AA

○ ○

ABO

A
Abiose – Ausência de vida. Ablactação – Desmame, parada da lactação. Ablação – Exérese de qualquer órgão do corpo por meio de uma amputação ou incisão cirúrgica. Ressecção. Ablefaria – Ausência congênita das pálpebras. Ablepsia – Cegueira. Ablução – Banho. ABO, Grupos Sangüíneos – Sistema de classificação do sangue humano segundo os componentes antigênicos das hemácias. O grupo sangüíneo é identificado pela presença ou ausência de dois antígenos diferentes, A ou B, na superfície da hemácia. Se nenhum deles está presente, o sangue é do tipo O.
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Esterno

AA – Abreviatura da Associação dos Alcóolicos Anônimos. AAS – Abreviatura de ácido acetilsalicílico. Abasia – Incapacidade de marcha por incoordenação motora. Abaulamento – Aumento na convexidade de uma região ou órgão. Abdome – Região do tronco situada entre o tórax e a pelve. Abdome agudo – Síndrome caracterizada pela aparição brusca de uma dor intensa no abdome. Abdominal – Referente ao abdome. Abdomino-perineal – Relativo ao abdome e ao períneo. Abdução –Termo utilizado para designar o movimento de distanciamento do plano sagital mediano. Aberração – Fenômeno, idéia ou acontecimento extravagante, inusitado ou inesperado. Defeito ou deformidade. Aberração Cromossômica – Qualquer mudança no número ou na estrutura dos cromossomos de uma espécie que produz doenças de gravidade variada.

Costelas

Músculo reto do abdome

Intestino delgado

Abdome

ABORTAMENTO Abortamento – Morte e perda do feto antes de 180 dias de gestação. Abortar – Perda do feto antes que tenha condições de viabilidade; dar à luz antes do período normal de gestação. Aborto – Interrupção da gravidez antes que o feto tenha se desenvolvido o suficiente para ser viável. Aborto habitual – Condição clínica na qual a mulher tem mais de três abortos espontâneos. As principais causas são alterações dos cromossomos do feto e certas doenças como o hipotiroidismo, o diabetes ou alterações graves da estrutura do útero. Aborto infectado – Interrupção espontânea ou induzida de uma gravidez em que o produto da concepção sofre uma infecção. Abrasão – Erosão, desprendimento da superfície da pele por fricção, como conseqüência de um traumatismo. Abruptio placentae – Condição clínica na qual há desprendimento da placenta que normalmente se instala em uma gravidez de 20 ou mais semanas ou durante o parto, antes da expulsão do feto. Quando a separação da placenta é completa, ocorre morte do feto. Os principais sintomas são: dores abdominais, hipersensibilidade uterina e contração do útero. Abscesso – Acúmulo de pus, decorrente de uma infecção.
○ ○

ABSORVENTE Abscesso cutâneo – Acúmulo de pus em uma região da pele que aparece inchada, dolorida, vermelha e quente. Um abscesso não tratado de modo correto pode ocasionar uma grave infecção no sangue conhecida como septicemia. Abscesso dentário – Acúmulo de pus em alvéolo dental como conseqüência de cáries. Produz uma intensa dor que aumenta quando se faz pressão sobre o dente, por vezes acompanhada por edema de face. Abscesso frio – Abscesso de evolução lenta, sem febre, vermelhidão, com pouca ou nenhuma dor. Localiza-se geralmente em linfonodo ou articulação e é de natureza tuberculosa. Abscesso periamidaliano – Abscesso que se desenvolve em tecidos próximos das tonsilas palatinas. É uma complicação grave da amidalite e requer tratamento cirúrgico. Abscesso pulmonar – Acúmulo de pus no pulmão pela ação de um agente infeccioso que destrói parte do tecido. Seu tratamento é feito à base de antibióticos e, ocasionalmente, cirurgia de drenagem da cavidade pleural. Absorção – Penetração de líquido ou de outras substâncias pela pele ou pelas mucosas. Faculdade da pele, das membranas serosas e das mucosas de se deixarem atravessar por gases, líquidos e substâncias nutritivas. Pele e membranas absorvem medicamentos aplicados em sua superfície. O sistema digestivo faz o mesmo com os alimentos. Absorção intestinal – Passagem de água e substâncias oriundas da digestão do interior do intestino para o sangue e os vasos linfáticos. A superfície de absorção do intestino é enorme graças à existência de vilosidades intestinais, projeções da mucosa que forram o interior do intestino em forma de dedo. A maioria dos nutrientes passa rapidamente para os vasos mesentéricos e, em seguida, é transportada ao fígado pela veia porta. Absorvente – Diz respeito à capacidade de absorção de líquidos por proximidade. Produto utilizado pelas mulheres na época da menstruação para conter o fluxo de sangue.

Gengiva

Abscesso

Abscesso

Osso alveolar

ABSORVENTES Absorventes para a incontinência do adulto – Produtos em forma de fraldas infantis para evitar o contato com a urina em pessoas incapazes de controlar a bexiga urinária. Abstêmio – Pessoa que se mantém afastada do uso de substâncias. Absterger – Diz respeito à limpeza de uma úlcera ou ferida; desobstruir. Abstinência – Síndrome decorrente da privação de substância ou de ação habitual do indivíduo. Em relação à dependência das drogas, denomina-se Síndrome de abstinência. Abragenia – Ausência congênita dos membros superiores. Abrupção – Fratura transversal de um osso. Abulia – Incapacidade de tomar decisões; diminuição da força de vontade. É característico de certas doenças mentais. Abuso – Uso excessivo. Emprego de fármaco com objetivo não terapêutico e sem prescrição médica. Também sinônimo de violação sexual. Acalasia – Perda da capacidade de relaxamento de um músculo ou esfíncter. Doença caracterizada pela diminuição do peristaltismo do esôfago. Há dificuldade de passagem dos alimentos para o estômago, portanto, estes permanecem mais tempo no esôfago, o qual aumenta de diâmetro. Acalculia – Perda da capacidade de realizar cálculos aritméticos; condição decorrente de distúrbios cerebrais. Acalmia – Período de diminuição dos sinais ou sintomas no curso de uma infecção ou doença aguda. Acamado – Pessoa incapaz de sair do leito. Acampsia – Rigidez de uma articulação ou de todo um membro. Acantose – Condição clínica de espessamento da epiderme. Acantose nigricans – Condição de hiperpigmentação das dobras cutâneas do corpo. Acantocéfalos – Ordem dos vermes Nematelmintos desprovidos de tubo digestivo, que parasitam o intestino do homem. Acantócitos – Hemácia malformada. Observase em preparados projeção de espinhos ou
○ ○

ACETILCISTEÍNA

A
espículas, que conferem à célula aspecto espinhoso ou areolado. Acantóide – Semelhante a um espinho. Ação Opsônica – Em Imunologia, diz-se de uma substância que potencializa a atividade imunológica de outra. Acapnéia – Condição na qual há diminuição de gás carbônico no sangue. Acarbose – Substância denominada oligossacarídeo aminado, que funciona como um inibidor competitivo da alfaglucosidase. É utilizado no tratamento do diabetes mellitus tipo 2. Acardia – Ausência congênita do coração. Anatomicamente denominada monstruosidade e, como tal, incompatível com a vida. Acaríase – Sarna, escabiose. Ácaros – Pequenos parasitas, da família dos Aracnídeos, que vivem em plantas, animais e pessoas. No ser humano, produzem lesões irritativas ou transmitem doenças tropicais. Ácaros encontrados no pó das casas, nos travesseiros e nos colchões produzem sintomas alérgicos nas pessoas mais sensíveis. Acatalepsia – Condição clínica na qual o paciente apresenta incerteza ou falta de compreensão. Acéfalo ou Anencéfalo – Feto sem encéfalo: constituído pelo cérebro, cerebelo e tronco encefálico. Acesso – Diz respeito à condição de ter-se uma via para administração de medicamentos; se for por meio de uma venóclise, denomina-se acesso venoso. Em Psiquiatria, significa repetição periódica de um fenômeno, com aparecimento agudo. Acetábulo – Cavidade do osso ilíaco que se coaduna com a cabeça do fêmur. Acetaminofeno – Analgésico e antitérmico, possível substituto do ácido acetilsalicílico (AAS), quando este não pode ser empregado. Acetato de Alumínio – Substância adstringente, que pode ser utilizada em compressas úmidas destinadas ao tratamento de afecções da pele. Acetilcisteína – Droga utilizada no tratamento de bronquites, asma, enfisema, broncopneumonias e outras.
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

ACETIL Acetilcolina – Substância responsável pela transmissão dos impulsos de fibras pré-ganglionares, produzindo estímulos em neurônios pós-ganglionares; age também diretamente sobre as células da musculatura lisa e participa na transmissão dos impulsos nervosos na placa motora. Acetona – Substância solvente incolor e volátil. Pode acumular-se no organismo do diabético, bem como em organismos com outros distúrbios metabólicos. Acetonúria – Presença de cetonas na urina. Acianoblepsia – Os portadores dessa condição não percebem a cor azul dos objetos. Aciclovir – Substância caracterizada como um nucleosídeo acíclico derivado da guanina ativo contra os vírus do herpes simples, da varíola e do herpes zoster. Acidemia – Condição na qual há aumento de ácidos no sangue com baixa do potencial hidrogeniônico (pH). Acidente isquêmico transitório (AIT) – Doença na qual há transtorno focal da função cerebral, com início abrupto. Provoca alterações neurológicas que podem durar minutos, porém há recuperação em, no máximo, 24 horas. Acidente vascular cerebral (AVC) – É doença produzida por alterações nos vasos sangüíneos que irrigam o cérebro, popularmente denominada derrame. Na maioria dos casos, ocorre oclusão de um vaso importante para o aporte sangüíneo, com conseqüente diminuição no aporte de sangue e diminuição de oxigênio para uma parte do cérebro. Esta última denomina-se isquemia cerebral e é responsável pelos danos neuronais ocasionados. Em alguns casos, há hemorragia por ruptura do vaso dentro do próprio encéfalo e denomina-se acidente vascular cerebral hemorrágico (AVCh). A literatura disponível também confere a sigla DVE (distúrbio vascular encefálico). Acidentes domésticos – Acidentes que ocorrem no interior de residências ou domicílios; são fonte importante de lesões ou mortes na infância. Os mais comuns são traumatismos por
○ ○

ÁCIDO quedas, queimaduras, descargas elétricas, intoxicações por ingestão ou inalação de substâncias. Medicamentos guardados em casa e ao alcance de crianças são fontes comuns de acidentes. Acidentes infantis – Um dos motivos mais comuns de atendimento a crianças nos prontosocorros hospitalares e a primeira causa de mortalidade infantil. Os acidentes mais freqüentes são feridas e traumatismos, de origem não automobilísticos, seguidos por traumatismos cranioencefálicos. Sua prevenção é importante. Acidez gástrica – Estado normal do conteúdo do estômago caracterizado por alta quantidade de íons hidrogênio, a qual pode ser medida por meio de escala logarítmica denominada pH. Algumas doenças são produzidas pelo excesso de ácido no estômago ou pelo refluxo deste ao esôfago. Acidimetria – Mensuração do grau de acidez. Ácido – Composto contendo hidrogênio e que forma sais com a substituição deste por um metal. Alguns são produzidos pelo corpo humano, que os elimina. Entre os ácidos minerais estão o clorídrico, o nítrico e o sulfúrico; entre os orgânicos, os ácidos cítrico, láctico e úrico. Ácido acético – Líquido incolor contido no vinagre. Em concentrações adequadas, pode ser empregado de modo terapêutico. Ácido acetilsalicílico – Substância com ações: antiinflamatória, antitérmica, anti-reumática e antiagregante plaquetária. Denominado AAS. Ácido ascórbico – Denominação química da Vitamina C. Composto orgânico presente em sucos e frutas cítricas, couve, brócolis, tomates e morangos. Essencial para o desenvolvimento dos dentes, ossos e capilares; sua ausência produz doença denominada escorbuto. Ácido azótico – Ácido nítrico. Ácido barbitúrico – Composto do qual derivam centenas de sedativos e hipnóticos. Ácido bórico – Substância que se apresenta em forma de escamas ou cristais incolores, ou pó branco e cristalino dissolvido em água. Pode ser utilizado como anti-séptico.

ÁCIDO Ácido butírico – Produto da fermentação de substâncias graxas como manteiga, suor e fezes. Ácido cianídrico – Ácido prússico, veneno potente. Ácido clorídrico – Composto de hidrogênio e cloro que é secretado no estômago. É o componente principal do suco gástrico. Ácido desoxirribonucléico (ADN ou DNA) – Molécula de ácido nucléico, principal componente dos cromossomos no núcleo celular. O ADN é o responsável por toda informação genética das células vivas de uma espécie. Ácido diacético – Ácido aceto-acético, que aparece na urina em certos casos de diabetes mellitus. Ácido fênico – Fenol, ácido carbólico. Ácido fólico – Componente do complexo vitamínico B e que tem poderosa ação antianêmica. Essencial para todas as células, colabora na síntese dos ácidos nucléicos, da colina e de todas as enzimas indispensáveis para multiplicação celular. Ele regula o desenvolvimento das células neurológicas do feto; seu uso tem mostrado redução da incidência de lesões no tubo neural. É indispensável para a maturação do glóbulo vermelho associado à vitamina B12. Ácido inorgânico – Ácido que não contém carbono em sua molécula. Ácido málico – Ácido que existe na maçã e em outros frutos. Ácido nicotínico – Também denominado vitamina PP. É componente do complexo B, e sua falta produz a doença pelagra. Ácido orgânico – Ácido cuja molécula contém um grupo carboxila COOH. Ácido pantotênico – Vitamina hidrossolúvel necessária para a síntese de lipídios que formam parte da coenzima A. Está amplamente distribuído nos alimentos, e não há descrição de nenhuma enfermidade carencial pela sua falta. Ácido pícrico – Substância utilizada antigamente nas queimaduras e também conhecido como ácido amargo. Ácido resistente – Diz-se de bactérias que não descoram pelos ácidos, como os bacilos da tuberculose, da hanseníase e outros.
○ ○

ACNE

A
Ácido tânico – O mesmo que tanino. Ácido úrico – Produto do metabolismo das proteínas. Encontrado na urina humana e animal. O aumento no sangue é denominado gota. Acidófilo – Que retém corantes ácidos. Ácidos graxos – Ácidos que combinam com glicerol formando sabões. Acidose – Aumento anormal da concentração de íons de hidrogênio no organismo, por causa do acúmulo de ácidos ou da perda de bases. Pode ser respiratória ou metabólica. Há perturbação do equilíbrio ácido-básico do organismo com predominância de acidez. Acidular – Tornar ácido. Acídulo – Ligeiramente ácido. Acinesia – Incapacidade de movimentos voluntários, paralisia. Acinetobacter – Bactéria do gênero de diplobacilos gram negativos da família das Neisseriaceae amplamente disseminados e patogênicos. Ácino – Pequenina formação de células em forma de cachos. Acloridria gástrica – Ausência de ácido clorídrico nas secreções gástricas. Acne – Doença inflamatória crônica do folículo polissebáceo, que afeta quase 80% dos adolescentes. A causa básica é desconhecida, mas alguns fatores estão claramente relacionados com sua origem: desequilíbrios hormonais, obstrução dos folículos sebáceos por alterações da queratina e proliferação da flora bacteriana.
Acne Acne Epiderme
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Glândula sebácea Folículo piloso Derme

Lipoderme

Acne

Acoria – Ausência congênita de pupila. Acromegalia – Afecção caracterizada por hipertrofia das extremidades superiores. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . por outro lado. freqüentemente. ○ ○ ACROMEGÁLICO Acrocefalopolissindactilia – Conjunto de malformações esqueléticas hereditárias que associa acrocefalossindactilia e existência de dedos supranumerários. das orelhas e da língua. Caracteriza-se por uma parada de crescimento dos ossos em comprimento. Acrocefalossinanquia – Associação da soldadura prematura das suturas cranianas e da fusão dos ossos do cotovelo. Acrodisplasia – Variedade de osteocondrodisplasia na qual as lesões osteocartilaginosas estão localizadas nas extremidades sobretudo nas mãos. membros de coloração azulada. embora essa vermelhidão possa estender-se também à região frontal e ao pescoço. algumas vezes. das orelhas. Acrofobia – Temor de alturas.ACNE Acne papulosa – Forma grave de acne na qual se formam abscessos e cicatrizes. pela sindactilia das quatro extremidades. Clinicamente. Acrocianose – Síndrome caracterizada pela cianose permanente das mãos. decorrente de um gene mutante. das pernas e. Caracteriza-se pela vermelhidão do rosto. mais raramente. Acromatopsia – Ausência de percepção das cores. Acomodação – Fenômeno pelo qual o cristalino pode aumentar sua potência como lente. Acne rosácea – Afecção semelhante à acne comum. algumas vezes de alterações nervosas ou alterações cardiovasculares. Acreção – Modo de crescimento por justaposição. Acrocordão – Variedade rara de epitelioma cutâneo. Acrocolose – Sensação permanente de calor nas extremidades com hipertermia local. pela malformação da cabeça. em conseqüência do predomínio da ossificação do periósteo sobre a ossificação da cartilagem. o tórax. Acolia – Ausência de pigmento biliar. observada sobretudo nas mulheres jovens. do nariz. Acromegálico – Portador de acromegalia. Acrodinia – Doença caracterizada por tumefação fria. caracterizada. Acro – Prefixo que indica extremidade. Acrobraquicefalia – Variedade da craniostenose caracterizada pela soldadura precoce da sutura coronal e pelo achatamento antero-posterior do crânio com protuberância significativa da região bregmática. O vértice pode ser plano ou pontiagudo. Acrocelafossindactilia – Anomalia de formação do esqueleto. É exacerbada no tempo frio e úmido e parece ocorrer por causa de alterações do sistema nervoso autônomo. A base do crânio também está deformada. do nariz. Acocoramento – Postura em que crianças acometidas de doença cianótica têm de sentar sobre os calcanhares para descansar e buscar o alívio para a dispnéia. por um lado. úmida e cianótica das mãos e dos pés e. Acroangiomatose – Afecção caracterizada por angiomas múltiplos localizados nas extremidades. Afeta a face. Acrocianose. Músculos específicos são responsáveis por esse fenômeno. afetando os membros. inferiores e da extremidade cefálica. acompanhada de prurido e de crises de sudorese. Acre – De gosto ácido. as nádegas e os músculos. das maçãs do rosto e da face posterior dos braços. que é achatada da frente para trás e muito desenvolvida em altura. manifesta-se por nanismo. hipertrofia dos ossos das extremidades e das extremidades dos ossos. Acrodermatite – Inflamação da pele localizada nas extremidades. Acrocefalia – Malformação craniana decorrente da soldadura precoce das suturas sagital e coronal. e por numerosas anomalias da face e. ajustar e enfocar percebendo uma imagem nítida de diferentes distâncias do objeto. Acondroplasia – Afecção congênita transmitida por herança dominante ou recessiva. Acolúria – Ausência de pigmento biliar na urina. especialmente em torno do nariz. também do nariz e da face.

nanismo e adipose. Hiperglicemia é o termo que designa o aumento de açúcar no sangue. Actínico – Relativo à ação química de feixes luminosos. Acromicria – Síndrome oposta à acromegalia. Normalmente é de 80 a 110 mg por 100 ml. da cabeça.ACROMELALGIA ○ ○ ACUTENÁCULO A Açúcar – Termo sinônimo de sacarose. atualmente. Acrômio – Acidente ósseo da escápula. Acromia – Diminuição ou desaparecimento completo da pigmentação normal da pele. Percepção de um som não musical dentro do ouvido. Acúfenos – Tinidos ou zumbidos. Provoca formação de abcessos crônicos. Acuminado – Instrumento sem ponta. Actinomicose – Doença causada pelo Actinomyces israelii. Acupuntura – Antiga arte curativa de origem chinesa. Acrossoma – Região anterior do espermatozóide (capuz). algumas vezes. para designar aqueles que utilizam feixes luminosos. no Brasil. uma das especialidades médicas. Açúcar no sangue – Termo popular indicativo da glicemia ou quantidade de glicose no sangue. condiloma acuminado. Actinoterapia – Termo que designa todos os métodos terapêuticos que utilizam as radiações de diversas naturezas. que se caracteriza por parada de desenvolvimento dos membros e. nas extremidades dos membros. A técnica é baseada na aplicação de agulhas em certos pontos do corpo e deve ser indicada e praticada por médicos habilitados. Actinomiceto – Bactéria que causa a actinomicose. Atualmente. é principalmente empregado. que recobre o núcleo. doença conhecida como verruga genital. Acropatia – Denominação genérica das doenças de extremidades. Diabetes Mellitus a doença decorrente de hiperglicemia. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Acrômio Clavícula ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Escápula ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Acrômio ○ ○ . Acropoiquilotermia – Síndrome caracterizada pelo resfriamento simétrico das extremidades. que ocorre em muitas doenças do ouvido. doença do gado e do Homem. ○ ○ Crescimemento anormal do nariz Acromegalia Acromelalgia – Síndrome caracterizada por dores paroxísticas mais freqüentemente noturnas. ACTH – Abreviatura do hormônio adrenocorticotrópico secretado pela hipófise. Acutenáculo – Também conhecido dos cirurgiões como porta-agulhas. Instrumento de operações no qual se seguram as agulhas para suturas.

em forma de lóbulos. Adenofleigmão – Inflamação dos linfonodos produz supuração. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Adenomas tireotóxicos – Tumores que produzem.ADAMANTINOMA Adamantinoma – Tumor do maxilar. Adaptação – Em oftalmologia: acomodação ou capacidade que a retina possui de habituar-se em diferentes níveis de intensidade de luz. artéria – Artéria que irriga os 2/3 anteriores da medula espinal e origina-se mais freqüentemente de artérias espinais. de modo autônomo. Adenina – Base nitrogenada que entra na composição dos ácidos nucléicos. Também pode obstruir as aberturas das tubas auditivas e dificultar a passagem de ar para os ouvidos. Adenectomia – Exérese de uma tonsila faríngea. Adenomas tireóideos – Tumores benignos mais conhecidos da tireóide. Adenomas pleomórficos – Tumores benignos mais conhecidos das glândulas salivares. Adenosina desaminase (ADA) – Enzima cuja deficiência se associa à perda da capacidade de proliferação de linfócitos. Adenocarcinoma – Tumor epitelial maligno que se localiza nas glândulas. Adenossarcoma – Tumor que se desenvolve a partir de elementos de uma glândula. reduzir em tamanho. O motivo mais comum para realizar-se essa operação é a infecção crônica das adenóides. o hormônio da tiróide. ○ ○ ○ Adenóide ○ Adenoma – Tumor benigno de um epitélio glandular. Adelgaçar – Tornar fino. Estes se encontram aumentados em razão de um processo inflamatório. Adenóide – Massa de tecido linfóide. denominada tonsila faríngea. Adenomas hipofisários – Tumores benignos da hipófise cerebral. infeccioso ou tumoral. Adenoidite – Infecção das tonsilas faríngeas que se inflamam. aumentam de tamanho e obstruem a passagem do ar das fossas nasais para a garganta. ○ ○ ADENOSINA ○ ○ Conchas nasais ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Adenóide Faringe Adenina ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Adenite – Inflamação aguda ou crônica dos linfonodos. Adamkiewicz. Adenoidectomia – Extirpação cirúrgica do tecido linfóide da nasofaringe. Adenopatia – Doença que afeta os linfonodos. das tonsilas faríngeas ou das adenóides. pode provocar sono agitado e enurese. Em crianças.

Adolescência – Período de desenvolvimento cuja principal característica é o rápido crescimento físico e psicológico. Adiastolia –Ausência de capacidade de relaxamento do miocárdio. eleva a pressão sangüínea e tem ação relaxadora nos músculos ligados aos brônquios. Adição – Dependência de uma substância. no sistema nervoso central e nas terminações nervosas. O esparadrapo é um adesivo conhecido. aromatizantes. Adoção – Processo pelo qual se transfere aos pais adotivos todos os direitos e deveres dos pais naturais. Estimula a ação cardíaca. emulsificantes. As terapias adjuvantes no câncer são a quimioterapia. células ou organismos. Adiaforese – Falta ou diminuição acentuada de sudorese. Caracteriza-se por uma puberdade precoce nos homens e masculinização dos genitais externos em mulheres. Adesivo – Objeto com propriedade de adesão. Possui simetria cúbica. ○ ○ ADSORÇÃO A Adicto – Diz-se de quem é dependente de qualquer tipo de droga. com bloqueio do trânsito intestinal. Aderência – Faixa de tecido cicatricial que une duas superfícies. radioterapia ou braquiterapia. São eles: conservantes. Pode ser associado a medicamentos. Adipose – Acúmulo excessivo de gordura no corpo. localizada sobre os rins. Caso a aderência envolva parte do intestino. inflamação ou trauma. em ambos os sexos. Sinônimo de adiposidade. Se o quadro de dor decorrente de aderências intestinais perdurar mais do que 6 horas. denomina-se abdome agudo. Adsorção – Aderência de uma substância à superfície de outra. Adjuvante – Substância secundária em preparação farmacêutica ou tratamento. Adrenalina – Hormônio produzido na adrenal. que produz quantidades inferiores de cortisol e superiores de andrógenos. Adenovírus – Qualquer vírus que pertença à família dos Adenoviridae. de uma forma irrevogável e permanente. vitaminas e minerais. síndrome – Doença endócrina decorrente de atividade anormal do córtex adrenal. normalmente separadas entre si. A OMS (Organização Mundial de Saúde) estabelece como limites de idades dos 10 aos 19 anos.ADENOTOMIA Adenotomia – Incisão em uma glândula. ou drogadicto. Pode aparecer depois de operação. Adrenogenital. Sua principal função é facilitar a transmissão do impulso nervoso. Aditivos alimentares –Substâncias utilizadas para alterar características dos alimentos. Adinamia – Pessoa acometida da sensação de fraqueza muscular. pode desenvolverse obstrução de sua luz. é desprovido de envelope e agentes de considerável número de doenças do Homem. Adesão – Capacidade de união estável entre objetos. colorantes. Adrenalectomia – Exérese de uma ou de ambas adrenais. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Adenovírus . Sinônimo de epinefrina. Adianocinesia – Impossibilidade de fazer movimentos rápidos e alternados. denominando-se pseudohermafroditismo. Adrenal – Antigamente denominada glândula supra-renal.

Aerossol – Gás pressurizado que contém substância finamente nebulizada para tratamentos inalatórios. enfermidade. Aferente – De direção centrípeta. Afeto – Reação psíquica diante de certas situações. Afogamento – Asfixia por imersão em líquido. Aerocolpos – Distensão da vagina decorrente de acúmulo de ar. Aerogastria – Presença de ar no estômago. como o Aedes egypti na dengue. Pode ser decorrente de doenças ou traumas. ○ ○ AFTA Aeróbio – Organismo ou processo químico que necessita de oxigênio. Afecção – Doença. Afebril – Pessoa que se apresenta sem febre. músculo da região medial da coxa. Afagia – Inaptidão para deglutição. Afasia – Incapacidade para comunicar-se por meio da linguagem falada. Aerofobia – Medo de correntes de ar. Afta – Ulceração superficial situada na mucosa da boca. Algumas das espécies podem ser intermediárias e transmitir doenças ao Homem. observada freqüentemente na raiva. Aerofagia – Presença de ar no esôfago e no estômago. vento forte. Fibras nervosas aferentes são sensitivas. Afibrinogenia – Ausência total de fibrinogênio no plasma. Adutor – Denominação de um músculo que movimenta parte do corpo em direção ao plano sagital mediano. Afta Adução Plano mediano do corpo Adulteração – Alteração ou diluição da pureza de uma substância pela adição de material estranho. Afinidade – Sinônimo de atração.ADUÇÃO Adução – Movimento de um membro ou de um segmento de membro cujo resultado é aproximá-lo do plano mediano do corpo. às quais se acrescentam substâncias variadas e perigosas. Aedes – Gênero de mosquito presente em regiões tropicais. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Adução ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Afta ○ ○ . Afrodisia – Apetite sexual exagerado. Aeração – Troca de sangue com alto teor de gás carbônico por sangue com alto teor de oxigênio no processo denominado hematose. Aerocolia – Acúmulo de gases no interior dos intestinos. Aflegmático – Não inflamatório. oposto à abdução. geralmente água. Afonia – Diminuição da voz. Afacia – Ausência congênita do cristalino. É um procedimento comum na manipulação de drogas ilegais. para um centro. Áfaco – Termo que designa o olho com afacia. Adutor magno.

Agenesia – Ausência de desenvolvimento de certas partes do corpo. Jato de água sobre o corpo para obter diminuição de temperatura. Agrafia – Incapacidade de transformar pensamentos em escrita organizada. Alantíase – Intoxicação por ingestão de alimentos enlatados. Agrafe – Pequeno grampo metálico utilizado nas suturas da pele. Essa propriedade é básica para certas provas laboratoriais para diagnóstico de inúmeras doenças. Alastrim – Doença contagiosa cujos sintomas lembram. Possuímos de 50% a 70% de água em massa corpórea. caracterizada por amputação espontânea de um pododáctilo. AINH – Iniciais de antiinflamatório não hormonal. diminuição da capacidade do organismo de defender-se. de aglutinar-se quando se trata essa suspensão com soro imune. Alarém – Medicamento antimalárico. as nádegas. doença – Doença caracterizada pela duração relativamente curta dos sintomas. Agulha hipodérmica – Agulha fina e oca que se conecta a seringa para injetar medicamentos abaixo da pele ou no interior dos vasos sangüíneos e também para extrair amostras de sangue para análise. AIDS – Doença causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV). Ageusia – Perda da gustação. Aglutinação – Características de determinadas células. essencial em toda matéria viva e em todos os processos vitais. As doenças agudas podem evoluir para recuperação integral do paciente. parto – Parto no qual se apresenta. AIT – Abreviatura de acidente isquêmico cerebral transitório. Aguda. ao mesmo tempo. comum nos mares do Japão. Contém produto colóide. Agonia – Período final da vida e próximo à morte. Agnosia – Incapacidade de reconhecimento de objetos. Aglossia – Ausência congênita da língua. A infecção provoca destruição dessas células e. que significa Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. Agastria – Ausência de estômago decorrente de ressecção total. Observado somente na raça negra e só afeta o sexo masculino.AFTOSE Aftose – Doença caracterizada pela presença de aftas nas mucosas da boca e genitália. ○ ○ ALASTRIM A Agranulocitose – Alteração sangüínea caracterizada por diminuição do número de granulócitos. em primeiro lugar. Esse vírus afeta os linfócitos. causa irrigação insuficiente do cérebro e diminuição ou abolição do entendimento. botulismo. caracterizado por diminuição da circulação que. fase crônica ou morte. nos intestinos ou na pele. Agalactia – Ausência de secreção de leite após o parto. Em português. A deficiência de ingesta de água ou o excesso da perda de água produz desidratação. Agenitalismo – Indivíduo privado da secreção de glândulas sexuais. Agorafobia – Sensação de angústia produzida ao freqüentar grandes lugares públicos cheios de gente. Agripino. os da varíola e varicela. Ainhum – Afecção de alguns países quentes. Aglutinina – Substância que tem a propriedade de aglutinar bactérias ou hemácias. geralmente o quinto. Agranulocitose – Doença grave que produz acentuada diminuição dos leucócitos e manifesta-se por úlceras na faringe. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . utilizado para fazer meios de culturas sólidos. como bactérias ou glóbulos sangüíneos. AIE – Iniciais de antiinflamatório esteroidal. que são células envolvidas na resposta imune. Alérgeno – Substância ou organismo causador de reações alérgicas. usa-se a sigla SIDA. Afusão – Aspersão. Água – Substância composta de hidrogênio e oxigênio. Ágar ou Ágar-ágar – Alga da família das Florídeas. Também denominada cloroquina. conseqüentemente. onde se tem a sensação de que é difícil sair ou conseguir ajuda. por sua vez. em suspensão.

Alcoolismo – Síndrome da dependência do álcool. ○ ○ ALERGIA Alcalóide – Substância orgânica de origem animal ou vegetal. Albuminúria – Presença de albumina na urina. os sais com reação alcalina. Alcalinos. Álcali – Os álcalis são quimicamente hidróxidos de metais alcalinos e. dissolve-se em água e coagula com o calor. Albino – Indivíduo afetado pelo albinismo. Alça de Henle – Unidade fundamental do rim. Alérgeno – Substância capaz de produzir reação alérgica no organismo. Alcalemia – Alcalinidade anormal do sangue. Alergia – Qualquer modificação do organismo provocada por uma substância capaz de comportar-se como um antígeno. Albumina – Proteína sangüínea. localiza-se entre os túbulos proximal e distal e dividese em duas partes: descendente e ascendente. É líquido claro e incolor obtido por destilação de soluções fermentadas de açúcar. atropina.0. A pele torna-se branca. Aleitamento – Alimentação importante de um lactente. É um transtorno crônico de conduta manifestado pela ingestão repetida de bebidas alcoólicas num grau que interfere na vida cotidiana e na saúde.ALBINISMO Albinismo – Doença causada por um erro congênito do metabolismo dos aminoácidos pela tiroxina. Alcalino – Que tem propriedades de álcali. a cândida e certos detergentes em pó. intoxicação por – Estado tóxico causado pela ingestão de um álcali como o amoníaco. É o principal alimento da maioria dos tecidos animais e vegetais e também a parte principal do soro sangüíneo ou plasma. Alcalimetria – Dosagem de álcalis. que se comporta como base e forma sais com os ácidos. Ex: morfina. e pode haver alterações oculares e infecções na pele. Álcool – Solução de álcool etílico utilizado como anti-séptico e dissolvente. Alérgenos Anticorpos ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Mastócito ○ ○ ○ ○ Complexo AA (antígeno-anticorpo) Alcoolismo ○ ○ ○ ○ Mecanismo imunológico da alergia ○ ○ . excesso de bicarbonato ou deficiência de ácido. Alcalose – Estado anormal dos líquidos corporais. quinina. Alcoolepilepsia – Variedade de epilepsia causada diretamente pelo álcool etílico. com pH acima de 7. necessária para a síntese de melanina. O pH é acima de 7. Aldosterona – Hormônio secretado pela glândula adrenal. cereais ou substâncias que contêm amido. produzida depois do consumo prolongado e excessivo da substância. produzido por aumento de pH. Não constitui doença e é hereditário.5. regula o equilíbrio de sódio e potássio. por extensão.

Algofilia – Busca mórbida por sensações dolorosas. Alteração da conduta – Padrões de conduta anormais que se produzem especialmente em crianças e adolescentes. Alquimia – Expressão externa da filosofia hermética aplicada por meio da magia sobre os seres da natureza. Algor – Sensação de frio. Alergia medicamentosa – Hipersensibilidade a um agente farmacológico. de causa desconhecida. Algogênico – Que produz dor. reserva. Prosperou no século XVI com grande entusiasmo e. A alopecia androgenética denominada calvície comum. Alopecia areata – Doença de causa desconhecida. referência história de grande valia. desobediência. deve ser feito com psicoterapia. Alopecia universal – Ausência de pêlo em toda a superfície do corpo. excluindo os animais. mas geneticamente diferentes. Álgido – Diz-se de uma doença ou de uma síndrome que é acompanhada de algidez. Alimentação complementar – Qualquer tipo de alimento sólido ou líquido não lácteo que se dá ao recém-nascido. Alimento dietético – Alimento com poucas calorias que. Alienação – Psicopatia. como excessiva agressividade. Alterações provocadas pelo desuso – Conjunto de fenômenos físicos e psicológicos decorrentes da falta de uso de uma parte do corpo ou de ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . sendo. criminalidade. em geral. Alfafetoproteína – Variedade de substância glicoproteinada tipo alfa-1-globulina normalmente sintetizada apenas durante a vida fetal. que produz placas de calvície delimitadas no couro cabeludo e em outras zonas do corpo providas de pêlo. Alodinia – Dor percebida após estímulo não nociceptivo. hereditária recessiva. provocando dilatação em artérias e veias. Algia – Dor. Alopecia – Queda do pêlo de qualquer zona da pele. Algofobia – Medo da dor. Aloenxerto – Enxerto ou transplante entre indivíduos de uma mesma espécie. medicação. contém edulcorantes artificiais. Alopatia – Modo de tratamento tradicional que procura efeito inverso ao provocado pela doença. Algidez – Resfriamento das extremidades com tendência ao colapso. mentiras. Alienista – Psiquiatra. O tratamento. Perturbação mental em geral e incapacidade para a vida social. Alexia – Forma de afasia na qual não há reconhecimento nem compreensão de palavras escritas. Aloplastia – Prótese. São utilizados para controle da pressão arterial e outras doenças. ausência sem permissão. de forma seletiva. Passou a ser totalmente desacreditada no século XVIII. hiperatividade. hoje. Algomenorréia – Menstruações dolorosas. propensão de algumas pessoas para dor. observada durante delírios e durante a melancolia. perversões sexuais. Alienia – Ausência congênita de baço.ALÉRGICO Alérgico – Que se refere à alergia. afeta muitos homens e algumas mulheres com predisposição familiar. Allen – Manobra que permite localizar uma ○ ○ ALTERAÇÕES A oclusão arterial na artéria radial ou na artéria ulnar. caracterizada por diminuição considerável da taxa de linfócitos no sangue. ao mesmo tempo. na qual o homem atuava sobre os minerais e vegetais. em alguns casos. por especialista. aconselhamento familiar e. se necessário. destrutividade. Substituição de uma parte do corpo por material estranho. Alinfocitose – Doença congênita rara. Álgico – Que causa dor. os receptores de alfa 1. crueldade. Allen (tríade de) – Dispnéia. taquicardia e febre. Alergia por alimentos – Estado de hipersensibilidade decorrente da ingestão de um antígeno alimentar específico. alcoolismo e vício em drogas. Algomania – Mania de dor. Alfabloqueadores – Medicamentos que agem bloqueando.

Ambulatória (Febre) – Modalidade de infecção em que o doente. Amenorréia – Ausência de menstruação. apresenta bom estado geral e não se deita. Alucinação – Percepção anômala por meio de quaisquer órgãos dos sentidos. ocorre também prisão de ventre. localizadas na região mais periférica da árvore respiratória. Algumas espécies produzem doenças no Homem. monocelular. Amassamento – Movimento de beliscar. podendo também ocorrer pela transmissão sexual. Amenorréia primária – Também denominada falta de menarca. A doença é adquirida por meio da ingestão de água ou alimentos contaminados com fezes contendo a forma cística do parasita. em uma mesma pessoa. Consiste na ausência de episódios de sangramento uterino espontâneo e atraso na aparição dos sinais sexuais secundários. Alucinose – Estado caracterizado por alucinações múltiplas. Ambivalência – Coexistência. de sentimentos opostos e contraditórios. Alvéolos – Estruturas microscópicas em forma de saco. caracterizada pela ausência dos quatro membros. Ametria – Ausência de útero. por atrofia do córtex cerebral. Ameba – Organismo microscópico. postura adequada e movimentação regular do paciente. Ameaça de aborto – Conjunto de sintomas em uma grávida que anunciam a possibilidade de um aborto próximo. Ambulatório – Local de prestação de atendimento médico. Os idosos mal nutridos e com maior imobilidade são mais suscetíveis de padecer de úlceras por pressão. Como conseqüência do desuso e da debilidade dos músculos abdominais. doença de – Descrita como a variedade mais freqüente de demência pré-senil. enrolar e pressionar que se utiliza para a massagem muscular. o apetite. dotado de movimentos. anatomicamente. Pode constituir sintoma de esquizofrenia. Amebíase – Infecção do intestino grosso produzida pela Entamoeba histolytica. minimizam os problemas da imobilização. odontológico e laboratorial para consultas e exames. mesmo febril. ora semiconscientes. Os cuidados com a dieta e nutrição. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Amelia – Deformidade congênita. aos 16 anos. Ocorre de forma característica em pacientes submetidos a isolamento e imobilidade prolongados. ○ ○ AMETROPIA Amálgama – Liga de mercúrio e pó de prata utilizada para obturar dentes. necessários para a evacuação intestinal. Ambliopia – Dificuldade de visão. Amaurose – Aparição de cegueira súbita transitória e indolor. Amargos – Medicamentos que estimulam a secreção do suco gástrico e. Ametropia – Defeito visual de enfoque ocular pelo qual os raios de luz não formam imagem Bronquíolo Alvéolo Alvéolos Alzheimer. Alveolite – Inflamação do alvéolo dental ou do alvéolo pulmonar.ALUCINAÇÃO um sistema corporal. Aluminose – Pneumoconiose provocada pela inalação de pó de argila. caracterizada. Amarílico – Relativo à febre amarela. junto a uma higiene escrupulosa da pele. num dos olhos. conseqüentemente. ora inconscientes. Ambidestro – Quem tem habilidade em ambas as mãos.

Amniorrexe – Ruptura da bolsa amniótica. Polvilho. Amilóide – Infiltração de diferentes órgãos e tecidos pela substância amilóide. As mais comuns são: fenilcetonúria. Amônia – Hidróxido de amônio. Ampola – Denominação anatômica de dilatação de canais do corpo humano. Amido – Sinônimo de Amilo. ○ ○ ANAEROBIOSE A ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Amniocentese ○ ○ ○ Amniótico – Relativo ao âmnio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Amiláceo – Que tem amido. para evitar a repetição de amidalites estreptocócicas e o risco de ocorrência de febre reumática. Anabolismo – Parte do metabolismo dedicado a formar moléculas. Amniocentese – Retirada por punção de pequena quantidade de líquido amniótico durante a gestação para exames. não-essenciais. Amígdala – Tonsila palatina. Existem dois tipos de ametropia: a hipermetropia e a miopia. Amusia – Distúrbio da capacidade musical. Amilase – Enzima que decompõe o amido em substâncias mais simples. Aminoácido – Base estrutural das proteínas. Aminoácidos essenciais – Base estrutural de proteínas. exemplo por ampola retal. deve-se obter da dieta. Aminoacidopatias – Também conhecidas como erros inatos do metabolismo dos aminoácidos. Amnioscopia – Exame do líquido amniótico por transiluminação de membranas. Amiodarona – Fármaco utilizado no tratamento antiarrítmico. geralmente com o objetivo de armazenar ou constituir parte de determinadas estruturas orgânicas. como doença de Hartnup. Amicrobiano – Sem bactérias e fungos. Solução aquosa de hidróxido de amônio. Amiotrofia – Atrofia muscular. Aminoacidúria – Presença de aminoácidos na urina. Amoníaco – Amônia. Anabolizante – Substância que propicia o anabolismo. tirosinemia. e os que ele pode sintetizar a partir de outros. Amigdalectomia – Extirpação cirúrgica das tonsilas palatinas. Há dois tipos: aqueles que o organismo não pode sintetizar por si só e que. portanto. homocistinúria e outras. que tem estrutura do amido. doenças produzidas pela deficiência congênita de enzimas necessárias no metabolismo dos aminoácidos. Amigdalite – Inflamação das tonsilas palatinas causadas por vírus ou bactérias. Âmnio – A membrana fetal mais interna. Amorfo – Sem forma. que forma a bolsa d’água. Amnésia – Perda parcial ou total da memória.AMICROBIANO na retina. albinismo. Amplificação Gênica – Técnica de análise do ácido desoxirribonucléico que se presta à automatização e utiliza conceitos de biologia molecular. Anaerobiose – Condição de existência de determinados organismos sem oxigênio. Anaeróbio – Organismo que não necessita de oxigênio para sobreviver. Amputação – Retirada cirúrgica de parte do corpo. Reação química que prescinde de oxigênio para acontecer. de um membro ou decorrente de trauma violento. Os primeiros são chamados essenciais. e os segundos.

Zoomorfologia e Fitomorfologia. Anaforese – Diminuição da atividade de glândulas sudoríparas. e tomein-cortar ou cortes. Podem fornecer importantes informações para elucidação diagnóstica. Ao analisar a mente. duração dos sintomas. auxílio diagnóstico. É de impor○ ○ ANATOMIA tância capital. ato ou técnica de cortar. Não há Medicina sem Anatomia. para conhecer sua arquitetura e estrutura. obtidas de um indivíduo. Anastomose ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Anastomose ○ ○ ○ Anatomia – Ciência dedicada ao estudo da forma. sua contagem. tumorais. As análises mais comuns de sangue estudam células sangüíneas. Analergia – Ausência de alergia. como início. tem origem grega anatome. No entanto. Etimologicamente. Analéptico – Medicamentos e alimentos que restabelecem as forças e estimulam o funcionamento dos diferentes órgãos. A Anatomia seria uma ciência de alto valor. Sinônimo de Morfologia. entre outros. chama-se psicanalista. suas anomalias. e hormônios. reumáticas. Existem vários tipos: aspirina. A associação significa dissecação. mesmo se considerássemos somente esse ponto de vista. diferenciando-se. ana-distributivo em partes. que nos familiarizam com os mais diminutos pormenores do maravilhoso organismo humano. um exame subsidiário bem indicado e executado pode ser muito útil. medicamentos em uso. paracetamol. Análise hormonal – Os hormônios mais freqüentes são: hormônios de tireóide. Além das aplicações na área da saúde e das várias formas de estudo da Anatomia. Pode distinguir a Biomorfologia. um objeto. marcadores de doenças infecciosas. Análises clínicas – Exame de amostras. outros antiinflamatórios não hormonais (AINH). constituídos de um complexo vasto de conhecimentos. no caso humano. codeína e derivados. Deve-se prestar o maior número de informações ao médico que assiste. que constitui. o cadáver. Analgésico – Qualquer substância ou método para aliviar ou diminuir a dor. cortisol e hormônios sexuais como testosterona. existe uma leitura anatômica nas diversas áreas da atividade humana como Anato- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Pode ser realizada cirurgicamente para restabelecer a circulação. fatores de melhora e piora. Analista – Um profissional que analisa. diversos anticorpos. Análise de bioquímica hemática – Exames destinados a medir certas substâncias químicas do sangue. Analgesia – Diminuição da sensibilidade à dor. A Anatomia Sistêmica possui conteúdos valiosíssimos. até o momento em que ele se encontra sob observação médica. vários aspectos do problema ou da doença. substâncias químicas. analgésicos opióides maiores como a morfina. Anamnese – Informações prestadas pelo paciente ou acompanhante. em determinados casos. Analgia – Ausência de dor. Análise de sangue hemograma – Estudo das diferentes células do sangue quanto a seu tamanho. estrógeno. as quais não poderiam subsistir sem a Anatomia. progesterona e prolactina. Dizse comumente que a clínica é soberana. duas artérias ou veias.ANAFILAXIA Anafilaxia – Sensibilidade do organismo a substância ou microorganismo. Anaplasia – Processo no qual células perdem parte de suas características próprias. Analérgico – Que não produz alergia. ordenadamente. arquitetura e estrutura dos seres vivos e das coisas. Anasarca – Edema ou acúmulo de líquido de modo anormal no corpo. Anastomose – Comunicação entre dois vasos. pois ela é o fundamento de todas as outras ciências da área da saúde.

principalmente. Anatomia patológica – Ramo da Medicina que estuda as alterações dos diferentes tecidos do corpo humano em cada uma das doenças. Anemias macrocíticas – Redução do número de hemácias. Anestesia – Procedimento no qual se almeja redução total ou parcial da sensibilidade. Andrógino – Diz-se da pessoa que tem alguma das características do sexo masculino. Matemática. Radiológica e a Nipiologia. Ancôneo – Relativo ao cotovelo. molecular e atômico. Andrologia – Estudo do Homem e. Anemia – Diminuição do número de glóbulos vermelhos ou da quantidade de hemoglobina do sangue para níveis abaixo do normal. desde o microscópico até o subcelular. Anelitria – Ausência congênita de vagina. Comparativa e Filosófica. Andróide – Semelhante ao homem. Na área médica: Anatomia Sistêmica. no Homem ou em outros animais. nas quais o defeito está na própria medula óssea. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Anestesia geral ○ ○ ○ Anestesia local – Procedimento no qual se planeja a administração direta de um anestésico ○ ○ ○ ○ . Topográfica. ainda. estando seu volume ou tamanho reduzido. Anergia – Déficit do sistema imunológico em reagir a antígenos. Anatoxina – Toxina microbiana reduzida em poder tóxico e que conserva um poder imunizante. em doença endêmica de significativa importância pela sua freqüência. Anemia aplásica – Alterações na produção das hemácias. Anemia perniciosa – Conseqüência mais freqüente do déficit de vitamina B12. chamado testosterona. órgão onde se realiza a eritropoiese. também chamada pseudo-hermafroditismo. estando. em todos os níveis estruturais. junto com o Necator americanus. A Anatomia em um sentido amplo ou a Morfologia cobre todas as idades. das doenças que só ocorrem em homens. Androgênico – Susbtância que estimula ou produz os caracteres sexuais masculinos Andrógenos – Hormônios masculinos. Constitucional. Androginia – Malformação congênita na qual os órgãos sexuais externos se parecem com os de um sexo. seu volume ou tamanho aumentado. também chamada Urologia. Anemias microcíticas – Redução do número de hemácias. ao passo que as gônadas correspondem ao sexo oposto.ANATOMIA mia Artística. Consiste em uma estrutura metálica com quatro pernas e uma adaptação para segurá-la com as mãos. Anemia ferropriva – Falta de glóbulos vermelhos por carência de ferro. Anéfrico – Ausência de rins. Anestesia geral – Procedimento médico no qual se planejam ações para diminuição de sensibilidade e consciência. é fabricado no testículo e circula no sangue. pela placenta. de anticorpos maternos que costumam produzir-se por incompatibilidade do grupo sangüíneo da mãe e do feto. Andromorfo – Com forma de Homem. Antropológica. Constitui-se no Brasil. Aplicada. mais particularmente. que se desenvolve. Ancilostomíase duodenal – Infestação intestinal causada pelo Ancylostoma duodenale. ○ ○ ANESTESIA A Androsterona – Hormônio sexual masculino. Andador – Sistema de adaptação para quem possui dificuldades para andar. Andropausa – Conjunto das manifestações orgânicas e psíquicas que sobrevêm aos homens entre 50 e 70 anos. especialmente em zonas rurais. O principal deles. independente do sexo determinado geneticamente. Anérgico – Pessoa com anergia. Anemia hemolítica do recém-nascido – Anemia de alguns recém-nascidos decorrente da passagem.

conseqüentes a múltiplas comunicações arteriovenosas congênitas. ou seja. Anestesia peridural – Método de anestesia que consiste em injetar anestésicos diretamente no espaço epidural. Aneurisma cirsóide – Tumor pulsátil constituído por artérias. Aneurisma arteriovenoso – Aneurisma em que uma artéria e uma veia se comunicam. opressão ou mal-estar precordial decorrente de isquemia miocárdica transitória. Angina de peito – Dor. Anestesiologia – Estudo dos procedimentos anestésicos utilizados em Medicina. localizada ou focal. ovários e tubas uterinas. cujas paredes do aneurisma são constituídas pelas próprias paredes das artérias e pelos falsos ou pseudo-aneurismas. Anestesista – Médico especializado em anestesiologia. Aneurisma micótico – Aneurismas arteriais de○ ○ ANGIODERMA correntes de infecção bacteriana sobre as paredes do vaso. sintoma que deve ser um alerta para procurarse atendimento médico de modo ligeiro. sendo a aterosclerose sua causa mais freqüente. similar à urticária. Anestesia regional – Método anestésico no qual se almeja perda da sensibilidade dolorosa em uma região do corpo. Aneurina – Vitamina B1. derivados de rotura completa da parede arterial. Pode causar dependência física. fusiformes e dissecantes. Aneurismotomia – Incisão em um aneurisma. Aneurismorrafia – Sutura de um aneurisma. pelo menos. Relata-se dor em opressão ou constrição. Aneurisma Ventricular – Dilatação da parede de um ventrículo cardíaco. obtida mediante a injeção de um anestésico local na proximidade do trajeto de um ou vários nervos. veias tortuosas e dilatadas. se for uma artéria. Angeíte – Inflamação de um vaso sangüíneo. Aneurisma aórtico – Aneurisma da artéria aorta. Aneurismectomia – Procedimento de ressecção de um aneurisma. Anexos cutâneos –Glândulas sudoríparas. de início súbito e suspensão gradual. Angiectomia – Extirpação cirúrgica de um vaso sangüíneo ou linfático. Anestesiologista – O médico que se especializou em anestesia e anestesiologia. Esses vasos podem ser isolados ou múltiplos e derivam de enfraquecimento da parede ou de estresse anormal na estrutura da artéria.ANESTESIA local sobre um tecido para provocar a ausência de sensações de dor em uma região delimitada. Anfiartrose – Classificação das articulações que têm pouca mobilidade. 50% de aumento. Quanto à forma. diminui a sensação de cansaço e depressão. Anexite – Inflamação dos órgãos anexos ao útero. uma especialidade médica. folículos pilossebáceos e unhas. podem ser divididos em: saculares. cloridrato de tiamina. com. devendo ser tratados por cirurgiões vasculares. Aneurisma – Doença dos vasos sangüíneos que apresentam dilatação permanente. porém afeta uma região mais extensa. comparado ao diâmetro normal esperado para a artéria em questão. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Aneurisma ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Aneurisma . Angioderma – Reação inflamatória da pele e das mucosas digestivas e respiratórias. Os aneurismas venosos são raros. Podem ser verdadeiros. Anfetamina – Substância estimulante que produz um aumento da atividade física e psíquica. Anexopexia – Operação de fixação dos anexos do útero. É de tratamento cirúrgico quando diagnosticado a tempo.

Anódio – Eletrodo com carga positiva. Anisocromia – Desigualdade da coloração. Angiorrafia – Sutura de vasos. Anisocitose – Desigualdade no tamanho das hemácias. Anoniquia – Ausência de unhas.ANGIOESPASMO Angioespasmo – Espasmo de vasos sangüíneos. sem outra doença física. o qual consiste na dilatação da luz da artéria por meio de cateter-balão. Anoxemia – Falta de oxigênio no sangue. Anoxia – Falta de oxigênio nos tecidos. Anorexia – Inapetência. Angioplastia – Procedimento utilizado para tratamento de doenças obstrutivas ateroscleróticas. com exteriorização em outra posição. Anorquidia – Ausência de testículos. Angioscópio – Variedade de fibroscópio adaptado ao exame intravascular. Anidrótico – Fármaco ou método que reduz a sudorese Anilina – Fenilamina. Aniso – Desigual. Angioma – Tumor benigno constituído por vasos sangüíneos ou linfáticos. Anovulatório – Cessação da ovulação. Anidro – Substância que não contém água. Anosmia – Perda do sentido do olfato e do gosto de forma temporária ou permanente. Angiogênese – Processo de formação e desenvolvimento de vasos. Angústia – Alteração da emoção caracterizada pela presença de estresse psíquico e sintomas físicos como tremor. Trata-se de tumores congênitos. Anomalia anorretal – Alteração congênita em que o ânus e o reto estão alterados. Anisocoria – Desigualdade no tamanho das pupilas. perda de peso significativa. Angiosclerose – Esclerose de vasos. palpitações. alterações nos ciclos menstruais. Anidrose – Deficiência na sudorese. após introdução de um meio de contraste radio-opaco neles. Anorexia nervosa – Doença decorrente de insatisfação com a imagem corporal. substância utilizada para colorir medicamentos. que se insufla. Angiorrexe – Ruptura de um vaso. Anoperineal – Relativo ao ânus e ao períneo. Pode ser realizado nas artérias coronárias ou em artérias localizadas fora do coração. Anquilose – Perda e movimento de uma articu○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Angioplastia Angio-Ressonância – Exame subsidiário diagnóstico de imagens por ressonância magnética. Angiografia – Procedimento que visa estudar a anatomia dos vasos sangüíneos. perda de apetite. Anima mobile – Expressão latina que significa o ser humano. Anomalia – Refere-se a alterações de estruturas anatômicas que mudam de funções. inquietude e outros. suor. Anima vili – Expressão latina que significa os outros animais que não o ser humano. ○ ○ ANQUILOSE A Angiostenose – Estreitamento aterosclerótico de vasos. Anisometropia – Desigualdade de refração dos olhos. . Angiospasmo – Espasmo dos vasos acompanhado de isquemia da área em questão. aumentando o diâmetro interno naquele ponto. Angiossarcoma – Sarcoma de tecido vascular. sensível ao fluxo e à orientação. Anorretal – Referente ao ânus e reto. Anisomelia – Desigualdade nos membros. há inapetência.

Ansiedade – Estado emocional de intranqüilidade.ANSERINA lação. Antidepressivos – Medicamentos utilizados no tratamento da depressão que atuam nos neurônios ou nas células do sistema nervoso. Também chamado analgésico. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . em geral. Andar anserino: modo de caminhar de gestantes que. de modo que não ocorra a fecundação. alergias. arritmias e hipertensão arterial. Antálgico – Posição adotada para melhorar a dor. Anticonvulsionante – Medicamento que trata convulsões. passam a caminhar como gansos. Anti-helmíntico – Medicamento para combate de vermes. Deve-se também informar quais doenças afetam ou afetaram familiares mais próximos. Não devem ser tomados sem consulta médica. incluindo dados referentes a traumatismos. intervenções cirúrgicas. Ante Partum – Período que precede o parto. Antecedentes pessoais e familiares – Resumo do estado anterior de uma pessoa até o momento da entrevista. Anticoagulante lúpico – Anticorpo que atua contra fosfolipídeos do sistema da coagulação sangüínea. Ansiolítico – Que acalma a ansiedade ou a angústia. Anticoagulantes orais – Medicamentos administrados por via oral. história obstétrica e psiquiátrica. internações em hospitais. com o crescimento do útero. Ante Mortem – Evento que ocorre antes da morte. doenças relevantes. vacinas. Antiastênico – Medicamento que restaura forças. Esses antecedentes obtidos durante a entrevista inicial do próprio paciente ou de algum familiar formam a parte da história clínica. Antiálgico – Medicamento utilizado contra a dor. Anticoagulante – Medicamentos que alteram a coagulação do sangue. Anserina – Aspecto da pele que se torna áspera. Associa-se a fenômenos hemorrágicos. Antiácido – Medicamento que impede ou neutraliza o desenvolvimento de ácido no estômago e duodeno. ○ ○ ANTIDEPRESSIVOS Antibacteriano – Substância que impede o desenvolvimento de bactérias. Anticorpo – Globulinas séricas que tem a propriedade de se combinarem de modo específico a certas substâncias estranhas solúveis ou celulares denominadas antígenos. Anticolinérgico – Substância antagonista da acetilcolina. decorrente da destruição de elementos importantes. Antagonistas do cálcio – Medicamentos que bloqueiam o fluxo de cálcio por meio das membranas das células. retarda a velhice. Anticoncepcionais orais – Métodos e produtos que impedem a fecundação por meio de preparados hormonais com a combinação de estrógenos em doses baixas ou médias e progesterona. Anteversoflexão do útero – Posição normal do útero na pelve. modificando as conexões entre esssa células e seus neurotransmissores. Anticitotóxico – Que faz diminuir ou cessar a destruição das células e. Anticoncepcionais – Métodos e produtos que impedem a fecundação. empregados no tratamento de cardiopatia isquêmica. enrugada e assemelha-se à pele de um ganso. Ante Cibum – Expressão latina que significa antes das refeições. seca. teoricamente. estando associada essa situação a um risco maior de sofrer trombose venosa e abortos repetidos. utilizados para o tratamento e a prevenção de problemas relacionados com um excesso de coagulação. Anticoncepção – Processo técnico utilizado para evitar a gravidez por métodos farmacológicos. Antibéquico – Substância contra a tosse. Ansioso – Pessoa acometida de ansiedade. desconforto e medo. São denominados anti-Vitamina K ou dicumarínicos. Antibióticos – Medicamentos destinados a curar doenças infecciosas do tipo bacterianas. Anterior – Termo utlizado para designar estrutura próxima ao plano frontal. instrumentais ou que alteram ou bloqueiam os processos reprodutivos.

Antifebril – Antipirético. medicamento para abaixar a febre. Antipalúdicos de síntese – Grupo de medicamentos utilizados para o tratamento da malária ou paludismo. Sua função principal é favorecer a absorção de água pelo rim. alfateroproteína e antígeno carcinoembrionário (CEA). Antídoto – Medicamento ou substância que se opõe à ação de outra. Antiemético – Medicamento ou substância que diminui ou faz desaparecer vômitos e náuseas. Antifosfolipídeo – Anticorpos dirigidos contra os fosfolipídeos: cardiolipina e anticoagulante lúpico.A. estes regulam o crescimento descontrolado das células. Antiinflamatórios não esteróides (AINE) – Medicamentos para o tratamento da inflamação. ○ ○ Antígeno Anticorpo Anticorpo Antidiabéticos orais – Medicamentos empregados por via oral para controlar a glicemia no tratamento do diabetes mellitus. Antiluético – Medicamento contra a lues ou sífilis. Antiflogístico – Medicamento para tratamento da inflamação. também denominado proto-oncongenes. Antiparkinsoniano – Medicamento que diminui a rigidez e freqüência dos tremores do Parkinson. Anti-hipertensivo – Medicamento para tratar hipertensão ou pressão alta. Antiepilético – Medicamento para tratar epilepsia. Antiefélico – Medicamento utilizado contra as sardas. mais nociva para as células em divisão que para as células normais. Antígeno tumoral – Substância presente em tecidos cancerosos: antígeno das células leucêmicas e células sarcomatosas. Antineoplásico – Medicamento quimioterápico que controla ou destrói células cancerosas. induzem resposta. Antimicóticos – Medicamentos contra fungos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Anti-helmíntico – Medicamento que destrói ou impede o desenvolvimento de parasitas. Antilactagogo – Substância que suprime ou diminui a secreção de leite. tóxica. Antiescorbútico – Vitamina C ou ácido ascórbico. Antígeno prostático específico (P. Antimicrobianos – Medicamentos que impedem o desenvolvimento de bactérias e fungos.ANTIDIABÉTICOS ○ ○ ANTIPALÚDICOS A Antiftírico – Medicamento contra piolhos. quando reconhecidas pelo sistema imune. Anti-histamínicos – Medicamentos que se opõem à ação da histamina. Antígenos – Substâncias estranhas que. Antiestreptolisina – Anticorpo que neutraliza a estreptolisina O. Antidiurético hormonal – Hormônio com função antidiurética produzido nos núcleos supra-óptico e paraventricular do hipotálamo e armazenado no lobo posterior da hipófise. A ação desse medicamento para o tratamento do câncer se baseia na sua ação citotóxica. Antiespasmódico – Medicamento que combate espasmos intestinais.S. Antidiarréico – Medicamento capaz de reduzir a freqüência e (ou) intensidade das evacuações. Antifungicidas – Medicamentos ou substâncias que destroem fungos ou inibem seu crescimento e sua reprodução.) – Marcador de tumores que são detectados mediante exames de sangue e que pode indicar presença de câncer de próstata quando elevados. Anti-oncogenes – Genes normalmente envolvidos no controle da expressão de oncogenes.

das enzimas necessárias à coagulação sangüínea. A crossa está situada à direita da traquéia. após passar. e a aorta também. Antitrago – Proeminência na região inferior do lóbulo da orelha. irriga a totalidade do corpo humano. Anúria – Ausência completa de formação da urina nos rins. As pessoas podem infectar-se se ingerirem a carne dos animais contaminados. atuando sobre as superfícies dos tecidos vivos. É uma doença de animais domésticos. sai do ventrículo esquerdo. Antraz – Doença infecciosa causada pelo Bacillus anthracis.ANTIPRURÍDICO Antiprurídico – Medicamento que combate o prurido. Antracose – Doença pulmonar ou pneumoconiose. posteriormente. à esquerda. geralmente. Anti-Xa – Substância dotada de atividade antifator X da coagulação. Antitérmico – Substância que produz diminuição da temperatura corporal. Antipsicótico – Medicamento que diminui os sintomas da psicose. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . e cuja síntese depende da vitamina K. Ânus imperfurado – Anomalia congênita da região anorretal. em seus detalhes e suas relações. Impede a formação. Antiulceroso – Medicamento que trata as doenças pépticas gastrointestinais. Ânus – Orifício que comunica o canal anal ao meio externo. como porcos. no coração. Antitoxinas – Anticorpos que neutralizam o efeito das toxinas ou dos venenos produzidos por microorganismos. Aórtico – Que tem relação com a aorta. Aortite – Inflamação da aorta. também chamada canibalismo. Aortectomia – Retirada de parte da aorta. para o esôfago. Anti-vitamina K – Substância anticoagulante ativa. Anti-social – Pessoa que procede contra as normas da sociedade. Antropometria – Mensuração do corpo humano. como a lavagem das áreas a ser operadas e das mãos do cirurgião. a aorta descendente encontrase. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Aorta ○ ○ Aorta à direita – Variação anatômica da crossa aórtica. Antropologia – Estudo da humanidade considerado em seu conjunto. no fígado. a qual afeta pessoas que trabalham nas minas pela inalação de partículas de carvão durante tempo prolongado. ovelhas e gado. antagonista da vitamina K. Anti-sepsia – Conjunto de métodos de desinfecção utilizados antes de procedimentos cirúrgicos. Antropóide – Semelhante ao Homem. Há ausência de ânus ou presença de fina membrana translúcida que o cobre. Antitussígeno – Qualquer medicamento narcótico ou não narcótico que atua sobre o sistema nervoso central e periférico para suprimir o reflexo da tosse. Antropofilia – Tendência de insetos em picar o Homem. a vitamina D. antitrombótica. formada pelo 4º arco aórtico direito. Anti-raquítico – Medicamento que evita o raquitismo. Anti-sépticos – Compostos que destroem os microorganismos. Anular – Em forma de anel. Antrectomia – Ressecção do antro na região pilórica do estômago. ○ ○ AORTITE Antropofagia – Ato de comer carne humana. Aorta – Principal artéria do corpo.

Apetite – Desejo de alimentos no intervalo entre refeições.8 cm de diâmetro. circulatórios e neurológicos. se não diagnosticada. Aplacentário – Sem placenta. Apático – Pessoa com apatia. Apinealismo – Ausência da glândula pineal. leucocitose. pois o indivíduo deixa de respirar durante uns segundos enquanto dorme. Apnéia do sono – Transtorno do sono que se produz. Apófise – Acidente ósseo que determina uma saliência. e diminuição dos ruídos intestinais. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Colo ascendente Colo descendente Reto Apêndice vermiforme . Colo transverso ○ ○ APONEUROSE A Apendicectomia – Retirada do apêndice vermiforme. Apiogênico – Que não produz pus. método antigo. Aortotomia – Abertura cirúrgica da aorta. pode ser acompanhada de vômitos. Aortomalácia – Amolecimento das camadas da aorta. há punção por via posterior. Aparelho lacrimal – É constituído por glândulas lacrimais e vias excretoras. Aparelho – Combinação de diferentes sistemas do corpo humano. Aponeurose – Membrana de tecido conjuntivo que envolve os músculos. escala de – Sistema de avaliação dos recém-nascidos. Aortoplastia – Reestruturação da parede da aorta por meio cirúrgico.AORTOGRAFIA Aortografia – Radiografia da aorta e de seus ramos após injeção de líquido opaco aos raios X. Artotomia – Incisão em parte da aorta. Aortosclerose – Esclerose da aorta. localizado do lado inferior direito do abdome. mede 7 a 14 cm de comprimento e 0. Apgar. Aortite – Inflamação da aorta. Sua inflamação denomina-se apendicite. O tratamento da apendicite consiste na extirpação cirúrgica nas primeiras 24-48 horas da aparição dos sintomas. para chamar a atenção dos mais velhos. denominado polissonografia. ou fossa ilíaca direita. Aponeurorrafia – Sutura de uma aponeurose. Aparelho extensor do joelho – Conjunto de músculos e tendões cujos movimentos produzem a extensão da perna. Aplástico – Com desenvolvimento deficiente. Aplasia – Falta de desenvolvimento normal de um órgão ou de uma parte do corpo. que utiliza critérios respiratórios. febre branda. Apendicolitíase – Presença de cálculos no interior do apêndice. O apetite pode estar sujeito a impulsos desregrados. Deve-se procurar especialista para indicação de exame especial durante o sono. Apatia – Ausência de afetividade. Apendicite – Inflamação do apêndice vermiforme que. O sintoma mais comum desse quadro é dor intensa na fossa ilíaca direita. rigidez abdominal. constituindo-se em compensação por perdas ou frustrações. Ápice cardíaco – Ponta do coração. Aortalgia – Sensação dolorosa na aorta. Apirexia – Sem febre. Na modalidade translombar. Apêndice vermiforme – Parte do ceco. evitando perfuração e complicações posteriores. Apituitarismo – Falta de atividade da glândula hipófise. pode evoluir para perfuração e peritonite. Apofisite – Inflamação de uma apófise. Pode ser executada por meio de cateterismo de outra artéria. Apical – Referente ao ápice. Apirético – Pessoa que não tem febre. Aortoptose – Deslocamento da aorta de sua posição normal.

ou na axila. Arco senil – Anel cinza que se observa na borda da íris. Aqueilia – Ausência de lábios. Aracnóide – Uma das três meninges. membranas que cercam o encéfalo e a medula espinal. Também denominada leptomeninge. Aquiles. Arrenoblastoma – Tumor ovariano constituído de células produtoras de testosterona. na virilha. Também se diz aréola para um círculo avermelhado ao redor de um ponto inflamado. Aquimia – Falta de quimo. Apostema – Abscesso. Apósito – Tecido limpo ou estéril que se aplica diretamente sobre uma lesão ou ferida para proteger a região. Apraxia – Incapacidade para fazer o uso adequado de objetos. Ar residual – Ar que permanece no pulmão após expiração. Aracnodactilia – Dedos excessivamente longos. absorver a possível secreção. deter a hemorragia ou veicular uma medicação. também denominada geofagia. Apoptose – Em genética. Arejamento – Renovação do ar ou ventilação. a qual produz uma inflamação e formação de pústulas na pele ferida. Aritenóide – Cartilagem do esqueleto da laringe.APONEUROSITE Aponeurosite – Inflamação de uma aponeurose. Vê-se com mais freqüência em pessoas mais velhas e aquelas com doenças do metabolismo lipídico. tende a encaixar-se. Observa-se em certas parasitoses intestinais. Argirismo – Intoxicação por sais de prata. Aptialismo – Falta de secreção salivar. morte celular programada. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Nodo atrioventricular ○ ○ Fascículo atrioventricular (Feixe de His) ○ ○ ○ Nodo sinoatrial ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ramos direito e esquerdo do fascículo ○ ○ Estrutura do sistema condutor do coração ○ ○ . Aproctia – Ausência ou imperfuração do ânus. parte do feto que. Aréola mamária – Região das mamas de forma arredondada que cerca o mamilo. Argilofagia – Vício de comer terra. Aracnidismo – Envenenamento pelas toxinas da aranha. febre por – Doença causada pelo arranhadura ou mordida de um gato sadio. e pode haver aparecimento de caracteres sexuais secundários. tendão de – Forte tendão dos músculos sóleo e gastrocnêmio. sobrevém aumento de tamanho dos linfonodos no pescoço. Apresentação cefálica: quando a primeira região do feto a apresentar-se é a cabeça. Significa: em forma de concha. provocando sua destruição. Aquilia – Falta ou deficiente formação de quilo. Apoplexia – Rompimento de um vaso arterial provocado por doenças ou traumatismos acompanhados da saída de certa quantidade significativa de sangue dos tecidos. Aquilodinia – Dor no tendão aquileu. Arreflexia – Abolição de reflexos. Decorrente do depósito de gordura na união da córnea com a esclerótica. Ao fim de duas semanas. Arrinia – Ausência congênita de nariz. Apresentação – Em obstetrícia. Aracnoidite – Inflamação da aracnóide. Arranhadura de gato. Argiria – Descoloração da pele em decorrência da deposição de prata. ○ ○ ARRINIA Areolar – Relativo à aréola. do estreito superior da pelve. Aritenoidite – Inflamação da cartilagem aritenóide. Argêntico – Diz-se de substância que contém prata.

Arteriomalácia – Amolecimento da túnica muscular da artéria. Arterioplastia – Cirurgia reparadora de uma ou mais artérias. Arteriopatias – Doenças das artérias. Artéria lusória – Qualquer ramo anômalo da crossa da aorta. Arterioplasia – Falta de desenvolvimento de uma artéria. Muito útil nas doenças arteriais agudas ou crônicas para diagnóstico ou precedendo uma intervenção endovascular. Arteríola – Artéria de pequeno calibre. de um líquido opaco aos raios X. diretamente ou por um cateter. decorrente de um erro no desenvolvimento dos arcos aórticos durante a vida embrionária. Artéria – Vaso sangüíneo que sai do coração em direção aos tecidos e possui ramos para os diversos órgãos. ○ ○ ARTERIOPLASTIA A Artéria pulmonar – Tronco da artéria pulmonar que emerge na saída do ventrículo direito em direção aos pulmões e pertence à circulação pulmonar. Arteriografia cerebral – Exame radiográfico do crânio obtido após injeção de contraste nas artérias cerebrais. Arterialização – Transformação do sangue venoso em arterial. podendo cursar com insuficiência renal e choque. Arsenicismo – Intoxicação causada pela ingestão ou inalação de arsênio. Arterectomia – Retirada de parte de uma artéria. Arteriografia – Exame radiográfico de uma região do corpo humano após injeção arterial. Arterioectasia – Dilatação de uma artéria.ARRITMIA Arritmia – Alteração do ritmo cardíaco normal em sua formação e/ou condução. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Artéria subclávia direita Arco da aorta Artéria radial direita Artéria femoral direita Artéria Arteriografia ○ ○ . Pode ser digital ou convencional.

Ascaris lumbricoides – Verme parasita longo e cilíndrico que infesta o intestino. geralmente mediante punção direta no espaço articular. Ascaricida – Que mata os áscaris. Artroclasia – Operação para fraturar a articulação anquilosada a fim de tentar restaurar os movimentos. depois destruição de cartilagem com produção de lesões cartilaginosas. O joelho é uma articulação do tipo móvel e sinovial.ARTERIOSCLEROSE Arteriosclerose – Compreende um grupo de doenças que tem como característica comum o endurecimento da parede arterial. mais ou menos simétricos. Artrodese – Fixação de uma articulação alterada por alguma doença crônica mediante operação. Artrodinia – Dor na articulação. Artropatia – Doença articular. Artrite reumatóide – Doença reumática crônica de origem auto-imune. assim como lesões de outros órgãos. Arteriotomia – Incisão em uma artéria. Artrogripose múltipla congênita – Doença congênita caracterizada por enrijecimentos articulares múltiplos. anatomicamente. caracterizadas. Artrite – Inflamação de uma ou mais articulações. Esta última é uma afecção de artérias de grande e médio calibre caracterizada por lesões com aspecto de placas segundo sua fase evolutiva. Quanto ao tipo de tecido interposto. ocorre destruição progressiva das articulações e estruturas adjacentes. chegando ao espessamento de suas paredes. Ascaridíase – Infecção causada no Homem pelo verme Ascaris lumbricoides ao ingerir seus ovos em alimentos contaminados. incluindo as seguintes entidades: arteriolosclerose. esclerose calcificante da camada média e aterosclerose. Arterite – Nome genérico dado a lesões arteriais de origem inflamatória ou degenerativa. Além da inflamação. Artrose – Nome sob o qual são designadas as afecções crônicas degenerativas não inflamatórias das articulações. Artrópode – Organismo invertebrado de um grupo muito numeroso do reino animal em que se incluem pulgas carrapatos. piolhos e outros parasitas humanos. caracterizada pela inflamação das articulações. compreendida entre dois ou mais ossos do corpo. Artrocentese – Manobra pela qual se evacua o conteúdo articular. ou parte deste. Quanto à mobilidade. Articulação – Estrutura anatômica pertencente ao sistema esquelético. provocando Articulação Artralgia – Dor na articulação. Arteriótomo – Instrumento para praticar arteriotomia. pela lesão. ASA – Classificação de candidatos a operações conforme risco previsível. geralmente em flexão. classificam-se em móveis. Artrotomia – Incisão em uma articulação. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . evidentes desde o nascimento e não progressivos. cartilaginosas e sinoviais. ferida penetrante ou chegada de bactérias por meio da corrente sangüínea de foco de infecção em qualquer ponto do organismo até a articulação. Artrectomia – Retirada parcial ou total de uma articulação. Artroplastia total – Consiste na substituição de uma articulação por outros elementos artificiais. semi-móveis e imóveis. Asbestose – Doença que afeta os pulmões pela inalação de pó ou outros materiais procedentes do asbesto. Cabeça do fêmur Cabeça do úmero ○ ○ ASCARIS Artrite séptica – Infecção bacteriana aguda de uma articulação. classificam-se em: fibrosas. algumas vezes à dilatação ou à obliteração do vaso. causada por traumatismo.

Asilos – Locais que acolhem idosos. Retirada dos testículos ou dos ovários. Aspermia – Falta de formação ou ejaculação do sêmen. Assialia – Ausência de saliva. Apresentam-se como serviço que cobre carências de acolher. Asperger. não poderia viver. o Streptococo betahemolítico do grupo A. Fixa-se no intestino e alimentase do quimo intestinal. Asfixia – Supressão da hematose por qualquer causa que impeça a entrada de oxigênio nos pulmões. sem a ajuda de um grupo. Participam dessa doença mastócitos e eosinófilos Asma cardíaca – Crises noturnas de dispnéia em pacientes com insuficiência cardíaca. Pode-se detectar em pessoas sadias e doentes. produzida pelo Aspergillus fumigatus e que tem sinais e sintomas muito parecidos com os da tuberculose pulmonar. Estabelecimentos que servem de moradia permanente para anciãos. A causa mais freqüente é a insuficiência hepática e hipertensão portal. Aspergilose – Doença crônica dos pulmões. Aplicação prática do ser humano em viver em grupo. o artista Michelangelo Buonarroti seria portador destas doença. que produzem redução do calibre das vias aéreas. Aspartame – Adoçante sintético. Assepsia – Técnica que consiste em prevenir contaminação de ambientes e pessoas. as pessoas que necessitam desse serviço. Aspergillus – Fungo que pode causar doenças. Ascite – Acúmulo de líquido livre na cavidade peritoneal. Asclépios – Na mitologia grega. Segundo estudos recentes. Asma brônquica – Doença inflamatória crônica das vias respiratórias que se caracteriza por resposta exacerbada da árvore brônquica a estímulos diversos. Assiderose – Ausência de ferro. síndrome de – Variedade de autismo infantil associada a performances excepcionais em certos domínios como a memória. aos quais se presta uma atenção integral continuamente. no seio de um grupo. Não sexual. Assexualização – Sinônimo de Castração. ASLO (antiestreptolisina O) – Anticorpo que aparece no organismo após contato com o germe causador da febre reumática. ocasionando episódio ○ ○ ASSIDEROSE A de estreitamento geral das vias respiratórias e obstrução do fluxo aéreo. É dipeptídeo derivado do ácido aspártico. Aspiração – Retirada de líquido de uma cavidade mediante aspirador ou seringa. o deus da Medicina ou Esculápio. Acolhem-se pessoas com problemas ou que. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Mucosa Luz da via aérea Asma .ASCITE a Ascaridíase. Aspermatismo – Falta de espermatozóides no líquido seminal. que podem cessar espontaneamente ou com tratamento. ou azoospermia. obstruindo as vias respiratórias ou pressionando-as desde o exterior. Assexual – Sem sexo.

