INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I
‡ AUGUSTO KRAPP BENNER ‡ Eng. Eletricista eletrônico ‡ A_k_benner@hotmail.com ‡ SKIPE: augusto.benner

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I
‡ 60 horas ‡ 18 encontros ‡ 3 avaliações

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I
‡ CREDER, Hélio. Instalações Elétricas. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1991.

‡ WATKINS, A. J. Cálculo de Instalações elétricas. Editora Edgard BLUCHER LTDA, v.1, 1975. [s/l].

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I
‡ Objetivo:

Conhecimento necessário para elaborar projetos de engenharia elétrica de baixa tensão.

Telefones. Proteção à edificação e ao usuário. Dispositivos de comandos.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I ‡ Ementário: ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ Materiais. Fatores de projetos. Dispositivos de proteção de circuitos. .

. ‡ Dispositivos de automação predial.INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I ‡ Ementário: ‡ Cabeamento estruturado e fibra ótica. ‡ Tópicos de luminotécnica. ‡ Estudo básico de correntes de curto-circuito em baixa tensão. utilizando software gráfico AUTOCADtm. ‡ Sistemas de bombeamento. ‡ Projeto completo de instalações prediais.

-Tomadas de Corrente.Simbologia. -Cargas. -Fator de Demanda e Densidade .Instalações Elétricas em Baixa-Tensão ‡ 2 . -Circuitos.Conceitos Básicos de Instalações Elétricas ‡ 3 .Condutores.Introdução .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I ‡ 1 .

M1 (avaliação) .Proteção e Comando dos circuitos ‡ 6 .Sistemas de Aterramento -Dispositivos de Comando ‡ 5 .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I ‡ 4 .

Luminoteca ‡ 8 ‡ 9 .Sinalização e Automação Predial ‡ 10 .Fator de Potencia ‡ 12 .M2 (avaliação) .Instalação de Motores e Geradores .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I ‡ 7 .Instalações Prediais ‡ 11 .Pára-Raios .

Entrada de Energia Elétrica de Baixa Tensão em Edificações ‡ 17 .Elaboração de projeto 1 .INSTALAÇÕES ELÉTRICAS I ‡ 13 .M3 (avaliação) .Elaboração de projeto 3 .Projeto de Instalação Elétrica Edifício Residencial ‡ 18 .Elaboração de projeto 2 .Projeto de Instalações Telefônicas ‡ 14 .Cabeamento Estruturado e Fibras Ópticas ‡ 15 .NBR 5410 ‡ 16 .

1 Introdução Instalações Elétricas em Baixa-Tensão .

ramal de entrada . transformadores-abaixadores.Visão global do um sistema elétrico Componentes de um sistema elétrico: produção. transmissão e distribuição Usina elétrica Tipos de geradores elétricos Conceito de transmissão de energia elétrica Distribuição de energia elétrica: diagrama de distribuição primária.

Terminologia Instalações elétricas prediais .Terminologia Sistemas elétricos de potência .Terminologia Máquinas elétricas girantes .Quem normatiza? Quais normas devemos conhecer? NBR 5361 5410 5419 5456 5457 5459 5460 5461 5474 TITULO Disjuntores de baixa tensão .Procedimento Eletricidade geral .Terminologia Manobra e proteção de circuitos .terminologia .Especificação Instalações de baixa tensão Proteção de estruturas contra descargas elétricas atmosféricas .Terminologia Iluminação .

com rosca ANSI/ASMI B. com rosca MB 1900 .Especificação Eletroduto rígido de Aço-Carbono com revestimento protetor.1.Classificação Iluminação pública .Especificação Classificação dos equipamentos elétricos e eletrônicos quanto à proteção contra choques elétricos .NBR 5597 5598 5624 6151 5101 5413 7094 TITULO Eletroduto rígido de Aço-Carbono com revestimento protetor.Motortes de indução .1 .Especificação . com rosca PB-14 .20.Especificação Eletroduto rígido de Aço-Carbono com costura. com revestimento protetor.Especificação Iluminação de interiores Máquinas elétricas girantes .

.

.

‡ Editora person .m. Cotrim ‡ 4 ed.‡ Instalações Elétricas Ademaro a.b.

Visão geral do sistema Produção Transmissão Distribuição .

Geração .

.

.

.

.

.

G = gerador síncrono de energia (a turbina hidráulica ou a vapor) T-1 = transformador elevador LT ± linha de transmissão T-2 = transformador abaixador T-3 = transformador de distribuição comercial T-4 = transformador de distribuição industrial .

Transmissão .

8kV Transporte realizado nas seguintes tensões: 69kV 138 kV 230kV 400kV 500kV .‡ Transmissão transporte de energia A geração é feita em 13.

Exemplo Itaipu 600kV .Acima de 500kV A Transmissão deverá ser alternada ou continua Depende de estudos econômicos.

Transmissão em corrente continua Menos perdas por efeito corona Ionização do ar em torno dos condutores. Tensões alternadas elevadas .

Distribuição .

industria. bairros Subestação abaixadora Distribuição primária 11kV. 15kV.2kV.‡ Centros de utilização ± cidades. 34.5kV . 13.

.

‡ Distribuição de Brasília 1972 ‡ SE geral -> 34.5kV ‡ Subestações abaixadoras ou primárias ‡ Redes de distribuição secundárias ou de baixatensão .

‡ As redes primárias ‡ Sistema radial ‡ Sistema em anel ‡ Sistema radial seletivo .

.

SÃO PAULO.‡ ‡ ‡ ‡ Tensões utilizadas 380/220V 220/127V 220/110V NORDESTE ‡ 220V - ‡ 110 OU 127V ‡ RIO DE JANEIRO. SUL .

‡ Distribuição nos centros urbanos ‡ Aéreo ‡ Transformadores abaixadores em subestações abrigadas ou em postes ‡ ou subterrâneo ‡ Câmaras subterrâneas .

‡ Entrada de energia do consumidor final ‡ Ramal de entrada aérea ou subterrânea ‡ Monofásico ‡ Trifásico ‡ 4kW .trifásico (3 ou 4 condutores) .bifásico ‡ > 8kW .monofásico ‡ 4 a 8kW .

.

solda. aquecedor. outros fins industriais ‡ Bomba.‡ Força ‡ Circuito destinado a força motriz. elevador. etc .

‡ Medidores ‡ Monofásicos (até 4kW). bifásico (iluminação pública) e trifásico . bifásico (4 a 8kW) e trifásico (acima de 8kW) ‡ Transformadores abaixadores ‡ Monofásicos.

.

.

.

.

.

.

isto é.Potencial elétrico ³Quando. Deslocamento dos elétrons do pólo positivo para negativo ± convenção Intensidade de corrente elétrica ³A intensidade de corrente é caracterizada pelo número de elétrons livres que atravessa uma determinada seção do condutor na unidade de tempo.´ Tensão elétrica é medida em volts (v) Em circuito fechado existe a circulação de elétrons devido ao DDP. A unidade da resistência elétrica é o ohm (Ÿ) . entre dois pontos de um condutor. diz-se que existe um potencial elétrico ou uma tensão elétrica entre esses dois pontos. estabelece-se uma corrente elétrica. de carga elétrica. existe uma diferença entre as concentrações de elétrons.´ A unidade de intensidade da corrente elétrica é o ampère(A). Essa oposição ao fluxo da corrente é a resistência. Resistência elétrica Existe uma força de atração entre os elétrons e os respectivos núcleos atômicos e que resiste à liberação dos elétrons para o estabelecimento da corrente elétrica.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful