P. 1
História - Pré-Vestibular Impacto - Sociologia - Estado e Globalização

História - Pré-Vestibular Impacto - Sociologia - Estado e Globalização

5.0

|Views: 2.752|Likes:
Publicado porHistória Qui

More info:

Published by: História Qui on Jun 26, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

1

CONTEÚDO

PROFº: EDILSON VIANA

10
A Certeza de Vencer

ESTADO E GLOBALIZAÇÃO
ITA:07/05/08

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

Exercícios
01. No Brasil e em outros países, o etnocentrismo fundamentou muitas práticas etnocidas e genocidas, oficiais e não-oficiais, contra populações culturalmente distintas das de origem europeia, cristã e ocidental, principalmente indígenas e africanas. Discriminação de etnia e de classe social também se inclui entre as formas de etnocentrismo. Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, assinale a alternativa que apresenta uma interpretação contrária ao etnocentrismo. a) "Quando nos referimos a uma raça, não individualizamos tipos dela, tomamo-la em sua acepção mais lata. E assim procedendo vemos que a casta negra é o atraso; a branca o progresso, a evolução[...]" (Revista Brazii Médico, 1904.) b) "Esta Lei regula a situação jurídica dos índios ou silvícolas e das comunidades indígenas, com o propósito de preservar a sua cultura e integrá-los, progressiva e harmoniosamente, à comunhão nacional". (Estatuto do Índio, Lei No 6001 de 19 de dezembro de 1973, Artigo 1°,
ainda em vigor.)

e) O dirigente político deve se esforçar para tornar-se, também, o dirigente religioso de seu povo, rompendo, assim, com o preceito do Estado laico. 03. Aristóteles tinha razão ao afirmar: "O homem é por natureza um animal social'. A vida em grupo é uma exigência da natureza humana. O homem tem necessidade dos seus semelhantes para sobreviver, para propagar e perpetuar a espécie e para realizar-se plenamente como pessoa. Para isso ele passa a produzir certos elementos culturais, tais como: I. Os traços culturais, esta é a tendência necessária para que o homem tenha o sentido da sua identidade regional. II. Os padrões culturais são processos através dos quais os indivíduos se integram e assimilam o conjunto de hábitos e costumes do grupo. III. A marginalidade cultural se identifica quando: "(...) Muitos dos nossos bravos guerreiros foram formados nas escolas dos 'brancos'. Mas quando eles voltavam para nós, eram maus corredores, ignorantes da vida da floresta e incapazes de suportar o frio e a fome. Não sabiam como caçar, pescar ou construir uma cabana e falavam nossa língua muito mal. Eles eram, portanto, totalmente inúteis." (Citado por Carlos Rodrigues Brandão, o que é educação, p. 8-9.) a) Os itens I e II estão corretos. b) Os itens III e II estão corretos. c) Somente os itens I e IIII estão corretos. d) Somente o item I está errado. e) Todos os itens estão corretos. 04. Nos textos l e 2 abaixo aparecem duas opiniões sobre a prática do etnocentrismo:

c) As sociedades humanas se desenvolvem por estádios ou estados que vão sendo superados sucessivamente: o estado teológico, o metafísico e o positivo. Os povos indígenas e as etnias afrobrasileiras encontram-se nos estádios teológico ou metafísico e, por essa razão, permanecem nos estratos sociais inferiores e marginais de nossa sociedade. (Baseado em Augusto Comte.) d) "[...] segundo o que até aqui escrevi acerca dos Coroados [Kaingang] dos Campos Gerais, é evidente que, no seu estado selvagem, são eles superiores em inteligência, indústria e previdência a muitos outros povos indígenas, e talvez até em beleza. Dada essa circunstância, dever-se-ia por todo o empenho em aproximá-los dos homens de nossa raça e, após, encorajar os casamentos mistos entre eles e os paulistas pobres [...]. Devo dizer, porém, que é mais fácil matar e reduzir os Coroados à escravidão, do que despender tais esforços em seu favor", (Saint-Hilaire, V. E. Viagem
à Comarca de Curitiba -1820.)

O mito mbaiá diz o seguinte:
"Quando o ser supremo, Gonoenhodi, decidiu criar os homens, tirou primeiro da terra os guaná, depois as outras tribos; aos primeiros, deu a agricultura, e a caça às segundas. O Enganador, que é outra entidade do panteão indígena, percebeu, então, que os mbaiá tinham sido esquecidos no fundo do buraco e os fez sair; mas, como nada mais lhes restasse, tiveram o direito à única função ainda disponível, a de oprimir e explorar os outros.
Lévi-Strauss (antropólogo) relata, em seu livro 'Tristes Trópicos"

e) "O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional, e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais, 1- O Estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afrobrasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatório nacional". (Constituição Federal de 1988 na Seção II – Da Cultura, Art. 215) Estão correias apenas as afirmativas: a) I e III. b) II e IV. c) II, III e IV. d) I e IV. e) I, II e III.

