de competência atribuída a órgão hierarquicamente inferior; c) É lícito que ato administrativo institua tarifa para remunerar o poder de polícia;
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) O exercício de poder de polícia impõe manifestação prévia do Poder Judiciário. GABARITO: A 22. Ocorre a chamada descentralização administrativa quando o Estado desempenha sua função indiretamente, por meio de outras entidades. A descentralização requer, assim, duas pessoas jurídicas distintas: o Estado, como titular da atividade, e a entidade que executará o serviço por ter recebido essa atribuição. A doutrina indica duas maneiras para que o Estado efetive a descentralização administrativa: outorga e delegação. Assinale a opção correta a respeito desse tema. a) Descentralização é o mesmo que desconcentração. b) Nos contratos de concessão de serviço público, verifica-se a descentralização por outorga. c) A descentralização é efetivada por meio de outorga quando o Estado transfere, por contrato ou ato unilateral, unicamente a execução de um serviço para que o ente o preste ao público em seu nome e por sua conta e risco. d) Quando o Estado cria uma autarquia e a ela transfere certa atividade administrativa, ocorre a descentralização por delegação. e) A descentralização deve ser efetivada por outorga quando o Estado cria uma entidade e a ela transfere, por lei, a execução de determinado serviço público. GABARITO: E 23. Acerca da organização da administração pública, assinale a opção correta. a) A administração direta abrange todos os órgãos do Poder Executivo, excluindo-se os órgãos dos Poderes Judiciário e Legislativo. b) As autarquias profissionais de regime especial, como a Ordem dos Advogados do Brasil e as agências reguladoras, submetem-se ao controle do Tribunal de Contas da União. c) As empresas públicas e as sociedades de economia mista que exploram atividade econômica em regime de monopólio submetem-se ao regime jurídico próprio das empresas privadas. d) Enquanto a administração pública extroversa é finalística, dado que ela é atribuída especificamente a cada ente político, obedecendo a uma partilha constitucional de competências, a administração pública introversa é instrumental, visto que é atribuída genericamente a todos os entes, para que possam atingir aqueles objetivos. GABARITO: D 24. Assinale a alternativa incorreta: a) Viola o princípio da impessoalidade o concurso público de provas e títulos que contenha uma avaliação psicológica realizada em caráter subjetivo e sigiloso, sem a possibilidade de recursos contra o laudo. b) Na concessão de serviço público, o Poder Público transfere por prazo certo ao particular sagrado vencedor no processo licitatório a titularidade do serviço, para que este possa desempenhá-lo de forma eficiente, nos termos da legislação e do edital de licitação. c) A noção de “poder de polícia" é ligada à idéia de limitações à liberdade e à propriedade das pessoas privadas. d) Tombamento é um ato administrativo de natureza constitutiva, pelo qual a Administração Pública, depois de verificar por meio técnico e legítimo a necessidade de ser conservado determinado imóvel em vista do seu valor (artístico, histórico, cultural), determina a sua preservação e o seu registro no respectivo Livro do Tombo. e) Os terrenos de marinha não são apenas aqueles banhados pelas águas do mar, mas também os banhados pelas águas dos rios navegáveis, desde que atendam às exigências previstas em lei. GABARITO: B 25. Com pertinência à Estrutura da Administração Pública, assinale a proposição incorreta. a) Para Celso Antônio Bandeira de Mello, as denominadas Entidades Públicas Não-Estatais (pósreforma do Estado – EC n. 19 e EC n. 20) são pessoas privadas que colaboram com o Estado e que, entre os privilégios que recebem do Poder Público, está o conceito tributário da parafiscalidade. b) De acordo com a clássica classificação dos órgãos públicos de Hely Lopes Meirelles, os denominados órgãos singulares ou unipessoais são aqueles integrados por um único agente administrativo, por existir neles um único cargo em sua estrutura. c) À luz da teoria da Reforma do Estado, o que caracteriza o Terceiro Setor é o desenvolvimento de atividades sem fim lucrativo e voltadas a fins públicos.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) O Termo de Parceria é definido na Lei n. 9.790/99 como o instrumento passível de ser firmado entre o Poder Público e as Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público, destinado à formação do vínculo de cooperação entre as partes para o fomento e a execução de atividades de interesse público. e) À idéia de descentralização administrativa está estreitamente ligado o Princípio da Especialidade, segundo o qual, quando o Estado cria uma entidade autárquica, seus administradores não podem afastar-se dos objetivos definidos em lei, ainda que sob o argumento de que sua atuação (fora dos objetivos legais) se dê com vistas a atender interesse público, fim maior da atividade administrativa. GABARITO: B 26. Acerca das entidades paraestatais e do terceiro setor, assinale a opção correta. a) As entidades paraestatais estão incluídas no denominado terceiro setor. b) As organizações sociais são pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, instituídas por iniciativa de particulares, para desempenhar atividade típica de Estado. c) As organizações da sociedade civil de interesse público celebram contrato de gestão, ao passo que as organizações sociais celebram termo de parceria. d) As entidades do denominado sistema S (SESI, SESC, SENAI, SENAC) não se submetem à regra da licitação nem a controle pelo TCU. GABARITO: A 27. Acerca dos serviços públicos e da organização administrativa, assinale a opção correta. a) Serviço público somente pode ser concedido para entidades privadas. b) As autarquias e fundações públicas compõem a administração pública direta, enquanto as empresas públicas e as sociedades de economia mista compõe a administração pública indireta. c) Desconcentração é o fenômeno que transfere determinado serviço público para outros entes, dotados de personalidade jurídica própria. d) As autarquias são pessoas jurídicas de direito público criadas por lei específica, com a finalidade de desenvolver um serviço público de forma descentralizada, podendo a nomeação de seus dirigentes ser condicionada por lei à aprovação do respectivo poder legislativo, sem que haja violação ao princípio da separação de poderes. GABARTIO: D 28. Um TRE publicou edital de concurso público para provimento de uma única vaga de ortodontista. O edital continha cláusula determinando que o concurso seria válido por seis meses, contados da homologação do concurso. Nessa situação, é correto afirmar que essa cláusula é a) válida. b) inconstitucional, pois a Constituição da República determina que a validade mínima de concursos públicos é de 2 anos. c) ilícita, pois a lei determina que os concursos públicos devem valer por no mínimo 1 ano. d) inválida, porque é incompatível com o princípio da moralidade administrativa. GABARITO: A 29. Considere a Súmula no 473 do Supremo Tribunal Federal: “A administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todos os casos, a apreciação judicial.” Esse entendimento, tradicional no Direito administrativo brasileiro, comporta, presentemente, nova compreensão, decorrente de regra introduzida pela legislaçãofederal em matéria de processo e atos administrativos.Com efeito, a lei a) exclui a ocorrência de direitos adquiridos em matéria de atos administrativos. b) admite hipótese em que a passagem de certo lapso temporal impede a Administração de anular atos administrativos de que decorram efeitos favoráveis para os destinatários. c) exclui a possibilidade de apreciação judicial quanto à revogação dos atos administrativos. d) exige apreciação judicial para efetivar-se a anulação de atos administrativos, sempre que for invocado fundamento de inconstitucionalidade. e) exige apreciação judicial para efetivar-se a revogação de atos administrativos, sempre que se estiver em face de direitos adquiridos. GABARITO: B
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 30. Assinale a alternativa incorreta: a) A Constituição de 1988 possui princípios implícitos e explícitos que se aplicam à Administração Pública, sobretudo aqueles constantes do seu artigo 37. b) Os atos administrativos discricionários são aqueles em que a autoridade administrativa est¶a livre para fazer a escolha que melhor atenda suas razões do Estado. c) A depender do caso concreto, é possível à Administração Pública firmar contratos de direito privado. d) A revogação do ato administrativo dá-se naquelas hipóteses em que o ato é válido, mas não persiste no atendimento à conveniência e oportunidade administrativas. e) A Administração Pública pode anular os seus próprios atos. Porém, nos casos em que o ato administrativo tenha gerado direitos a pessoas privadas, a anulação deve ser precedida do devido processo legal. GABARITO: B 31. Os atos administrativos são passíveis de controle interno e externo. Daí resulta afirmarse corretamente que a) em respeito à presunção de legitimidade, pode a Administração Pública sustentar o descumprimento de liminar em mandado de segurança. b) o controle jurisdicional revoga o ato administrativo. c) o Tribunal de Contas é órgão de controle externo da Administração Pública. d) a existência de processo administrativo utilizado pelo interessado é causa suspensiva do controle jurisdicional. GABARITO: C 32. Com relação ao estudo da Administração Pública em geral, considere as afirmativas seguintes. I. A Administração Pública deve obedecer, no processo administrativo de autotutela, dentre outros, os princípios da legalidade, motivação, razoabilidade, proporcionalidade, moralidade, ampla defesa, contraditório, segurança jurídica, interesse público e eficiência. II. O direito da Administração Pública de anular os atos administrativos de que decorram efeitos favoráveis para os destinatários decai em 5 (cinco) anos, contados da data em que foram praticados, salvo comprovada má-fé. III. Os atos administrativos discricionários necessitam de motivação para sua validade, princípio expresso na Lei n.º 9.784/99, que regula o processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal. Está correto o contido em a) I, apenas. b) III, apenas. c) I e II, apenas. d) I, II e III. GABARITO: D 33. Assinale a alternativa correta: a) Desconcentrar é repartir as competências e os encargos atribuídos a uma pessoa administrativa, mediante a criação de outra pessoa jurídica que será submetida a controle tutelar (ou hierárquico impróprio) por parte da Administração central. b) Lei estadual que conceda a servidor inativo gratificação correspondente a férias (“terço de férias”) ofende os princípios da proporcionalidade e razoabilidade, podendo ser objeto de ação direta de inconstitucionalidade. c) Os atos administrativos discricionários são insuscetíveis de controle judicial, devido ao princípio da separação e independência entre os Poderes do Estado. d) Autarquias são pessoas jurídicas de Direito Público interno, criadas e instituídas por lei, com o objetivo de desenvolver atividades administrativas típicas ou atividades econômico-empresariais de interesse público. e) O ordenamento jurídico brasileiro prestigia o regulamento autônomo, cuja função é a de suprir as lacunas normativas nos casos de omissões legislativas. GABARITO: B 34. Acerca de atos e contratos administrativos, assinale a opção correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) O ato complexo se iguala, conforme entendimento da doutrina, ao contrato administrativo, pois há, em alguns casos, a conjugação de vontades de órgãos distintos para a formação do ato. b) A competência é um dos requisitos do ato administrativo e pode ser alterada, mesmo sem autorização legal, por vontade do administrador por meio do instituto da delegação. c) A cláusula contratual exceptio non adimpleti contractus não se aplica, em regra, aos contratos administrativos, quando a falta é da própria administração. No entanto, aplica-se esta cláusula quando houver o atraso, sem motivo justificado, por prazo superior a 90 dias, do pagamento devido pela administração. d) Não se configura uma cláusula exorbitante do contrato administrativo a possibilidade de aplicação de sanção motivada pela inexecução total ou parcial do contrato, já que não se pode confundir o contrato administrativo com o poder de polícia da administração. GABARITO: C 35. Considerado o regime da Lei nº. 11.079/2004, assinale a alternativa correta: a) Não é admitida, na licitação, a inversão da ordem das fases de habilitação e julgamento; b) O contrato de parceria público-privada, desde que celebrado por prazo superior a cinco anos, poderá ter como objeto único a execução de obra pública; c) As contratações de parceria público-privada poderão não envolver contraprestação pecuniária do parceiro público ao parceiro privado; d) Nas concessões patrocinadas poderá ocorrer que mais de 70% (setenta por cento) da remuneração do parceiro privado venha a ser paga pela Administração Pública. GABARITO: D 36. Em tema de concessões de serviços públicos, na sistemática da Lei nº 8.987/95, é certo afirmar que: a) A intervenção se fará mediante decreto do Poder Concedente; b) A intervenção será precedida de procedimento administrativo em que se assegurará à concessionária o direito de ampla defesa; c) Cessada a intervenção, a administração do serviço deverá ser devolvida à concessionária; d) Não há fixação de prazo legal para a conclusão do processo administrativo referente à intervenção; GABARITO: A 37. Nas concessões de serviço público, a) no curso do prazo contratual, o poder concedente pode decretar a retomada do serviço, por motivo de interesse público, no curso do prazo contratual, independentemente de prévio pagamento de indenização ao concessionário. b) no curso do prazo contratual, o poder concedente não pode intervir na prestação do serviço, que é feita por conta e risco do concessionário. c) o concessionário presta o serviço em nome próprio, mas a titularidade do serviço permanece em poder da administração pública. d) o concessionário está autorizado a interromper a prestação dos serviços por inadimplemento do usuário independentemente de prévio aviso deste último e desde que não se trate de situação de emergência. GABARITO: C 38. Em determinado concurso público para provimento de vagas para o cargo efetivo de analista legislativo da Assembléia Legislativa do Estado de Goiás, João foi aprovado em primeiro lugar para as vagas destinadas a deficientes físicos. O edital desse concurso, publicado em dezembro de 2004, previa que 5% das vagas seriam destinadas a deficientes físicos. Maria, aprovada em primeiro lugar no referido concurso, na classificação geral, foi excluída do concurso no exame psicotécnico. Pedro, aprovado em segundo lugar na classificação geral, com nota superior à de João, foi nomeado e, posteriormente, empossado, em uma das vagas disponíveis, em 5 de julho de 2005, encontrando-se atualmente em estágio probatório. Com relação a essa situação hipotética, e acerca do serviço público, assinale a opção correta. a) A criação, a transformação e a extinção de cargos públicos, bem como a sua remuneração, no âmbito do Poder Legislativo, em simetria com o que ocorre no âmbito do Congresso Nacional, devem ser feitas por meio de resolução.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) Conforme entendimento do STF, os exames psicotécnicos somente poderão ser exigidos em concursos públicos se houver expressa previsão no respectivo edital, no qual serão estabelecidos, ainda, os critérios objetivos de reconhecido caráter científico para a avaliação dos candidatos e a possibilidade de recurso na esfera administrativa. c) O estágio probatório de Pedro, considerando o que prevê a Lei n.º 8.112/1990, acabará em julho de 2007. d) Caso houvesse uma vaga disponível para o referido cargo no concurso objeto da hipótese em apreço, essa vaga deveria ser destinada aos deficientes físicos. GABARITO: C 39. De acordo com o tratamento constitucional conferido ao tema da estabilidade dos servidores públicos, é incorreto afirmar: a) Os servidores nomeados para a cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público são estáveis após três anos de efetivo exercício; b) O servidor público estável só poderá perder o cargo em virtude de sentença penal transitada em julgado, mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa, e, finalmente, mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho, na forma de lei complementar; c) Como condição para a aquisição da estabilidade, é obrigatória a avaliação especial de desempenho por comissão constituída para essa finalidade; d) Invalidada por sentença judicial a demissão do servidor estável, será ele reintegrado, e o eventual ocupante da vaga, se estável, reconduzido ao cargo de origem, sem direito à indenização, aproveitado em outro cargo ou posto em disponibilidade com remuneração proporcional ao tempo de serviço. GABARITO: B 40. O servidor público que ingresse em cargo efetivo tem garantido o direito à aquisição de estabilidade PORQUE a estabilidade é conseqüência da submissão a concurso público. INSTRUÇÕES: A questão contêm duas afirmações. Assinale, a alternativa correta de acordo com a seguinte chave: a) As duas afirmações são verdadeiras e a segunda justifica a primeira. b) As duas afirmações são verdadeiras e a segunda não justifica a primeira. c) A primeira afirmação é verdadeira e a segunda é falsa. d) A primeira afirmação é falsa e a segunda é verdadeira. e) As duas afirmações são falsas. GABARITO: E 41. No tema servidor público, considere as afirmativas seguintes: I. O Presidente da República pode dispor, mediante decreto, sobre a extinção de funções ou cargos públicos federais,quando vagos. II. O servidor público de uma fundação, no exercício do mandato de Prefeito, havendo compatibilidade de horários, pode cumular a remuneração com os subsídios. III. A Administração Pública pode reservar, por decreto, percentual dos cargos e empregos públicos para as pessoas portadoras de deficiência, com base na discricionariedade. Está correto apenas o contido em a) I. b) II. c) III. d) I e III. GABARITO: A 42. marque a alternativa incorreta, acerca do regime disciplinar dos servidores públicos. a) Ao servidor público submetido a processo administrativo disciplinar não se aplica o princípio do contraditório. b) Advertência, suspensão e demissão são modalidades de penalidades administrativas aplicáveis a servidores públicos em caso de cometimento de falta funcional. c) O processo administrativo disciplinar deve ser conduzido por comissão disciplinar composta de 3 servidores estáveis. d) A finalidade do processo administrativo disciplinar é não só apurar infrações administrativas, mas também oferecer oportunidade de defesa ao servidor acusado.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: A 43. Consoante as disposições da Lei n.º 8.112/1990, que regulamenta o regime jurídico dos servidores públicos da União, assinale a opção correta. a) A partir da promulgação da Emenda Constitucional n.º 19, deixou de ser obrigatória a adoção de regime jurídico único para os agentes da administração direta, das autarquias e das fundações públicas. b) A investidura em cargo público dá-se com a nomeação. c) De acordo com a Lei n.º 8.112/1990, função pública é o conjunto de atribuições e responsabilidades previstas na estrutura organizacional que devem ser cometidas a um servidor. d) Para o servidor ocupante de cargo público de provimento efetivo, não se exige aprovação prévia em concurso público. e) O servidor tem prazo de 30 dias, contados da posse, para entrar em exercício. GABARITO: A 44. Ainda com base nas disposições da Lei n.º 8.112/1990, assinale a opção correta. a) Um servidor público tem o dever de cumprir as ordens de seus superiores hierárquicos, ainda que elas sejam manifestamente ilegais. b) Para aplicação de penalidades ao servidor, devem-se levar em conta a natureza e a gravidade da infração, desconsiderando-se os antecedentes funcionais. c) São deveres dos servidores públicos: exercer com zelo e dedicação as atribuições do cargo bem como levar ao conhecimento da autoridade superior as irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo. d) Deverá ser reintegrado o servidor público que, ao sofrer limitação em sua capacidade de trabalho, torne-se inapto para o cargo que ocupa, mas possa ainda exercer outro cargo para o qual a limitação sofrida não o inabilite. e) Deverá ser reconduzido o servidor aposentado por invalidez permanente que tiver declaradas insubsistentes, por junta médica oficial, as causas que determinaram a sua aposentadoria. GABARITO: C 45. Considerando, ainda, o regime jurídico dos servidores públicos da União, assinale a opção correta. a) A ausência de um servidor, sem justa causa, ao serviço por mais de trinta dias consecutivos não deve ser considerada abandono de cargo. b) Os prazos de prescrição de lei penal aplicam-se às infrações disciplinares previstas também como crime. c)C Os meios de apuração de irregularidades cometidas pelos servidores públicos no exercício de suas atribuições são a sindicância e o inquérito civil público. d) A abertura de sindicância ou a instauração de processo administrativo disciplinar não interrompem a prescrição, até a decisão final proferida pela autoridade competente. e) Sanções civis, penais e administrativas aplicadas a servidor público jamais podem cumularse. GABARITO: B 46. Uma empresa privada, concessionária de serviço público, responderá objetivamente por dano causado a usuário, sem culpa ou dolo, por empregado seu, atuando na prestação do serviço PORQUE são aplicáveis as regras da responsabilidade objetiva, ao invés da subjetiva, sempre que o causador do dano não agir com culpa ou dolo. INSTRUÇÕES: A questão contêm duas afirmações. Assinale, a alternativa correta de acordo com a seguinte chave: a) As duas afirmações são verdadeiras e a segunda justifica a primeira. b) As duas afirmações são verdadeiras e a segunda não justifica a primeira. c) A primeira afirmação é verdadeira e a segunda é falsa. d) A primeira afirmação é falsa e a segunda é verdadeira. e) As duas afirmações são falsas. GABARITO: C 47. No tocante à responsabilidade civil da Administração Pública, escolha a alternativa correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) A Administração Pública somente está obrigada a reparar o dano se o lesado demonstrar que o agente público agiu com culpa. b) O empregado de pessoa jurídica de direito privado, prestadora de serviço público, é considerado agente para efeito de responsabilidade civil administrativa. c) O artigo 37, § 6.º, da Constituição da República, adotou a teoria subjetiva da culpa. d) A Administração Pública está obrigada a indenizar, mesmo que fique comprovada a culpa exclusiva da vítima. GABARITO: B 48. A propositura de ação regressiva contra o agente público do Estado de Minas Gerais que causar, por dolo ou culpa, dano a terceiro, a) é obrigatória, após o trânsito em julgado da decisão que condenar a Fazenda estadual. b) é facultativa, após o trânsito em julgado da decisão que condenar a Fazenda estadual. c) é obrigatória, ainda durante o trâmite da ação movida contra a Fazenda estadual. d) é facultativa, ainda durante o trâmite da ação movida contra a Fazenda estadual. e) poderá ser obrigatória ou facultativa dependendo das circunstâncias do caso concreto, que determinarão também o momento de propositura da ação. GABARITO: A 49. Em relação ao controle da administração pública, assinale a opção correta. a) Um ato nulo pode, eventualmente, deixar de ser anulado em atenção ao princípio da segurança jurídica. b) A administração tem o prazo prescricional de 5 anos para anular os seus próprios atos, quando eivados de ilegalidade. c) Um ato administrativo que viole a lei deve ser revogado pela própria administração, independentemente de provocação. d) A anulação do ato administrativo importa em análise dos critérios de conveniência e oportunidade. GABARITO: A 50. A promotora M.B., da Vara de Execuções Penais, pediu à justiça novo mandado de prisão contra C.E.T.L., de 18 anos de idade, um dos cinco supostos envolvidos detidos pela morte do menino. Ela solicitou a regressão do regime semi-aberto do suspeito, que era condenado pelos crimes de roubo, furto e tentativa de furto. Se o pedido for aceito, ele voltará a cumprir pena em regime fechado. Como justificativa para o pedido, a promotora argumentou que C.E.T.L. estava foragido na noite em que supostamente dirigia o carro roubado que arrastou a vítima, presa a um cinto de segurança, pelas ruas da Zona Norte do Rio. Desde o dia 28 de dezembro do ano passado, o suspeito estava foragido porque não havia passado a noite na Casa do Albergado. O Fluminense online. Internet: <www.ofluminense.com.br/noticias> (com adaptações). Tendo em vista a responsabilidade civil do Estado, assinale a opção correta a propósito do caso descrito no texto acima. a) Há responsabilidade objetiva do estado do Rio de Janeiro, diante da falta de fiscalização do cumprimento da pena em regime semi-aberto. b) Haveria responsabilidade civil do estado do Rio de Janeiro mesmo se, sem a colaboração do citado fugitivo, o evento ocorresse da forma como ocorreu. c) Para o STF, na hipótese de um dos possíveis responsáveis pelo crime ser policial militar, utilizando-se ilegalmente de arma de fogo da corporação anteriormente furtada por terceiros, haveria a responsabilidade objetiva do estado do Rio de Janeiro, mesmo que o referido policial estivesse de folga. d) Conforme consta do texto apresentado, para que haja a responsabilização civil do estado do Rio de Janeiro, há de se provar culpa. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 DIREITO CIVIL 1. Uma determinada lei foi publicada prevendo uma vacatio legis de 180 (cento e oitenta) dias.10 (dez) dias depois de publicada, objetivando a correção de um erro material, houve nova publicação do texto. Nesse caso: a) a lei entrará em vigor 180 (cento e oitenta) dias depois da primeira publicação; b) a lei entrará em vigor 180 (cento e oitenta) dias depois da segunda publicação; c) a lei entrará em vigor 45 (quarenta e cinco) dias depois da segunda publicação; d) a lei entrará em vigor na data da segunda publicação. GABARITO: B 2. A respeito das pessoas naturais e jurídicas, assinale a alternativa correta: a). O desaparecimento de uma pessoa de seu domicílio, sem dar qualquer notícia de seu paradeiro, ainda que não tenha deixado bens, é causa para nomeação de curador de ausentes. b). Se uma pessoa jurídica tiver diversos estabelecimentos ou agências em lugares diferentes, será considerado como seu domicílio, para quaisquer atos praticados, o local onde funciona a sua sede ou a matriz onde funcionar a administração da empresa. c). A associação civil é uma pessoa jurídica de direito privado criada a partir da união de pessoas em torno de uma finalidade que não seja lucrativa. No entanto, não há qualquer impedimento para que uma organização sem fins lucrativos desenvolva atividades econômicas para geração de renda, desde que não partilhe os resultados decorrentes entre os associados. d). Admite-se a morte presumida sem decretação de ausência em casos excepcionais, para viabilizar a abertura da sucessão provisória e resolver os problemas jurídicos gerados com o desaparecimento da pessoa. e). Entende-se por curador o representante do incapaz em razão da idade ou da pessoa incapaz por motivos diversos, como pela enfermidade ou deficiência mental, ou ainda impossibilidade transitória. GABARITO: C 3. De acordo com o Código Civil, assinale a alternativa correta. a). A criação da fundação de direito privado pode-se dar oralmente ou por escrito, devendo, no segundo caso, ser formalizada por instrumento público ou testamento. b). As pessoas jurídicas de direito privado não detêm direitos da personalidade, razão pela qual não cabe a reparação por dano material ou moral, no caso de ofensa à honra objetiva. c). A propriedade industrial constitui exemplo de bem imóvel por determinação legal. d). O domicílio do preso ainda não condenado será o voluntário. e). A acessão natural ocorrida na coisa imóvel é considerada benfeitoria voluptuária, útil ou necessária. GABARITO: D 4. Princípio que consagra o direito da pessoa capaz, de manifestar sua vontade e de dispor gratuitamente do próprio corpo, no todo ou em parte, após a sua morte, com objetivo científico ou terapêutico é chamado pela doutrina de princípio a) da beneficência altruísta. b) do consenso beneficente. c) do consenso afirmativo. d) do consentimento válido. e) da autonomia de vontade. GABARITO: C 5. Analise o texto e as proposições e assinale a única alternativa correta. Código Civil, art. 1º: “Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil.” I – A capacidade a que se refere o artigo é a de fato, que consiste no potencial que todo homem possui, do nascimento à morte, de assumir obrigações e ser titular de direitos na ordem civil. II – A capacidade de direito só se adquire aos dezoito anos. III – Deveres, na acepção empregada no dispositivo transcrito, incluem obrigações. Mas obrigação, em sentido técnico, difere de deveres. a) apenas uma das proposições é falsa. b) apenas uma das proposições é verdadeira.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) todas as proposições são verdadeiras. d) todas as proposições são falsas. GABARITO: B 6. Com relação ao direito da pessoa, assinale a opção correta. a) A emancipação voluntária ocorre pelo exercício de emprego público efetivo. b) Depois de transitada em julgado, a sentença judicial que decreta a nulidade ou anulação do casamento deve ser registrada no cartório de registro de pessoas naturais. c) Os direitos da personalidade são intransmissíveis, irrenunciáveis, inatos ou decorrentes, perpétuos e insuscetíveis de apropriação. d) A capacidade de exercício é imanente a toda pessoa, o que significa dizer que toda pessoa tem capacidade de adquirir direitos e contrair obrigações. GABARITO: C 7. A existência legal das pessoas jurídicas de direito privado começa (A) com a autorização ou aprovação do órgão competente do Poder Executivo, para iniciar o seu funcionamento. (B) com a inscrição do ato constitutivo no respectivo registro, tendo sido abolida, depois da Constituição Federal de 1988, qualquer exigência de autorização ou aprovação do Poder Executivo, independentemente da atividade a ser exercida. (C) pela celebração do contrato de sociedade, pela aprovação de seu estatuto nos casos das associações e pelo registro do testamento ou lavratura de escritura pública da instituição, no caso das fundações. (D) com a publicação no Diário Oficial de seus atos constitutivos. (E) com a inscrição do ato constitutivo no respectivo registro, precedida, quando necessário, de autorização ou aprovação do Poder Executivo. GABARITO: E 8. No que concerne ao instituto da ausência, de acordo com o Código Civil, é correto afirmar que: (A) Em regra, a curadoria dos bens dos ausentes incumbe aos descendentes, aos ascendentes ou ao cônjuge não separado judicialmente, nesta ordem. (B) Os imóveis do ausente só se poderão alienar, não sendo por desapropriação, ou hipoteca, quando o ordene o juiz, para lhes evitar a ruína. (C) Decorridos dois anos da arrecadação dos bens do ausente, se este deixou representante ou procurador, os interessados poderão requerer a abertura da sucessão provisória. (D) A sucessão definitiva poderá ser requerida se o ausente conta com 75 (setenta e cinco) anos de idade, e que de três anos datam as últimas notícias dele. (E) Para entrar na posse dos bens do ausente todos os herdeiros deverão necessariamente dar garantias, mediante penhores ou hipotecas equivalentes aos quinhões respectivos. GABARITO: B 9. Pode ser declarada a morte presumida, sem decretação de ausência, (A) se for extremamente provável a morte de quem estava em perigo de vida. (B) somente de alguém desaparecido em campanha ou feito prisioneiro, não sendo encontrado até 02 (dois) anos após o término da guerra. (C) depois de dez (10) anos do desaparecimento da pessoa ou se o desaparecido contar oitenta (80) anos de idade e suas últimas notícias forem de mais de cinco (05) anos. (D) depois de vinte (20) anos do desaparecimento da pessoa, sendo suas últimas notícias de mais de cinco (05) anos. (E) sempre que alguém, tendo desaparecido de seu domicílio, contar cem (100) anos de idade. GABARITO: A 10. Os direitos da personalidade, com exceção dos casos previstos em lei, são (A) irrenunciáveis, mas seu exercício sempre pode sofrer limitação voluntária. (B) irrenunciáveis, mas não são intransmissíveis. (C) intransmissíveis, mas não são irrenunciáveis. (D) intransmissíveis e irrenunciáveis, não podendo o seu exercício sofrer voluntária.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

limitação

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 (E) transmissíveis e renunciáveis, mas seu exercício não pode sofrer qualquer outro tipo de limitação voluntária. GABARITO: D 11. Dadas as proposições, assinale a alternativa CORRETA: I - pode-se exigir que cesse a ameaça, ou a lesão, a direito da personalidade, e reclamar perdas e danos, sem prejuízo de outras sanções legais. Em se tratando de morto, terá legitimação para requerer essa medida o cônjuge sobrevivente, ou qualquer parente em linha reta, ou colateral até o quarto grau; II - são incapazes, relativamente a certos atos, ou à maneira de os exercer: Os maiores de dezesseis e menores de dezoito anos; os ébrios habituais, os viciados em tóxicos, e os que, por deficiência mental, tenham o discernimento reduzido; os excepcionais, sem desenvolvimento mental completo, além dos pródigos; III - decai em dois anos o direito de anular a constituição das pessoas jurídicas de direito privado, por defeito do ato respectivo, contado o prazo da publicação de sua inscrição no registro; IV - se a pessoa jurídica tiver administração coletiva, as decisões se tomarão pela maioria de votos dos presentes, salvo se o ato constitutivo dispuser de modo diverso, decaindo em três anos o direito de anular essas decisões quando violarem a lei ou estatuto, ou forem eivadas de erro, dolo, simulação ou fraude. a) todas as proposições estão corretas; b) apenas as proposições I, II e III estão corretas; c) apenas as proposições I, III e IV estão corretas; d) apenas as proposições II, III e IV estão corretas; e) apenas as proposições I, II e IV estão corretas. GABARITO: D 12. Nos termos estabelecidos pela legislação civil brasileira, NÃO cessará para os menores a incapacidade (A) pela existência de relação de emprego e em função dele, o menor com dezesseis anos completos tenha economia própria. (B) pela concessão dos pais, mediante instrumento particular, independentemente de homologação judicial, se o menor tiver dezesseis anos completos. (C) pela colação de grau em curso de ensino superior. (D) pelo exercício de emprego público efetivo. (E) pelo casamento. GABARITO: B 13. A respeito dos institutos básicos de Direito Civil, assinale a afirmação correta. a) A capacidade de fato das pessoas jurídicas é caracterizada pela sua aptidão para serem titulares de direitos e obrigações. b) “Capacidade de fato” e “capacidade de direito” passaram a ser expressões de conteúdo idêntico, à luz da nova sistemática introduzida pelo Código Civil de 2002. c) Pela aplicação da teoria do órgão, as pessoas jurídicas são apresentadas por seus órgãos, exteriorizadores de sua vontade. d) Tendo-se em vista o princípio da consensualidade contratual, a personalidade das pessoas jurídicas surge com o simples acordo de vontades de seus fundadores. e) Tendo a interdição caráter constitutivo, é impossível pleitear a invalidação de ato praticado antes de sua proclamação, ainda que provada a incapacidade do agente à época. GABARITO: C 14. Julgue os itens a seguir, relativos à pessoa natural. I Na sentença que declara a interdição de uma pessoa por prodigalidade, deve constar que o relativamente incapaz pode praticar validamente todos os atos na vida civil, desde que assistido por seu curador. A sentença impõe, ainda, como restrição ao relativamente incapaz, a obrigatoriedade do casamento pelo regime da separação total de bens. II Aberta a sucessão provisória dos bens do ausente, os herdeiros devem prestar garantia para se imitirem na posse dos bens que lhes cabem, além de terem a obrigação de capitalizar a metade de seus rendimentos e prestar contas anualmente ao juiz competente. No entanto, quando
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 os herdeiros forem ascendentes, descendentes, cônjuge ou companheiro, estes estarão dispensados de tais exigências para a imissão na posse provisória dos bens do ausente. III Ainda que o desaparecido tenha deixado representante, será declarada a ausência do representado e nomeado um curador, se, por algum motivo, o representante não puder ou não quiser realizar os atos necessários para a gestão dos bens e negócios do desaparecido. Assim, para a declaração de ausência, além dos pressupostos fáticos, exige-se a sua declaração judicial. Essa sentença perde a eficácia com o retorno do ausente. IV A emancipação concedida por sentença judicial refere-se aos casos em que o menor se encontre sob tutela, ou, ainda, quando o menor pretenda emancipar-se independentemente da vontade dos pais. Têm legitimidade para requerer essa emancipação o menor interessado, o Ministério Público ou o tutor. Estão certos apenas os itens a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) III e IV. GABARITO: C 15. As organizações religiosas são classificadas como (A) pessoas jurídicas de direito público interno, se não tiverem ramificações em outros países e de direito público externo, se tiverem ramificações em outros países. (B) entes despersonalizados, embora seus atos constitutivos possam ser registrados em cartório. (C) pessoas jurídicas de direito público externo, sempre que constituídas em outros países, ainda que exercendo atividade no território brasileiro. (D) pessoas jurídicas de direito privado, podendo, entretanto, o poder público negar-lhes reconhecimento ou registro de seus atos constitutivos. (E) pessoas jurídicas de direito privado, sendo vedado ao poder público negar-lhes reconhecimento e registro dos atos constitutivos e necessários ao seu funcionamento. GABARITO: E 16. Com relação à capacidade civil, é hipótese correta: a) Menor entre 16 e 18 anos, por ser relativamente incapaz, não pode ser interditado. b) Menor com 16 anos fez testamento, por instrumento público, deixando todos os seus bens para a mãe. Faleceu aos 25 anos, solteiro, sem filhos, deixando vivos pai e mãe. Em razão do testamento, com sua morte, todos os seus bens irão para a mãe, após o regular processamento do testamento. c) Decretada a interdição do pródigo, fica o mesmo impossibilitado de praticar atos da vida civil e, portanto, está proibido de contrair matrimônio. d) São relativamente incapazes os ébrios eventuais e os pródigos. e) Um viúvo, pai de dois filhos menores, é interditado. Com a incapacidade do pai e sua conseqüente interdição, os filhos menores serão representados pelo Curador do pai, automaticamente. GABARITO: E 17. A respeito das pessoas naturais e jurídicas, assinale a opção incorreta. a) Havendo dissolução da pessoa jurídica, ela subsistirá até o término do procedimento de liquidação e a averbação da dissolução no registro em que ela estiver inscrita. b) Em caso de desacordo entre os genitores quanto a emancipação do filho, é assegurado a qualquer um deles, mediante escritura pública devidamente registrada no cartório de registro civil, conceder a emancipação voluntária ao filho do casal. c) As pessoas jurídicas, validamente constituídas, respondem somente com seu patrimônio pelos atos praticados por seus administradores, desde que esses atos sejam praticados sem abuso da personalidade jurídica. d) Nas sociedades de pessoas, quando um sócio morre, os remanescentes podem impedir o ingresso na sociedade do sucessor ou dos sucessores do de cujus, por meio da resolução da sociedade, com a liquidação da quota do sócio falecido em favor de seus herdeiros. GABARITO: B
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

18. Acerca dos fatos jurídicos, assinale a opção correta. a) Configura-se o estado de perigo quando uma pessoa, por inexperiência, ou sob premente necessidade, obriga-se a prestação manifestamente desproporcional ao valor da prestação oposta, gerando lucro exagerado ao outro contratante. Nessa situação, a pessoa pode demandar a nulidade do negócio jurídico, dispensando-se a verificação de dolo ou má-fé da parte adversa. b) A fraude contra a execução é um defeito do negócio jurídico, caracterizando-se como vício de consentimento e viciando, como conseqüência, a declaração de vontade dos partícipes do negócio jurídico. c) A simulação relativa é um vício social que acarreta a nulidade do negócio jurídico, que não pode subsistir, mesmo que seja válido na substância e na forma. d) O negócio jurídico realizado com infração a norma de ordem pública, mesmo depois de declarado nulo por sentença judicial, por se tratar de direito patrimonial e, portanto, disponível, pode ser ratificado pelas partes, convalidando-se, assim, o ato negocial. e) A reserva mental caracteriza-se pela não-coincidência entre a vontade real e a declarada, com o propósito de enganar a outra parte. Se for desconhecida pelo destinatário, a manifestação de vontade subsiste ainda que o seu autor haja feito a reserva mental de não querer o que manifestou. GABARITO: E 19. Assinale a opção correta acerca dos negócios jurídicos. A Pode alegar lesão qualquer das partes contratantes quando verificada, na conduta do outro, a presença do dolo de aproveitamento, por ter este se prevalecido de seu estado de necessidade. B No ato negocial, o fato de um dos contratantes agir dolosamente, silenciando alguma informação que devesse revelar ao outro contratante, constitui vício de consentimento, que acarreta a nulidade do negócio jurídico. C Caso um imóvel valioso seja vendido por meio de contrato celebrado entre pessoas maiores e capazes, por instrumento particular, o negócio é considerado nulo; contudo, se as partes quiserem, é possível converter esse negócio nulo em contrato preliminar ou compromisso bilateral de contrato. D Se, no ato negocial, ambos os contratantes procederem dolosamente, haverá compensação de dolos e o negócio será considerado nulo em virtude de ambos os partícipes terem agido de máfé. E Considere-se que um menor de 15 anos de idade oculte dolosamente sua idade e firme contrato de prestação de serviços, tendo como objeto um curso de inglês. Nessa situação, o negócio jurídico é anulável, visto que o menor não estava regularmente assistido por seus representantes legais. GABARITO: C 20. Assinale a opção correta a respeito dos atos unilaterais. A A gestão de negócio é a administração autorizada de negócios alheios, feita independentemente de obrigação legal ou convencional. O gestor responde pelos prejuízos resultantes de qualquer culpa na gestão, bem como pelo caso fortuito, quando fizer operação que cause risco ao negócio. B Aquele que quitou dívida prescrita ou natural poderá exigir a restituição daquilo que pagou, ainda que não o tenha feito por erro ou involuntariamente. Nessa situação, o pagamento é indevido e gera, para aquele que o recebeu indevidamente, a obrigação de restituí-lo. C A promessa de recompensa adquire sua eficácia vinculante no momento em que a vontade do promitente é tornada pública, independentemente de aceitação, caracterizando-se, assim, como uma obrigação pela manifestação unilateral do promitente. D Se o ato contemplado na promessa de recompensa foi praticado por mais de uma pessoa, ainda que não tenha sido simultânea a execução, a recompensa será dividida em partes iguais entre aqueles que executaram a ação recompensável. E Na gestão de negócio alheio, se o dono da coisa desaprovar a gestão por considerá-la contrária aos seus interesses, ele deverá resilir a avença e indenizar o gestor pelas despesas que efetuou, acrescidas de juros e correção monetária. GABARITO: C
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

21. No que concerne a fatos, atos e negócios jurídicos, marque a alternativa INCORRETA: a). Será anulável o ato negocial que deixar de revestir a forma especial única determinada por lei. b). A impossibilidade absoluta superveniente do objeto é causa de nulidade do negócio jurídico. c). As condições físicas ou juridicamente impossíveis, quando suspensivas, invalidam os negócios jurídicos que são a elas subordinados. d). A derrelição é um exemplo de ato jurídico lícito. e). No abuso de direito, a aferição da ilicitude do ato independe da demonstração da existência do dolo ou culpa do agente. GABARITO: A 22. Com relação aos negócios jurídicos, especificamente sobre a Condição, Termo e Encargo, é correto afirmar: (A) Ao titular de direito eventual, nos casos de condição suspensiva ou resolutiva, não é permitido praticar os atos destinados a conservá-lo. (B) O encargo não suspende a aquisição nem o exercício do direito, salvo quando expressamente imposto no negócio jurídico, pelo disponente, como condição suspensiva. (C) Salvo disposição legal ou convencional em contrário, contam-se os prazos, incluído o dia do começo e excluído o do vencimento. (D) Em regra, nos contratos presume-se o prazo em proveito do credor e nos testamentos em favor dos herdeiros. (E) O termo inicial suspende o exercício e a aquisição do direito. GABARITO: B 23. Acerca do negócio jurídico, assinale a opção correta. a) Condição é elemento acidental do ato ou negócio jurídico que faz o mesmo depender de evento futuro e incerto. A condição resolutiva é requisito e pressuposto de validade de negócio, suspendendo-o, no plano da sua eficácia, até a ocorrência da condição estabelecida. b) Se, no ato negocial, ambos os contratantes procederem dolosamente, o negócio celebrado será eivado de nulidade por representar declaração enganosa da vontade dos contratantes. Essa nulidade pode ser requerida por qualquer uma das partes. c) A lesão inclui-se entre os vícios de consentimento e acarreta a anulabilidade do negócio, permitindo-se, porém, para evitála, a oferta de suplemento suficiente, ou, se o favorecido concordar, a redução da vantagem, aproveitando-se, assim, o negócio. d) A fraude contra credores consiste na alienação de bens pelo devedor com o intuito de escusar-se do pagamento de sua dívida ao credor. Tal ato de alienação é válido, porém ineficaz em face do credor prejudicado. e) A falta de capacidade de uma das partes do negócio jurídico não pode ser a causa alegada pela outra parte para justificar a nulidade do negócio. Entretanto, a parte incapaz poderá alegar tal condição para invalidar o negócio, ainda que dela tivesse consciência, uma vez que o instituto da incapacidade protege os seus direitos. GABARITO: C 24. A respeito dos negócios jurídicos, assinale a alternativa correta. a). A essência do negócio jurídico é a vontade que deve corresponder à declaração, a qual é mera exteriorização da vontade subjetiva do agente. Assim, havendo divergência entre a vontade e a declaração, o negócio jurídico é nulo, ainda que o declarante haja feito a reserva mental de não querer o que declara ou quando o destinatário desconhece a verdadeira intenção da outra parte. b). A simulação consiste em um acordo das partes contratantes para criar um negócio jurídico aparente, cujos efeitos não são desejados pelas partes, ou para ocultar, sob determinada aparência, o negócio querido, acarretando a nulidade do negócio. O propósito do negócio aparente é o de enganar terceiros, ou fugir ao imperativo da lei. c). Para caracterizar a fraude contra credores é irrelevante o estado econômico e financeiro do devedor ou que esse seja insolvente. Faz-se necessária, para o reconhecimento da anulabilidade do negócio, a comprovação de qualquer artifício ou manobra intencional do devedor com o intuito de escusar-se do pagamento de sua dívida ao credor.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d). O negócio jurídico anulável, e posteriormente declarado judicialmente ineficaz, não produz qualquer efeito e tampouco pode ser convalidado pelas partes. e). Os poderes de representação conferem-se por lei ou pelo interessado. Por expressa vedação legal e por violação ao princípio da boa-fé, padece de nulidade insanável o negócio jurídico em que o representante celebrar consigo mesmo, ainda que por meio de substabelecimento de poderes. GABARITO: B 25. Sobre a invalidade dos negócios jurídicos, considere: I. Os negócios simulados são nulos e aqueles praticados mediante erro de direito são anuláveis. II. Os negócios praticados em fraude contra credores e os contratos celebrados em estado de perigo são anuláveis. III. São nulos os negócios celebrados pelos pródigos e anuláveis os celebrados por menor entre dezesseis e dezoito anos. IV. A pretensão para se declarar a nulidade dos negócios jurídicos firmados por pessoa absolutamente incapaz, bem como dos que tiverem objeto ilícito, prescreve em dez anos. V. Os negócios jurídicos anuláveis sujeitam-se a prazos decadenciais e os negócios nulos se sujeitam a prazos prescricionais. Está correto o que se afirma APENAS em (A) I e II. (B) I e III. (C) I e V. (D) II e IV. (E) III e V. GABARITO: A 26. O negócio jurídico eivado de erro de direito é (A) apenas ineficaz, podendo ser aproveitado se decorrente de transação homologada por sentença. (B) nulo, mas pode ser confirmado pelas partes, e convalesce pelo decurso do tempo. (C) anulável, mas não se anula a transação por erro de direito acerca das questões que foram objeto de controvérsia entre as partes. (D) anulável, mas não pode ser confirmado pelas partes, nem convalesce pelo decurso do tempo. (E) nulo, apenas se for praticado por pessoa absoluta ou relativamente incapaz. GABARITO: C 27. A respeito da validade dos negócios jurídicos, assinale a alternativa correta. a). A incapacidade relativa de uma das partes do negócio jurídico cujo objeto consista em entregar um cavalo de corrida não poderá aproveitar aos co-interessados capazes, haja vista que esse instituto existe para proteção jurídica dos incapazes. b). O negócio jurídico nulo é insuscetível de confirmação, mas pode convalescer com o decurso de tempo, uma vez que a pretensão não pode ser exercida a qualquer tempo. c). Tendo sido pactuada cláusula penal em negócio jurídico, caso venha a ocorrer a invalidade da obrigação principal, a cláusula penal, por conseqüência, também perecerá em razão do mesmo vício. d). Se duas partes entabularem negócio jurídico e estabelecerem que este só valerá mediante instrumento público, então a prova de sua existência dependerá deste instrumento, embora dele não dependa sua substância. e). As nulidades dos negócios jurídicos podem ser alegadas por qualquer interessado e até mesmo pelo MP, ainda quando não lhe caiba intervir no feito, haja vista que a nulidade pode ser, inclusive, pronunciada de ofício pelo juiz. GABARITO: C 28. É correto afirmar: a) São anuláveis os negócios jurídicos, quando as declarações de vontade emanarem de erro substancial que poderia ser percebido por pessoa de diligência normal, em face das circunstâncias do negócio. b) O erro não pode ser considerado substancial quando concerne à identidade ou à qualidade essencial da pessoa a quem se refira a declaração de vontade.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) O erro de indicação da pessoa ou da coisa, a que se referir a declaração de vontade, viciará o negócio quando, por seu contexto e pelas circunstâncias, se puder identificar a coisa ou pessoa cogitada. d) Nos negócios jurídicos bilaterais, o silêncio intencional de uma das partes a respeito de fato ou qualidade que a outra parte haja ignorado, constitui omissão culposa, provando-se que sem ela o negócio não se teria celebrado. e) Nenhuma das alternativas anteriores está correta. GABARITO: A 29. A propósito dos fatos jurídicos, assinale a opção correta. a) O negócio jurídico é nulo quando tiver por objetivo fraudar lei imperativa. Essa nulidade é fixada no interesse de toda a coletividade, tendo alcance geral e eficácia erga omnes. Com a declaração da nulidade, o negócio não produzirá qualquer efeito por ofender princípios de ordem pública e conter vícios essenciais. b) Configura-se o estado de perigo quando uma pessoa, sob premente necessidade, obriga-se a prestação desproporcional ao valor da prestação oposta, gerando um lucro exagerado ao outro contratante. c) É nulo o negócio jurídico celebrado pelo representante legal em conflito com interesses com o representado, por se tratar de vício insanável em face da incapacidade de um dos participantes do negócio, não gerando, por isso, qualquer efeito jurídico, ainda que o terceiro, com o qual o representante celebrou o negócio, não tenha conhecimento da incapacidade do outro contratante. d) A transação é um modo de extinção das obrigações oriundas de direitos patrimoniais contestados e tem como condição necessária a existência de ação judicial, por ser a sua finalidade terminar um litígio instaurado entre as partes. Os efeitos da transação começam a partir do trânsito em julgado da sentença homologatória. GABARITO: A 30. Os negócios jurídicos entre vivos sem prazo (A) equiparam-se aos negócios jurídicos sob condição suspensiva, porque sua eficácia sempre ficará na dependência de evento futuro e incerto. (B) são exigíveis desde logo, e a constituição em mora independe de interpelação judicial ou extrajudicial, exceto se a execução tiver de ser feita em lugar diverso ou depender de tempo. (C) devem ser executados dentro de trinta (30) dias da celebração do ajuste, sob pena de o devedor incidir em mora. (D) são ineficazes, porque o prazo é da essência dos negócios jurídicos, salvo se, expressamente, a obrigação tiver sido assumida para execução imediata. (E) são exigíveis desde logo, exceto se a execução tiver de ser feita em lugar diverso ou depender de tempo, mas a mora se constitui mediante interpelação judicial ou extrajudicial. GABARITO: E 31. Considere as seguintes assertivas sobre os defeitos do negócio jurídico: I. O dolo do representante convencional de uma das partes só obriga o representado a responder civilmente até a importância do proveito que teve. II. A transmissão errônea da vontade por meios interpostos é anulável nos mesmos casos em que o é a declaração direta. III. Caracterizada a lesão o negócio jurídico não será anulado se a parte favorecida concordar com a redução do proveito. IV. O erro de cálculo não gera a anulação do negócio jurídico, autorizando apenas a retificação da declaração de vontade. De acordo com o Código Civil é correto o que se afirma SOMENTE em (A) I, II e III. (B) I, II e IV. (C) I, III e IV. (D) II e III. (E) II, III e IV. GABARITO: E 32. Quanto aos atos ilícitos e ao abuso de direito, assinale a alternativa correta:
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a). Para se configurar a responsabilidade por ato ilícito, ainda que não tenha causado efetivo prejuízo, é necessária, no momento da conduta, a verificação de dolo ou culpa por parte do agente, bem como a verificação da gradação da culpa em grave, leve ou levíssima. b). Quando inúmeras causas sucessivas contribuem para a produção do efeito danoso, qualquer dessas causas pode ser considerada suficiente para demonstrar o nexo de causalidade e imputar ao seu autor o dever de indenizar. c). Os atos ilícitos praticados em legítima defesa ou no exercício regular de um direito, que provoquem deterioração ou destruição da coisa alheia ou lesão a pessoa, não geram o dever de indenizar. d). O abuso de direito, que é uma das fontes de obrigações, caracteriza-se não pela incidência da violação formal a direito, mas pela extrapolação dos limites impostos pelo ordenamento jurídico para o seu exercício. e). O abuso de direito configura-se como ato ilícito e a responsabilidade dele decorrente depende de dolo ou culpa, tendo, portanto, natureza subjetiva. Assim, para o reconhecimento desse ato ilícito, é imprescindível que o agente tenha a intenção de prejudicar um terceiro, que, por sua vez, ao exercer determinado direito, tenha excedido manifestamente os limites impostos pela finalidade econômica ou social, pela boa-fé ou pelos bons costumes. GABARITO: D 33. A indenização por ato ilícito (A) só será devida quando ficar configurado dano material. (B) não será devida, se ficar configurado apenas abuso de direito. (C) será devida, ainda que o dano seja exclusivamente moral. (D) só será devida na hipótese de se apurar dolo ou culpa grave do agente. (E) em nenhuma hipótese será devida, se o agente for incapaz. GABARITO: C 34. Caracteriza-se a lesão: a) quando alguém, premido da necessidade de salvar-se, ou a pessoa de sua família, de grave dano conhecido pela outra parte, assume obrigação excessivamente onerosa; b) quando uma pessoa, sob premente necessidade, ou por inexperiência, se obriga à prestação manifestamente desproporcional ao valor da prestação oposta; c) quando artifício ou expediente astucioso é usado para induzir alguém à prática de um ato jurídico, que o prejudica, aproveitando ao autor do artifício ou expediente astucioso, ou a terceiro; d) quando incutido na vítima fundado temor de dano iminente e considerável à sua pessoa, à sua família, ou a seus bens, realiza ela, perdendo a espontaneidade do querer, o ato que lhe é exigido. GABARITO: B 35. Analise e proposições e assinale a única alternativa correta. I -- O negócio jurídico celebrado por pessoa relativamente incapaz, sem a interferência do assistente, será sempre anulável. II -- O bem público de uso comum do povo será sempre inalienável. III – Sempre que ocorrer lesão à pessoa, ou destruição de coisa alheia, haverá ato ilícito. a) apenas uma das proposições é falsa. b) apenas uma das proposições é verdadeira; c) todas as proposições são verdadeiras. d) todas as proposições são falsas. GABARITO: D 36. Assinale a incorreta: a) aquele que, por ato ilícito, causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo; b) são também responsáveis pela reparação civil os pais, pelos filhos menores que estiverem sob sua autoridade e em sua companhia; c) o dono, ou detentor, do animal ressarcirá o dano por este causado, se não provar culpa da vítima ou força maior; d) o direito de exigir reparação e a obrigação de prestá-la, não se transmitem com a herança. GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 37. Sobre nulidade absoluta e relativa assinale a alternativa correta: a) a primeira está sujeita a prazos decadenciais e a segunda é imprescritível; b) a primeira deve ser suscitada pelas partes e a segunda pode ser reconhecida de ofício pelo juiz; c) a primeira é suscetível de confirmação e a segunda pode ser suscitada em qualquer grau de jurisdição; d) a primeira pode ser suscitada pelo Ministério Público apenas quando lhe couber intervir e na segunda é escusada a confirmação expressa quando o negócio já foi cumprido em parte pelo devedor, ciente do vício que o inquinava. GABARITO: D 38. A respeito do instituto da prescrição nos termos do Código Civil de 2002, assinale a alternativa correta: a). Se duas pessoas forem credoras solidárias de determinada obrigação indivisível, então o casamento de um dos credores com o devedor suspenderá a prescrição em favor do outro credor. b). Contanto que não haja ofensa ao princípio da boa-fé objetiva, seja respeitada a função social do contrato e haja prévio acordo, as partes poderão diminuir ou aumentar os prazos prescricionais estabelecidos no código. c). Se um dos credores solidários interpelar judicialmente o devedor, tal iniciativa não aproveitará aos demais quanto à interrupção da prescrição. d). Desde que feita de forma expressa, é possível a renúncia prévia de prazo prescricional. e). Quando uma ação se originar de fato que deva ser apurado no juízo criminal, ficará suspensa a prescrição até despacho do juiz que tenha recebido ou rejeitado a denúncia ou a queixa-crime. GABARITO: A 39. Com relação ao instituto da prescrição no atual Código Civil, assinale a alternativa correta. a). A prescrição suspensa em favor de um dos credores solidários aproveitará aos outros, uma vez que a solidariedade impõe a todos a totalidade da prestação. b). Quando a ação se originar de fato que deva ser apurado no juízo criminal, fica interrompida a prescrição até o recebimento da denúncia ou da queixa-crime. c). A interrupção da prescrição por um dos credores não aproveitará aos outros, ressalvandose o caso de serem credores solidários. d). As partes poderão, desde que mediante mútuo acordo, diminuir os prazos prescricionais previstos no código citado, já que as normas que regulam a prescrição são consideradas dispositivas. GABARITO: C 40. Acerca da prescrição e da decadência, assinale a opção correta. a) O titular do direito patrimonial, desde que maior e capaz, poderá renunciar ao direito de invocar a decadência ou a prescrição, de forma expressa ou tácita, mesmo antes de decorrido o prazo estabelecido por lei. b) Os direitos acessórios prescrevem quando há também a prescrição dos principais, e o juiz, ao decidir sobre a ocorrência dessa prescrição, deverá extinguir o processo sem resolução de mérito. c) O juiz, de ofício, poderá reconhecer a prescrição de direitos patrimoniais, ainda que, assim, seja favorecida pessoa maior e capaz. Entretanto, se a decadência for convencional, ela poderá ser alegada pela parte interessada, mas não poderá ser declarada de ofício pelo juiz. d) Se a prescrição for suspensa em favor de um dos credores solidários, contra os outros credores, o prazo prescricional fluirá normalmente, salvo quando a obrigação for indivisível. Suspensa a prescrição, o prazo anterior já transcorrido não é computado, iniciando-se nova contagem após o ato que a suspendeu. GABARITO: C 41. É correto afirmar: a) Os prazos de prescrição podem ser alterados por acordo das partes.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) A interrupção da prescrição por um credor aproveita aos outros; semelhantemente, a interrupção operada contra o co-devedor, ou seu herdeiro, que prejudica aos demais coobrigados. c) A interrupção da prescrição, que somente poderá ocorrer uma vez, dar-se-á por qualquer ato judicial que constitua em mora o devedor. d) Prescreve em um ano a pretensão de cobrança de dívidas líquidas constantes de instrumento público ou particular. e) Nenhuma das alternativas anteriores está correta. GABARITO: C 42. Assinale a opção correta relativamente a prescrição e decadência. a) Não corre o prazo de decadência contra os que, mesmo por causa transitória, não puderem exprimir sua vontade. b) A prescrição e a decadência podem ser interrompidas mais de uma vez, desde que por motivos diferentes, sendo que a prescrição intercorrente pode ser interrompida ilimitadamente. c) A suspensão da prescrição em favor de um dos credores solidários sempre aproveitará aos demais. No entanto, a interrupção operada contra o devedor principal não atinge o fiador, a favor do qual continua a correr a prescrição. d) Se a decadência for convencional, a parte a quem aproveita pode alegá-la em qualquer grau de jurisdição, inclusive em sede de recursos extraordinário ou especial, podendo, ainda, o juiz suprir, de ofício, a alegação. e) O prazo da prescrição da pretensão indenizatória da vítima, decorrente de fato a ser apurado no juízo criminal, flui independentemente da respectiva sentença criminal definitiva. GABARITO: A 43. A prescrição corre normalmente a) contra os ausentes do País em serviço público dos Municípios. b) entre ascendentes e descendentes durante o poder familiar. c) entre os cônjuges, na constância da sociedade conjugal. d) contra os relativamente incapazes. e) contra os que se acharem servindo nas Forças Armadas, em tempo de guerra. GABARITO: D 44. A PRESCRIÇÃO a) iniciada contra uma pessoa continua a correr contra o seu sucessor. b) correrá, mesmo pendendo ação de evicção. c) suspensa em favor de um dos credores solidários, aproveitará aos outros, independentemente da espécie da obrigação. d) ocorre em 20 anos, quando a lei não lhe haja fixado prazo menor. GABARITO: A 45. Assinale a alternativa correta, segundo as regras do Código Civil sobre a prescrição e a decadência: a) a prescrição pode ser renunciada antecipadamente e os seus prazos podem ser alterados pela vontade das partes; b) a decadência legal não pode ser renunciada; a decadência convencional, que não pode ser conhecida de ofício pelo juiz, é renunciável; c) as mesmas regras sobre suspensão e interrupção são aplicáveis à prescrição e à decadência; d) finda a causa suspensiva da prescrição, haverá devolução de todo o período de tempo que já fluiu, reiniciando-se a contagem integral do prazo. GABARITO: B 46. Analise as proposições e indique a alternativa correta. Proposições: I - Não podem as partes alterar os prazos de prescrição, mas o prescribente pode renunciar a prescrição. II - A ação de investigação de paternidade é imprescritível. III - Não corre prescrição contra o absolutamente incapaz. Alternativas: a) Todas as proposições são verdadeiras. b) Todas as proposições são falsas.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) Apenas uma das proposições é verdadeira. d) Apenas uma das proposições é falsa. GABARITO: A 47. Analise as proposições e indique a alternativa correta. Proposições: I - Não se admite renúncia à prescrição, senão depois de consumada. II - Os prazos prescricionais e de decadência não podem ser estipulados pelos contratantes. III - Prescrição e decadência incluem-se na categoria dos fatos jurídicos stricto sensu ordinários. Alternativas: a) Todas as proposições são verdadeiras. b) Todas as proposições são falsas. c) Apenas uma das proposições é verdadeira. d) Apenas uma das proposições é falsa. GABARITO: D 48. Quanto à prescrição nas obrigações, NÃO é correto afirmar que a interrupção: a) Aberta por um dos credores solidários, aproveita aos outros. b) Efetuada contra um dos devedores solidários, envolve os demais. c) Operada contra um dos herdeiros do devedor solidário, nunca prejudica os outros herdeiros. d) Efetuada contra um dos devedores solidários, envolve os herdeiros de outro devedor solidário. e) Operada contra um dos herdeiros do devedor solidário, só prejudica os outros devedores quando se tratar de obrigação divisível. GABARITO: E 49. Estabelece o art. 2.028 do Código Civil que “serão os da lei anterior os prazos, quando reduzidos por esse Código, e se, na data de sua entrada em vigor, já houver transcorrido mais da metade do tempo estabelecido na lei revogada”. Com relação à norma constante do texto acima, é correto afirmar que: a) aplica-se indistintamente às hipóteses de prescrição e decadência previstas no Código Civil. b) não é aplicável às hipóteses de decadência, visto que, em se tratando de direito potestativo ou formativo, as regras do direito intertemporal são as próprias do direito de ação, já que esse tipo de direito e o prazo para exercê-lo se consideram inseparáveis. c) não se aplica às hipóteses de prescrição previstas no Código Civil. d) não se aplica a nenhum prazo extintivo previsto no Código Civil. e) aplica-se, exclusivamente, aos prazos de decadência previstos no Código Civil. GABARITO: B 50. Sobre a prescrição, considere: I. as exceções são imprescritíveis; II. a prescrição pode ser, de ofício, reconhecida pelo juiz; III. quando a ação se originar de fato que deva ser apurado no juízo criminal, não correrá a prescrição antes da respectiva sentença definitiva; IV. suspensa a prescrição em favor de um dos credores solidários, sempre aproveita aos demais credores; V. a interrupção da prescrição contra o devedor solidário envolve os demais e seus herdeiros. Estão corretos (A) I, II e IV. (B) I, II e V. (C) I, III e IV. (D) II, III e V. (E) III, IV e V. GABARITO: D

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1. Julgue os itens subseqüentes, relativos à teoria geral do processo civil. I No direito brasileiro, os tribunais e juízos são previstos na Constituição e nas leis infraconstitucionais, com índole de generalidade, o que torna impossível a criação de órgãos jurisdicionais de exceção para julgamento de causas específicas. II No processo civil, é dado ao Ministério Público o prazo em quádruplo para contestar e em dobro para recorrer. III A capacidade de ser parte constitui pressuposto subjetivo de constituição válida da relação de direito processual. IV Os procedimentos especiais e o procedimento sumário regem-se pelas disposições que lhes são próprias, aplicando-se-lhes, subsidiariamente, as disposições gerais do procedimento comum ordinário. Assinale a opção correta. a) Apenas os itens II e III estão certos. b) Apenas os itens I, II e IV estão certos. c) Apenas os itens I, III e IV estão certos. d) Todos os itens estão certos. GABARITO: D 2. No que se refere aos princípios que regem o processo civil e aos relativos à jurisdição civil, assinale a opção correta. a). O princípio da publicidade não impede que existam processos em segredo de justiça, no interesse das próprias partes. Esse sigilo é restrito a estranhos, enquanto não prejudicar o interesse público à informação, assim, por autorização do juiz, os atos processuais podem ser investigados e conhecidos por outros, além das partes e seus advogados. b). Pelo princípio da inafastabilidade do controle jurisdicional, nenhum juiz será afastado de suas funções sem que lhe sejam garantidos, em processo adequado, os direitos inerentes ao contraditório e à ampla defesa. c). Pelo princípio do contraditório, o autor pode deduzir a ação em juízo, alegar e provar os fatos constitutivos de seu direito, e ao réu é assegurado o direito de contestar todos os fatos alegados pelo autor, como também o de fazer a prova contrária, salvo em caso de revelia. d). Por representar garantia constitucional que visa à proteção do interesse público representado pelo patrimônio das pessoas de direito público, o duplo grau de jurisdição é exigido em todo e qualquer processo em que tais pessoas sejam partes ou intervenientes. e). É vedado às pessoas maiores e capazes, mesmo no caso de direito patrimonial disponível, entregar a responsabilidade de solucionar eventual conflito de interesses a pessoa não integrante da estrutura do Poder Judiciário, bem como solucionar a lide por outros caminhos que não a prestação jurisdicional. GABARITO: A 3. Tendo em conta os princípios que regem o processo, é INCORRETO afirmar que, a) ao pronunciar a nulidade, o juiz declarará que atos são atingidos, ordenando as providências necessárias, a fim de que sejam repetidos, ou retificados. b) quando a lei prescrever determinada forma, sem cominação de nulidade, o juiz considerará válido o ato se, realizado de outro modo, alcançar-lhe a finalidade. c) anulado o ato, reputam-se de nenhum efeito todos os subseqüentes que dele dependam; todavia, a nulidade de uma parte do ato não prejudicará as outras, que dela sejam independentes. d) sob pena de preclusão as nulidades dos atos processuais devem ser alegadas na primeira oportunidade em que couber à parte falar nos autos, mesmo que seja daquelas que o Juiz deve decretar de ofício. e) a fim de se observarem, quanto possível, as prescrições legais, o erro de forma do processo acarreta unicamente a anulação dos atos que não possam ser aproveitados, devendo praticar-se os que forem necessários. GABARITO: D 4. A respeito dos princípios fundamentais do processo civil, assinale a opção correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) O princípio do devido processo legal assegura ao cidadão o exercício do direito de acesso ao Poder Judiciário e a igualdade das partes da lide, garantindo-lhes o pleno direito de defesa, isto é, iguais faculdades, ônus e deveres. b) O princípio da publicidade obrigatória dos atos no processo traduz-se na exigência da efetiva presença do público às audiências ou sessões de julgamentos, as quais devem realizarse com portas abertas. Por se tratar de direito fundamental do cidadão, somente a lei, nos casos que enumera taxativamente, admitirá o sigilo e a realização do ato em segredo de justiça. c) O princípio do contraditório é absoluto, submete tanto as partes quanto o juiz e deve sempre ser observado, sob pena de nulidade do processo. Esse princípio significa poder o autor deduzir ação em juízo, alegar e provar fatos constitutivos de seu direito e, quanto ao réu, ser informado sobre a existência e o conteúdo do processo e fazer-se ouvir. d) Nas hipóteses em que se admite a presunção da veracidade de fatos que não chegam a ser objeto de prova, o juiz proferirá a sentença baseando-se na verdade formal. No julgamento em que não seja desconsiderada a verdade real, não se faz necessária a valoração dos demais elementos probatórios e a fundamentação substancial da decisão. GABARITO: C 5. No âmbito do processo civil, os princípios informativos são regras predominantemente técnicas, desligados de maior conotação ideológica, sendo, por esta razão, quase sempre universais. Já os denominados princípios fundamentais do processo são diretrizes nitidamente inspiradas por características políticas, trazendo carga ideológica significativa, portanto, válidos para os sistemas ideologicamente afeiçoados aos princípios fundamentais que lhes correspondam. Alvim Arruda. Manual de direito processual civil. v. 1, 9.ª ed. São Paulo: RT, p. 23 (com adaptações). A respeito do assunto abordado no texto acima, assinale a opção correta. a) Segundo o princípio jurídico, o processo tem de submeter-se a um ordenamento jurídico preexistente, entretanto, se este se alterar quando estiver em curso o processo, os atos processuais até então realizados devem ser respeitados. b) Os princípios fundamentais prescindem de demonstração maior, sendo assim considerados axiomas universais. c) Os princípios fundamentais não podem ser antagônicos entre si. d) Os princípios da oralidade e da publicidade dos atos processuais constituem espécies do gênero princípios informativos. GABARITO: A 6. A cláusula constitucional do devido processo legal material compreende a) o direito à defesa técnica, à publicidade do processo, à citação, à produção ampla de provas, de ser processado e julgado pelo juiz competente, aos recursos, à decisão imutável, à revisão criminal, a proteção ao direito de liberdade e propriedade. b) o direito à defesa técnica, à publicidade do processo, à citação, à produção ampla de provas, de ser processado e julgado pelo juiz natural, aos recursos, à decisão imutável, a proteção ao direito de liberdade. c) o direito à defesa técnica, à publicidade do processo, à citação, à produção ampla de provas, de ser processado e julgado pelo juiz competente, aos recursos, à decisão imutável, à revisão criminal, a proteção ao direito de propriedade. d) o direito à defesa técnica, à publicidade do processo, à citação, à produção ampla de provas, do juiz natural, aos recursos, à decisão imutável, à revisão criminal, a proteção ao direito de liberdade e propriedade. e) a proteção ao direito de liberdade e propriedade. GABARITO: E 7. Tendo em vista as normas atinentes aos princípios gerais do processo, à capacidade, às condições da ação e aos pressupostos processuais, assinale a opção incorreta. a) O indivíduo menor de dezoito anos e maior de dezesseis anos de idade não detém capacidade processual plena para pleitear a sua própria emancipação sem assistência de seus pais ou tutor. b) O exame das matérias atinentes à ação e ao processo, pelo juiz, qualifica o juízo sobre a admissibilidade ou inadmissibilidade do julgamento da demanda.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) Tipifica o princípio da eventualidade o fato de a lei processual deduzir que compete ao réu alegar, na contestação, toda a matéria de defesa e nela expor todas as razões de fato e direito com que impugna o pedido do autor. d) A denominada jurisdição voluntária é o conjunto de atribuições administrativas integrativas, confiadas pela lei ao Poder Judiciário. GABARITO: A 8. A respeito da sentença proferida no processo civil, marque a alternativa correta. a). A sentença proferida nos procedimentos de jurisdição voluntária não faz coisa julgada material. Surgindo circunstância nova que torne possível ou conveniente a alteração da situação por ela estabelecida, admite-se a sua modificação, sem prejuízo dos efeitos já produzidos. b). A sentença proferida na ação constitutiva produz efeitos retroativos à época em que se formou, modificou ou extinguiu a relação jurídica reconhecida naquela decisão. c). A sentença proferida na ação cautelar antecipatória não faz coisa julgada material, tem natureza meramente declaratória e deve ser confirmada ou revogada na sentença que julgue a ação principal. d). A sentença transitada em julgado adquire eficácia, tornando-se imutável e, para se preservar o princípio da segurança jurídica, não se admite a ação rescisória quando a questão nela decidida contrariar literal disposição de súmula vinculante ou violar lei inconstitucional ou, ainda, quando o STF declarar a inconstitucionalidade da lei aplicada pela decisão. GABARITO: A 9. Quanto à liquidação e ao cumprimento da sentença proferida no processo civil, assinale a opção correta. a) A liquidação de sentença, por ser um incidente processual, é unificada procedimentalmente à ação condenatória genérica e tem o mesmo objeto litigioso da ação onde a sentença liquidanda foi proferida. São passíveis de liquidação as sentenças que não discriminem a coisa devida ou o fato exigível e, ainda, aquelas que não determinem o objeto ou o valor da condenação. b) O recurso cabível contra a decisão de liquidação de sentença é o agravo, que será interposto como regra na forma retida ou por instrumento quando o executado demonstrar que a referida decisão poderá lhe causar lesão grave e de difícil reparação. c) A competência para o cumprimento da sentença que condena o réu ao pagamento de quantia certa será do juízo que processou a causa no primeiro grau de jurisdição. Por se tratar de competência funcional, portanto, absoluta, não pode ser modificada por acordo entre as partes ou conveniência do credor. d) A liquidação da sentença por artigos será necessária quando, para se determinar o valor correspondente à obrigação fixada na sentença condenatória, houver necessidade de alegar e provar fato novo. Por fato novo deve-se entender aquele que, embora resultante da obrigação julgada na sentença, não foi objeto da condenação, porque foi deixado de fora ou porque somente surgiu depois desta. GABARITO: D 10. Quanto ao procedimento e aos atos processuais, julgue os itens que se seguem. I. Nos mandados de segurança, a notificação para que autoridade coatora preste informações supre a necessidade de citação da pessoa jurídica de direito público na pessoa de seu representante legal. II. Proferida decisão interlocutória sobre questão não conhecível de ofício, essa só poderá ser reformada por meio de recurso próprio, sendo incabível a suspensão do prazo recursal por interposição de pedido de reconsideração. Ademais, não se tratando de questão conhecível de ofício, ressalvadas algumas decisões de natureza cautelar ou liminar, o juiz não pode acatar o pedido de reconsideração tendo em vista a preclusão pro iudicato. III. Sendo a devolutividade do recurso determinada pela extensão da impugnação, se o recorrente suscitar questão fática ou probatória no recurso especial ou extraordinário, admitido qualquer deles, poderá o STJ ou o STF rediscutir fatos no âmbito daqueles recursos. IV. O princípio da fungibilidade deve ser aplicado quando um recurso é interposto no lugar de outro, ainda que não haja dúvidas a respeito do recurso cabível na hipótese. Assim, admite-se a aplicação do princípio referido nas hipóteses em que seja interposto recurso ordinário, em
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 vez do especial, contra acórdão que concedeu mandado de segurança em decisão de única instância por tribunal de justiça ou por tribunal regional federal. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição II é correta. c) Somente as proposições I e II estão corretas. d) Só a proposição III é incorreta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: C 11. Acerca da sentença e da coisa julgada, julgue os itens: I. Se for julgada improcedente uma ação e transitada em julgado a sentença de mérito, qualquer das partes poderá rediscutir a mesma lide, com a mesma causa de pedir, desde que seja proposta nova demanda, com pedido diverso e com base em novas alegações ou em documento novo. Nesse caso, o objeto da coisa julgada material é a sentença de mérito, dentro da qual somente o dispositivo é acobertado pela autoridade da coisa julgada, não sendo atingidas pela eficácia preclusiva as questões que estejam fora desses limites objetivos. II. A questão prejudicial decidida incidentalmente no processo faz coisa julgada material entre as partes e constituirá objeto da sentença definitiva por ser premissa necessária à conclusão da sentença. III. Depois de proferida a sentença de mérito, esgota-se o ofício jurisdicional, ficando o juiz impedido de praticar qualquer ato decisório no processo, salvo quando se tratar de sentença terminativa, de execução provisória da sentença condenatória ou de correção de erro material. IV. A hipoteca judiciária constitui efeito secundário da sentença condenatória à prestação de dar coisa ou quantia em dinheiro e tem por finalidade assegurar a efetividade do processo, impondo-se perante terceiros a garantia do crédito por meio do direito de seqüela. Trata-se de uma conseqüência imediata da sentença condenatória e será ordenada a sua inscrição, ainda que não ocorra o trânsito em julgado ou que tenha sido interposto recurso contra a sentença, recebido em ambos os efeitos. V. As regras da adstrição ou da correlação da sentença ao pedido estão relacionadas com a matéria fática e a fundamentação jurídica. Assim, a liberdade conferida ao julgador, quanto à identificação da norma jurídica aplicável, deve compatibilizar-se, todavia, com o referido princípio, pois as partes não podem ser surpreendidas com a incidência de regra não cogitada, especialmente se as conseqüências forem diversas daquelas submetidas à discussão do juiz. A sentença proferida fora desse limite (extra petita) é nula de pleno. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição II é correta. c) Somente as proposições I e II estão corretas. d) Só a proposição IV é correta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: D 12. A respeito da sentença proferida no processo civil, julgue os itens que se seguem. I. A sentença proferida nos procedimentos de jurisdição voluntária não faz coisa julgada material. Surgindo circunstância nova que torne possível ou conveniente a alteração da situação por ela estabelecida, admite-se a sua modificação, sem prejuízo dos efeitos já produzidos. II. A sentença proferida na ação constitutiva produz efeitos retroativos à época em que se formou, modificou ou extinguiu a relação jurídica reconhecida naquela decisão. III. A sentença proferida na ação cautelar antecipatória não faz coisa julgada material, tem natureza meramente declaratória e deve ser confirmada ou revogada na sentença que julgue a ação principal. IV. A sentença transitada em julgado adquire eficácia, tornando-se imutável e, para se preservar o princípio da segurança jurídica, não se admite a ação rescisória quando a questão nela decidida contrariar literal disposição de súmula vinculante ou violar lei inconstitucional ou, ainda, quando o STF declarar a inconstitucionalidade da lei aplicada pela decisão. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição I é correta. c) Somente as proposições I e II estão corretas.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) Só a proposição IV é correta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: B 13. Com relação à sentença proferida no processo civil, julgue os itens que se seguem. I. A sentença que deixa de analisar todos os argumentos e fundamentos jurídicos invocados pelas partes, ainda que os fundamentos utilizados tenham sido suficientes para embasar a decisão, padece de nulidade por ser omissa e refletir uma decisão citra petita. O tribunal, no julgamento do recurso manifestado pela parte, deverá anular a sentença e proferir decisão substitutiva que contemple os argumentos e fundamentos jurídicos sobre os quais a sentença tenha se omitido. II. Se o contrato havido entre as partes impuser a uma delas a emissão de declaração de vontade, e esta não o fizer, o prejudicado poderá obter uma sentença que a supra. Assim, quando houver condenação judicial do réu a emitir a declaração de vontade, no seu silêncio, a sentença produzirá o mesmo efeito da declaração de vontade negada voluntariamente pelo réu. III. A parte patrocinada pela Defensoria Pública goza de isenção de custas processuais e de honorários advocatícios. IV. Se o juiz chegar ao final do procedimento sem se convencer da verdade das alegações do autor e da defesa apresentada pelo réu, poderá deixar de julgar a causa e extinguir o processo sem resolução do mérito, argumentando que nenhuma das partes se desincumbiu de esclarecer os fatos. É ônus das partes convencerem o juiz, e este, para julgar, deve estar convicto da verdade. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição I é correta. c) Somente as proposições II e III estão corretas. d) Só a proposição IV é correta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: C 14. Quanto à ação popular, julgue os itens: I. na hipótese de o autor popular ter os seus direitos políticos suspensos, perde ele a legitimidade para a causa, que pode continuar pela atuação de outros co-legitimados. II. os integrantes do Tribunal de Contas que participaram do acórdão que aprovou ato sujeito à ação popular são litisconsortes passivos necessários na ação popular, cuja ausência de citação acarretará a nulidade da decisão. III. quando da participação do Ministério Público na ação popular, competirá ao parquet promover a responsabilidade civil ou criminal dos que nela incidirem, sendo vedado ao Ministério Público assumir a defesa do ato impugnado. IV. é facultado a qualquer cidadão habilitar-se como litisconsorte, não competindo ao magistrado limitar o número de litigantes sob o argumento de que comprometeria a rápida solução do litígio. V. a procedência do pedido formulado na ação popular causará a condenação pecuniária dos réus e também o cumprimento de obrigação de fazer e não fazer. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição I é correta. c) Somente as proposições II e III estão corretas. d) Só a proposição V é incorreta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: D. 15. Acerca do mandado de segurança e da ação popular, assinale a alternativa INCORRETA: a). Segundo o entendimento do STJ, a teoria da encampação preceitua que, quando houver a indicação equivocada da autoridade coatora, se torna desnecessária a correção da irregularidade se o agente hierarquicamente superior trazido ao processo assumir a defesa do ato praticado pelo seu subordinado. b). Admite-se a impetração de mandado de segurança contra atos judiciais, desde que inexista instrumento recursal idôneo e que não haja o trânsito em julgado da decisão impugnada. Nesse contexto, nos casos em que terceiro prejudicado impetra mandado de segurança contra ato judicial, não se exige, segundo o entendimento do STJ, o requisito da inexistência de recurso cabível.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c). Segundo o entendimento firmado pelo STF, o pedido de reconsideração do ato ilegal protocolado na via administrativa não tem o condão de interromper o prazo decadencial. d). De acordo com a jurisprudência do STF, a pessoa jurídica tem legitimidade para propor a ação popular com fundamento no princípio da máxima efetividade das garantias fundamentais. e). Às decisões judiciais proferidas em mandado de segurança coletivo é aplicável o regime jurídico da coisa julgada secundum eventum probationis. GABARITO: D 16. Com relação ao mandado de segurança, julgue os itens a seguir. I. No mandado de segurança, o direito líquido e certo é condição da ação. Assim, a sentença que nega a existência do direito líquido e certo é decisão sem resolução de mérito por carência de ação. II. A denegação do mandado de segurança por ausência de liquidez e pela certeza do direito que julga o impetrante carecedor da ação ou em virtude do reconhecimento de que não houve violação ao direito reclamado pelo impetrante não faz coisa julgada material e não impede que a matéria seja objeto de nova ação pelo rito ordinário, por serem distintos a causa de pedir e o pedido, no writ e na ação ordinária. III. O mandado de segurança é ação de rito especial com assento constitucional e destina-se à tutela de direito líquido e certo contra ato de autoridade eivado de ilegalidade ou praticado com abuso de poder. Em virtude da indisponibilidade da matéria tratada no writ of mandamus, o processo somente poderá ser extinto com a resolução de mérito. Portanto, não poderá o impetrante dele desistir, ainda que com a aquiescência da autoridade apontada coatora. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição I é correta. c) Somente as proposições II e III estão corretas. d) Só a proposição IV é correta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: C 17. Julgue os itens abaixo, relativos ao mandado de segurança. I. Tanto o impetrante, pessoa física, como a pessoa jurídica de direito público responsável pela autoridade que praticou o ato impugnado em mandado de segurança, podem requerer a suspensão de liminar concedida no writ. II. Para a fixação da competência em mandado de segurança, não se considera a matéria versada no processo e sim a qualificação da autoridade coatora. III. A liminar concedida no mandado de segurança continua a vigorar até o trânsito em julgado da decisão, ainda que esta seja denegatória do writ. IV. Cabe mandado de segurança contra ato judicial que determina penhora em execução de sentença transitada em julgado, se esta houver sido proferida por juiz absolutamente incompetente. V. A parte que tiver seu pedido de segurança denegado por falta de direito líquido e certo poderá renovar o mesmo pedido pelas vias ordinárias, porque a sentença proferida em mandado de segurança jamais faz coisa julgada material. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição II é correta. c) Somente as proposições II e III estão corretas. d) Só a proposição IV é correta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: B 18. No que concerne ao mandado de segurança, assinale a alternativa correta. a). Em mandado de segurança, a intimação da sentença deve ser feita à autoridade coatora e não ao representante jurídico da entidade pública atingida. O prazo para a interposição do recurso começa a fluir a partir da notificação da autoridade coatora. b). É cabível mandado de segurança para conferir efeito suspensivo a recurso, sob alegação de dano irreparável ou de difícil reparação, ainda que para esse recurso não haja previsão legal de tal efeito. c). Prestadas as informações pela autoridade apontada como coatora, ou seja, verificada a estabilização do processo, não se pode, depois disso, alterar o pedido, os seus fundamentos ou desistir da impetração sem o consentimento do impetrado.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d). Para figurar no pólo passivo da ação de segurança, autoridade coatora é aquela que ordena, que determina ou pratica o ato inquinado de coator ou ainda que, efetivamente, pode modificar o ato impugnado, ou que detém os meios para tal. A autoridade apontada coatora é notificada para prestar informações. A legitimidade para recorrer da decisão que concede o mandamus é do representante da pessoa jurídica interessada. e). No mandado de segurança, as informações devem ser prestadas pela autoridade coatora, mas, por constituírem defesa judicial, admite-se que sejam prestadas pelo representante legal ou judicial da pessoa jurídica. GABARITO: D 19. Com referência à ação monitória e ao Mandado de Segurança, julgue os itens a seguir. I. É carecedor de ação o credor que, dispondo de cheque prescrito, título executivo extrajudicial, venha a propor ação monitória com base naquele título. II. Na ação monitória, não opostos embargos, formar-se-á o título executivo judicial, e, por via de conseqüência, o mandado de pagamento ou de entrega inicialmente deferido converte-se em mandado de citação válido para todos os atos executivos. Assim, prossegue-se na ação como no processo de execução. Acerca do mandado de segurança, julgue os itens que se seguem. III. Caso ocorra o indeferimento da petição inicial do mandado de segurança por não ter sido impetrado dentro do prazo legal, sendo reconhecida, portanto, a decadência, ficará a parte impedida de discutir a questão em outras vias, pois, nesse caso, a ocorrência do prazo extintivo acarreta a perda do direito pleiteado pelo impetrante e os respectivos efeitos patrimoniais. IV. Concedida a liminar e posteriormente denegada a segurança, sem que o juiz expressamente casse a liminar que concedera, havendo recurso voluntário, a liminar prevalece até o julgamento definitivo do recurso. V. No mandado de segurança, o direito líquido e certo é condição da ação e a sua finalidade. Assim, a sentença que nega a existência do direito líquido e certo é decisão de mérito. No tocante aos juizados especiais cíveis, nos termos da Lei n.º 9.099/1995, julgue os seguintes itens. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição I é correta. c) Somente as proposições II e V estão corretas. d) Só a proposição IV é correta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: C 20. Acerca do mandado de segurança e da ação civil pública, julgue os itens: I. Proferida sentença que denegue a segurança, resta sem objeto o agravo de instrumento interposto contra o indeferimento da liminar requerida naqueles autos. Da mesma forma, a superveniência de sentença concessiva da segurança, ratificando a liminar anteriormente concedida, torna prejudicados os recursos interpostos em face dessa decisão interlocutória. II. O Ministério Público tem legitimidade ativa para ajuizar medidas judiciais para defender direitos individuais indisponíveis de crianças e adolescentes, em que se pede o cumprimento de obrigação de fazer, ainda que em favor de pessoa determinada. III. É possível a propositura de ação civil pública fundada na inconstitucionalidade de lei, desde que se trate de controle difuso de constitucionalidade, isto é, que essa declaração seja causa de pedir, fundamento ou mera questão prejudicial, indispensável à resolução do litígio principal, em torno da tutela do interesse público. IV. Se a sentença que julgar improcedente a pretensão deduzida na ação civil pública por responsabilização por danos causados a interesse difusos, inclusive os ambientais, não revogar expressamente a liminar anteriormente concedida, esta subsiste até o trânsito em julgado da decisão proferida na ação principal, em virtude da natureza indivisível do objeto da ação, isto é, interesses de que sejam titulares pessoas indeterminadas e ligadas por circunstâncias de fato. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição I é correta. c) Somente as proposições II e III estão corretas. d) Só a proposição IV é correta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

