Você está na página 1de 2

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

VESTIBULAR – 2009

2 CONTEÚDO 01 FORMAÇÃO HISTÓRICA TERRITORIAL BRASILEIRA PROFº: MARCONDES A Certeza de Vencer KL 010208
2
CONTEÚDO
01
FORMAÇÃO HISTÓRICA TERRITORIAL BRASILEIRA
PROFº: MARCONDES
A Certeza de Vencer
KL 010208

O Brasil foi descoberto ou formado?

01. Porque a idéia de descobrimento é um mito?

Para a existência de um País é necessário no mínimo o

seguinte elemento:

a) Fronteira Política (limites políticos que as sociedades

vão construindo ao longo do tempo e que tem um caráter

sempre provisório);

b) Estado (espaço geográfico unificado por leis próprias

e submetido a um poder político central – as fronteiras

definem a extensão geográfica da soberania do Estado);

c) Nação uma comunidade ampla de cidadãos,

organizada em Estado, isto é, o Estado-nação. É uma construção cultural. Historicamente é um empreendimento das elites nacionalistas que, a partir do século XIX unificaram povos entorno de conjunto de

obedeciam a essa relação na qual tudo é considerado sagrado.

- A geometria da aldeia não refletia apenas uma

concepção teórica de mundo, mas uma prática cotidiana de vida igual e comunitária, na qual não existiam exploradores ou explorados, dominantes ou dominados.

04-. As Frentes de Expansão Econômicas:

- Pau-Brasil: fachada litorânea - representou o início da

devastação da Mata Atlântica– escambo – feitorias (vilas

cidades);

- Cana-de-açúcar: litoral do nordeste – latifúndio

monocultor e escravocrata (plantation); Cultivo que se adequou às condições naturais do território (clima tropical úmido e solo argiloso e fértil –massapé ).O desenvolvimento da economia açucareira permitiu ao nordeste manter-se como região hegemônica dentro do território brasileiro.

- ECONOMIA COLONIAL DO SÉCULO XVI - A inserção do Brasil na D.I.T. (fase do
-
ECONOMIA COLONIAL DO SÉCULO XVI
-
A inserção do Brasil na D.I.T. (fase do capitalismo
-
índio.
O Processo de colonização lusa pela qual os
ECONOMIA COLONIAL DO SÉCULO XVII
Características gerais do espaço Pré-colonial:
Espaço pouco modificado (Meio Natural)
Relação de reciprocidade entre homem e a natureza
Ausência de noção de propriedade privada da terra. A
Para o índio, nada acontecia por acaso, e os ritos

valores, crenças, costumes e símbolos. Esse empreendimento conferiu uma identidade comum à população.

02. A Formação Histórica Territorial Brasileira é resultado da (o)-:

-

comercial - estrutura) que estabeleceu uma função para o que hoje corresponde ao território brasileiro, e que através das frentes de expansão econômicas (pau-brasil, cana-de- açúcar, drogas do sertão, etc) vai adquirindo está sua atual forma territorial;

-

portugueses vão se territorializando e desterritorialização as nações indígena.

03.

-

-

(concepção de natureza como fonte de vida)

-

posse de um determinado território é considerada valida a partir do uso. A terra não tem valor de troca, constituía apenas um meio de sobrevivência e um local sagrado.

-

religiosos refletiam a relação mágica que se estabelece entre o homem e a natureza. Os deuses e as explicações

Pecuária: litoral (engenho) e interior (sertão) – interiorização – mercado interno;

Drogas do Sertão: Amazônia – jesuítas, fortificações e

bandeirantismo– ocupação da calha dos rios ( surgimento de cidades);

As entradas e bandeiras: Ocorreram no Séc. XVII e

XVIII e foram movimentos de penetração para o interior motivado pela busca de metais preciosos ou Captura de

FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

VESTIBULAR – 2009

- Mineração: parte do sudeste e centro-oeste (GO, MT e

MG) – transferência do eixo econômico – surgimento e crescimento de núcleos urbanos – mobilidade interna da população colonial - grande dinamismo econômico no interior da colônia - Desenvolvimento de várias atividades econômicas complementares à mineração - Aumento da

população colonial devido à migração de portugueses que vinham em busca de riquezas - Expansão do território devido à incorporação de terras do interior, ultrapassando inclusive o limite de Tordesilhas - O povoamento do interior trouxe consigo dizimação de inúmeros povos indígenas.