Ataxia – Transtorno caracterizado pela diminuição da coordenação dos movimentos. Atavismo – Conjunto de potenciais hereditários da raça. Ataxia-telangiectasia–Imunodeficiência com infecções repetitivas e alterações endócrinas como diabetes mellitus. Atadura gessada – Atadura embebida de gesso. Assistolia – ausência de contração do miocárdio. Ataxia locomotora progressiva – Conhecida ○ ○ ATRESIA também por Tabes dorsalis. Ato reflexo – Movimento involuntário de um órgão de parte do corpo em resposta a um estímulo. no qual há dilatação de vasos sangüíneos. Assintomático – Paciente que se apresenta sem sintomas. mas tendência a desvio da coluna sem alteração estrutural. Acesso repentino e grave de uma doença. estreitamento do diâmetro dos brônquios. decorrente da exposição de estímulos. Ateroma – Acúmulo de substâncias na luz arterial que vão. Nome atribuído a um Titã na Mitologia Grega. endurecendo-os e dificultando a irrigação. Astenia – Fraqueza generalizada do corpo humano. Atlas – A primeira vértebra cervical. que causa insuficiências funcionais múltiplas. coceira. progressivamente. alterações cardíacas. Assinergia – Falta de coordenação entre grupos musculares. Astenopia – Cansaço ou enfraquecimento dos olhos. Atetose – Doença neuromuscular caracterizada por movimentos lentos. Assistentes sociais – Profissionais com diploma universitário que pesquisam as causas que comprometem o equilíbrio físico. Atrabile – Substância escura proveniente da deterioração após a morte da medula adrenal. Atelectasia – Colapso de parte do pulmão que dificulta a troca respiratória de gases. Fechamento de um conduto. até mesmo. Designa igualmente o enfraquecimento das funções de um órgão ou sistema. causado pela fadiga de músculos específicos. Atresia – Ausência ou estreitamento de uma passagem natural. alteração da coluna vertebral de origem luética. Astasia-abasia – Impossibilidade de ficar de pé e de andar. inflamação. Ver arteriosclerose. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Atrepsia – Caquexia em crianças. ocluindo o vaso. família ou grupo e qualquer ação possível de ajudá-lo.ASSINCLITISMO Assinclitismo – Apresentação oblíqua da cabeça do feto no estreito superior da bacia. Atópico – Pessoa portadora de atopia. Atitude escoliótica – Falsa escoliose. Asteatose – Deficiência de secreção sebácea. Atoxicidade – Característica de uma substância de não ser tóxica. na qual não existe fratura vértebral. seguido ou não de convulsões. Ateromatose – Doença que se caracteriza pela formação de placas de colesterol na luz interna dos grandes vasos sangüíneos. contínuos e involuntários na paralisia cerebral e em outras doenças neurológicas. psicológico. Atonia – Perda de tônus muscular. Produz andar cambaleante e desequilíbrio postural decorrente de lesões na medula espinal ou no cerebelo. Ataque – Termo utilizado vulgarmente para designar epilepsia e. Atopia – Fenômeno de hipersensibilidade humana. Astigmatismo – Transtorno ocular que ocorre quando a córnea não tem uma superfície regular e quando não se vê nitidamente a partir de nenhuma distância por causa de distorções da imagem refletida na retina. Astasia – Incoordenação motora que torna impossível permanecer de pé. Depressão do estado geral. Atresia biliar – Ausência congênita das estruturas biliares que causa icterícia e lesão hepática. denominada sístole. econômico ou moral de um indivíduo.

com ação vagolítica. Pode ocorrer por falta de uso. cutânea. Percepção de uma imagem. Audífonos – Aparelhos utilizados para combater a surdez. Aura – Sensação subjetiva passageira que precede o ataque de epilepsia. cranial ao ventrículo com o qual se comunica pelo óstio atrioventricular. Autismo – Define-se como alteração significativa e global da relação social. intoxicação ou problema passageiro de circulação cerebral. abdominal. da consciência. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . ou por puro envelhecimento. Aurículas – Pavilhão da orelha. É muito importante para todas as mulheres após a adolescência. Auto-hemoterapia – Tratamento pelas injeções de sangue do próprio doente. Audiometria – Exame diagnóstico para avaliar e medir a perda da audição. Autógeno – Produzido dentro do próprio organismo. escutar. Constituídos de um fone anatômico unido a um amplificador dotado de um interruptor e um comando de volume. Auscultação – Modo de escutar os sons provenientes do interior do organismo. Atropina – Alcalóide da beladona. Ausência – Perda passageira de memória e. que permite conhecer o estado de diversos órgãos do corpo. por causa de fadiga. Auto-exame das mamas – Procedimento de exame das mamas em busca de qualquer alteração indicativa da possível existência de um tumor. alteração grave da linguagem e presença de condutas ritualistas e compulsivas. Aurismo – Intoxicação crônica pelos sais de ouro. Autoclave – Aparelho esterilizador com base no vapor d’água sob pressão a altas temperaturas. Auto-imunidade – Condição na qual certos tecidos de um indivíduo são afetados pelo próprio sistema imunológico.ÁTRIO Átrio do coração – Câmara cardíaca com parede muscular fina. falta de nutrientes imprescindíveis. Essa sensação é muito variável e pode ser vinculada aos cinco sentidos. Auto-anticorpos – Anticorpos contra estruturas próprias. ○ ○ AUTO IMUNIDADE A Fossa triangular ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Átrio direito Átrio esquerdo ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Concha Aurículas ○ ○ ○ Átrios do coração Atrofia – Diminuição do tamanho de um órgão ou parte do corpo. Auto-imune – Existência de resposta anormal do sistema de defesa contra tecidos e estruturas próprias. planta da família das Solanáceas. Audiograma – Gráfico resultante de uma audiometria. até mesmo. Audição – Um dos cinco sentidos: ação de ouvir. cefálica ou psíquica. Parte pequena de cada átrio do coração. Atrófico – Quando ocorre atrofia.

decorrente de insuficiência renal. termo mais adequado. utilizando os dados de idade cronológica. Azeite mineral – Laxante amolecedor das fezes. idade altura. Azoospermia – Consiste na ausência de espermatozóides no esperma. Ázigos – Ímpar. Pode ser natural ou adquirida. Avulsão – Saída completa do órgão de seu local original por trauma ou amputação cirúrgica. idade mental e idade genital. gastrite e esofagite. Utilizada desde 1987 no tratamento da infecção pelo HIV. Azotemia – Presença. Auto-observação – Observação praticada sobre si mesmo. Azidotimidina – Substância antiviral. Autópsia – Exame minucioso de um cadáver. Autotransfusão – Transfusão de sangue captado no ato operatório e reprocessado por meio de máquinas específicas. emoliente. Autolisado – Produto de autólise. AVC – Iniciais de acidente vascular cerebral. Sinônimo de necropsia. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Telodendro Dendritos Bainha de Mielina ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Corpo celular ○ ○ ○ Axônio Axônio ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Azotúria – Aumento da uréia na urina. do esterno e das costelas. Auxograma – Sistema de coordenadas que. Axila – Região na parte inferior da junção entre braço e ombro. idade óssea. vizinha da timidina. Avirulento – Não virulento. Avitaminose – Falta de vitamina. Avascular – Sem vasos. de produtos de excreção nitrogenados. contribui para o diagnóstico de distúrbios do crescimento. e que substitui esta na cópia do ADN pela transcriptase reversa do HIV. que ela vai então bloquear. Autólise – Digestão das células ou dos tecidos por substâncias existentes em seu âmago. O esqueleto axial é composto por ossos do crânio. Azia – Um tipo de dor no qual se sente ardor no meio do peito ou no epigástrio. ○ ○ AZOTÚRIA Axial – Refere-se a eixo. idade peso. Pode estar associada à hérnia de hiato. no sangue. Que só existe de um lado. Axis – A segunda vértebra cervical. Autovacina – Vacina preparada com antígenos retirados do próprio doente. Axônio – Prolongação única e alongada do corpo do neurônio que participa da transmissão de estímulos elétricos.AUTO INFECÇÃO Auto-infecção – Infecção por germes existentes no próprio corpo. da coluna vertebral. Auto-intoxicação – Intoxicação por toxinas produzidas no interior do próprio corpo.

ou por sua forma: bacilos. Bacteriostático – Substância que tem como função paralisar o crescimento de bactérias. Bacilogênico – Originada de bacilos. por sua capacidade de absorção de corantes especiais: gram positivas ou gram negativas. Existem diversos tipos de bactérias. Bacteriófago – Tipo de vírus que coloniza bactérias. depósito e classificação de sangue e hemoderivados para transfusões posteriores. destruindo plaquetas. Baço – Órgão localizado na cavidade abdominal. Banco de Sangue – Local onde há coleta. Bacilúria – Presença de bacilos na urina. Balsâmico – Relativo ao bálsamo. Esse método facilita a diminuição da inflamação e a realização de movimentos articulares. Bacilífero – Pessoa transmissora de bacilos. Bandagem – Peça ou faixa de tecido. Bálano-postite – Inflamação da glande e do prepúcio. Serve como filtro de sangue. espiroquetas. Bálsamo – Termo que designa diversas substâncias como pomadas e linimentos. região anatômica na extremidade do pênis. Banho de assento – Imersão da pelve em uma bacia para limpeza do períneo e adjacências. Bacilos – Bactérias em forma de bastonetes. Bagassose – Doença decorrente de inalação do pó da cana-de-açúcar. Bacteremia – Condição na qual há presença de bactérias no sangue. cocos. em banhos de água quente e água fria. sob supervisão de um médico Hematologista. Balanite – Inflamação da glande. Bactéria – Microrganismo unicelular. Serve para mobilizar estruturas osteoarticulares. os membros superiores ou inferiores. Algumas provocam doenças no Homem. Bacterioscopia – Exame que procura bactérias. de modo alternado. glóbulos vermelhos e brancos envelhecidos ou defeituosos e fabrica anticorpos como parte do sistema linfático. enquanto outras intervêm em diversos ciclos biológicos como o ciclo do nitrogênio. B Bacilemia – Invasão de bacilos no sangue. Bacteriologia – Ramo da Ciência que se preocupa com bactérias.BACILEMIA ○ ○ BANHOS Bactericida – Substância ou condição que propicia a morte de bactérias. Bacitracina – Antibiótico que pode ser empregado em aplicações locais contra bactérias gram positivas e gram negativas. Mede 13 cm de comprimento e pesa 200 gramas em adultos. Bacilose – Doença causada por bacilos. classificadas conforme características de seu crescimento: aeróbicas ou anaeróbicas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Membrana plasmática ○ ○ Parede celular ○ ○ ○ ○ Bactéria ○ ○ . Banhos de contraste – Técnica que consiste em introduzir.

Barotrauma – Lesão provocada por variações na pressão atmosférica. Basiotripsia – Operação dramática que tem por objetivo triturar. Tricobezoar: cabelos ingeridos por pessoas com transtornos mentais que formam um bolo no estômago. com evolução favorável. utilizado para vacinação antituberculosa. Beribéri – Doença dos nervos periféricos decorrente da falta de tiamina. Betaterapia – Modalidade de terapia por raios beta ou isótopos radioativos. durante a gestação. o segmento cefálico do feto morto. utilizado como contraste em exames radiológicos. Baso-celular – Termo que designa a camada profunda ou basal da epiderme. violentos e desordenados em ambos os dimídios do corpo. Situada na pelve. Baroterapia – Tratamento por mudança na pressão atmosférica. Bartolinite – Processo inflamatório bacteriano da glândula vestibular ou de Bartholin. retorcido e irregular. Barorreceptor – Órgão ou região do corpo sensível a variações de pressão. BCG – Iniciais que designam o bacilo tuberculoso de origem bovina atenuado. Carcinoma basocelular: tipo de tumor epidérmico. Baronarcose – Anestesia realizada por inalação de uma mistura cuja pressão é superior à pressão atmosférica. Betabloqueadores – Grupo de medicamentos que atuam em receptores adrenérgicos. Baritose – Doença profissional decorrente de inalação prolongada de sulfato de bário. Betaestimulante – Drogas que excitam receptores adrenérgicos. Beijo da vida – Técnica de ventilação pulmonar de emergência na qual os lábios se tocam. Bibalismo – Doença com extensão muscular exagerada decorrente de movimentos involuntários. Barbiturismo – Intoxicação pelos derivados do ácido barbitúrico. BRE – Bloqueio de ramo esquerdo do sistema condutor do coração. Betalactamase – Enzima produzida por bactérias. Base do crânio – Região anatômica localizada inferiormente no crânio. tornando-os insensíveis à ação da adrenalina e de derivados. Beriliose – Doença provocada pelo contato com o berílio. Beladona – Planta que contém atropina. Bário – Metal radiopaco.BARBEIRO Barbeiro – Inseto transmissor da doença de Chagas ○ ○ BIBALISMO Basófilo – Célula granulosa que se cora com corantes básicos. Basofilia – Condição na qual há acúmulo de polimorfonucleares basófilos no sangue. BAV – Abreviatura de bloqueio atrioventricular. Benzodiazepínicos – Medicamentos com ação ansiolítica e anticonvulsionante. Benigno – Diz-se de doenças que não cursam com risco iminente de morte. Barodontalgia – Dor de dente decorrente de variação na pressão atmosférica. Pode ocorrer em mergulhadores que descem a grandes profundidades ou que não usam técnica e equipamentos adequados. podendo obstruí-lo. cujo núcleo é em forma de S. Barbeiro Barbitúrico – Substância derivada do ácido barbitúrico ou maloniuréia. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . mais conhecida como respiração boca-a-boca. São drogas ansiolíticas em baixas doses e hipnóticas em altas doses. BRD – Bloqueio de ramo direito do sistema condutor do coração. Bexiga urinária – Órgão muscular que serve de reservatório para a urina. Bezoar – Corpos estranhos encontrados no estômago. doença do coração. com ação no sistema nervoso central.

BÍCEPS Bíceps – Etimologicamente. verme tropical. dor abdominal e debilidade. Bicúspide – Termo que designa a valva átrio-ventricular esquerda do coração. Bigonadismo – Detecção de dois tipos de gônadas na mesma pessoa. para leitura em duas distâncias diversas. Bigeminia – Alteração no ritmo cardíaco normal do coração. é parasita do ser humano. Bilharziase – Infestação por bilharzia. que pode infectar o homem. Bile – Líquido secretado pelo fígado. ○ ○ BILHARZIASE B ○ ○ ○ © ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Bicúspide ○ ○ ○ Bíceps Bico de papagaio – Nome popular dado a alterações nos corpos vertebrais denominados osteófitos. armazenado na vesícula biliar e excretado no duodeno pelas vias biliares. produzindo febre. designa um músculo com duas origens ou cabeças e dois tendões de inserção. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Bexiga urinária ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Bico de papagaio ○ ○ © ○ ○ © Vértebra Disco intervertebral ○ ○ ○ © © . Em outra fase de seu desenvolvimento. Bicorno – Termo que designa uma estrutura com duas pontas e duas cavidades. Bifocal – Lente corretiva que apresenta dois focos. parte do qual vive como parasita dentro de um caracol de água doce. com importante função na digestão das gorduras. O mesmo que Útero bicorno. Sinônimo de esquistossomose. Biguanida – Grupo de drogas que auxiliam no tratamento do diabetes mellitus. Bilateral – Termo que designa ocorrências em ambos os lados do corpo. Possui ciclo vital complexo. composta por duas válvulas ou cúspides.

só existe pelo avanço tecnológico recente. Blastema – Em embriologia. Pode apresentar-se como estomatite. blástula dos mamíferos. Binovular – Sinônimo de Bivitelino. Bilirrubinúria – Quantidade de bilirrubina na urina. Biotecnologia – Ramo do conhecimento que es○ ○ BLEB tuda aplicações industriais dos conhecimentos adquiridos por meio de pesquisas. Biópsia – Retirada de fragmento de tecido para diagnóstico. Blastomicose – Infecção por fungos. O acúmulo desse pigmento causa a icterícia. Biparietal – Diâmetro do segmento cefálico no feto que passa pelos ossos parietais. Biorritmo – Variação circadiana de alterações fisiológicas. Birrefringência – Propriedade de cristais transparentes em dividir ao meio um raio luminoso. Bioquímica – Aplicação da química ao estudo dos fenômenos dos organismos.BILIAR Biliar – Relativo à bile. Biotipologia – Estudo científico dos biótipos humanos. Biologia molecular – Ramo da Morfologia que estuda estruturas moleculares. BLEB – Vesícula cuja ruptura provoca acúmulo de ar na cavidade pleural. Bisacromial – No feto. Bilogia – Malformação cardíaca rara com comunicação interventricular e estenose da artéria pulmonar. diâmetro que passa por duas suturas fronto-parietais. Bipolar – Diz respeito a dois pólos. Fecundação de dois óvulos ao mesmo tempo. diâmetro transverso que se estende de um trocanter maior do fêmur a outro. estudadas pela Cronobiologia. Binocular – Relativo aos dois olhos. diâmetro transverso de um acrômio a outro. coletiva e as pesquisas científicas. Bípara – Mulher que pariu duas vezes. Blasto – Em embriologia. Biologia – Ciência que estuda os seres vivos. Bitemporal – No feto. Biólogo – Profissional que estuda os seres vivos. Bilirrubinemia – Quantidade de bilirrubina no sangue. designação de uma célula jovem. Bimastoidiano – Diâmetro da cabeça fetal. Biometria – Métodos de mensuração de seres vivos ou de suas divisões. Blastômero – Em embriologia. Sinônimo de Bilioso Bilirrubina – Pigmento de cor amarela. Biofeedback – Mecanismo fisiológico pelo qual um órgão ou uma glândula emite resposta a determinado estímulo. denominado pneumotórax. Bioética – Estudo da Ética. Biomédico – Profissional da área da saúde com grau universitário formado para a docência e pesquisa. a qual tem em comum determinados aspectos. alterações digestivas e albuminúria. após a fecundação. grupo de células mesoblásticas cujo desenvolvimento forma um órgão ou uma parte do corpo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Binaural – Uso dos dois ouvidos. Biliverdina – Um dos pigmentos da bile. a saúde individual. Bitrocantérico – No feto. conjunto de células originadas nas primeiras divisões. Bisturi elétrico – Instrumento cirúrgico de aço inoxidável ligado a um aparelho de diatermocoagulação. Biotina – Vitamina hidrossolúvel. Biodisponibilidade – Quantidade de medicamento aproveitável pelo corpo humano. Biótipo – Conjunto de características morfológicas externas do ser humano que permite uma organização de indivíduos. Bimanual – Uso das duas mãos. da Moral e de suas correlações com a atividade médica. produzido pela destruição da hemoglobina contida nas hemácias. contido na bile. Bissexual – Alteração morfológica e funcional na qual o indivíduo denominado hermafrodita apresenta caracteres de ambos os sexos. Blastocisto – Em Embriologia. Bismutismo – Doença decorrente de intoxicação pelo bismuto.

Bloqueio articular – Incapacidade de flexão e extensão de uma articulação. Deve-se procurar o médico especialista. O objetivo é a interrupção da condução nervosa nas sinapses dos gânglios. Blenorragia – Doença sexualmente transmissível por uma bactéria denominada Neisseria gonorreae. Blefarorrafia – Operação para suturar a fenda palpebral. ○ ○ BOLUS Bocejo – Abertura involuntária da boca acompanhada de profunda inspiração. Bloqueio atrioventricular – Alteração do ritmo cardíaco caracterizado pelo distúrbio de condução elétrica entre átrios e ventrículos. indicativos de determinadas doenças. Bócio – Aumento do tamanho da glândula tireóide visível ou palpável. Bloqueio ganglionar – Procedimento cirúrgico que visa à diminuição de estímulos do sistema nervoso simpático. Há inúmeras variedades de estertores subcrepitantes e cavernosos por oposição aos estertores secos ou sonoros. chamados estertores. especialmente da vagina e uretra. sufocando-as. Bolhosos – Uma das etapas do exame físico de um paciente consiste na ausculta. denominada hiperhidrose palmar e outras doenças similares em outros locais do corpo. Bochecha – Parte lateral da cavidade da boca. Bloco cirúrgico – Local de um Hospital que contém centro cirúrgico. quando necessário. Bobath – Técnica de reeducação neuromuscular de deficiências motoras cerebrais e hemiplegias. de recuperação pós-anestésica e salas anexas. Blefarospasmo – Contração do músculo orbicular da pálpebra. obstétrico. B ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Boca-a-boca ○ ○ . Boca-a-boca – Método de introdução de ar em pacientes inconscientes com parada cardiorrespiratória. Bolha – Vesícula de grande dimensão. Bolsa – Termo que designa um elemento anatômico em forma de saco. Bolus – Termo que designa injeção intravenosa rápida de um medicamento ou contraste. Blefaroplastia – Operação para reparar pálpebras alteradas. Pode ser provocada por produtos químicos.BLEFARITE Blefarite – Inflamação na pálpebra. Os bolhosos se encaixam nos subcrepitantes. Referem-se como sendo uma bola que sobe do epigástrio. Blefaroftalmia – Inflamação nas pálpebras e conjuntiva. Blenúria – Denominação de muco na urina. Blefaroplegia – Paralisia de pálpebras. endocrinologista. Sinônimo de gonorréia. desce para a laringe. em casos de exagerada sudorese nas mãos. Bloqueio – Interrupção súbita. Inibem-se movimentos reflexos e posições anormais espásticas pelas posturas que diminuem a hipertonia e facilitam movimentos coordenados e voluntários por exercícios progressivos. Com esse método pode detectar-se sons. Bloqueio de ramo – Alteração elétrica no sistema condutor do coração. Blenorréia – Presença de secreção abundante de mucosas. Blefarotomia – Incisão na pálpebra. Bolo histérico – Sensação freqüentemente vivenciada por pessoas histéricas. com ou sem alterações na produção hormonal da tireóide.

em determinados partos difíceis. Bradifasia – Lentidão na pronúncia de palavras. Botriocéfalo – Verme parasita intestinal da ordem dos cestódeos. Braquifalangia – Falanges curtas. Braço – Região do membro superior entre ombro e cotovelo. Boticário – Antiga denominação de farmacêutico. Constituída de paralisia motora que afeta os nervos até as extremidades. principalmente na área sentimental. Bradicinesia – Lentidão em movimentos. ○ ○ BRAQUIPNÉIA Bradipnéia – Respiração lenta. que sangra facilmente. aspecto curto e desviado de um ou vários dedos. Bradipepsia – Digestão lenta. no feto. Braquialgia – Dor no braço. Braquignatia – Mandíbula curta. Braquiotomia – Procedimento cirúrgico para desarticulação do ombro. Borborigmo – Som abdominal produzido pelo peristaltismo intestinal exagerado. Braquidactilia – Malformação dos dedos que não tem seu comprimento normal. Braquicefalia – Forma do crânio quando ele é menor na região occipital. Borreliose – Nome do grupo de doenças provocadas pelas diversas variedades de Borrelia. Borra de café – Aspecto escurecido do vômito ou das fezes por conter sangue. Bradiarritmia – Arritmia que causa ritmo cardíaco anormalmente lento. Botulismo – Doença infecciosa causada pela botulina. Bradicinina – Polipeptídeo cujos efeitos são análogos aos de outras cininas. Braquimetatarsia – Metatarso curto. Bota – Órtese que envolve o membro inferior abaixo do joelho.BOQUEIRA Boqueira – Sinônimo de queilite angular são rachaduras nas comissuras labiais. Braquiclinodactilia – Malformação que associa braquidactilia e clinodactilia. têm aspirações acima de suas condições reais. Bovarismo – Comportamento observado em mulheres insatisfeitas que. Bradisfigmia – Lentidão dos batimentos do coração. com uma mistura de vaidade. comparado a framboesa. Braquioníquia – Unha anormalmente curta. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Braço ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ antebraço ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Braço ○ ○ . Bradipsiquia – Lentidão do processo psíquico. Braquipnéia – Movimentos respiratórios em número menor que o esperado. transmitido ao homem por meio de peixes de água doce mal cozidos. podendo causar paralisia descendente e simétrica evoluindo para parada respiratória e morte. Branquioma – Conjunto de tumores mistos do pescoço. Bradifagia – Ato de comer lentamente. Bradicardia – Alteração no ritmo do coração em que este bate de maneira mais lenta. imaginação e ambição. Botulina – Toxina produzida por uma bactéria nas carnes e nos produtos enlatados. Botriomicoma – Tumor benigno pediculado.

Bromopnéia – Hálito fétido. obstruindo-os. Braquissindactilia – Malformação dos dedos. é necessário usá-los em injeção subcutânea ou nebulizados. os quais se apresentam anormalmente curtos e unidos. Bromocriptina – Substância derivada do esporão do centeio com efeitos análogos aos da dopamina. do crânio. Bromatologia – Estudo dos alimentos. Broncograma – Imagem obtida pela broncografia. Brevilíneo – Em Biotipologia. bronquite e erupções cutâneas. estatura diminuta e ângulo de Louis fechado. Bronquiolite – Infecção viral aguda das vias respiratórias inferiores que afeta lactentes. Broncoscopia – Técnica diagnóstica que consiste em introduzir um tubo de fino calibre pela via respiratória para visualizar possíveis alterações no interior da árvore respiratória Broncospasmo – Contração anormal dos brônquios. Broncopulmonar – Referente aos brônquios e pulmões. Bromismo – Intoxicação pelo bromo. Broncotomia – Incisão no brônquio. de uma zona ampla do pulmão (ou todo ele). Bromomenorréia – Menstruação fétida. Às vezes. ○ ○ BRONQUIECTASIA Broncofonia – Sinal fornecido pela auscultação e que consiste em uma forte ressonância da voz no interior do peito. com alongamento exagerado dos membros superiores. Broncorréia – Escoamento exagerado de muco pelos brônquios. Em geral. Broncoaspiração – Procedimento para retirada de líquidos anormalmente acumulados nos brônquios. Broncografia – Exame radiográfico de uma parte da árvore brônquica previamente injetada com um líquido opaco aos raios X. Manifesta-se pela sensação de picadas e ardência na face e que pode evoluir ao câncer. Broncoconstrictor – Substância com propriedade de contrair os brônquios. Broncopneumonia – Inflamação generalizada das vias respiratórias de condução do ar sobretudo dos brônquios mais finos (brônquios terminais e respiratórios). Broncorragia – Hemorragia nos brônquios. Braquiterapia – Terapia específica por radiação com raios gama ou beta aplicável em numerosos casos de tumores. são administrados em forma de inaladores (sprays) ou por via oral (comprimidos ou xaropes). Um germe típico que produz esse tipo de infecção é o estafilococo. Broncodilatadores – Medicamentos que aumentam o calibre dos brônquios estreitados e diminuem a obstrução para a passagem do ar. Broncoespasmo – Reação dos brônquios a diversos estímulos que causa um intenso estreitamento destes. Bregma – Local de união das suturas coronária e sagital. Brida – Aderência fibrosa decorrente de operações. exigindo um tratamento antibiótico agressivo. Acidente no qual a secreção da árvore respiratória pára nos brônquios. empregado na fabricação de ladrilhos. Há dispepsia. Broncoalveolite – Inflamação dos bronquíolos e alvéolos adjacentes. diz-se do indivíduo com membros curtos e tórax largo e curto. B ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Bromodermia – Doença causada pelo bromo e por seus compostos. produzindo dificuldade respiratória sobretudo ao expulsar o ar. Bricomania – Hábito de ranger os dentes. Trata-se de uma situação em que pode ser grave sobretudo se são afetados pacientes debilitados ou idosos. Bronquiectasia – Dilatação anormal dos brônquios. Breu – Doença profissional decorrente da manipulação de resíduo do alcatrão. em caso de urgência.BRAQUISQUELIA Braquisquelia – Desenvolvimento insuficiente dos membros inferiores. Broncocele – Dilatação brônquica localizada. Broncodilatador – Substância com propriedade de dilatar os brônquios.

Bulbo – Sinônimo de medula oblonga. By-pass coronário – Termo na língua inglesa que indica a revascularização do miocárdio por doença arterial coronária. pois afeta pessoas em contato com gado. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Bucinador ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . ○ ○ BZD Bursite – Inflamação de uma bolsa sinovial. um para cada pulmão. Bucal – Relativo à boca e cavidade da boca. Bruxismo – Rangido e fricção noturnos dos dentes. Brônquios lobares – Ramificações dos brônquios principais direito e esquerdo. Bucinador – Músculo cutâneo situado na face. BZD – Abreviatura de benzodiazepínico. Bulimia – Transtorno alimentar oposto à anorexia. Costuma estar associado às doenças como o cancróide. Bubão – Linfonodo com tamanho aumentado por inflamação. afeta Homens e animais. linfogranuloma venéreo e peste. localizado na axila ou região inguinal. Bronquíolos terminais – Ramificações finais dos brônquios de um lobo pulmonar. pertence ao sistema nervoso central. É considerada doença profissional. Brucelose – É sinônimo de febre de Malta e causada pela Brucella. Brônquios principais – Formados pela divisão da traquéia em dois condutos.BRÔNQUIOS Brônquios – Ramificações da traquéia.

foi adotado como símbolo da Medicina. Caduceu – Bastão com duas serpentes enroscadas e com duas asas em sua extremidade superior. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Cacofonia – Voz anormal. Cabelo – Anexo da pele ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Glândula sebácea Epiderme ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Músculo eretor do pêlo Folículo piloso ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cabelo Cabeça – Região superior do corpo. observada na cirrose hepática. unida ao tronco pelo pescoço. XVI.CABEÇA ○ ○ CALAFRIO Cabeça de medusa – Acentuação anormal da circulação venosa subcutânea periumbilical com dilatação dos vasos. A partir do séc. ○ ○ ○ ○ ○ Cabeça Cacografia – Alteração da escrita com deformação das palavras e erros de sintaxe decorrente de doenças neurológicas. Calafrio – Sinônimo popular de arrepio. Caduca – Decídua. Cadeia respiratória – Seqüência de reações químicas que ocorrem nas mitocôndrias. Cadáver – Denominação do corpo humano após a morte. Cabeça do músculo – Extremidade proximal de um músculo estriado esquelético. Na Mitologia. mensageiro dos deuses. Cacostomia – Mau cheiro na boca. Cafeína – Alcalóide encontrado no café e chá. Cacosmia – Alteração do olfato que leva as pessoas afetadas a gostar de odores desagradáveis ou fétidos. Cãibra – Contração espasmódica e dolorosa de músculos. Brinco usado por bailarinas hindus. insígnia do deus Mercúrio. Contração involuntária dos músculos voluntários.

acompanhado de frio. conhecida como antiraquítica. substância que diminui a excitação.5°C a 15.1897 joules. Calosidade – Endurecimento da pele formado em determinado ponto por compressão ou fricção contínua. sob pressão de uma atmosfera. Calciferol – Vitamina D2. Calcinose – Fenômeno que se caracteriza pela deposição de sais de cálcio em diversos tecidos do organismo. Calentura – Estado mórbido produzido pelo calor. Canabismo – Distúrbio psíquico produzido pelo uso impróprio de canabis ou cânhamo indiano conhecido como Cannabis sativa. a temperatura de um grama de água e que é igual a 4. sinônimo de alopecia. Câncer – Designação genérica de qualquer tumor maligno. por definição.1868 joules. Calorífico – Que produz calor. caloria média. pelo qual os íons atravessam. termoplegia. Calciúria – Presença de cálcio na urina. Unidade de medida de energia ○ ○ CÂNCER igual. que se tornam rígidas. Deposição de cálcio em qualquer parte do organismo e de carbonato de cálcio nas paredes celulares. Calo ósseo. Canal do parto – Percurso que o feto atravessa durante o parto normal. sem exposição direta aos raios solares. antes de um acesso febril. Calasia – Relaxamento de um esfíncter. Canal iônico – Pequeno poro localizado na membrana celular. Campomélica – Conjunto de malformações caracterizado por encurvamento dos ossos dos membros inferiores. Cálculos renais – Depósitos de cristais de oxalato de cálcio e fosfato. empregada para controlar pacientes violentos. Camisinha – Sinônimo de preservativo. haxixe. pela retenção do esperma. para recobrir o pênis durante a cópula. Calázio – Pequeno tumor na pálpebra. Calmodulina – Proteína do citoplasma celular para regulação do metabolismo de cálcio. Unidade de medida de energia igual. Um centésimo da quantidade de calor necessária para elevar de 0º a 100ºC. caloria termoquímica. de borracha. Cálculos biliares – Doença decorrente de acúmulo anormal de colesterol e outras substâncias na vesícula biliar ou nas vias biliares. Calmante – Sedativo. Cálice renal – Cavidade em forma de taça. parte do sistema digestório. tiloma. caloria internacional. Canal auditivo – Canal do ouvido. a 4. transmissíveis pela relação sexual. por definição. neoplas- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . a fecundação e protegendo o homem e a mulher de possíveis infecções. Calcâneo – Osso do pé. Campímetro – Aparelho para medir o campo visual. Calcitonina – Hormônio produzido pela tireóide que reduz o nível de cálcio no sangue. Canal alimentar – Sinônimo de tubo digestivo.1840 joules. Camisa de força – Espécie de camisa com mangas largas e que se junta na parte posterior para evitar a mobilidade dos braços. algumas muito graves.1855 joules. Calcáreo – Designa objeto que contém sais de cálcio. Canalículo – Pequeno canal. Tremor e bater de dentes. Dispositivo ou substância utilizada para evitar concepção e doenças sexualmente transmissíveis. blastoma maligno. como a AIDS. impedindo. Calcificação – Depósito de sais de cálcio no esqueleto durante o processo de ossificação. maconha.CALASIA acompanhada de palidez cutânea e sensação de frio.5°C a temperatura de um grama de água e que é igual a 4. Designa doença da região cárdica e esôfago abdominal. a 4. resistente. Caloria – Quantidade de calor necessária para elevar de 14. Envoltório fino. Calvície – Estado de quem ou do que é calvo. Canal inguinal – Canal que vai do anel inguinal interno ao externo. Calibrar – Programar um instrumento para um determinado padrão. Canal anal – Região final do tubo digestivo.

Diversos estudos na literatura médica demonstraram que o uso prolongado do cannabis altera negativamente a personalidade e leva a conseqüências graves para a saúde física e mental. Câncer de escroto – Mais propriamente denominado bolsa testicular. Se for diagnosticado como cancro duro. É uma das principais causas de morte em mulheres. afeta negativamente a saúde. Em determinadas circunstâncias. que deve ser realizado uma vez ao ano. Cancerofobia – Temor exagerado de um câncer. do intestino. consumida especialmente por adolescentes. o escroto pode ser sede de tumor maligno. denominado Papanicolau. abriria caminho para outras drogas. Câncer de estômago – Tumor maligno do estômago. camada mucosa do útero. Câncer de cólon – Tumor intestinal. Câncer oral –Tumor maligno do lábio ou da boca. Cantectomia – Excisão de uma parte da pálpebra. Câncer de pulmão – Tumores malignos pulmonares são mais freqüentes no sexo masculino e alguns tipos associados ao tabagismo. ○ ○ CANTECTOMIA Canceriforme – Com a forma de um caranguejo ou que se comporta como um tumor maligno. que aparece inicialmente em forma de pequena úlcera. Câncer de útero – Os tumores malignos são provenientes uma proliferação das células e posteriormente um carcinoma. adaptação social e produtividade. Cancróide – Semelhante ao câncer. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . há estudos que divulgam o uso terapêutico em pacientes terminais pelo suposto efeito de melhora no estado geral e apetite. Câncer de próstata – Tumor maligno da próstata. Cancerização – Transformação em câncer. geralmente leves. Câncer de laringe – Doença neoplásica maligna do tipo epitelial localizada na laringe. Essa droga. Canhota – Pessoa com predomínio motor do lado esquerdo do corpo. São freqüentes na boca e vagina. ou seja. Consiste na proliferação desordenada de um grupo de células que não respondem aos mecanismos normais de controle. Cannabis – Produto psicoativo derivado da planta Cannabis sativa. Cantáridas – Espécie de mosca. Serve para perfurar. entre sete e noventa dias após o contágio. Candida albicans – Fungo microscópico que se encontra normalmente nas membranas mucosas da boca. afetando apenas 2% dos homens. Câncer de ovário – Tumor maligno de diversas origens celulares que se instala no ovário. No entanto. pode causar infecções superficiais. Alguns estudos sugerem que o uso dessa droga seria uma porta de entrada. Câncer de colo uterino – Câncer mais freqüente nas mulheres. Sua incidência é maior nos homens entre os 50 e 60 anos de idade. Câncer de pele do tipo melanoma maligno – Tumor maligno constituído por massas de células pigmentárias cutâneas que tende a formar metástases. Existe grande controvérsia social e sanitária em torno dessa droga. É mais freqüente no homem do que na mulher. que ocorre somente em homens entre os 60 e 70 anos. O diagnóstico é feito mediante exame de citologia. Canino – Dente situado lateralmente ao incisivo lateral. Cancro mole – Úlcera genital decorrente de doença venérea causada pelo Hemophilus Ducreyi. Cancro – Úlcera de evolução rápida. Câncer de tireóide – Tumor maligno na glândula tireóide. Câncer de endométrio – Tumor maligno do endométrio.CÂNCER ma maligno. Câncer de mama – Tumor maligno mais freqüente na mulher. da vagina e da pele de pessoas sãs. Cantaridismo – Intoxicação pelas cantáridas. é a lesão típica que marca o aparecimento da sífilis. Candidíase vaginal – Doença da vagina causada pela candida albicans.

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . por isso. outro animal ou outra coisa. aparecem os caracteres sexuais e a aquisição da capacidade de reprodução. Carcinoma broncogênico – Tumor originado nos brônquios. Capacidade vital – Quantidade máxima de ar que movemos em cada respiração. Conjunto dos traços particulares. Carcinoma renal – Tumor maligno do rim. num capilar. o que a distingue de outra pessoa. Caráter – Qualidade inerente a uma pessoa. jejuno ou íleo. utilizado contra as asfixias. originando-se na epiderme ou em seus anexos. boas ou más.CANTITE Cantite – Inflamação de parte do olho. ○ ○ CARCINOMA Caracteres sexuais – Elementos individualizadores do sexo da pessoa. Carbúnculo – Infecção causada pelo Bacillus antraci. Capelina – Bandagem em forma de um capuz para cotos de amputação. Capitato – Osso do carpo. Carcinóide. Conjunto das qualidades. Carcinoma in situ – Tumor maligno que não invadiu a membrana basal e. ou de um grupo. natureza. Carbogênio – Mistura de oxigênio e gás carbônico. Capacidade pulmonar total – Volume de ar nos pulmões ao final de uma inspiração máxima. não se estendeu além de sua localização inicial. desde a inspiração até a expiração. o modo de ser de um indivíduo. Carcinoma espinocelular – Tumor maligno originado no queratinócito.5 litros na maioria das pessoas. temperamento. Cápsula – Membrana que envolve um órgão. Carcinogênico – O que produz câncer. se forma uma interface líquido-gás. aproximadamente 4. Caquexia – Estado de desnutrição profunda produzida por diversas causas. Carcinoma – Tumor maligno de origem epitelial que tende a invadir os tecidos circundantes e a causar metástases nas regiões distantes no organismo. Capsulotomia – Incisão de uma cápsula. Cantotomia – Incisão do canto do olho. de um indivíduo e que lhe determinam conduta e concepção moral. Carcinoma basocelular – Tumor mais freqüente na pele. Carcinogênese – Capacidade de produção de câncer. Na puberdade. tumor – Tumor raro situado na extremidade do apêndice vermiforme. Cantorrafia – Sutura do canto do olho. Carcinoma de ovário – Tumor maligno do ovário. relacionado ao tabagismo. Cápsula articular – Membrana que envolve uma juntura sinovial. Capilaridade – Qualidade do que é capilar. Capsulótomo – Instrumento para incisão da cápsula. Carboidrato – Glicídio. Conjunto de fenômenos que se passam quando. Cantólise – Incisão cirúrgica que causa afastamento do canto do olho. Carcinoma oculto – Tumor de pequeno tamanho que não produz sintomas que o manifeste. Carcinógeno – Substâncias ou microorganismos com poder de induzir ao câncer. Carcinoma cervical – Tumor maligno do colo do útero que constitui uma das formas mais freqüentes de câncer feminino. Capilar Capilar – Estrutura que une arteríolas e vênulas. índole. Capacidade inspiratória – Volume máximo de ar que pode ser inalado a partir do nível de uma expiração normal.

Processo de envelhecimento do miocárdio. no organismo. avançando da superfície ao interior. inferior à parte abdominal do esôfago. Cardiopatia – Nome das doenças do coração. Cardiectomia – Retirada cirúrgica da parte cárdica do estômago. Cardioscópio – Instrumento que permite iluminar e inspecionar as cavidades. Cardiopatia reumática – Lesão do músculo cardíaco e das válvulas por causa de episódios freqüentes de febre reumática. Cardiopulmonar – Relativo ao coração e aos pulmões. Cardiolipina – Fosfolipídeo extraído do coração de boi. Cardiograma – Modo de apresentação do exame executado pelo cardiógrafo. Cariólise – Estado de morte do núcleo da célula durante o qual não se fixa mais os corantes. privação. Cardiologia – Especialidade médica que estuda o coração e suas doenças. que utiliza um músculo esquelético do paciente que é transplantado. índice – Proporção entre diâmetro do coração e tórax. Cardio-inibitório – Substância ou manobra que inibe a atividade do coração. Carcinossarcoma – Tumor maligno que comporta elementos epiteliais e mesenquimatosos. difundindo-se a cromatina no citoplasma. Cardiomalácia – Doença em que se observa aspecto amolecido do miocárdio. em um diagrama. Cardiólise – Operação que separa o pericárdio da parede torácica. Carina – Ponto no qual a traquéia se bifurca. Cardiospasmo – Contração espasmódica da cárdia que se opõe à passagem dos alimentos do esôfago para o estômago. Ela pode ser induzida durante operações. Cárie dental – Doença caracterizada por uma série de reações químicas e microbiológicas que provocam o amolecimento dos tecidos duros dentários e. Cardioversão – Aplicação de uma descarga elétrica sincronizada no tórax. Cardiomioplastia – Operação sobre o miocárdio. Cardioplegia – Parada dos batimentos cardíacos. Cardiodinia – Dor no coração. Cariótipo – Representação. Cardiotomia – Incisão cirúrgica no coração. Cardiotônico – Substância que aumenta a tonicidade do músculo cardíaco. de um de vários elementos indispensáveis ao seu equilíbrio. Cardiomioplastia – Operação na parte terminal do esôfago e da cárdia. posteriormente. geralmente mensurada em radiografia simples de tórax. para fornecer uma cobertura para o ventrículo. Carência – Ausência ou insuficiência. a destruição do dente. O mesmo que região cárdica. Cardiopatia isquêmica – Doença cardíaca secundária ao desequilíbrio entre a oferta e a demanda de oxigênio pelo miocárdio. Cardiotorácico. Cardiocentese – Punção do coração. Cardíaco – Termo que se refere ao coração ou às estruturas adjacentes. Carência afetiva – Falta. Cardite – Inflamação do coração. do conteúdo dos cromossomos de um indi- ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Cardiomegalia – Aumento do tamanho do coração. necessidade.CARCINOMATOSE Carcinomatose – Grande número de tumores por todo corpo. Cardiosclerose – O mesmo que miocardioesclerose. ausência. ○ ○ CARIÓTIPO Cardiopericardite – Inflamação do pericárdio e de outros tecidos do coração. Cardioestenose – Estenose das valvas ou válvulas do coração. Cárdia – Região do estômago. Carga viral – Expressão quantitativa das unidades virais presentes no plasma. Cardiopatia congênita – Alteração da estrutura ou do funcionamento cardíaco ou dos grandes vasos presentes no momento do nascimento. Cardiorrafia – Sutura do coração. Cardiógrafo – Aparelho que registra os batimentos cardíacos. destinada a remediar o espasmo ou a estenose. Cardiovascular – Diz-se do que concerne o coração e os vasos sangüíneos. Cardiografia – Exame do coração. precisão de afetos.

Caseína – Composto albuminoso do leite. Esse termo é empregado significando a ablação dos dois testículos ou ovários. por alguma razão. Casas de repouso – Estabelecimentos que proporcionam uma assistência completa a pessoas com mais de 60 anos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . a qual pode produzir alergia em alguns indivíduos. restos do hímen gestado. nas quais. Catabolismo – Parte do metabolismo dedicado à divisão das moléculas grandes em seus componentes básicos ou em outras moléculas menores com a finalidade de produzir energia. Carvão ativado – Substância que se utiliza como antídoto em diversas intoxicações. Carpoptose – Queda do punho. Caseificação – Transformação em substância caseosa. Cartilagem – Variedade de tecido conjuntivo cujos elementos celulares e fibrosos estão contidos em substância fundamental compacta e avascular. região da mão. em oposição ao vegetariano. Cartilagem hialina Cartilagem elástica ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cartilagem fibrosa ○ ○ ○ ○ Cartilagem Carotídeo – Relativo a artéria carótida. Carotenemia – Presença de caroteno no sangue que produz uma coloração anormal amarelada no plasma e na pele. Caspa – Exfoliação seca da pele. Carúnculas mirtiformes – Pequena elevação no canal vaginal. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ramos da artéria carótida Cartilagem tarsal – Cartilagem palpebral. brócolis e cítricos. Carúncula – Pequena formação córnea. Base de alguns tipos de curativos para feridas em extremidades. Caseoso – Semelhante a queijo. não podem permanecer em seu próprio lar. muito importante para a circulação cerebral. Carótida – Artéria localizada na cabeça e pescoço. Cartilaginoso – Da natureza da cartilagem. Carpectomia – Ressecção total ou parcial dos ossos do carpo. Sinônimo de carúnculas himenais. espinafres. Carro de emergência – Carrinho para transportar o equipamento médico de emergência.CARMINATIVO víduo. Carminativo – Substância que combate flatulência e distensão abdominal. Carpal – Relativo ao carpo. Carotenase – Enzima que transforma a próvitamina A em vitamina A. do pêlo dos animais ou das plumas dos pássaros. Castração – Operação que tem por finalidade privar um indivíduo da capacidade de reproduzir-se. Intervém no mecanismo dos ácidos graxos. ○ ○ CATABOLISMO Carpo – Conjunto dos ossos do punho. distribuídos em pares de maior a menor tamanho. vegetais de folha verde. Carnitina – Betaína trimetílica do ácido betahidroxil-beta-aminobutírico. Caroteno – Pigmento de cor vermelha alaranjado que se encontra em cenouras. batatas. clara de ovo. Carnívoro – Animal ou pessoa que come carne.

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . farinha de mandioca e outros ingredientes. Catarro – Inflamação de mucosa em órgãos do sistema respiratório com aumento da secreção. Categute – Tipo de fio de sutura reabsorvível. que não se alteram com essas mesmas reações. ou de um cateter para fins diagnósticos ou terapêuticos. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cauda eqüina ○ ○ ○ Caudal – Termo utilizado para designar a estrutura próxima ao plano inferior no tronco. em anos. Catálise – Influência na realização de uma reação por substâncias chamadas “catalíticas”. Catarse – Evacuações repetidas por aumento do peristaltismo intestinal. Cateter – Tubo oco fabricado de plástico flexível ou borracha flexível para fins terapêutico e diagnóstico. mais ou menos completa. e o nome relaciona-se à região terminal da medula espinhal. Cateterismo – Introdução de um cateter por um vaso sangüíneo. Catártico – Agente farmacológico que favorece a catarse. É sinal freqüente na esquizofrenia catatônica. Cataplexia – Doença caracterizada pela perda súbita.CATACLISMA Cataclisma – Hemorragia muito violenta. Catamênio – Menstruação. a qual se apresenta vermelha e brilhante. Catalase – Enzima oxidante capaz de decompor a água oxigenada com desprendimento de oxigênio. Cataratas – Opacidade do cristalino que produz uma perda da visão lenta e gradual. feita com farinha de linhaça. processo de liberação para o plano consciente de idéias e sentimentos reprimidos mediante a técnica de associação livre ou hipnose e administração de medicamentos hipnóticos. Ocorre durante a hipnose e em transtornos psiquiátricos. Catarata – Doença ocular que pode evoluir para opacidade do cristalino ou de sua cápsula. uma veia. tróficos e esfincterianos. Catatonia – Transtorno neurológico caracterizado por imobilidade e rigidez muscular extrema. Catalisador – Substância que produz catálise. Cauda eqüina. sensitivos. a epilepsia ou a histeria. uma artéria. síndrome – Apresenta-se como distúrbios motores. Catecolamina – Nome sob o qual designam-se as aminas vasopressoras simpaticomiméticas. a uma velocidade variável em cada pessoa. sob influência de emoção. Cataforese – Introdução de substâncias na pele por meio de corrente elétrica. Em Psicanálise. Cataplasma – Aplicação quente e úmida. do tônus. como a esquizofrenia. ○ ○ CAUSALGIA assim como seus precursores e produtos derivados ativos ou não. Catamenial – Referente à menstruação. Catalepsia – Estado anormal caracterizado por uma rigidez postural junto a um baixo nível de consciência. Causalgia – Síndrome caracterizada por sensação de queimação aguda com hiperestesia cutânea e alteração da pele. Catapora – Nome popular da varicela.

Intestino grosso Intestino delgado Ceco Ceco Cecotomia – Abertura cirúrgica do ceco. Celioscopia – Exame visual direto da cavidade abdominal. previamente distentida por um pneumoperitônio. que se encarregam de eliminar aquelas células que contenham anticorpos em sua superfície. causada por um esforço físico ou estresse emocional. ○ ○ CÉLULAS Cefalosporinas – Derivado semi-sintético de antibiótico obtido. Cautério – Dispositivo que produz queimadura e cicatrização da pele por meio de calor. Celoma – Em Embriologia. O apêndice vermiforme o prolonga para baixo. Cefalohematoma – Tumor formado por efusão sangüínea entre os ossos do crânio e seu periósteo. Sinônimo de nictalopia. Cego – Pessoa cuja acuidade visual é nula ou inferior a um vigésimo da normal. do microorganismo Cephalosporium acremonium. Celíaco – Termo que designa estrutura do abdome. Cegueira noturna – Diminuição anormal da visão no escuro. Sinônimo de laparoscopia. após um traumatismo acidental ou operatório. Cefaléia – Dor de cabeça. Caxumba – Parotidite epidêmica. linfócitos granulares grandes. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Célula ○ ○ ○ Células do tipo Natural Killer (NK) – Tipo de linfócito. que se comunica com o íleo e o colo ascendente. Cegueira – Privação da visão. originalmente. O tronco celíaco é um dos ramos da artéria aorta no abdome. Cefaléia tensional – Uma das mais freqüentes dores de cabeça. por meio de aparelho introduzido na parede abdominal ou no fundo de saco. Observado apenas no recém-nascido. Cefálico – Termo relacionado à cabeça. Caverna – Escavação nos pulmões decorrente de processo infeccioso. geralmente localizada nos ápices.CAÚSTICO Caústico – Diz-se de qualquer substância química que danifica tecidos. Enfraquecimento e até mesmo desaparecimento ou lentificação do pulso radial registrado no esfigmomanômetro. Célula – Unidade estrutural e funcional dos seres vivos. Ceco – Região inicial do intestino grosso. chamado “linfócito não T não B” ou terceira população de linfócitos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . quando a mão deprime a parede do abdome. cavidade compreendida entre os dois folhetos do mesoderma no embrião. com tamanho grande e grânulos em seu interior.

A proteína se encontra no núcleo amiláceo e é pobre em aminoácido lisina. penetra em um segundo hospedeiro intermediário. a substância branca e os gânglios basais. Centrífuga – Instrumento de laboratório que serve para separação da partículas sólidas mantidas em suspensão em um líquido. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cérebro (Telencéfalo) ○ ○ ○ ○ ○ Cerebelo Cerebelo ○ ○ ○ Cerebral – Termo que se relaciona ao cérebro. ao lado do núcleo. Ceratodermia – Dermatose quer congênita ou hereditária. Ceratomegalia – Aumento das dimensões da córnea. Celulite – Inflamação do tecido celular subcutâneo. Ceratose – Lesão da pele caracterizada por uma hipertrofia das camadas córneas da epiderme. Cercária – Estágio final dos trematódeos. Centro cirúrgico – Parte de um estabelecimento hospitalar onde se localizam salas destinadas a intervenções cirúrgicas. no momento da divisão celular. Esse conjunto desempenha papel importante na divisão da célula. Cenurose – Infestação por larvas de um cestódeo. une duas cromátides. que vive na fase adulta no cão. um molusco. normalmente. em órgãos hematopoiéticos onde se renovam e diferenciam-se. acompanhada ou não de hipertrofia das papilas da derme. abandona seu hospedeiro intermediário. sendo que ambos se comunicam pelo corpo caloso. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cérebro Medula oblonga ○ ○ Cérebro ○ ○ . Ceratocone – Alteração da curvatura da córnea. indiferenciada.CÉLULAS Células-tronco – Célula embrionária. no citoplasma da célula. ou seja. São as mais jovens das linhagens formadoras das células do sangue. esquerdo e direito. encontram-se. que. quer primitiva. Cérebro – Região maior e mais elevada do encéfalo. dividida por um sulco central em dois hemisférios. peixe ou crustáceo. Cereais – O amido é fonte importante de hidratos de carbono. Centrossomo – Nódulo existente. e ○ ○ CÉREBRO encista na superfície de um vegetal aquátio. Cada um dos hemisférios possui um córtex cerebral externo de substância cinza. Cerebelar – Termo relacionado ao cerebelo. Centrômero – Parte do cromossomo que. os dois elementos originados pela divisão longitudinal desse cromossomo. secundária à infecção ou intoxicação por uma outra doença da pele. em seu interior. algumas vezes. A superfície do cérebro apresenta circunvoluções e lóbulos. Contém um ou dois centríolos e é circundado por uma massa de protoplasma de onde partem filamentos dispostos em raros. A forma encistada é uma metacercária. graças à sua cauda. cada um dos quais recebe o nome do osso do crânio sobre o qual se encontra. primordial ou de origem. em seguida. toma uma forma cônica. responsável pelo alto valor energético do cereal. Cerebelo – Órgão do encéfalo situado próximo ao osso occipital. ou diretamente no hospedeiro definitivo. Ceratite – Inflamação da córnea. embora ainda transparente. que abriga. o áster. a Taenia multiceps. Controla o equilíbrio e a coordenação dos movimentos. que formarão os dois cromossomos filhos. Livre e móvel.

que fica nas fezes dos referidos mosquitos. Impostor. O protozoário flagelado responsável pela doença. embusteiro. confusão mental. perda de peso e. Ocorre. Chagoma – Cancro de inoculação da doença de chagas. Chlamydia – Microorganismo patogênico. Explorador da boa-fé do público. resultado de um metabolismo defeituoso dos açúcares e carboidratos. Tuba uterina Cervix Cervix Cesariana – Intervenção cirúrgica que consiste em retirar o feto pelo abdome por meio de uma incisão em sua parede e no útero. Recebe esse nome. Caso não suma espontaneamente. o Trypanosoma Cruzi. pois o grande romano Júlio César teria nascido por esse procedimento. vômitos. Ovário ○ ○ CHOPART Cetoacidose diabética – Complicação aguda característica do diabetes tipo I. Cestóides – Vermes platelmintos. vulgarmente conhecido como “barbeiro”. fundamentalmente. principalmente. depois de penetrar no organismo humano. já que os barbeiros se escondem em fendas nas paredes. especialmente nas casas de barro da zona rural. Região anatômica do colo que se comunica com a vagina. Chicotada – Dor brutal. Cetoacidose – Acidose acompanhada de um acumulo de acetona no organismo. Chalação – Pequeno tumor na pálpebra produzido pela obstrução de uma glândula. ele atinge as fibras musculares e provoca uma miocardite chagásica extremamente grave. Cervix – Ou colo do útero. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . doença de – Doença tropical e subtropical própria das Américas Central e do Sul. cujas virtudes apregoa com exagero. Charlatão – Vendedor público de drogas. pessoa que exerce a Medicina ilegalmente. termina em coma. Essa doença foi descoberta pelo pesquisador brasileiro Carlos Chagas. se não tratada com urgência. com retenção de secreção em seu interior. Cervicotomia – Incisão cirúrgica praticada no pescoço ou em um colo. que se manifesta com hiperglicemia marcada pelo aparecimento de corpos cetônicos na urina. Cervical – Termo que tem relação com a região do pescoço ou colo uterino e sua cavidade ou do fêmur. Neste. A contaminação se faz por meio do mosquito do gênero Triatoma. toma formas intracelulares. dispnéia. desidratação. como um açoite. Geralmente desencadeada por infecções ou pela interrupção do tratamento com insulina. infectando. podendo levar à morte. pode-se abri-lo por intervenção cirúrgica. náuseas. Charcot.CERÚMEN Cerúmen – Secreção de cera de cor amarelada ou parda produzida pelas glândulas sudoríparas do conduto auditivo externo. tríade de – Grupo de três sintomas evocativos do diagnóstico de esclerose em placas: nistagmo. Chagas. trapaceiro. como uma complicação do diabetes mellitus e caracteriza-se por hálito característico. Cervicopexia – Fixação de um colo. Local de coleta do exame de Papanicolau. células do cérebro e do coração. Chopart – Conjunto de duas articulações mediotársicas no pé. tremor intencional e fala escandida. Cervicite – Inflamação aguda ou crônica do colo do útero. A única forma de preveni-la é a pulverização de inseticidas nas paredes das casas nas zonas em que a doença é endêmica.

Chupeta – Objeto em forma de mamilo utilizado pelos lactantes e crianças pequenas para chupar. colapso cardiovascular. quase não fica cicatriz. Ciclo cardíaco – Ciclo de fenômenos que ocorrem quando o impulso elétrico. por localizar-se em zonas de grande tensão cutânea.CHOQUE Choque – Síndrome em que há deficiência da chegada de sangue rico em oxigênio aos tecidos do corpo. Ciclo – Sucessão de eventos encadeados. é conduzido por meio de umas fibras especializadas incluídas no músculo cardíaco. Choque elétrico – Corrente elétrica externa de intensidade aplicada no tórax. a qual provoca descarga completa e uniforme de todas as fibras cardíacas. Cianopsia – Distúrbio da percepção das cores. os bordos se unem irregularmente. o restabelecimento é rápido. convulsões com perda de consciência. hipotermia. especialmente. provocando a contração do miocárdio. Depois. Cianótico – Diz-se da cianose apresentada pelo corpo ou por uma de suas partes. quando ocorre destruição de moléculas de glicose para conseguir energia que se inicia em um composto denominado piruvato e finaliza com a produção de anidrido carbônico. por causa da diminuição significativa de volume sangüíneo. Ciática – Dor por compressão do nervo isquiático. A hemorragia menstrual determina o final de cada ciclo. Cicatrização por primeira intenção – Quando não há contaminação. grandes diarréias. Alteração brusca do sistema nervoso caracterizada por estupor. a hemoglobina. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . os bordos da ferida se unem. Cianocobalamina – Vitamina B12. que se percebe. dura de dois a sete dias. se uma repolarização das fibras durante a qual as cavidades cardíacas se enchem de sangue novamente. como na hemorragia. há reação inflamatória e infecção. em que os objetos parecem azulados. adquirir uma coloração escura quando contém pouco oxigênio. Ciclamato – Adoçante. Choque anafilático – Choque após a anafilaxia. Durante cada ciclo menstrual ocorre. Cianose – Coloração azulada da pele e das membranas mucosas. ao redor dos lábios e debaixo das unhas. quando se chama desfibrilação e o aparelho. Ciclo de Krebs – Parte da cadeia da glicólise. Devese ao fato de o pigmento sangüíneo trans○ ○ CICLO portador de oxigênio. Cicatriz hipertrófica – Cicatriz larga e antiestética. de 21 a 35 dias. A contração muscular coincide com um fenômeno elétrico chamado despolarização nas fibras musculares. Cicatrização por segunda intenção – Quando há contaminação na ferida. Sinônimo de cardioversão. originado no átrio direito. Cicatriz – Neoformação de tecido conjuntivo que repara a perda de substância pós-traumática. exceto no caso da fibrilação ventricular. por causa do excesso de hemoglobina não oxigenada no sangue. Ciclite – Inflamação do corpo ciliar. Ciclo menstrual – Processo normal de funcionamento de órgãos do sistema genital feminino. para restabelecer o ritmo cardíaco normal. Sua presença é um dado que indica doença respiratória ou cardiovascular. Ocorre em várias doenças cardíacas ou respiratórias que interferem na oxigenação pulmonar adequada. água e 38 moléculas de ATP. Cíbalo – Massa fecal dura e seca. inflamatória ou neoplásica na derme. produz. uma vez que não chega sangue suficiente ou este não está suficientemente oxigenado. na hipoderme ou nos tecidos profundos. desfibrilador. grandes perdas de líquidos. Sua duração é muito variável. Choque cardiogênico – Choque originário da falência cardíaca. podendo evoluir para a morte ou cura rápida. distúrbios do funcionamento cardíaco e vascular. Choque hipovolêmico – Choque no qual o colapso ocorre em decorrência da brusca e significativa diminuição do volume sangüíneo.

Cineplastia – Operação cirúrgica reparadora praticada nos amputados para permitir-lhes mo○ ○ CIRCULAÇÃO vimentação de sua prótese. Região de união entre os esqueletos: axial e apendicular. dos brônquios e dos vasos da base. Ciclosporina – Polipeptídeo produzido por um fungo isolado. Cinestesia – Sentido do movimento muscular. caraterizada por aumento da convexidade para trás. no cume posterior. tem sua origem no latim e provavelmente se referia ao movimento circular de incautos ao redor de um vendedor ambulante. geralmente. mais ou menos. Ciclopia – Malformação caracterizada pela fusão das duas órbitas e a existência de um único olho. Cinese – Movimento. Movimento contínuo. curso. são duas: superior ou escapular e inferior ou pélvica. Cinase – Enzima que catalisa a formação de uma outra enzima. Ciclopexia – Intervenção cirúrgica destinada a fixar o corpo ciliar. Cilindróide – Em forma de cilindro. de uma amostra de solo da Noruega. Ciese – Sinônimo de gestação. Cineangiografia – Registro de imagens de vasos opacificados por substância de contraste. marcha. Cilindroma – Tumor de tecidos múltiplos situado. o ovário produz as mudanças uterinas por meio de variações dos dois hormônios sexuais femininos: o estrógeno e a progesterona. Cicloplegia – Paralisia do músculo ciliar. Esse ciclo se repete mensalmente durante toda a idade fértil da mulher. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . atuando como antibiótico. utilizando os músculos e os tendões que foram inseridos na parte amputada. Cíngulo – Feixe de substância branca unindo os lobos frontal e temporal do cérebro. Cimitarra – Conjunto das malformações do pulmão direito. Ciliar – Parte espessa da membrana vascular do olho. intermediária à coróide e à íris. Cinéreo – Cinzento.CICLOOXIGENASE no ovário. o trajeto do tronco vascular de onde se originam. Deriva de circulatório e significa relativo ao ato de circular. a partir de seu precursor. Circinado – Relativo a lesões elementares da pele. Ciclotimia – Forma ligeira de psicose maníacodepressiva. Cintilografia ou mapeamento – Exame subsidiário no qual a substância radioativa vai concentrar-se em determinado órgão que será analisado por aparelho especial denominado cintilógrafo ou gama-câmara. seguida de sua expulsão para a tuba uterina na metade do ciclo. Preconizada como tratamento das dores crônicas rebeldes com componente emocional significativo. Circulação colateral – O conjunto das ramificações que seguem. Cingulotomia – Destruição terapêutica do cíngulo com papel importante na gênese das emoções. maturação de um óvulo. Ciclooxigenase – Enzima de degradação do ácido araquidônico cuja ação é bloqueada por antiinflamatórios não-hormonais. Circulação pulmonar – Sinônimo de pequena circulação. em forma de anel triangular na parte superior. Cintura – Sinônimo de Cíngulo. Circulação extracorpórea – Técnica empregada em cirurgia cardíaca para operar o coração. Circulação – Ato ou efeito de circular. Cifose – Alteração da anatomia da coluna vertebral. Cineangiocoronariografia – Registro das imagens radiológicas das artérias coronárias opacificadas por substância de contraste. Circulação do coração aos pulmões. Cinesioterapia – Tratamento de reabilitação baseado no exercício. Cinético – Relativo ao movimento. Circadiano – Termo que se refere a uma duração de cerca de 24 horas. Circulação sangüínea é o movimento regular do sangue por meio do coração e dos vasos sanguíneos. Por sua vez. na face. com fases de depressão e excitação. No corpo humano.

Cisticotomia – Incisão no ducto cístico. Cirsóide – Semelhante a varizes. a Tenia solium. Cistalgia – Dor na bexiga urinária. Cisterna do quilo: dilatação sacular situada na origem do duto torácico. Poço. que deixará. Em geral. Circunvalado – Cercado por um muro. Cistectomia – Operação para ressecção total ou parcial da bexiga. Circuncisão – Sinônimo de Postectomia. do qual não resultam possíveis complicações significativas nem são necessários maiores cuidados pósoperatórios. Cirrose – Doença crônica do fígado caracterizada pela associação de lesão dos hepatócitos. Quando o cérebro é afetado. Relativo à bexiga urinária. em algumas culturas. se altera ou se restaura a zona visível do organismo com o objetivo de corrigir um defeito estético ou estrutural. após a faculdade para especializar-se. Cistite – Inflamação aguda ou crônica da bexiga urinária. desenvolvimento excessivo de tecido conjuntivo e formação de nódulos de regeneração. ainda que. e as larvas invadem vários órgãos distantes.CIRCULAR Circular de cordão – Envolvimento do cordão umbilical em torno do pescoço do feto durante o parto. e seu trajeto intracraniano é acompanhado por radiografias em série. Circunflexo – Com a forma de um arco. a glande descoberta. Cisterna – Reservatório de água das chuvas. Circundução – Movimento da articulação do ombro que corresponde à soma dos movimentos de adução e abdução. pronação e supinação. Cístico – Relativo a um cisto. ○ ○ CISTITE Cirurgia plástica – Procedimento cirúrgico pelo qual se substitui. Cisterna cerebral: região alargada dos espaços subaracnoídeos que contém o líquido cefalorraquidiano. Cisternografia – Radiografia das cisternas da base do crânio. os ovos se abrem no intestino humano. Cirurgia maior – Qualquer intervenção cirúrgica realizada sob anestesia geral ou com assistência respiratória. denominado líquor. deve passar por um período de quatro anos. alguns procedimentos pós-operatórios especializados. por meio de operações. O ar ou um líquido opaco aos raios X é injetado por punção lombar. por exemplo. que se chama Residência Médica ou estágio. O médico após a graduação de seis anos deve passar por um treinamento em serviço. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Cistectasia – Dilatação da bexiga. Os recentes avanços em suas técnicas permitem considerável melhora dos resultados. mal-estar geral. Trata-se de um procedimento simples. Circunvolução – Dobras que conformam a superfície cerebral dando-lhe um aspecto similar à noz. Os sintomas durante a fase de invasão são febre. Após ingerir carne de porco contaminada. Relativo ao ducto cístico. Deriva de seus radicais que significam trabalho manual. flexão e extensão. Técnica cirúrgica que se emprega para o tratamento da fimose. cacimba. permanentemente. em média. trata-se de um procedimento complexo que requer. ocorrem alterações da personalidade e. Cisão – Divisão. por um período variável de dois a sete anos dependendo da especialidade escolhida. se realize de forma ritual após o nascimento. igualmente. Cisticercose – Infecção por larvas do verme do porco. praticado na superfície do organismo sob anestesia local. Cissiparidade – Esquisogênese. Um cirurgião vascular. Cirurgia – Ramo da Medicina que trata doenças ou contribui para diagnosticá-las. encurvado. às vezes. epilepsia após vários anos. Circunscrito – Bem delimitado. Cirurgião – Médico especializado em cirurgia. Cirurgia menor – Qualquer intervenção cirúrgica que não requer anestesia geral nem assistência respiratória. Cistinúria – Eliminação de cistina pela urina associada a cólicas nefréticas. dor muscular e eosinofilia. Consiste na extirpação total do prepúcio mediante um corte circular.

Cistos – Lesões de qualquer localização. localizado na derme. Cistocóspio – Instrumento utilizado para cistoscopia. É transportador de elétrons. Cistorrafia – Sutura da bexiga urinária. Citocromo – Pigmento protéico que contém o ferro e desempenha papel essencial na respiração celular. Cistocele – Hérnia da bexiga urinária. Permite estabelecer o cariótipo e a classificação das aberrações cromossômicas. geralmente situada no punho e que se desenvolve. Citólise – Destruição da célula. Cisto hidático – Cisto que contém um verme em sua forma larvar de cisticerco. Cistopexia – Fixação da parede anterior da bexiga na parede abdominal acima da sínfise púbica. por vezes esféricas. cuja parede não tem relação vascular com o conteúdo. Cistoscopia – Método diagnóstico para visualização direta da via urinária mediante a inserção de um aparelho óptico chamado cistoscópio na uretra. Citologia – Ramo da Morfologia que estuda a célula do ponto de vista da sua constituição íntima. o qual permite que algumas células se comuniquem. na face. Cistostomia – Operação que consiste em abrir a parede abdominal para permitir passagem de urina ao meio externo. com conteúdo líquido ou semi-sólido. Citocospolscopia – Exame de microscopia de um esfregaço coletado no colo do útero durante uma colposcopia e serve para pesquisa de células cancerosas. formadas por cavidades epiteliais diminutas ou muito volumosas. Citotoxicidade – Capacidade de destruição das células: pode ser provocada pelo complemento em presença de anticorpos dirigidos contra as células. Cistos epidérmicos – Tumor arredondado de conteúdo líquido ou semi-sólido. cromossomos e genes. Citômetro – Instrumento para contagem celular. plasticidade e mobilidade. em caso de prolapso uterino. Citomegalovírus – Vírus que causa infecção generalizada que afeta seres humanos de todas as idades. Cistorragia – Hemorragia vesical. Citopatologia – Estudo das doenças da célula. que consiste em suturar o fundo vesical previamente descolado. Cistolitotomia – Abertura cirúrgica da bexiga urinária para extrair cálculos.CISTO Cisto – Doença formada por uma cavidade que não se comunica com o exterior. mole ou raramente sólida. e fixar a matriz na parede abdominal. Citocina – Mediador de natureza lipoprotéica. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Cisto sinovial – Bolsa com parede própria e conteúdo viscoso. Citogenética – Ramo da genética que estuda as relações entre a transmissão dos caracteres hereditários dos indivíduos e os aspectos das células específicas da hereditariedade. pode fazer saliência maior ou menor para dentro da vagina. Contém substância líquida. Cistocele – Hérnia da bexiga urinária. Citosqueleto – Conjunto de estruturas agrupadas em feixes ou retículos que formam o arcabouço da célula e dá-lhe sua forma. ou então um gás. forma e evolução. . ○ ○ CITOTOXICIDADE Cistossarcoma – Tumor complexo que pode ser encontrado na maior parte dos tecidos com cavidades císticas. Citodiagnóstico – Método subsidiário para contagem e classificação das células dos líquidos orgânicos para fins diagnósticos. Cisto do ovário – Cisto com conteúdo líquido desenvolvido a partir do ovário. no pescoço e no tronco. Cisto sebáceo – Tumor formado por bolsa desenvolvida a partir de glândula sebácea e preenchido por células epiteliais. a face anterior do istmo do útero. Citostático – Que interrompe a multiplicação das células. Cistohisteropexia – Operação praticada por via abdominal. Localiza-se com maior freqüência no couro cabeludo.

que pode ser efetuado. que se caracteriza por dor muscular decorrente de isquemia que aparece ao caminhar. Clindamicina – Antibiótico derivado da lincomicina. Clique – Ruído produzido por valvas do coração. Clínico – Médico que exerce sua profissão na cabeceira do leito de seus pacientes. à noite. Claudicação – Marcha irregular que pode ter inclinação assimética do corpo. além de subtipos. comparável a forma de uma sela. Termo relacionado ao que concerne o ensino da prática médica junto ao leito do paciente. sendo responsável pela conjuntivite de inclusão. Claustrofobia – Medo incontrolado de ficar preso em espaços restritos. no epitélio da uretra e no colo do útero. Clarificante – Substância empregada para tornar límpida uma solução. cranialmente às costelas. Aumenta com a velocidade do caminhar e a distância percorrida.CITOTÓXICO Citotóxico – Substância tóxica para a célula. pelo linfogranuloma venéreo e tracoma. predominantemente. habitante do tubo digestivo humano. Classe econômica. Clidotomia – Secção cirúrgica da clavícula. Os limites dessa etapa são alguns anos antes da menopausa. Pode evoluir para trombose venosa dos membros inferiores. associandose à isquemia crítica do membro afetado. ou constatado pelo médico. Classificação de Landsteiner – Classificação dos tipos sangüíneos adotada pela Organização Mundial de Saúde-OMS. Compreeende os quatro tipos A. Pode ser decorrente de estenose ou obstrução das artérias de um membro. que pode causar um tipo especial de pneumonia. a dor aparece até com o repouso e. Climatério – Período da vida da mulher em que há transição paulatina do estado reprodutivo ao não-reprodutivo. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Clavícula ○ ○ . B. Clamídia – Parasita intracelular que produz diferentes transtornos. Clido – Relativo à clavícula. em que a falta de lugar impõe aos passageiros da classe econômica uma posição sentada por um período prolongado. plantar ou lateral. que produz infecção conjuntiva no olho. síndrome da – Edema de membros inferiores e outras complicações das longas viagens aéreas. Cleptofobia – Receio obscessivo e mórbido de cometer um roubo. Há duas espécies de clamídias. Clavícula – Osso horizontal longo na região anterior do tórax. Clidectomia – Retirada cirúrgica da clavícula. Climatologia – Estudo dos climas em relação ao tratamento das doenças. ambas patogênicas para o homem: a Chlamidia tracomatis. Citrobacter – Gênero de bactéria da família das Enterobacteriaceae. Claudicação intermitente – Sintoma de obstrução arterial crônica nas extremidades. e a Chlamidia psittaci. obrigando o paciente a parar. AB e O. ○ ○ CLIQUE Cleptomania – Necessidade compulsiva de furtar. sem o recurso de instrumentos ou de técnicas de laboratório. Clinocefalia – Deformação do crânio como um achatamento ou encurvamento da calota. palmar. Clinodactilia – Desvio dos quirodáctilos ou pododáctilos em direção à face dorsal. Clidocostal – Relativo à clavícula e às costelas. Em casos avançados.

Clone – Grupo de indivíduos ou de células com o mesmo código genético. Cloaca persistente – Anomalia congênita caracterizada quando os condutos digestivo. Cloremia – Quantidade de cloro no sangue. Clorado – Impregnado de cloro. ○ ○ COAGULANTE Cloreto de sódio – Sal de cozinha. Clostridium welchii – Bacilo da gangrena gasosa. originado. por reprodução assexuada. por meio de seringa ou instrumento similar para livrar uma pessoa da obstipação intestinal. na superfície dos ossos planos. e dotado de grande atividade na febre tifóide e salmoneloses. Cloroformização – Anestesia geral pelo clorofórmio. Clonorquíase – Doença parasitária decorrente de infestação por trematódeos da China. Clorofórmio – Agente volátil que foi o primeiro anestésico por inalação. geralmente. Coagulabilidade – Propriedade que possuem líquidos biológicos de desencadear a cascata da coagulação. Clônica – Contração irregular e curta. Clitorite – Inflamação do clitóris. Cloração – Procedimento de purificação das águas destinadas ao consumo. de um único indivíduo ou uma única célula. pode ser produzido um conjunto de numerosas cópias idênticas que possuem o mesmo código genético. o Streptomyces aureofaciens. Coagulação intravascular disseminada – Doença grave produzida pelo acúmulo excessivo de processos de coagulação e anticoagulação simultâneos. anaeróbios estritos e. que compreende germes gram positivos. Clostridium botulinum – Bacilo anaeróbio Gram positivo e cujos esporos são particularmente resistentes ao calor. Clonagem – Método de engenharia genética que consiste na produção de um clone. Cloranfenicol – Antibiótico produzido por um fungo. Pode tratarse de células de grande utilidade na modalidade terapêutica. situado anterior à vulva. esporogênicos. Clortetraciclina – Antibiótico da família das tetraciclinas produzido por um fungo. pelo ânus. Coagulação – Transformação de uma substância orgânica líquida em uma massa sólida ou semi-sólida ou mole e gelatinosa por meio de uma série de reações denominadas cascata da coagulação. Perturbação visual na qual os objetos parecem esverdeados. Cloroma – Doença própria das crianças e caracterizada pelo desenvolvimento de nódulos linfáticos esverdeados situados. Cloralismo – Intoxicação pelo cloro. A toxina que ele secreta determina o botulismo. normalmente. Essa espécie bacteriana é encontrada em embutidos deteriorados e nas conservas mal preparadas. o Streptomyces venezuelae. Clônico – Contração muscular alternada com relaxamento. Clostridium – Bactéria da família das Bacillaceae. em infecções por bacilos. Coagulante – Substância capaz de desencadear a cascata da coagulação. Clostridium tetani – Bacilo do tétano. Clororraquia – Presença de cloro ou cloretos no líquido cefalorraquidiano. Clitoridectomia – Exérese do clitóris. A partir de um modelo único. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Cloropsia – Sinônimo de Cloropia. urinário e reprodutor finalizam em uma cavidade comum em conseqüência da falta de formação do tabique urorretal durante o desenvolvimento fetal. Cloasma – Manchas de cor castanho e bordas nítidas que aparecem em forma simétrica nas bochechas e na fronte. móveis. Cloroníquia – Coloração esverdeada de uma unha. entre os lábios maiores. Clitóris – Órgão do sistema genital feminino. Clownismo – Atitudes grotescas que se observam na histeria. por meio do cloro líquido misturado à água.CLISTER Clister – Introdução de água ou líquido glicerinado no reto. Clomifeno – Medicamento antiestrógeno nãoesteróide que estimula a ovulação.

Cocaína – Alcalóide extraído das folhas de uma planta sul-americana Erytroxylon coca . Codeína – Um dos alcalóides do ópio com propriedades analgésicas. Cobaltoterapia – Método utilizado no tratamento do câncer. cujos esporos são inalados com a poeira. Cocainismo – Intoxicação crônica pela cocaína. ○ ○ CÓDEX Cóccix – Conjunto de ossos da coluna vertebral. Essa massa retém. Formulário oficial. Coaltar – O mesmo que Alcatrão. observado. Produto da destilação do carvão de pedra ou carvão mineral. Coccidioides immitis. Coarctação da aorta – Defeito congênito cardíaco caracterizado por estreitamento da aorta. de radiações emitidas pelo cobalto 60. os glóbulos vermelhos que lhe dão coloração vermelha. atua no metabolismo e é absorvida no intestino delgado. Coccidiomicose – Doença caracterizada por um simples episódio febril de alguns dias. peixes e carne. Coarctação – Estenose de um conduto natural. situado sob o sacro e constituído de 4 ou 5 ossos soldados. de acordo com a coloração em laboratório. Pode ser encontrada em ovos. no fígado do coelho onde ele determina lesões tanto císticas como de aparência neoplásica. responsável pelo equilíbrio do corpo humano. em suas malhas. triangular. Cocos – Bactérias arredondadas que. Coaptação – Adaptação recíproca de fragmentos de um osso fraturado. Códex – Farmacopéia. Coccidinia – Dor localizada no cóccix. Conjunto de tabulas. Coccídia – Parasita unicelular da classe dos esporozoários. Cobalamina – Sinônimo de vitamina B12. Coalescência – União de duas ou mais partes que se achavam separadas. Essa doença é provocada por um fungo. dividem-se em Gram positivas e Gram negativas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Coccigectomia – Exérese do cóccix. principalmente. às vezes acompanhado de leve comprometimento pulmonar. isótopo radioativo do cobalto. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Sacro ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cóccix Cóccix ○ ○ ○ Cóclea – Órgão localizado na orelha interna. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Canais semicirculares Vestíbulo ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cóclea ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cóclea ○ ○ ○ Coclear – Referente à cóclea.COÁGULO Coágulo – Massa esponjosa formada pela fibrina do sangue. Coccigeo – Relativo ao cóccix. Coanas – Passagens posteriores da cavidade nasal que a comunicam com a parte nasal da faringe. Coagulopatia – Doença caracterizada pela alteração da coagulação normal. Cocainomania – Distúrbio mental acarretado pela aspiração crônica de cocaína. dotada de propriedades anestésicas locais e simpaticomiméticas.

a coluna vertebral. integralmente. Colar – Aparelho que serve para imobilizar. durante toda a vida do indivíduo. ele é constituído por um grupo de 3 pares de nucleotídeos do ADN. Operação praticada quando os canais colédoco e hepático estão obstruídos. no final da reação. Colangioscopia – Exame subsidiário direto das vias biliares por meio de um endoscópio especial. a esclerodermia e a periarterite nodosa. As moléculas de ARN (RNA) compreendem os códons. a síntese de um único aminoácido. o Colchium autumnale. que pode ser um doença familiar. Colangiograma – Radiografia do sistema biliar. e a ingestão dos cogumelos venenosos pode causar intoxicações. doenças do – Conjunto de doenças com aparências diferentes. Cognição – Conjunto dos processos psíquicos que terminam pelo conhecimento. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . essencialmente o lúpus eritematoso agudo disseminado. Essas doenças estão todas relacionadas por uma característica em comum: o comprometimento difuso do colágeno que sofre degeneração mucóide. Colangiectasia – Dilatação das vias biliares. Colangite – Inflamação das vias biliares provocada pela invasão bacteriana ou obstrução da árvore biliar decorrente da presença de um tumor ou cálculo. mais recentemente. ○ ○ COLCHICINA Colagenase – Enzima capaz de quebrar o tecido colágeno. no tratamento da doença periódica e de diversas afecções do tecido conjuntivo. Um conjunto de várias códons é necessário para a elaboração de numerosos aminoácidos que formam uma proteína. Colapso – Sinônimo de Síncope. sob sua dependência. codesidrase ou codesidrogenase. Colangioma – Variedade de tumor de fígado desenvolvido a partir das células dos canalículos biliares intra-hepáticos. a dermatomiosite. Colágeno – Uma das escleroproteínas do tecido conjuntivo. depois fibrinóide. Coenzima – Grupamento protético das enzimas heteroproteínicas. Colangiocarcinoma – Tumor maligno das vias biliares intra-hepáticas. Colangio-jejunostomia – Operação que visa à implantação de canal biliar no jejuno. desprovido de clorofila e de flor e que vive como parasita ou saprófito. É parte desprovida de especificidade da enzima: participa da reação catalisada por essa enzima e é recuperada. A escolha e o agenciamento dos aminoácidos que a constituem são determinados pelo encadeamento rigoroso dos pares de bases nitrogenadas do DNA. Conforme o caso. a síntese de proteínas celulares. em seguida reações alérgicas. formados. Códon – Unidade do código genético do DNA cromossômico que tem. Coiloniquia – Concavidade anormal nas unhas. Coito – Ato sexual. Colagogo – Método ou substância que aumenta o fluxo da bile. é conhecida sob o nome de cocarboxilase. em uma ordem imutável e predeterminada. Os cogumelos inferiores podem causar micoses. utilizada no tratamento da crise aguda de gota e. Pode ser de natureza benigna ou maligna. Colágeno. o coledoscópio introduzido por via retrógada transpapilar. Ato de conhecer. cada um.CÓDIGO Código genético – Conjunto das informações hereditárias inscritas. nas longas cadeias de DNA cromossômico: informações que são necessárias para realizar. Co-fator – Substância cuja ação reforça a de um outro princípio ativo. trans-hepática ou coledocotomia per-operatória. Cogumelo – Vegetal talófito. porém denotada mais freqüentemente a presença de uma anemia ferropriva ou doença de Raynaud. Colangiografia – Técnica de diagnóstico radiológico que permite visibilizar vias biliares principais. parcialmente. Colchicina – Alcalóide de uma liliácea. como um plano detalhado. Cola biológica – Cola utilizada para tratar dissecções aórticas. varizes esofágicas rompidas e dilacerações miocárdicas. de 3 nucleotídeos.

originado da confluência dos condutos hepático comum e cístico. Colemia – Presença de pigmentos biliares no sangue. Colecistopatia – Nome das doenças da vesícula biliar. Colestase – Diminuição ou parada do escoamento da bile.COLE Cole – Prefixo que significa “bile”. Cálculos na vesícula ou nas vias biliares. tem origem mista: endógena e exógena. Coledocotomia – Incisão do canal colédoco. Cólera infantil – Diarréia de verão das crianças. Colelitíase – Presença de cálculos na vesícula biliar. Colêmese – Vômito de bile. Coleriforme – Semelhante à cólera. Coléico – Relativo à bile. Colecistografia – Exame radiológico da vesícula biliar após ingestão ou aplicação intravenosa de um produto de contraste iodado. Cólera – Infecção aguda provocada pelo vírus Vibrio cholerae. Colesterolemia – Quantidade de colesterol no sangue. Colesteatoma – Tumor cístico composto de células epiteliais e colesterol que se situa no ouvido médio. Colecistectomia – Exérese cirúrgica da vesícula biliar. Coledocolitotripsia – Esmagamento de um cálculo dentro do canal colédoco. Colerético – Substância que estimula a secreção de bile. Coledocostomia – Abertura cirúrgica do canal colédoco para escoamento. Colecistostomia – Formação de abertura da vesícula biliar para o exterior. ○ ○ COLETORES Há vômitos e diarréia aquosa com deposições muito freqüentes e abundantes. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Colesterol ○ ○ ○ ○ Colete – Aparelho de contenção ou suporte de parte do tronco Coletores – Produtos semelhantes a um preservativo que se prendem no pênis e que podem ter utilidade nos homens com incontinência sem retenção urinária e naqueles nos quais fracassaram outros tratamentos para incon- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Colélito – Cálculo biliar. Colesterol – Variedade de esterol presente nos tecidos e líquidos do organismo. Colerina – Forma leve e esporádica do cólera. de origem congênita ou secundária à otite média crônica. Colédoco – Ducto terminal da via de excreção da bile. Colectomia – Retirada total ou de parte do cólon. O homem se contagia pela ingestão de água e alimentos contaminados. Colérico – Pessoa afetada pela cólera. Colecalciferol – Vitamina D3 anti-raquítica sintetizada na derme sob ação da irradiação ultravioleta B. Coledocoduodenostomia – Operação para formação de comunicação cirúrgica entre o ducto colédoco e o duodeno. Coledoctomia – Retirada total ou de parte do canal. Colelitíase – Litíase biliar. Colecistite – Inflamação da vesícula biliar. Colecistotomia – Incisão da vesícula biliar. Coledocolitotomia – Incisão do ducto colédoco para retirada de um cálculo. Coledocoenterotomia – Operação para abertura cirúrgica do ducto colédoco ao intestino.

