Você está na página 1de 16
Posições das notas na Flauta transversal www.laudatoriomusical.blogspot.com

Posições das notas na Flauta transversal

www.laudatoriomusical.blogspot.com

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

Legenda *

http://laudatoriomusical.blogspot.com/ Legenda * Chave apertada pelos dedos – Chaves fechadas manualmente pelos dedos

Chave apertada pelos dedos – Chaves fechadas manualmente pelos dedos

Chave não apertadas pelos dedos – Chaves abertas Chave fechadas mecanicamente por uma outra chave que apertamos com os dedos.
Chave fechadas mecanicamente por uma outra chave que apertamos com os dedos.Chave não apertadas pelos dedos – Chaves abertas

Notas naturais

(sem acidentes, sem sustenido e bemol)

da primeira oitava (C4)

sem sustenido e bemol) Dó Dó da primeira oitava (C4) Dó da Segunda e Terceira oitava

da Segunda e Terceira oitava (C5/C6)

oitava (C4) Dó da Segunda e Terceira oitava (C5/C6) Obs.: O ‘Dó’ da segunda e terceira

Obs.: O ‘Dó’ da segunda e terceira oitava tem o mesmo fechamento de chaves. O ‘Dó’ da terceira oitava é feito pelo fechamento da cavidade dos lábios por onde sobramos para que o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Dó’ da terceira oitava.

da Quarta oitava (C7)

o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Dó’ da terceira oitava. Dó da Quarta

2

da Primeira oitava (D4)

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

Primeira oitava (D4) http://laudatoriomusical.blogspot.com/ Ré da Segunda oitava (D5) Ré da Terceira oitava (D6) Mi

da Segunda oitava (D5)

Ré da Segunda oitava (D5) Ré da Terceira oitava (D6) Mi Mi da primeira oitava e

da Terceira oitava (D6)

Ré da Segunda oitava (D5) Ré da Terceira oitava (D6) Mi Mi da primeira oitava e

Mi

Mi da primeira oitava e Mi da segunda oitava (E4/5)

Mi Mi da primeira oitava e Mi da segunda oitava (E4/5) Obs.: O ‘Mi’ da primeira

Obs.: O ‘Mi’ da primeira e segunda oitava tem o mesmo fechamento de chaves. O ‘Mi’ da segunda oitava é feito pelo fechamento da cavidade dos lábios por onde sobramos para que o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Mi’ da segunda oitava.

Mi da Terceira oitava (E6)

e conseqüentemente produzindo o ‘Mi’ da segunda oitava. Mi da Terceira oitava (E6) Mi da Quarta

Mi da Quarta oitava (E7)

e conseqüentemente produzindo o ‘Mi’ da segunda oitava. Mi da Terceira oitava (E6) Mi da Quarta

3

da primeira e da segunda oitava (F4/5)

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

segunda oitava (F4/5) http://laudatoriomusical.blogspot.com/ Obs.: O ‘Fá’ da primeira e segunda oitava tem o mesmo

Obs.: O ‘Fá’ da primeira e segunda oitava tem o mesmo fechamento de chaves. O ‘Fá’ da segunda oitava é feito pelo fechamento da cavidade dos lábios por onde sobramos para que o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Fá’ segunda oitava.

da Terceira oitava (F6)

o ‘Fá’ segunda oitava. Fá da Terceira oitava (F6) Fá da Quarta oitava (F7) Sol Sol

da Quarta oitava (F7)

Fá da Terceira oitava (F6) Fá da Quarta oitava (F7) Sol Sol da primeira e Sol

Sol

Sol da primeira e Sol da segunda oitava (G4/5)

(F7) Sol Sol da primeira e Sol da segunda oitava (G4/5) Obs.: O ‘Sol’ da primeira

Obs.: O ‘Sol’ da primeira e segunda oitava tem o mesmo fechamento de chaves. O ‘Sol’ da segunda oitava é feito pelo fechamento da cavidade dos lábios por onde sobramos para que o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Sol’ da segunda oitava.

Sol da Terceira oitava (G6)

o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Sol’ da segunda oitava. Sol da Terceira

4

da primeira e da segunda oitava (A4/5)

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

segunda oitava (A4/5) http://laudatoriomusical.blogspot.com/ Obs.: O ‘Lá’ da primeira e segunda oitava tem o mesmo

Obs.: O ‘Lá’ da primeira e segunda oitava tem o mesmo fechamento de chaves. O ‘Lá’ da segunda oitava é feito pelo fechamento da cavidade dos lábios por onde sobramos para que o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Lá’ da segunda oitava.

da Terceira oitava (A6)

o ‘Lá’ da segunda oitava. Lá da Terceira oitava (A6) Si Si da primeira e Si

Si

Si da primeira e Si da segunda oitava (B4/5)

(A6) Si Si da primeira e Si da segunda oitava (B4/5) Obs.: O ‘Si’ da primeira

Obs.: O ‘Si’ da primeira e segunda oitava tem o mesmo fechamento de chaves. O ‘Si’ da segunda oitava é feito pelo fechamento da cavidade dos lábios por onde sobramos para que o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Si’ da segunda oitava.