21. A respeito da ação civil pública, julgue os próximos itens. I. O Ministério Público obrigatoriamente promoverá a execução da sentença condenatória proferida na ação civil pública, quando se extinguir o prazo fixado em lei e o autor da ação ou os demais co-legitimados deixarem de promover a execução. II. Se forem propostas separadamente duas ações civis públicas em defesa do interesse dos consumidores, com alguns pedidos em comum contra pessoas jurídicas diversas, tais ações deverão ser reunidas perante o mesmo juízo prevento, para julgamento conjunto, exigindo-se, para essa reunião, que se trate de competência relativa e que as causas estejam submetidas a juízos que isoladamente são competentes para o julgamento dos feitos. III. A competência para processar e julgar a ação civil pública por danos ao meio ambiente é da justiça estadual, fixada pelo critério territorial e delimitada pelo local do dano. No entanto, admite-se a prorrogação da competência fundada na qualidade da parte. Assim, é da competência absoluta da justiça federal a ação proposta contra empresa privada concessionária de serviço público federal, ainda que não evidenciado o interesse da União, de suas autarquias ou suas empresas públicas. IV. Se, após o ajuizamento de ação civil pública, constatar-se a existência de tramitação regular de ação popular objetivando a proteção de idênticos interesses coletivos ou difusos mediante a formulação de idêntico pedido, tal situação caracterizará a litispendência e terá, como conseqüência processual, a extinção da ação civil pública. V. A ação civil pública por danos causados a interesses difusos, incluindo-se os ambientais, pode ser proposta contra o responsável direto, contra o responsável indireto ou contra ambos. Trata-se de responsabilidade objetiva e solidária, ensejadora de litisconsórcio facultativo. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição I é correta. c) Somente as proposições I, II e V estão corretas. d) Só a proposição IV é correta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: C 22. A propósito de sentença, assinale a opção falsa. a) É absolutamente nula a sentença ilíquida quando foi formulado pedido certo pelo autor. b) O jus superveniens (CPC, art. 462) não se dirige apenas ao juiz de primeiro grau de jurisdição. c) O provimento judicial de mérito deve ser certo, ainda que ilíquido, assim compreendida também a relação jurídica de direito material pendente de condição. d) Não deve o tribunal declarar a nulidade de sentença não embargada omissa a respeito de um dos pedidos cumulados. e) No caso de julgamento ultra petita a nulidade pode deixar de ser declarada quando a sentença puder ser decotada na instância revisora. GABARITO: A 23. Acerca da sentença e da coisa julgada, assinale a alternativa correta. a). Os motivos de fato e de direito contidos na sentença, e a verdade desses fatos — estabelecida como motivo ou fundamentação na qual o juiz decide o pedido, proferindo um comando que deve ser obedecido pelos litigantes — tornam-se indiscutíveis e fazem coisa julgada material. b). A sentença proferida por juiz absolutamente incompetente, uma vez transitada em julgado e transcorrido o prazo para a rescisória, é válida e eficaz para todos os efeitos. c). O julgamento será extra petita quando o juiz deixar de examinar pretensões expressamente formuladas ou quando examinar causa de pedir diversa daquela deduzida na inicial. Tal vício pode ser corrigido pelo tribunal ad quem, desde que faça a devida adequação da sentença ao pedido do autor. d). A sentença que cria, modifica ou extingue um estado ou relação jurídica produz efeitos retroativos à época em que se formou a relação jurídica reconhecida naquela decisão ou em que se modificou ou extinguiu a situação jurídica declarada. e). Proferida a sentença de mérito, o juiz fica impedido de praticar qualquer ato decisório no processo. No entanto, essa proibição não atinge as sentenças terminativas, em virtude da inexistência da autoridade da coisa julgada material. GABARITO: B
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

24. Marcelo, juiz de direito, conduziu audiência de instrução e julgamento e, com o término da coleta de prova e manifestação final das partes, proferiu sentença naquele mesmo momento. No dia seguinte, o escrivão, ao observar que não foi analisado e decidido um dos pedidos encaminhados pela inicial, devolveu os autos ao juiz. Com base na situação hipotética apresentada e na disciplina dos requisitos e efeitos da sentença do CPC, assinale a opção correta. a). Caso as partes ainda não tenham aposto seu “ciente” na sentença, o juiz pode corrigir a omissão apontada, substituindo a sentença original. b). A correção da omissão poderá ser feita se a parte prejudicada interpuser embargos de declaração, nos quais aponte a falha e requeira sua correção. c). Tratando-se de erro material, a lei permite ao juiz que este corrija a falha, de ofício ou a requerimento da parte. d). Por ter sido publicada a sentença em audiência, deverá o juiz designar nova audiência na qual as partes poderão, caso não o tenham feito, manifestar-se acerca do pedido não analisado, proferindo o juiz, em seguida, nova sentença. e). A sentença não foi devidamente publicada, de modo que a correção da falha apontada poderá ser realizada. GABARITO: B 25. Consideradas as normas do Código de Processo Civil sobre sentenças e coisa julgada, é correto afirmar que: a) as alegações que um autor poderia ter apresentado para o acolhimento de seu pedido, mas deixou de fazê-lo, consideram-se apresentadas e repelidas após o trânsito em julgado da sentença. b) tamanha é a importância da fundamentação da sentença que, se o juiz considera, na fundamentação, que dado contrato é válido, para concluir, no dispositivo, que é devido o valor pleiteado, a validade daquele contrato não mais poderá ser objeto de discussão judicial. c) a fundamentação de uma sentença deve ser a mais ampla possível, pois é através dela que se conhecem as razões que levaram ao julgamento; por conta disso, são consideradas nulas quaisquer sentenças sem fundamentação ou dotadas de fundamentação concisa. d) as sentenças proferidas contra os entes públicos devem ser remetidas de ofício ao tribunal ad quem para reapreciação, independente de requerimento da Procuradoria ou do valor da causa. e) as questões decididas incidentalmente durante o processo não fazem coisa julgada, ainda que a parte expressamente assim requeira. GABARITO: A 26. A respeito da sentença e da coisa julgada no processo civil, marque a alternativa correta. A A resolução de questão prejudicial, por ser motivo da fundamentação da sentença, não faz coisa julgada material, salvo quando o réu requer essa questão mediante reconvenção ou quando decidida incidentalmente no processo. B Nas ações genéricas, o juiz poderá proferir, liminarmente, sentença com resolução de mérito julgando procedente ou improcedente a pretensão do autor sem a oitiva da parte ré, quando a causa proposta for idêntica a uma anteriormente julgada por aquele juízo, reproduzindo-se o teor da anteriormente prolatada. C A sentença que dispõe sobre relação jurídica continuativa não faz coisa julgada material, podendo ser revista, a qualquer tempo, na mesma ação e no mesmo processo, integrando-se a sentença proferida à decisão anterior, em nova situação jurídica. D Não estão sujeitas ao reexame necessário as sentenças proferidas contra a União, o estado, o DF, o município e as respectivas autarquias e fundações de direito público, quando a condenação, ou o direito controvertido, for de valor certo não excedente a sessenta salários mínimos, bem como no caso de procedência dos embargos do devedor na execução de dívida ativa do mesmo valor. E A proibição de inovar veda ao juiz a prática de qualquer ato no processo depois da publicação da sentença; entretanto, quando verificada a ocorrência de nulidade da sentença proferida, poderá o juiz anulá-la e determinar o prosseguimento regular do processo. GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 27. Contra sentença que julgou parcialmente procedente o pedido, ambas as partes interpõem recurso de apelação. Passados três anos, o Tribunal não conhece do recurso interposto pela parte autora, por intempestivo, negando provimento ao recurso do réu para “confirmar” a sentença. O réu ainda interpõe recurso especial, não admitido, e agravo de instrumento contra essa decisão, o qual deixou de ser conhecido pelo Superior Tribunal de Justiça por decisão monocrática do relator. Ajuíza a parte autora “ação rescisória” tão logo publicada a decisão e baixados os autos à vara de origem, ante a ausência de outros recursos. Postos assim os fatos, assinale a opção correta. a) Não deve a rescisória ter seu mérito apreciado, por haver se operado a decadência. Admite a jurisprudência prevalecente no Superior Tribunal de Justiça o chamado “trânsito em julgado em partes”. Como o recurso da autora não foi conhecido por intempestivo, a decisão já havia transitado em julgado há mais de dois anos. b) Deve a rescisória ter o seu mérito apreciado. Prevalece no Superior Tribunal de Justiça o entendimento de que a decisão só transita em julgado após a apreciação do último recurso admissível interposto nos autos. Como a última decisão foi proferida pelo Superior Tribunal de Justiça, deve a rescisória ser ali ajuizada. c) Deve a rescisória ter o seu mérito apreciado. Prevalece no Superior Tribunal de Justiça o entendimento de que a decisão só transita em julgado após a apreciação do último recurso admissível interposto nos autos. Embora a última decisão tenha sido proferida pelo Superior Tribunal de Justiça, deve a rescisória ser ajuizada no Tribunal de origem, pois o agravo de instrumento não teve o mérito apreciado. d) Deve a rescisória ter o seu mérito apreciado. Embora prevaleça no Superior Tribunal de Justiça o chamado “trânsito em julgado em partes”, o fato de ter o recuso sido interposto intempestivamente não afeta a contagem do biênio decadencial, salvo comprovada má-fé, pois a apelação era o recurso adequado para atacar a decisão. Como a última decisão foi proferida pelo Superior Tribunal de Justiça, deve a rescisória ser ali ajuizada. e) Não deve a rescisória ter o seu mérito apreciado. Embora prevaleça no Superior Tribunal de Justiça o entendimento de que a decisão só transita em julgado após a apreciação do último recurso admissível interposto nos autos, na hipótese narrada a autora não esgotou as instâncias recursais, não podendo valer-se da rescisória como sucedâneo recursal. GABARITO: C 28. A respeito da sentença e da coisa julgada no processo civil, assinale a opção correta. A Com o trânsito em julgado da sentença que encerra a relação processual, sem resolução do mérito, ocorre a coisa julgada formal, o que torna imutáveis, porque indiscutíveis, as questões decididas na sentença. B Após o trânsito em julgado da sentença, consideram-se deduzidas e repelidas as alegações que o autor tenha deixado de apresentar para o acolhimento de seu pedido. C A fundamentação da sentença fica coberta pela coisa julgada material. D A apreciação e resolução de questão prejudicial decidida incidentalmente no processo não faz coisa julgada material, ainda que a parte expressamente o requeira. GABARITO: B 29. Marque alternativa correta: a) Sentença terminativas são as que põem fim ao processo, com,resolução do mérito; b) Sentença definitivas são aquelas que encerram a prestação jurisdicional, ainda que sem julgamento do pedido; c) Com a sentença, o que finda do órgão jurisdicional de primeiro grau, podendo prosseguir o processo em instância superior; d) Todas as alternativas estão incorretas. GABARITO: C 30. Impetrado mandado de segurança, o juízo concede a liminar pleiteada. A sentença, todavia, denega a segurança, interpondo o impetrante recurso de apelação, que é recebido em seu duplo efeito. Postos assim os fatos, assinale a opção correta. a) A atribuição de efeito suspensivo ao recurso contraria a regra geral, segundo a qual o recurso contra todas as sentenças proferidas em mandado de segurança deve ser recebido apenas no efeito devolutivo. Irrecorrida a decisão que recebeu o recurso, persistem os efeitos da liminar.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) Correta a decisão que recebeu o recurso em seu duplo efeito. A liminar, todavia, fica absorvida pela sentença, perdendo seus efeitos ex tunc, isto é, desde a sua concessão. c) Correta a decisão que recebeu o recurso em seu duplo efeito. Por força do efeito suspensivo, a liminar subsiste até que seja decidida a apelação pelo órgão ad quem. d) A atribuição de efeito suspensivo ao recurso contraria a regra geral, segundo a qual o recurso contra todas as sentenças proferidas em mandado de segurança deve ser recebido apenas no efeito devolutivo. Tal circunstância, todavia, apenas impõe a cassação dos efeitos da liminar com eficácia ex nunc. e) Correta a decisão que recebeu o recurso em seu duplo efeito. A liminar, todavia, fica absorvida pela sentença, perdendo seus efeitos ex nunc, por força do efeito suspensivo. GABARITO: B 31. Sobre a ação civil pública é FALSO afirmar que: a) pode ter por objeto a condenação em dinheiro para reparação de danos morais ou patrimoniais causados ao meio ambiente, consumidor, bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico, ou a qualquer outro interesse difuso ou coletivo, e, ainda, por infração de ordem econômica.; b) o foro competente para processar e julgar ação civil pública de responsabilidade por danos causados ao meio ambiente é o local onde ocorreu o dano. Caso o dano se verifique em mais de uma comarca, é competente qualquer uma delas, resolvendo-se a questão pela prevenção; c) a requerimento dos legitimados para ação principal (Artigo 5º, da Lei 7.347/85), e para evitar grave lesão à ordem, à saúde, à segurança e à economia pública, poderá ser suspensa a execução da liminar, em decisão fundamentada, da qual caberá agravo, no prazo de 10 (dez) dias.; d) a ação civil pública não deverá ser utilizada para veicular pretensões que envolvam tributos, contribuições previdenciárias ou outros fundos como o FGTS. GABARITO: C 32. Dadas as assertivas abaixo, assinalar a alternativa correta. I. A ação cautelar a que alude o art. 4º da Lei nº 7.347/85, que disciplina a ação civil pública, pode assumir, inclusive, feição satisfativa. II. O Ministério Público não tem legitimidade para a propositura da ação popular, mas, em caso de inércia do autor, pode prosseguir no pólo ativo. III. Consoante a jurisprudência dominante, especialmente no âmbito dos Tribunais Regionais Federais, não constitui critério determinante da extensão da eficácia da decisão em sede de ação civil pública a competência territorial do juízo, mas sim a amplitude e a indivisibilidade do dano que se busque evitar ou afastar. IV. Na ação popular, consoante entendimento do Superior Tribunal de Justiça, não é admitida a reconvenção. a) Estão corretas apenas as assertivas I e IV. b) Estão corretas apenas as assertivas I, II e III. c) Estão corretas apenas as assertivas II, III e IV. d) Todas as assertivas estão corretas. GABARITO: D 33. A pessoa jurídica de direito público ou de direito privado, cujo ato seja objeto de impugnação, em ação popular a) está impedida de atuar ao lado do autor, porque os atos administrativos gozam de presunção de validade, que só não prevalecerá contra a sentença transitada em julgado. b) não poderá abster-se de contestar o pedido, porque a revelia, por si, já lhe trará prejuízos. c) poderá atuar ao lado do autor, desde que isto seja considerado útil ao interesse público, a juízo do respectivo representante legal ou dirigente. d) não será citada na ação popular e, por isto, o processo correrá apenas entre o autor e as autoridades ou funcionários que praticaram o ato impugnado. e) será apenas cientificada da ação popular e, tendo interesse, poderá intervir no processo como assistente de qualquer das partes, segundo o que lhe afigurar útil ao interesse público. GABARITO: C 34.A respeito da ação civil pública, assinale a opção correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) Na ação civil pública, a sentença que julgar improcedente o pedido por falta de provas ou que reconhecer ser infundada a pretensão, com fundamento na prova plena dos autos, faz coisa julgada segundo o resultado da lide e não tem eficácia erga omnes, podendo o pedido ser renovado por qualquer outro legitimado. b) A multa diária fixada pelo juiz para o caso de descumprimento de obrigação negativa pode consistir em meio de sub-rogação do cumprimento da prestação específica, em virtude de essa obrigação ser infungível, portanto, de execução forçada. c) Se julgado improcedente o pedido na ação civil pública, mesmo que não conste da sentença revogação expressa da liminar, esta se encontra revogada, ainda que se tenha interposto recurso recebido no efeito suspensivo. e) Em caso de desistência ou abandono da ação civil pública proposta por algum co-legitimado, o MP deve prosseguir na ação até a prolação da sentença de mérito, assumindo a titularidade ativa, por ser indisponível o seu objeto. Entretanto, a sua atuação não será vinculada ao interesse do autor originário, podendo ele, portanto, opinar pela procedência ou improcedência da ação. GABARITO: C 35. Quanto ao mandado de segurança individual e coletivo, assinale a opção correta. a) O terceiro prejudicado por decisão judicial prolatada em processo do qual não foi parte pode impetrar mandado de segurança para defender direito violado, desde que a decisão não tenha transitado em julgado e que o recurso cabível contra o ato judicial tenha sido interposto tempestivamente, visto que o writ não pode ser utilizado como sucedâneo recursal. b) A sustação da eficácia da decisão liminar em mandado de segurança vigorará até o trânsito em julgado da decisão de mérito na ação principal, e os efeitos da revogação de medida liminar devem ser suportados por quem a requereu. Assim, a parte que a requer fica sujeita à sua cassação, devendo arcar com os consectários decorrentes do atraso ocasionado pelo deferimento da medida. c)É admissível o ingresso de assistente ou de litisconsorte em mandado de segurança coletivo, desde que não tenha decorrido o prazo decadencial, não haja ampliação do objeto da ação e desde que a decisão tenha influência na relação jurídica entre a parte e o adversário da assistida. d) A fluência do prazo decadencial para a propositura de mandado de segurança tem início com a ciência, pelo interessado, do ato impugnado. No entanto, quando o ato impugnado violar direito correspondente a prestação de trato sucessivo, a fluência do prazo decadencial se renova periodicamente. GABARITO: B 36. Conceder-se-á mandado de segurança, entre outros casos, contra a) decisão judicial de mérito. b) lei em tese ou matéria probatória. c) ato de que caiba recurso administrativo sem efeito suspensivo, dependente de caução. d) mérito do ato disciplinar. e) ato ou decisão lesiva de qualquer entidade privada. GABARITO: C 37. Da ação civil pública, diz-se que a) correrá sempre em segredo de justiça. b) a multa cominada liminarmente será exigida desde o ajuizamento da ação. c) não se admitirá o litisconsórcio facultativo. d) poderá o juiz conceder mandado liminar, com ou sem justificação prévia, em decisão irrecorrida. e) é cabível, sem prejuízo da ação popular. GABARITO: E 38. Assinale a opção correta a propósito de ação popular. a) O presidente da República e os Ministros de Estado são demandados em ação popular no Supremo Tribunal Federal. b) Os ilegais e imorais, os atos jurisdicionais estão excluídos do âmbito de incidência da ação popular.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) O Ministério Público tem legitimidade para ajuizar ação popular contra atos lesivos ao patrimônio público. d) Para o cabimento da ação popular por contrariar normas específicas que regem a sua prática ou por se desviar dos princípios que norteiam a Administração Pública, não basta a ilegalidade do ato administrativo a invalidar, é indispensável a demonstração de prejuízo aos cofres públicos. e) A ação direta de inconstitucionalidade constitui sucedâneo da ação popular constitucional, destinada a preservar a intangibilidade do patrimônio público e a integridade do princípio da moralidade administrativa. GABARITO: B 39. Considerando as ações popular, civil pública e de mandado de segurança, assinale a opção correta. A A pessoa jurídica de direito privado detém legitimidade ativa para propor ação popular visando a impugnação e a anulação dos atos administrativos comissivos e omissivos que sejam lesivos ao patrimônio público em geral, à moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao patrimônio histórico e cultural, com a imediata condenação dos administradores, dos agentes administrativos e também dos beneficiados pelos atos lesivos, ao ressarcimento dos cofres públicos, em prol da pessoa jurídica lesada. B Não se dará mandado de segurança quando se tratar de ato de que caiba recurso administrativo com efeito suspensivo, independentemente de caução. C A sentença que denegar o mandado de segurança ficará sujeita ao duplo grau de jurisdição. D Na eventualidade de desistência infundada ou abandono da ação civil pública movida pela União, pelo estado, pelo DF ou por município, o Ministério Público ou outro legitimado deve assumir a titularidade ativa.QUESTÃO 40 GABARITO: B 40. A respeito da ação popular e da ação civil pública, assinale a opção correta. a) Na ação popular, o Ministério Público pode assumir a defesa do ato impugnado ou de seus autores, bem como promover a ação de sentença condenatória, pois essa ação não visa defender os interesses da coletividade, mas da moralidade administrativa e do patrimônio público. b) Sentença que julga improcedente ação popular não faz coisa julgada erga omnes, podendo, assim, qualquer legitimado intentar outra ação popular, com idêntico fundamento, ou seja, ilicitude ou lesividade de ato administrativo, valendo-se de novas provas. c) Qualquer pessoa é parte legítima para propor ação popular que vise anular ato lesivo ao patrimônio público, à moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao patrimônio histórico e cultural. d) Ação civil pública por danos causados ao meio ambiente pode ter como objeto a condenação em dinheiro ou o cumprimento da obrigação de fazer ou não fazer. Declarada a procedência dos pedidos deduzidos nessa ação, a regra é a reparação do dano aos bens lesados, e a condenação à indenização em dinheiro somente acontecerá quando o dano for irreversível. e) Na ação civil pública em defesa de direitos coletivos ou difusos, poderá ser declarada a inconstitucionalidade de lei federal, estadual ou local, pois nessa ação pode ser feito o controle concentrado de constitucionalidade. No entanto, apesar da eficácia erga omnes da decisão, o STF poderá discutir a mesma matéria em ação direta de inconstitucionalidade. GABARITO: D 41. A respeito da ação civil pública, assinale a opção correta. A Caso ocorra, na ação civil pública, a extinção do processo sem resolução do mérito ou seja julgado improcedente o pedido, mesmo que não conste da sentença revogação expressa da liminar, esta se encontra revogada, ainda que se tenha interposto recurso recebido no efeito suspensivo. B O Ministério Público não possui legitimidade para propor ação civil pública visando à proteção do patrimônio de sociedade de economia mista, pois a defesa judicial do patrimônio público é atribuição dos órgãos da advocacia dos entes públicos. C O sindicato e a associação civil têm legitimidade ativa para propor ação civil pública que tenha por objeto a cobrança indevida de tributo, taxa ou multa, desde que seja de interesse de seus associados e esteja incluída, entre suas finalidades institucionais, a proteção ao consumidor e à ordem econômica.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 D Caso sejam propostas separadamente duas ações civis públicas em defesa do interesse dos consumidores, com o mesmo pedido, perante juiz federal e juiz estadual, respectivamente, em desfavor de pessoas jurídicas diferentes, estas deverão ser reunidas, perante o juízo prevento, para julgamento conjunto. E Se o inquérito civil ou a ação civil pública não forem instaurados pelo Ministério Público, mas por um dos demais legitimados, o compromisso de ajustamento de conduta firmado entre as partes, necessariamente, deverá ser homologado pelo promotor de justiça, e, caso não haja aquiescência do parquet, o acordo deverá ser homologado pelo juiz. GABARITO: A 42. Assinale a opção correta a respeito da ação civil pública. a). O Ministério Público é o único legitimado a firmar extrajudicialmente o compromisso de ajustamento de conduta lesiva às exigências legais do causador do dano a um dos bens protegidos, visando prevenir o ajuizamento da ação civil pública. b). Na ação civil pública, com exceção do Ministério Público, todos os outros legitimados, em caso de improcedência do pedido, serão condenados nos ônus da sucumbência, consistentes nas despesas e custas processuais e honorários advocatícios. c). Se for julgado improcedente o pedido na ação civil pública e não constar da sentença revogação expressa da liminar, esta subsistirá até o julgamento do recurso de apelação. d). Em caso de desistência ou abandono da ação civil pública proposta por algum colegitimado, o Ministério Público assumirá a legitimidade ativa, devendo prosseguir na ação até a prolação da sentença de mérito, por ser indisponível o seu objeto. e). Se determinado dano ecológico atingir uma vasta região, envolvendo várias comarcas de um mesmo estado, qualquer um dos foros do local do dano será competente para processar e julgar a ação civil pública para responsabilizar os causadores do dano, fixando-se a competência pela prevenção. GABARITO: E 43. Na ação civil pública a sentença (A) de improcedência sempre fará coisa julgada erga omnes, em todo território nacional. (B) de procedência fará coisa julgada erga omnes em todo o território nacional. (C) de improcedência nunca fará coisa julgada, podendo qualquer legitimado intentar outra ação com idêntico fundamento, valendo-se das mesmas provas. (D) de improcedência nunca fará coisa julgada podendo qualquer legitimado intentar outra ação com idêntico fundamento, valendo-se de nova prova. (E) fará coisa julgada erga omnes, nos limites da competência territorial do órgão prolator, exceto se o pedido for julgado improcedente por insuficiência de provas. GABARITO: E 44. Sobre a possibilidade de impetra-se mandando de segurança contra ato jurisdicional, é correto afirma-se: a) Não se admite o mandado de segurança contra ato de autoridade judicial; b) Só se admite o mandado de segurança para imprimir efeito suspensivo após o impetrante formular e ver indeferido o pedido a que se refere o artigo 558 do CPC; c) É facultado ao recorrente optar pelo remédio recursal adequado ou pelo “mandamus”, posto que este também se presta para salvaguardar direitos individuais violados; d) Todas as alternativas estão incorretas. GABARITO: B 45. No que se refere ao mandado de segurança, assinale a opção correta. a) As pessoas jurídicas de direito público não podem ser sujeitos ativos do mandado de segurança. b) Se a matéria de direito discutida no mandado de segurança for controvertida, o writ não poderá ser concedido. c) Compete ao STJ julgar originariamente mandado de segurança impetrado contra ato de outros tribunais, salvo do STF. d) Os efeitos patrimoniais de período pretérito produzidos pelo mandado de segurança são limitados a cinco anos, contados da data da impetração. e) A existência de recurso administrativo com efeito suspensivo não impede o uso do mandado de segurança contra omissão da autoridade.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: E 46. Da decisão do Presidente do Tribunal ao qual couber o conhecimento do respectivo recurso que suspender a execução da liminar, e da sentença, proferidas em mandado de segurança, caberá: a) Agravo, com efeito suspensivo, no prazo de dez (10) dias, contados da publicação do ato. b) Agravo, sem efeito suspensivo, no prazo de cinco (5) dias, contados da publicação do ato c) Apelação, no prazo de quinze (15) dias, contados da publicação do ato. d) Agravo, sem efeito suspensivo, no prazo de 10 dias, contados da publicação do ato. e) Nenhuma das alternativas anteriores. GABARITO: D 47. A apelação será recebida em seu efeito devolutivo e suspensivo quando interposta de sentença que a) julga a liquidação de sentença. b) homologa a divisão ou demarcação. c) exonera prestação alimentícia. d) confirma a antecipação dos efeitos da tutela. e) decide o processo cautelar. GABARITO: C 48. Cabe mandado de segurança contra a) decisão judicial com trânsito em julgado. b) lei em tese. c) ato administrativo do qual pende recurso com efeito suspensivo. d) ato judicial passível de recurso. e) ato judicial passível de correição. GABARITO: C 49.Conceder-se-á mandado de segurança, entre outros casos, contra a) decisão judicial de mérito. b) lei em tese ou matéria probatória. c) ato de que caiba recurso administrativo sem efeito suspensivo, dependente de caução. d) mérito do ato disciplinar. e) ato ou decisão lesiva de qualquer entidade privada. GABARITO: C 50. Da ação civil pública, diz-se que a) correrá sempre em segredo de justiça. b) a multa cominada liminarmente será exigida desde o ajuizamento da ação. c) não se admitirá o litisconsórcio facultativo. d) poderá o juiz conceder mandado liminar, com ou sem justificação prévia, em decisão irrecorrida. e) é cabível, sem prejuízo da ação popular. GABARITO: E

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 DIREITO CONSTITUCIONAL 1. Acerca do princípio da supremacia da Constituição é CORRETO afirmar: a) Sua origem remonta à Magna Carta Inglesa de 1215, que consagrou o princípio da supremacia formal da lei sobre a vontade do Rei João. b) O princípio da supremacia da Constituição enuncia que nenhum texto ou ato normativo público ou privado, será válido caso esteja em desacordo com a forma ou conteúdo prescrito no texto constitucional; assim, ante seu caráter basilar, o princípio da supremacia da Constituição é característica fundamental de qualquer texto constitucional. c) A existência de mecanismo formal de controle de constitucionalidade das leis não é elemento essencial a uma Carta Constitucional, possuindo relevância apenas face ao princípio da rigidez constitucional. d) A soberania perante a Constituição é um atributo apenas da União; os Estados-Membros e os Municípios gozam somente de autonomia, caracterizada esta como a posse de competências exclusivas e capacidade de autogoverno. e) Aspecto importante do princípio da supremacia da Constituição diz respeito à possibilidade de declaração de inconstitucionalidade de norma constitucional proveniente do Constituinte Originário, quando violar disposição constante do artigo 60 da Constituição Federal (clausulas pétreas), pois estas possuem uma rigidez e importância extrema em nosso sistema constitucional, assumindo uma posição de preponderância dentro da Constituição. GABARITO: C 2. A CF é classificada como a) outorgada, formal, dogmática e histórica. b) formal, escrita, dogmática, rígida e popular. c) semi-rígida, popular, dogmática e histórica. d) semi-rígida, histórica, dogmática e promulgada. e) rígida, promulgada, histórica e material. GABARITO: B 3. De acordo com o entendimento jurisprudencial do STF em relação ao controle difuso de constitucionalidade, assinale a opção correta. a) A propositura de ação direta no tribunal de justiça em que seja discutida a constitucionalidade de norma implica o dever de o juiz suspender processo em que haja idêntica discussão jurídica. b) Realizada a cisão funcional para julgamento de argüição de inconstitucionalidade, o pleno ou órgão especial já decidirá também sobre o bem jurídico em discussão. c) A eficácia retroativa do reconhecimento de inconstitucionalidade em concreto não atinge as chamadas fórmulas de preclusão, como os efeitos da coisa julgada proferida em outro processo. d) Em ação incidente de defesa contra a execução, não se pode, em face da coisa julgada, apresentar resistência à pretensão mediante a alegação de que a norma jurídica em que se funda o título judicial foi declarada inconstitucional pelo STF. e) A parte perdedora que sucumbiu no incidente de inconstitucionalidade pode recorrer do acórdão mediante a interposição de recurso extraordinário para o STF. GABARITO: C 4. Em relação ao controle concentrado de constitucionalidade, assinale a opção correta de acordo com entendimento do STF. a) A decisão de procedência em ação direta de inconstitucionalidade não tem eficácia vinculante, razão pela qual o magistrado de primeiro grau não está obrigado a observá-la em caso de aplicação de mesmo dispositivo legal em causa cuja incidência de precedente foi alegada. b) A CF veda que o STF conheça de causa em que haja discussão quanto à constitucionalidade de lei municipal. c) O TJSE não pode conhecer de ação direta de inconstitucionalidade de ato normativo de efeitos concretos. d) O procurador-geral do estado, como curador da norma, é sempre obrigado a defender o ato inquinado de inconstitucionalidade em ação direta.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) O conhecimento de ação direta de constitucionalidade está condicionado à existência de decisões judiciais divergentes quanto à compatibilidade de uma dada norma jurídica em relação à CF. GABARITO: E 5. Assinale a opção correta em relação ao processo legislativo. a) É válida emenda à constituição estadual de iniciativa do quorum parlamentar e que promova alteração no regime jurídico dos servidores da Secretaria de Fazenda. b) A lei complementar materialmente ordinária pode ser revogada por lei ordinária. c) A sanção de lei pelo governador supre eventual vício de iniciativa do projeto. d) O governador tem iniciativa privativa para a apresentação de projetos de lei de matéria tributária. e) A mora legislativa na edição de norma reguladora de direitos fundamentais implica o dever do Estado de indenizar o prejudicado na responsabilização na modalidade subjetiva. GABARITO: B 6. Nascido em dezembro de 2007, na França, filho de pai brasileiro e mãe argelina, João é registrado em repartição consular brasileira sediada naquele país. Nessa hipótese, nos termos da Constituição da República, João a) é considerado brasileiro nato. b) será considerado brasileiro nato se vier a residir no Brasil e optar, a qualquer tempo, pela nacionalidade brasileira. c) será considerado brasileiro naturalizado, desde que venha a residir por quinze anos ininterruptos no Brasil e não sofra condenação penal. d) será considerado brasileiro naturalizado se, na forma da lei, vier a adquirir nacionalidade brasileira. e) não será considerado brasileiro. GABARITO: A 7. Quanto às atribuições e competências do STF, assinale a opção correta. a) Compete ao STF julgar ação popular ajuizada contra o presidente da República. b) Na ADI, a causa de pedir pode ser desconsiderada ou suprida por outra, conforme jurisprudência do STF. c) Segundo a jurisprudência dominante, compete ao STF julgar habeas corpus impetrado contra decisão de relator que, em habeas corpus requerido a tribunal superior, denegue liminar. d) Segundo a jurisprudência dominante, compete ao STF julgar mandado de segurança contra ato de ministro de Estado no exercício de competência delegada pelo presidente da República. e) Segundo a jurisprudência dominante, compete ao STF julgar mandado de segurança impetrado contra ato do Tribunal Superior Eleitoral. GABARITO: B 8. Quanto aos direitos fundamentais, assinale a opção correta. a) A Constituição de 1937 trouxe, como inovação, diversos direitos sociais relativos aos trabalhadores, os quais não eram previstos nas constituições anteriores. b) Direitos fundamentais como o princípio da legalidade, a livre manifestação do pensamento, a liberdade religiosa, o princípio da reserva legal, a independência judicial, o princípio do juiz natural, a individualização da pena, a liberdade de profissão e o direito de petição somente surgiram no ordenamento jurídico brasileiro, de forma expressa, na Constituição Federal de 1988. c) Em regra, as normas constitucionais que prescrevem direitos fundamentais têm eficácia contida e dependem de regulamentação. d) A teoria jusnaturalista fundamenta os direitos humanos em uma ordem superior universal, imutável e inderrogável. Segundo essa teoria, os direitos humanos não são criações dos legisladores, tribunais ou juristas e, conseqüentemente, não podem desaparecer da consciência dos homens. e) A noção de direitos fundamentais é contemporânea ao surgimento da idéia de constitucionalismo, que permitiu insculpir um rol mínimo de direitos humanos em um documento escrito, derivado diretamente da vontade popular. GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 9. Com relação aos princípios interpretativos das normas constitucionais, assinale a opção correta. a) Segundo o princípio do efeito integrador, na resolução de problemas jurídicoconstitucionais, deverá ser dada maior primazia aos critérios favorecedores da integração política e social, bem como o reforço da unidade política. b) De acordo com o princípio da eficiência ou da efetividade, na resolução de problemas constitucionais, deve-se dar primazia aos direitos do Estado. c) Segundo o princípio da conformidade funcional, deve o intérprete harmonizar os bens jurídicos em conflito, de modo a evitar o sacrifício de uns em relação aos outros. d) O princípio da força normativa da Constituição estabelece que o intérprete deve ater-se ao que consta do texto das normas constitucionais. e) Segundo o princípio da unidade da Constituição, uma constituição não deve ser interpretada a partir de valores e princípios contidos em outras constituições. GABARITO: A 10. Acerca do conceito, do objeto, dos elementos e da classificação das constituições, assinale a opção correta. A A constituição é, na visão de Ferdinand Lassalle, uma decisão política fundamental e, não, uma mera folha de papel. B Para Carl Schimidt, o objeto da constituição são as normas que se encontram no texto constitucional, não fazendo qualquer distinção entre normas de cunho formal ou material. C O dispositivo constitucional que arrola os princípios gerais da atividade econômica, como o da propriedade privada e sua função social, é considerado elemento sócio-ideológico da constituição, revelador do compromisso de um Estado não meramente individualista e liberal. D Como, no Brasil, a CF admite mudança por meio de emenda à constituição, respeitados os limites por ela impostos, ela é considerada semi-rígida. E A distinção entre constituição formal e material é relevante para fins de aferição da possibilidade de controle de constitucionalidade das normas infraconstitucionais. GABARITO: C 11. Acerca da interpretação e aplicação das normas constitucionais e dos direitos e garantias individuais, de acordo com os precedentes do Supremo Tribunal Federal (STF), assinale a opção correta. A O direito à gratuidade da tarifa de transporte público dos indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos não é considerado direito fundamental de eficácia plena, de modo que esse direito subjetivo somente passou a ser garantido a partir do estatuto do idoso. B A nova interpretação dada pela administração pública a uma mesma lei não pode retroagir, em qualquer situação, em face da regra constitucional do direito adquirido. C O habeas corpus não é a medida idônea para impugnar decisão judicial que autoriza a quebra de sigilos fiscal e bancário em procedimento criminal, visto que a quebra do sigilo, por si só, não repercute no direito de ir e vir do indivíduo. D O Ministério Público não está legitimado a ingressar com ação civil pública para proteger direitos individuais homogêneos. E Não viola o sigilo do domicílio o ingresso, sem autorização judicial, em estabelecimento de pessoa jurídica, para a apreensão, em operação do Fisco, de documentos que possam demonstrar eventual sonegação de tributos por parte dessa sociedade. GABARITO: E 12. Com relação ao poder constituinte, à teoria da recepção e às emendas à constituição, assinale a opção correta. A A teoria do poder constituinte, desenvolvida pelo abade Emmanuel Sieyès no manifesto O que é o terceiro estado? contribuiu para a distinção entre poder constituído e poder constituinte. B Uma norma infraconstitucional que não seja compatível, do ponto de vista formal ou material, com a nova constituição, é por esta revogada. C Considere-se que o Senado Federal tenha rejeitado, no final do ano de 2007, proposta de emenda à CF. Nessa hipótese, nova proposta de emenda não poderá ser apresentada, com a mesma matéria, no ano de 2008. D Mutação constitucional, conforme doutrina majoritária, é definida como a mudança no texto da constituição, seja por meio de emenda, seja por revisão.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 E Considere-se que a assembléia legislativa de um estado da Federação tenha promulgado emenda à Constituição estadual, de iniciativa de parlamentar, dispondo acerca do regime jurídico dos servidores públicos do estado. Nessa hipótese, não há qualquer violação à Constituição estadual ou Federal, visto que a iniciativa privativa do chefe do executivo está restrita aos projetos de lei. GABARITO: A 13. Quanto ao controle de constitucionalidade, assinale a opção correta. A Entre os modelos clássicos de controle de constitucionalidade, destaca-se o modelo norteamericano de sistema concentrado de controle de constitucionalidade, segundo o qual a Suprema Corte Americana tem competência para julgar a inconstitucionalidade das leis de forma concentrada e com eficácia erga omnes. B Em que pese o controle de constitucionalidade, no Brasil, ser preponderantemente exercido pelo Poder Judiciário, a doutrina registra exemplos de controle repressivo a cargo do Poder Legislativo — como o exercido pelo Congresso Nacional na rejeição de medida provisória inconstitucional. C No âmbito do controle difuso de controle de constitucionalidade, a chamada cláusula de reserva de plenário é obrigatória para o julgamento de cada processo em que se aprecie questão de constitucionalidade. D No âmbito do controle concentrado de constitucionalidade, faz-se necessária a edição de resolução, por parte do Senado Federal, para que determinada lei seja suspensa em relação às pessoas que não tenham sido parte no processo. E Decidida pelo plenário do STF a inconstitucionalidade de uma lei, o Congresso Nacional é obrigado a emitir decreto legislativo que suspenda a eficácia da norma declarada inconstitucional. GABARITO: B 14. Ainda quanto ao controle concentrado de constitucionalidade das leis, assinale a opção correta. A Durante a tramitação de um projeto de lei no Congresso Nacional, não é possível a utilização do controle jurisdicional de constitucionalidade. B Resolução administrativa do Conselho Nacional de Justiça que discipline determinada matéria, de forma geral e abstrata, pode ser objeto de ação direta de inconstitucionalidade. C Os decretos emitidos pelo presidente da República, em nenhuma hipótese, podem ser objeto de ação direta de inconstitucionalidade. D Na omissão da lei de regência em relação ao prazo prescricional, a ação direta de inconstitucionalidade se submete ao prazo previsto no Decreto Lei n.º 20.910/1932, ou seja, ao prazo prescricional de cinco anos. E Caso uma norma estadual seja impugnada perante o STF, nos autos de uma ação direta de inconstitucionalidade, a defesa do ato cabe ao procurador-geral do estado. GABARITO: B 15. Acerca do controle difuso de controle de constitucionalidade das leis, assinale a opção correta. A A competência do STF para julgar, em sede de recurso extraordinário, as causas decididas em única ou última instância, quando a decisão recorrida julgar válida lei local contestada em face de lei federal, não tem por finalidade promover a defesa do pacto federativo, mas a compatibilidade da lei estadual em face da lei federal. B No âmbito da argüição de descumprimento de preceito fundamental, a liminar pode ser concedida para suspender a eficácia do ato normativo impugnado ou da decisão judicial, mesmo na hipótese de coisa julgada. C Considere-se que um recurso extraordinário interposto em 22 de novembro de 2007 tenha o mérito julgado, pelo STF, em 24 de março de 2008, quando seja acolhida a preliminar da repercussão geral. Nessa hipótese, os recursos sobrestados devem ser encaminhados, pelos tribunais, turmas de uniformização ou turmas recursais, ao STF para que ele aplique aquele entendimento. D O STF, de forma excepcional, tem admitido eficácia ex nunc às declarações de inconstitucionalidade no âmbito do controle difuso.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 E Não é possível a utilização da via da ação civil pública para declarar, mesmo que incidentalmente, a inconstitucionalidade de uma lei, sob pena de usurpação da competência do STF, já que a sentença proferida naquela ação tem eficácia erga omnes. GABARITO: D 16. Quanto aos direitos e garantias fundamentais, assinale a opção correta. A Segundo a doutrina majoritária, a Emenda Constitucional (EC) n.º 45/2004 representou um grande retrocesso no que se refere aos direitos e garantias fundamentais, visto que os tratados internacionais, nesse aspecto, conforme jurisprudência do STF, já eram recebidos como normas constitucionais, independentemente do quorum qualificado por ela instituído. B O presidente da República, os governadores de estado e do DF e os prefeitos que concorram a outros cargos eletivos, tais como o de senador ou deputado, devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes do pleito. C Os partidos políticos adquirem personalidade jurídica com o registro de seus estatutos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). D São brasileiros natos os nascidos, no estrangeiro, de pai brasileiro ou de mãe brasileira, desde que venham a residir na República Federativa do Brasil e optem, em qualquer tempo, pela nacionalidade brasileira. E Ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria nas questões judiciais, mas, não, nas administrativas. GABARITO: B 17. Quanto ao processo legislativo, assinale a opção correta. A É de competência privativa do presidente da República a iniciativa de proposição de projeto de lei que disponha acerca do parcelamento de débitos tributários. B Considere-se que determinada medida provisória que determine aumento de certo imposto tenha sido publicada no dia 15/11/2007 e convertida em lei em 11/2/2008. Nessa hipótese, o referido tributo não pode ser cobrado, com aumento, no exercício de 2008. C Os projetos de lei somente podem ser votados no plenário do Congresso Nacional ou no de uma de suas casas. D Os estados e municípios não têm autorização constitucional para aceitarem proposta de lei de origem popular. E O aumento da remuneração dos servidores do Poder Legislativo deve ser apreciado por meio de resolução, visto que constitui competência privativa do Congresso Nacional. GABARITO: B 18. A superação histórica do jusnaturalismo e o fracasso político do positivismo abriram caminho para um conjunto amplo e ainda inacabado de reflexões acerca do direito, sua função social e sua interpretação. Pós-positivismo é a designação provisória e genérica de um ideário difuso, no qual se incluem a definição das relações entre valores, princípios e regras, aspectos da chamada nova hermenêutica constitucional, e a teoria dos direitos fundamentais, edificada sobre o fundamento da dignidade humana. A valorização dos princípios, sua incorporação, explícita ou implícita, pelos textos constitucionais, e o reconhecimento, pela ordem jurídica, de sua normatividade fazem parte desse ambiente de reaproximação entre direito e ética. (Luís Roberto Barroso. Temas de direito constitucional. Tomo III, Rio de Janeiro: Renovar, 2005, p. 12-3 - com adaptações). Tendo o texto acima como referência inicial, assinale a opção correta quanto à teoria da interpretação e aplicação dos princípios e regras constitucionais. A Princípios, normalmente, relatos objetivos, descritivos de determinadas condutas, são aplicáveis a um conjunto delimitado de situações. Assim, na hipótese de o relato previsto em um princípio ocorrer, esse princípio deve incidir pelo mecanismo tradicional da subsunção, ou seja, enquadram-se os fatos na previsão abstrata e produz-se uma conclusão. B A aplicação de um princípio, salvo raras exceções, se opera na modalidade do tudo ou nada, o que significa que ele regula a matéria em sua inteireza ou é descumprido. C Na hipótese de conflito entre dois princípios, só um deles será válido e irá prevalecer. D Os princípios, freqüentemente, entram em tensão dialética, apontando direções diversas. Por essa razão, sua aplicação se dá mediante ponderação. Diante do caso concreto, o intérprete irá aferir o peso de cada princípio.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 E As regras são normas que ordenam que algo seja realizado, na maior medida possível, dentro das possibilidades jurídicas e reais existentes e, por isso, são consideradas mandados de otimização, caracterizando-se pela possibilidade de serem cumpridas em diferentes graus. GABARITO: D 19. A respeito de Federação, assinale a opção correta. A Quanto à sua origem, a Federação brasileira foi formada por agregação. B No Brasil, hoje, existe um federalismo de segundo grau. C São entes federativos a União, os estados, o DF, os municípios e os territórios. D Os estados podem incorporar-se entre si, subdividir-se ou desmembrar-se para se anexarem a outros, ou formarem novos estados ou territórios federais, obedecidos os requisitos legais. E A criação dos territórios e a sua transformação em estado são reguladas por meio de emenda constitucional. GABARITO: D 20. Assinale a opção correta acerca das unidades da Federação, de seu poder constituinte e da relação que mantêm entre si. A Princípios constitucionais sensíveis são os previstos no art. 5.º da CF que dispõem sobre direitos e garantias individuais. B Poder constituinte decorrente é o poder que os estados-membros da Federação têm de elaborar sua própria constituição, respeitados os princípios da CF. C O Poder Legislativo estadual é exercido, de forma bicameral, pelas assembléias legislativas e pela câmara de vereadores. D A União poderá intervir nos estados e municípios nos casos excepcionais previstos no art. 34 da CF, que incluem a necessidade de garantir o livre exercício de qualquer dos poderes nas unidades da Federação. E Os estados e o DF poderão ser divididos em municípios na forma de lei complementar de competência do Congresso Nacional. GABARITO: B 21. Acerca do conceito e da classificação das constituições, bem como acerca do poder constituinte. I. A Constituição Federal de 1988 é escrita quanto à sua forma, votada quanto à sua origem, rígida pela dificuldade de sua revisão, unitária quanto à sua sistemática e eclética no tocante à sua dogmática ou inspiração. II. A noção de poder constituinte está intimamente ligada ao surgimento das constituições escritas, visando à limitação do poder estatal e à preservação dos direitos e garantias individuais. III. O poder constituinte originário ou de primeiro grau é um poder de fato, que institui a Constituição, com os seguintes caracteres: inicial, absoluto, soberano, ilimitado e incondicionado. IV. As constituições flexíveis, também chamadas de plásticas, podem ser mudadas com facilidade, do mesmo modo que as leis ordinárias. V. O poder constituinte derivado reformador consiste na possibilidade de os estados-membros, em virtude de sua autonomia político-administrativa, se auto-organizarem por meio de suas respectivas constituições estaduais, sempre respeitando as regras limitativas estabelecidas pela Constituição Federal. a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição II é correta. c) Somente as proposições I, II, III e IV estão corretas. d) Só a proposição I é incorreta. e) Todas as proposições estão corretas. GABARITO: C 22. No que se refere à classificação a) sintéticas se formam do produto governamental, a partir de idéias da b) dogmáticas são frutos da lenta e povo, podendo apresentar-se de forma das constituições, é certo que as sempre escrito e flexível, sistematizado por um órgão teoria política e do direito dominante. contínua síntese das tradições e usos de um determinado escrita ou não-escrita.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) formais consistem no conjunto de regras materialmente constitucionais, editadas com legitimidade, estejam ou não codificadas em um único documento. d) promulgadas se apresentam por meio de imposições do poder de determinada época, sem a participação popular, tendo natureza imutável. e) analíticas ou dirigentes, examinam e regulamentam todos os assuntos que entendam relevantes à formação, destinação e funcionamento do Estado. GABARITO: E 23. Com relação às Emendas Constitucionais é correto afirmar: a) Matéria constante de proposta de emenda constitucional rejeitada deverá ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa. b) Não há vedação constitucional que impeça a Constituição Federal de ser emendada na vigência de intervenção federal. c) A Constituição Federal poderá ser emendada, também, mediante proposta de um terço, no mínimo, dos membros da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal. d) Matéria constante de proposta de emenda constitucional havida por prejudicada deverá ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa. e) A Constituição Federal poderá ser emendada, também, mediante proposta de dois terços das Assembléias Legislativas das unidades da Federação, manifestando-se, cada uma delas, pela maioria absoluta de seus membros. GABARITO: C 24. No que diz respeito ao Poder constituinte, é correto afirmar que a) o Movimento Revolucionário não é considerado uma das formas básicas de expressão desse Poder. b) as Assembléias Constituintes titularizam esse Poder, enquanto o povo ou a nação é seu exercente. c) o titular desse Poder é o povo, e seu exercente é aquele que, em nome do povo, cria o Estado, editando a nova Constituição. d) as Assembléias Constituintes confundem-se com o processo de outorga que estabelece a Constituição, por declaração bilateral. e) a titularidade e o exercente desse Poder são sempre o Legislativo e o Executivo, auxiliados pelo Judiciário. GABARITO: C 25. O Poder Constituinte originário e o derivado têm, respectivamente, como característica, dentre outras, ser a) condicionado e incondicionado. b) autônomo e subordinado. c) ilimitado e inicial. d) subordinado e condicionado. e) limitado e autônomo. GABARITO: B 26. Em relação ao poder constituinte originário, pode-se afirmar: a) Envolve processos cognitivos e questões complexas sobre teoria política, filosofia, ciência política e Teoria da constituição, já que dispõe, de maneira derivada, sobre a principal lei de um Estado, sua organização e os direitos e garantias fundamentais. b) Os positivistas admitem que é um poder de direito que se funda num poder natural, do qual resultam regras anteriores ao direito positivo e decorrentes da natureza humana e da própria idéia de justiça da comunidade. c) Sua teorização precedeu historicamente a primeira constituição escrita, tendo como grande colaborador a figura do Abade Emmanuel de Sieyès que alguns meses antes da Revolução Francesa publicou um panfleto intitulado “A Essência da Constituição”. d) Sua atividade se dá nos casos de necessária evolução constitucional, onde o texto poderá ser modificado através de regras e limites jurídicos contidos na norma hipotética fundamental idealizada por Hans Kelsen. e) Na sua atuação poderá encontrar implicações circunstanciais impositivas como por exemplo as pressões econômicas, sociais e de grupos particulares, mas fundará sua legitimidade numa pauta advinda da idéia de direito da comunidade e de sua tradição cultural.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: E 27. Com relação ao processo legislativo, na forma da jurisprudência do STF, assinale a opção correta. a) A sanção presidencial ao projeto de lei de iniciativa parlamentar sobre matéria que demanda iniciativa privativa do presidente da República supre a inconstitucionalidade formal inicial desse projeto. b) A matéria restrita à iniciativa do Poder Executivo não pode ser regulada por emenda constitucional de origem parlamentar. c) Lei estadual que conceda isenção tributária é de iniciativa privativa do governador. d) Observados os parâmetros estabelecidos na lei de diretrizes orçamentárias, a remuneração dos servidores públicos do Poder Legislativo e do Poder Judiciário é matéria reservada à iniciativa privativa do chefe do Poder Executivo. GABARITO: B 28. Conforme a Constituição da República Federativa do Brasil: I. Cabe ao STF julgar, mediante recurso extraordinário, as causas decididas em única ou última instância, quando a decisão recorrida julgar válida lei local contestada em face de lei federal. II. Incumbe ao Ministério Público, dentre outras atribuições, a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis. O Procurador-Geral de Justiça é o chefe do Ministério Público do Estado. III. Somente pelo voto da maioria absoluta dos seus membros ou dos membros do respectivo órgão especial poderão os tribunais declarar a inconstitucionalidade de lei ou ato normativo do Poder Público. IV. O acesso de juízes aos tribunais de segundo grau far-se-á por antigüidade e merecimento, alternativamente, apurados na última entrância. Estão corretas: a) Todas as proposições estão corretas. b) Só a proposição I é correta. c) Somente as proposições II e III estão corretas. d) Só a proposição I é incorreta. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: A 29. Segundo a atual “Carta Política”: I. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios são entidades que integram a estrutura federativa brasileira. II. A intervenção respeita a ordem “hierárquica” da Constituição e, por esse motivo, é correto afirmar que só os Estados podem intervir nos Municípios. III. É competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios zelar pela guarda da Constituição, das leis e das instituições democráticas e conservar o patrimônio público. IV. É competência privativa da Câmara dos Deputados autorizar, por dois terços de seus membros, a instauração de processo contra o Presidente da República. V. O Município de Brasília tem como função servir de Capital Federal e também sede do Governo do Distrito Federal. Estão corretas: a) Só a proposição I está correta. b) Todas as proposições estão corretas. c) Só a proposição II está incorreta. d) Somente as proposições I, III e IV estão corretas. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: D 30. Acerca dos direitos políticos e da nacionalidade, julgue os itens que se seguem. I. Enquanto a nacionalidade primária ou originária se atrela a elementos como sangue, território ou ambos, a nacionalidade secundária decorre da própria vontade. II. De acordo com o direito brasileiro, além de ter nascido em solo brasileiro, o cidadão deve ter pai ou mãe brasileiros para a aquisição de nacionalidade.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 III. O sufrágio configura-se em direito político, público e subjetivo, enquanto o voto configura-se no modo de exercício e no próprio exercício desse direito. IV. Médicos, dentistas, farmacêuticos e veterinários que prestam serviço militar devem ser excluídos do alistamento eleitoral, pois se encontram na condição de conscritos. V. Os critérios para determinação da inelegibilidade absoluta são estabelecidos tanto na legislação constitucional quanto na infraconstitucional. Estão corretas: a) Só a proposição I está correta. b) Todas as proposições estão corretas. c) Só a proposição II está incorreta. d) Somente as proposições I, III e IV estão corretas. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: A 31. Relativos aos direitos e garantias fundamentais marque a opção correta. I. A casa é asilo inviolável da pessoa, contudo a Constituição autoriza, expressamente, que outras pessoas ingressem neste recinto, sem o consentimento do morador e a qualquer hora, para prestar socorro, em casos de desastre e nos casos de flagrante delito. II. A gravação de conversa entre duas pessoas, feita por uma delas sem o consentimento da outra, registrando o fato para prevenir uma negação futura, é considerada ilícita, não sendo possível a utilização do registro como meio de defesa. III. De acordo com a jurisprudência do STF, a utilização de habeas data como remédio jurídico constitucional processual destinado a garantir o direito de acesso a registros públicos e de retificação destes independe de condições prévias. IV. O princípio da reserva legal equivale ao princípio da legalidade na medida em que qualquer comando jurídico que obrigue determinada conduta deve provir de uma das espécies previstas no processo legislativo. Estão corretas: a) Só a proposição I está correta. b) Todas as proposições estão corretas. c) Só a proposição II está incorreta. d) Somente as proposições I, III e IV estão corretas. e) Todas as proposições estão incorretas. GABARITO: A 32. Ainda relativos aos direitos e garantias fundamentais. I. A impenhorabilidade da pequena propriedade rural de exploração familiar limita-se aos débitos relacionados à sua atividade produtiva. II. No sistema jurídico brasileiro, as hipóteses aceitáveis de discriminação entre homens e mulheres são apenas as referidas no texto constitucional. III. O mandado de injunção é instrumento a ser utilizado para viabilização de direito assegurado em lei, mas sem a regulamentação das autoridades competentes. GABARITO: E IV. A diminuição legal da hora de serviço noturna (52 minutos e 30 segundos) constitui vantagem que não exclui o direito de o trabalhador receber o adicional em sua remuneração. a) Somente a afirmativa I está correta. b) Somente a afirmativa II está correta. c) Somente a afirmativa III está correta. d) Somente as afirmativas I e IV estão corretas. e) Somente as afirmativas I, II e IV estão corretas. GABARITO: D 33. A Constituição da República Federativa do Brasil estabelece que a) são destinatários dos direitos e garantias fundamentais os brasileiros e estrangeiros residentes no Brasil, daí a proibição de extradição de brasileiros natos e naturalizados em qualquer circunstância. b) o direito fundamental à tutela jurisdicional se confunde com o direito de petição, eis que em ambos os casos exige-se a comprovação de um gravame pessoal ou uma lesão de direitos.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) a seguridade social deva garantir um salário mínimo de benefício previdenciário mensal à pessoa portadora de deficiência e ao idoso que comprovem não possuir meios de prover a própria subsistência ou tê-la provida. d) é dever do Estado o oferecimento de ensino fundamental e médio obrigatórios e gratuitos a todos e a progressiva universalização do ensino superior. e) a previdência social se organiza sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e filiação obrigatória, já a assistência social é endereçada a todos os que dela necessitarem independentemente de contribuição à seguridade social. GABARITO: E 34. Acerca dos Direitos e Garantias Fundamentais, analise as proposições abaixo e marque a alternativa correta: I. A Constituição Federal deu enorme relevância a esses direitos assegurando-os de maneira quase absoluta, mas certas conturbações sociais podem desencadear a necessidade de supressão temporária de certos direitos no atendimento do interesse do Estado e das instituições democráticas. II. A Constituição Federal compreende-os como sendo os direitos individuais e os direitos coletivos previstos no artigo 5o, excluindo dessa categoria os direitos sociais e os direitos políticos. III. Os direitos republicanos têm surgido na doutrina como uma nova categoria onde o cidadão passa a pensar no interesse público explicitamente para fazer frente à ofensa à coisa pública, como o nepotismo, a corrupção, bem como às políticas de Estado que, a pretexto de se caracterizarem como públicas, na verdade podem atender a interesses particulares indefensáveis. a) Somente a afirmativa I está correta. b) Somente a afirmativa II está correta. c) Somente a afirmativa III está correta. d) Somente as afirmativas I e II estão corretas. e) Somente as afirmativas I e III estão corretas. GABARITO: E 35. Tratando-se dos direitos e garantias fundamentais, assinale a alternativa INCORRETA: a) Os direitos de liberdade constitucionalmente assegurados são o de locomoção; o de pensamento; o de reunião e de associação; o de profissão; o de ação; o de liberdade sindical e o de greve. b) A desapropriação, consistente em limitação ao direito de propriedade, é meio pelo qual o Poder Público determina a transferência compulsória da propriedade particular para o seu patrimônio ou de seus delegados, o que só pode se verificar por necessidade ou utilidade pública ou por interesse social. c) O princípio da função social da propriedade está consagrado na Constituição entre os direitos sociais. d) As entidades associativas têm legitimidade para representar seus filiados judicial ou extrajudicialmente, independentemente de autorização. e) A liberdade de pensamento é o direito de exprimir, por qualquer forma, o que se pense em tema de ciência, religião, arte, ou o que for. GABARITO: D 36. Acerca dos direitos sociais, cada um dos seguintes itens apresenta uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada. I. Um rapaz de 17 anos de idade foi contratado para trabalhar em um restaurante no período noturno, com uma jornada de seis horas. Ao tomar conhecimento do contrato, o advogado do dono do restaurante informou imediatamente ao seu cliente que a situação do rapaz recém-contratado era vedada pela Constituição Federal. Nessa situação, as informações do advogado não estão corretas, pois o que é vedado pela Constituição é o trabalho noturno aos menores de 16 anos. II. A exegese literal das cláusulas pétreas indica que esses direitos fazem parte do núcleo constitucional intangível conforme texto da nossa Constituição. III. São direitos que exigem do Poder Público uma atuação positiva como uma forma de implementação da igualdade social dos hipossuficientes. IV. A teoria da reserva do possível defende a possibilidade de um ativismo judicial no que tange a esses direitos para que haja uma irrestrita implementação pela via judicial.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 V. Afirma-se que para sua maior efetividade a Emenda Constitucional no 31/2000, atentando para um dos objetivos fundamentais da nossa República, criou o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza. Estão corretas SOMENTE as afirmações a) I e V. b) I e IV. c) I, II e III. d) III e V. e) II, III e IV. GABARITO: D 37. Considere as seguintes afirmações sobre os direitos sociais. I. A exegese literal das cláusulas pétreas indica que esses direitos fazem parte do núcleo constitucional intangível conforme texto da nossa Constituição. II. São direitos que exigem do Poder Público uma atuação positiva como uma forma de implementação da igualdade social dos hipossuficientes. III. A teoria da reserva do possível defende a possibilidade de um ativismo judicial no que tange a esses direitos para que haja uma irrestrita implementação pela via judicial. IV. Afirma-se que para sua maior efetividade a Emenda Constitucional no 31/2000, atentando para um dos objetivos fundamentais da nossa República, criou o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza. Estão corretas SOMENTE as afirmações a) I e III. b) I e IV. c) I, II e III. d) II e IV. e) II, III e IV. GABARITO: D 38. Acerca dos partidos políticos, direitos políticos e direitos de nacionalidade previstos na Constituição Federal, julgue os seguintes itens. I. Mantidas as atuais regras eleitorais, nas eleições de 2010, os partidos políticos não estarão vinculados, no plano estadual, ao princípio da simetria de coligações partidárias que se realizem para a eleição presidencial. II. Considere a seguinte situação hipotética. Uma empregada doméstica brasileira decidiu buscar emprego em país estrangeiro que estabelece como critério de aquisição de nacionalidade o jus sanguinis e lá teve um filho, cujo pai, também brasileiro, não estava a serviço do Brasil. Nessa situação, a criança não poderá obter a nacionalidade do país onde nasceu, mas poderá adquirir a nacionalidade brasileira, bastando que o registro seja feito na repartição diplomática brasileira sediada nesse país. III. O brasileiro nato não pode ser extraditado pelo governo brasileiro a pedido de governo estrangeiro, a menos que o país requerente igualmente lhe tenha concedido nacionalidade originária. IV. A Constituição Federal exige a condição de brasileiro nato ao ocupante dos cargos de ministro do STF e de procurador-geral da República. V. Os analfabetos, embora alistáveis, não possuem direitos políticos passivos, pois não podem concorrer a cargos eletivos. a) Somente a afirmativa I está correta. b) Somente a afirmativa II está correta. c) Somente a afirmativa III está correta. d) Somente as afirmativas I, III e IV estão corretas. e) Somente as afirmativas I e V estão corretas. GABARITO: E 39. Em relação aos remédios constitucionais, assinale a alternativa INCORRETA: a) O mandado de segurança pode ser individual ou coletivo. b) A ação popular é ação constitucional cuja legitimidade ativa pertence a qualquer pessoa em pleno gozo de seus direitos políticos.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) A garantia constitucional do direito de petição pode ser exercida por qualquer pessoa, física ou jurídica, brasileira ou estrangeira, e somente pode ser dirigida à autoridade do Poder Judiciário. d) Na ação civil pública pode ser pedido o cumprimento de obrigação de fazer ou de não fazer, sob pena de execução específica ou cominação de multa diária. e) Qualquer pessoa pode impetrar habeas corpus, inclusive sem advogado. GABARITO: C 40. Em relação à organização dos poderes, assinale a alternativa INcorreta. a). A liminar indeferida em sede de habeas corpus proposto ao STJ não pode ser combatida por intermédio de interposição de novo habeas corpus ao STF. b). Em caráter originário, a competência para dirimir conflitos de competência entre a turma recursal do sistema de juizados especiais e qualquer dos tribunais locais é do STF. c). A eventual ação de nulidade contra auto de infração lavrado por auditores fiscais do trabalho contra empregador que descumprir as normas aplicáveis às relações de trabalho é de competência da justiça do trabalho. d) A matéria constante de projeto de lei apresentado pelo presidente da República, mas rejeitado durante sessão legislativa, não poderá ser objeto de medida provisória, mesmo que ulteriormente os requisitos de relevância e urgência sejam caracterizados, podendo ser reapresentada apenas no ano seguinte. GABARITO: B 41. Sobre a organização dos poderes I. Caso o presidente da República pratique ato que atente contra o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais, estará cometendo crime de responsabilidade, que pode ser atacado mediante o oferecimento de acusação, por qualquer pessoa residente no país, à Câmara dos Deputados, que procederá ao juízo de admissibilidade. II. A Constituição Federal estabelece dois requisitos para que o processo legislativo sumário seja deflagrado: projetos de lei de iniciativa privativa do presidente da República e solicitação ao Congresso Nacional, inexistindo a possibilidade de os prazos desse procedimento especial fluírem nos períodos de recesso do parlamento. III. Em conformidade com o processo legislativo brasileiro e considerando a necessidade de promover maior rigidez no controle dos gastos públicos, é válida iniciativa de lei do presidente da República, solicitando ao Congresso Nacional delegação para fixar os limites e condições para concessão de garantia pela União em operações de crédito externo. IV. O segundo turno da eleição presidencial acontecerá caso nenhum dos candidatos alcance a maioria absoluta de todos os votos no primeiro sufrágio, realizando-se nova eleição no último domingo de outubro do ano anterior ao do término do mandato presidencial vigente. V. O STF é competente para homologar a sentença proferida no estrangeiro, exigindo, porém, a prova do trânsito em julgado a ser apresentada pelo interessado até a conclusão do processo. a) Somente a afirmativa I está correta. b) Somente a afirmativa II está correta. c) Somente a afirmativa III está correta. d) Somente as afirmativas I e V estão erradas. e) Todas as afirmativas estão incorretas. GABARITO: E 42. Considerando a organização dos poderes, na forma da Constituição Federal e dos precedentes do STF, assinale a opção correta. a) Na constituição de comissões no âmbito parlamentar, será assegurada, tanto quanto possível, a representação proporcional dos partidos ou dos blocos parlamentares que participam da respectiva Casa. b) A Constituição Federal não contempla, em nenhuma hipótese, a eleição indireta para presidente da República. c) O Conselho Nacional de Justiça integra o Poder Judiciário como órgão administrativo com jurisdição em todo o território nacional. d) Compete à justiça eleitoral julgar o crime político, com recurso ordinário para o STF. GABARITO: A