Os americanos e outros povos.
"Durante a Guerra do Vietnã, o comandante das Forças Armadas norte-americanas, vendo-se obrigado a explicar as sucessivas derrotas de suas tropas, declarou à imprensa que os "amarelos comunistas" estavam ganhando a guerra porque, ao contrário dos ocidentais, não davam valor à vida e, por isso, expressavam um sinal evidente de incivilizados. Segundo o militar, os destemidos vietnamitas sequer expressavam dor por ocasião da morte de amigos e parentes!" Marque sua resposta de acordo com o entendimento: a) Se os dois textos forem falsos, visto que o segundo nega o primeiro. b) Se as duas afirmativas forem falsas. c) Se o primeiro texto for falso e o segundo verdadeiro. d) Se as duas afirmativas forem verdadeiras, apenas mudando o contexto. e) Se o primeiro texto for falso. 05. (UEL/2003) "As práticas religiosas indígenas, contudo, não desapareceram, convivendo com o pensamento cristão. O mesmo ocorreu com os negros vindos da África, que trouxeram para cá sua cultura religiosa [...] Uma prova da mistura e da presença das várias tradições culturais e religiosas no Brasil era a chamada 'bolsa de mandinga', pequeno recipiente no qual se guardavam vários amuletos com o objetivo de oferecer proteção e sorte a quem a carregava. Dentro da bolsa encontravam-se objetos das culturas
VESTIBULAR – 2009

02. Em O Príncipe, Maquiavel (1469-1527) formulou idéias e conceitos que firmaram a sua reputação de o fundador da Ciência Política moderna. Dentre elas, pode-se citar os aspectos relacionados as ações solitcas aos governantes e à dominação das massas. Para ele, a política deveria ser compreendida pelo governante como uma esfera independente dos pressupostos religiosos que até então a impregnavam. Ao propor a autonomia da política (esfera da vida pública e da ação dos dirigentes políticos) sobre a ética (esfera da vida privada e da conduta moral dos indivíduos), é legitimo afirmar que Maquiavel não deixou, entretanto, de reconhecer e valorizar a religião como uma importante dimensão da vida em sociedade. Segundo Maquiavel, a religião dos súditos deveria ser objeto de análise atenta por parte do governante. Sobre a relação entre política e religião, de acordo com Maquiavel, é correto afirmar: a) A religião deve ser cultivada pelo governante para garantir que ele seja mais amado do que temido. b) Por se constituírem em personagens importantes na vida política de uma comunidade, os líderes religiosos devem formular as ações a serem executadas pelos príncipes. c) O sentimento religioso dos súditos é um valor moral e, portanto, deverá ser combatido pelo príncipe, uma vez que conduz ao fanatismo e prejudica a estabilidade do Estado. d) A religião dos súditos é sempre um instrumento útil nas mãos do Príncipe, o qual deve aparentar ser virtuoso em matéria religiosa.

FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

européias, africana e indígena, podendo conter enxofre, pólvora, pedras, osso de defunto, papéis com dizeres religiosos ou símbolos, folhas, alho e outros elementos que variavam conforme o uso a que ela se destinava."(MONTELLATO, Andrea. História temática: diversidade cultural e conflitos.
São Paulo: Scipione, 2000. p. 145.)

É correto afirmar que o texto refere-se a: a) Um processo ahamado de aculturação em que os grupos abandonam suas tradições. b) Uma forma de organizar as diferenças que os homens percebem na natureza e no mundo social. c) Um processo de ressignificação de elementos culturais tendo como resultado uma nova configuração. d) Um movimento de eliminação de determinadas culturas quando transpostas para fora da sua área de origem. e) Um movimento de imitação de costumes estrangeiros, inerentes aos países periféricos. 06. (Universo/2004) Leia o verso da música "Belém, Pará, Brasil", de Mosaico de Ravena e marque a alternativa que melhor interpreta a frase em negrito: (...) "Aqui a gente toma guaraná/ quando não tem Coca-cola/ chega das coisas da terra/ o que é bom, vem lá de fora/ deformados até a alma/ sem cultura e opinião/ o nortista só queria/ fazer parte da nação,/ (...) a) sem voz e consideração, b) sem consciência nacional. c) sem organização, planejamento, d) perdas de traços culturais. e) sem participação na política partidária. 07. (UFPA-2004) Em 20 de abril de 1997, alguns rapazes em Brasília atearam fogo no índio pataxó, Galdino Jesus dos Santos, enquanto este dormia. Isso pode ser uma demonstração de que indivíduos ou grupos pertencentes a sociedades diferentes, ou a grupos diferentes, em uma mesma sociedade, em situação de contato, praticam atos negativos e até bárbaros, evidenciando relação de alteridade, que se classifica como: a) etnocentrismo. c)evolucionismo. e) nacionalismo, b) relativismo. d) nativismo. 08. A cultura na nossa região será contemplada, mas uma vez por uma das mais ricas expressões de etnia, lendas do folclore paraense; assim para validar a identidade paraense todas elas se rendem a mais forte expressão da cultura 11 da nossa gente: o Círio de Nazaré. O clima e envolvimento das pessoas nessa festa grandiosa espira-nos ao amor fraterno, ao encontro com amigos de longas datas e homenagem que todos aqueles que por um motivo ou outro tem algum rancor mágoa ou dor no coração." (O liberal, 05/10/2004) Segundo as concepções de indivíduo e de sociedade na sociologia weberiana, assinale a alternativa correta. a) O indivíduo age socialmente, de acordo com as motivações e escolhas que possui e faz, podendo estar relacionadas ou a uma tradição, ou a uma devoção afetiva ou, ainda, a uma racionalidade. b) A sociedade se opõe aos indivíduos, como força exterior a eles, razão pela qual os indivíduos refletem as normas sociais vigentes. c) O gênero humano é, irremediavelmente, um ser social, condição expressa pelo fato dos homens e mulheres fazerem história, mas sempre a partir de uma situada dada. d) O Estado capitalista nada tem a ver com as escolhas que os indivíduos fazem a partir das motivações que possuem, sendo, na verdade, a expressão das classes sociais em luta. 09. (UFU) "(...) é a forma específica que assume a exploração sob o capitalismo, a diferença específica do modo de produção capitalista, em que o excedente toma a forma de lucro e a exploração resulta do fato da classe trabalhadora produzir um produto líquido que pode ser vendido por mais do que ele recebe como salário." Dicionário do Pensamento Marxista. Tom Bottomore. páq. 227. O Modo de produção capitalista apresenta em sua organização do trabalho, seja em qual fase for, o acumulo do capital através da mais-valia, sobre este conceito marxista podemos afirmar que: a) deve ser entendido a partir da busca constante do detentor dos meios de produção de equilibrar o investimento feita em capital produtivo, deduzindo daí os impostos e tributos cobrados. b) é a possibilidade do trabalhador ou proletário de alcançar a satisfação da sua necessidade fundamental na manutenção de sua