O choro pode durar mais que duas horas e habitualmente ocorre na mesma hora do dia. prisão de ventre coincidentes com o estresse emocional. As colites crônicas costumam ser motivadas ou por um cólon irritável ou uma doença inflamatória crônica e progressiva. Coliquativo – Com liqüefação. normalmente autolimitada e com bom prognóstico. irradiandose para o ombro. na íris. Aumentam o risco de infecção da urina. por meio dos ureteres. Cólica de chumbo – Cólica saturnina. Seu tratamento é baseado na administração de corticóides e outros medicamentos imunossupressores. de tenesmo vesical. acompanhada de constipação. Colite – Inflamação do cólon. diarréias graves com hemorragias e ulcerações da mucosa intestinal. Nesse grupo de doenças se incluem as doenças de Crohn e a colite ulcerosa. Cólica hepática – Síndrome que compreende uma dor no hipocôndrio direito. especialmente no entardecer. Cólica saturnina – Cólica de chumbo. do rim para a bexiga. que se irradia para a bexiga e a coxa. Cólica dos pintores – Cólica de chumbo. Que age como acetilcolina. incontrolável e sem causa aparente. Cólica biliar – O mesmo que Cólica hepática. na coróide ou na retina. Colírio – Medicamento líquido que se utiliza nas infecções dos olhos e aplica-se em gotas na conjuntiva. Gera grande ansiedade tanto no bebê como nos pais. Colinesterase – Enzima que hidrolisa a acetilcolina no sangue e nos tecidos. freqüentemente. intoxicação pelo chumbo (freqüente entre os gráficos). Colo – A parte mais estreita de um órgão. importantes dores e piora do estado geral do paciente. Colina – Álcool nitrogenado classificado entre as vitaminas do grupo B. Colibacilose – Infecção generalizada pelo colibacilo. Cólica menstrual – Dor forte durante a menstruação. que pode contaminar a água de beber. É decorrente da contração da vesícula biliar sobre um cálculo ou um corpo estranho do qual ela determina a migração por meio das vias biliares. Coliforme – Bactéria semelhante ao colibacilo ou Scherichia coli. Bacilo Gram negativo. É decorrente da migração de um cálculo ou de um corpo estranho. Combate a infiltração gordurosa do fígado nos animais submetidos a um regime muito rico em lipídeos. melhorando por volta dos três meses de idade. algumas vezes seguida de icterícia. evitando alimentos irritantes. Seu tratamento é complexo e baseiase em modificações da dieta. O cólon irritável caracteriza-se por aparecimento de dor abdominal e episódios de diarréia. Cólica nefrética – Síndrome que compreende uma violenta dor na região. Cólica – Termo aplicado em dores que têm sede na maior parte das vísceras abdominais. A colite aguda é causada pela colonização infecciosa do trato intestinal. Cólica menstrual. de origem fecal. acompanhada de constipação e vômitos. Ela pode envolver a face e ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . tornando-a inativa. e em procedimentos (incluindo Medicamentos) que diminuam o estresse. normalmente até os três meses de vida. Coloboma – Malformação que consiste em uma fissura situada nas pálpebras. Afeta cerca de 10%-20% de todos os lactantes e pode começar a qualquer momento após o nascimento. por ocasião da menstruação. ○ ○ COLOBOMA Cólico – Referente ao cólon. Cólica uterina – Dor paroxística no útero.COLIBACILOSE tinência. Colinérgico – Que desprende acetilcolina. vômitos e. Cólicas do lactante – Choro excessivo. mas em menor proporção do que as sondas. cólica saturnina. A doença inflamatória se caracteriza pela formação de abscessos no cólon. que produzem um emagrecimento. que ocorre nos lactantes sadios com crescimento e desenvolvimento normais.

Colônia – Grupo de microorganismos procedentes do crescimento de um só germe. Colorrafia – Sutura do cólon. e a prisão de ventre se alterna com leves diarréias. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Colostomia ○ Colostro – Líquido leitoso que as glândulas mamárias segregam dias antes e depois do parto. Quando predomina a dor abdominal. Coloptose – Queda do colo uterino. Primeiro leite que sai dos seios. Colostomia – Abertura cirúrgica que se faz na parede abdominal. inflamação do cólon e do intestino delgado. Os medicamentos antidiarréicos são úteis. Começa na válvula ileocecal. do lábio superior à pálpebra inferior. Às vezes são administrados tranqüilizantes ou antidepressivos suaves para evitar a ansiedade ou depressão associadas. Colódio – Piroxilina dissolvida em álcool e éter. na maioria das vezes. às vezes. para diminuir a freqüência das evacuações. As fezes são. tensão ou neurose. as enfermidades inflamatórias intestinais e infecções. sendo muito recomendado para o recém-nascido. Outros doentes se beneficiam de uma dieta com agentes que aumentam o volume fecal. Colonoscopia – Consiste em visualizar a luz do cólon. Cólon irritável – Alteração que se caracteriza por períodos de contração intestinal que produz uma dor do tipo espasmódica. rugosa. o conteúdo intestinal pode sair para o exterior. comporta 4 partes: o cólon ascendente. Esse mal exige seu diagnóstico diferenciado de outros processos mais graves. Coloenterite – Enterocolite. Colóide – Cola. Essa operação se realiza quando há uma obstrução persistente. Colorímetro – Instrumento para verificar o grau de coloração de um líquido. Coloscópio – Instrumento que se introduz pelo ânus. como a intolerância à lactose. mas terminam em uma bolsa de plástico que as recolhe. em um grande número de casos. a qual se alivia com a defecação ou com os gases. as fezes não seguem o percurso normal. Cólon – Intestino grosso. e. caracterizando-se por ser um líquido amarelado e claro. Trata-se de um leite muito rico em proteínas e com baixo conteúdo de gordura. Coloidal – Que se refere a uma substância colóide. Degeneração colóide: transformação das células de tumores malignos em um tipo de geléia. o esquerdo e o sigmóide. freqüentemente por tumor. mediante um sistema óptico. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Coloncentese – Punção do cólon. É o método fundamental para diagnosticar o câncer de cólon e. É um dos males intestinais mais freqüentes. Não atravessam as membranas semipermeáveis. etc. duras. Colopexia – Fixação cirúrgica do colo uterino. Malformação do cristalino que consiste em entalhe periférico único ou múltiplo. munido de uma lâmpada e um espelho. Colóide – Estado físico-químico de não-eletrólitos em solução. para a passagem das fezes ao longo do cólon. sua origem é do tipo psicológica. são utilizados medicamentos antiespasmódicos. Estende-se pelo reto. Tem dife○ ○ COLOSTRO rentes aspectos e tamanhos (lisa. permite extrair uma amostra como biópsia para ser analisada. Portanto. o transverso. verticalmente. para exame do cólon.) na placa de cultivo. em geral. Por meio dela.COLÓDIO estender-se. como irritabilidade. que parece geléia. em vez de seguir o trânsito habitual até o reto.

da sensibilidade e da motilidade com. Colporrafia – Reparo cirúrgico ao redor da vagina. que repousa na parede vaginal posterior ou pela bexiga. salvo nas formas mais graves. entre elas. praticada para corrigir o prolapso do útero e consiste nas suturas. como complicação de um diabetes por um tratamento inadequa- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . O orifício cervical se encontra normalmente coberto de muco. Colpocistopexia – Operação para enurese (incontinência de urina) e que consiste em ligar o colo da bexiga e a parede vaginal. mediante um sistema óptico para localizar zonas anormais. A colpectomia pode ser total ou. Tem forma de funil. das paredes vaginais após ablação prévia de sua mucosa. No colo uterino. como metaplasia. Coma – Estado mórbido caracterizado por um torpor profundo com perda total ou parcial da consciência e da vigilância. subtotal. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Colposcopia ○ ○ ○ Colposcópio – Instrumento para exame visual da vagina.COLO Colo uterino – Uma das três partes anatômicas em que se pode dividir o útero ou matriz: colo. mais freqüentemente. Colpoperineorrafia – Operação reparadora em torno da vagina e do períneo. O conhecimento dessas modificações é a base da chamada “anticoncepção natural”. Colporréia – Leucorréia. suas características mudam ao longo do ciclo menstrual. Colpocistocele – Hérnia da bexiga por meio da vagina. sete cervicais. e por ele comunica-se a cavidade uterina com o exterior por meio da vagina. Coluna vertebral – Conjunto formado pelas doze vértebras dorsais. ○ ○ COMA Colpoptose – Queda da vagina. displasia. Coma diabético – Transtorno grave que põe em risco a vida do paciente. instalam-se duas importantes doenças femininas: a cervicite. Colúria – Bile na urina. Colporragia – Hemorragia vaginal. que necessitem de biópsia para realizar um diagnóstico precoce do câncer cervical. as vezes. corpo e trompas. geralmente de transmissão sexual. cinco lombares. conservação das funções respiratória e circulatória. Colposcopia – Consiste em visualizar internamente a vagina e o colo do útero. Colpoplastia – Operação plástica na vagina. Colutório – Medicamento destinado a agir sobre as gengivas e as paredes da cavidade bucal. Colpoperineoplastia – Cirurgia plástica da vagina e do períneo. secreção vaginal mucosa e esbranquiçada. Colpo-histerectomia – Ablação do útero por via vaginal ou abdominal. Colpocele – Protuberância feita na vagina pelo reto. Colpeurinter – Bolsa de borracha para dilatação da vagina. diagnosticado a partir de fases muito precoces com uma técnica bastante simples. e o câncer. o sacro e o cóccix. Colpocitologia – Estudo das células epiteliais da vagina coletadas por esfregaço. Ela é. Colpectomia – Ablação da vagina. Colpalgia – Dor na vagina. cuja missão é dupla: impedir a passagem de germes do exterior e facilitar a subida dos espermatozóides em seu caminho para a fecundação do óvulo. Para isso. Colpite – Inflamação da vagina. Colpotomia – Incisão da vagina. que repousa na parede vaginal anterior.

Compatibilidade sangüínea – Relações entre os sangues de dois indivíduos. potássio e água. perda da memória. O coma hepático produz uma alteração variável do nível de consciência (letargia. afundamento dos olhos e avermelhamento facial. de modo que uma transfusão seja possível de um ou outro sem acidente. A falta de insulina para metabolizar a glicose faz com que a energia seja obtida a partir das gorduras. dor epigástrica com náuseas e vômitos. produzindo-se cetose e acidose. Comoção – Abalo de um órgão por um choque ou uma violência. secura dos lábios. uma respiração profunda (respiração de Kussmaul) e sofre uma desidratação e uma hipoxia generalizada. Comatoso – Em estado de coma. Caracteriza-se por uma hiperglicemia muito elevada que produz um aumento da osmolaridade no sangue. Compensação – Supressão dos efeitos desagra- ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . no centro. É desencadeada por doenças intercorrentes. Além disso. etc. Necessita de um tratamento urgente em hospital. Comadre – Recipiente achatado que se desliza sob os quadris de um paciente acamado para recolher seus excrementos. Por tudo isso. É mais freqüente nos do tipo II. na face e. mas sem cetose.COMA do ou qualquer situação que aumente as necessidades de insulina no paciente (infecções. orginariamente. o doente delira. ingestão inadequada de líquidos e medicamentos. com outras variedades da acne e com a seborréia. Ocorrem sintomas premonitórios do coma hepático. Compartimental (síndrome) – Isquemia de um grupo muscular dos membros. Os sintomas de alarme de um coma diabético são dor de cabeça. Deve-se ao fato de que produtos tóxicos para o cérebro. Coma hiperosmolar – Complicação aguda do diabetes mellitus. Comedão – Lesão das glândulas sebáceas. alterações da personalidade. fadiga. por compressão em um compartimento osteoaponeurótico inextensível. O tratamento urgente consiste na administração de insulina junto com líquidos e eletrólitos que corrijam a acidose e a desidratação. Este se realiza mediante clisteres de limpeza. estupor e coma). por um ponto negro. Coma vigil – Coma em que. não sendo as hemácias de um destruídas pelo plasma do outro. especialmente. cirurgia. Ela abole as funções do órgão de modo temporário ou permanente sem destruir seu tecido. Comissurotomia – Secção cirúrgica das comissuras.). hepatite aguda. Comatose – Estado de coma. Coexiste. Os mecanismos que tentam compensar essa acidose no organismo produzem o esvaziamento da reserva alcalina com perda de sódio. Cominutivo – Reduzido a pequenos fragmentos. endógenos ou exógenos. de preferência. que ocorre com desidratação e di○ ○ COMPENSAÇÃO minuição do nível de consciência motivadas pelo déficit de insulina e pelas conseqüências de uma hiperglicemia mantida. sede intensa. Coma hepático – Manifestação neurológica e psiquiátrica da insuficiência hepática grave causada por vários transtornos (cirrose. hiper-reflexia e hiperventilação. o paciente deve ser internado em um hospital. restringindo as proteínas da dieta e melhorando a hidratação mediante a infusão intravenosa de líquidos. que afeta uma parte afastada ou próxima. o fígado doente não sintetiza substâncias imprescindíveis para a função cerebral. não são neutralizados pelo fígado antes de passar para a circulação periférica. A evolução e o prognóstico do coma hepático depende da doença que o causa e das possibilidades de tratamento dessa doença. e interrupção do tratamento com insulina. apresentando o paciente tremor nas mãos. Comissura – Ponto de junção de dois elementos anatômicos análogos. cloro. Entrecruzamento de fibras nervosas situado sobre a linha média. de vez em quando. no nariz. já que requer a reposição de líquidos e insulina. Ela situa-se. O paciente tem uma eliminação urinária aumentada. caracterizada por uma pequena saliência esbranquiçada marcada. traumatismo ou qualquer outro estresse).

causando uma modificação do eletrocardiograma. em um dos cromos- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . porém portador. pelas modificações secundárias do organismo que tendem a restabelecer o equilíbrio humoral.COMPENSADO dáveis de uma lesão ou de um desequilíbrio humoral. Compressa – Pedaço de gaze utilizado em cirurgia. Complicação – Fenômeno que sobrevêm no curso de uma doença. pelas modificações secundárias do organismo que tendem a restabelecer o equilíbrio fisiológico. podendo ser revestido. Pode ser isolada. pequeno rolo de fios de linho. caracterizada pela existência de um orifício no septo interventricular. Condrossarcoma – Tumor maligno misto que apresenta. Suas variações permitem observar as possibilidades de distensão e flexibilidade desse reservatório. decorrente uma parada ou distúrbio do desenvolvimento do septo interauricular. é representada por um ionograma. um shunt esquerda-direita. que se adapta. Apresenta-se sob a forma de grãos isolados ovóides ou agrupados em rosários ou em bastonetes e desempenham um papel muito importante na atividade celular. comportando aspectos diversos conforme o calibre do orifício e o fato de ser acompanhada ou não de hipertensão arterial pulmonar. Condom – Preservativo masculino. Complacência – Relação entre o volume de um reservatório elástico e a pressão do fluido que ele contém. dos diferentes íons. Complexo imune – Combinação de um antígeno e de um anticorpo específico. Condutor – Diz-se de um indivíduo de aparência sadia. das lesões provocadas por ela. destinado a absorver o pus de uma ferida profunda. Os condromas podem transformar-se em condrossarcomas. Condiloma – Pequeno tumor cutâneo situado no ânus ou nos órgãos genitais. com o tecido cartilaginoso. pequeno rolo de gaze estéril colocado sobre uma sutura cirúrgica quando se quer obter uma hemostasia do tecido celular por compressão. Complementar – Que se une a um outro elemento para formar um todo. Trajeto anormal da onda de excitação no músculo cardíaco. Fina película de látex com a qual se reveste o pênis. Compulsão – Desejo irredutível sentido por alguns neuropatas de cumprir ações. Côndilo – Superfície articular arredondada e saliente. em geral. Acontece nas artroses ou após um trauma. destinada a evitar a concepção. Concentração iônica do plasma – Taxa no plasma sangüíneo. Atualmente. Ela regula a pressão osmótica e o equilíbio ácido-básico do plasma. capaz de fixar o complemento. caracterizada pela existência de um orifício anormal entre as duas aurículas. a uma cavidade glenóide. em estado puro. ele é sede de reações químicas capazes de liberar energia e de efetuar a síntese de proteínas. elementos embrionários. Complemento – Sistema complexo de proteínas presente em qualquer soro sangüíneo fresco. do tamanho de uma noz. É destruído por uma temperatura de 55-56˚C mantida durante meia hora. principalmente como curativo. Condrioma – Conjunto de formações que salpicam o protoplasma das células. ela faz. Ele é mantido no lugar por uma série de pontos amarrados sobre ele. Compensado – Diz-se de uma lesão cujos efeitos desagradáveis foram suprimidos. No passado. Condução aberrante – Aberração ventricular. formado localmente ou circulante. ou uma fase de condrite edematosa. Comprimido – Preparação farmacêutica obtida por compressão de um pó composto da substância ativa e do excipiente. como conseqüência. ritos determinados para aliviar o medo angustiante do que poderia acontecer se não os cumprisse. Condromalácia – Amolecimento das cartilagens. Comunicação interventricular – Malformação do coração. bloqueio do ramo funcional. distinta das manifestações habituais desta e. decorrente de um defeito parcial do desenvolvimento do septo fibroso ou muscular. Comunicação interauricular – Malformação do ○ ○ CONDUTOR coração.

Constituição de um calo resistente no ponto de localização de uma fratura.CONFUSÃO somos de um par. Contracepção – Prevenção da fecundação ou. ideação difícil e obnubilação intelectual. que reveste a face posterior das pálpebras e a face anterior do bulbo ou globo ocular. Contratilidade – Propriedade vital que possuem células e. Contralateral – Dor provocada do lado doente. quando se flexiona fortemente a perna sadia ou quando a ela se imprime um movimento de adução. ou do lado da mãe. Aplica-se aos objetos e aos seres vivos. Ovários ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Tuba uterina ○ Útero DIU ○ ○ ○ ○ ○ ○ Contraceptivo ○ ○ Contra-indicação – Circunstância que impede a aplicação do tratamento que parecia. Conversão – Transformação de um conflito psíquico em sintomas somáticos motores ou sensitivos duráveis. Contratransferência – Conjunto das reações inconscientes do psicanalista face a seu paciente. efetuando um trabalho ativo. progressivamente. sobretudo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . que compreendem os preservativos masculinos e femininos. Consangüíneo – Nascido do mesmo pai. Os contraceptivos podem ser orais. Contração – Modificação na forma de tecidos sob influência de excitações diversas. seja do lado do pai. e contraceptivos locais. Consolidação – Restauração. de modo mais geral. exsudatos que servem como vetores para os micróbios. Conjuntivite – Nome dado a todas as inflamações da conjuntiva quaisquer que sejam suas causas: irritação por um corpo estranho ou pela luz forte. Constipação – Lentificação do trânsito intestinal que causa um retardo e uma rarefação da emissão de fezes desidratadas. de um doente a uma pessoa saudável. Consciente – Conjunto das informações imediatamente acessíveis ao conhecimento. que são compostos de esteróides sintéticos. a seus filhos. ou infecção microbiana. vírus ou quaisquer contaminantes. Confusão mental – Síndrome psíquica caracterizada por uma dissolução mais ou menos completa da consciência com estado de estupor. como as pílulas. Contratura – Contração prolongada e involuntária de um ou vários músculos e sem lesão de fibra muscular. de um modo geral. o traço correspondente. o funcionamento normal dos diversos órgãos e aparelhos. Transmissão de uma doença. com ou sem dilaceração dos tegumentos. Continência – Abstenção de relações sexuais. Contusão – Lesão produzida pela pressão ou pelo choque de um corpo rombo. a gravidez. Em geral. provocadas pela transferência deste último. passageira e seguida de uma amnésia lacunar. Contaminação – Infecção por germes patogênicos. em um dos pontos de Valleix. de um gene anormal recessivo e capaz de transmitir. Contágio – Causa material do contágio: substâncias orgânicas como escamas. a fibra muscular. Convalescença – Período mais ou menos longo que ocorre no final da doença e durante o qual se restabelece. nos casos de ciática. transparente. Conjuntiva – Mucosa fina. Casamento consangüíneo – casamento de indivíduos mais ou menos aparentados. Consulta – Exame de uma paciente ambulatorial no consultório médico. a princípio. adequado à doença. Oclusão perfeita de um orifício. ○ ○ CONVERSÃO Contraceptivo – Que impede a fecundação ou. da gravidez. de reduzir uma ou mais de suas dimensões. Consciência – Percepção imediata dos eventos e de sua própria atividade psíquica.

Coprostase – Acumulação de fezes no intestino. O aumento da viscosidade do sangue agrava a hipertensão pulmonar e sobrecarrega ainda mais o ventrículo direito. é o processo pelo qual os elementos sexuais masculinos são postos em contato com os elementos sexuais femininos no interior dos órgãos genitais correspondentes. aparecem outros sintomas como respiração rápida. determinando movimentos localizados em um ou vários grupos musculares ou generalizados a todo o corpo. dando lugar a uma eritrocitose (excesso de hemácias). Coquetel analgésico – Mistura individualizada de medicamentos utilizada para diminuir a dor em síndromes específicas. Os pacientes também podem ter sonolência e inconsciência passageiras. produzindo-se um círculo vicioso que piora o processo. Coprólito – Concreções formadas de materiais endurecidos encontrados nas fezes. O prognóstico costuma ser mau porque a causa fundamental. À medida que a infecção avança. Coprocultura – Semeadura de uma pequena quantidade de matéria fecal em meio de cultura para identificar germes. Esse mal é a causa de 25% de todas as insuficiências cardíacas. Aconselha-se repouso em cama. dispnéia com o esforço. conhece-se como coquetel lítico o composto anestésico formado pela cloropromacina. tendo em comum uma particularidade estatística. Coorte – Grupo de indivíduos que. quase sempre associado a uma rara doença conhecida como muscoviscidose (fibrose cística). radiografia de tórax e eletrocardiograma são muito característicos para suspeitar do processo. Informalmente. deprime o sistema circulatório e induz a uma neuroplexia. Outros achados na ecografia. para compensar a falta de oxigênio no sangue. congresso sexual. Copromania – Tendência a sujar-se com excrementos. taquicardia. inchaço das veias do pescoço. ocorre uma diminuição do calibre dos vasos e. a medula óssea. fadiga ao deitar-se na cama. Cópula – Coito. Coprofilia – Tendência de doentes mentais em se comprazerem no contato com os excrementos. Em conseqüência da vasoconstrição do leito vascular pulmonar e da obstrução bronquial. hipotensão e pulso fraco. tóxica ou psíquica. a meperidina e a prometacina. Especialmente freqüente na população de pacientes fumantes e bronquíticos crônicos. Essa mistura bloqueia o sistema nervoso autônomo. Cooper – Prova de esforço para o esporte que consiste em percorrer. a causa é a pneumopatia obstrutiva crônica (EPOC). Coprofagia – Ação de comer os excrementos. a pé. Copulação – Mais particularmente. anóxica. Por sua parte. Cor bovinum – Coração hipertrofiado. edemas nas pernas. portanto. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . arquejo e debilidade. ato sexual. Elas podem ser de origem cerebral ou medular. costuma ser irreversível. originada por uma alteração no parênquima pulmonar ou em seu sistema vascular. a maior distância possível em 12 min. fadiga. como o EPOC. um aumento da resistência vascular pulmonar. coração de boi. Coprolalia – Mania blasfematória.CONVULSÃO Convulsão – Contrações involuntárias e instantâneas. Cor pulmonale – Transtorno cardíaco caracterizado pelo crescimento do ventrículo direito ○ ○ COR como conseqüência de uma excessiva tensão nos vasos pulmonares. Coprologia clínica – Exame detalhado das fezes para diagnóstico. As manifestações da cor pulmonale são tosse crônica. administração de medicamentos digitálicos. O diagnóstico definitivo dessa doença se dá por meio da medição da pressão das artérias pulmonares mediante um cateter. Em crianças pequenas trata-se de um transtorno muito pouco freqüente. O ventrículo direito se dilata e hipertrofia-se numa tentativa de superar o obstáculo da passagem de sangue pelos pulmões. aumenta a produção de hemácias. se prestam a um estudo epidemiológico longitudinal. Na maioria dos pacientes que padecem de cor pulmonale (85%).

O cordão segura o testículo no abdome. Coração de atleta – Coração aumentado de tamanho. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Situado no mediastino. Mediante seu fechamento e sua vibração se produz o processo da fonação. direitos e esquerdos. Coração – Órgão muscular oco cujas contrações permitem a circulação do sangue. Não é nenhuma doença. É caracterizada. ○ ○ CORDITE Corcunda – Também chamada giba é a elevação anormal das costas associada à curvatura lateral (escoliose) ou da coluna vertebral (cifose). Conjunto constituído de canal deferente. as crianças. Afeta. Processo coracóide: excrescência em forma de dedo semiflexionado. Cordiforme – Em forma de coração. na forma de quintas. Cordialgia – Dor no coração. porém. os cuidados do cordão começam desde esse momento e terminam quando a região está totalmente cicatrizada. Cordite – Inflamação da corda vocal. também. Caracteriza-se por lentas batidas (bradicardia). anticoagulantes e uma enérgica intervenção terapêutica contra a infecção respiratória. Pinça-se no momento do nascimento. miocárdio e pericárdio. Pregas ○ ○ ○ ○ C Ramos da coronária Ventrículos ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Corda vocal Coração ○ ○ ○ Coração artificial – Aparelho implantável destinado a substituir o coração enfraquecido seja temporária ou definitivamente. implantada na face superior do colo da escápula. no período de estado. mas sim um mecanismo compensatório do exercício freqüente.COQUELUCHE diuréticos. Cordão umbilical – Durante a gravidez. próprio dos atletas que treinam muito. sendo estas separadas por uma inspiração longa e sibilante denominada reprise. correspondentes a duas artérias e uma veia. causada pela deformação das costelas. aumento da capacidade de bombeamento e um aporte de oxigênio aos músculos do esqueleto superior ao normal. A correção da deformação das costas é possível durante a infância. somente é possível sua correção com cirurgia. Corda vocal – Faixas de tecido elástico localizadas no interior da laringe e recobertas por uma membrana denominada prega vocal. artérias. Comporta dois átrios e dois ventrículos. Para evitar a infecção. Coqueluche – Doença infecciosa epidêmica e contagiosa causada pelo bacilo de Bordet e Gengou. Os pacientes costumam precisar de oxigenoterapia com uma máscara ou cânula nasal de forma contínua e extrações sangüíneas ocasionais para tentar reduzir o hematócrito. separados por um septo. já que a existência de apenas dois vasos está associada a malformações congênitas. sobretudo. comprovando-se que tem três vasos. Coracóide – Que se assemelha ao bico do corvo. é o elemento de união entre o feto e a placenta. levando-as a se sobressaírem pelas costas. Cordão espermático – Cordão deferente. Bordetella pertussis. passado o período de crescimento. por acessos de tosse espasmódica. realizando-se exercícios físicos para a conservação da posição ereta da coluna e. ele é formado por três túnicas: endocárdio. veias e nervos. estiramentos das costas.

infecção ou generalização metastática. surgindo. Coretomia – Incisão da íris. Coronário – Que se refere aos vasos coronários ou à coroa dentária. Cordotomia – Secção cirúrgica dos cordões da medula. Coroidose – Degeneração da coróide. Coriza – Rinite a vírus. podendo afetar uma ou várias extremidades. ao mesmo tempo. da passagem do ar nas vias aéreas superiores. midríase. A nitidez visual depende em grande medida da transparência e curvatura dessa região. Cornetos nasais – Sinônimo de conchas nasais. Coréia – Movimentos involuntários. São três dilatações localizados nas paredes internas das fossas nasais. Coreoplastia – Reparação plástica da pupila. Coroíde-irite – Inflamação da coróide e da íris. Corectasia – Dilatação da pupila. Córneo-irite – Inflamação da córnea e da íris. Coronárias – Artérias que nascem na raiz aórtica (na saída da aorta do coração) e que irrigam o coração. Coroa – Parte branca dos dentes que é recoberta pelo esmalte e que sobressai do alvéolo. mais freqüentemente. Sua sintomatologia varia com seu ponto de desenvolvimento craniano. por meio da qual entra luz em seu interior. direita e esquerda. dão vários ramos às diferentes partes desse órgão. que vão de uma parte do corpo à outra. Coriocarcinoma – Epitelioma que se desenvolve as custas da parte fetal da placenta. que intervêm nos mecanismos de limpeza e acondicionamento ○ ○ CORONARIOGRAFIA térmico do ar que se inala. Sutura coronal: articulação do osso frontal e dos parietais. por sua vez. a princípio inspiratória. ocorrer de uma angina (isquemia) a um infarto do miocárdio (necrose ou morte do tecido cardíaco afetado). Doença caracterizada por uma obstrução nasal com corrimento. Coróide-retinite – Inflamação da coróide e da retina. espontânea e rapidamente. Coronariografia – Radiografia das artérias injetadas com um líquido opaco aos raios X. Córnea – Cobertura transparente da região anterior dos olhos. que. rápidos e irregulares. depois de uma gestação patológica (mola hidatiforme) e chegando. de forma que as partículas contaminantes se projetem e fiquem aderidas ao muco nasal. Cornagem – Termo originado na medicina veterinária para designar um silvo laríngeo forte o bastante para ser ouvido à distância. assim. Coronariano – Que se refere aos vasos coronários. da coréia e da atetose. Lente (Cristalino) Pupila Câmara vítrea ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Córnea Íris Retina ○ ○ ○ ○ Córnea ○ ○ . bruscos. Coróide – Membrana sita na parte posterior do globo ocular. vertebral ou sacrococcígeo. Coronal – Relativo à coroa. Sua obstrução acarreta uma diminuição de fluxo sangüíneo para o coração podendo. causando turbulências no ar ao passar pelo nariz. funciona como uma câmara escura fotográfica. Coroideciclite – Inflamação da coróide e do corpo ciliar. Corniculado – Que se assemelha a um corno. Cório – A membrana mais externa que envolve o ovo. Coriônico – Relativa ao cório. Coroidite – Inflamação da coróide ocular. espirros e leve dor de garganta. à morte por hemorragia. Corno – Qualquer excrescência córnea. Coreiforme – Semelhante à coréia. Cornificação – Ato de ficar duro ou córneo.CORDOMA Cordoma – Tumor mais freqüentemente maligno desenvolvido a partir dos restos do corda. Ele traduz uma dificuldade. São duas. Coreoatetósico – Que participa. Córneo – Da dureza de um chifre.

um tronco e uma extremidade posterior dilatada. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Corpo cavernoso Corpo esponjoso Ducto deferente Testículo ○ reto ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Corpo esponjoso Cerebelo Ponte Bulbo Corpo caloso Corpo estranho – Qualquer objeto ou substância normalmente presente em um órgão ou tecido que habitualmente não o contêm. com simetria helicoidal. cujo envelope apresenta uma coroa que lembra as pétalas de uma flor. ou seletiva. como pó no interior dos olhos. Órgãos pares e simétricos. Coronavírus – Gênero de vírus ARN monocatenar. Corpo amarelo (ou corpo lúteo) – Substância glandular que se forma no local de onde se desprendeu um óvulo e que produz a progesterona. Eles unem-se e apóiam-se sobre a linha mediana. Coronariopatia – Doença das artérias coronárias. e comporta uma extremidade anterior encurvada ou joelho. quando o produto de contraste é injetado acima das válvulas aórticas. alojada na goteira inferior dos corpos cavernosos e cujas extremidades dilatadas formam adiante a glande e atrás o bulbo do pênis. Está situado no fundo da cisura inter-hemisférica. Corpo lúteo – Corpo amarelo do ovário. acima dos ventrículos laterais. então se re- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Folículo primário Ovário Antro ○ ○ CORPOS Corpo cavernoso – Formação erétil do pênis e do clitóris. no interior das células. ○ ○ ○ ○ Ovócito ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Óvulo Bexiga urinária Próstata Corpo amarelo (ou corpo lúteo) Corpo caloso ○ ○ ○ Corpo caloso – Importante comissura transversal que une os 2 hemisférios cerebrais. não há glicose suficiente para ser utilizada como fonte de energia. São produzidos quando.CORONARIOPATIA Pode ser global. Coronóide – Semelhante a uma coroa. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Corpo cavernoso ○ ○ ○ ○ ○ Corpo esponjoso ○ ○ ○ ○ Uretra peniana ○ ○ ○ ○ Corpo cavernoso ○ ○ ○ Corpo esponjoso – Formação erétil e mediana do pênis embainhando a uretra. alimento no interior da traquéia ou uma substância nutritiva no interior do sistema digestório. quando esse produto é enviado diretamente para cada uma das artérias coronárias cujo orifício foi cateterizado. Os coronavírus são os agentes das rinites e das rinofaringites dos adultos jovens. Coronários (vasos) – Artérias e veias que nutrem o miocárdio. Corpos cetônicos – Produtos de degradação das gorduras.

que não são o “combustível” mais adequado. Corpo vítreo – Massa gelatinosa esbranquiçada que preenche o globo ocular. do organismo.) Corticospinal – Relativo ao córtex e à medula espinal. diante dos pedúnculos cerebrais e posterior à hipófise. Corroborante – Medicamento fortificante. Não há nenhum problema no seu uso intenso durante períodos curtos de tempo (7-10 dias). Aparecem em jejum prolongado e na descompensação de algumas formas de diabetes. se a lesão a ser tratada for úmida e exsudativa. gorduras e proteínas. Existe um grande número de substâncias com diferentes graus de potência e com múltiplas indicações. andrógenos e glicocorticóides. Existem dois grupos: glicocorticóides. por trás do cristalino e a frente da retina. Corticóides – Hormônios esteróideos produzidos no organismo pelo córtex supra-renal. Corrente de lesão – Corrente elétrica produzida em repouso. Córtex – Parte superficial de órgãos. ○ ○ COSTICOSTERONA Córtex renal – Membrana externa suave e granulada dos rins que contém milhões de tubos renais de onde são excretados. O uso prolongado e ocasional de forma repetida pode ser contra-indicado por seus freqüentes efeitos secundários (atrofia cutânea. antineoplásicos. Corpo mamilar Corrente alternada – Corrente que muda a direção. Corrugação – Enrugamento da pele como consequência da contração do tecido subcutâneo subjacente. Corrente contínua – Corrente constante na mesma direção. que participam no metabolismo de açúcares. se forem lesões crônicas. entre eles como antiinflamatórios. Cortical – Referente ao córtex (geralmente ao córtex cerebral). resultante da diferença de potencial patológica existente entre a parte sã e a parte alterada do músculo. Corticóides tópicos – Constituem o grupo de medicamentos mais úteis nas lesões de pele pelo seu alto poder antiinflamatório. utilizam-se formas líquidas suaves. Têm múltiplos usos. por um músculo lesado. Corretivo – Substância que se junta para corrigir o gosto de um medicamento. por uma massa cinza. para um lado e para o oposto.CORPO corre aos depósitos de gordura. Em geral. bandagem de gesso rígido para a imobilização da coluna vertebral. fundamentalmente. que participam na regulação da água e dos eletrólitos. secas e descamativas. os produtos residuais em forma de urina. Costicosterona – Um dos 11 oxicorticosteróides. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Corpos mamilares ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . etc. Córtex cerebral – Membrana exterior do cérebro composta. pela ação de um alternador. devendo ser utilizadas somente por indicação médica. acne. três tipos de hormônios essenciais para o metabolismo. Córtex supra-renal – Porção maior da glândula supra-renal que produz mineralocorticóides. telangiectasias. e mineralocorticóides. a cada momento. Corsé – Em Medicina. no tratamento de patologias hormonais e em doenças do sistema imunológico. Córticodependente – Que depende dos hormônios corticossupra-renais. Diz-se de uma doença que não pode ser tratada senão com a ajuda desses hormônios ou de um indivíduo afetado por tal doença. Córtico-espinal – Referente ao córtex cerebral e à medula. Corpos mamilares – Par de relevos arredondados situados no hipotálamo perto da linha média. e cremes e pomadas mais potentes.

Costela flutuante – Costela que não se prende ao osso esterno. Costoclavicular – Relativo às costelas e à clavícula. Cotilédones – As partes em que se divide a placenta. criada pela Federação Internacional de Anatomia. na parte externa do cotovelo. Esterno ○ ○ COTOVELO Costela cervical – Crescimento da sétima vértebra cervical que vai atingir a costela abaixo. Cosmético – Medicamento para reparar ou conservar a beleza da pele. em uma outra família da ordem dos Actimomycetales. Cotovelo – Na nova terminologia. na família das Actinomycetaceae ou. Corticotrópico – Polipeptídeo secretado por um centro nervoso situado no hipotálamo. Costureiro – Músculo da coxa que ao contrair-se faz dobrar a coxa sobre a perna como no ato de sentar-se. dos cabelos. compõem a caixa torácica. Cortisona – Derivado do cortisol por ação do fígado. outras vezes. e as cinco últimas denominam-se costelas falsas. Cortisol – Hormônio do córtex supra-renal. etc. Estão colocadas doze de cada lado. São em número de cinco.CORTICOTERAPIA Corticoterapia – Emprego terapêutico dos corticóides e do ACTH. hormônio da hipófise anterior. e que compreende as variedades anaeróbia e aeróbia. algumas vezes. Costótomo – Instrumento para cortar costelas. Costela – Osso plano que. A hipófise realiza sua regulação. Costotomia – Ressecção de costelas. Cotilóide – Em forma de taça. ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Úmero Rádio Ulna ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cotovelo Vértebra ○ ○ Costela Costela Cotovelo de tenista (epicondilite) – Inflamação causada pela irritação do periósteo e dos tendões nas projeções do osso (côndilos) do braço. Costocondral – Relativo às costelas e às cartilagens. Costela verdadeira – A que se prende ao osso esterno por meio de ligamentos. São sete. Corynebacterium – Gênero das bactérias Gram positivas com extremidades dilatadas classificadas. Costal – Relativo às costelas. Costectomia – Ressecção costal. que chega ao lobo anterior da hipófise pelo sistema porta hipofisário e regula a secreção do hormônio corticotrópico. em número de 24. o termo cotovelo. Corticotrófico – Que tem afinidade pela substância cortical da glândula supra-renal. ponto de inserção dos músculos que estendem a mãos e a ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Costoesternal – Relativo às costelas e ao esterno. tem ação anti-reumática e antialérgica. Cosmetologia – Estudo dos cuidados com o corpo e das técnicas destinadas a embelezar. falsa costela. que indicava articulação do osso do braço (úmero) com os do antebraço (ulna e rádio) passou a ser chamado Cúbito. remete-se ao nome dado à posição dos alfaiates e costureiros. Corticotrofina – ACTH. atuando no metabolismo dos hidratos de carbono.

cremes. os dois parietais e temporais lateralmente. É das lesões do cow pox que se extrai a linfa vacínica para a imunização contra a varíola. o occipital atrás e o etmóide e o esfenóide embaixo. adiante da próstata. Crânio-raquísquise – Fenda congênita no crânio e na raque. por conseqüência da flexão do colo femoral cujo ângulo com a diáfi- ○ ○ Cranioclasia – Esmagamento da cabeça fetal. especialmente quando se contrai os músculos. até agudo. aproximando-se do ângulo reto e tornando-se. É dolorosa. que se regeneraria sob proteção temporária de uma cobertura. Os ossos do crânio são o frontal à frente. Cow pox – Vacínia. Coxa vara – Desvio do membro inferior em adução e rotação interna. Atualmente. usar a chave de fenda. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Couve-flor – Vegetação com brotações múltiplas. ○ Coxa Coxa ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Crânio Fossa poplítea Joelho Coxa ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Crânio Coxa valga – Diz-se de um quadril em que o ângulo defalocercicodiafisário é maior do que o normal. Sua cavidade contém o encéfalo e suas membranas.COURO munheca e giram o antebraço. uma grande parte da calota craniana. doença dos bovinos que corresponde à varíola no homem. ○ ○ CRANIOSQUISE se diminui. Suas paredes ósseas compreendem uma calota e uma base. situada sobre uma mucosa. Cranioplastia – Operação plástica no crânio. Coxite – Inflamação da articulação do quadril. Crânio – Parte pôstero-superior da cabeça. Coxa – Segmento proximal do membro inferior que se estende do quadril até o joelho. como fazer crochê. Crack – Nome comum de um derivado do hidrocloreto de cocaína que é fumado por viciados. sobretudo. Craniometria – Mensuração do crânio. de origem venérea. CPK – Creatinocinase. Os tratamentos das doenças do couro cabeludo se aplicam habitualmente em forma de xampu. etc. Afeta. para alguns. Cowperite – Inflamação da glândula de Cowper. Resulta de um alongamento do membro inferior. Craniectomia – Ablação de um segmento do crânio. Craniosquise – Malformação do crânio decorrente da falta de ossificação da linha média. Consistia em retirar as lâminas ósseas das regiões frontoparietais ou. mas também pode afetar qualquer pessoa que realize uma atividade prolongada. algumas vezes. Couro cabeludo – Pele que recobre a cabeça excluindo o rosto e as orelhas. Craniectomia – Operação proposta no passado para permitir o desenvolvimento do cérebro em caso de ossificação prematura das suturas cranianas. os tenistas. esse termo designa a remoção completa de uma placa óssea que pode ser recolocada sem modificação ou mais ou menos remodelada. ungüentos ou loções. e os sintomas se assemelham a uma inflamação reumática. Cowper (glândula de) – Glândulas sitas na uretra masculina.

É de interesse da saúde porque contém alcalóides de uso farmacológico médio. no adulto ferido na cabeça ou acometido por tumor cerebral.) doença celíaca. Alguns deles têm uma eficácia oxitócica enorme e são empregados por via oral ou venosa para obter-se a contração uterina pós-parto e para completar um aborto incompleto ou retardado. no teto. Os crescimentos baixos patológicos correspondem a uma grande variedade de crianças com alterações de diferente natureza que incluem a maioria das doenças orgânicas crônicas (cardiopatias. na urina e nos tecidos musculares. Craurose – Estado de secura e enrugamento. O nível de creatinina no sangue dá uma idéia aproximada do funcionamento renal (aumenta nos casos de insuficiência renal). apalpando a zona e tendo uma sensação de crepitação. alterações cromossômicas (síndrome de Turner). nos músculos. nos quais sua combinação com o fósforo constitui uma importante reserva de energia. sugerindo ao tato a mesma sensação que produz o pisar ou apertar a neve. A velocidade do crescimento é normal ainda que sofra um atraso nas fases. Crepitação – Sinal clínico traumatológico próprio de algumas fraturas. em casos de distocia. possível de ser percebido por meio da pele. que se encontra no sangue. Craniótomo – Instrumento para craniotomia. Deve-se ao fato de que no último mês da gravidez o crescimento do encéfalo se realiza de forma mais rápida do que a calcificação do crânio que o cobre. Também se denomina craniosinostose. Crematório – Parte da câmara funerária destinada à incineração dos corpos ou à cremação. geralmente associada a outras alterações esqueléticas. Entre eles está a ergotamina. ergonovina e outros derivados. doença renal. É produzida por roçamentos ósseos desencadeados ao se mobilizar a pele. como se a pele estalasse. Cremação – Combustão e redução a cinzas dos cadáveres. O tamanho final costuma ser normal. etc. Crenoterapia – Tratamento pelas águas minerais. transtornos endócrinos (déficit de hormônio do crescimen- ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . doenças ósseas.CRANIOSTOSE Craniostose – Ossificação prematura das suturas craniais que se fecham antes ou pouco depois do nascimento. Creatinocinase – Enzima que catalisa a reação adenosina-trifosfato + creatina adenosina difosfato + creatina fosfato. Ela existe apenas nas células dos músculos. deformando-se a cabeça e podendo ser lesionados também os olhos e o encéfalo. Cremáster – Músculo que suspende os testículos. Craniotomia – Operação que consiste em seccionar os ossos do crânio. particularmente. o crescimento do crânio será deficiente. Crescimento escasso patológico – Transtorno causado em crianças com velocidade de crescimento anormal. Creatina – Substância nitrogenada presente. Cravagem do centeio – Fungo (Claviceps purpura) que cresce sobre alimentos armazenados e que costuma contaminar o centeio e outros cereais. Crescimento atrasado – Transtorno causado em crianças nas quais a maturação e o crescimento estão atrasados em relação à idade cronológica. Em geral. Creatinina – Substância resultante do metabolismo da creatina. ○ ○ CRESCIMENTO Creatinemia – Excesso de creatina no sangue. Outros são utilizados no tratamento da enxaqueca. é um transtorno que desaparece com o crescimento normal se a criança recebe uma boa nutrição. diabetes. o que conduz a um tamanho final baixo. O uso prolongado ou excessivo desses alcalóides pode provocar intoxicação. Os ossos se apresentam frágeis à pressão com um dedo. ainda que possa persistir nas crianças com raquitismo (deficiência de vitamina D). Se não se corrige de forma cirúrgica. Crenologia – Estudo das águas minerais. Craniotabes – Debilidade congênita benigna da zona superior e posterior do crânio em uma criança recém-nascida.

Crioglobulina – Crioglobulinemia. mas é modulado por um amplo grupo de fatores. ambientais. rompem suas membranas e necrosam-se. de um ou vários tipos de gamaglobulina que pertencem.700 e 4 kg. As células congeladas se desidratam. no plasma sangüíneo. etc. e a velocidade de crescimento estará. É um tratamento muito comum para a eliminação de verrugas vulgares. isto é. condilomas acuminados. da parada do desenvolvimento do corpo e. a criocirurgia se aplica sem necessidade de anestesia. Todos esses transtornos devem ser corrigidos imediatamente mediante cirurgia cardíaca. em algum momento ou durante todo o crescimento. Cribriforme – Cheio de furos. uma intensa cianose (coloração azulada da pele por falta de hemoglobina oxigenada). É um fenômeno evolutivo que se inicia na vida intra-uterina e prolonga-se até o final da adolescência. A normalidade de todos esses fatores origina o tamanho normal determinado. Cretinóide – Semelhante ao cretino. Na maioria dos transtornos patológicos do crescimento. Esses fatores são nutricionais. com objetivo terapêutico. Criobiologia – Estudo do efeito das baixas temperaturas sobre os seres vivos. papilomas. visceral. Cricóide – Cartilagem ímpar e anular da laringe situada sob a cartilagem tireóide. bioquímico e neuropsíquico da criança. as curvas de crescimento da criança estarão situadas abaixo do percentil 1. queratose actínicas e outras lesões cutâneas. nos quais o organismo é muito mais vulnerável se ocorre qualquer alteração. em particular dos órgãos genitais. Criocirurgia – Aplicação de agentes a temperaturas inferiores às de congelamento celular para destruir diferentes tecidos. Após a aplicação do produto congelador na pele. abaixo do normal. Criança a termo – Criança que nasce ao final da trigésima sétima semana e no início da quadragésima terceira semana de ges○ ○ CRIOGLOBULINEMIA tação. Criança azul – Recém-nascido que apresenta. geralmente. o frio obtido pela evaporação do CO2 sólido. ginecológica e outras. Cada período vital no desenvolvimento da criança apresenta algumas peculiaridades. Cretinismo – Estado do organismo caracterizado pela ausência quase completa das faculdades intelectuais. como o raio de um irrigador. mede 48 a 53 cm e pesa entre 2. Também se apresenta diante de situações de risco vital como o câncer ou a má nutrição extrema. Cricoidectomia – Ablação da cartilagem cricóide. Crioconservação – Conservação em baixa temperatura. Criestesia – Sensibilidade anormal ao frio. Cretino – Indivíduo afetado por cretinismo. Em geral. Crescimento infantil – Entende-se como tal não somente o aumento da estatura. Essa criança. oftalmológica. Existem os denominados períodos críticos que correspondem a momentos de máximo crescimento no tamanho e no número das células. mas também todas as modificações nas proporções corporais e a maturação dos sistemas ósseo. e da lentidão de diversas funções. Cricotomia – Incisão da cricóide. O crescimento está determinado geneticamente.CRESCIMENTO to. geneticamente. excesso de corticóides). As mais comuns são a transposição dos grandes vasos e a tetralogia de Fallot. no momento do nascimento. hipotireoidismo. Crioglobulinemia – Presença. ao grupo ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . endócrinos. A operação pode repetir-se se for necessário. Criocautério – Aparelho em forma de cautério que utiliza. depois de uma gravidez de duração normal. como conseqüência de uma cardiopatia congênita grave. ocorre uma bolha que se elimina destruindo a lesão. na qual a natureza freia o crescimento para que todos os seus esforços se concentrem em manter o organismo vivo. quase sempre. para cada indivíduo. Utiliza-se em cirurgia dermatológica. Crialgesia – Dor provocada pelo frio.

como uma hérnia inguinal. Acidente que acontece em estado de boa saúde aparente ou agravamento brusco no curso de um estado crônico. Criptococcose – Doença oportunista grave provocada pelo desenvolvimento de uma levedura. a causa é um obstáculo no trajeto de descida. produzindo uma queimadura superficial. etc. de onde iniciam a descida no sétimo ou oitavo mês da gravidez até sua posição definitiva na bolsa escrotal. Criptite – Inflamação de uma cripta. Crista – Borda afiada de um osso. O congelamento produz um incômodo tolerável ao paciente (coceira. A crise se manifesta por fenômenos específicos: queda brusca de temperatura. o mais freqüente é que afete o testículo direito. estando atentos pais e pediatras. ardor. Baseia-se na medida do ponto de congelamento de uma dissolução e comparação desse ponto com o ponto de congelamento do líquido dissolvente. Crioscopia – Método utilizado em química biológica para determinar o peso molecular das substâncias dissolvidas. Crisoterapia – Tratamento pelos sais de ouro. prenuncia a cura. Esse gênero de parasita. O testículo que fica detido fora de sua situação normal (testículo ectópico) pode sofrer alterações importantes. de uma substância que congela as células. No desenvolvimento do feto. diurese e suores abundantes. sua presença em irmãos ou pais sugere uma origem genéti○ ○ CRISTALINO ca. Criptorquidia – Descida incompleta ou incorreta de um ou de ambos os testículos. Em outras ocorrências. Criopatia – Termo que designa o conjunto das afecções provocadas pelo frio. Crioprecipitado – Complexo insolúvel de proteínas formado sob influência do resfriamento. quase sempre. o testículo que fica suspenso na cavidade abdominal corre o risco de infectar-se e existem mais possibilidades de infertilidade futura no portador. as quais precipitam ou solidificam-se pelo resfriamento e dissolvemse pelo aquecimento. que congela a –160ºC. Cripta – Pequeno saco. Cristais – Substâncias sólidas de formas geométricas definidas. responsável por enterites observadas. como o dietermetilpropano (–60ºC).) seguido de uma inflamação progressiva que destrói a epiderme e forma uma bolha. se existem os testículos com o teste do hormônio gonadotrofina humana (se ao injetá-lo não aumentam os níveis de testosterona. é por que não existem os testículos). Crise – Mudança rápida que se produz no estado de um doente e. foi identificada no homem. mas existem outros produtos com ponto de congelamento mais alto que são úteis para lesões benignas. primeiro. Instrumento de laboratório para altas temperaturas e fusão de substâncias. ainda que em prematuros chega próximo aos 10%. Embora possa ser bilateral. Por isso é importante detectar esse problema precocemente. nos ovinos e caprinos. visto que o tratamento antes dos dois anos pode evitar essas complicações. A criptorquidia afeta cerca de 2% de todos os recém-nascidos homens. de forma hormonal ou mediante cirurgia. o Cryptosporidium. de forma controlada. Se não tratada. é preciso averiguar. Embora a causa desse transtorno costume ser desconhecida. O tratamento da criptorquidia deve ser feito a partir de um ano de idade. principalmente no curso de uma síndrome de imunodeficiência adquirida. A elas- ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Situa-se entre a íris e o humor vítreo da parte posterior do olho. Crioterapia – Técnica de tratamento de lesões cutâneas baseada na aplicação. O material mais utilizado é o nitrogênio líquido. a princípio. ocorre a cura. Criptosporidiose – Doença infecciosa provocada por um protozoário. Crisol – Crucíbulo. Quando esta cai ou é eliminada. Cristalino – Estrutura ocular transparente fechada em uma cápsula que a delimita formando uma espécie de lente.CRIOPATIA das IgG ou das IgM. cavidade glandular. Se existe uma criptorquidia bilateral. os testículos começam a formar-se dentro do abdome.

Cristalúria – Presença de cristais na urina. mas também de diversas proteínas. que é um defeito inato da percepção de uma ou mais das cores fundamentais. o suporte da hereditariedade. Distúrbio adquirido da visão das cores em que os objetos aparecem tingidos de verde. caracterizado pela secreção de suor corado mais freqüentemente de negro ou de marrom escuro. Crônico – Referente a uma doença ou a um transtorno que se desenvolve lentamente e persiste ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Cromatose – Pigmentação anormal. de ácido desoxirribonucléico. Cristas de galo – Vegetações de origem venérea. Elas contêm as catecolaminas. o que é conhecido como catarata senil. amarelo ou vermelho. vermelho Cromossomo sexual – Responsável pela determinação genética do sexo da prole. Cristalite – Inflamação do cristalino. Cromófobo – Diz-se dos elementos figurados dificilmente coráveis. Crítico – Que tem relação com a crise de uma doença. sobretudo das glândulas da axila. situadas na incisura balanoprepucial. Cristalóide – Fina membrana que envelopa o cristalino. Sua forma varia conforme o estágio da mitose. existem dois cromossomos sexuais: o X e o Y. Ela se distingue da discromatopsia. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cromossomo ○ ○ ○ Cromatografia Cromatopsia – Visão das cores. Nos humanos. A cromatina se transforma em cromossomos na divisão celular e constitui. então. composta de duas partes: anterior e posterior. enquanto nos anciãos pode ficar mais denso e tornar-se opaco. Cromóforo – Grupamento químico que confere uma cor a um composto orgânico por modificação de seu espectro de absorção. tóxicos ou não. Cromófilo – Que possui uma afinidade pelos corantes. Cromoterapia – Aplicação terapêutica da luz colorida. sob influência de diversos fatores. Estes combinam-se de forma XX nas mulheres e XY nos homens. já que leva genes que transmitem caracteres e possíveis alterações ligadas ao sexo. essencialmente. porém algumas vezes em azul. Cristalização – Formação de cristais que passam pelas membranas animais e que podem cristalizar.CRISTALITE ticidade do cristalino permite os fenômenos de acomodação e enfoque visuais. Na criança e no adulto. ○ ○ CRÔNICO ou amarelo. Cromafínico – Diz-se das células que se coram em castanho pelos sais de cromo. Cromatografia – Separação dos componentes de uma mistura pelas suas propriedades físicas. Cromatina – Substância basofílica disposta em rede no núcleo celular e composta. é completamente transparente. Cromossomo – Nome dado aos bastonetes que aparecem no núcleo da célula em via de divisão e resultantes da segmentação do retículo sobre o qual estaria concentrada a cromatina. Cromidrose – Distúrbio das glândulas sudoríparas. azul.

umidificadores. Crúor – Sangue coagulado. ruído durante a respiração. par e simétrico. de matéria sólida. produzidas sobre as feridas abertas e expostas ao exterior durante seu tratamento. Crostas – Concressões secas de cerosidade. é necessária a internação em hospital com administração de oxigênio e. desprendem-se deixando uma marca de cicatriz variável. com freqüência por toda a vida do paciente. rouquidão. grau variável de dif iculdade respiratória pela obstrução da laringe. Crus – Em latim: perna. A Cruz Vermelha Internacional foi fundada em 1863. em seu extremo distal. sangue e detritos epidérmicos ou suas combinações. Trata-se de uma infecção viral que. nesse caso. no curso da Aids no homem. onde nascem a carótida e a subclávia. ○ ○ ○ ○ C Cromossomo sexual durante um longo período de tempo. preconizada como tratamento das varizes dos membros inferiores. Crupe laríngeo – Infecção viral aguda do trato respiratório que afeta a crianças pequenas e os lactantes. na qual as falsas membranas obstruem as vias aéreas. Relativo ao cúbito ou ao antebraço. formada pela solidif icação das secreções. provocando a asfixia. Crural – Relativo à coxa. a brasileira. Cubital – Ulnar.I.T. Crosta láctea – Dermatite seborréica muito freqüente em lactantes caracterizada pela formação de umas escamas grossas. amareladas ou espessas). Cruz Vermelha – Instituição de socorro nas guerras e nas calamidades. gordurosas e amareladas no couro cabeludo. – Centro de tratamento intensivo. mais recentemente.). Cruciforme – Em forma de cruz. Após a cura do mal que cobrem. tosse áspera e metálica. nos casos leves. Crupe – Aplica-se à difteria laríngea. Crossa da aorta – Curvatura da aorta. com febre e dificuldade respiratória. Seu aspecto e sua cor variam (finas. pus. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Agora é chamado ulna. a princípio. pode ser tratada no próprio domicílio. Caracterizase por febre. Em crianças de pouca idade. Cúbito – Denominação antiga para o osso do antebraço que se articula na extremidade próxima ao rádio e ao úmero e. em 1908. Crossectomia – Ressecção da crossa da safena interna e de seus afluentes. etc. Existem possibilidades de administrar medicações de forma nebulizada para o alívio dos sintomas graves. Cryptosporidium – Gênero de coccidas responsável por enterites descritas. Estas são eliminadas mediante seu amolecimento com óleos ou ungüentos e lavagens freqüentes. geralmente entre os três meses e os três anos de idade. depois. banho de vapor produzido ao deixar cair a água quente da ducha em um banheiro fechado. com o rádio.CROSSA ○ ○ CÚBITO Cruento – Superfície desprovida de seu revestimento que deixa sair o sangue. com medidas que diminuam o espamo dos músculos laríngeos e fluidifiquem as secreções (vaporizadores. no bezerro. É longo. delicadas. Crosta – Camada externa. C. entubação endotraqueal.

tratamento bem-sucedido. removendo os produtos mórbidos que ela pode conter e sua mucosa doente. uma dieta ou uma mudança de comportamento. Cutícula – Epiderme. Cutite – Dermatite. insuficiência genital. principalmente. Cutificação – Formação de pele. no pescoço e no tronco. Identificados os patógenos. Os adjetivos cuneiforme e esfenóide são sinônimos. o mau cumprimento se deve ao fato de que não se tomam todas as doses ou tomam-se mais doses do que o indicado. Cúspide – Ponta aguda e alongada. Após um período de crescimento em estufa ou a temperatura ambiente. Cumarina – Composto aromático bicíclico presente em diversos vegetais. já que os diferentes microorganismos utilizam nutrientes diferentes e crescem melhor ou pior segundo o pH específico. Unha Cutícula ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Panículo Falange ○ ○ ○ Cutícula ○ ○ Cuticulares (músculos) – São os músculos da mímica. e poliglobulia discretas. se necessário. nas mulheres. Campo visual. Cultura – Em Microbiologia. Culdocentese – Punção do fundo de saco de Douglas. Alguns de seus derivados são anticoagulantes. podem-se realizar diferentes exames para selecionar o melhor antibiótico para uma determinada infecção. Curativo compressivo – Curativo nas feridas que sangram. Cultivo – Procedimento para conseguir o crescimento de colônias de microorganismos e identificar o agente causador de uma infecção. hipertricose facial. Cushing – Síndrome que acomete. Cumprimento terapêutico – Grau em que o paciente segue a prescrição ordenada pelo médico. que dão expressão à fisionomia. Cura – Tratamento e. ou. Culex – Gênero de insetos que abrange os mosquitos. com o dedo ou com um instrumento. mas eles designam estruturas anatomicamente diferentes. Cuneiforme – Em forma de cunha. ○ ○ CV Curare – Veneno extraído de cipós da América do Sul e que paralisa os nervos motores. também. mais particularmente. Cushigóide – Que se assemelha à doença de Cushing. O procedimento cirúrgico realizado com a cureta é conhecido como curetagem. às vezes hiperglicemia. Para isso. arte de cultivar os microorganismos em meios artificiais. Curativo frouxo – Curativo em feridas que supuram. Curativo seco – Curativo feito apenas com gaze. colhe-se uma pequena amostra obtida do paciente em um ou mais meios de cultivo. CV – capacidade vital. Cureta – Instrumento cirúrgico em forma de colher ou pá que permite raspar e eliminar material anômalo em um tecido ou uma superfície. não seguem o tratamento de maneira contínua durante o tempo necessário. osteoporose. Curie – Unidade de radioatividade. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Cutâneo – Referente à pele. amiotrofia com astenia. principalmente. A maior parte dos fracassos terapêuticos é decorrente da falta de cumprimento. É encontrado.CUBITUS Cubitus valgus – Exagero da ligeira abdução que o antebraço apresenta normalmente. utilizado em perfumaria e em farmácia. a mulher jovem. No caso dos medicamentos. hipertensão arterial. Nome dos 3 ossos da parte anterior do tarso. caracterizada por obesidade localizada na face. seja de um medicamento. observa-se o crescimento de diferentes colônias no interior ou na superfície do meio de cultivo. vergões púrpura. Película que se destaca da pele em torno das unhas. o interior de uma cavidade natural ou acidental. inflamação da pele. Cútis – Derma. Curativo úmido – Quando há aplicação de medicamentos líquidos ou úmidos. Cúlmen – Lóbulo superior do vérmis. Curetagem – Operação que consiste em raspar.

Dacrioma – Tumor benigno dos órgãos lacrimais. Decrepitude – Qualidade de decrépito. Dacriocele – Hérnia do saco lacrimal. Dactiloscopia – Exame das impressões digitais.DACRIADENITE ○ ○ DEFERENTE Dartos – Camada de fibras musculares lisas da face interna da bolsa testicular. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ D Dacriadenite – Inflamação da glândula lacrimal. Dactilologia – Linguagem mímica dos deficientes da fala. enfraquecido e desgastado fisicamente. Decípara – Mulher que deu à luz dez vezes. Dacriocistite – Infecção do saco lacrimal. Dapsona – Substância com propriedade bacterioestática utilizada no tratamento da hanseníase. em que há redução da percepção do verde e alguns não percebem cor. Dacriolitíase – Presença de cálculos nos órgãos lacrimais. Estrutura que é seccionada e ligada na vasectomia. Declínio – Período de diminuição dos sintomas e sinais de uma doença. Dactilite – Inflamação de um dedo. Dacrio-hemorragia – Presença de lágrimas com sangue. Deferente – Ducto (ou canal) que conecta o epidídimo à uretra e permite que os espermatozóides se encaminhem a ela. Darwinismo – Teoria de Darwin ou sobre a evolução das espécies. Decúbito – Posição de quem está deitado. quando o diâmetro transversal da ponta do dedo é maior do que o diâmetro da articulação entre a segunda e terceira falanges. Defecação – Evacuação de fezes. Dactilogripose – Doença em que se observa encurvamento dos dedos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ © ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Vesícula seminal Próstata ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Deferente ○ ○ . que ficam flexionados. Dedos em martelo – Deformidade dos dedos dos pés. Dacriocistorrinostomia – Operação para comunicação entre o saco lacrimal e a cavidade do nariz. Dacriagogo – Substância que aumenta a secreção lacrimal. Decíduo – Temporário. Dedos em baquetas de tambor – Deformidade pelo engrossamento anormal da falange distal dos dedos. Dacriólito – Cálculo lacrimal. Débil mental – Pessoa com diminuição da capacidade intelectual. Daltonismo – Doença congênita da visão. muito idoso.

Dente permanente – Qualquer dos 32 dentes que aparecem a partir dos seis anos e duram até a velhice. Déficit de lactose – Doença causada por deficiência congênita ou adquirida de enzimas intestinais que participam na digestão da lactose. Louco. Deglutir – Engolir. que persiste durante muito tempo e altera a personalidade. A causa mais freqüente é a doença de Alzheimer. Esmalte Dentina Deltóide ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Demência – Alteração da função cerebral. Deglutição – Ato de deglutir. Delirium ou síndrome confusional – Deterioração da função cerebral decorrente de doença aguda. e os infartos cerebrais repetidos são também importantes causas. Delirium tremens – Reação psicótica aguda.DEFERENTECTOMIA Deferentectomia – Exérese do canal deferente. normalmente irreversível e progressiva. Deve ser tratado como urgência médica. insensato. Dente ou peça dentária – Cada uma das pequenas estruturas duras do maxilar e da mandíbula que intervém na função da mastigação e quebra dos alimentos. Deferentite – Inflamação do ducto deferente. com a forma da letra D. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Densitometria ○ ○ ○ Dente do siso – Último molar. Deltóide – Músculo do ombro. Dendritos – Extensões do corpo neuronal envolvidas na recepção dos estímulos. Dejeção – Evacuação de fezes. Aplicase. Degeneração caseosa – Caseificação. fundamentalmente. normalmente originada em um lugar fora do encéfalo. Dengue – Enfermidade causada por vírus e transmitida ao homem pela picada do mosquito Aedes egypti. no diagnóstico e acompanhamento de doenças ósseas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ © Dente Osso alveolar Dente permanente . decorrente de abstinência alcoólica prolongada após longo período de consumo. o trabalho e as relações com os demais. Delírio – Transtorno psiquiátrico no qual existe grave alteração da percepção da realidade com ilusões ou alucinações. ○ ○ DENTE Demente – Que ou quem apresenta demência. Delivramento – Expulsão da membrana e placenta após o parto. por vezes fatal. Densitometria – Exame subsidiário para determinar a densidade mineral dos ossos.

○ ○ ○ ○ ○ ○ . ○ ○ DERMOGRAFISMO ção da atividade. Glândula sebácea Terminação nervosa Terminação nervosa Epiderme Músculo eretor do pêlo Derme ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ D Dentição Dentina – Substância branco-amarelada de consistência óssea do dente. com alterações degenerativas nos músculos e. na pele. da iniciativa. Depressão – Transtorno do humor que causa prostração emocional e tristeza. freqüentemente. Depurativo – Substância que depura o corpo de outras nocivas. Dentina Dentina ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Hipoderme Deontologia – Tratado dos deveres e da ética. Dermatorréia – Hipersecreção das glândulas da pele. Dermografismo – Condição da pele na qual há estrias vermelhas e salientes. Pode ser realizada antes de alguns procedimentos cirúrgicos. Dermatótomo – Instrumento cirúrgico para incisão da pele. Dermatose – Doença da pele. Dermatomicose – Doenças cutâneas causadas por fungos. No ser humano existem duas: a primária e a definitiva. Dermatoma – Tumor da pele. Dermatite – Transtorno inflamatório da pele. Dermatopolimiosite – Doença do tecido conjuntivo. Dermatotomia – Incisão na pele. Dermatófito – Fungo parasita da pele. Dermatomalácia – Amolecimento da pele. Derme – Região da pele. Depilação – Extração do pêlo de forma temporária ou permanente. Dermatoplastia – Cirurgia plástica da pele.DENTIÇÃO Dentição – Conjunto de dentes. que pode produzir debilidade e atrofia muscular. com diminui- ○ ○ ○ ○ Glândula sudoripara Folículo piloso ○ ○ ○ Derme ○ ○ Dérmico – Relativo à pele. Dermatologia – Ramo da Medicina que estuda a pele e suas doenças. e paralisação da decisão. Depressor – Substância que reduz a atividade funcional. Depilado – Sem pêlos.

Por analogia. Desmolase – Enzima capaz de deslocar cadeias carbonadas das moléculas. abatimento. ○ ○ DESMOLASE Desenvolvimento psicomotor – Aquisição progressiva de habilidades. Descalcificação – Perda de sais de cálcio dos ossos e dentes decorrente de má nutrição. Desfibrilação – Procedimento de urgência. Desinfetante – Substância para a desinfecção. Decorticação – Procedimento cirúrgico para separação. Desmaio – Perda de forças. Deslocação – Lesão de uma articulação decorrente da troca de lugar ou deslocamento de uma das extremidades do osso. em um mesmo indivíduo. Descolamento da retina – Doença decorrente da separação de dois folhetos da retina. de seu envelope fibroso. desfalecimento. Descamação – Processo fisiológico pelo qual as camadas mais externas da epiderme se desprendem. de dois tipos de comportamento. para reversão de arritmia cardíaca.DERMOPATIA Dermopatia – Doença da pele. liberando grandes quantidades de energia. Desarticulação – Amputação realizada no plano de uma juntura. Descompensado – Termo que se refere à fase de uma doença com rompimento da homeostase. privação mais ou menos rápida do tóxico habitual em uma cura de desintoxicação ou ação de retirada gradativa de um paciente da ventilação mecânica. Desbridar – Retirar corpos estranhos. Descerebrado – Doente com lesão cerebral. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . as roupas. que se torna incoagulável. Dermorragia – Hemorragia da pele. Desidrase – Enzima capaz de ativar o hidrogênio das moléculas orgânicas. os tapetes e os papéis de microorganismos. Sem cérebro. Desmielinização – Processo de destruição e eliminação da bainha de mielina de nervos ou fibras nervosas. Descapsulização – Remoção da cápsula de um órgão. com interposição do líquido sub-retiniano. Pode ser traumática. Desbridamento – Ato cirúrgico para desbridar uma ferida. sentidos. Deidroandrosterona – Hormônio masculino extraído da urina e semelhante à androsterona. em um órgão. atividades mental e muscular em crianças. sujeira. de doença vascular ou de inflamação. Descompressão – Doença produzida pela formação de bolhas de nitrogênio nos tecidos submetidos a ambiente de alta pressão. decorrente de um tumor. Desinfecção – Técnica para livrar as mãos. de descarga elétrica ou química. Desidratação – Desequilíbrio produzido pela diminuição do volume de água do corpo. má absorção ou outros fatores. Desfibrinação – Condição que leva ao desaparecimento da fibrina no sangue. Desidrogenação – Oxidação de uma substância por saída de hidrogênio. Desdobramento aórtico – Característica radiológica anormal da crossa da aorta vista em posição oblíqua anterior esquerda decorrente da aterosclerose. Desequilíbrio – Perda da capacidade de manter homeostasia ou equilíbrio do corpo. Descongestionante – Medicamento que elimina ou reduz a congestão nas infecções de vias respiratórias. o campo operatório. Derrame – Acúmulo de líquidos fora dos vasos sangüíneos em uma cavidade. Desfrenação – Secção de nervos depressores da pressão arterial ou denervação de zonas vasossensíveis que desencadeiam hipertensão arterial forte e durável com taquicardia. Desdobramento da personalidade – Coexistência. as paredes de uma sala. Desmame – Ação de privar uma criança do leite materno para dar-lhe um outro tipo de alimento. Descarboxilação – Isolamento e eliminação de uma molécula de gás carbônico no curso da degradação de alimentos. tecido necrótico para evitar infecção e facilitar a cicatrização. desânimo.

Desobliteração – Retirada de uma obstrução que pode ocluir uma artéria ou veia. normalmente. ou perda da consciência. Situado à direita. É utilizado em solução aquosa como substituto do plasma. unidas de espaço a espaço por grupamentos de bases nitrogenadas: purínicas ou pirimidínicas. Desoxirribonucléico. Diabetes – Termo que designa várias doenças ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ D Grupos fosfóricos e pentose Modelo em hélice dupla Desoxirribonucléico. Deterioração cognitiva – Alteração de uma ou mais funções mentais. pode ser muito grave. ácido Despersonalização – Alteração da mente que causa perda da identidade própria. Desvanecimento – Sensação de incapacidade para manter o equilíbrio. É a separação da placenta antes do parto.DESMOSSOMO Desmossomo – Placa discóide de ligação intercelular nos tecidos epiteliais. Dextrocular – Relativo ao olho direito. as espirais das duas cadeias. Dextropédio – Que emprega preferentemente o pé direito. Destro – Pessoa com habilidade relacionada ao dimídio direito. Molécula gigante sob forma de uma dupla cadeia espiralada formada de grupamento açúcar e fosfato alternados. observada ao microscópio de luz ou eletrônico. Dextrocardia – Anomalias congênitas estão colocadas em posição inversa à normal de tal forma que as do lado direito se situam na esquerda e as do lado esquerdo na direita. Essas macromoléculas constituem os cromossomos. resíduo. Deuteranomalia – Leve anomalia da visão do verde. Desorientação – Alteração da mente que afeta noções de tempo e espaço. Desnutrição – Deficiência ou falta de nutrição. no qual se descreve predomínio de formas imaturas dos leucócitos. Desrepressão – Inibição dos genes que. Encontra-se em processos infecciosos e hemólise. impedem a síntese de substância no corpo. Detrusor – Músculo da pelve próximo à bexiga urinária. ou a metade direita do corpo. Desvio à esquerda – Designação de exame subsidiário sangüíneo denominado leucograma. e seus diferentes segmentos formam os genes. Detrito – Resto. Deuteranópico – Termo que designa um olho incapaz de ver o verde. Desodorante – Substância que elimina ou substitui odores da transpiração. enfraquecimento. Dextrose – Glicose disponível em solução para administração intravenosa. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . ácido – Abreviatura: ADN ou DNA. suportes dos caracteres hereditários. Descolamento prematuro da placenta – Abreviatura: DPP. Bases nitrogenadas ○ ○ DIABETES Desproporção céfalo-pélvica – Alteração obstétrica causada por desequilíbrio entre a cabeça do feto e o canal do parto. Pode-se administrar para corrigir hipoglicemia. Dextrano – Polissacarídeo obtido pela ação do Leoconostoc mesenteroides sobre a sacarose. Dextrina – Glicídio isômero do amido. Dextroversão – Posição voltada para a direita. Desrotação – Operação ortopédica destinada a corrigir a posição de membros com rotação interna irredutível. Deuteropatia – Doença decorrente de outra. Desnaturação – Alteração de substância por meios químicos e físicos. podendo levar ao extremo de a pessoa não se reconhecer.

Diabétide – Manifestação cutânea do diabetes. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Abdome ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Diafragma ○ ○ . o estresse mental e emocional. permite propor tratamento mais adequado. Diafragmatocele – Passagem de vísceras abdominais por meio de uma abertura no diafragma. Epífise ○ ○ DIÁLISE Diaforético – Substância ou condição que produz sudorese. Diafiltração – Procedimento de depuração fora do rim que utiliza a hemofiltração precedida de diluição do sangue por solução salina fisiológica. Diafragma vaginal – Método anticonceptivo de barreira de uso vaginal. que consiste em um segmento de esfera de borracha com uma borda circular. o glucagon. A alteração dessa capacidade denomina-se desdiadococinesia. a exposição à temperatura excessiva. Diáfise – Região média de um osso longo. Diadococinésia – Capacidade de fazer movimentos rápidos e alternados. Diálise – Procedimento que permite trocar moléculas dissolvidas em líquidos diferentes separados por membrana semipermeável. Diabético – Pessoa afetada pelo diabetes. utilizado em diversos procedimentos para depuração extra-renal. Dialisador – Dispositivo para realizar diálise. Um dos hormônios pancreáticos. mais especificamente a primeira prófase da meiose durante a qual os cromossomos estão fortemente espiralados. a realização de exercício físico. Há aumento de glicose no sangue ou outras alterações danosas aos tecidos. Diáfano – Que permite passar luz. Diacinese – Fase da divisão celular. formada por aro metálico. Diafragma – Músculo que separa a cavidade torácica da abdominal.DIABÉTICO metabólicas de origem genética ou hormonal. com as mesmas propriedades. Hormônio hipofisário anterior com ação hiperglicemiante que se opõe à da insulina. Diaforese – Eliminação profusa de suor ocorrida durante a febre elevada. Diabetogênico – Substância que provoca o diabetes. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Diálise Diáfise ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Tórax Epífise Diáfise Diafisite – Inflamação da diáfise. Diagnóstico – Estudo de um paciente mediante o qual se esclarece qual é a doença que padece uma pessoa e quais suas causas.

DIÂMETRO Diâmetro biparietal – Distância que existe entre as protuberâncias de ambos os ossos parietais do crânio no feto. Diapasão – Instrumento metálico de exame clínico que produz som contínuo de diferentes tons. Utiliza-se para realizar exames de audição. Diapedese – Processo de migração dos leucócitos para fora dos capilares.
○ ○

DÍFALO taxe imperfeita, erros na pronunciação, repetição e modificações fonéticas. Diclonia – Mioclonia que afeta os dois membros superiores ou dois inferiores. Dicotomia – Divisão em duas metades. Dicromasia – Doença de um indivíduo dicromata. Dicromata – Pessoa com olho que só vê duas das 3 cores fundamentais. Dictioma – Variedade rara de neuroepitelioma ciliar em criança. Dicumarol – Derivado da cumarina que possui ação anticoagulante. Didáctilo – Pessoa que só tem dois dedos. Dideoxicitidina – Molécula sintética que possui propriedades anti-retroviais e proposta para o tratamento da infecção por HIV; inibe a transcriptase reversa. Dideoxiinosina – Molécula sintética que possui propriedades anti-retrovirais e proposta para o tratamento da infecção por HIV; inibe a transcriptase reversa. Dídimo – Gêmeo. Dielétrico – Material não condutor de eletricidade. Diencefalite – Inflamação do diencéfalo. Diencéfalo – Região posterior do prosencéfalo que une mesencéfalo e hemisférios cerebrais. É composto pelo tálamo, hipotálamo e epitálamo. Diencefalopatia – Doença do diencéfalo. Diérese – Parte inicial de uma operação que significa cortar. Dieta – Parte da prescrição médica que indica qual tipo de aporte nutricional o paciente deve receber. Ingestão de alimentos habituais ou aquela que se faz visando preencher necessidades específicas de um indivíduo, incluindo ou excluindo itens de sua alimentação. Dietética – Estudo da higiene e terapêutica alimentares. Dietoterapia – Técnica de tratamento que analisa modificações que deve sofrer a alimentação. Dífalo – Anormalidade muito rara: presença de dois pênis.

D

Meio intravascular Diapedese

Parede do capilar

Diapedese

Diapneusia – Pequeno nódulo conjuntivo, recoberto por mucosa normal, desenvolvido no bordo da língua em hiato da arcada dentária na qual se aloja. Diarréia – Aumento da quantidade de fezes ou da freqüência das evacuações. Diartrose – Juntura que se movimenta livremente. Diástole – Relaxamento do miocárdio. Diatermia – Energia radiante por meio de ondas. Diastematomielia – Desdobramento da medula espinhal abaixo da quinta vértebra lombar. Diatermocoagulação – Coagulação por meio da alta temperatura. Diátese – Característica física que predispõe a transtornos ou doenças. Homens apresentam maior susceptibilidade por estarem ligados ao gene Y. Diátese hemorrágica – Tendência a doenças da coagulação, como púrpura e hemorragias. Dicefalia – Monstruosidade fetal caracterizada pela existência de duas cabeças. Dicêntrico – Cromossomo que possui dois centrômeros. Dicção infantil – Padrão de linguagem com sin-

DIFILOBOTRIASE Difilobotriase – Infecção causada por ingestão de peixe cru que contenha o Diphilobotrium, produz incômodos abdominais leves. É mais freqüente em países escandinavos. Difluente – Diz-se de tecidos amolecidos com consistência quase líquida. Difteria – Doença causada pela bactéria Corynebacterium diphtheriae. O contágio ocorre por meio do ar, por umas pequenas gotas que o doente expele. O período de incubação oscila entre três e sete dias. Nos casos leves, apresenta-se uma inflamação catarral com pouca febre; é possível que, passados alguns dias, a supuração nasal contenha sangue. Nos casos graves, apresenta-se uma faringite, febre alta, rouquidão e tosse. Difusão alveolar – Troca de gases que ocorrem entre o ar que chega ao alvéolo e o sangue pulmonar por meio de uma membrana, chamada membrana respiratória, formada pelas paredes dos alvéolos e paredes capilares. Digástrico – Músculo da cabeça que abaixa a mandíbula. Digestão – Fenômenos físicos e químicos pelos quais passam alimentos ingeridos, para torná-los assimiláveis pelo organismo. Digestivo – Substância que facilita a digestão. Digital – Medicamento derivado da planta Digitalis purpurea utilizado para aumentar a força de contração do miocárdio. Digitalismo – Intoxicação pelos digitálicos. Digitalização – Administração de digital. Diidroergotamina – Substância alfa-simpaticolítica derivada do ergot do centeio, empregada no tratamento da enxaqueca. Dilaceração – Divisão abrupta e extensa de tecidos. Dilacerar – Rasgar. Dilatação cervical – Diâmetro da abertura do colo uterino durante o parto, medido por exame vaginal e expressado em centímetros. A dilatação é completa quando o diâmetro do colo cervical mede 10 cm. Diluente – Medicamento que torna as secreções mais líquidas. Substância que dilui outra. Dímero D – Um dos produtos de degradação da
○ ○

DIPLÓIDE fibrina. Sua presença no plasma pode indicar existência de trombo em via de fibrinólise. Dinamia – Energia vital. Dinamômetro – Instrumento de medida de força.

Dinamômetro

Dioptria – Poder de refração de uma lente na distância de 1 metro; unidade de medida do poder de refração. Dióptrica – Estudo dos raios luminosos desviados por uma ou várias refrações. Dióxido – Composto que contém dois átomos de oxigênio. Dióxido de carbono – Gás incolor e inodoro originado pela oxidação total do carbono. No organismo, é produzido durante a respiração celular; após isso é transportado pelo sangue até os pulmões onde é eliminado com o ar exalado. Dipeptidase – Enzima secretada pela mucosa intestinal e que tem o efeito de decompor os dipeptídeos. Diplacusia – Percepção simultânea, por um ou pelos dois ouvidos, de dois tons que diferem de um terceiro. Diplegia – Paralisia bilateral de partes semelhantes situadas em lados opostos do corpo. Diplococo – Bactéria em forma de coco duplo. Diploe – Tecido ósseo esponjoso localizado entre duas lâminas de tecido compacto que formam os ossos do crânio. Diplogênese – Nome genérico dado a todas as monstruosidades duplas resultantes da fusão de dois feto ou da fecundação de um único ovo por dois espermatozóides e da formação de dois centros embrionários. Diplóico – Referente a díploe. Diplóide – Constituição das células, que possuem o número normal de cromossomos 2n: 23 pares no homem.

DIPLOPIA Diplopia – Visão dupla. Dipsogênico – Substância ou condição que provoca a sede. Dipsomania – Tendência incontrolável, habitualmente periódica, ao consumo de líquidos tóxicos, geralmente alcoólicos. Disacromelia – Grupo de manifestações mórbidas caracterizadas pela hipertofia das extremidades dos membros e pelas anomalias de seu periósteo que sobrevém quase sempre no curso de doenças torácicas. Disartria infantil – Alteração na articulação da linguagem, com mudança na pronúncia de um fonema por causa motora. Disautonomia –Alteração no funcionamento do sistema nervoso autônomo. Disbasia – Dificuldade nos movimentos. Discal – Referente a um disco intervertebral. Discalemia – Alteração da taxa do potássio sangüíneo. Discartrose – Alteração degenerativa vertebral caracterizada por pinçamento da interlinha discal com condensação dos platôs vertebrais adjacentes e produção de osteófitos. Discectomia – Exérese de um disco intervertebral. Discefalia – Malformação da cabeça. Discinesia – Dificuldade na movimentação. Discite – Inflamação de um disco intervertebral. Discografia – Radiografia do núcleo do disco intervertebral. Disco intervertebral – Juntura cartilagínea localizada entre cada duas vértebras ao longo de toda a coluna vertebral.
Vértebra Disco intervertebral Medula espinal
○ ○

DISGAMAGLOBULINEMIA Discoria – Alteração das pupilas. Discrasia sangüínea – Alteração de quaisquer constituintes normais do sangue. Discromatopsia – Impossibilidade de distinguir cores. Discromia – Anomalia da pigmentação. Discronometria – Distúrbio da motilidade que afeta a velocidade e a duração dos movimentos. Disectasia – Dificuldade de abertura do colo vesical, causa mais freqüente da retenção de urina. É decorrente da lesão orgânica do colo ou de distúrbios nervosos. Disematopoiese – Distúrbio na formação dos glóbulos sangüíneos. Disembrioma – Tumor desenvolvido a partir de fragmentos embrionários. Disembrioplasia – Malformação de um órgão. Disenteria – Infecção aguda epidêmica por inflamação e ulceração do intestino. Disenteria amebiana – Inflamação intestinal originada pelo parasita Entamoeba histolytica. Disepatoma – Cisto hepático epitelial. Disestesia – Alteração na sensibilidade. Disfagia – Dificuldade para engolir alimentos ou líquidos. Disfasia – Transtorno da fala. Disfibrinogenemia – Anomalia qualitativa do fibrinogênio plasmático. Disfonia infantil congênita – Alteração da fala sem lesão neurológica conhecida. Disforia – Instabilidade do humor, mal-estar, ansiedade e, às vezes, reações coléricas. Disfunção – Distúrbio no funcionamento de um órgão. Disfunção erétil – Também chamada impotência. Desconformidade com o tamanho ou a rigidez do pênis durante a ereção ou com a duração desta. Disfunção sexual na mulher – Dificuldade para chegar à excitação sexual ou para mantê-la, orgasmo muito rápido, dificuldade ou incapacidade para chegar ao orgasmo, incapacidade de relaxar, falta de interesse pelo sexo, desagrado ou repulsão pelo sexo. Disgamaglobulinemia – Anomalia das gamaglobulinas sangüíneas.

