Você está na página 1de 26

Administrativos

Processos

DESENHO DEPARTAMENTAL 2/28


DEPARTAMENTALIZAÇÃO
Administrativos
Processos

A DEPARTAMENTALIZAÇÃO ou
DIVISIONALIZAÇÃO é a divisão do trabalho
organizacional no sentido horizontal.
• Está relacionado com o tamanho da empresa e com
a natureza de suas operações.
• Decorre da diferenciação de atividades dentro da
• empresa.
DEPARTAMENTO é uma área ou segmento distinto de
uma empresa, sobre a qual um administrador tem
autoridade para o desempenho de atividades
• PRINCIPAIS
específicas. TIPOS:
• Funcional – Por Produtos (bens e serviços) – Por
Clientela
• Por Base Territorial – Por Processo – Por Projeto -
2/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
FUNCIONAL
Administrativos
Processos

Consiste no agrupamento de atividades de


acordo com as principais funções empresariais.
É o critério mais utilizado.
Presidência

Diretoria Diretoria Diretoria


Industrial Comercial de RH

Fabrica Manuten Fatura Folha Capacita


ção Compras Obtenção ção
ção mento

3/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
FUNCIONAL-Vantagens
Administrativos
Processos

1. PRINCÍPIO DA ESPECIALIZAÇÃO OCUPACIONAL:


• Permite agrupar os especialistas sob uma única chefia
comum.
• Garante o máximo de utilização das habilidades técnicas
das pessoas.
• Convergência de ação conjunta dos especialistas.
2. ECONOMIA DE ESCALA:
• Pela utilização integrada de pessoas, conhecimentos, habilidades
e competências.
3. CONCENTRAÇÃO DE COMPETÊNCIAS:
• Orienta/aglutina pessoas para uma específica atividade ou
especialidade.
• Simplifica o treinamento e o desenvolvimento do pessoal.
• Concentração naquilo que a empresa é capaz de fazer.
4. REALÇAR OS OBJETIVOS FUNDAMENTAIS DA ORGANIZAÇÃO:
• Distingue e mantém o prestígio das funções principais da empresa.
4/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
FUNCIONAL- Desvantagens
Administrativos
Processos

1. ENFOQUE INTROVERTIDO:
• A empresa agrupa os seus recursos de acordo com suas
funções internas e não pelas necessidades do ambiente.
• As áreas priorizam o enfoque nos objetivos funcionais,
subestimando os objetivos organizacionais.
2. BITOLAMENTO DAS PESSOAS:
• Impede o desenvolvimento de generalistas e uma abordagem mais
ampla e sistêmica da organização. Superespecialização das áreas.
3. CONFLITOS DE INTERESSES E OBJETIVOS:
• Os executivos de cada área focam os objetivos departamentais ao
invés dos objetivos organizacionais mais amplos.
4. REDUÇÃO DA COORDENAÇÃO INTERDEPARTAMENTAL:
• Ênfase sobre especialidades estreitas distrai a atenção sobre o
resultado global da empresa.
5. MAIOR FORMALIZAÇÃO:
• A estrutura funcional tende a ser muito burocratizada.
• Requer estrutura administrativa mais elaborada.
• Requer maior hierarquia (mais pessoas).Comunicação interna sujeita a
barreiras. 5/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
FUNCIONAL- Aplicações
Administrativos
Processos

1. É indicada para AMBIENTES ESTÁVEIS e de


POUCA MUDANÇA, que requeiram
desempenho constante e repetitivo de
TAREFAS ROTINEIRAS.

2. É indicada para empresas que tenham POUCAS


LINHAS DE PRODUTOS e permaneçam
INALTERADAS por LONGO TEMPO.

3. É indicada para empresas com preocupação


com a própria ESTRUTURA INTERNA e com a
EFICIÊNCIA de suas ATIVIDADES INTERNAS.
6/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PRODUTOS (bens e serviços)
Administrativos
Processos

Diferenciação e agrupamento de atividades de


acordo o bem ou serviço realizado (resultado)
É indicada para obter e manter vantagens
econômicas na produção.

