Você está na página 1de 2

ENTRE OS MUROS DA ESCOLA

Comentários: Prof. Ms. Fabio Augusto de Oliveira Santos



 Título Original : Entre les Murs Gênero : Drama Tempo de Duração : 128 min Ano
de Lançamento : 2008
 Sinopse

• François Marin trabalha como professor de em uma escola localizada na


periferia de Paris. Ele e seus colegas de ensino buscam apoio mútuo na difícil
tarefa de fazer com que os alunos aprendam algo ao longo do ano letivo.
François busca estimular seus alunos, mas a relação professor-alunos e alunos-
alunos são grandes complicadores.

 Premiações

• Recebeu indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2008.

• Recebeu 2 indicações ao European Film, nas categorias de Melhor Filme e


Melhor Diretor.

• Ganhou o Independent Spirit de Melhor Filme Estrangeiro.

• Ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes em 2008.

 Críticas

• “ Neste filme tudo tem cara de verdade, nos dá a sensação de que já vimos isso
antes, não num filme, mas na nossa esquina, nas experiências em escolas e
professores contemporâneos. Ou seja, é espantosamente perto de nós!!! Sem
dúvida, o filme comporta muitas discussões e todos os professores e
administradores tem obrigação de assistir o filme e aproveitar suas lições.”

• (Rubens Ewald Filho)

•  “ Uma linha tênue separa a ficção do documentário e eis aí a principal


originalidade do filme. Cantet fez uma livre adaptação do livro do professor
François Bégaudeau e usou como atores os próprios alunos de uma escola
secundária da periferia de Paris. Tudo é tão natural e perfeito que fica difícil
saber onde termina a realidade e começa a encenação.”

• (Revista Veja)

•  “ Não sei dizer se Entre os Muros da Escola é um dos melhores filmes desta
década, mas me arrisco a afirmar que é um dos mais importantes. Porque a obra
do francês Laurent Cantet, talvez seja um dos representantes mais bem
resolvidos de uma vertente essencial para o cinema contemporâneo: a dos filmes
que discutem ou promovem uma diluição de fronteiras entre documentário e
ficção.”
• (Ricardo Calil)

•  “ É incrível. Parece que eu estava na minha sala de aula”

• (Shayanne Machado Rodrigues, 15 anos, que frequenta a 8ª série na Rede


Pública Estadual)

•  Qual o lugar da educação e qual o papel do professor na vida


contemporânea?

• Se dentro da sala de aula há o encontro de várias civilizações, podemos hoje


afirmar que o professor e a escola não são tão importantes como antigamente?

• A relação de extremo conflito na sala de aula reflete uma sociedade embotada de


mal entendidos e entropias?

Para assistir refletindo...


 Para direcionar nossa discussão...

• 1. O filme é focado na geografia de uma escola, isto é, nas múltiplas relações


entre aquele ambiente e as pessoas que ali convivem, e, claro, também nas
relações entre os envolvidos: alunos e professor, alunos e alunos, professor e
professores, professor e pais e, por fim, alunos e pais.

•  2. O caldeirão em que a indisciplina eventualmente transborda na forma de


agressão física costuma ser preenchido com os mesmos ingredientes, tanto na
escola francesa quanto na brasileira:

• - mazelas sociais importadas para a sala de aula;

• - falta de limites e disciplina;

• - dificuldade de diálogo entre professores e alunos.

 A necessidade da mudança...
 O professor e a formação integral do aluno
 Quem é o sujeito integral que devemos formar? Criativo Trabalho em Equipe
Inovador Relações Interpessoais Equilíbrio Emocional Flexibilidade Aceite desafios
Autonomia
 Questões a serem respondidas...

• Deve-se abrir mão do conteúdo curricular em favor daquilo que realmente


interessa aos alunos?

• Como conviver com atos de indisciplina sem tornar a aula inviável?

• E por que o ensino para aqueles que mais precisam dele para vencerem a
pobreza é tão difícil?

http://www.slideshare.net/professorfabio/filme-entre-os-muros-da-escola