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 43. De acordo com a Constituição Federal vigente é da competência exclusiva do Congresso Nacional, dentre outras, a) aprovar, por maioria absoluta e por voto secreto, a exoneração, de ofício, do ProcuradorGeral da República antes do término de seu mandato. b) processar e julgar os membros do Conselho Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, nos crimes de responsabilidade. c) aprovar previamente, por voto secreto, após argüição pública, a escolha de Ministros do Tribunal de Contas da União indicados pelo Presidente da República. d) aprovar previamente, por voto secreto, após argüição em sessão secreta, a escolha dos chefes de missão diplomática de caráter permanente. e) julgar anualmente as contas prestadas pelo Presidente da República e apreciar os relatórios sobre a execução dos planos de governo. GABARITO: E 44. A respeito do Poder Legislativo pode-se afirmar: a) Pelo artigo 62 da Constituição Federal, que trata das Medidas Provisórias, considera-se que o Congresso Nacional pode exercer o controle repressivo da constitucionalidade, pois retirará do ordenamento jurídico ato normativo perfeito e acabado apesar do seu caráter temporário. b) Que em âmbito federal funciona o bicameralismo do tipo federativo em que os estados são representados pelos senadores, o povo é representado pelos deputados federais e os munícipes pelos vereadores. c) O voto secreto para perda do mandato parlamentar, previsto no § 2o do artigo 55 da Constituição Federal, é considerado cláusula pétrea por estar contido na proibição do artigo 60, § 4o, II que trata do voto direto, secreto, universal e periódico. d) Segundo o artigo 58 da Constituição, para instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito é necessário requerimento de um terço dos integrantes dos membros das casas, conjunta ou separadamente, para a apuração de fato determinado e prazo certo, sendo que os parlamentares podem impor penalidades e sanções civis e criminais. e) Segundo a Constituição, os deputados passam a ter imunidade formal a partir de sua diplomação e por isso têm inviolabilidade civil e penal por quaisquer de suas opiniões ou votos proferidos em decorrência de sua atuação. GABARITO: A 45. Acerca do Poder Executivo, analise as proposições abaixo e marque a alternativa correta: I. O Poder Executivo Federal reúne na mesma pessoa chefe de governo e chefe de Estado, cabendo-lhe por determinação do artigo 84 da Constituição Federal, a função de expedir regulamentos para fiel execução da lei, o também chamado poder regulamentar. II. O Poder Executivo estadual poderá adotar medidas provisórias, desde que autorizadas pelas constituições estaduais, eis que as regras básicas do processo legislativo previstas na Constituição Federal podem ser adotadas pelos estados-membros em face do princípio da simetria conforme já reconheceu o Supremo Tribunal Federal em ação direta de inconstitucionalidade. III. Terá seus chefes com mandato de 4 anos e eleição através do sistema majoritário de dois turnos para Presidente, Governador Estadual e Distrital e Prefeitos de todos os municípios do Brasil. a) Somente a afirmativa I está correta. b) Somente a afirmativa II está correta. c) Somente a afirmativa III está correta. d) Somente as afirmativas I e II estão corretas. e) Somente as afirmativas I e III estão corretas. GABARITO: D 46. Em relação ao Poder Judiciário, pode-se afirmar: a) A jurisdição é uma das faces do poder político, por isso, é legítimo que o Judiciário goze das autonomias administrativa e financeira, bem como a iniciativa de sua proposta orçamentária, garantias essas que foram estendidas às Defensorias Públicas através da Emenda Constitucional no 45. b) Admite-se sua interferência no controle preventivo de constitucionalidade quando qualquer cidadão reclama a prestação jurisdicional durante o processo legislativo.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) A responsabilidade dos integrantes do Poder Judiciário tem como base constitucional a previsão por erro judiciário, mas em alguns casos podem ser também responsabilizados politicamente. d) No controle incidental a cláusula de reserva de plenário prevista no artigo 97 da Constituição Federal veda a possibilidade de o juiz monocrático declarar a inconstitucionalidade após a atuação do órgão especial. e) Para solução de conflitos fundiários a constituição prevê a competência exclusiva dos Tribunais de Justiça dos estados para a criação de varas especializadas para dirimir questões agrárias. GABARITO: C 47. São órgãos do Poder Judiciário, dentre outros, a) a Advocacia Geral da União e o Conselho Nacional do Ministério Público. b) os Ministérios Públicos e os Tribunais Superiores. c) os Tribunais de Contas e o Conselho Nacional de Justiça. d) o Conselho Nacional de Justiça e os Tribunais e Juízes Militares. e) as Defensorias Públicas e os Tribunais e Juízes do Trabalho. GABARITO: D 48. Considere as seguintes afirmativas a respeito do Supremo Tribunal Federal: I. É composto de nove Ministros, escolhidos dentre cidadãos com mais de trinta e cinco e menos de sessenta anos de idade, de notável saber jurídico e reputação ilibada. II. Possui competência para processar e julgar, originariamente, as causas e os conflitos entre a União e os Estados, a União e o Distrito Federal, ou entre uns e outros. III. Seus Ministros serão nomeados pelo Presidente da República, depois de aprovada a escolha pela maioria absoluta do Senado Federal. IV. Possui competência para processar e julgar, originariamente, nos crimes comuns, os membros dos Tribunais de Contas dos Estados e do Distrito Federal. De acordo com a Constituição Federal, está correto o que se afirma APENAS em a) I e II. b) I, III e IV. c) II e III. d) II, III e IV. e) III e IV. GABARITO: C 49. Em tema de ação declaratória de constitucionalidade, julgue os itens: I. A sua finalidade precípua é transformar a presunção absoluta de constitucionalidade em presunção relativa, em virtude de seus efeitos vinculantes. II. Tem legitimidade para a sua propositura, dentre outros, o Governador do Distrito Federal; partido político com representação no Congresso Nacional e a Mesa de Assembléia Legislativa ou da Câmara Legislativa do Distrito Federal. III. Compete ao Supremo Tribunal Federal processar e julgar, originariamente, a ação declaratória de constitucionalidade de lei ou ato normativo federal. IV. O procedimento da ação prevê a possibilidade de sua desistência; de admissão de terceiros na relação processual; a necessidade da oitiva do Advogado-Geral da União e a vedação do exercício do poder geral de cautela por parte do STF. V. Declarada a constitucionalidade de lei ou ato normativo federal, não há a possibilidade de nova análise contestatória da matéria, sob a alegação da existência de novos argumentos que ensejariam uma nova interpretação no sentido de sua inconstitucionalidade. De acordo com a Constituição Federal, está correto o que se afirma APENAS em a) I e II. b) I, III e IV. c) II e III. d) II, III e V. e) III e IV. GABARITO: D 50. Para defender a supremacia constitucional contra a inconstitucionalidade, a própria Constituição estabelece técnica especial, que a teoria do Direito Constitucional denomina de
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 controle de constitucionalidade das leis. Nesse caso, encontram-se os sistemas de controle da constitucionalidade. Diante disso, analise: I. Quando a Constituição submete certas categorias de leis ao controle político e outras ao controle jurisdicional, em que as leis federais ficam sob o controle do Congresso Nacional, e as leis locais sob o controle dos Tribunais Superiores, como ocorre na Suíça, caracteriza-se o controle como político, por ser este o predominante. II. O judicial review, como sendo a faculdade que as Constituições outorgam ao Poder Judiciário de declarar a inconstitucionalidade de lei e de outros atos do Poder Público que contrariem, formal ou materialmente, preceitos ou princípios constitucionais, como ocorre nos Estados Unidos da América do Norte, caracteriza o controle como jurisdicional. III. A combinação dos critérios difuso e concentrado, este de competência do Supremo Tribunal Federal, sendo o controle exercido por via de exceção e por ação direta, declarando a inconstitucionalidade como ocorre no Brasil, e adotado pela Constituição Federal vigente, configura o controle misto. Diante disso, está correto o que se afirma APENAS em a) I. b) II. c) III. d) I e II. e) II e III. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 DIREITO DO TRABALHO 1. Um empregado, em determinada semana, trabalhou de segunda-feira a domingo, das 07h00min às 10h00min e das 11h00 às 14h00min. Assim: I - não terá direito ao recebimento de horas extraordinárias, pois não foram ultrapassados os limites de oito horas diárias e quarenta e quatro semanal; II - terá direito ao recebimento das seis horas extraordinárias trabalhadas no domingo, com o adicional de 100%; III - terá direito ao pagamento em dobro do domingo laborado; IV - terá direito ao recebimento das seis horas extraordinárias trabalhadas no domingo, com o adicional de 50%. a) apenas a opção I está correta; b) apenas as opções I e III estão corretas; c) apenas as II e III opções estão corretas; d) apenas as opções III e IV estão corretas; e) apenas a opção II está correta. GABARITO: B 2. Sobre as férias assinale a alternativa CORRETA: a) o empregado estudante, desde que menor de dezoito anos, terá direito a fazer coincidir suas férias com as férias escolares; b) os empregados contratados a menos de doze meses não poderão gozar férias coletivas; c) o empregado não fará jus às férias proporcionais se o contrato de trabalho for extinto mediante pedido de demissão antes de completados doze meses; d) o empregado que, no curso do período aquisitivo, contar com trinta faltas injustificadas perde o direito as férias; e) encerrado o período aquisitivo, inicia-se o prazo prescricional para reclamar a concessão das férias ou o pagamento da respectiva remuneração. GABARITO: A 3. Analise as proposições abaixo e responda: I - há o direito a equiparação salarial quando dois empregados possuírem cargos com a mesma denominação, porém com funções distintas; II - não é possível a utilização como paradigma para fins de equiparação salarial de trabalhador readaptado em nova função, por motivo de deficiência física ou mental atestada pelo órgão competente da Previdência Social; III - para a procedência do pedido de equiparação salarial é necessário que reclamante e paradigma estejam a serviço do empregador no momento da propositura da ação; IV - devido as suas peculiaridades, não é possível a equiparação salarial de trabalho intelectual. a) todas as opções estão corretas; b) apenas três opções estão corretas; c) apenas duas opções estão corretas; d) apenas uma opção está correta; e) todas as opções estão incorretas. GABARITO: D 4. Sobre o contrato de aprendizagem assinale a alternativa INCORRETA. a) a duração do trabalho do aprendiz não excederá de seis horas diárias, sendo vedadas a prorrogação e a compensação de jornada. Contudo, referido limite poderá ser de até oito horas diárias se nele forem computadas as horas destinadas à aprendizagem teórica e o aprendiz já tiver completado o ensino fundamental; b) poderá celebrar contrato de aprendizagem a pessoa entre quatorze e vinte a quatro anos, salvo os portadores de deficiência, os quais não se sujeitam a essa idade máxima; c) o contrato de aprendizagem não poderá ser estipulado por mais de dois anos; d) a ausência injustificada à escola que implique perda do ano letivo é causa de extinção antecipada do contrato de aprendizagem; e) havendo termo estipulado para o término do contrato de aprendizagem, o empregador que, sem justa causa, despedir o aprendiz, será obrigado a pagar-lhe, a título de indenização, e por metade, a remuneração a que teria direito até o termo do contrato.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: E 5. Determinada empresa possui em seu regulamento a proibição expressa de os empregados deixarem o local de trabalho sem a autorização do superior imediato. O empregado que descumprir essa determinação incorre em: a) indisciplina; b) insubordinação; c) mau procedimento; d) desídia; e) incontinência de conduta. GABARITO: A 6. Sobre os descontos efetuados pelo empregador no salário dos empregados, assinale a alternativa INCORRETA: a) é válido o desconto destinado à reparação dos danos culposamente causados pelo empregado, desde que essa hipótese tenha sido acordada no contrato de trabalho; b) é válido o desconto destinado à reparação dos danos dolosamente causados pelo empregado, independentemente dessa hipótese ter sido acordada no contrato de trabalho; [ c) é válido o desconto decorrente de adiantamentos salariais; d) é válido o desconto decorrente da inclusão do trabalhador em plano médico-hospitalar, desde que haja autorização prévia e por escrito do empregado; e) é presumível o vício de consentimento resultante do fato de ter o empregado anuído expressamente com descontos salariais no ato da admissão. GABARITO: E 7. Trabalho temporário. I - o contrato entre a empresa de trabalho temporário e a tomadora de serviço ou cliente deverá ser obrigatoriamente escrito e nele deverá constar o motivo justificador da demanda de trabalho temporário; II - o contrato de trabalho celebrado entre a empresa de trabalho temporário e cada um dos assalariados poderá ser escrito ou verbal; III - o contrato entre a empresa de trabalho temporário e a empresa tomadora ou cliente, em relação a um mesmo empregado, não poderá exceder de seis meses, salvo autorização conferida pelo órgão local do Ministério do Trabalho e Previdência Social; IV - é nula de pleno direito qualquer cláusula proibitiva da contratação do trabalhador temporário pela empresa tomadora de serviço ou cliente. a) todas as opções estão corretas; b) apenas três opções estão corretas; c) apenas duas opções estão corretas; d) apenas uma opção está correta; e) todas as opções estão incorretas. GABARITO: C 8. O afastamento do empregado nos quinze primeiros dias em decorrência de acidente de trabalho; as faltas ao trabalho injustificadas e não remuneradas; e a ausência ao trabalho por até três dias em virtude de casamento, são causas de: a) suspensão do contrato de trabalho; b) interrupção do contrato de trabalho; c) respectivamente, suspensão, interrupção e suspensão do contrato de trabalho; d) respectivamente, interrupção, suspensão e interrupção do contrato de trabalho; e) as duas primeiras são causa de suspensão do contrato de trabalho e a última de interrupção do contrato de trabalho. GABARITO: D 9. Analise as proposições abaixo e responda: I - a concessão gratuita pelo empregador ao empregado de seguro de vida e acidentes pessoais e a assistência médica, hospitalar e odontológica não são consideradas salário utilidade; II - o veículo fornecido pelo empregador ao empregado, quando indispensável a realização do trabalho, não tem natureza salarial, ainda que seja utilizado em atividades particulares;
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 III - o fornecimento gratuito e periódico de cigarros ao empregado não caracteriza salário utilidade em face de sua nocividade à saúde; IV - o pagamento da matricula, mensalidade, livros e material didático para que o empregado estude em estabelecimento de ensino não pertencente ao empregador não caracteriza salário utilidade. a) todas as opções estão corretas; b) apenas três opções estão corretas; c) apenas duas opções estão corretas; d) apenas uma opção está correta; e) todas as opções estão incorretas. GABARITO: A 10. O estabelecimento de determinada empresa foi atingido por um raio, o que provocou incêndio. Para salvar parte das mercadorias/produtos, os empregados tiveram que trabalhar além do horário normal. Neste caso pode-se afirmar: I - a empresa poderá exigir dos empregados o trabalho em horas extraordinárias, independentemente de acordo individual ou coletivo, até o limite de dez horas diárias; II - a empresa poderá exigir dos empregados a prestação de trabalho extraordinário desde que haja acordo escrito, individual ou coletivo, até o limite de dez horas diárias, remunerando as horas excedentes à oitava com o adicional mínimo de cinqüenta por cento; III - independentemente da existência de qualquer acordo prévio, a empresa poderá exigir dos empregados a prestação de serviços, contudo, deverá efetuar o pagamento das horas extraordinárias com o adicional mínimo de cinqüenta por cento; IV - desde tenha sido previamente pactuado mediante acordo escrito, a empresa poderá exigir dos empregados a prestação de serviços até o limite de doze horas diárias, contudo, deverá efetuar o pagamento das horas extraordinárias com o adicional mínimo de cinqüenta por cento; a) somente a opção I está correta; b) somente a opção II está correta; c) somente a opção III está correta; d) somente a opção IV está correta; e) todas as opções estão incorretas. GABARITO: C 11. O trabalhador poderá proceder ao levantamento dos valores depositados em sua conta vinculada (FGTS) nas seguintes hipóteses: I - extinção normal do contrato a termo; II - quando o trabalhador ou qualquer de seus dependentes for portador do vírus HIV; III - extinção do contrato decorrente de culpa recíproca; IV - suspensão total do trabalho do empregado por período igual ou superior a noventa dias. a) todas as opções estão corretas; b) apenas três opções estão corretas; c) apenas duas opções estão corretas; d) apenas uma opção está correta; e) todas as opções estão incorretas. GABARITO: B 12. No tocante à insalubridade analise as proposições e assinale a alternativa CORRETA. I - o adicional de insalubridade será sempre calculado tendo como base o salário mínimo; II - a verificação mediante perícia de prestação de serviços em condições nocivas, considerado agente insalubre diverso do apontado na inicial, não prejudica o pedido de adicional de insalubridade; III - a limpeza em residências e escritórios e a respectiva coleta de lixo não podem ser consideradas atividades insalubres, ainda que constatadas por laudo pericial, porque não se encontram dentre as classificadas como lixo urbano na Portaria do Ministério do Trabalho; IV - a descaracterização da insalubridade, por ato da autoridade administrativa competente, repercute na satisfação do respectivo adicional, sem ofensa a direito adquirido ou ao princípio da irredutibilidade salarial. a) todas as opções estão corretas; b) apenas três opções estão corretas; c) apenas duas opções estão corretas;
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) apenas uma opção está correta; e) todas as opções estão incorretas. GABARITO: B 13. Assinale a alternativa INCORRETA: a) não há direito da empregada gestante à estabilidade provisória na hipótese de admissão mediante contrato de experiência, visto que a extinção da relação de emprego, em face do término do prazo, não constitui dispensa arbitrária ou sem justa causa; b) a estabilidade provisória do cipeiro não constitui vantagem pessoal, mas garantia para as atividades dos membros da CIPA. Assim, extinto o estabelecimento, não se verifica a despedida arbitrária, sendo impossível a reintegração e indevida a indenização do período estabilitário; c) o registro da candidatura do empregado a cargo de dirigente sindical durante o período de aviso prévio, ainda que indenizado, não lhe assegura a estabilidade provisória; d) ao empregado de empresa pública ou de sociedade de economia mista, ainda que admitido mediante aprovação em concurso público, não é garantida a estabilidade prevista no art. 41 da CF/1988; e) tratando-se de estabilidade provisória, é nula, por julgamento “extra petita”, a decisão que deferir salário quando o pedido for apenas de reintegração. GABARITO: E 14. Sobre as convenções ou acordos coletivos analise as proposições e responda: I - a celebração de convenção coletiva depende de deliberação de Assembléia Geral especialmente convocada para esse fim, conforme disposto nos estatutos dos respectivos sindicatos; II - as convenções coletivas entrarão em vigor no dia em que for depositada na Secretaria de Emprego e Salário; III - os sindicatos representativos de categorias econômicas ou profissionais e as empresas, quando provocados, não podem recusar-se à negociação coletiva; IV - o prazo máximo de vigência de um acordo coletivo é de um ano; a) todas as opções estão corretas; b) apenas três opções estão corretas; c) apenas duas opções estão corretas; d) apenas uma opção está correta; e) todas as opções estão incorretas. GABARITO: C 15. Assinale a alternativa INCORRETA: a) Nos termos da CLT, a equiparação do profissional liberal e da entidade de benemerência ao empregador é meramente para os fins da relação de emprego. b) Não é possível, pelos termos da CLT, proceder distinção entre o trabalho realizado no estabelecimento do empregador e o executado no domicílio do empregado, para os fins de duração da jornada de trabalho, intervalo interjornada e remuneração. c) De forma geral, os preceitos da CLT não se aplicam aos trabalhadores rurais e aos trabalhadores domésticos. Para os fins deste enunciado são considerados trabalhadores rurais aqueles que, exercendo funções diretamente ligadas à agricultura e à pecuária, não sejam empregados em atividades que, pelos métodos de execução dos respectivos trabalhos ou pela finalidade de suas operações, se classifiquem como industriais ou comerciais. d) Os acidentes do trabalho serão obrigatoriamente anotados, pelo Juízo competente na carteira profissional do acidentado. e) O salário a ser pago aos empregados sob o regime de tempo parcial será proporcional à sua jornada, em relação aos empregados que cumprem, nas mesmas funções, tempo integral. GABARITO: D 16. Todas as afirmativas abaixo estão CORRETAS, exceto: a) Nos termos da legislação consolidada, a duração normal do trabalho poderá ser acrescida de horas suplementares, em número não excedente de 2 (duas), mediante acordo escrito entre empregador e empregado, ou mediante contrato coletivo de trabalho. Esta disposição não se aplica para os empregados em atividades insalubres, pois para estes é necessária licença prévia das autoridades competentes em matéria de higiene do trabalho, as quais, para esse
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 efeito, procederão aos necessários exames locais e à verificação dos métodos e processos de trabalho, quer diretamente, quer por intermédio de autoridades sanitárias federais, estaduais e municipais, com quem entrarão em entendimento para tal fim. b) A Lei considera que o salário mínimo é a contraprestação mínima devida e paga diretamente pelo empregador a todo trabalhador, inclusive ao trabalhador rural, sem distinção de sexo, por dia normal de serviço, e capaz de satisfazer, em determinada época, as suas necessidades básicas de alimentação, habitação, vestuário, higiene e transporte, podendo ser pago, pelo menos em parte, em víveres. c) Tratando-se de atividade considerada insalubre, a empresa pode ser dispensada de fornecer aos empregados, equipamento de proteção individual adequado ao risco e em perfeito estado de conservação e funcionamento, sempre que as medidas de ordem geral ofereçam completa proteção contra os riscos de acidentes e danos à saúde dos empregados. ] d) Nos termos da legislação consolidada, é proibido o trabalho em dias feriados nacionais e feriados religiosos. Ocorrendo trabalho, o empregado tem o direito de ser remunerado em dobro, pelo dia trabalhado e o empregador estará sujeito a autuação pelos órgãos de fiscalização do trabalho. e) Em qualquer trabalho contínuo, cuja duração exceda de 6 (seis) horas, é obrigatória a concessão de um intervalo para repouso ou alimentação, o qual será, no mínimo, de 1 (uma) hora e, salvo acordo escrito ou contrato coletivo em contrário, não poderá exceder de 2(duas) horas. O limite mínimo de uma hora para repouso ou refeição poderá ser reduzido por ato do Ministro do Trabalho, quando ouvida a Secretaria de Segurança e Higiene do Trabalho, se verificar que o estabelecimento atende integralmente às exigências concernentes à organização dos refeitórios, e quando os respectivos empregados não estiverem sob regime de trabalho prorrogado a horas suplementares. GABARITO: D 17. Observando as disposições da CLT, assinale a alternativa CORRETA. a) A CLT, em regra geral, fixa que o registro do contrato de trabalho na CTPS é obrigatório. Todavia, existe hipótese expressa, no mesmo diploma, no sentido da possibilidade legal do exercício do emprego, formalmente validado, sem registro na CTPS. b) Tratando-se de norma de segurança e medicina do trabalho, constitui falta grave do empregado a recusa injustificada: a) à observância das instruções expedidas pelo empregador através de ordens de serviço, quanto às precauções a tomar no sentido de evitar acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais; b) ao uso dos equipamentos de proteção individual fornecidos pela empresa. c) O trabalho em condições de periculosidade assegura ao empregado um adicional de 30% (trinta por cento) sobre o salário sem os acréscimos resultantes de gratificações, prêmios ou participações nos lucros da empresa. Nos termos da CLT, a norma é de segurança e medicina do trabalho, sendo absolutamente defeso ao trabalhador optar pelo não recebimento da parcela. d) A legislação consolidada considera legal o trabalho do empregado bancário em seis ou oito horas diárias. Para os integrantes desta categoria de trabalhadores, a jornada será de seis horas por dia, pelo que o trabalho em oito horas diárias implica o pagamento de jornada extraordinária de duas horas. e)Segundo a CLT, o trabalho no subsolo somente será permitido a homens, com idade compreendida entre 18 (dezoito) e 50 (cinqüenta) anos, assegurada a transferência para a superfície por motivo de saúde. GABARITO: A 18. Marque a alternativa CORRETA a) A duração normal do trabalho, para os empregados em qualquer atividade privada, que realizem trabalho interno ou externo em condições de controle, não excederá de 8 (oito) horas diárias, desde que não seja fixado expressamente outro limite, salvo na ocorrência de necessidade imperiosa como nos casos de motivo de força maior, realização ou conclusão de serviços inadiáveis ou cuja inexecução possa acarretar prejuízo de qualquer natureza ao empregador que assume os riscos do empreendimento. Caso haja interrupção do trabalho, resultante de causas acidentais, ou de força maior, que determinem a impossibilidade de sua realização, a duração do trabalho extra poderá ser prorrogada pelo tempo necessário à recuperação do que fora perdido, desde que este não exceda de 10 (dez) horas diárias, em período não superior a 45 (quarenta e cinco) dias por ano, sujeita essa recuperação à prévia autorização da autoridade competente.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) Perde o direito a férias o empregado que, no curso do período concessivo, deixar o emprego e não for readmitido dentro de 60 (sessenta) dias subseqüentes à sua saída; permanecer em gozo de licença, com percepção de salários, por mais de 30 (trinta) dias; deixar de trabalhar, com percepção do salário, por mais de 30 (trinta) dias, em virtude de paralisação parcial ou total dos serviços da empresa; e tiver percebido da Previdência Social prestações de acidente de trabalho ou de auxílio-doença por mais de 6 (seis) meses. c) É denominado salário complessivo o que prevê o pagamento, não só da importância fixa estipulada, como também as comissões, percentagens, gratificações ajustadas, diárias para viagens e abonos pagos pelo empregador. d) O empregado afastado do emprego, em virtude das exigências do serviço militar, terá assegurada, por ocasião de sua volta, todas as vantagens que, em sua ausência, tenham sido atribuídas à categoria a que pertencia na empresa, constituindo-se motivo para rescisão do contrato de trabalho por parte do empregador a omissão do empregado em proceder à notificação da intenção de retorno às atividades, dentro do prazo máximo de 30 (trinta) dias, contados da data em que se verificar a respectiva baixa. e) A pessoalidade na prestação do serviço é requisito essencial do contrato de emprego e diz respeito ao empregado que é sempre pessoa natural. No caso de morte do empregado o contrato será imediatamente extinto. No caso de morte do empregador constituído em empresa individual, é facultado ao empregado rescindir o contrato de trabalho. GABARITO: E 19. Com relação a férias é INCORRETO afirmar: a) Tem os mesmos fundamentos de cunho biológico, social e econômico aplicados ao repouso semanal remunerado. b) A ocorrência de sucessão de empregadores, de per si, jamais afetará a contagem do tempo do período aquisitivo. c) O período de afastamento em suspensão preventiva como resultante de inquérito administrativo, é considerado como falta ao serviço para efeito de redução do número de dias de gozo das férias. A mesma conseqüência jurídica incorre o empregado preso preventivamente, desde que impronunciado. d) As ausências que implicam na perda do direito a férias são consideradas ausências derrogatórias. Perde o direito a férias o empregado que, no curso do contrato, permanecer em gozo de licença remunerada, no interesse do empregador, por mais de 30 (trinta) dias. e) O empregado que durante o período aquisitivo houver faltado 18 (dezoito) dias fará jus a 18 (dezoito) dias de férias. GABARITO: C 20. Marque a alternativa CORRETA: a) Na interrupção contratual computa-se sempre o período de ausência para os fins de pagamento de gratificação de natal e FGTS mais 40%. Não há cômputo para efeito de férias posto que esta já é considerada como período de interrupção. b) Elementos, objetivo e subjetivo, imprescindíveis para a caracterização da justa causa por abandono de emprego são, respectivamente, ausência em períodos sucessivos e descontínuos do trabalho e animus abandonandi. c) A concessão do aviso prévio por parte do empregador torna indispensável que, no período de sete dias consecutivos, tenha o empregado redução da jornada de trabalho por duas horas diárias, com a finalidade de proporcionar a este, tempo livre para procurar novo emprego. Sem a redução da jornada o aviso prévio não terá eficácia e deve ser tido como inexistente. d) A pessoalidade na prestação do serviço é um dos requisitos caracterizadores da relação empregatícia e denota a existência de uma confiança mínima entre as partes contratantes que é indispensável para a realização do contrato. Alguns empregados, no entanto, denominados legalmente de empregados de confiança, são escolhidos para exercer cargos de maior responsabilidade, como é o caso dos gerentes, diretores e chefes de departamento ou filial. Estes têm seus direitos restringidos quanto à limitação da jornada normal de trabalho desde que preencham dois requisitos legais: a) exercício de encargos de gestão; b) padrão salarial mais elevado, de no mínimo 40% (quarenta por cento) superior aos salários dos demais empregados. Essas condições são cumulativas. e) Além do intervalo obrigatório mínimo de onze horas entre jornadas de trabalho, a lei prevê o intervalo interjornada para repouso ou alimentação de no mínimo uma hora e máximo de duas
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 nas jornadas que excedam seis horas. Os intervalos não serão computados na duração do trabalho. GABARITO: D 21. Com relação ao salário é CORRETO afirmar que: a) Não é considerado salário-utilidade o fornecimento pelo empregador de equipamentos e outros acessórios para a prestação do serviço, salvo, quando entregues de forma habitual. b) Não tem natureza salarial o pagamento de adicionais de forma habitual, como ocorre com o adicional por tempo de serviço fixado por qüinquênio. c) Ao contrário do que ocorre na rescisão do contrato de trabalho em que o menor de 18 (dezoito) anos não pode dar, sem assistência dos seus responsáveis legais, quitação ao empregador pelo recebimento da indenização que lhe for devida, no caso que envolve salário mensal, deve a ele ser pago diretamente o valor, posto que goza de autonomia para receber e dar quitação. d) Sendo idêntica a função, a todo trabalho de igual valor, prestado ao mesmo empregador, corresponderá igual salário, vedada a distinção de sexo, nacionalidade, idade ou tempo de serviço. e) Os princípios da irredutibilidade, inalterabilidade, da instrumentalidade das formas ou da finalidade, da integralidade, pontualidade no pagamento e impenhorabilidade, são medidas medidas de proteção ao salário. GABARITO: C 22. Analise as asserções abaixo sobre o Direito do Trabalho e suas fontes e marque a opção correta. a) São consideradas fontes autônomas do Direito do Trabalho aquelas em cuja produção não se observa a imediata participação dos destinatários principais das regras jurídicas geradas. b) As convenções da Organização Internacional do Trabalho, quando ratificadas pelo Estado Brasileiro, tornam-se fontes formais do Direito do Trabalho. c) O regulamento de empresa, como se trata de norma interna corporis e com caráter vinculante, é fonte heterônoma do Direito do Trabalho. d) O Direito Individual e o Coletivo do Trabalho podem ser definidos como complexos de princípios, regras e institutos jurídicos que regulam, no tocante às pessoas e matérias envolvidas, a relação empregatícia de trabalho, além de outras relações laborais normativamente especificadas. e) Embora não haja consenso quanto à definição mais apropriada, a maior parte da doutrina está de acordo que, numa perspectiva científica, o Direito do Trabalho é considerado um direito especial da classe trabalhadora. GABARITO: B 23. A respeito de contrato de trabalho, marque a alternativa correta. a) A mudança na propriedade ou na estrutura jurídica da empresa deverá, necessariamente, alterar os contratos de trabalho de seus empregados. b) A justiça do trabalho não reconhece, em nenhuma hipótese, o contrato de trabalho verbal. c) O contrato de experiência não poderá exceder o prazo de 90 dias. d) O contrato de trabalho por prazo determinado poderá ser estipulado por prazo superior a 2 anos, desde que exista interesse das partes. GABARITO: D 24. Em relação aos requisitos e efeitos dos contratos de trabalho, marque a alternativa incorreta. a) O contrato de trabalho pode ser escrito, verbal ou tácito, e seus requisitos são a pessoalidade, a subordinação, a onerosidade e a continuidade. O contrato por prazo determinado, como exceção ao princípio da continuidade, entretanto, só é válido nas situações e pelo tempo expressamente previstos em lei. b) A CLT autoriza a formação de cooperativas destinadas a prestação de serviços. Não há vínculo de emprego entre elas e seus associados ou entre estes e os tomadores da mão-de obra, exceto quando a associação for mera simulação ou resultar em fraude aos direitos trabalhistas. c) A alteração da estrutura social das empresas não afeta os contratos havidos com seus empregados.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) O dono de obra é, em qualquer caso, responsável direta ou solidariamente pelos trabalhadores que tenham prestado serviços para a sua construção, ainda que esses trabalhadores tenham sido contratados por empreiteiros, quando estes inadimplirem o contrato com os respectivos empregados ou ajudantes. GABARITO: D 25. Joaquim, empregado da empresa Delta, aderiu a greve organizada pelo sindicato de sua categoria. A empresa demitiu Joaquim por justa causa, considerando que o fato de ter aderido à greve poderia ser considerado falta grave. Considerando a situação hipotética acima e a súmula 316 do STF, assinale a opção correta. a) A atitude de aderir à greve e de não comparecer ao trabalho é incompatível com o abandono de emprego. b) Joaquim praticou ato de insubordinação ao aderir à greve, mas a justificativa para demissão deveria ser a incontinência de conduta ou o mau procedimento. c) A simples adesão à greve não pode ser considerada falta grave. d) A adesão à greve justifica um motivo de suspensão do empregado, mas não motivo imediato para a aplicação da justa causa. GABARITO: C 26. Manoel é empregado de uma empresa individual. Em decorrência da morte do empregador da mencionada empresa, Manoel ingressou com uma reclamação trabalhista objetivando a rescisão do seu contrato de trabalho por justa causa do empregado, fundamentando-se no art. 483 da CLT. Com referência à situação hipotética acima apresentada, assinale a opção correta. a) A morte do empregador empresa individual constitui hipótese de motivo justificado, mas não de justa causa. b) Não existe necessidade de Manoel ingressar com ação judicial para a rescisão contratual, pois, ocorrendo a morte do empregador, o contrato de trabalho estará automaticamente rescindido. c) A morte do empregador é motivo de rescisão indireta do contrato de trabalho por justa causa do empregado. d) A morte do empregador empresa individual é um dos casos de demissão sem justa causa para fins de verbas rescisórias. GABARITO: A 27. No que diz respeito ao instituto do aviso prévio, julgue os itens a seguir. I O aviso prévio trabalhado ou indenizado computa-se, para todos os efeitos, como integração ao tempo de serviço. II O caráter indenizatório que se dá ao pagamento do aviso prévio não trabalhado lhe retira o caráter alimentar. III A cessação da atividade da empresa, com pagamento da indenização, exclui o direito do empregado ao aviso prévio. Assinale a opção correta. a) Apenas o item I está certo. b) Apenas o item II está certo. c) Apenas os itens I e III estão certos. d) Todos os itens estão certos. GABARITO: A 28. Ana foi contratada na condição de empregada doméstica por membro de representação de um Estado estrangeiro. Sua carteira de trabalho e previdência social foi assinada pela pessoa física do membro da representação do referido Estado. Considerando essa situação hipotética e considerando, ainda, que haja litígio trabalhista entre Ana e o referido membro da representação do Estado estrangeiro, assinale a opção correta. a) Ana deverá encaminhar sua reclamação ao Ministério das Relações Exteriores, que é competente para lidar com as relações diplomáticas entre o Brasil e Estados estrangeiros. b) A justiça do trabalho poderá julgar a demanda. c) A justiça do trabalho não poderá julgar a demanda, pois os Estados estrangeiros e seus membros gozam de imunidade diplomática prevista na Convenção de Viena. d) Ana somente poderá buscar seus direitos perante corte judicial do país do membro da representação de Estado estrangeiro.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: B 29. A respeito do contrato de prestação de serviços, julgue os itens que se seguem, de acordo com a jurisprudência do TST. I A contratação de trabalhadores por empresa interposta é ilegal, formando-se o vínculo diretamente com o tomador dos serviços, salvo no caso de trabalho temporário. II A União pode ser condenada subsidiariamente nas verbas trabalhistas de empregado de empresa particular prestadora de serviços, desde que tenha participado da relação processual e conste do título executivo judicial. III A contratação irregular de trabalhador, mediante empresa interposta, não gera vínculo de emprego com os órgãos da administração pública direta, indireta ou fundacional. Assinale a opção correta. a) Apenas o item I está certo. b) Apenas o item II está certo. c) Apenas o item III está certo. d) Todos os itens estão certos. GABARITO: D 30. No que diz respeito ao instituto da estabilidade, previsto no art. 41 da Constituição Federal, julgue os itens subseqüentes. I O servidor público celetista da administração direta, autárquica ou fundacional é beneficiário da estabilidade. II Empregados de empresas públicas ou de sociedade de economia mista gozam dos benefícios da estabilidade, desde que aprovados em concurso público. III O instituto da estabilidade não se aplica a empregados ou servidores que se submetam ao regime celetista. Assinale a opção correta. a) Apenas o item I está certo. b) Apenas o item II está certo. c) Apenas o item III está certo. d) Todos os itens estão certos. GABARITO: A 31. Assinale a opção incorreta. a) Integram o salário não só a importância fixa estipulada, como também as comissões, percentagens, gratificações ajustadas, diárias para viagens e abonos pagos pelo empregador. b) As diárias para viagens e as ajudas de custo são verbas contratuais, sendo que a primeira integra o salário, em princípio, para todos os efeitos, se exceder 50% do salário-base diário do empregado, o que não acontece com as ajudas de custo, que, em princípio, não integram o salário do trabalhador. c) Além do pagamento em dinheiro, compreendem-se no salário, para todos os efeitos legais, a alimentação, a habitação e o vestuário concedidos in natura que a empresa, por força do contrato ou do costume, fornecer habitualmente ao empregado. d) O adicional de insalubridade fixado pela legislação trabalhista corresponde sempre a 30% do salário mínimo, independentemente de previsão contratual. GABARITO: D 32. Considere as seguintes assertivas a respeito do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço: I. O FGTS será regido segundo as determinações do Conselho Curador, integrado por representantes dos trabalhadores, dos empregadores e órgão e entidades governamentais, na forma estabelecida pelo Poder Executivo. II. O FGTS incidirá sobre a ajuda de custo, comissões, gorjetas, gratificações e nas diárias de viagem que não excedam 50% do salário. III. Em regra, são contribuintes do FGTS o empregador seja pessoa física ou jurídica, de direito privado ou público, da administração direta, indireta ou fundacional que admitir trabalhadores regidos pela CLT a seu serviço. IV. Integra a base de cálculo para incidência dos depósitos do FGTS o vale transporte fornecido pelo empregador, havendo dispositivo legal expresso neste sentido. Está correto o que consta APENAS em a) I e II.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) I, II e III. c) I e III. d) II, III e IV. e) II e IV. GABARITO: C 33. Mário laborava há 5 anos na empresa Dida no período noturno, recebendo o respectivo adicional, quando foi transferido pelo seu empregador para o período diurno de trabalho. Neste caso a transferência para o período diurno de trabalho a) não implicará na perda do direito ao adicional noturno, uma vez que tal adicional já se encontrava incorporado na remuneração do empregado. b) implicará em redução de 20% do respectivo adicional noturno, acrescido do pagamento de indenização correspondente a um salário mínimo vigente. c) implicará em redução de 50% do respectivo adicional noturno. d) não implicará na perda do direito ao adicional noturno uma vez que a transferência de Mário ocorreu a sua revelia. e) implicará na perda do direito ao adicional noturno. GABARITO: E 34. Assinale a alternativa incorreta: I - Por determinação legal, o repouso semanal remunerado deve ser concedido preferentemente aos domingos e não obrigatoriamente. Com a previsão desta relatividade, os casos excepcionais ficaram sujeitos à razoabilidade e objetividade dos seus critérios, permitindo converter-se em regra, a arbítrio único do empregador, a concessão do repouso exclusivamente nos dias úteis. II - A relação de trabalho é gênero do qual são espécies, dentre outras, a relação de emprego, a empreitada de lavor e a prestação de serviço por trabalhador autônomo. III - Tem direito à jornada de seis horas o empregado que trabalha em turnos ininterruptos de revezamento, desde que não goze de intervalos para descanso e alimentação. IV - Havendo concorrência, quanto à aplicação da norma no caso concreto, deve o juiz considerar o princípio da norma mais favorável ao trabalhador, observando sempre o respeito à hierarquia das leis para que norma hierarquicamente inferior não afaste as normas superiores. V - Regra geral, o contrato de emprego é pacto solene. O desrespeito à forma de contratação é causa de sua nulidade, exceto quanto aos contratos por tempo determinado que respeita o princípio da primazia da realidade. a) A alternativa III é falsa. b) As alternativas I e IV estão erradas. c) Apenas a alternativa II está correta. d) As alternativas I, III e IV são falsas. e) As alternativas I, II e V estão corretas. GABARITO: E 35. Com relação aos elementos caracterizadores do contrato de emprego, é correto afirmar: I – São requisitos caracterizadores da relação empregatícia: continuidade na prestação do serviço, subordinação econômica, salário complessivo com a função e pessoalidade. II – É possível ao empregado se fazer substituir temporariamente por outra pessoa, com anuência do empregador, sem o rompimento do vínculo que deve sempre ser preservado em respeito ao princípio da continuidade da relação empregatícia. III – No caso de substituição do empregado, consentida pelo empregador, há estabelecimento de novo vínculo com o substituto. IV – Na impossibilidade de prestação pessoal do trabalho por determinado tempo, com o consentimento do empregador, o contrato pode ficar interrompido ou suspenso, contudo, o substituto não será considerado empregado em razão do caráter eventual da prestação de serviço. V – A subordinação jurídica está entre os elementos essenciais da relação empregatícia e consiste em situação imposta ao empregado como decorrência do poder de direção do empregador que assume os riscos da atividade econômica. a) Todas as alternativas estão corretas. b) Somente as alternativas I e IV estão erradas. c) Somente as alternativas II, III e IV estão certas.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) As alternativas I, IV e V estão erradas. e) A única alternativa correta é a V. GABARITO: B 36. Considerando que o instituto da equiparação salarial implica a intervenção estatal na esfera empresarial privada e tem a finalidade de garantir o princípio da isonomia, assinale a opção correta. a) Segundo o disposto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), entre os requisitos do direito à equiparação, destaca-se o trabalho de igual valor, que corresponde à igual produtividade e à mesma perfeição técnica, sendo certo que paradigma e equiparando não podem ter diferença de tempo de serviço superior a um ano. b) Conforme a jurisprudência sumulada do Tribunal Superior do Trabalho (TST), para os fins de afastamento do direito à equiparação salarial, só se admite a validade de quadro de carreira se este tiver sido homologado pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Fica, porém, afastada a exigência de homologação para todos os entes da administração direta e indireta. c) Segundo o entendimento predominante no âmbito da jurisprudência sumulada do TST, o fato de o desnível salarial entre equiparando e paradigma decorrer de decisão judicial não exclui o direito à equiparação salarial. Tal entendimento fica afastado no caso de a decisão judicial (geradora do desnível salarial) ter reconhecido vantagem pessoal ao paradigma. d) Segundo a jurisprudência do TST, tendo o ente público optado pelo estabelecimento de relação de emprego com seus servidores, o disposto no art. 37 da Constituição Federal de 1988 não impede o direito à equiparação salarial no âmbito da administração direta, desde que presentes os requisitos inerentes ao reconhecimento do referido instituto. e) Segundo a jurisprudência do TST, o conceito de identidade de localidade, necessária ao reconhecimento da equiparação salarial, corresponde à identidade de municípios ou a distintos municípios, desde que, comprovadamente, pertençam à mesma região geo-econômica. GABARITO: C 37. Acerca do instituto da negociação coletiva de trabalho, assinale a opção incorreta. a) Mediante a negociação coletiva, é possível a flexibilização das regras legais aplicáveis à medicina do trabalho. b) O acordo ou a convenção coletiva de trabalho firmados com o sindicato representativo da categoria profissional podem estabelecer banco de horas. c) É obrigatória a participação dos sindicatos nas negociações coletivas de trabalho. d) É assegurada a irredutibilidade de salários, salvo negociação coletiva. GABARITO: A 38. Com referência ao conflito entre normas de acordo coletivo de trabalho e convenção coletiva de trabalho, no direito brasileiro, assinale a opção correta. a) Prevalecerão aquelas que a assembléia geral determinar, nos termos da CLT. b) As condições estabelecidas em convenção, quando mais favoráveis, prevalecerão sobre as estipuladas em acordo. c) Aplicar-se-á apenas um instrumento normativo, tendo em vista o princípio do conglobamento amplo. d) Prevalecerão as normas do acordo coletivo, em decorrência da aplicação do princípio segundo o qual a norma especial revoga a geral. GABARITO: B 39. É correto afirmar que: a) a Convenção Coletiva de Trabalho, segundo a CLT, é o acordo de caráter normativo, pelo qual os sindicatos representativos de categorias profissionais celebram pactos com uma ou mais empresas da correspondente categoria econômica, com a estipulação de condições de trabalho, aplicáveis no âmbito da empresa ou das empresas acordantes às respectivas relações de trabalho; b) na greve, são assegurados aos grevistas, dentre outros direitos, o emprego de meios pacíficos tendentes a persuadir ou aliciar os trabalhadores a aderirem à greve, bem como a arrecadação de fundos e a livre divulgação do movimento; c) as Confederações representativas de categorias econômicas ou profissionais não poderão celebrar convenções coletivas de trabalho para reger as relações das categorias a elas vinculadas, inorganizadas em sindicatos, no âmbito de suas representações;
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) não será permitido estipular duração de Convenção ou Acordo superior a 1 (um) ano.; e) somente as alternativas “a” e “d” estão incorretas. GABARITO: B 40. Consideradas as afirmações abaixo, marque a resposta correta: I - Pode-se dizer que o sindicato é uma associação coletiva, de natureza privada, voltada à defesa e ao incremento de interesses coletivos profissionais e materiais de trabalhadores, subordinados ou autônomos, e de empregadores. II - A principal função dos sindicatos é a representação (no sentido amplo) de suas bases trabalhistas. Outras funções relevantes são a negocial e a assistencial - exemplificando-se esta última com a homologação administrativa das rescisões dos contratos de emprego. III - Os registros dos estatutos sindicais podem ser feitos em Títulos e Documentos ou no Registro Civil das Pessoas Jurídicas e, independente desse registro, para que as entidades possam funcionar, devem depositar tais estatutos no Ministério do Trabalho e Emprego, para fins cadastrais e de verificação da unicidade sindical. IV - A ordem jurídica brasileira prevê quatro tipos de contribuições dos trabalhadores para as entidades sindicais: contribuição sindical obrigatória, contribuição confederativa, contribuição assistencial e mensalidades associativas. São todas compulsórias para os integrantes da categoria. V - A estrutura externa sindical brasileira assemelha-se a uma pirâmide, composta pelos sindicatos na sua base, pelas federações ou confederações no meio, e pelas centrais sindicais na cúpula. a) Todas as afirmativas estão erradas. b) III, IV e V estão erradas. c) Somente V está errada. d) II e V estão erradas. e) Todas as afirmações estão corretas. GABARITO: B 41. Analise as proposições abaixo e assinale a opção correta. I. A Convenção n.º 87, da OIT, não ratificada pelo Brasil, estabelece que os trabalhadores e as entidades patronais, sem distinção de qualquer espécie, têm o direito, sem autorização prévia, de constituírem organizações da sua escolha, assim como o de se filiarem nessas organizações, com a única condição de se conformarem com os estatutos destas últimas. II. A contribuição para custeio do sistema confederativo da representação sindical, fixada em assembléia geral, inclusive com autorização para desconto em folha de pagamento, alcança a respectiva categoria, conforme jurisprudência pacificada do Tribunal Superior do Trabalho. III. A base territorial da organização sindical, representativa da categoria econômica ou profissional, é definida pelos trabalhadores e empregadores interessados. O modelo em vigor no Brasil, contudo, não autoriza a criação de sindicatos distritais. a) São verdadeiras apenas a primeira e a terceira. b) Somente a primeira é falsa. c) Somente a segunda e a terceira são falsas. d) Não há proposições falsas. e) Todas as proposições são falsas. GABARITO: A 42. Analise as proposições abaixo e assinale a opção correta. I. Entre as garantias asseguradas ao dirigente sindical destaca-se a inamovibilidade, assim compreendida a proibição de sua remoção para atividades incompatíveis com a sua atuação sindical ou para local diverso da sua base territorial. Aceitando voluntariamente o dirigente sindical a transferência promovida pelo seu empregador, preservada estará a estabilidade provisória a ele assegurada. II. A jurisprudência pacificada no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho considera indispensável, para fins de reconhecimento das garantias asseguradas ao dirigente sindical, a comunicação ao empregador, pela entidade sindical, por escrito, no prazo de vinte e quatro horas, do dia e hora do registro da candidatura do seu empregado e, em igual prazo, de sua eleição e posse, fornecendo, outrossim, comprovante nesse sentido. III. O reconhecimento da garantia estabilitária consagrada pelo artigo 8º, inciso VIII, da Constituição Federal circunscreve- se às pessoas que compõem a diretoria do sindicato, ou
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 seja, no máximo sete e no mínimo três, além dos respectivos jurisprudência pacificada no Tribunal Superior do Trabalho. a) A primeira é verdadeira e as demais são falsas. b) A primeira e a terceira são verdadeiras e falsa a segunda. c) A primeira é falsa, sendo verdadeiras a segunda e a terceira. d) A primeira e a segunda são verdadeiras, sendo falsa a terceira. e) Todas são verdadeiras. GABARITO: C suplentes, conforme

43. Sobre os sistemas sindicais: I. No Brasil adota-se como regra o critério do sindicato por categoria, que reúne os trabalhadores de empresas que atuam no mesmo ramo de atividade econômica ou que tenham atividades econômicas similares. II. A norma constitucional não veda a criação de sindicatos por empresa, assim considerados aqueles que agregam trabalhadores vinculados a uma mesma unidade empresarial. III. A Convenção 87 da OIT, que adota o sistema da liberdade sindical plena, recomenda o pluralismo sindical e refuta a idéia da unidade sindical. IV. A Constituição de 1988 adotou o princípio da liberdade sindical ao vedar a interferência e intervenção estatal na organização dos sindicatos, muito embora ainda trazendo em seu bojo alguns resquícios do regime corporativista. a) Há apenas uma proposição verdadeira. b) Há apenas duas proposições verdadeiras. c) Há apenas três proposições verdadeiras. d) Todas as proposições são verdadeiras. e) Todas as proposições são falsas. GABARITO: B 44. Considere as seguintes assertivas a respeito do direito de greve: I. A entidade patronal correspondente ou os empregadores diretamente interessados serão notificados, com antecedência mínima de 24 horas, da paralisação. II. As manifestações e atos de persuasão utilizados pelos grevistas poderão impedir o acesso ao trabalho, mas não poderão causar ameaça ou dano à propriedade ou pessoa. III. Em nenhuma hipótese, os meios adotados por empregados e empregadores poderão violar ou constranger os direitos e garantias fundamentais de outrem. IV. Na greve, em serviços essenciais, ficam as entidades sindicais ou os trabalhadores, obrigados a comunicar a decisão aos empregadores e aos usuários com antecedência mínima de 72 horas de paralisação. Está correto o que consta APENAS em a) I e II. b) I, II e III. c) I e IV. d) II, III e IV. e) III e IV. GABARITO: E 45. Sobre a organização sindical brasileira, assinale a opção correta. a) Salvo quando resultante de desmembramento de entidade sindical anteriormente constituída, a fundação de sindicato depende de autorização do Estado. b) Por força do princípio da liberdade sindical, é possível a criação de sindicatos profissionais por empresas, desde que observada a área de representação mínima equivalente à de um município. c) Quando inscritos em processo eleitoral para cargo de administração ou representação sindical, gozam os empregados de estabilidade no emprego a partir da data da respectiva eleição e até um ano após o final do mandato, salvo se cometerem falta grave, que deve ser apurada na forma da lei. d) Em razão da estrutura sindical fundada na unicidade, a aquisição da chamada personalidade jurídica sindical depende da concessão do registro sindical pelo Ministério do Trabalho. e) Em razão da natureza tributária da contribuição sindical prevista em lei, os sindicatos devem submeter suas contas, depois de aprovadas em assembléia, aos órgãos de fiscalização do Ministério do Trabalho.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: D 46. A propósito da negociação coletiva, aponte a opção incorreta. a) Sem prejuízo da contribuição prevista em lei, as convenções coletivas de trabalho podem fixar contribuições adicionais, independentemente da contribuição destinada ao custeio do sistema confederativo, apenas aplicáveis aos trabalhadores sindicalizados. b) As federações e confederações, enquanto associações sindicais de grau superior, apenas estarão legitimadas ao processo negocial coletivo quando as categorias a elas vinculadas não estiverem organizadas em sindicatos. c) O sindicato profissional pode ajustar, em acordo ou convenção coletivos de trabalho, a redução dos salários dos trabalhadores que representa, independentemente de qualquer autorização judicial. d) Observados os parâmetros mínimos previstos nas normas de proteção à saúde e higiene do trabalhador, a negociação coletiva pode alterar a duração da jornada legal ou contratual de trabalho, ainda que ampliando-a. e) O trabalho em turnos ininterruptos de revezamento será de seis horas diárias, salvo disposição em contrário em acordo ou convenção coletivos de trabalho. GABARITO: B 47. Assinale a afirmação correta. a) A convenção coletiva de trabalho é fonte matéria heterônoma do Direito do Trabalho. b) A lei é fonte formal autônoma do Direito do Trabalho. c) A sentença normativa é fonte formal heterônoma do Direito do Trabalho. d) O acordo coletivo de trabalho é fonte material autônoma do Direito do Trabalho. e) Os fatos sociais são fontes formais autônomas do GABARITO: C 48. Considerando a estrutura sindical brasileira, os instrumentos de negociação coletiva e o direito de greve, marque a assertiva incorreta. a). De acordo com o entendimento doutrinário e jurisprudencial prevalente, as cláusulas benéficas previstas em acordos coletivos incorporam-se aos contratos individuais de trabalho, apenas podendo ser suprimidas ou modificadas por outra norma jurídica de igual status normativo. b). As disposições normativas ajustadas entre sindicatos profissionais e patronais, em convenções coletivas de trabalho,alcançam a todos os contratos de trabalho firmados pelos trabalhadores inseridos no âmbito da categoria profissional representada, independentemente de serem ou não sindicalizados, sendo certo, porém, que as denominadas categorias diferenciadas apenas poderão sofrer a eficácia daquelas normas se os entes sindicais que as representem participarem da negociação, subscrevendo o instrumento jurídico resultante. c). Consagra a Constituição da República de 1988 o princípio da unicidade sindical, segundo o qual apenas pode existir um único sindicato representativo das categorias profissional e econômica, em base territorial a ser definida pelos trabalhadores ou empregadores interessados e que não pode ser inferior à área de um município. d) A regra legal que define o número de dirigentes de cada entidade sindical não encerra qualquer antinomia em relação ao postulado da liberdade dos sindicatos, previsto no texto da vigente Constituição. e). O direito de greve corresponde à legítima suspensão coletiva, temporária e pacífica, total ou parcial, de prestação de serviços a empregador, constituindo abuso de seu exercício a continuação do movimento após a celebração de acordo, convenção ou decisão da justiça do trabalho. GABARITO: A 49. Com referência aos sindicatos e à organização sindical brasileira, julgue os itens e Marque a alternativa correta. I. É livre a associação em sindicato para fins de estudo, defesa e coordenação dos interesses econômicos e profissionais de todos quantos exerçam as mesmas atividades ou profissões, ainda quando similares ou conexas, observada, contudo, a submissão obrigatória das contas do sindicato aos órgãos de fiscalização do MTE, depois de aprovadas em assembléia, em razão da natureza tributária da contribuição sindical prevista em lei.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 II. A expressão social elementar compreendida como categoria profissional é composta pela similitude de condições de vida oriunda da profissão ou trabalho em comum, em situação de emprego na mesma atividade econômica ou em atividades econômicas similares ou conexas. III. Os sindicatos possuem a representação administrativa e judicial dos interesses individuais dos associados, relativamente à atividade ou profissão exercida. IV. Por aplicação do princípio da unicidade sindical, admite-se a criação de sindicatos profissionais por empresas. V. Os empregados sindicalizados, quando inscritos no processo eleitoral para cargo de administração ou representação sindical, gozam de estabilidade no emprego a partir da data da respectiva eleição até um ano após o final do mandato, salvo se cometerem falta grave, nos termos da lei. a) Apenas os itens I e III estão corretos. b) Apenas II e III estão corretos c) Apenas os itens IV e V estão corretos d) Todos os itens estão incorretos e) Todos os itens estão corretos GABARITO: B 50. Acerca da temática sindical, marque a alternativa incorreta. a) Aos órgãos do MTE incumbe o registro dos atos constitutivos dos sindicatos, como condição para aquisição da chamada personalidade jurídica sindical. b) As federações e confederações, na condição de associações sindicais de grau superior, apenas estarão legitimadas ao processo negocial coletivo quando as categorias a elas vinculadas não estiverem organizadas em sindicatos. c) Embora garantida a liberdade de associação a todos os trabalhadores, a ordem jurídica em vigor assegura ao trabalhador sindicalizado, quando em igualdade de condições, a preferência para ingresso em funções públicas ou assemelhadas e para a obtenção de empréstimos concedidos pelas agências financeiras do governo. d) Além da contribuição sindical prevista em lei, podem ser estabelecidas outras contribuições pelos integrantes da categoria profissional, independentemente da contribuição prevista para custeio do sistema confederativo, apenas aplicáveis aos trabalhadores sindicalizados. GABARITO: C

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

DIREITO PREVIDENCIÁRIO 1. Sobre seguridade social assinale a alternativa CORRETA: a) A organização da Seguridade Social obedecerá aos seguintes princípios e diretrizes: a universalidade da participação nos planos previdenciários; o valor da renda mensal dos benefícios não inferior ao salário mínimo; cálculo dos benefícios considerando os saláriosdecontribuição, corrigidos monetariamente; preservação do valor real dos benefícios, e previdência complementar facultativa, custeada por contribuição adicional. b) Na organização da Seguridade Social as propostas orçamentárias anuais ou plurianuais da Seguridade Social serão elaboradas por Comissão integrada por 5 (cinco) representantes, sendo 1(um) da área de saúde, 1(um) da área da previdência social, 1(um) da área de assistência social, 1(um) do Ministério do Planejamento, e 1(um) do Ministério da Fazenda . c) É segurado obrigatório da Previdência Social, como empregado, aquele que presta serviço no Brasil a missão diplomática ou a repartição consular de carreira estrangeira e a órgãos a ela subordinados, ou a membros dessas missões e repartições, excluídos o não brasileiro sem residência permanente no Brasil e o brasileiro amparado pela legislação previdenciária do país da respectiva missão diplomática ou repartição consular . d) O dirigente sindical não mantém, durante o exercício do mandato eletivo, o mesmo enquadramento no Regime Geral de Previdência Social de antes da investidura. e) Constitui receita da Seguridade Social a renda líquida dos concursos de prognósticos, ressalvando-se 90% dos valores destinados ao Programa de Crédito Educativo. GABARITO: C 2. Sobre contribuições para a Seguridade Social assinale a alternativa CORRETA: a) A contribuição do consórcio simplificado de empregadores rurais é de 2%(dois por cento) da receita bruta proveniente da comercialização da sua produção para financiamento das prestações por acidente do trabalho. b) Nas sociedades de crédito, as contribuições a cargo da empresa provenientes do faturamento e do lucro, destinadas à Seguridade Social, são calculadas mediante a aplicação da alíquota de 15% (quinze por cento) sobre o lucro líquido do período-base, antes da provisão para o Imposto de Renda. c) As empresas consignatárias são obrigadas a recolher 0,1%(um décimo por cento) da receita bruta proveniente da comercialização de sua produção para financiamento das prestações por acidente do trabalho, até o dia 5(cinco) do mês subseqüente ao da operação de consignação da produção. d) Incidirá multa de mora de 8%(oito por cento), dentro do mês de vencimento da obrigação, para pagamento, após vencimento de obrigação não incluída em notificação fiscal de lançamento, sobre as contribuições sociais em atraso, arrecadadas pelo INSS, que poderá ser relevada por decisão fundamentada da autoridade competente. e) Na hipótese de o contribuinte individual prestar serviços a uma ou mais empresas, poderá deduzir 35%(trinta e cinco por cento) da contribuição da empresa, efetivamente recolhida ou declarada, incidente sobre a remuneração que esta lhe tenha pago ou creditado, limitada a dedução a 5%(cinco por cento) do respectivo salário-decontribuição GABARITO: B 3. Atendo à dicção legal, das pessoas abaixo, são segurados obrigatórios da Previdência Social, na qualidade de contribuinte individual, exceto: a) A pessoa física, proprietária ou não, que explora atividade agropecuária ou pesqueira, em caráter permanente ou temporário, diretamente ou por intermédio de prepostos e com auxílio de empregados, utilizados a qualquer título, ainda que de forma não contínua. b) A pessoa física que exerce, por conta própria, atividade econômica de natureza urbana, desde que com fins lucrativos, bem como quem presta serviço de natureza urbana ou rural, em caráter eventual, a uma ou mais empresas, sem relação de emprego. c) A pessoa física, proprietária ou não, que explora atividade de extração mineral - garimpo, em caráter permanente ou temporário, diretamente ou por intermédio de prepostos, com ou sem o auxílio de empregados, utilizados a qualquer título, ainda que de forma não contínua. d) O brasileiro civil que trabalha no exterior para organismo oficial internacional do qual o Brasil é membro efetivo, ainda que lá domiciliado e contratado, salvo quando coberto por regime próprio de previdência social.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) O ministro de confissão religiosa congregação ou de ordem religiosa. GABARITO: B e o membro de instituto de vida consagrada, de

4. À luz da legislação pertinente, é INCORRETO afirmar: a) Configura acidente do trabalho aquele que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho. Considera-se acidente do trabalho, ainda, a doença profissional, assim entendida a produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade e constante da respectiva relação elaborada pelo Ministério do Trabalho e da Previdência Social. Equipara-se a acidente do trabalho, também, o acidente sofrido pelo segurado, ainda que fora do local e horário de trabalho, em viagem a serviço da empresa, inclusive para estudo, quando financiada por esta dentro de seus planos para melhor capacitação da mão-de-obra, independentemente do meio de locomoção utilizado, inclusive veículo de propriedade do segurado . b) Também se considera acidente do trabalho a doença do trabalho, assim entendida a adquirida ou desencadeada em função de condições especiais em que o trabalho é realizado e com ele se relacione direta ou indiretamente, constante de relação elaborada pelo órgão competente. Todavia, não são consideradas como acidente do trabalho a inerente a grupo etário, a que não produza incapacidade laborativa e a doença degenerativa. c) Excepcionalmente, constatando-se que a doença laboral que acomete o obreiro não está incluída na relação oficial emitida pelo órgão competente, mas que, todavia, resulta das condições especiais em que o trabalho é executado e com ele se relaciona diretamente, a Previdência Social deve considerá-la acidente do trabalho . d) A empresa deverá comunicar o acidente do trabalho à Previdência Social até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência e, em caso de morte, de imediato, à autoridade competente, sob pena de multa variável entre o limite mínimo e o limite máximo do salário-decontribuição, sucessivamente aumentada nas reincidências, aplicada e cobrada pela Previdência Social. Dessa comunicação receberão cópia fiel o acidentado ou seus dependentes, bem como o sindicato a que corresponda a sua categoria. Na falta de comunicação por parte da empresa, podem formalizá-la o próprio acidentado, seus dependentes, a entidade sindical competente, o médico que o assistiu ou qualquer autoridade pública, não prevalecendo nestes casos o prazo acima mencionado. A lei considera, ainda, expressamente, como dia do acidente, no caso de doença profissional ou do trabalho, a data do início da incapacidade laborativa para o exercício da atividade habitual, ou o dia da segregação compulsória, ou o dia em que for realizado o diagnóstico, valendo para este efeito o que ocorrer primeiro . e) Equipara-se ao acidente laboral o acidente sofrido pelo segurado no local e no horário do trabalho, em conseqüência de ato de sabotagem praticado por terceiro, o ato de imprudência, de negligência ou de imperícia de companheiro de trabalho, ato de pessoa privada do uso da razão, desabamento, inundação, incêndio e outros casos fortuitos ou decorrentes de força maior. Há que se destacar, ademais, que nos períodos destinados à refeição ou ao descanso, ou por ocasião da satisfação de outras necessidades fisiológicas, no local do trabalho ou durante este, o empregado é considerado como no exercício do trabalho. GABARITO: B 5. Acerca da seguridade social e da previdência social, marque a alternativa incorreta. a). Um dos objetivos da seguridade social, conforme estabelecido na Constituição, é a uniformidade e a equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais; essa previsão constitucional visa manter, na ordem jurídica, a histórica equivalência, que remonta às origens da previdência social no país, de benefícios entre as zonas urbana e rural. b). No Brasil, nem sempre o sistema de previdência social foi encargo do poder público; houve época na qual o sistema se assentava sobre o conceito do mutualismo, segundo o qual os interessados em usufruir os benefícios de natureza previdenciária deviam reunir-se eles próprios para custear e permitir o posterior gozo dos benefícios. c). O sistema de seguridade social é financiado por contribuições provenientes dos trabalhadores e segurados, dos empregadores, das empresas e equiparados e dos concursos de prognósticos. Essas fontes, porém, não são exclusivas, pois é constitucional e legalmente possível a criação de novas fontes de custeio, desde que atendidas certas condições. d). O extinto Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS) era autarquia federal que tinha como finalidade prover a saúde apenas dos segurados que
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 contribuíam para o sistema de previdência social. Diante das normas constitucionais que presentemente tratam do direito à saúde na Constituição, a lógica que deu origem ao INAMPS não seria mais compatível com a vigente extensão desse direito. GABARITO: A 6. Acerca da legislação previdenciária brasileira, marque a alternativa correta. a). Lucas é beneficiário de aposentadoria especial em razão de ter trabalhado exposto a agentes nocivos durante um período que, de acordo com a lei pertinente, lhe garantiu o referido direito. Nessa situação, as despesas relativas ao pagamento da aposentadoria de Lucas devem ser custeadas com recursos arrecadados pela cobrança do seguro de acidente de trabalho. b). Pedro trabalha em empresa que, anualmente, paga a seus empregados participação nos lucros, de acordo com lei específica. Em fevereiro de 2008, Pedro recebeu, por participação nos lucros de sua empresa referentes ao ano que passou, o equivalente a 10% de sua remuneração no mês de dezembro de 2007, incluindo 13.o salário e férias. Nessa situação, o montante recebido a título de participação nos lucros integrará a base de cálculo do saláriode-contribuição de Pedro, deduzidos os valores referentes a 13.o salário e férias. c). Germano, segurado especial do regime geral, contribui para o sistema na proporção do resultado da comercialização de sua produção. Nessa situação, Germano somente terá direito à aposentadoria por contribuição caso promova, pelo prazo legal, os devidos recolhimentos na qualidade de contribuinte individual. d). Regina é servidora pública, titular de cargo efetivo municipal. Nessa situação, caso deseje melhorar sua renda quando chegar o momento de se aposentar, Regina poderá filiar-se ao regime geral da previdência social. e). Sérgio, segurado aposentado do regime geral, voltou à atividade depois de conseguir um emprego de vendedor, tendo passado a recolher novamente para a previdência. Nessa situação, caso sofra acidente de qualquer natureza e fique afastado do trabalho, Sérgio deverá receber auxílio-doença. GABARITO: C 7. Acerca da seguridade social, assinale a alternativa correta. a). No ordenamento jurídico brasileiro, a seguridade social, assim como sua abrangência, foi positivada pela Constituição Federal de 1988, que contém todas as ações de Estado a serem realizadas nas áreas sociais, especificamente: assistência e previdência social, saúde, combate à fome e educação fundamental. Considerando a legislação previdenciária e a orientação dos tribunais superiores a ela relacionada, julgue os seguintes itens. b). No regime de distribuição de competências legislativas promovido pela Constituição Federal, a seguridade social e, especificamente, a previdência social incluem-se entre as competências privativas da União. c). A legislação previdenciária, tanto em matéria de benefícios como de custeio, submete-se a uma das regras gerais presentes na Lei de Introdução ao Código Civil, passando a viger, portanto, 45 dias após a sua publicação, ressalvadas as estipulações em contrário. d). Considere a seguinte situação hipotética. Ana trabalha em uma indústria do interior do estado e recebe pensão decorrente do falecimento de seu marido, Antenor, segurado especial do regime geral de previdência social (RGPS). Nessa situação, se Ana sofresse de alguma moléstia grave que a incapacitasse definitivamente para o trabalho, o recebimento da pensão não constituiria óbice para o recebimento do benefício por invalidez. e). Considere que Cláudio, filho único de Sérgio, tenha passado a receber pensão após o falecimento do pai. Nessa situação, Cláudio poderá receber a pensão até que complete 24 anos, desde que esteja matriculado em curso superior de graduação. GABARITO: D 8. Em relação ao direito previdenciário, marque a opção correta. a). A seguridade social é um conjunto integrado de ações de iniciativa dos poderes públicos e da sociedade, destinado a assegurar direitos que proporcionem a dignidade da pessoa humana. Nesse contexto, as políticas públicas de ações afirmativas destinadas à população negra, representadas, entre outras, pelo sistema de cotas para negros, que garante vagas em universidade pública para um segmento que, durante bastante tempo, foi excluído pelas dinâmicas sociais, são exemplo de atendimento do mandamento constitucional para a seguridade social.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b). O valor mensal dos benefícios que, eventualmente, substituam o salário de contribuição ou o rendimento do trabalho não poderá ser inferior a um salário mínimo. Esse princípio da seguridade social brasileira tem aplicação tanto na assistência quanto na previdência social, sendo excepcionado apenas na área de saúde, pois esta não possui prestações continuadas pagas em espécie. c). Considere a seguinte situação hipotética. Sérgio é estagiário em uma empresa de informática, recebendo remuneração superior a 2 salários mínimos. Seu vínculo com a empresa obedece ao que dispõe a Lei n.º 6.494/1977, que disciplina os estágios de estudantes de estabelecimento de ensino superior e profissionalizante do ensino médio. Nessa situação, Sérgio, mesmo exercendo atividade remunerada, caso queira, poderá filiar-se ao RGPS na qualidade de segurado facultativo. d). Considere que João e Fernanda sejam árbitros de futebol e atuem, de acordo com a Lei n.º 9.615/1998, sem vínculo empregatício com as entidades desportivas diretivas em que atuam. Nessa situação hipotética, João e Fernanda podem ser inscritos na previdência social na qualidade de segurados facultativos, tendo em vista inexistir qualquer disposição legal que os obrigue a serem filiados ao regime geral. e). De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, em cada município haverá um conselho tutelar, órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, composto de 5 membros escolhidos pela comunidade. O exercício dessa atividade pública vincula o conselheiro ao RGPS na qualidade de empregado, pois equivale ao exercício de cargo em comissão. GABARITO: C 9. Em relação ao direito previdenciário, assinale a alternativa correta. a). Considere que Silvano seja segurado não-aposentado da previdência social e tenha sido condenado pela prática de crime que determinou o início do cumprimento da pena em regime fechado. Nessa situação, a renda mensal inicial do auxílio-reclusão devida aos dependentes é calculada de acordo com o modelo de cálculo a ser utilizado em caso de aposentadoria por invalidez. b). Considere a seguinte situação hipotética. Carlos aposentou-se por idade pelo INSS. Depois disso, apesar da idade, conseguiu ser aprovado em concurso público para ocupar cargo efetivo em uma administração municipal instituidora de regime próprio. O referido município ainda não organizou sua previdência complementar. Nessa situação, Carlos poderá renunciar ao benefício do RGPS, mesmo após ter recebido algumas prestações, com a finalidade de aproveitar o tempo de contribuição para o novo regime, com a possibilidade de receber, no futuro, proventos integrais. c). A assistência social será prestada a quem dela necessitar, independentemente da contribuição à seguridade social. Entretanto, no tocante à garantia de um salário mínimo de benefício mensal à pessoa portadora de deficiência e ao idoso que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção ou de tê-la provida por sua família, há exigência de contribuição social. d). Para a concessão de aposentadoria rural por idade, não se exige que o início de prova material corresponda a todo o período equivalente à carência do benefício, sendo que, para a comprovação de tempo de serviço rural, é imprescindível documento em nome do próprio interessado. GABARITO: A 10. Quanto às disposições constitucionais da seguridade social, assinale a alternativa correta. a). A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos poderes públicos e da sociedade destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social, sendo certo que o acesso a tais direitos ocorre mediante contribuição do beneficiário. b). Constitui um dos objetivos da assistência social a garantia de um salário mínimo de benefício mensal ao portador de deficiência e ao idoso que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção ou de tê-la provida por sua família, conforme dispuser a lei. c). O regime de previdência privada, de caráter complementar e organizado de forma autônoma em relação ao RGPS, é de filiação obrigatória, embasado na constituição de reservas que garantam o benefício contratado e regulado por LC.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d). A lei deve dispor sobre as condições e os requisitos que facilitem a remoção de órgãos, tecidos e substâncias humanas para fins de transplante, pesquisa e tratamento, bem como a coleta, o processamento e a transfusão de sangue e seus derivados, permitindo-se a comercialização para o exterior. GABARITO: B 11. Em relação aos beneficiários do regime geral da previdência social (RGPS), analise as opções abaixo e marque a alternativa correta. a). Albano, quando tinha 16 anos de idade, perdeu seu pai, segurado do (RGPS), e passou a receber a pensão por morte, benefício que cessou quando completou 21 anos. Depois, perdeu sua mãe. Atualmente, Albano trabalha no mercado informal, tem 23 anos de idade, está na faculdade, mas não promoveu sua inscrição na previdência social. Nessa situação, caso Albano venha a ser acometido por doença que o torne inválido e, portanto, incapaz para a atividade laboral, poderá requerer ao INSS a restauração da pensão que recebia, tendo em vista sua atual condição de invalidez. b). Célio concluiu o curso de medicina e agora está fazendo residência médica em hospital particular. Nessa situação, caso tenha sido contratado de acordo com a legislação regente, para a previdência social, Célio é segurado empregado. c). Rodrigo é servidor público estadual, ocupando o cargo efetivo de professor de ensino médio nos períodos matutino e vespertino. Tendo em vista a permissão do órgão em que trabalha, Rodrigo também leciona, no período noturno, em uma escola particular. Nessa situação, Rodrigo é segurado obrigatório tanto do regime próprio quanto do RGPS. d). Getúlio é pastor evangélico e a igreja em que exerce sua atividade lhe dá, todos os meses, uma quantia em dinheiro, a título de ajuda de custo. Nessa situação, apesar de a igreja considerar tais valores apenas como ajuda de custo, na verdade eles constituem uma remuneração, condição que torna Getúlio segurado da previdência social na qualidade de empregado. e). Selma, segurada da previdência social na qualidade de empregada, é solteira, não tem filhos e seus pais já faleceram. Nessa situação, Selma poderá designar um menor impúbere, com quem tenha muita afinidade, para ser seu dependente, bastando, para isso, declarar, por escrito, sua intenção à agência da previdência social. GABARITO: C 12. Acerca dos benefícios da previdência social, marque a opção correta. a). Considere que Carlos, segurado do RGPS, após sofrer acidente de trabalho, tenha sido, naquele momento, considerado incapaz e insuscetível de reabilitação para o exercício de atividade profissional que lhe garanta a subsistência. Nessa situação, Carlos não terá seu benefício revertido ou suspenso, dada a natureza permanente de sua incapacidade. b). O segurado contribuinte individual do RGPS que sofrer acidente que o impeça de trabalhar por vários dias tem direito ao benefício de auxílio-doença com início a partir do dia da incapacidade, desde que o auxílio tenha sido requerido até trinta dias após a ocorrência do infortúnio. c). Considere que Pedro, com 62 anos de idade, perdeu o emprego há seis anos e não conseguiu retornar ao mercado de trabalho, perdendo, por isso, a qualidade de segurado do RGPS, apesar de ter contribuído por mais de vinte anos. Nessa situação hipotética, Pedro poderá requerer o benefício de aposentadoria por idade pelo fato de ter contribuído por tempo superior à carência. d). O trabalhador de empresa de conservação e limpeza que presta serviços a diversos hospitais e que recebe adicional de insalubridade, por, eventualmente, manter contato com lixo hospitalar de natureza tóxica, tem direito a aposentar-se com tempo reduzido de contribuição, já que trabalha em condições especiais prejudiciais a sua saúde. GABARITO: B 13. Com referência ao salário-de-contribuição, assinale a alternativa correta. a). Gilmar, em 2007, inscreveu-se facultativamente no RGPS. Nessa situação, o salário de contribuição de Gilmar deve seguir as faixas de salário-base, a exemplo do que ocorre com os contribuintes individuais. b). Telma é empregada doméstica e segurada da previdência social. Nessa situação, o salário de contribuição de Telma é o valor total recebido, incluindo os ganhos habituais na forma de utilidade, tais como alimentação e moradia.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c). Genival foi demitido sem justa causa, tendo recebido da empresa todos os seus direitos. Nessa situação, em relação aos valores recebidos a título de aviso prévio, férias proporcionais e 13.º salário, também proporcional, não incide a contribuição previdenciária. d). Marcos trabalha em uma empresa que, entre outras vantagens, oferece programa de previdência complementar aberta, disponível a todos os empregados e dirigentes. Nessa situação, pelo fato de esses valores serem dedutíveis do imposto de renda da pessoa física beneficiária, a legislação previdenciária considera tais rubricas como salário de contribuição. e). Jéssica trabalha em uma empresa que paga vale-transporte em dinheiro. Nessa situação, os valores recebidos na condição de vale-transporte são considerados salário de contribuição. GABARITO: E 14. Edmar, ex-estudante de direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, nunca exerceu atividade profissional. No entanto, elegeu-se deputado federal, sendo que a atividade parlamentar foi sua primeira experiência político-profissional. Com base nessa situação hipotética, assinale a alternativa correta: a). enquanto estiver no exercício do mandato, Edmar será segurado obrigatório da previdência social na qualidade de contribuinte individual. b). enquanto estiver no exercício do mandato, Edmar será segurado obrigatório da previdência social na qualidade de autônomo. c). enquanto estiver no exercício do mandato, Edmar será segurado obrigatório da previdência social na qualidade de empregado. d). enquanto estiver no exercício do mandato, Edmar será segurado obrigatório do regime próprio de previdência da Câmara dos Deputados. GABARITO: C 15. Célio, segurado obrigatório da previdência social, trabalha em uma fábrica de sapatos em Natal – RN desde janeiro de 2000. Em virtude de ter sido infectado pelo vírus da dengue durante seu descanso semanal, no primeiro domingo de fevereiro de 2008, necessitou afastar-se de suas atividades laborais pelo período de trinta dias. Tendo como referência essa situação hipotética e com base na legislação que rege o benefício do auxílio-doença, marque a opção correta: a). Célio tem direito à percepção do auxílio-doença, e o benefício é devido a partir do décimo sexto dia do afastamento da atividade, uma vez que, durante os primeiros 15 dias consecutivos ao do afastamento, incumbe à empresa pagar o seu salário integral. b). Célio não tem direito à percepção de auxílio-doença, uma vez que o período de carência desse benefício é de 180 contribuições mensais. c). O auxílio-doença, inclusive o decorrente de acidente do trabalho, consiste em uma renda mensal correspondente a 100% do salário-de-benefício. d). Se a empresa em que Célio trabalha dispuser de serviço médico, próprio ou em convênio, ele não deverá ser encaminhado à perícia médica da previdência social, uma vez que a incapacidade não superou 30 dias. GABARITO: A 16. Acerca dos benefícios previdenciários, assinale a alternativa correta. a). A aposentadoria por idade pode ser requerida pela empresa, desde que o segurado empregado tenha cumprido o período de carência e completado 70 anos de idade, se do sexo masculino, ou 65 anos de idade, se do sexo feminino, caso em que deve ser garantida ao empregado a indenização prevista na legislação trabalhista. b). O valor da aposentadoria por invalidez do segurado que necessitar da assistência permanente de outra pessoa deve ser acrescido de 25%, desde que não ultrapasse o limite máximo legal. c). A concessão de aposentadoria especial depende de comprovação pelo segurado, perante o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), do tempo de trabalho permanente, ocasional ou intermitente, em condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física, durante o período mínimo fixado. d). Em regra, o valor mensal da pensão por morte equivale a 91% do valor da aposentadoria que o segurado recebia ou daquela a que teria direito se estivesse aposentado por invalidez na data de seu falecimento. GABARITO: A
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

17. Ainda em relação à seguridade social e à previdência social, marque a alternativa correta. a). No que tange à duração, a assistência social compreende benefícios de dois gêneros: os de prestação continuada, como a renda mensal vitalícia, e os eventuais, como o auxílionatalidade e o auxílio-funeral. b). Antes da criação do INSS, a previdência do trabalhador rural era provida sobretudo pelo Fundo de Assistência e Previdência do Trabalhador Rural (Funrural). Atualmente, essa previdência está a cargo do INSS, mas existe autarquia específica para administrar os benefícios remanescentes do antigo Funrural. c). Se determinado cidadão houver prestado serviço durante toda a vida em zona rural e pretender obter aposentadoria, poderá valer-se de prova exclusivamente testemunhal para comprovar seu tempo de serviço, admitida pela legislação em face das peculiaridades e dificuldades de produção de prova documental no caso de trabalhadores rurais. d). Os beneficiários do RGPS são os segurados e os dependentes; quanto a estes, o critério legal para a percepção dos benefícios difere dos critérios estabelecidos na legislação civil para os direitos de origem hereditária, de modo que o direito do dependente não se transmite a seus herdeiros. GABARITO: D 18. Há 05 (cinco) afirmações, analise-as, sob a ótica do que dispõe o nosso Direito Previdenciário, assinale, a letra correspondente: I) A Seguridade Social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade. II) As ações da Seguridade Social são destinadas a assegurar a todos os direitos relativos à saúde, à previdência, à segurança pública e à assistência social. III) A Seguridade Social tem como princípio e diretriz o caráter democrático e descentralizado da gestão administrativa, mediante gestão tripartite, com participação dos trabalhadores, empregadores e do Governo nos órgãos colegiados. IV) O Conselho Nacional de Seguridade Social possui representantes do governo Federal e dos trabalhadores, sendo que estes gozam de estabilidade no emprego enquanto durarem seus respectivos mandatos. V) A seletividade na base de financiamento e a irredutibilidade na forma de participação no custeio são princípios e diretrizes constitucionais do sistema de Seguridade Social. a) Se nenhuma afirmativa estiver correta. b) Se apenas uma afirmativa estiver correta. c) Se apenas duas afirmativas estiverem corretas. d) Se apenas três afirmativas estiverem corretas. e) Se apenas quatro afirmativas estiverem corretas. GABARITO: B 19. Sobre a seguridade social, na Constituição de 1988, marque a única opção correta. a) A seguridade social será financiada com recursos, entre outros, provenientes de contribuições do trabalhador e demais segurados da previdência social, incidentes, inclusive, sobre aposentadorias e pensões concedidas pelo regime geral de previdência social. b) Nenhum benefício da seguridade social poderá ser criado ou majorado sem a correspondente fonte de custeio total, salvo os de caráter emergencial para atendimento de calamidade pública. c) O pescador artesanal que exerça a sua atividade em regime de economia familiar, ainda que possua até três empregados permanentes, contribuirá para a seguridade social mediante aplicação de uma alíquota sobre o resultado da comercialização da produção. d) A contribuição para financiamento da seguridade social paga pela empresa poderá ter alíquota diferenciada em razão da utilização intensiva da mão-de-obra. e) É vedada, pela Constituição Federal, a transferência de recursos para o Sistema Único de Saúde e ações de assistência social da União para os estados. GABARITO: D 20. A Constituição Federal, no seu art. 194, Seguridade Social. Entre os quais, está correto: a) a diversidade de atendimento. parágrafo único, elenca os objetivos da

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) a eqüidade na forma de participação no custeio. c) a redutibilidade do valor dos benefícios. d) a universalidade e a equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. e) a unicidade da base de financiamento. GABARITO: B 21. A respeito das contribuições previdenciárias, marque a alternativa incorreta. A. Um servidor ativo, titular de cargo efetivo, que, em 1998, contava com 55 anos de idade tem sua contribuição previdenciária retida e repassada para compor o Fundo de Previdência. B. Um servidor, ocupante exclusivamente de cargo comissionado no governo do estado do Paraná, deverá ter sua contribuição previdenciária retida e repassada ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). C. Um servidor ocupante de cargo em comissão no estado do Paraná, oriundo da administração pública da União, onde é segurado do regime próprio dos servidores públicos federais, terá sua contribuição destinada ao regime de origem. D. Um servidor ocupante de cargo em comissão no estado do Paraná, oriundo da administração pública de um município que não possua regime próprio de previdência para seus servidores, terá sua contribuição destinada ao INSS. GABARITO: A 22. Há 05 (cinco) afirmações, analise-as, sob a ótica do que dispõe o nosso Direito Previdenciário, assinale, a letra correspondente: I) Nenhum benefício que substitua o salário de contribuição ou o rendimento do trabalho do segurado terá valor mensal inferior ao salário mínimo. II) Todos os salários de contribuição considerados para o cálculo de benefício serão devidamente atualizados, na forma da lei. III) É assegurado o reajustamento dos benefícios para preservar-lhes, em caráter permanente, o valor real, conforme critérios definidos em lei. IV) É permitida a filiação ao regime geral de previdência social, na qualidade de segurado facultativo, de pessoa participante de regime próprio de previdência. V) É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria aos beneficiários do regime geral de previdência social, ressalvados os casos de atividades exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física e quando se tratar de segurados portadores de deficiência, nos termos definidos em lei complementar. a) Se nenhuma afirmativa estiver correta. b) Se apenas uma afirmativa estiver correta. c) Se apenas duas afirmativas estiverem corretas. d) Se apenas três afirmativas estiverem corretas. e) Se apenas quatro afirmativas estiverem corretas. GABARITO: E 23. Não está previsto, em caso algum, como segurado-empregado obrigatório da Previdência Social do Brasil a) o trabalhador contratado no exterior para trabalhar no Brasil em empresa constituída e funcionando em território nacional segundo as leis brasileiras com salário estipulado em moeda estrangeira. b) o brasileiro ou o estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar como empregado no exterior, em sucursal ou em agência de empresa constituída sob as leis brasileiras e que tenha sede e administração no País. c) o brasileiro ou o estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar como empregado em empresa domiciliada no exterior, com maioria de capital votante pertencente a empresa constituída sob as leis brasileiras, que tenha sede e administração no País e cujo controle efetivo esteja em caráter permanente sob a titularidade direta ou indireta de pessoas físicas domiciliadas e residentes no Brasil. d) o estrangeiro que presta serviços no Brasil a missão diplomática ou a repartição consular e carreira estrangeira, ainda que sem residência permanente no Brasil, e o brasileiro amparado pela legislação previdenciária do país da respectiva missão diplomática ou da repartição consular.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) o menor aprendiz, com idade de quatorze a dezoito anos, ainda que sujeito à formação técnico-profissional metódica, sob a orientação de entidade qualificada, nos termos da lei. GABARITO: D 24. A respeito do financiamento da Seguridade Social, nos termos da Constituição Federal e da legislação de custeio previdenciária, assinale a opção correta. a) A pessoa jurídica em débito com o sistema de seguridade social não pode contratar com o poder público. b) A lei não pode instituir outras fontes de custeio além das previstas na Constituição Federal. c) Pode-se criar benefício previdenciário sem prévio custeio. d) As contribuições sociais criadas podem ser exigidas no ano seguinte à publicação da lei. e) São isentas de contribuição para a seguridade social todas as entidades beneficentes de utilidade pública federal. GABARITO: A 25. Ainda no atinente à previdência social, marque a alternativa correta. a). Toda pessoa jurídica que mantiver empregados regidos pela legislação trabalhista está sujeita à contribuição para a previdência social, sem prejuízo dos valores devidos pelos próprios empregados, na qualidade de segurados obrigatórios. b). Se o Congresso Nacional aprovar lei que seja sancionada pelo presidente da República no mês de março de determinado ano, instituindo majoração de contribuição previdenciária, esse aumento da contribuição somente poderá ser cobrado sobre os fatos geradores ocorridos a partir de 1.º de janeiro do ano subseqüente. c). Considere a seguinte situação hipotética. Ronaldo, filiado ao RGPS, era viúvo e possuía dois filhos menores, seus dependentes, os quais, porém, não cuidou de inscrever como tais perante o INSS. Por ser fumante inveterado, Ronaldo veio a falecer de câncer na boca. Suzana, irmã de Ronaldo, tornou-se a responsável legal pelas crianças. Nessa situação, é correto afirmar que, mesmo tendo falecido o segurado, Suzana tem direito a requerer, em nome dos meninos, sua inscrição como dependentes do pai. d). Matrícula é a inscrição da pessoa jurídica na previdência social para que aquela possa recolher as contribuições devidas. De acordo com a legislação em vigor, a obtenção da matrícula no INSS está necessariamente condicionada à inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), sucessor do Cadastro Geral de Contribuintes (CGC) e mantido pela Secretaria da Receita Federal (SRF). GABARITO: C 26. Pedro, empresário bem-sucedido e com alta renda mensal, não contribui — e nunca contribuiu — para o RGPS. Considerando essa situação hipotética, marque a alternativa correta. a). No Brasil, a seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos poderes públicos e da sociedade, abrangendo direitos relativos à saúde, à previdência e à assistência social. b). Pedro pertence ao subsistema saúde e assistência social da seguridade social, podendo participar de programas assistenciais e de saúde pública. c). Caso Pedro dirija-se a um hospital do Sistema Único de Saúde (SUS), poderá haver recusa no seu atendimento, sob alegação de que ele dispõe de recursos para ser tratado em hospitais privados. d). Pedro tem direito à aposentadoria por tempo de serviço no RGPS. e). Ao contrário da assistência social, a saúde e a previdência social exigem contribuição à previdência. GABARITO: A 27. Marcelo e sua família, produtores rurais, trabalham em regime familiar na exploração da cultura de arroz em sua pequena chácara. A partir dessa situação hipotética, marque a alternativa correta, no que se refere à previdência social urbana e rural. a). Não há distinção entre o segurado especial e o segurado pessoa física que explora atividade na agricultura ou na pecuária com a ajuda de terceiros. b). De acordo com a situação descrita, Marcelo é segurado facultativo da previdência social.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c). Marcelo deverá contribuir para a previdência social com base na receita bruta da comercialização de sua produção de arroz. d). Caso Marcelo fosse garimpeiro, contribuiria para a previdência social da mesma forma que deve contribuir na sua situação atual. GABARITO: C 28. A teor da Constituição Federal, a Previdência Social atenderá, nos termos da lei, a: a) Cobertura de eventos de doença, invalidez, morte, analfabetismo e idade avançada. b) Proteção ao trabalhador na situação de desemprego voluntário. c) Salário-família, auxílio-reclusão e auxílio-funeral. d) Proteção à maternidade, especialmente à gestante. e) Programas de primeiro emprego, bolsa-escola e bolsa-família. GABARITO: D 29. Com relação ao auxílio-acidente e suas características, assinale a opção incorreta. a) Benefício instantâneo. b) Devido ao segurado. c) Caráter indenizatório. d) Vinculado a seqüelas consolidadas. e) Extinção do benefício pelo óbito do segurado. GABARITO: A 30. Com relação à aposentadoria por invalidez e suas características, assinale a opção incorreta. a) Benefício de renda mensal. b) Exige, em regra, carência. c) Extinção do benefício com o retorno voluntário à atividade. d) Pode ser acumulado com auxílio-doença. e) Alíquota de 100% do salário-de-benefício. GABARITO: D 31. Com relação à reabilitação profissional e suas características, incorreta. a) Desenvolve capacidades residuais das pessoas incapacitadas. b) É um benefício temporário. c) Busca integração no mercado de trabalho. d) Exige trabalho integrado de profissionais de diferentes áreas. e) Permite readaptação profissional. GABARITO: B assinale a opção

32. Há 05 (cinco) afirmações, analise-as, sob a ótica do que dispõe o nosso Direito Previdenciário, assinale, a letra correspondente: I) A aposentadoria por invalidez, uma vez cumprida, quando for o caso, a carência exigida, será devida ao segurado que, estando ou não em gozo de auxílio-doença, for considerado incapaz e insusceptível de reabilitação para o exercício de atividade que lhe garanta a subsistência, e ser-lhe-á paga enquanto permanecer nesta condição. II) O valor da aposentadoria por invalidez do segurado que necessitar da assistência permanente de outra pessoa será acrescido de 30% (trinta por cento). III) É devida aposentadoria por tempo de contribuição para o professor aos trinta anos de contribuição e para a professora aos vinte e cinco anos de contribuição, desde que comprovem exclusivamente tempo de efetivo exercício das funções de magistério na educação infantil, ensino fundamental, médio ou superior. IV) Para efeito de aposentadoria, é assegurada a contagem recíproca do tempo de contribuição na administração pública e atividade privada, rural e urbana, hipótese em que os diversos regimes de previdência social se compensarão financeiramente, segundo critérios estabelecidos em lei. V) A gratificação natalina dos aposentados e pensionistas terá por base o valor dos proventos de dezembro de cada ano. a) Se nenhuma afirmativa estiver correta. b) Se apenas uma afirmativa estiver correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) Se apenas duas afirmativas estiverem corretas. d) Se apenas três afirmativas estiverem corretas. e) Se apenas quatro afirmativas estiverem corretas. GABARITO: D 33. Assinalar a opção INCORRETA, com fulcro na legislação vigente: a) Salvo no caso de direito adquirido, não é permitido o recebimento conjunto de: aposentadoria e auxílio-doença; mais de uma aposentadoria; aposentadoria e abono de permanência em serviço; salário-maternidade e auxílio doença; mais de um auxílio acidente; mais de uma pensão deixada por cônjuge ou companheiro, ressalvado o direito de opção pela mais vantajosa. b) É vedado o recebimento conjunto do seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto pensão por morte ou auxílio-acidente. c) Independe de carência a concessão de pensão por morte, auxílio reclusão, salário-família e auxílio-acidente. d) Nas relações jurídicas de trato sucessivo em que a fazenda pública figure como devedora, quando não tiver sido negado o próprio direito reclamado, a prescrição atinge apenas as prestações vencidas antes do qüinqüênio anterior a propositura da ação. e) É de 05 (cinco) anos o prazo de decadência de todo e qualquer direito ou ação do segurado ou beneficiário para a revisão do ato de concessão de benefício, a contar do dia primeiro do mês seguinte ao do recebimento da primeira prestação ou, quando for o caso, do dia em que tomar conhecimento da decisão indeferi tória definitiva no âmbito administrativo. GABARITO: E 34. Dadas as assertivas abaixo, assinalar a alternativa correta. I. A constitucional preservação do valor real dos benefícios previdenciários garante a plena reposição inflacionária nas datas-base de reajustamento. II. O fator previdenciário será calculado considerando-se a idade, a expectativa de sobrevida e o tempo de contribuição do segurado ao se aposentar, segundo a fórmula legal. III. A constância da relação entre a quantidade de salários mínimos e o valor dos benefícios deve ser observada de abril de 1989 até 09 de dezembro de 1991, época em que o Supremo Tribunal Federal teve como implementado o Plano de Custeio de Benefícios da Previdência Social. IV. São considerados para cálculo do salário-de-benefício os ganhos habituais do segurado empregado, a qualquer título, inclusive o décimo-terceiro salário (gratificação natalina). a) Está correta apenas a assertiva II. b) Estão corretas apenas as assertivas II e III. c) Estão corretas apenas as assertivas I, III e IV. d) Todas as assertivas estão corretas. GABARITO: B 35. Dadas às assertivas abaixo, assinalar a alternativa correta. I. Pode o segurado residente no interior ajuizar ação previdenciária na Comarca Estadual ou na Vara Federal de seu município, mas não junto às Varas Federais da capital do estado-membro de seu domicílio. II. Em matéria previdenciária, aplica-se a vedação legal (Lei nº 9.494/97) quanto à concessão de tutela antecipada contra a Fazenda Pública. III. No entendimento do Superior Tribunal de Justiça, o limite de sessenta salários mínimos para estabelecer a competência do Juizado Especial Federal deve levar em consideração a somatória das parcelas vencidas e vincendas. IV. Em ações de natureza previdenciária, os honorários advocatícios incidem sobre o valor da condenação, nesta compreendidas as parcelas vencidas até a prolação da sentença. a) Está correta apenas a assertiva IV. b) Estão corretas apenas as assertivas I e II. c) Estão corretas apenas as assertivas III e IV. d) Todas as assertivas estão corretas. GABARITO: C 36. A respeito do conceito previdenciário de empresa ou de empregador doméstico, assinale a assertiva incorreta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) Empresa – a firma individual ou sociedade que assume o risco de atividade econômica urbana ou rural, com fins lucrativos, bem como os órgãos e entidades da administração pública direta, indireta ou fundacional. b) Empregador doméstico – a pessoa ou família que admite a seu serviço, sem finalidade lucrativa, empregado doméstico. c) Equipara-se à empresa, para os efeitos da Lei 8.213/91, o contribuinte individual em relação a segurado que lhe presta serviço. d) Equipara-se à empresa, para os efeitos da Lei 8.213/91, a cooperativa. e) Equipara-se à empresa, para os efeitos da Lei 8.213/91, a associação ou entidade de qualquer natureza ou finalidade. GABARITO: A 37. O segurado “A”, domiciliado em São Vicente, propôs ação condenatória, de valor inferior a 60 salários mínimos, visando à concessão de aposentadoria por idade em face do INSS, distribuindo-a a uma das Varas da Justiça Estadual da Comarca de São Vicente. Recebendo os autos, o MM. Juiz de Direito, de ofício, declinou de sua competência para o Juizado Especial Federal Previdenciário de São Paulo, nos termos da Lei n.º 10.259/01. Assinale a alternativa certa: a) o juiz agiu corretamente pois, já tendo sido instalado o Juizado Especial Federal em São Paulo, é mais vantajoso para o segurado, em termos de celeridade, que seja observado o rito da Lei n.º 10.259/01; b) o juiz agiu corretamente porque a Comarca de São Vicente pertence à Seção Judiciária de São Paulo, e já tendo sido instalado Juizado Especial Federal na Capital, estaria cessada a competência federal delegada ao Juízo de Direito da Comarca de São Vicente; c) o juiz agiu incorretamente pois, não tendo sido instalado Juizado Especial Federal na própria Comarca de São Vicente, a ele caberia processar e julgar o feito, nos termos do art. 109, § 3º, da Constituição Federal; d) o juiz agiu incorretamente pois, não tendo sido instalado Juizado Especial Federal na própria Comarca de São Vicente, os autos deveriam ter sido remetidos à Justiça Federal mais próxima, qual seja, a Vara Federal da Subseção Judiciária de Santos. GABARITO: C 38. No que tange à pensão especial paga às vítimas da Talidomida, é correto afirmar-se que: a) essa pensão pode ser cumulada com eventual indenização a ser paga pela União aos seus beneficiários; b) essa pensão pode ser cumulada com pensão por morte previdenciária deixada por cônjuge; c) essa pensão só pode ser cumulada com aposentadoria por invalidez acidentária; d) essa pensão não pode ser cumulada com eventual rendimento ou indenização que, a qualquer título, venha a ser paga pela União a seus beneficiários, prevalecendo, nesta hipótese, e independentemente da opção do beneficiário, a pensão especial de que trata a Lei n.º 7.070/82, disciplinadora do benefício em tela. GABARITO: B 39. Com relação ao crime consistente em deixar de recolher contribuição previdenciária, ou importância, descontadas do pagamento feito aos segurados, a terceiros ou arrecadadas do público (art. 168/A, § 1º, I, do Código Penal), pode-se afirmar corretamente que: a) é extinta a punibilidade se o agente, notificado pela fiscalização da Previdência Social, efetua o pagamento do débito antes do oferecimento da denúncia; b) é extinta a punibilidade se o agente, voluntariamente, paga o devido à Previdência Social antes do início de qualquer fiscalização; c) é extinta a punibilidade se o agente, confessando o débito à Previdência Social, paga o devido ou obtém parcelamento antes do oferecimento da denúncia; d) é extinta a punibilidade se o agente, primário e de bons antecedentes, promove o efetivo pagamento do débito antes da sentença. GABARITO: B 40. De acordo com a legislação previdenciária, é correto afirmar que mantém a condição de segurado. independentemente de contribuições,