Si da Terceira oitava (B6)

o ar adquira maior velocidade e conseqüentemente produzindo o ‘Si’ da segunda oitava. Si da Terceira

5

Notas com Acidentes

(Sustenido e Bemol)

Sustenidos (#)

Dó#

Dó# da primeira oitava (C#4)

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

primeira oitava (C#4) http://laudatoriomusical.blogspot.com/ Dó# da segunda e terceira oitava (C#5/6) Dó# da quarta

Dó# da segunda e terceira oitava (C#5/6)

Dó# da segunda e terceira oitava (C#5/6) Dó# da quarta oitava (C#7) Ré# Ré# da primeira

Dó# da quarta oitava (C#7)

e terceira oitava (C#5/6) Dó# da quarta oitava (C#7) Ré# Ré# da primeira oitava (D#4) Ré#

Ré#

Ré# da primeira oitava (D#4)

da quarta oitava (C#7) Ré# Ré# da primeira oitava (D#4) Ré# da Segunda oitava (D#5) Ré#

Ré# da Segunda oitava (D#5)

Ré# da primeira oitava (D#4) Ré# da Segunda oitava (D#5) Ré# da Terceira oitava (D#6) Ré#

Ré# da Terceira oitava (D#6)

Ré# da primeira oitava (D#4) Ré# da Segunda oitava (D#5) Ré# da Terceira oitava (D#6) Ré#

Ré# da Quarta oitava (D#7)

Ré# da primeira oitava (D#4) Ré# da Segunda oitava (D#5) Ré# da Terceira oitava (D#6) Ré#

6

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

Mi#

Mi sustenido é igual a Fá natural. Ver posição de fá natura na página 4.

Fá#

Fa# da primeira e segunda oitava (F#4/5)

na página 4. Fá# Fa# da primeira e segunda oitava (F#4/5) Fa# da terceira oitava (F#6)

Fa# da terceira oitava (F#6)

e segunda oitava (F#4/5) Fa# da terceira oitava (F#6) Fa# da Quarta oitava (F#7) Sol# Sol#

Fa# da Quarta oitava (F#7)

Fa# da terceira oitava (F#6) Fa# da Quarta oitava (F#7) Sol# Sol# da primeira e segunda

Sol#

Sol# da primeira e segunda oitava (G#4/5)

oitava (F#6) Fa# da Quarta oitava (F#7) Sol# Sol# da primeira e segunda oitava (G#4/5) Sol#

Sol# da terceira oitava (G#6)

oitava (F#6) Fa# da Quarta oitava (F#7) Sol# Sol# da primeira e segunda oitava (G#4/5) Sol#

7

Lá#

Lá# da primeira e segunda oitava (A#4/5)

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

oitava (A#4/5) http://laudatoriomusical.blogspot.com/ Lá# da terceira oitava (A#6) Si# Si sustenido é igual a

Lá# da terceira oitava (A#6)

Lá# da terceira oitava (A#6) Si# Si sustenido é igual a Dó natural. Ver posição de

Si#

Si sustenido é igual a Dó natural. Ver posição de dó natura na página 2.

8

Bemol (b)

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

b

Dó bemol é igual a Si natural. Ver posição de dó natural na página 5.

b

Ré bemol é igual a Dó sustenido. Ver posição de dó natural na página 6.

b

Mi bemol é igual a Ré sustenido. Ver posição de dó natural na página 6.

b

Fá bemol é igual a Mi natural. Ver posição de Mi natural na página 3.

Solb

Sol bemol é igual a Fá sustenido. Ver posição de Fá sustenido na página 7.

b

Lá bemol é igual a Sol sustenido. Ver posição de Sol sustenido na página 7.

Sib

Si bemol é igual a Lá sustenido. Ver posição de Lá sustenido na página 8.

9

* Legenda em inglês

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

* Legenda em inglês http://laudatoriomusical.blogspot.com/ Consulta e imagem:

Consulta e imagem: http://www.phys.unsw.edu.au/music/flute/modernC/results.html

10

Outra tabela de posições das notas

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

Outra tabela de posições das notas http://laudatoriomusical.blogspot.com/ 11

11

Tabelas do método Taffanel & Gaubert

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

Tabelas do método Taffanel & Gaubert http://laudatoriomusical.blogspot.com/ 12

12

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

http://laudatoriomusical.blogspot.com/ 13

13

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

Acréscimo: Instruções sobre postura e posição correta ao tocar Flauta Transversal

É comum o iniciante de estudo de Flauta Transversal adquirir posturas e posições

incorretas das mãos, dedos, braços ao tocar flauta. A posição errada não somente

prejudica o som do instrumentista como também lhe causa dores musculares e de coluna.

