P. 1
Geografia - Caderno de Resoluções - Apostila Volume 4 - Pré-Universitário - geo2 aula16

Geografia - Caderno de Resoluções - Apostila Volume 4 - Pré-Universitário - geo2 aula16

|Views: 5.872|Likes:

More info:

Published by: Geografia Caderno de Resoluções História on Jun 24, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

Geografia 2

COMENTÁRIOS – ATIVIDADES
1.

aula 16
PARA

2.

SALA

O estudo da pluralidade de raças e culturas é fundamental para o processo de desenvolvimento de novas tecnologias, pois amplifica o conhecimento, estruturando esse desenvolvimento.
Resposta correta: D

A demarcação definitiva das terras indígenas, ainda hoje, é objeto de muita polêmica em função dos interesses de vários setores da economia que invadem suas terras mesmo demarcadas, como: as madeireiras, os fazendeiros, as grandes empresas, os posseiros e garimpeiros. Esta questão, embora bem menos intensa, não é menos importante. Isso porque as vítimas dos conflitos pela demarcação dessas terras, gritam, em todo o país, por soluções para a questão indígena.
Resposta correta: B

3. 2. Desde o período colonial houve a priorização do litoral brasileiro em detrimento das áreas de interior, devido entre outros fatores à facilidade de remessa de produtos para Portugal, “empurrando” os indígenas para o interior do território.
Resposta correta: A

3.

As tribos indígenas brasileiras em sua grande maioria vivem nas TIs (Terras Indígenas) de uso exclusivo do governo federal, porém na maioria das vezes não possuem apoio ou assistência do governo no sentido de melhoria das condições de vida e sustentabilidade mínima dessas tribos, muitas vezes pressionadas pela expansão capitalista que se aproxima cada vez mais de suas terras e de sua cultura.
Resposta correta: A

Nessa área houve forte influência do homem branco na formação cultural indígena. A afirmação da etnia indígena, enquanto parte da população brasileira, passa na luta pela sobrevivência e pelo crescimento demográfico para disseminar a cultura indígena e restringir a exposição à aculturação. Desta forma, os índios poderão pressionar o governo brasileiro a demarcar e homologar seu direito à terra no litoral ou na Amazônia. E além disso, o direito de viver com dignidade, pagando assim parte da dívida sócio-econômica que o governo e ‘povo’ brasileiro têm para com a nação indígena.
Resposta correta: D

4.

4.

A adoção de práticas racistas em todo o território nacional, principalmente contra as minorias, como os negros, índios e homossexuais que são excluídos de cargos mais importantes nas empresas, recebem salários menores levando por terra a democracia racial brasileira. Leva a adoção de políticas que visam amenizar a situação de exclusão social e econômica das populações ditas 'minoritárias', incentivadas pelo governo Lula, como o exemplo da cota de afro-descendentes nas universidades públicas, vale lembrar que esta cota é objeto de acirradas polêmicas.
Resposta correta: C

O governo brasileiro considera os índios incapazes para o exercício dos direitos de cidadão brasileiro enumerados pela lei. Tornando a FUNAI encarregada de ‘cuidar’ dos interesses dos índios através do Estatuto dos Índios, promovendo a delimitação das terras indígenas segundo o interesse da classe dominante, o que torna moroso o processo de homologação das reservas indígenas. A delimitação dessas terras garantiria ao povo indígena, além da posse, o controle da exploração do subsolo.
Resposta correta: A

5.

5.

A necessidade de demarcação das terras indígenas, resulta da urgência em definir os espaços de ocupação e exploração de suas terras, evitando o derramamento de sangue e o extermínio das comunidades indígenas. Porém a área assinalada está apenas delimitada, mas não apresenta um marco físico, ou seja, não houve demarcação e, portanto, ainda ocorre conflitos pela posse e exploração de terras.
Resposta correta: C

A questão indígena no Brasil é muito complexa porque pela constituição federal as terras indígenas são terras da união destinadas aos índios, com isso, o Brasil tem a “obrigação” de protegê-los. Atualmente, as terras indígenas correspondem à aproximadamente 12% do território brasileiro, ficando a grande maioria delas em território amazônico, levando à existência de conflitos pela posse e manutenção da terra em todo o território nacional, seja pelo interesse nos recursos naturais existentes nas áreas indígenas ou pelo processo de aculturação, que descaracteriza as sociedades indígenas e os fazem perder o direito à terra.
Resposta correta: E

6.