D

Disco intervertebral

Discomicose – Doença causada por um fungo que pertence ao gênero Discomyces e caracterizada pela produção de numerosos abcessos. Discondrosteose – Condrodistrofia genotípica autossômica dominante caracterizada por nanismo.

DISGENESIA Disgenesia epifisária – Anomalia de desenvolvimento dos núcleos de ossificação epifisária. Disgerminona – Tumor de ovário. Disgeusia – Alteração na percepção dos sabores. Disglobulinemia – Anomalia do plasma sangüíneo. Disgnósia – Agnosia atenuada ou temporária. Disgrafia – Transtorno na capacidade de escrever. Disgranulopoiese – Anomalia de produção de polimorfonucleares. Disgravidia – Gestação anormal. Dislalia – Dificuldade na pronúncia das palavras. Dislexia – Transtorno da capacidade de leitura. Dislipemia – Alteração da taxa de triglicerídeos no sangue. Dislipidemia – Alteração da taxa de lipídeos totais. Dislogia – Nome genérico de todos os distúrbios da linguagem causados por déficit de inteligência. Dismegalopsia – Incapacidade de avaliar a distância ou o tamanho dos objetos que parecem maiores do que são. Dismenorréia – Menstruação dolorosa. Dismetria – Incapacidade para medir corretamente as distâncias e controlar ação muscular adequada. Dismetria de membros – Existência de diferença de medida entre duas extremidades. Dismetrópsia – Incapacidade de avaliar a distância e o tamanho dos objetos. Dismorfobia – Parte do corpo acometida por essa alteração psiquiátrica que parece deformada. A pessoa acometida se queixa para impressionar desfavoravelmente os outros. Disontogênese – Desenvolvimento defeituoso do indivíduo. Disopia – Defeito na visão. Disopsia – Disopia. Disortografia – Dificuldade de aprendizagem da ortografia. Disosmia – Perturbação do olfato. Disostose – Distúrbio do desenvolvimento ósseo. Dispareunia – Dor durante o ato sexual na mulher. Dispermia – Penetração de dois espermatozóides no mesmo óvulo.
○ ○

DISSECAÇÃO Displasia – Anomalia do desenvolvimento de tecidos, órgãos, que acontece antes do nascimento e causa malformações ou deformações ou, ainda, monstruosidades. Disovaria – Distúrbio da função ovariana. Disovarismo – Disovaria. Dispareunia – Dor genital repetitiva e persistente associada às relações sexuais, tanto no homem quanto na mulher. Pode ser decorrente de doenças ou causas psicológicas. Dispensário – Lugar onde se dá assistência a doentes com distribuição de medicamentos ou alimentos. Dispepsia – Sensação de mal-estar no estômago depois da refeição. Displasia cervical – Lesão do colo do útero que consiste em pequenas alterações das células que o recobrem habitualmente, detectada mediante a citologia e que tem importância por ser precursora do câncer de colo uterino. Dispnéia – Dificuldade na respiração. Dispnéia paroxística noturna – Transtorno caracterizado pelo aparecimento súbito de dispnéia, que ocorre várias horas depois de iniciado o sono noturno na cama. Dispnéico – Pessoa com dispnéia. Disponibilidade biológica dos medicamentos – Quantidade do princípio ativo que alcança os receptores e a velocidade com que esse fenômeno acontece. Dispositivo intra-uterino – Abreviatura: DIU. Método de evitar-se uma gestação com a colocação, dentro do útero, de um dispositivo. Disquesia – Defecação difícil e dolorosa. Disrafia – Distúrbio na coalescência das rafes medianas ou laterais, causando malformações, tais como lábio leporino, úvula bífida, abóbada palatina ogival, hérnia umbilical. Disritmia – Distúrbio do ritmo. Dissecação – Método de pesquisa da Anatomia. Aristóteles, considerado pai da Anatomia Comparativa, praticava-a em animais. Consiste em separar, metodicamente diferentes órgãos, por camadas ou por inteiro, para estudá-los em suas relações e seus aspectos macroscópicos. Somente a dissecação metódica e dedicada leva ao conhecimento da Anato-

DISSECAR mia, imprescindível a todos os profissionais da área da saúde e, em especial, aos cirurgiões. Dissecar – Dividir; separar em partes. Disseminado – Semeado ou espalhado por muitas partes; difuso. Dissolução – Ato de uma substância desaparecer em outra sem perder suas propriedades. Dissônia – Distúrbio do sono. Dissolvente – Substância que dissolve outra. Distal – Termo utilizado para designar uma estrutura afastada da raiz de um membro, por exemplo, falange distal. Distensão – Estiramento traumático de um órgão. Alongamento terapêutico por tração. Distimia – Conjunto das perturbações do humor. Distoma – Verme da ordem dos Trematódeos, parasita de numerosos mamíferos e do homem. Distocia – Parto anormal decorrente de uma ou várias das seguintes causas: estreitamento ou obstrução do canal do parto; falta de ação muscular uterina ou alterações no tamanho, na posição ou na forma do feto. Distopia – Anormalidade da localização de um órgão. Distriquíase – Presença de dois pêlos no mesmo folículo. Distrofia – Distúrbio da nutrição de um órgão ou uma região. Distrofia muscular – Grupo de doenças genéticas caracterizadas pela atrofia progressiva dos músculos esqueléticos simétricos, sem que exista uma alteração nervosa. Distúrbio respiratório do recém-nascido – Doença pulmonar aguda da criança recém-nascida que se caracteriza pela falta de ventilação nos alvéolos, pelos pulmões não-elásticos, pela freqüência respiratória maior do que 60 respirações por minuto, pelos batimentos das asas do nariz, pela retração intercostal e pelo edema periférico. Disúria – Dificuldade ao urinar. Ditócia – Parto duplo. Diurese – Eliminação urinária. Diurético –Medicamento destinado a aumentar a diurese. Diuturno – Durante a noite e o dia. Divergente – Mudança em direção diferente.
○ ○

DOENÇA Diverticulectomia – Retirada cirúrgica de divertículo do tubo digestivo. Divertículo – Cavidade patológica terminada em fundo de saco e que se comunica com um conduto natural. Diverticulite – Inflamação de um ou mais divertículos que pode ocasionar uma perfuração intestinal ou a formação de abscessos. Divertículos – Pequenas dilatações saculares da mucosa intestinal. Divulsão – Separação violenta; arranco; ruptura; rotura. Dizigoto – Gêmeos com placentas separadas, provenientes de dois óvulos diferentes. DNA – Ácido desoxirribonucléico, constituinte do núcleo das células e dos genes. O modelo de dupla hélice do DNA Humano foi descrito por Watson e Crick em 1953.

D

DNA

Doador universal – Nome dado às pessoas que pertencem ao grupo sangüíneo O. Podem doar sangue a pessoas de outros grupos sangüíneos. Dobutamina – Betaestimulante empregado para tratamento do choque. Docimasia – Termo que designa as diversas provas às quais são submetidos os órgãos de um cadáver para determinar circunstâncias da morte. Docimasia hidrostática – Exame do pulmão do feto morto para saber se houve movimento respiratório ou não, isto é, se nasceu vivo ou morto. Doença – Alteração do estado de saúde; muitas vezes se manifesta por sintomas e sinais. Doença azul – Cianose. Mistura do sangue rico em oxigênio com o pobre em oxigênio. Doença celíaca – Doença crônica causada por uma intolerância permanente ao glúten. Doença congênita – Doença com a qual se nasceu; doença hereditária ou adquirida durante os três primeiros meses da vida intra-uterina. Doença contagiosa – Transmissível por contágio direto.

por exemplo. como. A complicação mais habitual é a infecção. cujos últimos casos foram notificados na África em 1996. Doença funcional – Doença sem lesão orgânica. Doença inflamatória pélvica – Infecção de órgãos pélvicos decorrente da subida de bactérias procedentes da vagina e do colo uterino. Doença pulmonar obstrutiva crônica – Alteração pulmonar cuja característica fundamental é a redução do fluxo do ar que pode ser expulso em expiração máxima. é de curso autolimitado e só requer tratamento para aliviar os sintomas. Doença crônica. Caracteriza-se por um início similar ao da gripe. sem mudar de forma. Não existe tratamento específico nem vacinação. etc. Doença inflamatória intestinal – Dois tipos de doenças que produzem inflamação crônica do intestino: colite ulcerosa e doença de Crohn. Doença de Chagas ou tripanossomíase americana – Doença causada pelo Trypanosoma cruzi. Doença do Legionário – Pneumonia aguda causada pela bactéria Legionella pneumofila. Doenças auto-imunes – Doenças causadas quando o organismo fabrica anticorpos contra suas substâncias próprias. Normalmente. Doença de carência – Doença decorrente de falta de substâncias. Doença granulomatosa crônica – Doença hereditária. que aparece em conseqüência da ocupação habitual dos pacientes. ○ ○ DOENÇAS Doença endêmica – Quando existe um risco específico e alto de contrair a doença pelo fato de viver-se num determinado lugar. vários membros de uma mesma família. Doença pilonidal – Aparecimento de uma cavidade situada na região sacrococcígea que contém pêlos e restos de pele e comunica-se com a pele mediante uma fístula. de evolução lenta e progressiva até a insuficiência respiratória Doença secundária – Doença decorrente de outra. dores articulares. e desenvolve-se um quadro respiratório com tosse seca e dor pleural. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Doença venérea – Doença infecciosa contraída por meio de relações sexuais. com formação de granulomas generalizados na pele. Doença dos papagaios – Psitacose. Doença idiopática – Doença sem causa conhecida. associada a infecções de repetição. na qual se produz uma alteração do metabolismo do cobre com acúmulo desse metal no organismo. Predomina na faixa subsaariana. Os sintomas mais típicos são a tendência ao sono durante o dia e insônia noturna junto com mudanças na personalidade e no comportamento. Doença industrial – Doença profissional. O tipo de reação envolvida é de hipersensibilidade do tipo III e do tipo I. Produz um quadro grave com uma mortalidade de 50% a 80%. Doença orgânica – Doença com lesão manifesta. Doença de Addison – Doença decorrente de falha na glândula supra-renal. e cujo caráter genético não é confirmado. indispensáveis à nutrição. erupção cutânea e inflamação ganglionar. Doenças sexualmente transmissíveis – Doenças contagiosas contraídas em relações sexuais. tendo reaparecido alguns casos em 2001 e 2002. Doença infecciosa – Doença transmissível. em especial no fígado e no sistema nervoso.DOENÇA Doença da membrana hialina – Caracteriza-se por ser uma insuficiência respiratória que aparece no recém-nascido imaturo. a pneumoconiose dos mineiros. Doença de Wilson – Doença congênita. nos pulmões e nos gânglios. Doença de Parkinson – Transtorno degenerativo do sistema nervoso central. Doença de Ébola – Doença pouco freqüente causada pelo vírus Ébola. Doença do sono ou tripanossomíase africana – Doença tropical causada pelo Trypanosoma gambiense e transmitida ao homem pela picada da mosca tsé-tsé. Doença do soro – Reação alérgica que costuma acontecer após uma semana ou mais da administração de soro estranho ou medicamentos. decorrente de perda progressiva dos neurônios do tronco do encéfalo. Caracterizase por febre. Doença familiar – Doença que acomete. pois as reconhece como estranhas e que atacam os tecidos. Doença mitral – Insuficiência da válvula mitral. por déficit de substância sulfactante.

Dolicopélvico – Pessoa com a pelve anormalmente longa. borracha. Dosagem – Ação de dosar. Duodenotomia – Incisão do duodeno. Drenagem – Procedimento para retirada de líquidos de uma cavidade corporal ou de ferida por diferentes métodos. um problema degenerativo próprio da idade avançada.DOENÇAS Doenças exantemáticas – Doenças infecciosas infantis. rigidez e tremores. Duodeno – Constitui a primeira parte do intestino delgado. no intestino delgado. Dose letal – Dose que causa morte. a vesícula biliar e o pâncreas. Duodenojejunostomia – Operação que consiste em colocar em comunicação o duodeno e o jejuno. Dolente – Que dói. ○ ○ DURA MÁTER Drágea – Pílula ou comprimido revestido de verniz e açúcar. Duodenocolecistotomia – Abertura de comunicação entre duodeno e vesícula biliar. com formato de ferradura e curvado ao redor da cabeça do pâncreas. envoltórios do sistema nervoso central. Ducto biliar – Conjunto de vias que conduzem a bile formada no fígado ao duodeno. A dosagem de um medicamento é o regime que determina a quantidade. Duodenite – Inflamação do duodeno. ou parte dele. Dopamina – Neurotransmissor distribuído amplamente por todo o organismo. ou uma cavidade. Dor torácica – Sintoma físico que exige uma avaliação médica imediata já que pode ser decorrente de uma doença cardíaca grave. Dor – Sensação decorrente de estimulação dos terminais sensitivos de algum órgão ou tecido por processo patológico. fundamental para uma digestão eficaz dos alimentos. Dura-máter – A membrana mais externa das meninges. Dolicomegalia – Alongamento e dilatação de um vaso ou uma parte do tubo digestivo. Duplo cego – Termo que designa método de investigação experimental. Dose – Quantidade de um remédio ou de outra substância que se administra de uma só vez. Dorso – Região posterior do tronco. Doppler – Efeito físico utilizado em exames subsidiários para estudo da circulação sangüínea por meio de uma sonda emissora de ultra-som. Ducha – Jato de água para irrigar o corpo. ou de uma doença pulmonar. vidro ou fios para assegurar a saída de líquidos de uma cavidade ou ferida. Sua falta produz a doença de Parkinson. rubéola e escarlatina. Dor referida – Dor sentida em uma localização diferente daquela da lesão que a produz. caracterizadas por produzir algum tipo de erupção cutânea ou mucosa como sarampo. Dose máxima – Dose máxima de medicamento que pode ser administrada com segurança. o infarto de miocárdio ou a pericardite. como a angina de peito. Tubo de uns 25cm de comprimento. orientação e consciência. Droga – Substância natural ou sintética com capacidade para alterar funções mentais. caracterizada por imobilidade. a freqüência e o número de doses do agente terapêutico que deve administrar-se ao paciente. Dreno – Tubo de metal. como pneumonia. Drástico – Purgativo irritante e violento. Dolicocolia – Alongamento de um segmento do cólon que pode ser acompanhado de aumento de calibre. continuação do estômago. Ductos biliares ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ D ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ducto biliar ○ ○ ○ Duodenectomia – Ressecção cirúrgica parcial. produzindo modificações da percepção. Dolicocefalia – Forma do crânio quando ele é alongado da frente para trás. embolia ou infarto pulmonar. que participa no controle da postura e do movimento voluntário. onde desembocam ductos com secreções. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ .

Ectima – Erupção pustulosa produzida por bactérias piogênicas. forma convulsiva de toxemia gravídica. Ectópico – Órgão que não está no lugar correto ou normal. Ectoderme – Folheto externo do blastoderma que formará o revestimento cutâneo e os órgãos dos sentidos por um lado. e cuja tríade sintomática é constituída de edema. por outro. Ecocardiografia – Exame subsidiário que consta de exploração do coração. hepatotóxica e extremamente perigosa. a 3. Ectasia vascular antral – Doença rara observada na mulher após os 70 anos. Ecografia – Exame subsidiário que consta de exploração de órgãos ou regiões do corpo. caracterizada por um aspecto fibroscópico elevado e eritematoso das pregas do antro gástrico convergindo para o piloro. Eburnação – Aumento da densidade de um osso. Ectopia – Posição anormal.EBURNAÇÃO ○ ○ ECTÓPICO Ecolalia – Repetição automática de frases ou palavras de outra pessoa. qualquer órgão que está fora de sua localização por um defeito do desenvolvimento embrionário ou. droga alucinógena. por meio de ultra-som. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . até mesmo. nas costelas e na laringe pela proliferação do tecido cartilaginoso. Ectoantígeno – Antígeno situado no exterior da bactéria. Ecstasy – Termo popular que designa uma anfetamina. por meio da ultra-sonografia. Eclâmpsia – Em Obstetrícia. do qual uma parte mais ou menos extensa torna-se compacta como o marfim.4 metileno-dioxi-metanfetamina. e o sistema nervoso central e os nervos periféricos. Ectasia – Dilatação de um órgão ou vaso. em morte. Ectoparasita – Parasita externo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ectoderme ○ ○ ○ ○ Ecografia Ectoenzima – Enzima intermembranal que age no exterior da célula. Econdroma – Nome dado às saliências formadas nas articulações. no caso da gestação. hipertensão e proteinúria. podendo ou não terminar em coma ou. por desenvolver-se fora do útero.

Édipo (complexo de) – Em Psiquiatria. que adoça. Ejaculação precoce – Incapacidade para controlar. Eflúvio – Queda excessiva dos cabelos. Efervescência – Liberação de gás com formação de bolhas. caracterizado por aumento dessa secreção em um ponto localizado do corpo. objeto e norma de todas as experiências e não levam em conta as necessidades. que se caracteriza pela formação de lesões eritematosas e inflamatórias nas dobras da pele dos músculos. particularmente. fanhosa e trêmula. Eferente – Aquilo que se afasta ou sai de um órgão. Ejaculação – Eliminação do esperma. Egocêntrico – Em Psiquiatria. extravasamento. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E Eczema ○ Eczema marginado – Infecção da pele por fungos causada pelo Tinea cruris. Efidrose – Distúrbio da sudorese. Efeito secundário de medicamentos – Reação indesejável ou nociva do medicamento quando administrado em doses normais. Efedrina – Alcalóide da planta Ephedra vulgaris e de ação semelhante à da adrenalina ou epinefrina: estimulante do sistema nervoso central. as atitudes ou o interesse dos demais. Efetor nervoso – Órgão encarregado de executar as respostas que elaboram os centros nervosos após receber as informações dos receptores nervosos. Edematoso – Pessoa portadora de edema. Eficácia vacinal – Grau de proteção contra uma determinada infecção conferido pela vacina. Elastoma – Tumor cutâneo formado pelo acúmulo de elastina. o reflexo ejaculatório. Elastina – Uma das escleroproteínas do tecido conjuntivo constituindo suas fibras elásticas. as idéias. Egofonia – Voz caprina. Elefantíase – Aumento considerável do volume de um membro ou de uma parte do corpo. Eflorescência – Erupção da pele. causado pela filariose. ○ ○ ELEFANTÍASE Efélides – Sardas. pode ser no colo uterino ou em outros órgãos. Ectrópio – Reviramento da borda palpebral para fora. diz respeito à pessoa que considera o próprio “eu” como centro. Efusão – Derrame. Ejaculação retrógrada – Transtorno no qual a válvula da base da bexiga urinária não se fecha durante a ejaculação. Edulcorante – Adoçante. ou de parte dela. Eczema – Reação de intolerância cutânea por diferentes agentes exógenos agressivos e outros fatores endógenos. Elastose – Aumento do tecido elástico na pele. Edema – Infiltração serosa de diversos tecidos e. Ectroqueira – Ausência congênita total da mão. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Eczema ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Elefantíase . atração amorosa pela mãe e hostilidade em relação ao pai. Efêmero – Passageiro.ECTRODACTILIA Ectrodactilia – Ausência congênita de um ou vários dedos. constantemente. e esta é emitida para trás e para dentro da bexiga. Eczema na zona da fralda – Irritação cutânea infantil causada pelo contato das fezes e da urina com a pele e pela oclusão decorrente da fralda. Ectrogenia – Ausência congênita de um órgão ou uma parte do corpo. do tecido conjuntivo do revestimento cutâneo ou mucoso.

por meio de sensores específicos colocados em contato com o paciente. quando por ele se faz passar uma corrente alternada de alta freqüência. Eletrocução – Morte pela eletricidade. Eletropuntura – Passagem da corrente elétrica em agulhas introduzidas no organismo. sendo o outro eletrodo bem grande. em solução ou em suspensão em um líquido. Eletrochoque ou terapia eletroconvulsiva – Técnica terapêutica psiquiátrica que utiliza corrente elétrica sobre a cabeça para produzir uma convulsão. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . ○ ○ ○ ○ ○ ○ Eletroforese ○ ○ ○ Eletrólise – Decomposição química produzida pela passagem da corrente elétrica por meio do composto. Eletrolítico – Referente à eletrólise. com a ajuda de eletrodos que detectam em repouso ou em caso de atividade muscular espontânea. Eletrodo – Instrumento com uma ponta ou superfície pela qual descarrega eletricidade para o corpo do paciente. Os tipos específicos de eletrocirurgia são: a eletrocoagulação e a eletrodissecação. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Eletroencefalograma ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Eletroforese – Exame subsidiário de transporte em direção aos eletrodos de partículas eletricamente carregadas.ELETROCARDIOGRAFIA Eletrocardiografia – Exame subsidiário que se utiliza da aplicação de método gráfico para o estudo das correntes elétricas que acompanham as contrações cardíacas. A maioria se baseia no emprego de aparelhos que. Eletrólito – Substância capaz de dissociar-se em íons quando é colocada em solução. Eletroneuromiografia – Registro das correntes elétricas que acompanham a atividade muscular. Eletrocardiograma – Método diagnóstico de distúrbios do coração. Eletrodiagnóstico – Todos os exames de diagnóstico que estudam diferentes atividades elétricas normais ou anormais do organismo. Eletrocirurgia – Cirurgia baseada no uso de instrumentos elétricos que funcionam com correntes de alta freqüência. como a eliminação de verrugas ou tumorações superficiais cutâneas. Eletrocoagulação – Método de eletroterapia que utiliza forte calor desenvolvido em um tecido e circunvizinhanças de eletrodo puntiforme. ○ ○ ELETROPUNTURA Eletroencefalograma – Representação gráfica da atividade elétrica cerebral. produzem um registro gráfico da atividade elétrica em uma tela ou uma tira de papel. Eletrocardiograma Eletrocautério – Instrumento aquecido por eletricidade que se usa para a destruição por calor dos tecidos.

Sinônimo de Emenogênico. Emoção – Resposta do corpo a sensações. quanto à origem do conhecimento. Eletroterapia – Técnica de reabilitação baseada nos efeitos da corrente elétrica e do calor no corpo. Emprostótono – Espasmo muscular com contrações tônicas. Emenagogo – Substância que estimula a menstruação. Eletrotropismo – Propriedade do protoplasma de ser excitado ou colocado em repouso pela eletricidade. Emetocatarse – Ocorrência de vômito simultaneamente à evacuação intestinal. Eliminação – Expulsão de substâncias indesejadas ou resíduos do corpo. Emetina – Alcalóide extraído da ipecacuanha.ELETRORETINOGRAMA Eletroretinograma – Registro gráfico da atividade elétrica da retina. em que o corpo se encurva para frente. Emetocartártico – Vomitivo e purgativo. Estiramento terapêutico por tração. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E Embrião Embriogênese – Desenvolvimento do embrião. sob perspectivas diversas. É ocorrência grave que deve ser tratada com urgência. ligeiramente amolecido no calor brando e que se torna. Diz-se de conhecimento que provém. Emétropo – Pessoa com refração normal. da experiência racional. Emetropia – Refração normal do olho. Embriotomia – Todas as operações que consistem em esmagar ou retalhar a cabeça de um ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Emissão – Expulsão de líquidos ou de gases do corpo. levar ao conhecimento da verdade. Amputação do pênis e retirada dos testículos. Embrocação – Aplicação de um medicamento por meio de fricção. a partir do 4º mês denomina-se feto. com ajuda de instrumento denominado embriótomo. Parte posterior de uma seringa. Emético – Medicamento que produz vômito. Êmbolo – Fragmento de placa de ateroma ou coágulo na corrente sangüínea. que este provenha unicamente da experiência. independentemente da experiência. Emese – Ato de vomitar. Embriopatia – Malformações decorrentes de ações exercidas sobre o produto da concepção durante o período embrionário da vida intra-uterina. ○ ○ EMPROSTÓTONO feto morto. Empírico – Método baseado na prática médica diária. Embrião – Produto da fecundação durante os três primeiros meses. Emolientes – Substâncias que relaxam e amolecem tecidos inflamados. Emasculação – Castração no homem. Opõe-se ao racionalismo. Certo tipo de charlatanismo. Embriologia – Ramo da Morfologia que estuda o desenvolvimento desde a fecundação. Empirismo – Doutrina ou atitude que admite. então. aderente. seja negando que tais princípios possam. Também pode ser formado por tecido gorduroso. Emetismo – Intoxicação pela emetina. seja negando a existência de princípios puramente racionais. utilizado como medicamento e poderoso emético. Embolia – Oclusão de um vaso sangüíneo por um coágulo sangüíneo. água. a remoção cirúrgica de um trombo de dentro do vaso sangüíneo. Embolectomia – Em Cirurgia Vascular. Elixir – Preparação farmacêutica constituída de álcool. Emenologia – Estudo da menstruação. Elongação – Alongamento traumático de um órgão. Empiema – Coleção purulenta situada em cavidade natural. açúcar e essência. Emplastro – Técnica para uso externo. Emotividade – Capacidade de cada indivíduo para reagir mais ou menos intensamente a impressões percebidas. elementos calcários procedentes de um vaso sangüíneo e pequenas bolhas de ar.

Endocolpite – Inflamação da mucosa vaginal. Encefalorrafia – Malformação caracterizada por um defeito de fechamento da parte do tubo neural correspondente ao encéfalo. Encefalorragia – Hemorragia no encéfalo. Endoluminal – Termo que se relaciona ao interior de um vaso ou um canal. de uma parte do cérebro ou de suas membranas. observados. uma substância gordurosa finamente dividida. Endoaminoscopia – Exame visual do feto in utero por meio de um fibroscópio introduzido no útero após laparotomia. Endógeno – Formado no próprio organismo. Emulsionante – Substância que se mistura às gorduras. Encistamento – Formação de uma camada de tecido conjuntivo denso. Endoftalmia – Inflamação do conteúdo ocular. ou de uma produção patológica que se encontra. Pode coexistir com inflamação das outras túnicas. Endocavitário – Situado no interior de uma cavidade. orelha interna. Encoprese – Transtorno caracterizado pela falta de controle do esfíncter anal. em suspensão. Endocárdico – Referente ao endocárdio. produzindo-se uma incontinência fecal. no decurso de febres eruptivas e que termina. Encéfalo – Parte do sistema nervoso central que está situado dentro do crânio e é composto pelo cérebro. camada interna do coração. portanto. Endocardite – Inflamação do endocárdio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Encefalomielite – Inflamação do neuroeixo que se manifesta por cefaléia. Endocitose – Penetração. Encefalite – Inflamação dos hemisférios cerebrais. do cerebelo e do tronco encefálico. Endometrial – Termo que se refere à mucosa uterina. Endêmico – Relacionado a uma endemia. isolada do tecido circundante. observadas nas mucosas. Endemia – Doença transmissível que existe em grande número. em uma determinada região. Endócrino – Glândula de secreção interna que lança seu produto diretamente no sangue. de partículas estranhas: fragmentos celulares. Encefalopatia – Conjunto de distúrbios do encéfalo que causam infecções. rigidez da nuca e distúrbios visuais. cerebelo. Endolinfa – Líquido que existe no labirinto. Endocárdio – Camada interna das cavidades cardíacas. ou em torno de um corpo estranho. Encefalomalácia – Amolecimento cerebral. Endogástrico – Situado dentro do estômago. no interior do fagócito. Endocervicite – Inflamação da mucosa do canal cervical uterino. protuberância e bulbo espinhal. pela cura com ou sem seqüelas. Endarterite – Inflamação da túnica interna de uma artéria. Deve-se à doença viral em outra região do organismo ou à invasão direta de um microorganismo. psíquicos e motores. ○ ○ ENDOMETRIAL Endarectomia – Em Cirurgia Vascular. algumas vezes. Enantema – Manchas vermelhas mais ou menos extensas. a qual é formada por uma só camada de células e está em contato direto com o sangue que o coração bombeia. Encefalomeningite – Inflamação do encéfalo e das meninges. para restabelecer a permeabilidade do vaso. Endocrinopatia – Doença das glândulas endócrinas. alterações do estado geral ou intoxicações e que correspondem a alterações anatômicas severas e variadas de diversas etiologias. Encefalocele – Ectopia. Endolinax – Pequena ameba não-patogênica que vive no intestino grosso. quase sempre. na face externa do crânio. hemácias alteradas e bactérias.EMULSÃO Emulsão – Líquido de aparência leitosa que traz. técnica praticada nos casos de oclusão ou estenose de uma artéria. Endocrinologia – Ramo da Medicina que estuda glândulas de secreção interna e hormônios. Encefalografia – Exame subsidiário para exploração radiográfica do encéfalo.

Endoprótese – Colocação. Endotelioma intravascular: tumor muito raro. produzindo imagem em visor ou em terminal similar às telas de televisão. Enema – Injeção de líquido no reto para ajudar a expulsão das fezes. penetra em um sistema fechado. Enervação – Retirada ou secção de um nervo ou de um grupo de nervos que inervam uma região do corpo. Enjôo cinético – Quadro de náuseas e vômitos que pode apresentar-se nos deslocamentos por mar e ar e nas viagens em automóvel e trem. mais freqüentemente. cujo conteúdo é hipertônico em relação ao meio. Endoscopia – Exame subsidiário de cavidades internas. Endoparasito – Parasita interno do animal ou vegetal. hospedeiro natural desse vírus. Endoneuro – Bainha conjuntiva que envolve cada axônio no interior de um feixe nervoso. Enfaixe – Bandagem. Endotoxina – Toxina contida no interior do corpo das bactérias Gram negativas e que não se difunde nos meios de cultura. de endométrio normal. Endotelioma – Tumor desenvolvido a partir das células endoteliais. Endomiocardite – Inflamação simultânea do endocárdio e do miocárdio. composto de 21 aminioácidos e produzido pelas células endoteliais a partir de 2 precursores sucessivos inativos. a pro-endotelina depois a bigendotelina. Enfisema pulmonar – Doença do pulmão. desenvolvido a partir do endotélio dos capilares sangüíneos. Enfermo – Doente. Endomísio – Membrana de tecido conjuntivo que envolve cada fibra muscular estriada. Endometriose – Em Ginecologia. por meio de uma membrana semipermeável. um osso. Endovírus – Retrovírus cujo genoma apresenta uma homologia muito grande ou completa com algumas partes do genoma da célula não infectada. mediante uma sonda rígida ou flexível. Endoscópio – Instrumento para examinar superfícies internas. com aprofundamento de pequenos divertículos no músculo uterino. no corpo do útero. de uma peça de metal ou plástico. é o desenvolvimento. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . uma articulação. cúbicas ou cilindrocônicas.ENDOMÉTRIO Endométrio – Camada que recobre o útero na parte interna. ○ ○ ENJÔO Endosmose – Nome dado à corrente osmótica que. Endotelina – Peptídeo fortemente vasconstritor e broncoconstritor. de modo permanente. seja na própria espessura deste ou do peritônio. Endometrite – Inflamação do endométrio. introduz-se contraste radiológico para ver a forma e mobilidade do intestino grosso. Enfisema – Infiltração gasosa difusa do tecido celular. caracterizada por dilatação e destruição dos bronquíolos respiratórios e elementos conjuntivo-elásticos da parede dos alvéolos. que contém fibra de vidro transmissora de luz. uma válvula cardíaca ou reestabelecer o fluxo adequado de um vaso sangüíneo. Endometrioma – Variedade nodular circunscrita de endometriose que pode estar incluída no miométrio ou constituir pólipo situado na cavidade uterina. contendo sangue e revestido de células volumosas. curativo com ataduras. Endorfina – Uma das morfinas endógenas formada por grandes cadeias protéicas. Endopericardite – Inflamação do pericárdio e do endocárdio. Situa-se. destinada a substituir. no interior do organismo. próximo à cavidade. Endoscopia digestiva – Endoscopia na qual o aparelho é introduzido pela boca ou pelo ânus e permite visualizar o tubo digestivo além de obter amostras para biópsia ou conter sangramento. Com finalidades diagnósticas. Endossalpingiose – Anomalia congênita ou adquirida da tuba uterina. formado por um sistema de cavidades tubulares que se comunicam entre elas. formado por uma única camada de células. fora de sua localização habitual. Endotélio – Camada mais interna dos vasos em contato direto com o sangue.

etc. Enterorragia – Hemorragia de origem intestinal. ○ ○ ENTRÓPIO Enterocistocele – Hérnia cujo saco contém o intestino e parte da bexiga urinária. pelo canal anal. Entorse – Lesão dos ligamentos que sujeitam e estabilizam uma articulação por um esforço que ultrapasse a mobilidade normal desta. Enostose – Tumor num osso. Enterotomia – Incisão do intestino. incluem-se um grupo experimental de pacientes. Enterologista – Especialista em Enterologia. no qual se comparam os resultados obtidos com a intervenção. Introdução no intestino. Entérico – Relativo ao intestino. hepáticos e nervosos. A legislação atual exige dos investigadores de ensaios clínicos que dêem exaustiva informação aos pacientes. Para evitar excessos. e outro grupo de controle.). Enterovírus – Nome genérico de numerosos vírus ARN (RNA) descobertos no tubo digestivo humano. na margem anal para depositar seus ovos. Nele. Enterologia – Estudo do intestino. que obtenham seu consentimento informado e a adoção de garantias legais (seguro de responsabilidade civil. É infecção intestinal do homem que se caracteriza por uma intensa coceira anal noturna causada pela saída das fêmeas do verme enterobius vermicularis. Enteroptose – Prolapso do intestino. os ensaios clínicos devem ser autorizados. Enteropexia – Fixação do intestino. Entranhas – Vísceras abdominais. encontrada no intestino do homem e responsável por infecções urinárias e endocardites subagudas. Enteróide – Apresenta estrutura semelhante à do intestino. direito ao abandono da experiência a pedido próprio. Entrevado – Pessoa confinada ao leito por sua doença. Enterólito – Cálculo no intestino. lavagem intestinal. Enterobiase – Também recebe o nome de oxiuríase. que está voltada para dentro. previamente. no qual se ensaia uma intervenção de interesse. por um comitê ético do qual não participe o investigador e nenhuma pessoa relacionada com o ensaio. por distúrbios digestivos. lavagem intestinal. Enolismo – Forma de alcoolismo provocada pelo abuso quase exclusivo de vinho e que se traduz. sem praticar a ressecção prévia. sobretudo. Os pacientes que entram em um ou outro grupo de investigação devem ser selecionados aleatoriamente. Enteropatia – Denominação genérica de doenças do intestino. Enterotoxina – Toxina de origem intestinal. Enteropatogênico – Agente responsável por doença intestinal. Ensaio clínico – Tipo de estudo de investigação que é utilizado para provar a relação causa-efeito entre diferentes variáveis. Enteroclisma – Enteróclise. Entero-entero anastomose – Técnica cirúrgica de ligação de duas partes do intestino. Enterocolite – Inflamação simultânea do intestino delgado e do cólon. de grande quantidade de água pura ou com medicamento. Enterorrafia – Sutura de parte do intestino. Ensiforme – Em forma de espada. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . as quais parasitam no intestino. Enterostomia – Formação de uma abertura comunicando o intestino com o exterior. tensionando demais os ligamentos e podendo levar à sua ruptura parcial. Enterobacter – Gênero bacteriano que pertence à família das Enterobacteriaceae. Enteral – Intestinal. Entero-hepatocele – Hérnia umbilical embrionária que contém fígado e alças intestinais. Enterococo – Bactéria ovóide não-hemolítica. Entrópio – Alterações da posição normal da borda da pálpebra inferior. Enterite – Inflamação da mucosa intestinal. Enteralgia – Dor intestinal.ENOFTALMIA Enoftalmia – Posição anormal do globo ocular que se encontra na órbita em uma posição mais profunda do que estaria em estado normal. Enterectomia – Excisão de parte do intestino. Entamoeba histolytica – Parasita que causa a disenteria amebiana e a amebíase em geral. Enteróclise – Enteroclisma.

Eosinofilia – Afinidade pelos reativos em que o ácido é o agente corante. por meio da glote. Surto de agravação de qualquer endemia. um grande número de pessoas. Enxerto – Implante de uma parte de tecido ou órgão coletada dele mesmo. pela boca. Epiderme ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E ○ Eosinófilo ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Epiderme . Deve-se procurar um médico Neurologista. Enzima – Substância de natureza protéica elaborada por um ser vivo e capaz. Epiderme – Camada superficial da pele formada por um epitélio estratificado pavimentoso queratinizado que compreende uma camada profunda constituída desde a profundidade até a superfície pela camada basal. Eosinófilo – Que apresenta afinidade pela eosina. Epicanto – Prega cutânea que vai do nariz ao supercílio. Sua principal característica morfológica é a presença de grânulos citoplasmáticos acidófilos. decorrentes da passagem do tempo com diminuição da capacidade de sobrevivência. que acontece em ausência de lesão do sistema urinário. situado nos ventrículos cerebrais ou no interior da medula. histologicamente benigno. Envenenamento – Intoxicação pela ingestão ou absorção de um veneno. Eosina – Corante ácido muito utilizado para cortes histológicos. para colher bile para exame. na pálpebra. Epidemia – Doença que surge rapidamente num lugar e acomete. Epicrítico – Que sobrevém a uma crise. particularmente a eosina. ○ ○ EPIDERME Epêndima – Membrana que recobre o canal central da medula espinal e dos ventrículos. Epicárdio – Membrana de tecido conjuntivo que recobre o miocárdio. na raça amarela. a um tempo. Epicrânio – Couro cabeludo. Envelhecimento – Conjunto de modificações morfofisiológicas e psicossociais. Enxaqueca – Dor de cabeça intensa. quer esses fatores dependam do indivíduo ou do meio que o circunda.ENTUBAÇÃO Entubação duodenal – Introdução de sonda no intestino. os lisossomos. Eosinócito – Célula que se cora pela eosina. em geral à noite. Sensibilidade táctil e térmica fina e discriminativa. em crianças de mais ou menos cinco anos. por suas propriedades catalíticas. Ependimite – Inflamação do canal do epêndima. de ativar uma reação química definida. ou de outro. Enurese – Emissão involuntária e insconsciente de urina. Tipo de glóbulo branco. Enucleação – Descapsulização de um tumor ou órgão para extração. Ependimoma – Tumor em geral. Entubação orotraqueal – Introdução de um tubo no interior da luz traqueal. pulsátil e de origem vasomotora. Eosinófilo – Célula sangüínea. observado na criança. Epicondilalgia – Dor no epicôndilo. Epidemiologia – Ramo da Medicina que estuda diferentes fatores que intervêm no aparecimento e na evolução das doenças. Epicrise – Uma segunda crise.

Epilação – Depilação. Epiplóico – Relativo ao epíploo. Epineurectomia – Retirada da bainha de um nervo. Epigástrio – Região superior e mediana do abdômen. pelos hipocôndrios e correspondente ao estômago e lobo esquerdo do fígado. Epileptiforme – Semelhante à epilepsia. Diáfise Epífise Epifisite Epifora – Lacrimejamento contínuo. enquadrada. responsável por armazenar espermatozóides produzidos no testículo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Epinefrina – Adrenalina. Epilatório – Depilatório. Epidermóide – Semelhante à epiderme. de tecido adiposo. Epileptogênico – Que determina a crise de epilepsia. Epigastralgia – Dor no epigástrio. Epidídimo – Órgão alongado localizado na bolsa testicular. Episcleral – Situado sobre a esclerótica ocular. que flutua livre no abdome. Epidermófito – Dermatófito. Epimísio – Bainha conjuntiva que circunda um músculo estriado. remoção dos pêlos. Epiplopexia – Fixação do epíploo à parede abdominal. móvel. Epífise – Extremidade de um osso longo. ativação súbita. Epilepsia – Doença crônica caracterizada pela repetição de paroxismos decorrentes de descargas epilépticas. Epididimite – Inflamação do epidídimo. indo do estômago aos órgãos adjacentes. que pode fechar a glote e situada atrás da raiz da língua. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Seios nasais Cavidade oral ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Epiglote ○ ○ ○ ○ Epiglote ○ ○ Epidídimo Epidural (método) – Técnica anestésica de introdução de uma substância medicamentosa no espaço epidural. Epinefroma – Tumor da glândula supra-renal. fungo parasita da pele. ato de cobrir uma região com retalhos de pele. Glândula pineal. Epimastigoto – Estágio de tripanossomas quando eliminados nas fezes dos insetos. Epifisite – Inflamação de uma epífise. Epiploíte – Inflamação aguda ou crônica de uma parte do epíploo.EPIDERMIZAÇÃO Epidermização – Enxerto cutâneo. Protege a laringe. lateralmente. achatada. ○ ○ EPISCLERAL Epiglote – Peça cartilaginosa mediana. Epíploo – Dobra do peritônio. Epidermólise – Destruição da epiderme. Epinefrite – Inflamação da glândula suprarenal. simultânea e anormalmente intensa de um grande número de neurônios cerebrais.

Episiotomia – Incisão cirúrgica que se realiza no períneo durante o parto. O homem se infecta ao entrar em contato com as fezes dos cachorros com ovos do verme Equinococco granulosus. ○ ○ ERITEMA ções nervosas do nervo estatoacústico.EPISCLERITE Episclerite – Inflamação do tecido celular que cerca a esclerótica. causado por um traumatismo que rompe vasos sangüíneos cutâneos. que produz placa avermelhada rígida bem delimitada. é mais freqüente que a esclerite e apresenta características semelhantes. É um fenômeno análogo à dominância que se exerce entre dois genes alelos. Ergotismo – Intoxicação pela ergotina. provocando correntes nervosas que passarão às termina- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Há dor intensa e aumento de temperatura local. depois de causar pequena erosão na pele. psicológicos e funcionais. na qual um impede o outro de exprimirse. as larvas do verme atravessam o tubo digestivo e produzem cistos no fígado ou em outros órgãos. o que estimula as células neurossensoriais que contêm. Episiorrafia – Sutura do períneo. Ergonomia – Ciência que estuda e analisa o trabalho humano e sua influência sobre fatores anatômicos. por exemplo. sensibilidade exagerada. tudo coordenado pelo cérebro. picada ou úlcera. acompanhado de um rubor efetivo. As forças aceleradoras atuam sobre o aparelho vestibular provocando mudanças em seus líquidos internos. Ergastoplasma – Retículo endoplasmático granuloso Ergometria – Também chamada prova de esforço. por seu trabalho. manipulam produtos animais. já que se realiza enquanto o paciente realiza um esforço físico planificado. Epitélio – Tecido de revestimento da pele e de mucosas. do periósteo ou do maxilar. Ereção – Endurecimento do pênis por congestão ou afluxo de sangue. Equimose – Extravazamento de sangue sob a pele. Epúlide – Tumor da gengiva. Erisipelóide – Doença infecciosa causada por uma bactéria que afeta quase que exclusivamente a pele de pessoas que. Epispádias – Abertura da uretra no dorso do pênis. Ereutofobia – Temor angustiante e mórbido de enrubescer. sejam ou não comestíveis. um pouco antes da saída do feto ou quando se vai usar o fórceps. Eritema –Vermelhidão mais ou menos intensa da pele que desaparece após pressão. Episiorragia – Hemorragia perineal. Ergotina – Extrato hidroalcoólico de esporão de centeio. Equilíbrio – Função do aparelho vestibular que garante a orientação do homem no espaço. não tendo o tecido neoformado tendência de reproduzir órgão definido. Erisipela – Inflamação aguda da pele e do tecido celular subcutâneo causada por estreptococos. Eretismo – Irritabilidade. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E Epitélio Epitelioma – Tumor maligno formado pela proliferação desordenada de um epitélio. Epistótono – Contrações musculares generalizadas com encurvamento do corpo para a frente. Epistaxe – Sangramento do nariz. para comprovar sua tolerância ao exercício. Equinococose – Infecção que afeta vários tecidos. Epitálamo – Região dorsal do diencéfalo que inclui corpo pineal e habênula. por meio de feridas na pele. Epistasia – Interação entre dois genes não alelos. Ergosterol – Esterol contido no ergot do centeio e na levedura da cerveja. Epônimo – Termo anatômico que utiliza nome de pessoa.

Escápula – Osso da cintura superior. Eritroblasto – Célula nucleada da linhagem dos glóbulos vermelhos presente na medula óssea. É decorrente de soldadura prematura da sutura sagital. Eritromicina – Antibiótico. caracterizada. localizados nas extremidades e. Erótico – Relativo à libido. que se desprendem em pequenas acumulações visíveis. e bem achatada lateralmente. Eritromelalgia – Doença caracterizada por acessos de dores acompanhadas de inchaço e vermelhidão dos tegumentos. ○ ○ ESCARA medula óssea para garantir uma produção normal de hemácias. Eruptivo – Caracterizado por erupção. situação inversa à anemia. Escamas – Grupo de células queratinizadas. Erosão – Áreas desnudadas na pele por uma perda de substância que afeta a camada mais superficial da pele. particularmente. não pruriginosa. Escalpo – Arrancamento acidental do couro cabeludo. Eritropoietina – Hormônio produzido nos rins que provoca um estímulo necessário sobre a ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Eritroblasto ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Eritremia – Doença de causa desconhecida. clinicamente. vertigens e dores nos membros inferiores. Eritrofobia – Tipo especial de fobia social que se caracteriza por um temor irracional de mostrar vergonha ou enrubescer em situações sociais. intermediária entre o pró-eritroblasto e o reticulócito. que se estendem da apófise transversa das vértebras cervicais às duas primeiras costelas. Eritrócito – Hemácia. artísticas ou interpessoais que tentam despertar o instinto sexual. Erotismo – Manifestações sociais. Erupção – Rápido desenvolvimento de uma lesão cutânea. Escabiose – Sarna. Erógeno – Erogênico. Eritroblastose fetal – Tipo de anemia hemolítica que ocorre na criança recém-nascida com incompatibilidade de grupo sangüíneo entre mãe e filho. acaríase.ERITRASMA Eritrasma – Doença de pele que se apresenta sob a forma de placa amarelo amarronzado seca. que ocorre na medula óssea. Escara – Ferida que se forma por necrose tecidual de origem isquêmica com crosta escura mais ou menos espessa. Escaleno – Conjunto de três músculos que se denominam escaleno anterior. por uma esplenomegalia. nos pés. descamando pouco. Eritropoiese – Processo de produção das hemácias desde seus precursores medulares. Eritrodermia – Pele avermelhada. Eritrocitose – Aumento anormal no número de hemácias circulantes. que apresenta o tipo dolicocéfalo exagerado. Eructação – Ato de expulsar ar do estômago com um som característico. Erogênico – Que provoca desejo sexual. Escala de Glasgow – Escala de avaliação clínica destinada a medir o nível de consciência dos pacientes. glóbulo vermelho jovem. a qual tende a ser eliminada e infectar-se. Escafocefalia – Malformação craniana caracterizada pela forma elevada. do crânio. da frente para trás. Escapulalgia – Dor na escápula. na totalidade ou em parte. Escapuloclavicular – Referente à escápula e clavícula. Escalpelo – Instrumento cortante destinado às dissecções. brancas ou cinzas. dores de cabeça. por coloração vermelha dos tegumentos com predominância na face. médio e posterior. Escafóide – Em forma de barco. por dilatação das veias subcutâneas e das veias do fundo do olho. bastante alongada.

Esclerosante – Que produz esclerose. Esclerótica – Membrana opaca e resistente que reveste a zona mais externa do olho. Esclerectomia – Ressecção da esclerótica praticada no glaucoma crônico. recobrindoas. Esclerosado – Com esclerose. Escoliose do escolar e adolescente – Curvatura real na coluna pela existência de uma gibosidade. evolução crônica. Escherichia coli – Espécie bacteriana da família das Enterobacteriaceae. inflamação na garganta e erupção na pele em forma de manchas vermelhas que cobrem o corpo. Escoliótico – Referente à escoliose. ○ ○ ESCOLIÓTICO Escleroiridectomia – Retirada de um fragmento de esclerótica e íris. as crianças. uma navalha ou um aparelho especial. Escarificação – Incisão superficial feita com um bisturi. e destinada a fazer uma sangria local. das articulações e dos órgãos internos. Escleromiosite – Extensão da esclerose aos músculos subjacentes nas regiões atingidas por esclerodermia. mas de origem auto-imune. Seu mecanismo é a degeneração dos neurônios motores da medula espinal. normalmente encontrada no intestino do homem e dos animais. Esclerodermia ou esclerose sistêmica progressiva – Doença de causa desconhecida. Esclerose lateral amiotrófica (ELA) – Doença neurológica degenerativa dos neurônios motores. Escarificador – Instrumento para fazer escarificações. alterações degenerativas e anomalias nos vasos sangüíneos da pele. Escarlatiniforme – Semelhante à escarlatina. impedindo a transmissão dos centros nervosos. e sua progressiva destruição permite que os diferentes órgãos do corpo deixem de exercer suas funções. exceto em sua parte anterior. Esclerodactilia – Esclerodermia limitada aos dedos. denominado escarificador. Escoliose na primeira infância – Presença de hemivértebras anormais que. Esclerose múltipla – Degeneração da mielina. o desnivelamento da pélvis e o desequilíbrio do nível das escápulas ao inclinar-se para frente. Escarlatina – Infecção estreptocócica aguda que afeta.ESCARA Escara de decúbito – Úlcera perfurante na região lombar das pessoas imobilizadas pela paralisia ou pelo estado de coma. substituída pela córnea. A mielina é uma substância branca que protege as fibras dos neurônios. Escleroticotomia – Incisão da esclerótica para aliviar o glaucoma. Escoliose infantil – Presença de uma ou mais curvas laterais da coluna vertebral da criança. Esclerotomia – Escleroticotomia. especialmente. destinada a corrigir glaucoma. Esclerite – Inflamação da esclerótica. Esclerólise – Ação resolutiva exercida por substâncias ou medicações sobre as produções patológicas de tecido fibroso. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E Escápula Escápula ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . afetando segmentos mais ou menos longos. Escleroma – Placa de endurecimento. onde vive em parasitismo. caracterizada por fibrose. causam deformação intensa. Causa febre. que produz uma atrofia dos músculos das extremidades e que se propaga até afetar a maior parte do corpo. na qual o lactante manifesta uma tendência a manter o tronco e a cabeça para o lado da concavidade.

Escrofulose – Tuberculose ganglionar. Esfigmocardiógrafo – Aparelho que registra. Esfoliação – Desprendimento das camadas mortas da superfície da pele. Esfenoidal – Referente ao osso esfenóide. que tem bolsa de veneno. Escroto Escroto Escrotocele – Hérnia do escroto. perda superficial dos tecidos. Esculápio. espessa e branca. perda de líquidos. filho de Apolo. Zeus. junto ao clitóris. Escopofilia – Prazer sexual que se obtém pela observação de cenas sexualmente estimulantes ou os genitais de outras pessoas. Esfacelodermia – Gangrena da pele. Esofagite – Inflamação da mucosa interna do esôfago. Esofagismo – Espasmo do esôfago. uma variedade de craniostenose. Escorbuto – Doença originada pela falta de vitamina C ou ácido ascórbico. Esculápio – Na Mitologia grega. um báculo com uma serpente enrolada em volta dele. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Escrotal – Relativo ao escroto. matou-o com um raio. Esculápio considerava sagradas as serpentes. Escrotite – Inflamação do escroto. Escotoma – Ponto escuro no campo visual. de odor desagradável no sulco bálano-prepucial e na base dos pequenos lábios. acompanhado de hemorragia. Esfigmograma – Traçado do pulso. Esmagamento. Deus da Medicina. Escoriação – Erosão. os movimentos do pulso. Escroto – Pele que recobre testículos e epidídimos. geralmente pelo refluxo de suco gástrico procedente do estômago. Conseguiu um domínio de tal ciência que não somente curava os doentes. Esfregaço cervical – Esfregaço das secreções mucosas do colo do útero. Esferócito – Glóbulo vermelho de forma esférica. Esmalte – Camada externa dos dentes. Escrofulodermia – Tuberculose da pele. Escorpião – Aracnídeo venenoso que apresenta uma estrutura capaz de puncionar. ○ ○ ESOFAGITE Esfenocefalia – Malformação do crânio caracterizada por um aspecto triangular com vértice posterior. Esfíncter – Faixa circular de fibras musculares que fecham uma abertura normal do organismo. Esfincterotomia – Divisão dos músculos de um esfíncter. inversa à trigonocefalia. Esfincteroplastia – Reparação cirúrgica de um esfíncter. temeroso de que Esculápio ensinasse aos mortais a escapar da morte. isto é. Esfincteralgia – Dor no esfíncter. Também chamado voyeurismo.ESCOLIÓTOMO Escoliótomo – Instrumento para cortar ossos ou tecidos duros. Esfígmico – Relativo ao pulso. graficamente. foi ensinado na arte da cura pelo centauro Quirón. Amostra de laboratório para o exame microscópico que se prepara estendendo uma fina película de tecido sobre uma porta de vidro transparente. Esfregaço – Material espalhado numa lâmina de vidro para exame. Esmegma – Secreção das glândulas sebáceas. daí deriva o símbolo da Medicina moderna. Escotoma cintilante – Pontos luminosos no campo visual. Esfenóides – Osso ímpar que se articula com todos os ossos do crânio. Esfigmanômetro – Instrumento utilizado para medir a pressão arterial. Segundo a lenda. síndrome de – Traumatismo significativo que esmaga e destrói grande quantidade de tecido muscular e ósseo. Escrófula – Tuberculose ganglionar.

Espelho frontal – Espelho circular que o médico prende à sua testa e que. Esofagostenose – Estreitamento do esôfago. Esofagocele – Hérnia do esôfago. Específico – Medicamento que age de maneira especial curando determinada doença. Espermatocistite – Inflamação da vesícula seminal. dedica mais dois a seis anos para adquirir conhecimento e técnicas relacionadas ○ ○ ESPERMOGRAMA ao diagnóstico e tratamento das doenças. com espasmo. Espéculo – Instrumento que se usa para separar e retrair as paredes de uma cavidade orgânica a fim de facilitar seu exame. a partir da qual se produzem os espermatozóides mediante o processo de espermatogênese.ESÔFAGO Esôfago – Segmento do tubo digestivo que liga a faringe ao estômago. após os seis anos da graduação. Espermatocele – Cisto em uma parte do epidídimo. Esofagoscópio – Instrumento para exame visual do esôfago. Espécie – Grupo de animais ou de vegetais que têm as mesmas características. Espermograma – Estudo de laboratório do produto da ejaculação. Espaço linfático – Espaço microscópico entre as células. Espermatogênese – Processo de formação do esperma. Especialista – Médico que. Esofagotomia – Incisão do esôfago. permite uma série de exames. Espasmolítico – Medicamento que combate espasmo. Espermatogonia – Célula germinal masculina. Esofagoplastia – Operações destinadas a corrigir defeitos do esôfago. Espermicida – Agente químico que tem a capacidade de destruir os espermatozóides e é utilizado com finalidade anticonceptiva. Esofagoptose – Prolapso do esôfago. Esperma – Líquido formado pelos espermatozóides e pelas secreções da próstata e vesículas seminais. Espermatite – Deferentite. Esparadrapo – Emplastro adesivo. de metal ou de outro material achatada e sem lâmina cortante. Capuz ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E Esôfago ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Cauda Cabeça ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Espermatozóide ○ ○ Esôfago Espermatúria – Presença de esperma na urina. mediante reflexão do raio luminoso. contida no testículo. inflamação do ducto deferente. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Espasmo – Contração involuntária e espontânea de um músculo de qualquer localização. Espermatorréia – Incontinência de esperma. Espaniomenorréia – Alongamento do intervalo que separa as regras. Espátula – Espécie de faca de madeira. Tal especialidade depende da realização de um programa credenciado e/ou reconhecimento por Sociedades de Especialistas. Espástico – Em estado espasmódico. Esofagomalácia – Amolecimento do esôfago. Espermatozóides – Células haplóides masculinas produzidas no testículo e eliminadas durante o processo de ejaculação. Espasmódico – Rígido. Esotropia – Estrabismo convergente. Esofagostomia – Abertura de comunicação entre o esôfago e o exterior.

Esplenotomia – Incisão no baço. doenças não endêmicas nem epidêmicas. Espondilalgia – Dor nas vértebras. pescar ou trabalhar com os pés descalços ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Espiroqueta – Tipo de bactérias móveis em forma de espiral como o treponema da sífilis.ESPÍCULA Espícula – Fragmento de um osso. Esporádico – Disperso. Esponjoso – Cheio de pequenos orifícios ou cavidades. Espinha bífida oculta – Fechamento defeituoso da coluna vertebral na região lombosacra não acompanhada de protrusão herniária da medula espinhal nem das meninges. S. Espiral reversa – Enfaixe de um membro. Espondiloartrose – Doença que afeta as articulações posteriores das vértebras. um ou outro indivíduo. Esputo ou escarro – Material expulso dos pulmões. Esplenopatia – Denominação genérica de toda doença do baço. Esplenização – Ato de adquirir consistência semelhante à do baço. que aparece na superfície inferior do calcâneo. em forma de bico. Esplenite – Inflamação do baço. Espirometria – Exame para o diagnóstico da função pulmonar. Esplenomegalia – Aumento do tamanho do baço. Esplenopexia – Fixação cirúrgica do baço. que são vermes platelmintos denominados esquistossomas. Esplenocele – Hérnia do baço. que acaba evoluindo até a fusão final das articulações afetadas. Esporos – Células reprodutoras especiais de micróbios. Esplancnoptose – Queda de uma ou mais vísceras. Espiral – Bandagem em forma de caracol. raro. formado pelo produto da expectoração. Esporão calcâneo – Crescimento ósseo anormal. parte do envelhecimento. a leptospira e o agente causador da febre recorrente. Esplenectopia – Queda do baço. ○ ○ ESQUISTOSSOMOSE Espondilite anquilosante – Doença inflamatória crônica. Espirro – Expulsão forçada. De onde se extraem as ergotinas e derivados. especialmente na coluna vertebral. empregada em algumas operações. o Claviceps purpurea. Esporão de centeio – Excrescência que se forma no centeio quando atacado por um fungo. Espru – Doença de carência do tubo digestivo. Espondilartrite – Inflamação das articulações vertebrais. Esporulação – Reprodução pela formação de esporos. involuntária e súbita de ar por meio da boca e nariz. acidentalmente. Esplenodínia – Dor no baço. Espondilite – Inflamação de uma vértebra nos corpos vertebrais. acidental. casual. Espuma de fibrina – Substância seca extraída da fibrina humana e que facilita a coagulação do sangue. S. Esplâncnico – Relativo às vísceras. como o Schistossoma mansoni. Esqueleto – Conjunto de ossos e articulações do corpo. Espirômetro – Aparelho que mede a capacidade respiratória dos pulmões. Esplenomalácia – Amolecimento do baço. Esporicida – Agente desinfetante capaz de destruir os esporos bacterianos. Esplenoptose – Queda do baço. Esplenopneumonia – Pneumonia com esplenização do pulmão. Esplênico – Relativo ao baço. haematobium. As extremidades compreendem outros 126 ossos. que atacam. Espinha bífida – Fissura congênita dos arcos vertebrais. espalhado. Esplancnocele – Hérnia de uma víscera ou de parte dela. Espondilose – Doença que afeta os discos que separam as vértebras. saponicum. Esplenelcose – Ulceração do baço. com anemia macrocítica e outras manifestações. A região axial do esqueleto. Esporões – Relevos laterais de osso na articulação. da cabeça e do tronco se constitui de 74 ossos. A doença é adquirida ao banharse. Esquistossomose – Doença parasitária causada por esquistossomos. Esplenectomia – Retirada cirúrgica do baço.

Estafiloma – Protusão da córnea ou esclerótica em caso de inflamação. vigoroso. Esteatorréia – Aumento da quantidade de gordura contida nas fezes. Estado de mal asmático – Ataque severo de asma que dura mais de 24 horas e impede a respiração. Esteatoma – Lipoma. Estafilococemia – Presença de estafilococos no sangue. Estenose – Estreitamento ou diminuição do calibre de um conduto. por meio da circulação sangüínea chegam ao fígado. Estafilococos – Bactérias em forma de cacho de uvas. onde se convertem em vermes adultos que migram até a bexiga e o intestino principalmente. Estapédico – Relativo ao estribo. uma cavidade ou uma víscera oca. Estenose aórtica – Doença obstrutiva ou estreitamento da válvula aórtica. as larvas atravessam a pele e. Estenosado – Estreitado. ○ ○ ESTENOSE prio entorno e reage de forma contrária à conduta normal. Esteapsina – Fermento contido no suco pancreático e que digere gorduras. Estafilorrafia – Sutura da úvula. Estase – Estagnação de um líquido. Estado de mal – Crises contínuas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E Larva Esquistossomose Esquizofrenia – Grave transtorno mental caracterizado pela desconexão da realidade. Estênico – Forte. Estágios do câncer – Sistema de classificação que permite descrever o grau de extensão de um tumor maligno e suas metástases. Estapedectomia – Retirada cirúrgica do estribo da orelha média com implante de enxerto e prótese.ESQUIZOFRENIA em águas contaminadas. Estado onírico – Alteração da consciência na qual a pessoa afetada não reconhece seu pró- ○ Esqueleto ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Estenose aórtica . dificultando a passagem de líquidos ou de outras substâncias por seu interior. tumor de tecido gorduroso. Esteatose – Degeneração gordurosa. Estafilite – Inflamação da úvula. Estado epiléptico – Sucessão de ataques epilépticos graves. Estafiledema – Edema da úvula.

Esterilização – Ato pelo qual se incapacita uma pessoa de reproduzir-se por métodos cirúrgicos. Estenose mitral – Lesão obstrutiva da valva mitral. Esternocleidomastóideo – Forte músculo do pescoço. situado abaixo do diafragma. Esternalgia – Dor no esterno. Estomacal – Relativo ao estômago. Estereotipia – Exagero do automatismo no curso de doenças do sistema nevoso. Esterol – Esteróide com um grupo alcoólico. Estetoscópio – Instrumento que se utiliza na ausculta. Estimulante – Que acelera uma função. Esternotomia – Secção cirúrgica do esterno. no epigástrio. Esternutação – Espirro. Processo de destruição de microorganismos que existem na superfície ou na espessura de um objeto qualquer. Estesiômetro – Instrumento destinado a medir a sensibilidade táctil. ○ ○ ESTÔMAGO Estesia – Sensibilidade. Estertor – Sons respiratórios anormais que se escutam durante a auscultação torácica. Estereognosia – Reconhecimento de um corpo pelo tato. Estéril – Incapaz de conceber ou de fecundar. Marca deixada por uma ferida cicatrizada. Nome dado a sinais permanentes que permitem o diagnóstico de doenças como a sífilis. Estilóide – Semelhante a uma pena ou um estilete. Estercoral – Sinônimo de Fecal. por meios físicos ou químicos. Em Cirurgia. Estimulante difusivo – Estimulante que tem efeito rápido e passageiro. Estômago – Parte dilatada do tubo digestivo que secreta o suco gástrico. Esteróide anabolizante – Compostos derivados da testosterona ou preparados sintéticos que fomentam o crescimento geral do corpo e possuem efeitos virilizantes. como a cortisona. quando elas saem de um capilar por diapedese. porém difíceis de identificar. Esteróides – Grupos de hormônios cuja fórmula química deriva da estrutura tetracíclica que caracteriza os esteróis e que são formados a partir do colesterol. Estereotaxia – Operação destinada a acessar uma região do cérebro. livre de microorganismos. Estercorária – Diz respeito aos excrementos. Estereoagnosia – Impossibilidade de reconhecer os objetos pelo tato. Esternal – Relativo ao osso esterno. Esterilidade – Condição de uma pessoa de não poder reproduzir. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Estetoscópio ○ ○ Estigmata – Orifício microscópico que as células migradoras produzem ao perfurar as células endoteliais. Esôfago ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Duodeno Estômago ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Estômago . Esternutatório – Que provoca espirro. asséptico. Esterno – Osso chato vertical e mediano situado na face anterior da parede torácica.ESTENOSE Estenose do piloro – Estreitamento do esfíncter pilórico na saída do estômago.

Estreptocinase – Enzima que dissolve os coágulos de fibrina. dotado. Estomia – Sufixo que designa uma intervenção cirúrgica de derivação. fundamentalmente. Estria – Sulcos finos que aparecem. Estriturotomia – Incisão de uma estenose. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Estomato – Orifício microscópico que as células migradoras produzem afastando as células endoteliais. sendo máxima no momento da ovulação. quando atravessam o revestimento ou quando saem de um capilar por diapedese. Estrato – Camada. Estrangúria – Micção dolorosa. por exemplo. Estreito – Nome dado aos estreitamentos da bacia óssea. Estomite – Inflamação da mucosa do estômago na boca de uma gastrenterosmia. estimulante do sistema nervoso central e convulsivante.ESTOMATITE Estomatite – Edema inflamatório de toda a mucosa da cavidade bucal que pode causar dores e/ou prurido. Estratificado – Em camadas. Estridor – Ruído respiratório anormal de alta freqüência. Estrídulo – Que causa ruído agudo como um assobio. nos ovários. Sua produção varia segundo as fases do ciclo menstrual. Estricnismo – Intoxicação crônica pela estricnina. São várias moléculas distintas. Estratigrafia – Princípio de construção do corpo humano que o estudo por meio de camadas. Estribo – Osso da orelha interna. Estrangulamento – Interrupção da respiração por compressão e obstrução da laringe ou traquéia. extraído das sementes de Strychnos nux vomica. em cadeias. Causam uma grande quantidade de doenças no homem. Estreptococcia – Doenças decorrentes de uma infecção pelo estreptococo. ○ ○ ESTRÓGENOS Estreptococos – Microorganismos esféricos do gênero Streptococcus que se agrupam. incluindo febre reumática. pneumonias e septicemias. Estreptomicina – Antibiótico da família dos aminosídeos elaborado pelo Streptomyces griseus. produzido por uma obstrução na traquéia ou laringe. bem mais ativa que esta e que é considerada como o verdadeiro hormônio feminino. Estomatorragia – Hemorragia da boca. Estresse – Estado reacional de um organismo submetido à ação de um excitante qualquer. escarlatina. Estrabismo – Perda do paralelismo normal na posição de ambos os olhos. Estomatologia – Especialidade médica que se dedica ao tratamento das doenças da boca e de suas alterações. Estricnina – Alcalóide de grande toxicidade. Estomizado – Portador de uma derivação externa para a urina ou as fezes. difteria. amigdalite e faringite. Estradiol – Substância semelhante à estrona. na pele do abdome em conseqüência de rupturas na derme quando este não pode adaptar-se aos aumentos de volume do corpo na gestação. Estomatocitose – Hiper-hidratação das hemácias observada em anemias hemolíticas hereditárias. entre as quais a mais importante é o estradiol. Estrógenos – Hormônios sexuais femininos produzidos. Ocorre durante a inspiração e costuma ser sintomático de doenças como asma. de atividade antibacteriana contra o bacilo de Koch e numerosos germes Gram negativos. Estreptococo B-hemolítico – Bactéria da família das lactobacteriáceas que se caracteriza por produzir uma substância ou exotoxina que destrói os glóbulos vermelhos do sangue e é causadora de doenças de origem reumática. Estro – Período de atividade sexual no animal. Estrogênico – Hormônio que provoca o estro na mulher e nas fêmeas de mamíferos. Estresse pós-traumático – Transtorno mental caracterizado pelo aparecimento de ansiedade como resposta emocional a um fenômeno traumático ou a uma situação de intenso estresse ambiental. edema de glote. in vitro e in vivo. caracteristicamente.

envergadura. Etilista – Alcoólatra. Etilismo – Alcoolismo. seria portadora dos genes. como o LSD. sem amparo legal. vomitivo. em geral. a maconha e outros alucinógenos. que se caracteriza pela desconexão do paciente de seu entorno. Exame antropométrico – Inclui todas as medições. Eucromatina – Parte da cromatina que quase não se cora durante a interfase e que. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Evaginação – Saída anormal de um órgão. sem sofrimento. Estupefaciente – Entorpecente. Etiologia – Estudo das causas das doenças. reviramento para fora. Eunuco – Indivíduo de quem se retiram os órgãos genitais. trama de um órgão. sem uma base real. efêmero. Estrongiloidíase – Parasitose provocada pelo verme Strongiloides. A infecção se adquire com a penetração do parasita pela sola dos pés. misturas e migrações das diferentes raças com a ajuda da história da lingüística e dos dados da etnografia. conflitos ou sentimentos desagradáveis. são deglutidos e passam para o intestino. altura. Etologia – Estudo do comportamento dos animais. Étnico – O que concerne à raça ou depende dela. Eventração – Hérnia do intestino na parede abdominal. Evanescente – Passageiro. Eversão – Destruição. Às vezes. Eteromania – Embriaguez habitual pela inalação de éter. a vida de um doente reconhecidamente incurável. ruína. Prática.ESTROMA Estroma – Em histologia. Euforia – Sentimento anormal ou exagerado de bem-estar físico e emocional. Eterização – Anestesia pelo éter. Eugenesia – Cruzamentos cujos produtos ou mestiços são indefinidamente fecundos tanto entre eles como com os indivíduos das duas raças-mães. sem dor ou sofrimento. Eupnéia – Ritmo respiratório normal. Estupor – Estado de falta de resposta a estímulos externos e de letargia. seja purgativo. de tecido conjuntivo cujas malhas sustentam as células e formações celulares. pelo qual o indivíduo tenta evitar estímulos. Exacerbação – Agravação dos sintomas. narcótico. Estuporoso – Que se liga ao estado de estupor. envolvido por membrana nuclear. Euforizante – Substância que tende a produzir ○ ○ EXAME certo estado de euforia. Evolução – Desenvolvimento de um órgão de um ser ou de um grupo de organismos. Evacuante – Medicamento que produz evacuação. Estrumite – Inflamação da glândula tireóide. Eupéptico – Que auxilia a digestão. formado. Eutócia – Parto natural. Eutrofia – Nutrição e desenvolvimento perfeitos e regulares de todas as partes do organismo. visa essencialmente evitar o nascimento de crianças afetadas por doenças hereditárias. Evisceração – Saída dos órgãos abdominais provocada pela abertura ou pelo rompimento de uma incisão cirúrgica. a partir de um órgão. onde são produzidos os ovos que são eliminados com as fezes. dobras cutâneas e perímetros. passando para a circulação sangüínea e chegando aos pulmões. favorecendo o contágio quando se anda descalço por lugares infectados. pela qual se busca abreviar. Estrumectomia – Retirada cirúrgica de um bócio. Euploidia – Estado de células euplóides. como peso. Etmóide – Um dos ossos da base do crânio que forma o teto das fossas nasais. Etnologia – Estudo das origens. a mescalina. Eutanásia – Morte serena. Eugenia – Ramo espúrio da ciência que se propõe a estudar as condições mais favoráveis ao melhoramento qualitativo da raça humana e a fixar as regras de uma boa reprodução. diurético ou outro. onde produz tosse e irritação das vias respiratórias. Eucariota – Organismo composto por uma ou mais células que possuem núcleo distinto. Evitação – Mecanismo psicológico defensivo consciente ou inconsciente. contrariamente à heterocromatina.

Exógeno – De causa externa. mais ou menos volumoso. como forma de conseguir gratificação sexual.EXAME Exame de esforço – Eletrocardiograma obtido enquanto o paciente faz exercícios caminhando depressa sobre uma esteira rolante. Exodontia – Extração de dentes. Exócrino – Que tem relação com a secreção de produtos eliminados diretamente. Exoesqueleto – Esqueleto externo em animais. ela acompanha a exosserose. Exame físico – Investigação dos diferentes sistemas do corpo para determinar seu estado de saúde ou doença mediante técnicas manuais ou instrumentais: inspeção. Exames de coagulação – Análises do sangue destinadas a conhecer as possíveis alterações da coagulação sangüínea. Expectante – Ato de deixar a doença seguir seu curso natural. o Homem possui esqueleto interno. Excreção – Ato fisiológico em virtude do qual o produto das secreções de uma glândula é vertido para fora dessa glândula por meio de canais especiais. Exame do manguito – Exame clínico destinado à determinação da possível fragilidade capilar do paciente. Exocervite – Lesões observadas na superfície do colo uterino. conseqüente à necrose. seja nos tegumentos externos ou em uma mucosa. Excisão – Corte ou retirada de um órgão ou parte dele. Exame da mama – Processo de observação e apalpação das mamas e de suas estruturas acessórias com o objetivo de descartar a presença de alterações indicativas de uma doença maligna. Exantema – Erupção visível ou palpável da superfície da pele. denominados dutos excretores. avaliar o grau de uma função orgânica ou determinar a origem de uma doença. Os exames de laboratório são de grande ajuda ao médico para confirmar um diagnóstico e ajudar no controle das doenças. que se reflete no registro eletrocardiográfico. Exérese – Extirpação cirúrgica. Exocitose – Presença nas lesões epidérmicas do eczema. Emprega-se para detectar isquemia miocárdica durante o esforço. sobre a superfície de qualquer órgão. Exencéfalo – Monstro caracterizado pela localização do encéfalo por trás do crânio. Exibicionismo – Transtorno mental psicossexual que costuma afetar o homem e que se caracteriza pela tendência repetitiva de mostrar os genitais a mulheres ou meninas desconhecidas em situações socialmente inaceitáveis. de células mononucleares. faltando a parede superior deste. para determinar a severidade e o prognóstico de uma angina e para avaliar a eficácia do tratamento e a capacidade funcional do indivíduo. linfócitos e histiócitos. que excita. Excipiente – Veículo inerte para uma fómula farmacêutica. assim como a parede posterior do canal vertebral. Processo de secreção celular. Exames de laboratório – Técnicas ou procedimentos realizados em laboratório para detectar. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ E ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . palpação. Exostose – Projeção óssea para fora da superfície do corpo. Excitante – Estimulante. Exotoxina – Toxina externa. Excreta – Resíduos eliminados do corpo. em lâminas. da cartilagem. geralmente no contexto de uma doença infecciosa. ○ ○ EXPECTANTE Excitabilidade – Capacidade de reagir a um estímulo. percussão e ausculta. Serve para avaliar se uma dor torácica deve-se ou não a uma enfermidade coronária. Exoftalmia – Protusão dos globos oculares para o exterior. do tendão. Exames alergênicos – Quaisquer procedimentos utilizados para identificar alergênicos específicos aos quais um paciente é sensível. Exfoliação – Desprendimento de partes do osso. identificar ou quantificar substâncias. limitando-se a atenuar sintomas. Exaustão – Esgotamento da energia. vindos da derme. Excrescência – Tumor. decorrente do aumento do volume do conteúdo da órbita.

Fixação e desenvolvimento do ovo fecundado fora da cavidade uterina. Exsanguinotransfusão no recém-nascido – Intercâmbio da maioria do sangue circulante de um recém-nascido mediante extrações repetidas de pequenas quantidades de sangue e substituição destas com quantidades iguais de sangue de um doador. Exsangue – Sem sangue. depois reincorporado.EXPECTORAÇÃO Expectoração – Expulsão de muco. com exclusão da via piramidal e do cerebelo. Extrapiramidal – Sistema do sistema nervoso central cuja lesão causa hipertonia muscular permanente generalizada decorrente do comprometimento da via motora extrapiramidal. abrir o braço. reduzindo a viscosidade de determinadas secreções ou diminuindo sua aderência às vias respiratórias. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Extrofia – Vício de conformação de órgão membranoso cuja mucosa se encontra descoberta. etc. Exulceração – Ulceração leve ou superficial. Extra-articular – Do lado de fora da articulação. fibrinoso ou mucoso. ○ ○ EX Extensor – Músculo que provoca uma extensão. Extradural – Fora da dura-mater. estender a perna. obtida por uma transfusão maciça. por exemplo. rico em proteínas. Experimental – Fundado na experiência ou em experiências. Extensão – Estender um osso afastando-o de outro. Extrasístoles – Contrações prematuras do miocárdio. Exumação – Ato de desenterrar um cadáver para exames. Extirpação – Retirada completa. dos brônquios e da traquéia. Exsudato – Líquido orgânico seroso. que resulta de uma superfície inflamada. Exsanguinotransfusão – Substituição total do sangue de um doente. Ex-vivo – Quando um tecido ou órgão é retirado do corpo. Expiração – Saída de ar dos pulmões mediante processo passivo. Extrovertido – Pessoa cujos interesses se voltam para o exterior. feita ao mesmo tempo que a retirada de uma quantidade de sangue equivalente. Extrínseco – Provém de fora. Expressão – Ato de espremer. catarro ou líquido procedente da traquéia ou dos pulmões por meio da tosse. Expectorante – Medicamento que facilita a eliminação do muco ou de outros exsudatos dos pulmões. Extra-uterino – Situado fora da cavidade uterina. Conjunto dos núcleos cinzentos motores e das fibras eferentes e eferentes situadas nas regiões subcorticais e subtalâmicas. Extroversão – Reviramento para fora.

nervo motor dos músculos cutâneos da face e do pescoço. Facólise – Em Oftalmologia. Facilitação – Em Fisiologia. Fagocitose – Fenômeno que consiste no englobamento e na destruição. Facies – Expressão fisionômica. denominados quirodáctilos. situada abaixo da linha dos supercílios. operação que consiste na dissolução do cristalino por enzimas. e dos pés. Facial – Relativo à face. Falciforme – Em forma de foice. Fanatismo – Auge do zelo por uma crença ou causa. Todo exame diagnóstico tem porcentagem de pacientes nos quais não se detecta o transtorno. Termo aplicado à doença dos glóbulos vermelhos do sangue. FAN – abreviação de fator antinuclear. Fantasia – O mundo da imaginação. no sistema nervoso. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ F ○ ○ ○ ○ ○ ○ Pseudópodes Fabela – Osso sesamóide localizado na região posterior do joelho. falsamente. Fagedênico – Que destrói tecidos vizinhos. uma normalidade que não é verdadeira. Superfície de um órgão. denominados pododáctilos. processo pelo qual um reflexo se estabelece mais facilmente quanto maior a freqüência com que se repetem excitações que o desencadeiam. no qual é indicada. Familiar – Que afeta vários membros de uma mesma família. pelos fagócitos. Fadiga – Estado de esgotamento ou perda da força que se observa após exercício físico intenso. Falo – Pênis. Falso negativo – Resultado errôneo de um exame de diagnóstico sobre um paciente.FABELA ○ ○ FANTASIA Fagócito – Célula que tem a propriedade de englobar outras células ou corpos estranhos. em Biologia situada entre a ordem e o gênero. Face – Região anterior da cabeça. de partículas sólidas organizadas ou inertes. Facosclerose – Esclerose do cristalino. em particular. Facomatose – Pequenos tumores ou cistos situados em diversos pontos do corpo e. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Fagossomo ○ ○ ○ Fagocitose ○ ○ ○ ○ Falange – Cada um dos 14 ossos que compõem os dedos da mão. Sétimo par de nervos cranianos. Facomalacia – Amolecimento do cristalino. Família – Unidade de classificação.

Faringite – Inflamação da faringe. Os seres humanos Rh positivos possuem aglutinógeno especial. Coleção ou repositório de receitas de medicamentos básicos ou gerais. Faringoplegia – Paralisia dos músculos da faringe. necrose com edema de evolução rápida. É um órgão que pertence ao sistema respiratório e digestório. identificação. Faringoamigdalite – Inflamação infecciosa das tonsilas palatinas e da faringe. Faringotomia – Incisão da faringe. e se arrolam os medicamentos aprovados pelo Estado. uma aglutinina. resultando em amplas placas hemorrágicas e bolhas. Farmacêutico – Graduado em um curso superior de Farmácia e Bioquímica. Faringoscópio – Instrumento para exame da faringe. Fasceíte necrotisante – Infecção das fáscias. e 37. Fastígio – O ponto mais elevado. Podem ser características próprias da pessoa ou fatores externos. Não pode prescrever medicamentos. letal. Faringectomia – Retirada cirúrgica da faringe. Febre amarela – Uma das doenças virais tropicais mais perigosas. Livro que serve de padrão para o preparo e a análise dos medicamentos. acompanhada de estado de choque. sua transformação em outras substâncias e sua eliminação. Inclui o processo de absorção do remédio. Fator Rh – Rh é a abreviatura de Rhesus. Farmacomania – Vontade imperiosa que pessoas sentem de tomar medicamentos. Farmacopéia – Livro oficial em que se reúnem fórmulas e preceitos relativos à preparação de medicamentos. Febre – Síndrome caracterizada pela elevação da temperatura central do corpo em repouso para acima de 37. ato exclusivo de Médicos. Fascia – Aponeurose. É endêmica na África Central e em regiões da América do Sul. Farmacocinética – Ação que o organismo exerce sobre um remédio. incoordenada e incontrolável de pequeno grupo muscular. Farmacodinâmica – Parte da farmacologia que tem por objeto o estudo da ação exercida pelos medicamentos. pela manhã. das propriedades. O fator de risco deve preceder a doença e variar com ela.5º.8º. das aplicações e das ações dos medicamentos. Fator de coagulação – Fatores presentes no sangue cuja interação é responsável pela coagulação sangüínea. sua distribuição pelo organismo. Faixa de tecido conjuntivo que envolve o músculo. É produzida pelo flavivirus e transmitida pela picada do mosquito. Fatal – Mortal.FARINGE ○ ○ FEBRE Farmacologia – Estudo da preparação. em seus glóbulos vermelhos. Faringodinia – Dor na faringe. Fasciculação – Contração localizada. Fasceíte – Inflamação de uma fáscia. Fatores de risco – Fatores que estabelecem uma relação causa-efeito com relação a uma doença. Há quadro grave de fe- Faringe Cavidade oral Faringe – Conduto que transporta o ar da cavidade do nariz até a laringe. à noite. Farmacogenética – Ciência que estuda a influência dos fatores genétricos sobre as reações do organismo aos medicamentos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Faringe ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Fator reumatóide – Auto-anticorpos do tipo imunoglobulinas denominadas IgM contra imunoglobulinas próprias. Farmacognosia – Parte da farmacologia que trata das drogas ou substâncias medicinais antes de serem submetidas a qualquer manipulação.