DIRETORIA

Divisão Divisão Divisão


Farmácia Veterinária Química

Analgési Antibióti Xaropes Pigmen Adubos Defensi


Vacinas
cos cos tos vos

7/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PRODUTOS-Vantagens
Administrativos
Processos

1. FIXA A RESPONSABILIDADE DOS DEPARTAMENTOS:


• O departamento é avaliado pelo sucesso do produto.
• Todo esforço tático é concentrado no bem ou serviço.
• Desloca a responsabilidade pelo lucro do produto para o
nível intermediário.
2. FACILITA A COORDENAÇÃO INTERDEPARTAMENTAL:
• As diversas atividades funcionais são secundárias e sujeitam-se
ao objetivo principal: o produto.
3. FACILITA A INOVAÇÃO:
• A cooperação e comunicação entre os grupos de criação, produção
e comercialização melhoram a inovação, o crescimento e a
diversificação dos produtos.
4. PERMITE FLEXIBILIDADE:
• O tamanho dos departamentos podem aumentar e diminuir de
acordo com as mudanças externas sem interferir na estrutura
organizacional.
• Focaliza os produtos e não as funções internas. 8/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PRODUTOS-Desvantagens
Administrativos
Processos

1. DUPLICAÇÃO DE RECURSOS E DE ESFORÇOS:


• Cada produto deve ter uma estrutura e ser um centro
de lucro isolado dos demais.
2. RISCO DE OBSOLESCÊNCIA TÉCNICA:
• As áreas priorizam o enfoque nos objetivos funcionais,
subestimando os objetivos organizacionais.
3. NÃO É INDICADA PARA CIRCUNSTÂNCIAS EXTERNAS
ESTÁVEIS:
• É ideal para condições mutáveis que requerem mudanças
constantes nas características dos produtos.
4. ALTO CUSTO OPERACIONAL PARA EMPRESAS COM LINHAS
REDUZIDAS DE PRODUTOS.
5. ENFATIZA A COORDENAÇÃO EM DETRIMENTO DA
ESPECIALIZAÇÃO.
6. O SUCESSO DAS PESSOAS DEPENDE DO SUCESSO DO
PRODUTO (insegurança, carreira profissional atrelada). 9/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PRODUTOS-Aplicações
Administrativos
Processos

1. É indicada para AMBIENTES INSTÁVEIS e de


MUITA MUDANÇA, que exigem COOPERAÇÃO
entre especialistas e COORDENAÇÃO de
esforços na MELHORIA do DESEMPENHO de
produtos.
2. É indicada quando a AUTONOMIA e a
AUTOSUFICIÊNCIA são fundamentais (produção,
vendas, pesquisa, desenvolvimento).

3. É indicada quando a TECNOLOGIA é


ADAPTATIVA ou MUTÁVEL (juntamente com uma forte
área de staff).
10/2
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
GEOGRÁFICA
Administrativos
Processos

Agrupamento das atividades de acordo com o


território em que o trabalho será feito, ou a área
de mercado.
Mais apropriado á áreas de produção e vendas.
PRODUÇÃO

Divisão Divisão Divisão


SUL NORTE CENTRO

Rio
Santa Grande Brasilia Mato
Paraná Amazônia Goiás
Catarina Do Grosso
Sul
11/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
GEOGRÁFICA-Vantagens-Desvantagens
Administrativos
Processos

1. EXECUTIVOS PENSAM MAIS AMPLAMENTE:


• O sucesso de todo um território sobrepõe-se ao sucesso de
um produto ou departamento.
2. RESPONSABILIDADE POR RESULTADOS:
• A ênfase é colocada no comportamento regional ou local.
• Cada departamento tem total responsabilidade pelo
desempenho e pela lucratividade (centro de custos).
3. DESENHO ORGANIZACIONAL:
• Acompanha as variações ambientais sem grandes problemas.
• A gerencia pode tomar decisões diferenciadas para cada território.
1. ENFOQUE TERRITORIAL:
• Subestima a coordenação interdepartamental.
2. DESEQUILÍBRIO DE PODER NA ORGANIZAÇÃO:
• Áreas mais amplas tem aumentado o potencial para discussão de
decisões importantes.
3. MAIORES INVESTIMENTOS E PROBLEMAS DE CONTROLE:
• Pela duplicação de recursos e a dispersão territorial.
12/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
GEOGRÁFICA-Aplicações
Administrativos
Processos

1. É indicada para empresas voltadas para o


CONSUMIDOR, como VAREJO, desde que outras
funções (compras, finanças, RH) fiquem
centralizadas na matriz.