ECONOMIA COLONIAL DO SÉCULO XVIII

02. Os mapas (Séc. XVI e XV) retratam vários momentos

do processo de ocupação do território brasileiro; analisando-os de acordo com o contexto histórico, podemos afirmar que:

de acordo com o contexto histórico, podemos afirmar que: a) A coroa portuguesa nos séculos XVI

a) A coroa portuguesa nos séculos XVI e XVII procurou

respeitar a linha de Tordesilhas (1494) instalando

povoados e vilas somente no litoral brasileiro. b) c) externas do Brasil, que até hoje
povoados e vilas somente no litoral brasileiro.
b)
c)
externas do Brasil, que até hoje mantêm-se inalteradas.
d)
- O Tratado de Madri (1750) serviu para redefinir
os limites fronteiriços do país. O critério para a definição
foi “uti possidetis” (se possui vai permanecer possuindo).
e
02.
também cultural
é
a)
EXERCÍCIO
01. Associe as categorias geográficas descritas na coluna 1
aos conceitos que melhor as definem, relacionados na
coluna 2.
organização social e nossa relação com a natureza.
b)
Coluna1
Coluna 2
(
) Pedaço
da
configuração territorial que
(1)
Espaço
pode ser delimitada pelo alcance da visão
(
) Categoria mais geral da geografia, definida
(2)
Território
c)
pelo meio construído mais as relações sociais
que o anima.
) Porção do espaço delimitado pelo exercício
do poder.
(
(3)
Paisagem
(
) Espaço das práticas cotidia-nas onde há
(4)
Lugar
d)
familiaridade com as linguagens e códigos.
Portanto, relacionada à afetividade e ao
sentimento de pertencimento.
à
A sequência correta é:
e)

a) 2 3 1 b) 2 3 1 4 c)3 1 2 4 d)3 2 4 1 e)4 1 2 3

As fortificações militares e as missões religiosas

constituíram-se na base da ocupação do extremo norte brasileiro que foi anexado ao território nacional a partir do uso de suas vias fluviais.

O Tratado de Madri (1750) assegurou a Portugal o

domínio sobre as terras brasileiras através do acordo utipossidetis” sendo portanto fixadas as fronteiras

A representação cartográfica utilizados nesta questão

apresentam um grave equivoco, uma vez que de modo

anacrônico, as fronteiras políticas atuais do Brasil, que só se fixaram no início do século XX, são “transportadas” para os territórios coloniais portugueses na América, gerando a falsa impressão da existência de um território brasileiro prévio, anterior à colonização, à independência

à política de fronteiras que se desenvolveu durante o século XIX, completando-se no início do século XX.

(UFPA) "Os povos indígenas com sua cultura e seus

territórios tentam resistir à extinção não só física, mas

Até porque a vida é, mas que biológica:

um determinado modo de ser, pensar e sentir. Cada vez

mais os povos indígenas afirmam a sua diferença, enfim, a sua cultura". Pode-se inferir do texto acima que:

os índios não têm nada a contribuir para um repensar

sobre nossa ação no espaço em que vivemos, nossa

o reconhecimento da importância dos índios não está

só na valorização de sua cultura ou modo de vida, mas deve ser acompanhado de uma reflexão sobre as ações

que ainda hoje são empreendidas contra eles em nome da expansão do desenvolvimento.

devemos promover uma maior integração entre a

cultura indígena e a cultura pertencente a sociedade

nacional, envolvente e promovendo também uma maior integração espacial entre as duas organizações sociais.

os órgãos oficiais de planejamento tem papel

fundamental no processo de integração cultural dos índios

cultura nacional, promovendo políticas territoriais que favoreçam o desenvolvimento econômico desses grupos sociais, como é o caso do projeto Calha Norte.

devemos preservar a cultura indígena pois ela é

importante para a sobrevivência deles; desde que isso não

represente um obstáculo ao desenvolvimento econômico de nossa sociedade.

Avaliar