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) até 18 meses após a cessação das contribuições, o segurado que deixar de exercer atividade rernunerada abrangida pela Previdência Social ou estiver suspenso ou licenciado sem remuneração. b) até 24 meses após cessar a segregação, o segurado acometido de doença de segregação compulsória. c) até 6 meses após o livramento, o segurado retido ou recluso. d) sem limite de prazo, quem está em gozo de benefício. GABARITO: D 41. No cálculo da aposentadoria especial do RGPS −Regime Geral de Previdência Social, observados, em todas as hipóteses, os limites mínimos e máximos do valor dos benefícios previdenciários, inclui a média aritmética simples dos maiores salários de contribuição atualizados correspondentes a a) 80% de todo o período contributivo para os segurados que se filiaram à Previdência Social anteriormente a 28 de novembro de 1999. b) 100% de todo o período contributivo para os segurados que se filiaram à Previdência Social posteriormente a 28 de novembro de 1999. c) 80% de todo o período contributivo para os segurados que se filiaram à Previdência Social posteriormente a 28 de novembro de 1999. d) 100% de todo o período contributivo para os segurados que se filiaram à Previdência Social anteriormente a 28 de novembro de 1999. e) média aritmética simples dos maiores salários de contribuição atualizados correspondentes a 80% de todo o período contributivo, sendo irrelevante a data de filiação à Previdência Social. GABARITO: C 42. Em relação às aposentadorias e pensões dos servidores públicos, é correto afirmar: a) A aposentadoria voluntária será devida aos servidores que ingressaram após a Emenda Constitucional no 47/05 e completarem 60 ou 55 anos de idade e 35 ou 30 anos de contribuição, conforme se trate de homem ou mulher, respectivamente, 10 anos de efetivo exercício no serviço público e 5 anos no cargo em que se der a aposentadoria. b) A aposentadoria proporcional aos vinte e cinco anos de serviço, se mulher, e 30 anos, se homem, será calculada para os servidores que ingressaram após a Emenda Constitucional no 47/05 segundo as regras de Regime Geral de Previdência Social. c) Os aposentados e pensionistas devem contribuir para o sistema previdenciário, com a mesma alíquota dos servidores ativos, sobre a totalidade dos proventos ou pensões conforme estabelece a Emenda Constitucional no 47/05. d) Para os servidores que ingressaram até a edição da Emenda Constitucional no 20/98 foram assegurados proventos integrais e a paridade com os servidores da ativa, se completados 25 ou 30 anos de contribuição, conforme se trate de homem ou mulher, respectivamente, 25 anos de efetivo exercício no serviço público; 15 anos de carreira e cinco anos no cargo em que se der a aposentadoria. e) As regras das aposentadorias conforme estabelece a Emenda Constitucional no 47/2005 não se aplicam aos militares e servidores de fundações públicas. GABARITO: A 43. Determinada entidade fechada de previdência complementar, patrocinada exclusivamente por empresas controladas pelo Estado, apresentou déficit atuarial no plano por ela administrado, instituído na modalidade de benefício definido. Verificou-se, assim, a necessidade de alteração do regulamento do plano, de benefício definido para contribuição definida, bem como a adoção de providências para equacionar o déficit presente. Em face dos dispositivos constitucionais que regem a matéria, especialmente aquelas introduzidas pela Emenda Constitucional no 20/98, e da legislação correspondente, é correto afirmar que a) as empresas patrocinadoras podem assumir integralmente o déficit existente, porém, na hipótese de instituição de novo plano, na modalidade contribuição definida, o respectivo regulamento deverá prever que participantes e empresas patrocinadoras arquem com déficits futuros de forma paritária. b) a alteração do plano de benefícios, implicando elevação da contribuição das empresas patrocinadoras, deverá contar com a aprovação do órgão responsável pela supervisão,
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 coordenação e controle das referidas empresas e não poderá prever, em hipótese alguma, contribuição normal superior a dos participantes. c) é possível estabelecer contribuições extraordinárias, a cargo das empresas patrocinadoras e dos participantes, destinadas ao equacionamento do déficit, bem como aporte de recursos diretamente pelo Estado, na condição de acionista controlador das empresas patrocinadoras. d) é possível a assunção, pelas empresas patrocinadoras, de parcela do déficit em montante superior àquele atribuído aos participantes e também de contribuição normal acima daquela fixada para estes, na hipótese de incentivo à migração ao novo plano, instituído na modalidade de contribuição definida. e) os participantes, as empresas patrocinadoras e os atuais assistidos deverão responder, solidariamente, pelo déficit atuarial verificado, independentemente do que preveja o regulamento do plano. GABARITO: B 44. Em relação à Previdência Privada é correto afirmar que: a) entidades fechadas são aquelas acessíveis, na forma regulamentada pelo órgão fiscalizador, exclusivamente, aos empregados de uma empresa ou grupo de empresas e aos servidores da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e associados ou membros de pessoas jurídicas de caráter profissional, classista ou setorial. b) são denominados instituidores de entidades fechadas as empresas, os associados ou membros de pessoas jurídicas de caráter profissional, classista ou setorial. c) as entidades fechadas têm como objeto a administração e execução de planos de benefícios de natureza previdenciária, podendo ofertá-los nas modalidades de contribuição definida e benefício definido. d) nas entidades fechadas, será informado ao órgão regulador e fiscalizador o responsável pelas aplicações dos recursos da entidade, escolhido entre os membros do conselho deliberativo e que responderá subsidiariamente pelas obrigações contraídas. e) as entidades abertas são constituídas sob a forma de sociedades anônimas ou sociedades civis e têm por objetivo operar planos de benefícios de caráter previdenciário concedidos em forma de renda continuada ou pagamento único. GABARITO: A 45. Assinale a assertiva correta sobre as entidades de previdência privada: conceito e finalidades, constituição e organização, à luz da Constituição Federal de 1988. a) O regime de previdência privada e o regime geral de previdência pública atuam de forma mutuamente exclusiva. b) As informações relativas à gestão dos planos de previdência privada são inacessíveis aos participantes destes. c) Os benefícios da previdência privada fechada não integram o contrato de trabalho dos participantes. d) É impossível o aporte de recursos públicos a entidade de previdência privada na qualidade de patrocinador. e) A contribuição das entidades públicas para o fundo pode exceder a do segurado. GABARITO: C 46. Sobre a relação previdenciária, aponte a alternativa INCORRETA: a) filiação é o vínculo que se estabelece entre pessoas que contribuem para a previdência social e esta, do qual decorrem direitos e obrigações; b) considera-se inscrição de segurado para os efeitos da previdência social o ato pelo qual o segurado é cadastrado no Regime Geral de Previdência Social; c) presentes os pressupostos da filiação, admite-se a inscrição “post mortem” do segurado especial; d) para os segurados obrigatórios, a filiação à previdência social decorre da inscrição formalizada com o pagamento da primeira contribuição. e) a inscrição do segurado ao Regime Geral da Previdência não exige limite máximo de idade. GABARITO: D 47. Analise os seguintes benefícios previdenciários: I - abono de permanência em serviço; II - salário-família;
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 III - auxílio-acidente; IV - salário-educação. Sabendo-se que ao trabalhador doméstico é assegurada sua integração à previdência social, a ele será concedido os benefícios previstos nas opções: a) em nenhuma das opções; b) somente nas opções II e III; c) somente na opção II; d) somente na opção III; e) em todas as opções. GABARITO: A 48. Determinado reclamado, produtor rural, pessoa física, celebra acordo com trabalhador perante a Justiça do Trabalho, no valor de R$800,00, a título de remuneração. Reconhecem que a relação era de trabalho eventual, sem vínculo empregatício. Neste caso é CORRETO afirmar: a) é devida contribuição previdenciária, cota do produtor rural, pois este contribui sobre o total das remunerações pagas, devidas ou creditadas a qualquer título, aos segurados empregados e trabalhadores avulsos que lhe prestem serviços, destinadas a retribuir o trabalho; b) é devida contribuição previdenciária, cota do produtor rural, pois este contribui sobre o total das remunerações pagas ou creditadas a qualquer título, aos segurados contribuintes individuais que lhe prestem serviços; c) não há incidência de contribuição previdenciária sobre a remuneração que foi paga pelo produtor rural ao trabalhador, por meio do acordo judicial; d) é devida, pelo produtor rural, a contribuição previdenciária, cota trabalhador, pois o desconto da contribuição e da consignação legalmente determinado sempre se presumirá feito, oportuna e regularmente, pelo tomador da mão-de-obra; e) serão exigíveis ex-officio as contribuições sociais devidas em decorrência da homologação de acordo, inclusive sobre os remunerações pagas durante o período contratual reconhecido, ainda que não tenham sido objeto do acordo. GABARITO: C 49. De acordo com o regulamento da previdência, NÃO integra o salário-de-contribuição do empregado: a) o acréscimo constitucional de um terço sobre férias; b) as diárias para viagem de qualquer valor; c) o salário-maternidade; d) a remuneração do aviso prévio trabalhado ou indenizado; e) as férias vencidas e proporcionais (não gozadas), pagas na rescisão contratual, bem como o respectivo adicional constitucional (1/3). GABARITO: E 50. Determinado empregado, não doméstico, mantinha dois vínculos de emprego distintos e ficou definitivamente incapacitado para as atividades de um deles, por motivo de doença comum, sujeita ao período de carência. Neste caso é CORRETO afirmar: a) desde que cumprida a carência, o auxílio-doença será concedido em relação à atividade para a qual o segurado estiver incapacitado, considerando-se para efeito de carência as contribuições relativas a qualquer das atividades, valendo para este efeito as que efetivadas primeiro; b) desde que cumprida a carência e constatada a incapacidade definitiva, o auxílio-doença poderá ser transformado em aposentadoria por invalidez, em relação ao vínculo para o qual estiver incapacitado; c) o período de carência do auxílio-doença é contado a partir da filiação ao Regime Geral de Previdência Social, mesmo que os recolhimentos das contribuições previdenciárias não tenham sido feitos; d) o período de carência do auxílio-doença é contado da data do efetivo recolhimento da primeira contribuição sem atraso, não sendo consideradas para esse fim as contribuições recolhidas com atraso referentes a competências anteriores; e) nenhuma das alternativas anteriores está correta. GABARITO: C
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 DIREITO TRIBUTÁRIO 1. Assinale a alternativa correta: a) denominam-se vinculados os impostos de competência da União, cuja instituição depende de prévia lei complementar. b) o lançamento suspende a exigibilidade do crédito tributário. c) somente possuem competência tributária as pessoas políticas. d) aplica-se, em Direito Tributário, o princípio de que dívidas e créditos compensam-se automaticamente até o montante em que concorrerem. GABARITO: C 2. Assinale a alternativa INCORRETA: a) se a lei define como fato gerador um negócio jurídico que, em um caso concreto, está sujeito à condição resolutória, o Código Tributário Nacional considera consumado o negócio no momento da celebração, sendo irrelevante, para fins tributários, que o implemento da condição resolva o ato jurídico. b) a obrigação tributária principal diz respeito ao pagamento do tributo e a acessória tem por conteúdo um fazer ou um não-fazer do contribuinte, relativo à arrecadação e à fiscalização dos tributos. c) a capacidade tributária depende de a pessoa jurídica estar regularmente constituída. d) o fato gerador da obrigação principal corresponde ao fato gerador do tributo. GABARITO: C 3. Assinale a alternativa correta: a) para a apuração do crédito tributário, aplica-se a legislação vigente à época de ocorrência do respectivo fato gerador, mesmo que posteriormente modificada ou revogada. b) a União pode, por meio de lei complementar, instituir isenções de tributos de competência dos Estados, Distrito Federal e dos Municípios. c) o crédito tributário somente pode ser exigido de quem está, por lei, definido como contribuinte. d) a lei que institui uma isenção produz efeitos a partir do exercício financeiro seguinte ao de sua publicação. GABARITO: A 4. Assinale a alternativa INCORRETA: a) no regime da Constituição Federal de 1988, o princípio da uniformidade dos tributos impede que a União conceda incentivos fiscais circunscritos a determinadas regiões do País, em razão de desequilíbrios regionais. b) diferentemente da capacidade tributária ativa, que é passível de delegação, a competência tributária é absolutamente indelegável. c) a isenção pode ser restrita à determinada região do território do ente tributante, em função de condições a ela peculiares. d) em razão do princípio da legalidade da tributação ser uma garantia do contribuinte, está vedado o uso da analogia em direito tributário, que resulte em exigência de tributo não previsto em lei. GABARITO: A 5. Assinale a alternativa correta: a) em decorrência da solidariedade tributária, o pagamento efetuado por um dos obrigados aproveita aos demais. b) a solidariedade tributária comporta benefício de ordem. c) em razão da solidariedade tributária, a isenção concedida em caráter pessoal a um dos coobrigados beneficia os demais pela totalidade do crédito. d) como efeito da solidariedade tributária, a interrupção da prescrição em favor de um dos coobrigados não afeta os demais. GABARITO: A 6. Assinale a alternativa correta: a) a imunidade recíproca veda a instituição de impostos sobre livros, jornais, periódicos e o papel destinado à sua impressão.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) a imunidade recíproca veda os Municípios de instituírem taxas pelos serviços de coleta de lixo da União e dos Estados. c) a imunidade recíproca veda a instituição do imposto sobre propriedade predial e territorial urbana sobre imóvel de propriedade da União. d) a imunidade recíproca veda a instituição do imposto sobre produtos industrializados sobre os automóveis adquiridos por instituições de assistência social, sem fins lucrativos. GABARITO: C 7. Assinale a alternativa correta: a) a medida cautelar fiscal prevista na Lei nº 8.397/1992 poderá ser requerida pelo contribuinte quando este estiver na iminência de sofre cobrança de tributo indevido. b) a medida cautelar fiscal não pode ser requerida no curso da execução fiscal. c) da sentença que decretar a medida cautelar fiscal caberá apelação, que sempre será recebida no efeito suspensivo. d) na medida cautelar fiscal, o requerido será citado para, no prazo de 15 (quinze) dias, contestar o pedido, indicando as provas que pretenda produzir. GABARITO: D 8. Assinale a alternativa correta: a) não se inclui entre os tópicos reservados à lei complementar o estabelecimento de normas gerais em matéria de legislação tributária que tratem tanto de lançamento quanto de prescrição e decadência tributários. b) cabe à lei complementar a definição de tratamento diferenciado e favorecido para as microempresas e para as empresas de pequeno porte, inclusive regimes especiais ou simplificados no caso do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. c) a lei complementar poderá estabelecer critérios especiais de tributação, com o objetivo de prevenir desequilíbrios da concorrência, restando vedado à União, por via de lei, o estabelecimento de normas de igual objetivo. d) não se inclui entre as matérias reservadas à lei complementar, a regulação das limitações ao poder de tributar. GABARITO: B 9. Assinale a alternativa correta: a) quando a legislação tributária não fixar o tempo do pagamento, o vencimento do crédito ocorre 60 (sessenta) dias depois da data em que se considera o sujeito passivo notificado do lançamento; b) o crédito não integralmente pago no vencimento é acrescido de juros de mora, seja qual for o motivo determinante da falta, sem prejuízo da imposição das penalidades cabíveis e da aplicação de qualquer medida de garantia prevista na legislação tributária. c) prescreve em 5 (cinco) anos a ação anulatória da decisão administrativa que denegar a restituição do tributo indevidamente pago. d) todas as alternativas anteriores estão corretas. GABARITO: B 10. Assinale a alternativa incorreta: a) a Dívida Ativa da Fazenda Pública, compreendendo a tributária e não-tributária, abrange atualização monetária, juros e multa de mora e demais encargos previstos em lei ou contrato. b) a cobrança judicial da Dívida Ativa da Fazenda Pública sujeita-se a concurso de credores ou habilitação em concordata, liquidação, inventário ou arrolamento. c) até a decisão de primeira instância, a Certidão de Divida Ativa poderá ser emendada ou substituída, assegurada ao executado a devolução do prazo para embargos. d) nos processos de execução judicial da Dívida Ativa da Fazenda Pública, poderá ser dispensada a audiência do revisor, no julgamento das apelações. GABARITO: B 11. Acerca das normas referentes ao Sistema Tributário Nacional, assinale a opção correta. A Cabe a lei complementar estabelecer normas gerais em matéria de legislação tributária. B A lei complementar estabelece normas gerais acerca do crédito tributário, fazendo que os estados, caso queiram alterá-las, aprovem lei específica nesse sentido.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 C O lançamento tributário, a prescrição e a decadência podem ser regulamentados pelos estados, sem necessidade de se observarem as regras gerais dispostas na lei complementar federal. D A lei complementar estabelece normas gerais a respeito do adequado tratamento tributário a ser dado à comercialização de produtos pelas sociedades de economia mista. E Lei complementar deve dispor acerca da definição de tributos, suas espécies e fatos geradores, mas não, acerca da definição de bases de cálculo. GABARITO: A 12. Acerca da obrigação tributária, assinale a opção correta. A É excluída pela isenção. B É principal quando decorre da legislação tributária. C As obrigações acessórias decorrem de penalidade prevista no julgamento administrativo. D A acessória converte-se em principal. E É acessória quando decorre do fato gerador. GABARITO: D 13. Um contribuinte, tendo de prestar declarações à autoridade administrativa tributária, o fez desobedecendo ao prazo e à forma previstos na legislação vigente. Considerando essa situação hipotética, assinale a opção correta acerca da modalidade de lançamento desse ato do referido contribuinte. A O contribuinte estará sujeito ao lançamento por homologação. B Deverá ser realizado o auto-lançamento. C Essa é a única situação em que o lançamento é efetuado e revisto de ofício pela autoridade administrativa. D A administração deve utilizar o lançamento misto ou por declaração. E A hipótese levantada é a de lançamento direto ou de ofício. GABARITO: E 14. Assinale a opção correta acerca do instituto tributário denominado parcelamento. A O parcelamento é causa de extinção do crédito tributário. B O parcelamento é causa de suspensão da obrigação tributária. C Ao parcelamento aplicam-se, subsidiariamente, as normas relativas à anistia. D O parcelamento do crédito tributário será concedido na forma e na condição estabelecidas em lei específica. E O parcelamento suspende o crédito tributário, mas não pode ser concedido por lei específica do estado da Federação. GABARITO: D 15. Assinale a opção correta acerca do instituto tributário do pagamento de certo crédito tributário. A Quando o pagamento é realizado parcialmente, importa em presunção de pagamento das prestações em que se decomponha. B Quando o pagamento é total, importa em presunção de pagamento de todos os outros créditos. C Quando o pagamento é total, não importa em presunção de pagamento de outros créditos, mas apenas de créditos referentes a outros tributos. D Quando o pagamento é parcial, importa na presunção de pagamento de créditos referentes a outros tributos. E Quando o pagamento é total, não importa na presunção de pagamento de outros créditos referentes ao mesmo tributo ou a outros. GABARITO: E 16. A fazenda pública de um estado da Federação, ao realizar a inscrição do crédito tributário na dívida ativa, não fez constar do termo de inscrição o domicílio conhecido do devedor. Considerando essa situação hipotética, assinale a opção correta acerca da omissão de requisito legal no termo de inscrição mencionado. A A hipótese de omissão de requisito legal no termo de inscrição de crédito tributário na dívida ativa é causa de nulidade absoluta. B Qualquer omissão de requisito legal no termo de inscrição de crédito tributário na dívida ativa pode ser sanada, desde que essa falha seja sanada até a decisão de primeira instância.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 C A omissão de requisitos legais no termo de inscrição de crédito tributário na dívida ativa é passível de ser sanada, a qualquer tempo. D Considerando-se a omissão identificada como causa de nulidade, esta não poderá ser sanada. E O termo de inscrição, por ser ato administrativo, não está sujeito a nulidade absoluta e, portanto, poderá ser alterado a qualquer tempo. GABARITO: B 17. Acerca das limitações ao poder de tributar, assinale a opção correta. A Nos termos e limites fixados em lei complementar federal, o Poder Executivo estadual, mediante decreto, pode reduzir, com o objetivo de regular a demanda, as alíquotas de ICMS de determinados produtos, dada a natureza extra-fiscal desse tributo. B A imunidade referente a impostos sobre livros, jornais e periódicos de papel não alcança publicações veiculadas em meios digitais, tais como DVD, CD e fitas de vídeo. C À União, aos estados, ao DF e aos municípios é vedado estabelecer diferença tributária entre bens e serviços, de qualquer natureza, em razão de sua procedência ou destino. D A comprovação eficaz da demonstração de insuficiência econômico-financeira dispensa o sujeito passivo de suas obrigações tributárias, haja vista o princípio da capacidade contributiva. E Nos casos de investimento público de caráter urgente e de relevante interesse nacional, a União pode instituir empréstimo compulsório no mesmo exercício financeiro em que a lei seja publicada. GABARITO: B 18. Com referência ao Sistema Tributário Nacional, assinale a opção correta. A O imposto sobre transmissão inter vivos, a qualquer título, por ato oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de garantia, bem como cessão de direitos a sua aquisição, compete ao estado da Federação em que o bem esteja situado. B As alíquotas mínimas e máximas do imposto sobre serviços de qualquer natureza são fixadas por lei ordinária. C O imposto sobre propriedade territorial rural é fiscalizado e cobrado pelos municípios, apesar de permanecer com a União a competência para instituí-lo. D As operações relativas a derivados de petróleo, combustíveis e minerais do País submetem-se apenas à incidência dos impostos sobre circulação de mercadorias e serviços, importação de produtos estrangeiros e exportação. E O imposto sobre produtos industrializados relativo às exportações submete-se, tanto quanto os demais tributos, aos princípios da seletividade e não-cumulatividade. GABARITO: D 19. O imposto cujo produto da arrecadação não pertence apenas ao ente que o tenha instituído é o imposto sobre A transmissão causa mortis e doações. B importação. C propriedade de veículos automotores. D transmissão inter vivos, a qualquer título, por ato oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de garantia, bem como cessão de direitos a sua aquisição. E grandes fortunas. GABARITO: C 20. Com referência aos aspectos legais da responsabilidade tributária, assinale a opção correta. A No caso de infrações tributárias que também configurem ilícitos penais, a responsabilidade pela multa eventualmente aplicada é pessoal e pertence à pessoa que tenha praticado o ato ilícito, respondendo, solidariamente, a pessoa jurídica pelo valor a ser pago. B Considere-se que João tenha adquirido em hasta pública uma casa cujo proprietário anterior deixara de pagar, em vários exercícios, o IPTU. Nessa situação, os créditos tributários decorrentes de impostos cujo fato gerador seja a propriedade de bens imóveis sub-rogam-se na pessoa do adquirente.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 C Antes da conclusão de procedimento de transformação de uma empresa limitada em sociedade anônima, deve-se quitar a dívida tributária, haja vista a impossibilidade legal de esta vir a ser cobrada da nova empresa. D Considere-se que um contribuinte, ao preencher sua declaração de imposto de renda, tenha omitido rendimentos auferidos no exercício e que, ao receber pedido de esclarecimentos formulado pela administração tributária, tenha preferido corrigir a declaração inicial e pagar o valor do imposto apurado com os acréscimos legais. Nessa situação, o fisco não pode aplicar qualquer sanção ao contribuinte, haja vista a caracterização da denúncia espontânea. E A extinta CPMF é exemplo de responsabilidade tributária por substituição, visto que, embora o fato gerador do tributo fosse a movimentação bancária e o contribuinte, era o correntista que movimentava os próprios recursos financeiros, a lei determinava às instituições financeiras o dever de recolher o tributo. GABARITO: E 21. A interpretação de qualquer regra jurídica deve seguir o caminho traçado pelos princípios que fornecem coesão ao sistema jurídico. Nesse sentido, conclui-se que a integração da norma tributária não deve ser feita por meio A dos princípios gerais de direito tributário. B dos costumes. C da eqüidade. D da analogia. E dos princípios gerais de direito público. GABARITO: B 22. Constitui regra em matéria tributária o fato de um tributo ser arrecadado e cobrado pelo mesmo ente da federação, destinando-se a este mesmo ente o produto da arrecadação. Relativamente à competência tributária e à distribuição da receita, assinale a opção incorreta. a) O imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação (ICMS) é cobrado somente pelos estados e pelo Distrito Federal 25% de sua arrecadação destina-se aos municípios. b) O imposto sobre produtos industrializados (IPI) é cobrado apenas pela União, que distribui 57% do produto de sua arrecadação. c) O imposto territorial rural (ITR) somente pode ser cobrado pela União, cabendo aos municípios 50% de sua arrecadação. d) Metade da arrecadação do imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) é distribuída entre os municípios. GABARITO: C 23. O princípio da não-cumulatividade, em relação ao Imposto Sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e Comunicação (ICMS), significa que o a) Fisco não poderá exigir, cumulativamente com o ICMS, qualquer outro tributo em tese incidente sobre a mesma operação. b) contribuinte poderá descontar, do valor devido em cada operação de circulação de mercadorias ou prestação de serviços de transporte interestadual e intermunicipal, o montante do tributo cobrado em operações anteriores. c) contribuinte tem o direito à redução progressiva do montante a recolher a título de ICMS, conforme o número de operações realizadas desde o início de suas atividades. d) Fisco deverá excluir o IPI ou o ISS da base de cálculo do ICMS, sempre que qualquer daqueles dois tributos for exigido concomitantemente com este. e) contribuinte tem o direito à redução progressiva da alíquota do ICMS, conforme o número de operações realizadas em determinado espaço de tempo GABARITO: B 24. A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios poderão instituir taxas, em razão do exercício do poder de polícia ou pela utilização, efetiva ou potencial, de serviços públicos específicos e divisíveis, prestados ao contribuinte ou postos a sua disposição. Em razão desse preceito constitucional e das demais regras do nosso ordenamento jurídico positivo e jurisprudencial, assinale a opção correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) As custas judiciais e os emolumentos concernentes aos serviços notariais e registrais são qualificadas como taxas remuneratórias de serviços públicos e podem ter como base de cálculo o valor da condenação, desde que obedeça ao princípio da razoabilidade. b) É constitucional a taxa instituída para inspeção de importação e exportação de produtos da indústria pesqueira, instituída por Portaria assinada pelo Ministro do Meio Ambiente, com cobrança autorizada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente–IBAMA, haja vista tratar-se de serviços prestados para proteger direitos fundamentais. c) A instituição de taxas pelo Poder Público não está obrigada a respeitar os princípios da anterioridade, da isonomia e da capacidade contributiva, tendo em vista que a tributação envolve prestação de serviços públicos ou exercício de poder de polícia. d) É constitucional a escolha do valor do monte-mor (inventário) como base de cálculo da taxa judiciária, por não afrontar o artigo 145, § 2º, da CF. e) Não há possibilidade de, segundo os princípios que informam o nosso ordenamento jurídico tributário, ser alocado o produto da arrecadação de custas judiciais (taxas) ao Poder Judiciário, para cobrir despesas com treinamento de pessoal que serve à Justiça. GABARITO: A 25. A Constituição Federal outorga competência tributária, ou seja, aptidão para criar tributos, aos diversos entes da Federação. Sobre essa afi rmativa, podemos dizer que a) a contribuição de melhoria, decorrente de obras públicas, poderá ser cobrada pelo ente executor da obra da qual os contribuintes tenham-se benefi ciado, ou, no caso de omissão deste, pela União. b) as taxas poderão ser instituídas em razão do exercício do poder de polícia ou pela utilização, efetiva ou potencial, de serviços públicos específi cos e divisíveis, prestados ou postos à disposição do contribuinte. c) a aplicação dos recursos provenientes de empréstimos compulsórios será preferencialmente vinculada à despesa que fundamentou sua instituição. d) os impostos terão, sempre que possível, caráter pessoal e base de cálculo diversa das taxas. e) todos os tributos deverão respeitar a capacidade econômica dos contribuintes. GABARITO: B 26. Considerando os princípios informativos e as regras constitucionais aplicadas ao Sistema Tributário Nacional, assinale a opção correta. a) Lei Complementar Nacional não pode regular o modo e a forma dos Estados-membros e o Distrito Federal, sempre após deliberação conjunta (Convênio), expedirem, por ato próprio, concessão e/ou revogação de isenções, incentivos e benefícios fiscais. b) A União só poderá instituir empréstimo compulsório, com vinculação obrigatória da aplicação dos recursos arrecadados à despesa que fundamentou sua instituição, por Lei Complementar. c) Lei Complementar Nacional não poderá instituir um regime único de arrecadação dos impostos e contribuições da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. d) A atualização do crédito tributário decorrente de ICMS, para preservação de seu valor, é matéria reservada à Lei Complementar Nacional, em razão de a Constituição determinar que somente ela pode estabelecer normas gerais sobre crédito tributário. e) As contribuições sociais e de intervenção no domínio econômico, como instrumento de atuação da União nas respectivas áreas, poderão incidir sobre as receitas decorrentes de exportação e não poderão ter alíquotas específicas, tendo por base a unidade de medida adotada. GABARITO: B 27. A imunidade recíproca a) refere-se a todos os tributos. b) abrange os impostos sobre o patrimônio, renda, serviço, circulação de mercadorias, produtos industrializados e operações financeiras. c) refere-se a todos os entes políticos e entidades da Administração indireta, inclusive empresas públicas e sociedades de economia mista. d) aplica-se também ao patrimônio, à renda e aos serviços relacionados com exploração de atividades econômicas regidas pelas normas aplicáveis a empreendimentos privados.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) refere-se à União, aos Estados, ao Distrito Federal, aos Municípios, às autarquias e às fundações instituídas e mantidas pelo Poder Público. GABARITO: E 28. Obedece ao princípio da anterioridade anual, anterioridade nonagesimal (noventena) o imposto sobre a) a renda (IR). b) produtos industrializados (IPI). c) importação (II). d) serviço de qualquer natureza (ISS). e) exportação (IE). GABARITO: A mas não obedece ao princípio da

29. De acordo com o CTN, para que uma instituição de educação sem fins lucrativos goze da imunidade tributária relativa ao pagamento de impostos sobre seu patrimônio, renda ou serviços, ela deve a) abster-se de distribuir mais do que 5% de seu patrimônio ou de suas rendas. b) nomear apenas diretores brasileiros. c) aplicar ao menos 50% de seus recursos na manutenção dos seus objetivos institucionais. d) manter escrituração de suas receitas e despesas em livros revestidos de formalidades que assegurem a exatidão das informações. GABARITO: D 30. A Constituição Federal, em seu artigo 150, I e II, ao afirmar que os tributos não poderão ser aumentados ou exigidos sem lei que o estabeleça e que os contribuintes em situação equivalente não terão tratamento desigual está dispondo sobre os princípios da a) anterioridade e da isonomia. b) capacidade contributiva e da anterioridade. c) legalidade e da isonomia. d) legalidade e da anterioridade. e) legalidade e da capacidade contributiva. GABARITO: C 31. O prédio de propriedade do Estado, onde funciona uma escola pública, não está sujeito à incidência do Imposto sobre propriedade predial e territorial urbana (IPTU) por força da a) estrita legalidade tributária b) isenção tributária subjetiva. c) isenção tributária objetiva. d) capacidade econômica do contribuinte. e) imunidade tributária recíproca. GABARITO: E 32. A União institui contribuição social cujos fato gerador e base de cálculo são os mesmos de um imposto de sua competência. Considera-se essa contribuição a) constitucional, por não haver vedações constitucionais quanto à utilização de mesmos fato gerador e base de cálculo, em se tratando de contribuições sociais e impostos. b) inconstitucional, por incidir sobre o mesmo fato gerador de um imposto. c) inconstitucional, por ser calculada sobre a mesma base imponível de um imposto. d) inconstitucional, por representar bitributação. e) constitucional, em razão de a União Federal ser competente para a instituição de contribuições com fato gerador e base de cálculos idênticos aos dos impostos federais, estaduais e municipais. GABARITO: A 33. O Sistema Tributário Nacional é disciplinado na Constituição Federal de 1988 a partir do art. 145. Sobre seus princípios gerais (arts. 145 a 149-A), é incorreto afirmar-se que, a) a fim de conferir efetividade aos princípios da pessoalidade e da capacidade econômica do contribuinte, faculta- se à administração tributária identificar, respeitados os direitos individuais e nos termos da lei, o patrimônio, os rendimentos e as atividades econômicas a que se dedique o contribuinte.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) embora originalmente não tenha sido elaborado com o atendimento aos requisitos de tal espécie normativa, o Código Tributário Nacional, sendo lei ordinária, foi recepcionado pela Constituição com o status de lei complementar. Portanto, suas alterações somente podem ser efetuadas por intermédio de lei complementar. c) aos Municípios e ao Distrito Federal é facultada a instituição de contribuição para o custeio do serviço de iluminação pública, na forma da respectiva lei; todavia, se optarem por cobrá-la, tais entes deverão fazê-lo por via da respectiva fatura de consumo de energia elétrica. d) a instituição de contribuições de intervenção no domínio econômico é da competência exclusiva da União, não podendo, portanto, ser delegada a outros entes federativos, como Estados, Municípios e Distrito Federal. e) somente a União possui a competência para a instituição de duas diferentes modalidades de empréstimos compulsórios, sendo necessário, para ambas, a edição de lei complementar. GABARITO: C 34. Suponha que a Bite Serviços de Informática Ltda. preste serviços no Brasil e no exterior e, como tal, seja contribuinte do ISS. A propósito dessa situação hipotética e considerando a disciplina normativa do ISS, assinale a opção correta. a) A Bite Serviços de Informática Ltda. está desobrigada de recolher o ISS quanto aos serviços iniciados no exterior do país. b) São contribuintes do ISS a Bite Serviços de Informática Ltda. bem como seus diretores e sócios-gerentes. c) O ISS não incide sobre a exportação dos serviços da Bite Serviços de Informática Ltda. para países estrangeiros. d) Os empregados da Bite Serviços de Informática Ltda. Devem recolher o ISS. GABARITO: C 35. Um município instituiu várias taxas a serem cobradas dos munícipes em razão das seguintes atividades: limpeza dos logradouros públicos, iluminação pública, segurança e prevenção de incêndios. Considerando a situação hipotética acima, marque a alternativa INCORRETA a) A taxa instituída para limpeza de logradouros públicos é inconstitucional, pois tal serviço é executado em benefício da população em geral, sem possibilidade de individualização de cada usuário. b) A taxa de iluminação pública é um tributo legal, já que o seu fato gerador é um serviço específico e mensurável, que é também divisível. c) É ilegal a cobrança da taxa de segurança pública em face da realização da atividade de preservação da ordem pública, incolumidade das pessoas e de seus patrimônios, típica atividade a ser sustentada pela cobrança de impostos. d) Tem respaldo constitucional a cobrança da taxa de incêndio, desde que seja cobrada com vistas a se cobrirem despesas com manutenção dos serviços de prevenção e de extinção de incêndios prestados a cada cidadão. GABARITO: B 36. A Sol Agência de Viagem e Turismo Ltda. dedica-se exclusivamente a sua atividade-fim. Um de seus sócios diretores, que é domiciliado no México, decidiu que os impostos e contribuições da referida pessoa jurídica deveriam ser recolhidos pelo regime do Simples Nacional, por considerar que a agência se enquadra nos requisitos legais de uma microempresa. Considerando a situação hipotética apresentada, assinale a opção correta de acordo com o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte. a) O Simples Nacional implica o recolhimento trimestral de vários tributos, mediante documento único de arrecadação. b) Inclui-se, entre as contribuições recolhidas pelo sistema do Simples Nacional, a contribuição para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). c) A Sol Agência de Viagem e Turismo Ltda. não pode recolher seus impostos e contribuições na forma do Simples Nacional por ter sócio domiciliado no exterior. d) Um dos requisitos para que uma pessoa jurídica possa se enquadrar na definição legal de microempresa é que a mesma aufira, em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$ 240.000,00. GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 37. NÃO é matéria reservada à lei complementar: a) instituição de empréstimos compulsórios. b) definição de fato gerador e base de cálculo de impostos discriminados na Constituição. c) criação de impostos não previstos na Constituição. d) instituição de contribuição de melhoria. e) disposição sobre lançamento e prescrição tributários. GABARITO: D 38. A lei federal que criou o Adicional de Indenização ao Trabalhador Portuário (AITP) enunciou como sujeito passivo desse tributo, de modo genérico, o operador portuário. A União, por meio de decreto do Presidente da República, equiparou a operador portuário os importadores, exportadores e consignatários de mercadorias importadas do exterior. Tal equiparação é a) legal, pois ocorreu apenas adequação a um conceito previamente definido em lei. b) legal, de vez caber aos decretos a especificação dos conceitos definidos em lei. c) ilegal, porquanto a definição de sujeitos passivos é privativa de lei. d) ilegal, em razão de não competir ao Presidente da República, mas ao Ministro dos Transportes, a definição de "operador portuário". e) ilegal, em razão de não competir ao Presidente da República, mas ao Ministro do Comércio Exterior, a definição de "operador portuário". GABARITO: C 39. Assinale a opção correta. a) Até a vigência da Emenda Constitucional 33/01, não incide ICMS na importação de bens por pessoa física ou jurídica que não seja contribuinte do imposto. Portanto, as ações de repetição de indébito, ajuizadas por pessoa física ou jurídica, contribuinte ou não do imposto das importações realizadas, em data posterior à EC n. 33/01, estão prejudicadas por perda do objeto. b) A imunidade tributária conferida a instituições de assistência social sem fins lucrativos pelo art. 150, VI, ‘c’, da Constituição Federal, alcança todas as entidades de previdência social privada, sem distinção, desde que observados todos os requisitos previstos em lei, procedimentos administrativos acessórios, tais como a obtenção de alvará, licença, reconhecimento de entidade civil sem fins lucrativos, entre outros. c) Nos termos da Constituição Federal, ao Distrito Federal são atribuídas as competências legislativas reservadas aos Estados e Municípios. Então é cabível ação direta de inconstitucionalidade de lei do Distrito Federal derivada da sua competência legislativa estadual e municipal. d) Compete ao Supremo Tribunal Federal conceder medida cautelar para dar efeito suspensivo a recurso extraordinário, se o mesmo ainda não foi objeto de juízo de admissibilidade na origem. e) Não cabe a restituição do tributo pago indevidamente, quando reconhecido por decisão, que o contribuinte de jure não recuperou do contribuinte de facto o quantum respectivo. GABARITO: A 40. Contribuem para a seguridade social, da mesma forma, aqueles que estão em iguais condições contributivas. As empresas NÃO contribuem da mesma forma que os trabalhadores, em conformidade, especificamente, com o princípio da a) universalidade. b) seletividade na prestação de benefícios e serviços. c) eqüidade na forma de participação no custeio. d) irredutibilidade do valor dos benefícios. e) natureza democrática e descentralizada da administração. GABARITO: C 41. O art. 128 do Código Tributário Nacional, como regra geral no tocante à responsabilidade de terceiros, dispõe in verbis: “sem prejuízo do disposto neste Capítulo a lei pode atribuir de modo expresso a responsabilidade pelo crédito tributário a terceira pessoa, vinculada ao fato gerador da respectiva obrigação, excluindo a responsabilidade do contribuinte ou atribuindo-a a este em caráter supletivo do cumprimento total ou parcial da
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 referida obrigação.” Assim, pode a Fazenda Pública atribuir totalmente a responsabilidade a terceiro ou supletivamente, permanecendo o contribuinte principal ou sujeito passivo solidário com aquele. Nesta ordem de idéias assinale a assertiva correta. a) Não sendo encontrados bens susceptíveis de serem penhorados, a ação executiva fiscal é redirecionada à nova empresa ou sucessora que deu continuidade à atividade comercial em lugar do sucedido, onde as obrigações são transferidas ao sucessor, em razão deste assumir o ativo e o passivo da sucedida. Este redirecionamento à nova empresa ou sucessora, independe de citação na pessoa de seu representante legal. b) São responsáveis solidários: o adquirente ou remitente, pelos tributos relativos aos bens adquiridos ou remidos; o sucessor a qualquer título e o cônjuge meeiro, pelos tributos devidos pelo de cujus até a data da partilha ou adjudicação, limitada esta responsabilidade ao montante do quinhão, do legado ou da meação; o espólio, pelos tributos devidos pelo de cujus até a data da abertura da sucessão. c) São pessoalmente responsáveis pelos créditos correspondentes a obrigações tributárias resultantes de atos praticados com excesso de poderes ou infração de lei, contrato social ou estatutos, entre outros: - os diretores, gerentes ou representantes de pessoas jurídicas de direito privado; - os mandatários, prepostos e empregados; - os administradores de bens de terceiros, pelos tributos devidos por estes; - o síndico e o comissário, pelos tributos devidos pela massa falida ou pelo concordatário; - os tabeliães, escrivães e demais serventuários de ofício, pelos tributos devidos sobre os atos praticados por eles, ou perante eles, em razão do seu ofício, inclusive procedimentos de jurisdição voluntária ou contenciosa que venham a ser delegados por força de lei. d) Na transmissão do imóvel por venda em hasta pública, os créditos tributários relativos a impostos, taxas e contribuições de melhoria, sub-rogam-se sobre o respectivo preço depositado pelo adquirente. Assim, o alienante não possui legitimidade passiva para figurar no pólo passivo de relação processual em que se objetiva o pagamento dos tributos sobre ele incidentes, mas sim o arrematante, que paga o preço, que se torna o responsável tributário e portanto passa a ter legitimidade passiva ad causam. e) Nos estritos termos da lei, os créditos tributários relativos a impostos cujo fato gerador seja a propriedade, o domínio útil ou a posse de bens imóveis, e bem assim os relativos a taxas pela prestação de serviços referentes a tais bens, ou a contribuições de melhoria, subrogam-se na pessoa dos respectivos adquirentes. Assim, o alienante não possui legitimidade passiva ad causam nos feitos cujo objeto seja o pagamento dos tributos sobre ele incidentes, mas sim o adquirente, que se torna o responsável tributário, e portanto, o que passa a ter a condição de figurar no pólo passivo da relação processual, sem exceção. GABARITO: C 42. No âmbito tributário, será responsável pessoalmente o agente quanto às infrações que decorram direta e exclusivamente de seu dolo específico contra terceiros. Assinale a opção que trata de situação que não configura responsabilidade pessoal do agente em razão da regra acima referida. a) A infração cometida com dolo pelos pais contra seus próprios filhos. b) Infração cometida com dolo por um serventuário de ofícios extrajudiciais contra os clientes, relativamente a escrituras de compra e venda de imóveis lavradas por ele. c) Infração cometida com dolo pelo síndico contra a respectiva massa falida. d) Infração cometida com dolo pelos empregados contra os clientes de uma pessoa jurídica contribuinte. GABARITO: D 43. Herdeiros de um contribuinte que deixou patrimônio, tendo sido autuado pela prática de sonegação fiscal, sofrem processo de execução fiscal compreendendo o valor do tributo, acrescido da correção monetária, da multa e dos juros. Essa cobrança é a) ilegal quanto ao tributo e todos os seus acréscimos. b) legal quanto ao tributo e todos os seus acréscimos. c) legal quanto ao tributo e ilegal quanto aos juros e à correção monetária. d) ilegal apenas quanto à multa. e) legal quanto ao tributo e à correção monetária e ilegal quanto à multa e aos juros. GABARITO: E 44. O crédito tributário
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) não decorre da obrigação principal. b) não tem a mesma natureza da obrigação tributária. c) decorre da obrigação principal e tem a mesma natureza desta. d) decorre da obrigação acessória e tem a mesma natureza desta. e) não decorre da obrigação principal, mas tem a mesma natureza desta. GABARITO: C 45. João é um tabelião que, em determinado mês de 2004, deixou de pagar o parcelamento de seu imposto de renda apurado na declaração de ajuste de 2004, ano base 2003, apresentada em 30 de abril de 2004. Considerando essa situação hipotética, assinale a opção incorreta acerca da condução do crédito tributário pelo fisco federal. a) O crédito contra João será constituído pela homologação da declaração, independentemente do pagamento. b) Ainda que João pague antes da homologação, poderá ocorrer de ser constituído contra ele crédito tributário de obrigação principal, em caso de inexatidão da declaração. c) Com o não-pagamento por João, seu crédito tributário deve ser inscrito na dívida ativa. d) O procedimento inicial para João ter o direito de não pagar a parcela que deixou de pagar, por entender indevida, é a abertura de um processo administrativo tributário. GABAITO: D 46. Segundo o que dispõe o CTN, compete privativamente à autoridade administrativa constituir o crédito tributário pelo lançamento. A partir dessa informação, assinale a opção correta no que se refere a lançamento e suas modalidades. a) A legislação aplicável ao lançamento será a vigente na data em que o mesmo for efetivado. b) No lançamento por declaração, o sujeito passivo deve verificar a ocorrência do fato gerador, calcular o montante do tributo devido e efetuar o pagamento, cabendo ao sujeito ativo apenas conferir a apuração e o pagamento já realizados. c) O imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) e a taxa de limpeza d) A contribuição para o financiamento da seguridade social (COFINS) constitui tributo sujeito ao lançamento por declaração. GABARITO: C 47. São exemplos de impostos sujeitos normalmente a lançamento de ofício e por homologação, respectivamente: a) imposto territorial urbano (IPTU) e imposto sobre propriedade industrial (IPI). b) imposto de renda (IR) e imposto territorial rural (ITR). c) imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS) e imposto de renda (IR). d) imposto de importação e imposto sobre operações financeiras (IOF). e) imposto de renda (IR) e imposto sobre propriedade industrial (IPI). GABARITO: A 48. Os lançamentos do imposto sobre produtos industrializados (IPI) e do imposto sobre propriedade predial e territorial urbana (IPTU) são lançamentos a) por declaração ou misto, ambos. b) de ofício ou direto, ambos. c) por homologação e de ofício, respectivamente. d) por declaração e de ofício, respectivamente. e) por homologação, ambos. GABARITO: C 49. Tendo em vista o crédito tributário considere: I. Depósito de seu montante integral. II. Moratória. III. Compensação. IV. Parcelamento do valor do tributo. V. Remissão. VI. Anistia. Diante disso, observa-se que são causas de suspensão da exigibilidade do crédito tributário, APENAS as hipóteses indicadas em a) I, II e IV.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) I, IV e VI. c) II, IV e V. d) II, III, IV e V. e) III, IV, V e VI. GABARITO: A 50. O Código Tributário Nacional, ao cuidar da Administração Tributária, impõe regras a serem observadas na fiscalização, na constituição da Dívida Tributária e na expedição de certidões negativas. Em razão dessa disciplina, instituída pelo legislador para a Administração Tributária, assinale a opção correta. a) A União poderá permutar informações com Estados estrangeiros no interesse da arrecadação e da fiscalização de tributos, sem necessidade de celebrar tratados, acordos ou convênios, invocando o postulado da soberania nacional. b) É de natureza absoluta a presunção de certeza e liquidez de que goza a dívida tributária regularmente inscrita. c) A simples declaração de débito pelo contribuinte aos sujeitos ativos das obrigações tributárias, como, por exemplo, por meio de DCTF à Receita Federal, ou outro documento equivalente, não dispensa a instauração do processo administrativo para efetuar o lançamento, por parte da autoridade fiscal, para fins de inscrever o valor devido em dívida ativa e efetuar a cobrança. d) A expedição de certidão negativa pela Internet é documento válido, mesmo que não tenha assinatura ou chancela de servidor dos órgãos emissores. e) É vedada, de modo absoluto, isto é, sem qualquer exceção, a divulgação e comunicação, por parte da Fazenda Pública ou de seus servidores, a qualquer pessoa jurídica de direito público ou privado, de informações obtidas em razão do ofício sobre a situação econômica ou financeira do sujeito passivo ou de terceiros envolvidos na relação jurídica tributária examinada, bem como, sobre a natureza e o estado de seus negócios e atividades envolvidos na relação jurídica tributária, mesmo que seja para fins de apuração penal. GABARITO: D

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 1.A respeito das novas tecnologias gerenciais e das convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada, assinale a alternativa correta. a). Do mesmo modo que a gestão privada, a gestão pública deve incentivar com total liberdade a iniciativa de seus colaboradores desde que não contrariem nenhuma proibição expressa na legislação. b). Atualmente, uma das técnicas mais indicadas para o recrutamento e a seleção de pessoal na iniciativa privada baseia-se na gestão por competências, sendo a mesma técnica indicada para ser utilizada de forma ampla e irrestrita na gestão pública. c). Visando ao êxito do processo de reengenharia, propõe-se na organização que seu modelo seja implementado top-down, ou seja, de cima para baixo. d). Caso determinado órgão público adote o modelo puro da reengenharia, conforme proposto originalmente, deve evitar adotar mudanças radicais. GABARITO: C 2.A respeito das novas tecnologias gerenciais e das convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada, assinale a alternativa correta. a). O líder da equipe assume papel preponderante na implementação da reengenharia organizacional. b). Uma das vantagens da implementação da reengenharia no âmbito da gestão pública é a semelhança à gestão privada no que tange à técnica de orçamentação utilizada, que se pauta em planejamentos incrementais e que considera o orçamento do período anterior como base para elaboração da nova versão da peça orçamentária. c). As atividades de garantia e busca da qualidade devem ser consideradas atividade-fim da organização pública, sendo a obtenção de certificações e premiações um grande objetivo organizacional a ser perseguido. d). Considerando pressupostos clássicos da qualidade, como aqueles preconizados por Deming, a organização deve criar, entre as unidades organizacional, nítidas separações de espaços e níveis de acesso às comunicações. e). Uma unidade organizacional que fixe quotas claras e mensuráveis para avaliar o desenvolvimento do seu pessoal de atendimento ao público vai ao encontro do que pressupõem os princípios de qualidade propostos por Deming. GABARITO: A 3.A respeito da excelência e gestão de resultados na produção de serviços públicos, assinale a alternativa INCORRETA. a). O Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (GESPÚBLICA) tem como uma de suas ações estratégicas o Prêmio Nacional da Gestão Pública (PQGF) e atualmente possui oito critérios de avaliação, entre eles: liderança, pessoas, processos e resultados. b). O PQGF apresenta como um de seus objetivos de proposta de alavancar setores estratégicos do governo para a excelência na gestão pública. c). O modelo de excelência em gestão pública foi concebido a partir da premissa de que uma organização pública pode e deve ser excelente, levando em conta os mesmos moldes da iniciativa privada. d). O modelo de excelência em gestão pública considera que a liderança é o elemento promotor da gestão, sendo responsável pela orientação, estímulo e comprometimento para o alcance e melhoria dos resultados organizacionais. GABARITO: C 4.Referente a gestão estratégica e noções de elaboração, análise, avaliação e gerenciamento de projetos, marque a alternativa INCORRETA. a). Na linha de gerenciamento por projeto, o plano plurianual já se apresenta como estrutura de gestão das ações e projetos governamentais. b). Uma atividade desenvolvida de forma rotineira e atribuída como responsabilidade de um único gestor é um exemplo clássico de projeto. c). Os projetos têm os seus processos. Segundo o PMBOOK, são cinco os processos de gerenciamento de projetos: iniciação, planejamento, execução, controle e encerramento. d). Entre os diversos métodos e ferramentas para gerenciamento de projetos, consta o método ZOPP ou método de planejamento de projeto por objetivos, que foi desenvolvido a partir da experiência do governo federal alemão em projetos de cooperação técnica.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: B 5.Em relação a gestão estratégica e noções de elaboração, análise, avaliação e gerenciamento de projetos, assinale a alternativa correta. a). É possível avaliar e constatar o sucesso da implementação de um projeto, a partir de dois fatores: custo e tempo. b). Em um projeto, quando se diz que um determinado produto está 60% completo significa que já se gastou 60% do seu orçamento. c). O planejamento de projeto implica diversos tipos de análises, por exemplo: análise dos atores sociais relevantes envolvidos e análise da situação-problema e do contexto no qual se insere. d). Os marcos críticos de um projeto são os problemas enfrentados ao longo de seu desenvolvimento. GABARITO: C 6. A respeito de administração pública, marque a alternativa correta. a). O modelo burocrático tradicional, privilegiado pelo sistema de direito administrativo brasileiro, facilita a transparência administrativa e promove, desse modo, o controle social. b). Os recursos humanos são, em princípio, o aspecto da administração pública mais vulnerável aos efeitos da crise fiscal e da política de ajuste fiscal. c). O aparelho dos Estados divide-se em 3 setores: núcleo estratégico, atividades exclusivas e serviços não-exclusivos. d). Um dos objetivos do núcleo estratégico é transformar as autarquias e fundações que possuem poder de Estado em agências autônomas, administradas segundo contratos de gestão. GABARITO: B 7. A respeito do paradigma do cliente na gestão pública, assinale a opção correta: a). A administração pública com foco no cliente visa à construção de uma gestão eficiente, mesmo que os valores democráticos tenham de ser abandonados. b). As organizações governamentais recebem claros sinais do mercado e conseguem avaliar facilmente a necessidade dos seus clientes. c). A administração pública voltada para o cliente menospreza a qualidade dos serviços, uma vez que o seu objetivo é atender a demanda do cidadão no menor prazo possível. d). A gestão com foco no cliente pode ser facilmente adaptada da administração privada para o setor público, desde que a aplicação de alguns princípios básicos que regem as organizações públicas, tais como igualdade e transparência, seja amenizada. e). Uma das principais características de uma administração pública com alto desempenho é a reestruturação de seus serviços e processos de trabalho, para satisfazer as necessidades do seus clientes. GABARITO: E 8. Os dirigentes das organizações públicas se deparam com limitações que não são encontradas nas atividades comerciais e industriais. Quanto às diferenças entre a gestão pública e a gestão privada, marque a alternativa correta: a). A gestão privada é geralmente orientada para o bem-estar social. b). Na gestão pública, o funcionamento e os resultados, bons ou maus, têm impacto político. c). Na gestão privada, há um alto grau de interdependência entre as organizações. d). Na gestão pública, os objetivos econômicos e financeiros são preponderantes. e). Na gestão privada, as ordens e instruções estão concretizadas em leis e regulamentos. GABARITO: B 9. A respeito dos processos organizacionais, como a comunicação e a direção, assinale a alternativa correta. a). O padrão cadeia de comunicação segue rigidamente a cadeia formal do comando. b). O significado de uma mensagem é influenciado pelo próprio conteúdo da informação, e não pelo contexto da mensagem. c). O processo racional de tomada de decisão compreende exatamente quatro etapas, que, na ordem, são as seguintes: definição do problema, desenvolvimento das alternativas, avaliação das alternativas e seleção da melhor alternativa.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d). Na proporção em que o trabalho organizacional se torna mais complexo, a coordenação parece ser mais facilitada pela padronização de processos de trabalho que pela supervisão simples. GABARITO: C 10. Acerca dos estudos sobre qualidade e produtividade nas organizações, assinale a alternativa INCORRETA. a). O método de controle de processo que contempla planejamento, execução, verificação e atuação corretiva é denominado diagrama de árvore. b). A correlação das causas com os efeitos de determinado problema é obtida por meio do diagrama de Ishikawa. c). A análise quantitativa de uma série de itens que necessitam ser conferidos é obtida com a utilização do checklist. d). A classificação e a priorização de problemas relacionados à qualidade são obtidas por meio da análise de Pareto. GABARITO: A 11. A sobrevivência e o sucesso de uma organização dependem da eficiência com a qual produz seus bens e serviços, sendo o custo do produto determinado em grande parte pela eficiência do seu sistema produtivo. Assim, as organizações atuam na busca do aperfeiçoamento de seus sistemas de administração da produção, considerados por alguns autores como o coração dos processos produtivos. Quanto a esse tema, julgue os itens a seguir. I. O planejamento e o controle do sistema de produção baseiam-se na estimativa da procura futura e envolvem programação e controle de empregados, de materiais e de recursos de capital, objetivando produzir a quantidade e a qualidade desejáveis de maneira eficiente. Contudo, a viabilidade das estimativas pode ser afetada negativamente por tendências inesperadas de mercado e por inovações em produtos, entre outros fatores. II. O planejamento agregado é o processo de planejamento das quantidades a produzir em médio prazo, por meio do ajuste da velocidade de produção, da mão-de-obra disponível e dos estoques, por exemplo, sendo seu objetivo atender às demandas irregulares, mediante emprego dos recursos disponíveis na empresa. III. O planejamento de recursos de manufatura é um sistema integrado e hierárquico de administração da produção, com base na lógica do cálculo de necessidades, em que os planos de longo prazo da produção são detalhados sucessivamente até se alcançar o nível do planejamento de componentes e máquinas específicos. Estão corretos: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) apenas o item III. d) todos os itens estão corretos e) todos os itens estão errados GABARITO: D 12. Considerando convergências e divergências entre gestão pública e gestão privada, assinale a opção correta. a). A gestão privada sustenta-se na autonomia de vontade, ao passo que a gestão pública baseia-se no princípio da estrita legalidade. b). As ferramentas de gestão privada e da gestão pública diferem substancialmente, não se prestando a adaptação dessas ferramentas para utilização em outro ambiente distinto daquele para que foi concebido inicialmente. c). Inexiste a possibilidade de obtenção de lucro nas empresas públicas e sociedade de economia mista, devendo todo o valor obtido ser reinvestido na própria organização. d). Em todos os setores em que o Estado atuar, a gestão pública estará dotada de poderes de império que o colocará em situação de superioridade em relação ao particular e aos demais competidores inseridos no mercado. e). Visando dar maior celeridade e efetividade à ação pública, a gestão pública deve adotar os mesmos pressupostos gerenciais de eficiência e eficácia da gestão privada. GABARITO: A 13. Acerca da evolução da gestão pública na busca da excelência dos serviços públicos, assinale a alternativa correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a). A excelência na gestão pública está centrada no modelo de administração pública patrimonialista, no qual a preservação do patrimônio público deve ser a finalidade precípua. b). O modelo de administração pública burocrática apresenta, originalmente, como vantagem em relação a outros modelos, a busca do controle de abusos e do fim do nepotismo. c). O modelo de administração pública gerencial, por se inspirar no modelo adotado na administração privada, é confundido com ele. d). Uma das políticas formuladas na busca da excelência nos serviços públicos é o GesPública, elaborado com base na premissa de que a gestão de órgãos e entidades públicos pode e deve ser excelente, mas não pode ser comparada com padrões internacionais de qualidade em gestão, devido às especificidades de cada país. e). A qualidade da gestão pública deve ser orientada para o Estado e desenvolver-se no âmbito de valores demarcados por princípios similares àqueles preconizados em empresas de classe mundial. GABARITO: B 14. Assinale a alternativa correta no que se refere à gestão de resultados na produção de serviços públicos. a). A implementação de mecanismos de avaliação institucional garante uma boa prática de gestão pública. b). A gestão pública por resultados busca o alcance dos resultados, já que considera, para fins dessa técnica de gestão, resultado igual a produto. c). Os indicadores utilizados na gestão pública por resultados têm como finalidade exclusiva o monitoramento do atingimento dos resultados propostos em seus objetivos. d). A adoção da gestão pública por resultados limita a autonomia do gestor público na forma como implementar a produção dos serviços públicos, em função dos resultados acordados. e). A gestão pública por resultados desenvolveu-se como uma estratégia que tem início no momento do planejamento estratégico e vai até o processo de feedback das políticas públicas. GABARITO: E 15. Acerca das redes organizacionais e da comunicação na gestão pública, marque a opção correta: a). A rede do governo dá ênfase à multiplicidade de procedimentos para garantir o acesso a diversas outras redes de bancos de dados. b). A rede do governo enfatiza a centralização de informações visando garantir a segurança. c). O objetivo das redes organizacionais como as dos sistemas de gestão pública é disponibilizar todas as informações do governo para a sociedade. d). A rede do governo está sendo construída de forma incremental, com objetivo de que se estenda a todo país. e). O Sistema Integrado de Administração Financeira do governo federal (SIAFI), que registra gastos efetuados pelo Tesouro Nacional, não constitui exemplo de sistema de informação de gestão pública. GABARITO: D 16. Um aspecto fundamental do planejamento e da gestão pública é a presença de dois corpos funcionais com características nitidamente distintas, um permanente — formado pelos trabalhadores de carreira — e outro não-permanente — composto por administradores políticos, substituídos a cada novo mandato. Essa descontinuidade é um dos pontos que diferenciam as organizações públicas das privadas, conferindo às organizações públicas características específicas. A respeito das características específicas das organizações públicas, assinale a opção correta. a). Nesse tipo de organização, predominam os critérios que privilegiam a capacidade técnica em detrimento dos critérios políticos para preenchimento dos cargos em comissão disponíveis. b). Os governos tendem a dar continuidade aos projetos das administrações anteriores. c). Com o objetivo de ter retorno político, é prática comum nos governos privilegiar projetos que possam ser concluídos em seu mandato. d). A administração pública oferece, principalmente, serviços dos quais ela detém o monopólio, o que propicia que sejam produzidos de maneira eficiente. e). Há facilidade dos agentes políticos em controlar os servidores, bem como de definir e medir com exatidão os resultados da administração pública.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: C 17. Com relação a convergências e divergências entre a gestão pública e a gestão privada, julgue os itens que se seguem. I. Devido ao princípio administrativo da legalidade, o qual estabelece que ao gestor público compete fazer o que a lei determina, a inovação é uma característica indesejada na administração pública. II. Mesmo com a seleção de pessoal realizada por meio de concurso público, o gestor público pode utilizar-se dos mesmos instrumentos de recrutamento e seleção utilizados no setor privado, com o objetivo de melhor distribuir a força de trabalho disponível. III. Embora muitos princípios aplicados na modernização da administração pública sejam oriundos de modelos típicos da gestão privada, esta continua, de forma geral, visando ao lucro, enquanto a gestão pública tem por objetivo cumprir sua função social e atender ao interesse público. Estão corretos: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) apenas o item III. d) apenas os itens I e II. e) apenas os itens II e III. GABARITO: E 18. Julgue os itens seguintes, com relação à nova gestão pública. I. O planejamento estratégico, por ser instrumento exclusivo do setor privado, não se insere entre as práticas defendidas na nova gestão pública. II. Na nova gestão pública, a valorização das estruturas burocráticas sobrepõe-se à flexibilidade e ao foco em resultados. III. A satisfação do cidadão, obtida por meio da melhoria do atendimento, da simplificação de processos e da redução das filas e dos tempos de espera em órgãos públicos, é um dos princípios norteadores da nova gestão pública. Estão corretos: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) apenas o item III. d) apenas os itens I e II. e) apenas os itens II e III. GABARITO: C 19. No que se refere à estrutura organizacional, julgue os itens e assinale a opção correta. I. As estruturas inovativas, como a departamentalização por projetos, diferentemente das estruturas tradicionais, como a funcional, possuem como características básicas o baixo nível de formalização e a elevada diversificação. II. A estrutura matricial proporciona flexibilidade em ambientes mutáveis que exijam inovação, permitindo uma maior cooperação interdisciplinar entre as diversas divisões da empresa, e garante, ainda, a unidade de comando, que é uma característica de estruturas tradicionais. III. As desvantagens da departamentalização por produtos incluem o risco de aumento de custos, pela duplicidade de atividades nos vários grupos de produtos, e de dificuldades na coordenação dos resultados esperados de cada grupo de produtos. Estão corretos: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) apenas o item III. d) apenas os itens I e II. e) apenas os itens II e III. GABARITO: D 20. Marque a alternativa correta, concernente ao planejamento, à administração e ao controle da produção. a). Na área específica do planejamento da produção, tem-se verificado um aumento do uso de sistemas computacionais que buscam englobar múltiplos e complexos aspectos que intervêm nos
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 processos de produção e que, por isso mesmo, são difíceis de ser analisados de forma racional por planejadores. Tais ferramentas permitem que sejam escolhidas as melhores alternativas de produção com respeito aos custos envolvidos e às restrições inerentes ao processo. b). O planejamento e o controle da produção constituem uma das poucas áreas da administração da empresa que não se beneficiou dos avanços ocorridos na área de tecnologia de informação nos últimos dez anos. c). O desenvolvimento do plano-mestre exige uma avaliação das necessidades de mão-de-obra, equipamentos e materiais requeridos para cada tarefa. GABARITO: E d). O planejamento de logística caracteriza-se por ser eminentemente de curto prazo. e). O planejamento e o controle da produção podem ser considerados como um plano do nível estratégico da organização. GABARITO: A 21. Assinale a opção correta. a) São elementos constitutivos do Estado: administração pública, bens econômicos e dinheiro, território. b) São elementos constitutivos do mercado: pessoas, território e independência. c) São elementos constitutivos da sociedade: grupamento de vendedores e compradores vivendo em um esforço cooperativo de sobrevivência. d) São elementos constitutivos do mercado: fluxo de produtos, serviços e/ou dinheiro, vendedores e compradores, preço. e) São elementos constitutivos do Estado: agregado de pessoas, instituições e cultura mais ou menos distintos. GABARITO: D 22. Indique a opção que completa corretamente a frase a seguir: “........... integra o contexto geral do sistema político do .......... e constitui-se de órgãos inseridos no ...........” a) A administração pública; Estado; Poder Executivo. b) A sociedade; Estado; Poder Legislativo. c) O governo; Poder Judiciário; Estado. d) A administração pública; Poder Legislativo; Estado. e) A administração pública; governo; Poder Legislativo. GABARITO: A 23. Selecione a opção que indica corretamente aspectos da reforma administrativa brasileira da década de trinta. a) Criação do Departamento de Pessoal do Servidor Público, adoção de princípios de desconcentração, instituição de carreiras no serviço público, recrutamento baseado no mérito. b) Criação do Departamento Administrativo do Serviço Público, adoção de princípios de centralização, instituição de carreiras no serviço público, recrutamento baseado no mérito. c) Criação da Escola de Relações Humanas, adoção de princípios hierárquicos, instituição de remuneração por produção, recrutamento baseado no sistema discricionário. d) Criação do Departamento Administrativo do Serviço Público, adoção de princípios hierárquicos, instituição de carreiras técnico-profissionais, recrutamento baseado no sistema discricionário. e) Criação do Departamento Pessoal do Servidor Público, adoção de princípios de horizontalização, formalização da função orçamentária, recrutamento baseado no mérito. GABARITO: B 24. Assinale a opção incorreta. a) No modelo patrimonialista de administração pública existe uma interpermeabilidade dos patrimônios público e privado. b) Um dos princípios do modelo burocrático de administração pública é um sistema administrativo impessoal, formal e racional. c) Um dos princípios do modelo patrimonialista de administração pública é o acesso por concurso ao serviço público. d) O modelo gerencial de administração pública tem como um dos seus objetivos garantir a propriedade e o contrato. e) O modelo burocrático de administração pública se baseia no serviço público profissional.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: C 25. Indique a opção incorreta. a) As parcerias entre o governo e a iniciativa privada devem-se à incapacidade investimento do setor público em infra-estrutura. b) A participação da sociedade nas decisões de governo visa a atender o princípio impessoalidade do serviço público. c) Parcerias entre sociedade civil e governo possibilitam maior controle social direto. d) O maior envolvimento da sociedade nas questões de governo deve-se ao processo democratização em curso. e) A maior participação dos agentes privados e/ou das organizações da sociedade civil está cerne da reforma do aparelho do Estado. GABARITO: E

de de

de no

26. Controle e subordinação, definição prévia de funções, forma verticalizada e unidade de comando são caracteristícas de uma estrutura organizacional a) matricial. b) por projetos. c) em trevo. d) hierárquica. e) virtual. GABARITO: D 27. Assinale a opção que exprime corretamente características de uma estrutura organizacional em rede. a) Na estrutura em rede a organização é vista como um sistema fechado. b) Na estrutura em rede prevalece a uniformidade e conformidade. c) Na estrutura em rede prevalece o compartilhamento de autoridade e responsabilidade. d) Na estrutura em rede as células são formadas considerando a especialização do trabalho. e) Na estrutura em rede conjugam-se aspectos funcionais com a de produto e/ou processo. GABARITO: E 28. Marque se as frases a seguir são falsas (F) ou verdadeiras (V) e assinale a opção correta. ( ) Por clima organizacional se entende a influência do ambiente interno e externo da organização sobre a motivação dos participantes. ( ) A cultura organizacional compreende um conjunto de percepções, opiniões e sentimentos que se expressam no comportamento de um grupo ou de uma organização. ( ) A cultura organizacional compreende um conjunto de valores e idéias, formas de agir, pensar e sentir partilhadas na organização, com certa regularidade no tempo e no espaço. ( ) Motivação para o trabalho é o resultado que uma pessoa consegue com a aplicação de um esforço ou ação que leva ao desempenho profissional positivo. a) V, F, V, F b) F, V, F, F c) V, V, F, V d) V, V, V, F e) F, V, F, V GABARITO: C 29. Indique a opção que define corretamente benchmarking. a) Técnica por meio da qual a organização compara o seu desempenho com o de outra. b) Capacidade que a organização tem de superar os concorrentes. c) Capacidade que a organização tem de integrar as partes de um sistema. d) Técnica gráfica de representação das atividades no tempo. e) Técnica de geração de idéias que se baseia na suspensão de julgamento. GABARITO: E 30. Indique a opção que apresenta um princípio que não está relacionado com programas de qualidade. a) Fazer produtos sem defeitos de fabricação. b) Atender às necessidades específicas do cliente.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) Redesenhar de forma radical os processos. d) Eliminar desperdícios. e) Planejar e manter um processo de aprimoramento contínuo e gradual. GABARITO: A 31. Escolha a opção que completa corretamente a lacuna da frase a seguir: “ ................ refere-se à maneira pela qual uma organização pretende aplicar uma determinada estratégia, geralmente global e de longo prazo, criando um consenso em torno de uma determinada visão de futuro.” a) Flexibilização Organizacional b) Programa de Qualidade Total c) Benchmarking d) Planejamento Estratégico e) Aprendizagem Organizacional GABARITO: E 32. Indique a opção que apresenta corretamente uma das tendências do processo de avaliação de desempenho e de resultados na gestão de pessoas. a) Adoção de metas e indicadores de desempenho voltados para resultados. b) Foco no cumprimento das normas e procedimentos organizacionais. c) Avaliação unilateral, a chefia avaliando os seus subordinados. d) Compreensão da avaliação como espaço de conflito entre capital e trabalho. e) Ênfase no pagamento de recompensas para os bem avaliados. GABARITO: A 33. No Brasil, durante o século XIX, o número de funcionários públicos cresceu muito, sem seguir uma racionalidade administrativa. Esse processo é importante também para compreendermos momentos posteriores da administração pública brasileira. Levando em conta o trabalho de José Murilo de Carvalho “A Construção da Ordem e Teatro das Sombras” (2003), assinale a opção incorreta sobre as razões desse crescimento. a) A burocracia era, sobretudo, um “cabide de empregos” para as elites portuguesas residentes no Brasil, que se apropriavam do Estado, formando um estamento sólido e insulado de outros setores da sociedade. b) A burocracia possuía funções latentes, ou seja, respondia não apenas a questões de ordem administrativa, mas social e política, empregando inclusive parte do proletariado. c) A burocracia agregava setores dinâmicos da sociedade, que faziam pressão, devido ao limitado leque de ocupações do mercado brasileiro, para escapar das limitações do mundo escravista. d) A burocracia servia como elemento de cooptação de potenciais opositores oriundos de setores médios urbanos e das alas decadentes da grande propriedade rural. e) A burocracia acabou representando um papel mais importante para o sistema político brasileiro como um todo, que para a própria administração pública brasileira. GABARITO: A 34. Julgue as sentenças a respeito de certos modelos da administração pública gerencial: I. O mangerialism, apesar de ter sido criado nos EUA – “berço das grandes inovações da administração privada”, obteve maior sucesso na Grã-Bretanha, onde encontrou um sistema político mais favorável a sua aplicação. II. O public service orientation procurou incorporar temas do republicanismo e da democracia, expressos principalmente em um ideal de participação política, transparência, justiça e accontabillity – elementos quase inexistentes no mangerialism e consumerism. III. Um dos objetivos do consumerism era o de introduzir a perspectiva de qualidade na administração pública, utilizando-se de uma delegação e descentralização política com o objetivo de possibilitar a fiscalização dos serviços públicos pela sociedade. IV.O programa Citizen’s Chart, desenvolvido na Inglaterra, tinha como estratégia seu direcionamento às necessidades do público demandante, podendo ser considerado um modelo puro de gerencialismo britânico. Estão corretas: a) apenas as afirmativas I e II. b) apenas as afirmativas I, II e III.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) apenas d) apenas e) apenas GABARITO: as afirmativas II, III e IV. as afirmativas II e IV. as afirmativas III e IV. B

35. O orçamento participativo é um importante instrumento de participação do cidadão na gestão pública. A respeito desse instrumento, indique a opção correta. a) O processo de Orçamento Participativo gera decisões públicas, pois permite que os governantes exerçam, direta e concretamente, a luta por seus interesses, combinando a sua decisão individual com a participação coletiva. b) O processo de Orçamento Participativo permite a democratização da relação entre a União, Estados e Municípios, já que os gestores públicos deixam de ser simples coadjuvantes da política tradicional para serem protagonistas ativos da gestão pública. c) O processo de Orçamento Participativo contribui para a criação de uma esfera pública, estatal, em que os governantes consolidam tanto processos de co-gestão pública quanto mecanismos de controle social sobre o Estado. d) O processo de Orçamento Participativo tem a necessidade de um contínuo ajuste crítico, baseado em um princípio de auto-regulação, com o intuito de aperfeiçoar os seus conteúdos democráticos e de planejamento, e assegurar a sua não-estagnação. e) O processo de Orçamento Participativo é aperfeiçoado pela acumulação de experiências orçamentárias, onde o que era apenas requerimento, demanda ou necessidade, muda de qualidade mediante o processo eleitoral, adquirindo natureza política. GABARITO: D 36. Fleury e Fisher, em sua obra “Cultura e Poder nas Organizações”, de 1996, apresentam um caminho para desvendar a cultura de uma organização, baseado na observação de cinco processos organizacionais. A respeito desses processos, indique a opção correta. a) A análise do processo de comunicação permite desvendar as relações entre categorias, grupos e áreas da organização, identificando os elementos essenciais nos processos de criação e cristalização do universo simbólico da organização. b) A análise da organização dos processos de trabalho permite identificar, compreender e modificar os valores e comportamentos que vão sendo transmitidos e incorporados na organização. c) A análise do histórico das organizações possibilita compreender o processo de construção da identidade da organização, decifrando e interpretando os padrões culturais presentes nos processos de mediação da relação entre capital e trabalho. d) A análise das políticas de recursos humanos propicia compreender a natureza, as metas e os objetivos da organização, recuperando seu momento de criação e sua inserção no contexto político e econômico da época. e) A análise do processo de socialização de novos membros possibilita fornecer o referencial para se decifrar a dimensão política, mapeando as relações de poder entre as categorias de empregados e entre as áreas da organização. GABARITO: A 37. O controle está presente, em maior ou menor grau, em todas as formas de ação organizacional. Dentro de um modelo de administração moderno podemos admitir que a primeira etapa do processo de controle é: (A) avaliar ou medir o desempenho atual; (B) adotar a ação corretiva necessária; (C) estabelecer objetivos ou padrões de desempenho; (D) comparar o desempenho atual com os objetivos ou padrões estabelecidos; (E) limitar a autoridade exercida pelos vários níveis organizacionais. GABARITO: A 38. A descentralização oferece muitas vantagens às organizações. Entretanto, as barreiras para a delegação precisam ser ultrapassadas. Uma abordagem para que cada administrador delegue mais eficazmente é: (A) delegar a tarefa, dividindo-a por diferentes pessoas e incentivando a iniciativa de cada um; (B) delegar a tarefa juntamente com a responsabilidade pelos resultados e a autoridade para um desempenho autônomo;
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 (C) delegar preservando o controle, sem necessariamente haver retroação (feedback); (D) delegar observando os métodos, mas não as tarefas; (E) proporcionar a instrução de forma fragmentada para melhor compreensão da tarefa. GABARITO: D 39. Uma das vantagens da estrutura organizacional baseada em equipes é: (A) a auto-suficiência dos grupos para realizar o trabalho; (B) a focalização interna dirigida para dentro, isto é para o chefe; (C) a dupla subordinação, pois a equipe deve ter um líder e, em muitos casos os funcionários tem o chefe departamental regular da organização; (D) a mudança de mentalidade das pessoas que exige uma transformação da cultura na organização e consome pouco tempo; (E) a flexibilidade da força de trabalho e ser considerada a abordagem mais simples e enxuta. GABARITO: E 40. O Desenvolvimento Organizacional é uma abordagem especial de mudança organizacional. Entre as suas características estão: I - Uma visão de mudança segundo um processo planejado a longo prazo e contínuo, com ênfase nos processos grupais; II - Estímulo à competitividade; educação voltada para os aspectos instrumentais e racionais do trabalho; III -Educação para as exigências do mercado; monitoramento através do controle e da predição; IV - Foco na organização como um todo, utilização de agentes de mudança da organização e desenvolvimento de equipes. Assinale: (A) somente III e IV estão corretas; (B) somente I e III estão corretas; (C) somente I e IV estão corretas; (D) somente II e III estão corretas; (E) somente I e II estão corretas. GABARITO: D 41. No que se refere às bases do planejamento estratégico de RH, uma resposta adequada à condição de demanda de trabalho que excede a oferta de trabalho é: (A) desligamentos; (B) cortes de salários; (C) recrutamento externo; (D) demissões voluntárias; (E) compartilhamento de trabalho. GABARITO: C 42. Uma resposta adequada à condição de oferta de trabalho que excede a demanda de trabalho, no que se refere às bases do planejamento estratégico de RH é: (A) treinamento e retreinamento; (B) utilização de horas extras; (C) cortes de salários; (D) subcontratação de autônomos; (E) promoções dentro da companhia. GABARITO: C 43. Uma das vantagens da avaliação de desempenho humano através do método das escalas gráficas é: (A) flexibilidade no processo de avaliação; (B) participação ativa do funcionário avaliado; (C) profundidade e objetividade na avaliação do desempenho; (D) facilidade de planejamento e de construção do instrumento de avaliação; (E) impossibilita o efeito de generalização, também denominado hallo effect. GABARITO: D 44. Analise as afirmativas abaixo, indicando C para correto e E para errado e escolha a opção que representa a seqüência correta.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 ( ) Na gestão pública o dirigente utiliza-se de uma filosofia de negócios e, portanto, assume riscos que são seu principal ingrediente. ( ) A gestão privada caracteriza-se por poder fazer tudo o que não lhe é proibido, enquanto a pública caracteriza-se por fazer somente o que lhe é permitido. ( ) A gestão pública é fiscalizada internamente por meio de um sistema hierárquico, e essa fiscalização deriva do poder-dever de autotutela da Administração. ( ) A gestão pública, diferentemente da gestão privada, submete-se à fiscalização financeira-orçamentária, exercida pelo poder executivo auxiliado pelos Tribunais de Contas. ( ) Na gestão pública o cidadão-cliente é partícipe da avaliação de resultados, embora não se torne partícipe da formulação de políticas públicas. a) C-C-E-E-E b) E-E-E-C-C c) E-C-C-E-E d) C-E-E-E-C e) E-E-C-C-C GABARITO: C 45. Assinale como verdadeira (V) ou falsa (F) as definições sobre as características da comunicação na gestão pública. A seguir, indique a opção correta. ( ) A comunicação deve respeitar e se manter nas esferas de influência federal, estadual e municipal. ( ) O servidor público deve satisfação apenas ao seu superior imediato, que deve arbitrar que informações podem ser passadas para a comunidade. ( ) A comunicação no setor público é mais do que uma necessidade mercadológica; é um direito do cidadão em muitos casos. ( ) As novas tecnologias de comunicação estão mudando a forma como o orçamento e o seu controle são realizados, permitindo uma maior participação da sociedade. ( ) A comunicação na gestão pública cria redes organizacionais que são sempre coordenadas pelo Governo federal. a) V, F, V, V, F b) F, V, F, V, V c) V, V, F, F, F d) V, F, V, F, V e) F, F, V, V, F GABARITO: E 46. Nas atividades empresariais não monopolísticas, o cliente assume vital importância, pois tem poder de escolha, podendo trocar de produto ou serviço. Assinale a opção que explica por que o mesmo não acontece na administração pública. a) Porque na administração pública as estruturas são horizontalizadas, havendo múltiplos atendentes. b) Porque na administração pública há uma preocupação constante em conhecer as necessidades dos usuários. c) Porque na administração pública as estruturas verticalizadas facilitam a comunicação com o contribuinte. d) Porque na administração pública nem sempre contribuinte é usuário do serviço prestado pelo governo. e) Porque na administração pública os funcionários têm plena consciência de que seu salário é pago pelo contribuinte. GABARITO: D 47. Acerca dos instrumentos e conceitos relativos à gestão organizacional contemporânea, assinale a alternativa correta. a). As teorias situacionais abordam a liderança no contexto ambiental em que ela ocorre, levando-se em conta as características do líder, dos liderados, da tarefa e dos objetivos. b). O compartilhamento de informações em estrutura de rede descentralizada, com livre fluxo de comunicação em todas as direções, é recomendável para equipes que executam tarefas rotineiras e de baixa complexidade. c). A abordagem de organizações como sistemas abertos refere se ao relacionamento unidirecional da organização com seu ambiente externo.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d). A gestão estratégica focaliza-se nas operações cotidianas e na rotina da organização, com o intuito de manter determinada posição conquistada no mercado. GABARITO: A 48. Acerca do planejamento no processo organizacional, marque a alternativa correta. a). Previsão, resolução de problemas e plano são sinônimos de planejamento. b). Após a elaboração do planejamento estratégico, as organizações devem elaborar a análise dos ambientes externo e interno, quando identificarão seus pontos fortes e fracos, as ameaças e as oportunidades. c). Para que o processo de planejamento tenha foco claro nas necessidades da organização, deve-se restringir ao máximo a participação de unidades organizacionais de níveis hierárquicos inferiores. d). Contribuição para o alcance dos objetivos, precedência sobre as outras funções administrativas, maximização dos resultados positivos e minimização das deficiências são princípios gerais do planejamento. GABARITO: D