Febre tifóide – Doença causada por bactérias que pertencem ao gênero salmonella. e a partir do qual se disseminam por meio das fezes. secreção nasal aquosa e coceira. leite e carnes. ao manejar material infectado ou ingerir leite infectado de ovelhas. a pele. Febre entérica – Febre tifóide. pela uretra. o sistema nervoso e o tecido celular subcutâneo. em cujo intestino se reproduzem. doença hepática e cardíaca. Febre eruptiva – Qualquer doença febril acompanhada de erupção na pele. Pode ocorrer em situações não patológicas ou ser o início de uma doença. às vezes. que pica sobretudo à noite. cefaléia. mal-estar. mas sem desaparecer. Feculúria – Emissão. contaminando águas e alimentos. separados por intervalos assintomáticos de aparente recuperação. por isso a prevenção com a vacinação e o controle de mosquitos é fundamental. É freqüente em pessoas de idade avançada. Essas bactérias têm como hóspedes Homens e animais. Febre por flebótomos – Infecção aguda causada por um vírus bastante leve. Ovócito ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ F ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 1 3 ○ ○ ○ ○ ○ © Espermatozóides ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 2 4 Fecundação ○ ○ ○ Fecundação in vitro – Técnica de reprodução assistida que se usa como tratamento da esterilidade e infertilidade quando houve fracas- ○ ○ ○ ○ . lesionando-se tanto as valvas quanto as articulações.FEBRE bre. com obstipação intestinal crônica e alterações do estado mental. como a tuberculose. Fecaloma – Massa dura e compacta de fezes no cólon. Febrícula – Aumento leve da temperatura do corpo. entre 37 ˚C e 38 ˚C. debilidade. icterícia e hemorragia na pele e nos órgãos internos. Febre reumática –Transtorno imunológico que ○ ○ FECUNDAÇÃO ocorre depois de faringite por um tipo especial de estreptococo. Febre recorrente – Grupo de infecções caracterizadas por ciclos repetidos de febre elevada. Febre renitente – Febre que apresenta melhoras ou diminuição. em especial. Transmite-se ao Homem pela picada da fêmea da mosca Phlebotumus. Pode ser transmitida por carrapatos e piolhos. Febre intermitente – Alternâncias de febre e temperatura normal como na malária. de matérias fecais misturadas com a urina. Pode ser verificada em doentes simuladores ou pacientes com transtornos mentais que pretendem obter algum ganho indireto com a presença da febre. É adquirida pelo Homem ao inalar o pó infectado. lacrimejamento. Febre do feno – Rinite alérgica estacional com conjuntivite. que se caracteriza por um começo brusco de febre. espirros. Febre botonosa – Doença causada por Rickettsia conorii transmitida ao ser humano pela picada de um carrapato. Não existe tratamento específico. em razão existência de uma fístula enterovesical. Febre Q – Doença infecciosa aguda causada por uma rickettsia. Febre artificial – É uma elevação da temperatura corporal causada por medidas artificiais tentando simular uma febre verdadeira. os de origem animal como ovos. Antigamente se usava como tratamento de algumas doenças que melhoravam com a febre. Fecundação – União de um gameta masculino e um gameta feminino com formação de um zigoto. de cura espontânea. cabras ou vacas. Fecalóide – Com odor e aspecto de fezes. pneumonia e. há resposta imune desproporcionada. com alta mortalidade. dores articulares.

Fecundidade – Também denominada fertilidade. Consiste em pôr em contato o óvulo e os espermatozóides fora do corpo humano. Fel – Bile. uma janela que é recoberta por um enxerto cutâneo delgado em continuidade com a membrana do tímpano. Feocromocitoma – Tumor que secreta catecolaminas: adrenalina e noradrenalina. Ferro oxidado. seguido de rubor e calor. Ferida cirúrgica – Incisão cirúrgica. O fenótipo é determinado pela interação do genótipo e de fatores ambientais que rodeiam o indivíduo. é a capacidade de ter descendentes. secretada por um indivíduo. Ferida supurada – Que apresenta pus. Procedimento destinado a devolver a audição dos indivíduos acometidos de otospongiose. no canal semicircular externo. Fermentação alcoólica – Fermentação com produção de álcool. Ferruginoso – Que contém ferro. Por isso. Ferropriva – Provocada pela falta de ferro. Fenótipo – Conjunto de características observáveis em um indivíduo. como antisepsia. Ferropenia – Carência de ferro com diminuição de seus níveis sangüíneos e de suas proteínas transportadoras. Ferida séptica – Ferida infectada. provoca uma resposta particular em outro indivíduo da mesma espécie. o indivíduo transfere para um objeto o desejo sexual pelo sexo oposto. Fêmur – Osso da coxa. Fenestrado – Com aberturas ou janelas. Fermento de cerveja – Levedura de cerveja. Fenitoína – Substância dotada de propriedades antiepilépticas e antiarrítmicas cardíacas. Fermentação acética – Transformação de uma solução alcoólica em vinagre. Fermentação láctea – Degradação do leite pelo ácido láctico. Fermentação butírica – Transformação do leite em ácido butírico. como traços anatômicos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . fisiológicos. Fenol – Ácido fênico. bioquímicos e comportamentais. Feiticismo – Fetichismo. e que. Fêmur Fenestração – Intervenção cirúrgica destinada a fazer uma abertura na camada íntima e média de uma artéria. provocando atraso mental e vômitos. Fenilcetonúria – Doença congênita na qual há acúmulo de fenilalanina.FECUNDIDADE so da inseminação artificial. o estímulo emocional. A feminização deve-se a uma incapacidade dos tecidos para responder aos andrógenos endógenos ou ao excesso de secreção de estrógenos. ○ ○ FERTILIDADE Fenolização – Tratamento pelo fenol. com menos freqüência. segregada pelo Saccharomyces cerevisiae. Ferrugem – Óxido de ferro. Fermentação amoniacal – Decomposição da uréia com formação de amônia. Feixe – Grupamento de fibras. que sofreu dissecção. se avançar. Ferormônio – Substância hormonal que. abrindo. Fenômeno de Raynaud – Espasmo arterial paroxístico que produz crises de palidez e frialdade dos dedos das mãos. O fator desencadeante costuma ser a exposição ao frio e. o maior do corpo. Feminização – Desenvolvimento de características femininas em um indivíduo de genótipo masculino. Fertilidade – Aptidão para fecundação. Perversão sexual e mental. como a aorta. realizam-se exames de detecção precoce em todos os recémnascidos mediante a prova do pezinho. poderá provocar lesões atróficas por isquemia crônica. Ferida infectada – Aquela em que há micróbios.

Fetal – Relativo ao feto. ou seja. pigmentos biliares. situados no tecido celular subcutâneo. ○ ○ FIBROSE Fibrilação atrial – Arritmia cardíaca mais freqüente depois das extra-sístoles decorrentes de contrações isoladas dos átrios. células descamadas. no meio dos quais se observam células de natureza conjuntiva. de tecido fibroso ou conjuntivo totalmente desenvolvido. Fibroscópio – Instrumento flexível constituído de fibra óptica transmissora da luz.FERTILIZAÇÃO Fertilização – Fecundação. pode provocar hemorragias pré ou pós-operatórias. Fibroma – Tumor benigno composto. Fibrose cística ou muscoviscidose – Erro inato do metabolismo. de caráter autossômico recessivo que afeta um a cada ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ F Feto papiráceo – Feto morto. em sua maior parte. Fetichismo – Perversão sexual obsecante e impulsiva conferindo a um objeto ou a uma parte do corpo o poder exclusivo de produzir orgasmo. Fibrilação – Contração isolada de uma fibra muscular. Fibroadenoma – Adenoma com tecido fibroso. toxinas e água. Fibrinúria – Presença de fibrina na urina. Fibrilação ventricular – Alteração do ritmo dos ventrículos que impede o bombeamento efetivo do sangue ao organismo em razão de uma contração ventricular caótica e desordenada. feixes de tecido conjuntivo. Feto a termo – Feto em condições de nascer. comprimido pela ação de um feto vivo. Fibromatose – Desenvolvimento de tumores fibrosos em vários pontos do organismo. com anestesia local. com aproximadamente 280 dias de gestação. Fetoscopia – Observação direta do feto no útero por meio de um fetoscópio. Fibra dietética – Conjunto de polissacarídeos que o tubo digestivo não é capaz de digerir e absorver. bactérias. Fibrinolítico – Que dissolve a fibrina e os coágulos sangüíneos. que equivale a uma parada circulatória. Fibrose – Transformação fibrosa de diversos tecidos. utilizado para visualização de estruturas internas do organismo. Fezes – Conjunto de materiais não digeridos. por carecer de enzimas específicas. Fibrinogênio – Proteína plasmática essencial para a coagulação do sangue que é convertida em fibrina pela ação da trombina. Festinação – Tendência a acelerar o passo para evitar queda antes. Feto – Nome que se dá ao embrião a partir de nove semanas de gestação. Fibra – Elemento filamentoso que constitui os tecidos vegetais e animais. Fibrinólise – Dissolução da fibrina e de um coágulo sangüíneo. introduzido por uma pequena incisão do abdome. É um fenômeno que surge normalmente alguns dias ou algumas semanas após a formação do coágulo. Fibromialgia – Polialgia idiópatica difusa. desenhado para o exame de cada cavidade ou órgão particular do corpo. Fibrila – Pequena fibra. Fibrina – Proteína filamentosa insolúvel que proporciona seu caráter semi-sólido ao coágulo sangüíneo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Feto ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . doença hereditária. Fibroma – Tumor benigno formado unicamente por tecido fibroso. Fibrocartilagem – Cartilagem com tecido fibroso. gorduras.

FIBROSITE dois mil recém-nascidos. Há alteração de quase todas as glândulas exócrinas do organismo, mas com uma intensidade muito variável, acumulação de uma secreção mucosa anormal, que origina uma obstrução dos condutos excretores e uma subseqüente dilatação da glândula. Com o tempo, as glândulas são destruídas e aparece uma fibrose secundária. O pâncreas foi o primeiro órgão onde se constatou esse tipo de lesão. Lesões similares podem ser descobertas nos brônquios e na vesícula biliar. Fibrosite – Inflamação do tecido fibroso caracterizada por um conjunto de sintomas mal definidos, entre os quais se destacam a dor e a rigidez do pescoço, dos ombros e de diversos pontos do tronco. Fibroso – Composto de fibras. Fíbula – Osso da parte lateral da perna. Fígado – Maior órgão sólido do corpo, situado no abdome, do lado direito, denominado hipocôndrio direito. É uma glândula exócrina e endócrina anexa do tubo digestório que secreta bile e intervém em numerosos metabolismos.
○ ○

FÍSICO Filaríase linfática – Doença tropical causada pelas filárias, pequenos vermes que vivem no sistema linfático e cujas fêmeas produzem milhões de microfilárias que são liberadas no sangue. A infecção é transmitida ao homem pela picada de um mosquito que introduz as microfilárias. Produz inflamação dos vasos linfáticos e edemas linfáticos crônicos que acabam produzindo elefantíase nas extremidades. Filaricida – Que mata as filárias. Filariose – Nome reservado a doença determinada pela filária do sangue. Manifesta-se por acessos febris com nevralgia, hematúria, quilúria, adenolinfocele e elefantíase. Filaxia – Proteção, defesa. Filiforme – Em forma de fio. Filodérmico – Que conserva a maciez da pele. Filtração – Passagem por meio de um filtro para clarificação ou esterilização. Filtrado – Líquido que passou por um filtro. Filtro – Dispositivo introduzido em uma veia cava por cateterismo, destinado a bloquear a migração dos coágulos provenientes das veias dos membros a fim de evitar a constituição ou a recidiva de embolias pulmonares. Esses filtros são, na maioria dos casos, colocados dentro da veia cava inferior. Fimose – Estreitamento congênito ou acidental do prepúcio, impedindo a exposição da glande.

Lobo esquerdo

Fígado

Filamento – Fibrila. Filancia – Consistência clara, elástica e típica do muco cervical durante a ovulação. Nessa fase do ciclo menstrual, o muco lembra a clara do ovo, e isso constitui um sinal muito valioso de que a mulher se encontra no período máximo de fertilidade. Filária – Nome dado a parasitas da ordem dos Nematódeos comparáveis a um fio por seu comprimento.

Lobo direito

Fimose

Fisiatria – Ramo da Medicina que estuda a reabilitação. Físico – Cientista versado na ciência da Física.

FISIOLOGIA Fisiologia – Ramo da Biologia que tem por objetivo estudar as funções e propriedades dos órgãos e tecidos dos seres vivos. Fisioterapeuta – Profissional graduado em curso superior que pratica a reabilitação. Fisioterapia – Tratamento de doenças por meio de exercícios e agentes físicos. Fissura – Ulceração alongada e superficial, geralmente muito dolorosa, localizada nas pregas radiadas do ânus. Fissura anal – Alteração da mucosa anal, geralmente causada pela passagem de fezes duras. Causa, dor e sangramento com a deposição, e a dor pode demorar horas para desaparecer. Fissura palatina – Malformação congênita que se caracteriza pela falta de união das duas regiões do palato durante a vida embrionária. Fissuras pulmonares – Sulcos que dividem cada pulmão em partes menores chamadas lobos pulmonares. São visíveis na superfície pulmonar. Fístula – Trajeto congênito ou acidental, dando passagem a um líquido fisiológico ou patológico e mantido pelo próprio escoamento desse líquido. Fístula anorretal – Úlcera em forma de canal estreito e profundo entre a mucosa anal e a pele que rodeia o ânus. Aparece de forma espontânea ou secundariamente à drenagem de um abscesso. Fístula cega – Fístula em que uma das extremidades é fechada. Fistulótomo – Instrumento para incisão de fístulas. Fitobezoar – Corpo estranho do estômago, formado por resíduos vegetais de origem alimentar. Fitofotodermatite – Doença cutânea caracterizada por uma erupção bolhosa decorrente de contato com plantas, exposição ao sol e umidade da pele. Fitoterapia –Terapêutica pelas plantas. Fixação esquelética – Método para manter unidos os fragmentos de um osso fraturado mediante utilização de arames, pregos, placas, gesso ou pinos.
○ ○

FLEGMÃO Fixador externo – Hastes metálicas colocadas distantes do foco da fratura para manter e imobilizar os fragmentos ósseos. Flacidez – Ausência de tonicidade; moleza. Flagelados – Protozoários que apresentam um ou mais flagelos nas extremidades. Flagelo – Cílio semelhante a pêlo e que algumas bactérias apresentam. Flambagem – Ato de imergir o objeto em álcool e atear fogo. Flato – Ar ou gases no intestino. Flatulência – Produção de gases gastrintestinais, causando uma dilatação mais ou menos considerável do estômago ou do intestino. Flebectasia – Dilatação venosa. Variz. Flebectomia – Ressecção de um segmento mais ou menos extenso de uma veia. Flebite – Inflamação de uma veia. Flebóclise – Injeção intravenosa de grande quantidade de líquido. Flebodinia – Dor venosa. Fleboedema – Edema decorrente de dificuldade na circulação venosa. Flebografia – Registro radiográfico de uma veia após injeção, nessa veia, de um produto opaco aos raios X. Permite diagnóstico de doenças do sistema venoso dos membros. Vem sendo substituída por outras técnicas. Flebólito – Concreção calcária que, algumas vezes, forma incrustações nas paredes das veias varicosas. Flebologia – Ramo da Medicina que estuda as veias e suas doenças. Flebopatia – Doença das veias. Fleborrexe – Ruptura de uma veia. Flebosclerose – Transformação esclerosa das paredes das veias, análoga a arteriosclerose. Flebospasmo – Contração espasmódica das paredes de uma veia. Flebotomia – Procedimento cirúrgico por dissecação de uma veia para infusão de fluidos ou extração de sangue. Flebótomo – Inseto díptero hematófago da família dos Psychodidae. Flegmão – Inflamação do tecido conjuntivo superficial ou profundo perivisceral.

F

FLEGMASIA Flegmasia – Inflamação. Fleigmão – Supuração do tecido conjuntivo. Flexão – Movimento de uma articulação sinovial no qual há diminuição do ângulo entre dois ossos. Flictena – Levantamento da epiderme, cheio de serosidade transparente. Esse termo designa, ao mesmo tempo, a vesícula e a bolha. Flictênula – Pequena flictena da córnea na ceratite flictenular. Flictenular – Com flictenas. Flogístico – Inflamatório. Flogogênico – Que provoca inflamação. Flogose – Inflamação. Flora – Conjunto de vegetais. Flora intestinal – Conjunto de bactérias que existem normalmente no intestino. Fluidificante – Que torna fluido; que amolece. Fluido – Líquido. Fluidoterapia parenteral – Administração intravenosa mediante infusão de soluções para manter uma hidratação adequada, restabelecer o volume sangüíneo, compensar a perda de sais eletrolíticos ou prover nutrição. Fluoroscópio – Tela fluorescente que mostra as imagens pelos raios X. Radioscópio. Flutter atrial– Arritmia cardíaca que se caracteriza por contrações irregulares dos átrios e pelo ritmo rápido, mas regular, do coração. Flutter – Distúrbio do ritmo cardíaco caracterizado por um seqüência de contrações regulares e rápidas, sem nenhuma pausa. Flutuação – Movimento ondulatório que se comunica com um líquido contido em uma cavidade do organismo, deprimindo ou percutindo a parede desta com uma das mãos, enquanto a outra é colocada de modo a perceber esse movimento. Fluxo – Escoamento de um líquido. Fobia – Nome dado a apreensões irracionais, angustiantes, que acontecem em determinadas circunstâncias, sempre as mesmas para cada pessoa. Fobia social – Transtorno nervoso caracterizado por um desejo compulsivo de evitar situações nas quais o indivíduo pode ser submetido ao
○ ○

FONTANELA juízo dos demais, como falar, comer, utilizar lavabos ou transportes públicos. Focal – Crise de epilepsia localizada, pelo menos no começo; a descarga elétrica nasce de um foco cortical. Foco – Sede principal de uma doença. Fogarty – Cateter utilizado em procedimento de desobstrução arterial, o qual consiste em introduzir uma sonda especial na artéria, a montante da zona obliterada, munido de um balonete em sua extremidade. A sonda é introduzida o mais longe possível a jusante da obstrução, com o balonete vazio, depois é puxada, e o balonete é inflado. Fogo selvagem – O mesmo que Pênfigo foliáceo. Foice – Parte da dura-máter que forma divisão mediana entre hemisférios cerebrais. Fólico, ácido – Dotado de importante poder antianêmico; existe nos extratos de fígado, nas leveduras, nas películas do arroz e nos espinafres. Foliculite – Inflamação dos folículos e, em particular, dos folículos pilosos. Folículo – Pequeno elemento anatômico em forma de saco. Folículo piloso – Depressão que contém a raiz do pêlo. Fonação – Emissão de sons por meio do fechamento das cordas vocais. Fonética – Estudo dos sons da fala, especialmente no que diz respeito à sua produção, transmissão e recepção. Fonético – Relativo à fonética. Fônico – Fonético. Fontanela – Espaço membranoso compreendido entre os ossos do crânio dos recém-nascidos.
Fontanela

Fontanela

FORAME Forame – Orifício, abertura. Fórceps – Instrumento de obstetrícia em forma de pinça de diferentes tamanhos, constituído de duas pás que podem ser articuladas pelo centro para auxiliar a extração do feto durante a fase expulsiva do parto.
○ ○

FOTOTERAPIA tismo, a osteomalácia e a doença de Paget, assim como transtornos hepáticos e a obstrução biliar, causam aumento da concentração sérica dessa enzima. Fosfátide – Lipóide que contém fósforo. Fosfato – Sal do ácido fosfórico. Fosfatúria – Presença de fosfatos na urina. Fosfolipide – Fosfátide. Fosfolipídios – Lipídios complexos estruturais que formam parte das membranas celulares e nervos. Em geral, por suas características, permitem a passagem de outras gorduras, mas não de água. Fosfonecrose – Necrose da mandíbula; doença rara nos operários que manipulam fósforo. Fossa – Depressão rasa num osso. Fossa oval – Depressão situada na face direita do septo interauricular, no local onde se encontrava o forame oval. Fotobiologia – Estudo dos efeitos da luz sobre a vida. Fotofobia – Temor da luz, mais freqüentemente por causa da impressão penosa e dolorosa que ela provoca. Esse sintoma é encontrado nas afecções oculares e também em afecções cerebrais. Fotômetro – Instrumento para medir a intolerância à luz. Fotopletismografia – Procedimento que permite avaliar a vascularização cutânea. Um raio luminoso é refletido pelos tecidos superficiais e recolhido por uma célula fotoelétrica. Esse método é preconizado nos diversos distúrbios tróficos, para avaliar o prognóstico. Fotoquímica – Estudo dos efeitos da luz sobre as reações químicas. Fotossensibilidade – Clinicamente, sensibilidade aumentada que algumas pessoas têm sob os efeitos da luz. Ela pode ser causada por agentes externos ou por agentes intrínsecos ao próprio organismo. Fototerapia – Método do tratamento que utiliza a ação da luz, seja branca ou colorida. Por extensão, também é aplicado aos tratamentos pelos raios ultravioleta, infravermelho e pelo laser.

F

Fórceps

Fórceps obstétrico – Fórceps para apreender o feto e apressar ou facilitar o parto. Forcipressão – Compressão por pinças. Forense – Relativo ao foro judicial. Formaldeído – Formol. Formol – Aldeído fórmico, anti-séptico utilizado como desinfetante e para fixar as peças anatômicas. Fórmula – Prescrição; receita. Formulário – Lista de remédios na qual se inclui uma quantidade grande e extensa com a informação necessária para permitir ao médico prescrição correta dos tratamentos. Fórnix – Termo que designa estrutura arciforme ou abobadada. Forno de Pasteur – Forno fechado em que se eleva a temperatura para esterilizar os objetos ali colocados. Fosfatase – Enzima que pertence ao grupo das hidrolases e libera fosfatos inorgânicos por hidrólise dos fosfatos orgânicos; existe na maior parte dos tecidos, mas, sobretudo, no osso; desempenha papel importante na mineralização do esqueleto. Fosfatase alcalina – Enzima que intervém na mineralização óssea. A maior parte da fosfatase alcalina circulante do soro procede do osso, mas também se produz no fígado e em outros tecidos. Doenças ósseas como o raqui-

FOTOTERAPIA Fototerapia do recém-nascido – Tratamento que consiste em expor a pele da criança a uma luz fluorescente intensa para conseguir a decomposição do excesso de bilirrubina por fotooxidação, facilitando sua eliminação. Fotótipos – Diferentes tipos de pele dependendo do grau de pigmentação natural que se possui. Fóvea – Depressão em cúpula. Fratura – Ruptura total ou em parte de um osso. São completas quando o osso está quebrado em duas ou mais partes, e incompletas quando a continuidade do osso não está totalmente destruída.
○ ○

FRUTOSE Fratura cominuta – Fratura em que um osso, geralmente curto, fica reduzido a fragmentos de pequenos tamanhos. Fratura em vara verde – Fratura em que um lado é fraturado e o outro indene. Fratura espontânea – Fratura produzida por um traumatismo mínimo ou, na ausência deste, resultante da debilidade do osso em conseqüência de algum tumor. Fratura exposta – Fratura com lesão dos tecidos adjacentes e ruptura da pele que expõe o próprio foco da fratura ao exterior. Freio – Prega mucosa, que limita a mobilidade de um órgão. Frêmito – Sensação particular percebida pela mão aplicada sobre um aneurisma arteriovenoso, comparável ao tremor das vidraças de uma casa abalada pela passagem de um veículo pesado. Frenalgia – Inflamação no diafragma. Frênico – Relativo ao diafragma. Frenologia – Estudo do caráter pela conformação do crânio. Frenopatia – Doença do diafragma. Freqüência cardíaca – Número de contrações do coração por unidade de tempo. Freqüência cardíaca fetal – Número de batidas cardíacas do feto por unidade de tempo. Considera-se normal entre 100 e 160 batidas por minuto. Freqüência respiratória – Número de movimentos respiratórios pela unidade de tempo. Friável – Que se rompe facilmente. Frigidez – Falta de desejo sexual na mulher que mostra uma atitude indiferente nas relações sexuais e não chega ao orgasmo. Frigoterapia – Tratamento pelo frio. Frontal – Termo que designa estruturas no plano anterior do corpo humano. Osso frontal do crânio. Conjunto de sintomas provocados por uma lesão do lobo frontal cerebral que determina transtornos motores em toda a metade do corpo oposta à lesão. Frustração – Decepção mental. Frutose – Açúcar simples com 6 átomos de carbono, que entra na composição da sacarose.

Fratura

que não aparece em razão da perturbação da atividade de um órgão sem que nele haja lesão. A quantidade de fumaça ambiental inalada por um fumante passivo é pequena se comparado com o inalado pelos verdadeiros fumantes. No entanto. ergonovina e outros derivados. de fumaças ou de vapores cujas propriedades terapêuticas se pretende utilizar. de grande número de parasitas pertencentes a uma das três variedades. Fundo do útero – Região do útero. Fumigação – Produção. Fungos – Nome dado aos tumores que apresentam o aspecto macroscópico de uma esponja ou de um cogumelo. tumorais e cardiovasculares. Alguns são responsáveis por infecções no homem e nos animais. Ftiríase – Dermatose provocada pela presença. Fungiforme – Em forma de cogumelo. existem dados fidedignos do risco de doenças respiratórias. É importante porque contém alcalóides de uso médico como a ergotamina. Furúnculo – Inflamação circunscrita da pele cuja sede é o aparelho pilossebáceo. Fuga – Reação psicológica dissociativa caracterizada por amnésia e fuga física de uma situação intolerável. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ F ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Fungo – Microorganismo unicelular ou pluricelular. convive no círculo familiar ou no trabalho com pessoas fumantes e que inala a fumaça dos cigarros. geralmente benigna e reversível. anatomicamente detectável. aumentado nos acompanhantes habituais de fumantes. Fúngico – Relativo aos fungos. Frutosúria – Presença de frutose na urina. Furfuráceo – Com aspecto de farelo.FRUTOSEMIA Frutosemia – Presença de frutose no sangue. Fungóide – Semelhante aos fungos. Funicular – Relativo ao funículo espermático. e outros são comestíveis. Fulgurante – Que vai e vem como um relâmpago. que fumam seus acompanhantes. Fundoplicatura – Operação para hérnia de hiato esofágico. Furunculose – Aparecimento de vários furúnculos. É caracterizado por uma tumefação acuminada e a formação de uma pequena escara. Consiste no enrolamento do fundo gástrico em torno do esôfago para prevenir o refluxo gastroesofágico. Fulguração – Nome dado à ação do raio sobre o corpo do homem e ao conjunto de acidentes causados pela eletricidade. Às vezes. Fulminante – De evolução rápida e fatal. cachimbos ou charutos. Fungicida – Que mata os fungos. em espaço fechado e a partir de substâncias medicamentosas. outros produzem intoxicações. não fumante. pode designar manifestação mórbida. ○ ○ FUSIFORME Fundo de saco – Cavidade fechada numa extremidade. em uma parte do corpo ou em toda a sua superfície. Fumante passivo – Aquele que. que se classifica no reino vegetal. Fusiforme – Em forma de fuso. Fungo do centeio – Fungo denominado Claviceps purpura que cresce sobre alimentos armazenados e que costuma contaminar o centeio e outros cereais. Funiculite – Inflamação do funículo espermático. Funcional – Relativo à função.

É um neurotransmissor.GABA ○ ○ GAMAPATIA dratos de carbono. Muitos dos hipnóticos mais utilizados. Preponderou durante séculos até que novas descobertas a partir do século XVI. Podem ser gamapatias monoclonais. Galvanização – Aplicação das correntes contínuas de baixa tensão. de um terceiro tempo. Gamaglobulina – Fração das proteínas séricas que. Gamapatia – Transtorno caracterizado por um aumento nos níveis de gamaglobulinas no sangue. no curso da eletroforese. estabeleceram novos rumos ao conhecimento médico. Gamacismo – Vício de pronúncia caracterizado pela dificuldade ou impossibilidade de pronunciar a letra g. Galope – Triplo ruído do coração constituído pelo acréscimo. atuam sobre os receptores desses neurotransmissores induzindo o sono. Galactosúria – Presença de galactose na urina. Que aumenta a secreção de leite. Galactagogo – Substância medicamentosa ou alimentar que favorece a secreção láctea. ao paciente antes do estudo. Essa parte das globulinas compreende as imunoglobulinas. Galactocele – Cisto contendo leite mais ou menos modificado. Galactoforite – Inflamação dos canalículos galactóforos. Gálea aponevrótica – Faixa fibrosa em forma de capacete. GABA – Ácido gama-aminobutírico. Pode produzir atraso mental e do desenvolvimento. desloca-se mais lentamente. em especial de Andréas Vesalius e seus discípulos. como os benzodiazepínicos. com finalidade antálgica. nas quais se aprecia um aumento proporcional de todas as classes de imunoglobulinas. ou gamapatias policlonais. Gamagrafia – Procedimento diagnóstico da medicina nuclear. Galactopoiético – Lactagogo. Galenismo – Doutrina histórica de Galeno que atribuia uma ação preponderante sobre a saúde a quatro humores cardinais. aos dois tempos normais. Galactogênio – Que determina a secreção láctea. icterícia e baixa taxa de glicose no sangue. moldando a abóbada craniana. causadas pelo aumento de um só tipo de imunoglobulina. Escoamento de leite fora das condições ordinárias de lactação. suporte dos anticorposséricos. baseado na administração de substâncias radioativas. que se manifesta no recémnascido com vômitos. Galactorréia – Escoamento abundante de leite em uma mulher em lactação. É recoberta pelo couro cabeludo e reúne as partes anteriores e posteriores do músculo fronto-occipital. Galvanoterapia – Uso terapêutico das correntes contínuas de baixa tensão. que se forma no curso da lactação. Galvanismo – Utilização em terapêutica da corrente elétrica direta. Galactosemia – Doença produzida por um transtorno do metabolismo intermediário dos hi- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . denominadas radioisótopos.

Gânglio de Gasser – Gânglio da raiz sensitiva do 5º par craniano. Gastroanastomose – Anastomose entre duas regiões do estômago. tópica e mecânica. Gânglio – Amontoado de células formando intumescimento situado no trajeto. As formas crônicas constituem um grupo de doenças de diferente significado. que ocorre após uma intervenção cirúrgica ou traumatismo. Gastrinoma – Tumor que secreta gastrina. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Gástrico – Diz respeito ao estômago. Gardnerella vaginalis – Gênero bacteriano presente nas secreções das vaginites não especí- Gasometria – Análise especial destinada à determinação do nível de gases dissolvidos no sangue arterial como oxigênio e dióxido de carbono e pH sangüíneo. Quando a infecção é a conseqüência da morte do tecido denomina-se gangrena úmida. Gastrinemia – Presença de gastrina no sangue. Deve-se à inoculação de germes da espécie dos Clostridios. precisa ser operado em caso de nevralgia intratável do trigêmeo. Ganglioplégico – Substância que paralisa gânglios nervosos. ao mesmo tempo. Gargarejo – Medicamento líquido destinado a ser agitado dentro da boca e na garganta. ○ ○ GASTROCOLITE ficas ou vaginoses bacterianas. às vezes. segundo alguns.GAMETA Gameta – Célula haplóide. é um pequeno bacilo Gram negativo. e a área afetada apresenta umidade e cheira mal devido à infecção. Gastrectomia – Ressecção total ou parcial do estômago. Sua ação é. situado no crânio e que. Gastrite – Inflamação da mucosa interna do estômago. Gangrena – Necrose de um tecido ou parte do corpo. o trigêmeo. Garrote – Ligadura elástica disposta em torno de um membro. Óvulo Espermatozóide ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ © ○ ○ ○ ○ G ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Garrote Gameta ○ ○ Gameticida – Substância ou procedimento que destrói gametas. Gangarismo – Gargarejo. Gangrena gasosa – Necrose acompanhada pela formação de bolhas de gás nos tecidos moles. ampla e ruidosa observada no fim da agonia. Gastrocolite – Inflamação simultânea do estômago e do cólon. atróficos ou degenerativos. O tecido morto deve ser retirado para evitar que a infecção se estenda. denominada óvulo na mulher. relacionadas com processos auto-imunes. Gastrite erosiva – Transtorno inflamatório da mucosa do estômago caracterizado pela formação de múltiplas erosões superficiais. de maneira a interromper a circulação venosa ou arterial. Gastralgia – Dor no estômago. em especial os Clostridium perfringens ou outros. pela distensão do antro ou. Gastrina – Hormônio secretado pelas células do antro pilórico quando elas são estimuladas pela presença de alimentos no estômago. GASP – respiração repentina. pela excitação do nervo vago. Gastrocele – Hérnia do estômago. Gamofabia – Medo mórbido do casamento. e espermatozóide no homem. Gânglio estrelado – Gânglio do sistema nervoso simpático situado no pescoço.

Gastroplegia – Paralisia do estômago. Gel – Colóide de consistência firme que contém uma grande quantidade de líquido. Gelose – Ágar-ágar. Gastrostomia – Abertura no estômago. utilizado como preparado farmacêutico e veículo de medicamentos farmacológicos. Gêmeos – Casal de irmãos. Gastrólito – Presença de cálculo no estômago. traduzindo-se. que provoca a inflamação da mucosa do estômago e do intestino. Gastrohepático – Relativo ao estômago e ao fígado. Os diversos tipos de gêmeos são: monozigóticos. Gemelípara – Mãe de gêmeos. Gastrorrafia – Sutura do estômago. nascidos da mesma gestação. Geladura – Lesão produzida pelo frio. por hematêmese ou melena. Gastroduodenostomia – Operação que consiste em conectar o estômago ao duodeno seccionando o piloro. Pode ser causado também por vírus. Gastroscópio – Instrumento para examinar o interior do estômago mediante a introdução de um foco luminoso e um espelho pelo esôfago. por sua capacidade absorvente de sangue e líquidos. ou empapada em uma solução antiséptica. Gemelar – Que é relativo aos gêmeos. siameses e diferentes. Gastroptose – Prolapso do estômago. Gastrodínia – Dor no estômago. substância mucilaginosa extraída de algas marinhas. Gastrotomia – Incisão do estômago. seguida de anastomose gastroesofágica.GASTROCOLOSTOMIA Gastrocolostomia – Formação de uma anastomose entre o estômago e o cólon. Gastroenterologia – Ramo da Medicina que estuda as doenças que afetam o sistema digestório. dizigóticos. Geléia de petróleo – Vaselina. Gastroesofagectomia – Ressecção do terço inferior do estôfago e da metade superior do estômago. geralmente o jejuno. utiliza-se gaze estéril. utilizado para a realização de bandagens e nas intervenções cirúrgicas. intratorácica. quando a parte superior do tubo digestivo está obstruída. em conseqüência de uma infecção. criada mediante uma intervenção cirúrgica entre o estômago e uma região do intestino delgado. desenvolvidos a partir de um só ovo ou de dois óvulos liberados simultaneamente pelos ovários e fecundados ao mesmo tempo. Gastropexia – Operação para fixação do estômago. Gastroenterostomia – Comunicação artificial. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Gastroduodenite – Inflamação do estômago e duodeno. Gastroenterite – Desarranjo intestinal. Gastrofibroscopia – Método de exploração visual do estômago por meio de um fibroscópio introduzido pelo esôfago. Gastropatia – Toda doença do estômago. Gastrostomia – Operação que consiste em estabelecer uma abertura permanente que põe em comunicação o estômago e a parede abdominal e que permite absorver alimentos. Na cirurgia. Gastrótomo – Instrumento para gastrotomia. Gastrorragia – Hemorragia da face interna do estômago. Gastroduodenectomia – Ressecção dos dois terços inferiores do estômago e da primeira parte do duodeno. Essa situação ocorre em uma de cada 80 gestações. por meio de uma sonda. Gastroscopia – Técnica que consiste na introdução de um tubo pela boca para ver-se o estômago. ○ ○ GÊMEOS Gastroplastia – Operação que altera a arquitetura normal do estômago. Gaze – Tecido de algodão entrançado de diferentes graus de finura. Gastroparesia – Diminuição da amplitude e movimentos do estômago. Gastroileostomia – União entre o íleo e estômago. muitas vezes. bactéria ou substâncias tóxicas. Gastrorréia – Secreção excessiva pelo estômago. Gastrojejunostomia – Operação que consiste em pôr em comunicação o estômago e o jejuno.

relacionado com formas de obesidade. Ocorre quando a apresentação de um deles é de nádegas e a do outro cefálica. Gene mutante – Gene que experimentou mudança na seqüência de suas bases (perda. Os genes mutantes podem ser inativos ou mostrar atividade. Gengiva – Parte da mucosa bucal que recobre o bordo alveolar dos maxilares. Gene recessivo – Membro de um par de genes que não tem capacidade para expressar-se por si mesmo em presença de um alelo mais dominante.GÊMEOS Gêmeos impactados – Posição intra-uterina de gêmeos na qual o pescoço de um impacta com o do outro durante a apresentação. ganho ou intercâmbio de material genético). tornandose inviável o parto por via vaginal. relacionado com algumas formas de obesidade. Geminado – Aos pares. capazes de dar origem a alguns genes idênticos por replicação. Somente se expressa em estado de homozigose. Gene – Partícula situada em um ponto definido de um cromossomo e da qual depende a transmissão e o desenvolvimento dos caracteres hereditários do indivíduo. Genética – Ramo da ciência que estuda a hereditariedade. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ G Gene Centrômetro Gene Óvulo fecundado ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Gengiva Embrião ○ ○ ○ Embrião ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Gêmeos Gengiva ○ ○ . Gene ob – Gene responsável pela síntese da leptina. Genético – Relativo à geração. ○ ○ GENGIVA Gene A1 – Gene responsável pela síntese de receptores dopaminérgicos. eles também podem sofrer mutações. Estudo dos caracteres hereditários e de sua transmissão. Os genes são formados de segmentos de ácido desoxirribonucléico. Estudo dos processos químicos ligados ao mecanismo de informação de que os cromossomos são os suportes. Genal – Relativo à bochecha. o que influi na transmissão normal e na expressão do caráter daquele que é responsável.

Genitália – Os órgãos genitais. sendo ativo sobre os germes Gram positivos e Gram negativos. determinada pela combinação e localização particulares dos genes em seus cromossomos. um dos hormônios do ovário. A gengiva aparece vermelha. Genitais – Órgãos da reprodução. Genupeitoral – Relativo ao joelho e ao peito. enquanto os tornozelos ficam amplamente separados. Gesso – Substância composta de sulfato de cálcio pulverizado. Referente à velhice. Geromorfismo – Velhice prematura. Germicida – Remédio capaz de matar microrganismos patógenos. a cavidade do útero. Germe – Qualquer microorganismo capaz de produzir doenças (patógenos). Gestação ectópica – Conhece-se com esse nome a gestação em que o embrião está fora de seu lugar normal. Genótipo – Constituição genética completa de um organismo.GENGIVAL Gengival – Referente à gengiva. extraído da gipsita. próprio da velhice. Geofagia – Vício de comer terra. de forma que os joelhos roçam entre si ao caminhar. Duração da gestação de uma espécie. assim como o diagnóstico e tratamento das doenças que afetam os anciãos. Genoplastia – Cirurgia plástica da bochecha. Período compreendido da fertilização do óvulo até o parto do novo ser. dor abdominal e diarréia. branco ou acinzentado. Gestação – Gravidez. Gentamicina – Antibiótico da família dos aminosídeos procedente da fermentação de duas espécies de actinomicetos. Geofagismo – Geofagia. um quadro de cansaço. ○ ○ GIÁRDIA Geno valgo – Curvatura das pernas para dentro. Sua transmissão é por via Gene Cromossomo Núcleo ○ Genótipo ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Gengivite – Inflamação das gengivas secundária à colonização de bactérias da placa bacteriana. Gerontoxos – Arco senil da córnea. Geriátrico – Referente a doenças da velhice. Varia nas diferentes espécies. Gênito-urinário – Relativo aos órgãos genitais e urinários. Esse termo designa tanto o lote de n cromossomos dos gametas como os cromossomos nas células diplóides somáticas. Geriatria – Especialidade médica que estuda a fisiologia do envelhecimento humano. no homem. Opacificação circular na periferia da córnea. Geniculado – Relativo ao joelho. Giárdia – Gênero de protozoários que causam. É uma gengiva rica em leucócitos. Gestágeno – Que favorece a gestação. Progesterona. Gestação múltipla – Gestação de dois ou mais fetos dentro do útero. Gerôntico – Senil. Geniano – Relativo ao queixo. proteínas e líquido exsudativo e já começa a perder colágeno. Trata-se de uma deformação bilateral das pernas que se apresentam em “x”. Genu varum – Deformação do membro inferior caracterizada pelo fato de a coxa e a perna formarem um ângulo aberto para fora. Gerontologia – Estudo do processo do envelhecimento. Genoma – Conjunto dos genes dos cromossomos. Genioplastia – Cirurgia plástica do queixo. Mentoniano. inflamada e sangrante.

harmoniosa ou acompanhada por distúrbios morfológicos como infantilismo ou acromegalia. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Glândulas endócrinas ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Glândula ○ ○ ○ Glande ○ ○ ○ ○ ○ ○ Glande ○ ○ ○ ○ ○ Glândula adrenal © © ○ ○ .GIBOSIDADE Útero ○ ○ GLÂNDULA Ginecologia – Ramo da Medicina especializada no cuidado à saúde das mulheres. Glândula – Órgão constituído de células epiteliais cuja função é produzir secreções. Ginecomastia neonatal – É o aumento do tamanho da glândula mamária que afeta os recém-nascidos durante as três primeiras semanas após o parto. que não ultrapassa 3 cm. Pode ser simples. arredondado. arredondada e dilatada do clitóris ou pênis. relação sexual. localizada sobre os rins e produz a adrenalina e esteróides. Bexiga urinária ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ G Gestação ○ ○ ○ ○ fecal-oral e pode ser por contágio direto. Glande – Extremidade livre. Glabela – Saliência situada no esqueleto entre as duas cristas superciliares. Gigantismo – Doença da puberdade caracterizada por um crescimento estatural exagerado. Gibosidade – Protuberância. como água contaminada. Ginecomastia – Crescimento benigno da glândula mamária no homem que ocorre na puberdade. ou indireto. aparecendo como inchaço uni ou bilateral. particularmente no que se refere às suas funções sexual e reprodutora e às doenças e incômodos de seus órgãos genitais. Costuma ser hipersensível ao tato. Glândula adrenal – Ou glândula supra-renal. Ginatresia – Atresia de uma parte do canal genital na mulher. pela passagem de estrógenos da mãe por meio da placenta. como crianças em creches.

Glândulas supra-renais – São dois órgãos que pesam cinco gramas cada um e se encontram no abdome. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Glândulas salivares ○ ○ . submandibulares e sublinguais. ○ ○ GLÂNDULAS Glândula sebácea – Glândula localizada na pele. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Glândula sebácea Glândula pineal Glândula pituitária – Hipófise. Hipotálamo Lobo anterior Lobo posterior ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Glândula sebácea Glândula próstática Glândula pituitária Glândula prostática – Glândula localizada na pelve.GLÂNDULA Glândula lacrimal – Glândula situada no ângulo externo da órbita e que secreta lágrimas. é uma das glândulas salivares. Glândula parótida – Glândula localizada na região lateral da face. Glândulas salivares – Glândulas que secretam saliva. responsável pela lubrificação do pêlo. que produz líquidos que formam o sêmen e que pode crescer durante a vida adulta. sua secreção na corrente sangüínea é controlada por uma parte do sistema nervoso chamada sistema nervoso autônomo simpático. obstruindo a uretra. sobre os pólos superiores dos rins. © Glândula parótida Glândula pineal – Glândula localizada no sistema nervoso central. São três pares: parótidas.

É o sinal biológico essencial de uma doença hereditária transmitida de modo dominante. que aumenta a gliconeogênese. muito flexíveis. e as pseudoglobulinas. Escócia. Glicogenólise – Desdobramento do glicogênio. Globina – Um dos dois constituintes da hemoglobina. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ G ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Glia – Conjunto de células acessórias do sistema nervoso. incolor e solúvel em água. Glicogênese – Formação do glicogênio a partir da glicose. Glicina – Um dos aminoácidos. não está presente. capazes de determinar com grande precisão a glicose presente em mínimas quantidades de sangue capilar. das proteínas (mucoproteínas). Devem ser utilizados por todos os diabéticos. base para a fabricação de supositórios e veículo de medicamentos. o que indica cerca de 45% do volume sangüíneo. É uma proteína incolor. segundo diferentes critérios clínicos precisos estabelecidos pelo instituto de neurologia de Glasgow. outras. Algumas se aproximam. Glicose – Açúcar da dextrose. solúveis somente em presença de eletrólitos. Globo histérico – Sensação transitória de formação de um nó na garganta que não desaparece nem com deglutição nem com a tosse e que costuma aparecer em situações de ansiedade aguda ou conflitos emocionais. São células muito pequenas. assim. Globectomia – Exérese do glomo carotídeo. atravessar capilares de pequeníssimo calibre. Glomerulite – Inflamação dos glomérulos do rim. Sua função é transportar oxigênio na corrente circulatória. Glaucoma – Alteração derivada da elevação da pressão intra-ocular que conduz à lesão do nervo óptico pela atrofia das terminações nervosas. outro constituinte da hemoglobina. escala do coma – Método de apreciação da profundidade do estado neurológico de uma pessoa após traumatismo craniano. solúveis em água pura. Glioma – Grupo de tumores primários cerebrais que compõem a maior parte das neoplasias dessa localização. por sua composição. Glicocorticóides – Hormônio esteróideo do córtex da glândula supra-renal. Glicosúria – Eliminação de açúcar pela urina. Glicogenose – Conjunto de doenças do metabolismo do glicogênio. aproximadamente cinco milhões por mililitro cúbico de sangue. Glicorraquia – Presença de glicose no líquido cefalorraquidiano. Glicerina – Líquido oleoso e incolor que constitui um preparado farmacêutico hidratante da pele. congênitas. Globulina – Grupo das holoproteínas cujo peso molecular é o mais elevado. Glicogênio – Hidrocarbonato que se encontra no fígado e em outros órgãos. O resultado mais baixo indica estado mais grave. em condições normais. insolúveis na água pura. também chamados hidrocarbonados ou carboidratos. Glóbulo branco – Leucócito. formada de 4 cadeias de aminoácidos duplamente enroladas em hélices e ligadas ao heme. que compreendem as glicoproteínas do plasma sangüíneo. Glicídios – Alimentos à base de hidratos de carbono. com formato de lente bicôncava. o normal é entre 90 e 100 mg por 100 ml de sangue. Glicinúria – Presença de glicina na urina. Glóbulos vermelhos ou hemácias – Elementos mais abundantes do sangue. Glicômetros – Mecanismos artificiais eletrônicos de dimensões reduzidas. Glicoproteína – Proteína complexa resultante da combinação entre uma proteína e um gli○ ○ GLOMERULITE cosídio. o que lhes permite deformar-se com grande facilidade e. na qual. dos glicídeos (mucopolissacarídios). exercendo efeitos antiinflamatórios e influindo em um grande número de funções corporais. Composto cristalino. Glicemia – Medida da presença de açúcar no sangue.GLASGOW Glasgow. Glioblastoma – Variedade de glioma formado de tecido nervoso no estado embrionário e de evolução maligna. graves e de escassas possibilidades terapêuticas. Compreende as euglobulinas. Converte-se em glicose conforme as necessidades do organismo.

ricas em glomos. misto com destinação lingual e faríngea. lisa e brilhante por inflamação da mucosa lingual. Godet – Marca deixada pela pressão do dedo sobre um tegumento cutâneo ou mucoso infiltrado por edema. evoluindo de maneira aguda. a placenta produz também outra gonadotrofina chamada HCG (Gonadotrofina Coriônica). precursor da glutamina. Gonadectomia – Extirpação de uma gônada. subaguda ou crônica. A Gonadotrofina Estimulante do Folículo (FSH) e a Gonadotrofina Luteinizante (LH) são produzidas e secretadas pela hipófise anterior. O arroz e o milho carecem dessa proteína. Formam as nádegas. na sífilis. Gnático – Referente ao queixo. Glômico – Relativo ao glômus. Gnosia – Faculdade que permite reconhecer.Paralisia da língua. Glossofaríngeo – Nono par craniano. situada sob o vestíbulo. ovário ou testículo. Gonadotrofina – Hormônio hipofisário que estimula a função dos testículos e dos ovários. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Glucídio – Glicídio. Glossalgia – Dor na língua. nos indivíduos sensíveis. por um dos sentidos. Glucagon – Hormônio cuja função é opor-se e corrigir a hipoglicemia induzida pela insulina. Goma – Tumor mole e gomoso. Glossectomia – Remoção cirúrgica da língua. de forma que são cereais apropriados para a alimentação de lactantes e de indivíduos sensíveis à proteína. ○ ○ GNOCOCCIA Glutamina – Aminoácido não essencial constituinte das proteínas. de diversas origens. de representar esse objeto e de saber sua significação. geralmente secundário a uma infecção. Pólo vascular Corpúsculo renal Cápsula de Bowman Pólo urinário Glomérulo Glomérulo ○ Glomerulonefrite – Termo que inicialmente designava as doenças dos rins caracterizadas por um acometimento inflamatório dos glomérulos. a seláquia. Glomerulopatia – Toda doença dos rins que atinge eletivamente os glomérulos. Glossite – Língua avermelhada.GLOMÉRULO Glomérulo – Estrutura anatômica renal que contém enovelamento vascular. Glúten – Proteína insolúvel que forma parte do trigo e de outros cereais. Glutinoso – Viscoso. Goiva – Instrumento de cirurgia óssea semicilíndrico e cortante em sua extremidade. Gnococcia – Doença decorrente da infecção do organismo pelo gonococo. Durante a gestação. Gnatologia – Especialidade dentária que trata do aparelho mastigador. Gônada – Glândula produtora de gametas. a forma de um objeto. ou armazenadora. Glote – Segmento médio estreito da cavidade laríngea. Gonadotrófico – Que nutre as gônadas. Glossodinia – Dor na língua. como os ovários. Glutâmico – Aminoácido não essencial constituintes das proteínas. Sua presença nos alimentos causa. como o testículo. Glúteo – Conjunto de músculos que começam na pelve e terminam no fêmur. monoamida do ácido glutâmico e transportador do amoníaco. Glossoplegia. Gnatalgia – Dor no queixo. Goniômetro – Instrumento destinado a medir ângulos. sede da fonação. Glossotomia – Incisão da língua. Pequeno angioma nodular intradérmico ou subcutâneo localizado sobretudo nas regiões táteis.

a manteiga. carnes. Gonocococemia – Presença de gonococos no sangue. Granulia – Tuberculose miliar generalizada. a gema do ovo e os frutos secos. sólida. que fica maior quanto mais se aproxima da parte anterior da rachadura. Grafofobia – Medo mórbido de escrever. que nas mulheres costuma passar desapercebida. Grânulo – Pílula de pequenas dimensões. Também se chama gonococia. sendo examinada ao microscópio. Existem dois tipos fundamentais de gordura. a margarina. Considerado o equivalente feminino do escroto do homem. Gota – Doença decorrente de acúmulo de ácido úrico nas articulações. Gosma – Líquido incolor que escorre como a clara do ovo. que são os mais abundantes. o qual. desemoglobinizada e colorida pelo método de May-Gruwald-Giemsa. Em seguida é secada demoradamente. Granulado – Preparação farmacêutica. Representa um tipo de reação inflamatória inespecífica com aumento do número de células. Granuloma umbilical – Região inchada. avermelhada e mole que ressalta do umbigo. Grande mal – A forma intensa da epilepsia. uma forte proporção de açúcar. Ocorre quando existe um desprendimento tardio do cordão umbilical. toucinho. terminando numa elevação púbica: o monte do púbis. Gota espessa – Técnica destinada a colocar em evidência o parasita da sífilis. pode produzir uma superfície granulada úmida na base da cicatriz. coloração de – Após coloração com violeta de metila e solução de Gram. Granuloma – Tumor benigno de consistência dura. O primeiro são os triglicérides. Goteira – Aparelho não circunferencial moldado sobre uma parte do corpo para imobilizálo em uma determinada posição. Gram. Uma grossa gota de sangue é espalhada em movimento circular sobre uma lâmina de vidro até cobrir cerca de 1 cm2. Grafomania – Necessidade irresistível de escrever. Granulomatose – Doença caracterizada por múltiplos granulomas. mas também de qualidade. mas não se trata apenas de um problema de quantidade. Gravata – Tipo de bandagem em que se fazem dobras transversais no triângulo. e os que resistem são os Gram positivos. Caracteriza-se pela emissão de uma secreção branca na urina pelo meato urinário.GONOCOCO Gonococo – Bactéria negativa do grupo dos diplococos. contendo. ○ ○ GRAVES Gota militar – Gonorréia crônica. Gosto – Sensação que permite avaliar o sabor de diferentes substâncias. os germes que descoram pelo álcool são chamados Gram negativos. Gonorréia – Doença de transmissão sexual muito freqüente e causada por um germe. encontrada emformas de alienação mental. com crise convulsiva e perda dos sentidos. às vezes secretado pelas mucosas. possível graças à existência de receptores específicos que captam os diferentes sabores e transmitem as sensações ao cérebro. junto a leves infecções. Hipertireoidismo. o gonococo. Grandes lábios – Um dos órgãos genitais femininos externos. os patês. Gorduras – Moléculas orgânicas cuja principal função é a reserva de energia mais importante das células. a Neisseria gonorrhoeae. leite e queijos. Cada um dos grandes lábios é formado por uma dobra cutânea. que pode desaparecer no curso de diferentes processos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ G ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . de forma vermicular. Graves (doença de) – Doença da glândula tireóide ou de Basedow. O excesso de gordura no sangue é um fator de risco cardiovascular. os embutidos. onde se farão conscientes. O segundo tipo de gordura é o colesterol. mais consistente que o muco. São formados por uma molécula de álcool chamada glicerol e por três moléculas de ácidos graxos. Alimentos ricos em gorduras são o óleo. que é o agente da gonorréia. em geral.

se classificam todos os indivíduos segundo a variedade de aglutininas contidas em suas hemácias e seus soros.GRIPE Gripe – Infecção aguda respiratória. desde os trabalhos de Landsteiner (1900). Grumoso – Espesso e viscoso. a aglutinina. cujas hemácias contêm o aglutinogênio A e o soro. muito contagiosa. o grupo B caracterizado pela existência de aglutinogênio B e no soro. febre e prostração. o grupo A. Grupos sangüíneos – Categorias em que. Gutural – Relativo à garganta. Caracteriza-se por um começo brusco com cefaléia. existem 4 grupos sangüíneos principais: o grupo AB. No sistema ABO. Seu conhecimento é indispensável para a prática da transfusão sangüínea e dos transplantes de Ovário ○ ○ GUTURAL órgão. a a aglutinina. dores musculares. de origem viral. e o grupo O cujas hemácias são desprovidas de aglutinogênio. o mais antigo conhecido e o mais importante para as transfusões. no qual as hemácias possuem os aglutinogênios A e B e cujo soro não contêm aglutinina. Tuba uterina Útero ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Gestação ectópica Grupos sangüíneos ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ .

HDL – Iniciais do termo em inglês lipoproteína de alta densidade. Hélix – Saliência da borda do pavilhão da orelha formando um arco de círculo na concavidade ântero-inferior. Hálito diabético – Hálito adocicado. Helicobacter pylori – Bactéria presente em várias úlceras duodenais e gástricas. cada cromossomo do espermatozóide encontra.HABÊNULA ○ ○ HELMINTÍASE germe. Helcose – Formação de úlceras. Heberden. Halitose – Mau hálito. que. Hamartoma – Nervos e tumores pigmentares benignos. influenzae. não possuem mais que 23 cromossomos. no óvulo. amoniacal. Helmintíase – Verminose. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . que faz parte do epitálamo. Haemophilus – Bactéria pertencente à família das Pasteurellaceae. Hedonismo – Atração excessiva pelos prazeres. unindo a epífise. Hanseniano – Leproso. o cromossomo que lhe corresponde e reconstitui um par com ele. Hanseníase – Lepra. Hálito – Cheiro da boca e respiração. conhecido como dedão. Hálito urêmico – Hálito urinoso. dos gametas. Hebefrenia – Esquizofrenia. Hábito – Aparência geral do corpo. Hálux – O primeiro dedo do pé. situada na parte dorsal e mediana do tálamo. HBV – Abreviatura do termo em inglês que significa Vírus da hepatite B. cheiro de maçã estragada. considerada como expressão exterior do estado de saúde ou de doença da pessoa. nos casos de osteoartrite. Habitat – Ambiente natural de um animal ou planta. após a meiose. nódulos de – Osteófitos encontrados nas falanges terminais. Helcologia – Estudo das úlceras. também se encontra na gastrite crônica. HCV – Abreviatura do termo em inglês que significa Vírus da hepatite C. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ H Habênula – Pedúnculo anterior da epífise cerebral ou glândula pineal. Haplóide – Diz-se da constituição das células do ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Helicobacter pylori ○ ○ ○ Heliofobia – Temor mórbido da luz solar. Pequena saliência par. Disso resulta que o óvulo fecundado possui 46 pares de cromossomos. cujo aspecto se apresenta em forma de gomos. Haustros – Característica do intestino grosso. partindo da concha e terminando acima do lóbulo. tendo cada sexo fornecido a metade dos cromossomos de um par. Héctico – Relativo à tuberculose. cuja espécie é o H.

Hematologia – Ramo da Medicina que estuda o sangue e os órgãos hematopoiéticos. Em casos piores. Helminto – Nome genérico dado aos vermes parasitas do homem e dos animais. Pode produzir-se em um ou nos dois olhos. Helmíntico – Relativo aos vermes. a reabilitação do paciente é fundamental para tentar a sua melhor recuperação possível. A cor vai variando. Hemeralopia – Cegueira diurna. desenvolvido a partir do endotélio dos capilares. que pode ser visto pela pele. Hematozoário – Protozoário que vive no sangue. que dificulta ou impede totalmente seu movimento. decorrente mais freqüentemente de uma gestação extra-uterina e mais raramente da retenção do sangue menstrual. Hemangioma – Tumor constituído de capilares dilatados. atrofiando-se os músculos e endurecendo-se as articulações por falta de uso. reinjetado no paciente. Hematina – Heme transformada em ferro férrico. Helmintologia – Estudo dos vermes.HELMINTICIDA Helminticida – Substância que mata vermes. Hemangioma – Angioma desenvolvido a partir de vasos sangüíneos. Hemicolectomia – Remoção cirúrgica de metade do cólon. Hemaglutinação – Teste de aglutinação das hemácias por aglutininas específicas ou não específicas ou produtos vegetais. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Hematocolpos – Acúmulo de sangue no interior da vagina. Hematúria – Presença de sangue na urina. Hemianopsia – Perda da visão na metade do globo ocular. no tronco e na nuca. de roxo azulado até o amarelo. Hemicrania – Dor em uma metade da cabeça. do qual o restante é. Helmintológico – Relativo à Helmintologia. Hematomielia – Hemorragia na medula. Hemaférese – Separação e coleta de uma parte do sangue retirado. Hemiparesia e Hemiplegia – Diminuição e perda da força muscular do braço e da perna de um mesmo lado do corpo. trivalente e impróprio para transporte de oxigênio. às vezes maligno. Hemático – Relativo ao sangue. as extremidades ficam completamente paralisadas. conforme o sangue vai diluindo. ○ ○ HEMIPARESIA Hematógeno – Que produz sangue. Hemidrose – Sudação só em metade do corpo. Sua evolução não apresenta sempre a benignidade que lhes é atribuída. Hematossalpinge – Hematoma da tuba uterina. em seguida. Oxigenação do sangue nos pulmões. situados sobretudo nas pernas. Hemianalgesia – Analgesia de um lado ou de metade do corpo. Hematose – Troca gasosa. Hematopoiese – Formação de sangue. Hematodermia – Termo que designa diversas manifestações cutâneas e mucosas que acontecem no curso das doenças do sangue e dos órgãos hematopoiéticos. mais raramente trata-se de tumores viscerais. Uma vez tratada a causa principal do transtorno. Hematocele – Cisto contendo sangue. Hematopoiético – Que produz sangue. Hemangiopericitoma – Variedade rara de angioma que forma tumores cutâneos fechados. Hemangiotelioma – Tumor. Hematêmese – Vômito de sangue. Hematócrito – Exame subsidiário que mede a relação entre o volume ocupado pelos glóbulos vermelhos e o volume total do sangue. Hematospermia – Presença de uma quantidade maior ou menor de sangue no líquido emitido no momento da ejaculação. Hematímetro – Aparelho destinado a contar os glóbulos do sangue. Hematoma – Acúmulo de sangue decorrente do extravasamento dos vasos sangüíneos. Hemácia – Glóbulo vermelho (eritrócito). Hemartrose – Derrame de sangue no interior de uma articulação. Diminuição da visão à luz do dia. Hematoxilina – Um corante básico. amarronzados.

Hemolítica – Doença do recém-nascido. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ H Cerebelo Ponte Hemisférios cerebrais ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Hemocromatose – Doença hereditária em que se produz um depósito excessivo de ferro em diferentes órgãos. Hemodiálise – Procedimento para filtração do sangue fora do corpo. Cérebro ○ ○ HEMORRAGIA Hemofilia – Doença do sangue. Hemisférios cerebelares – Cada uma das duas metades em que se divide o cerebelo. Hemophilus influenzae – Bactéria que causa infecções secundárias na gripe. decorrente da ruptura dos vasos sangüíneos. Hemólise – Destruição dos glóbulos vermelhos com liberação de hemoglobina. entre eles o fígado. Doença no feto ou recém-nascido de mãe Rh negativo que. Hemophilus pertussis – Bacilo da coqueluche. Hemorragia cerebral – Ruptura de um dos vasos que irrigam o cérebro. de uma pequena quantidade de sangue de um doente para estabelecer o diagnóstico bacteriológico. em meios adequados. posteriormente. Hemoptise – Expulsão de sangue procedente do sistema respiratório pela boca. transmitida aos filhos homens por meio do cromossomo X e leva à carência do fator de coagulação. congênita e hereditária. cirrose. Hemoglobina glicosada – Substância cuja análise no sangue serve para conhecer o controle do diabetes em períodos grandes. separadas entre si por uma massa central alongada chamada vérmis Hemisférios cerebrais – Cada uma das duas metades em que se divide o cérebro. desenvolveu anticorpos contra este. causando uma hepatite e. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Hemoftalmia – Hemorragia no olho. Hemograma – Estudo quantitativo e qualitativo das células do sangue. Hemopoiese – Ver hematopoiese. Hemolítico – Que destrói hemácias.HEMIPLEGIA Hemiplegia – Paralisia de metade do corpo. causando derrame. ○ ○ Hemoglobina glicosada Hemodiálise Hemoglobinúria – Presença de hemoglobina na urina. mais ou menos copiosa. Passagem do sangue circulante por meio de aparelho ou da membrana dialisadora para eliminação das impurezas. após haver estado exposta numa primeira gestação ao fator Rh positivo do sangue fetal. separadas pela cisura inter-hemisférica e unidas pelo corpo caloso. Hemorragia – Perda de sangue. As hemorragias podem ser internas ou externas. Hemocultura – Semeadura. Hemoperitônio – Derrame sangüíneo na cavidade peritonial.

fungos e parasitas (os vírus constituem as causas mais freqüentes). pode-se aliviar colocando. que consiste na formação de órgãos genitais masculinos e femininos em um mesmo indivíduo. que tornará necessária a ligadura de vasos sangüíneos do útero contraído. Hemorróidas – Dilatações das veias que rodeiam o canal anal. Heparina – Macromolécula com efeito anticoagulante importante. que ocasiona a protrusão do umbigo e até mesmo de alças intestinais. Hemostasia – O mesmo que Hemostase. Hemorragias uterinas disfuncionais – Hemorragias irregulares e com freqüencia excessiva para as quais não se encontra causa específica. e tóxicas como o álcool e os remédios que podem causar dano hepático. Hemorragia pós-parto – Pode haver uma perda de sangue considerável logo após o parto. Hermafroditismo – Transtorno no desenvolvimento do feto antes do nascimento. Hemorragia gástrica – Perda de sangue da mucosa do estômago lesionada decorrente de complicações como a úlcera gastroduodenal. Tem duas origens fundamentais: infecciosa. Hepatite – Doença hepática caracterizada pela inflamação dos hepatócitos. Hepatotomia – Incisão do fígado. Hermético – Inteiramente fechado. de imediato. Hérnia inguinal – Saída de conteúdo abdominal pelo conduto inguinal. compressas de água fria. E e G. Hemorragia nasal – Rompimento de um vaso sangüíneo da mucosa da cavidade do nariz. de forma que o transtorno passe despercebido no nascimento. Herniotomia – Quelotomia ou celotomia. Parada de uma hemorragia. Hepaticostomia – Operação para abrir uma fístula do ducto hepático para o exterior. Hemorragia palpebral – Acúmulo de sangue decorrente de traumatismos locais ou fratura da base do crânio. como ocorre em pneumonias. ou bactérias. hemorragias orbitárias. Hepatopexia – Fixação do fígado. Hepatorrafia – Sutura do fígado. D. pode manifestar-se em diferentes graus e predominar mais os órgãos de um sexo. Hérnia estrangulada – Hérnia que sofreu torção ou compressão causando necrose na parte herniada. Herpes genital – Infecção da pele dos genitais externos causada pelo vírus do Herpes Simplex e que se caracteriza pelo aparecimento ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Hérnia – Protrusão de um conteúdo variável por meio de um orifício anormal produzido na musculatura que o rodeia. Hemostático – Que detém hemorragia. Hepatopatia alcoólica – Conjunto de doenças hepáticas causadas pelo álcool. Hepatomegalia – Aumento do tamanho do fígado. Hemostase – Hemostasia. Hepatoma – Neoplasia de células hepáticas. Hemotórax – Presença de sangue na cavidade pleural. ○ ○ HERPES Hepatização – Transformação em tecido semelhante ao fígado. Hepatalgia – Dor no fígado. Hérnia de hiato – Deslocamento de parte do estômago para a cavidade torácica pelo hiato diafragmático. Nos casos leves de origem conhecida. ou o câncer de estômago. Hepático – Relativo ao fígado. pelo vírus da hepatite A. de maneira que não deixe penetrar o ar. B. C. operação para cura radical de uma hérnia. Hérnia umbilical infantil – Ocorre por um defeito na zona central da parede abdominal decorrente do fechamento incompleto do anel umbilical. provocada por acidente. Hepatoptose – Queda do fígado.HEMORRAGIA Hemorragia epidural – Saída de sangue entre o crânio e a membrana mais exterior que recobre a medula espinal e o cérebro. que é a mais comum. Hemorragíparo – Que provoca hemorragia. Existe uma relação clara entre a quantidade de álcool consumido e o risco de desenvolver uma doença hepática.

Hidrocarbonado – Glícidio. Hidropsia – Ascite ou barriga d´água. vítreo. Hidrartrose – Presença de líquido numa articulação. Hidrânio – Excesso de líquidos amnióticos. Hímen – Membrana semipermeável que protege a entrada da vagina. Hidroterapia – Tratamento reabilitador baseado nas propriedades da água quente e do empuxo hidrostático. Herpetiforme – Semelhante ao herpes. Heteroplastia – Enxerto de tecidos de outra pessoa. Hidremia – Excesso do plasma no sangue. Hidropneumotórax – Presença de líquido e ar na pleura. Aparecem pequenas bolhas agrupadas em ramalhetes. Herpes simples – Infecção produzida pelo vírus do herpes tipo 1 sobre a pele ou mucosas. Hidroma – Cisto contendo líquido. Hidragírio – Mercúrio. origem da palavra higiene. Composto com hidrogênio e carbono. hidrato do carbo○ ○ HÍMEM no. Híbrido – Produto de pais de espécies diferentes. com um componente inflamatório e doloroso de intensidade variável. cisto – Cisto formado pela larva da tênia. Hidratado – Com água. Hídrico – Relativo à água. Hidrólise – Decomposição de uma substância pela ação da água. Hidrolato – Água destilada. Hidrópico – Relativo à hidropsia ou ascite.HERPES de pequenas vesículas agrupadas. Sua localização mais freqüente é ao redor dos lábios. Hiperidrose. Hidrofobia – Raiva. Hígido – Sadio. Heterólogo – Derivado de espécie diferente. carboidrato. Hilo – Em uma víscera. Hidropericárdio – Derrame seroso no pericárdio. Heterogêneo – De natureza e espécie diferentes. Hidrófilo – Que absorve umidade. Hialóide – Transparente. Herpes zoster – Infecção causada pelo vírus varicela-zoster que se reativa do estado latente depois de haver produzido a varicela. Hidargirismo – Intoxicação crônica pelo mercúrio. Hidratos de carbono – Princípios imediatos cuja função principal é ser fonte de energia e servir de base para formar outros compostos. Higéia – Deusa da Saúde na mitologia grega. Higrômetro – Aparelho para determinar o grau de umidade do ar. Hidradenite – Inflamação de uma glândula sudorípara. Hidático. Hibernação – Sono artificial prolongado. Hidrocele – Acúmulo de líquido das túnicas protetoras e aumento aparente do tamanho dos testículos. Hidrúria – Urina excessiva e com baixa densidade. Higroscópio – Hidrófilo. Herpético – Relativo ao herpes. espaço. Hidrossalpinge – Acúmulo de líquido distendendo uma tuba uterina. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ H ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Sonoterapia. Hiato – Abertura. é a região por onde entram e saem nervos e vasos. quase aquosa. distribuídas seguindo uma região inervada da pele por um mesmo nervo. Hidrocefalia – Acúmulo de líquido cefalorraquidiano. Hidrorréia – Descarga abundante de líquido. Hidrose – Sudação excessiva. Que absorve umidade do ar. Hidrato – Combinado com água. Hidrocortisona – Glicocorticóide secretado pelo córtex adrenal. que provoca aumento da pressão intracraniana. Hidróxido – Composto de um elemento eletropositivo com íons hidroxila. Hidrotórax – Derrame na cavidade pleural. Hidronefrose – Dilatação da pelve renal e de cálices maiores. Heteroinfecção – Infecção por germes vindos do exterior. Hialino – Cristalino.

Hiperalgesia – Excesso de sensibilidade à dor. polidipsia. Hiperexcitabilidade – Facilidade de excitação de um nervo ou uma fibra motora. dos lipídios como o colesterol. a qual produz hipertensão arterial. sendo um quadro com três características básicas no comportamento da criança: a falta de atenção. Hipercolesterolemia – Excesso de colesterol sangüíneo. Hiperandrogenismo supra-renal – Quadros caracterizados pela produção excessiva de andrógenos na glândula supra-renal. Hiperêmese gravídica – Situação em que acontecem vômitos intensos e freqüentes geralmente durante as primeiras oito a vinte semanas de gestação. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Hipermetropia . Hipercapnéia – Excesso de dióxido de carbono no sangue. cefaléia. Hiperacidez – Excesso de acidez. ○ ○ HIPERMETROPIA Hiperesplenismo – Aumento de volume do baço com inibição da maturação das células da medula óssea. Hiperatividade infantil – Transtorno por deficiência de atenção com hiperatividade. Hipercinésia – Motilidade ou contrações musculares excessivas. Situado na região posterior da faringe. Hiperleucocitose – Leucocitose. Hipercromia – Excesso de pigmentação. Himenorrafia – Sutura do hímen. fome canina. Hiperlipemia – Aumento. Hipermetropia – Defeito de enfoque visual pelo qual os raios luminosos não se reúnem na retina. Hiperacusia – Extrema acuidade do sistema de audição. Hiperinsulinismo – Secreção excessiva de insulina pelas ilhotas de Langherans do pâncreas. Hipergonadismo – Secreção excessiva de hormônios sexuais produzindo puberdade precoce. Hiperglobulia – Aumento do número de glóbulos vermelhos no sangue. triglicérides ou ambos. mas sim atrás dela. sobretudo na fração LDL. Hiperglicemia – Aumento da concentração de glicose no sangue. Hipercalemia – Excesso de potássio no sangue. fome em excesso. no plasma sangüíneo. excesso do número de leucócitos. acima do nível normal. a impulsividade e a hiperatividade. Hipercloridria – Excesso de ácido clorídrico no suco gástrico.HIMENECTOMIA Himenectomia – Incisão do hímen. Hiperfagia – Bulimia. Hiperidrose – Sudação excessiva. Hipercalcemia – Excesso de cálcio no sangue. acne e virilização. A clínica é mais evidente na mulher na qual se manifesta como excesso de pêlo corporal. Hiperestesia – Aumento da sensibilidade. que varia em função da idade e do sexo. Hiperceratose – Lesões da pele com excessiva produção de ceratina ou queratina. Hiperforia – Elevação de um eixo visual em relação a outro. Hiperbárico – Pressão maior do que a pressão atmosférica. poliúria e alterações de íons no sangue. Hiperaldosteronismo primário – Quadro clínico que mostra um aumento da aldosterona. Hipermenorréia – Ver Menorragia. Hiperemia – Aumento da quantidade de sangue. Hióide – O único osso do corpo que não se articula com nenhum outro. o que significa um aumento de risco de doenças cardiovasculares.

Hipnóticos – Remédios que induzem ao sono.C. Hipertricose – Crescimento excessivo dos cabelos ou pêlos. em geral acompanhada de um estado contínuo de cansaço e sono durante o dia. Hipoemia – Falta de sangue em certa região. cuja função é participar do metabolismo dos níveis de cálcio do sangue e dos ossos. têm as últimas costelas. Hipertimia – Estado mental com impulso a ações repentinas. Hipodérmica – Subcutânea. Hipertensão ocular – Elevação da pressão ocular acima dos 21 mm de mercúrio. debaixo da pele. Hipertrigliceridemia – Presença de um aumento de triglicérides com taxas de colesterol normais. Hipocloridria – Deficiência de ácido clorídrico no suco gástrico. Hipnagogo – Hipnótico. Hipersecreção – Aumento da secreção. Hipertensão arterial – Doença causada por um aumento da pressão do sangue no sistema arterial. ou melhor. A causa mais freqüente é a cirrose hepática que comprime os vasos intra-hepáticos. Hipodermóclise – Injeção de quantidade elevada de soro por via subcutânea. Hipocromia – Falta de pigmentação.HIPERMIOTONIA Hipermiotonia – Aumento da tonicidade muscular. Hipertensão portal – Aumento de pressão na veia porta causado por um obstáculo que dificulta o fluxo sangüíneo normal. Hipertermia – Elevação da temperatura do corpo. Hiperpirexia – Febre muito alta. Hipertireoidismo hipofisário – Quadro de hipertireoidismo causado pela produção excessiva de TSH. Hipersonolência infantil – Criança que apresenta uma tendência a dormir durante o dia. Hipófise – Pequena glândula que se aloja no interior do crânio. especialmente a somatotropina ou o hormônio do crescimento. Hipocondria – Transtorno caracterizado por um temor contínuo de ter alguma doença. Hiperpnéia – Aumento da freqüência respiratória. célebre médico da Grécia antiga. acima de 40 ˚C. as regiões abdominais situadas sobre o umbigo de ambos os lados do epigástrio e que. Hipnose – Sono artificial. Hipnógeno – Hipnótico. Qualquer sintoma mínimo é interpretado como início ou presença de uma doença. Hipócrates – O fundador da Medicina. Hiperpituitarismo – Secreção excessiva dos hormônios da hipófise anterior. Hipocôndrio – Zonas laterais da parte alta do abdome. que viveu entre 460 e 377 a. formada por uma parte nervosa (neurohipófise) e outra de origem epitelial (adeno-hipófise).. Hipoacusia – Diminuição da audição. ○ ○ HIPÓFISE Hipertireoidismo – Quadro clínico decorrente de excesso de produção e secreção de hormônios tireoidianos. Hipnotismo – Estado em que o controle do comportamento é reduzido. Hipertrofia – Aumento do tamanho de um órgão ou parte do corpo. como limite superior. Hipersonolência – Sonolência excessiva por aumento das horas necessárias de sono diário. Hiperplasia – Consiste no aumento do número de células de um tecido ou órgão. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ H ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Hipernatremia – Excesso de sódio no sangue. Hipertensão intracraniana – Aumento da pressão do líquido cerebrospinal que rodeia e banha todas as estruturas do sistema nervoso central. Hiperopia – Hipermetropia. e o paciente é adormecido e induzido a proceder mediante sugestões. Hipermotilidade – Aumento exagerado da atividade motora. Hiperoniquia – Espessamento das unhas. Hiperparatireoidismo – Hiperprodução de paratormônio (PTH) pelas glândulas paratireóides. Hiperostose – Hipertrofia do tecido ósseo. Hipertrofia cutânea – Aumento do volume da pele por edema.

a TSH hipofisária se eleva para estimular a produção das tiróides. Hipoproteinemia – Diminuição das proteínas no sangue. ou tiroxina. em geral associada a outras doenças como hipotireoidismo. Hipotálamo – Região encefálica que se encarrega de regular funções vitais. Hipópio – Acúmulo de pus na câmara anterior do olho. Hirsutismo – Aumento da quantidade de pêlo corporal por transtornos hormonais supra-renais ou ováricos. Histamina – Base orgânica eliminada pelos tecidos e que produz reações alérgicas. Hipoprotrombinemia – Diminuição da protrombina no sangue. Hipoparatireoidismo – Defeito na produção de hormônio paratireóideo que produz hipocalcemia. Queda da pressão arterial. Hipotensão postural – Diminuição da tensão arterial ocasionada ao passar-se de uma posição horizontal a uma vertical. Histerectomia – Retirada do útero. Hipoplasia – Pouco desenvolvimento de um órgão de origem congênita. Histeralgia – Dor no útero.HIPOGÁSTRIO Hipogástrio – Região média ântero-inferior do abdome situada entre duas fossas ilíacas. O hormônio T4. Hiposmia/ Anosmia – Diminuição ou desaparecimento total do olfato. Hipoxia neonatal – Diminuição da concentração de oxigênio nos tecidos. Hipotireoidismo – Quadro clínico que se origina ao existir um déficit de hormônios tireói○ ○ HISTERECTOMIA deos. Hipotonia – Diminição do tônus. é baixo. má nutrição. Hipopiese – Hipotensão. Hipotermia – Queda anormal da temperatura corporal. má absorção gastrintestinal ou anemia. o que condiciona uma elevação da pressão de CO2 e diminuição de pH sangüíneo. como o sono. a temperatura corporal. o apetite e a liberação de hormônios. Hipovitaminose – Deficiência de vitaminas. com exceção de seu colo. Hipogonadismo – Insuficiência de secreção nas glândulas sexuais. Hipostase – Congestão passiva. Hipolipidemias – Diminuição de lipídios no sangue. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ANTES ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ DEPOIS Histerectomia subtotal ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Hipoidrose – Diminuição da transpiração. Hipolipemiantes – Medicamentos utilizados no tratamento das hiperlipemias. Histerectomia subtotal – Remoção de partes do útero. Hipospádia – Abertura congênita anormal da uretra na face anterior do pênis. Hipopituitarismo – Deficiência de um ou vários hormônios hipofisários. Hipoglicemia – Queda da concentração de glicose no sangue para níveis abaixo dos normais. e como conseqüência. Hipoglobia – Diminuição do teor de ferro nos glóbulos vermelhos ou nas hemácias. Hipomenorréia – Escassez de sangue na menstruação.

Histerotraquelotomia – Incisão no colo do útero. Por isso o paciente deve levar um diário para anotar tanto a hora do aparecimento dos sintomas como todas as atividades que realiza ao longo do dia. a córnea e o cristalino. Histerômetro – Instrumento para medir o útero. se conecta com um gravador. Histerógeno – Que causa histeria. Homônimo – Com o mesmo nome. doença de – Tumor maligno do tecido linfóide. Histologia – Ramo da Morfologia que estuda tecidos e órgãos por meio de um microscópio. Histerosalpingografia – Procedimento diagnóstico para detectar possíveis obstruções das tubas uterinas. Homeoplastia – Enxerto com tecidos do próprio paciente nele mesmo. Humoral – Relativo aos humores. Homolateral – Do mesmo lado. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ H HIV HLA – Sistema de antígenos presentes na superfície das células do corpo humano que. Hospedeiro – Organismo no qual vive um parasita. transportadas pela circulação ou por outros líquidos. Histerotomia – Incisão do útero. Homeostases – Tendência que o organismo tem de manter a estabilidade de seu meio interno. Histeropexia – Operação para fixar o útero. Histeroptose – Queda do útero. Horripilação – Ereção dos pêlos. um retrovírus. Histeromomectomia – Retirada de um mioma uterino. Hóspede – Animal ou planta em que vive outro organismo parasitário. Homicida – Aquele que praticou homicídio. Honorários – Pagamento dos serviços. inflamação de uma glândula sebácea da pálpebra. Humor – Qualquer líquido do organismo. Hormonoterapia – Utilização de derivados hormonais com fins terapêuticos. Histeróide – Semelhante à histeria. Sua principal função é ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Humor vítreo – Meio transparente entre o cristalino e a retina. Homeotérmico – Que mantém a temperatura sempre igual. influem sobre as funções desempenhadas por alguns dos sistemas do corpo. Homossexualismo – Atração sexual por pessoa do mesmo sexo. Hormônio – Substâncias químicas produzidas por um órgão ou parte deste que. Histeromioma – Mioma uterino. por sua vez. Historerrexe – Ruptura do útero. as identificam como pertencentes a esse corpo concreto. Holter – Registro ambulatorial do eletrocardiograma num período de 24 horas durante a realização das atividades habituais do paciente. como reguladoras das reações químicas à distância.HISTERIA Histeria – Neurose com sensações e emoções anormais e com crises. Homicídio – Matar um ser humano. HIV – Vírus da imunodeficiência humana. Geralmente se usa naqueles cânceres que são sensíveis a este tratamento. Homocistinuria – Doença produzida por um transtorno do metabolismo do aminoácido metionina que causa atraso mental e problemas oculares. Colocam-se eletrodos cutâneos conectados a um cabo terminal que. Humor aquoso – Líquido que existe no globo ocular entre a íris. Homólogo – De situação semelhante. Histerotraquelorrafia – Sutura do colo do útero. Hordéolo – Terçol. Histidina – Um dos aminoácidos. ○ ○ HUMORAL determinar se os sintomas do paciente correspondem às alterações eletrocardiográficas. Histogênese – A diferenciação dos tecidos. Histeropatia – Toda doença do útero. de alguma maneira. Hodgkin.

É a forma mais grave do retardo mental. Iliopsoas – Músculo da região inferior do abdome e da pelve. ou não. Iluminismo – Excitação cerebral acompanhada de alucinações que fazem crer em revelações. dobras. O nível intelectual. está compreendido entre o de uma criança de 2 anos e uma criança de 7 anos. decorrente de impregnação dos tecidos pela bilirrubina. acompanhadas. nesse caso. feitos de materiais sintéticos ou sistemas de tração. Idiopática – Doença que existe por si mesma. Ilíaco – Próximo à parte superior do osso do quadril. Icto – Qualquer manifestação mórbida que se produza subitamente. mas respeita face. última parte do intestino delgado. Iliíte – Inflamação da articulação sacroilíaca. palmas das mãos e solas dos pés. sensitivas e motoras. Imbecilidade – Segundo grau de retardo mental. semelhantes às escamas dos peixes. operação preconizada nos cânceres inoperáveis do intestino grosso. metálicos. Pode-se utilizar aparelhos gessados. mas pode cumprir algumas ações simples. ativo contra Trichomonas vaginalis e diversas bactérias. Idiotia – Diminuição considerável ou ausência completa de inteligência e faculdades afetivas. Ileíte – Inflamação do íleo. Icterícia – Sinal que consiste em coloração amarela mais ou menos intensa da pele e das mucosas. Imidazol – Base aromática que entra na constituição da histidina e de uma família de compostos antiinfecciosos. Ileopatia – Termo que designa doenças do íleo. o que torna diferente das Ig de mesma classe. pode ser generalizado. Ileostomia – Criação de uma saída pela parede abdominal no íleo. Ileoretostomia – Enteroanastomose entre intestino delgado e reto. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . os imidazóis ou nitroimidazóis. independente de qualquer outro estado mórbido. região do intestino grosso. parte do intestino delgado e o colo. o ílio. Impaludação – Infestação de um indivíduo pelo hematozoário do paludismo. Imobilização – Fixação de um membro ou qualquer outra parte do corpo para evitar que a pessoa tome uma postura viciosa.IATROGENIA ○ ○ IMPEDÂNCIA Idiotipia – Variabilidade na especificidade de uma imunoglobina depois do contato desta com um antígeno. Íleo-ileostomia – Enteroanastomose entre duas alças do intestino delgado. Ictiose – Estado da pele que é seca e coberta de escamas finas com bordas livres. Ileocolostomia – Enteroanastomose entre o íleo. Ictérico – Com relação à icterícia ou que depende dela. Impedância – Inércia apresentada por um siste- Iatrogenia – Decorrente ou causado pelo tratamento médico. O indivíduo não pode comunicar-se com seus semelhantes pela linguagem escrita. dos quais o principal é o metroimidazol. dos outros indivíduos da mesma espécie. de perversão dos instintos.