2. É indicada quando as CIRCUNSTÂNCIAS EXTERNAS


indicam que o SUCESSO da empresa depende do seu
ajustamento as CONDIÇÕES LOCAIS e REGIONAIS de
mercado.

3. Ocorre principalmente nas áreas de MARKETING (filiais


e agências) e de PRODUÇÃO/OPERAÇÕES (fábricas e
instalações).
13/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR CLIENTELA
Administrativos
Processos

Diferenciação e agrupamento de atividades de


acordo com o tipo de cliente.
Características do cliente:
Sexo – idade – tipo – nível socioeconômico.
DEPTO. VESTUÁRIO

Divisão Divisão Divisão


Feminina Masculina Infantil

Perfuma Moda Roupas Roupas Roupas


Lingerie Bebês
ria Praia Sociais Meninas Meninos
14/26 19/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
Administrativos

POR CLIENTELA-Vantagens-Desvantagens
Processos

1. FOCO NO CLIENTE:
• Quando a satisfação do cliente é o aspecto mais crítico da
organização.
2. ADEQUAÇÃO AOS TIPOS DE CLIENTES (cliente é mais importante):
• Quando o negócio (características de bens e serviços)
dependem do tipo ou tamanho do cliente.
• Quando bens e serviços são totalmente adequados a clientela
(indivíduo, organização, governo).
3. CONHECIMENTO DO CLIENTE:
• Permite concentrar conhecimentos sobre as necessidades e
exigências dos diferentes canais mercadológicos.
1. IMPORTÂNCIA EXAGERADA:
• Quando as atividades empresariais tornam-se secundárias frente a
preocupação compulsiva pelo cliente.
• Quando os demais objetivos (lucratividade, eficiência, produtividade) são
sacrificados em função da satisfação do cliente.
• Todo processo decisório depende das decisões do cliente.
15/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR CLIENTELA-Aplicações
Administrativos
Processos

1. É intensamente utilizado pelo COMÉRCIO


em geral, seja no ATACADO ou VAREJO.

2. Sua aplicação maior geralmente ocorre na


ÁREA MERCADOLÓGICA , envolvendo
VENDAS e CREDIÁRIO.

3. Quase sempre se restringe ao nível


OPERACIONAL do negócio.

16/2
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PROCESSO
Administrativos
Processos

Conhecido por: fases do processo ou, processamento por


equipamentos. É o processo produtivo que determina o
modelo de agrupamento.
É utilizada em empresas industriais, nas áreas produtivas
ou operacionais.

Departamento
de Produção

Gerência de Gerência de Gerência de


Preparo Corte Embalagem
ENTRADAS SAÍDAS
SEQUÊNCIA DO PROCESSO PRODUTIVO

17/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO POR
PROCESSO-Vantagens e Desvantagens
Administrativos
Processos

1. FOCO NO RENDIMENTO DA TECNOLOGIA:


• Busca obter o máximo de retorno possível da tecnologia
utilizada.
• Procura extrair vantagens econômicas oferecidas pela própria
tecnologia.
2. ÊNFASE NA TECNOLOGIA:
• A tecnologia torna-se o foco e o ponto de referência para o
agrupamento de unidades e posições.
3. ÊNFASE NO PROCESSO:
• Surgiu a Reengenharia. Reinventar a organização pelo redesenho dos
processos empresariais.

1. IDEAL PARA TECNOLOGIA PERMANENTE E FIXA:


• Peca pela falta de flexibilidade e adaptação e pelo alto custo da
mudança tecnológica.
1. IDEAL PARA PRODUTOS ESTÁVEIS E PERMANENTES:
• É limitada quando a empresa precisa mudar produtos que
dependam da tecnologia utilizada. 18/2
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PROCESSO-Aplicações
Administrativos
Processos

1. TECNOLOGIA INTENSIVA: é amplamente


utilizada em empresas nas quais as
instalações e tecnologias utilizadas são
onerosas e complexas (siderúrgicas,
indústrias químicas e petroquímicas,
cimenteiras, celulose).
2. ARRANJO FÍSICO PERMANENTE: quando o
arranjo físico de máquinas e equipamentos
definem o agrupamento das pessoas e
materiais para o processamento das
operações
19/2
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PROJETO
Administrativos
Processos

Diferenciação das atividades em função dos resultados


relativos a um ou mais projetos.
Concentração de recursos e templo prolongado para a
produção.