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 RACIOCÍNIO LÓGICO - QUANTITATIVO 1. Paulo vai ao supermercado uma, e somente uma, vez por semana, sendo que a probabilidade de ele ir em qualquer dia da semana é a mesma. Quando Paulo vai a um supermercado de segundafeira a sexta-feira, a probabilidade de ele comprar arroz é igual a 0,70. Quando Paulo vai ao supermercado no sábado ou no domingo, a probabilidade de ele comprar arroz é igual a 0,35. Sendo assim, em duas semanas consecutivas, a probabilidade de Paulo comprar arroz é igual a: (A) 0,70. (B) 0,60. (C) 0,49. (D) 0,40. (E) 0,36. GABARITO: E 2. Em uma urna há 30 esferas que se diferenciam apenas pela cor. Delas, 10 são vermelhas, 15 são pretas e 5 são azuis. Tirando-se, aleatoriamente e sem reposição, 4 esferas dessa urna, a probabilidade de que as 4 esferas sejam da mesma cor está entre: (A) 0,03 e 0,06. (B) 0,07 e 0,10. (C) 0,11 e 0,14. (D) 0,15 e 0,18. (E) 0,19 e 0,22. GABARITO: A 3. Um grupo de estudantes encontra-se reunido em uma sala para escolher aleatoriamente, por sorteio, quem entre eles irá ao Simpósio de Matemática do próximo ano. O grupo é composto de 15 rapazes e de um certo número de moças.Os rapazes cumprimentam-se, todos e apenas entre si, uma única vez; as moças cumprimentam-se, todas e apenas entre si, uma única vez. Há um total de 150 cumprimentos. O número de moças é, portanto, igual a: a) 10 b) 14 c) 20 d) 25 e) 45 GABARITO: A 4. Mauro, José e Lauro são três irmãos. Cada um deles nasceu em um estado diferente: um é mineiro, outro é carioca, e outro é paulista (não necessariamente nessa ordem).Os três têm, também, profissões diferentes: um é engenheiro, outro é veterinário, e outro é psicólogo (não necessariamente nessa ordem). Sabendo que José é mineiro, que o engenheiro é paulista, e que Lauro é veterinário, conclui-se corretamente que: a) Lauro é paulista e José é psicólogo. b) Mauro é carioca e José é psicólogo. c) Lauro é carioca e Mauro é psicólogo. d) Mauro é paulista e José é psicólogo. e) Lauro é carioca e Mauro é engenheiro. GABARITO: D 5. Pedro e Paulo estão em uma sala que possui 10 cadeiras dispostas em uma fila. O número de diferentes formas pelas quais Pedro e Paulo podem escolher seus lugares para sentar, de modo que fique ao menos uma cadeira vazia entre eles, é igual a: a) 80 b) 72 c) 90 d) 18 e) 56 GABARITO: B 6. Carlos não ir ao Canadá é condição necessária para Alexandre ir à Alemanha. Helena não ir à Holanda é condição suficiente para Carlos ir ao Canadá. Alexandre não ir à Alemanha é
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 condição necessária para Carlos não ir ao Canadá. Helena ir à Holanda é condição suficiente para Alexandre ir à Alemanha. Portanto: a) Helena não vai à Holanda, Carlos não vai ao Canadá, Alexandre não vai à Alemanha. b) Helena vai à Holanda, Carlos vai ao Canadá, Alexandre não vai à Alemanha. c) Helena não vai à Holanda, Carlos vai ao Canadá, Alexandre não vai à Alemanha. d) Helena vai à Holanda, Carlos não vai ao Canadá, Alexandre vai à Alemanha. e) Helena vai à Holanda, Carlos não vai ao Canadá, Alexandre não vai à Alemanha. GABARITO: C 7. O sultão prendeu Aladim em uma sala. Na sala há três portas. Delas, uma e apenas uma conduz à liberdade; as duas outras escondem terríveis dragões. Uma porta é vermelha, outra é azul e a outra branca. Em cada porta há uma inscrição. Na porta vermelha está escrito: “esta porta conduz à liberdade”. Na porta azul está escrito: “esta porta não conduz à liberdade”. Finalmente, na porta branca está escrito: “a porta azul não conduz à liberdade”. Ora, a princesa – que sempre diz a verdade e que sabe o que há detrás de cada porta – disse a Aladim que pelo menos uma das inscrições é verdadeira, mas não disse nem quantas, nem quais. E disse mais a princesa: que pelo menos uma das inscrições é falsa, mas não disse nem quantas nem quais. Com tais informações, Aladim concluiu corretamente que: a) a inscrição na porta branca é verdadeira e a porta vermelha conduz à liberdade. b) a inscrição na porta vermelha é falsa e a porta azul conduz à liberdade. c) a inscrição na porta azul é verdadeira e a porta vermelha conduz à liberdade. d) a inscrição na porta branca é falsa e a porta azul conduz à liberdade. e) a inscrição na porta vermelha é falsa e a porta branca conduz à liberdade. GABARITO: E 8. Uma faculdade possui 2500 alunos dos quais 40% falam espanhol e 60% são do sexo masculino. Sabe-se que 25% das mulheres falam espanhol. Desse modo, o número de alunos do sexo masculino e que falam espanhol é igual a: a) 500 b) 1100 c) 250 d) 750 e) 1750 GABARITO: D 9. Considere que, em uma escola, 5 alunos tenham sido escolhidos para representarem os demais alunos em comissões responsáveis pela organização dos jogos estudantis da região. Se o número de comissões é igual a 5 e um aluno só pode participar de um única comissão, assinale a opção que apresenta o número de maneiras diferentes que os 5 alunos selecionados podem ser distribuídos nas comissões. a) 3.125 b) 120 c) 25 d) 15 GABARITO: B 10. Um torneio é disputado por 18 equipes em turno e returno, ou seja, cada equipe joga duas vezes com cada uma das demais. O número total de jogos desse torneio é igual a: (A) 212; (B) 264; (C) 294; (D) 306; (E) 612. GABARITO: D 11. (A) (B) (C) (D) (E) Se a cada elemento X corresponde ao menos um elemento Y então: há mais elementos Y do que X; há menos elementos Y do que X; pode haver tantos elementos Y quanto há elementos X; o número de elementos Y é no mínimo o dobro do de elementos X; o número de elementos Y é no máximo o dobro do de elementos X.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: C 12. Dois irmãos investem no mercado financeiro. Em um determinado período, sabe-se que o primeiro tem 80% de probabilidade de apresentar um ganho positivo e o segundo tem 90%. A probabilidade de nenhum deles apresentar um ganho positivo, neste período, é igual a (A) 2% (B) 3% (C) 10% (D) 20% (E) 25% GABARITO: A 13.Considere que um investidor possui metade de seus títulos do tipo A, 20% do tipo B e o restante do tipo C. Sabe-se que a probabilidade dele obter lucro com o tipo A é igual a 80%, com o tipo B 90% e com o tipo C 60%. Escolhendo aleatoriamente um destes títulos e verificando que ele não apresentou lucro, a probabilidade dele ser do tipo A é igual a a) 2/3 b) 7/12 c) 1/2 d) 5/12 e) 2/7 GABARITO: D 14. Proposições são frases que podem ser julgadas como verdadeiras — V — ou como falsas — F — , mas não ambas; são freqüentemente simbolizadas por letras maiúsculas do alfabeto. A proposição simbolizada por A→B — lida como “se A, então B”, “A é condição suficiente para B”, ou “B é condição necessária para A” — tem valor lógico F quando A é V e B é F; nos demais casos, seu valor lógico é V. A proposição A ∧ B — lida como “A e B”— tem valor lógico V quando A e B forem V e valor lógico F, nos demais casos. A proposição ¬A, a negação de A, tem valores lógicos contrários aos de A Com base nas definições apresentadas acima, assinale a alternativa INCORRETA. a). A negação da proposição A→B possui os mesmos valores lógicos que a proposição A ∧ (¬B). b). Considere que A seja a proposição “As palavras têm vida” e B seja a proposição “Vestem-se de significados”, e que sejam consideradas verdadeiras. Nesse caso, a proposição A ∧ (¬B) é F. c). A negação da proposição “As palavras mascaram-se” pode ser corretamente expressa pela proposição “Nenhuma palavra se mascara”. d). A proposição “Se as reservas internacionais em moeda forte aumentam, então o país fica protegido de ataques especulativos” pode também ser corretamente expressa por “O país ficar protegido de ataques especulativos é condição necessária para que as reservas internacionais aumentem”. GABARITO: C 15. Na lógica sentencial, denomina-se proposição uma frase que pode ser julgada como verdadeira (V) ou falsa (F), mas não, como ambas. Assim, frases como “Como está o tempo hoje?” e “Esta frase é falsa” não são proposições porque a primeira é pergunta e a segunda não pode ser nem V nem F. As proposições são representadas simbolicamente por letras maiúsculas do alfabeto — A, B, C etc. Uma proposição da forma “A ou B” é F se A e B forem F, caso contrário é V; e uma proposição da forma “Se A então B” é F se A for V e B for F, caso contrário é V. Um raciocínio lógico considerado correto é formado por uma seqüência de proposições tais que a última proposição é verdadeira sempre que as proposições anteriores na seqüência forem verdadeiras. Considerando as informações contidas no texto acima, julgue os itens subseqüentes e após assinale a alternativa correta. I. É correto o raciocínio lógico dado pela seqüência de proposições seguintes: Se Antônio for bonito ou Maria for alta, então José será aprovado no concurso. Maria é alta. Portanto José será aprovado no concurso. II. É correto o raciocínio lógico dado pela seqüência de proposições seguintes: Se Célia tiver um bom currículo, então ela conseguirá um emprego. Ela conseguiu um emprego. Portanto, Célia tem um bom currículo. III. Na lista de frases apresentadas a seguir, há exatamente três proposições.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 “A frase dentro destas aspas é uma mentira.” A expressão X + Y é positiva. O valor de 4 +3= 7. Pelé marcou dez gols para a seleção brasileira. O que é isto? Estão corretos: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) apenas o item III. d) Todos os itens estão corretos. GABARITO: A 16. Proposições são sentenças que podem ser julgadas como verdadeiras — V —, ou falsas — F —, mas não cabem a elas ambos os julgamentos. As proposições simples são freqüentemente simbolizadas por letras maiúsculas do alfabeto, e as proposições compostas são conexões de é uma proposição composta que tem valor proposições simples. Uma expressão da forma lógico V quando A e B forem ambas V e, nos demais casos, será F, e é lida “A e B”. A expressão ¬A, “não A”, tem valor lógico F se A for V, e valor lógico V se A for F. A expressão , lida como “A ou B”, tem valor lógico F se ambas as proposições A e B forem F; nos demais casos, é V. A expressão tem valor lógico F se A for V e B for F. Nos demais casos, será V, e tem, entre outras, as seguintes leituras: “se A então B”, “A é condição suficiente para B”, “B é condição necessária para A”. Uma argumentação lógica correta consiste de uma seqüência de proposições em que algumas são premissas, isto é, são verdadeiras por hipótese, e as outras, as conclusões, são obrigatoriamente verdadeiras por conseqüência das premissas. Considerando as informações acima, assinale a alternativa correta. a). Considere a seguinte lista de sentenças: I Qual é o nome pelo qual é conhecido o Ministério das Relações Exteriores? II O Palácio Itamaraty em Brasília é uma bela construção do século XIX. III As quantidades de embaixadas e consulados gerais que o Itamaraty possui são, respectivamente, x e y. IV O barão do Rio Branco foi um diplomata notável. Nessa situação, é correto afirmar que entre as sentenças acima, apenas uma delas não é uma proposição. b). A sentença “No Palácio Itamaraty há quadros de Portinari ou no Palácio Itamaraty não há quadros de Portinari” é uma proposição sempre verdadeira. c) Considerando todos os possíveis valores lógicos, V ou F, atribuídos às proposições simples A e B, é correto afirmar que a proposição composta lógicos V. d) Considere que as proposições B para A é V. GABARITO: B 17. Acerca das regras de raciocínio a). A sentença “O Departamento Departamento de Promoção Comercial proposição que pode ser simbolizada possui exatamente dois valores

sejam V. Nesse caso, o único valor lógico possível

lógico, assinale a alternativa INCORRETA: Cultural do Itamaraty realiza eventos culturais e o não estimula o fluxo de turistas para o Brasil” é uma na forma

b) Sabe-se que as proposições têm os mesmos valores lógicos para todas as possíveis valorações de A e de B. Então a negação da proposição “O Brasil possui embaixada em Abu Dhabi e não em Marrocos” pode ser simbolizada da forma . c) As proposições compostas têm exatamente os mesmos valores lógicos, independentemente das atribuições V ou F dadas às proposições simples A e B. d) Considere como premissas as seguintes proposições: — “Ou o candidato é brasileiro nato ou o candidato não pode se inscrever no concurso para ingresso na carreira diplomática.” — “O candidato não pode inscrever-se no concurso para ingresso na carreira diplomática.” Nesse caso, obtém-se uma argumentação lógica correta se for apresentada como conclusão a proposição: “O candidato não é brasileiro nato.”
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) Considere que as premissas de um argumento incluem a proposição: “O barão do Rio Branco foi professor e San Tiago Dantas foi advogado”. Nesse caso, a proposição “Se San Tiago Dantas não foi advogado, então o barão do Rio Branco foi professor” é uma conclusão que torna o argumento correto. GABARITO: D 18. Com relação a probabilidade, combinações, arranjos e permutações, julgue os seguintes itens. I. Se uma gaveta de arquivo contiver 7 processos distintos: 3 referentes à compra de materiais hospitalares e 4 referentes à construção de postos de saúde, então, retirando-se ao acaso, simultaneamente, 3 processos dessa gaveta, a probabilidade de que pelo menos dois desses processos sejam referentes a compra de materiais hospitalares será superior a 0,4. II. Sabe-se que, no Brasil, as placas de identificação dos veículos têm 3 letras do alfabeto e 4 algarismos, escolhidos de 0 a 9. Então, seguindo-se essa mesma lei de formação, mas utilizando-se apenas as letras da palavra BRASIL, é possível construir mais de 600.000 placas diferentes que não possuam letras nem algarismos repetidos. III. Se o diretor de uma secretaria do MS quiser premiar 3 de seus 6 servidores presenteando um deles com um ingresso para cinema, outro com um ingresso para teatro e o terceiro com um ingresso para show, ele terá mais de 100 maneiras diferentes para fazê-lo. IV. Se o diretor de uma secretaria do MS quiser premiar 3 de seus 6 servidores presenteando cada um deles com um ingresso para teatro, ele terá mais de 24 maneiras diferentes para fazêlo. ESTÁ CORRETO: a) apenas o item I. b) apenas os itens I e II estão corretos. c) apenas os itens II e III estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: C 19. Três amigos — Ari, Beto e Carlos — se encontram todos os fins-de semana na feira de carros antigos. Um deles tem um gordini, outro tem um sinca e o terceiro, um fusca. Os três moram em bairros diferentes (Buritis, Praia Grande e Cruzeiro) e têm idades diferentes (45, 50 e 55 anos). Além disso, sabe-se que: I Ari não tem um gordini e mora em Buritis; II Beto não mora na Praia Grande e é 5 anos mais novo que o dono do fusca; III O dono do gordini não mora no Cruzeiro e é o mais velho do grupo. A partir das informações acima, é correto afirmar que a) Ari mora em Buritis, tem 45 anos de idade e é proprietário do sinca. b) Beto mora no Cruzeiro, tem 50 anos de idade e é proprietário do gordini. c) Carlos mora na Praia Grande, tem 50 anos de idade e é proprietário do gordini. d) Ari mora em Buritis, tem 50 anos de idade e é proprietário do fusca.QUESTÃO 72 GABARITO: DQUESTÃO 20. Assinale a opção que apresenta um argumento válido. a) Quando chove, as árvores ficam verdinhas. As árvores estão verdinhas, logo choveu. b) Se estudo, obtenho boas notas. Se me alimento bem, me sinto disposto. Ontem estudei e não me senti disposto, logo obterei boas notas mas não me alimentei bem. c) Se ontem choveu e estamos em junho, então hoje fará frio. Ontem choveu e hoje fez frio. Logo estamos em junho. d) Choveu ontem ou segunda-feira é feriado. Como não choveu ontem, logo segunda-feira não será feriado.5QUESTÃO 76 GABARITO: BQUEST 21. Suponha que, em 2006, em um estado brasileiro, o número de candidatos à Câmara Federal foi igual a doze vezes o número de candidatos ao Senado Federal, e o número de candidatos à Câmara Estadual foi igual ao triplo do número de candidatos à Câmara Federal. Sabendo-se que, nesse estado, o número de candidatos à Câmara Federal adicionado ao número de candidatos ao Senado Federal era igual a 65, é correto concluir que, nesse estado, o número de candidatos à Câmara Estadual em 2006 foi a) inferior a 150. b) superior a 150 e inferior a 160.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) superior a 160 e inferior a 170. d) superior a 170.UETÃO 80 GABARITO: DQUESTÃO 22. Em um posto de fiscalização da PRF, cinco veículos foram abordados por estarem com alguns caracteres das placas de identificação cobertos por uma tinta que não permitia o reconhecimento, como ilustradas abaixo, em que as interrogações indicam os caracteres ilegíveis.

Os policiais que fizeram a abordagem receberam a seguinte informação: se todas as três letras forem vogais, então o número, formado por quatro algarismos, é par. Para verificar se essa informação está correta, os policiais deverão retirar a tinta das placas a) I, II e V. b) I, III e IV. c) I, III e V. d) II, III e IV. e) II, IV e V. GABARITO: C 23. Em um posto de fiscalização da PRF, os veículos A, B e C foram abordados, e os seus condutores, Pedro, Jorge e Mário, foram autuados pelas seguintes infrações: (i) um deles estava dirigindo alcoolizado; (ii) outro apresentou a CNH vencida; (iii) a CNH apresentada pelo terceiro motorista era de categoria inferior à exigida para conduzir o veículo que ele dirigia. Sabe-se que Pedro era o condutor do veículo C; o motorista que apresentou a CNH vencida conduzia o veículo B; Mário era quem estava dirigindo alcoolizado. Com relação a essa situação hipotética, julgue os itens que se seguem. Caso queira, use a tabela na coluna de rascunho como auxílio. I A CNH do motorista do veículo A era de categoria inferior à exigida. II Mário não era o condutor do veículo A. III Jorge era o condutor do veículo B. IV A CNH de Pedro estava vencida. V A proposição “Se Pedro apresentou CNH vencida, então Mário é o condutor do veículo B” é verdadeira. RASCUNHO:

Estão certos apenas os itens a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) III e V. e) IV e V. GABARITO: D 24. A negação da afirmação “se o cachorro late então o gato mia” é: a) se o gato não mia então o cachorro não late. b) o cachorro não late e o gato não mia. c) se o cachorro não late então o gato não mia. d) o cachorro late e o gato não mia. e) o cachorro não late ou gato não mia. GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

25. Ainda com base nas definições do texto, é correto afirmar que a proposição simbolizada por a) b) c) d) e) GABARITO: C 26. Considere que as proposições abaixo sejam premissas de determinado argumento: ►Se Roberto é brasileiro, então Roberto tem plena liberdade de associação. ►Roberto não tem plena liberdade de associação ou Magnólia foi obrigada a associar-se. ►Se Carlos não interpretou corretamente a legislação, então Magnólia não foi obrigada a associar-se. Assinale a opção que correspondente à proposição que é verdadeira por conseqüência da veracidade dessas premissas. A Roberto não é brasileiro nem tem plena liberdade de associação. B Se Roberto é brasileiro, então Carlos interpretou corretamente a legislação. C Se Carlos não interpretou corretamente a legislação, então Roberto é brasileiro. D Carlos interpretou corretamente a legislação ou Magnólia foi obrigada a associar-se. E Se Magnólia foi obrigada a associar-se, então Roberto não tem plena liberdade de associação. GABARITO: B 27. Considere a tabela acima, que contém valorações de proposições simples A, B e C. Nesse caso, assinale a opção correspondente à proposição composta a partir de A, B e C que é sempre V para cada linha de valorações de A, B e C conforme a tabela. possui os mesmos valores lógicos que a proposição simbolizada por

a) b) c) d) e) GABARITO: A 28. Considere a afirmação X seguinte, que pode ser V ou F: “Se Maria for casada, então ela virá de vestido branco”. Tendo como base o texto, essa afirmação e as possíveis valorações V ou F das proposições simples que a compõem, marque a alternativa correta. I. Independentemente de X ser V ou F, a proposição “Se Maria não vier de vestido branco, então ela não é casada” será sempre V. II. Se as proposições “Maria é casada” e “Maria não virá de vestido branco” forem ambas V, então X será F. III. Se a proposição “Maria é casada” for F, então, independentemente de X ser V ou F, a proposição “Se Maria não for casada, então ela não virá de vestido branco” será sempre F. IV. As tabelas-verdade das proposições “Se Maria não vier de vestido branco, então ela não é casada” e “Se Maria é casada, então ela virá de vestido branco” são iguais.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Estão certos apenas os itens a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) III e IV. e) II e IV. GABARITO: E 29. Considere que Álvaro, Basílio e Carmelo tenham nascido na Argentina, Bolívia e Chile, não necessariamente nessa ordem. Sabe-se que aquele que nasceu na Bolívia, que não é Álvaro, é mais velho que Carmelo e o que nasceu no Chile é o mais velho dos três. Nessa situação e considerando as informações do texto, é correto afirmar que I. Álvaro nasceu na Argentina, Basílio, na Bolívia, e Carmelo, no Chile. II. Álvaro não é o mais velho nem o mais novo dos três. Está correto o que se afirma em: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: D 30. Tendo como base o texto, marque a alternativa correta, a respeito de lógica. I. Considere que as proposições “Alguns flamenguistas são vascaínos” e “Nenhum botafoguense é vascaíno” sejam valoradas como V. Nesse caso, também será valorada como V a seguinte proposição: “Algum flamenguista não é botafoguense”. II. Considere o argumento formado pelas proposições A: “Todo número inteiro é par”; B: “Nenhum número par é primo”; C: “Nenhum número inteiro é primo”, em que A e B são as premissas e C é a conclusão. Nesse caso, é correto afirmar que o argumento é um argumento válido. Está correto o que se afirma em: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: C 31. Com relação a contagem e combinatória, julgue os itens que se seguem. I. Considere que as senhas dos correntistas de um banco sejam formadas por 7 caracteres em que os 3 primeiros são letras, escolhidas entre as 26 do alfabeto, e os 4 últimos, algarismos, escolhidos entre 0 e 9. Nesse caso, a quantidade de senhas distintas que podem ser formadas de modo que todas elas tenham a letra A na primeira posição das letras e o algarismo 9 na primeira posição dos algarismos é superior a 600.000. II. Considere que, para a final de determinada maratona, tenham sido classificados 25 atletas que disputarão uma medalha de ouro, para o primeiro colocado, uma de prata, para o segundo colocado, e uma de bronze, para o terceiro colocado. Dessa forma, não havendo empate em nenhuma dessas colocações, a quantidade de maneiras diferentes de premiação com essas medalhas será inferior a 10.000. Está correto o que se afirma em: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: A 32. (CESPE_SOLDADO PM_CE_CADERNO 4_2008) Na comunicação, o elemento fundamental é a sentença, ou proposição simples, constituída esquematicamente por um sujeito e um predicado, aqui sempre na forma afirmativa. Toda proposição pode ser julgada como falsa (F), ou verdadeira (V), excluindo-se qualquer outra forma. Novas proposições são formadas a partir de proposições simples, utilizando-se conectivos. Considere a seguinte correspondência.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

Usa-se também o modificador não, simbolizado por ¬. As proposições são representadas por letras do alfabeto: A, B, C etc. A seguir, são apresentadas as valorações para algumas proposições compostas. Os espaços não-preenchidos podem servir de rascunho para auxiliar os raciocínios lógicos necessários ao julgamento dos itens.

Há expressões que não podem ser julgadas como V nem como F, por exemplo: x + 3 = 7. Nesse caso, a expressão constitui uma sentença aberta e x é a variável. Uma forma de passar de uma sentença aberta a uma proposição é pela quantificação da variável. São dois os quantificadores: “qualquer que seja” ou “para todo”, indicado por por Por exemplo, a proposição , e “existe”, indicado

é valorada como F, enquanto a

é valorada como V. Com base nessas informações, assinale a proposição alternativa correta, a respeito de lógica sentencial e de primeira ordem. I. Se A é a proposição “O soldado Vítor fará a ronda noturna e o soldado Vicente verificará os cadeados das celas”, então a proposição ¬A estará corretamente escrita como: “O soldado Vítor não fará a ronda noturna nem o soldado Vicente verificará os cadeados das celas”. II. Na tabela incluída no texto acima, considerando as possíveis valorações V ou F das proposições A e B, a coluna estará corretamente preenchida da seguinte forma.

Está correto o que se afirma em: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: B 33. Ainda com base no texto informativo a respeito de lógica, da página anterior, julgue os itens seguintes.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 I. Na tabela incluída no texto, considerando as possíveis valorações V ou F das proposições A e B, a coluna estará corretamente preenchida da seguinte forma.

II. Se Q é o conjunto dos números racionais, então a proposição julgada como V.

é

III. Se é o conjunto dos números inteiros, então a proposição é divisível por 3] é julgada como V. IV. Na tabela incluída no referido texto, considerando as possíveis valorações V ou F das proposições A e B, a coluna estará corretamente preenchida da seguinte forma.

Estão certos apenas os itens a) I e II. b) I e IV. c) I e III. d) III e IV. e) II e IV. GABARITO: C 34. Na comunicação, o elemento fundamental é a sentença, ou proposição simples, constituída esquematicamente por um sujeito e um predicado, sempre nas formas afirmativa ou negativa, excluindo-se as interrogativas e exclamativas. Toda proposição pode ser julgada como falsa (F), ou verdadeira (V), excluindo-se qualquer outra forma. Novas proposições são formadas a partir de proposições simples, com os conectivos “e”, simbolizado ; “ou”, simbolizado por ; “se ... então”, simbolizado por . Usa-se também o por modificador “não”, simbolizado por ¬. As proposições são representadas por letras do alfabeto: A, B, C etc. A seguir são apresentadas as valorações para algumas proposições compostas a partir das valorações das proposições A e B que compõem essas proposições compostas. As valorações de uma proposição composta compõem a tabela-verdade da respectiva proposição.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Há expressões que não podem ser julgadas como V nem como F, por exemplo: “x + 3 = 7”, “Ele foi um grande brasileiro”. Nesses casos, as expressões constituem sentenças abertas e “x” e “Ele” são variáveis. Uma forma de passar de uma sentença aberta a uma proposição é pela quantificação da variável. São dois os quantificadores: “qualquer que seja”, ou “para todo”, indicado por e “existe”, indicado por . Por exemplo, a proposição é

é valorada como F, enquanto a proposição valorada como V. Com base nessas informações, assinale a alternativa correta. a) Considere as seguintes sentenças: I O Acre é um estado da Região Nordeste. II Você viu o cometa Halley? III Há vida no planeta Marte. IV Se x < 2, então x + 3 > 1. Nesse caso, entre essas 4 sentenças, apenas duas são proposições. b) Considere as seguintes proposições:

Nesse caso, entre essas 4 proposições, apenas duas são V. c) Considere as seguintes proposições:

Nesse caso, entre essas 4 proposições, apenas duas são F. d) Se A é a proposição “Todo bom soldado é pessoa honesta”, considere as proposições seguintes: B Nenhum bom soldado é pessoa desonesta. C Algum bom soldado é pessoa desonesta. D Existe bom soldado que não é pessoa honesta. E Nenhuma pessoa desonesta é um mau soldado. Nesse caso, todas essas 4 últimas proposições podem ser consideradas como enunciados para a proposição ¬A. GABARITO: C 35. Considere as seguintes proposições e assinale a alternativa INCORRETA: a) Considere as seguintes proposições

Nesse caso, entre essas 4 proposições, apenas uma é F. b) Se A é a proposição “O soldado Brito é jovem e casado”, então a proposição “O soldado Brito não é jovem mas é solteiro” é um enunciado correto para a proposição ¬A. c) Se A e B são proposições, então a proposição só será F se A e B forem V; em

qualquer outro caso, a proposição será sempre V. d) Considere a proposição composta Z: “Se André é soldado, então Bruno é cabo”, para todas as possíveis valorações V ou F das proposições simples A: “André é soldado” e B: “Bruno é cabo” que tornam Z valorada como V. Para essas mesmas valorações dessas proposições simples, considere também as seguintes proposições. W: Se André não é soldado, então Bruno não é cabo. X: Se Bruno é cabo, então André é soldado. Y: Se Bruno não é cabo, então André não é soldado.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Nesse caso, preenchendo a tabela abaixo, se necessário, é correto concluir que, entre as três proposições W, X e Y, apenas a Y é sempre V.

GABARITO: B 36. Um teste de aptidão física consta de três provas: salto em altura, salto em distância e corrida. Ao realizar tais provas, Jerônimo, Otávio e Afonso foram reprovados por não atingirem a marca mínima exigida, em virtude de sentirem, cada um, um tipo de dor (de dente, de cabeça, de estômago), Sabe-se que: ►cada um foi reprovado em apenas uma das modalidades; ► Jerônimo não estava com dor de cabeça nem de estômago; ► quem estava com dor de cabeça foi reprovado no salto em altura; ► Afonso foi reprovado na corrida. Nessas condições, é verdade que a))Otávio foi reprovado no salto em altura. b) Jerônimo foi reprovado na corrida. c) Afonso estava com dor de cabeça. d) Afonso estava com dor de dente. e) Otávio estava com dor de estômago. GABARITO: A 37. Uma proposição é uma frase afirmativa que pode ser julgada como verdadeira ou falsa. Um argumento é considerado válido se, sendo sua hipótese verdadeira, a sua conclusão também é verdadeira. Considerando essas informações e a figura abaixo, em que estão colocadas algumas figuras geométricas conhecidas — quadrados, triângulos e pentágonos (5 lados) — dispostas em uma grade, julgue os itens seguintes e após assinale a alternativa correta.

I. A proposição Se A é um triângulo pequeno, então A está atrás de C é verdadeira. II. A afirmativa Existe um pentágono grande e todos os triângulos são pequenos é uma proposição falsa. III. Considere que sejam verdadeiras as seguintes proposições. Se B é um quadrado pequeno então E é um pentágono grande. B não é um quadrado pequeno. Nessa situação, é correto concluir que é verdadeira a proposição E não é um pentágono grande. Estão certos apenas os itens a) I e II. b) II e III. c) apenas o item I. d) apenas o item II. e) todos estão certos.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: D 38. Cada um dos itens subseqüentes contém uma situação hipotética seguida de uma assertiva a ser julgada. I. Um policial civil possui uma vestimenta na cor preta destinada às solenidades festivas, uma vestimenta com estampa de camuflagem, para operações nas florestas. Para o dia-a-dia, ele possui uma calça na cor preta, uma calça na cor cinza, uma camisa amarela, uma camisa branca e uma camisa preta. Nessa situação, se as vestimentas de ocasiões festivas, de camuflagem e do dia-a-dia não podem ser misturadas de forma alguma, então esse policial possui exatamente 7 maneiras diferentes de combinar suas roupas. II. Uma empresa fornecedora de armas possui 6 modelos adequados para operações policiais e 2 modelos inadequados. Nesse caso, se a pessoa encarregada da compra de armas para uma unidade da polícia ignorar essa adequação e solicitar ao acaso a compra de uma das armas, então a probabilidade de ser adquirida uma arma inadequada é inferior a Está correto o que se afirma em: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: B 39. Considere que as letras P, Q, R e T representem proposições e que os símbolos

sejam operadores lógicos que constroem novas proposições e significam não, e, ou e então, respectivamente. Na lógica proposicional, cada proposição assume um único valor (valor-verdade), que pode ser verdadeiro (V) ou falso (F), mas nunca ambos. Com base nas informações apresentadas no texto acima, julgue os itens a seguir. I. Se as proposições P e Q são ambas verdadeiras, então a proposição verdadeira. também é

II. Se a proposição T é verdadeira e a proposição R é falsa, então a proposição é falsa. III. Se as proposições P e Q são verdadeiras e a proposição R é falsa, então a proposição é verdadeira. Estão certos apenas os itens a) I e II. b) II e III. c) apenas o item I. d) apenas o item II. e) todos estão certos. GABARITO: D 40. Considere as sentenças abaixo. I Fumar deve ser proibido, mas muitos europeus fumam. II Fumar não deve ser proibido e fumar faz bem à saúde. III Se fumar não faz bem à saúde, deve ser proibido. IV Se fumar não faz bem à saúde e não é verdade que muitos europeus fumam, então fumar deve ser proibido. V Tanto é falso que fumar não faz bem à saúde como é falso que fumar deve ser proibido; conseqüentemente, muitos europeus fumam. Considere também que P, Q, R e T representem as sentenças listadas na tabela a seguir.

Com base nas informações acima e considerando a notação introduzida no texto, marque a alternativa INCORRETA.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a). A sentença I pode ser corretamente representada por b). A sentença III pode ser corretamente representada por c). A sentença IV pode ser corretamente representada por d). A sentença V pode ser corretamente representada por GABARITO: B 41. Conta-se na mitologia grega que Hércules, em um acesso de loucura, matou sua família. Para expiar seu crime, foi enviado à presença do rei Euristeu, que lhe apresentou uma série de provas a serem cumpridas por ele, conhecidas como Os doze trabalhos de Hércules. Entre esses trabalhos, encontram-se: matar o leão de Neméia, capturar a corça de Cerinéia e capturar o javali de Erimanto. Considere que a Hércules seja dada a escolha de preparar uma lista colocando em ordem os doze trabalhos a serem executados, e que a escolha dessa ordem seja totalmente aleatória. Além disso, considere que somente um trabalho seja executado de cada vez. Com relação ao número de possíveis listas que Hércules poderia preparar, assinale a alternativa correta. a). O número máximo de possíveis listas que Hércules poderia preparar é superior a 12 × 10!. b). O número máximo de possíveis listas contendo o trabalho “matar o leão de Neméia” na primeira posição é inferior a 240 × 990 × 56 × 30. c). O número máximo de possíveis listas contendo os trabalhos “capturar a corça de Cerinéia” na primeira posição e “capturar o javali de Erimanto” na terceira posição é inferior a 72 × 42 × 20 × 6. d). O número máximo de possíveis listas contendo os trabalhos “capturar a corça de Cerinéia” e “capturar o javali de Erimanto” nas últimas duas posições, em qualquer ordem, é inferior a 6! × 8!. GABARITO: D 42. Supondo que todos os cientistas são objetivos e que alguns filósofos também o são, podemos logicamente concluir que: a) não pode haver cientista filósofo. b) nenhum filósofo é objetivo. c) algum filósofo é cientista. d) se algum filósofo é cientista, então ele é objetivo. e) alguns cientistas não são filósofos. GABARITO: D 43. Em um país estranho sabe-se que as pessoas estão divididas em dois grupos: o grupo dos que têm uma idéia original e o grupo dos que têm uma idéia comercializável. Sabe-se também que 60% das pessoas têm uma idéia original e apenas 50% têm idéias comercializáveis. Podemos afirmar que: a) 15% das pessoas têm idéias originais e comercializáveis. b) 65% das pessoas têm idéias originais e não-comercializáveis. c) 10% das pessoas têm idéias originais e comercializáveis. d) 30% das pessoas têm idéias comercializáveis, mas não originais. e) 70% das pessoas têm idéias originais e não-comercializáveis. GABARITO: C 44. Luciano, Cláudio e Fernanda são três estudantes de Filosofia. Sabe-se que um deles estuda Frege, o outro Kant e o terceiro Wittgenstein. Sabe-se ainda que: 1) Cláudio ou Fernanda estuda Frege, mas não ambos; 2) Luciano ou Fernanda estuda Kant, mas não ambos; 3) Luciano estuda Frege ou Cláudio estuda Wittgenstein, mas não ocorrem as duas opções simultaneamente; 4) Fernanda ou Cláudio estuda Wittgenstein, mas não ambos. Luciano, Cláudio e Fernanda estudam respectivamente: a) Kant, Wittgenstein e Frege. b) Frege, Wittgenstein e Kant. c) Kant, Frege e Wittgenstein. d) Wittgenstein, Kant e Frege. e) Frege, Kant e Wittgenstein. GABARITO: A
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

. . .

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

45. Se Ludwig entende de Lógica, então há um rinoceronte na sala. Se há um rinoceronte na sala, então Bertrand não entende de Lógica. Se Bertrand não entende de Lógica, então George é culpado. Mas George não é culpado. Logo: a) Há um rinoceronte na sala e Ludwig não entende de Lógica. b) Não há um rinoceronte na sala e Ludwig entende de Lógica. c) Bertrand entende de Lógica e não há um rinoceronte na sala. d) Há um rinoceronte na sala e Bertrand não entende de Lógica. e) Bertrand não entende de Lógica, mas Ludwig entende. GABARITO: C 46. Supondo que cronópios e famas existem e que nem todos os cronópios são famas podemos concluir logicamente que: a) Nenhum cronópio é fama. b) Algum cronópio não é fama. c) Algum cronópio é fama. d) Todos os cronópios são famas. e) Nenhum fama é cronópio. GABARITO: B 47. Negar a sentença a) E falso que o Pai b) O pai de Lili não c) O pai de Lili não d) E falso que o pai e) O pai de Lili não GABARITO: C “O pai de Lili e Baiano ou a mãe e Carioca” de Lili e Baiano ou que a mãe e Carioca; e Baiano e a mãe não e Carioca; e Baiano ou a mãe não e Carioca. de Lili e Baiano ou a mãe e Carioca; e Baiano e a mãe e Carioca;

48. Decida sobre os argumentos a seguir, se as orações refletem a realidade: I. Se o mês de maio tem 31 dias, então a Terra e plana; II. Se Santos Dumont nasceu na Argentina, então o ano tem 9 meses. III. Se Curitiba é capital de São Paulo, então Cantor criou a Teoria dos conjuntos. IV. Se ‘pi’ e um numero Racional, então Chico de Holanda escreveu “os sertões”. a) FVVV. b) FFVV; c) VFFF; d) FVFV; e) FFFF; GABARITO: A 49. Julgue os argumentos a seguir, se as orações refletem a realidade: I. Lisboa e a capital de Portugal se, e somente se, Tiradentes foi enforcado. II. A Terra e quadrada se, e somente se, 3,5 e um número inteiro. III. O Atlético foi campeão brasileiro em 2001 se, e somente se, 1 e primo; IV. Zero e par se, e somente se, 1 e primo. a) VVVV; b) VVFV: c) VFFV; d) FVFV; e) FFVF; GABARITO: B 50. Determinar o valor lógico das sentenças a seguir: I. 3+2=6 e o dobro de cinco e dez; II. 0>1 ou 2 e primo. III. Se 0 e positivo então Tg45º = 0. IV. Se raiz quadrada de –1 e –1, então seno(10º)= 0,1. a) VVFF; b) VFVF; c) FVVV. d) FFVV;
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) FFFV; GABARITO: C

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

ECONOMIA 1. Considere a seguinte função de demanda: X = a - b.P onde X = quantidade demandada, P = preço, e “a” e “b” constantes positivas. Na medida em que nos aproximamos do preço proibitivo, o valor absoluto do coeficidente de elasticidade tenderá a(ao): a) b/a b) zero c) 1 d) a/b e) infinito GABARITO: E 2. Considere: Y = C(Y) + I + G + X - M(Y) C(Y) = Co + 0,7.Y M(Y) = Mo + 0,5.Y I = 700 G = 200 X = 300 Co = 500 Mo = 100 Onde Y = produto; I = investimento; G = gastos do governo; X = exportações; M = importações; Co = consumo autônomo; Mo = importações autônomas. Com base nessas informações, é incorreto afirmar que a) ∆Y/∆Co = 1,5. b) no equilíbrio, Y = 2.000. c) no equilíbrio, C = 1.900. d) no equilíbrio, M = 1.100. e) se ∆G = 100, então ∆Y = 125. GABARITO: A 3. Considere a seguinte afirmação (adaptada do glossário apresentado no site www.fazenda.gov.br/seae/documentos/ Glossario.html): “As Economias de escopo ocorrem quando o ___________ de uma firma para produzir conjuntamente, pelo menos dois produtos/serviços, é __________ do que o custo de duas ou mais firmas produzem separadamente estes mesmos produtos/serviços, a preços dados dos insumos. De forma ___________ às economias de escala, as economias de escopo podem também ser entendidas como _________ nos _________ derivadas da produção conjunta de bens distintos, a preços dados dos insumos”. Assinale a opção que preenche corretamente as lacunas do texto. a) custo marginal, menor, similar, reduções, custos médios b) custo médio menor, diferentemente, reduções, custos médios c) custo total, menor, similar, reduções, custos médios d) custo médio, menor, similar, reduções, custos marginais e) custo total, menor, diferente, elevações, lucros médios GABARITO: C 4. Considere a seguinte função de produção: q = q(a, b) onde a e b são os fatores de produção. Considerando Pmga e Pmgb as produtividades marginais de a e b respectivamente e Pmea e Pmeb as produtividades médias de a e b, respectivamente, e supondo q homogênea de grau 1, pode-se afirmar que a) se Pmgb > 0 => Pmea < Pmga. b) se Pmgb = 0 => Pmea = Pmga. c) se Pmgb = 0 => Pmea = 0 e Pmga ≠ 0. d) se Pmgb = 0 => Pmea ≠ 0 e Pmga = 0. e) se Pmgb = 0 => Pmea =0 e Pmga =0. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 5. Pode-se denominar “barreiras à entrada” qualquer fator em um mercado que ponha um potencial competidor eficiente em desvantagem com relação aos agentes econômicos estabelecidos. Podem ser considerados como fatores de barreira à entrada, exceto: a) economias de escala ou de escopo. b) custos fixos elevados. c) custos afundados. d) inexistência de propriedade de recursos utilizados pelas empresas instaladas. e) ameaça de reação dos competidores instalados. GABARITO: D 6. Considere os seguintes dados de um sistema de contas nacionais, que segue a metodologia do sistema adotado no Brasil, em unidades monetárias: Produção = 1200 Importação de bens e serviços = 60 Impostos sobre produtos = 70 Consumo final = 600 Formação bruta de capital fixo = 100 Variação de estoques = 10 Exportações de bens e serviços = 120 Com base nessas informações, o consumo intermediário é igual a: a) 500 b) 400 c) 450 d) 550 e) 600 GABARITO: A 7. Considere os seguintes dados: Investimento privado = 300 Poupança privada = 300 Investimento público = 200 Poupança do governo = 100 Com base nessas informações e considerando as identidades macroeconômicas básicas, a economia apresenta a) um déficit em transações correntes de 100 e um superávit público de 100. b) um superávit em transações correntes de 100 e um déficit público de 100. c) um déficit em transações correntes de 100 e um déficit público de 100. d) um déficit em transações correntes de 100 e um déficit público nulo. e) um déficit em transações correntes nulo e um superávit público de 100. GABARITO: C 8. Considerando “E” = taxa real de câmbio calculada considerando os índices de preços interno e no estrangeiro e a taxa nominal de câmbio segundo conceito utilizado no Brasil; e “e” = taxa nominal de câmbio segundo conceito utilizado no Brasil, é incorreto afirmar que a) uma valorização da moeda nacional em relação à moeda estrangeira significa uma redução no valor de “e”. b) uma elevação no nível de preços no estrangeiro maior do que a elevação no nível de preços internos tende a reduzir o valor de “E”. c) a inflação doméstica tende a reduzir o valor de “E”. d) é possível uma queda de “e” junto com uma elevação em “E”. e) é possível uma elevação de “e” junto com uma queda em “E”. GABARITO: B 9. Considerando o comportamento do saldo em transações correntes durante a década de 90, é correto afirmar que a) na média, o saldo permaneceu nulo durante o período em que o país adotou o regime de bandas cambiais. b) tal saldo passou a ser superavitário após a implantação do Plano Real, graças à forte entrada líquida de capitais de curto prazo.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) tal saldo foi deficitário após a implantação do Plano Real; entretanto, a partir de 1999, o saldo passa a ser superavitário, apresentando uma resposta imediata à mudança do regime cambial naquele ano. d) tal saldo continuou a ser superavitário após a implantação do Plano Real graças ao desempenho da balança de serviços que passou a ser favorecida pela política cambial baseada na denominada “ancoragem”. e) tal saldo passou a ser deficitário após a implantação do Plano Real, podendo ser considerado como um dos fatores que contribuíram para a mudança cambial no final da década. GABARITO: E 10. Considere as seguintes informações para uma economia hipotética (em unidades monetárias): Exportações de bens e serviços não fatores: 200 Importações de bens e serviços não fatores: 300 Renda líquida enviada ao exterior: 100 Com base nessas informações e considerando as identidades macroeconômicas básicas decorrentes de um sistema de contas nacionais, é correto afirmar que essa economia hipotética apresentou: a) déficit no balanço de pagamentos em transações correntes de 100. b) déficit no balanço de pagamentos em transações correntes de 200. c) superávit no balanço de pagamentos de 200. d) saldo nulo no balanço de pagamentos em transações correntes. e) superávit no balanço de pagamentos de 100. GABARITO: B 11. Considere as seguintes informações para uma economia hipotética (em unidades monetárias): Variação de estoques: 50. Poupança líquida do setor privado: 270. Depreciação: 30. Déficit do balanço de pagamentos em transações correntes: 100. Saldo do governo em conta corrente: 300. Com base nessas informações e considerando as identidades macroeconômicas básicas decorrentes de um sistema de contas nacionais, é correto afirmar que a formação bruta de capital fixo dessa economia foi de: a) 520. b) 620. c) 550. d) 650. e) 600. GABARITO: D 12. Considere válida a seguinte restrição orçamentária intertemporal de dois períodos para uma nação hipotética: C1 + C2/(1+r) = Q1 + Q2/(1+r) Onde C1 e C2 são os valores para o consumo no período 1 e 2 respectivamente. Q1 e Q2 as rendas dos períodos 1 e 2 respectivamente. Considerando que essa economia hipotética “respeita” essa restrição e mantém relações comercial e financeira com o resto do mundo, é incorreto afirmar que: a) o consumo no primeiro período pode ser maior do que a renda no primeiro período. b) se C1 > Q1 então C2 < Q2. c) o consumo no período 1 não pode ser igual ao consumo no período 2. d) se a nação tiver um déficit na conta corrente no 1º período, incorrendo assim em dívida externa, deverá ter um superávit futuro para pagar a dívida. e) um déficit comercial no primeiro período deve ser necessariamente compensado por um superávit comercial no 2º período. GABARITO: C 13. Suponha: c = papel moeda em poder do público/M1 d = 1 – c R = encaixes totais dos bancos comerciais / depósitos à vista M1 = meios de pagamentos B = base monetária
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 M1 = m.B c = d Considere que no período 1 o valor para R foi de 0,5 enquanto que no período 2 esse valor passou para 0,6. Considerando que não houve variações nos outros coeficientes de comportamento, pode-se afirmar que o valor de m apresentou, entre os períodos 1 e 2: a) uma queda de 6,250%. b) um aumento de 6,250%. c) uma queda de 4,100%. d) um aumento de 4,100%. e) uma queda de 8,325%. GABARITO: A 14. Considere: Md = demanda por moeda P = nível geral de preços Y = renda agregada r = taxa de juros Considere ainda: Demanda real por moeda: Md/P = 0,3.Y – 20.r Relação IS: Y = 650 – 1.000.r Renda real de pleno emprego = 600 Considerando todas essas informações e supondo ainda que o nível geral de preços seja igual a 1, pode-se afirmar que a oferta real de moeda no equilíbrio de pleno emprego é igual a a) 183. b) 139. c) 123. d) 97. e) 179. GABARITO: E 15. A teoria do comportamento do consumidor constitui um dos pilares da análise microeconômica. Acerca desse tópico, julgue os itens a seguir. I. O fato de que, nos últimos anos, os airbags tenham se tornado presentes na maioria dos carros norte-americanos é consistente com a existência de curvas de indiferença verticais entre equipamento de segurança e os demais bens, decorrente da maior disponibilidade dos norte-americanos a pagar por airbags. II. O aumento das matrículas na educação superior decorrente da concessão de bolsas parciais de estudos a estudantes de baixa renda, em instituições privadas de educação superior no âmbito do Programa Universidade para Todos (ProUni), está associado à existência de efeito substituição positivo no consumo de educação superior. III. Para um dado consumidor, a taxa marginal de substituição entre dois bens quaisquer, no equilíbrio, iguala-se à relação de preço entre essas mercadorias, indicando, assim, que a valoração do mercado referente a esses bens coincide com aquela determinada pelas preferências do consumidor. IV. A proibição da venda de bebidas alcoólicas nas rodovias federais, se efetivamente implementada, deslocará a curva de demanda de mercado dessas bebidas, para baixo e para a esquerda. V. Supondo-se que, no mercado de TV a cabo, a elasticidade preço da demanda para o plano básico seja inferior à unidade, então, um aumento do preço desse pacote aumentará o gasto das famílias com esses serviços. a) VVFFF; b) VFVFC; c) FVVVF. d) FFVVV; e) FFFVF; GABARITO: D 16. Em relação à teoria da produção e dos custos, julgue os itens subseqüentes. I. Funções de produção lineares apresentam rendimentos marginais decrescentes no insumo variável.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 II. Uma maior escala de operações contribui para a existência de retornos constantes de escala, porque a produção em grandes quantidades viabiliza o uso de tecnologias mais avançadas e de equipamentos automatizados e de alto desempenho. III. Se, em determinada empresa, a produtividade média do trabalhador está aumentando, então, a produtividade média do fator trabalho nessa empresa é superior ao seu produto marginal. IV. Despesas com prêmios de seguros e com provisão para depreciação são incluídas nos custos fixos totais, incorridos mesmo quando a produção é nula. a) VVFF; b) VFVF; c) FVFV. d) FFVV; e) FFFV; GABARITO: C 17. Nas economias de mercado, os preços se formam diferentemente segundo as estruturas de mercado vigentes. A esse respeito, assinale a alternativa INCORRETA. a). A elevada substituabilidade de produtos agrícolas, associada ao fato de que na agricultura, em comparação com outras indústrias, existem poucas barreiras à entrada, contribui para que as condições de concorrência perfeita sejam atendidas nos mercados agrícolas. b). O fato de que os monopólios podem deliberadamente restringir seus lucros para desencorajar o surgimento de competidores potenciais é incompatível com a política de preço, conhecida como preço limite. c). Considere o fato de que, recentemente, os dois principais grupos produtores de aços longos do país, Gerdau e Arcelor Mittal (ex-Belgo Siderurgia), reajustaram os preços do mesmo tipo de produto em 9,6% (Diário do Comércio, BH, 15/2/2008). Tal fato pode ser visto como prática colusiva, adotada pelas empresas no intuito de maximizar seus lucros. d). A busca de um nicho de mercado, por meio do atendimento de necessidades específicas do consumidor, constitui uma estratégia competitiva típica de empresas que atuam em mercados organizados sob a forma de concorrência monopolística. GABARITO: B 18. As empresas utilizam diferentes estratégias para enfrentar a acirrada concorrência nos mercados em que atuam. Com relação a esse assunto, julgue os itens seguintes. I. A premiação com preços promocionais de adesão, mais baixos que aqueles pagos por clientes mais antigos, exemplifica a estratégia de discriminação de preços baseada no produto. II. A diferenciação dos produtos, que define o padrão de concorrência da indústria de refrigerantes, apóia-se sobretudo no fato de que a elasticidade preço da demanda de refrigerantes é muito elevada, aumentando assim a sensibilidade do consumo dessas bebidas em relação a alterações de preços dos seus concorrentes. III. A rivalidade entre firmas tende a se acentuar quando a demanda pelos produtos por elas comercializados se expande rapidamente e quando os custos incorridos pelos consumidores na troca de uma marca por outra são elevados. Estão certos apenas os itens a) I e II. b) II e III. c) apenas o item I. d) apenas o item II. e) todos estão errados. GABARITO: E 19. A teoria macroeconômica procura explicar o comportamento dos grandes agregados econômicos, abordando temas como inflação, desemprego, desequilíbrios externos e crescimento econômico. Utilizando os conceitos básicos dessa teoria, assinale a alternativa INCORRETA. a). No Brasil, tradicionalmente, a balança de serviços e das rendas recebidas e enviadas ao exterior é negativa, contribuindo, assim, para reduzir o superavit (ou aumentar o deficit) da balança de transações correntes. b). No Brasil, a queda das bolsas de valores em 2007, provocada pela crise do setor imobiliário nos Estados Unidos da América (EUA), reduziu os investimentos e, conseqüentemente, conduziu à retração do produto interno bruto (PIB) da economia do país nesse período.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c). Os elevados lucros auferidos pelos bancos privados no Brasil contribuem para aumentar tanto a renda nacional como a renda pessoal disponível da economia brasileira. d). O fato de que a formação bruta de capital fixo somada à variação de estoques é igual ao somatório das poupanças privada, pública e externa decorre da identidade básica da contabilidade nacional. GABARITO: B 20. A teoria macroeconômica procura explicar o comportamento dos grandes agregados econômicos, abordando temas como inflação, desemprego, desequilíbrios externos e crescimento econômico. Utilizando os conceitos básicos dessa teoria, assinale a alternativa CORRETA. a). O conceito de déficit primário se altera quando da postergação de dívidas do governo, porque inclui os efeitos da inflação e o pagamento dos juros resultante do endividamento do setor público. b). A dívida líquida do setor público corresponde às obrigações do setor público junto ao setor financeiro, excluindo, assim, os empréstimos do governo contraídos junto ao setor privado não financeiro nacional e internacional. c). Os depósitos especiais remunerados, assim como os depósitos de poupança, são contabilizados no agregado monetário M1. d). Em situação de desemprego, a relação salário-emprego se desloca para baixo, implicando, assim, que a contração da demanda agregada reduzirá, subseqüentemente, os salários. GABARITO: D 21. A teoria macroeconômica procura explicar o comportamento dos grandes agregados econômicos, abordando temas como inflação, desemprego, desequilíbrios externos e crescimento econômico. Utilizando os conceitos básicos dessa teoria, assinale a alternativa CORRETA. a). O fato de aumentos na oferta de moeda reduzirem as taxas de juros e, portanto, conduzirem ao aumento da demanda de investimentos e do nível de atividade econômica é consistente com a visão monetarista da política monetária. b). Aumentos na propensão marginal a consumir contribuem para tornar a curva de demanda agregada mais inclinada e, portanto, menos elástica em relação ao nível de preços. c). Políticas monetárias restritivas, mediante uma contração da oferta de moeda, elevam as taxas de juros e deslocam a curva LM para cima e para a esquerda. d). A existência, no longo prazo, de uma curva de oferta agregada horizontal é consistente com a visão clássica da economia. GABARITO: C 22. As questões de economia internacional são cruciais à compreensão das economias de mercado em um mundo globalizado. Com base nessa análise, assinale a opção INCORRETA. a). As perdas em termos de bem-estar, decorrentes do aumento da tarifa de importações de calçados e de confecções aprovado recentemente pela Câmara de Comércio Exterior (CAMEX), serão tanto maiores, quanto mais elásticas forem as curvas da demanda doméstica para esses produtos. b). Contrariamente à utilização de subsídios à produção doméstica, o uso de cotas de importação não altera o preço das mercadorias beneficiadas pela cota e, portanto, não gera ineficiência. c). O acordo de complementação econômica referente ao setor automotivo, firmado entre o MERCOSUL e o México, constitui um exemplo típico de acordo bilateral de comércio exterior que visa aumentar o acesso dos produtos dos países membros a terceiros mercados. d). O Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (North American Free Trade Agreement) ou NAFTA, cujos países membros são Canadá, México e EUA, envolve a livre circulação dos fatores de produção e a integração de políticas fiscais e monetárias, caracterizando-se, pois, como uma união econômica. a) VVFF; b) VFVF; c) FVFV. d) FFVV; e) FFFV; GABARITO: B 23. A ação do Estado é crucial para garantir a produção eficiente e eqüitativa de bens públicos e dos bens privados ofertados pelo setor público. Por essa razão, é importante
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 estudar a economia do setor público, incluindo-se, aí, as finanças públicas. A esse respeito, assinale a alternativa INCORRETA. a) Em razão de serem não-excludentes e não-rivais, os bens públicos puros, como iluminação pública e defesa nacional, não são providos de forma eficiente pelos mercados privados. b). Programas de subsídios às exportações ilustram bem a função redistributiva do governo. c). O crescimento da aversão à desigualdade na maioria dos países é consistente com a Lei de Wagner como explicação para o aumento dos gastos públicos nas economias de mercado. d). Impostos sobre o consumo, como o imposto sobre circulação de mercadorias e prestações de serviços (ICMS) e o imposto sobre produtos industriais (IPI) são regressivos porque o ônus fiscal desses tributos é proporcionalmente maior para os contribuintes de baixa renda. GABARITO: B 24. O estudo da economia brasileira é importante para se entender a situação econômica atual do Brasil. A respeito desse assunto, julgue os seguintes itens. I. No âmbito do Plano de Metas, além dos investimentos estatais em infra-estrutura e o estímulo à produção de bens intermediários, destacaram-se, também, os incentivos à indústria de bens de consumo duráveis, considerada importante fonte de crescimento. II. O período 1968-1973, conhecido como a era do milagre econômico, caracterizou-se pelas elevadas taxas de crescimento da economia brasileira, cuja contrapartida foram as taxas de inflação extremamente elevadas que marcaram o referido período. Está correto o que se afirma em: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: A 25.A questão das interações entre o governo e os mercados privados e, em particular, as discussões sobre os marcos regulatórios são tópicos relevantes para a análise dos fenômenos econômicos. A respeito desse assunto, assinale a alternativa INCORRETA. a) A intervenção do governo no mercado pesqueiro conduz a melhorias de eficiência porque, nesse mercado, a inexistência (ou precariedade) dos direitos de propriedade pode levar a um consumo excessivo da fauna marinha, comprometendo, assim, a disponibilidade de longo prazo desses recursos. b) Em um sistema de equilíbrio geral, em que somente os preços relativos são considerados, a lei de Walras afirma que, para quaisquer níveis de preço, o valor da demanda agregada excedente é zero. c) Supondo-se que a indústria cinematográfica apresente economias crescentes de escala, então, os custos marginais situar-se-ão abaixo dos custos médios e, por essa razão, a fixação dos preços ao nível do custo marginal não cobrirá os custos unitários, provocando, assim, déficits para a firma regulada. d) O equilíbrio geral competitivo, além de justo, situa-se sobre a curva de contrato, sendo, pois, eficiente no sentido de Pareto. GABARITO: D 26.As discussões sobre os marcos regulatórios são tópicos relevantes para a análise dos fenômenos econômicos. A respeito desse assunto, assinale a alternativa CORRETA. a) Filmes que são passados na televisão aberta podem ser considerados bens públicos e, portanto, têm o custo marginal de produção igual a zero. b) A intervenção do governo na área de educação e cultura decorre do fato de esses serviços gerarem externalidades positivas e serem considerados bens públicos puros. c) Supondo-se que a indústria cinematográfica apresente economias crescentes de escala, então, os custos marginais situar-se-ão abaixo dos custos médios e, por essa razão, a fixação dos preços ao nível do custo marginal não cobrirá os custos unitários, provocando, assim, déficits para a firma regulada. d) Se, no curto prazo, a oferta de bons atores for perfeitamente inelástica, então, a tributação da produção cinematográfica acarreta apenas efeito substituição e anula, assim, as perdas em termos de bem-estar. e) Caso a curva de custo médio para o mercado de televisão a cabo, no Brasil, seja decrescente dentro do intervalo relevante da demanda, caracterizando-se, assim, como um
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 exemplo de monopólio natural, então, a regulação desse mercado deve se fazer fixando-se o preço ao nível do custo marginal. GABARITO: C 27.As discussões sobre os marcos regulatórios são tópicos relevantes para a análise dos fenômenos econômicos. A respeito desse assunto, assinale a alternativa CORRETA. a) Em presença de falhas de mercado, a intervenção do governo contribui, necessariamente, para aumentar a eficiência econômica. b) No modelo de oligopólio de Cournot, como as empresas maximizam tanto o lucro como a produção do conjunto da indústria, não existe incentivo à colusão. c) A teoria econômica da regulação, sumariada no modelo de Stigler/Peltzman, afirma que os legisladores são capturados pelas firmas, levando-os a proteger os interesses dessas empresas. d) De acordo com a teoria política positiva da regulação, o problema das nomeações (revolving door) de ex-funcionários das agências reguladoras pelas empresas que eles costumavam regular, além de comprometer o poder regulador das agências, abre espaço para possíveis atos de corrupção. e) No processo regulatório, os custos de agência incluem tanto os custos com insumos e fatores de produção, como aqueles destinados a garantir que os agentes atuem de acordo com o interesse do principal — a agência reguladora —, como, por exemplo, os custos de informação e de monitoramento das empresas reguladas. GABARITO: D 28.A questão das interações entre o governo e os mercados privados e, em particular, as discussões sobre os marcos regulatórios são tópicos relevantes para a análise dos fenômenos econômicos. A respeito desse assunto, julgue os itens e assinale a alternativa CORRETA. I. Caso o atual sistema de pagamento da TV paga — que combina a existência de um preço fixo pela assinatura com a cobrança por uso dos serviços que não se encontram no pacote comprado — fosse substituído por um sistema de pagamento representado pelo apreçamento ao custo marginal, mais um determinado custo fixo — essa modificação elevaria, inequivocamente, os níveis de bem-estar dos consumidores. II. Quando os mercados são perfeitamente contestáveis, a competição potencial que caracteriza esses mercados assegura que o equilíbrio é socialmente eficiente e torna, assim, a regulação desnecessária. III. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), dentro de suas atribuições, pode multar firmas por comportamento anticompetitivo, desfazer fusões de empresas e impor condições sobre os níveis de produtividade e desempenho para as empresas que se fusionaram. IV. Entre as características comuns às agências reguladoras, no Brasil, encontra-se o fato de elas serem designadas para exercer disciplina e controle sobre os serviços públicos, excluindo-se, porém, as atividades realizadas por meio de contratos estabelecidos entre o Estado e o setor privado. a) VVFF; b) VFVF; c) FVVE. d) FFVV; e) FFFV; GABARITO: C 29.A teoria macroeconômica analisa o comportamento dos grandes agregados econômicos. Com base nessa teoria, assinale a alternativa INCORRETA. a) O aumento do gasto público, tanto no Brasil como no resto do mundo, observado ao longo do século XX, decorre, em parte, do fato de os aumentos de produtividade no setor serviços — no qual se concentra o gasto público — serem inferiores aos dos outros setores econômicos, levando, assim, ao aumento dos preços desses serviços e, conseqüentemente, ao aumento das despesas do governo. b) Quando o governo vende uma empresa estatal e utiliza a receita obtida com essa privatização para subsidiar programas de incentivo à cultura, essas transações, por se compensarem, não afetam as necessidades de financiamento do setor público (NFSP). c) Cortes nos gastos destinados aos programas de inclusão digital, de controle da malária e de manutenção de rodovias federais representam exemplos clássicos de políticas fiscais contracionistas e, portanto, contribuem para limitar a elevação das taxas de juros.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) A proliferação de caixas automáticos dos diferentes bancos, que permitem a retirada de dinheiro durante as 24 horas do dia, pode levar à redução da velocidade de circulação da moeda. GABARITO: B 30.A teoria macroeconômica analisa o comportamento dos grandes agregados econômicos. Com base nessa teoria, julgue os itens seguintes e após assinale a alternativa CORRETA. I. No longo prazo, como a produção depende do estoque de fatores produtivos, uma curva de oferta agregada vertical é consistente com a dicotomia clássica da neutralidade monetária. II. Ocorre monetização da dívida pública quando o governo financia seu déficit fiscal tanto por meio de emissão monetária como mediante a venda de títulos públicos. III. Quando a taxa de juros excede a taxa de crescimento da produção, a decisão de financiar um déficit fiscal por meio da emissão de títulos reduz as taxas futuras de inflação e, nesse sentido, constitui uma melhor alternativa ao financiamento dos desequilíbrios fiscais por meio da criação de moeda. IV. Uma expansão dos gastos públicos que eleva o déficit orçamentário do governo, por diminuir a poupança doméstica e aumentar a taxa de juros real, aprecia a moeda nacional, contribuindo, assim, para elevar o déficit (ou reduzir o superávit) do balanço comercial. V. Níveis elevados de inflação aumentam os níveis de senhoriagem em relação ao produto interno bruto (PIB) e conduzem à expansão da razão entre dívida e PIB, comprometendo, assim, a sustentabilidade da dívida pública. a) VVFFF; b) VFFVV; c) FVVFF. d) FFVVF; e) FFFVV; GABARITO: B 31. Acerca de conceitos da teoria macroeconômica, que estuda a mensuração e o comportamento dos grandes agregados econômicos, assinale a opção correta. a) As despesas do governo, que são registradas na contabilidade nacional, referem-se apenas aos gastos do governo federal. b) Ao afirmar que o consumo é influenciado unicamente pela renda corrente, a hipótese do ciclo de vida implica que a poupança varia ao longo da vida dos agentes econômicos, de forma previsível. c) Um aumento no valor do seguro-desemprego desloca a curva de oferta agregada para cima e para a esquerda. d) No curto prazo, como a curva de Phillips é vertical, variações na demanda agregada não alteram o nível de produção e a taxa de desemprego da economia. e) O efeito deslocamento (crowding out) se refere à possibilidade de que a tributação reduza o investimento privado. GABARITO: C 32. As políticas fiscais e monetárias constituem um importante instrumento da ação do governo para a estabilização econômica. Com relação a esse assunto, assinale a opção correta. a) Se a publicidade para os fundos de investimentos atrair recursos, antes depositados em conta-corrente, então haverá uma redução do agregado M1, que será compensada pela expansão do agregado M2. b) No Brasil, o aumento do déficit público é particularmente indesejável em razão de ele contribuir para diminuir as já reduzidas taxas de poupança, comprometendo, assim, o financiamento do processo de desenvolvimento. c) Uma forma de diminuir os pagamentos de juros ao exterior, no futuro, seria combinar uma política fiscal expansionista com uma política monetária restritiva. d) A expansão do consumo privado, associada à redução das alíquotas do imposto de renda de pessoa física (IRPF), em termos percentuais, equivale ao aumento da renda disponível, decorrente do corte de impostos. e) De acordo com a equivalência ricardiana, um aumento do déficit público conduzirá, não somente à redução do consumo corrente, mas reduzirá também os gastos de investimento. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 33. Considerando que a economia monetária é essencial ao entendimento de questões relevantes da economia, assinale a opção correta. a) Para um dado crescimento do estoque monetário, o montante de senhoriagem será tanto maior quanto mais elevada for a taxa de inflação e menor for a arrecadação. b) Programas heterodoxos de combate à inflação incluem, tipicamente, a cessão automática da monetização da dívida pública e a utilização de políticas de renda para limitar as altas de preços e salários. c) No Brasil, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) fiscaliza a emissão, o registro e a distribuição, porém, não controla a negociação de títulos emitidos pelas sociedades anônimas de capital aberto. d) Se uma crise de confiança no sistema bancário elevar a quantidade de moeda em poder do público aumentando, assim, a razão moeda-depósito, ocorrerá um aumento do multiplicador monetário. e) A política de redesconto seletivo visa, por meio do crédito bancário e de taxas de juros subsidiada, modificar o estoque monetário, porém, não intervém na alocação de recursos nem altera o padrão distributivo, que prevalecem na economia. GABARITO: A 34. A microeconomia estuda o comportamento individual dos agentes econômicos e, por isso, constitui um sólido fundamento à análise dos agregados econômicos. A esse respeito, assinale a alternativa correta. a). A preocupação crescente com o meio ambiente tem conduzido ao uso de energias cada vez mais limpas e à redução da demanda de petróleo, o que provoca um deslocamento ao longo da curva de demanda por esse combustível. b). O fato de turistas, em viagens de longa distância, preferirem o transporte aéreo é consistente com a existência de curvas de indiferença, em forma de linhas retas paralelas, entre passagens aéreas e diárias de hotel. c). O comportamento de um consumidor que escolhe um produto e, ao ser informado sobre o preço, desiste de comprá-lo indica que a taxa marginal de substituição entre as demais mercadorias e esse produto é inferior ao preço relativo entre esses bens. d). Aumentos substanciais do preço dos restaurantes elevam o gasto das famílias com esse item do orçamento. GABARITO: C 35. A teoria macroeconômica analisa a mensuração e o comportamento dos grandes agregados econômicos. Acerca desse assunto, assinale a opção correta. a). A recente queda dos preços das ações, sumariada pela expressiva redução do índice IBOVESPA e já considerada a mais importante crise do mercado acionário desde 2002, reduziu o valor dos investimentos financeiros e, portanto, conduziu à contração tanto do produto interno bruto como da renda interna da economia brasileira. b). No Brasil, os crescentes superávits apresentados no balanço comercial a partir de 1998 devem-se à expansão das exportações. c). No Brasil, o agregado monetário M2, além de incluir os depósitos especiais remunerados e os títulos públicos, abrange títulos emitidos por instituições financeiras. d). Se, no âmbito do PAC, os gastos públicos com infra-estrutura forem financiados por meio da expansão da oferta de moeda, então a curva IS se deslocará para a direita, porém a curva LM permanecerá inalterada, o que conduzirá a aumentos das taxas de juros. GABARITO: B 36. Acerca da teoria macroeconômica, assinale a opção correta. a). Reduções nas alíquotas do imposto de renda progressivo destinadas a expandir a demanda agregada constituem exemplo de estabilizador automático da economia, cuja função é atenuar os ciclos econômicos. b). Aumentos da emissão monetária e das taxas de juros elevam o déficit público, entendido em seu conceito operacional, porém não alteram o resultado primário, que corresponde à diferença entre as despesas e a arrecadação não-financeiras do governo.E c). O fato de uma alta nos preços dos bens domésticos levar os consumidores a substituí-los por produtos importados explica, em parte, a inclinação descendente da curva de demanda agregada.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d). O fato de políticas destinadas a combater a inflação conduzirem a taxas de desemprego elevadas colide com a existência de uma curva de Phillips de curto prazo negativamente inclinada. GABARITO: C 37. Assinale a opção incorreta, referente a teoria macroeconômica. a). A idéia de que, durante as recessões, é necessário expandir a oferta de moeda pode ser considerada como exemplo típico de regra monetarista discricionária. b). Nos modelos keynesianos, a curva de oferta agregada de longo prazo pressupõe não só a existência de ilusão monetária e a rigidez dos salários nominais, mas também a crença dos empresários de que modificações na demanda agregada afetam as vendas de suas empresas. c). Segundo a visão clássica, políticas bem-sucedidas de treinamento da força de trabalho elevam a produtividade, deslocam a função de produção agregada para cima e, portanto, conduzem à expansão do emprego e do PIB. d). A política de orçamento equilibrado implica que um aumento simultâneo e da mesma ordem de magnitude das despesas públicas e da arrecadação aumenta a despesa agregada no mesmo montante e, nesse caso, o multiplicador keynesiano é igual à unidade. GABARITO: A 38. A microeconomia estuda o comportamento individual dos agentes econômicos e, por isso, constitui um sólido fundamento à análise dos agregados econômicos. A esse respeito, assinale a alternativa INCORRETA. a). A afirmação segundo a qual é muito elevado o efeito substituição entre diferentes marcas de sal de cozinha, o que torna perfeitamente elástica a demanda por determinada marca, é coerente com o fato de, nos textos básicos de economia, o sal ser considerado exemplo típico de bem inelástico. b). Uma campanha publicitária destinada a promover um novo produto desenvolvido por uma empresa constitui um fator fixo para essa empresa. c). À medida que o tamanho de uma empresa aumenta, problemas de coordenação e de comunicação dificultam e encarecem a organização da produção, o que gera deseconomias de escala, que induzem a empresa a limitar o seu tamanho. d). Em funções de produção caracterizadas pela presença de rendimentos constantes de escala à produtividade marginal dos fatores de produção é superior à produtividade média. GABARITO: D 39. Acerca da economia brasileira, assinale a alternativa INCORRETA. a). Para viabilizar o Plano de Metas, instaurou-se um amplo sistema protecionista — mediante tarifas aduaneiras e sistema cambial que reduzia os preços das importações de insumos e bens de capital — com a finalidade de isolar a indústria doméstica da concorrência internacional e atrair capital externo sob a forma de investimentos diretos. b). Durante o “milagre brasileiro”, apesar de a economia caracterizar-se pelo pleno emprego e, portanto, pela ausência de capacidade ociosa, a contenção das pressões inflacionárias foi possível devido ao controle governamental dos preços públicos e à redução substancial dos salários reais. c). Os avanços verificados no âmbito do II PND — incluindo-se aí aqueles ligados ao processo de substituição de importações, à redução da dependência externa em relação ao petróleo e à expansão e diversificação das exportações — foram possíveis graças à política agressiva de endividamento externo. d). A deterioração do equilíbrio fiscal durante o Plano Cruzado deveu-se, em parte, à queda das receitas de senhoriagem e ao aumento dos gastos públicos sancionados por uma política monetária acomodatícia. GABARITO: B 40. Acerca da economia brasileira, assinale a alternativa CORRETA. a). Entre as reformas empreendidas no período 1994-2002, destacam-se a reforma parcial da previdência social, a renegociação das dívidas estaduais e o fim do monopólio estatal na área de telecomunicações. b). Os efeitos inflacionários da desvalorização cambial, decorrente do ajuste de 1999, foram ampliados pelo afrouxamento das políticas fiscais e monetárias adotadas no período 1999-2002. c). No pós Plano Real, o desequilíbrio do setor público decorre, sobretudo, dos elevados déficits primários do governo federal.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d). Na parceria público-privada (PPP) — que constitui uma modalidade de contratação entre entes públicos e organizações privadas —, a modalidade patrocinada refere-se à situação em que uma empresa, além de realizar a produção dos serviços previstos no contrato, é remunerada pelo governo mediante desembolsos previamente acordados nos contratos de PPP GABARITO: A 41. A microeconomia estuda o comportamento individual dos agentes econômicos e, por isso, constitui um sólido fundamento à análise dos agregados econômicos. A esse respeito, assinale a alternativa correta. a). Quando a função de produção exibe rendimentos decrescentes no insumo variável, as curvas de custo médio variáveis são negativamente inclinadas, o que indica que a expansão da produção se realiza a custos menores. b). Em presença de economias externas de escala, a curva de oferta de longo prazo de uma empresa competitiva é positivamente inclinada. c). Empresas monopolistas que maximizam lucros, além de fixarem o maior preço possível para seus produtos, fixam seu nível ótimo de produção na parte inelástica da curva de demanda de mercado. d). Uma das características do modelo de concorrência monopolista é o fato de as empresas usarem a propaganda e a promoção de vendas para diferenciarem seus produtos e aumentarem o poder de mercado de suas marcas. GABARITO: D 42. A microeconomia estuda o comportamento individual dos agentes econômicos e, por isso, constitui um sólido fundamento à análise dos agregados econômicos. A esse respeito, julgue os itens e após assinale a alternativa correta. I. O pressuposto do modelo E-C-D é considerar que, em um mercado em que as empresas determinem o preço de seus produtos, as margens de lucro serão tanto maiores quanto mais independentes forem as condutas das empresas estabelecidas, o que conflita com a existência de cartelização nesse mercado. II. A obtenção de vantagens competitivas mediante a reorientação da cadeia de custo-produção inclui a desverticalização das empresas, a especialização em nicho específico do mercado e a ampliação da rede de distribuidores indiretos. III. A especialização em um segmento que não se revele promissor ao longo do tempo constitui um dos riscos associados ao uso da estratégia de enfoque como fonte de vantagem competitiva. a) VVF; b) VFF; c) FVV. d) FFV; e) FFF; GABARITO: D 43. Considere o modelo keynesiano simplificado e uma economia aberta e com governo, onde a propensão marginal a poupar é de 1/3, a alíquota de imposto de renda é de 1/2 e propensão marginal a importar é de 1/6. Assinale a alternativa correta: a) o multiplicador do gasto autônomo é 1,5; b) um aumento das transferências do governo de 1000 irá gerar um aumento de 1200 na renda; c) um aumento dos gastos do governo de 100 ou um aumento nas transferências do governo de 100 terão o mesmo efeito sobre a renda; d) um aumento do gasto do governo de 100, quando acompanhado por um aumento da arrecadação de mesmo montante, irá gerar um aumento na renda de 120; e) um aumento de 100 no investimento privado irá gerar um aumento de 120 na renda. GABARITO: E 44. A microeconomia, que analisa o comportamento dos agentes econômicos individuais, constitui um instrumental importante na análise de questões ligadas à economia da saúde. A respeito desse assunto, assinale a alternativa INCORRETA. a). A descoberta de que ingerir peixes de água fria, como truta, atum ou salmão, no mínimo uma vez por semana, contribui para a prevenção de doenças coronárias e ataques cardíacos eleva a demanda desse tipo de peixes, deslocando, assim, a curva de demanda de mercado desses pescados para cima e para a direita.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b). A inclinação da curva de oferta de determinado bem é positiva, em parte, pelo fato de preços mais elevados permitirem expandir produção por meio da incorporação de insumos menos produtivos. c). Supondo-se que, no Brasil, os serviços providos pelos hospitais públicos sejam usados principalmente pela população de baixa renda, então é possível afirmar que esses serviços são bens inferiores. d). As flutuações de preço que caracterizam os mercados agrícolas serão tanto maiores quanto mais elástica for a curva de oferta dos produtos transacionados nesses mercados. GABARITO: D 45. A microeconomia, que analisa o comportamento dos agentes econômicos individuais, constitui um instrumental importante na análise de questões ligadas à economia da saúde. A respeito desse assunto, assinale a alternativa CORRETA. a). Aumentos nos preços das cirurgias plásticas e técnicas de rejuvenescimento elevam os gastos dos pacientes com esses serviços médicos. b). Caso um consumidor se disponha a trocar a reforma de sua casa pela compra de um novo automóvel, então, nesse caso, um aumento eventual do preço dos veículos não provocará efeito renda. c). As economias de escala que caracterizam a produção de serviços hospitalares fazem que, nos grandes hospitais, os custos médios dos procedimentos sejam inferiores àqueles que prevalecem nos pequenos hospitais. d). Nos mercados competitivos, quando o preço de mercado for superior ao custo unitário de produção, então as firmas que atuam nesses mercados elevarão seus níveis de produção, no intuito de maximizarem seus lucros. e). O fato de as academias de ginástica geralmente cobrarem preços mais baixos para os horários em que há baixa freqüência de usuários explica-se porque a demanda, nesses horários, é mais inelástica. GABARITO: C 46. A microeconomia, que analisa o comportamento dos agentes econômicos individuais, constitui um instrumental importante na análise de questões ligadas à economia da saúde. A respeito desse assunto, assinale a alternativa INCORRETA. a). O fato de medicamentos de marcas registradas serem bem mais caros do que seus equivalentes genéricos decorre mais de aspectos ligados à propaganda e à promoção desses remédios junto à classe médica do que de características relacionadas à fabricação desses produtos. b). Como a curva de demanda com a qual se confrontam as firmas que atuam em uma indústria organizada sob a forma de concorrência monopolística é negativamente inclinada, é possível, para essas firmas, expandir a produção a custos menores. c). Acordos colusivos entre empresas oligopolistas são dificultados em razão de as empresas envolvidas apresentarem custos distintos de produção e confrontarem-se com flutuações substanciais da demanda por seus produtos. d). Alocações produzidas pelos mercados privados somente serão eficientes no sentido de Pareto, se o custo marginal social dessas alocações for igual ao seu benefício marginal, e se elas gerarem uma distribuição eqüitativa dos recursos. e). A legislação do salário mínimo eleva artificialmente os salários dos trabalhadores menos produtivos e menos especializados em relação àqueles que prevaleceriam na ausência desse tipo de legislação. GABARITO: D 47. Considerando a teoria macroeconômica, que analisa o comportamento dos grandes agregados econômicos, assinale a alternativa correta. a). Despesas com programas como o Bolsa Família e o Programa de Assistência ao Trabalhador Rural (FUNRURAL) constituem, na contabilidade nacional, gastos do governo e, portanto, integram o produto interno bruto (PIB), computado sob a ótica da despesa. b). O valor correspondente à venda de minério de ferro a uma produtora de aço e o valor da fabricação do aço dessa mesma empresa são contabilizados no valor agregado e, portanto, concorrem para elevar a renda interna bruta da economia. c). Ocorrerá uma redução da renda disponível caso o estado de São Paulo aumente de 12% para 18% a alíquota do imposto sobre a circulação de mercadorias e serviços dos produtos da
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 indústria de processamento eletrônico de dados fabricados em outros estados e vendidos em São Paulo. d). Em uma economia aberta cuja entrada de capital estrangeiro é positiva, a poupança nacional financia tanto o investimento doméstico como também parte das despesas em investimento de outros países. GABARITO: C 48. A análise macroeconômica das economias abertas permite examinar questões referentes ao balanço de pagamentos e ao mercado de câmbio. Com relação a esse assunto, marque a alternativa INCORRETA. a). A venda de aviões pela Empresa Brasileira de Aeronáutica (EMBRAER) para executivos norteamericanos aumenta simultaneamente as exportações líquidas do Brasil e a detenção de ativos estrangeiros por brasileiros. b). A compra de ações de empresas brasileiras por investidores estrangeiros deve ser contabilizada na conta-corrente do balanço de pagamentos brasileiro como um crédito. c). Quando as taxas de câmbio são flutuantes, a correção de um déficit em conta-corrente requer a depreciação da moeda nacional. d). No longo prazo, o fato de as taxas de câmbio nominal entre países com níveis similares de desenvolvimento econômico tenderem a flutuar em torno de níveis que garantem custos similares para determinada cesta de bens e serviços é compatível com a teoria da paridade do poder de compra. GABARITO: B 49. Com base nos problemas econômicos fundamentais, é incorreto afirmar que: a) a distribuição da produção entre os diversos setores ou grupos insere-se na questão "para quem produzir". b) tais problemas podem ser resumidos nas questões: o que, quanto, como e para quem produzir. c) a utilização dos métodos de produção insere-se na questão "como produzir". d) tais problemas decorrem do fato de não existir escassez de recursos produtivos na economia. Assim, considerando as diversas demandas da sociedade, torna-se necessário algum tipo de coordenação no sentido de alocar tais recursos de maneira eficiente. e) as opções de produção de bens de consumo ou bens de capital insere-se na questão "o que produzir" GABARITO: D 50. Considere a política monetária numa pequena economia aberta com livre e perfeita mobilidade de capital. É correto afirmar que: a) independente do regime cambial, a hipótese de livre mobilidade de capital torna indisponível a política monetária. b) sob regime de taxas de câmbio fixas, uma política monetária expansionista reduz o nível de atividade econômica. c) sob regime de taxas de câmbio fixas, uma política monetária contracionista eleva o nível de atividade econômica. d) sob um regime de taxas de câmbio flexíveis, não é possível utilizar uma política monetária expansionista como forma de elevar o nível de emprego. e) se a economia opera com taxas de câmbio fixas, não é possível uma política monetária expansionista como forma de elevar o nível de emprego. GABARITO: E