Implante – Fragmento de tecido utilizado para implantação. Pode ser de modo passivo. a qual suscita a produção desses anticorpos. Há vesículas e pústulas que deixam escapar um líquido que endurece em crostas amarelas características. Utilizada para a substituição de um dente. Inato – Relativo ao caráter congênito. acústica e mecânica. vapores ou líquidos reduzidos à névoa com objetivo terapêutico. recobrindo uma ulceração vermelha. Imunidade – Propriedade de algumas pessoas de estarem isentos a manifestações mórbidas aparentes. por injeção de soro ou de imunoglobulina. Imunodepressão – Redução ou abolição das reações imunológicas de um organismo contra um antígeno. Incisivo – Dente cortante munido de uma só raiz. quando submetidos à ação de uma determinada causa patogênica. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ I Implante dental Impotência – Impossibilidade de praticar o ato sexual normal e completo em ambos os sexos. no tecido celular subcutâneo. localizada sobretudo no rosto e nas mãos. Incisão – Divisão metódica das partes moles com instrumento cortante. Imunologia – Ramo da Medicina que estuda reações do organismo no qual aparece um elemento que entra na categoria dos antígenos. existentes no soro sangüíneo e em diversos líquidos biológicos. Imune – Pessoas que possuem imunidade. Impetigo – Dermatose muito freqüente na criança. Imunoglobulina – Diversas globulinas que pertencem ao grupo das gamaglobulinas. que agem como antígenos. e no homem por falta de ereção ou ejaculação precoce. Implantação – Colocar. Incidência – Freqüência de casos novos. Pode ocorrer na mulher e no homem. In utero – Fenômenos que ocorrem dentro do útero gravídico.IMPETIGO ma ou um meio de propagação de um fenômeno periódico. Inanição – Estado de desnutrição. dotadas de atividade de anticorpo e que possuem estruturas bioquímicas análogas. Incapaz – Diminuído em suas funções físicas ou mentais. Implante dental – Prótese aloplástica inserida nos tecidos orais que suporta dentadura parcial ou completa. método de imunofluorescência ou imunoenzimáticos. por defeito de conformação. que traz os anticorpos específicos ou ativos pela vacinoterapia. situado na parte anterior e mediana das arcadas dentárias. É um conceito utilizado em eletricidade. In vivo – Fenômenos observados no organismo vivo em sua integridade. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Imunoterapia – Método de tratamento destinado a modificar os meios de defesa naturais do corpo e que tem por objetivo reforçar reações contra um determinado antígeno. Inalação – Método de absorção pelas vias respiratórias de gás. magreza e carência extrema decorrente de privações alimentares importantes e prolongadas. comprimidos de hormônios ou fragmentos de tecidos. desempenhando papel essencial na defesa do organismo contra agressões. Imunocitoquímica – Procedimento de detecção dos elementos de um complexo imune nos tecidos e nas células. In vitro – Fenômenos observados em laboratório. ○ ○ INCISIVO Imunização – Ato pelo qual se confere a imunidade.

Infiltração – Invasão dos tecidos e. Indução – Desencadeamento de um fenômeno. um gás ou pelo desenvolvimento de um tecido neoplásico. Ela pode ser leve. Infusão – Preparação obtida vertendo-se água fervente sobre uma substância para extrair seus princípios ativos. Infarto – Processo patológico de morte de uma parte do miocárdio na qual cessa a circulação. A segunda infância vai de 6 a 12 anos. Elemento capaz de diminuir ou suspender a atividade de uma substância orgânica e de tornar lenta ou interromper uma reação química sem tomar parte nessa reação. Incubação – Desenvolvimento silencioso de um germe que penetrou no organismo e ainda não manifesta clinicamente a sua presença. Manifesta-se comumente por quatro sintomas cardinais: calor. seriedade. Infanticídio – Assassinato de uma criança recémnascida. Infundíbulo – Estrutura anatômica em forma de funil. Incubadora – Aparelho destinado a assegurar o desenvolvimento das crianças nascidas prematuramente em um ambiente fechado e envidraçado. um líquido injetado. em relação à população total de uma região. Inconsciente – Conjunto dos elementos excluídos da consciência por processo mental denominado recalque. dor. homogênea e bem limitada. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Estado de um organismo invadido por um micróbio. Ingesta –Termo que designa todos os alimentos sólidos ou líquidos. Inseminação – Introdução de esperma no genital feminino. Inotrópico – Diz respeito à contratilidade da fibra muscular. Ausência de julgamento. Infantilismo – Estado de uma pessoa que apresenta. Infância –Época do nascimento até a puberdade. ela precede a adolescência. Estado do organismo invadido por esse parasita. Inguinal – Relativo à região da virilha. aquecido. Inibidor – Substância ou situação que provoca a inibição. ○ ○ INSEMINAÇÃO Infeccioso – Que comunica ou determina uma infecção. aspecto que lembra mais ou menos aquele de uma criança: pequena altura. suprimir a vida de um feto a partir do 7º mês da gestação. Quando a região atingida não é sede de fenômenos sépticos. produz-se infiltração do tecido por efusão sangüínea. Atualmente. como a fase inicial de uma anestesia (indução anestésica). Incoordenação – Dificuldade ou impossibilidade de coordenar movimentos de diferentes grupos musculares. um vaso ou uma espessura de um tecido. Infiltrado – Termo que designa uma opacidade cujo diâmetro não passa de alguns centímetros. Inflamação – Conjunto dos fenômenos reacionais que se produzem no ponto irritado por agente patogênico. A primeira infância sucede a fase de lactente e vai de 2 a 6 anos. Infecção – Invasão de um organismo por um micróbio. para uma determinada doença. do tecido celular por um líquido orgânico. ventilado e superoxigenado.INCONSCIÊNCIA Inconsciência – Estado de privação da consciência. Infundibulectomia – Ressecção parcial do infundíbulo da artéria pulmonar por uma estenose da artéria. Infertilidade – Impossibilidade de reproduzir-se. Índice de morbidade – Porcentagem dos participantes de um grupo. Influenza – Gripe. Incontinência – Emissão involuntária de matérias fecais ou urina. ausência dos caracteres sexuais secundários e psiquismo infantil. Injeção – Método de introdução sob pressão de um líquido ou de um gás em uma cavidade natural ou patológica. tumor e rubor. em particular. Infestação – Penetração de um parasita no organismo ou fixação neste. falta de desenvolvimento dos órgãos genitais. enevoada ou densa. na idade adulta.

Intramural – Situado na espessura de uma parede. Interferon – Glicoproteína muito pequena produzida por um vírus que inibe a multiplicação deste último. Divide-se em intestino delgado e grosso. Intermitente – Doença. Esôfago ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Estômago ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Intestino grosso Intestino delgado ○ ○ I ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Intestino ○ ○ ○ Íntima – Túnica interna de um vaso sangüíneo. Intra-raquidiano –Situado no interior do canal vertebral. sob a responsabilidade de um médico habilitado. Intersticial – Relacionado aos tecidos de sustentação que circundam o elemento nobre de um órgão. Elemento de uma preparação farmacêutica. que exerce as funções de diagnóstico e cuidados nos hospitais. Alguns são formados de células secretoras de insulina e provocam uma hipoglicemia. Insônia – Alteração ou ausência de sono. no qual se encontra um órgão ou uma glândula que se tornou incapaz de cumprir suas funções integralmente. Intersexualidade – Malformações sexuais secundárias que se aproximam do que caracteriza o sexo oposto. Intradérmico – Dentro da espessura da derme. ○ ○ INTRA RAQUIDIANO Intertrigo – Inflamação da pele nas dobras.INSEMINAÇÃO Inseminação artificial – Tratamento da infertilidade que consiste em depositar o esperma no útero. É de origem microbiana. Insulina – Hormônio antidiabético proveniente do pâncreas que abaixa a taxa de glicemia e favorece a utilização da glicose pelos tecidos. favorecidas pela obesidade e transpiração. Intermédio – Termo que designa estrutura localizada entre uma proximal e outra distal. cuidando de seus semelhantes ainda na fase de formação universitária. Intramuscular – Dentro da espessura do tecido muscular. Interleucina – Substância plasmática solúvel secretada por macrófagos e alguns linfócitos e que estimula outras células responsáveis pela imunidade. fenômeno ou sinal que se reproduz em intervalos regulares. Intolerância – Termo que designa todas as reações de certos indivíduos a um agente externo tolerado pela maior parte dos outros indivíduos. Intoxicação – Doença pela ação de venenos ou outras substâncias. Intradermorreação – Reação cutânea inflamatória que ocorre no ponto de injeção intradérmica em quantidade mínima de substâncias que se comportam como um antígeno quando o indivíduo inoculado apresenta condições particulares que variam com a substância injetada. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Essas reações podem ser gerais ou localizadas em um órgão ou tecido. Todos os médicos já foram estudantes e seguiram os passos de seus mestres. Intestino – Região do tubo digestivo após o estômago. separado da superfície. Difunde-se no tecido circunvizinho e informa outras células não infectadas. Inspeção – Primeira fase do exame físico que consiste em observar o paciente e pesquisar anomalia do aspecto ou do comportamento. Insulinoma – Tumor das ilhotas de Langerhans do pâncreas. destinada a facilitar a combinação das outras substâncias que a compõem. Interno – Estudante de Medicina do quinto ou sexto ano. Insuficiência – Estado de alteração por inferioridade fisiológica.

entre outros alcalóides. conjunto de órgãos ou todo o organismo. de tal modo que a primeira parte fica embainhada pela segunda como um dedo de luva. Isotônico – Substância com a mesma pressão osmótica de outro líquido tomado como comparação. dando sua coloração ao olho. Invaginação – Modo de deslocamento do canal intestinal que consiste na introdução ou intussuscepção de uma parte do intestino na parte seguinte. Isoniazida – Substância química que possui uma ação bacteriostática. Uragoga ipecacuhana do qual se extrai. Ipeca – Raiz de um arbusto da América do Sul. Isomeria – Relação existente entre duas moléculas de mesma fórmula bruta. elas são idênticas. de uma sonda endotraqueal destinada a assegurar que as vias aéreas permaneçam livres. Na primeira. decorrente de obliteração de uma artéria coronária. Íris – Diafragma vertical e circular do olho que separa as câmaras anterior e posterior. Iridectomia – Operação para ressecção parcial da íris. Invalidez – Diminuição durável. acidente ou ocorrências de guerra e pode ser de origem intelectual. contra a tuberculose. Irritabilidade – Propriedade apresentada pelos tecidos e órgãos vivos que os faz reagir sob influência de excitação externa ou interna. Invasão – Invasão do organismo por um germe patogênico que se manifesta com maior ou menor alarde pelo aparecimento dos primeiros sintomas da doença. colocação. processo mórbido. que recobre as faces laterais do cérebro. designa qualquer modificação regressiva de um órgão sadio ou doente.INTRAVASCULAR Intravascular – No interior de um vaso sangüíneo. contra o bacilo de Koch. Isocórtex – Parte mais elaborada. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . osteoarticular. Distinguemse a isomeria estrutural e a estereoisomeria. as ligações atômicas são diferentes. Diz-se de um fenômeno durante o qual a tensão permanece constante. Isquemia – Alteração patológica de um tecido que sofreu diminuição do aporte sangüíneo. denominada pupila. arterial ou venoso. por seus músculos esfíncter e dilatador. na segunda. modificando dimensões do orifício central. regula a entrada de luz. Em anestesia geral. Pode ser decorrente de doença. Involução – Termo que. in vitro. Isotonia – Estado dos líquidos ou das soluções que tem uma mesma tensão osmótica. parcial ou total da capacidade de trabalho. Intubação – Introdução de um tubo em conduto natural. nenhuma corrente se estabelece entre eles. praticada para abrir passagem aos raios luminosos ou combater infecção. e muito ativa in vivo. em Fisiologia ou Patologia. Ipsilateral – Homolateral. mas a configuração dos átomos no espaço é diferente. ○ ○ ISQUEMIA Iridociclite – Inflamação da íris ou irite associada à iridocoroidite e inflamação do corpo ciliar. a emetina. Inversão – Anomalia de um ou todos os órgãos se encontrarem no lado do corpo oposto àquele que ocupam normalmente. psicomotora e muscular. filogeneticamente. Iodismo – Fenômenos tóxicos causados pela absorção do iodo ou de seus derivados. Grau de sofrimento miocárdico mais precoce e mais fraco. Se tais líquidos estão separados por uma membrana semipermeável. na fase inicial e após a indução. e mais recente do córtex cerebral. Pigmentada.

ou em razão do surgimento de sinais de intolerância. Jugulares – Veias do pescoço. a tíbia e a patela. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Patela ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Tíbia ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Joelho . Jejunoplastia – Operação destinada a modificar a forma e o funcionamento do jejuno. a fim de tentar colocar em evidência novos sinais da doença. que drena o sangue do encéfalo à face.JANELA ○ ○ JUGULARES ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Jejuno ○ ○ ○ ○ ○ J ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Jejuno Janela terapêutica – Interrupção provisória de um tratamento. decidida em razão do insucesso deste. Joelho – Articulação do membro inferior situado entre a coxa e a perna que une o fêmur. Jugal – Relativo à bochecha. Jejuno – Parte do intestino delgado que se segue ao duodeno e sucede o íleo. por demonstrar a ligação deles com o tratamento considerado. a fim de alimentar o doente. A mais volumosa veia cervical. Jet-lag – Conseqüências fisiológicas da decolagem horária sofrida pelos indivíduos que fazem longos trajetos aéreos transmeridianos. Jejunostomia – Operação para criação de um orifício para o jejuno.

que designa a icterícia nuclear do recém-nascido. Koch (bacilo de) – Mycobacterium tuberculosis. edema. anemia com inversão da fórmula leucocitária. anemia. no momento do desmame. apatia. hepatomegalia e lesões cutâneas. caracterizada por febre irregular. Kwashiorkor – Doença do lactente. aumento de volume do baço e do fígado.KALAZAR ○ ○ KWASHIORKOR coloração mais ou menos bronzeada da pele. acompanhada localmente de varizes e angioma plano. Klippel-Trenaunay – Síndrome que aparece na infância ou adolescência. nódulos cutâneos tardios. Evolui espontaneamente para a morte em um período de 6 meses a 2 anos. tais como: emagrecimento. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Klebsiella – Gênero bacteriano composto de bacilos Gram negativos imóveis que pertencem à família das Enterobacteriaceae. caracterizada pela hipertrofia de um membro. caracterizada por distúrbios digestivos. freqüentemente sintomas disentéricos e. como manchas negras que surgem nas nádegas e regiões articulares. principalmente quanto ao esqueleto. Kerníctero – Termo proveniente do alemão Kernicterus. Deve-se a um protozoário Leishmania donovani. às vezes. Kalazar – Doença endêmica na Índia e no Extremo Oriente e em via de extinção na Bacia Mediterrânea.

Lacorrinostomia – Operação que cria canal anastomótico entre o fundo de saco conjuntival ínfero-nasal e a mucosa nasal. Laboratório – Centro ou dependência em que se efetuam investigações científicas e todo tipo de atividades experimentais e determinações das propriedades físico-químicas das substâncias ou de sua composição. A lactância materna é mais prolongada nos bebês que começam a recebê-la ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Lábil – Variável. já que está adaptado às necessidades do bebê. psicológicos e sócioeconômicos. apresenta-se mais freqüentemente sob a forma de simples fissura do lábio superior. Lactância artificial – Alimentação do lactente com alimento semelhante ao leite humano. Lactagogo – Galactagogo. Ocorre com o aumento de produção de lágrima ou produção normal com problema de drenagem desta no ponto lacrimal. despedaçar com violência. infecção ou irritação mecânica do olho por corpo estranho. que envolve também a maxila. Lábio leporino – Malformação da face decorrente da falta de soldadura dos brotos faciais. rasgar em pedaços. decorrente de emoção. instável. Sobre ela. incidem fatores orgânicos. Lacerar – Dilacerar. Labirinto – Conjunto complexo de cavidades e de condutos que se comunicam entre si. secreção e excreção de leite. Lacrimogênio – Substância que ocasiona secreção das lágrimas. Lábio leporino Labirintite – Inflamação dos canais do labirinto da orelha interna que produz vertigem no paciente. Lacrimejamento – Derrame excessivo de lágrimas fora do globo ocular. Lactação – Aleitamento. situado no ângulo interno do olho. Lacodacriocistostomia – Operação destinada a corrigir obstrução dos ductos lacrimais que une fundo de saco conjuntival e bolsa lacrimal. Lactância materna – Alimentação natural na qual se utiliza o leite materno. porém elaborado industrialmente.LÁBIL ○ ○ LACTÂNCIA receptor responsável pelo equilíbrio do corpo humano. Que aumenta a secreção do leite. denominados subsidiários. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ L ○ ¡ . O elemento básico no funcionamento e na duração desse tipo de lactância é a mãe. o laboratório clínico é o lugar onde se realizam os exames diagnósticos necessários. Lacrimais – Dois pequenos ossos na órbita. Em Medicina. considerado o mais apropriado de todos os existentes.

Lactato – Sal do ácido láctico. às vezes. análoga à soroglobulina contida no leite de vaca. dissacarídeo. sem produzir doenças. descoberto. Lactucária – Suco de espécies de alface. Lactosado – Que contém lactose. aflitiva. Lácteo – Relativo ao leite. Lamelar – Disposto em lâminas. cortante nas duas bordas. Lacuna – Pequena cavidade ou espaço. lasca.LACTÁRIO e a ter contato físico com a mãe durante as primeiras horas do que naqueles em que seu início é retardado. dobradas. ininteligível e balbuciante. Lalação – Forma de expressão repetitiva. de 3 cm de comprimento e de duas plaquetas móveis que. Lambda – Local de encontro entre as suturas sagital e lambdóide. Laparoscopia – Técnica cirúrgica moderna que consiste na realização de duas ou três pequenas incisões no abdome por meio das quais se introduzem tubo flexível com luz e utensílios necessários para a visualização do conteúdo da cavidade abdominal. Provoca emagrecimento. como iogurte. no trato intestinal e na vagina. Lactose. Lagoftalmo – Sinônimo de Lagoftalmia. Lactoglobulina – Globulina. Lactococcus – Gênero bacteriano não patogênico do grupo dos estreptococos lácticos. Láctico – Substância proveniente da redução do ácido pirúvico pela lacticodesidrogenase. O não fechamento completo das pálpebras. Filamento que constitui. o olho fica. pontiaguda. Lacunas – Lesão dos centros nervosos caracterizada pela produção de pequenas cavidades ○ ○ LAPAROSCÓPIO irregulares escavadas em pleno tecido e encontradas freqüentemente nos indivíduos idosos. Lactobacilo – Grupo de bacilos não patogenicos que produzem ácido láctico a partir dos açúcares. Lanugem – Pêlo fino e suave que. Lactente – Criança que se encontra num período de vida durante o qual sua alimentação é baseada na lactância. Lanolina – Gordura da lã de carneiro. Lactase – Enzima secretada pela mucosa intestinal. A espécie principal é L. composto de glicose e galactose existente no leite. protegem a lâmina. Laparocele – Hérnia que escapa por um ponto da parede abdominal fora dos anéis inguinal e crural. uma rede situada na face interna da membrana do núcleo celular. Lactose – Açúcar. incluem espécies desse germe em sua composição. pelo jejuno e pelo segmento proximal do íleo. diarréia e lactosúria. Laparatomia – Incisão cirúrgica da parede abdominal. Lágrima – Gota secretada pelas glândulas lacrimais. que catalisa a hidrólise de lactose em glicose e galactose. utilizado antigamente como sedativo. Lactosúria – Presença de lactose na urina. Lancinante – Dor sentida por fisgadas. de alimentos de origem vegetal junto com produtos lácteos e ovos. Lactário – Local onde se coleta e distribui-se o leite materno. lactis. Lactovegetariano – Pessoa cuja dieta consta. Lâmina – Pedaço de vidro fino utilizado em exames subsidiários. em parte. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Lactífugo – Que diminui a secreção do leite. podem ser encontrados. Fragmento chato e delgado de qualquer substância. Apresenta-se em diferentes transtornos psiquiátricos e neurológicos. Alguns derivados lácteos. muito dolorosa. intolerância à – Impossibilidade para utilizar a lactose ingerida. com seus homólogos. por falta de lactase ou secreção fisiologicamente diminuída. celiotomia. Laminectomia – Retirada cirúrgica de parte de um ou mais discos intervertebrais. Lanceta – Instrumento composto de uma lâmina plana. Laparoscópio – Aparelho para exame da cavidade abdominal. os recém-nascidos têm. Acumula-se durante o trabalho muscular intensivo a partir da glicogenólise anaeróbia. semelhante à forma de expressão de uma criança pequena. pungente. exclusivamente.

Laringismo – Espasmo da laringe. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ L ○ . Laringografia – Estudo radiográfico da laringe após opacificação desta. Larva migrans cutânea – Infecção produzida por larvas de uncinárias. Laringite – Inflamação da laringe que costuma ser conseqüência de uma infecção.LAPAROSQUISE Laparosquise – Defeito localizado na parede abdominal. Laringotraqueostomia – Incisão da laringe e traquéia. Lateral – Termo utilizado para designar estrutura afastada do plano sagital mediano. Lavagem ótica – Forma tradicional mais simples de eliminar os tampões de cera da orelha média. não se manifesta. Lateropulsão – Dificuldade que os parkisonianos têm em retomar o equilíbrio quando são impelidos lateralmente. Laringopatia – Toda doença da laringe. pode ser parcial ou total. a laringe em extensão maior ou menor. Laringofaringe – Parte laríngea da faringe. Laser – Palavra de origem inglesa que resume as primeiras letras do termo light amplification by estimulated emission of radiation (amplificação de luz por emissão estimulada de radiação). Laringocele – Tumor do pescoço. Lecitina – Glicerofosfato complexo de colina. Lecitina – Um fosfolipídio. Larvicida – Que destrói larvas de insetos. formado por hérnia da mucosa laríngea. que se põe na mesa para se lavarem os dedos. Latente – Que permanece escondido. Utilizado em diversas áreas da Medicina. Laringoscopia – Visualização e exploração da laringe por meio de um espelho. Laringoscópio – Instrumento para examinar o interior da laringe. Um dos órgãos responsáveis pela fonação. Laringoespasmo – Contração espasmódica dos músculos da laringe. Laringe – Órgão do sistema respiratório situado na parte anterior do pescoço. Laxantes – Substâncias que aumentam o número de defecações e/ou diminuem a consistência das fezes. Lavagem gástrica – Lavagem do estômago realizada para preparação prévia de uma cirurgia da região ou eliminação de substâncias tóxicas irritantes ingeridas acidentalmente. Lectina – Nome genérico de substâncias de origem vegetal capazes de provocar prolifera- Seios nasais Cavidade oral Laringe ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Laringe Laringectomia – Exérese cirúrgica da laringe. e que cria evisceração. Laringotomia – Operação que consiste em incisar. Estas penetram pela pele e migram durante várias semanas pelo tecido celular subcutâneo. da traquéia e dos brônquios. Lavanda – Água-de-colônia feita com a essência dessa planta. Lardáceo – Semelhante à gordura. lavabo. oculto. Pequena taça com água. na linha mediana. ○ ○ LECTINA Laringotraqueíte – Inflamação da laringe e traquéia. Laringostenose – Estenose da laringe. em local distinto do umbigo. Laringotraqueobronquite – Inflamação simultânea da laringe. Laringocentese – Punção da laringe. Laringologia – Ramo da Medicina que estuda doenças da laringe. Substância lipídica presente especialmente no cérebro e na gema de ovo. durante as refeições. ou no fim delas. região inferior da faringe.

Leitelho – Leite sem gordura e acidificado. às vezes entre manifestãções neurológicas. doença dos – Doença infecciosa que. Mortal em 16% dos casos. na face. nevo pigmentar comum. manchas de cor ruiva. Lesão – Mudança apreciável por nossos meios de investigação. sob influência de uma causa mórbida. O tratamento é feito com antibióticos. mortífero. congelamentos. Leitura labial – Capacidade de adivinhar a linguagem observando o movimento dos lábios. Lentigem – Mancha parda escura que aparece na superfície da pele pela exposição ao sol em pessoas de idade mediana ou idosos. microscópios. digestivas ou renais. muito utilizada para o diagnóstico de doenças uterinas. retidos no pós-parto ou no aborto. Letal – Que produz a morte. chama-se síndrome de Weil. após um período de incubação de 2 a 10 dias. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . O estudo das lesões constitui a anatomia patológica. uma compensação óptica que corrija a trajetória dos raios de modo que se forme uma imagem nítida na retina. Lepra – Doença infecciosa decorrente do desenvolvimento. Lenticular – Relativo a uma lente. Legionários. Começa por lesões da pele despigmentadas ou hiperpigmentadas. às vezes discretamente salientes nas mãos. lentes de contato e outros dispositivos ópticos para a correção de problemas visuais. muitas vezes tem um caráter familiar. mortal. do conteúdo uterino. Pequenas manchas pigmentares da pele. do bacilo de Hansen que provavelmente penetra pela pele ou pela mucosa nasal e propaga-se ao longo dos nervos periféricos. Lemnisco – Estrutura anatômica situada no tronco do encéfalo. deve-se a um bacilo Gram negativo conhecido como Legionella. melanoma benigno.LEGIONÁRIOS ção de linfócitos e transformação em células blásticas. Sua incubação é longa: 3 a 5 anos em média. principalmente. efeito da doença e tem sob sua dependência um número de sintomas. A lesão é. calmante. Lenticular – Em forma de lentilha. fatal. surgida nos caracteres anatômicos e histológicos de um órgão. Leptomeningite – Inflamação da aracnóide e piamáter. correção de hemorragias genitais prolongadas ou esvaziamento de restos placentários. É utilizada na produção de óculos. Lêndeas – Ovo que o piolho deposita no couro cabeludo. A forma grave da doença. com alta proporção de fibra e alto conteúdo de proteínas que se complementa com outros alimentos. Leproma – Edema espesso da pele em casos de lepra. Leite materno – Leite humano que constitui o alimento ideal para todos os recém-nascidos até completarem um ano de vida. Lenitivo – Suavizante. Leptospira – Gênero bacteriano da família dos Leptospiraceae. no organismo. Lesões por frio – Alterações produzidas pela exposição a temperaturas muito baixas. Lentes oculares – Próteses que buscam proporcionar. Lésbica – Mulher homossexual. Legrado – Raspagem do endométrio com uma cureta. ao olho míope ou hipermetrope. no pescoço e. a que se dá forma para adaptá-la à córnea ocular e corrigir problema visual de refração. aparece brutalmente. Lente – Massa curva transparente de plástico ou cristal. São ricos em hidratos de carbono. Lente de contato – Pequena lente curva de plástico mole ou rígido. ○ ○ LETAL Leishmaniose – Nome genérico dado às doenças produzidas por protozoários flagelados do gênero Leishmania. Leptospirose – Doença bacteriana por contato com urina ou tecido de ratos. Legumes – Alimentos que ocupam lugar muito importante na dieta. A Lepra é particularmente freqüente nos países tropicais. simula gripe na forma pulmonar e evolui rapidamente. como frieiras. Lentigo – Grão de beleza. que afeta fígado e baço e produz hemorragias. que é polida e adaptada para refratar a luz de uma maneira específica. portanto. hipotermia e necrose.

Leucossarcoma – Sarcoma não pigmentado. Letargia – Estado patológico observado em diversas doenças do sistema nervoso central. Leucorréia – Fluxo esbranquiçado. Leuconíquia – Manchas brancas nas unhas. Leucocitogênese – Formação dos leucócitos. como encefalites. açúcar de frutas. Também é associado a um tumor ocular. pode o paciente despertar. e temporariamente. Leucocitose – Aumento patológico dos leucócitos. mas sem as alterações desta. Leucoma – Opacidade esbranquiçada da córnea. Os lobos pré-frontais ficam isolados do resto do cérebro. Leucopoiese – Formação de glóbulos brancos. acompanhados ou não da invasão do sangue por glóbulos brancos. costumam ser lesões pré-cancerosas. Levodopa – Medicamento antiparkinsoniano. Leucopenia – Diminuição do número de glóbulos brancos para nível abaixo do normal. Geralmente. Libido – Energia que anima o instinto da busca do prazer. diminuição do número de leucócitos. Leucocitopenia – Leucopenia. Leucócito – Célula sangüínea nucleada com dois tipos: mononucleares e polinucleares. Seccionamento transversal das fibras nervosas do corpo caloso. Levulose – Frutose. Utilizado como tratamento de doenças mentais. Leucocitúria – Presença de leucócitos na urina. agentes de fermentação. Lienal – Relativo ao baço. Lidocaína – Substância dotada de propriedades anestésicas locais e antiarrítimicas. Libidinoso – Com desejo sexual intenso. Desempenha importante papel no processo da hipersensibilidade imediata. Leucotomia – Ou lobotomia. utilizada por via venosa no tratamento de urgência das hiperexcitabilidades ventriculares. Leucina – Aminoácido alifático essencial que constitui as proteínas. Lesional – Dano produzido em estrutura ou órgão. Leucoplasia – Formação de placas brancas amareladas sobre as mucosas. ○ ○ LIENAL Leucotrieno – Substância liberada pelos macrófagos e os neutrófilos polimorfonucleares sob influência de uma enzima. Letalidade – Qualidade de letal. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ L ○ ○ Leucócito ○ . A causa mais freqüente é a catarata. Lêvedo – Designação genérica de fungos unicelulares da família das sacaromicetáceas. Leucemóide – Semelhante à leucemia. Leucocorias – Presença de reflexo esbranquiçado na pupila e motivo de consulta urgente ao oftalmologista. líquido. a lipo-oxigenase. o retinoblastoma.LEPROSO Leproso – Relativo à lepra ou dela acometido. caracterizado por um sono profundo e duradouro do qual só com dificuldade. Leucemia – Doença aguda ou crônica caracterizada pela proliferação de centros formadores dos leucócitos. Leucodistrofia – Doença do grupo das escleroses cerebrais difusas. empregados na preparação de bebidas alcoólicas não destiladas e na panificação. Leucose – Nome que designa a leucemia. tumores. Licor – Solução.

que une duas peças ósseas de uma articulação. Ligadura com fio metálico – Técnica cirúrgica que se realiza para fixar determinadas fraturas mediante a aplicação de um fio metálico que atravessa as extremidades dos ossos fraturados. Linfangite – Inflamação de um ou mais vasos linfáticos decorrente de infecção por estreptococos em alguma das extremidades. Ligadura cirúrgica – Atamento de um vaso ou um conduto com um fio de sutura ou grampo para deter ou prevenir hemorragia durante operação cirúrgica ou evitar a passagem de substâncias por meio de conduto natural. Linfangiectomia – Ressecção dos vasos linfáticos. Liminar – No limiar da percepção. Linfocele – Acúmulo linfático adquirido e localizado. Linfocinas – Substâncias liberadas pelos linfócitos para favorecer a comunicação entre as células. motivo pelo qual recebem o nome de interleucinas. Limitante elástica externa – Lâmina elástica que separa a túnica média da interna. esbranquiçado e muito resistente. Limiar – Grau limite de um excitante abaixo do qual não há mais sensação. Linfandenopatia – Doença dos linfonodos. É decorrente de alteração da drenagem linfática. de solu○ ○ LINFOCINAS ção ou de mistura que marca o aparecimento de um fenômeno. É a oclusão das tubas uterinas mediante ligamento. Cada uma dessas substâncias tem uma função específica. Linfa ou quilo – Líquido orgânico que circula no interior do sistema linfático. para permitir o começo do parto. nas artérias. Linfangioma – Angioma desenvolvido nos vasos linfáticos. Linfático – Relacionado à linfa. da radioterapia ou do tumor. Ligadura – Método de amarração de uma estrutura anatômica por aplicação de um laço. Lienteria – Diarréia de fezes líquidas contendo matéria não digerida. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ligamento tubáreo ○ ○ . Linfoblasto – Célula-tronco dos linfócitos. Lientérico – Diarréico. Ligamento tubário – Método de esterilização permanente. Lifting facial – Tratamento das rugas e estiramento da pele. coagulação ou oclusão mecânica. Ligadura ortopédica – Procedimento traumatológico que consiste em unir os extremos de uma fratura óssea com uma argola metálica ou uma faixa metálica para manter sua posição normal enquanto dura o processo de consolidação da fratura. transportando gorduras. Limitante elástica interna – Lâmina elástica que separa a túnica média da interna nas artérias. Ponto crítico correspondente a uma taxa de diluição.LIENITE Lienite – Inflamação do baço. Linfedemas – Edema ou inflamação crônica das extremidades. Límbico – Sistema encefálico constituído pelo corpo caloso e hipocampo. da cirurgia. Esse ligamento se solta quando a gravidez chega ao fim. cujo objetivo é mantêlo fechado para evitar o aborto espontâneo nos casos em que exista insuficiência cervical. Ligadura uterina – Procedimento obstétrico por sutura do colo do útero. de alta eficácia e irreversível. Ligamento – Faixa de tecido conjuntivo fibroso e elástico. responsável pelas emoções humanas. Ligamento redondo – Ligamento do ovário ao útero. geralmente ativando células do sistema ou estimulando sua proliferação e diferenciação.

Deve-se ao ferimento de um vaso ou gânglio linfático. de áreas vermelhas. portadores de doenças febris e com desidratação leve. Deve-se à excessiva proliferação das papilas e costuma coincidir com hipertrofia tonsilar ou processos alérgicos. idéias. tátil ou. leucócitos. para passar por todos os tecidos e voltar novamente à circulação sangüínea. Distinguem-se três classes: linfócitos T. A fala somente é a expressão verbal da linguagem. células epiteliais.LINFÓCITO Linfócito – Leucócito mononuclear cujo diâmetro varia de 9 a 15 micrômetros. As receptivas refletem o fato de compreender a linguagem. no dorso da língua. B e NK. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ L ○ Língua ○ ○ da. É um dos subtipos de glóbulos brancos ou leucócitos. Estão presentes no sangue e nos tecidos linfóides. ao mesmo tempo. desejos. Linfoma – Tumor do tecido linfóide. originadas na medula óssea e em circulação constante. Há uma linguagem visual. Linfogranulomatose inguinal – Doença sexualmente transmissível que produz estenose de reto e edema peniano e escrotal. Linfocitose – Aumento do número de linfócitos no sangue. a forma de fazer conhecer os demais os pensamentos. Linfografia – Exame subsidiário para investigação anatômica e fisiopatológica dos vasos linfáticos. Linfomatose – Nome dado a todas as doenças caracterizadas por hiperplasia do sistema linfático. recoberta de detritos alimentares. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . e as expressivas. Linfóide – Conjunto de células e órgãos do qual dependem as reações de imunidade específica. de elementos diversos. febre. Língua – Órgão miomucoso da cavidade oral. Linfogranuloma venéreo – Doença sexualmente transmissível causada pela Clamydea trachomatis. e mal-estar geral. decorrente de transtorno hematológico ou de deficiências nutricionais e outras doenças. bactérias e fungos em pessoas que respiram pela boca. A linguagem abarca capacidades receptivas e expressivas. É autolimitada e desaparece até os seis anos. Língua saburral – Língua de cor esbranquiça- Linfócito linfáticos. outras mais complexas. que vão desde o sangue até os gânglios ○ ○ LINGUAGEM Linfopenia – Diminuição do número de linfócitos. Há produção de lesões em forma de úlcera nos genitais. Linfoma não Hodgkin – Tumor maligno que tem sua origem nos tecidos linfáticos. ainda. e entre elas se situa a fala. Linfossarcoma – Sarcoma de tecido linfático. Língua geográfica – Alteração benigna que consiste no aparecimento. acompanhadas de um aumento de tamanho dos gânglios linfáticos da virilha. Linforragia – Escoamento persistente da linfa. Linfocitopenia – Número de linfócitos inferior ao normal na circulação sangüínea. constituídas. Linfócitos – Células sangüíneas pequenas. auditiva. lisas e descamadas. Linguagem – Todo sistema de signos que serve de meio de comunicação entre indivíduos e pode ser percebido pelos diversos órgãos dos sentidos.

Os lipídios totais compreendem o colesterol e seus ésteres. gestos. Estes são. Líquido amniótico – Líquido produzido pelas membranas fetais e pelo feto. formada por acúmulos de adipósitos. Liofilização – Procedimento de conservação dos produtos biológicos frágeis. O tratamento é a exérese. Lipoaspiração – Método cirúrgico que deve ser realizado por cirurgiões plásticos habilitados. Em psiquiatria. posições. Lipólise – Hidrólise dos lipídios alimentares em ácido graxos livres e álcool. mentais e emocionais. Lipoproteínas – Moléculas grandes que têm por função empacotar as gorduras que não são solúveis no plasma. É produzida durante a digestão intestinal sob influência da bile e do suco pancreático.LINGUAGEM Linguagem corporal – Conjunto de sinais não verbais. que se produz normalmente após as refeições. são moles e facilmente deslocadas. Lipotimia – Insuficiência vascular da circulação cerebral que provoca desmaio que costuma ser leve e passageiro. o tecido adiposo de uma região com excesso. Lipomatose – Formação de lipomas múltiplos. Linite – Inflamação do tecido conjuntivo do estômago. mas que contém outros grupos moleculares. por meio de uma cânula. Lipídios – Grupo de princípios imediatos formados por compostos diferentes. separadas por eletroforese sobre papel e reveladas por corantes especiais. congelados à baixa temperatura. dessecados a vácuo. mais ou menos pruriginosas. expressões do rosto e adornos. que rodeia este durante a gravidez. Líquen – Grupo de dermatoses caracterizadas pela presença de pápulas aglomeradas ou discretas. Lipidemia – Presença e taxa dos lipídios totais no sangue. para fricções. Linite plástica – Linite maligna do estômago. O produto que não tenha sofrido nenhuma alteração pode ser dissolvido instantaneamente na água. Podem ser únicas ou múltiplas e localizadas em qualquer região do corpo. Lipóide – Substância semelhante a gorduras quanto à aparência e solubilidade. ○ ○ LÍQUIDO pelo qual se aspira. fosfolipídeos e ácidos graxos livres. em seguida. Tudo o que serve para acalmar. Lipoma – Tumoração benigna do tecido subcutâneo. abrandar. de origem desconhecida. posturas. determinando atrofia ou tumefação desse tecido. Lipodistrofia – Alteração localizada do tecido celular subcutâneo por alteração de células gordurosas. inicialmente. é uma importante fonte de informação para o diagnóstico dos pacientes. Pode haver espessamento da pele com exagero das dobras naturais. Lipidúria – Presença patológica de lipídios na urina. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Lipossolúvel – Diz-se das substâncias solúveis em substâncias gordurosas. É observada na síndrome nefrótica e em doenças hereditárias do metabolismo lipídico. do qual os mais conhecidos são as gorduras. triglicerídeos. São elevações circunscritas cobertas por pele normal. Líquen plano – Doença cutânea crônica e benigna que produz grande ardor na boca. Lipemia – Aumento da quantidade de gordura no sangue. Seu valor normal é de 5 a 8 g por litro. Caracteriza-se pelo aparecimento de placas pequenas planas e purpúreas com pequenas linhas finas e cinzentas em sua superfície. Lipase – Enzima que desdobra os ésteres dos ácidos graxos. como movimentos corporais. Lipidograma – Proporções das diferentes frações das lipoproteínas contidas em um líquido orgânico. Lipectomia – Extirpação da gordura subcutânea excessivamente acumulada em determinados locais. que servem para exprimir diferentes estados físicos. Linimento – Medicamento untuoso. Líquen simples – Forma de dermatite muito comum causada pelo engrossamento e enrijecimento da pele em resposta à irritação causada pelo roçamento repetido da região.

calcificado ou petrificado. Lisossomo – Partícula presente no protoplasma celular. sem necessidade de recorrer a uma intervenção cirúrgica para sua extração. A ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ L ○ Pedras ○ ○ ○ ○ ○ Ondas de choque ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Litotripsia . Seus sais são usados para o tratamento de algumas psicopatias mediante mecanismo ainda não bem conhecidos. Líquor – Líquido cerebroespinal. Litúria – Eliminação de cristais de ácido úrico pela urina. Lítico – Relativo a pedra ou cálculo. Os cálculos são formações rijas em cuja composição predomina o colesterol e outros componentes como o cálcio e bilirrubina. doença de – Paralisia espasmódica das crianças. Litotomia – Retirada cirúrgica de um cálculo do interior das vias urinárias. móveis. Essas pedras de grande tamanho não podem ser expulsas espontaneamente com a urina. causada por defeito congênito no cérebro. Listerismo – Anti-sepsia utilizada antigamente na cirurgia preconizada pelo inglês Joseph Lister. os ventrículos cerebrais e os espaços subaracnóideos. presente nos tecidos animais em quantidades mínimas. circundada por uma membrana lipoprotéica e contendo enzimas variadas do tipo hidrolase. anaeróbios. Litemia – Presença e taxa do lítio no sangue. pelo uso em larga escala de fenol e por outros anti-sépticos. Ao rompê-las em pequenos fragmentos. São agentes de defesa celular e da fagocitose. Nas concentrações terapêuticas. É doença freqüente que afeta especialmente mulheres de idade média. O carbonato de lítio é o sal mais ○ ○ LITÚRIA usado em Psiquiatria para a prevenção das crises recidivantes da doença maníaco-depressiva. Lisado – Produto da digestão ou da dissolução das células ou das bactérias pelas lisinas. quando esta não é efetiva ou não pode ser aplicada.LÍQUIDO Líquido cerebroespinal – Sinônimo Líquor. de grandes pedras ou cálculos que se formaram no rim. Litagogo – Que expele ou dissolve os cálculos. Listeria – Gênero bacteriano de bacilos curtos. Litotripsia – Litotrícia. Líquido seroso que se encontra circundando o encéfalo. o lítio não tem efeitos psicotrópicos observáveis nos indivíduos sãos. Gram positivos. Lítio – Metal leve. Litopédio – Feto morto. facultativos. e outros agentes bactericidas protéicos. Litótrito – Instrumento para esmagar cálculos na bexiga urinária. Lisozima – Enzima capaz de destruir a parede celular das bactérias capturadas nos lisossomos dos fagócitos. a lisozima. nome dado ao procedimento cirúrgico para amputação no nível dessa articulação. É um agente inespecífico de defesa do organismo que é encontrado em grande número de tecidos e líquidos biológicos. Litíase – Formação de cálculos em glândulas ou reservatório. Litíase renal – Formação de cálculos no interior dos cálices renais e/ou das vias urinárias. Procedimento médico que consiste na ruptura. mediante ondas de ultra-sons. causam incômodos locais e predispõem ao desenvolvimento de infecções do rim ou das vias urinárias. Litíase biliar – Presença de cálculos na vesícula biliar e/ou nas vias biliares. É alternativa cirúrgica à litotrícia por ondas de choque. Lisfranc – Articulação tarsometatarsiana. Little. permite-se sua expulsão ao exterior pelos condutos urinários.

como capacidade de planificação. está dividido em uma série de segmentos menores cujo número depende das ramificações dos brônquios lobares. Longevidade – Qualidade de viver por um longo período. Lobo occipital – Parte dos hemisférios cerebrais situados na região mais dorsal do cérebro. No lobo esquerdo está situada a área da palavra. Loção – Preparação líquida destinada a lavar ou a friccionar ligeiramente a superfície do corpo. Lobo temporal – Região mais lateral dos hemisférios cerebrais onde se localiza o centro olfativo e algumas áreas associadas à memória. Entre outras funções. Logoterapeuta – Especialista encarregado da reabilitação da linguagem. Lobotomia – Intervenção cirúrgica neurológica que consiste na secção das fibras nervosas da face e substância branca do lobo frontal do cérebro. sensorial e psíquica. delimitada por divisões. meio azulada. por sua vez. Lobos cerebrais – Regiões cerebrais que ficam delimitadas pelas fissuras e que delimitam diferentes áreas funcionais do cérebro. Lombalgia – Dor nas costas localizada na região lombar. Cada lobo. e nele se executam as atividades mentais superiores. Lobo parietal – Região dos hemisférios cerebrais situados na região superior sob o osso parietal. ali são realizadas as sensitivas. Nele se localiza a área visual.LIVEDO B ○ ○ LONGIÍNEO Lobulado – Composto de lobos. Logopedia – Estudo da fonação. Lobo frontal – O maior dos cinco lobos que constituem cada um dos hemisférios cerebrais. O verme vai abrindo caminho por baixo da pele. Lívido – Mancha azulada na pele. Lobar – Relativo ao lobo. Exerce significativa influência sobre a personalidade. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ C ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . à aprendizagem e à seleção de pensamentos a serem expressos. chamados fissuras pulmonares. responsável pela linguagem. juízo e conceitualização. Lobos pulmonares – Partes em que se divide cada pulmão graças a alguns sulcos que existem em sua superfície. no tecido celular subcutâneo. na fala. Logorréia – Fluxo abundante de palavras. Longilíneo – Diz-se de um tipo de indivíduo ca- Litotripsia Livedo – Coloração esbranquiçada da pele. Loaiase – Forma de filariase causada pelo Loaloa e transmitida ao homem pela picada da mosca tabanídeas ou mutuca. Lombar – Região dorsal situada entre as costelas e a crista ilíaca. decorrente de estase sangüínea. Lobectomia – Intervenção cirúrgica que consiste na extirpação de um lobo pulmonar ou tireóideo. Pode ser produzida por doença da musculatura da região ou da própria coluna vertebral. Lividez – Cor cadavérica. Lobectomia – Retirada de um lobo. Lobo – Parte de um órgão.

quando se observa uma pessoa lateralmente. artrose e hérnia de disco. Lumen – Luz. solução de – Solução aquosa de iodo a 1% e de iodeto de potásio a 2%. cavidade dentro de um vaso ou ducto. porque presupõem uma garantia de evolução favorável. Zona clara situada na raiz da unha. Loquiometria – Retenção de lóquios no interior do útero. Lúpico – Referente ao lúpus. Lugol. Lupus eritematoso – Doença inflamatória do tecido conjuntivo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Lordose ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ L ○ . Lupa – Vidro de aumento. Luxação congênita do quadril – Doença que ocorre com uma freqüência aproximada de 1% em todos os recém-nascidos. de luxação. Lúnula – Superfície em forma crescente. Se a alteração ocorre antes do terceiro mês de vida intra-uterina. o quadril já aparece com luxação no nascimento. Loucura – Psicose. de caráter crônico. durante o puerpério. que modificam a articulação do quadril e o predispõe para a luxação. observando-se manobras manuais específicas. Lóquios – Fluxo ou secreções vaginais que aparecem após o parto. causada por anticorpos e imunocomplexos. Luético – Sífilítico. Parece também existir predisposição familiar. Loquiorréia – Loquiorragia. Loquiorragia – Escoamento de lóquios em grande quantidade. decorrente de uma série de alterações sofridas durante o desenvolvimento intra-uterino. Lunático – Louco. ou não. Lúteo – Relativo ao corpo lúteo do ovário. Lordose – Curvatura da coluna cervical e lombar de concavidade anterior. Todo recém-nascido submete-se a um exame do quadril. São produzidos como conseqüência do trabalho de parto e mudanças hormonais. Lues – Sífilis. para que se avalie a existência. As luxações de quadril devem ser tratadas logo após o nascimento. Lumbago – Dor localizada na região lombar e causada por um estirão muscular ou por do○ ○ LUXAÇÃO enças como artrite reumatóide.LOQUIOMETRIA racterizado pelo grande comprimento dos membros e por tronco curto. Ocorre mais em mulheres e em indivíduos da raça negra.

a macrocefalia ocorre ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Lente (cristalino) ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Córnea ○ ○ Câmara anterior Íris ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Máculas ○ ○ Maculopatia – Alteração da mácula da retina. ancião. é acompanhada de atraso mental e crescimento. Macróbio – De vida longa. Macrognatia – Desenvolvimento exagerado da mandíbula. diferente do que acontece na hidrocefalia. o sexo. Macroglossia – Anomalia congênita caracterizada pelo excessivo tamanho da língua. Macroglobulinemia – Presença de macroglobulina no plasma sanguíneo. Má absorção – Redução da absorção das substâncias nutritivas no conduto gastrintestinal. Na apendicite. Macroscópico – Visível a olho nu. ponto de – Ponto que corresponde à base do apêndice. é o meio da linha que une a espinha ilíaca anterosuperior à cicatriz umbilical. a pressão provocada ali causa forte dor. Máculas – Pólo posterior da retina que tem o aspecto de uma mancha amarelada ovalar. Macromolécula – Molécula de peso molecular muito alto. Como as fontanelas se encontram abertas. exceto em crianças com menos de dois anos. Madarose – Ausência completa de cílios. Macroqueilia – Lábios excessivamente grossos. Macrocefalia – Anomalia congênita caracterizada por um tamanho anormalmente grande da cabeça e do cérebro em relação ao resto do corpo. Macrodontia – Anomalia constituída por tamanho excessivo dos dentes. Maca – Leito portátil para transporte de doentes. Maturação óssea infantil – A determinação da maturação óssea se realiza com a radiografia do punho da mão esquerda.MÁ ○ ○ MATURAÇÃO sem elevação da pressão intracraniana. Macburney. Macrodactilia – Aumento exagerado do tamanho dos dedos. e a região pode se apresentar endurecida. Em geral. Macrófagos – Célula fagocitária pertencente ao sistema reticuloendotelial. a raça e o período de gestação. Macromelia – Malformação que consiste no comprimento excessivo de um membro. Macicez – Som cheio e obscuro que se obtém a partir da percussão de partes mais condensadas. Considera-se que a cabeça é macrocéfala quando está a mais de 2 desvios-padrões acima da circunferência média para a idade. em que se utili- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ .

Malte – Grão de cevada molhado e posto para fermentar. Maligno – Doença que apresenta um caráter grave e insidioso ou de um tumor susceptível de generalizar-se e provocar a morte do doente. massagem para amaciar os tecidos. pernicioso.MALFORMAÇÃO za a radiografia dos ossos do pé. Mal das alturas – Síndrome causada pela baixa concentração de oxigênio existente em altas altitudes. maléfico. Magma – Resíduo espesso. Maligno – Fatal. geralmente determinada por lesão nervosa. Malformação – Deformidade congênita. Malaxar – Amassar. ¡ Mamilo . nocivo. durante a escalada de uma montanha ou em viagens de avião em que ocorre despressurização. ○ ○ MAMILO Maleolar – Referente aos maléolos. Mama – Órgão do sistema genital feminino par e globoso situado na parte ântero-superior do tórax. Magistral – Medicamento que se prepara na ocasião em que vai ser utilizado. letal. Símbolo Mg. Maléolo – Acidente ósseo do tipo saliência. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ M ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Mal-estar geral – Sensação vaga de debilidade ou falta de saúde que costuma marcar o começo de muitas doenças. na qual chegam ductos galactóforos. Malignidade – Caráter insidioso e particularmente temível de uma doença. Malácia – Alteração do apetite que consiste em um desejo mórbido de alimentos excitantes ou ácidos. Magnésio – Elemento químico de número atômico 12. mau. Magnesemia – Presença e taxa de magnésio no sangue. Malácia – Amolecimento patológico. Mal perfurante – Ulcera incolor com tendência a aprofundar-se. Maltase – Fermento do suco entérico que converte a maltose em glicose. Malformação – Anomalia de uma parte do corpo que ocorre ao nascer. O mesmo que Mal das alturas. que causa a morte. Amolecimento. Mal das montanhas – Fenômeno produzido pela rarefação do ar. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Maléolo ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ ¡ Mama Mamilo – Extremidade cônica da mama. propenso para o mal. danoso. mexer muito. comparando-os com alguns atlas de referência-padrão e que dão a idade óssea aproximada da criança. no curso da qual ele se manifesta por meio de sintomas anormais ou por evolução inesperada que causa rapidamente a morte. muito importantes para o conjunto da fisionomia. Malares – Dois ossos da face. Determinase o número de ossos e a forma que eles têm. Maltose – Dissacarídio que contém uma molécula de glicose.

que aparece na mucosa da língua e boca. Costuma aparecer alguns dias antes do aparecimento das manchas características na pele. uma em projeção de cima para baixo e outra em projeção lateral. obtêm-se duas imagens de cada mama. Manobra vagal – Massagem carotídea ou globos oculares. nas populações do Sudeste europeu e em indivíduos de raças orientais. o que permite prevenir o desenvolvimento iminente da doença. Mamografia – Tipo especial de radiografia simples da mama. otimismo. especialmente comum na raça negra. teste de – Exame para diagnóstico da tuberculose. espontaneamente. de forma precoce. costuma desaparecer. realizada para reduzir ou aumentar o tamanho destas. Marasmático – Referente ao estado de marasmo. Maneirismo – Expressões ou atos que são característicos do indivíduo. hiperatividade. ○ ○ MARASMO Mandíbula – Osso do esplancnocrânio. característico do sarampo. É o transtorno mental contraposto à depressão. também pode interferir gravemente na vida do indivíduo que sofre desse distúrbio. da mesma forma que a depressão. Para isso o aparelho dispõe de duas chapas que facilitam o aplanamento das mamas. Manopla – Objeto para mudar o foco luminoso no centro cirúrgico. Manúbrio – Parte do osso esterno em forma de punho. Manual – Feito a mão. Mania – Transtorno do humor. pensamento rápido e extroversão. Apesar de seu nome tratar-se de um processo completamente benigno. Manobra – Movimento especial com as mãos ou com instrumentos. MAPA – Acrônimo designando à monitoração ambulatória da pressão arterial. que permite identificar lesões muito pequenas da glândula mamária. esta deve formar uma camada de uns dois a três centímetros de espessura. Marasmo – Estado de má-nutrição que ocorre em crianças pequenas e caracteriza-se por atrofia progressiva de todos os tecidos subcutâneos ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Mandíbula Mamografia Mamoplastia – Operação das mamas. Para obter uma boa imagem da mama. Enfaixe da mão mantendo os dedos afastados. Posteriormente. Mancha mongólica – Mancha de cor preta azulada que tem entre 2 e 8 cm de diâmetro e aparece na região sacra ou nas nádegas de alguns recém-nascidos. Manipulação – Trabalho executado com as mãos.MAMITE Mamite – Mastite. no começo da infância. que marca a pressão. corrigir sua posição ou reconstruir sua forma depois da exérese de um tumor. apesar de que. Manchas de Koplik – Pontilhado esbranquiçado rodeado por uma aréola vermelha. caracterizado por alegria. com a qual se estimula o sistema nervoso autônomo vagal. Manitol – Álcool derivado da manose. Manômetro – Medidor em forma de relógio. que pode ser utilizado por via venosa. Mantoux. Maníaco – Doente afetado por mania. diminuindo a freqüência cardíaca. Mão – Parte distal do membro superior. inflamação da mama.

Marcial – Relativo ao ferro. Manúbrio e músculos. que impõe um ritmo uniforme e adequado a todo o coração. Marcadores tumorais – Determinados elementos que se encontram elevados nos doentes com tumores e não estão nos pacientes sãos o antígeno prostático específico ou PSA. Mastoidite – Infecção de um dos ossos mastóides. Massagem – Manipulação dos tecidos moles do organismo mediante fricção. Mastodinia – Dor na mama. flagelação. Máscara de oxigênio – Dispositivo utilizado para ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ M Mastectomia Mastite – Nome que recebem os processos inflamatórios da mama. Marcapasso artificial – Emissor de impulsos elétricos à bateria. geralmente causada pela extensão de uma infecção da orelha média para o osso. Mastalgia – Dor na mama. Mastócito – Célula granular que intervém nas reações de hipersensibilidade do tipo I e no depósito de complexos imunes circulantes. Mastóide – Em forma de mama. a circulação eficaz. Marcha – Modo de locomoção pedestre durante o qual o indivíduo fica sempre em contato com o solo e impulsiona-se com um e outro membro inferior sucessivamente. Marginal – Referente aos bordos de uma cavidade. Ocorre nas crianças com menos de um ano e tem um começo agudo. Marsupialização – Sutura dos lábios de uma incisão cutânea. . mantendo-se em posição com uma fita elástica. para o câncer de próstata. Mastocitose – Acúmulo excessivo de mastócitos em vários órgãos e tecidos. Mastectomia – Retirada cirúrgica de uma mama ou de parte dela para o tratamento de um tumor maligno. Massagem cardíaca – Procedimento de reanimação destinado.MARCADOR ○ ○ MASTOLOGIA administrar oxigênio. Deve-se a uma falta crônica e grave na ingestão de calorias e proteínas. Seu desenho permite ser fixado sobre a boca e o nariz. em caso de parada cardíaca. por estar mal preso. Mascarado – Diz-se de uma doença que se manifesta sob as aparências de uma outra doença. Martelo – Osso da orelha interna. com urgência. a restabelecer. Marcador – Elemento que permite identificar uma substância na qual ele está fixado. Má rotação intestinal – Transtorno congênito em que o intestino. com dor constante e vômitos do tipo bilioso. Mastologia – Estudo das mamas. de caráter crônico. Masséter – Um dos músculos da mastigação. Marcha anserina – Marcha que lembra o andar do pato. Masoquismo – Perversão do sentido genital no homem. para os chamados adenocarcinomas e a alfa-fetoproteína para o câncer de fígado. pressão. Massoterapia – Técnica de emprego terapêutico da massagem. o antígeno carcino-embriônico ou CEA. pode girar sobre si mesmo. que só pode cumprir o ato sexual sob a ação de insultos. golpes.

curar doenças ou paliar seus efeitos. capazes de ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . o pêlo na região genital e a presença. Maternidade – Local ou estabelecimento privado reservado às mulheres que irão parir. localizados no interior das fossas nasais. determina-se o volume dos testículos. Medicina de urgência – Ramo da Medicina dedicado ao diagnóstico e tratamento dos traumatismos e das doenças súbitas. Mecônio – Secreções intestinais viscosas amarronzadas ou esverdeadas que o feto expulsa pouco depois do nascimento. Medicação – Emprego sistemático de um ou vários agentes medicamentosos com o objetivo de fazer desaparecer um sintoma. em famílias com fracasso matrimonial ou qualquer outra crise vital importante e em progenitores afetados por transtornos emocionais. ○ ○ MEDICINA Macburney. fósforo e magnésio. Nos meninos. Nas meninas. composta por um componente orgânico e outro componente inorgânico. Maxilares – Dois ossos que se juntam para formar a arcada superior. por onde vertem as lágrimas ou a secreção do muco dos seios nasais. Medicina familiar – Ramo da Medicina encarregado do diagnóstico e tratamento dos problemas de saúde das pessoas de qualquer idade e sexo e que deveria constituir o primeiro escalão da assistência médica para a população. Mediastino – Região mediana da cavidade torácica. Média – Termo utilizado para designar estrutura entre uma proximal e outra distal. Medicina do trabalho – Especialidade médica cujo objeto é. técnica de correção de aneurismas arteriais. Maxila – União dos dois ossos maxilares. Medial – Termo utilizado para designar estrutura próxima ao plano sagital mediano. transportando colágeno e glicoproteínas de que as células ósseas precisam. com objetivo de estabelecer um diagnóstico médico ou restaurar. Matrona – Mulheres que praticam partos ilegalmente. geralmente referido ao período de vida compreendido entre adolescência e velhice. Meatotomia – Incisão cirúrgica de um meato.MASTOPLASTIA Mastoplastia – Cirurgia reparadora da mama. manifestados ou encobertos. Masturbação – Atividade sexual que se caracteriza pela estimulação do pênis ou do clitóris. Maturidade sexual – É independente da idade cronológica e é determinada mediante o exame físico. Matriz óssea – Região extracelular que hospeda células do osso. assim como sais de cálcio. Mediastinoscopia – Exploração visual do mediastino superior por meio de um endoscópio. sexuais ou emocionais em crianças. compreendida entre os pulmões. assim como todo produto que possa ser administrado ao homem ou animal. o tamanho do pênis e o pêlo do púbis. morte. Maturidade – Estado de desenvolvimento corporal completo. a prevenção das doenças causadas pelas condições do exercício profissional. Mastorragia – Hemorragia no seio ou pelo seio. Matas. corrigir ou modificar suas funções orgânicas. Medicina – Ciência e arte de evitar. geralmente até o orgasmo. do período menstrual. Maus-tratos em crianças – Os maus-tratos físicos. Meatos – Regiões de deságüe do aparelho lacrimal e dos seios paranasais. ou não. Maturação – Processo de atingir o pleno desenvolvimento. podem determinar lesões físicas e psíquicas permanentes. essencialmente. transtornos mentais e. a identificação de fatores potenciais ou reais. Ocorrem com mais freqüência em circunstâncias sócioeconômicas precárias. avalia-se o desenvolvimento mamário. importante cirurgião criador da endoaneurismorrafia. operação de – Rudolph Matas. incisão de – Tipo de incisão praticada em algumas apendicectomias. às vezes. Medicamento – Qualquer substância ou composição apresentada como possuindo propriedades curativas ou preventivas em relação a doenças humanas ou animais. Entre suas funções se incluem a avaliação do estado de saúde de toda a família.

mole. para o atendimento de transtornos e doenças complexas. Medusa – Animal marinho com corpo em forma de campainha e longos tentáculos que contêm estruturas irritantes. Medula oblonga – Bulbo. espasmos musculares. Megacólon congênito – Dilatação exagerada do intestino grosso por alteração de movimentos peristálticos. Médico – Pessoa que exerce a Medicina. Megacariócito – Célula de enorme tamanho. A parte inferior do encéfalo. A ferida causada pelo contato cutâneo com esse animal produz vermelhidão sobre a pele da região afetada. suor e fadiga. Mefítico – Com mau cheiro. pode-se produzir intensa dor. náuseas. lacrimejamento. ○ M ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . geralmente no cerebelo.MEDICINAL influenciar na saúde de seus membros. à medula óssea ou à parte central das glândulas adrenais. Medicina Legal – Ramo da Medicina que trata das relações da Medicina com o Direito. ○ ○ MEGACÓLON Medula óssea – Substância tenra que se encontra no interior dos ossos. Medula – Parte central de sistema nervoso. enjôo. O especialista em Medicina familiar trabalha coordenado com outros níveis secundários. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Medula óssea ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Medula óssea ¡ Medula oblonga Medula espinal – Parte do sistema nervoso central que se encontra alojada na coluna vertebral. Em alguns casos. formando uma malha entre a qual estão células que formarão glóbulos vermelhos. brancos e plaquetas. Medicinal – Referente à Medicina ou a um medicamento. Vértebra Medula espinal Disco intervertebral ○ Medula espinal Medular – Que se relaciona à medula espinal. Meduloblastoma – Tumor maligno cerebral que se origina com maior freqüência entre os cinco e nove anos de idade. localizada na medula óssea e que possui um único núcleo. miolo de um órgão. e a tomada das ações necessárias para manter ou melhorar a saúde da unidade familiar. e dependendo da sensibilidade do indivíduo e da agressividade da espécie.

Membro – Apêndice móvel ligado ao tronco pelas cinturas. sangue. gelatina. passando cada um desses elementos para uma célula-filha. Menarca – Aparecimento da primeira menstruação na mulher. Melanócitos – Células que sintetizam a melanina. Meios de cultura – Líquidos ou sólidos em que se semeiam os micróbios a serem cultivados. ○ ○ MENINGITE ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Melanoma ○ ○ ○ Meiose Melalgia – Dores nos membros. açúcar. Melanodermia – Coloração escura da pele decorrente da infiltração de pigmento na camada profunda da epiderme. Melanidrose – Suor escuro. Melena – Presença de sangue degradado e alterado nas fezes que lhes confere uma cor preta indicativa de sangramento do tubo digestório. de poder. caracterizada pela separação de cada um dos dois elementos que constituem os n pares de cromossomos. Membro inferior – Coxa. Menidrose – Distúrbio da sudorese. Meningismo – Perturbação da circulação nas meninges. Melasma – Manchas negras observadas nos idosos. leite. que se caracteriza pela percepção de incômodos na extremidade amputada. Meia-vida – Tempo que as radiações de uma substância levam para decaírem até a metade de sua atividade. gelose. perna e pé. sem inflamação. Megalomania – Mania de grandeza. situadas na camada basal da epiderme. ou seja. Meiose – Divisão celular específica dos gametas. n cromossomos simples. no final da puberdade. a intermediária é a aracnóide-máter. de reproduzir o aprendido ou vivenciado. Memória – Capacidade de recordar ou evocar. Membro superior – Braço. resultando qu o óvulo e o espermatozóide encerram em seu núcleo apenas um elemento de cada par. como carne. Melanina – Nome dado as diferentes variedades de pigmentos de cor escura. denominado hemorragia digestiva alta. antebraço e mão. A maioria está localizada na pele. Membrana celular – Estrutura finíssima que envolve a célula. Membro fantasma – Fenômeno freqüente ocorrido após a amputação de um membro. porém também podem produzir-se nas mucosas. São três membranas: a mais externa está aderida ao osso e chama-se duramáter. no globo ocular. Melatonina – Único hormônio secretado na corrente sangüínea pela glândula pineal. Meningioma – Tumor desenvolvido nas meninges.MEGAESÔFAGO Megaesôfago – Grande dilatação do esôfago. Melito – Medicamento cujo veículo é o mel. Melanoma – Tumor maligno de pele originado nos melanócitos. e a mais interna é a pia-máter. Meninges – Membranas que recobrem a parte interna da cavidade cranioencefálica e isolam o sistema nervoso central da superfície óssea que o protege. no sistema digestório e no sistema nervoso. Melancolia – Psicose com depressão. Membrana sinovial – Camada interna da cápsula articular que envolve uma articulação sinovial. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Meningite – Consiste na inflamação das meninges.

Merossistólico – Diz-se de um fenômeno que ocupa apenas uma parte da sístole. Mente – Conjunto de faculdades intelectuais e raciocínio. Consiste na mucosa uterina descamada e no sangue incoagulável proveniente da ruptura de pequeninas veias e artérias. Menisco – Fibrocartilagem situada no interior de uma articulação. Mentoniano – Relativo ao mento. Menstruação – Denominada popularmente de regra.MENINGOCELE Meningocele – Protusão das meninges por uma fenda óssea. Mescalina – Alcalóide alucinógeno extraído de um cactus mexicano. Menstrual – Relativo à menstruação. Mesângio – Tecido que separa os novelos vasculares capilares situados no glomérulo renal. Mercurialismo – Intoxicação crônica pelo mercúrio. popularmente denominado queixo. Neisseria. . Meningoencefalite – Inflamação das meninges e do encéfalo. ○ ○ MESENTÉRICO Menorragia – Também chamada hipermenorréia. Ocorre com maior freqüência entre os 45 e 51 anos. Tecido ósseo Tecido nervoso ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Mesencéfalo ○ Meninges ○ ○ Mesentérico – Que se refere ao mesentério. sendo um transtorno da menstruação. Menorréia – Menorragia. situada acima da ponte. Meningococo – Microorganismo causador da meningite meningocócica. Mesencéfalo – Região estreita do tronco do encéfalo. Mênstruo – Fluxo sangüíneo mensal pela vagina. Meniscectomia – Operação de retirada de um menisco. que consiste numa hemorragia excessiva ou prolongada que aparece em intervalos regulares. ¡ ¡ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ M Menisco Menopausa – Cessação definitiva das menstruações como resultado da perda da função dos ovários. Mericismo – Regurgitação de alimento do estômago à boca. Mental – Relativo à mente.

Metamorfose – Mudança de forma ou de estrutura. Metrite – Inflamação do útero. ○ ○ METRODINIA Mesentério Mesênquima – Tecido conjuntivo embrionário que forma a maior parte do mesoderma. Mesoapêndice – Mesentério do apêndice. os quais têm como característica comum uma ressonância estridente e parecem provir de uma cavidade. Mesmerismo – Hipnotismo. teste com a – Método de estudo da secreção de hormônio corticotrópico pelo lobo anterior da hipófise. Metaplasia – Substituição de um tipo de células normais em um órgão por outro. Mesotelioma – Tumor benigno ou maligno derivado das células que revestem as serosas. Metopirone. Metacromasia – Propriedade de elementos histológicos de mudar de cor.MESENTÉRIO Mesentério – Prega do peritônio que fixa o intestino à parede abdominal e une as alças intestinais. Deriva do nome de Mesmer. Metabolismo basal – Quantidade mínima de energia que um organismo necessita para sobreviver. distante do primário. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Diáfise Epífise Metáfise ○ ○ ○ Metáfise ○ ○ ○ Metaloprotease – Protease que contém um íon metálico. Metralgia – Dor no útero. Metionina – Aminoácido essencial. Metáfase – Segunda fase da divisão celular durante a qual os cromossomos vão colocar-se no plano equatorial. Metrodinia – Dor no útero. Metacarpo – Ossos que ligam o carpo aos dedos da mão ou quirodáctilos. Mestiço – Pessoa descendente de indivíduos de raças diferentes. Mesomélico – Referente ao segmento médio de um membro. Metatarso – Parte do esqueleto do pé composto por cinco ossos metatarsianos. Metáfise – Parte dos ossos longos situada entre a epífise e a diáfise. situado entre o tarso (atrás) e as primeiras falanges (na frente). um de seus preconizadores. Metatarsectomia – Amputação e retirada do metatarso. Metálico – Nome dado a toda série de ruídos perceptíveis à auscultação. Metencéfalo – Parte do rombencéfalo que forma a ponte e o cerebelo. Meteorismo – Formação de gases no intestino e estômago. Metrocolpocele – Protusão do útero na vagina. Metabólito – Todo produto do metabolismo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Mesoterapia – Modalidade de tratamento com injeção no tecido de origem mesodérmica. Mesocólon – Mesentério do cólon. Método de ajuda ao parto de Leboyer – Um dos sistemas de assistência ao parto normal. Metástase – Aparecimento de tumor em lugar diferente. Metatarsos – Ossos que ligam o tarso aos dedos do pé ou pododáctilos. Metabolismo – Conjunto de processos químicos que mantêm um organismo. que contém enxofre. pela presença de algum estímulo irritativo.

Miastenia grave – Transtorno neuromuscular caracterizado por debilidade e fadiga dos músculos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ M ○ Micela ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Micologia – Ramo da Medicina que estuda os fungos. principalmente. Microdactilia – Pequenez de um ou de vários dedos ou artelhos. Metropatia – Toda doença uterina. os músculos faríngeos e laríngeos. Miatonia – Falta ou diminuição de tonicidade muscular. os músculos motores do olho. Micoplasma – Gênero de microorganismos ultramicroscópicos carentes de parede celular rígida. Microcardia – Coração pequeno. como conseqüência da existência de anticorpos que se dirigem contra os referidos receptores bloqueando-os. Miastenia – Doença caracterizada por uma excessiva tendência à fadiga muscular. Metrotomia – Incisão do útero. A cabeça está a mais de dois desvios-padrões abaixo da circunferência média para a idade. vírus e fungos. Micrococo – Coco bacteriano de pequeno tamanho. Microfotografia (ou fotomicrografia) – Fotografia de estruturas microscópicas. de intensidade variável e que leva à perda do caráter cíclico da menstruação. Micróbio – Microrganismo. que aumenta rapidamente durante o exercício. Microcisto – Pequeno cisto. Microglossia – Língua anormalmente pequena. organismo microscópico vegetal ou animal. Microbiologia – Ramo da Medicina que estuda bactérias. Microbismo – Presença permanente de micróbios. Micela – Agregado molecular de dimensões muito pequenas. evoluindo para crises e afetando. o sexo. destruindo-os e lesionando-os. ○ ○ MICROGLOSSIA Micélio – Entrelaçamento de fios. decorrente de uma parada do desenvolvimento ou de uma ausência congênita de falanges. Micção – Expulsão de urina da bexiga urinária pela uretra. Micótico – Relativo aos fungos. a raça. Microcefalia – Anomalia congênita caracterizada por um tamanho anormalmente pequeno da cabeça em relação ao resto do corpo e por um subdesenvolvimento do cérebro que conduz a um grau de atraso mental. um tóxico. Micose – Doença causada por fungos. e o período de gestação. mediante a visualização ou o cultivo dos germes vivos que a produzem. O transtorno pode ser causado por uma alteração genética. Mialgia – Dor muscular de forma localizada ou difusa. considerados como os menores seres capazes de uma vida independente. formado de moléculas idênticas com parte polar e parte composta por ácido graxo. Metrorréia – Corrimento de líquido aquoso ou mucoso pelo útero. um ionizante ou uma infecção materna sofrida durante o desenvolvimento pré-natal. uma anomalia cromossômica. é progressiva. pode estender-se aos músculos espinais e causar morte por distúrbios bulbares. Metroptose – Prolapso do útero. Microanálise – Análise ao microscópio. Metrorragia – Transtorno da menstruação que consiste em hemorragias irregulares ou contínuas. Microcirurgia – Método cirúrgico que se realiza por meio de um microscópio. os mastigadores. Microcristalino – Formado de cristais microscópicos.METROELITRORRAFIA Metroelitrorrafia – Operação que consiste na sutura da parede vaginal anterior ou da borda anterior do colo com a parede posterior da vagina. Miasma – Emanação nociva. ao que parece. Deve-se a uma diminuição do número de receptores da acetilcolina nos músculos. Métodos de análise são formas diretas de diagnosticar as doenças infecciosas.

agentes tóxicos ou radiações ionizantes. como o microscópio de campo escuro. Microsporia – Doença causada por um Microsporo. Micrópsia – Fenômeno subjetivo que consiste em acreditar que os objetos mostrados são menores do que realmente são. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Permite administrar volumes bem pequenos de medicamentos. Midriático – Preparado farmacêutico oftálmico. Esse termo serve mais freqüentemente para designar a tinha tonsurante que determina uma grande placa alopécica arredondada de 2 a 5 cm de diâmetro ou pequenas placas que se fundem em área policíclica. Micrótomo – Instrumento destinado a cortar amostras em lâminas finíssimas para exame ao microscópio. Microgotejamento – Técnica ou aparelho também utilizado com uma bomba de infusão. Microscopia –Técnica de exames que utiliza o microscópio. de fluorescência e eletrônico. Existem outros tipos. Mielencéfalo – Parte do encéfalo que compreende o bulbo. que permite a administração precisa de quantidades pequenas de líquidos intravenosos em velocidade específica. Mielina – Substância que constitui as bainhas que revestem as fibras nervosas do organismo. de fase. formado por células plasmáticas. da qual somente são necessárias quantidades muito pequenas diárias para garantir um funcionamento normal dos processos fisiológicos do corpo. de lipídios. em forma de colírio. Mieloma – Variedade de linfandenoma caracterizado pela predominância dos mielócitos. Mielodisplasia – Nome dado aos vícios de desenvolvimento congênito mínimo da medula espinal. Micronutriente – Substância orgânica vitamina ou elemento químico. Cria uma imagem que pode ser fotografada ou observada em uma tela fluorescente e que permite estudar estruturas muito pequenas graças à capacidade de ampliação mil vezes superior à do microscópio óptico. Mieloma múltiplo – Tumor localizado fora da medula óssea. Micrograma – A milionésima parte de um grama. Mielite – Inflamação da medula espinal por infecções. Tumor maligno desenvolvido a partir de tecido medular. Os sintomas são a diminuição dos glóbulos vermelhos. Micropodia – Pés anormalmente pequenos. brancos e das plaquetas. Microscópio – Instrumento de laboratório que permite ampliar uma imagem de qualidade microscópica. Mielócito – Célula da medula óssea. Micrômetro – Instrumento para medidas microscópicas. em grande parte. Midríase – Dilatação da pupila do olho pela contração do músculo dilatador da íris. que dilata a pupila. O microscópio convencional utiliza luz visível para a visualização das imagens. por meio de uma garrafa de plástico transparente. Microlitíase – Formação de cálculos microscópicos. já que um só milímetro de solução pode ser fragmentado em 60 microgotas. Mielograma – Exame subsidiário que indica as respectivas proporções de diferentes elementos celulares da medula óssea. muito utilizada nos exames de sangue e de urina de laboratório. Compõe-se. produzindo um perfil típico de pássaro. Mícron – A milésima parte de um milímetro. Microlitro – Unidade de volume correspondente à milionésima parte de um litro. ○ ○ MIELOMA Microscópio eletrônico – Instrumento que varre as superfícies celulares com um raio de elétrons em lugar de utilizar luz visível. Micromastia – Seios anormalmente pequenos. que proporcionam uma cor esbranquiçada às fibras. A técnica consiste em infundir líquidos por meio de um tubo plástico desenhado para permitir passagem de pequenas gotas da solução até o tubo venoso.MICROGNATIA Micrognatia – Desenvolvimento insuficiente da mandíbula.

Minoxidil – Remédio vasodilatador utilizado tradicionalmente para o tratamento da hipertensão grave e refratária a outros medicamentos que tem como efeito secundário o aparecimento de pêlo. Miocardite – Inflamação do miocárdio ou do músculo cardíaco. dissolução do tecido muscular. Mielose – Doença degenerativa da medula espinal. Mineralocorticóides – Hormônio secretado pela zona glomerulosa do córtex adrenal. idênticas a sementes de milho. Mimético – Imitativo. com sudâmina. causada. o grupo das erupções sudorais. fósforo. Mielosclerose – Esclerose em placas localizadas na medula espinal. Miocardia – Doença do miocárdio caracterizada por uma hipertrofia do coração e uma insuficiência cardíaca rapidamente progressiva. ○ ○ MÍOPE Miocárdio – Musculatura estriada cardíaca de controle involuntário. como: sódio. cobre. flúor. Mióide – Que tem a aparência de músculo. presente no citoplasma das células musculares. magnésio. que age sobre o metabolismo dos eletrólitos e da água. Mioglobina – Pigmento do músculo. Miograma – Traçado da contração muscular. Miologia – Estudo dos músculos. Miofibrila – Filamento delgado. as miofibrilas formam unidades contráteis ou sarcômeros. denominado aldosterona. Minerais essenciais – Elementos essenciais para uma nutrição adequada. Mioma – Tumor benigno do útero que se assenta sobre suas fibras musculares. que sobrevém sem causa aparente e é acompanhada de lesões não inflamatórias da fibra cardíaca. Alteração da medula óssea. longo e contrátil. Ovário ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ M ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Tuba uterina ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Miométrio Miométrio ○ ○ Miopatias – Conjunto de doenças musculares pouco freqüentes caracterizadas por alterações das fibras musculares. Mielopatia – Toda doença da medula. zinco. cuja estrutura é semelhante à da hemoglobina. primária ou secundária a uma infecção ou uma intoxicação. Miliar – Doença que se caracteriza pelo aparecimento de lesões muito pequenas e difundidas. em grande parte dos casos. que contém parte da medula espinal. meninges e líquido cerebrospinal. ferro. Trata-se de um transtorno embrionário causado pelo mau fechamento do tubo neural. Miliária – Erupção que ocorre em conseqüência de transpirações abundantes e que constitui. iodo. Miólise – Destruição. Miométrio – Camada de músculo da parede uterina. Miógeno – Originário dos músculos. entre outros. Miomectomia – Extirpação de um músculo ou de um mioma. Há possibilidade de sua utilização para o tratamento da calvície. Miodinia – Dor muscular. cálcio. potássio. Míope – Que sofre de miopia.MIELOMELINGOCELE Mielomelingocele – Defeito no desenvolvimento do sistema nervoso central que causa hérnia ao exterior. Esclerose de medula óssea invadida por feixes de tecido fibroso e privada de células hematopoiéticas. Migrador – Que se transfere de um ponto para outro. selênio. Miíase – Presença de larvas de moscas em parte do corpo. Milimol – Unidade química de massa molecular. Miógrafo – Aparelho para registrar contrações musculares. No músculo estriado. por uma infecção viral ou bacteriana e também pelos efeitos de radiações e de produtos químicos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ .

que afeta os músculos dos membros e causa um deslocamento rítmico destes. Misantropo – Pessoa que tem horror à vida social. mas sim antes dela. de forma que os raios luminosos não se reúnam na retina. Miorritmia – Movimento involuntário repetido. Miosite – Inflamação de um músculo de contração voluntária. Mioplastia – Correção cirúrgica muscular. Miorrafia – Sutura muscular. Miscível – Que pode ser misturado. pertencente ao grupo das globulinas e presente no tecido muscular. as infecções e as infestações por parasitas. Miosina – Proteína de peso molecular muito elevado. Mixorréia – Corrimento abundante de muco. bicúspide ou mitral do coração. Miose – Contração do esfíncter da íris que diminui o diâmetro da pupila. Mudança da posição de um membro. Modelagem cefálica – Processo anormal pelo qual a cabeça do feto durante o parto molda ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . com o número de cromossomos característicos da espécie. Mitral – Que se relaciona à valva atrioventricular esquerda. Miorrexe – Ruptura de um músculo. Mitose – Tipo de divisão celular que determina a formação de duas células filhas geneticamente idênticas à célula progenitora. Miopia ○ Miopia – Defeito visual por excesso de refração.MIOPIA ○ ○ MODELAGEM Mirtiforme – Em forma de folhas de murta. Miringotomia – Abertura cirúrgica do tímpano. Miringite – Inflamação da membrana do tímpano. Miringe – Membrana do tímpano. Mixóide – Semelhante a muco. Miotomia – Secção dos músculos. regular e lento. Mobilidade – Faculdade de mudar de posição. As causas são os traumatismos. que intervém na respiração e no metabolismo celular. deslocar-se. produzindo uma imagem borrada ao olhar-se para longe. Mixoma – Nome dado aos tumores formados por tecido mucoso. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Mitose ○ ○ ○ Mitogênico – Que provoca as mitoses. Mitridatismo – Imunidade a um veneno. realizada com o objetivo de diminuir a pressão e eliminar a secreção ou o pus do ouvido médio. Mixedema – Acúmulo de diferentes substâncias anormais na pele. obtida com o uso das doses crescentes. Miossarcoma – Sarcoma com elementos musculares. Mitocôndria – Organela do citoplasma celular. caracterizada por lentidão e dificuldade da descontração no curso dos movimentos voluntários. Mixoma atrial – Tumor gelatinoso benigno que se origina no septo interatrial do coração. Miotonia – Alteração da tonicidade muscular. As mitocôndrias constituem a principal fonte de energia celular graças à síntese de ATP no processo conhecido como fosforilação oxidativa. em forma de bastão.