Gerência de
Projeto “A”

Núcleo de Núcleo de Núcleo de


Engenharia Produção Controle

É utilizada em empresas de grande porte:


Estaleiros, Construção Civil, Fábricas, Usinas
Hidrelétricas, Aeroportos.
20/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PROJETO-Vantagens
Administrativos
Processos

1. CONVERGÊNCIA DE ESFORÇOS:
• É uma maneira integrada e intensiva de
convergir diferentes habilidades,
conhecimentos e competências sobre um
produto de grande porte.
2. ALOCAÇÃO TEMPORÁRIA DE RECURSOS:
• É meio econômico e eficiente de alocação de
recursos.

3. COMPLEXIDADE DO PRODUTO:
• Quando o produto é altamente complexo e quando o
projeto depende de largo horizonte de tempo para
sua execução e implementação.
21/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PROJETO-Desvantagens
Administrativos
Processos

1. FOCO OPERACIONAL:
• Limita-se ao nível operacional. Raramente ao nível
intermediário das empresas.
2. TEMPORALIDADE:
• É provisória e passageira. Depois de concluído o projeto a
equipe se dissolve ou é transferida para outro projeto.
3. ANGÚSTIA:
• Preocupação com a empregabilidade, pois todo projeto tem início,
meio e fim. As pessoas não sabem se serão reaproveitadas.
4. APROVEITAMENTO DE RECURSOS E COMPETÊNCIAS:
• Os recursos e competências de um projeto nem sempre são
adequadas a outro projeto. Vida útil de recursos/competências é
curta.
5. FOCO EXCLUSIVO NO PROJETO:
• Reduz e limita o enfoque institucional e tático.
• Quem dita as normas é o cliente. Provoca extrema dependência.
• Necessita de outros tipos de departamentalização para impulsionar os
negócios. 22/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PROJETO
Administrativos
Processos

1. PROJETO COM FUTURO: É indicada para situações em que


o empreendimento é grande e tecnicamente complexo,
acabado em si mesmo (construção civil, maquinaria
pesada).
2. INOVAÇÃO: É indicado para empresas dedicadas a atividades
que utilizam desenvolvimento tecnológico (pesquisa,
eletrônica, aeronáutica, farmacêutica).
3. CONVERGÊNCIA: É indicado para empresas de tecnologia
contida ou autosuficiente e não de depende de outras atividades
para o seu desempenho eficaz (estaleiros, construção civil,
fábricas, hidrelétricas).
4. INVESTIMENTOS EM NOVOS PRODUTOS: É indicado para
empresas que dedicam vários investimentos a pesquisas de
desenvolvimento de novos produtos com grande duração de
tempo (indústria automobilística,farmacêutica, química,
petroquímica). 23/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
POR PROJETO
Administrativos
Processos

FORÇA TAREFA: é um agrupamento por projeto de dimensões


reduzidas e de duração limitada
1. FOCO EM MISSÕES ESPECÍFICAS: é criada para resolver um
problema específico.
2. AGLUTINAÇÃO DE DIFERENTES COMPETÊNCIAS: composta
por pessoas que representam todas as funções administrativas
relevantes para a solução do problema.
3. CONJUNÇÃO DE ESPECIALIDADES: cada membro tem a mesma
responsabilidade para tratar de sua especialidade em relação ao
problema.
4. TRANSITORIEDADE: resolvido o problema ou cumprida a missão é
dissolvida e cada membro volta as suas atividades rotineiras.
5. CURTA DURAÇÃO: dura enquanto a missão ou resultado não for
alcançado;
6. COORDENAÇÃO: possui um coordenador ou encarregado com autoridade
e responsabilidade pela tarefa ou missão.
7. RESPOSTA A COMPLEXIDADE: a convergência de várias pessoas
dotadas de diferentes competências permite o alcance dos resultados.
24/26
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
COMBINADA
Administrativos
Processos

25/26
“Deveríamos estar todos preocupados a respeito
do futuro, porque é lá que teremos de passar o
resto de nossas vidas.”
Administrativos
Processos

(CHARLES F. KETTERING-Inventor)