O ato de tocar flauta é suave, quaisquer tensões interferem diretamente no som. Para

correção deste mal, segue aqui simples e breve instrução.

Postura do Corpo

A coluna precisa se manter reta para que não ocorram lesões e com isso prejudique sua saúde e a qualidade do seu som. Para que sua coluna permaneça reta, se faz necessário uma inclinação do corpo de aproximadamente 15 graus à direita em relação à partitura, virando-se somente o pescoço e com o instrumento um pouco para frente. Observe a figura 01.

com o instrumento um pouco para frente. Observe a figura 01. Cabeça e pescoço Embora a

Cabeça e pescoço

Embora a boca da flauta se apóie na parte inferior dos lábios inferiores, este apoio não tem função primordial de segurar a flauta. A cabeça deve estar como se estivesse flutuando, sem tencionar os músculos do pescoço para segura-lá. É comum tencionar os músculos do pescoço, por isso, esteja sempre atento a estes músculos e, como supracitado, imagine que sua cabeça estivesse flutuando.

Ombros e Antebraços

A flauta é um instrumento leve e em função disso não há necessidade de forçar os

músculos dos ombros e antebraços para segurá-la. Se você tencionar os músculos dos ombros e antebraços, isto afetará diretamente seu som, alem de ter dores musculares.

14

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

A Flauta deve ser segurada com as mãos e dedos. Ao segurar a flauta pelas mãos e dedos além da prevenção de dores e tendinite, certamente terás um som melhor e conseguirá tocar por maior tempo. Veja figura 02.

- -
-
-

Não segure a flauta com

ombros e antebraços.

- A Flauta deve ser segurada com as mãos e dedos.

Não tencionar os músculos

dos ombros e antebraços.

dedos. Não tencionar os músculos dos ombros e antebraços. Figura 02 Não fique mexendo muito os

Figura 02

Não fique mexendo muito os ombros e mãos, os antebraços e todo corpo ao tocar, isto prejudicará o som. Moderação na expressão corporal é importante.

Mãos

Ao segurar a Flauta, as mãos devem estar curvadas, semelhante às mãos do pianista tocando piano conforme figura 03.

Também podemos figurar a forma correta das posições das mãos como se estivesse segurando uma bolinha conforme figura

04.

Figura 03
Figura 03
Figura 04
Figura 04

Em relação à inclinação da mão direita, deve-se observar que é incorreta a mão direita ficar inclinada para direita ou para esquerda. A mão direita deve estar paralela à flauta.

Embora sejam as mãos mais os dedos que seguram a Flauta, tenha em mente que segurar a flauta deve ser feito de modo suave.

15

Dedos

http://laudatoriomusical.blogspot.com/

Os dedos devem ser ágeis, por isso, há certas posições para que eles tenham a maior flexibilidade.

Figura 05 chave
Figura 05
chave

Os dedos devem estar curvados conforme figura 04 e 05. Nunca cometa o erro de esticar os dedos para cima como uma antena de rádio. É caso comum o aluno esticar para cima o dedinho da mão esquerda parecendo uma antena. Esticar os dedos para cima deixa todos os dedos da mão sem agilidade porque todos ficam tensos.

Observe a figura 05: O dedo traçejado é a posição correta quando não estamos apertando a chave e o traço continuo a forma correta quando estamos apertando uma chave.

A parte macia do dedo deve aperta o centro da chave conforme pode se observar na

figura 05.

Quando os dedos não estão apertando as chaves, eles devem ficar próximos das chaves.

Veja figura 05. Possuímos dois tendões, uma na parte inferior que articula os dedos para baixo e outro na parte superior que os articula para cima. Se deixarmos os dedos esticados para cima como uma antena logo depois de apertarmos a chave, vamos utilizar os dois tendões dos dedos, um esforço desnecessário. Portanto, quando não estamos apertando uma chave, deixamos os dedos próximos da chave para articularmos somente

os

tendões da parte inferior do dedo, isto fornece maior agilidade.

O

dedão da mão direita é o suporte do centro de gravidades ao segurar a flauta, sua

posição correta é logo abaixo do dedo indicador que aperta a chave Fá.

é logo abaixo do dedo indicador que aperta a chave Fá. Figura 06 O dedo indicador

Figura 06

O dedo indicador da mão esquerda deve ficar mais para cima para que tenha maior agilidade. A terceira (3ª) parte macia do dedo indicador da mão esquerda deve apoiar na lateral do tubo da flauta conforme figura 06.

Para finalizar estas breves instruções, segue uma palavra que deve estar em mente ao tocar sua flauta transversal:

Suavidade

Ao tocar sua flauta não tencione os músculos do pescoço, ombros, antebraços, mãos e os dedos.

Montagem: Nilson Mascolli Filho - www.laudatoriomusical.blogspot.com

16