Monócito – Tipo de leucócito de grande tamanho. sexuada ou assexuada. e em mães jovens que carregam o cromossomo extra preso ao normal. acompanhada de sensação penosa de constricção gutural que se produz unicamente durante o exercício profissional da voz. Monoarterite obliterante – Arterite geralmente juvenil. regional ou troncular. Monoanestesia – Anestesia parcial. Mola hidatiforme – Tumoração intra-uterina semelhante a um acúmulo de grãos de uva. Monomania – Mania de um único assunto. Molalidade – Concentração de uma substância dissolvida em um solvente. quando sua proporção ultrapassa 12% dos leucócitos e quando seu número total se eleva a mais de 1. Mongolismo ou Síndrome de Down – Alteração cromossômica por trissomia do cromossomo 21. audível ou um registro gráfico contínuo da função cardíaca. Monitor cardíaco – Instrumento mecânico que proporciona um sinal visível. entre os 10 e 12 meses. Mogifonia – Distúrbio da fonação encontrado nos profissionais da voz. Termo utilizado para descrever um distúrbio decorrente da presença de um cromossomo extra no núcleo de todas as células do organismo. limitada a um segmento vascular. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ M ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . apesar de isso poder ser determinado de forma mais precisa por exames genéticos em centros especializados. causadora da estomatite. É o número de moles dissolvidos em 1. Parte não ossificada dos ossos do crânio. em todas as células do corpo. com uma depressão em seu centro que. ou que depende de um único gene. Monília – Gênero de fungos patogênicos. É o número de moles dissolvidos por litro de solvente. por oposição à digenesia. O cromossomo extra da Síndrome de Down pode ocorrer de duas formas: em mães mais velhas. rompidas. Monitoração do parto – Conjunto de técnicas que servem para avaliar a saúde do feto durante o parto. que se encontra no sangue e na medula óssea. As mães jovens correm o risco de ter outros filhos mongolóides. São duas técnicas básicas: a medição da freqüência do coração do feto e do pH sangüíneo. que pode aparecer em crianças ou adultos.000 g de solvente. Monogênico – Que se refere a. Moleira – Fontanela. Cisto formado pela degeneração do cório. A pessoa afetada tem olhos oblíquos e outros sinais físicos característicos.MOGIFONIA sua forma e acomoda-se ao ser comprimida por meio do canal do parto. com funções de fagocitose. em torno dos quarenta anos. elas mesmas não sofrem nenhum ○ ○ MONONUCLEOSE efeito disso. Molar – Que se refere a um mol ou a uma molécula-grama. e os ossos do crânio podem sobrepor-se ligeiramente em suas linhas de sutura. Mononucleose – Variedade de leucocitose na qual o aumento do número de leucócitos se refere. Mononucleado – Com um só núcleo. bem como retardo mental. pertencentes à família Monilia albicans ou Candida albicans. Consiste em impotência vocal rapidamente crescente. Molaridade – Concentração de uma substância dissolvida em um solvente.500 por milímetro cúbico. Monogênese – Nome dado à geração direta na qual os indivíduos se reproduzem sempre da mesma maneira. Moniliforme – Em forma de colar. Molusco contagioso – Infecção pelo vírus Poxvírus. possuem uma substância mole esbranquiçada muito contagiosa. Monóculo – Enfaixe de um olho. Monocitose – Alteração do sangue caracterizada pelo aumento do número de monócitos. formada por vilosidades hipertróficas. Monoarticular – Referente a apenas uma articulação. São pequenas lesões elevadas. principalmente. que pode ser local. à quantidade de mononucleares. A cabeça adota uma forma alongada.

diarréia. Mórbido – Patológico. Monossintomático – Que apresenta um só sintoma. inutilizando-a para o transporte de oxigênio aos tecidos. A Anatomia macroscópica é a mais antiga de seus ramos. Morfologia – Ramo da Ciência que estuda a forma. Monstro – Feto com malformação grave. Morfinomania – Perturbação mental acarretada pelo uso da morfina. Morbidade – Relação entre o número de pessoas sadias e o de doentes. há febre. Pode tratar-se do chamado feto composto. Ela é positiva nos indivíduos afetados ou curados de leishmanioses. por ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Monóxido de carbono – Gás venenoso incolor e inodoro produzido pela combustão incompleta do carbono e de outros combustíveis orgânicos. Mormo – Doença infecciosa dos cavalos que. ou doenças. congênita e incompatível com a vida. Monoplegia – Paralisia de um membro ou de um só grupo muscular. Morfinismo – Intoxicação crônica pelo vício de usar injeções de morfina. A exposição prolongada ao monóxido pode provocar asfixia. Na área biológica. A anomalia pode afetar o par de cromossomos sexuais. É produzido nas combustões com pouco oxígênio. é transmitida a outros animais domésticos e ao homem. muito grave. dotado de uma ação sedativa e analgésica poderosa. mal-estar geral.MONONUCLEOSE Mononucleose infecciosa – Infecção causada pelo vírus de Epstein-Barr. seus órgãos ou as partes dos órgãos. provocações e tendência a brincadeiras de mau gosto. Morfógeno – Que determina a forma. Mortalidade infantil – Número de crianças mortas durante seu primeiro ano de vida. Moria – Estado mental caracterizado por uma perda do sentido ético. surgiram a Anatomia Microscópica ou Histologia. Monstro duplo – Feto desenvolvido a partir de um único óvulo. Monozigoto – Diz-se dos gêmeos que têm uma placenta em comum. Em sua forma pulmonar. num determinado momento. Morbilia – Sarampo. com as mesmas funções que as linfocinas. às vezes. dois troncos e múltiplas extremidades. como a que ocorre nos antigos braseiros de carvão. Também pode transmitirse de pessoa a pessoa. associado a lesões neurológicas do lobo frontal. Mortalidade – Proporção da taxa de mortes. dor torácica e. às vezes. Monocinas – Substâncias liberadas pelos monócitos. O agente se combina de forma irreversível com a hemoglobina das hemácias. Moribundo – Em estado agônico. É transmitida pela saliva e também é conhecida como Doença do beijo. a Biologia Molecular e a Genética. Morbi-mortalidade – Conjunto de morbilidade e mortalidade. Coxim gorduroso acima do osso púbis da mulher. conduta extravagante. Monossomia – Doença por aberração cromossômica caracterizada pela ausência de um dos cromossomos de um par. complexa. Morfina – Um dos vários alcalóides da papoula. no qual existe duplicação de órgãos ou de partes anatômicas. Morbiliforme – Semelhante ao sarampo. viciosa. ○ ○ MORTALIDADE Montenegro – Intradermorreação praticada com extratos alcalinos de culturas mortas de Leishmânia. a Citologia. em geral não viável. doentio. aparente no exterior. proveniente da divisão anormal de um ovo único. Monstruosidade – Alteração da composição anatômica. faringite e aumento do tamanho dos linfonodos do pescoço. Há febre. estando todos os outros normalmente por pares. que possui duas cabeças. e com relação a alguma doença. é o estudo e a descrição da forma exterior de animais ou vegetais. Com o advento da tecnologia. Monte de Vênus – Monte pubiano.

ou seja. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . deslocamento. Assemelha-se a um pequeno morango. contendo goma ou resina de vegetais dissolvida na água. Morte súbita – Toda morte de causa natural que ocorre na primeira hora após o começo dos sintomas. a infecção ocorre quando o fungo se multiplica em decorrência da ingestão de medicamentos. que é o vetor da tripanossomíase denominada doença do sono. Muco – Secreção viscosa das glândulas e das membranas mucosas do organismo. Esse fungo costuma estar na pele e na mucosa da boca sem causar problemas. É de grande importância certificar-se da irreversibilidade do quadro. É a mais freqüente das doenças genéticas da infância. A maior parte da mortalidade infantil ocorre no período neonatal (70%).000 recém-nascidos vivos de uma região geográfica. A respiração se mantém de forma artificial até que se confirme o diagnóstico por meio de angiografia cerebral. Mucina – Substância albuminóide que constitui o principal componente do muco.MORTE 1. Morte cerebral – Estado de diminuição da consciência no qual não existe nenhum sinal de atividade do córtex cérebral ao realizarse um eletroencefalograma ou ao examinar o paciente. próprio da África. Mucolíticos e fluidificantes – Remédios que tentam tornar o muco menos viscoso para facilitar a expulsão quando sua produção é excessiva. o que deu origem ao nome. Mucilaginoso – Viscoso. Móvel – Que se movimenta por si só. dentro dos primeiros 28 dias após o nascimento. Mucinúria – Presença de mucina na urina. Mucosa – Membrana que reveste as cavidades do organismo e secreta muco. composta por mucina. Mosca tsé-tsé – Inseto do gênero Glossina. Moxa – Bastonete ou pequena bola de uma substância combustível que se deposita em pontos do corpo com objetivo de cauterização. Morte – Cessação definitiva de todos os atos cujo conjunto constitui a vida dos seres organizados. água. sais orgânicos e células descamadas. Mucólise – Liquefação do muco. na qual as glândulas de muco secretam um líquido abundante. Mudez – Privação da linguagem por lesões de seus centros ou dos órgãos da fonação ou da recepção. pois existem critérios legalmente estabelecidos. Moscas volantes – Manchas que parecem flutuar diante do olho. Mucóide – Semelhante ao muco. A mortalidade infantil é indicador da saúde em um país. Mucilagem – Líquido viscoso. A interrupção da circulação arterial é indicativo de baixa oxigenação cerebral. e as glândulas serosas um líquido muito rico em cloro e em sódio. muito viscoso e rico em glicoproteínas. Mucoviscidose – Doença hereditária transmitida segundo o modo autossômico recessivo. Muco cervical – Camada de mucina do útero. Muguet – Infecção da mucosa bucal causada pelo fungo Candida albicans. causadas pela sombra que produz na retina concentrações do humor vítreo. Mucopurulento – Caracteriza-se por uma combinação de muco e pus. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ M Mórula Mórula – Primeiro estágio da evolução do óvulo fecundado. leucócitos. Mucoproteína – Variedade de glicoproteínas. Muleta – Bastão metálico ou de madeira que vai do solo até a axila e serve como ajuda para caminhar. Mosaico – Anomalia de repartição dos cromossomos que ocorre em células após a fecundação. ○ ○ MULETA Motilidade – Faculdade de mover-se. Movimento – Mudança de posição.

dilata arteríolas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Músculo ○ ○ . Murphy. Pode constituir uma resposta inconsciente a um conflito emocional ou. relativo a esses animais. Músculo – Tecido composto por fibras contráteis responsáveis pelo movimento. nos indivíduos normais em aparência. tornar-se algumas vezes hereditária. Mutilação – Perda de um membro ou um órgão. responsável pela tuberculose. o estupor. e caracterizar nova espécie. mais freqüentemente. ou mecânica à contração de músculos. freqüentemente. da vesícula biliar no momento de inspiração respiratória. Murmúrio respiratório – Som que produz o ar ao entrar e sair das vias respiratórias e que se ausculta facilmente com um estetoscópio. que causa taquicardia. pura ou efetuada com resistência manual. Multigrávida – Multípara. Musculação – Desenvolvimento da força muscular por exercícios apropriados. a histeria ou a depressão. a muitas causas ou que depende deles. Músculos orbitários – Músculos que permitem a mobilidade dos olhos em todas as direções.MULTIFATORIAL Multifatorial – Que se refere a muitos elementos constituintes. Multifetação – Gravidez com mais de dois fetos. interrompendo-a. abaixa a pressão arterial. mulher que já deu à luz várias vezes. Mumificação – Dessecação de um tecido até ficar parecido com uma múmia. Munhão – Região da extremidade próxima ao fragmento eliminado em uma amputação. Mutismo acinético – Estado motivado por uma alteração neurológica ou psicológica profunda no qual o paciente recusa qualquer movimento ou a emissão de sons. geralmente um membro. Mycobacterium tuberculosis – Bacilo de Koch. em regiões afastadas umas das outras e não simétricas. Mycobacterium leprae – Bacilo de Hansen. Multineurite – Comprometimento simultâneo ou sucessivo de muitos nervos periféricos situados. Murino – Que provém do rato ou do camundongo. sinal de – Dor provocada pela palpação profunda. Trata-se de um ruído normal cuja diminuição pode indicar uma obstrução das vias aéreas. responsável pela hanseníase ou lepra. Mutação – Variação genética brusca que pode ○ ○ MIXOVIRUS manifestar-se em uma espécie. observa-se em diferentes transtornos mentais graves. como a catatonia. o colapso de uma parte do pulmão. Pode ser passiva por eletroestimulação ou ativa. denominado atualmente influenzavírus. o engrossamento da pleura e outras doenças pulmonares. em decúbito dorsal. Muscarínico – Ação farmacodinâmica análoga à da muscarina. faz contrair o intestino e os brônquios e aumenta as secreções. Mutismo – Incapacidade ou negativa para falar. Mixovirus influenzae – Vírus da gripe. Multípara – Mulher que teve vários partos.

cuja freqüência oscila de umas poucas vezes a 15 ou mais. Nasal. Nanograma – Milionésima parte do miligrama ou bilionésima parte do grama. Alteram a percepção da dor. Nanocefalia – Diminuição anormal da cabeça em sua totalidade ou apenas em algumas de suas partes. Narcolepsia – Forma particular de distúrbio do sono. pulso umbilical ou movimentos espontâneos. Narcótico – Remédio ou substância que causa insensibilidade ou estupor. Narinas – Os dois orifícios de entrada do nariz. Nascido vivo – Diz-se da criança que. considera-se anormal. Nanismo – Transtorno do crescimento que causa estatura inferior à media da raça. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Narcoanálise – Psicanálise com os pacientes narcotizados. Estado de inconsciência causado pelo uso de narcóticos. derivados do ópio. Nascente – No momento do nascimento. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Nariz ○ ○ ○ Nasais – Dois ossos da face que se juntam para formar a raiz do nariz. naturais ou sintéticos. representando uma fixação ou regressão a uma fase infantil do desenvolvimento psicossexual. no momento do nascimento. Nascimento – Início da vida autônoma após a expulsão do corpo materno. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ N Nádegas – Parte posterior da pelve situada acima da coxa. o que liberaria o subconsciente. A intoxicação por esses remédios causa uma depressão grave da respiração e redução do tamanho pupilar. apresenta algum sinal de vida como batida cardíaca. Nanômetro – Unidade de comprimento que vale um milionésimo do milímetro. Narcisismo – Interesse exagerado por si mesmo. lentidão mental e sono. ponto – Ponto situado na raiz do nariz no meio da sutura nasofrontal. Apresenta-se em forma de crises de sono durante o dia. induzindo euforia. No indivíduo adulto. Nariz – Órgão do olfato e conduto respiratório que faz uma saliência mediana piramidal na face. Narcose basal – Sono profundo por drogas. especialmente pelo próprio corpo e pelos atributos sexuais. respiração espontânea. Os medicamentos narcóticos são analgésicos. independente da duração da gestação. na região glútea. da reação. Um nascido vivo não pressupõe ser sempre viável.NÁDEGAS ○ ○ NASCIMENTO Narcose – Anestesia. dependendo das doses. da formação.

Nefroangiosclerose – Necrose das arteríolas do rim que se associam a uma hipertensão grave. Nébula – Ligeira opacidade. da fisiologia e da patologia renal. Nebulização – Vaporização. Necropsia – Estudo do corpo de uma pessoa morta para determinação exata da causa da morte. Nefrocalcinose – Estado patológico dos rins. Natriurético – Que se refere à eliminação urinária de sódio.NASOFARINGE ○ ○ NÉFRON Necrobiose – Modificação na estrutura de um órgão ou de uma parte do órgão. Nefrolitiase – Litíase renal. dispositivo de fibra óptica que permite o exame visual da região. Nebulizador – Aparelho utilizado para vaporizar ou dispersar um líquido em partículas muito finas. Necrofagia – Vício apresentado por doentes mentais de comer cadáveres humanos. Nefroma – Tumor renal. Necrótico – Relativo à necrose. Nefrólito – Cálculo renal. Necrose – Destruição e morte das células de um tecido. Nasofaringoscopia – Procedimento para o exame físico do nariz e da garganta. no homem normal. Necrófago – Que se alimenta de carne morta ou em putrefação. parte nasal da faringe. mas que se encontra livre de infecção. Natalidade – Proporção entre o número de nascimentos e o total da população em um determinado período. Navicular – Osso do pé em forma de barco. Nefélio – Opacidade córnea. é composta de um corpúsculo renal (ou Nasofaringe Nasofaringe – Parte superior da faringe. Necrotério – Local onde se depositam cadáveres. Necrotactismo – Quimiotactismo leucocitário provocado pela necrose celular. nos quais há depósito de cálcio nas regiões do parênquima afetadas por inflamação ou mudanças degenerativas. para administrar medicamentos por via intranasal. cuja circulação foi abolida. É muito utilizado em transtornos da via respiratória alta ou baixa. Necroscopia – Exame do cadáver. transformação de um líquido em vapor. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ . Necrologia – Estudo estatístico dos mortos. Nefrectomia – Retirada cirúrgica de um rim. Nefrite – Inflamação do rim que altera sua função natural. Nefrocele – Hérnia do rim. Néfron – Unidade morfológica e funcional do rim. Nefrograma – Imagem radiológica do parênquima renal. mediante visualização com um laringoscópio. Nasolacrimal – Referente ao nariz e ao aparelho lacrimal. Natrúria – Presença e taxa de sódio na urina. Náusea – Vontade de vomitar. Necrofobia – Medo mórbido e obcecante de cadáveres. obtido durante exame radiológico contrastado. Nefrolitotomia – Remoção de um cálculo do interior do rim. Nefrologia – Ramo da Medicina que se encarrega do estudo. Nefralgia – Dor no rim. Natimorto – Criança morta antes de ter respirado. Natremia – Taxa de sódio contido no sangue.

com aparecimento de edemas e albuminúria. e dotada de potente atividade antibiótica face a numerosos germes Gram positivos e Gram negativos. Nematelmintos – Vermes da classe dos Helmintos. supuração do rim. oposição e recusa à cooperação. Neoplasia – Crescimento de um tecido novo que pode ser benigno ou maligno. cilíndricos e longos.NEFROPATIA de Malpighi) e de um túbulo ou tubo urinífero. no organismo. câncer. Nefropiose – Pionefrose. o da meningite e outros. Nefrose – Doença renal com degeneração dos tubos contorcidos. falso – Característica de estudos ou testes nos quais uma doença está presente embora o teste de identificação seja negativo. sobre os caracteres hereditários e as mutações. Neo – Neoplasia. neoplasia. Negativo. Negativismo – Comportamento anormal caracterizado por uma resistência. Neonatologia – Ramo da Pediatria que se ocupa dos cuidados aos recém-nascidos. Neonatal – Referente aos primeiros dias de vida. Nefrotomia – Incisão do rim. Nefrostomia – Abertura cirúrgica de uma comunicação entre o rim e o exterior para drenagem. queda do rim. Neodarwinismo – Teoria biológica da evolução das espécies animais e vegetais. comumente denominadas nefrites. nas populações. Nefropexia – Operação de fixação do rim. doze pares ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Túbulo contorcido distal ○ Néfron ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Alça de Henle Ducto coletor ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ N ○ . sentimentos. Neoartrose – Articulação artificial substituta. denominando-se por um número segundo o nível da vértebra em que emergem. o Streptomyces fradiae. tumor. desejos ou impulTúbulo contorcido proximal Corpúsculo renal ○ ○ NERVOS sos que sejam intoleráveis ou inaceitáveis de forma consciente. de seu alojamento natural. mesmo diante dos argumentos mais razoáveis. Negação – Mecanismo de defesa inconsciente pelo qual se evitam os conflitos emocionais e a ansiedade mediante recusa a pensamentos. operação destinada a corrigir uma hidronefrose. Neisseria – Gênero de diplococo. este último compreende o túbulo contorcido distal e o ducto coletor. Neocerebelo – Parte filogeneticamente mais recente do cerebelo. das doenças difusas. Neoglicogênese – Formação. mais particularmente. Ela modifica aquela de Darwin em função dos conhecimentos mais recentes trazidos pela genética. de glicogênio a partir de proteínas e de lipídios. Nefrorrafia – Sutura do rim. câncer. Nefrorragia – Hemorragia do rim. existem oito pares de nervos cervicais. Dessa forma. como o da gonorréia. os quais se ligam aos diversos órgãos. Nefropatia – Nome genérico de todas as doenças dos rins e. Nervos espinais – Trinta e um pares de nervos que estão unidos à medula espinal. Neomicina – Substância extraída de um Actinomyces. Nefroptose – Deslocamento do rim. Relativo a recém-nascido. com corpos não segmentados. Nefroplastia – Picatura do rim efetuada de modo a pôr e manter em contato seus dois pólos. Neoformação – Neoplasma. Nervo – Cordão cilíndrico esbranquiçado constituído pelos axônios das células dos centros nervosos.

Neurogênico – Neurógeno. Neuroblasto – Célula nervosa embrionária. geralmente muito intensa. no fígado e nos gânglios linfáticos. Nervo facial – Quinto par craniano. é o primeiro passo para a esclerose múltipla. vísceras. Neurofibroma – Tumor de tecido conjuntivo cercando nervos periféricos. que ao suprimir terminações nervosas e centros nervosos autônomos situados na parede arterial. a medula espinal e os nervos periféricos. Neurilema – Bainha que envolve a fibra nervosa. Neurodermatose – Nome dado. realiza verdadeira simpatectomia. que existem no bulbo. que se originam no encéfalo a partir dos núcleos de substância cinzenta. Neurocrinia – Passagem direta de produtos de secreção de glândulas endócrinas para o sistema nervoso. Neurocirurgia – Ramo da Medicina encarregado das intervenções sobre o cérebro. Nervo óptico – Condução nervosa que se encarrega da transmissão da informação visual dos olhos ao cérebro. Neurastenia – Transtorno mental caracterizado por um esgotamento nervoso e uma sensação vaga de fadiga seguida quase sempre por depressão. Neuroespangioma – Variedade de tumor cerebral com tendência rapidamente invasiva. Neuralgia – Dor. ○ ○ NEURÓGLIA Esse tumor costuma apresentar metástase no osso. A mais conhecida é a inflamação do nervo óptico que causa cegueira temporal e que. Neuroesteróide – Esteróide sintetizado no cérebro a partir do colesterol. Neural – Relativo ao nervo. Neurodermatite – Erupção cutânea de origem nervosa. Neurobiologia – Estudo dos fenômenos vitais no sistema nervoso. Nervo motor – Formado por fibras eferentes que conduzem impulsos do cérebro ou da medula espinal até um músculo ou outro órgão. na pele. Neuróglia – Células que constituem o estroma do sistema nervoso central. Nervosismo – Excitabilidade exagerada. às dermatoses que têm como sinal dominante o prurido. Neurite – Inflamação e degeneração de um nervo que se caracteriza por dor e transtornos sensitivos e que conduz a uma paralisia leve ou a um intumescimento. causada por uma alteração do referido nervo.NERVO de nervos torácicos. no passado. cinco pares de nervos lombares. localizada no território pelo qual se distribui um nervo. Neurógeno – De origem nervosa. Nervos cranianos – Doze pares de nervos. órgãos dos sentidos e receptores sensitivos até a medula espinal e o cérebro. nervo sensitivo e motor originado no tronco do encéfalo. Neurectomia – Exérese de um nervo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Neuroendarterectomia – Nome dado à endarterectomia. que é de natureza nervosa. órgãos. na medula óssea. que ocorre principalmente na criança e localiza-se no cerebelo e no IV ventrículo. Neurinoma – Tumor de uma bainha de um nervo. Nervo sensorial – Formado por fibras aferentes que conduzem os impulsos de músculos. Neurodinia – Neuralgia. cinco pares de sacros e um par de coccígeos. Neuroestimulação – Estimulação elétrica do sistema nervoso. Neuroblastoma – Tumor maligno que tem sua origem no tecido simpático da medula adrenal. Neurofibromatose – Doença hereditária transmitida com caráter dominante e caracterizada pela presença de numerosos neurofibromas na pele e nos nervos. Neurocardíaco – Que se refere ao coração e aos nervos. acompanhados de manchas cor de café com leite na pele e outras alterações. Neurofilaxia – Proteção do sistema nervoso. às vezes. Neurociências – Conjunto das ciências fundamentais e concernentes à Fisiologia e à Patologia do sistema nervoso.

Diferencia-se da psicose em que não há desconexão da realidade.NEUROHIPÓFISE Neurohipófise – Parte posterior da hipófise. ou entre um neurônio e um efetor. Neuropsiquiatria – Ramo da Medicina concernente às doenças mentais e nervosas. deslocando-se ao longo dos axônios dos nervos motores. ○ ○ NEUTROPENIA Neurose – Termo geral que define os transtornos mentais consistentes. Neuroplastia – Reparo cirúrgico de um nervo. Neutrófilo – Leucócito que se cora facilmente pelos corantes neutros. na sinapse. a noradrenalina. desaparecimento da ansiedade e indiferença do que ocorre ao redor. Neuromuscular – Referente ao nervo e ao músculo. Neuromodulador – Substância bastante semelhante aos neurotransmissores. Neurotrófico – Relativo à nutrição nervosa. Doente com neurose. Os mais importantes são a adrenalina. ambos os hormônios são sintetizados no hipotálamo. Neurotoxina – Agente tóxico que atua diretamente sobre os tecidos do sistema nervoso central. Neurotropismo – Influência atrativa do sistema nervoso sobre determinadas substâncias. esboço do sistema nervoso central. como um músculo e uma glândula. Neurolofoma – Nome genérico dos tumores do sistema nervoso desenvolvidos a partir da crista neural. Neutralização – Anulação das propriedades de uma substância. Neuropsicologia – Estudo das relações entre as funções cognitivas e o comportamento por um lado. Neutropenia – Diminuição do número de neutrófilos no sangue. a acetilcolina. isto é. Neurorradiologia – Radiologia intervencional aplicada ao sistema nervoso. Neurônios – Células básicas do sistema nervoso que formam uma extensa rede que se comunica entre si. Neurótomo – Instrumento para incisão de nervos. a dopamina. atividade motora diminuída. É formada por um corpo celular que contém um núcleo e uma ou várias prolongações que se chamam axônio e dendritos. Neurotripsia – Esmagamento de um nervo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Neurônios Neuropatia – Termo utilizado para designar as doenças nervosas. Neurorrafia – Sutura de um nervo. em especial as degenerativas. mas que agiria. Neurotrópico – Que tem neurotropismo. Neurolues – Neurossífilis. uma alteração do estado de consciência caracterizada por passividade. Neuromielite – Inflamação da bainha de um nervo. denomimado espaço intersinático. Neurótico – Relativo às neuroses. de uma maneira mais difusa no espaço e no tempo. Neurotóxico – Tóxico para o sistema nervoso. Neurólise – Liberação cirúrgica de um nervo comprimido por um cicatriz. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ N ○ . Neurulação – Formação do tubo neural. Neuroma – Tumor de tecido nervoso. e por outro o funcionamento do cérebro. encarregada da produção e transmissão do impulso nervoso. pelo cérebro. com a invasão das meninges e do sistema cerebrovascular. Ocorre em fases tardias da doença e pode produzir graves transtornos como uma paresia geral ou uma tabes dorsales. normalmente em uma ansiedade desproporcionada motivada pela falta de adaptação a uma determinada situação. Neurossífilis – Infecção do sistema nervoso central pelo microrganismo produtor da sífilis. Neutralização ocular – Rejeição total ou parcial. Neurotransmissores – Substâncias liberadas nas conexões interneuronais a fim de transmitir os impulsos no mínimo espaço que fica entre dois neurônios. Neuroléptico – Droga que produz uma neurolepse. a serotonina e o GABA. Armazena hormônio antidiurético e ocitocina. de uma imagem transmitida por um olho.

indolores ou muito dolorosos. Essas células comandam. Nodulite – Inflamação de um nódulo. constituinte principal da dinamite. Nicotina – Tóxico de ação rápida presente no tabaco. Em geral. Nitrogênio – Elemento químico principal constituinte do ar. Vasodilatador coronário muito utilizado por via oral ou transdérmica. trata-se de um transtorno da personalidade. Nicotinismo – Envenenamento pelo excesso de fumar. Ninfas – Pequenos lábios. mas em geral somente são percebidos mediante palpação cuidadosa. Neurologia – Ramo da Medicina que estuda doenças do sistema nervoso. sendo um dos elementos fundamentais da matéria viva. necessários para o metabolismo dos lipídios. com volume diverso. Normocapnia – Taxa normal do CO2 dissolvido no plasma sangüíneo. Nodo átrio-ventricular – Zona especializada do miocárdio que recebe o impulso cardíaco do nodo sinoatrial e transmite-o aos fascículos. É um sintoma típico da hiperplasia benigna da próstata. Nociceptivo – Que capta excitações dolorosas. artísticos e históricos concernentes às crianças da primeira idade. Neurectomia – Ressecção de um nervo em uma parte mais ou menos longa de seu trajeto. Nodo sinoatrial – Aglomerado de células cardíacas situadas na parede do átrio direito junto ao seio das veias cava na proximidade do óstio da veia cava superior. Nódulo – Termo associado a pequenas nodosidades. Ninfomania – Transtorno psicossexual da mulher. a excitação que desencadeia a contração cardíaca. principal responsável por seus efeitos nocivos e por levar ao vício de fumar. ○ ○ NORMOCAPNIA Nistagmo – Sinal anormal do exame clínico neurológico que consiste em movimentos rápidos alternados com movimentos lentos do globo ocular em uma direção no espaço. Neurodermite – Grupo de dermatoneuroses. Niquelemia – Presença de níquel no sangue. Nódulos – Lesões cutâneas elementares. Nictúria – Transtorno da micção que consiste na necessidade de levantar-se da cama para urinar várias vezes durante a noite. Niacina – Grupo vitamínico hidrossolúvel que inclui o ácido nicotínico e a nicotinamida. Noradrenalina – Hormônio adrenérgico. órgão sexual da mulher. Operação praticada mais freqüentemente para por fim à neuralgia rebelde. semelhantes a tubérculos. Nódulo de uma corda vocal – Pequena tumoração fibrosa inflamatória que se desenvolve nas cordas vocais das pessoas que forçam continuamente a voz. Nitroglicerina – Violento explosivo. Nociceptor – Receptor sensitivo que capta excitações dolorosas. Neurotomia – Secção de um nervo.NEURALGIA Neuralgia – Dor na região onde se distribui um nervo. Noma – Estomatite gangrenosa. Nistatina – Substância extraída do Streptomyces nourcei e dotada de potente atividade antibiótica contra leveduras. nas quais a reação cutânea sempre intensa se manifesta seja por erupções específicas. Nitrato de potássio. São moles. caracterizado por um desejo insaciável de satisfação sexual. quase sempre considerável. seja por lesões banais. Neuroanatomia – Ramo da Anatomia que estuda o sistema nervoso. Corresponde à penetração do ovo fecundado no endométrio. Nictalopia – Cegueira noturna. Nictofobia – Temor mórbido do escuro. automaticamente. produzido pela medula adrenal que atua aumentando a pressão arterial por vasoconstrição. Ninfotomia – Excisão de uma parte das ninfas ou dos pequenos lábios. Nidação – Processo de implante do óvulo fecundado. podem ser apreciáveis por evidente congestão superficial. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Nipiologia – Termo que agrupa todos os estudos científicos. Atinge especialmente as artérias coronárias. duros. Neuroma – Tumor formado de fibras nervosas. Nitro – Salitre.

transforma e incorpora. Existem de 45 a 50 nutrientes essenciais. Normospermia – Estado normal do esperma. Nucleoproteína – Variedade de proteína complexa resultante da combinação de uma proteína com um ácido nucléico. Nóxio – Nocivo. por muito tempo. Núcleo – A parte essencial de uma célula. já que o organismo não pode produzi-los por si só e são imprescindíveis para o organismo. por meio da alimentação. se viveu. a quimiopapaína injetada localmente. qualquer nutriente não-essencial pode converter-se em essencial. Nucleossomo – Elemento cromatínico granuloso constituído de um fragmento do ADN (DNA) que comporta cerca de 200 pares de bases e de 8 moléculas de histona. Segundo suas características. Notalgia – Dor na região dorsal. Nucleofagocitose – Absorção e destruição de núcleos celulares por um fagócito. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Núcleo Nucleocapsídeo – Conjunto formado pelo capsídeo e o ácido nucléico virais. Nosocomial – Relativo aos hospitais. Normotipo – Diz-se de uma contração cardíaca de qualidade normal. Numular – Que tem forma de uma moeda. Nutrição – Conjunto de processos mediante os quais o ser vivo utiliza. languidez e definhamento provocados pelo afastamento do país natal e do ambiente onde. Nucleotídeo – Substância química constituída pela união de um glicídio. Nucleosidase – Enzima secretada pela mucosa intestinal e que decompõe os nucleosídeos liberados pela fosfatase em glicídios e em bases purínicas ou pirimidínicas. Nulípara – Mulher que nunca deu à luz. Nuligesta – Mulher que nunca ficou grávida. Normovolemia – Volume sangüíneo total normal.NORMÓCITO Normócito – Glóbulo vermelho adulto que deriva de um normoblasto por expulsão do núcleo e cujo volume globular é normal. às suas próprias estruturas. ainda que. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ N ○ . Nubilidade – Estado do indivíduo que está apto ao casamento. neste se efetua a síntese do ácido ribonucléico. Nutricionista – Profissional formado em curso superior de Nutrição. Nucleólise – Destruição do núcleo pulposo do disco intervertebral por uma enzima proteolítica. em situações vitais. Nosocômio – Hospital. construir e reparar estruturas orgânicas e regular os processos metabólicos. que contém espermatozóide normais em quantidade e em qualidade. Normocrômico – De cor normal. Nosologia – Estudo das doenças. Nutrição parenteral – Administração de nutrientes por uma via diferente do conduto gastrintestinal normal. Nutrientes – Elementos nutritivos contidos em um alimento. uma série de substâncias que recebe do mundo exterior. Nostalgia – Tristeza. Forma a unidade primária do ácido desoxirribonucleico. existem dois tipos de nutrientes: essenciais e não-essenciais. ○ ○ NUTRIENTES Nucléolo – Corpúsculo esférico presente no núcleo celular. Nuclease – Nome dado às enzimas secretadas pela mucosa intestinal e que têm a função de decompor as ácidos nucléicos em elementos mais simples. com o objetivo de obter energia. Os nutrientes essenciais são aqueles que devem ser introduzidos na dieta. Nucleoplasma – Protoplasma nuclear. Pode não ser nuligesta. Nosofobia – Temor excessivo que pessoas apresentam de contrair doenças. de uma base purínica ou pirimidínica e de uma molécula de ácido fosfórico.

Obstrução aérea – Alteração do sistema respiratório que se caracteriza por um impedimento mecânico à passagem do ar. dos tratamentos e da evolução de um caso. antidiarréico. Registro de óbito. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Depois de quatro a seis horas começam a aparecer fenômenos de necrose que levam à gangrena. Occipitobregmático. Obnubilação – Obscurecimento da consciência. Obstetra – Médico especialista em Obstetrícia. que é um ato irracional que se repete como forma de afastar essa idéia da mente. mortalidade. Obstipação – Constipação rebelde. dolorosa. em quadro denominado isquemia. a parte distal à obstrução fica pálida. Pode ocorrer em qualquer outro território arterial e é indicação de tratamento por Cirurgião Vascular habilitado. Ocitócico – Que estimula a contração uterina e favorece o parto. fria. Occipital – Osso ímpar e mediano. Pode estar ligada a uma compulsão.OBESIDADE ○ ○ OCLOFOBIA Obstetrícia – Ramo da Medicina que trata da gravidez. a amar verdadeiramente. associada às malformações urogenitais. Obsoleto – Fora de uso. A causa mais freqüente é a embolia arterial. Occipitomentoniano. Obtusão – Diminuição mais ou menos acentuada da permeabilidade mental e da consciência. Obrinsky. Obsessão – Idéia estranha que acode repetida e involuntariamente à mente de um indivíduo e que interfere na atividade intelectual normal do indivíduo. bem como em vasos sangüíneos e linfáticos. diâmetro – Diâmetro da cabeça do feto que vai do occípio ao bregma. Obituário – Relativo a óbito. Livro em que se registram os óbitos Oblativo –Diz-se de sentimentos que levam o indivíduo a doar-se. Ocitocina – Hormônio hipofisiário que estimula a contração do músculo liso do útero (miométrio). Observação médica – Descrição escrita dos exames médicos. sendo a principal fonte o lado esquerdo do coração. Obstrução – Obstáculo na circulação das matérias sólidas ou líquidas em um conduto ou uma cavidade do organismo. síndrome de – Aplasia total ou parcial da parede abdominal. situado na parte posterior e inferior do crânio. Obstipante – Constipante. diâmetro – Diâmetro da cabeça do feto que vai da protuberância occipital externa à parte inferior e ao mediano do mento. Oclofobia – Terror irracional a multidões. Obstrução arterial aguda – Oclusão de uma artéria de modo abrupto. A trombose arterial aguda é a segunda causa geralmente produzida pela aterosclerose. Obesidade – Excesso de peso que implica em uma carga física do organismo para a atividade diária e predispõe ou agrava muitas doenças. prisão de ventre. do parto e do estudo da função e das doenças do sistema genital feminino durante a gestação e no parto. Obstrução intestinal – Paralisação das funções intestinais por bloqueio mecânico do intestino ou estrangulação intestinal. Nas extremidades.

causada pela irritação da mucosa do esôfago ou transtorno de sua musculatura. Aspergillus e Trichophyton. síndrome – Conjunto de sintomas provocados pelos tumores cerebrais localizados acima da lâmina crivosa do etmóide. Óleo animal – Óleo de ossos. que pode ter sua causa em uma alteração do nervo relacionado com seu próprio músculo. aos gêneros Candida. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ O ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Compõe-se de glicerina e um ou mais ácidos graxos. ainda que pouco desenvolvido se comparado com o de alguns animais. tártaro. Atualmente seu emprego foi substituído pela vitamina sintética em forma de medicamento. Odorante – Aromático. Oftalmia simpática – Inflamação de um olho. Odontoclasia – Fratura de dente. Oftalmotomia – Incisão do olho. Olécrano – A ponta do osso ulna no cotovelo. Óleo de castor – Óleo de rícino. Oftalmalgia – Dor ocular. Odor corporal – Cheiro desagradável associado à transpiração. Oleoma – Neoplasia inflamatória provocada por injeções de óleo. Oficinal – Medicamento que já se encontra pronto nas farmácias e que tem fórmulas invariáveis. Tradicionalmente. provocada por um fungo que pertence. opressiva e urgente que ocorre ao deglutir-se alimentos ou bebidas. Oculista – Médico especialista em doenças dos olhos. Oftalmorragia – Hemorragia do globo ocular. Odinofagia – Dor intensa. Oftalmia catarral – Conjuntivite simples. Oftalmometria – Determinação do índice de refração. Oculomotor – Nervo responsável por mover músculos do globo ocular. Oftalmoscopia – Exame do interior do globo ocular. Oftalmia do recém-nascido – Conjuntivite e queratite purulenta causada pelo gonococo no olho do recém-nascido. Óleo de fígado de bacalhau – Azeite extraído do fígado do bacalhau. Oftálmico – Referente ao olho. no parto. Óleo – Éster de glicerina. Odontologia – Estudo dos dentes e das estruturas relacionadas. Odontoma – Tumor do tecido dentário. provocando uma irritação perióstea dessa região. Olecranalgia – Dor localizada sobre o olécrano. Óleo cinzento – Óleo mercurial. que aparece em caso de lesão no outro olho. mais freqüentemente. Odontodinia – Dor de dente. que ocorre em conseqüência de sobrecarga no antebraço ou de leves traumatismos. Oclusão intestinal – Obstrução intestinal. Olfativa. Odontóide – Semelhante a um dente. e mensuração desses meios refringentes. Óleo doce – Glicerina. Odontólito – Depósito calcário nos dentes. Olfato – Um dos sentidos mais primitivos do homem. Oftalmoplastia – Intervenção plástica no olho e em seus anexos. as quais figuram nas Farmacopéias.OCLUSÃO Oclusão – Obstrução. Obliteração de um conduto ou de um orifício. rico em vitaminas A e D. dos diversos meios do olho. Odontorragia – Hemorragia consecutiva à extração de um dente. Oftalmologista. Oftalmia – Nome genérico de todas as doenças inflamatórias do olho. como conseqüência da exposição dos olhos do feto às secreções infectadas da mãe quando a criança passa pela vagina. ○ ○ OLFATO Oftalmomicose – Doença do olho e de seus anexos cutâneo-mucosos. Oftalmodinia – Dor reumátida do olho. Oftalmoplegia – Paralisia parcial ou completa de um ou vários músculos responsáveis pelo movimento do olho dentro da órbita. Oftalmorrexe – Ruptura do globo ocular. Oftalmorréia – Oftalmia purulenta. Ocupacional – Relativo a uma ocupação como tratamento físico ou mental. Oftalmoscópio – Instrumento utilizado para exame do interior do globo ocular. Oleaginoso – Que contém óleo. Odontalgia – Dor de dente. é utilizado para tratar deficiências nutricionais.

Oligoartrite – Artrite acometendo um pequeno número de articulações. curta cadeia de ácido nucléico. Oligodipsia – Diminuição ou ausência quase completa da sensação de sede em alguns indivíduos sem que sua saúde se mostre alterada. Oligonefromia – Diminuição do número dos néfrons do rim. Oligotriquia – Desenvolvimento incompleto do sistema piloso que não existe se não no estado de simples penugem. Oligonucleotídeos – Polímero formado de uma dezena de nucleotídeos. Omartrose – Reumatismo crônico degenerativo localizado na articulação escápulo-umeral.OLFATOMETRIA Olfatometria – Medida da concentração mínima de uma substância capaz de provocar uma sensação olfativa. mas a taxa de hemoglobina é muito baixa. mas com intervalos longos. caracterizado por diminuição na quantidade de urina que não superaria o meio litro diário. Olho – Órgão da visão. Oligossacarídeo – Holosídeo que resulta da união de um pequeno número de monossacarídeos e cuja molécula é mais curta que a dos polissacarídeos. de cima para baixo. cintura escapular. Omento – Dobra peritoneal freqüentemente infiltrada de gordura. ○ ○ OMENTO Oligofrenia – Termo que compreende todos os graus da fraqueza do espírito. com forma de esfera ligeiramente aplanada. Oligospermia – Alteração na formação dos espermatozóides no homem. Ombreira – Órtese que cobre o ombro. em que seu número é inferior ao considerado normal. Olivar – Em forma de azeitona. Oligocrania – Desenvolvimento insuficiente do volume do crânio em relação ao do corpo. Oligoanúria – Diminuição extrema da diurese beirando a sua supressão. Omalgia – Dor no ombro. Olho Olhos de peixe (doença dos) – Doença raríssima que associa opacidades corneanas precoces. O número de glóbulos vermelhos é normal. Oligoemia – Anemia. no máximo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Oligo – Prefixo grego que significa pouco. Oligomenorréia – Transtorno do ciclo menstrual que consiste em menstruações de duração e quantidade variáveis. Omentectomia – Ressecção cirúrgica do epíploon. indo da debilidade mental à idiotia. Oligodentrócito – Célula da glia contendo poucos prolongamentos citoplásmicos. Oligúria – Transtorno da diurese. Oligofagia – Diminuição do apetite. decorrente de uma carência de ferro. que pode diminuir numa gestação a termo. uma taxa elevada de triglicerídeos e colesterol HDL muito baixos. Omartrite – Inflamação da articulação do ombro. Oligohidrâmio – Deficiência de líquido amniótico. Eles são responsáveis pela formação da bainha de mielina no sistema nervoso central. Ombro – Junção do tronco e braço. Oligomacronefronia – Diminuição do número e aumento de tamanho dos néfrons do rim. Oligoâmnio – Insuficiência da quantidade do líquido amniótico. Oligossideremia – Anemia hipocrômica que ocorre em crianças pequenas a partir do 6º mês. Oligoelemento – Nome dado a alguns metais e metalóides cuja presença em quantidades muito pequenas é indispensável na ração alimentar. Oligopnéia – Respiração retardada. traduz-se por uma diminuição da proporção craniossomática.

Originam-se nódulos fibrosos formados por uma cápsula fibrosa que engloba numerosas filárias e importantes lesões oculares. Onfalorragia – Hemorragia no umbigo. Onicofagia – Vício de roer as unhas. Onicomadese – Queda espontânea da unha começando pela matriz. que adquirem o aspecto de ganchos ou unhas de águia.OMOIÓIDEO Omoióideo – Referente à escápula e ao osso hióide. geralmente latente. pressão – Nome dado à pressão osmótica exercida pelos colóides e sobretudo pelas proteínas. Oncocercose – Sinônimo: cegueira dos rios Doença tropical causada pelo Onchocerca volvulus e transmitida ao homem pela picada de uma mosca. Ooforoma – Pequeno tumor benigno do ovário. que podem conduzir à cegueira. Oncogene – Gene que intervém no controle da proliferação celular e é capaz de provocar processo de cancerização. Oncótica. Oncogênico – Que provoca a proliferação tumoral. Onfalotripsia – Esmagamento do cordão umbilical com auxílio de uma pinça de forte pressão. Oniroanálise – Exploração do subconsciente pelo estudo dos sonhos provocados por substâncias que perturbam a atividade mental. que não foi acometida. Onicauxe – Hipertrofia congênita ou adquirida das unhas regularmente desenvolvidas em todos os sentidos. Oncocitoma – Tumor benigno. Ooforite – Inflamação do ovário. provavelmente desenvolvido a partir de um folículo. Onicopatia – Nome genérico dado a todas as doenças ungueais. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ O ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Localizase na tireóide. de estrutura glandular. às vezes. Onicomicose – Infecção das unhas por fungos. nos brônquios. Escápula. Oncoproteína – Termo genérico englobando os oncogenes e os antioncogentes. Oncostático – Que interrompe a evolução dos tumores. em princípio. nas glândulas salivares e nos rins. lutando contra o obstáculo pilórico. Onicorrexe – Fragilidade extrema das unhas em decorrência de não fissuras longitudinais. Oncologia – Ramo da Medicina que estuda os tumores. Ondulação epigástrica – Fenômeno observado nas estenoses do piloro. Oncovirinae – Vírus oncogênicos de ARN (DNA) pertencentes à família dos retrovírus. Oniquite – Inflamação das partes moles ao redor da unha. Ooforectomia – Extirpação do ovário. ○ ○ OOFOROMA Onfálico – Relativo ao umbigo. Omoplata – De acordo com a Terminologia vigente. Ooforalgia – Dor localizada no ovário e encontrada sem qualquer alteração anatômica desse órgão. pela onicólise. purulenta. formado por grandes células de citoplasma granuloso e eosinofílico. Onfalectomia – Retirada cirúrgica do umbigo. decorrente de espasmo clônico das túnicas musculares do estômago. Onfalite – Inflamação do umbigo acompanhada de uma secreção mal-cheirosa e. Onicogrifose – Curvação e engrossamento anormal das unhas das mãos e pés. Onfalocele – Hérnia umbilical. que vive nos rios de águas rápidas e bem oxigenadas. Onfalotomia – Secção do cordão umbilical. Ontogênese – Evolução de um indivíduo desde o ovo até a idade adulta. Oófaro – Ovário. É uma ondulação da parede abdominal que se propaga da esquerda para a direita. Onicóide – Semelhante à unha. Oncologista – Médico especializado no tratamento dos tumores. Onicatrofia – Atrofia congênita ou adquirida das unhas. Osso chato e triangular com a ponta inferior situada na face posterior do ombro.

Organização Mundial de Saúde (OMS) – Departamento das Nações Unidas que se encarrega fundamentalmente dos problemas de saúde mundiais ou regionais. Oréxico – Que se relaciona ao apetite. Optometria – Determinação dos limites da visão nítida com auxílio de um instrumento denominado optômetro. predominante nos músculos extensores. caracterizado pela contração automática dos músculos antagonistas do movimento passivo que se deseja aplicar a um membro. Orbicular – Que rodeia um orifício. ácidos lácticos. Opacimetria – Medida da opacidade de uma suspensão. ○ ○ ORGANOACIDÚRIA Opsonina – Globulina solúvel capaz de combinar-se com as bactérias a fim de facilitar sua fagocitose. Opiofagia – Hábito de consumir o ópio. ou em doses mais fortes. as pernas e os braços ficam em extensão. Opistognatismo – Desenvolvimento desproporcional entre mandíbula e maxila. na urina. na histeria e em algumas crises tônicas. colocada em evidência pelo exame fracionado das urinas. Opiomania – Impulso irresistível de fazer uso do ópio. Ópio – Substância obtida por incisão das cápsulas imaturas da papoula. Opsiúria – Retardo da eliminação de água pelos rins após as refeições. Opiáceo – Substância derivada do ópio. Opacidade – Falta de transparência. no sangue. O corpo e a cabeça curvam-se para trás. Opiato – Uma preparação farmacêutica de ópio. no beijo e na sucção. como excitante. lutadores de judô e jiu-jitsu. Organoacidúria – Presença. Organismo – Animal ou vegetal composto por diferentes órgãos e sistemas diferenciados. com ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Orexigênico – Que abre o apetite. Oposicionismo – Distúrbio da motilidade. a mucosa bucal. etmóide. Os opiáceos são agentes sedantes e hipnóticos. Opérculo – Qualquer estrutura anatômica que recobre uma outra. malar e palatino. resina da planta Papaver somniferum. tais como os ácidos alifáticos. Organicismo – Teoria médica segundo a qual cada doença tem como causa uma lesão material de um órgão. Opistótonos – Variedade de contratura generalizada. Opaco – Não transparente. Oral – Bucal. Diminuem a sensibilidade à dor e. Opoterapia – Tratamento pelos extratos de órgãos de animais. Mediante cirurgia plástica pode-se reparar parcialmente o aspecto desse transtorno. Orelha em couve-flor – Deformação e engrossamento da orelha causada pelos múltiplos traumatismos que sofrem os boxeadores.OOSPOROSE Oosporose – Doença produzida por fungos pertencentes ao gênero Oosporo. portanto. são utilizados como analgésicos. Observado no tétano. Opilação – Ou amarelão. esfenóide. a conjuntiva. em pequenas doses. Optometrista – Profissional que pratica a Optometria. Opsonização – Fixação da opsonina na superfície das bactérias. de ácidos orgânicos oriundos do metabolismo intermediário. Opistorquíase – Parasitose hepatobiliar decorrente de um trematódeo da família dos Opisthirquidae. Orbiculares dos lábios – Músculos que se contraem no assobio. Órbita – Cavidade que contém os globos oculares e que é formada pelos ossos frontal. de ácidos orgânicos oriundos do metabolismo intermediário. ácidos cetônicos. lacrimal. Orgânico – Que se relaciona a um órgão ou um organismo. estado de tranqüilidade e prazer. Organoacidemia – Presença. que tem uma identidade individual. Organela – Elemento intracitoplasmático figurado cujo conjunto constitui o condrioma intracelular. pela boca. nomes populares da ancilostomíase. como sedativo. ácidos álcoois. estes podem localizar-se sobre a pele. o intestino e o pulmão. que produzem sonolência.

há tecido conjuntivo. Um exemplo é um bastão ou uma muleta. Organotrópico – Que tem tendência de fixar-se em um órgão. Ortocromático – Cor de um elemento figurado quando é análoga à do corante empregado. Ortodiagrafia – Procedimento que permite determinar dimensões reais de um órgão. Ortofônico – Tratamento destinado a corrigir defeitos de pronúncia. Oroticúria – Presença de ácido orótico na urina. Organoterapia – Terapêutica que emprega. substâncias tóxicas. inferiormente. No homem. Região central da faringe que vai do nível do palato. Ortodiagrama – Silhueta de um órgão traçada mediante escuta ou exame. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ O ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Durante esse período. Orquidômetro – Uma série de modelos que permitem a medida das dimensões testiculares por palpação comparativa. levá-lo até o escroto e fixá-lo de forma que não volte a retrair-se. de um testículo ectópico. Orquiocele – Hérnia escrotal. Orquioplastia – Reparo cirúrgico no escroto. Ortese – Aparelho ortopédico utilizado para prevenir ou corrigir alguma deformidade a fim de melhorar funções de alguma parte móvel do corpo. Ortogênese – Nome dado a séries evolutivas que se fazem por meio das variações sucessivas e numa determinada direção. o fígado elimina os tóxicos nele presentes. ○ ○ ORTOGÊNESE Orquiectomia – Procedimento cirúrgico para exérese de um ou de ambos os testículos. levada ao mais alto grau.ORGANOGÊNESE exceção dos aminoácidos. O mesmo que Opoterapia. Qualquer interferência no processo normal de organogênese causa detenção do desenvolvimento e anomalia congênita no recém-nascido. os sucos extraídos dos vários órgãos de origem animal. Orquiepididimite – Inflamação do testículo e epidídimo. Orofaringe – Bucofaringe ou Parte oral da faringe. Orquidopexia – Fixação operatória. e da altura da cartilagem epiglote. Órgão de Corti – Pequena estrutura espiral situada na orelha interna em cujo nível se transformam as ondas sonoras em impulsos nervosos que são transmitidos ao nervo auditivo. Orgasmo – Excitação dos sentidos ou de um órgão. Órgão – Unidade funcional formada pela combinação de tecidos para um determinado fim. Orquidotomia – Incisão de um testículo. Orthomyxoviridae – Família de vírus de ARN monocatenar que compreende um único gênero Influenza vírus. nervoso e epitelial. o pulmão oxigena o sangue. Organografia – Descrição dos órgãos. Na estrutura de cada órgão. Ortofonista – Auxiliar médico especializado na reeducação da linguagem. Orquiodinia – Dor no testículo. e geralmente dos ácidos fenóis também. Orquidoptose – Relaxamento considerável da bolsa testicular com abaixamento do testículo e desenvolvimento de varizes no cordão. transmitida ao homem por diversos pássaros. Ornitose – Doença infecciosa benigna. superiormente. por oposição da gagueira e de outros distúrbios da fonação. Orquiopexia – Intervenção cirúrgica destinada a mobilizar um testículo que não desceu. estende-se desde o final da segunda semana de gestação até a oitava. e o rim regula os líquidos internos e filtra a urina. dentro das bolsas testiculares. Organoléptico – Que impressiona os órgãos dos sentidos. Orquite – Inflamação aguda ou crônica do testículo. o coração se encarrega de bombear o sangue para que chegue a todo o corpo. o embrião experimenta rápidas e radicais mudanças e é muito vulnerável aos perigos ambientais como irradiações. no organismo humano. Cada órgão realiza um ato concreto. Ortodontia – Técnica corretora das anomalias da dentadura. Organogênese – Período de formação e diferenciação dos órgãos e sistemas orgânicos durante o desenvolvimento embrionário. que evolui como uma pneumonia atípica. Ortofonia – Pronunciação normal. por exemplo.

Ortostático – Diz-se dos fenômenos provocados pela postura em pé. Ortóptica – Correção dos defeitos visuais mediante exercícios. Ossiculectomia – Extirpação dos ossículos da orelha média. ○ ○ OSSIFICAÇÃO Ossificação – Formação de tecido ósseo. deixando o corpo em extensão. Ortótono – Contratura muscular total. Ortopédico – Relativo à Ortopedia. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Centro de ossificação ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ossificação endocondrial ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Epífise Cartilagem epifisária Medula óssea ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Diáfise ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Desaparece a cartilagem epifisária ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ossificação . Osmolalidade – Concentração molecular de todas as partículas osmoticamente ativas contidas em uma solução. Ossículo – Pequeno osso. indo da fronte ao mento na vertical. expressa em osmoles por litro de solvente. expressa em osmoles por quilograma de solvente. Osmorreceptor – Que é sensível às variações da pressão osmótica. Ósmico – Relativo aos cheiros. Osqueoplastia – Autoplastia aplicada na reparação da bolsa testicular. Ortopnéia – Reconhecimento subjetivo da dificuldade respiratória na posição supino.ORTOGNATISMO Ortognatismo – Disposição geral da face. Ortopia – Retidão do olhar. Ósseo – Relativo ao osso. Ortonixia – Tratamento de deformidades das unhas pela colocação de um agrafe destinado a corrigir a curvatura. Osmose – Penetração dos líquidos dos tecidos no interior dos capilares. Osmótico – Relativo à osmose. tal como a linha do perfil. Osmometria – Medida da pressão osmótica. Osmolaridade – Concentração molecular de todas as partículas osmoticamente ativas contidas em uma solução. Ortotópico – Que está situado em seu lugar normal. Ortopedia – Ramo da Medicina que estuda e trata estruturas do aparelho locomotor. Osmose – Difusão de um solvente por meio de uma membrana semipermeável que separa 2 soluções de concentrações diferentes. Osmidrose – Sudorese com cheiro muito forte. Ortótico – Causado ou relativo à posição do pé. duro como uma haste.

que conduz à destruição por necrose da região afetada. Osteolítico – Que destrói o osso. continuamente. Osso Ostealgia – Dor óssea. cuja cortical é desigual. Célula que decompõe a matriz óssea. Osteofitose – Doença caracterizada pelo desenvolvimento dos osteófitos. Osteoartrose – Transtorno crônico de uma ou de várias articulações. na raque. como prolongação do periósteo. Osteodensimetria – Medida da densidade mineral óssea por meio da absorciometria. essencialmente. Osteoclasia – Ato de fraturar. no esqueleto das mãos e dos pés. decorrente de desgaste da cartilagem. vilosa e forma pequenos nódulos cartilaginosos que caem na cavidade articular e ossificam-se.OSSIFORME Ossiforme – Semelhante a osso. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ O ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . constituído pela proliferação dos osteoblastos que elaboram lamelas de tecido ósseo. Osteoclasto – Instrumento para fraturar o osso. o osso para obter redução exata de fratura anterior. Osteocondrodistrofia – Distúrbio da nutrição das cartilagens e dos ossos. Osteólise – Destruição ou reabsorção de osso. Osso – Órgão cuja brancura e dureza são a conseqüência da impregnação de sua trama conjuntiva pelos sais de cálcio. com rarefação óssea muito importante. Osteoartropatia – Lesão simultânea de uma articulação e das extremidades ósseas adjacentes. Osteodisplastia – Doença esquelética hereditária rara comportando. formada por pequenos rebordos ósseos. mais ou menos extensas. um alargamento das metáfises e modificações da forma dos ossos chatos. Osteóide – Matriz óssea não calcificada. Constitui o esqueleto. bigorna e estribo. São três: martelo. Osteocondromatose – Doença rara das articulações. Osteoma – Tumor de tecido ósseo. Osteodinia – Ostealgia. Osteófitos – Imagem característica nas radiografias de osso. em todos os ossos de um organismo são. Osteogênese – Formação dos ossos. Osteodistrofia – Distúrbio da formação ou da nutrição do tecido ósseo que provoca deformações do esqueleto. cirurgicamente. Ossinhos do ouvido – Conduzem os sons para o nervo auditivo. Osteoblastoma – Tumor benigno dos ossos que se desenvolve no indivíduo jovem. uma curvatura e irregularidades no contorno dos ossos longos. submetidos. Osteocondrite – Grupo de doenças que atingem as diversas epífises e os ossos curtos do esqueleto. Osteocalcina – Proteína de baixo peso molecular que contém ácido gamacarboxiglutâmico e é secretada pelos osteoblastos. situados nas bordas articulares. Osteócito – Célula do tecido ósseo proveniente do osteoblasto. É um mecanismo normal. Osteartrite – Inflamação do osso e da articulação. Osteogenia – Ossificação. ○ ○ OSTEOMA Osteocondrodisplasia – Crescimento das cartilagens e dos ossos. Osteoflegmão – Supuração óssea subperióstea com invasão inflamatória dos tecidos circunvizinhos. Osteoidose – Quantidade de tecido osteóide contida no esqueleto. Osteologia – Estudo dos ossos. especialmente nos lugares onde se inserem os ligamentos. Osteoclerose – Endurecimento anormal do osso. em baixa intensidade. Pode ser de origem genética ou secundária ao distúrbio do metabolismo. Osteoblasto – Célula jovem mesenquimatosa que garante a formação de matriz óssea. Osteíte – Inflamação do tecido ósseo. cuja sinovial é espessa. a um ciclo de destruição-reconstrução.

Realiza-se para corrigir um defeito anatômico. ○ Osteoporose ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Osteossíntese – Tipo de tratamento traumatológico que tenta favorecer a formação rápida de osso novo em região fraturada. Otite externa – Infecção da pele que recobre o conduto auditivo externo. fungos ou vírus. O tratamento consiste em incrementar a atividade e realizar exercícios adequados. ○ ○ OTITE Osteorradionecrose – Necrose do tecido conjuntivo dos ossos. Otalgia – Dor no pavilhão auditivo que costuma ter caráter intermitente ou contínuo. da bexiga. Osteótomo – Instrumento cirúrgico destinado a cortar ou aparar ossos. fosfatos e proteínas. Osteometria – Medidas efetuadas sobre um ou vários ossos. As estruturas ósseas se tornam mais finas do que o normal e. Deve-se à falta de cálcio e fosfato disponíveis no sangue para a mineralização dos ossos. Ostreáceo – Que se assemelha por seu aspecto nacarado e estratificado a uma concha de ostra. Otite – Inflamação aguda ou crônica da orelha interna. à eburnação dos ossos. dando lugar a um amolecimento do osso. Ótico – Relativo ao conduto auditivo. A administração de hormônios sexuais ou esteróides anabólicos ajudarão a fortalecer o tecido e facilitam sua formação. Osteonectina – Glicoproteína fosforada que intervém na osteogênese e contribui no tecido ósseo para unir colágeno e cálcio. que costuma estar associada à inflamação do osso circundante. É mais freqüente em pessoas de idade avançada. em menor porcentagem. mais frágeis. Osteopriostite – Inflamação aguda ou crônica do periósteo e osso subjacente. Osteonecrose – Necrose do osso. Sobre o orifício da ostomia dispõe-se uma bolsa que recolhe o material eliminado. conseqüentemente. Osteosclerose – Nome dado. por bactérias. acompanhado de fraturas e dores ósseas. Osteomielite – Inflamação da medula óssea. até uma incisão criada artificialmente na parede do abdome. anciãos e diabéticos. ou das fezes. Otite externa maligna ou necrosante – Tipo especial de otite externa muito grave e pouco freqüente. provocada pela aplicação de raios X. que ocorre quase sempre em pacientes imunodeprimidos. como o ânus imperfurado. Otoematoma – Hematoma do pavilhão auditivo. causada em 90% dos casos por estafilococos e.OSTEOMALÁCIA Osteomalácia – Processo anormal caracterizado pela perda de cálcio da matriz óssea. às vezes. Osteotomia – Incisão de um osso por meio de uma cirurgia. do intestino. Osteose – Lesão não-inflamatória dos ossos. ou aliviar uma obstrução tumoral. Ostomia – Procedimento cirúrgico no qual se realiza uma abertura que permita a passagem da urina. Osteossarcoma – Sarcoma que se desenvolve nos ossos a partir do tecido osteogênico. vitaminas D e C. Osteopatia – Toda doença dos ossos. Otite interna – Inflamação da orelha interna. afetando os órgãos do equilíbrio. além de uma dieta rica em cálcio. por causa da diminuição na produção de hormônios femininos depois da menopausa. Osteoplasia – Neoformação óssea atípica. Óstio – Orifício. com maior risco de ruptura. em geral associada a infecções respiratórias altas que facilitam a passagem de germes da nasofaringe ao ouvido e fecham a tuba auditiva. Otite média aguda – Infecção da orelha média ou da caixa do tímpano. Assemelha-se a um bizel com corte dos dois lados. a qual pode ser trocada periodicamente. Osteoporose – Alteração óssea que provoca o desgaste do osso a uma velocidade que não dá tempo para a sua regeneração. e as mulheres padecem mais do que os homens.

análoga ao rinofima. Ouvido – Sinônimo de Orelha. mucosa. Órgão par e sensível. sem perda de consciência nem vômito. Otosclerose – Esclerose da orelha que conduz à surdez progressiva. Otomicose – Otite externa causada por fungos. Otospongiose – Doença congênita e hereditária caracterizada. anatomicamente. Otocopose – Esgotamento temporário da audição. Otoplastia – Procedimento de cirurgia plástica reconstrutora. O ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ovário ○ ○ . Otorragia – Hemorragia pelo conduto auditivo externo. por razões estéticas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Ouvido ○ ○ Ovalócito – Hemácia de forma ovóide. que favorece o crescimento de agentes como Aspergillus e Candida. no qual. Otolitismo – Síndrome constituída por uma vertigem violenta. média e interna. São dois e localizam-se um em cada lado do útero. purulenta ou hemorrágica. com queda. Otologia – Ramo da Medicina que estuda a orelha e as doenças relacionadas. bloquear o funcionamento do estribo. Otorréia – Eliminação de uma secreção líquida pelo ouvido. Otofima – Hipertrofia do lobo da orelha. se procura aproximar o pavilhão auricular mais perto da cabeça. responsável pela percepção dos sons. Otopatia – Todas as doenças do aparelho auditivo. Ototubarite – Perda da audição associada a processos catarrais agudos com obstrução das fossas nasais e que melhora com manobras de Valsalva. Otoscópio – Aparelho para a visualização do conduto auditivo que consta de espéculos em forma de funil e uma fonte de luz. assim como dos hormônios sexuais femininos. os estrógenos e a progesterona. Otodinia – Dor na orelha. de diferentes características: serosa.OTITE Otite média serosa – Retenção da secreção normal da orelha média pela interrupção de sua drenagem por meio da tuba auditiva. Otomastoidite – Otite média acompanhada de mastoidite. nome mais apropriado. Ovalocitose – Presença de ovalócitos no sangue. Otorrinolaringologia – Ramo da Medicina que trata das doenças das vias aéreas superiores. limpeza e descongestionamento das vias aéreas superiores. ○ ○ OVÁRIO Ototóxico – Substância que tem um efeito prejudicial sobre o VIII par craniano ou sobre os órgãos da audição e do equilíbrio. Ovarialgia – Dor no ovário. Ovariano – Que está relacionado aos ovários ou depende deles. Ovário – Órgão genital feminino encarregado do armazenamento dos óvulos. Otoscopia – Exame diagnóstico para a diferenciação de diferentes doenças da orelha externa e média. Otocalásia – Relaxamento com atrofia dos tegumentos dos lóbulos das orelhas. progressivamente. pela extensão da ossificação da parede interna da caixa do tímpano que vai. facilitada quando há um ambiente úmido e quente. pois o termo ouvido é um verbo. sinal do começo da surdez. no qual se distinguem três partes: orelha externa.

Oxido nítrico – Gás irritante de fórmula NO2. por depósitos de cristais de oxalato de cálcio nos rins e em outros órgãos. Ela passa por vários estágios. conforme o sexo. Oxidação – Reação química durante a qual uma substância reage com o oxigênio. Oxigenoterapia – Tratamento pelas inalações de oxigênio sob pressão. Oxiurose – Doença causada pela invasão de oxiúros. Ovogênese – Produção dos óvulos. anatomicamente. Ovilhado – Diz-se das matérias fecais que têm a forma e a dureza dos excrementos da ovelha. por uma litíase urinária oxálica. caracterizada. injeções e duchas. e intervém em numerosos fenômenos vasomotores. Oxalúria – Excesso de oxalatos na urina. Oxalemia – Presença de ácido oxálico no sangue. sobretudo as crianças. Oximetria – Dosagem da quantidade de oxigênio contido em um gás ou em um líquido. Ovariopexia – Fixação cirúrgica de um ovário. que afeta muitas pessoas. Ovariólise – Intervenção cirúrgica que consiste em liberar os ovários das aderências peritoneais que os recobrem. a óxido nítrico sintetase. Pode ser utilizado como agente desinfetante e branqueador. também no ceco. Esse parasita intestinal comum vive entre o intestino grosso e o delgado e. Óvulo – Célula haplóide da mulher. ○ ○ OZONOTERAPIA Oxidona – Enzima capaz de veicular o oxigênio. alimentando-se de substâncias que há neles. Oxigenocarboterapia – Emprego terapêutico na inalação de oxigênio e de anidrido carbônico. Oxidante – Que favorece a oxidação. é ordinariamente localizada no intestino. provavelmente hereditária. Oviparidade – Modo de reprodução por ovos. com um aparelho que permite dosar a mistura dos dois gases ou administrar um só. Oxifílico – Concernente à afinidade pelo oxigênio. observada em crianças. Elemento químico de número atômico 8. Oxigenação – Combinação com o oxigênio. Ozonoterapia – Emprego terapêutico de uma mistura de oxigênio O2 e de ozônio O3. Ozena – Rinite crônica fétida e atrófica. mas pode afetar também a pele do períneo. do escroto e das coxas. Ovulação – Amadurecimento e desprendimento do óvulo do ovário. como as oxidases. assim como na neurotransmisão pós-sináptica. Oxicarbonismo – Intoxicação pelo monóxido de carbono. armazenada nos ovários. Ovócito – Oócito. às vezes.OVARIOCENTESE Ovariocentese – Punção no ovário. Ozônio – Forma do oxigênio caracterizada pela formação de moléculas com três átomos. É sintetizado no organismo a partir da Larginina. Ovariotomia – Incisão no ovário. lavagens. por uma enzima. cedendo a ele elétrons. Oxalose – Doença rara. Ozenoso – Que cheira mal. Oxicarbonemia – Presença de monóxido de carbono no sangue. e que vive como parasita do tubo digestivo. com comprimento de 4 a 9 mm. Oxiemoglobina – Forma oxidada da hemoglobina. Oxiuríase – Doença produzida pelos oxiúros. Oxigênio – Gás que forma 20% da atmosfera e é indispensável à vida humana. clinicamente. Verme da ordem dos Nematodeos. sob a forma de banhos. Ooforite. Ovarite – Inflamação do ovário. Ovário policístico – Doença caracterizada anatomicamente por um aumento de volume dos ovários que apresentam numerosos cistos subcorticais pequenos e uma hiperplasia do tecido intersticial perifolicular. Oxidase – Enzima que ativa o oxigênio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . de transmissão autossômica recessiva. mas que é insolúvel na água. Oxiúro – Enterobius vermicularis.

durante e um mês depois de uma viagem a uma área palú- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . As formas de prevenção do paludismo se baseiam na ingestão de remédios antipalúdicos antes. Paleocerebelo – Região do cerebelo. Palpação – Exame pelas mãos. caracterizadas pela persistência e superposição de imagens. frase. Causa as típicas crises febris palúdicas. Palmar – Referente à palma da mão. Palatite – Inflamação localizada no palato. Paliativo – Que acalma ou suprime sintomas penosos de uma doença sem agir sobre a doença em si. dos quais existem quatro espécies que afetam o homem: vivax. Pálpebra – Membrana que protege a parte anterior do olho. Paciente de risco – Pessoas nas quais a possibilidade de adquirir determinada doença é maior que a da população em geral. Paligrafia – Repetição habitual. Palpitação – Batimentos cardíacos que podem traduzir a presença de arritmia cardíaca. P – Símbolo do elemento químico fósforo. malarie e falciparum. tato. Este último necessita de diagnóstico e tratamento precoce pelas graves complicações que pode ocasionar. e outra posterior muscular. estudada com ajuda do diapasão aplicado sobre a pele. da mesma idéia. Plinopsia – Variedade de alucinações visuais que tem sua origem no lobo occipital do cérebro. o palato ósseo. Transmite-se ao homem pela picada da fêmea do mosquito Anopheles. Palatoplegia – Paralisia do palato. ovale. de modo monótono. Paludismo ou malária – Doença causada por um parasita do gênero Plasmodium. Palilalia – Distúrbio da fala que consiste na repetição espontânea e involuntária de uma mesma frase ou mesma palavra duas ou mais vezes consecutivas. Palato – Parede superior da cavidade da boca. formada de uma parte anterior óssea. Pagofagia – Hábito de comer gelo. Muscular Óssea ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ P Pálpebra ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Palato Palatoplastia – Cirurgia plástica do palato. Palanestesia – Abolição da sensibilidade vibratória.P ○ ○ PALUDISMO Palatorrafia – Sutura do palato. Palestesia – Sensibilidade às vibrações. palavra. Palma – Superfície côncava da mão. nas escritas.

Pancreatotomia – Incisão cirúrgica do pâncreas. Panartrite – Inflamação de todas as articulações. Pancondrite – Inflamação de todas as cartilagens. originada por uma punção. um preparado que tem certas propriedades gerais. compreendendo cabeça. Panturrilha – Região posterior da perna. Pancreatopatia – Termo genérico que designa as doenças do pâncreas. plaquetas e monócitos. deus da Medicina. Pan-mielose – Doença que atinge todos os elementos da medula óssea formadores de glóbulos vermelhos. Inflamação de todas as túnicas de um vaso. nas crianças. Pan-histerectomia – Retirada total do útero e dos ligamentos adjacentes. ao mesmo tempo. Na mitologia grega. É uma glândula do tipo exócrina e endócrina. substância cinzenta e substância branca. Panoftalmia – Inflamação de todo o globo ocular. Geralmente exige sua abertura e drenagem mediante pequena incisão. nos templos em que se efetuavam curas. do próprio doente ou indivíduo normal da mesma espécie e do mesmo grupo sangüíneo. Pandemia – Epidemia muito acentuada. nos adultos. Barriga da perna. A causa mais comum é alcoolismo. Panangiíte – Inflamação da totalidade dos vasos de um órgão ou de uma região. Panarício – Infecção das polpas dos dedos. Pancreatografia – Radiografia do pâncreas. atacando quase toda a população ao mesmo tempo. Panaortite – Inflamação de todas as túnicas da aorta em todo comprimento. acompanhado de manifestações de angústia. Pancitopenia – Diminuição do número de todos os elementos figurados do sangue. Pananticorpo – Anticorpo sérico ativo contra uma variedade de antígenos. Pancreatectomia – Retirada parcial ou total do pâncreas. Panileíte – Inflamação de todas as túnicas do íleo. Pâncreas ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ . Palustre – Referente ao impaludismo. Panaríaco – Nome genérico dado a todas as inflamações agudas dos dedos. Na mitologia romana. tratando-se de hemácias. Pancreatojejunostomia – Desembocamento cirúrgico do canal pancreático no jejuno. Pancreatite crônica – Inflamação crônica do pâncreas. extensão e profundidade. Panacéia – Medicamento “cura-tudo”. Pancreatite aguda – Inflamação aguda do pâncreas. ○ ○ PANTURRILHA corpo e cauda. após injeção de substância opaca aos raios X no ducto pancreático. leucócitos granulosos. ligada ao duodeno. Pâncreas – Glândula anexa ao tubo digestivo. Panoftalmite – Panoftalmia. e fibrose cística. particularmente no baço. Pancardite – Inflamação generalizada do coração. Pantrópico – Referente a um vírus que tem afinidade por todos os tecidos. Paniculite – Inflamação do tecido adiposo subcutâneo. Panencefalite – Doença do encéfalo que afeta. Pode ser decorrente de comprometimento da medula óssea ou destruição excessiva dos glóbulos. Panotite – Inflamação total da orelha média e interna. Panarterite – Arterite que se estende a todo o sistema arterial. uma das quatro filhas de Asclépio ou Esculápio. Inflamação das três túnicas da artéria. que acomete indivíduos deprimidos.PALUSTRE dica e evitando a picada do mosquito com uso de repelentes e mosquiteiros na cama. quaisquer que sejam sua natureza. que prestava auxílio em ritos e alimentava serpentes sagradas. Pânico – Acesso agudo e repetido de ansiedade intensa.

Papiliforme – Em forma de papila. Papaverina – Alcalóide do ópio que produz relaxamento dos músculos lisos e vasodilatação. na qual a célula produtora age sobre os tecidos vizinhos. Parada cardíaca – Cessação das contrações do coração causando parada circulatória e desaparecimento da pressão arterial. a pele e as mucosas. caracterizada. principalmente. Paracistite – Inflamação do espaço pré-vesical. Papilite – Inflamação da papila. Paranestesia – Anestesia da metade inferior do corpo. Paquipleurite – Espessamento da pleura. Paracinesia – Falta de coordenação dos movimentos voluntários. Papilectomia – Ressecção da prega duodenal de onde desembocam o ducto colédoco e o ducto pancreático principal. que afeta. Papiledema – Edema da papila do nervo óptico. contra-senso. ainda. Paqui – Prefixo grego que significa espesso. Pápulas – Elevações cutâneas circunscritas consistentes. Paquibronquite – Doença crônica dos brônquios. Paracrinia – Variedade de secreção interna local. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ . contrário ao comum. Paquicefalia – Espessamento das paredes do crânio com sinostose dos parietais e do occipital. Papagaio – Objeto para coleta de urina em pacientes acamados. Paraórtico – Ao lado da aorta. rudimentos de órgãos dos sentidos e uma cavidade da boca. Paradoxal – Conceito que é. em completo desacordo com a regra normal. em geral de pequeno tamanho e de evolução fugaz. Paquicoroidite – Forma de coroidite atrófica congênita de camada de tecido fibroso entre cápsula ossificada e líquido sub-retiniano. permanecendo totalmente insensível à sua própria secreção. Paracolite – Inflamação do tecido celular mesocólico ou retrocólico. Paquimeninge – Dura-máter. formada de tecido conjuntivo muito vascularizado. absurdo. enquanto os outros vivem às custas desse primeiro. causar verrugas na pele ou associar-se a diversas neoplasias benignas ou malignas.PAPA Papa – Cataplasma. que podem ser epiteliais. Papiloma – Infecção pelo papiloma vírus. Paquidermia – Espessamento da pele. Paquissalpingite – Salpingite crônica caracterizada pela proliferação considerável do tecido conjuntivo e do espessamento das paredes da tuba uterina. por espessamento e rigidez. Papeiras – Ver Parotidite. grosso. Paquiblefarose – Espessamento das pálpebras. ○ ○ PARAESTERNAL Paquímetro – Aparelho para medir espessura. Paquíteno – Caracteriza o 3º estágio da 1ª prófase da meiose em que os cromossomos encurtam e aumentam de espessura. Papila – Pequena eminência cônica. Papaína – Fermento cristalino do suco de mamão. Papiloesfincterotomia – Incisão na papila duodenal com secção da parte do esfíncter situado na parede duodenal. caracterizada pela existência de múltiplos papilomas cutâneos ou mucosos. Pode surgir de forma assintomática. Paraesternal – Junto ao esterno. caracterizado por uma cabeça atrofiada em todas as partes e que apresenta. anatomicamente. Paradentário – Tumor desenvolvido a partir dos restos dos órgãos que formaram o dente. Papilorretinite – Inflamação da papila óptica e da região contígua da retina. Paracéfalo – Monstro unitário onfalosito. Paquissinovite – Espessamento inflamatório de uma membrana sinovial. Parabiose – Associação de dois ou vários organismos que se desenvolvem simultaneamente. Papilomatose – Doença contagiosa e inoculável. mas que somente um vive uma vida que lhe é própria. dérmicas e mistas. Paracentese – Punção de uma membrana ou cavidade. ou parece. Papulose – Erupção constituída de pápulas.

Utiliza-se freqüentemente esse termo para designar o conjunto das alterações do vocabulário. que causam excitação sexual. que pode ser temporária ou permanente.PARAFASIA Parafasia – Distúrbio da utilização de palavras. Parametrite – Inflamação do paramétrio. Paragenesia – Nome dado aos cruzamentos raciais cujos descendentes ou mestiços de primeiro sangue são estéreis entre eles ou em sua segunda ou terceira geração. É uma situação muito dolorosa que pode provocar a necrose da glande. Paramétrio – Tecidos próximos ao útero. Paralelocinesia – Fenômeno observado em casos de hemiplegias orgânicas. mas sobretudo de hemiplegias. Para que sejam diagnosticadas como parafilias. Paralisia flácida – Doença dos nervos motores que é ocasionada por alterações nervosas. Parafilia – Em Psiquiatria. Paramagnético – Que possui a propriedade de ser imantado quando é colocado em um campo magnético. cuja causa é lesão cerebral. ○ ○ PARAMIMIA Paralergia – Reação que alguns tecidos apresentam. Paramimia – Distúrbio da utilização dos gestos que não correspondem mais às idéias nem aos sentimentos. Essas atividades costumam consistir na humilhação do indivíduo ou de seu parceiro. às vezes. Paraleucêmico – Diz-se de um estado patológico vizinho da leucemia. Precisam de tratamento psiquiátrico. ou de objetos não humanos. essas condutas devem ser repetitivas. Paralisia infantil – Poliomielite. Paralexia – Distúrbio da leitura no qual o doente substitui as palavras do texto por palavras sem sentido. Parafemia – Distúrbio da linguagem falada. Paralisia facial – A paralisia do nervo facial ou do sétimo par craniano causa a disfunção de vários músculos do rosto. Paragnato – Monstro polignatiano. no qual estas não são empregadas em seu sentido verdadeiro. define-se a parafilia como o conjunto de fantasias. caracterizado pela discordância na emissão dos sons. no qual o maxilar inferior supranumerário está colocado lateralmente. Paragnósia – Falso reconhecimento de objetos. Paramédico – Profissional formado para complementar alguns aspectos da Medicina. normalmente repetitivas. não somente ao alérgeno para o qual o indivíduo foi sensibilizado. Parageusia – Anomalia ou perversão do sentido do paladar. na intervenção de crianças ou de outras pessoas sem capacidade de consentir livremente. caracterizada por confusão de palavras. Paralisia espasmódica – Perda de força que está associada a uma crescente tensão muscular. necessidades ou condutas estranhas. Paralisia cerebral – Alterações e anomalias nos músculos e nervos dos recém-nascidos. produzindo seu estrangulamento. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . no trabalho e em outras áreas importantes de funcionamento do indivíduo. durar ao menos seis meses e provocar mal-estar significativo no social. uma parte do corpo ou o corpo inteiro. Parafimose – O prepúcio pode retrair-se total ou parcialmente sobre a glande. Um transtorno do cérebro ou da medula espinhal causa alteração dos nervos motores que estão quase sempre em atividade. Parafonia – Distúrbio da fonação. Paragrafia – Distúrbio da linguagem escrita. Paramastite – Inflamação da região próxima dos seios. caracterizado por confusão de palavras. os descendentes desses mestiços com os indivíduos de uma das duas raças-mães são indefinidamente inférteis. mas também a um ou vários alérgenos de espécies diferentes. Paralisia – Perda do movimento dos músculos. em conseqüência de um transtorno dos nervos ou dos próprios músculos e que pode afetar um só músculo. Paramicetoma – Tumefação inflamatória produzida pelo desenvolvimento de um fungo que provoca hipertrofia. deformação e destruição dos tecidos e que difere do micetoma pela ausência de grãos.

Parenquimatite – Inflamação do parênquima. divisão eferente. por pontos. não são decorrentes nem de uma metástase nem de compressão. de contrair doenças cutâneas parasitárias. Parietais – Os dois ossos que formam as paredes laterais do crânio. Parasita – Organismo animal ou vegetal que vive dentro ou sobre outro e deste aproveita seus nutrientes. Parenteral – Denominação da via de acesso. Distinguem-se duas superiores e duas inferiores. pronunciado principalmente nos dedos. Paratireidoma – Tumor constituído pela proliferação do tecido das glândulas paratireóides. Paronfalocele – Hérnia da parede abdominal junto ao umbigo. sendo estas últimas mais volumosas. superiores ou ambos. a ausência de seqüelas do tipo parkinsoniano. sobretudo em um câncer brônquico com pequenas células e cuja patogenia é desconhecida. entretanto. com exceção do tecido de sustentação. insetos e helmintos. Paraqueratose – Dermatose caracterizada por um distúrbio da evolução córnea das células epidérmicas. a neuraxite epidêmica. mas dela se distingue. Paregórico – Contra as dores. Paramusia – Distúrbio da faculdade músical que permite ainda ao doente cantar. congênitas ou adquiridas. Parasiticida – Que mata os parasitas. Parição – Número de partos. Paratimia – Manifestações afetivas paradoxais observadas no curso da esquizofrenia. ○ ○ PAROPASIA Parassistolia – Variedade de arritmia cardíaca. Paropasia – Distúrbio da visão. e rigidez muscular. na maioria dos casos por manipulá-la inadequadamente. Paroniquia – Infecção na cutícula. Paratireóides – Dois pares de pequenas glândulas de forma arredondada que se encontram junto à glândula tireóide. Paraplégico – Pessoa com paraplegia. Parasitofobia – Medo excessivo. clinicamente. A espécie humana pode ser parasitada por múltiplos organismos: fungos. contrai-se mais ou menos e entra em um estado de tensão que tem a função de manter o segmento de membro envolvido.PARAMORFISMO Paramorfismo – Termo sob o qual agrupa todas as alterações morfológicas constitucionais. Paraplegia – Paralisia simétrica dos membros inferiores. vivenciado por pessoas. Paraneuxarite – Doença que lembra. Parestesia – Distúrbio da sensibilidade. como a via venosa. Paranóia – Neurose caracterizada por uma desconfiança exagerada ante determinadas situações. artrópodes. mas enganando-se com os tons e os intervalos. Parético – Com paresia. particularmente a sarna. Parassalpingite – Inflamação dos tecidos conjuntivos próximos à tuba uterina. Paratormônio – Hormônio das paratireóides (PTH). Parenquimatoso – Referente ao parênquima. Paratireoidectomia – Retirada cirúrgica das paratireóides. Paravertebral – Ao lado das vértebras. Parassimpático – Parte do sistema nervoso autônomo ou da vida vegetativa. Paresia – Paralisia leve que consiste no enfraquecimento da contratilidade. Parasistemia – Presença de parasitas no sangue. Pararreflexo – Fenômeno de origem reflexa. denominado estroma. que não a via oral ou retal. Paraneoplásicas – Manifestações mórbidas díspares que sobrevem durante a evolução de um câncer. por exemplo. determinado por excitação que comumente desencadeia outro reflexo. produzem hormônio denominado paratormônio (PTH). em lugar de relaxar sob influência da vontade. na qual o músculo. Paratonia – Anomalia da contração muscular. Parasitologia – Ramo da Medicina que estuda os parasitas. Paratireoprivo – Relativo à retirada da paratireóide. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ . Parênquima – A parte diferenciada de um órgão responsável pela sua função. Parkinson – Doença decorrente de lesão encefálica caracterizada por tremor especial.