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 FINANÇAS PÚBLICAS 1. Os mecanismos da tributação afetam grande parte do sistema econômico. Com relação à teoria da tributação, identifique a afirmativa correta. a) Os efeitos da aplicação do imposto unitário podem afetar apenas o consumidor. b) Uma curva de oferta perfeitamente elástica implicará no repasse parcial do ônus tributário aos consumidores via aumento de preços. c) Um imposto muito elevado resulta em um peso morto também muito elevado, mas a arrecadação do governo é pequena, pois o imposto reduz sensivelmente o tamanho do mercado. d) Em um mercado monopolista, o imposto ad-valorem propicia uma arrecadação de tributos menor do que aquela oriunda do imposto unitário. e) A aplicação dos impostos diretos, que admitem repasse, afeta a disposição de oferta dos proprietários de trabalho e capital, na medida em que a incidência tributária valoriza o trabalho e a poupança e desvaloriza o consumo. GABARITO: E 2. Afirma-se que o conceito de tributo, de forma resumida, é sempre um pagamento compulsório em moeda, forma normal de extinção da obrigação tributária. No tocante ao conceito de tributo, no Brasil, aponte a única opção falsa. a) O imposto é de competência privativa, atribuída pela Constituição Federal. b) A taxa tem como fato gerador o exercício regular do poder de polícia ou sua utilização efetiva ou potencial de serviço público, específico e divisível, prestado ou colocado à disposição do contribuinte. c) O imposto é considerado uma receita corrente e se origina da obrigação social dos cidadãos de contribuírem para a manutenção da coisa pública. d) A receita tributária é composta, exclusivamente, por impostos e taxas. e) A taxa não pode ter base de cálculo ou fato gerador idênticos ao do imposto, nem ser calculada em função do capital das empresas. GABARITO: D 3. Do ponto de vista da eficiência econômica e da competitividade dos produtos brasileiros nos mercados doméstico e internacional, há enormes entraves fiscais que precisam ser eliminados. Aponte a opção falsa no que concerne a esses entraves fiscais. a) O efeito da tributação que desonera as operações financeiras. b) A tributação dos bens de capital. c) O pesado ônus sobre as exportações. d) O peso dos impostos que incidem sobre matérias primas e demais insumos utilizados no processo de produção. e) Correção de injustiças derivadas da regressividade dos tributos. GABARITO: D 4. Os impostos são modalidades de tributos cuja cobrança tem por fato gerador situação independente de qualquer atividade estatal específica, relativa ao contribuinte. Assim, indique qual opção que não condiz com a realidade referente ao Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural. a) Sua destinação legal é distribuída entre a União (50%) e os Estados (50%), onde os imóveis estiverem situados. b) Tem suas alíquotas fixadas de forma a desestimular a manutenção de propriedades improdutivas. c) É de competência da União. d) São contribuintes o proprietário do imóvel, o titular de seu domínio útil, ou o seu possuidor a qualquer título. e) Tem como fato gerador a propriedade, o domicílio útil ou a posse de imóvel localizado fora da zona urbana do município. GABARITO: A 5. O sistema tributário brasileiro é bastante complexo, tanto pelo grande número de impostos que incidem sobre os mais diversos fatos geradores como pela sua estrutura. Assinale a única opção falsa no que tange aos tipos e características dos impostos no Brasil. a) Os impostos específicos são aqueles cujo valor do imposto é fixo em termos monetários. b) Os impostos ad valorem são pró-cíclicos.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) Os impostos do tipo ad valorem são aqueles em que há uma alíquota de imposto e o valor arrecadado depende da base sobre a qual incide. d) O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) é de competência da União e possui alíquotas bastante diferenciadas, de acordo com critérios de essencialidade do bem e com objetivos de arrecadação e de política industrial. e) O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) corresponde ao antigo Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICM), com a incorporação de novos itens como fatos geradores do imposto: transportes, energia elétrica, combustíveis e telecomunicações. GABARITO: B 6. Com relação à incidência tributária de um imposto, assinale a única opção incorreta. a) O peso morto é uma forma de ineficiência econômica que deve ser levada em consideração quando políticas são elaboradas e implementadas. b) A incidência de um imposto ou de um subsídio é, normalmente, compartilhada por produtores e consumidores, sendo que a fração que cada um acabará pagando, dependerá das elasticidades da oferta e da demanda. c) A intervenção governamental resulta, geralmente, em um peso morto. d) Se o governo impõe um imposto sobre vendas de determinada mercadoria, esse imposto terá por efeito deslocar a curva de demanda dessa mercadoria para cima. e) Quando o governo cria um imposto ou subsídio, o preço geralmente não reflete elevação ou queda igual ao valor total do imposto ou subsídio. GABARITO: D 7. A Constituição de 1988 teve como objetivo o fortalecimento da Federação. Identifique qual a mudança provocada na tributação pela mesma, que não é verdadeira. a) Aumentou o grau de autonomia fiscal dos Estados e Municípios e descentralizou os recursos tributários. b) Atribuiu competência a cada um dos estados para fixar autonomamente as alíquotas do seu principal imposto, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), sucessor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICM). c) Reduziu os recursos disponíveis da União, por meio do aumento das transferências tributárias e da limitação de suas bases impositivas. d) Obrigou o governo federal a criar novos tributos e elevar as alíquotas dos já existentes, em particular daqueles não sujeitos à partilha com Estados e Municípios. e) Obrigou à União a recompor sua receita utilizando outros tributos tecnicamente melhores do que o Imposto de Renda e o Imposto sobre Produtos Industrializados, do ponto de vista da eficiência do sistema econômico como um todo. GABARITO: E 8. A tributação é um instrumento pelo qual a sociedade tenta obter recursos coletivamente para satisfazer às necessidades da sociedade. De acordo com a teoria da tributação, aponte a opção falsa. a) O mecanismo da tributação, associado às políticas orçamentárias, intervém diretamente na alocação dos recursos, na distribuição de recursos na sociedade e pode reduzir as desigualdades na riqueza e na renda. b) O sistema tributário é o principal instrumento de política fiscal do governo. c) Por princípio, o sistema de tributação deve ser o mais justo possível. d) Os tributos devem ser escolhidos de forma a maximizar sua interferência no sistema de mercado, a fim de não torná-lo mais ineficiente. e) A análise da aplicação da tributação baseia-se no princípio do benefício e no princípio da habilidade de pagamento. GABARITO: D 9. As contribuições sociais, de intervenção no domínio econômico e de interesse das categorias profissionais ou econômicas, obedecem a algumas exigências e princípios constitucionais. Aponte qual contribuição tem como fato gerador o faturamento operacional das empresas privadas com ou sem fins lucrativos e a utilização do trabalho assalariado ou de quaisquer outros que caracterizem a relação de trabalho. a) Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS). b) Contribuição para o Programa de Integração Social (PIS). c) Contribuição Social s/ o Lucro Líquido da Pessoa Jurídica (CSLL).
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) Contribuição Provisória s/ a Movimentação Financeira (CPMF). e) Contribuição para o Programa de Integração Nacional (PIN). GABARITO: B 10. Com base na imposição de um imposto, assinale a única opção falsa. a) Quando um imposto é aplicado num mercado, há dois preços de interesse: o que o demandante paga e o que o ofertante recebe. b) O imposto sobre a quantidade é uma taxa cobrada por cada unidade vendida ou comprada do bem. c) O imposto sobre o valor é uma taxa expressa em unidades percentuais. d) A parte de um imposto que é repassada aos consumidores independe das inclinações relativas das curvas de oferta e demanda. e) A produção perdida é o custo social do imposto. GABARITO: D 11. A forma como são estruturados os sistemas tributários determina o impacto dos impostos tanto sobre o nível de renda como sobre a organização econômica. Quanto ao aspecto de afetar a distribuição de renda, não se pode afirmar que: a) os impostos indiretos aumentam a desigualdade na distribuição do produto nacional. b) a implantação de um sistema tributário em que todos pagam 7% de sua renda como imposto caracteriza um sistema proporcional. c) os impostos diretos, tais como o ICMS e o IPI, que não incidem sobre a renda, mas sobre o preço das mercadorias, são impostos regressivos. d) com impostos regressivos, os segmentos sociais de menor poder aquisitivo são os mais onerados. e) a estrutura tributária, baseada em impostos progressivos, onera proporcionalmente mais os segmentos da sociedade de maior poder aquisitivo. GABARITO: C 12. Suponha uma alíquota tributária de 50%, incidente sobre um produto que agrega valor a matérias-primas, sem o uso de outros produtos que tenham passado previamente por algum processo de transformação. O valor por unidade do produto é de R$ 100,00. O preço do produto quando o imposto é calculado “por dentro” será: a) R$ 125,00 b) R$ 175,00 c) R$ 150,00 d) R$ 155,00 e) R$ 200,00 GABARITO: E 13. Sob o ponto de vista da distribuição da incidência tributária, indique a opção errada. a) Um imposto sobre os vendedores desloca a curva de oferta para cima, em montante maior ao do imposto. b) Quando um bem é tributado, compradores e vendedores partilham o ônus do imposto. c) A única diferença entre tributar o consumidor e tributar o vendedor está em quem envia o dinheiro para o governo. d) A incidência tributária depende das elasticidades- preço da oferta e da demanda. e) O ônus do imposto tende a recair sobre o lado do mercado que for menos elástico. GABARITO: A 14. A curva de Demanda Agregada-Inflação (DAI) mostra, para cada taxa de inflação, o nível do produto de equilíbrio determinado pela análise de renda-demanda. Um exemplo básico de fator que desloca a curva DAI é a política fiscal. Assinale a opção incorreta no que diz respeito aos fatores que diminuem a demanda agregada a cada taxa de inflação, deslocando a curva DAI para a esquerda. a) Aumento das aquisições do governo. b) Aumento dos impostos. c) Diminuição da riqueza. d) Aumento do pessimismo de empresas ou famílias. e) Aumento da taxa de juros a cada taxa de inflação. GABARITO: A
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

15. Aponte a única opção incorreta no que diz respeito a impostos, déficit público e seus impactos. a) As despesas do governo e os impostos afetam o mercado de capitais. b) Aumentos nos impostos reduzem a renda disponível. c) O déficit público reduz a poupança nacional, provocando alta das taxas de juros reais. d) Quando o governo gasta mais do que arrecada, precisa obter empréstimos para financiar seu déficit. e) O déficit público provoca um aumento do investimento privado. GABARITO: E 16. O forte ajuste fiscal realizado na economia brasileira no fim da década de 90, notadamente no ano de 1999, ano de grande austeridade fiscal, resultou em diversos benefícios nas contas públicas. Sob a ótica do ajuste fiscal, aponte qual opção é incorreta. a) Para uma mesma taxa de juros, após a desvalorização de 1999, o superávit primário requerido para estabilizar a relação dívida/ PIB aumentou. b) Apesar da virtual estagnação do PIB em 1999 e do aumento da ordem de 4% do número de indivíduos que recebiam benefícios do INSS, a relação despesa com benefícios/PIB diminuiu ligeiramente nesse ano. c) O critério de desempenho para avaliar a política fiscal, no contexto do acordo do FMI de 1999, foi o valor da Necessidade de Financiamento do Setor Público (NFSP) no conceito nominal. d) Permissão em 1999, para as empresas acertarem as suas dívidas com o fisco, sem pagamento de multas, permitiu uma cobrança de atrasados equivalente a aproximadamente 0,5% do PIB. e) A diminuição da taxa SELIC nominal de 45% para 19% entre o auge da crise econômica, no início de 1999 e o final do mesmo ano, se deu pela redução do risco-Brasil. GABARITO: C 17. Segundo o princípio da eqüidade, na teoria da tributação, dois critérios são propostos: a classificação dos indivíduos que são considerados iguais e o estabelecimento de normas adequadas de diferenciação. Indique quais são esses critérios. a) Neutralidade e eficiência. b) Benefício e capacidade de contribuição. c) Unidade e universalidade. d) Eficiência e justiça. e) Produtividade e eficiência. GABARITO: B 18. A principal fonte de receita do setor público é a arrecadação tributária. Com relação às características de um sistema tributário ideal, assinale a opção falsa. a) A distribuição do ônus tributário deve ser eqüitativa. b) A cobrança dos impostos deve ser conduzida no sentido de onerar mais aquelas pessoas com maior capacidade de pagamento. c) O sistema tributário deve ser estruturado de forma a interferir o minimamente possível na alocação de recursos da economia. d) O sistema tributário deve ser eficiente e maximizar os custos de fiscalização da arrecadação. e) O sistema tributário deve ser de fácil compreensão para o contribuinte e de fácil arrecadação para o governo. GABARITO: D 19. Admitindo que um imposto geral e progressivo sobre a renda é mais eficiente que outro tributo, identifique a única afirmativa que não é verdadeira. a) Diferentes categorias de rendimentos são variáveis homogêneas no que se refere ao esforço e ao custo financeiro envolvido na sua percepção. b) O imposto de renda da pessoa física permite uma adaptação às características pessoais do contribuinte. c) A utilidade marginal da renda é decrescente e assume valores equivalentes para indivíduos diversos, de tal forma que uma curva de utilidade marginal para a comunidade pode ser obtida pela agregação dos valores individuais correspondentes.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) As distorções provocadas a longo prazo pela inflação e pelo crescimento econômico são adequadamente compensadas por reajustamentos periódicos na escala do imposto. e) O nível de renda é considerado como um parâmetro de pior qualidade para a medição da capacidade individual de contribuição. GABARITO: E 20. Uma abordagem do controle social dos monopólios é baseada no controle indireto, através da taxação. Indique a única opção incorreta em relação à taxação dos monopólios. a) A única forma de taxação dos monopólios é o imposto sobre os lucros. b) Permite-se que o monopolista fixe qualquer nível de preço e de produção que deseje e, então, taxa-se aquela parte do lucro operacional que foi considerada excessiva. c) A lógica que fundamenta a aplicação de imposto sobre os lucros do monopolista é bastante simples. d) O preço que maximiza os lucros do monopolista não muda com a aplicação do imposto sobre os lucros excessivos e o vendedor absorve todo o impacto do imposto. e) O que torna o imposto sobre os lucros excessivos do monopolista diferente da regulação direta é que esse imposto transfere uma parte dos ganhos do monopólio para o governo. GABARITO: A 21. De acordo com os fundamentos de finanças públicas, assinale a única opção correta. a) O déficit público é equivalente à diferença entre o valor dos investimentos privados e a poupança do governo em conta corrente. b) O déficit nominal é menor que o déficit primário, diferença essa que é tanto menor quanto maior for a taxa de inflação no período em consideração. c) A carga tributária líquida representa o total de impostos arrecadados no país. d) O financiamento do déficit público tem como única fonte de recursos a venda de títulos públicos ao setor privado. e) O conceito de Necessidade de Financiamento do Setor Público (NFSP) contempla, como setor público, o governo central, os governos regionais (Estados, Municípios e Distrito Federal), a previdência social, as empresas estatais e as agências descentralizadas. GABARITO: E 22. Em relação à composição da receita tributária no Brasil, indique a opção incorreta. a) Após a reforma tributária de 1988, destacou-se o aumento da participação das receitas de contribuição, não sujeitas a partilhas com os Estados e Municípios, como percentual do PIB. b) A tendência à elevação da carga tributária ao longo dos anos 90 decorreu principalmente da carga de tributos incidentes sobre bens e serviços, explicada em boa parte pelo crescimento da carga de impostos cumulativos, que, do ponto de vista econômico, são de boa qualidade. c) No que diz respeito ao imposto de renda retido na fonte, destacou-se a tendência à maior taxação dos rendimentos de capital, no final dos anos 90. d) O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) é uma fonte importante de receita do governo federal, sendo o traço mais marcante do imposto a concentração da sua arrecadação em um grupo reduzido de bens. e) Na década de 90, observou-se um aumento da arrecadação do imposto de importação, refletindo os efeitos do processo de abertura comercial e da redução das barreiras quantitativas. GABARITO: B 23. A dificuldade de estabelecer um ajuste fiscal em bases permanentes levou as autoridades brasileiras à criação de fontes temporárias de contenção fiscal. Desde 1994, houve quatro fatores que se destacaram como elementos temporários de contenção fiscal. Aponte a opção que não é pertinente. a) A criação da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). b) A receita do imposto provisório sobre movimentações financeiras (IPMF), depois transformado em contribuição (CPMF). c) O Fundo Social de Emergência (FSE), depois transformado em Fundo de Estabilização Fiscal (FEF). d) A receita de concessões. e) O componente extraordinário de aumento da receita de imposto de renda na fonte sobre aplicações financeiras, aprovado em fins de 1997 para vigorar em 1998. GABARITO: A
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

24. No tocante ao papel do Estado na atividade econômica, diz-se que o setor público deve cumprir, fundamentalmente, as três seguintes funções: a) distributiva, fiscalizadora e alocativa b) distributiva, fiscalizadora e estabilizadora c) distributiva, alocativa e estabilizadora d) fiscalizadora, alocativa e estabilizadora e) fiscalizadora, normativa e estabilizadora GABARITO: C 25. Com relação aos sistemas de tributação, identifique a opção falsa. a) O sistema regressivo tem a característica básica de tributar mais fortemente as camadas mais baixas de renda. b) O sistema regressivo não tem nenhum efeito sobre o estado da distribuição da renda na sociedade. c) O sistema progressivo torna a distribuição menos desigual após a sua aplicação. d) No sistema proporcional, o percentual do imposto a ser pago permanece inalterado, independentemente do nível de renda. e) Através do sistema progressivo, aplicam-se maiores percentuais de impostos para as classes de renda mais alta. GABARITO: B 26. De acordo com os fundamentos e técnicas dos enfoques tributários, o princípio da capacidade de pagamento admite que a) os impostos são vistos como preços pagos pelos serviços. b) os impostos devem equivaler aos benefícios totais usufruídos pelos indivíduos, a partir dos gastos públicos. c) os impostos não precisam ser equivalentes aos benefícios totais recebidos, mas apenas proporcionais a estes. d) ainda que defensável do ponto de vista lógico, não existem meios práticos que permitam operacionalizar o critério da capacidade de pagamento. e) a abordagem do benefício é irrelevante. GABARITO: E 27. Segundo os princípios teóricos da tributação, assinale a única opção correta. a) A eqüidade tributária entende que todos os indivíduos devem pagar justa contribuição ao governo. b) A carga tributária de um país é dita regressiva quando onera todos os segmentos sociais na mesma proporção. c) O princípio do benefício afirma que os tributos devem incidir sobre os mais ricos. d) Segundo o princípio da capacidade de pagamento, as pessoas devem ser tributadas de acordo com a vantagem que recebem das despesas governamentais. e) O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) é caracterizado como um imposto direto. GABARITO: A 28. No que diz respeito ao federalismo fiscal, não se pode afirmar que a) constitui uma técnica administrativa que possibilita o exercício do poder em territórios de grande amplitude. b) baseia-se no estabelecimento de governos de âmbitos regional e municipal. c) pressupõe a livre negociação entre as partes, com objetivo de garantir certo grau de autonomia e delinear a divisão das funções a serem cumpridas pelos diversos níveis administrativos. d) impede de a nação acomodar um amplo leque de preferências individuais. e) é um método de organização administrativa nacional. GABARITO: D 29. De acordo com a Teoria das Finanças Públicas, assinale a única opção incorreta. a) Os bens públicos são aqueles cujo consumo ou uso é indivisível ou “não-rival”. b) O sistema de mercado só funciona adequadamente quando o princípio da “exclusão” no consumo pode ser aplicado.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) No caso de ocorrência de monopólio natural, a intervenção do governo se dá pela regulação de tal monopólio ou pela responsabilidade direta da produção do bem ou serviço referente ao setor caracterizado pelo monopólio natural. d) A existência de externalidades justifica a intervenção do Estado. e) A crescente complexidade dos sistemas econômicos no mundo como um todo tem levado a uma redução da atuação do Governo. GABARITO: E 30. Com base na teoria da tributação, identifique a única opção incorreta. a) A eficiência de um sistema tributário refere-se aos custos que impõe aos contribuintes. b) A eqüidade de um sistema tributário diz respeito à justiça na distribuição da carga tributária entre a população. c) Ao considerar alterações na legislação tributária, os formuladores de políticas econômicas enfrentam um dilema entre eficiência e eqüidade. d) Segundo o princípio do benefício, é justo que as pessoas paguem impostos de acordo com o que recebem do governo. e) A eqüidade vertical afirma que os contribuintes com capacidades de pagamento similares devem pagar a mesma quantia. GABARITO: E 31. O Imposto sobre o Valor Adicionado (IVA) é uma forma moderna de tributação de vendas. Aponte a única opção incorreta no tocante a esse tipo de imposto. a) O IVA é um imposto que apresenta grau de progressividade. b) O IVA é um imposto neutro em relação à estrutura organizacional das empresas. c) O IVA tributa apenas o valor adicionado em cada estágio da produção e da distribuição. d) O IVA inibe estímulos à transferência de funções do estágio tributado para os estágios não tributados. e) Uma desvantagem do IVA consiste na necessidade de se evitarem ou minimizarem isenções e diferenciações de alíquotas, para um bom funcionamento do imposto. GABARITO: A 32. No princípio do benefício, os impostos são vistos como preços públicos pagos pelo cidadão. Sob esse princípio identifique a opção pertinente. a) Os impostos não precisam ser equivalentes aos benefícios totais recebidos, mas apenas proporcionais a eles. b) Cada indivíduo deve contribuir com uma quantia inferior aos benefícios gerados pelo consumo do bem público. c) O ônus tributário deve garantir as eqüidades vertical e horizontal. d) A aplicação do critério do benefício não determina simultaneamente o total da tributação e da distribuição da carga tributária. e) Quando a tributação indireta dos benefícios é desejável mas custosa, um imposto num produto ou serviço complementar pode ser usado em seu lugar. GABARITO: A 33. Segundo a teoria da tributação, aponte a opção falsa no que concerne aos tributos diretos e indiretos. a) Os tributos diretos incidem sobre os rendimentos dos indivíduos. b) Os tributos diretos estão associados à capacidade de pagamento de cada contribuinte. c) As bases de incidência dos impostos são a renda, o patrimônio e o consumo. d) Caso os impostos diretos tenham participação relativa maior no total da arrecadação fiscal, as camadas mais pobres estariam dando maior contribuição para o bolo tributário. e) O imposto sobre a renda se coloca como o melhor exemplo dos tributos diretos. GABARITO: D 34. O financiamento para que o Estado cumpra suas funções com a sociedade é feito por meio de arrecadação tributária, ou receita fiscal. Identifique a única opção errada referente aos princípios de tributação. a) Pelo princípio da eqüidade, um imposto, além de ser neutro, deve ser equânime, no sentido de distribuir o seu ônus de maneira justa entre os indivíduos. b) De acordo com o princípio do benefício, um tributo justo é aquele em que cada contribuinte paga ao Estado um montante diretamente relacionado com os benefícios que recebe do governo.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) A neutralidade pode ser avaliada sob dois princípios: princípio do benefício e princípio da capacidade de pagamento. d) Os impostos podem ser utilizados na correção de ineficiências do setor privado. e) Os argumentos favoráveis à utilização da renda como capacidade de pagamento baseiam-se na abrangência desta medida, pois renda inclui consumo e poupança. GABARITO: C 35. Os sistemas de tributação diferenciam-se entre si de acordo com o tratamento tributário dado às diversas camadas de renda da sociedade. Com relação aos sistemas de tributação, identifique a única opção correta. a) O sistema de imposto progressivo tem a característica básica de tributar mais fortemente as camadas mais baixas de renda. b) A aplicação de um sistema de imposto proporcional altera o padrão da distribuição de renda da sociedade. c) A aplicação de um sistema de imposto progressivo não altera o padrão da distribuição de renda da sociedade. d) No sistema regressivo, o percentual do imposto pago diminui com o aumento do nível de renda. e) No sistema proporcional, o percentual de imposto a ser pago depende do nível de renda. GABARITO: D 36. Em organizações federativas, o sistema tributário é o elemento central na estruturação das relações financeiras entre níveis de governo. Com relação ao Federalismo Fiscal no Brasil, não se pode afirmar que: a) a Constituição Federal brasileira de 1988 provocou graves desequilíbrios no federalismo fiscal, especialmente porque não dimensionou bem as atribuições de cada ente federado e suas respectivas fontes de receitas. b) na concepção do federalismo fiscal de 1988, não foi considerado o cenário de abertura e de competitividade econômica internacional nem os processos de integração econômica internacional. c) o equilíbrio federativo e a descentralização fiscal são importantes para que o Brasil se insira num contexto de integração econômica internacional com uma harmonização jurídicotributária e com a remoção de tributos que inviabilizem a competição e impeçam uma integração econômica bem sucedida. d) durante o período de 1970/1988, a fragilidade financeira dos estados e municípios impossibilitou a maior atribuição de funções de caráter regional e local a esses níveis de governo. e) em termos verticais, os principais privilegiados pelo processo de descentralização brasileiro, principalmente após a Constituição de 1988, foram os estados, que praticamente dobraram sua participação no total da receita tributária disponível. GABARITO: E 37. No que concerne à incidência tributária, aponte a única opção incorreta. a) A análise da incidência de impostos sobre vendas preocupa-se em examinar as condições em que o ônus do pagamento do tributo pode ser transferido para terceiros. b) Diz-se que ocorre transferência “para frente”, quando o imposto, incorporado ao preço da mercadoria, é transferido para o consumidor final. c) Afirma-se que ocorre transferência “para trás”, no caso em que o ônus do imposto é transferido para os fornecedores dos principais insumos utilizados pela empresa via redução na remuneração de mão de- obra e/ou no preço pago pelas matérias-primas utilizadas no processo de produção. d) A transferência do imposto depende da forma pela qual o poder de influenciar os preços se distribui entre produtores, fornecedores e consumidores. e) Em um mercado de concorrência perfeita, a possibilidade de transferência do imposto sobre vendas é total para o consumidor, quando a demanda for perfeitamente elástica. GABARITO: E 38. Os sistemas de tributação diferenciam-se entre si de acordo com o tratamento tributário dado às diversas camadas de renda na sociedade. Identifique a única opção incorreta no que tange aos sistemas de tributação.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) O sistema tributário é, na maioria dos países, composto de uma combinação de impostos progressivos e regressivos. b) No sistema proporcional, o percentual do imposto a ser pago permanece inalterado independentemente do nível de renda. c) A estrutura tributária será progressiva ou regressiva, dependendo do peso de cada imposto dentro do conjunto de tributos. d) A aplicação de um sistema de imposto progressivo altera o padrão de distribuição da renda, tornando-a mais desigual. e) O sistema regressivo tem a característica de tributar mais fortemente as camadas mais baixas de renda. GABARITO: D 39. Uma das preocupações importantes no desenho de sistemas tributários em regimes federativos é assegurar o necessário equilíbrio entre a repartição de competências impositivas e autonomia dos entes federados. Aponte a opção falsa no tocante ao federalismo fiscal. a) A federação reforça a descentralização e a descentralização amplia os espaços da democracia. b) O governo central deve procurar equalizar ou amenizar as desigualdades fiscais entre as jurisdições, por meio de transferências intragovernamentais. c) A descentralização dos recursos e do poder para administrá-los afeta a capacidade de o Estado atuar com a finalidade de evitar a concentração regional de renda. d) A partilha de competências tributárias é um instrumento poderoso de incentivo à cooperação. e) A descentralização de recursos aumenta as dificuldades de coordenação de política fiscal, com riscos para o atingimento das metas de equilíbrio macroeconômico. GABARITO: B 40. Existem várias modalidades de impostos sobre vendas de mercadorias e serviços. No tocante à incidência de um imposto sobre vendas, indique a opção incorreta. a) Os impostos sobre as vendas são impostos indiretos, pois incidem sobre o preço das mercadorias. b) Afirma-se que o imposto específico apresenta um valor fixo, em unidades monetárias, por unidade vendida, independente do valor da mercadoria. c) Diz-se que, no imposto ad valorem, se aplica uma alíquota fixa sobre o valor, em unidades monetárias, de cada unidade de mercadoria vendida. d) A incidência do imposto específico depende das elasticidades das curvas de oferta e demanda da mercadoria. e) O estabelecimento de um imposto sobre vendas funciona como custo adicional para o produtor, deslocando a curva de oferta para baixo e para a direita. GABARITO: E 41. Com base nos sistemas de tributação, aponte a opção falsa. a) Em um sistema de impostos proporcionais, a alíquota média é menor que a alíquota marginal. b) Em um sistema de impostos proporcionais, as alíquotas marginal e média dos impostos permanecem as mesmas quando a renda se eleva. c) Em um sistema de impostos regressivos, a alíquota média é maior que a alíquota marginal. d) Em um sistema de impostos regressivos, as alíquotas marginal e média dos impostos reduzemse quando a renda se eleva. e) Em um sistema de impostos progressivos, as alíquotas marginal e média dos impostos aumentam quando a renda se eleva. GABARITO: A 42. Do ponto de vista da base econômica, os impostos podem ser classificados em três grandes categorias. Com relação aos Impostos sobre a Riqueza, assinale a opção pertinente. a) O lucro auferido pelas pessoas físicas, na alienação de participações societárias, está sujeito à incidência do imposto. b) A base sobre a qual incide o imposto é o estoque acumulado de capital. c) O fato gerador do imposto é a aquisição da disponibilidade econômica ou jurídica de renda ou de proventos de qualquer natureza. d) São impostos cujas alíquotas variam de acordo com a política monetária.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) A base de cálculo do imposto é constituída pelos rendimentos do trabalho e do capital. GABARITO: B 43. Com base no sistema tributário brasileiro, assinale a única opção não pertinente. a) No que se refere à questão distributiva, verifica- se que a estrutura tributária brasileira é fortemente regressiva, em função da predominância de impostos diretos. b) Uma distorção do sistema tributário brasileiro refere-se à sua limitação como instrumento de desenvolvimento econômico. c) A incidência de impostos em “cascata” (PIS, Cofins, CPMF) tira a competitividade da produção nacional, tanto na exportação como na concorrência com o produto importado. d) Os impostos em “cascata” acabam sobretaxando os bens de capital, à medida que não é possível isentar tais produtos na cadeia produtiva de máquinas e equipamentos. e) A complexidade do sistema impõe custos para as empresas que precisam dispor de estrutura adequada para atender a todas as necessidades impostas pelo fisco. GABARITO: A 44. A maior parte das diferenças entre a progressividade nominal e efetiva pode ser explicada pelos abatimentos permitidos pela legislação do imposto de renda sobre a pessoa física. Dos abatimentos permitidos, identifique quais são os únicos que beneficiam claramente em maior proporção os contribuintes de mais baixo nível de renda. a) Despesas com a previdência social. b) Despesas com médicos, dentistas e gastos com hospitalização. c) Despesas com doações a entidades filantrópicas. d) Despesas com educação. e) Dependentes. GABARITO: E 45. A incidência de um imposto seletivo eleva os preços dos produtos tributados em relação aos preços dos produtos isentos. Segundo a definição desse tipo de imposto, identifique a opção que não é verdadeira. a) O preço do produto tributado elevar-se-á de um valor igual ao do imposto, caso ele seja produzido a custos constantes. b) A distribuição do imposto entre compradores e vendedores é igual à razão entre as elasticidades da oferta e da demanda. c) Parte do gravame tributário é absorvida pelos lucros, quando o imposto incide sobre uma indústria monopolista. d) O preço do produto tributado elevar-se-á de um valor maior do que o do imposto, se ele for produzido sob custos crescentes. e) A receita que pode ser obtida de um imposto seletivo sobre vendas é limitada. GABARITO: D 46. O problema-chave para a resolução da crise fiscal em um país é a definição de como distribuir a incidência do ajuste fiscal. Estando a favor do ajustamento e da estabilidade de preços, os agentes econômicos, individualmente considerados, tendem a evitar arcar com o ônus do ajustamento, pressionando o governo para não participar desse esforço coletivo. Identifique qual das afirmativas não explica a lógica desse comportamento. a) A existência de um desequilíbrio orçamentário é vista pela maioria dos agentes econômicos como um problema, pelo risco desse desequilíbrio ser financiado pelo imposto inflacionário. b) O desequilíbrio resulta de um somatório de decisões fiscais específicas, entendidas como a realização de uma despesa e/ou a concessão tributária que beneficia um grupo particular dentro do setor público ou fora dele. c) O desequilíbrio pode ser resolvido por meio da aprovação de medidas em favor do ajustamento, tais como redução ou eliminação de despesas e o aumento ou criação de um tributo, incidindo sobre um agente ou conjunto de agentes econômicos. d) O desequilíbrio pode ser eliminado por meio da ação de um grupo onde o conflito social é alto e não há uma predisposição dos diferentes grupos a aceitarem medidas duras. e) A diminuição ou o desaparecimento do desequilíbrio fiscal implica minorar o risco de que cada agente em particular seja chamado a arcar com o imposto inflacionário. GABARITO: D

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 47. Considerando as disposições do Regulamento do ICMS relativas ao diferimento, assinale as afirmativas abaixo com F para falsa e V para verdadeira e, a seguir, indique a opção que contém a seqüência correta. ( ) Como regra geral, é vedada a aplicação do instituto do diferimento nas operações de importação. ( ) Encerrada a etapa do diferimento, o ICMS será exigido, a menos que o encerramento dessa fase se dê por qualquer operação ou prestação não sujeita ao pagamento do ICMS. ( ) É vedada a aplicação do diferimento às operações sujeitas ao regime de substituição tributária. ( ) Se antes de encerrada a etapa do diferimento este for interrompido, o estabelecimento que promoveu a saída com diferimento fica obrigado a recolher o imposto diferido. a) F, V, F, V b) V, F, F, V c) F, F, F, V d) V, F, V, F e) V, V, F, F GABARITO: D 48. Considerando as normas relativas ao ICMS, as afirmativas a seguir estão corretas, exceto: a) é contribuinte do ICMS a pessoa física que importe mercadoria do exterior para uso próprio. b) no caso de operação interestadual com combustível líquido derivado de petróleo, destinado a consumo do adquirente, local da operação, para fins de cobrança do imposto e definição do estabelecimento responsável, é o do Estado onde estiver localizado o alienante. c) incluem-se entre os contribuintes do ICMS as cooperativas. d) em se tratando de mercadoria em situação irregular por falta de documentação fiscal, local da operação, para fins de cobrança do imposto e definição do estabelecimento responsável, é o local onde ela se encontre. e) a pessoa física destinatária de serviço prestado no exterior é contribuinte do ICMS. GABARITO: B 49. De acordo com os princípios teóricos de tributação, indique a única opção correta. a) Pelo princípio da eqüidade, os tributos são utilizados na correção de ineficiências observadas no setor privado. b) Segundo o princípio do benefício, inexistem problemas de implementação de impostos ou taxas. c) O imposto de renda é um típico exemplo de aplicação do princípio da capacidade de pagamento. d) Os tributos são constituídos por impostos e taxas. e) Pelo princípio da neutralidade, um tributo deve ser equânime, no sentido de distribuir seu ônus de maneira justa entre os indivíduos. GABARITO: C 50. A literatura econômica tem considerado o Imposto sobre o Valor Adicionado (IVA) a forma mais atrativa, em termos de tributação de vendas, sobretudo por se tratar de um imposto neutro. Várias são as vantagens que consolidam os argumentos a favor da adoção do IVA. Escolha a opção que não representa uma vantagem na adoção desse tipo de imposto. a) O IVA não afeta a posição de competição inter-regional de uma indústria. b) O IVA apresenta caráter multi estágio de tributação, não concentrando a carga em um único estágio. c) No IVA, os bens de produção podem ser facilmente e totalmente isentos, evitando a bitributação. d) O IVA é um imposto complexo e de difícil assimilação pelos contribuintes menos esclarecidos. e) O IVA tem caráter auto fiscalizador. GABARITO: D

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA 1. Acerca da Lei de Responsabilidade Fiscal, marque a alternativa incorreta A. Há limites de gastos com pessoal. B. O governante sofrerá penalidades imediatas, se o mesmo verificar que ultrapassou os limites para a despesa de pessoal. C. Os limites para as despesas de pessoal são aplicados para as três esferas de governo e administração. D. Nenhum governante pode criar uma nova despesa continuada sem indicar sua fonte de receita ou sem reduzir outras despesas. E. São definidos mecanismos adicionais de controle das finanças públicas. GABARITO: B 2. A respeito da Regra de Ouro da Lei de Responsabilidade Fiscal, marque a alternativa correta. A. A transparência na gestão fiscal é o principal instrumento para o controle social. B. Compete aos Tribunais de Contas verificar os cálculos dos limites da despesa total com pessoal de cada ente da Federação e de cada Poder. C. A definição de metas fiscais anuais para os três exercícios seguintes é fundamental. D. Cada governante deverá demonstrar que a renúncia de receita foi considerada na Lei Orçamentária Anual e que não afetará as metas previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias. E. A contratação de operações de crédito em cada exercício fica limitada ao montante da despesa de capital. GABARITO: E 3. No que diz respeito ao conceito de orçamento público e princípios orçamentários, identifique a opção incorreta. a) O orçamento público deve manter o equilíbrio entre as receitas fixadas e as despesas estimadas. b) São impositivos nos orçamentos públicos os princípios orçamentários. c) Segundo o princípio da unidade, o orçamento público deve constituir uma única peça, indicando as receitas e os programas de trabalho a serem desenvolvidos pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. d) O orçamento público é uma lei de iniciativa do Poder Executivo, que estabelece as políticas públicas para o exercício a que se referir. e) O orçamento deve ser elaborado e autorizado para um exercício financeiro, coincidente com o ano civil. GABARITO: C 4. O orçamento-programa é entendido como o plano de trabalho do governo no qual são especificadas as proposições concretas que se pretende realizar durante o ano financeiro. Assinale a única opção incorreta em relação a orçamento-programa. a) A integração planejamento-orçamento é característica do orçamento-programa. b) Orçamento-programa informa, em relação a cada atividade ou projeto, quanto vai gastar, para que vai gastar e por que vai gastar. c) O orçamento-programa identifica programas de trabalho, objetivos e metas, compatibilizando-os com os planos de médio e longo prazos. d) O orçamento-programa é o processo de elaboração do orçamento em que é enfatizado o objeto de gasto. e) Processo de elaboração do orçamento-programa é técnico e baseia-se em diretrizes e prioridades, estimativa real de recursos e cálculo real das necessidades. GABARITO: A 5. No Brasil, o Plano Plurianual (PPA) é componente básico do planejamento estratégico governamental. Na definição do objetivo e da natureza específicos da planificação estratégica, o governo deve por em realce quatro elementos principais. Identifique a opção que não é pertinente. a) A importância da reflexão, essencialmente qualitativa, no futuro a longo prazo. b) A concentração da análise dos fatores essenciais das atividades-fins da administração pública. c) O predomínio do processo sobre os planos que dele derivam.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) A natureza estratégica das decisões a tomar, decisões que comprometem de modo quase irreversível o futuro da Nação. e) O melhoramento do desempenho gerencial da administração pública. GABARITO: B 6. No que se refere à matéria orçamentária, a Constituição de 1988, em seu artigo 165, determina que leis de iniciativa do Poder Executivo estabeleçam o Plano Plurianual, as diretrizes orçamentárias e os orçamentos anuais. Identifique a opção falsa com relação ao tema. a) A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) consiste na lei que norteia a elaboração dos orçamentos anuais, compreendidos o orçamento fiscal, o orçamento de investimento das empresas estatais e o orçamento da seguridade social. b) A Lei Orçamentária Anual (LOA) objetiva viabilizar a realização das ações planejadas no Plano Plurianual e transformá-las em realidade. c) A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), sob forma de projeto, deve ser encaminhada pelo Poder Executivo ao Poder Legislativo, na esfera federal, até oito meses e meio antes do encerramento do exercício financeiro (15 de abril) e devolvida para sanção até o final do primeiro período da sessão legislativa (30 de junho). d) O Plano Plurianual corresponde a um plano, por meio do qual se procura ordenar as ações do governo que levem ao alcance dos objetivos e das metas fixados para um período de três anos. e) A Lei do Orçamento, sob forma de projeto, deve ser encaminhada, no âmbito federal, até quatro meses antes do encerramento do exercício financeiro (31 de agosto) e devolvida para sanção até o final da sessão legislativa. GABARITO: A 7. Para cumprir seus objetivos a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) atribuiu novas e importantes funções à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e à Lei Orçamentária Anual (LOA). Identifique a opção falsa em relação às exigências da LRF no tocante à LOA. a) Demonstrativo da compatibilidade do orçamento com as metas da LDO previstas no respectivo Anexo de Metas Fiscais. b) Previsão de reserva de contingência, em percentual da Receita Corrente Líquida (RCL), destinada ao pagamento de passivos contingentes, além de outros imprevistos fiscais. c) Destaque do serviço da dívida (encargos mais amortizações), previsto contratualmente, e as receitas para esse fim. d) Demonstrativo de efeitos sobre receitas e despesas decorrentes de anistias, isenções e subsídios. e) Quantificação do resultado primário a ser obtido com vistas à redução do montante da dívida e das despesas com juros. GABARITO: B 8. De acordo com os tipos de créditos orçamentários, assinale a única opção falsa. a) O crédito suplementar é destinado ao reforço de dotação já existente no orçamento em vigor. b) O crédito especial destina-se à despesa para o qual não haja previsão orçamentária específica. c) O crédito extraordinário é autorizado por lei e aberto por decreto do Poder Executivo. d) Os créditos adicionais são autorizações de despesa não computadas ou insuficientemente dotadas na lei de orçamento. e) A abertura dos créditos suplementares e especiais depende da existência de recursos disponíveis para acorrer à despesa e será precedida de exposição justificada. GABARITO: E 9. Identifique a única opção incorreta com relação ao conteúdo de um Balanço Financeiro da Administração Pública, segundo a Lei n. 4.320/64. a) Contém os créditos e valores realizáveis independentemente de autorizações orçamentárias e valores numerários. b) Contém as operações de recebimento e pagamento no período demonstrado. c) Contém os saldos do exercício anterior e os saldos para o exercício seguinte. d) Contém as operações orçamentárias de receita e despesa. e) Contém as operações de caráter financeiro que alteram o fluxo de caixa no período para o qual se elabora a demonstração.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: C 10. A Contabilidade Pública está estruturada e organizada em Sistemas específicos, como Orçamentário, Financeiro, Patrimonial e de Compensação. Assinale a única opção falsa no que tange à estrutura dos balanços públicos. a) Ao se proceder à análise ou interpretação dos balanços públicos, há que se atentar sempre para as características intrínsecas relativas aos aspectos legais, regulamentares e técnicos. b) O balanço patrimonial é elaborado para atender e controlar as receitas e despesas de acordo com as especificações constantes da Lei do orçamento e dos créditos adicionais. c) O balanço financeiro é um quadro de contabilidade com receita e despesa, em que se distribuem entradas e saídas de numerário e se demonstram as operações de tesouraria e de dívida pública. d) Patrimônio público compreende o conjunto de bens, direitos e obrigações, avaliáveis em moeda corrente das entidades que compõem a administração pública. e) O balanço orçamentário demonstra as receitas e despesas previstas em confronto com as realizadas. GABARITO: D 11. A Lei de Responsabilidade Fiscal adotou regras referentes à Dívida Pública Fundada. Entre as opções abaixo, identifique qual a opção correta com relação à Dívida Pública Consolidada e a LRF. a) Integra a dívida pública fundada o refinanciamento da dívida pública imobiliária. b) Integram a dívida pública consolidada os depósitos e os serviços da dívida a pagar. c) Integra a dívida pública consolidada da União a dívida relativa à emissão de títulos de responsabilidade do Banco Central do Brasil. d) Integram a dívida pública fundada as dívidas de curto prazo, como os restos a pagarem processados. e) Integra a dívida fundada o resultado de operações de caráter financeiro que se refletem no Patrimônio Financeiro. GABARITO: E 12. A Lei de Responsabilidade Fiscal “dispõe que a destinação de recursos, para, direta ou indiretamente, cobrir necessidades de pessoas físicas ou de pessoas jurídicas deverá ser autorizada por lei específica, atender às condições estabelecidas na Lei de Diretrizes Orçamentárias, estar prevista no orçamento e nos créditos adicionais”. Aponte a opção que não pertence a essa regra. a) A concessão de garantias. b) Os financiamentos ou refinanciamentos, inclusive as respectivas prorrogações e a composição de dívidas. c) A concessão de subvenções. d) A concessão de empréstimos. e) A participação em constituição ou aumento de capital. GABARITO: C 13. O orçamento público determina as diretrizes de despesas e investimentos públicos. Sobre o orçamento público, é correto afirmar que a(o): (A) votação do orçamento pelos deputados federais pode ser substituída por medida provisória de competência do Poder Judiciário. (B) função alocativa do orçamento determina como o governo deve tornar menos desigual a distribuição de renda e riqueza dentro da sociedade. (C) determinação dos gastos no orçamento é feita pelo Poder Judiciário, para impedir que o Executivo detenha excessivo poder discricionário. (D) orçamento público envolve não somente previsões de receita e despesas, mas é, também, parte do processo de planejamento público. (E) orçamento público determina qual a participação dos investimentos privados e públicos no total dos investimentos da sociedade. GABARITO: D 14. A Constituição de 1988 trouxe diversas mudanças na formulação do orçamento público. Em relação às novas leis que surgiram para definir planejamento e execução do orçamento público, é correto afirmar que o(a):
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 (A) plano plurianual contém as diretrizes, objetivos e metas da administração pública federal para as despesas de capital e outras delas decorrentes. (B) Lei Orçamentária anual determina que as despesas de juros da dívida pública não devem ultrapassar 5% das despesas correntes. (C) Lei de Diretrizes Orçamentárias surgiu em 1988 para substituir a Lei Orçamentária na execução e planejamento do orçamento plurianual. (D) Lei de Diretrizes Orçamentárias tem o papel de determinar o percentual de impostos a serem cobrados de empresas estrangeiras no exercício atual. (E) Comissão Mista de Orçamentos e Planos é responsável pela redação do orçamento que é, então, encaminhado para o veto do Ministro da Fazenda. GABARITO: A 15. Segundo o sítio do Ministério da Fazenda: “Receitas Públicas são todos os ingressos de caráter não devolutivo auferidas pelo poder público, em qualquer esfera governamental, para alocação e cobertura das despesas públicas”. Sobre o conceito de receitas públicas são feitas as afirmações a seguir. I - Os ingressos extra-orçamentários, por não fazerem parte do orçamento, não podem ser recebidos legalmente por entes públicos. II - No orçamento público são determinadas as expectativas de receitas públicas. III - O fluxo financeiro de ingressos das receitas públicas contém o pagamento de taxas e tributos. Pode-se afirmar que é(são) correta(s), apenas, a(s) afirmação(ões): (A) I (B) II (C) I e II (D) I e III (E) II e III GABARITO: E 16. As receitas de capital do setor público envolvem receitas derivadas da obtenção de recursos mediante a constituição de dívidas, amortização de empréstimos e financiamentos e/ou alienação de componentes do Ativo Permanente. Em relação às receitas de capital, assinale a afirmação correta. a) A categoria Serviços é parte das receitas de capital e se refere ao recebimento de parcelas de empréstimos ou financiamentos concedidos em títulos ou contratos. b) A categoria Transferências de Capital é parte das receitas de capital e inclui o ingresso proveniente da amortização e do recebimento de juros. c) A categoria Alienação de Bens é parte das receitas de capital e constitui o ingresso proveniente da alienação de componentes do Ativo Permanente. d) A categoria Receitas Industriais é parte das receitas de capital e constitui a alienação patrimonial para subsídio direto às indústrias. e) As receitas de capital podem ser divididas em receitas tributárias, industriais e de serviços. GABARITO: C 17. O orçamento-programa foi introduzido no Brasil através da Lei no 4.320/64 e do Decreto Lei no 200/67. Do orçamento programa faz parte o(a): a) plano de trabalho operacional e não financeiro, cabendo o planejamento da parte financeira ao grupo de trabalho da Lei de Responsabilidade Fiscal. b) orçamento-programa trianual, que define as despesas continuadas, como obras rodoviárias, que não podem ultrapassar os três anos máximos determinados. c) discriminação das despesas públicas, mas não das receitas, dado que existem várias diferentes fontes de receita pública. d) ligação entre o processo de planejamento e de finanças públicas, além da manutenção do aspecto legal do orçamento. e) determinação do limite a ser dispendido pelo governo nas esferas federal e estadual, sendo o orçamento participativo o plano de orçamento dos municípios. GABARITO: D 18. O conjunto de créditos orçamentários contém as seguintes categorias de créditos: a) iniciais, especiais, ordinários e de autógrafos.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) iniciais, especiais, extraordinários e de antecipação da LDO. c) especiais, industriais, de serviços e informais. d) especiais, municipais, extraordinários e industriais. e) formais, informais, iniciais e extraordinários. GABARITO: B 19. Em relação às contas do Balanço Orçamentário são feitas as afirmações a seguir. I - As receitas correntes são divididas em executadas e realizadas. II - As receitas de capital são divididas em previstas e executadas. III - As despesas orçamentárias são divididas em fixadas e executadas. É(São) correta(s), apenas, a(s) afirmação(ões): a) I b) II c) I e II d) I e III e) II e III GABARITO: E 20. A Lei de Responsabilidade Fiscal trata de diversas dimensões de gastos e receitas públicas. Sobre o campo de atuação da Lei de Responsabilidade Fiscal, é correto afirmar que: a) a criação ou expansão de despesa será acompanhada de estimativa do impacto orçamentáriofinanceiro no exercício em que deva entrar em vigor e nos dois subseqüentes. b) a Lei de Responsabilidade Fiscal não trata das despesas com Seguridade Social, que é de responsabilidade integral do Ministério da Previdência Social. c) a despesa total com pessoal, em cada período de apuração e em cada ente da Federação, não poderá exceder o percentual de 90%. d) o único aumento de despesa sem contrapartida da fonte de recursos é o de contratação de funcionários públicos contratados pela Consolidação das Leis Trabalhistas. e) no cálculo das despesas com pessoal são incluídos os pensionistas mas não os inativos, que são de responsabilidade do Instituto Nacional de Seguridade Social. GABARITO: A 21. O planejamento orçamentário envolve a utilização de elementos contábeis, jurídicos e econômicos, e a Lei de Responsabilidade Fiscal busca a eficiência desse planejamento através de diferentes mecanismos. Sobre os mecanismos que compõem a Lei de Responsabilidade Fiscal, assinale a afirmação INCORRETA. a) É nulo de pleno direito o ato que provoque aumento da despesa com pessoal e não atenda ao limite legal de comprometimento aplicado às despesas com pessoal inativo. b) É nulo de pleno direito o ato de que resulte aumento da despesa com pessoal expedido nos cento e oitenta dias anteriores ao final do mandato do titular do respectivo poder público. c) Nenhum benefício ou serviço relativo à seguridade social poderá ser criado, majorado ou estendido sem a indicação da fonte de custeio total. d) Os limites de gastos da Lei de Responsabilidade Fiscal não atingem o Poder Judiciário, pois figuram em orçamento próprio redigido pelo Ministério Público. e) A verificação do cumprimento dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (nos artigos 19 e 20) será realizada ao final de cada quadrimestre. GABARITO: D 22. Acerca da elaboração do processo do orçamento, julgue os seguintes itens. a). O modelo orçamentário definido pela Constituição Federal de 1988 prevê a elaboração de dois instrumentos básicos: o plano plurianual (PPA) e a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). b). A LDO deve conter as regras, os limites e as prioridades para a execução da fatia anual do PPA a cada ano. c). A iniciativa da proposição do projeto de lei orçamentária é privativa do ministro da Fazenda. d). Segundo previsão contida na Lei n.º 4.320/1964, originalmente a proposta orçamentária deve ser composta de: mensagem; projeto de lei; tabelas explicativas e fundamentação para o modelo de classificação das receitas orçamentárias. GABARITO: C
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 23. A Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF (Lei Complementar nº 101/2000) estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal. Com base nas normas da LRF, aponte a única norma não pertinente. a) Orçamento público – rigoroso equilíbrio entre receita e despesa. b) Receita pública – previsão e arrecadação. c) Despesa pública – definições e limites. d) Gestão patrimonial. e) Poupança pública – definições, limites e fiscalização. GABARITO: E 24. O Orçamento Público obedece aos princípios orçamentários. Como conseqüência do princípio da especificação, ocorrem proibições de natureza constitucional. Indique a opção falsa. a) Concessão de créditos ilimitados. b) Início de programas ou projetos não incluídos na lei orçamentária anual. c) Realização de despesas ou assunção de obrigações diretas que excedam os créditos orçamentários ou adicionais. d) Instituição de fundos de qualquer natureza, sem prévia autorização legislativa. e) Exigência ou redução de tributo sem lei que o estabeleça. GABARITO: E 25. O Decreto nº 5.233, de 06 de outubro de 2004, estabelece normas para a gestão do Plano Plurianual – PPA 2004- 2007. Segundo o referido Decreto não é correto afirmar que a) a gestão do PPA 2004-2007, orientada segundo os critérios de eficiência, eficácia e efetividade, é constituída pela gestão estratégica e pela gestão tático operacional. b) a gestão tático-operacional é de responsabilidade apenas do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. c) a gestão tático-operacional compreende a implementação, o monitoramento, a avaliação e a revisão dos programas do Plano Plurianual. d) a gestão estratégica compreende o monitoramento, a avaliação, e a revisão dos desafios e dos programas prioritários do Plano Plurianual. e) caberá ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão coordenar os processos de monitoramento, de avaliação e de revisão dos programas e do Plano Plurianual, bem como disponibilizar metodologias, orientação e apoio técnico à gestão tático operacional. GABARITO: B 26. Segundo o Decreto que estabelece as normas para a Gestão do PPA 2004-2007, a gestão do programa é de responsabilidade do gerente de programa. Não compete ao gerente de programa: a) monitorar e avaliar a execução do conjunto das ações do programa. b) negociar e articular para o alcance dos objetivos do programa. c) buscar mecanismos inovadores para o financiamento e gestão do programa. d) responsabilizar-se pela obtenção do produto expresso na meta física. e) gerir as restrições que possam influenciar o desempenho do programa. GABARITO: D 27. De acordo com o Manual de Avaliação Anual do Plano Plurianual, PPA 2004- 007, ano base 2004, identifique a afirmativa que não é pertinente. a) a Avaliação gera importantes subsídios para que os gestores públicos possam tomar decisões acerca das políticas, programas e ações sob sua responsabilidade. b) a avaliação anual é parte fundamental do modelo de gestão do PPA. c) o Relatório Anual de Avaliação do Plano Plurianual será encaminhado ao presidente da República. d) o processo de Avaliação do exercício de 2004 representa um avanço em relação às avaliações do PPA 2000-2003, pois marca o início da implantação do Sistema de Monitoramento e Avaliação do PPA. e) a institucionalização do processo de avaliação no Governo Federal segue a tendência internacional da moderna administração pública. GABARITO: C 28. O Código Tributário Nacional, no artigo 142, estabelece que o lançamento, considerado pelo artigo 53 da Lei nº 4.320/1964 como um dos estágios da receita, compete privativamente à
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 autoridade administrativa com finalidades expressas. Assinale a alternativa que não apresenta uma destas finalidades: a) Calcular o montante do tributo devido. b) Liquidação do imposto devido. c) Propor a penalidade cabível, conforme o caso. d) Identificar o sujeito passivo. e) Verificar a ocorrência do fato gerador da obrigação. GABARITO: B 29. Para a elaboração de uma proposta orçamentária consistente com a projeção de receitas é importante que se estabeleçam alguns critérios para a fixação da despesa orçamentária. A definição dos valores das despesas orçamentárias deverá obedecer à seguinte ordem: a) Fixação das despesas de natureza obrigatória, determinação das despesas discricionárias essenciais e programação das demais despesas discricionárias, segundo as prioridades e metas de cada ente público. b) Determinação das despesas discricionárias essenciais, fixação das despesas de natureza obrigatória e a programação das demais despesas discricionárias, segundo as prioridades e metas de cada ente público. c) Fixação das despesas de natureza obrigatória, a determinação de limites e critérios para limitação de empenho e o estabelecimento das despesas obrigatórias de caráter continuado. d) Determinação de critérios para limitação de empenho, estabelecimento de limites para contratação de operações de crédito e fixação de valores para gastos com despesas de pessoal. e) Determinação das despesas discricionárias essenciais, programação das demais despesas discricionárias, segundo as prioridades e metas de cada ente público e a fixação das despesas de natureza obrigatória. GABARITO: A 30. Conforme previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, não poderá ser contratada, nenhuma despesa, que não possa ser cumprida integralmente ou, que se reserve dotação orçamentária para pagamento desta no exercício subseqüente, nos (as): a) duas últimas semanas de mandato. b) dois últimos quadrimestres do mandato. c) últimos 120 dias de mandato. d) três últimos bimestres do mandato. e) últimos dois anos de mandato. GABARITO: B 31. Quanto ao orçamento-programa, ao plano plurianual e à lei de diretrizes orçamentárias, assinale a opção INCORRETA. a) A concepção e a técnica do chamado orçamento-programa são conhecidas há bastante tempo, inclusive no Brasil. Apesar dos avanços ocorridos durante a segunda metade do século XX, representados, por exemplo, pela adoção, em 1974, da chamada classificação funcionalprogramática, foi apenas com a edição do Decreto n .º 2.829/1998 e das demais normas que disciplinaram a elaboração do P l ano Plurianual 2000-2003 e dos orçamentos anuais a ele vinculados, que os esforços de implantação do orçamento-programa na área federal tiveram início efetivamente. b) No sistema brasileiro de planejamento e orçamento, exige-se a integração entre o plano plurianual, a lei de diretrizes orçamentárias e o orçamento anual. Para tanto, o plano plurianual é organizado em programas e ações, enquanto o orçamento anual compreende o s mesmos programas e transforma as ações em projetos e atividades e o s seus desdobramentos em subprojetos e sub atividades. c) Tanto a Lei do Plano Plurianual 2000-200 3 como o Projeto de Lei do Plano Plurianual 20042007 utilizam dois tipos de mensuração: indicadores, que quantificam a situação que os programas tenham por objetivo modificar, e metas, que correspondem aos bens e serviços necessários para alcançar os objetivos. d) O Congresso Nacional reúne-se, anualmente, na Capital Federal, de 15 de fevereiro a 30 de junho e de 1.º de agosto a 15 de dezembro. Uma das situações que impede o início do recesso parlamentar em 1.º de julho é a não-aprovação do projeto de lei de diretrizes orçamentárias até o encerramento do primeiro período da sessão legislativa. GABARITO: B
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 32. Com base nos conceitos gerais e princípios relativos ao orçamento público, julgue os itens que se seguem. I. Com a difusão da doutrina keynesiana, o orçamento público consolidou-se como um instrumento de política fiscal, visando à estabilização ou à expansão da atividade econômica dos países. II. A inclusão do serviço da dívida e das receitas de convênios e demais recursos próprios relativos aos diversos órgãos e entidades da administração pública nos orçamentos públicos resultou da aplicação do princípio da totalidade. III. O orçamento público compreende, de um lado, a autorização para a arrecadação da receita, e de outro, o limite para a realização da despesa. Estão corretos: a) apenas o item I está correto. b) apenas o item II está correto. c) apenas o item III está correto. d) apenas os itens I e III estão corretos. e) apenas os itens II e III estão corretos. GABARITO: D 33. Com relação à legislação e aos procedimentos referentes ao orçamento-programa, julgue os itens seguintes. I. O orçamento-programa substitui vantajosamente o orçamento incremental visto que permite uma revisão na estrutura dos programas de governo, inclusive quanto à importância relativa de cada um deles na composição do orçamento público. II. Vários autores apontam como uma das maiores dificuldades para a implementação dos planos de governo por meio dos orçamentos públicos o fato de a estrutura destes ter-se tornado muito rígida devido à criação de fundos, ao aumento da participação das despesas obrigatórias e às vinculações de receitas de um modo geral. III. As despesas com as chamadas transferências são consideradas operações especiais, caracterizadas como neutras em relação ao ciclo produtivo sob a responsabilidade do administrador público. Estão corretos: a) apenas o item I está correto. b) apenas o item II está correto. c) apenas o item III está correto. d) todos os itens estão errados. e) todos os itens estão corretos. GABARITO: E 34. Acerca das disposições da Constituição Federal sobre a lei orçamentária anual, assinale a alternativa correta. a). A lei orçamentária anual compreende três orçamentos: o fiscal, o da seguridade social e o de investimento das empresas. Os orçamentos fiscal e da seguridade social englobam os poderes , órgãos e entidades da administração direta, autarquias, fundações e empresa s em que o ente da Federação, direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito a voto. b). O orçamento de investimentos das empresas compreende as despesas com aquisição do ativo imobilizado, excetuadas as relativas à aquisição de bens para arrendamento mercantil. c). Considere a seguinte situação hipotética. Encerrou-se o exercício financeiro sem que o projeto de lei orçamentária tenha sido votado pelo Poder Legislativo. Nessa situação, até o momento em que entre em vigor a lei orçamentária do novo exercício, deverá ser tomada como base para a realização das despesas a lei orçamentária do exercício recém-encerrado. d). Os órgãos do Poder Judiciário, as casas do Congresso Nacional e o Ministério Público, amparados na autonomia administrativa e financeira que lhes garante a Constituição Federal, devem elaborar as respectivas propostas orçamentárias dentro d o s l imites estipulados na lei de diretrizes orçamentárias e encaminhá-las ao Congresso Nacional no mesmo prazo previsto para o envio do projeto de lei orçamentária do Poder Executivo, ou seja, até quatro meses antes do encerramento do exercício. GABARITO: B 35. Acerca do orçamento público no Brasil, julgue os itens seguintes.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 I. Emendas ao projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para aumento de despesa são possíveis em virtude de erros ou omissões, tanto em razão de sub estimativa das receitas quanto de superestimativa das demais despesas. II. A partir da Constituição de 1988, aumentou o grau de hierarquização do orçamento público no Brasil, pois, hoje, o Poder Legislativo não está impedido de aumentar a despesa total prevista nos projetos encaminhados pelo Poder Executivo. III. Considere que vários governadores, ao assumirem seus novos mandatos, manifestem a disposição de efetuarem cortes indiscriminados de gastos, com base em um percentual único, predeterminado. Nesse caso, esse critério, conhecido como linearidade, é o mais compatível com o estabelecimento de prioridades para a administração pública. IV. Na vigência da Constituição outorgada em 1967, o projeto de LOA que não fosse devolvido pelo Congresso Nacional até o início de dezembro seria promulgado como lei. É(São) correta(s), apenas, a(s) afirmação(ões): (A) I (B) II (C) I e II (D) I e III (E) I e IV GABARITO: E 36. Acerca do conceito e das classificações de receita e despesa utilizadas nos orçamentos públicos , marque a alternativa correta. a). A classificação da despesa segundo a natureza, que passou a ser observada na execução orçamentária de todos os entes da Federação a partir do exercício financeiro de 2002, compreende: categorias econômicas, subcategorias econômicas e elementos. b). As classificações econômicas da receita e da despesa compreendem as mesmas categorias: correntes e capital. O superavit do orçamento corrente, q u e resulta do balanceamento dos totais das receitas e despesas correntes, constitui item da receita orçamentária de capital. c). Nas leis orçamentárias da União, as receitas e as despesas são apresentadas segundo as instituições que arrecadam e que aplicam os recursos do orçamento, por meio da classificação institucional que compreende os órgãos e as unidades orçamentárias. d). Receita orçamentária é a entrada que é acrescida ao patrimônio público como elemento novo e positivo , integrando-se a ele sem quaisquer reservas, condições ou correspondência no passivo. GABARITO: C 37. Acerca das disposições da Lei Complementar n.º 101/2000 — Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) —, marque a alternativa INCORRETA. a). Os atos que criam ou aumentam despesa corrente obrigatória d e caráter continuado devem ser instruídos com a estimativa do impacto orçamentário e financeiro no exercício em que esta deva entrar em vigor e nos dois subseqüentes. b). Considere a seguinte informação, publicada na primeira página do jornal Folha de S. Paulo, em 7/2/2004. O governo decidiu aumentar p ara R$ 6 bilhões o corte no orçamento deste ano. O valor do contingenciamento (bloqueio de verbas) discutido inicialmente era de R$ 4 bilhões. Essa notícia refere-se ao cumprimento do dispositivo da LRF que torna obrigatória a limitação de empenho e movimentação financeira na hipótese de a receita realizada não comportar o cumprimento das metas fiscais estabelecidas na lei de diretrizes orçamentárias. c). Considere a seguinte situação hipotética. No decorrer do segundo semestre do último exercício do mandato, determinado titular de poder realizou despesas que, por não terem s i d o pagas até o dia 31 de dezembro, foram inscritas em restos a pagar. Nessa situação, considerando que não houvesse suficiente disponibilidade de caixa para essa finalidade, a inscrição em restos a pagar foi irregular. d). Os tribunais de contas devem emitir parecer prévio, separadamente, sobre as contas prestadas pelos chefes do Poder Executivo, pelos presidentes dos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário e pelo chefe do Ministério Público. Já sobre as contas dos tribunais de contas, o parecer deve ser proferido pela comissão mista de orçamento ou equivalente das casas legislativas estaduais e municipais. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 38. O ciclo orçamentário compreende diversas fases, contempladas na Constituição Brasileira e em leis ordinárias, que definem cada uma de suas etapas. Em relação ao processo do ciclo orçamentário, é INCORRETO afirmar que: a) o Plano Plurianual é a lei que define as prioridades do governo pelo período de quatro anos. b) os orçamentos fiscal, da Seguridade Social e de investimento das empresas estatais são partes integrantes da Lei Orçamentária Anual. c) a Lei Orçamentária Anual disciplina os programas e ações do governo federal. d) a Lei de Diretrizes Orçamentárias define as metas e prioridades em termos de programas a serem executados pelo governo. e) as despesas que têm duração continuada não fazem parte do Plano Plurianual, mas somente da Lei Orçamentária Anual. GABARITO: E 39. A Constituição Brasileira de 1988 trouxe uma nova forma de classificar os gastos públicos. Atualmente, utilizam-se os conceitos de função e subfunção como base para a consolidação das contas nacionais. Em relação a funções, é correto afirmar que: a) o pagamento de juros da dívida pública está contido nas despesas de capital. b) a função dos municípios é pagar a dívida da União, através de transferências aos Estados e ao Distrito Federal. c) as despesas com investimentos públicos contemplam as que se referem ao planejamento e à execução de obras públicas. d) as despesas de transferências a instituições privadas sem fins lucrativos estão contidas na amortização da dívida pública. e) as despesas de pessoal e encargos sociais contêm as que se referem às inversões financeiras e às transferências a estados e municípios. GABARITO: C 40. As receitas correntes do setor público são recursos financeiros oriundos das atividades operacionais do setor público. Fazem parte do conjunto de receitas correntes as receitas: a) tributárias, de juros e alocativas. b) tributárias, de contribuições e patrimoniais. c) de juros, industriais e de operações de crédito. d) de alienação de bens, patrimoniais e transferências de capital. e) de contribuições, amortização de empréstimos e industriais. GABARITO: B 41. Na formulação do orçamento-programa, a fase de apreciação, adequação e autorização legislativa subdivide-se em diversas etapas. Fazem parte dessas etapas: a) recepção e divulgação do projeto; votação do projeto pela comissão de orçamento; e votação das emendas redigidas pelo Poder Judiciário. b) apreciação pelas relatorias parciais e setoriais; compatibilização e consolidação dos relatórios setoriais; e decisão pelo Congresso Nacional. c) execução dos orçamentos; estabelecimento de objetivos e metas; e definição do orçamento de base zero. d) discussão e votação do projeto e dos destaques pelos congressos estaduais; montagem do projeto de lei pelo plenário municipal; e remessa do projeto de lei à Chefia do Poder Executivo. e) elaboração, apreciação e aprovação do parecer preliminar; votação para escolha do deputado a ser apontado como Relator-Setorial do Decreto Orçamentário Plurianual; e apreciação pelas relatorias parciais e setoriais. GABARITO: B 42. A Constituição Brasileira de 1988 introduziu uma série de mudanças no planejamento do orçamento público no Brasil. Uma dessas mudanças se deve ao(à): a) envolvimento do Legislativo na fixação de metas e prioridades para a administração pública e na formulação das políticas públicas de arrecadação e de alocação de recursos. b) desdobramento da Lei Orçamentária Anual em três orçamentos distintos: de curto, médio e longo prazos. c) separação do orçamento plurianual em orçamentos anuais, para que não haja decisões orçamentárias e de planejamento que envolvam períodos acima de um ano.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) necessidade de correspondência entre as determinações do Plano Plurianual do Executivo com as votações da Lei Orçamentária Anual, de responsabilidade dos governos estaduais. e) alocação de recursos para os municípios, determinada pelo Poder Judiciário através da Lei de Diretrizes Orçamentárias. GABARITO: A 43. O balanço orçamentário permite a mensuração das diferenças entre o orçamento previsto e o efetivamente realizado. Sobre o balanço orçamentário, indique qual das afirmativas relacionadas às diferentes contas é correta. a) As despesas são divididas em despesas correntes previstas, despesas correntes fixadas e despesas de capital executadas. b) As despesas são divididas em previstas, executadas e realizadas. c) As receitas são divididas em movimentação financeira executada e movimentação financeira realizada. d) As receitas corrente e de capital são divididas em previstas e executadas. e) As receitas correntes são dividas em fixadas e executadas, enquanto as receitas de capital são divididas em previstas e fixadas. GABARITO: D 44. A Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece normas de finanças públicas para responsabilidade na gestão fiscal do setor público. Esta lei atua sobre diversas dimensões da gestão fiscal, à EXCEÇÃO de: a) Receitas Públicas. b) Receitas de taxas e tributos. c) Despesas com salários do funcionalismo público. d) Despesas dos Estados. e) Regras da Consolidação das Leis Trabalhistas. GABARITO: E 45. A Lei de Responsabilidade Fiscal limita os gastos com pessoal pelos entes da federação. Mas, na verificação do atendimento dos limites, existem despesas que NÃO são computadas, entre elas as relativas ao pagamento de: a) salários dos funcionários públicos concursados. b) salários dos funcionários públicos militares. c) salários dos funcionários públicos que trabalham vinculados ao regime da Consolidação das Leis Trabalhistas. d) indenizações por demissão de servidores ou empregados. e) inativos e pensionistas. GABARITO: D 46. De acordo com o conceito de orçamento, assinale a alternativa INCORRETA. a). Orçamento público é o processo mediante o qual o governo traça um programa de projetos e atividades, estimando suas receitas e planejando sua aplicação, com prévia fixação das despesas. b). Os princípios orçamentários estão basicamente definidos na Constituição Federal e na Lei nº 4.320/64. c). O orçamento incremental é o orçamento elaborado por meio dos ajustes marginais nos itens de receita e despesa. d). O orçamento tradicional destaca as metas, os objetivos e as intenções do governo, consolidando um conjunto de programas a ser realizado durante determinado período. e). No Brasil, a Lei nº 4.320/64 estabelece a obrigatoriedade do orçamento-programa, determinando que a Lei Orçamentária conterá a discriminação da receita e despesa. GABARITO: E 47. Relativamente às limitações impostas sobre o orçamento público, julgue os itens que se seguem. I. Na execução da lei orçamentária, não é permitido que se realizem despesas que excedam os créditos orçamentários e adicionais, exceção feita aos créditos extraordinários, que, destinando-se a calamidades, podem ser ultrapassados, desde que justificadamente. II. A Constituição Federal não admite que se contratem operações de crédito em volume que exceda os investimentos.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 III. Pelo princípio da não-vinculação da receita de impostos, é proibido vincular a receita de impostos a órgãos, fundos e a despesas. Apesar disso, é admissível a utilização da receita de impostos para a realização de atividades de administração tributária. IV. Para que o governo federal conceda transferência voluntária de recursos, destinando-a a fazer face à necessidade de pagamento de pessoal, em caso de um município que esteja com déficit fiscal de tal montante que não tenha condições de pagar a remuneração dos servidores, é necessária autorização por meio de lei complementar. É(São) correta(s), apenas, a(s) afirmação(ões): a) I b) II c) I e II d) II e III e) III e IV GABARITO: D 48. Assinale a alternativa correta. a) A lei de diretrizes orçamentárias é plano de médio prazo e subsidia a elaboração do plano plurianual. b) O plano plurianual, aprovado mediante decreto executivo, antevê quadro trienal de receitas e despesas de capital. c) A lei orçamentária anual prevê critérios de limitação de empenho toda vez que a receita evoluir abaixo do esperado. d) A lei de diretrizes orçamentárias prescreve condições para a Administração transferir recursos a entidades privadas. e) Os anexos de metas e riscos fiscais compõem a lei orçamentária anual. GABARITO: D 49. No planejamento do orçamento-programa, a estimativa da receita baseia-se na a) arrecadação havida no exercício imediatamente anterior. b) receita executada nos dois últimos exercícios e na inflação projetada para o ano seguinte. c) arrecadação dos três últimos exercícios e no crescimento esperado para a economia. d) receita coletada nos três anos anteriores e no desempenho médio das receitas próprias. e) receita corrente, exclusivamente, pois a de capital é imprevisível. GABARITO: C 50. Tendo em vista os princípios orçamentários, é correto afirmar que a) a contabilização pelo valor líquido atende ao princípio de racionalidade. b) as fundações públicas, desde que independentes do erário central, não precisam integrar o orçamento. c) as dotações globais atendem ao princípio da especificidade da despesa pública. d) vincular imposto à despesa não contraria qualquer princípio de orçamento. e) a autorização para abertura de créditos suplementares excepciona, na lei orçamentária, o princípio da exclusividade. GABARITO: E

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 CONTABILIDADE GERAL 1. O Princípio Contábil cuja conseqüência é a afirmação da autonomia patrimonial, no sentido de que o patrimônio da empresa não se confunde com aquele dos seus sócios ou proprietários é o da: a) Prudência; b) Atualização Monetária; c) Oportunidade; d) Entidade; e) Continuidade. GABARITO: D 2. A constituição de Provisões é conseqüência do atendimento aos Princípios Contábeis da: a) Oportunidade e Registro pelo Valor Inicial; b) Entidade e Competência; c) Oportunidade e Atualização Monetária; d) Continuidade e Registro pelo Valor Inicial; e) Competência e Prudência. GABARITO: E 3. O objetivo precípuo da contabilidade é o de permitir a cada grupo principal de usuários a avaliação da situação de uma entidade e de suas tendências. De acordo com as necessidades específicas de cada um desses grupos, assinale a opção correta. a) Os administradores são os principais usuários externos, pois, mesmo não pertencendo ao quadro societário, são responsáveis pelos negócios da entidade. b) O governo tem interesse específico nos dados coletados pelo IBGE, pois servem de base para a identificação de empresas com supostas irregularidades tributárias. c) Os clientes estão especialmente interessados em analisar a capacidade de pagamento da empresa e, em conseqüência, de continuidade da produção. d) A CVM, como fiscalizadora do mercado de capitais, está interessada na transparência e na fidedignidade das informações colocadas à disposição dos investidores efetivos e potenciais. GABARITO: D 4. Há alguns anos o IASB – International Accouting Standards Board – (colegiado de padrões contábeis internacionais) vem buscando realizar uma harmonização nos padrões de contabilidade das nações associadas. Fundamentalmente, o objetivo dessa harmonização dos padrões contábeis mundiais visa a: a) permitir a comparabilidade das informações. b) criar um padrão único a ser utilizado por todas as nações. c) estabelecer princípios contábeis universais. d) estabelecer leis, regras e normas a que todas as nações obedeçam. e) padronizar, exclusivamente, a forma de apresentação dos demonstrativos contábeis. GABARITO: A 5. Das situações patrimoniais listadas a seguir, a que representa inexistência de patrimônio líquido é: a) Ativo maior que Passivo; b) Passivo igual a zero; c) Ativo igual a Passivo; d) Passivo maior que Ativo; e) Ativo igual a zero GABARITO: C 6. Considere que uma empresa de prestação de serviços apresentou os seguintes saldos (em R$) ao final do período. vendas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5.000,00 descontos comerciais sobre vendas . . . . . . . . . . . . . 200,00 descontos financeiros sobre vendas . . . . . . . . . . . . . 100,00 custo dos serviços vendidos . . . . . . . . . . . . . . . . . 2.700,00 despesas administrativas e de vendas . . . . . . . . . . . 750,00
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 resultado não-operacional (negativo) . . . . . . . . . . . . . 150,00 provisão para imposto de renda . . . . . . . . . . . . . . . . 250,00 Com base nos dados acima, assinale a opção correta. a) O lucro bruto foi de R$ 2.100,00. b) O lucro operacional foi de R$ 1.350,00. c) O lucro líquido foi de R$ 1.100,00. d) A receita líquida de vendas foi de R$ 4.700,00. GABARITO: A 7. Acerca dos tipos de variações patrimoniais, assinale a opção correta. a) Compra de mercadorias — parte a vista e parte a prazo — caracteriza variação mista, nem aumentativa, nem diminutiva. b) Compra de estoque de material de expediente constitui variação mista aumentativa. c) Integralização de parte do capital subscrito com lucros acumulados se classifica como variação quantitativa aumentativa. d) Transferência para longo prazo do vencimento de obrigação não-paga é uma variação qualitativa. GABARITO: D 8. O Contador da Cia Gama e Beta resolveu demonstrar as diferenças obtidas quando da utilização de diferentes sistemas de avaliação de estoques, obtendo, como conseqüência, os valores a seguir (em R$): Descrição Vendas (-) Custo Vendas = Resultado Estoque Final Situação Situação Situação 1 2 3 2.000,00 2.000,00 2.000,00 das 1.000,00 1.150,00 1.075,00 1.000,00 1.050,00 850,00 900,00 925,00 975,00

Com base nos valores acima, os quais utilizaram a mesma base de dados (mesmas transações), pode-se afirmar que: a) na situação 1 os estoques estão avaliados pelo método do custo médio, pois o valor do Custo das Vendas foi equivalente à metade do valor das Vendas; b) na situação 2 os estoques estão avaliados pelo método PEPS, pois o valor do custo das vendas é superior aos demais métodos de avaliação; c) a simulação acima está equivocada, pois o valor de vendas não se alterou; d) na situação 1 os estoques estão avaliados pelo método UEPS, pois o resultado obtido na venda foi o mais lucrativo; e) na situação 3 os estoques estão avaliados pelo método do custo médio, cujos valores de custo das venda e estoque final situam-se entre os apurados pelos métodos PEPS e UEPS. GABARITO: E 9. Com relação à apropriação de resultado, assinale a opção correta. a) Se a empresa demonstrar que a situação financeira é desfavorável, poderá não calcular dividendos, que voltarão a ser calculados quando a situação financeira o permitir. b) A existência de lucros a realizar impede a distribuição de dividendos; só poderá haver distribuição se todos esses lucros forem realizados. c) A empresa pode utilizar reserva de capital para o pagamento de dividendos sobre ações preferenciais. d) A distribuição de dividendos intermediários está condicionada à apuração do resultado e ao levantamento de balanço. GABARITO: C 10. Com relação a conceitos e normas aplicáveis à despesa, assinale a opção correta. a) Despesas antecipadas são classificadas exclusivamente no ativo circulante. b) Despesas classificadas no ativo diferido são amortizáveis em até dez anos. c) Despesas e perdas excepcionais não são computadas na apuração do resultado do exercício.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) A demonstração de lucros ou prejuízos acumulados contém a discriminação das participações no resultado. GABARITO: B 11. A Cia Pega Mais adquiriu uma máquina em 01/01/X0 por R$ 210.000,00, a qual passou a ser depreciada linearmente (10 % a.a.). Tal máquina foi posteriormente vendida, em 31/12/X3, por R$ 151.000,00. Sabendo-se que o lucro na transação (não operacional) foi de R$ 25.000,00, o valor residual da máquina em 31/12/X2 é: a) R$ 84.000,00; b) R$ 105.000,00; c) R$ 126.000,00; d) R$ 147.000,00; e) R$ 151.000,00. GABARITO: D 12. Considere as seguintes contas de resultado e seus respectivos saldos, extraídos do balancete da Cia Beta em 31/12/X3: Receita de Vendas Mercadorias Imposto s/ Vendas Mercadorias Comissões sobre Vendas Abatimentos sobre Vendas 7.000 Receitas Financeiras 1.050 Cancelamentos de Vendas 3.500 Despesas Gerais 8.000 Considerando que o custo das mercadorias vendidas foi de R$ 36.750, o lucro bruto da Cia Beta em 31/12/X3 totalizou: a) .750; b) 8.250; c) 9.750; d) 10.500; e) 11.000. GABARITO: D 13. Na elaboração da Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos – DOAR – é correto afirmar que: a) a integralização de capital em bens do Ativo Permanente não deve constar da demonstração, já que não afeta o capital circulante líquido; b) o investimento circulante é a soma algébrica das origens e das aplicações; c) o resultado de equivalência patrimonial deve ser ajustado ao lucro/prejuízo líquido; d) a despesa de depreciação do ativo imobilizado deve ser considerada como origem de recursos; e) as aplicações financeiras devem ser apresentadas pelo seu valor líquido de impostos no grupo de aplicações. GABARITO: C 14. A padronização das demonstrações financeiras consiste em: a) realizar uma crítica às contas das demonstrações financeiras, bem como transcrevê-las para um modelo previamente definido. b) realizar uma crítica às contas que sofrem ajustes no final do exercício, tais como: Imobilizações, Diferido, investimentos e Resultados de Exercícios Futuros.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

de 70.000 de 12.250 2.500

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) realizar uma avaliação prévia das contas de receitas e despesas, visando a verificar se o lucro contábil corresponde ao lucro financeiro. d) transferir as contas de depreciações acumuladas, amortizações e exaustões para o Patrimônio Líquido, como contas redutoras. e) segregar as contas do Ativo Permanente em financeiras e operacionais. GABARITO: A 15. A inexistência de passivo exigível é uma situação que ocorre: a) no fechamento da empresa; b) no momento da constituição da empresa; c) se o Patrimônio Líquido da empresa for zero; d) quando a empresa ficar com seu Passivo a descoberto; e) se a empresa tornar-se insolvente. GABARITO: B 16. No encerramento do exercício, uma empresa prestadora de serviços observou que alguns serviços efetivamente prestados a clientes não estavam ainda faturados. Atendendo-se ao Princípio da Competência, o lançamento contábil a ser efetuado é: a) D - Contas a Receber C - Serviços Executados a Faturar; D - Serviços Executados a Faturar C - Receita de Serviços; D - Serviços Executados a Faturar C - Receitas Diferidas; D - Contas a Receber C - Resultado de Exercícios Futuros;

b)

c)

d)

e)

D - Receitas Diferidas C - Receita de Serviços. GABARITO: B 17. O lançamento contábil inicial a ser efetuado quando do desconto de duplicatas é: a) D - Bancos C - Duplicatas a Receber; b) D - Duplicatas Descontadas C - Bancos; c) D - Bancos C - Duplicatas Descontadas C - Receita Financeira Antecipada; d) D - Bancos D - Despesa Financeira Antecipada C - Duplicatas Descontadas; e) D - Duplicatas Descontadas C - Duplicatas a Receber. GABARITO: D 18. Considere que um contador efetuou o resgate de uma operação financeira, registrando-o por meio do seguinte lançamento: D – aplicações financeiras C – bancos – conta movimento . . . . . . . . . . . . R$ 5.000,00

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Com base nessa situação hipotética e nas normas brasileiras sobre retificação de lançamentos, assinale a opção correta. a) O contador deverá efetuar um lançamento de inversão, pelo dobro do valor. b) Deverá fazer-se a correção mediante transferência, debitandose créditos a receber e creditando-se aplicações financeiras. c) Deverá ser efetuado o estorno e, posteriormente, um novo lançamento, correto. d) A correção deverá ser efetuada mediante complementação do valor necessário ao ajustamento dos respectivos saldos. GABARITO: C 19. O Balancete da CIA GAMA apresentou os seguintes saldos em 31/12/X3: R$ mil Bancos 3 Receita de Serviços 36 Capital 300 Duplicatas a Pagar 30 Títulos a Receber 48 Despesas Gerais 24 Móveis e Utensílios 60 Veículos 163 Ferramentas e 30 Dispositivos Despesas de Pessoal 15 Salários a Pagar 42 Provisão p/ Dev. 12 Duvidosos Estoque de Mercadorias 27 Capital a Realizar 50 Com base nesses dados, pode-se afirmar que o Ativo Circulante e o Patrimônio Líquido da Cia Gama em 31/12/X3 são, respectivamente (em R$ mil): a) 57 e 239; b) 66 e 247; c) 72 e 253; d) 78 e 309; e) 85 e 319. GABARITO: B 20. Acerca do balancete de verificação, é correto afirmar que a) permite a verificação da igualdade entre os totais dos saldos devedores e credores das contas da entidade. b) comprova a exatidão dos lançamentos a débito e a crédito de todas as contas da entidade. c) é extraído do livro Diário, que registra todas as transações do período considerado. d) sua elaboração é obrigatória para efeito de apuração do resultado e levantamento da situação patrimonial. GABARITO: A 21. Em relação às contas integrantes do Passivo, é correto afirmar que: apenas os empréstimos de longo prazo devem ter suas variações monetárias reconhecidas mensalmente; b) no Passivo Exigível a Longo Prazo somente serão registradas obrigações com prazo de vencimento superior a 18 meses; c) adiantamentos recebidos de clientes por mercadorias a entregar ou serviços a prestar não podem ser classificados como Resultados de Exercícios Futuros; d) as provisões obrigatoriamente devem ser classificadas no Passivo; e) Adiantamentos a Fornecedores devem ser classificados no Passivo Circulante. GABARITO: C
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

a)