natureza de proprietário da sua força de trabalho negociada com o capitalista. c) é toda forma possível de exploração da força de trabalho do operário entendido somente a partir do trabalho comercial e da subtração do seu esforço diária empregado na linha de montagem. d) é a exploração do trabalhador pelo capitalista dono dos meios de produção, que aliena do seu funcionário todo o esforço equivalente ao excedente daquilo que ele produziu subtraído o que ele recebeu pelo seu trabalho. e) deve ser entendido como qualquer forma de exploração capitalista, onde o trabalhador é conscientemente obrigado a aceitar as condições proporcionadas pelo seu empregador e com isso, ele garante uma correta remuneração. 10. ( Oficina da UFPA, 2005) Eis, portanto, dois pensadores sociais muito diferentes, ambos reconhecendo a importãncia da estrutura social e da cultura para a ordem social. Marque a alternativa que faz referência as suas idéias sobre estrutura e da cultura: I- Para Durkheim, a estrutura social divide as pessoas em posições interdependentes; II- Para Marx, a estrutura social apóia uma minoria para que, de suas posições superiores, controle e oprima a maioria. III- Durkheim ressalta que a cultura nos torna semelhantes fornececendo idéias, valores e normas que somos levados a aceitar e pelos quais controlamos nossas ações; IV- Vê a cultura como modo importânte pelo qual aqueles que controlam a sociedade, em especial os que trabalham para defender a estrutura social como ela é, conseguem moldar as concepções mais importantes das pessoas. a) Somente a I e III estão corretas b) Somente a II e III estão corretas c) Somente a IV esta correta d) Somente a I e IV estão corretas e) Todas estão corretas 11. Uma das maiores contribuições de Émile Durkheim é o estudo teórico das formas de solidariedade que distinguem as coletividades, numa visão evolutiva do seu desenvolvimento. Analíse as alternativas abaixo e marque a única que descreve adequadamente a relação entre consciência individual e consciência coletiva, em uma situação de solidariedade orgânica. a) A consciência coletiva reduz sua abrangência, deixando descoberta parte da consciência individual, em que se desenvolve as funções distintas e especializadas, que constituem a base da solidariedade. b) A consciência individual é recoberta em sua totalidade pela consciência coletiva, o que assegura o atendimento das necessidades comuns da voida social e a permanência dos laços que unem todos os indivíduos. c) A consciência coletiva desaparece totalmente e a consciência individual se impõe como uma realidade geral; a solidariedade torna-se apenas uma pausa nas relações de competição individual e desenfreada. d) A consciência individual torna-se mais dependente da consciência coletiva e é esta dependência que dá conformação à solideriedade, em todas as esferas da vida em sociedade e em todas as épocas. 12. Na questão abaixo, aparecem duas afirmativas ligadas pela expressão UMA VEZ QUE.(UFU-2003) “As diferenças de comportamento entre pessoas de sexos diferentes são determinadas por fatores biológicos UMA VEZ QUE as atividades atribuídas às mulheres em uma cultura não podem ser atribuídas aos homens em outra." Marque sua resposta de acordo com o código. a) Se as duas afirmativas forem verdadeiras e a segunda explicar a primeira. b) Se as duas afirmativas forem verdadeiras e a segunda não explicar a primeira. c) Se as duas afirmativas forem falsas. d) Se a primeira afirmativa for falsa e a segunda verdadeira. e) Se as duas afirmativas forem verdadeiras.

FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!

VESTIBULAR – 2009

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->