P. 1
Português - Pré-Vestibular Impacto - Denotação e Conotação - Adequação Vocabular II

Português - Pré-Vestibular Impacto - Denotação e Conotação - Adequação Vocabular II

4.67

|Views: 8.871|Likes:
Publicado porPortuguês Qui

More info:

Published by: Português Qui on Jun 27, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/09/2014

pdf

text

original

2

CONTEÚDO

PROFº: MAURO NASCIMENTO

05
A Certeza de Vencer

DENOTAÇÃO E CONOTAÇÃO: ADEQUAÇÃO VOCABULAR
MA270308

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

Composição: O Rappa

Ô Ô Ô Ô Ô my brother (4x) É... A idéia lá corria solta Subia a manga amarrotada social No calor alumínio não tinha caneta nem papel E uma idéia fugia Era o rodo cotidiano (2x) O espaço é curto quase um curral Na mochila amassada uma quentinha abafada Meu troco é pouco, é quase nada (2x) Ô Ô Ô Ô Ô my brother (4x) Não se anda por onde gosta Mas por aqui não tem jeito, todo mundo se encosta Ela some ela no ralo de gente Ela é linda mas não tem nome É comum e é normal Sou mais um no Brasil da Central Da minhoca de metal que entorta as ruas Da minhoca de metal Como um Concorde apressado cheio de força Voa, voa mais pesado que o ar O avião do trabalhador Ô Ô Ô Ô Ô my brother (4x) O espaço é curto quase um curral Na mochila amassada uma vidinha abafada Meu troco é pouco, é quase nada (2x) Não se anda por onde gosta Mas por aqui não tem jeito, todo mundo se encosta Ela some ela no ralo de gente Ela é linda mas não tem nome É comum e é normal Sou mais um no Brasil da Central Da minhoca de metal que entorta as ruas Da minhoca de metal que entorta as ruas Como um Concorde apressado cheio de força Voa, voa mais pesado que o ar O avião do trabalhador Ô Ô Ô Ô Ô my brother (4x)
FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!

VESTIBULAR – 2009

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

EXERCÍCIO
01. Em: “Subia a manga amarrotada social”. a) Deixa claro que naquele espaço todos estavam de manga comprida. b) A palavra social significa sociedade. c) Retrata um tipo de vestimenta. d) Retoma uma idéia falsa de sociedade. 02. A expressão destacada na primeira estrofe significa: a) uma forma de calor b) um tipo de calor c) um local com calor d) uma vertente de calor 03. Justifica-se uma idéia anterior na alternativa: a) metrô b) trem c) marmitex d) sala 04. Assinale a alternativa em que o autor do texto faz uma crítica social atravez da comparação: a) “E uma idéia fugia” b) “È uma idéia rodo cotidiano” c) “O espaço é curto e quase um curral” d) “Meu troco é pouco, é quase nada” 05. A expressão presente no refrão da música expressa: a) Uma linguagem distante da realidade do povo brasileiro b) Um estrangeirismo típico dos grandes centros. c) Uma gíria típica dos grandes centros urbanos d) Um coloquialismo que caracteriza um mundo contemporâneo. 06. Na terceira estrofe do texto podemos observar que: a) Independente de quem seja. No “rodo cotidiano” todos se cruzam e se encontra. b) O caminho que se segue é bastante diferente das pessoas que fazem parte do “rodo cotidiano”. c) Todos passam despercebidos no “rodo cotidiano”. d) O “ralo” é a seleção natural do mundo moderno 07. O quarto parágrafo do texto nos revela: a) Força b) Luta c) Pressa d) Dignidade 08. Na segunda estrofe do texto do verso dois temos a palavra “quentinha” e na quinta estrofe do verso dois temos a palavra “vidinha”. As mesmas estabelecem uma relação de: a) sentidos opostos b) causa e conseqüência c) mesmo sentido d) conseqüência e causa 09. Teremos mudanças de sentido em: a) Não se anda por onde gosta / por onde gosta não se anda. b) mas por aqui tem jeito / não tem jeito por aqui. c) Ela é linda mas não tem nome / Não tem nome, mas ela é linda d) Sou mais um no Brasil da central / Sou mais um na Central do Brasil. 10.Substituindo o último termo destacado sem alteração de sentido temos: a) percorre b) vira c) some d) desaparece

QUESTÕES DISCURSIVAS
01. No final de tudo explique o que é o “rodo cotidiano”.

02. Retire do texto um contexto que revela ao leitor a posição social do grupo que o texto se refere.

03. Qual a relação feita pelo autor do texto em relação ao “concorde” e a minhoca de metal”?

04. Esclarece a intenção comunicativa da segunda estrofe.

05. Retire do texto um contexto que retrata uma infinidade de pessoas.

06. Retire do texto um contexto que mostre a pessoa apenas como mais uma dentro da sociedade.

07. Em “meu troco é pouco, é quase nada” esclareça tal situação. VESTIBULAR – 2009

FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->