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

22. A chamada “saúde” financeira e econômica das empresas, no fim de cada ano ou em qualquer data prefixada, pode ser feita na demonstração financeira denominada: a) Balanço Patrimonial. b) Demonstração do Resultado do Exercício. c) Demonstração do Lucro ou Prejuízo Acumulado. d) Demonstração de Origens e Aplicações de Recursos. e) Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido. GABARITO: A 23. De acordo com a Lei Federal 6.404/76, a qual dispõe sobre a por ações correto afirma que: a) A amortização consiste no pagamento do valor das ações para retirá-las definitivamente de circulação, com redução ou não do capital social, mantido o mesmo capital, será atribuído, quando for o caso, novo valor nominal às ações remanescentes. b) O reembolso é a operação pela qual, nos casos previstos em lei, a companhia paga aos acionistas dissidentes de deliberação da assembléia-geral o valor de suas ações. c) O resgate consiste na distribuição aos acionistas, a título de antecipação e sem redução do capital social, de quantias que lhes poderiam tocar em caso de liquidação da companhia. d) O valor de reembolso não poderá ser pago à conta de lucros ou reservas, exceto a legal, e nesse caso as ações reembolsadas ficarão em tesouraria. GABARITO: B 24. Na divulgação das demonstrações contábeis das companhias abertas, para efeito de melhor entendimento dessas demonstrações, além das notas explicativas previstas na Lei 6.404/76, a VM recomenda também a divulgação: a) das justificativas e os efeitos da mudança de critérios contábeis e dos créditos e as obrigações entre investidoras e as coligadas e controladas, especificando prazos, encargos financeiros e as garantias. b) do critério de avaliação de investimentos societários e a base da constituição da Provisão para o pagamento do Imposto de Renda, inclusive quanto à adoção de diferimento desse imposto e a consideração ou não de incentivos fiscais. c) das taxas de juros, datas de vencimento e as garantias das obrigações de longo prazo; dos ajustes referentes a exercícios anteriores e das características dos subsídios governamentais ou outras formas de subsídios obtidos. d) do aumento de elementos dos ativos resultantes de novas avaliações; dos efeitos da mudança de critérios contábeis e dos créditos e das obrigações existentes entre investidoras, controladas e coligadas. e) das características dos subsídios governamentais ou outras formas de subsídios obtidos; do critério de avaliação das aplicações temporárias em títulos e valores mobiliários e da base de constituição da provisão para devedores duvidosos. GABARITO: A 25. Com referência a custos e resultados, assinale a opção correta. a) A fórmula custos + lucro = preço de venda é representativa das negociações entre clientes e indústrias para o estabelecimento de venda de produtos com produção em série. b) Se o mercado já determina o preço de venda e o lucro é uma meta, a fórmula preço de venda – lucro = custo traduz os esforços que deverão ser empreendidos para que a empresa não ultrapasse esse limite de custos. c) A fórmula receitas – custos = lucro líquido exclui custos e despesas das funções nãoindustriais da empresa. d) Quando a empresa trabalha com a fórmula preço de venda – custo = lucro, o preço praticado é desconhecido, o custo, determinado, e o lucro, projetado. GABARITO: B 26. Uma Sociedade Anônima, com ciclo operacional de 18 meses, no encerramento do exercício social de 31 de dezembro de 2005, apresentou a seguinte relação de Ativos e seus respectivos prazos de vencimento:

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

Considerando as informações disponíveis, a boa técnica contábil e a legislação societária, o Ativo Circulante desta Sociedade Anônima, em 31 de dezembro de 2005, em reais, foi: a) 15.000,00 b) 65.000,00 c) 73.000,00 d) 123.000,00 e) 153.000,00 GABARITO: C 27. Por ocasião da publicação das demonstrações financeiras, a Sociedade Anônima poderá: a) agrupar, sob uma designação genérica, contas semelhantes, com pequenos saldos individuais cujo valor total não exceda 10% do respectivo grupo. b) eliminar os três últimos dígitos dos valores e os centavos, incluindo, no cabeçalho de cada demonstração, a expressão “em R$ milhares”. c) incluir a eliminação dos três últimos dígitos dos valores e dos centavos, em nota explicativa própria, no conjunto das notas explicativas. d) publicar somente os valores do último exercício social de todas as demonstrações financeiras, obrigatórias pela Lei das Sociedades Anônimas. e) publicar todas as demonstrações, sob o título genérico de Demonstrações Contábeis. GABARITO: B 28. A Petrobras S/A contratou os serviços profissionais da Limpa Tudo Ltda., por meio de concorrência pública, para execução dos serviços de limpeza numa de suas unidades operacionais, a partir de março de 2005, pelo prazo de dois anos, renovável por outros dois anos. Encerrado o mês de março de 2005, depois da aprovação do serviço realizado pelo órgão de controle competente da contratante, a Limpa Tudo apresentou a Nota Fiscal de Serviços, no valor total de R$ 200.000,00, nos termos do contrato de prestação de serviço firmado. Considerando-se que existe uma alíquota de Imposto de Renda específica para este tipo de serviço, o valor líquido, em reais, a ser pago pela Petrobras à Empresa Limpa Tudo Ltda., pelos serviços prestados, conforme contrato, é: a) 170.000,00 b) 197.000,00 c) 198.000,00 d) 199.520,00 e) 200.000,00 GABARITO: C 29. A alternativa que representa uma Reserva de Lucros é: a) Prêmio na emissão de debêntures; b) Reserva para Contingências; c) Ágio na emissão de ações; d) Ações em Tesouraria; e) Juros sobre Capital Próprio. GABARITO: B 30. No final do exercício, após a realização de todos os ajustes necessários e do encerramento das contas de resultado, o contador de uma determinada empresa realizou o seguinte lançamento: I. Lucros/Prejuízos Acumulados II. a Resultado do Exercício Com base no registro efetuado, podemos afirmar que o resultado apurado no exercício foi:
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) positivo, transferindo-o para a conta Lucros/Prejuízos Acumulados. b) negativo, sendo absorvido pelo saldo da conta Lucros/Prejuízos Acumulados. c) positivo, absorvendo o saldo remanescente da conta Resultado do Exercício. d) negativo, absorvendo quase que totalmente o saldo da conta Lucros/Prejuízos Acumulados. e) nulo, e foi feito o ajuste necessário na conta do Patrimônio Líquido para ajustar o patrimônio da empresa. GABARITO: B 31. A diferença entre os bens e direitos de uma empresa no valor de R$ 200.000,00 e as suas obrigações no valor de R$ 120.000,00 é denominada de a) situação líquida patrimonial. b) situação líquida circulante. c) capital de giro. d) capital de movimento. e) situação líquida disponível. GABARITO: A 32. Uma empresa comercial que tenha feito vendas de R$ 200.000,00 em determinado mês, após os abatimentos, descontos, tributos, devoluções e cancelamento de vendas, que tenha iniciado o período contábil com estoques de R$ 320.000,00, terminado o período com estoques de R$ 280.000,00 e feito compras no mês no valor de R$ 100.000,00, apresentará um lucro bruto nesse mês de valor a) inferior a R$ 40.000,00 b) entre R$ 40.000,00 e R$ 55.000,00 c) entre R$ 55.001,00 e R$ 70.000,00 d) entre R$ 70.001,00 e R$ 90.000,00 e) acima de R$ 90.000,00 GABARITO: C 33. Considere a Ficha de estoque de uma empresa que adota o sistema de inventário permanente e que tenha movimentado certo item de estoque da forma a seguir:

Considerando o preço médio unitário como base de avaliação dos 15/01/2003 apresentará um valor que está presente na seguinte opção: a) inferior a R$ 15.000,00 b) entre R$ 15.000,00 e R$ 16.500,00 c) entre R$ 16.501,00 e R$ 18.000,00 d) entre R$ 18.001,00 e R$ 19.500,00 e) acima de R$ 19.500,00 GABARITO: E

estoques,

o

saldo

em

34. Analisando a ficha de estoque de um produto, de determinada empresa, temos:

Adotando o método PEPS (primeiro a entrar, primeiro a sair), o saldo final do estoque seria: a) maior que R$ 22.000,00 b) entre R$ 21.000,00 e R$ 22.000,00
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) entre R$ 20.000,00 e R$ 20.999,99 d) entre R$ 19.000,00 e R$ 19.999,99 e) abaixo de R$ 19.000,00 GABARITO: B 35. Determinada empresa comprou mercadorias a prazo, para pagamento após 60 dias da data da entrega, pelo valor de R$ 10.000,00. Efetuou pagamento antecipado dessa mercadoria, no 15º dia da data da entrega, com desconto de R$ 500,00. Os registros, numa empresa que adote o sistema de inventário permanente, deverão ser feitos a) a débito de mercadorias (R$ 10.000,00) e a crédito de fornecedores (R$ 10.000,00); a débito de fornecedores (R$ 10.000,00), a débito de caixa e bancos (R$ 9.500,00) e a crédito de receita (R$ 500,00). b) a crédito de mercadorias (R$ 10.000,00) e a débito de fornecedores (R$ 10.000,00); a crédito de fornecedores (R$ 10.000,00), a débito de caixa e bancos (R$ 9.500,00) e a crédito de receita (R$ 500,00). c) a débito de mercadorias (R$ 10.000,00) e a crédito de fornecedores (R$ 10.000,00); a débito de fornecedores (R$ 10.000,00), a débito de caixa e bancos (R$ 9.500,00) e a débito de receita (R$ 500,00). d) a débito de mercadorias (R$ 10.000,00) e a crédito de fornecedores (R$ 10.000,00); a débito de fornecedores (R$ 10.000,00), a crédito de caixa e bancos (R$ 9.500,00) e a crédito de receita (R$ 500,00). e) a crédito de mercadorias (R$ 10.000,00) e a débito de fornecedores (R$ 10.000,00); a débito de fornecedores (R$ 10.000,00), a crédito de caixa e bancos (R$ 9.500,00) e a crédito de receita (R$ 500,00). GABARITO: D 36. Acerca dos princípios fundamentais de contabilidade e divulgação das demonstrações contábeis, julgue os seguintes itens e após assinale a alternativa correta: I. Ocorrendo o registro dos ajustes a valor de mercado dos ativos advindos de operações de longo prazo, o princípio do registro pelo valor original não será obedecido. II. O princípio da prudência preconiza que o valor do ativo deve ser registrado pelo menor valor entre custo e valor de mercado. Com relação ao registro do passivo, o mesmo princípio determina que deve ocorrer o oposto. Desse modo, aumentos ou diminuições de valores nos saldos de contas de ativo ou passivo decorrentes de avaliações a preço de mercado serão registradas na conta de ajustes de avaliação patrimonial na demonstração do resultado do exercício. Está correto o que se afirma: a) apenas no item I. b) apenas no item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: A 37. O Balanço Patrimonial compreende: (A) receita e despesas orçamentárias, recebimentos e pagamentos de natureza extraorçamentária, saldos do exercício anterior e saldos que se transferem para o exercício seguinte. (B) comparativo entre receitas e despesas previstas e realizadas, onde a despesa fixada pode ser realizada somente até o valor autorizado. (C) as operações de natureza compensada, quer ativas ou passivas. (D) os elementos ativos do patrimônio governamental com os saldos do exercício anterior e saldos que se transferem para o exercício seguinte. (E)) o ativo e o passivo financeiros, bem assim o ativo e o passivo permanentes. GABARITO: E 38. Em relação à escrituração contábil, é correto afirmar: (A) Os lançamentos no livro Diário devem ser efetuados diariamente, não se admitindo exceções. (B) A escrituração correta e tempestiva do livro Razão permite saber, em qualquer data, o saldo das contas de resultado e patrimoniais.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 (C) O único livro contábil considerado obrigatório pela Receita Federal do Brasil para apuração da base de cálculo do imposto de renda é o livro Diário. (D) No Brasil, existe um Plano de Contas padronizado que deve ser seguido por todas as entidades com fins lucrativos. (E) Segundo normas do Conselho Federal de Contabilidade, a escrituração contábil somente pode ser efetuada em sistemas informatizados. GABARITO: B 39. De acordo com os Princípios Contábeis Fundamentais de Contabilidade, ao se verificar a extinção de um passivo, qualquer que seja o motivo, a utilização de um ativo de valor superior gera na entidade na qual esse evento foi identificado (A) um ganho patrimonial registrado em Patrimônio Líquido. (B) uma despesa no período em que o fato ocorrer. (C) uma receita não operacional reconhecida no exercício. (D) um lançamento em conta de resultado de exercícios futuros. (E) um ganho de capital registrado em conta de Patrimônio Líquido. GABARITO: B 40. A aplicação do Principio Contábil de Atualização Monetária é (A) registrada assim que a inflação medida nos dois últimos períodos atingir uma variação de 50%. (B) computada sempre que a inflação anual acumulada atingir 20% em qualquer período. (C) calculada a cada qüinqüênio independente do percentual acumulado no mesmo período. (D) compulsória quando a inflação acumulada no triênio for igual ou maior de 100%. (E) reconhecida imediatamente sempre que a inflação anual acumulada atingir dois dígitos. GABARITO: D 41. Em um determinado período contábil a Cia. Internacional de Produtos identifica que parte de seus estoques in natura, por uma situação econômica de mercado, está sofrendo uma variação negativa de preço com tendência a permanecer esta conjuntura econômica por um período longo. O fato de a empresa proceder ao ajuste desse ativo reconhecendo a diminuição do valor desses estoques, consiste na aplicação dos princípios contábeis da (A) prudência e da competência. (B) entidade e da realização da receita. (C) oportunidade e do registro pelo valor original. (D) integridade e da atualização monetária. (E) consistência e da materialidade. GABARITO: A 42. Na apuração do Resultado Bruto Operacional são considerados como deduções da Receita Bruta de Vendas (A) os valores pagos relativos ao transporte das vendas e as despesas de comissões. (B) as devoluções de vendas e os gastos com amostras e anúncios do produto. (C) os abatimentos concedidos ao comprador e o IPI constante da nota fiscal de venda. (D) as despesas de publicidade pagas antecipadamente e as devoluções de venda. (E) os desembolsos feitos na contratação de propaganda e publicidade e os impostos indiretos. GABARITO: C 43. Na Demonstração do Resultado do Exercício são evidenciados no Resultado Operacional (A) os encargos a transcorrer e as retenções contratuais. (B) gratificações e participações de administradores nos lucros. (C) lucros com alienação de imobilizados e despesas de pessoal. (D) as receitas de dividendos e os descontos obtidos. (E) os prêmios de debêntures e perda de capital no ativo diferido. GABARITO: D 44. Ao final do exercício contábil, uma empresa adquire um imobilizado, financiando o valor total através de uma operação de longo prazo. A evidenciação desse evento no balanço patrimonial da empresa (A) aumenta o índice de liquidez seca. (B) altera o índice de liquidez corrente.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 (C) afeta o índice de liquidez geral. (D) reduz o índice de liquidez seca. (E) diminui o índice de liquidez imediata. GABARITO: C 45. Em relação a Contabilidade. Marque a opção CORRETA. a) O Patrimônio Líquido não é uma dívida da Entidade para com seus sócios ou acionistas, pois estes emprestam recursos para que ela possa ter vida própria, os entregam, para que com eles forme o patrimônio da Entidade. b) Os Princípios Fundamentais de Contabilidade representam em partes o núcleo central da própria Contabilidade, na sua condição de ciência humana. c) As informações qualitativas que a Contabilidade produz, quando aplicada a uma Entidade, não devem possibilitar ao usuário avaliar a situação e as tendências desta, com o menor grau de dificuldade possível. d) O objeto fundamental da Contabilidade é atender apenas aos interesses das instituições financeiras, dos fornecedores e do fisco. e) A Contabilidade é uma Ciência Social com plena fundamentação epistemológica. GABARITO: D 46. Marque a opção CORRETA. À Compra de um Imóvel representado: a) Pelo aumento do Ativo e o aumento do Passivo. b) Pela diminuição do Ativo e a diminuição do Passivo. c) Pelo aumento do Ativo e a diminuição do Passivo. d) Pelo equilíbrio do Ativo e o equilíbrio do Passivo. e) Pela diminuição do Ativo e o aumento do Passivo. GABARITO: E a prazo no Balanço Patrimonial é

47. No que se refere às Variações Patrimoniais. Marque a opção CORRETA. I. O Ato administrativo é qualquer ação praticada pela administração da empresa que não altera seu patrimônio. II. O Fato Administrativo é qualquer ação praticada pela administração da empresa que altera seu patrimônio. III. Muitos dos atos administrativos praticados podem vir a se tornar fatos administrativos, alterando o patrimônio, alterando o patrimônio da empresa. IV. O Fato contábil é o registro de um fato financeiro, acompanhado do valor administrativo da operação realizada pela empresa. V. Os fatos contábeis podem-se classificar em permutativos; administrativo; modificativos e mistos. Assinale a alternativa CORRETA: a) Somente os itens I, II e III estão corretos. b) Somente os itens III, IV estão corretos. c) Somente os itens I e IV estão corretos. d) Somente os itens I e III estão corretos. e) Somente o item V está correto. GABARITO: A 48. Baseado nos Artigos 178 a 184 da Lei nº 6.404/76. I. No Ativo, as contas serão dispostas em ordem crescente de grau de liquidez. II. No Passivo as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez. III. No Ativo os Grupos são: Ativo Circulante; Ativo Realizável a longo prazo; Ativo Permanente, dividido em investimentos, ativo imobilizado e ativo diferido. IV. No Ativo os Grupos são: Ativo Circulante; Ativo Exigível a longo prazo; Ativo Permanente, dividido em investimentos, ativo imobilizado e ativo diferido. V. No Passivo, as contas serão classificadas nos grupos: Passivo Circulante; Passivo Realizável a longo prazo; resultados de exercícios futuros; Patrimônio Líquido, dividido em Capital Social, reservas de capital, reservas de realização, reservas de lucro e lucros ou prejuízos acumulados. VI. No Passivo, as contas serão classificadas nos grupos: Passivo Circulante; Passivo exigível a longo prazo; resultados de exercícios futuros; Patrimônio Líquido, dividido em
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 Capital Social, reservas de capital, reservas de realização, reservas de lucro e lucros ou prejuízos acumulados. Assinale a alternativa CORRETA: a) Somente os itens I e II estão corretos. b) Somente os itens II e III estão corretos. c) Somente os itens IV e V estão corretos. d) Somente os itens III e VI estão corretos. e) Somente os itens I e VI estão corretos. GABARITO: A 49. Baseado no Artigo 186 da Lei nº 6.404/76: I. A Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados evidencia o lucro apurado nos exercícios e sua destinação, bem como os eventos que modificaram o saldo da conta Lucro ou Prejuízos Acumulados. II. A Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados deverá indicar o montante do dividendo por ação do capital social e poderá ser incluída na demonstração das mutações do patrimônio líquido, se elaborada e publicada pela companhia. III. A Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados discriminará o saldo do inícios do período, os ajustes de exercícios anteriores, a provisão para redução ao valor do mercado dos investimentos temporários a Curto prazo. IV. São Demonstrações de Lucros ou Prejuízos Acumulados as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas e outras despesas operacionais. V. São Demonstrações de Lucros ou Prejuízos Acumulados as transferências para reservas, os dividendos, a parcela dos lucros incorporada ao capital e o saldo ao fim do período. Assinale a alternativa CORRETA: a) Somente os itens I, II e V estão corretos. b) Somente os itens I, III estão corretos. c) Somente os itens III, IV e V estão corretos. d) Somente os itens IV e V estão corretos. e) Somente os itens II e IV estão corretos. GABARITO: A 50. Em relação ao Balanço Patrimonial. Marque a opção CORRETA. a) A conta do Capital Social discriminará o montante a integralizar e, por aumento, a parcela ainda não realizada. b) Antes de elaborar o Balanço Patrimonial é conveniente que se faça o segundo Balancete de Verificação, que dará ao contabilista a certeza de que os procedimentos necessários à apuração do resultado foram efetuados corretamente, além de facilitar a elaboração do Balanço Patrimonial. c) Serão classificadas como resultado dos exercícios futuro as receitas de exercícios futuros, aumentadas dos custos e despesas a elas correspondentes. d) A Norma Brasileira de Contabilidade estabelece dois grupos de contas para o Ativo e dois grupos de contas para o Passivo e Patrimônio Líquido. e) No Balanço Patrimonial é facultativo ordenar os grupos de contas. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 AUDITORIA 1. Julgue os itens subseqüentes, a respeito da execução do trabalho de auditoria. I. De acordo com a estrutura conceitual da análise de risco do tipo COSO, é imprescindível a existência de controles internos para o cumprimento das metas e objetivos da entidade. Caso se detecte potencial de risco na obtenção desses objetivos, poderá o controle interno atuar como a auditoria interna. II. O uso da técnica de amostragem é facultativo para o auditor interno; entretanto, a realização de exames e investigações, como a verificação junto a terceiros sobre operações de grande vulto, as inspeções no capital financeiro e o registro de transações de recursos financeiros, é obrigatória. São esses resultados, denominados achados de auditoria, que irão fundamentar as conclusões do auditor. Estão corretos os itens: a) I, apenas. b) II, apenas. c) Todas estão corretas. d) Todas estão falsas. GABARITO: B 2. Acerca da auditoria no setor público federal, bem como à administração da função de auditoria, julgue os itens que se seguem. I. Considere que a União tenha repassado vultosa quantia a um estado da Federação, com objetivo de aquisição de maquinário para uma corporação militar daquele estado, e que, após determinação do Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, foi realizada uma auditoria que constatou irregularidades na aplicação desses recursos federais da ordem de R$ 49 milhões. Foram detectados tanto vícios na dispensa de licitação quanto inadequação dos bens adquiridos. Nessa situação hipotética, a auditoria realizada é classificada como especial, de forma indireta compartilhada. II. Em cada auditoria realizada, o auditor governamental deverá elaborar relatório que refletirá os resultados dos exames efetuados. Entretanto, nos relatórios de auditorias realizadas com base no processo de tomada e prestação de contas, nas quais se detectar desvio de bens públicos, a autoridade administrativa competente deverá comunicar imediatamente o resultado ao TCU, para que este instaure processo de tomada de contas especiais. III. É responsabilidade da auditoria interna fazer periodicamente uma avaliação dos controles internos. Nesse sentido, é correto afirmar que a auditoria interna representa um controle interno. Estão corretos os itens: a) I, apenas. b) II, apenas. c) III, apenas. d) Todas estão corretas. e) Todas estão falsas. GABARITO: C 3. Julgue os próximos itens, relativos a tipos de auditoria. I. Suponha que uma auditoria, realizada em uma escola agrícola federal subordinada ao Ministério da Educação, tenha constatado falhas e deficiências na área orçamentáriofinanceira, no sistema escola-fazenda e na área de recursos humanos. Nessa situação hipotética, a auditoria descrita é um exemplo de auditoria de natureza operacional, que abrange, inclusive, avaliação de programas, o que permite à equipe de auditoria pronunciar-se sobre o aumento da evasão escolar em virtude da situação. II. O julgamento das contas dos gestores públicos em virtude de danos ao erário decorrentes de atos de gestão ilegítima ou anti-econômica, ou por desfalques ou desvio de dinheiros, bens e valores públicos, é um meio de detecção de fraudes propiciado pela fiscalização adotada pelo TCU, e a modalidade específica de auditoria que o TCU utiliza para detectar fraudes é a auditoria de conformidade. Estão corretos os itens: a) I, apenas. b) II, apenas. c) Todas estão corretas. d) Todas estão falsas.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: A 4. Julgue os itens a seguir, que tratam de metodologias empregadas em auditoria governamental e da etapa de monitoramento do trabalho de auditoria. I. O TCU, nos processos de auditorias operacionais, usa metodologias específicas para análise do objeto auditado e apresentação dos dados coletados. Um dos métodos é o modelo insumoproduto, que objetiva demonstrar como o objeto da auditoria desenvolve as suas atividades, identificando, por exemplo, as informações e os recursos humanos, físicos e financeiros exigidos (insumos), os processos de transformação dos insumos em produtos e os bens e serviços ofertados (produtos). GABARITO: C II. O monitoramento é um instrumento de fiscalização exclusivo da auditoria, cujas finalidades são desenvolver metodologias, corrigir desvios e assegurar os objetivos previstos. GABARITO: E Estão corretos os itens: a) I, apenas. b) II, apenas. c) Todas estão corretas. d) Todas estão falsas. GABARITO: A 5. Considerando as normas que norteiam os tribunais de contas, julgue os itens a seguir. I. Considere a seguinte situação hipotética. Empresa responsável pela construção de um gasoduto entre a Bolívia e o Brasil, em seu processo de prestação de contas, relativas ao exercício de 2002, teve acórdão proferido pelo TCU, que julgou as contas regulares com ressalvas, dando quitação aos responsáveis. Da decisão definitiva, por comportar recurso de reconsideração, com efeito suspensivo, o Ministério Público junto ao TCU pretende recorrer, por entender ser caso de contas julgadas irregulares. Nessa situação, compete ao procurador interpor o recurso, para que outro colegiado aprecie a decisão recorrida, negando-lhe ou não provimento. II. Considere a seguinte situação hipotética. No processo de fiscalização para apuração da denúncia de desvio de recursos da União repassados à prefeitura do município X para a elaboração de cartilha contra o uso de drogas, constatou-se que a prefeitura antecipou o pagamento à empresa contratada sem que tivesse havido a execução do serviço. O TCU determinou a conversão da fiscalização em tomada de contas especial e citou os responsáveis, que alegaram defesa sem recolher o débito. O TCU não acatou a defesa, nem reconheceu boa-fé e julgou as contas do convênio irregulares pelo fato de ter havido prática de ato de gestão ilegal, que causou danos ao erário. Nessa situação, o TCU deverá responsabilizar solidariamente o agente público e o terceiro que concorreu com o cometimento do dano, podendo aplicar multa de até 100% do valor atualizado do dano causado ao erário, e, mesmo que haja o pagamento integral do débito e(ou) da multa, persistirá o julgamento quanto à irregularidade das contas. III. O regimento interno do TCU define cinco instrumentos de fiscalização: levantamento, auditoria, inspeção, acompanhamento e monitoramento; a fiscalização poderá ser exercida por iniciativa do próprio TCU ou atendendo a solicitação do Congresso Nacional, por qualquer de suas casas ou respectivas comissões. Diante desses dados e das disposições gerais sobre a fiscalização de atos e contratos, considere que o Congresso Nacional tenha solicitado ao TCU inteirar-se sobre os procedimentos a serem adotados para apurar a responsabilidade sobre a quebra de sigilo bancário de determinado cidadão, por funcionário de empresa pública federal. Nessa situação, não compete ao TCU a fiscalização de atos administrativos que não resultem em receitas ou despesas, podendo, nesse caso, o relator determinar o arquivamento do processo. IV. Nas sessões do TCU, o Ministério Público só é obrigado a manifestar-se nos processos de tomada ou prestação de contas, nos atos de admissão de pessoal e de concessão de aposentadoria, reforma e pensão, bem como nos incidentes de uniformização de jurisprudência e nos recursos. Estão corretos os itens: a) I, apenas. b) II, apenas. c) III e IV, apenas. d) I, II e III, apenas.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) I, II, III e IV. GABARITO: B 6. Os papéis de trabalho constituem a documentação preparada pelo auditor ou fornecida a este na execução da auditoria. Eles integram um processo organizado de registro de evidências da auditoria, por intermédio de informações em papel, meios eletrônicos ou outros que assegurem o objetivo a que se destinam. É FALSA a afirmação: a) A confidencialidade dos papéis de trabalho é dever permanente do auditor. b) Os papéis de trabalho são de propriedade exclusiva do auditor. Partes ou excertos destes podem, a critério do auditor, ser postos à disposição da entidade. c) Os papéis de trabalho, apesar de permanecerem sob a guarda do auditor, são propriedade da entidade auditada. d) O auditor deve adotar procedimentos apropriados para manter a custódia dos papéis de trabalho pelo prazo de cinco anos, a partir da data de emissão do seu parecer e) Os papéis de trabalho quando solicitados por terceiros somente podem ser disponibilizados após autorização formal da entidade auditada GABARITO: C 7. Ao avaliar os bens imóveis da entidade municipal, em relação ao cumprimento da Lei 8.666/93, o auditor constatou que determinado bem foi doado pelo Prefeito a uma entidade particular de relevante interesse social. O auditor deverá em seus papéis de trabalho tratar este fato como: a) Ponto de auditoria, pois é irregular a doação deste bem para essa entidade de relevante interesse social; b) Ponto de auditoria, pois o bem só poderia ser doado a uma outra entidade pública do próprio município; c) Ato regular, pois a doação foi para fins e uso de interesse social d) Ponto de auditoria, devido à inexistência de processo licitatório. e) Ato normal, uma vez que o Prefeito tem autoridade legal para realizar doações de bens móveis e imóveis para entidades particulares, quando existir relevante interesse social; GABARITO: A 8. Entre as seguintes opções, não é de competência da auditoria interna examinar os seguintes objetivos: a) integridade, adequação e eficácia dos controles internos. b) eficiência e eficácia do parecer dos auditores independentes. c) eficácia das informações físicas, contábeis e financeiras. d) adequação dos controles internos e das informações físicas. e) integridade das informações operacionais, financeiras e físicas. GABARITO: B 9. O tipo de auditoria que tem como objetivo atuar em tempo real sobre os atos efetivos realizados por uma unidade gestora governamental e seus conseqüentes efeitos potenciais positivos e negativos, evidenciando melhorias e economias existentes no processo ou prevenindo gargalos no desempenho de sua missão institucional, é a auditoria a) contábil. b) especial. c) de avaliação da gestão. d) de acompanhamento da gestão. e) operacional. GABARITO: D 10. A auditoria governamental executada exclusivamente por servidores do sistema de controle interno da unidade auditada é denominada a) especial. b) operacional. c) direta. d) indireta compartilhada. e) simplificada. GABARITO: C
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 11. Considere as seguintes afirmações relativas às normas de execução de trabalho de auditoria interna governamental: I. Quando houver limitação da ação do auditor interno, o fato deverá ser comunicado, de imediato, por escrito, ao dirigente da entidade ou do órgão examinado, solicitando as providências necessárias. II. Os sistemas de controle interno da entidade auditada devem prever procedimentos e mecanismos que tornem nula a probabilidade de ocorrência de impropriedades ou irregularidades. III. Transações ou situações detectadas no trabalho de auditoria são caracterizadas como irregulares quando resultarem de falhas de natureza formal que não causaram dano ao erário público. IV. A validade do trabalho de auditoria interna governamental é considerada satisfatória quando as evidências reunidas são suficientes, adequadas e pertinentes. SOMENTE estão corretas a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) II e IV. e) II, III e IV. GABARITO: B 12. São tipos de certificado de auditoria governamental: a) sem ressalva, com ressalva e com abstenção de opinião. b) sem ressalva, irregulares e adversos. c) com parágrafo de ênfase, adversos e com abstenção de opinião. d) com ressalva, regulares e com abstenção de opinião. e) regulares, regulares com ressalvas e irregulares. GABARITO: E 13. A importância relativa ou o papel desempenhado por uma determinada questão, situação ou unidade existente em dado contexto constitui uma das variáveis básicas da auditoria governamental conhecida como a) relevância. b) materialidade. c) atemporalidade. d) criticidade. e) aleatoriedade. GABARITO: A 14. Em relação à amostragem estatística em auditoria, é correto afirmar: a) A sua principal característica é estar baseada na experiência pessoal do auditor. b) Ela deve ser utilizada em todos os casos, inclusive quando a população é pequena ou quando há necessidade de alta precisão nas estimativas. c) Na amostragem estratificada, cada elemento da população tem a mesma chance de pertencer à amostra, pois estão distribuídos de maneira uniforme. d) O objetivo da ação de controle é irrelevante para a elaboração do plano amostral. e) O grau de precisão das estimativas está relacionado ao percentual máximo que se admitirá de erros para os resultados obtidos na amostra. GABARITO: E 15. Em auditoria, a verificação do comportamento de valores significativos, mediante índices, quocientes, quantidades absolutas ou outros meios, com vistas à identificação de situações ou tendências atípicas é um procedimento de a) conferência de cálculos. b) confirmação. c) inspeção e revisão. d) revisão analítica. e) cut-off. GABARITO: D 16. Os papéis de trabalho
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 I. não são de propriedade exclusiva do auditor, que deverá entregá-los à administração da entidade auditada após o final de seus trabalhos, para que esta possa avaliar o seu conteúdo; II. podem ser utilizados para fins legais, além de serem indispensáveis à realização da auditoria, pois constituem meio de prova para consubstanciar as conclusões do relatório do auditor; III. devem registrar informações relativas ao planejamento da auditoria, aos procedimentos a serem adotados, à oportunidade e extensão dos mesmos; IV. permanentes têm utilidade apenas em relação a um determinado exercício da entidade auditada, como é o caso dos extratos bancários e mapas de inventários. Está correto o que se afirma SOMENTE em a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) II e IV. e) II, III e IV. GABARITO: C 17. Todas as opções abaixo são importantes recomendações acerca do planejamento da auditoria, exceto uma. Aponte a única opção falsa. a) O planejamento e os programas de trabalho não devem ser revisados mesmo que novos fatos o recomendarem. b) O programa de auditoria deve ser detalhado de forma a servir como guia e meio de controle do progresso dos trabalhos. c) O planejamento pressupõe adequado nível de conhecimento sobre o ramo de atividade, negócios e práticas operacionais da entidade. d) O auditor deve documentar seu planejamento geral e preparar programa de trabalho por escrito, detalhando o que for necessário à compreensão dos procedimentos que serão aplicados. e) O planejamento da auditoria, quando incluir a designação de equipe técnica, deve prever a orientação e supervisão do auditor, que assumirá total responsabilidade pelos trabalhos executados. GABARITO: A 18. A Auditoria de Gestão cumpre o exame e a avaliação sobre sistemas políticos, critérios e procedimentos na sua área de planejamento estratégico, tático e, principalmente, no processo decisório. A auditoria de gestão tem como objetivo assessorar a Administração, exceto quanto a) ao estudo de alternativas estratégicas e táticas. b) à qualidade e viabilidade dos planos, orçamentos e das políticas e diretrizes com alcance a todos os níveis gerenciais. c) ao atingimento dos resultados em relação aos objetivos e planos estabelecidos e às alternativas disponíveis. d) à verificação das causas de ineficiência e desperdícios. e) aos estudos de reestruturação e qualidade global da empresa. GABARITO: D 19. O auditor tributário, ao avaliar os débitos pendentes de recebimento na Prefeitura, de IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano, percebe que tem sido constante a confirmação por parte dos contribuintes de pagamentos de débitos não baixados pela Prefeitura. Ao emitir carta, solicitando a comprovação de débitos ou dos saldos em aberto, antes da emissão de nova cobrança, o auditor fiscal estará realizando um procedimento de auditoria denominado: a) inventário físico b) amostragem c) lançamento d) arbitragem e) circularização GABARITO: E 20. Acerca da responsabilização de Auditor, no desempenho de suas funções, assinale a opção correta. a) O Auditor Interno não pode ser responsabilizado. b) A omissão de informações nos pareceres de auditoria, ainda que dolosa, não pode gerar responsabilização.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) A ocorrência de informação incorreta no parecer do Auditor, mesmo que gere prejuízos à entidade auditada ou a terceiros, não enseja responsabilidade. d) Tendo se valido adequadamente das técnicas de auditoria, o Auditor Externo não pode ser responsabilizado pela ocorrência de fraudes e erros não detectados em seus trabalhos. e) A utilização de serviços contábeis de um Auditor Interno pelo Auditor Independente isenta este último de qualquer responsabilidade sobre os resultados dos trabalhos. GABARITO: D 21. Por risco de auditoria entende-se a) a possibilidade de o auditor não conseguir concluir seus trabalhos. b) o índice percentual associado à soma ponderada dos índices de risco inerente, de detecção e de amostragem. c) a possibilidade de que o resultado da auditoria induza o auditor a concluir pela existência de irregularidades em virtude de falhas nos procedimentos de auditoria. d) a amplitude associada à não-cobertura das ações da empresa auditada pelos controles contábeis adotados. e) a possibilidade de o auditor emitir uma opinião tecnicamente inadequada sobre demonstrações contábeis significativamente incorretas. GABARITO: E 22. São formas de levantamento dos controles internos: a) fluxograma, questionário e descrição. b) discrição, fluxograma e confirmação. c) entrevista, descrição e elaboração. d) questionário, inventário e documentação. e) organograma, questionário e intimação. GABARITO: A 23. O planejamento completo da auditoria externa engloba: a) o período em que a empresa será auditada e as informações obtidas após o fechamento do contrato ou a aceitação da proposta. b) o momento em que as auditorias serão realizadas até o término do trabalho, compreendendo da data da assinatura do contrato até o encerramento dos trabalhos na empresa. c) desde a fase de avaliação para a contratação dos serviços, no primeiro contato com o cliente, envolvendo todo o processo de auditoria, até a finalização dos trabalhos e emissão do parecer. d) a fase preliminar da auditoria após a assinatura do contrato, onde são definidos os procedimentos a serem aplicados, as horas a serem aplicadas ao trabalho e as pessoas a serem utilizadas. e) somente os procedimentos a serem realizados para confirmação das demonstrações contábeis, bem como o parecer a ser emitido. GABARITO: C 24. Com relação ás não-conformidades apontadas no relatório, deve o auditor interno: a) apontá-las, cabendo à administração a determinação de procedimentos corretivos ou impeditivos para os pontos apresentados. b) apresentar subsídios à administração para o aperfeiçoamento dos processos, da gestão e dos controles internos por meio de recomendações de soluções. c) criar, implantar e fazer cumprir os novos controles internos por ele criados para minimização ou eliminação dos pontos. d) aguardar determinação da administração para que inicie a criação e a implantação de novos controles. e) exigir e determinar as diversas áreas, as correções e sugestões por ele propostas para solução dos pontos apresentados. GABARITO: B 25. Considere as afirmações a seguir: I. Não deve aceitar trabalhos de auditoria, o auditor que for casado com filha do diretor comercial da empresa auditada. II. Deve o auditor externo guardar sigilo permanente dos dados de seu cliente, não informando sobre quaisquer circunstâncias, dados, processos, documentos ou relatórios.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 III. A auditoria Interna tem mais independência nos trabalhos a serem executados e sua função é implementar e fazer cumprir os procedimentos internos. Está correto o que se afirma APENAS em a) I b) II c) III d) I e II e) II e III. GABARITO: A 26. Quanto ao conceito de auditoria, assinale a afirmativa correta. a) Trata-se de uma técnica contábil voltada a testar a eficiência e a eficácia do controle patrimonial implantado com o objetivo de expressar uma opinião sobre determinado dado ou fato. b) É uma técnica contábil voltada para apurar a existência de fraudes e erros no campo contábil. c) Trata-se de uma especialização contábil voltada para testar a eficiência e a eficácia do controle patrimonial implantado, com o objetivo de expressar uma opinião sobre determinado dado ou fato. d) É uma técnica contábil, concebida inicialmente para atender aos interesses particulares de alguns gestores, com o intuito de evitar fraudes nos demonstrativos contábeis. e) Não é uma especialização contábil, pois abrange várias outras ciências, devendo voltar-se para eliminar a existência de fraudes e erros nas entidades. GABARITO: C 27. Quanto à finalidade da auditoria governamental, no sentido mais amplo que o termo pode representar, Auditoria é: a) o exame científico e sistemático de livros, contas, comprovantes e outros registros financeiros de uma entidade, com o propósito de apresentar conclusões, críticas e opiniões sobre as situações patrimoniais. b) o exercício do controle sobre os gestores e as políticas públicas, a garantia legal, eficiente, eficaz e efetiva do papel do Estado e o cumprimento de suas funções. c) o controle e o exame analítico e pericial que segue o desenvolvimento das operações contábeis desde o início até o Balanço. d) o exame científico e sistemático de livros, contas, comprovantes e outros registros financeiros de uma companhia, com o propósito de determinar a integridade do sistema de controle interno contábil, das demonstrações financeiras, bem como do resultado das operações. e) a técnica contábil do sistemático exame dos registros, visando apresentar conclusões, críticas e opiniões sobre as situações patrimoniais e aquelas dos resultados, quer formadas, quer em processo de formação. GABARITO: B 28. Não constitui(em) objeto de exame da auditoria governamental: a) os processos de licitação, sua dispensa ou inexigibilidade. b) os sistemas administrativo e operacional de controle interno utilizados na gestão orçamentária, financeira e patrimonial. c) a inexecução dos planos, programas, projetos e atividades que envolvam recursos públicos. d) a arrecadação e a restituição de receitas de tributos federais. e) os atos administrativos que resultem em direitos e obrigações para o Poder Público, em especial os relacionados com a contratação de empréstimos internos ou externos e com a concessão de avais. GABARITO: C 29. O processo de: “emitir opinião com vistas a certificar a regularidade das contas, verificar a execução de contratos, acordos, convênios ou ajustes, a probidade na aplicação dos dinheiros públicos e na guarda ou administração de valores e outros bens da União ou a ela confiados”, corresponde a: a) Auditoria Operacional. b) Auditoria Especial. c) Auditoria de Avaliação da Gestão.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) Auditoria de Acompanhamento da Gestão. e) Auditoria Contábil. GABARITO: C 30. As atividades de auditoria realizadas por servidores em exercício nos Órgãos central, setoriais, unidades regionais ou setoriais do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, sobre informações obtidas por meio de exame de processos e por meio eletrônico, específico das unidades ou entidades federais, cujo custo-benefício não justifica o deslocamento de uma equipe para o órgão, podem ser classificadas como Auditoria: a) Própria. b) Terceirizada. c) Direta. d) Indireta. e) Simplificada. GABARITO: E 31. Com relação às normas brasileiras para o exercício da auditoria interna, assinale a alternativa CORRETA. a) Os papéis de trabalho dos auditores internos são aqueles elaborados com vistas a evidenciarem, perante a auditoria independente, a adequação e a suficiência das tarefas realizadas e a avaliação das recomendações formuladas. b) É da competência da direção da entidade definir a natureza, a extensão, a profundidade e a oportunidade dos trabalhos a serem realizados pela auditoria, de acordo com os objetivos e diretrizes previamente estabelecidos. c) Caso a auditoria interna, durante a realização de seus trabalhos, constate que estão ocorrendo fraudes por descumprimento de normas legais em determinada área, deverá comunicálas imediatamente à administração da entidade, por escrito e de forma reservada. d) É vedado ao auditor, no desempenho de suas funções, emitir referência que identifique o empregador, o que configura quebra de sigilo profissional, exceto em publicação em que haja menção a trabalho que tenha realizado ou orientado, independentemente de autorização prévia. GABARITO: C 32. A respeito da auditoria no setor público federal, assinale a alternativa INCORRETA. a) O Tribunal de Contas da União é competente para realizar auditoria de natureza operacional em qualquer unidade administrativa do Poder Judiciário, por iniciativa de comissão técnica da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal. b) No apoio ao controle externo, os órgãos de controle interno do Poder Judiciário devem alertar a autoridade administrativa competente para que instaure tomada de contas especial, se tomarem conhecimento de prática de ato antieconômico de que resulte dano ao erário. c) As contas nacionais das empresas supranacionais estão sujeitas ao controle governamental, mesmo quando a participação brasileira é minoritária. d) Os servidores designados para a realização dos trabalhos de auditoria não poderão, durante os trabalhos de campo, dar conhecimento das ocorrências identificadas aos responsáveis pelas áreas auditadas, devendo comunicar previamente às autoridades superiores quaisquer indícios ou suspeitas de irregularidades. GABARITO: E 33. Com referência a conceitos e aplicações da auditoria em geral, assinale a opção INCORRETA. a) Suponha que, por meio de testes, o auditor tenha verificado que a empresa vem lançando como sendo de manutenção dispêndios que asseguram o aumento da vida útil de máquinas e equipamentos. Nesse caso, é correto concluir que se trata de um teste principal de despesa para super-avaliação e secundário de ativo para subavaliação. b) Considere que uma mercadoria adquirida antes de 31 de dezembro, data do balanço, só deu entrada no depósito da empresa em janeiro, quando então foi efetuado o registro da entrada e do estoque. Nesse caso, é correto concluir que o custo das mercadorias vendidas, no exercício findo, foi subestimado. c) Adotar procedimentos para proteger o acesso e não permitir a manipulação dos papéis de trabalho evita possíveis modificações em seu conteúdo, resguarda as técnicas específicas desenvolvidas pela empresa de auditoria e impede a divulgação de assuntos confidenciais da empresa auditada.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) Na auditoria para apuração do valor real do patrimônio líquido, é comum o auditor contar com o concurso de avaliadores especializados. Esse trabalho deve incluir também a avaliação dos intangíveis, como, por exemplo, o fundo de comércio. GABARITO: B 34. No que concerne à responsabilidade do auditor interno na execução dos trabalhos de auditoria, julgue os itens subseqüentes. I. A amplitude do trabalho do auditor interno e sua responsabilidade não estão limitadas à sua área de atuação, pois compete à auditoria interna avaliar o grau de confiabilidade dos controles internos. E II. Cabe ao auditor interno, quando solicitado, prestar assessoria ao conselho fiscal ou a órgãos equivalentes. C Está certo: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: B 35. Considerando as normas brasileiras para o exercício da auditoria interna, julgue os itens a seguir. I. Para a realização dos testes de observância, o auditor interno, por meio de investigação e confirmação, pode obter informações a respeito do cumprimento efetivo das normas e dos procedimentos de controle interno do órgão ou entidade auditado(a). II. As eventuais limitações ao alcance dos procedimentos de auditoria não devem ser mencionadas no relatório de auditoria interna, porque esse documento não se destina a terceiros. Está certo: a) apenas o item I. b) apenas o item II. c) todos os itens estão corretos. d) todos os itens estão errados. GABARITO: A 36. Com base nos conceitos e na legislação de auditoria no setor público federal, julgue os seguintes itens. I. Nos programas financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), sujeitos à auditoria independente, as demonstrações financeiras do mutuário ou do executor deverão obedecer às Normas Internacionais de Contabilidade. II. A competência do TCU para a fiscalização das transferências voluntárias efetuadas pela União aos municípios mediante convênio, acordo, ajuste ou instrumento congênere não é incompatível com a autonomia das diversas esferas da Federação. III. A Controladoria-Geral da União integra a Secretaria Federal de Controle Interno, que é o órgão central do sistema de controle interno dos três poderes da União. Está correto o que se afirma APENAS em a) I b) II c) III d) I e II e) II e III. GABARITO: D 37. Com relação aos conceitos, às normas e aos procedimentos de auditoria, assinale a alternativa correta. a). Entre os eventos subseqüentes à data do balanço que não originam ajustes, mas que devem ser divulgados porque podem influenciar as decisões dos usuários das informações contábeis, incluem-se as mudanças na legislação tributária com efeitos significativos em ativos e passivos fiscais.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b). Na auditoria de estoques, o chamado corte (cut-off) consiste em escolher uma data em que os registros contábeis e os auxiliares, bem como os documentos com eles relacionados, reflitam o levantamento do inventário. Trata-se de um procedimento especialmente indicado nos casos em que os registros estão atrasados e as mercadorias em trânsito não estão segregadas. c). São exemplos de papéis de trabalho correntes os manuais de procedimentos internos e as legislações específicas aplicáveis à empresa auditada. d). Na auditoria das contas do patrimônio líquido, recomenda-se a aplicação de testes ou amostragem, dados o seu caráter recorrente e a quantidade de operações. GABARITO: A 38. A empresa de Auditoria Garantia solicitou a seu cliente que realizasse, com seu consultor jurídico, a circularização de seus processos e litígios em andamento. O auditor, não se sentindo seguro em relação à posição por este apresentada, recomendou à empresa uma segunda opinião de consultor jurídico independente, o qual se recusou a emitir opinião. Desta forma, o auditor deve (A) expedir o parecer sem ressalva respaldando-se na posição do primeiro consultor jurídico. (B) emitir o parecer com ressalva porque representa uma limitação na extensão da auditoria. (C) determinar que sejam evidenciados em notas explicativas os reflexos que a demonstração sofreria. (D) estabelecer a relevância do fato e, caso não tenha representatividade, desconsiderá-lo. (E) emitir parecer com abstenção de opinião, independentemente da relevância do fato. GABARITO: B 39. O auditor interno, ao desenvolver trabalho na área de recursos humanos, constatou, na base de cálculo da folha de pagamentos do mês, o nome de funcionário desligado da empresa há quatro meses. O auditor interno emitiu relatório parcial para informar à administração da empresa a irregularidade e permitir que medidas corretivas fossem realizadas. Com base nas normas de auditoria interna, o auditor (A) deveria ter aguardado o término dos trabalhos para elaborar o relatório. (B) tem a opção de informar ou não os fatos apurados à administração da empresa. (C) está obrigado a proceder a comunicação verbal de fatos desta natureza e informá-los, posteriormente, em relatório final. (D) procedeu corretamente em conformidade com as normas de emissão dos relatórios de auditoria interna. (E) observou que nas normas relativas ao relatório de auditoria interna não há previsão de procedimentos a serem aplicáveis nesses casos. GABARITO: D 40. O auditor externo ao realizar procedimento de conferência dos valores de depreciação, calculados sobre o imobilizado da empresa, constata que o cálculo estava incorreto, tendo sido utilizado taxa menor do que a permitida. Nesse caso, o saldo da conta de (A) Imobilizado está subavaliado. (B) Custo das Mercadorias Vendidas está superavaliado. (C) Estoques de Produtos Acabados está superavaliado. (D) Depreciação Acumulada está subavaliado. (E) Despesa de Depreciação está superavaliado. GABARITO: D 41. O auditor, ao ser designado para proceder auditoria para avaliar se as normas da empresa estão efetivamente sendo aplicadas por seus colaboradores, estará realizando conceitualmente uma auditoria de (A) áreas operacionais. (B) conformidade. (C) demonstrações contábeis. (D) sistemas financeiros. (E) atividades de detecção de fraude. GABARITO: B 42. Ao utilizar o método de amostragem estatística em substituição ao não-estatístico para a seleção de base de dados, o auditor está reduzindo a possibilidade de risco de
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 (A) controle decorrente da utilização de critérios aleatórios. (B) detecção por não utilizar critérios probabilísticos e não-probabilísticos conjuntamente. (C) seleção originada do direcionamento da amostra para uma escolha conduzida. (D) informação devido à falta de critério na seleção pelo método não-estatístico. (E) amostragem decorrente da não utilização das leis de probabilidades. GABARITO: E 43. A empresa Contesta S.A., após o encerramento do balanço e a conclusão da elaboração das demonstrações contábeis, foi informada pelos seus advogados que uma causa tributária, questionando a cobrança da COFINS, havia sido julgada improcedente em sua totalidade. Esta causa representa um ajuste relevante nas provisões constituídas, que não havia considerado a possibilidade de perda. A divulgação das demonstrações demorou mais de um mês, em virtude do atraso de sua Assembléia Geral. Desta forma, a administração deve (A) atualizar as demonstrações contábeis para que reflitam a posição adequada reconhecendo o evento. (B) determinar a inclusão de nota explicativa apresentando nas demonstrações contábeis os efeitos do evento. (C) desconsiderar toda a provisão efetuada e contratar novo consultor jurídico para fornecer parecer sobre as causas e os processos. (D) estabelecer que a auditoria complemente os trabalhos e ressalve o parecer. (E) manter as demonstrações e publicá-las, por já ter ocorrido a autorização para a conclusão da elaboração das demonstrações contábeis. GABARITO: A 44. Em conformidade com as normas de Ética do INCOSAI, considere: I. Quando o auditor dedicar-se a atividades políticas deve se afastar das atividades profissionais, ainda que tenha certeza de que o fato não afetará o seu desempenho e a imparcialidade de suas decisões e obrigações profissionais. II. O auditor pode prestar serviços à empresa auditada, desde que não gere conflitos de interesses com os trabalhos de auditoria. III. Os auditores deverão proteger sua independência, evitar qualquer possibilidade de conflito de interesses e o recebimento de quaisquer gratificação ou remuneração que deixem em dúvida sua independência. Está correto o que se afirma em (A) III, apenas. (B) II, apenas. (C) II e III, apenas. (D) I, II e III. (E) I, apenas. GABARITO: C 45. Em relação às normas e procedimentos de auditoria considere: I. Os papéis de trabalho devem ser preparados manualmente e quando o auditor utilizar softwares desenvolvidos para microcomputadores deve ter autorização especial para aceitação destes papéis de trabalho. II. O procedimento mais comum utilizado para confirmação da existência física dos ativos fixos da empresa é o teste de circularização. III. O relatório do auditor deve conter opiniões isentas, suas análises devem se ater aos dados e informações levantadas, seu parecer deve ser imparcial, objetivo e sucinto. Está correto o que se afirma em (A) I e II, apenas. (B) I, II e III. (C) I, apenas. (D) II, apenas. (E) III, apenas. GABARITO: E 46. O Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal tem as seguintes finalidades: ( ) Avaliar o cumprimento das metas previstas no Plano Plurianual, a execução dos programas de governo e dos orçamentos da União.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 ( ) Comprovar a legalidade e avaliar os resultados, quanto à eficácia e à eficiência da gestão orçamentária, financeira e patrimonial dos órgãos e das entidades da Administração Pública Federal, bem como da aplicação de recursos públicos por entidades de direito privado. ( ) Exercer o controle das operações de crédito, avais e garantias, bem como dos direitos e haveres da União. Com relação às sentenças acima, assinale com V as verdadeiras e com F as falsas e indique a opção correta. a) V, V, V b) V, V, F c) F, F, V d) F, F, F e) V, F, F GABARITO: A 47. Assinale a assertiva incorreta. A contratação de empresas privadas de auditoria pelos órgãos ou pelas entidades da Administração Pública Federal indireta será admitida, quando comprovado, junto ao Ministro supervisor e ao Órgão Central do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, a) existir impossibilidade de execução dos trabalhos de auditoria diretamente pela Secretaria Federal de Controle Interno. b) evidenciar-se impossibilidade de execução dos trabalhos de auditoria diretamente por órgãos setoriais do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo. c) existir a obrigatoriedade estatutária de ter suas demonstrações financeiras auditadas por auditores independentes. d) tratar-se das Demonstrações Financeiras do Banco Central do Brasil e dos fundos por ele administrados. e) que a auditoria interna das entidades da Administração Pública Federal indireta requer seus trabalhos. GABARITO: E 48. Às decisões proferidas em processos de tomada ou prestação de contas, cabem recursos de: a) reconsideração, embargos de declaração e revisão. b) reconsideração, suspensão e anulação. c) revisão, desconsideração e arquivamento. d) embargos de declaração, recomendação e fiscalização. e) anulação, embargos de declaração e retificação. GABARITO: A 49. Após a posse do auditor, o mesmo só perderá o cargo por a) determinação de Procurador Geral da União. b) sentença administrativa transitada em julgado. c) sentença judicial transitada em julgado. d) determinação dos Ministros do Tribunal de Contas da União. e) determinação do Presidente da República sem recurso. GABARITO: C 50. Para alteração do regimento interno do Tribunal de Contas da União é necessário aprovação por a) maioria simples dos auditores e ministros titulares. b) três quintos dos ministros titulares. c) cinqüenta por cento dos ministros titulares. d) cinqüenta e um por cento dos auditores e ministros titulares. e) maioria absoluta de seus ministros titulares. GABARITO: E

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 CONTROLE EXTERNO DA GESTÃO PÚBLICA 1. O sistema de controle externo das contas caracteriza-se por consagrar a fiscalização: I – prévia; II – concomitante; III – a posteriori. Está(ão) correta(s) a(s) modalidade(s): a) I, apenas. b) III, apenas. c) I e III, apenas. d) II e III, apenas. e) I, II e III. GABARITO: A públicas adotado atualmente por Portugal

2. A característica do sistema de fiscalização adotado pelo Tribunal de Contas da Bélgica é de que o controle prévio executado se utiliza do método admonitório, segundo o qual: a) não há recusa absoluta do registro da despesa. b) excluem-se as modalidades de controle interno. c) a fiscalização é exercida com atribuições administrativas e jurisdicionais. d) são conjugados ao controle prévio elementos inerentes ao controle sucessivo. e) adota-se o sistema de controladoria, em que a fiscalização prévia é chefiada por um Controlador-Geral. GABARITO: C 3. Na evolução do controle externo no Brasil, a constitucionalização da competência de julgamento atribuída ao Tribunal de Contas adveio com a Constituição de 1934, que passou, também, a assegurar aos seus membros as mesmas garantias dos: a) Ministros de Estado. b) Ministros da Corte Suprema. c) Governadores de Estado. d) Senadores da República. e) Deputados federais. GABARITO: E 4. Atualmente, a instituição dos Tribunais de Contas nos Estados brasileiros é: a) facultativa a todos os Estados da federação. b) compulsória a todos os Estados da federação. c) condicionada à aprovação do Presidente da República. d) assegurada apenas aos Estados com mais de 2 (dois) milhões de habitantes. e) vedada aos Estados que não os tenham instituído até o advento da Constituição Federal de 1988. GABARITO: B 5. No caso do Tribunal de Contas da União, a Constituição Federal de 1988 estabelece que dois terços de seus Ministros serão escolhidos pela(o): a) Câmara dos Deputados. ( b) Presidente da República. c) Senado Federal. d) Congresso Nacional. e) Ministério Público Federal. GABARITO: D 6. A Constituição Federal de 1988 exige que o Tribunal de Legislativo relatórios de suas atividades com periodicidade(s): a) anual, apenas. b) semestral e anual. c) trimestral e anual. d) bimestral e semestral. e) mensal e anual.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

Contas

encaminhe

ao

Poder

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: A 7. Sobre os Tribunais de Contas no Brasil, está correto afirmar que: a) detêm vínculos de obediência e subordinação ao Poder Legislativo, previstos expressamente na Constituição Federal. b) exercem função legislativa formal, na medida em que seus atos detêm eficácia genérica e vinculam os Poderes do Estado. c) exercem função jurisdicional em sentido formal, ao prestarem informações solicitadas pelo Congresso Nacional sobre fiscalização financeira e orçamentária. d) exercem atos típicos da função jurisdicional em sentido material, ao julgarem as contas dos administradores. e) não podem ter suas decisões, de qualquer natureza, revistas pelo Poder Judiciário. GABARITO: B 8. Analise as afirmativas abaixo. I - As funções do Tribunal de Contas são formalmente de natureza legislativa. II - As funções do Tribunal de Contas são de natureza judicial. III - As funções de fiscalização do Tribunal de Contas abrangem as autoridades máximas dos Três Poderes do Estado: Executivo, Legislativo e Judiciário. Está(ão) correta(s), apenas, a(s) afirmativa(s): a) I b) II c) III d) I e III e) II e III GABARITO: D 9. As competências inerentes ao Tribunal de Contas, Constituição Federal de 1988, são caracterizadas como: a) próprias, exclusivas e indelegáveis. b) próprias, concorrentes e delegáveis. c) impróprias, comuns e indelegáveis. d) impróprias, exclusivas e delegáveis. e) impróprias, concorrentes e indelegáveis. GABARITO: B previstas nos artigos 71 e 72 da

10. Entre as competências do Tribunal de Contas da União NÃO se inclui: a) emitir parecer sobre as contas do Chefe do Poder Executivo, com o condão de impor diretamente à Administração sanções e recomendações coercitivas. b) julgar as contas dos administradores e demais responsáveis por dinheiros, bens e valores públicos. c) realizar auditorias e inspeções de natureza contábil, por iniciativa própria. d) fiscalizar a aplicação de quaisquer recursos repassados, mediante convênio, pela União a Estado da Federação. e) apreciar, para fins de registro, a legalidade dos atos de admissão de pessoal nas administrações direta e indireta. GABARITO: D 11. A autonomia de organização administrativa constitui uma das garantias institucionais dos Tribunais de Contas, sendo a eles constitucionalmente asseguradas, no que couber, as mesmas prerrogativas dos Tribunais Judiciários, EXCETO: a) elaborar seus regimentos internos. b) prover os cargos de Auditor, na forma prevista na Constituição. c) prover os cargos de membros do Ministério Público junto ao Tribunal, na forma prevista na Constituição. d) eleger seus órgão diretivos. e) eleger e nomear, mediante votação plenária, um terço de seus Ministros ou Conselheiros, dentre os auditores e membros do Ministério Público junto ao Tribunal. GABARITO: A

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 12. A constatação de falta de natureza isoladamente, enseja que as contas sejam: a) julgadas regulares. b) julgadas regulares com ressalva. c) julgadas irregulares. d) consideradas iliquidáveis. e) rejeitadas e refeitas. GABARITO: C formal da qual não resulte dano ao Erário,

13. Acerca dos sistemas de controle externo e do controle externo no Brasil, julgue os itens subseqüentes. I. O sistema de controle externo, na maioria dos países signatários, é levado a termo ou pelas cortes de contas ou pelas auditorias-gerais. As principais características do sistema de tribunal de contas são as decisões colegiadas e o poder sancionatório. No Brasil, bem como nos demais países que adotam esse sistema, os tribunais de contas, quanto à sua organização, encontram-se ligados à estrutura do Poder Legislativo. II. A relevância do controle externo no Brasil não se restringe aos aspectos concernentes à eficiente gestão das finanças ou à adequada gerência administrativa do setor público. Envolve também o equilíbrio entre os poderes na organização do Estado democrático de direito. Está(ão) correta(s), apenas, a(s) afirmativa(s): a) I b) II c) todas estão corretas. d) todas estão falsas. GABARITO: B 14. Julgue os itens seguintes, acerca das regras constitucionais sobre o controle externo. I. O Tribunal de Contas da União (TCU) aprecia a legalidade do ato concessivo de aposentadoria e, encontrando-se este em conformidade com a lei, procede a seu registro. Essa apreciação é competência exclusiva do TCU e visa ordenar o registro do ato, o que torna definitiva a aposentadoria, nos termos da lei. Entretanto, se, na apreciação do ato, detectar-se ilegalidade, não compete ao TCU cancelar o pagamento da aposentadoria, inclusive para respeitar o princípio da segregação. II. Todas as manifestações das cortes de contas têm valor e força coercitiva, entretanto, só os acórdãos condenatórios têm eficácia de título executivo, ou seja, unicamente os processos de contas, abrangendo tanto as contas anuais quanto as contas especiais, podem ser julgados, ensejando a constituição de título executivo e podem ter como efeito a produção de coisa julgada. III. A função judicante é expressa quando o TCU exerce a sua competência infraconstitucional de julgar as contas de gestão dos administradores públicos. Entretanto, no tocante às prestações de contas apresentadas pelo governo federal, compete ao TCU apenas apreciá-las e emitir parecer prévio, já que compete ao Congresso Nacional julgá-las, com base na emissão do parecer emitido pela comissão mista permanente de senadores e deputados. Está(ão) correta(s), apenas, a(s) afirmativa(s): a) I b) II c) III d) I e III e) II e III GABARITO: A 15. O sistema de controle externo das contas caracteriza-se por consagrar a fiscalização: I – prévia; II – concomitante; III – a posteriori. Está(ão) correta(s) a(s) modalidade(s): a) I, apenas. b) III, apenas. c) I e III, apenas. d) II e III, apenas. públicas adotado atualmente por Portugal

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) I, II e III. GABARITO: E 16. A característica do sistema de fiscalização adotado pelo Tribunal de Contas da Bélgica é de que o controle prévio executado se utiliza do método admonitório, segundo o qual: a) não há recusa absoluta do registro da despesa. b) excluem-se as modalidades de controle interno. c) a fiscalização é exercida com atribuições administrativas e jurisdicionais. d) são conjugados ao controle prévio elementos inerentes ao controle sucessivo. e) adota-se o sistema de controladoria, em que a fiscalização prévia é chefiada por um Controlador-Geral. GABARITO: A 17. Na evolução do controle externo no Brasil, a constitucionalização da competência de julgamento atribuída ao Tribunal de Contas adveio com a Constituição de 1934, que passou, também, a assegurar aos seus membros as mesmas garantias dos: a) Ministros de Estado. b) Ministros da Corte Suprema. c) Governadores de Estado. d) Senadores da República. e) Deputados federais. GABARITO: B 18. Atualmente, a instituição dos Tribunais de Contas nos Estados brasileiros é: a) facultativa a todos os Estados da federação. b) compulsória a todos os Estados da federação. c) condicionada à aprovação do Presidente da República. d) assegurada apenas aos Estados com mais de 2 (dois) milhões de habitantes. e) vedada aos Estados que não os tenham instituído até o advento da Constituição Federal de 1988. GABARITO: B 19. No caso do Tribunal de Contas da União, a Constituição Federal de 1988 estabelece que dois terços de seus Ministros serão escolhidos pela(o): a) Câmara dos Deputados. b) Presidente da República. c) Senado Federal. d) Congresso Nacional. e) Ministério Público Federal. GABARITO: D 20. A Constituição Federal de 1988 exige que o Tribunal de Legislativo relatórios de suas atividades com periodicidade(s): a) anual, apenas. b) semestral e anual. c) trimestral e anual. d) bimestral e semestral. e) mensal e anual. GABARITO: C Contas encaminhe ao Poder

21. Sobre os Tribunais de Contas no Brasil, está correto afirmar que: a) detêm vínculos de obediência e subordinação ao Poder Legislativo, previstos expressamente na Constituição Federal. b) exercem função legislativa formal, na medida em que seus atos detêm eficácia genérica e vinculam os Poderes do Estado. c) exercem função jurisdicional em sentido formal, ao prestarem informações solicitadas pelo Congresso Nacional sobre fiscalização financeira e orçamentária. d) exercem atos típicos da função jurisdicional em sentido material, ao julgarem as contas dos administradores. e) não podem ter suas decisões, de qualquer natureza, revistas pelo Poder Judiciário. GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

22. Analise as afirmativas abaixo. I - As funções do Tribunal de Contas são formalmente de natureza legislativa. II - As funções do Tribunal de Contas são de natureza judicial. III - As funções de fiscalização do Tribunal de Contas abrangem as autoridades máximas dos Três Poderes do Estado: Executivo, Legislativo e Judiciário. Está(ão) correta(s), apenas, a(s) afirmativa(s): a) I b) II c) III d) I e III e) II e III GABARITO: C 23. As competências inerentes ao Tribunal de Contas, previstas nos artigos 71 e 72 da Constituição Federal de 1988, são caracterizadas como: a) próprias, exclusivas e indelegáveis. b) próprias, concorrentes e delegáveis. c) impróprias, comuns e indelegáveis. d) impróprias, exclusivas e delegáveis. e) impróprias, concorrentes e indelegáveis. GABARITO: A 24. Entre as competências do Tribunal de Contas da União NÃO se inclui: a) emitir parecer sobre as contas do Chefe do Poder Executivo, com o condão de impor diretamente à Administração sanções e recomendações coercitivas. b) julgar as contas dos administradores e demais responsáveis por dinheiros, bens e valores públicos. c) realizar auditorias e inspeções de natureza contábil, por iniciativa própria. d) fiscalizar a aplicação de quaisquer recursos repassados, mediante convênio, pela União a Estado da Federação. e) apreciar, para fins de registro, a legalidade dos atos de admissão de pessoal nas administrações direta e indireta. GABARITO: A 25. A autonomia de organização administrativa constitui uma das garantias institucionais dos Tribunais de Contas, sendo a eles constitucionalmente asseguradas, no que couber, as mesmas prerrogativas dos Tribunais Judiciários, EXCETO: a) elaborar seus regimentos internos. b) prover os cargos de Auditor, na forma prevista na Constituição. c) prover os cargos de membros do Ministério Público junto ao Tribunal, na forma prevista na Constituição. d) eleger seus órgão diretivos. e) eleger e nomear, mediante votação plenária, um terço de seus Ministros ou Conselheiros, dentre os auditores e membros do Ministério Público junto ao Tribunal. GABARITO: E 26. Julgue os itens a seguir, acerca do papel constitucional do Tribunal de Contas da União (TCU). I. O TCU deve auxiliar o Congresso Nacional no exercício do controle externo e da fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da União e das entidades da administração direta e indireta. II. Os ministros do TCU, por integrarem o Poder Judiciário, detêm as mesmas garantias, prerrogativas, impedimentos, vencimentos e vantagens dos ministros do Superior Tribunal de Justiça. III. O TCU pode, no exercício de suas atribuições, apreciar a constitucionalidade das leis e dos atos do poder público. IV. A Constituição Federal estabelece que qualquer cidadão, partido político, associação ou sindicato é parte legítima para, na forma da lei, denunciar irregularidades ou ilegalidades perante o TCU.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 V. Qualquer pessoa, física ou jurídica, pública ou privada, que utilize, arrecade, guarde, gerencie ou administre dinheiros, bens e valores públicos ou pelos quais a União responda, ou que, em nome desta, assuma obrigações de natureza pecuniária está obrigada constitucionalmente a prestar contas ao TCU. Estão corretas as afirmações a) I, II e III. b) I, III e IV. c) I, III, IV e V . d) II e IV. e) III e V GABARITO: C 27. Julgue os itens a seguir, acerca da natureza, da competência e da jurisdição do TCU. I. Entre as atribuições do TCU, destaca-se o julgamento das contas prestadas pelos administradores públicos e demais responsáveis por dinheiros, bens e valores públicos federais, que demonstrem prejuízo ao erário. Conforme o entendimento doutrinário e jurisprudencial, essas decisões vinculam a administração pública. II. Considere que determinado gestor de receitas públicas, após o devido processo legal, tenha sido condenado pelo TCU a ressarcir o erário. Considere ainda que, na condenação, o tribunal tenha declarado expressamente o agente responsável e o valor a ser devolvido à União. Nesse caso, a competência para executar a decisão do tribunal é da Advocacia-Geral da União, que deverá observar os prazos de cobrança previstos na lei, sob pena de prescrição para atos ilícitos praticados por agente ou servidor público. III. Considere que uma lei federal dispense concurso público para o provimento do cargo de consultor legislativo do Senado. Nesse caso, quando o TCU for apreciar essas nomeações, deixará de aplicar a lei, julgando com fundamento na Constituição Federal. Esse controle feito pelo tribunal é denominado controle abstrato da constitucionalidade. IV. Considere que determinada organização civil de interesse público, que atua na área de defesa e conservação do meio ambiente, tenha sido contratada pela administração pública federal, por meio de termo de parceria. Nessa situação, mesmo sendo pessoa jurídica de direito privado, essa organização civil está sujeita à jurisdição do TCU. Estão corretas as afirmações a) I, II e III. b) I, III e IV. c) II e III . d) I e IV. GABARITO: D 28. O Controle Externo, exercido com auxílio do Tribunal de Contas da união, está a cargo: a) da Câmara dos Deputados. b) do Supremo Tribunal Federal. c) da Controladoria Geral da União d) do Senado Federal e) do Congresso Nacional. GABARITO: E 29. Dentre as competências do Tribunal de Contas da União NÃO se inclui: a) apreciar as contas prestadas anualmente pelo Presidente da República, mediante parecer prévio que deverá ser elaborado em sessenta dias a contar de seu recebimento. b) julgar as contas dos administradores e demais responsáveis por dinheiros, bens e valores públicos da administração direta e indireta, incluídas as fundações e sociedades instituídas e mantidas pelo Poder Público Federal, e as contas daqueles que derem causa a perda, extravio ou outra irregularidade de que resulte prejuízo ao erário público. c) administrar as reservas cambiais do País e fiscalizar as operações de natureza financeira, especialmente as de crédito, câmbio e capitalização, bem como as de seguros e de previdência privada. d) fiscalizar as contas nacionais das empresas supranacionais de cujo capital social a União participe, de forma direta ou indireta, nos termos do tratado constitutivo. e) fiscalizar a aplicação de quaisquer recursos repassados pela União, mediante convênio, acordo, ajuste ou outros instrumentos congêneres, ao Estado, ao Distrito Federal ou ao Município.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: C 30. Considere as assertivas abaixo: I. Os Conselheiros do Tribunal de Contas da União serão nomeados dentre brasileiros que possuam, entre outros requisitos, notórios conhecimentos jurídicos, contábeis, econômicos e financeiros ou de administração pública. II. As decisões do Tribunal de que resulte imputação de débito ou multa não terão eficácia de título executivo. III. Qualquer cidadão, partido político, associação ou sindicato é parte legítima para, na forma da lei, denunciar irregularidade ou ilegalidades perante o Tribunal de Contas da União. IV. Os Ministros do Tribunal de Contas da União terão as mesmas garantias, prerrogativas, impedimentos, vencimentos e vantagens dos Ministros do Supremo Tribunal Federal. Está correto o que se afirma APENAS em a) I. b) II c) III. d) I e III. e) II e IV. GABARITO: D 31. Atualmente, no Brasil, o controle externo das contas públicas exercido pelo sistema de controladoria, com a presença de um Controlador-Geral, é: a) adotado pela União. b) permitido a todas as Unidades da Federação. c) facultado aos Estados. d) facultado aos Municípios que não tenham instituído Tribunal de Contas. e) vedado, tendo em vista a adoção do sistema de Tribunais de Contas. GABARITO: E 32. O julgamento das contas dos responsáveis por bens e valores públicos, realizado pelo Tribunal de Contas, é exemplo típico de controle: a) posterior. b) prévio. c) concomitante. d) simultâneo. e) interno. GABARITO: A 33. A Constituição de 1988 ampliou o universo de abrangência da fiscalização das contas públicas previsto nas Constituições anteriores, passando a prever a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial. Essas modalidades de fiscalização se integram e se implicam mutuamente e, segundo a melhor doutrina, a intenção foi não deixar sem controle qualquer tipo de atividade financeira do Estado, adotando enumeração de certa forma até pleonástica. Na individualização de cada espécie de fiscalização, aquela que tem por objetivo o controle da arrecadação das receitas e da realização das despesas das Contas Públicas é a: a) financeira. b) contábil. c) orçamentária. d) operacional. e) patrimonial. GABARITO: A 34. Nos municípios em que não há Tribunal de Contas do Município ou Tribunal ou Conselho de Contas dos Municípios, o controle externo das contas públicas municipais é exercido com o auxílio do: a) Tribunal de Contas da União. b) Tribunal de Contas do Estado. c) Poder Judiciário. d) Congresso Nacional. e) Conselho de Contas do Poder Executivo Municipal.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 GABARITO: B 35. A Constituição Federal de 1988 prevê que o Tribunal de Contas aprecie as contas prestadas pelo Chefe do Poder Executivo com periodicidade: a) mensal. b) bimestral. c) trimestral. d) semestral. e) anual. GABARITO: E 36. A Constituição Federal estabelece a competência dos Tribunais de Contas para apreciar a legalidade dos atos de admissão de pessoal na(s): I – administração direta; II – administração indireta; III – fundações mantidas pelo Poder Público; IV – nomeações para cargos de provimento em comissão. Estão corretos os itens: a) I e II, apenas. b) I e III, apenas. c) III e IV, apenas. d) I, II e III, apenas. e) I, II, III e IV. GABARITO: D 37. Sobre os Tribunais de Contas, está correto afirmar que: a) são órgãos de controle interno das contas públicas. b) são subordinados ao Poder Legislativo. c) suas respostas a consultas sobre legislação financeira têm caráter normativo. d) suas decisões são insuscetíveis de serem revistas pelo Poder Judiciário. e) suas funções são de natureza judicial. GABARITO: C 38. A decisão do Tribunal de Contas de que resulte imputação de multa: a) é executada pelo próprio Tribunal, com poderes coercitivos. b) deve ser referendada pelo Poder Legislativo, para ter eficácia perante terceiros. c) precisa ser comunicada ao Chefe do Poder Executivo, para poder ser executada. d) dá ensejo imediato a ação de conhecimento perante o Poder Judiciário. e) configura título executivo extrajudicial, permitindo a instauração de execução judicial. GABARITO: E 39. A competência do Tribunal de Contas da União para fiscalizar a aplicação dos recursos repassados pela União a outros entes federativos NÃO abrange aqueles decorrentes de: a) convênio firmado com Estado da federação. b) acordo celebrado com Município. c) ajuste assinado com o Distrito Federal. d) transferência do produto da arrecadação de tributos a que tem direito Estado da federação. e) contrato bilateral assinado com Município no interesse público. GABARITO: D 40. Acerca do processo em geral, no âmbito do TCU, assinale a opção incorreta. a) São partes no processo o responsável e o interessado. b) Interessado é aquele que, em qualquer etapa do processo, tenha reconhecida, pelo relator ou pelo Tribunal, razão legítima para intervir no processo. c) A habilitação de interessado em processo será efetivada mediante o deferimento, pelo relator, de pedido de ingresso formulado por escrito e devidamente fundamentado. d) Constatado vício na representação da parte, o relator fixará prazo de dez dias para que o responsável ou interessado promova a regularização, sob pena de serem tidos como inexistentes os atos praticados pelo procurador.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) As partes podem praticar os atos processuais diretamente ou por intermédio de procurador regularmente constituído, ou seja, advogado com registro na Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, portador de instrumento de procuração hábil para atuar no processo. GABARITO: E 41. Na nomeação para o cargo de Ministro do Tribunal de Contas da União, constitui requisito previsto na Constituição Federal: a) ter idoneidade moral. b) ter exercido função judicante. c) ter idade mínima de 30 (trinta) anos. d) ter idade máxima de 70 (setenta) anos. e) ser brasileiro nato. GABARITO: A 42. Entre as opções abaixo, assinale a que tem preferência sobre as demais no julgamento ou na apreciação, pelas Câmaras do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia, dos processos incluídos em pauta. a) Tomadas e prestações de contas. b) Inspeções e auditorias de competência do Tribunal. c) Recursos e pedidos de reexame. d) Concessões de aposentadoria. e) Atos de admissão de pessoal da administração direta. GABARITO: C 43. Em relação ao Tribunal de Contas da União (TCU), assinale a opção INCORRETA, de acordo com o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF). a). O TCU pode manter anônima, sob sigilo, a autoria de denúncia de ilícito administrativo. b). O TCU pode determinar a quebra de sigilo bancário de agente público que tenha participado de licitação para construção de obra pública julgada superfaturada pela Corte de Contas. c). A transferência de recursos da União, mediante convênio, para execução da totalidade de obra pública pelo estado do Paraná implica a realização do controle pelo TCU. d). O TCU pode reexaminar sentença transitada em julgado concessiva de vantagem funcional para excluí-la em razão de manifesta ilegalidade. GABARITO: C 44. Considere as seguintes afirmativas. I. Compete ao Tribunal de Contas do Estado julgar as contas dos administradores e demais responsáveis por dinheiros, bens e valores públicos da administração direta ou indireta, incluídas as fundações e sociedades instituídas e mantidas pelo Poder Público estadual, e as contas daqueles que derem causa a perda, extravio ou outra irregularidade de que resulte prejuízo ao erário público. II. Aplicar aos responsáveis, em caso de legalidade de despesa, irregularidade de contas ou cumprimento de suas decisões, as sanções administrativas e pecuniárias, previstas em lei, que estabelecerá, entre outras cominações, multa proporcional ao dano causado ao erário e inabilitação temporária do agente administrativo para o exercício de determinadas funções. III. As decisões do Tribunal de Contas do Estado de que resulte imputação de débito ou multa terão eficácia de título executivo. Está correto o que se afirma APENAS em a) I e III. b) I e II. c) I. d) II e III. e) III. GABARITO: A 45. Os responsáveis pelo controle interno, ao tomarem conhecimento de qualquer ocorrência irregular ou ilegal ou ofensa aos princípios da Administração Pública, delas darão ciência a) ao Ministério Público, sob pena de responsabilidade solidária. b) à Assembléia Legislativa, sob pena de responsabilidade solidária. c) ao Tribunal de Contas do Estado, quando julgarem oportuno.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) ao Tribunal de Contas do Estado, à Assembléia Legislativa e ao Ministério Público, nessa ordem, sob pena de responsabilidade solidária. e) ao Tribunal de Contas do Estado, sob pena de responsabilidade solidária. GABARITO: E 46. Considere as seguintes finalidades do sistema de controle interno, contidas na Constituição Federal, que os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário devem manter de forma integrada: I. Avaliar o cumprimento das metas previstas no Plano plurianual, a execução dos programas de governo e dos orçamentos da União, Distrito Federal, Estado e Municípios. II. Comprovar a legalidade e avaliar os resultados, quanto à eficácia e eficiência, da gestão orçamentária, financeira e patrimonial nos órgãos e entidades da administração federal, bem como da aplicação de recursos públicos por entidades de direito privado. III. Exercer o controle das operações de crédito, avais e garantias, bem como dos direitos e haveres da União. Está correto o que se afirma APENAS em a) I. b) II. c) III. d) I e II. e) II e III. GABARITO: E 47. O controle externo, a cargo do Congresso Nacional, será exercido com o auxílio do Tribunal de Contas da União, ao qual compete apreciar as contas prestadas pelo Presidente da República a) anualmente mediante parecer prévio que deverá ser elaborado em sessenta dias a contar de seu recebimento. b) anualmente mediante parecer prévio que deverá ser elaborado em trinta dias a contar de seu recebimento. c) semestralmente mediante parecer que deverá ser elaborado em trinta dias a contar de seu recebimento. d) trimestralmente mediante parecer prévio que deverá ser elaborado em sessenta dias a contar de seu recebimento. e) semestralmente mediante parecer prévio que deverá ser elaborado em sessenta dias a contar de seu recebimento. GABARITO: A 48. Deverá prestar contas da utilização, arrecadação, guarda, gerenciamento ou administração de dinheiros, bens e valores públicos pelos quais a União responda, ou que, em nome desta, assuma obrigações de natureza pecuniária a) a pessoa jurídica de direito público, apenas. b) qualquer pessoa jurídica, pública ou privada, apenas. c) a pessoa jurídica de direito privado, apenas. d) qualquer pessoa física ou jurídica, pública ou privada. e) os órgãos da administração centralizada, apenas GABARITO: D 49. O processo de exame e julgamento de tomadas e prestações de contas anuais é expressão máxima do poder controlador do TCU exercido em auxílio ao Congresso Nacional. Considerando as normas constitucionais acerca de controle externo, assinale a opção correta em relação a esse tema. a) Constatada a ocorrência de ilegalidade no ato concessivo de aposentadoria, é lícito ao TCU proceder a inovação no título jurídico de aposentado, ordenando correção posterior. b) O Poder Judiciário, quando atua em caso que envolva improbidade administrativa, possui a competência para requerer inspeção e auditoria aos tribunais de contas, responsáveis pela verificação da legalidade da gestão governamental. c) Compete ao Congresso Nacional sustar os atos normativos do Poder Executivo que exorbitem dos limites de delegação legislativa, bem como apreciar os relatórios sobre a execução dos planos de governo.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) O TCU tem competência para fiscalizar as contas nacionais das empresas supranacionais de cujo capital social a União participe, de forma direta ou indireta, nos termos do que consta como sendo empresa controlada. e) As contas dos ordenadores de despesas são julgadas pelo controle interno. GABARITO: C 50. De acordo com a Constituição Federal e com as constituições estaduais e leis orgânicas municipais, assinale a opção correta considerando o julgamento das contas anuais. a) O Poder Judiciário deve remeter as suas contas para que o Poder Executivo as consolide e as apresente ao Tribunal de Contas, onde deverá ser feito parecer prévio, com liame de submissão. b) Considerando que é competência exclusiva do Congresso Nacional julgar as contas dos poderes da União, é correto afirmar que as contas do Poder Legislativo, referentes à atividade financeira desse poder, devem ser julgadas pelo próprio Poder Legislativo, com parecer prévio do TCU. c) As contas anuais do presidente da República são consolidadas e julgadas primeiramente pela Câmara dos Deputados e depois pelo Senado Federal. Caso sejam rejeitadas, poderão implicar o processo de impeachment. d) Se o Estado não prestar contas da administração pública à União, por inobservância ao princípio constitucional do dever de prestar contas, poderá sofrer a intervenção da União, que deverá ser requerida pelo Poder Legislativo. e) O prazo para o presidente da República prestar contas ao Congresso Nacional é elencado na Constituição Federal como competência privativa, cuja omissão acarretará crime de responsabilidade, podendo a Câmara dos Deputados instaurar a tomada de contas. GABARITO: D

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 MATEMÁTICA FINANCEIRA 1. A matemática financeira é importante para fundamentar a avaliação das decisões de investimento. Acerca desse assunto, assinale a opção INCORRETA. a). No regime de juros simples, o capital evolui linearmente enquanto que, no regime de juros compostos, essa evolução é exponencial. b). Aplicando-se os capitais de R$ 3.000,00, R$ 2.500,00 e R$ 4.500,00 no mesmo prazo, a taxas de juros simples de 3% ao mês, 4% ao mês e 5% ao mês, respectivamente, a taxa de juros média é de 4,15%. c). Investindo-se R$ 10.000,00 hoje a uma taxa de juros composta de 20%, capitalizados anualmente, obter-se-ão, daqui a dois anos, R$ 14.400,00. d). Se a taxa mensal for de 2% ao mês, os juros simples obtidos por um capital de R$ 24.000,00, aplicado durante 3 anos e quatro meses, são iguais a R$ 19.200,00. e). O fator de valor atual para uma série uniforme é tanto maior quanto mais elevada for a taxa de juros. GABARITO: E 2. Os sócios Luís e Antônio repartiram o lucro de R$ 6.900,00 obtidos na realização de uma negociação. A partilha foi feita de forma diretamente proporcional ao capital que cada um deles investiu. Luís investiu R$ 5.400,00 a mais que Antônio e obteve um lucro correspondente à soma de 120% do obtido por Antônio e R$ 300,00. Nessa situação, a quantia investida por Antônio rendeu um lucro A inferior a 10%. B superior a 10% e inferior a 15%. C superior a 15% e inferior a 20%. D superior a 20% e inferior a 25%. E superior a 25%. GABARITO: C 3. Acerca de taxas de juros, julgue os itens seguintes. I Se um capital, investido no regime de juros compostos durante 5 meses, rende, de juros, uma quantia igual ao valor aplicado, então a taxa mensal de juros dessa aplicação é igual a II No regime de juros compostos, a taxa trimestral equivalente à taxa de 15% ao ano é igual a III Considere que uma loja de eletrodomésticos ofereça as seguintes opções para a compra de uma geladeira: pagamento do preço à vista só daqui a 6 meses; ou 20% de desconto sobre o preço à vista se o pagamento for feito no momento da compra. Nesse caso, a taxa mensal de juros compostos cobrada por essa loja é igual a IV Considerando-se que a quantia de R$ 10.000,00 tenha sido aplicada durante 1 ano à taxa de juros real de 10% ao ano, é correto afirmar que, se, nesse período, a inflação fosse de 25%, então a taxa aparente da aplicação, no período, seria de 37,5%, ou seja, o montante da aplicação, ao final do ano, corresponderia a R$ 13.750,00. V No regime de juros compostos, a taxa de juros anual equivalente à taxa nominal anual de 24% capitalizada quadrimestralmente é igual a A quantidade de itens certos é igual a A 1. B 2. C 3. D 4. E 5. GABARITO: D .

