P. 1
Apostila_Empresarial_II

Apostila_Empresarial_II

|Views: 2.247|Likes:
Publicado porEvandro Rocha

More info:

Categories:Types, Business/Law
Published by: Evandro Rocha on Aug 17, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/07/2012

pdf

text

original

A Profa.Maria Helena Diniz tem a seguinte definição: “O termo fundação é

originário do latim fundatio, ação ou efeito de fundar. É um complexo de bens livres

(universitatis bonorum) colocado por uma pessoa física ou jurídica a serviço de um fim

lícito e especial com alcance social pretendido pelo seu instituidor, em atenção ao disposto

em seu estatuto.”

As fundações são constituídas mediante escritura pública ou testamento, contendo

ato de dotação que compreende a reserva de bens livres (propriedades, créditos ou dinheiro)

legalmente disponíveis, indicação do fim lícito colimado e o modo de administração. O

próprio instituidor poderá providenciar a elaboração das normas estatutárias e o registro da

fundação (forma direta) ou encarregar outrem para este fim (forma fiduciária). Se

O presente material é apenas para auxiliar na condução do estudo sobre o direito societário. Torna-se
necessária consulta a doutrinas para um estudo mais detalhado.
Este material não guarda qualquer responsabilidade da Plínio Leite, sendo ele apenas um compilado de
diversos autores relacionados ao Direito Societário.

7

porventura na dotação de bens o instituidor vier a lesar a legítima de seus herdeiros

necessários, estes poderão pleitear o respeito ao quantum legitimário. Dever-se-á proceder

ao registro, mediante intervenção do Ministério Público (CPC.arts.1.199 a 1.204), que

deverá analisar o estatuto elaborado pelo fundador, verificando se houve observância das

bases da fundação, se os bens são suficientes aos fins colimados e se há licitude de seu

objeto. Estando tudo em perfeita ordem, o Ministério Público aprovará o estatuto, dentro de

quinze dias da autuação do pedido de aprovação (art.1.201 do CPC). Se, porventura, o

fundador não elaborar o estatuto nem ordenar alguém para fazê-lo, ou se o estatuto não for

elaborado no prazo assinado pelo instituidor, ou, não havendo prazo, em 180 dias, o

Ministério Público poderá tomar iniciativa (art.65 parágrafo único). Portanto, para que a

fundação tenha personalidade jurídica será preciso:dotação, elaboração e aprovação dos

estatutos e registro.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->