P. 1
Biologia - Pré-Vestibular Impacto - Heredogramas (Genealogia ou Pedigree) I

Biologia - Pré-Vestibular Impacto - Heredogramas (Genealogia ou Pedigree) I

5.0

|Views: 9.003|Likes:
Publicado porBiologia Impacto

More info:

Published by: Biologia Impacto on Jun 25, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

MA120208

Frente: 01

Aula: 02

PROFº: Hubertt Lima Verde
A Certeza de Vencer

CONSTRUÇÃO E ANÁLISE DE HEREDOGRAMAS 1 1

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

Uma forma usual de representar uma família são os heredogramas (genealogias ou mapas genéticos, ou pedigrees). Neles, são indicados os cruzamentos e as suas respectivas descendências. Como em todas as notações científicas, os heredogramas empregam uma simbologia própria. Ascendentes Símbolos Família Descendentes São gráficos utilizados em Genética para representar a genealogia ou pedigree de um indivíduo ou de uma família. Então, os heredogramas são representações, por meio de símbolos convencionados, dos indivíduos de uma família, de maneira a indicar o sexo, a ordem de nascimento, o grau de parentesco, etc. Ao se observar uma genealogia, o primeiro cuidado é descobrir qual é o gene recessivo. Como descobrir? A melhor maneira é procurar, entre os cruzamentos representados no gráfico, um em que o pai e a mãe sejam iguais e tenham um ou mais filhos diferentes deles. Sempre que isso acontece, no monoibridismo simples com dominância, pode-se garantir que o filho diferente dos pais revela a manifestação recessiva. Ele é homozigoto recessivo. Os pais são heterozigotos. Principais Símbolos: \ ou

Heredogramas (Genealogia ou Pedigree): Conceito:

ou +

Família com pai falecido

ou

Família com mãe falecida

ou

+ ou

Família com filho único falecido

ou

Família apresentando gêmeos bivitelinos

ou ou

Indivíduo do sexo masculino Indivíduo do sexo feminino

Família apresentando gêmeos univitelinos

Relacionamento (casamento ou união) ou Indivíduo masculino afetado

ou

Indivíduo feminino afetado

Importante: Existem inúmeras simbologias, porém, estas são consideradas as mais importantes para efeito de questão de vestibular. Reconhecimento Gênico: As doenças de herança genética podem ter origem por gene dominante ou recessivo. É preciso reconhecer duas situações clássicas na resolução de questões envolvendo heredograma que são: Situação 01: Pais normais originando filho afetado.

\\

Relacionamento consangüíneo Situação 02: Pais afetados originando filho normal. Família com filho único

Família com filha única

Família com nascimento 1 e 2

ordem

de

1

2

Montagem do Heredograma: A montagem de um heredograma obedece a algumas regras: 1ª) Em cada casal, o homem deve ser colocado à esquerda, e a mulher à direita, sempre que for possível. 2ª) Os filhos devem ser colocados em ordem de nascimento, da esquerda para a direita. 3ª) Cada geração que se sucede é indicada por algarismos romanos (I, II, III, etc.). Dentro de cada geração, os indivíduos são indicados por algarismos arábicos, da esquerda para a direita. Outra possibilidade é se indicar todos os indivíduos de um heredograma por algarismos arábicos, começando-se pelo primeiro da esquerda, da primeira geração.

FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

ENSINO MÉDIO - 2008

Interpretação dos Heredogramas: A análise dos heredogramas pode permitir se determinar o padrão de herança de uma certa característica (se é autossômica, se é dominante ou recessiva, etc.). Permite, ainda, descobrir o genótipo das pessoas envolvidas, se não de todas, pelo menos de parte delas. Quando um dos membros de uma genealogia manifesta um fenótipo dominante, e não conseguimos determinar se ele é homozigoto dominante ou heterozigoto, habitualmente o seu genótipo é indicado como A-, B- ou C-, por exemplo. A primeira informação que se procura obter, na análise de um heredograma, é se o caráter em questão é condicionado por um gene dominante ou recessivo. Para isso, devemos procurar, no heredograma, casais que são fenotipicamente iguais e tiveram um ou mais filhos diferentes deles. Se a característica permaneceu oculta no casal, e se manifestou no filho, só pode ser determinada por um gene recessivo. Pais fenotipicamente iguais, com um filho diferente deles, indicam que o caráter presente no filho é recessivo! Uma vez que se descobriu qual é o gene dominante e qual é o recessivo, vamos agora localizar os homozigotos recessivos, porque todos eles manifestam o caráter recessivo. Depois disso, podemos começar a descobrir os genótipos das outras pessoas. Devemos nos lembrar de duas coisas: 1ª) Em um par de genes alelos, um veio do pai e o outro veio da mãe. Se um indivíduo é homozigoto recessivo, ele deve ter recebido um gene recessivo de cada ancestral. 2ª) Se um indivíduo é homozigoto recessivo, ele envia o gene recessivo para todos os seus filhos. Dessa forma, como em um “quebra-cabeças”, os outros genótipos vão sendo descobertos. Todos os genótipos devem ser indicados, mesmo que na sua forma parcial (A-, por exemplo). Análise de Heredogramas: Exemplo 01:

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

a) os indivíduos afetados sempre são homozigotos. b) os indivíduos normais sempre são heterozigotos. c) os indivíduos heterozigotos são apenas de um dos dois sexos. d) pais normais originam indivíduos homozigotos recessivos. e) pais normais originam indivíduos heterozigotos. Praticando os Conhecimentos: 01 – Em cada situação abaixo reconheça os genes dos indivíduos, e identifique se a doença em questão é de caráter dominante ou recessivo. 1 2 1 2 a) b) I II 3 1 2 4 I II 3 c) I II d) 4 5

3 1 2

4 3 4

II III

1 2 1 1 2

3

4

3

4

e)I II III Gabarito: a) 1 I II Em uma árvore desse tipo, as mulheres são representadas por círculos e os homens por quadrados. Os casamentos são indicados por linhas horizontais ligando um círculo a um quadrado. Os algarismos romanos I, II, III à esquerda da genealogia representam as gerações. Estão representadas três gerações. Na primeira há uma mulher e um homem casados, na segunda, quatro pessoas, sendo três do sexo feminino e uma do masculino. Os indivíduos presos a uma linha horizontal por traços verticais constituem uma irmandade. Na segunda geração observa-se o casamento de uma mulher com um homem de uma irmandade de três pessoas. Exemplo 02: (UFBA) No heredograma a seguir, os símbolos em preto representam indivíduos afetados pela polidactilia e os símbolos em branco, indivíduos normais. Conclui-se, desse heredograma, que, em relação à polidactilia: Aa

5 6 9

7

8

2 Aa

3 4 aa A a) Recessivo 1:Aa; 2: Aa; 3: A_; 4: aa. b) I II 5 4 A_ aa A_ b) Recessivo 1:Aa; 2: Aa; 3: A_; 4:aa; 5:A_ c) I II 1 Aa 2 Aa ENSINO MÉDIO - 2008 3 1 Aa 2 Aa

3

c) Dominante 1:Aa; 2:Aa; 3:aa; 4:A_ Bibliografia consultada: http://www.biomania.com.br/bio/conteudo.asp?cod=1214 FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

aa

A_

4

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->