4. Em um tribunal, foram analisados 76% dos processos de um lote. Se tivessem sido analisados mais 24 processos, a taxa percentual de processos analisados desse lote subiria para 82%. Nesse caso, a quantidade de processos desse lote é A inferior a 370. B superior a 370 e inferior a 420.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 C superior a 420 e inferior a 470. D superior a 470 e inferior a 520. E superior a 520. GABARITO: B 5. A quantia de R$ 24.000,00 foi dividida em duas partes. A primeira foi investida à taxa de juros simples de 96% ao ano, durante 5 meses; a segunda foi investida à taxa de juros simples de 10% ao mês, durante 4 meses; os montantes produzidos pelos dois investimentos foram iguais. Em face dessas hipóteses, é correto afirmar que A as duas partes são iguais. B a segunda parte é maior que a primeira. C a primeira parte é superior a R$ 15.000,00. D a segunda parte é inferior a R$ 10.000,00. E a primeira parte é o dobro da segunda. GABARITO: A QUESTÃO 20 6. Um indivíduo investiu, no dia de hoje, R$ 20.000,00 e, daqui a 3 meses, investirá mais R$ 10.000,00, em uma instituição financeira que remunera os investimentos à taxa de juros compostos de 9% ao mês. Considerando 1,3 como valor aproximado para 1,093, é correto afirmar que o montante, daqui a 6 meses, será A inferior a R$ 36.000,00. B superior a R$ 36.000,00 e inferior a R$ 39.500,00. C superior a R$ 39.500,00 e inferior a R$ 43.000,00. D superior a R$ 43.000,00 e inferior a R$ 46.500,00. E superior a R$ 46.500,00. GABARITO: E 7. Com relação a juros simples e compostos, julgue os itens subseqüentes e após marque a alternativa correta. I. Caso um título de R$ 15.000,00 seja resgatado 3 meses antes de seu vencimento, sob o regime de juros simples e à taxa de juros de 12% ao ano, então o valor do desconto racional, ou por dentro, será superior a R$ 450,00. , é correto afirmar que, no regime II. Considerando-se 1,16 como valor aproximado para de juros compostos, R$ 6.000,00 investidos durante 10 meses à taxa de juros de 3% ao mês produzirão um montante superior a R$ 8.000,00. III. Considerando-se 0,94 como valor aproximando para , é correto afirmar que o valor do desconto racional obtido ao se quitar um título de R$ 12.000,00, 4 meses antes do vencimento e à taxa de juros de 3% ao mês, no regime de juros compostos, será superior a R$ 1.300,00. IV. No regime de juros simples, R$ 10.000,00 investidos durante 45 meses à taxa de 15% ao semestre produzirão um montante inferior a R$ 21.000,00. Estão certos apenas os itens a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) III e IV. e) II e IV. GABARITO: C 8. De dez contas de um arquivo, quatro contêm erro de apropriação. Se um auditor seleciona, aleatoriamente e sem reposição, duas contas entre as cinco, a probabilidade de que apenas uma das contas selecionadas contenha erro de apropriação é igual a: a) 10% b) 20% c) 30% d) 40% e) 60% GABARITO: E
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 9. Se o sistema formado pelas equações : p y + x = 4 y - x = q tem infinitas soluções, então o produto dos parâmetros “p” e “q” é igual a: a) 4 b) 5 c) 6 d) 8 e) 10 GABARITO: A 10. A soma dos três primeiros termos de uma progressão aritmética é igual a 30, e o seu produto igual a 360. O produto entre o primeiro e o terceiro termo desta mesma progressão é igual a: a) 18 b) 20 c) 26 d) 36 e) 40 GABARITO: D 11. Ana contraiu uma dívida, comprometendo-se a saldá-la em dois pagamentos. Em 1o de março de 2001, deveria ser efetuado o primeiro pagamento no valor de R$ 3.500,00. O segundo pagamento, no valor de R$ 4.500,00, deveria ser efetuado 6 meses após o primeiro, ou seja, em 1o de setembro de 2001. Contudo, no vencimento da primeira parcela, não dispondo de recursos, Ana propôs uma repactuação da dívida, com um novo esquema de pagamentos. O esquema apresentado foi o de efetuar um pagamento de R$ 5.000,00 em 1º de junho de 2001, e pagar o restante em 1º de dezembro do mesmo ano. Se a dívida foi contratada a uma taxa de juros compostos igual a 5% ao mês, então o valor a ser pago em 1º de dezembro deveria ser igual a: a) R$ 3.200,00 b) R$ 3.452,20 c) R$ 3.938,48 d) R$ 5.432,00 e) R$ 6.362,00 GABARITO: C 12. (Agente Fiscal de Tributos Estaduais_Piauí - SEFAZ 2001) Um sítio é posto à venda por R$ 400.000,00 a vista. O proprietário aceita financiar este valor por um período total de 12 meses, segundo o seguinte esquema de pagamentos: a) uma entrada de 20%; mais b) uma parcela de R$ 100.000,00 para 4 meses; mais c) dois pagamentos iguais, vencendo o primeiro em 6 meses e o segundo em 12 meses, ou seja, para o final do período de financiamento. Se o financiamento é feito a uma taxa de juros compostos de 4% ao mês, então o valor de cada um dos dois pagamentos iguais referidos no item c) deverá ser igual a: a) R$ 158.000,00 b) R$ 165.748,58 c) R$ 172.432,40 d) R$ 182.510,00 e) R$ 190.000,00 GABARITO: B 13. Em um financiamento, 80% do capital foram obtidos a juros compostos à taxa de 3% ao mês enquanto os 20% restantes do capital foram obtidos à taxa de 3,5% ao mês, juros simples. Calcule o valor mais próximo do capital financiado, dado que decorrido um ano após o financiamento nenhuma amortização havia sido feita e os juros totais devidos ao fim do ano eram de R$ 233.534,40. a) R$ 450 000,00 b) R$ 480 000,00 c) R$ 500 000,00
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) R$ 510 000,00 e) R$ 550 000,00 GABARITO: E 14. Um bônus é colocado no mercado internacional com as seguintes características: US$ 1,000.00 de valor de face, dez cupons semestrais de US$ 80.00 vencendo o primeiro ao fim de seis meses após a colocação do bônus e resgate ao fim de cinco anos pelo valor de face mais o pagamento do último bônus. Indique o valor mais próximo do retorno esperado para o comprador considerando que ele pagou US$ 935.82 por cada bônus. a) 6% ao semestre b) 7% ao semestre c) 8% ao semestre d) 9% ao semestre e) 10% ao semestre GABARITO: D 15. Um capital de 1000 unidades monetárias foi aplicado durante um mês a 3% ao mês, tendo o montante ao fim do mês sido reaplicado no segundo mês a 4% ao mês e o montante ao fim do segundo mês sido reaplicado no terceiro mês a 5% ao mês. Indique o montante ao fim do terceiro mês. a) 1 170 b) 1 124,76 c) 1 120 d) 1 116,65 e) 1 110 GABARITO: B 16. Indique o valor mais próximo da taxa de juros equivalente à taxa de juros compostos de 4% ao mês. a) 60% ao ano b) 30% ao semestre c) 24% ao semestre d) 10% ao trimestre e) 6% ao bimestre GABARITO: A 17. Calcule o valor mais receitas líquidas abaixo, 12% ao ano. Ano 1 2 3 4 5 Receita 5 000 3 000 3 000 Ano 6 7 8 9 10 Receita 1 000 1 000 1 000 a) 13 275 b) 13 973 c) 14 139 d) 14 645 e) 15 332 GABARITO: D próximo do valor presente no início do primeiro ano da série de cada uma relativa ao fim de cada ano, à taxa de juros compostos de

3 000 3 000 1 000 1 000

18. Os valores da função f(t)=c(1+rt), t real, c>0 e r>0, nos pontos em que t é um número natural, constituem uma progressão aritmética. Indique qual a razão dessa progressão. a) c. b) 1+r. c) c-1. d) r. e) cr. GABARITO: E 19. Considere um terreno quadrado com o comprimento do lado medindo uma unidade. Indique qual o número racional p/q que representa a medida do comprimento da diagonal desse terreno.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) Tal número racional não existe porque essa medida é um número irracional b) p=1414, q=1000 c) p=1414-14=1400, q=990 d) p=141-14=127, q=90 e) p=1414-141=1273, q=900 GABARITO: A 20. Ao fim de quantos trimestres um capital aplicado a juros compostos de 8% ao trimestre aumenta 100%. a) 12,5 b) 12 c) 10 d) 9 e) 8 GABARITO: D 21. Um título no valor nominal de R$ 13.400,00 é resgatado seis meses antes de seu vencimento, sofrendo um desconto de R$ 3.400,00 sobre o seu valor nominal. Calcule a taxa de desconto mensal, considerando um desconto composto por dentro. a) 4,2% b) 4,5% c) 5% d) 5,5% e) 5,67% GABARITO: C 22. Um financiamento no valor de R$ 3.000,00 foi contraído no início de um determinado mês, para ser pago em dezoito prestações iguais e mensais de R$ 200,00, com a primeira prestação vencendo no fim daquele mês, a segunda no fim do mês seguinte e assim por diante. Imediatamente após o pagamento da oitava prestação, determine o valor mais próximo da dívida restante do tomador do financiamento, considerando a mesma taxa de juros do financiamento e desprezando os centavos. a) R$ 2.000,00 b) R$ 1.796,00 c) R$ 1.700,00 d) R$ 1.522,00 e) R$ 1.400,00 GABARITO: A 23. Metade de um capital foi aplicada a juros compostos à taxa de 3% ao mês por um prazo de seis meses enquanto o restante do capital foi aplicado à taxa de 3% ao mês, juros simples, no mesmo período de seis meses. Calcule o valor mais próximo deste capital, dado que as duas aplicações juntas renderam um juro de R$ 8.229,14 ao fim do prazo. a) R$ 22.000,00 b) R$ 31.000,00 c) R$ 33.000,00 d) R$ 40.000,00 e) R$ 44.000,00 GABARITO: E 24. Indique qual o valor mais próximo da taxa equivalente à taxa nominal de 36% ao ano com capitalização mensal. a) 2,595% ao mês. b) 19,405% ao semestre. c) 18% ao semestre. d) 9,703% ao trimestre. e) 5,825% ao bimestre. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 25. Calcule o valor mais próximo do valor atual no início do primeiro período da seguinte série de pagamentos, cada um relativo ao fi m de cada período, à taxa de juros compostos de 10% ao período. Período 6 7 8 Valor 3 .000 2. 000 2. 000 2. 000 1. 000 1. 000 1. 000 1. 000 a) 11.700 b) 10.321 c) 10.094 d) 9.715 e) 9.414 GABARITO: E 26. Indique qual o capital que aplicado a juros simples à taxa de 3,6% ao mês rende R$ 96,00 em 40 dias. a) R$ 2.000,00 b) R$ 2.100,00 c) R$ 2.120,00 d) R$ 2.400,00 e) R$ 2.420,00 GABARITO: A 27. Um capital de R$ 100.000,00 é aplicado a juros compostos à taxa de 18% ao semestre. Calcule o valor mais próximo do montante ao fi m de quinze meses usando a convenção linear. a) R$ 150.108,00 b) R$ 151.253,00 c) R$ 151.772,00 d) R$ 152.223,00 e) R$ 152.510,00 GABARITO: C 28. Desejo trocar uma anuidade de oito pagamentos mensais de R$ 1.000,00 vencendo o pagamento ao fim de um mês por outra anuidade equivalente de dezesseis pagamentos também o primeiro pagamento ao fim de um mês. Calcule o valor mais próximo do pagamento mensal da segunda anuidade considerando a taxa de juros compostos de 3% ao a) R$ 500,00 b) R$ 535,00 c) R$ 542,00 d) R$ 559,00 e) R$ 588,00 GABARITO: D primeiro vencendo valor do mês.

29. Três capitais nos valores respectivos de 100, 250 e 150 são aplicados a juros simples no mesmo prazo às taxas de 3%, 4% e 2% ao mês, respectivamente. Obtenha a taxa média mensal de aplicação desses capitais. a) 3,4% b) 3,2% c) 3,0% d) 2,8% e) 2,6% GABARITO: B 30. Uma pessoa aplica um capital unitário recebendo a devolução por meio de uma anuidade formada por doze pagamentos semestrais, com o primeiro pagamento sendo recebido ao fim de seis meses, a uma taxa de juros compostos de 10% ao semestre. Admitindo que ela consiga aplicar cada parcela recebida semestralmente a uma taxa de juros compostos de 12% ao semestre, qual o valor mais próximo do montante que ela terá disponível ao fim dos doze semestres? a) 2,44 b) 2,89 c) 3,25 d) 3,54 e) 3,89 GABARITO: D
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

31. Um indivíduo devia R$ 1.200,00 três meses atrás. Calcule o valor considerando juros simples a uma taxa de 5% ao mês, desprezando os centavos. a) R$ 1.380,00 b) R$ 1.371,00 c) R$ 1.360,00 d) R$ 1.349,00 e) R$ 1.344,00 GABARITO: A

da

dívida

hoje

32. Os capitais de R$ 2.500,00, R$ 3.500,00, R$ 4.000,00 e R$ 3.000,00 são aplicados a juros simples durante o mesmo prazo às taxas mensais de 6%, 4%, 3% e 1,5%, respectivamente. Obtenha a taxa média mensal de aplicação destes capitais. a) 2,9% b) 3% c) 3,138% d) 3,25% e) 3,5% GABARITO: E 33. Um capital é aplicado a juros compostos à taxa de 40% ao ano durante um ano e meio. Calcule o valor mais próximo da perda percentual do montante considerando o seu cálculo pela convenção exponencial em relação ao seu cálculo pela convenção linear, dado que 1,401,5 =1,656502. a) 0,5% b) 1% c) 1,4% d) 1,7% e) 2,0% GABARITO: C 34. Uma pessoa tem que pagar dez parcelas no valor de R$ 1.000,00 cada que vencem todo dia 5 dos próximos dez meses. Todavia ela combina com o credor um pagamento único equivalente no dia 5 do décimo mês para quitar a dívida. Calcule este pagamento considerando juros simples de 4% ao mês. a) R$ 11.800,00 b) R$ 12.006,00 c) R$ 12.200,00 d) R$ 12.800,00 e) R$ 13.486,00 GABARITO: A 35. Calcule o valor mais próximo do montante ao fim de dezoito meses do seguinte fluxo de aplicações realizadas ao fim de cada mês: dos meses 1 a 6, cada aplicação é de R$ 2.000,00; dos meses 7 a 12, cada aplicação é de R$ 4.000,00 e dos meses 13 a 18, cada aplicação é de R$ 6.000,00. Considere juros compostos e que a taxa de remuneração das aplicações é de 3% ao mês. a) R$ 94.608,00 b) R$ 88.149,00 c) R$ 82.265,00 d) R$ 72.000,00 e) R$ 58.249,00 GABARITO: B 36. Um país captou um empréstimo no mercado internacional por intermédio do lançamento de bônus com dez cupons semestrais vencíveis ao fim de cada semestre, sendo o valor nominal do bônus US$ 1,000.00 e de cada cupom US$ 60.00. Assim, ao fim do quinto ano o país deve pagar o último cupom mais o valor nominal do bônus. Considerando que os bônus foram lançados com um ágio de 7,72% sobre o seu valor nominal, obtenha o valor mais próximo da taxa nominal anual cobrada no empréstimo, desprezando custos de registro da operação, de intermediação, etc. a) 16%
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) 14% c) 12% d) 10% e) 8% GABARITO: D 37. Ana quer vender um apartamento por R$ 400.000,00 a vista ou financiado pelo sistema de juros compostos a taxa de 5% ao semestre. Paulo está interessado em comprar esse apartamento e propõe à Ana pagar os R$ 400.000,00 em duas parcelas iguais, com vencimentos a contar a partir da compra. A primeira parcela com vencimento em 6 meses e a segunda com vencimento em 18 meses. Se Ana aceitar a proposta de Paulo, então, sem considerar os centavos, o valor de cada uma das parcelas será igual a: a) R$ 220.237,00 b) R$ 230.237,00 c) R$ 242.720,00 d) R$ 275.412,00 e) R$ 298.654,00 GABARITO: A 38. Uma casa pode ser financiada em dois pagamentos. Uma entrada de R$ 150.000,00 e uma parcela de R$ 200.000,00 seis meses após a entrada. Um comprador propõe mudar o esquema de pagamentos para seis parcelas iguais, sendo a primeira parcela paga no ato da compra e as demais vencíveis a cada trimestre. Sabendo-se que a taxa contratada é de 6 % ao trimestre, então, sem considerar os centavos, o valor de cada uma das parcelas será igual a: a) R$ 66.131,00 b) R$ 64.708,00 c) R$ 62.927,00 d) R$ 70.240,00 e) R$ 70.140,00 GABARITO: C 39. Uma empresa adquiriu de seu fornecedor mercadorias no valor de R$ 100.000,00 pagando 30% a vista. No contrato de financiamento realizado no regime de juros compostos, ficou estabelecido que para qualquer pagamento que for efetuado até seis meses a taxa de juros compostos será de 9,2727% ao trimestre. Para qualquer pagamento que for efetuado após seis meses, a taxa de juros compostos será de 4% ao mês. A empresa resolveu pagar a dívida em duas parcelas. Uma parcela de R$ 30.000,00 no final do quinto mês e a segunda parcela dois meses após o pagamento da primeira. Desse modo, o valor da segunda parcela, sem considerar os centavos, deverá ser igual a: a) R$ 62.065,00 b) R$ 59.065,00 c) R$ 61.410,00 d) R$ 60.120,00 e) R$ 58.065,00 GABARITO: E 40. O valor nominal de uma dívida é igual a 5 vezes o desconto racional composto, caso a antecipação seja de dez meses. Sabendo-se que o valor atual da dívida (valor de resgate) é de R$ 200.000,00, então o valor nominal da dívida, sem considerar os centavos, é igual a: a) R$ 230.000,00 b) R$ 250.000,00 c) R$ 330.000,00 d) R$ 320.000,00 e) R$ 310.000,00 GABARITO: B 41. Em janeiro de 2005, uma empresa assumiu uma dívida no regime de juros compostos que deveria ser quitada em duas parcelas, todas com vencimento durante o ano de 2005. Uma parcela de R$ 2.000,00 com vencimento no final de junho e outra de R$ 5.000,00 com vencimento no final de setembro. A taxa de juros cobrada pelo credor é de 5% ao mês. No final de fevereiro, a empresa decidiu pagar 50% do total da dívida e o restante no final de dezembro do mesmo
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 ano. Assim, desconsiderando os centavos, o valor que a empresa deverá pagar no final de dezembro é igual a: a) R$ 4.634,00 b) R$ 4.334,00 c) R$ 4.434,00 d) R$ 4.234,00 e) R$ 5.234,00 GABARITO: D 42. Edgar precisa resgatar dois títulos. Um no valor de R$ 50.000,00 com prazo de vencimento de dois meses, e outro de R$ 100.000,00 com prazo de vencimento de três meses. Não tendo condições de resgatá-los nos respectivos vencimentos, Edgar propõe ao credor substituir os dois títulos por um único, com vencimento em quatro meses. Sabendo-se que a taxa de desconto comercial simples é de 4% ao mês, o valor nominal do novo título, sem considerar os centavos, será igual a: a) R$ 159.523,00 b) R$ 159.562,00 c) R$ 162.240,00 d) R$ 162.220,00 e) R$ 163.230,00 GABARITO: A 43. Paulo aplicou pelo prazo de um ano a quantia total de R$ 50.000,00 em dois bancos diferentes. Uma parte dessa quantia foi aplicada no Banco A, à taxa de 3% ao mês. O restante dessa quantia foi aplicado no Banco B a taxa de 4% ao mês. Após um ano, Paulo verificou que os valores finais de cada uma das aplicações eram iguais. Deste modo, o valor aplicado no Banco A e no Banco B, sem considerar os centavos, foram, respectivamente iguais a: a) R$ 21.948,00 e R$ 28.052,00 b) R$ 23.256,00 e R$ 26.744,00 c) R$ 26.589,00 e R$ 23.411,00 d) R$ 27.510,00 e R$ 22.490,00 e) R$ 26.477,00 e R$ 23.552,00 GABARITO: E 44.Um banco deseja operar a uma taxa efetiva de juros simples de 24% ao trimestre para operações de cinco meses. Deste modo, o valor mais próximo da taxa de desconto comercial trimestral que o banco deverá cobrar em suas operações de cinco meses deverá ser igual a: a) 19 % b) 18,24 % c) 17,14 % d) 22 % e) 24 % GABARITO: C 45. Uma conta no valor de R$ 2.000,00 deve ser paga em um banco na segunda-feira, dia 8. O não pagamento no dia do vencimento implica uma multa fixa de 2% sobre o valor da conta mais o pagamento de uma taxa de permanência de 0,2% por dia útil de atraso, calculada como juros simples, sobre o valor da conta. Calcule o valor do pagamento devido no dia 22 do mesmo mês, considerando que não há nenhum feriado bancário no período. a) R$ 2.080,00 b) R$ 2.084,00 c) R$ 2.088,00 d) R$ 2.096,00 e) R$ 2.100,00 GABARITO: A 46. Os capitais de R$ 7.000,00, R$ 6.000,00, R$ 3.000,00 e R$ 4.000,00 são aplicados respectivamente às taxas de 6%, 3%, 4% e 2% ao mês, no regime de juros simples durante o mesmo prazo. Calcule a taxa média proporcional anual de aplicação destes capitais. a) 4% b) 8%
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 c) 12% d) 24% e) 48% GABARITO: E 47. Na compra de um carro em uma concessionária no valor de R$ 25.000,00, uma pessoa dá uma entrada de 50% e financia o saldo devedor em doze prestações mensais a uma taxa de 2% ao mês. Considerando que a pessoa consegue financiar ainda o valor total do seguro do carro e da taxa de abertura de crédito, que custam R$ 2.300,00 e R$ 200,00, respectivamente, nas mesmas condições, isto é, em doze meses e a 2% ao mês, indique o valor que mais se aproxima da prestação mensal do financiamento global. a) R$ 1.405,51 b) R$ 1.418,39 c) R$ 1.500,00 d) R$ 1.512,44 e) R$ 1.550,00 GABARITO: B 48. Um país captou um empréstimo por intermédio do lançamento de uma certa quantidade de bônus no mercado internacional com valor nominal de US$ 1,000.00 cada bônus e com doze cupons semestrais no valor de US$ 60.00 cada cupom, vencendo o primeiro ao fim do primeiro semestre e assim sucessivamente até o décimo segundo semestre, quando o país deve pagar o último cupom juntamente com o valor nominal do título. Considerando que a taxa de risco do país mais a taxa de juros dos títulos de referência levou o país a pagar uma taxa final de juros nominal de 14% ao ano, obtenha o valor mais próximo do preço de lançamento dos bônus, abstraindo custos de intermediação financeira, de registro etc. a) US$ 1, 000.00 b) US$ 953.53 c) US$ 930.00 d) US$ 920.57 e) US$ 860.00 GABARITO: D 49. Considerando a série abaixo de pagamentos no fim de cada ano, obtenha o número que mais se aproxima do valor atual total destes pagamentos no início do ano 1, a uma taxa de desconto racional de 10% ao ano, juros compostos. Ano 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Valor 400 400 400 400 200 200 200 200 200 1.200 a) 2.208,87 b) 2.227,91 c) 2.248,43 d) 2.273,33 e) 2.300,25 GABARITO: C 50. A quantia de R$ 500.000,00 é devida hoje e a quantia de R$ 600.000,00 é devida no fim de um ano ao mesmo credor. Na medida em que os dois compromissos não poderiam ser honrados, uma negociação com o credor levou ao acerto de um pagamento equivalente único ao fim de dois anos e meio. Calcule o valor deste pagamento considerando que foi acertada uma taxa de juros compostos de 20% ao ano, valendo a convenção exponencial para cálculo do montante (despreze os centavos). a) R$ 1.440.000,00 b) R$ 1.577.440,00 c) R$ 1.584.000,00 d) R$ 1.728.000,00 e) R$ 1.733.457,00 GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009

TEORIA POLÍTICA 1. O uso do termo “Consenso” em relação a uma determinada sociedade significa afirmar que existe um acordo mínimo entre seus membros quanto a princípios, a valores, a normas, a objetivos comuns e aos meios para os atingir. Indique qual das afirmações abaixo está incorreta. a) O Consenso favorece a cooperação e contribui para que a comunidade supere situações adversas, tais como catástrofes e guerras. b) O Consenso torna dispensável o uso legítimo da violência pelo Estado em situações controversas. c) A existência de grupos étnicos, lingüísticos ou religiosos, portadores de cultura própria dificulta mas não impede o estabelecimento de Consenso em uma comunidade. d) Transformações sócio-econômicas estruturais e inovações tecnológicas, que criam necessidades e expectativas para os diversos segmentos sociais, acentuam os limites das instituições e envolvem a possibilidade de afetar o Consenso pré-existente. e) Nos regimes autoritários, as divergências são mantidas na clandestinidade, levando o observador a superestimar o Consenso em relação a valores e princípios. GABARITO: B 2. Maquiavel inicia “O Príncipe” com a seguinte afirmação: “Todos os Estados, todos os governos que tiveram e têm autoridade sobre os homens foram e são ou repúblicas ou principados. Os principados são: ou hereditários, quando seu sangue senhorial é nobre há já longo tempo, ou novos. Os novos podem ser totalmente novos, como foi Milão com Francisco Sforza, ou o são como membros acrescidos ao Estado hereditário do príncipe que os adquire, como é o reino de Nápoles em relação ao rei da Espanha.” Indique qual das afirmações abaixo está correta. a) O Termo “Estado” foi criado por Maquiavel. b) O Estado surgiu com as repúblicas ou principados da Itália. c) A originalidade de Maquiavel consiste em estabelecer prescrições sobre como o detentor do poder deve exercer o poder. d) O que se inicia com o uso que dá Maquiavel ao termo Estado é a reflexão sobre as formações políticas surgidas da decomposição da sociedade medieval. e) Maquiavel demonstrou, em Discursos sobre a Primeira Década de Tito Lívio, que o Estado surgiu em Roma ao tratar da História de Roma. GABARITO: D 3. A primazia do público sobre o privado, como assinalam Bobbio e outros autores, se manifestou, sobretudo no século XX, como reação à concepção liberal do Estado e como derrota histórica, ainda que não definitiva, do “Estado Mínimo”. Em relação às afirmativas abaixo, assinale a opção correta. 1- Essa primazia baseia-se na contraposição entre interesse coletivo e privado com a necessária subordinação do segundo ao primeiro. 2- Essa primazia admite a eventual supressão do interesse privado em benefício do interesse coletivo. 3- Essa primazia implica irredutibilidade do bem comum à soma dos bens individuais. 4- A primazia do público significa o aumento da intervenção estatal na regulação coativa do comportamento dos indivíduos e dos grupos infra-estatais. a) Estão todas corretas. b) Estão todas incorretas. c) Apenas a nº 1 está correta. d) Apenas a nº 2 está correta. e) Apenas a nº 3 está correta. GABARITO: A 4. Sob a denominação “Contratualismo” abrigam-se diversas teorias políticas que identificam um contrato tácito ou expresso como o fundamento do poder político de uma dada sociedade. São contratualistas autores como Hobbes, Locke, Rousseau e Kant. As seguintes afirmações referem-se a características do contratualismo:
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 1- Para os contratualistas, o momento do contrato corresponde ao momento historicamente determinado em que a humanidade supera o estado de natureza. 2- Por entender que se trata de um contrato, os contratualistas admitem que se trata de um arranjo que pode ser denunciado pelas partes envolvidas. 3- Tendo por fundamento a premissa do contrato, o contratualismo é essencialmente democrático e incompatível com o absolutismo. 4- O contratualismo contemporâneo fundamenta-se na Teoria da Justiça, de John Rawls, segundo o qual o monopólio da violência passa a ser exercido por uma Corte Internacional de Justiça. Em relação às afirmativas acima, assinale a opção correta. a) Estão todas corretas. b) Estão todas incorretas. c) Apenas a nº 1 está correta. d) Apenas a nº 2 está correta. e) Apenas a nº 3 está correta. GABARITO: B 5. A noção de “Democracia” é central ao pensamento político do Ocidente, marcadamente a partir da formulação aristotélica sobre as formas de Governo. Ao longo dos séculos, entretanto, diferentes doutrinas políticas conferiram distintos significados ao termo. As afirmações a seguir associam diferentes doutrinas a diferentes concepções de democracia. Indique qual das afirmações abaixo está correta. a) Aristóteles distinguia as formas puras das formas corruptas de democracia, sendo puras aquelas em que a vontade da maioria prevalecia, sobre a vontade do monarca ou da aristocracia. b) No século XIX, a doutrina liberal, tal como expressa por Benjamin Constant, entendia a participação direta na formação das leis pelas assembléias de cidadãos como a expressão mais pura da democracia. c) Para a teoria das elites, formulada ao final do século XIX, a democracia como soberania popular é um ideal-limite irrealizável já que em todas as sociedades de todos os tempos, o poder esteve nas mãos de uma minoria. d) O entendimento de que a democracia representativa não passava de uma dominação de classe com os dominados subjugados pela ideologia fez com que o marxismo, especialmente a partir de Lênin, defendesse como democracia aquela que se produzia no interior do partido revolucionário. e) As formas totalitárias de governo surgidas no século XX evidenciaram as limitações da democracia como soberania popular fazendo emergir como paradigma democrático a poliarquia. GABARITO: C 6. A democracia representativa surgiu como um compromisso entre o poder do príncipe, cuja legitimidade residia na tradição, e o poder dos representantes do povo, cuja legitimidade residia no consenso, cujo marco é a Revolução Inglesa de 1688. Esse processo, entretanto, prosseguiu com uma série de desdobramentos. As seguintes afirmações estão associadas ao desenvolvimento da democracia representativa: 1- A representação por estamentos dá lugar à representação dos indivíduos. 2- O reconhecimento dos direitos do homem e do cidadão implica reconhecimento da igualdade natural entre todos os seres humanos. 3- A ampliação dos direitos políticos, cujo ápice é o sufrágio universal, tornou necessária a constituição de partidos, alterando o próprio sistema de representação. 4- A mudança no sistema de representação, ao fazer com que os partidos se formassem fora e não dentro do Parlamento, acarretou que as decisões coletivas se tornassem fruto de negociações e acordos entre os grupos de representantes das diversas forças sociais e políticas. Em relação às afirmativas acima, assinale a opção correta. a) Estão todas corretas. b) Estão todas incorretas. c) Apenas a nº 1 está correta. d) apenas a nº 2 está correta. e) apenas a nº 3 está correta. GABARITO: A 7. A sociedade democrática poliárquica, conforme Dahl, tem
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 uma série de atributos cuja presença é necessária ao funcionamento dessas sociedades. A seguir são listados alguns atributos. Identifique a opção incorreta. a) Eleição dos governantes com liberdade para concorrer aos cargos eletivos. b) Eleições livres e limpas com sufrágio universal. c) Existência de múltiplas esferas de poder submetidas a diferentes processos eletivos. d) Liberdade de associação. e) Liberdade de expressão e multiplicidade de fontes de informação. GABARITO: C 8. O grau e a natureza da inserção internacional do Brasil têm sido motivo de polêmica em função dos diferentes projetos políticos. Seja qual for a perspectiva adotada, alguns dados são relevantes para a análise. As afirmações abaixo são relativas a essa questão. Identifique a que está correta. a) O Brasil perdeu posições no ranking das maiores economias internacionais a partir de 1998. Isso se deve primordialmente ao lento ritmo de crescimento do PIB desde então. b) O Brasil tem sido identificado como um dos integrantes de um bloco de países cujo desenvolvimento a longo prazo terá grandes implicações no cenário Internacional. Esse grupo, designado por BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) tem atuado internacionalmente em bloco e obtido concessões econômicas das nações desenvolvidas. c) O Brasil tem uma participação nos fluxos mundiais de comércio inferior à sua participação no produto global, ao mesmo tempo em que é um dos maiores receptores de crédito e de investimentos externos. d) Os dados relativos a investimentos estrangeiros no Brasil são ilusórios e fator de instabilidade porque são compostos majoritariamente de investimentos especulativos, sendo pequena a parcela referente a investimentos estrangeiros diretos líquidos. e) A grande diversidade econômica, étnica e cultural brasileira é um elemento que facilita inserção política internacional do país, mas dificulta a inserção econômica num contexto de globalização econômica. GABARITO: C 9. A década de 90, no Brasil e na América Latina de um modo geral, caracterizou-se pelo estabelecimento de uma nova ordem econômica. São elementos dessa nova ordem o surgimento de limitações à ação estatal, a ampliação dos constrangimentos à formulação de políticas macroeconômicas autônomas em relação aos movimentos internacionais de capitais e às pressões por uma maior inserção econômica internacional do País. A seguir, são apresentados alguns fenômenos ocorridos no Brasil nos últimos anos. 1- Realização de uma reforma do Estado voltada prioritariamente para a redução dos gastos e do déficit público. 2- Radicalização da centralização do poder nas áreas de política econômica, orçamento e finanças públicas em detrimento das demais áreas de governo responsáveis pela formulação e implementação de políticas públicas. 3- Aumento da autonomia do Executivo em relação à sociedade e ao sistema representativo, mediante recurso a instrumentos como a edição de medidas provisórias paralelamente ao estreitamento dos vínculos com a nova ordem internacional, em particular os organismos financeiros. 4- Criação das agências regulatórias, autônomas, compostas por dirigentes indicados pelo Executivo, com poder para definir as regras de operação nas áreas de serviços públicos com limitadas possibilidades de intervenção do Legislativo ou de setores sociais organizados. Em relação ao processo mencionado pode-se dizer que: a) apenas o nº 1 está correto. b) apenas o nº 2 está correto. c) apenas o nº 3 está correto. d) estão todos corretos. e) estão todos incorretos. GABARITO: D 10. A constituição de uma burocracia a partir de critérios de mérito com algum grau de autonomia é consensualmente considerada essencial no Estado moderno. Igualmente essencial é que cabe aos políticos a mediação entre as decisões burocráticas e os interesses dos eleitores num processo de permanente tensão. As seguintes afirmações refletem essa tensão:
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 1- O crescimento das demandas da população suscetíveis de mudanças coincide com a necessidade de gestão estatal tecnicamente capacitada e estável, fazendo com que os limites entre o burocrata e o político se tornem imprecisos. 2- No Estado contemporâneo, alguns setores do Estado são considerados redutos por excelência da burocracia, tais como o Ministério das Relações Exteriores, as Forças Armadas e o Poder Judiciário. Os Ministérios da Economia, Fazenda ou Finanças são incluídos nessa área porque se supõe que, por sua natureza, os elementos técnicos de suas decisões sobrepõem-se aos políticos. 3- No Presidencialismo, o presidente é o formador de seu gabinete, ao contrário do que ocorre no parlamentarismo, onde o partido majoritário ou a coalizão vencedora das eleições são os responsáveis pela composição do ministério. Além disso, quando o presidente, como chefe do executivo, detém alguma iniciativa legislativa (Medidas Provisórias, por exemplo) e a isso se combina o enfraquecimento institucional do Legislativo, há uma tendência de se transferir o foco da ação política do Legislativo para o Executivo. 4- Mesmo que detenha iniciativa legislativa e de regulamentação infra-legal, o presidente, ao contrário do que ocorre com o chefe do Governo no Parlamentarismo, não conta com respaldo duradouro e precisa constantemente negociar apoios políticos em diversas circunstâncias. Essa situação expõe o Executivo e a burocracia a uma tensão política que embaralha a separação entre burocracia e agentes políticos. Em relação às afirmações acima pode-se dizer que: a) apenas a nº 1 está correta. b) apenas a nº 2 está correta. c) apenas a nº 3 está correta. d) estão todas corretas. e) estão todas incorretas. GABARITO: D 11. Conforme Giandomenico Majone, as teorias político econômicas modernas do Estado distinguem três tipos principais de intervenção pública na economia: redistribuição de renda, estabilização macroeconômica e regulação de mercados. ( ) A redistribuição de renda inclui todas as transferências de recursos de um grupo de indivíduos, regiões ou países, para um outro grupo, bem como a provisão de “bens de mérito” tais como educação primária. ( ) A estabilização macroeconômica tenta atingir e manter níveis satisfatórios de crescimento econômico e de emprego. Seus instrumentos principais são a política fiscal e monetária, juntamente com o mercado de trabalho e a política industrial. ( ) As políticas reguladoras têm como objetivo corrigir vários tipos de falhas de mercado: o poder de monopólio, as externalidades negativas, a informação incompleta, a provisão insuficiente de bens públicos. ( ) Todos os Estados modernos se dedicam à redistribuição da renda, à gestão macroeconômica e à regulação de mercados, mas a importância relativa dessas funções varia de país para país e de um período histórico para outro. ( ) Ao fim do período de reconstrução das economias nacionais minadas pela Segunda Guerra Mundial, a redistribuição e a gestão macroeconômica surgiram como prioridade política máxima da maioria dos governos da Europa ocidental. As afirmações acima se referem a esses tipos. Indique se são verdadeiras (V) ou falsas (F), conforme as opções abaixo e assinale a opção correta. a) V, F, F, F, V b) F, F, F, F, F c) V, V, F, V, V d) V, V, F, F, V e) V, V, V, V, V GABARITO: E 12. No início da década de 90, o Brasil chegou a ser apontado como um caso agudo de crise de governabilidade, nas palavras de Maria Hermínia Tavares de Almeida, atribuída às (más) opções institucionais implementadas no período, basicamente: um sistema federativo descentralizado; um sistema eleitoral, que teve conseqüências fragmentadoras sobre o sistema de partidos e sobre a conduta dos parlamentares; um sistema presidencialista em que o Executivo teve dificuldades para constituir maiorias parlamentares
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 estáveis e um sistema multipartidário cindido, com partidos indisciplinados e de pouca coesão. Examinando esse diagnóstico em perspectiva, você diria que é correto. 1- A hipótese da ingovernabilidade não encontra sustentação em evidências empíricas. 2- As evidências de que a crise de governabilidade era real e tendia a se agravar levaram o Executivo a propor uma série de reformas econômicas. 3- O fato de que a Constituição de 1988 tenha sofrido mais emendas que qualquer outra Carta anterior, confirma a gravidade da crise. 4- A fragmentação político-partidária do Legislativo fez com que o Executivo fosse obrigado a recorrer a numerosos vetos para ter aprovada sua agenda de reformas. Em relação a essas afirmações pode-se dizer que: a) estão todas corretas. b) apenas a nº 1 está correta. c) apenas a nº 2 está correta. d) apenas a nº 3 está correta. e) estão todas incorretas. GABARITO: B 13. A Constituição de 1988 contém uma série de dispositivos que estabelecem mecanismos de participação da sociedade na esfera pública, de forma direta ou por meio de entidades da sociedade civil ou ainda por meio de Conselhos. Indique qual das afirmações abaixo está correta. a) Todo cidadão no gozo dos direitos políticos pode propor ação de inconstitucionalidade. b) Os recursos dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios destinados às ações e serviços públicos de saúde e os transferidos pela União para a mesma finalidade serão aplicados por meio de Fundo de Saúde que será acompanhado e fiscalizado pelos respectivos Tribunais de Contas e pelo Ministério Público. c) A legislação relativa às agências regulatórias cuja atuação está diretamente relacionada à prestação de serviços públicos determina a constituição de conselhos deliberativos com participação de representantes de usuários sem exigências quanto à qualificação técnica dos mesmos. d) O Conselho Monetário Nacional (CMN) é o órgão deliberativo máximo do Sistema Financeiro Nacional. É constituído pelo Ministro de Estado da Fazenda (Presidente), pelo Ministro de Estado do Planejamento e Orçamento, pelo Presidente do Banco Central do Brasil, por um representante do Ministério Público Federal, por um representante das instituições financeiras e pelo Presidente do Conselho Federal de Economia. e) A Constituição estabelece dispositivos sobre a atuação do Banco Central, entre eles a exigência de aprovação prévia pelo Senado Federal, em votação secreta, após argüição pública, dos nomes indicados pelo Presidente da República para os cargos de diretoria. Os indicados devem ser brasileiros de ilibada reputação e notória capacidade em assuntos econômicofinanceiros. Não há, em nenhuma instância do Banco Central, participação social em seus colegiados ou níveis decisórios. GABARITO: E 14. A criação de mecanismos de participação social nas decisões relativas à formulação e gestão de políticas públicas está presente no texto original e nas emendas à Constituição de 1988. As frases a seguir refletem essa orientação. Indique a que está incorreta, conforme as opções abaixo. a) A política agrícola será planejada e executada na forma da lei, com a participação efetiva do setor de produção, envolvendo produtores e trabalhadores rurais, bem como dos setores de comercialização, de armazenamento e de transportes. b) A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade. Compete ao Poder Público, com base em certos objetivos, entre os quais obter o caráter democrático e descentralizado da administração, mediante gestão quadripartite, com participação dos trabalhadores, dos empregadores, dos aposentados e do Governo nos órgãos colegiados. c) As ações governamentais na área da assistência social serão realizadas com recursos do orçamento da seguridade social, além de outras fontes, e organizadas com base em certas diretrizes, entre as quais a participação da população, por meio de organizações representativas, na formulação das políticas e no controle das ações em todos os níveis.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) O Estado promoverá programas de assistência integral à saúde da criança e do adolescente, sendo obrigatória a participação de representantes do ministério público, dos órgãos locais de assistência e de entidades não governamentais. e) Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios devem instituir Fundos de Combate à Pobreza, devendo os referidos Fundos ser geridos por entidades que contem com a participação da sociedade civil. GABARITO: D 15. A partir da década de 80 e sobretudo a partir da década de 90, desenvolveu-se internacionalmente um amplo processo de reforma do Estado. Independentemente das especificidades nacionais, esse processo tem algumas características comuns: Uma série de características são apontadas a seguir: 1- O papel do Estado como agente econômico é substituído pelo papel de regulador, ocorrendo um processo de privatização em escala variável. 2- A dicotomia estatal/privado, predominante até então, abre espaço para formas intermediárias com a emergência de parcerias e de organizações públicas não-estatais. 3- O setor público incorpora em sua avaliação critérios tradicionalmente considerados como inerentes à iniciativa privada, tais como eficácia, eficiência, metas, produtividade e controle de custos. 4- A gestão das políticas públicas e o controle da ação estatal passam a ser feitos por organismos com crescente participação social. Os mecanismos de consulta pública (audiências, exigência de aprovação prévia de medidas por parte de conselhos, etc) se multiplicam. Em relação a essas afirmações pode-se dizer que: a) estão todas corretas. b) apenas a nº 1 está correta. c) apenas a nº 2 está correta. d) apenas a nº 3 está correta. e) estão todas incorretas. GABARITO: A 16. Um dos instrumentos de planejamento de longo prazo relativo à formulação de políticas públicas previsto na Constituição é o Plano Plurianual (PPA). As seguintes afirmações referem-se a ele. Indique qual delas é a única incorreta. a) O Plano Plurianual subordina o projeto de lei do orçamento anual, uma vez que este último deve ser compatível com o Plano Plurianual e com a lei de diretrizes orçamentárias. b) De acordo com a Constituição, o Plano Plurianual é instituído por lei que deve estabelecer as diretrizes, objetivos e metas da administração pública federal para as despesas de capital e para as relativas aos programas de duração continuada de forma regionalizada. c) Os planos e programas nacionais, regionais e setoriais previstos na Constituição serão elaborados em consonância com o plano plurianual e apreciados pelo Congresso Nacional. d) Os Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário devem manter, de forma integrada, sistema de controle interno com a finalidade, entre outras, de avaliar o cumprimento das metas previstas no plano plurianual. e) Compete exclusivamente ao Poder Legislativo, com a assistência do Tribunal de Contas da União, manter um sistema de controle interno com a finalidade de avaliar o cumprimento das metas previstas no plano plurianual. GABARITO: E 17. É comum encontrar na mídia e entre setores da opinião pública, mesmo entre os chamados “formadores de opinião”, a noção de que algumas características da política brasileira estão na origem de uma suposta crise de governabilidade constante. Essas características estariam relacionadas à falta de maioria parlamentar por parte dos presidentes, à morosidade da atividade legislativa, à dificuldade do Executivo em obter a aprovação para seus projetos e à instabilidade do quadro político partidário. As afirmações a seguir referem-se a essas questões. Identifique a única correta. a) A infidelidade partidária impede que os partidos atuem programaticamente e com base em alianças de longo prazo, fazendo com que as iniciativas individuais dos parlamentares dominem a agenda. b) Há uma crise de governabilidade latente porque o Executivo é obrigado a formar maioria parlamentar a cada oportunidade em que necessita obter a aprovação de suas proposições. c) Apenas uma pequena parcela dos projetos apresentados pelo governo é aprovada.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 d) Entre a promulgação da Constituição de 1988 e 1998, os presidentes obtiveram a aprovação para suas propostas em níveis semelhantes aos observados nos regimes parlamentaristas, dois terços ou mais. e) A emenda constitucional que limitou a edição de Medidas Provisórias traduziu-se numa drástica redução do número de Medidas Provisórias editadas, limitando ainda mais as iniciativas do Executivo na produção legislativa. GABARITO: D 18. Os Estados federais apresentam, quanto à sua estrutura, alguns aspectos constantes, independentemente dos casos concretos: ( ) Divisão de poderes entre União e unidades federadas mantendo-se vínculos de coordenação e autonomia. ( ) Preeminência da Constituição Federal sobre o ordenamento jurídico das unidades federadas, sendo as alterações na primeira sujeitas a ratificação pelas unidades federadas. ( ) Limitações à descentralização a fim de preservar a unidade jurídica nacional. ( ) Soberania do Estado Nacional perante os demais Estados Nacionais e Organismos Internacionais, soberania de que não gozam as unidades federadas. ( ) Articulação entre unidade e pluralidade. As afirmações acima se referem a esses aspectos constantes. Indique se são verdadeiras (V) ou falsas (F) e assinale a opção correta. a) V, V, V, V, V b) F, F, F, F, F c) V, F, V, V, V d) V, V, F, F, V e) V, F, F, F, V GABARITO: C 19. O acirramento das disputas entre os estados brasileiros relacionadas a questões fiscais deu origem à expressão “Guerra Fiscal”. Como assinala Octávio Dulci, embora esse tipo de disputa não seja estranha aos estados federados, a metáfora é expressiva. No caso brasileiro, a questão está relacionada a uma série de fatores entre os quais: Identifique, nas afirmações abaixo, a que está incorreta. a) O Brasil adotou formalmente o sistema federal com a República, no entanto, a instabilidade das instituições políticas nacionais tem feito com que essa característica tenha perdido muito de seu significado, do que é exemplo o fato de a Federação ser cláusula pétrea da Constituição. b) A Constituição de 1988 teve entre suas principais características a descentralização política e institucional. Nesse contexto ocorreu um arranjo do sistema tributário com o objetivo de reforçar a autonomia dos estados e abrir a possibilidade de superação dos conflitos fiscais pela via da negociação direta entre as partes. c) Desde o início da década de 90, o Governo federal adota uma postura que tem, entre suas características no plano fiscal e federativo, o abandono das políticas e dos instrumentos de coordenação interregional e uma retração em termos de implementação de políticas nacionais ativas de desenvolvimento industrial e regional. d) Ao longo da década de 90, o Brasil abriu crescentemente sua economia, ampliando sua inserção internacional. Ao fazê-lo, sem uma coordenação nacional, permitiu que a disputa entre os estados se convertesse na mencionada “Guerra Fiscal” como forma de atração de investimentos, em particular os externos, como foi o caso da instalação de novas plantas automobilísticas. e) A “Guerra Fiscal” entre os estados tem suas conseqüências internas agravadas por coincidir e incidir sobre a elevação da carga fiscal total e a expansão da economia informal agravando o conflito distributivo. GABARITO: B 20. A experiência democrática brasileira desde a promulgação da Constituição de 1988 tem sido analisada, no que se refere à representação política, à dinâmica parlamentar e à governabilidade como tendente à instabilidade. Com acento em aspectos diferentes, o foco tem sido colocado na natureza do Presidencialismo e na relação entre o Presidente e o Legislativo. As afirmações a seguir referem-se a essas questões:
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 1- O Presidencialismo brasileiro tem características plebiscitárias, o que gera uma tendência a formar ministérios numerosos e heterogêneos. 2- A relação política entre o Presidente e o Legislativo faz com que se diga que o Brasil tem um Presidencialismo de coalizão. Essa circunstância internaliza divergências, que o presidente é obrigado a arbitrar, entre partidos, interesses regionais transpartidários, afetando as relações entre as bancadas e os governos estaduais. 3- A amplitude das coalizões de governo tem outras causas, além da falta de maioria parlamentar. Entre eles a representação proporcional, o federalismo, o bicameralismo e o pluripartidarismo amplo. 4- No presidencialismo de coalizão, o presidente assume a condição de árbitro tanto das divergências internas à aliança que o respalda no Legislativo, como das forças políticas regionais representadas na mesma aliança. 5- Apesar das características plebiscitárias de sua eleição e da condição de árbitro em relação às forças que compõem sua base parlamentar, o presidente, ao exercer o cargo sob constante risco de desintegração dessa base, tem seu poder e sua autoridade fragilizados. Em relação a essas afirmações pode-se dizer que: a) estão todas incorretas. b) apenas a nº 1 está correta. c) apenas a nº 2 está correta. d) apenas a nº 3 está correta. e) estão todas corretas. GABARITO: E 21. Entre as assertivas abaixo, sobre o fenômeno da dominação, indique a única incorreta. a) Dominação é o poder autoritário de comando do(s) governante(s), que se exerce como se o(s) governado(s) tivesse(m) feito do conteúdo da ordem a máxima da sua conduta por si mesma. b) Nas sociedades modernas, onde a base da legitimidade é a lei, a administração dispensa a dominação, no sentido de um poder de comando que precisa estar nas mãos de um indivíduo ou de um grupo de indivíduos. c) A dominação tradicional refere-se ao comando exercido por senhores que gozam de autoridade pessoal em virtude do status herdado, e cujas ordens são legítimas tanto por se conformarem aos costumes como por expressarem a arbitrariedade pessoal. d) A dominação carismática ocorre quando o poder de comando é proveniente da crença dos seguidores nos poderes extraordinários, mágicos ou heróicos de um chefe ou líder, sendo as ordens deste estritamente fundadas na sua capacidade especial de julgamento. e) A dominação legal ocorre quando os governados obedecem às normas legais e não às pessoas que as formulam ou as implementam; e estas aplicam-se e são reconhecidas como universais por todos os membros do grupo associado, inclusive o(s) governante(s). GABARITO: B 22. Os partidos políticos, instituições clássicas da democracia liberal, são elementos centrais aos processos de participação e representação política. Leia as assertivas abaixo e indique a única perfeitamente correta. a) O desenvolvimento dos partidos condiciona o processo de representação parlamentar. Porém quanto mais se amplia a cidadania política, mais se torna necessário enquadrar os eleitores em comitês capazes de tornar conhecidos os candidatos e de canalizar o sufrágio em sua direção e impedir que os sindicatos e movimentos sociais assumam o controle da máquina partidária. b) Nas democracias contemporâneas, o aumento da participação política tem fortalecido os consensos e tornado o exercício da autoridade coercitiva menos necessário. Porém, o excessivo número de partidos e as eleições demasiado freqüentes sobrecarregam o sistema político, tornando-o ineficiente. c) Em todas as democracias contemporâneas os partidos políticos distinguem-se de outras instituições que ordenam a participação devido às suas funções, a saber: as de organização das alternativas ideológicas e programáticas e de seleção dos representantes do povo por eleitores qualificados que, agindo como intermediários, levam ao conhecimento dos legisladores os interesses do seu grupo. d) Tendo-se originado do reconhecimento do direito de o povo participar do processo decisório, os partidos políticos compreendem formações diversas, desde grupos ligados por vínculos personalistas até organizações burocráticas e impessoais,
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 que se distinguem de outras instituições pelo fato de se moverem na esfera do poder político. e) Além das suas funções de canalizar a participação, agregar interesses, selecionar lideranças, transmitir o questionamento político da sociedade, o que efetivamente diferencia os partidos políticos modernos de todas as demais instituições de mobilização política é a sua função de preenchimento de cargos públicos por meio da competição eleitoral. GABARITO: E 23. Uma das mais consolidadas matrizes de análise da constituição da ordem política é a teoria contratualista. Examine as assertivas abaixo sobre o contratualismo e indique a única incorreta. a) Como regra, o contrato ou pacto social é um instrumento de emancipação política do indivíduo, que altera essencialmente a estrutura social, além de estabelecer uma clara distinção entre o governo e a sociedade civil. b) O Estado nascido de um contrato não acrescenta nada à racionalidade e à sociabilidade da sociedade civil, sendo um instrumento coativo cuja função é executar o direito que a sociedade estabeleceu. c) A maioria dos contratualistas concebe, entre o estado natural puro e o estado político, um estado social, onde os homens convivem livremente segundo a razão. d) A maioria dos contratualistas entende a constituição da ordem a partir de dois tipos de contrato: o pacto de associação, que institui a comunidade política; e o pacto de submissão, que instaura o monopólio do uso da força. e) Enquanto relação entre as partes, o contrato estabelece sanções para os que o violarem, sendo estas expressas por alguns autores, no que tange aos governantes, como direito de resistência e deposição. GABARITO: A 24. Entre as opções a seguir, qual não pode ser considerada como pertencente à tradição de análise que tem como foco as relações entre economia, classes sociais e política. a) Uma ordem na qual um certo modo de vida e de pensamento é dominante, na qual um conceito de realidade é difundido por toda a sociedade, em todas as suas manifestações e todas as relações sociais, particularmente em suas conotações morais e intelectuais. b) Um dos grandes níveis superestruturais, a sociedade civil, consiste no conjunto dos organismos privados e engloba o conjunto do intercâmbio material dos indivíduos, no interior de um estágio determinado de desenvolvimento das forças produtivas. c) O Estado é o complexo das atividades práticas e teóricas com o qual a classe dominante, além de justificar e manter a dominação, procura conquistar o consentimento ativo daqueles sobre os quais ela governa. d) O poder deveria ser incapaz de toda violência; e quanto à riqueza, nenhum homem deveria ser tão opulento para poder comprar outrem e nem tão pobre para ser constrangido a vender a si próprio. e) Transformações podem advir porque a situação de bem-estar está ameaçada pelo egoísmo estreito de uma classe rival, ou porque a miséria se tornou intolerável e não há força visível na velha sociedade capaz de restabelecer a normalidade por meios legais. GABARITO: D 25. De acordo com a teoria da democracia elaborada nas últimas três décadas do século XX, qual das características abaixo é típica da democracia consociativa? a) Sistema eleitoral de maioria relativa, ou seja, os candidatos competem ou pela maioria absoluta dos votos ou, se essa não se verificar, pela mais ampla minoria. b) Partilha do poder executivo, com governo baseado em amplas coalizões, cujos participantes dividem a responsabilidade pelo exercício do poder. c) Sistema bipartidário, capaz de acomodar as clivagens sociais em apenas duas alternativas mediante uma dinâmica de alternância entre perspectivas opostas. d) Sistema de governo unitário, não centralizado, que admite a autonomia das partes constituintes. e) Constituição não-escrita, contida principalmente no costume e nas convenções; e soberania parlamentar, uma vez que os tribunais não dispõem do poder de controlar jurisdicionalmente a legalidade. GABARITO: B

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 26. Há algumas décadas os estudiosos da política vêm-se preocupando com a crise das instituições da democracia representativa e com o crescente papel político desempenhado pela burocracia. Assinale, entre as assertivas abaixo, aquela que não se refere às relações entre políticos e burocratas. a) A burocracia mostra-se capaz não somente de formular visões e metas políticas próprias, mas também de impor obstáculos às propostas dos políticos que sejam contrárias aos seus interesses ou capazes de ameaçar a estrutura de poder burocrático. b) As burocracias competem tanto pela alocação de recursos orçamentários como pelo preenchimento de cargos públicos, inclusive mediante o estabelecimento de alianças tanto entre agências governamentais, como também com lideranças políticas e com setores representativos da sociedade civil. c) Para que as burocracias possam ocupar o lugar dos políticos no processo governamental precisam mobilizar a participação de organizações privadas de representação de interesses no processo decisório, como interlocutores e parceiros do poder público que, por sua vez, ganha legitimidade para a formulação e implementação de suas políticas. d) Grande parte do poder dos setores burocráticos provém da sua capacidade de ocupar posições governamentais estratégicas, pelo seu grande número e sua permanência, seu conhecimento especializado e sua indispensabilidade para a implementação das decisões. e) Os burocratas dispõem de grande vantagem sobre os políticos em termos da sua intimidade com a máquina pública na função de gerenciar a atividade governamental e de transformar decisões em políticas efetivas, sem grandes distorções, não obstante pressões de atores públicos e privados. GABARITO: D 27. Na maior parte das sociedades, tradicionais ou modernas, constatam-se arranjos diversificados de intermediação política, destacando-se entre eles, pela sua disseminação e generalidade, o clientelismo. Entre as características abaixo, indique aquela que não se aplica ao clientelismo. a) Troca de bens públicos, privadamente controlados, por bens privados, como base das lealdades pessoais. b) Assimetria das relações entre as partes e personalização do exercício do poder político. c) O Estado confere às unidades o seu reconhecimento institucional e o monopólio na representação dos interesses do grupo em uma dada área. d) Não há número fixo ou organizado de unidades constitutivas, e estas disputam o controle de recursos em um dado território utilizando-se de mecanismos de troca. e) Os arranjos hierárquicos que caracterizam as relações entre as partes baseiam-se no consentimento individual, mas são institucionalizados na forma de leis. GABARITO: C 28. Muitos autores definem cultura política como a totalidade das atitudes e orientações políticas que dada população tem em relação ao sistema político. A partir dessa definição, indique qual das opções abaixo não pode ser considerada como objeto de estudo típico de cultura política. a) As relações entre os poderes central-local próprias do coronelismo. b) As relações entre os partidos políticos e os cidadãos. c) As motivações para a decisão do voto. d) As relações entre democracia e comportamento político. e) As características das instituições políticas. GABARITO: E 29. Uma das mais relevantes salvaguardas institucionais da democracia contemporânea são os controles múltiplos e cruzados, como parte do relacionamento entre os poderes. No contexto do presidencialismo e da tradição constitucional brasileira, indique qual das opções abaixo se relaciona com esses controles. a) Supremacia do Executivo. b) Independência dos poderes. c) Judicialização da política. d) Coalescência das elites legislativas. e) Corporativismo das instituições judiciais. GABARITO: B
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 30. Desde a década de 60 a análise política vem mostrando preocupações com o fato de que, embora tenham legitimidade eleitoral, muitos governos não conseguem ser eficazes na tomada de decisões e/ou na sua implementação. No Brasil do final do século XX problemas como a crise de governabilidade e as deficiências de governança passaram a ocupar um espaço central no debate político. Sobre esse tema, examine os enunciados abaixo e indique qual deles é incorreto. a) A governabilidade consiste no conjunto de condições sistêmicas de exercício do poder, que expressa as características do sistema político, tais como a forma de governo, as relações entre os poderes, o sistema partidário e o sistema de intermediação de interesses. b) Uma das causas da crise de governabilidade é a situação resultante de uma sobrecarga de problemas que recebe como resposta a expansão de serviços e da intervenção do Estado. c) A governança compreende os modos de uso da autoridade e de exercício do poder na administração dos recursos econômicos e sociais, expressos mediante arranjos institucionais que coordenam e regulam as transações dentro e fora do limite da esfera econômica. d) A crise de governabilidade resulta da incapacidade de a burocracia governamental atrair grupos privados para o seu interior, oferecendo-lhes bens e serviços de modo a atender as suas demandas e representar seus interesses, obtendo em troca apoio para suas políticas nos âmbitos doméstico e internacional. e) A crise de governabilidade consiste na combinação da incapacidade do sistema administrativo de compatibilizar os imperativos de controle provenientes do sistema econômico com a incapacidade do sistema de legitimação de mobilizar os níveis necessários de lealdade da sociedade. GABARITO: D 31. Apesar das divergências existentes, os diferentes autores coincidem no conceito geral e nas características essenciais das políticas públicas. De acordo com esse consenso, não é um elemento característico das políticas públicas: a) um conjunto de medidas concretas, ou seja, ações realizadas por instituições com competência para tal. b) decisões ou formas de alocação de recursos. c) um ou vários públicos-alvo. d) apoio dos agentes públicos e dos atores sociais à concepção que orienta as decisões quanto às prioridades da agenda governamental. e) definição obrigatória de metas ou objetivos a serem atingidos, selecionados em função de normas e valores. GABARITO: D 32. O processo das políticas públicas mostra-se como forma moderna de lidar com as incertezas decorrentes das rápidas mudanças do contexto sócio-político nacional e internacional, que favoreceu uma concepção mais ágil da atividade governamental, na qual a ação baseada no planejamento deslocou-se para a idéia de política pública. Todos os componentes abaixo são comuns às definições correntes de política pública, exceto: a) Ideológico: toda política requer um discurso legitimador, ou seja, destinado a reforçar a convicção dos diversos atores quanto ao acerto das ações governamentais e à sua orientação para o bem de todos. b) Decisório: qualquer política envolve um conjunto seqüencial de decisões, relativo à escolha de fins e/ou meios, de curto ou longo alcance, numa situação específica e como resposta a problemas e necessidades. c) Comportamental: toda política pode envolver ação ou inação, mas uma política é, acima de tudo, um curso de ação e não somente uma decisão singular. d) Causal: toda política é um produto de ações e, por sua vez, provoca efeitos sobre o sistema político e social. e) Institucional: as políticas são elaboradas ou decididas por autoridades formal e legalmente constituídas no âmbito da sua competência e são coletivamente vinculantes. GABARITO: A 33. A limitação da análise a algumas poucas alternativas políticas mais ou menos conhecidas; a análise de um número restrito de conseqüências importantes em cada alternativa; a maior preocupação analítica com os obstáculos a contornar e males a remediar do que com metas positivas a alcançar; uma seqüência de ensaios, erros e correções de rumo, entre outros, são próprios do modelo de decisão conhecido como: a) Interativo-iterativo.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 b) Racional-compreensivo. c) Incrementalismo desarticulado. d) Racionalidade limitada. e) Análise estratégica. GABARITO: C 34. A tomada de decisão representa um dos passos centrais do processo das políticas públicas. O modelo de exploração mista ou exploração combinada, ou ainda, mixed-scanning caracteriza-se por: a) estabelecer objetivos fi nais amplos e avaliar exaustivamente as alternativas de maneira a selecionar objetivamente aquela mais capaz de conduzir aos resultados pretendidos. b) distinguir decisões estruturantes e ordinárias, baseando as decisões sobre as primeiras no exame das principais alternativas em função da concepção das metas, sem descer a detalhes que prejudicam a visão de conjunto. c) basear-se na convicção de que o conhecimento da realidade é sempre limitado e nem sempre uma alternativa tecnicamente recomendável conquista o apoio dos atores políticos. d) levantar informações exaustivas sobre cada uma das alternativas possivelmente cabíveis e combiná-las de maneira a atender às preferências hierarquizadas que expressam os valores em jogo. e) avaliar as alternativas à luz das relações de poder e dos compromissos institucionais prévios que condicionam e limitam a alocação de recursos pelos tomadores de decisão. GABARITO: B 35. Um dos pontos de partida da abordagem neo-institucionalista é a crítica à análise comportamentalista (behaviorista), segundo a qual seria possível explicar todos os fenômenos de governo em termos do comportamento humano observado e observável. É postulado do neoinstitucionalismo na análise das políticas públicas: a) as preferências manifestas de um sujeito são seus verdadeiros interesses. b) as preferências individuais de uma coletividade de sujeitos podem ser agregadas, dando origem ao que se define como interesse público. c) na democracia, os mecanismos de agregação de interesses são eficazes para expressar o interesse público. d) na democracia, a disputa entre múltiplos interesses opera como um mecanismo de controle sobre a tendência das instituições a enviesar as preferências coletivas. e) os mecanismos de decisões coletivas impõem limites ao processo político, permitindo a tomada de decisões até mesmo onde não há consenso evidente. GABARITO: E 36. O neo-institucionalismo comporta um conhecido conjunto de perspectivas, entre elas, a teoria das organizações. Identifique quais dos conceitos abaixo são próprios da abordagem neo-institucionalista na perspectiva organizacional e marque a opção correta. 1 - Ciclo de preferências; 2 - Estruturas interpretativas; 3 - Risco de resultados sub-ótimos ou nenhum resultado; 4 - Racionalidades alternativas; 5 - Roteiros da “Lata de Lixo” (Garbage Can). São próprios da abordagem neo-institucionalista na perspectiva organizacional. a) Todos os conceitos. b) Os conceitos números 2 e 5. c) Os conceitos números 1 e 3. d) Os conceitos números 1 e 5. e) Os conceitos números 2 e 4. GABARITO:B 37. O neo-institucionalismo tem se revelado uma profícua abordagem na análise das estratégias e resultados das políticas públicas. Examine os enunciados abaixo sobre o neoinstitucionalismo e marque a opção correta. 1 - Uma decisão é o resultado das regras de decisão específicas em jogo, bem como dos esforços dos atores relevantes do processo em tirar vantagem dessas regras.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 2 - Os indivíduos tomam decisões com base na sua confiança em padrões operacionais de procedimentos, e usam o tempo e as informações disponíveis para avaliar todas as alternativas e suas conseqüências. 3 - As economias e os sistemas políticos são estruturados por profundas interações entre os diversos atores, que carregam traços de suas próprias histórias e operam segundo lógicas e em contextos diferenciados. 4 - As estratégias para a definição, organização e mobilização de interesses são afetadas decisivamente pela estrutura de oportunidades, mas só tangencialmente pelas autoridades e pela cultura política. a) Todos os enunciados estão corretos. b) Os enunciados números 1 e 2 estão corretos. c) Os enunciados números 1 e 3 estão corretos. d) Os enunciados números 3 e 4 estão corretos. e) Os enunciados números 2 e 3 estão corretos. GABARITO: C 38. A pesquisa contemporânea sobre políticas públicas tem explorado o papel da burocracia não somente na implementação das decisões tomadas, mas também na sua própria formulação. Ao contrário da imagem simples de uma burocracia apartidária, neutra, objetiva, estritamente técnica e movida pela ética da obediência, emerge desses estudos um ator capaz de interagir com outros atores, de ter preferências e de afetar todo o ciclo das políticas públicas. Sobre os modelos de interações de políticos e burocratas, previstos na literatura sobre o tema, examine os enunciados abaixo e assinale a resposta correta. 1 - Burocratas e políticos são portadores de valores e objetivos afins, atuam em carreiras que não são estanques e tendem a se aliar e cerrar fileiras contra interferências e pressões externas capazes de ameaçar seus projetos políticos comuns. 2 - Burocratas e políticos que operam em áreas setoriais especializadas agem como adversários, disputando tanto decisões quanto questões e interesses específicos, como o apoio de uma clientela comum. 3 - Burocratas e políticos envolvidos em atividades executivas são aliados e disputam com os políticos que operam no legislativo o controle do poder e das decisões, geralmente divergindo quanto ao conteúdo das políticas e à alocação de valores públicos. 4 - Devido ao seu domínio das informações técnicas essenciais e à sua capacidade de controlar a máquina governamental, a burocracia assume o controle das decisões políticas, cabendo aos parlamentares e políticos membros do Executivo o papel de participantes no processo de ratificação e registro das mesmas. a) Todos os enunciados estão corretos. b) Os enunciados números 1, 3 e 4 estão corretos. c) Os enunciados números 2 e 3 estão corretos. d) Os enunciados números 2, 3 e 4 estão corretos. e) Os enunciados números 1 e 4 estão corretos. GABARITO: E 39. Enquanto as preferências dos atores sociais, na formulação das políticas públicas, são definidas pelas suas expectativas quanto aos resultados das políticas e pelas conseqüências antecipadas das diferentes alternativas, os burocratas levam em consideração todos os fatores abaixo, exceto: a) o significado da representação burocrática de interesses, dada a sua preocupação com o risco de perder legitimidade por discriminar contra interesses não organizados e seu interesse em contribuir para transformar a correlação de forças existente. b) o significado de cada uma das alternativas no quadro das suas relações com outros agentes públicos e das rivalidades entre as agências do Estado, inclusive a preservação dos seus poderes formais diante de outras agências com funções superpostas. c) interesses institucionais relativos a orçamento, expansão do staff, manutenção das organizações burocráticas, a interferência ou não de outros órgãos públicos nas suas decisões e arranjos internos. d) a sua visão da boa política e do interesse público, a partir dos quais se desenvolvem concepções sobre seu papel e missão institucional e projetos próprios sobre o que seria a “boa sociedade”.

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) o significado dos processos, rotinas e práticas estabelecidos na formulação e na implementação das políticas públicas, os custos e benefícios processuais associados a cada alternativa. GABARITO: A 40. O conceito de burocracia de nível de rua surgiu da percepção da importância dos servidores que interagem direta e continuamente com o público. O autor que formulou o conceito chegou a sustentar que “a implementação de uma política, no final resume-se às pessoas que a implementam”. Sobre a burocracia de nível de rua e seu papel nas políticas públicas, de acordo com a literatura, todos os enunciados abaixo estão corretos, exceto: a) as decisões que esses servidores tomam, as rotinas que estabelecem e os procedimentos que inventam para lidar com a incerteza e as pressões do trabalho vão dar as características reais das políticas públicas. b) para implementar uma política pública formulada nos altos escalões, é necessária uma contínua negociação a fim de que a burocracia de nível de rua se comprometa com suas metas. c) o conflito político em torno da política pública não se limita aos grupos de interesse, mas atinge também as lutas entre diferentes níveis de servidores e entre a burocracia de nível de rua e os cidadãos. d) são atores dotados de poder político insignificante, mas formam uma “comunidade de policymaking” e fazem escolhas políticas, em vez de simplesmente aplicar as decisões tomadas pelos níveis superiores. e) os preconceitos da burocracia de nível de rua influenciam o tratamento dado aos cidadãos, fazendo com que nem sempre a lei seja aplicada segundo os princípios da imparcialidade e impessoalidade. GABARITO: D 41. De acordo com a classificação canônica das políticas públicas, são características das políticas distributivas, exceto: a) alianças específicas entre lideranças não antagônicas. b) questões não adversárias, com baixo potencial de conflito. c) questões passíveis de solução mediante a alocação de recursos públicos sempre divisíveis. d) lideranças consolidadas pela contínua expansão do público beneficiado pelos recursos alocados. e) lideranças que se constituem à base da sua capacidade de responder a demandas discretas. GABARITO: D 42. Os estudos de políticas públicas indicam que a partir dos interesses dos atores políticos as estruturas de poder, correlações de força ou “arenas” de políticas públicas se originam, se estabilizam ou se transformam. Assinale a única característica comum entre as políticas regulatórias e redistributivas. a) Arena formada por interesses exclusivos, contrapostos e conflituosos em torno de uma mesma questão. b) Arena de conflito e negociação, que obriga os atores a coalizões ou transações de concessão recíproca. c) Conflitos que emergem ou desaparecem segundo as questões em disputa e os grupos potencialmente prejudicados ou beneficiados. d) Lideranças consolidadas e permanentes, que contam com poderosas associações civis e políticas para a defesa de seus interesses. e) Sanções de alta intensidade: aplicam-se direta e imediatamente contra os que resistem aos seus imperativos. GABARITO: E 43. Embora grande parte das análises de políticas públicas se concentre nos aspectos relativos à formulação, a literatura vem enfatizando, cada vez mais, a importância dos estudos da formação da agenda governamental. Em resposta à indagação sobre como as agendas governamentais são estabelecidas, um modelo largamente conhecido apresenta três explicações: problemas, política e participantes visíveis. Esse modelo é conhecido como: a) Modelo Interativo-Iterativo. b) Modelo de Mútuo Ajuste. c) Modelo de Múltiplos Fluxos. d) Modelo de Exploração Combinada.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) Modelo de Análise Estratégica. GABARITO: C 44. A literatura apresenta diversas constatações sobre o processo decisório das políticas públicas. Examine os enunciados abaixo e assinale a resposta correta. a) O contexto de oportunidade consiste numa situação em que a capacidade de rastreio da organização governamental é utilizada com ampla folga, devido à unanimidade das percepções quanto ao problema a ser resolvido e à reduzida pressão dos grupos de interesse. b) Em processos decisórios rotineiros, as ações dos tomadores de decisão já estão previamente programadas, como também estão os instrumentos a serem aplicados, e a decisão costuma se resumir a aspectos de dosagem ou combinação destes. c) Há casos em que as políticas vão se tornando conhecidas ou tomando forma ao longo do processo decisório, de forma que se torna desnecessário que os tomadores de decisão realizem análises para compreender o problema de política e suas possíveis soluções. d) Um dos mais recorrentes procedimentos nos processos decisórios é a adaptação de políticas anteriormente adotadas, especialmente quando ocorrem situações de crise que, ao se prolongarem, contribuem para a inovação. e) O contexto de crise refere-se a uma situação na qual as visões alternativas quanto ao problema da política são muito conflituosas, de tal maneira que cada ator acaba tendo uma percepção clara dessas alternativas. GABARITO: B 45. Os estudos sobre políticas públicas mostram que nem sempre todas as decisões relevantes são tomadas durante a fase que convencionalmente é conhecida como formulação. Esse problema, que dificulta a implementação, ocorre por causa de todos os motivos listados abaixo, exceto: a) houve conflitos sobre importantes questões com relação às quais não se conseguiu construir uma solução negociada durante a formulação. b) o reconhecimento, pelos tomadores de decisão, que as decisões cotidianas da política envolverão conflitos com interesses poderosos, sendo recomendável decidir previamente o mínimo possível, para assegurar aos implementadores o espaço essencial às negociações. c) o conhecimento sobre o impacto efetivo da política era insuficiente no momento da formulação e os tomadores de decisão preferiram esperar para decidir quando todos os fatos relevantes estivessem à disposição dos implementadores. d) a política envolvia questões cujas decisões requeriam conhecimento fortemente especializado e os tomadores de decisão consideraram que os implementadores estariam melhor preparados para tomá-las. e) a percepção, pelos tomadores de decisão, de que na fase da implementação tende a ocorrer naturalmente uma acomodação entre interesses em conflito e, portanto, é recomendável esperar esse momento para decidir. GABARITO: E 46. Na avaliação das políticas públicas, um critério distintivo essencial é a função a ser cumprida pela avaliação. Com base nesse critério, já na década de 1960 foram formulados os conceitos de avaliação formativa e somativa. Assinale, entre as opções abaixo, a única que se refere à avaliação somativa. a) A coleta de dados tem como objetivo embasar diagnósticos. b) A coleta de dados é freqüente, mas as amostras geralmente são pequenas. c) As perguntas avaliativas incidem sobre o que tem funcionado, o que precisa ser melhorado e como fazê-lo. d) O seu foco são as evidências necessárias para fundamentar as decisões que serão tomadas. e) É realizada basicamente por avaliadores internos, com o apoio de avaliadores externos. GABARITO: D 47. A abordagem centrada em objetivos vem dominando tanto a teoria como o desenvolvimento da avaliação nos países desenvolvidos desde a década de 1930. Embora seja o modelo hegemônico, nem por isso deixa de receber muitas críticas. Entre as objeções à avaliação centrada em objetivos não se inclui: a) atribui demasiada relevância ao contexto em que a avaliação é realizada. b) ignora resultados relevantes que não aqueles compreendidos entre os objetivos. c) deixa de questionar o valor dos objetivos em si. d) pode resultar em uma visão míope que tende a limitar sua efetividade e seu potencial.
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 e) não tem padrões para julgar a importância de discrepâncias observadas entre os objetivos e os níveis de desempenho observados. GABARITO: A 48. Nem sempre as decisões tomadas para a resolução de um problema de política pública são executadas, mais freqüentemente ainda, podem ser executadas de maneira inconsistente, ou podem se arrastar durante longos períodos apenas parcialmente implementadas. A implementação de políticas públicas é um longo e complexo processo que desafia tanto a reflexão teórica quanto a capacidade dos gestores governamentais. Examine os enunciados abaixo sobre a implementação e assinale a opção correta. 1 - No modelo “de cima para baixo” ou top-down, a implementação é vista como um processo de reunião ou encaixe de diversos elementos para alcançar um resultado programado, e, nesse sentido, a decisão passa pelas mãos dos administradores de tal maneira que o conteúdo da política vai sendo reformulado, emendado e transformado no âmbito da execução. 2 - No modelo “de baixo para cima” ou bottom-up, a implementação aparece como não problemática, ou seja: observadas todas as condições que caracterizam o processo de formulação, cabe aos implementadores a realização quase mecânica de uma sucessão de passos relativamente ordenados, executados pelas diferentes organizações envolvidas. 3 - No modelo “de cima para baixo” ou top-down, uma variável central é a capacidade do comando de obter obediência dos comandados, já que estes, ao invés de se comportarem de acordo com os procedimentos técnicos e administrativos previstos, podem utilizá-los discricionariamente até convertê-los em suporte de seu próprio poder interno frente aos seus chefes, subordinados e clientela. 4 - Segundo o modelo “de baixo para cima” ou bottom-up, na base da execução se desenvolve uma vida complexa, que é feita de jogos de influência e de negociações em torno da aplicação das normas e dos procedimentos, que pouco têm a ver com a racionalidade dos decisores. a) Todos os enunciados estão corretos. b) Somente o enunciado número 4 está correto. c) Somente o enunciado número 2 está correto. d) Somente o enunciado número 3 está correto. e) Somente o enunciado número 1 está correto. GABARITO: B 49. O Brasil dos anos 1990 assistiu a um processo de metropolização dos problemas, com a elevação do desemprego urbano, a piora no sistema de transporte nas grandes cidades, o crescimento da desigualdade e da pobreza metropolitanas (fenômeno bem mais complexo do que o vivido no meio rural), bem como o aumento da violência nas periferias. Sobre os fatores que levaram ao crescimento dos problemas metropolitanos no período, examine os enunciados abaixo e assinale a opção correta. 1 - O modelo de região metropolitana (RM) concebido na Constituição de 1988 não vingou: as RMs foram esvaziadas e sua conformação legal transferida para os estados, os quais não priorizaram essa questão no seu desenho político-administrativo. 2 - O desenho institucional e a cultura política federalista predominante não ofereceram respostas adequadas aos problemas que não podiam ser resolvidos sozinhos pelo poder local, que envolviam mais de um ente governamental e precisavam também da intervenção ativa de uma política nacional. 3 - A maioria das políticas urbanas dividia-se por vários ministérios: a fragmentação excessiva inviabilizou o alcance de resultados satisfatórios. 4 - O Executivo Federal tentou unificar as políticas metropolitanas na Secretaria de Políticas Urbanas, por ser institucional e politicamente forte, com grande capacidade para articular ações intersetoriais e para obter apoio no Congresso Nacional. a) Todos os enunciados estão corretos. b) O enunciado número 1 está incorreto. c) O enunciado número 4 está incorreto. d) O enunciado número 3 está incorreto. e) O enunciado número 2 está incorreto. GABARITO: C 50. Durante os anos 1990 foi possível observar importantes mudanças em alguns dos padrões federativos construídos ao longo da redemocratização. Entre eles não se inclui:
GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

ESTUDO DIRIGIDO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA SEMANAL - 2009 a) consolidação dos procedimentos regulares de avaliação dos gastos públicos e dos resultados das políticas, fornecendo um feedback essencial à União para coordenar a descentralização. b) reforço do controle social vinculado à descentralização. c) adoção de políticas de coordenação intergovernamental nas políticas de saúde e de educação. d) criação de programas nacionais de transferência direta de renda, com importantes impactos redistributivos. e) combate ao modelo predatório vinculado ao estadualismo, reduzindo as formas de repasse de custos financeiros entre os entes e colocando fortes limites à irresponsabilidade fiscal de governadores e prefeitos. GABARITO: A

GRUPO EDUCACIONAL FORTIUM www.fortium.com.br

You're Reading a Free Preview

Descarregar