COMENTÁRIOS – ATIVIDADES PROPOSTAS
1. O governo brasileiro considera os índios incapazes para o exercício dos direitos de cidadão brasileiro enumerados pela lei. Tornando a FUNAI encarregada de ‘cuidar’ dos interesses dos índios através do Estatuto dos Índios, promovendo a delimitação das terras indígenas segundo o interesse da classe dominante, o que torna moroso o processo de homologação das reservas indígenas, favorecendo assim grileiros, empresas de mineração e madeireiros.
Resposta correta: E

Segundo os dados do IBGE o número de pessoas que se declaram pardas e brancas são, predominantemente, encontradas na região Sudeste, devido ao processo de ocupação da região com fortes traços de miscigenação. Nessa região aonde coexistiram grande número de negros, brancos (de diversas nacionalidades), índios e amarelos, havendo assim uma maior integração cultural, o que dificultou a consciência étnica.
Resposta correta: A

7.

No Brasil existe um preconceito disfarçado, no qual os negros ainda sofrem elevado grau de racismo. Analisando os fatos históricos, podemos constatar que, após a assinatura da Lei Áurea, os negros ficaram marginalizados na sociedade, facilitando a compreensão das desigualdades sociais e raciais no Brasil da atualidade. Verificando os itens da questão, temos: V-F-F-V.
Resposta correta: D

3ª SÉRIE E EXTENSIVO

|

VOLUME 4

|

GEOGRAFIA 2

1

8.

No Pará, o intenso processo de desmatamento e instalação de projetos agro-mineradores têm provocado muitos choques de interesses entre as comunidades indígenas e os exploradores (fazendeiros, mineradores, etc), seja pela redução das áreas indígenas ou pela voracidade do capital nacional e externo, fazendo-se urgente a intervenção estatal na tentativa de solucionar os impasses estabelecidos.
Resposta correta: C

9.

O preconceito no Brasil é de ordem social (ricos x pobres), racial e sexual. Analisando a tabela podemos perceber que cada vez mais o mercado exige mão-de-obra qualificada, mas que ainda preferem pessoas do sexo masculino e de cor branca.
Resposta correta: E

10. A criação do Estatuto do Índio tinha a finalidade de regularizar sua situação jurídica, definindo sua área de ocorrência, seu direito a terra e seu usufruto, bem como melhorias médico-sanitárias e distribuição de vacinas, na tentativa de devolver ao índio a cidadania que sempre lhe foi negada e permitir sua sobrevivência e crescimento populacional, perpetuando sua cultura.
Resposta correta: D

11. As reservas indígenas sofrem, constantemente, conflitos em decorrência da ganância de mineradores, madeireiros e fazendeiros que procuram explorar as riquezas naturais e não respeitam os limites estabelecidos pelo governo.
Resposta correta: D

12. Atualmente, um dos mais graves problemas na região amazônica é sem dúvida a Biopirataria, na qual grupos internacionais estão contrabandeando e patenteando plantas medicinais brasileiras, visto que estas são de grande importância para a indústria farmacêutica.
Resposta correta: E

13. O Brasil possui uma falsa democracia racial e, a divulgação desse cartaz demonstra a tentativa de minimizar essa realidade.
Resposta correta: B

14. O grupo eslavo (poloneses, russos e ucranianos) fixou-se, notadamente, no Paraná em Curitiba e cidades vizinhas. Desenvolvendo a agricultura cultivando culturas de grande valor e aceitação no mercado internacional como a soja e o trigo.
Resposta correta: D

15. Na realidade amazonense, a silvicultura e o extrativismo estão perdendo território para os projetos agropecuários e de mineração, deixando as comunidades indígenas e a população ribeirinha carente e sem condições de sobrevivência e à mercê da violência dos fazendeiros e grileiros. O governo atua de forma morosa e discriminatória na ação demarcatória, favorecendo assim grupos econômicos e a elite dominante da região.
Resposta correta: B

2

3ª SÉRIE E EXTENSIVO

|

VOLUME 4

|

GEOGRAFIA 2

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->