Patognomônico – Característico. Patológico – Mórbido. Parteira – Pessoa que assiste à mulher parturiente. Patofobia – Temor mórbido de doenças. Parótida – A mais volumosa das glândulas salivares situada atrás do ramo montante da mandíbula e atravessada pela artéria carótida e veia jugular externas. Pateloplastia – Reconstituição cirúrgica da patela em caso de fratura. ou expulsão da placenta. ou período expulsivo. Ela é caracterizada por malformações múltiplas. Patau. Patogenia – Patogênese. da expulsão da placenta e do puerpério. É termo oposto ao do parto eutócico ou normal. ou relativo à Patologia. com exceção da parte inferior. Cerca de 7% dos partos são ○ ○ PÉ prematuros e é a principal causa de problemas nos primeiros dias de vida do recémnascido. Patela – Osso do joelho. Pasta – Pomada espessa que comporta uma proporção significativa de pó. na frente. Pasteurização – Processo de esterilização que consiste em aquecer o líquido a 70oC durante alguns minutos. que é de natureza adiposa e que se chama lóbulo. Patelite – Inflamação da patela. Parotidectomia – Retirada total ou parcial da glândula parótida. Patogênico – Que causa doença. A segunda não costuma prolongar-se mais de duas horas e a terceira não mais de uma. Parosmia – Perversão do sentido do gosto. Apresenta um dorso e uma planta. doentio. síndrome de – Variedade de trissomia na qual o cromossomo supranumerário está situado no 13o par de cromossomos somáticos. Parturição – Ato de dar à luz. Pé – Segmento distal do membro inferior. Ocorre aproximadamente em 3% de todos os partos. Parotidite – Doença infecciosa da glândula parótida causada por um vírus. Patógeno – Agente causador de uma doença. Parto – Período em que ocorre o nascimento. côncava. na qual apresenta as nádegas ou os pés na saída do canal do parto. pressupondo uma causa freqüente de distocia. Começa com o início das contrações verdadeiras e termina com a expulsão da placenta. Passividade – Sinal de hipotonia muscular. e mastóides. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Parotidite epidêmica – Cachumba. continuação da perna. Paucissintomático – Paciente que apresenta poucos sintomas. Parturiente – Mulher na iminência do parto. que compreende todo o descenso do feto até sua saída completa. A duração é de 6-8 horas até 10-14 horas para a primeira fase. Parto com apresentação de nádegas – Posição do feto no interior do útero. Na verdade. e a terceira. Patotipo – Grupamento de microrganismos que tem um poder patogênico similar. Nele se distinguem várias fases: a primeira é o período de dilatação. crise. O parto normal deve ser preferido ao parto cesareana. Parto prematuro – Quando ocorre antes da 38a semana. Patogênese – Origem das doenças. Os mais afetados são crianças entre cinco e nove anos. a segunda. convulsão. atrás. o parto. suas responsabilidades se ampliam na supervisão da gravidez. Pavilhão auricular ou orelha externa – Estrutura côncava formada por esqueleto cartilaginoso recoberto de pele. que se estende até que a dilatação do colo uterino seja completa. que finaliza quando esta se completa. do parto. situada na face lateral do crânio entre a articulação da mandíbula. Pasteurella pestis – Bacilo da peste. Parto distócico – Aquele que apresenta alguma alteração em seu transcurso. assim como pelo nervo facial que aí se divide.PAROSTEAL Parosteal – Concernente ao tecido celular exterior ao periósteo. Patogenicidade – Poder de provocar uma doença. Paroxismo – Acesso. Patologia – Estudo das doenças. Patelectomia – Retirada da patela.

ela podem ser particularmente densa no crânio. Pedúnculo – Haste. Pediatria – Ramo da Medicina que cuida de problemas de saúde de crianças. um eritema simples ou acompanhado de edema. Pelagra – Doença cutânea associada à diarréia. Pectina – Glicídio que existe em abundância nas plantas e que. ao cozimento. mais freqüentemente constitucional e em relação com a hipertonia dos músculos da planta. Pedilúvio – Banho nos pés. Peito – Tórax. Pediculado – Dotado de um pé ou pedículo. nos náufragos. Peçonha – Veneno. provêm de um mesmo indivíduo. No homem. Pediculose – Piolhos. concreção. Pé de imersão – Síndrome provocada. que afeta somente o couro cabeludo e provoca epidemias familiares e escolares. pela permanência das extremidades na água. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ Pêlo ○ ○ Pé Pelóide – Termo proposto para designar lamas terapêuticas. cuidar dos pés. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Pele ○ ○ ○ Pêlo – Estrutura filiforme que emerge da pele dos mamíferos. hipotonia da planta. Pelvímetro – Compasso para tomar as medidas da pelve. Pectínio – Em forma de pente. Pediatra – Médico especialista em doenças de crianças. por profissão. A parasitose mais comum é causada pelo Pediculus capitis. que vão unir-se para produzir o novo ser. É causada pela carência de vitamina do grupo A. Pedogamia – Processo de fecundação no qual as células diferenciadas. Pé chato – Deformação do pé caracterizada pelo desaparecimento da concavidade plantar. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . caracteriza-se por dores. Pedicure – Pessoa que tem. no rosto. Peitoral – Relacionado ao tórax. Pedofilia – Desvio de comportamento no qual se observa atração sexual de adultos por crianças. toxina. Pé-de-atleta – Tinea pedis ou infecção da pele provocada por fungos. forma uma geléia. ○ ○ PELVÍMETRO Pedra – Cálculo. de flictenas e de equimoses.PÉ CAVO Pé-cavo – Deformação freqüente do pé. Pele – Órgão mais externo e extenso do corpo humano. o desvio do calcanhar em valgus. nas axilas e na região pubiana. Pelada – Alopecia em áreas circunscritas.

Periadenoidite – Inflamação da parte nasal da faringe. cóccix e sacro. Pericardiocentese – Punção do pericárdio.PELVE Pelve – Região inferior do abdome composta pelos ossos do quadril. as camadas corticais do osso. Pequeno mal – Ataques de crise epiléptica. Pequenos lábios – Dobras cutâneas da vulva. desenvolvida no ponto de implantação das vegetações adenóides. Pericardite – Inflamação do pericárdio. Pericondrite – Inflamação supurativa do pericôndrio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Pericárdio ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Pericardiocentese ○ ○ Pericardiotomia – Incisão do pericárdio. como ribose. Percutâneo – Por meio da pele. Pepsina – Enzima do suco gástrico. Pericondroma – Condroma que tem por origem o periósteo ou. Péptico – Relativo à digestão. Peridural – Situado em torno da dura-máter. que acompanha uma meningite. Perimetria – Campimetria. Perfusão – Técnica utilizada em cirurgias para irrigação de órgãos. Pênfigo – Lesão cutânea bolhosa. Periflebite – Inflamação da túnica externa de uma veia. Percepção – Recebimento de impressões por meio dos órgãos dos sentidos. Perihepatite – Inflamação do peritônio que reveste o fígado. Pericárdio – Camada fibrosa mais externa que envolve e protege o coração. Periartrite – Inflamação dos tecidos que envolvem a articulação. mensuração do campo visual. Periarterite – Inflamação da túnica externa da artéria. Percussão – Processo de exame do doente que consiste em bater levemente sobre determinada parte do corpo para avaliar. Pericolite – Peritonite localizada em torno do colo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . desoxirribose e outros. Peptonizar – Transformar em peptona. Homem Mulher Pelve ○ Penetrância – Freqüência com a qual um gene manifesta seus efeitos. ○ ○ PERIMETRIA Periapendicite – Inflamação dos tecidos que estão adjacentes ao apêndice. pelo som. Pericito – Células que formam a túnica externa de arteríolas pré-capilares. Perfuração intestinal – Abertura na parede do intestino que deve ser tratada pelo especialista com urgência. o estado da parte subjacente. Periaortite – Inflamação dos tecidos que estão adjacentes à aorta. Penicillium – Gênero de cogumelos que apresentam filamentos em forma de pincel. Perilinfa – Líquido claro que existe no labirinto ósseo do ouvido. Peptona – Derivado da proteína. algumas vezes. Periencefalite – Inflamação da substância cinzenta. Peptonúria – Presença de peptona na urina. Que facilita a digestão. Alguns deles produzem a penicilina. Peptídio – Composto de dois ou mais aminoácidos. Pentose – Monossacarídeo contendo 5 átomos de carbono. Pênis – Órgão do sistema genital masculino da cópula.

Peritendão – Bainha fibrosa que envolve os tendões musculares. Perissoploidia – Diz-se das células poliplóides que possuem um número ímpar de n cromossomos. Perirretal – Ao redor do reto. Período fértil – Período dentro do ciclo menstrual durante o qual pode ocorrer uma gravidez. Período de incubação – Tempo que transcorre desde quando a pessoa tem contato com o agente que vai causar a doença e infeta-o. Perissinovite – Abcesso da bainha conjuntiva de uma articulação sinovial. transparecendo sobre as vísceras abdominais. Perineoplastia – Operação de reconstrução do períneo após um ou repetidos partos. até o momento em que aparecem os primeiros sintomas.PERÍMETRO Perímetro cefálico infantil – A circunferência do crânio de crianças. bactérias e placa dentária nos dentes e nas gengivas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Peritônio ○ ○ ¡ ○ ○ . Periodontite – Acúmulo de partículas de alimentos. Perirrenal – Ao redor do rim. sendo esta primeira etapa da vida uma época com um crescimento e amadurecimento muito rápidos. que provoca a formação de cavidades e causa inflamação crônica e supuração. Perinefrite – Inflamação do envelope celuloadiposo do rim. Peritônio – Membrana serosa que recobre as paredes abdominais e a superfície inferior do diafragma. Perinefrético. Períneo – Conjunto das partes moles que formam a região losangular situada abaixo do diafragma pélvico. começa a crescer e a multiplicar-se durante o período de incubação. podem aparecer sinais e sintomas precursores desta. Perineal – Referente ao períneo. Periocular – Ao redor do olho. Periósteo – Membrana que recobre o osso como um envoltório. Periostite – Nome genérico dado a todas as inflamações agudas ou crônicas do periósteo. Perineorrafia – Sutura do períneo. Perissalpingite – Inflamação do peritônio que rodeia a tuba uterina. Peritelioma – Tumor maligno decorrente de proliferação das células conjuntivas que formam a túnica adventícia de uma artéria. Para seu cálculo deve-se saber que os espermatozóides podem sobreviver entre 4872 horas e o óvulo 24 horas. Perineossíntese – Perineorrafia. Período prodrômico – Quando um agente infeccioso entra em contato com o organismo. Peristaltismo – Movimentos contráteis do tubo digestivo. Período neonatal – Aquele que compreende as quatro primeiras semanas de vida. por meio da qual chegam nervos e vasos ao osso. Periostose – Hipertrofia de um osso. Perineotomia – Incisão no períneo. Periovarite – Inflamação do peritônio que rodeia o ovário. Perineocele – Hérnia perineal. Antes de começarem os sintomas claros de uma determinada doença. Dessa forma. Perinefrético. ○ ○ PERITÔNIO Periorbitário – Ao redor da órbita. Periódico – Que se reproduz a intervalos regulares. Perinéfrico – Ao redor do rim. o período fértil costuma começar 2 ou 3 dias antes de cada ovulação e dura até 2 ou 3 dias depois dela. Peristalse – Peristaltismo.

no passado. mas é fácil comunicar-se com ela e consolá-la. Pescoço – Parte estreita do corpo que suporta a cabeça e fica acima do tórax. Pesadelos infantis – Costumam apresentarse no decorrer de transtornos por ansiedade. Piartrose – Pus na articulação. Picnose – Transformação do núcleo da célula.PERITONITE Peritonite – Inflamação do peritônio decorrente de uma infecção. Peste – Nome dado. Petri. a todas as grandes epidemias. Perversão infantil na alimentação – Alteração no comportamento de algumas crianças que as leva a ingerir substâncias não nutritivas como cabelo. Periuretrite – Inflamação dos tecidos que circundam a uretra. isto é. placa de – Caixa formada por dois discos de vidro que se adaptam um ao outro. madeira. insetos ou excrementos de animais. Periviscerite – Inflamação crônica das serosas que envolvem uma víscera. como é o caso dos transtornos bipolares nos quais o estado de ânimo pode oscilar entre mania e depressão. Pesadelo – Transtorno do sono que se caracteriza por um sonho muito desagradável que causa uma grande ansiedade. ○ ○ PICNOSE A criança acorda chorando ou gritando. Petéquia – Pequena hemorragia do tamanho da cabeça de alfinete. Picante – Penetrante. intimamente ligada à superfície do sistema nervoso central. Peroxidase – Enzima oxidante que pode decompor a água oxigenada com produção de oxigênio ativo. Perna – Segmento do membro inferior compreendido entre a coxa e o pé. Pia-máter – Fina membrana vascularizada. O núcleo torna-se homogêneo e uniformemente corado. roupa e até elementos como areia. giz. temor. Peritonsilite – Inflamação ao redor da amídala. pintura raspada das paredes. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . irritação com substâncias agressivas ou lesão. Perversão – Aberração de conduta ou comportamento. Permeação – Nome dado à propagação por enxertos sucessivos das células cancerosas ao longo dos troncos linfáticos com produção de linfangite cancerosa. Permeável – Que pode ser atravessado. Pestilência – Qualquer doença epidêmica muito virulenta. Utilizada principalmente para o isolamento de bactérias cujas colônias crescem isoladamente e podem ser facilmente estudadas. Pertussis – Coqueluche. Perivascular – Ao redor de um vaso. Pestífero – Que traz a peste. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Pescoço Pessário – Instrumento que se introduz na vagina para segurar o útero quando esse órgão está deslocado. capaz de oxidar energicamente as substâncias próximas. Picnóide – Com forma larga e espessa. Periuterino – Ao redor do útero. Personalidade frágil – Personalidade instável com grande tendência a mudar ou a experimentar rápidas alterações emocionais. folhas. Pétreo – Com a dureza da pedra ou do granito. Peróxido de hidrogênio – Água oxigenada. Pernicioso – Com tendência a terminar pela morte. sudoração e agitação. que consiste em uma condensação da cromatina. Petrolato – Vaselina. Perspiração – Sudorese.

Piogênese – Formação de pus. Pilomotor – Que move os pêlos. Piopericardite – Pericardite supurada. Pinealoma – Tumor da glândula pineal. Pionefrite – Inflamação do parênquima renal. coleção de pus na cavidade pleural. voluntária ou não. Encontra-se amplamente distribuída em todos os alimentos. Piloroplastia – Reconstrução cirúrgica da região pilórica Pílula do dia seguinte – Designação popular da anticoncepção hormonal pós-coito. clinicamente. Pinocitose – Processo de absorção celular com decomposição de partículas solubilizadas. Pinguécula – Formação conjuntiva amarelada na córnea junto ao canto do olho. Sua carência costuma estar relacionada com a ingestão de remédios. Pigmento biliar – Substância colorida proveniente da degradação da hemoglobina e presente na bile. de pus vindo dos dentes. Pinealocitoma – Tumor histologicamente benigno da glândula pineal. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ Piloroduodenite – Inflamação das mucosas do piloro e do duodeno.PIEDRA Piedra – Doença dos pêlos e dos cabelos decorente de um fungo parasita e caracterizada. Pielotomia – Incisão na pelve renal. Pirético – Relativo à febre. pela presença de nódulos duros distribuídos desordenadamente nos pelos. Piopericárdio – Pus no pericárdio. Piridoxina ou vitamina B6 – Vitamina que participa do metabolismo dos aminoácidos. Piocolpo – Coleção de pus na vagina. Piogênico – Que forma pus. Piocefalia – Derrame de líquido purulento nos ventrículos cerebrais. Piramidal – Via motora voluntária principal. Pilorotomia – Incisão cirúrgica do piloro. Pielografia – Radiografia da pelve renal e dos ureteres após injeção de uma substância radiopaca. Piotórax – Empiema. Pilonidal – Que tem pêlos formando ninhos. Pioespermia – Presença de numerosos leucócitos no esperma. Piorréia – Infecção dos alvéolos dentários que provoca a queda dos dentes. Pinealoblastoma – Tumor maligno do corpo pineal. da laringe. Piloro – Região do estômago que o separa do duodeno. Piose – Supuração. Pielite – Inflamação da pelve renal. Piócito – Célula de pus. Piopneumotórax – Presença de pus e ar na cavidade pleural. Piretógeno – Que eleva a temperatura. Pinça hemostática – Variedade de pinça com hastes bem longas e munidas de uma trava. fazendo parte do epitálamo. Pielocistite – Inflamação da pelve renal e da bexiga urinária. Pileflebite – Inflamação da veia porta. Piofagia – Deglutição. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Piloro ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ . Pielonefrite – Infecção do tecido renal decorrente de bactérias procedentes do exterior e que alcançam o rim subindo por meio das vias urinárias. Piossalpinge – Coleção de pus na tuba uterina. que se manifesta por síndrome dolorosa tardia. ○ ○ PIRIDOXINA Pineal – Pequena formação glandular arredondada e acizentada situado no teto do III ventrículo. Piométrio – Retenção de pus no útero. da traquéia ou dos pulmões. Pirexia – Nome genérico de todas as doenças febris. ou do nariz. Pilocisto – Cisto que contém pêlos. Pióide – Semelhante a pus.

Pitocina – Hormônio da hipófise que aumenta as contrações uterinas. Plagiocefalia – Malformação do crânio. que só se prescreve para estudar os efeitos da sugestão. sendo expulso quando sua missão terminou com o parto. produzida pelo fungo Malassezia furfur. produto de degradação dos glicídios. Pitiríase versicolor – A micose superficial mais comum. constituído por microrganismos e produtos bacterianos. coronal e transversal. Plaquetas ou Trombócitos – Células muito pequenas e abundantes. Plasmina – Fibrinolisina. Placenta prévia – Complicação da gravidez que ocorre quando a placenta está implantada no útero. Placenta – Órgão temporário que se forma para proporcionar a nutrição de que o feto necessita durante a gravidez. Pitiático – Histérico. Pitressina – Hormônio da hipófise que eleva a pressão arterial. Pitiatismo – Histeria. Planos de delimitação do corpo humano – Seis planos que servem para referência a partir da posição anatômica: anterior. no tecido linfóide e nas lâminas próprias. fermentação ácida com sensação de calor no estômago. aquoso. Planos de seção do corpo humano – Três planos e múltiplos paralelos: sagital mediano. Encontra-se na medula óssea. Sua agregação e adesão às paredes dos vasos são o início dos fenômenos da coagulação. Plasma – Solução aquosa de cor amarelo-clara que ocupa 55% do volume total sangüíneo. no caminho que o feto terá de seguir no momento do parto. sobretudo da sutura coronal. eliminam de manhã em jejum por expectoração. Um dos ossos do punho. posterior. Pisiforme – Em forma de lentilha. Piúria – Presença de pus na urina. Placa bacteriana – Material mole e aderente ao dente. além da derme. inferior. Pirose – Azia. Piruvicemia – Presença de ácido pirúvico no sangue. aproximadamente 300 mil por mm3 de sangue. Plasmócito – Variedade de célula linfóide. Pituíta – Líquido filante. bloqueando-o total ou parcialmente. e particularmente os alcoólicos. Placa motora – Ponto de junção neuromuscular e de transmissão do impulso nervoso ao músculo esquelético. Placebo – Substância sem nenhuma ação. Pituitrina – Hormônio do lobo posterior da hipófise. inoculados por carrapatos.PIRIFORME Piriforme – Em forma de pêra. cujo aspecto assimétrico é decorrente da soldadura prematura das suturas de um lado só. Plasmídeo – Elemento genético minúsculo presente em bactérias. Plasmaferese – Separacão. designa o espessamento ectodérmico localizado que dará origem particularmente aos órgãos dos sentidos. Pirogênico – Que causa febre. Piroplasmose – Nome genérico dado às doenças produzidas por hematozoários endoglobulares do gênero Piroplasma. Placentação – Formação e localização da placenta. superior. do plasma e dos elementos figurados do sangue. lateral direito e esquerdo. in vitro. raramente encontrada no sangue circulante. que alguns doentes. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Placenta . ○ ○ PLASMÓCITO Placóide – Em Embriologia.

Pleurodese – Sínfise pleural artificial para evitar a recidiva de uma efusão gasosa ou líquida. Plasmódio – Massa formada pela fusão de várias amebas. intoxicação crônica pelo chumbo. Traquéia ○ ○ PNEUMOCONIOSE Pleuropneumonia – Pneumonia com pleurite. Plumbemia – Presença de chumbo no sangue. Plúmbico – Relativo ao chumbo. Plasmodium – Hematozoário do paludismo. órgãos ou cavidades. geralmente de origem mineral ou orgânica. que não o devem conter normalmente. Pleomazia – Pleomastia. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ . Pneumocele – Hérnia do pulmão. senão em pequenas quantidades. Pneumectomia – Excisão de uma parte mais ou menos extensa de um pulmão. Plasmólise – Fenômeno de osmose por meio da membrana das células. Pletora – Excesso de sangue nos vasos. agente causador das pneumonias bacterianas. Plexo – Conjunto de nervos que emergem da medula formando uma rede de entrecruzamentos complexos.PLASMOCITOSE Plasmocitose – Aparecimento de plasmócitos no sangue. inalterável. Platipodia – Pé chato. Pneumatocele – Tumor gasoso e. Plumbúria – Presença de chumbo na urina. Os principais são o plexo cervical. e que ocorre nos trabalhadores que manipulam sais complexos de platina. Platicefalia – Tipo de crânio achatado cuja abóbada está achatada. Plumbismo – Saturnismo. tais como estômago e intestino. Pleurodinia – Dor na pleura. Pleuralgia – Dor na pleura. Pneumócito – Célula epitelial que reveste alvéolos pulmonares. Plexalgia – Neuralgia de um plexo nervoso e. Pleurite – Inflamação da pleura. Pneumoencéfalo – Presença de ar na cavidade craniana. do tipo alérgico. de caráter ocu- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ Pleura Pleural – Referente à pleura. Plastinação – Técnica de conservação de órgãos ou de tecidos utilizando infiltração com resina ou outro material plástico. Pluripatologia – Presença de várias doenças ao mesmo tempo. Plexite – Inflamação do plexo nervoso raquidiano. Pneumartrose – Ar numa articulação. Pleura – Membranas de tecido conjuntivo isolantes. Platinose – Conjunto de manifestações cutâneas e respiratórias. enfisema. Platelmintos – Vermes chatos. Pneumococo – Bactéria diplocófica da espécie Diplococcus pneumoniae. destinadas a facilitar o deslizamento dos pulmões sobre as paredes da caixa torácica ao respirar. pleurodinia. Pneumatose – Todos os estados mórbidos causados pela presença de gás nos tecidos. Plumbagem – Enchimento de uma cavidade patológica que não pode fechar-se espontaneamente ou cavidade artificial cujas paredes devem ser mantidas afastadas com uma substância sólida. o braquial e lombosacro. Pneumatúria – Emissão de gás pela uretra. Pneumoconiose – Doenças pulmonares causadas pela inalação crônica de um pó. com ou sem derrame. Plica – Prega. Pleomastia – Existência de mais de dois seios. de um plexo simpático. mais particularmente. algumas vezes. Plexo solar – Feixe de nervos e gânglios nervosos na parte superior do abdome.

Podartrite – Inflamação nas articulações do pé. Poliangeíte – Doença caracterizada por comprometimentos vasculares difusos.PNEUMOGÁSTRICO pacional ou ambiental. que leva à perda da pressão negativa com a qual mantém sempre inflados os pulmões. Pneumonia por aspiração – Transtorno inflamatório dos brônquios e pulmões decorrente da aspiração do conteúdo ácido do estômago. Podálico – Relativo ao pé. Poliaterapia – Utilização de polias. Poliartrose – Variedade de reumatismo crônico degenerativo. Policitemia – Aumento do número de glóbulos vermelhos. para ser tomado às colheradas. Pneumotórax – Colapso e perda da função pulmonar por uma fuga de ar para a cavidade pleural. nervo – Nervo vago. Podialgia – Dor no pé. em diferentes indivíduos. Policiese – Gravidez múltipla. Polaciúria – Transtorno da micção que consiste na realização de micções muito freqüentes e de escassa quantidade. Polifagia – Ingestão aumentada de alimentos quando se carece da sensação de saciedade. Pneumoperitônio – Presença de ar no peritônio. Pneumopatia – Toda doença do pulmão. Poliartropatia – Doença caracterizada por múltiplas artropatias. e a silicose. Pneumotomia – Incisão no pulmão. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . As mais freqüentes são a antracose. Policoncrite – Inflamação do tecido cartilaginoso em vários pontos do corpo. Pneumônico – Referente à pneumonia. Poção – Medicamento líquido constituído de água. por pó de asbesto. Pneumotímpano – Existência de ar comprimido na orelha média. Poliadenomatose – Doença caracterizada pela existência de adenomas desenvolvidos em várias glândulas. por pó de carvão. de uma parte dos glóbulos vermelhos. Poliarterial – Que apresenta comprometimentos arteriais múltiplos. por pó de silício. Podólogo – Auxiliar médico especializado no estudo do pé patológico por métodos não-invasivos e que trata as anomalias constatadas por métodos ortopedistas. achatando-os. Poiquilodermia – Doença da pele caracterizada por um eritema telangiectásico formando um retículo com malhas capilares. cordas e contrapesos a fim de desenvolver a atividade muscular. ○ ○ POLIGLOBULIA Polar – Relativo a um pólo. que obriga a ingerir quantidades excessivas de líquido. xarope e substância ativa. Pneumogástrico. Policinética – Que se refere a vários movimentos. Pneumopericárdio – Presença de ar no pericárdio. Polidipsia – Sensação de sede aumentada patologicamente. Podologia – Estudo do pé e de suas doenças. Poliarticular – Que se refere às várias articulações. Podagra – Manifestação da gota nas articulações do pé. Polialelia – Nome dado a uma série de fases diversas de um mesmo gene mutante. Poliadenoma – Adenomas constituídos pela hipertrofia simultânea de um grande número de glândulas da mesma natureza. Policístico – Que contém muitos cistos. Poiquilocitose – Deformação em forma de pêra. Pneumonia – Infecção do parênquima pulmonar. Podócito – Célula epitelial do glomérulo renal. Pneumomicose – Doença pulmonar causada por fungos. Polidactilia – Mais de cinco dedos em uma mão ou pé. Polialgias – Manifestações dolorosas articulares e para-articulares que ocorrem freqüentemente na mulher por ocasião da menopausa. Pneumonite – Pneumopatia congênita do feto e do prematuro. Poliglobulia – Aumento do número de hemácias. a asbestose. de vírgula. Poliglandular – Referente a várias glândulas.

Porta de entrada – Lugar por onde os microrganismos entram no organismo. Posição de Fowler – Posição semi-sentada que se obtém com cama articulada ou com auxílio de travesseiros. ○ ○ POSIÇÃO Pontada – Dor aguda. de uma célula ou de um ser vivo. Porfiria – Grupo de raras doenças metabólicas nas quais há déficits de enzimas específicas necessárias para a síntese do grupo hemo. causar uma infecção e. Poliose – Embranquecimento dos pêlos. nas enfermidades conhecidas como síndromes miofasciais e a fibromialgia. de causa desconhecida. Ponto falso – Esparadrapo. posteriormente. Poluição – Ato de tornar impuro. Polissomia – Doença por aberração cromossômica. em conseqüência da penetração anormal de dois ou vários espermatozóides. a doença. sempre que ultrapassar um volume de 2. Posição – Atitude. Portador de germe – Portador que tem e espalha os germes de uma infecção. Polimiosite – Enfraquecimento e atrofia dos músculos. Polinesia – Aumento do número e do volume das ilhotas de Langerhans do pâncreas. Polimorfia – Estado particular de uma substância inorgânica. Polinose – Febre de feno. Poplíteo. Polineurite – Neurite múltipla. cavo – Espaço na região posterior do joelho. Beribéri. afetando mais as crianças.POLIMASTIA Polimastia – Multiplicidade das mamas. Polispermia – Presença no ovo fecundado de mais de um pró-núcleo masculino. caracterizada pela presença de cavidades que se abrem na superfície dos hemisférios e comunicam-se com os ventrículos. postura. Polipnéia – Respiração rápida e ofegante. como o pós-operatório de operação de varizes de membros inferiores. mas rara no Brasil. Polioencefalite – Inflamação da substância cinzenta do encéfalo. Polipose – Existência de vários pólipos. Doença causada pelo vírus da pólio. doença alérgica freqüente na Europa. Polução – Emissão involuntária de esperma. Pessoa que transmite infecção sem apresentar os sintomas desta. Pós – Atrás. Posição genupeitoral – Posição na qual o corpo se apóia no tórax e nos joelhos. Poliodontia – Existência de dentes a mais do que o número normal. que pode assumir diferentes formas. Polipóide – Semelhante a um pólipo. mas está aparentemente são. Poliorromenite – Inflamação de várias serosas ao mesmo tempo. sem. Poliúria – Aumento anormal do volume de urina emitido normalmente. mudar de natureza. Posição de Trendelenburg – Posição utilizada em situações que exigem que os pés fiquem em nível mais baixo do que a cabeça. Poliomenorréia – Transtorno da regra que consite em menstruações de quantidade e duração normais. especialmente dolorosas à pressão sobre elas.500 mililitros/dia. Posição genucubital – Posição na qual o paciente se apóia nos joelhos e nos cotovelos. assim. Poliopia – Imagens múltiplas do mesmo objeto. Porfirização – Redução de uma substância a um pó finíssimo. Porencefalia – Variedade de encefalopatia infantil. Poliomielite – Paralisia Infantil. emplastro adesivo. Polinuclear – Com vários núcleos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ . Pólipo intestinal – Qualquer massa de tecido que avança da parede para o interior da luz intestinal. Ponto rubi – Tumoração benigna de origem vascular causada por um acúmulo ou por dilatação de pequenos vasos sangüíneos. Pontos-gatilho – Regiões anatômicas concretas da superfície corporal humana. no entanto. porém com intervalos curtos. enquanto o abdome permanece mais elevado. depois. caracterizada pela presença de cromossomos supranumerários e um par de cromossomos sexuais ou somáticos. podendo. Portador – Hospedeiro.

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Prenhez tubária – Gestação na tuba uterina. Prematuro – Antes do tempo normal. Pré-menstrual – Antes da menstruação. Post mortem – Depois da morte. Prevenção primária – Refere-se a todas as medidas utilizadas para reduzir a probabilidade de ocorrência de uma doença. Premonitório – Que avisa. Precomatoso – Na iminência de entrar em estado de coma. Prevenção terciária – Medidas que tomam-se quando a doença já se estabeleceu e tornou-se crônica. o primeiro que aparece. Pré-canceroso – Estado antes de manifestar-se o câncer. Presbitismo – Defeito normal de acomodação que se manifesta no olho sadio por volta dos 45 anos. Post prandial – Após a refeição. Precipitina – Anticorpo que precipita as toxinas bacterianas. Prenhez – Gravidez. Prevenção secundária – Medidas tomadas para detectar. Postura – Posição. Prepúcio – Nome que recebe a prega de pele que recobre a glande. Póstumo – Após a morte. Postite – Inflamação do prepúcio. Pré-natal – Antes do nascimento. Prevalência – Medida de freqüência de uma doença que se refere aos casos dessa doença que existem em um determinado momento em uma determinada população. Potencial – Capacidade. Potássio – Elemento metálico indispensável para a contração muscular. Post cibum – Depois das refeições. uma incapacidade ou um problema social antes que apareça. Seu objetivo é tentar evitar suas conseqüências nocivas e melhorar seu prognóstico. Dose. tumor carnoso que provém da degeneração do ovo. Pressão intraocular – A pressão do líquido que preenche o interior do olho nas pessoas sadias. Pré-agônico – Pouco antes de começar a agonia. Primário – Original.POSIÇÃO Posição obstétrica – Postura em decúbito supino. Presbiacusia – Perda da capaciadade de audição das freqüências altas. – Personalidade psicopática. Pós-operatório – Após a operação. Posterior – A parte de trás. dolorosa. com as pernas flexionadas e os músculos separados e flexionados. Precipitação – Separação de material sólido de um líquido. que permite examinar os órgãos do sistema genital feminino. Potável – Que serve para beber. mas que se encaminha para isso. na tuba uterina. Potência – Capacidade do animal macho de efetuar o ato sexual. que mostra o início de uma doença. Preservativo – Sinônimo de Condón. gestação. Caracteriza-se por hipertensão arterial. não relacionada com excitação ou desejo sexual. Pré-eclâmpsia – Doença que ocorre com mais freqüência na segunda metade da primeira gravidez. uma doença que já ocorreu. Priapismo – Ereção anormal do pênis.P. Postectomia – Circuncisão. extirpação de parte do prepúcio deixando a glande descoberta. Precordial – Relativo à área torácica que corresponde ao coração. P. ○ ○ PRIMÁRIO Pré-molares – Os dois dentes entre os caninos e os molares. a tempo. para tratá-la o mais rápido possível. Pressão diastólica – Pressão dos vasos no momento da diástole ou do relaxamento cardíaco que depende da elasticidade da parede do vaso arterial e do grau de viscosidade sangüínea. Postural – Referente à postura ou posição. Post partum – Depois do parto. Prenhez molar – Gestação com formação de uma mola. Pré-medicação – Medicação que precede o medicamento principal. Posologia – A quantidade de medicamento que o doente deve tomar de cada vez e o intervalo. Prenhez ectópica – Gestação fora do útero. perda de proteínas pela urina e retenção de líquidos.

Proctalgia – Dor no reto. O Brasil. junto com os estrógenos. O genoma é o conjunto completo de genes de uma espécie. Proctorragia – Hemorragia retal. otimização das terapêuticas para essas doenças e prevenção de doenças multifatoriais. decorrente do seu seqüenciamento já está em andamento a descoberta de novos medicamentos e terapias. sem infecção. Privação sensorial – Perda involuntária da consciência física causada pela desconexão dos estímulos sensoriais externos normais. O Brasil tem dado cada vez mais a sua contribuição. Segundo uma Declaração da UNESCO. cientistas brasileiros desenvolveram a chamada tecnologia Orestes. é produ○ ○ PROJETO zido nos ovários. Proctoptose – Prolapso do reto. Um dos resultados da pesquisa é uma placa contendo milhares de genes. Primordial – Referente ao início. algumas utilizando conhecimentos da Genética. Progesterona – Hormônio esteróide. que acelerou a conclusão do seqüenciamento. Anexados ao PGH existem vários outros projetos de genomas como o da mosca das frutas. por sua vez. Primípara – Mulher que dá à luz pela primeira vez. Prisão de ventre – Diminuição do ritmo intestinal com redução da quantidade de fezes expulsas. Proctorréia – Evacuação de muco pelo ânus. que previne. Proctotomia – Incisão do reto. há o Projeto Genoma do Câncer. terapia que os cientistas consideram já madura para entrar na roti- ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ . assepticamente. já concluído. o mais importante é a progesterona. Proctologia – Ramo da Medicina que estuda as doenças do reto e ânus. O objetivo do PGH na saúde envolve a melhoria da simplificação dos métodos de diagnóstico de doenças genéticas. Proctopexia – Fixação do reto mediante operação cirúrgica. uma praga de lavouras. É o segundo principal produtor do mundo de informações para o Genoma Câncer e vem trabalhando no Genoma Estrutural para seqüenciamento e identificação de proteínas. feminino. Profilaxia – Conjunto de meios que servem para prevenir doenças no indivíduo ou na sociedade. um componente fundamental de toda a humanidade. Pródromo – Sinal que precede a doença. como os diferentes genes clonados. Primigrávida – Mulher em primeira gestação. já seqüenciou duas bactérias – Xillela fastidiosa e a Xanthomonas citri. na sua colaboração com as pesquisas internacionais. Primeiros socorros – Cuidados imediatos que se prestam a uma pessoa acidentada ou doente antes que ela receba o tratamento de uma pessoa com formação médica. Pode não ser primigesta. No genoma humano. Progestágenos – Outro hormônio sexual feminino que. que é única para cada pessoa. Procidência – Saída para frente. Projeto Genoma Humano – Ocorre em escala mundial. Progeria – Senilidade prematura com infantilismo. incluindo a participação efetiva e premiada de cientistas brasileiros.PRIMEIRA Primeira intenção – Expressão utilizada em cirurgia para significar a cicatrização sem germes. o Genoma Humano é propriedade inalienável de toda pessoa e. Profilático – Que evita. utilizada no mundo inteiro. Além de iniciativas isoladas. Proctite – Inflamação do reto. Esse projeto utiliza o mesmo método de seqüenciamento desenvolvido em São Paulo para o seqüenciamento da Xillela fastidiosa. produzido pelo ovário. Primovacinação ou imunização primária – Dose de um mesmo produto biológico em forma de vacina que deve ser administrada a uma pessoa para que consiga uma imunização adequada contra uma infecção. Com esse chip de DNA. Entre eles. será possível confrontar o genoma de um paciente com o de uma doença que também já tenha sido seqüenciada. Proctorrafia – Sutura das paredes do reto. uma tabela vai definir se a pessoa tem ou não propensão a contrair a doença.

Citoplasma é extranuclear. o genoma poderá prover o seqüenciamento de vírus e bactérias que servirá de base para o desenvolvimento de vacinas. Prostração – Esgotamento extremo. com grande número de aminoácidos. como peixe. são material energético e componentes de outras moléculas. Prolapso genital – Quando são danificadas as estruturas de suporte. Prolactina – Hormônio da hipófise que aumenta a secreção de leite. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . e o útero desce e introduz-se na vagina. novas pesquisas para identificação de medicamentos e produção de drogas mais potentes e eficazes. Prostatectomia – Intervenção cirúrgica que consiste na retirada da próstata de forma total ou parcial. mediante o qual a mão se coloca com a palma para baixo. as proteínas mais recomendáveis são as chamadas proteínas de alto valor biológico. Prognose – Prognóstico. Prognóstico – Predição sobre a marcha da doença. Têm múltiplas funções: são a base da estrutura dos diferentes órgãos e tecidos. Proliferação – Multiplicação. Pesa em torno de 20g e localiza-se na pelve. também. com isso. As proteínas diferenciam-se pelo número de aminoácidos que as compõem e pela estrutura espacial que a cadeia adota. constituídas por aminoácidos unidos por meio de enlaces. Proglote – Segmento maduro da tênia. Proteína – Moléculas em forma de cadeia. detectar erros genéticos responsáveis por muitas doenças. Proteinúria – Presença de proteína na urina. Protídio – Composto orgânico complexo. duração e fim. Pronação – Movimento de rotação da mão ou do pé. Prolapso da válvula mitral – Degeneração do tecido da válvula mitral. Propulsão – Tendência a cair para frente. Protoplasma – Colóide celular. hormônio necessário para a lactação. Prótese ou substituição valvular – Substituição de uma válvula muito alterada por uma nova. resultará em novos procedimentos terapêuticos que contribuirão para o diagnóstico não só terapêutico. As proteínas são sintetizadas no retículo endoplasmático das células. Pesquisadores acreditam que o mapeamento genético permitirá entender o funcionamento do processo biológico no nível molecular e. Proteiforme – Com variadas formas. Prognato – Que apresenta prognatismo. como o câncer. Os resultados da pesquisa do genoma já estão presentes em diversas atividades.PROGLOTE na dos hospitais. Prolabado – Em prolapso. aos poucos. que afeta 20% das mulheres adultas. Prostatodinia – Doença que apresenta sintomas de prostatite. Como nutrientes. de origem desconhecida. Proteólise – Desdobramento da proteína em polipetídeos. Prognatismo – Projeção da mandíbula para a frente. Ocorrerão. Prótese – Substituto artificial de alguma parte que falta no corpo. Protóclise – Instilação. mas sem evidências de inflamação na próstata nem com o toque retal nem com outros exames diagnósticos. e nucleoplasma intranuclear. que substituem as peças dentárias perdidas. Produz prolactina. Prolapso retal – Protusão da mucosa retal pelo ânus. leite e queijos. a pronação permite que a planta-do-pé se situe para cima e para dentro. ○ ○ PROTOPLASMA Próstata – Glândula que faz parte do sistema genital masculino e secreta o líquido prostático. na indústria farmacêutica. Cientistas afirmam que o seqüenciamento. mas também preventivo das principais doenças. biológica ou mecânica. No tornozelo. Próteses dentárias – Aparelhos artificiais projetados segundo a anatomia da boca do paciente. Alimento com base de proteínas. ao lado da ciência médica. Prolactinoma – Tumor hipofisário mais freqüente. Além de diagnósticos precoces. por aparelho gota-a-gota de grande quantidade de líquido no reto. Prostatite – Uma das diversas entidades inflamatórias e/ou dolorosas que afetam a próstata. Clister.

transmissível ao homem. desorientação. Psicologia – Ciência que estuda o comportamento dos indivíduos. Pruriginoso – Que causa prurido. Psicoprofilaxia – Processo destinado a avaliar os possíveis problemas mentais que um indivíduo pode desenvolver em determinadas situações e tentar preveni-los. como dificuldade de concentração. Protrombina – Substância precursora da trombina. ○ ○ PSORÍASE Psicofármacos – Medicamentos contra ansiedade. perda de memória. Aquele que sofre de psicose. de forma que os raciocínios do paciente que dela sofre não se ajustam à lógica. Psicanálise – Método de tratamento dos distúrbios mentais segundo teorias do médico Sigmund Freud e seus seguidores. Caracterizase pela manifestação de sintomas de deterioração cognitiva. Pseudoplegia – Falsa paralisia. Psicogênico – De origem mental. Psicastenia – Psicose com fases de ansiedade. um comportamento em muitos casos criminal. Pseudodemência – Também chamada síndrome de demência associada à depressão. sintomas psicóticos e esquizofrenia. paralisia histérica. por pequena que seja. Pseudópode – Prolongamento que a ameba emite e retrai. as relações interpessoais e com o meio social e físico em que se desenvolvem. Psicopatia – Transtorno mental que provoca. caracterizado pela perda da memória durante certos períodos e incapacidade de aprender novos conhecimentos. Psicótico – Referente a psicoses. Um psicopata tem de satisfazer suas necessidades porque não pode tolerar nenhum tipo de frustração. Prurido – Ardor da pele cuja causa mais freqüente é a pele seca. Psicólogo – Profissional que estudou psicologia no ensino superior. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P ○ . sensação de incapacidade. Psicossomático – Referente à mente e ao corpo. Proximal – Termo que designa estrutura mais próxima à raiz de um membro. Prurido anal – Estado crônico de ardor na pele que rodeia o ânus. mas especialmente em superfícies extensas. Psicose – Transtorno mental caracterizado pela alteração da percepção da realidade e do pensamento. Psoríase – Doença da pele com avermelhamento e descamação desta. Pró-vitamina – Substância que dá formação a uma vitamina.PROTÓTIPO Protótipo – A forma primitiva e original a partir da qual se copiam outras.. Psoas – Importante músculo na região lombar. as funções mentais. perda da personalidade. e aparecem fenômenos psicologicamente estranhos. Pseudartrose – Falsa articulação entre dois segmentos de osso fraturado. Psiconeurose – Forte neurose com traços de psicose. Protusão discal – Saída de uma parte de um disco intervertebral de seu espaço normal. Psicalgia – Dor histérica. insônia. entre duas vértebras. Pseudo-hermafrodita – Indivíduo no qual os caracteres sexuais secundários não correspondem aos órgãos reprodutores. Psitacose – Infecção dos papagaios. no enfermo. como delírios e alucinações. depressão. que pode aparecer em qualquer parte do corpo. É uma manifestação peculiar da depressão que ocorre em alguns pacientes anciãos. muito freqüente. Psiquiatria – Ramo da Medicina que se dedica ao estudo do comportamento e dos diferentes problemas mentais. Pseudartrite – Artrite simulada de origem histérica. Psíquico – Relativo a funções mentais. Prurigo – Dermatose que se caracteriza por grande prurido e lesões decorrentes do ato de coçar. Pseudociese – Falsa gestação. Psicoterapia – Tratamento por meio da sugestão. Psique – O espírito. Psicose de Korsakoff – Transtorno psiquiátrico freqüente em alcoólatras crônicos. Pseudomembrana – Falsa membrana. Protozoário – O menor ser animal vivo. ou outros.

Ptomaína – Substância produzida por bactérias no animal morto ou em matéria vegetal. Pulso alternante – Alternância de uma pulsação fraca e uma forte. Punção lombar – Punção do canal medular. Punção medular – Punção esternal. A puberdade é o único período da vida. Liga a mão ao antebraço. Pulso filiforme – Pulso fraco. Pústulas – Lesões da pele em forma de pequenas cavidades inicialmente purulentas. constituídas pela saída do sangue dos vasos sangüíneos que o contêm. geralmente num ponto após o fim da medula. Púbis – Região anterior do osso do quadril. Pulso cheio – Sensação de artéria cheia. Pultáceo – Semelhante a uma papa. Pulga – Pulex irritans. Putrescência – Ato de começar a putrefazer-se. Pulverização – Redução a pó. Pulso arterial – Tomada do pulso por meio da palpação de uma artéria periférica. rodeadas por um anel de inflamação. Pululação – Reprodução intensa. Pústula maligna – Carbúnculo. Puberdade – Período da vida desde o aparecimento dos caracteres sexuais secundários até a maturação sexual para atingir a capacidade reprodutora e o crescimento total do organismo. produz prurido e infecção. Pueril – Relativo à infância. bactérias mortas e células descamadas. Ptialina – Fermento contido na saliva e que ajuda a digestão dos alimentos. Puberdade precoce – Aparecimento dos caracteres sexuais secundários. Puericultura – Arte de cuidar da saúde das crianças e de seu desenvolvimento normal.PTERÍGIO Pterígio – Espessamento da conjuntiva com marcha progressiva. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Pulmão . Ptialismo – Hipersecreção salivar. desde o nascimento. Puerpério – Período que sucede o parto até que os órgãos genitais e o estado geral da mulher retornem à normalidade. Pulso intermitente – Pulso em que algumas pulsações não são percebidas. tingindo-os no nível subcutâneo. Ptose – Queda de um órgão. Punção esternal – Punção aspiradora do esterno para a retirada de pequena parte da medula óssea do esterno para exame. com desenvolvimento das mamas ou do pêlo pubiano. Pulmonectomia – Retirada de um pulmão ou de parte dele. Puérpera – Mulher que acaba de dar à luz. Pulmão – Órgão par elástico. Púbico – Referente ao púbis. Pus – Líquido espesso constituído de leucócitos degenerados. antes dos 8 anos nas meninas. Pulso capilar – Enchimento e esvaziamento visível de capilares da pele. Punctura – Punção. tensas ou lassas. Púrpura – Doença que se caracteriza pela formação de manchas vermelhas na pele. Puberal – Referente à puberdade. em que a velocidade de crescimento é aumentada. ○ ○ PUTRILAGEM Pulso duro – O que exige forte pressão dos dedos para desaparecer. Pterigóide – Semelhante a uma asa. visto que neles se processa o intercâmbio de gases. Pútrido – Que está putrefato. e dos 10. de cor branco-amarelenta. centro funcional do sistema respiratório. Punho – Carpo. Pulso vazio – O que dá a sensação de artéria vazia. Pustulação – Formação de pústulas. para os tecidos. Putrilagem – Matéria pútrida. músculo da cabeça. Pudendo – Relativo aos órgãos genitais. nos meninos. A pulga do rato pode transmitir a peste. Purulento – Com pus.

Quarentena – Período de isolamento a que se submetem as pessoas que sofrem uma doença contagiosa ou as que foram expostas a essas doenças no período de contágio. – Quociente intelectual. Quadríceps – Músculo que tem quatro cabeças.I. Queimadura – Lesão causada por diversos agentes que provocam lesão na pele e nos anexos. medido por uma série grande de testes. Queilite – Inflamação dos lábios que pode ser decorrente de uma infeção ou alergia. Q. Queiloscopia – Estudo das impressões labiais. Queilose – Doença dos lábios e dos ângulos da boca. Queilorrafia – Sutura de um lábio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Q Queimadura Quadríceps da coxa Quadríceps Quadril – Segmento proximal do membro inferior centrado na articulação coxofemoral.QI ○ ○ QUEIMADURA Quadriplegia – Transtorno que se caracteriza pela paralisia dos braços. atribuída à deficiência de riboflavina ou vitamina B6. para tentar limitar a extensão desta. do qual a nádega constitui a parte posterior. Quadrantectomia – Retirada cirúrgica de um quadrante do seio. Queilocalásia – Relaxamento com atrofia do tegumento dos lábios. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Quadril . Quadriparesia – Paresia dos quatro membros. Quartã – Malária cujos acessos se repetem de 4 em 4 dias. das pernas e do tronco. em caso de rumor limitado. Gradua-se de 1 a 100. Queiloplastia – Operação plástica no lábio.

e sua função é sustentamento e proteção. Quilomícron – Uma das variedades de lipoproteínas sangüíneas. É produzida por crescimento anômalo e exuberante do tecido cicatricial. como conseqüência de uma predisposição da própria pessoa. Queratina – Proteína que está presente no cabelo. Quilo – Líquido grosso e leitoso. em conseqüência da ruptura do ducto torácico. Quiropodista – Técnico em tratamento das mãos e dos pés. Quiropodia – Tratamento das unhas e dos calos das mãos e dos pés. Quimógrafo – Aparelho para registrar variações da tensão arterial. Queratômetro – Ceratômetro. edema de – Edema gigante. localizada em cicatrizes. Queratoplastia – Transplante da córnea. produto da digestão dos alimentos.QUELAÇÃO Quelação – Processo físico-químico de formação de complexos com íons positivos multivalentes por algumas substâncias denominadas agentes queladores. nas unhas e na pele. Quimo – Líquido que se converte em alimento depois da digestão gástrica. localizada em regiões do corpo fotoexpostas na face e nas mãos. Queratose actínica – Lesão cutânea superficial. de hipertrofia das papilas da derme. Quintã. Quimiorreceptor – Órgão ou região do corpo sensível aos excitantes químicos. Quiralidade – Propriedade de um objeto que é quiral. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . febre – Primeira forma intermitente de febre na qual os acessos voltam a cada cinco dias. cujas moléculas são mais leves e volumosas. ou seja. deixando três dias de intervalo. manisfestação de alergia. Quintessência – Extrato fortemente concentrado. que toma um aspecto leitoso. Quilangioma – Dilatação varicosa dos vasos linfáticos do abdômen. Adormecido. Quimioprofilaxia – Emprego preventivo de substâncias químicas com o objetivo de impedir o aparecimento de uma doença ou suas manifestações clínicas. não é passível de se superpor a sua imagem em espelho. Quiasma – Cruzamento. Quilúria – Presença de quilo na urina. Quemose – Edema da conjuntiva. Queratoma – Tumor cutâneo constituído pela camada córnea. Quiloperitônio – Derrame de quilo no peritônio. Quilopericárdio – Derrame de quilo na serosa pericárdica. ou não. Quociente respiratório – Relação do volume de CO2 eliminado ao do O2 absorvido no mesmo período de tempo. Quimiocina – Citocina produzida em uma reação inflamatória e que desempenha principalmente papel quimiotático. Queratite – Ou ceratite. infeções e traumatismos. angioneurótico. Quimiotaxia – Tendência das células a moverse em uma determinada direção pela influência de estímulos químicos. Quiescente – Não ativo. Quilorréia – Corrimento de quilo por ruptura do ducto torácico. Quilíferos – Linfáticos especiais que absorvem o quilo no intestino. Quelóide – Tumoração benigna superficial da pele. Queratose – Lesão da pele caracterizada por uma hipertrofia considerável das camadas córneas da epiderme. Quociente intelectual – Proporção entre a idade mental de uma criança e sua idade real. acompanhada. Quincke. Quiasma óptico – Local onde ocorre uma troca parcial de fibras do nervo óptico. Quimioterapia – Consiste no uso de agentes químicos para o tratamento de doenças. Quiralgia – Dor localizada na mão. ○ ○ QUOCIENTE Quilotórax – Derrame de quilo na pleura. Quinina – Alcalóide extraído da casca da Quinquina em 1820. Inflamação da córnea ocular causada por: agentes tóxicos. alergias.

RABDOMIÓLISE ○ ○ RADIOISÓTOPOS Radicular – Referente à raiz. Radiodiagnóstico – Aplicações dos raios X no diagnóstico das doenças. Rádioisótopos – Variantes de elementos químicos com o mesmo número de moléculas. Rádio – Osso externo do antebraço. Rachadura – Pequena fissura envolvendo epiderme e parte da derme. administrados em doses fracas. num filme fotográfico. Radioestimulação – Aplicação dos raios X. Rábido – Relativo à raiva ou hidrofobia. Radiante – Radioativo. é comprimida ou irritada. Racemoso – Parecido com um cacho de uvas. Radiculopatia – Alteração que se produz quando uma raiz nervosa. Radioepitelioma – Epitelioma provocado pela aplicação de raios X ou de susbstâncias radioativas. Formam-se no processo de obtenção de energia que ocorre em todas as células. Rabo de cavalo – Feixe de raízes nervosas lombares. Radicais livres – Moléculas quimicamente instáveis que se multiplicaram no processo de envelhecimento das células. Tratamento radical é o não-paliativo. da imagem de um corpo interposto entre esse filme e uma fonte de raios X. Radioatividade – Decomposição de um elemento com emissão de energia. mas em diferente disposição dos átomos e com maior número de nêutrons. Radiculite – Inflamação das raízes dos nervos medulares. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ Rádio ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Rabdomiólise – Destruição do músculo estriado. no objetivo de obter os fenômenos de estimulação funcional. Radioepidermite – Lesão da epiderme produzida pela aplicação de raios X ou de substâncias radioativas. Radical – O que vai à raiz. Radiobiologia – Estudo da ação das radiações sobre os seres vivos. Radiação – Processo de propagação de energia ligada à emissão de ondas eletromagnéticas. não seguidos de um efeito inverso no órgão irradiado. Radiodermite – Lesão cutânea ou mucosa provocada pelos raios X ou pelas substâncias radioativas. Radiografia – Formação. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ R ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . sacras e coccígeas que emergem da extremidade inferior da medula espinhal e descem por meio do canal espinhal do sacro e do cóccix. A imagem obtida desse modo evidencia estruturas corpóreas ósseas e não-ósseas. procedente da medula espinhal. de partículas materiais espaços a mais ou de ondas acústicas.

Raquidiano – Relacionado à coluna vertebral. Rágades – Fissuras lineares na pele. Raquítico – Relativo ao raquitismo. Raquialgia – Dor na raque. Rafe – Linha de reunião formada pelo cruzamento recíproco de fibras provenientes de duas estruturas anatômicas simétricas. Randomização – Divisão ao acaso. um prolongamento.RADIOLEUCEMIA Radioleucemia – Leucemia provocada pelas radiações ionizantes. Raio X – Método físico de emissão de partículas e impressão das imagens em filmes para diagnóstico de diversas doenças. e o sistema imune funciona. Rádon – Gás pesado. Rânula – Cisto de uma glândula mucosa. Raios actínicos – Raios solares que produzem alterações químicas. Reação – Resposta a um estímulo. Readaptação – Colocação em condição de um antigo doente ou de um inválido para torná-lo capaz de retomar seu trabalho. Reabsorção – Absorção de material secretado. A falta de cálcio é motivada por uma dieta inadequada ou uma absorção intestinal reduzida. Radiologia vascular – Método sofisticado de diagnóstico das doenças dos vasos sangüíneos mediante um tipo especial de radiografias com contraste. Radioneurite – Neurite produzida pelos raios X. Radiologia – Ramo da Medicina que estuda o corpo humano por meio de imagens. Raquinestesia – Infiltração de anestésico mediante punção lombar. Radioterapia Radium – Elemento natural radioativo. Também denominada Diagnóstico por imagens. Radiologista – Médico especializado em Radiologia. em razão da carência de vitamina D e cálcio. Punção lombar. Raquitismo – Falta de desenvolvimento dos ossos. Raios ultravioletas – Raios luminosos invisíveis e que são dotados de forte ação bactericida. que conseguem causar um dano irreversível no material genético das células cancerosas. uma derivação. Reações adversas a medicamentos – Efeitos prejudiciais ou não desejados que aparecem com o uso de um remédio nas doses habituais. Reabilitação – Ajudar o paciente a retomar seu lugar na vida social. Radioterapia – Modalidade de tratamento que tenta destruir as células cancerígenas mediante radiações ionizantes. produto de emanação do rádio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Raio X . Reação imunitária – Causada quando um agente estranho ou antígeno penetra no organismo. Raquientese – Punção do canal vertebral. ○ ○ READAPTAÇÃO Raiva – Doença infecciosa causada por um vírus que afeta sobretudo o sistema nervoso central. Ramo – Um galho. impedindo sua multiplicação. Rarefação – Diminuição da densidade. Ramicotomia – Secção dos ramos brancos ou cinzentos comunicantes do sistema simpático.

Reflexometria – Termo que designa não uma mensuração extra dos reflexos. Reflexo – Resposta autônoma a um estímulo interno ou externo que é controlada e coordenada pelo sistema nervoso. Reanimação – Conjunto de medidas que permitem restabelecer as funções vitais. célula ou região celular específica. Recipiente – Objeto que recolhe ou recebe algo. Refringência – Propriedade geral dos meios ópticos transparentes de modificar a velocidade ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ R ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . influenciada eletivamente por uma substância elaborada em um ponto do corpo mais ou menos afastado.500 e 2. ela não pode aparecer porque está mascarada pelo caráter dominante do gene alelomorfo. 80% deles. no heterozigoto. ○ ○ REFRINGÊNCIA Recidiva – Recaída. que repete. Receptor – Órgão. Refluxo gastroesofágico – Volta do conteúdo gástrico do estômago para o esôfago por uma falha no fechamento do esfíncter que os separa. Formulário para receita. e são muito semelhantes aos recém-nascidos a termo. da composição do medicamento. Reativação – Ação que consiste em fazer reaparecer alguns fenômenos desaparecidos. Recrudescência – Agravamento de uma doença. Receptividade – Atitude de perceber uma estimulação e a ela responder. Recalcitrante – Resistente. tecido.REAGENTE Reagente – Substância que produz uma reação. Recombinante – Obtido por engenharia genética. Refluxo gastroesofágico neonatal – É causado por falta de tônus no nível do esfíncter esofágico inferior. Recidiva. mas que foi aprendido mediante treinamento específico. Recorrência – Aparecimento dos sintomas quando já haviam desaparecido. às vezes. Redução de uma fratura – Colocação dos fragmentos ósseos na posição normal. Recessividade – Propriedade de um gene. produzindo o surgimento de genótipos novos. Receituário – Conjunto de receitas. Reentrada – Mecanismo que explica parte das arritmias cardíacas chamadas extra-sístoles e taquicardias paroxísticas. Os pesos costumam estar entre 1. que são as caractrísticas dos mesmo reflexos modificados pela doença. Facilidade maior ou menor com a qual o organismo se deixa invadir pela infecção. Os recémnascidos pré-termo leves são aqueles de mais de 32 semanas. Reflexo conjuntival – Mecanismo protetor do olho que consiste no fechamento das pálpebras ao tocar a conjuntiva. ou um caráter. Reflexo condicionado – Reação automática a um estímulo que normalmente não produz essa resposta. Recombinação genética – Modificação na distribuição dos genes. Receptor nervoso – Órgãos encarregados de perceber as sensações que provêm do mundo exterior e as modificações químicas do meio interno. momentaneamente comprometidas no curso de situações agudas. mas as relações que existem entre as características de reflexos observados no indivíduo. Reconstituinte – Medicamento próprio para restabelecer as forças.500 g. Recesso – Pequena cavidade. de manifestar-se somente no indivíduo homozigoto. Recaída – Volta da doença após haver desaparecido. Refratário – Que resiste ao tratamento. que resiste a altas temperaturas. Recessivo – Diz-se de um gene que manifesta seu efeito somente se ele existir nos dois cromossomos do par. Recém-nascido pré-termo – Recém-nascido cuja idade gestacional no momento do nascimento é menor que 37 semanas. de modo que ante qualquer fator que aumente a pressão intra-abdominal. invaginação. Recorrente – Que volta. Recém-nascido a termo – Recém-nascido cuja idade gestacional no momento do nascimento é maior que 37 semanas e menor que 42 semanas. Receita – Tratamento prescrito pelo médico com indicação de dosagem e.

Replicação – Formação de uma cadeia de ARNmensageiro por cópia de uma das cadeias de ADN na qual constitui a réplica. Reprodução assexual – Quando uma célula se divide em duas. um pouco sem flutuação propriamente dita. Resolutivo – Que resolve. Renal – Relativo ao rim. Regmatogênico – Que é provocado por uma ruptura. pelo qual se capta oxigênio e CO2. se unem para formar um ovo. Regurgitação – Volta de um líquido em sentido contrário. afastamento de pensamentos indesejáveis do consciente. Reologia – Estudo do escoamento da matéria e da deformação dos corpos sob influência de forças que são excercidas sobre eles. Reinfecção – Nova infecção pelo mesmo agente.REGENERAÇÃO da luz que os atravessa e. ou mediante sua injeção. Rejeição – Recusa a aceitar. para sua inibição. transformação. uma masculina e outra feminina. Remédio – Qualquer substância que se administra por via oral. o ângulo sob o qual se propaga um raio incidente. ou se aplica topicamente para tratar ou evitar uma doença. concentrações de remédios superiores à que o antibiótico pode alcançar no local da infecção. em um conjunto. Resistência – Oposição a uma ação. no entanto. por exemplo a resistência bacteriana aos antibióticos. Renina – Substância hipertensiva produzida no córtex renal. Resistência a antibióticos – Diz-se que uma cepa bacteriana é resistente a um antibiótico quando é necessário. Regime – Regra de alimentação ou de vida. Região inguinal – Virilha. Renovação – Substituição. Renitência – Estado de um órgão ou de uma parte dos tegumentos que resiste à pressão cedente. por substituição. Repolarização – Restauração do potencial elétrico. Reinoculação – Inoculação repetida. Respiração – Ainda que coloquialmente se costume aplicar o termo ao ato de introduzir e expulsar o ar dos pulmões mediante movimentos ventilatórios. Regeneração – Reparação dos tecidos. Regressão – Volta a um estágio anterior. Remissão – Desaparecimento de uma doença ou de seus sinais e sintomas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Na inalação o O2 do ar atmosférico atravessa a parede alveolar. dos elementos que saem para que outros entrem. destruição e síntese. Reimplante – Colocação de um órgão em seu alojamento primitivo. Renoprivo – Que se refere à ablação de um ou dos dois rins. tendência a expulsar. ○ ○ RESPIRAÇÃO Repressão – Em Psiquiatria. Relaxina – Hormônio polipeptídeo secretado pelo corpo amarelo gravídico em animais e cuja ação consiste em distender a sínfise pubiana e inibir as contrações uterinas. Relaxante – Agente que produz afrouxamento. a respiração autêntica é o intercâmbio gasoso que ocorre entre o corpo e o meio ambiente por meio da barreira pulmonar. Reprodução sexual – Quando duas células diferentes. em caminho oposto ao CO2 ○ ○ ○ ○ Respiração ○ ○ . neles.

Reticular – Disposto em rede. do baço e do fígado. Retinoblastoma – Tumor ocular mais freqüente na infância. O diagnóstico costuma ocorrer. Retinite – Inflamação da retina. Reticulose – Grupo de neoplasias do tecido linfóide. Reticuloictose – Excesso de reticulócitos no sangue circulante. Retinocoroidite – Inflamação da retina e coróide. Retina – Camada mais interna do olho. sendo mais precoce em casos bilaterais. Reticulopatia – Doença do sistema reticuloendotelial. Contribui para a normalidade dos epitélios. baseado no emprego de um mecanismo que produz um intenso campo magnético. Retificado – Purificado. do sistema genital feminino e masculino e da visão. aos 18 meses de idade.RESSECÇÃO Ressecção – Excisão de um órgão ou parte dele. Retenção – Incapacidade de eliminar. Reticulócitos – Células vermelhas jovens e imaturas que são liberadas em pequeno número na circulação a partir de órgãos de produção sangüínea. Retardo intelectual – Estado dos indivíduos ditos retardados. Retinol – Vitamina A. Reticuloendoteliose – Termo sob o qual se agrupam doenças caracterizadas pela proliferação típica ou atípica dos elementos próprios do sistema reticuloendotelial. de células do sistema reticuloendotelial normais ou patológicas. Retículo – Rede. Reticulite – Inflamação do tecido reticuloendotelial. Retalgia – Dor no reto. Retinopatia – Doença que acomete a retina. em média. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Retinoscopia ○ ○ Retite – Inflamação do reto. Reticulomatose – Variedade de reticuloendoteliose na qual as células reticuladas se desviam pouco ou nada do tipo normal e não comportam nenhum caráter de malignidade. Reto – Última parte do tubo digestivo que mede aproximadamente 12 cm de comprimento e desce na frente da região sacrococcígea. Retinoscopia – Método de exame da retina. Ressuscitação – Reviver o indivíduo aparentemente morto. A segunda forma de apresentação mais freqüente é o estrabismo. Reticulossarcoma – Proliferação maligna e invasora do tecido reticuloendotelial provocando tumores da medula óssea. na qual estão localizadas terminações nervosas capazes de perceber impressões luminosas. no sangue. entrelaçamento. Ressonância nuclear magnética – Exame de diagnóstico por imagem. Reticulemia – Presença. O sinal inicial cos○ ○ RETO tuma ser a presença de um reflexo branco na pupila. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ ○ ○ ¡ R ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Retina .

Reuma – Hipersecreção das mucosas das vias aéreas superiores. Ribossomo – Partícula muito pequena constituída de proteínas e RNA. reduzida à metade. Rhinovirus – Gênero de RNA vírus de tamanho muito pequeno. Retrocesso – Regresso. Retorragia – Hemorragia retal. Retrobulbar – Atrás do globo ocular. de duas espécies atualmente muito diferentes.RETOCELE Retocele – Protusão do reto na vagina. introduzindo-se. Retosigmoidoscopia – Exploração do reto e sigmóide. no passado. lembrando um parentesco. ○ ○ RIQUETSIOSE Reumatismo – Doença do colágeno e de outros tecidos. meses ou anos de imunização primária. Retosigmoidectomia – Retirada do reto e sigmóide. Retoplicatura – Operação que consiste em preguear a mucosa retal. Reversibilidade – Possibilidade de retorno a um estado anterior. Revacinação – Estímulo antigênico capaz de induzir uma resposta imune secundária após semanas. incluída a metabolização de outras vitaminas. Retrogene – Estrutura semelhante a de um gene. praticada em caso de prolapso do reto. Retrovirus – Grupo de vírus com a particularidade de possuir uma enzima chamada transcriptase inversa. volta ao estado anterior. Retropexia – Fixação cirúrgica do reto. Reumatóide – Dores análogas às do reumatismo. assim. Retroflexão – Dobra para trás. composta por duas subunidades. Reumatologia – Estudos dos diferentes tipos de reumatismo. Retovesical – Referente ao reto e à bexiga. Ribotipagem – Método de identificação e diferenciação de cepas bacterianas. Também se chama dose de lembrança. Retroperitonial – Atrás da camada posterior do peritônio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Retrocecal – Atrás do ceco. Retocolite – Inflamação simultânea do reto e colo. constituída de ADN (DNA). Ribonuclease – Enzima que degrada moléculas de RNA. Retopexia – Suspensão do reto às paredes da pelve. Retrocessão – Movimento para trás. um tubo que permite sua visualização. Reversão – Desenvolvimento anormal de um órgão rudimentar. copiada de acordo com o ARN (RNA)–mensageiro sob a ação da transcriptase reversa. a qual se multiplica em um ou vários artrópodes para depois infectar o homem. que é capaz de transformar seu conteúdo genético de RNA para DNA. Ribozima – Molécula de RNA que apresenta propriedades enzimáticas. Ribose – Pentose que entra na composição de nucleosídeos e RNA. podendo. Riboflavina – ou Vitamina B2. Necessária em vários processos metabólicos. Retorrafia – Pregueamento da ampola retal preconizado como cura do prolapso. Revertida – Manobra destinada à perfeita aplicação de uma faixa de curativo que se enrola em torno de uma superfície do tronco. pelo ânus. Revascularização – Restabelecimento da circulação sangüínea em área isquêmica. preconizada para a cura do prolapso do reto. Retroflexo – Dobrado para trás. com dezenas de manifestações entre as quais dores articulares e periarticulares. Retroscópio – Instrumento para exame do reto. Reversa – Modo de aplicar uma atadura rebatendo seu bordo superior de modo a ficar mais estreita. 30S e 50S. Ribonucléico – Macromolécula formada por uma cadeia de helicoidal de estrutura análoga a uma das cadeias que constituem o DNA. Retrator – Instrumento para retrair o lábio de uma ferida. Retotomia – Incisão do reto. incorporar-se ao genoma da célula que invade e replicar seus próprios genes. Retração – Encurtamento. Riquetsiose – Infecção causada por um parasita intracelular. Retrógrado – Que regride.

Rigidez de descorticação – Rigidez caracterizada pela postura em flexão dos antebraços e dos punhos. do braço. Riziforme – Semelhante a grãos de arroz. Rinotomia – Operação que consiste em fazer uma grande abertura na face para expor a parte anterior das fossas nasais. Rizomélico – Referente às raízes dos membros. Rolamento – Técnica de massagem que consiste em mobilizar os músculos. gripal. Rizólise – Interrupção de uma raiz nervosa. Rinofaringite – Inflamação da parte nasal da faringe ou nasofaringe. bacteriana. Rºinorrafia – Sutura das bordas de uma ferida do nariz. Rinossalpingite – Inflamação da mucosa da tuba auditiva. viral. Rizotomia – Secção cirúrgica das raízes medulares. alergias ou qualquer outro mecanismo irritativo. Rinalgia – Dor no nariz. Para que a cirurgia seja indicada. Rinoscópio – Espéculo ou instrumento para iluminar e permitir o exame do interior do nariz. Rochedo – Nome clássico da parte petrosa do osso temporal. Rinoficomicose – Localização do nariz. Rinofima – Tumefação congestiva no nariz. epistaxe. Rinorréia – Fluxo abundante de muco nasal causado por infecções (catarros). ○ ○ ROLAMENTO Rinólito – Cálculo das fossas nasais. atrofiada ou fétida. da face.RIFAMICINAS Rifamicinas – Família de antibióticos inibidores da RNA-polimerase das bactérias. Rinopatia – Doença do nariz. Rizartrose – Artrose que afeta a articulação metacarpofalângica proximal do primeiro dedo da mão. crônica. Rinoscleroma – Rinite microbiana com infiltração dura. Rim – Órgão vital do corpo encarregado da formação da urina. e em adução. dos lábios. de um membro. este aumenta de volume. Rinolalia – Distúrbios da fonação determinados por modificações da ressonância das cavidades nasais. Rinoscopia – Exploração das fossas nasais por meio da rinofaringe ou das cavidades nasais. seguros com as duas mãos em torno da diáfise do osso vizinho. Rigidez cadavérica – Fenômeno cadavérico que consiste em um endurecimento dos músculos com perda de sua elasticidade. Rinosporidiose – Micose causada pelo Rhinosporidium seeberi. sintomática ou vasomotora. Rigor mortis – Rigidez cadavérica que aparece horas depois da morte e é sucedida pelo relaxamento e pela putrefação. cirurgicamente ou não. Rinite – Inflamação da mucosa nasal. Rinoplastia – Cirurgia plástica no nariz. que pode ser alérgica. Ritmo – Repetição periódica e regular de ruídos ou de eventos. Rim ○ Rinal – Relativo ao nariz. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ R ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Rinorragia – Hemorragia nasal. o benefício decorrente da operação deve ser maior que o risco da intervenção. Riso sardônico – Convulsão no tétano que dá ao rosto uma expressão de zombaria. da ficomicose nos tecidos subcutâneos. Risco cirúrgico – Risco que determinada intervenção cirúrgica apresenta para um paciente.

ROMBENCEFALITE Rombencefalite – Inflamação que acomete o bulbo, a protuberância e o cerebelo. Rombóide – Músculos do dorso; elevadores da escápula, em forma de losango, que vão das 2 últimas vértebras cervicais e das 4 primeiras torácicas, ao bordo interno da escápula. Rompimento muscular – Lesão dolorosa da fibra muscular causada por um estiramento ou uma avulsão que, por regra geral, lesiona os vasos sangüíneos e produz uma limitação do movimento. Ronco – Respiração sonora que surge durante o sono em decorrência das vibrações do véu do palato. Roncopatia – Ronco considerado como doença. Rosácea – Distúrbio vasculomotor no rosto com hiperplasia das glândulas sebáceas. Roséola – Febre eruptiva transmissível, muito benigna, causada por um vírus; há pequenas máculas. Rotação – Girar sobre seu eixo. Rotacismo – Vício de pronúncia, caracterizado pela dificuldade de pronunciar a letra “r”. Rotavírus – Gênero de vírus, em forma de roda, responsável por diarréias; Rouquidão – Irritação na laringe que produz alterações na voz. Rubefação – Irritação produzida na pele por aplicação cáustica. Rubefaciente – Que produz rubefação. Rubéola – Doença inofensiva de caráter viral e que se costuma contrair entre os 6 meses e 3 anos de idade. Os sintomas são como os de um simples resfriado e costumam passar desper○ ○

RUTINA cebidos. Somente quando aparece a erupção na pele, é que se tem consciência da doença. Os pequenos pontos vermelhos estendem-se pelo tronco, pela nuca e pelas extremidades. Após 2 ou 3 dias, desaparecem, e a temperatura do corpo volta à normalidade. Não necessita de nenhum tipo de tratamento, e o paciente, uma vez contraída a doença, fica imune para o resto da vida. Ainda que a rubéola nunca apresente gravidade, é importante que as meninas a tenham antes da puberdade, já que podem ocorrer graves conseqüências ao feto quando a mãe a contrai durante a gravidez. Rubéola congênita – Enfermidade causada pelo vírus da rubéola que chega ao feto por meio da placenta de uma mulher grávida. Rugina – Instrumento cirúrgico para raspar os ossos a fim de desprender o periósteo. Ruído de galope – Ruído especial, que lembra o galope de um cavalo e que se escuta em distúrbios graves do coração. Ruminação ou mericismo – Transtorno da alimentação que consiste na regurgitação do alimento do estômago à boca, para voltar a receber saliva e ser engolido. É um processo muito raro, geralmente associado ao retardamento mental, problemas significativos de adaptação e, às vezes, à bulimia. Rúpia – Lesão da pele, com uma crosta mais espessa no centro, lembrando uma ostra ou discos empilhados de dimensões decrescentes. Ruptura – Rompimento, quebra. Rutina – Vitamina P, princípio vegetal que age contra a fragilidade capilar.

SNC
○ ○

SALPINGITE Sacrocoxalgia – Artrite crônica da sínfise sacroilíaca. Sacroiliíte – Inflamação da articulação sacroilíaca. Sacrolombalização – Nome que designa, ao mesmo tempo, lombalização e sacralização. Sacudidela – Técnica de massagem. Sáculo – Região dilatada do labirinto membranoso. Sadismo – Perversão em que o doente só obtém prazer torturando outra(s) pessoa(s). Sadomasoquismo – Associação de sadismo e masoquismo. Safena – Veia do sistema venoso superficial dos membros inferiores. Safenectomia – Operação destinada a retirar a veia safena Sagital – Em forma de seta. Salacidade – Propensão a aproximações sexuais. Salidiurético – Medicamento que aumenta a eliminação urinária dos eletrólitos. Salino – Referente a um sal. Saliva – A secreção das seis glândulas salivares. Salivação – Ptialismo, excessiva secreção de saliva. Salivar – Que se refere à saliva; Salmonella – Gênero bacteriano pertencente à família das Enterobacteriaceae; Salmonella typhosa – Bacilo da febre tifóide. Salobro – Que contém sal. Salpingectomia – Extirpação cirúrgica da tuba uterina. Salpingite – Inflamação das tubas uterinas.

S.N.C. – Sistema nervoso central. S.N.P. – Sistema nervoso periférico. Sabin, vacina – Vacina contra poliomielite ou paralisia infantil que se aplica por via oral em 3 a 5 doses, de 30 em 30 dias. Saburra – Camada descamativa observada na língua, em várias doenças. Saburroso – Mucosa lingual recoberta por uma camada branca amarelada; Sacarina – Produto extraído do carvão de pedra, 300 vezes mais doce do que o açúcar de cana ou sacarose. Sacaromicose – Termo que designa as doenças provocadas por leveduras. Sacarosúria – Presença excepcional de sacarose na urina; Saccaromyces – Gênero de fungos. Sacralgia – Dor localizada no sacro. Sacralização – Anomalia da quinta vértebra lombar. Sacro – Osso da bacia, primitivamente constituído de cinco vértebras que se fundem.

S

Sacro

SALPINGOCIESE Salpingociese – Prenhez tubária; gestação na tuba uterina. Salpingografia – Radiografia das tubas uterinas. Salpingólise – Operação para liberar as tubas de aderências. Salpingo-ooforite – Inflamação da tuba e do ovário. Anexite. Salpingoovariopexia – Fixação do ovário da tuba. Salpingoovariossindese – Sutura do ovário da tuba uterina. Salpingoovarite – Nome genérico dado a todas as inflamações simultâneas do útero. Salpingoplastia – Operação reparadora das tubas. Salpingorrafia – Sutura da tuba. Salpingoscopia – Exame do orifício faríngeo das tubas. Salpingostomia – Operação de abertura do canal da tuba, obstruído por uma inflamação. Salpingotomia – Incisão da tuba. Saltação – Mutação. Salto para caminhar – Salto ortopédico de borracha ou outros materiais que se aplica sobre o gesso no pé, com a finalidade e obter o apoio da planta do pé. Salubre – Saudável. Salutar – Higiênico. Sanatório – Hospital para doentes não graves. Sanatorium – Estabelecimento destinado a tratamento de doenças crônicas; Sangramento – Avaliação da primeira fase da hemostasia. Sangria – Flebotomia, incisão de uma veia para retirada de sangue. Sangue – Tecido líquido que existe, em média, de 5 a 6 litros por pessoa. Sangue oculto – Sangue invisível a olho nu. Sangüícola – Que vive no sangue. Sangüíneo – Com sangue. Sanguinolento – Contendo sangue. Sanidade – Estado de saúde. Sânie – Secreção fétida de uma úlcera. Sanitário – Relativo à saúde. Sápido – Com sabor. Saponáceo – Da natureza do sabão. Saponificação – Reação química que transforma matérias gordurosas em sabão, por ação de uma base.
○ ○

SARCOMA Saprófita – Microrganismo que vive na matéria orgânica como carne, leite, entre outros alimentos, sem causar doença. Sapronose – Doença provocada por um germe habitualmente saprófita. Saprozoíto – Microrganismo que vive de matérias orgânicas em decomposição. Saralasina – Antagonista competitivo da angiotensina, a qual é utilizada em perfusão para o diagnóstico da hipertensão renovascular. Sarampo – Infecção do tipo contagiosa e viral que afeta principalmente as crianças. Consta de quatro períodos – incubação, que costuma durar entre uma e duas semanas; catarral; exantemântico; e descamação. Os sintomas são mal-estar geral, febre alta, inflamação nos olhos, tosse seca e umas placas esbranquiçadas no interior da bochecha chamadas manchas de Koplik. A partir do momento em que se administra a vacina, a doença é cada vez mais benigna e menos freqüente. Sarampo germânico – Rubéola. Sarcocele – Nome dado a todas as tumefações do testículo do epidídimo, qualquer que seja sua natureza. Sarcocystis Hominis – Espécie de coccídia responsável, no imunodeprimido, por infecções intestinais graves. Sarcofagia – Regime exclusivamente cárneo. Sarcóide – Semelhante à carne ou ao músculo. Sarcolema – Bainha da fibra muscular estriada. Sarcologia – Anatomia dos tecidos moles. Sarcoma – Tumor desenvolvido a partir do tecido conjuntivo e cujas células estão em proliferação muito ativa, mas só dão origem a produtos incompletamente desenvolvidos. Sarcoma de Ewing – Tumor maligno que se desenvolve na medula óssea de ossos grandes ou da pélvis. Quase sempre afeta adolescentes do sexo masculino, causando dor, inchaço local, febre e leucocitose. Pode invadir os tecidos moles circundantes. Sarcoma de Hodgkin – Forma anatômica da linfogranulomatose maligna. Sarcoma de Kaposi – Tumor maligno de células reticuloendoteliais que costuma começar afetando a pele, na qual produz peque-

SARCOMATOSE nas pápulas vermelhas ou pardas nos pés e estende-se aos gânglios linfáticos e a outras vísceras. Ocorre com maior freqüência em homens adultos da raça judia ou negra. Seu desenvolvimento em indivíduos jovens costuma estar relacionado, atualmente, com a infecção pelo HIV. Sarcomatose – Doença caracterizada pela formação de sarcomas. Sarcômero – Unidade contrátil do músculo estriado. Sarcoso – Carnoso. Sarcoplasma – Protoplasma das células musculares. Envolve os núcleos (exceto na fibra esquelética) e aparece em progressões mais ou menos longas entre os grupos de fibrilas musculares (miofibrilas). Sarna – Infecção cutânea causada por um ácaro de pequeno tamanho, o Sarcoptes scabiei, que abre galerias na pele, na qual a fêmea deposita seus ovos. Transmite-se por contato direto de pessoa a pessoa ou por contatos íntimos, especialmente entre os membros de uma mesma família, ou por meio de relações sexuais. A manifestação clínica mais significativa é a coceira incontrolável causada nas regiões afetadas. Sarnicida – Medicamento contra a sarna. Sartório – Músculo costureiro, que faz dobrar a coxa sobre a perna, e o paciente senta-se como os antigos alfaiates ou costureiros. Satiríase – Afrodisia ou exageração dos desejos sexuais masculinos. Saturação – Existência numa solução do máximo de substância que nela pode dissolver-se. Saturnino – Relativo ao chumbo. Saturnismo – Intoxicação crônica pelo chumbo. Saúde – Estado de bem-estar físico, psíquico e social, que não consiste somente na ausência da doença. Saúde Pública – Organização dos esforços da coletividade destinados a combater e a prevenir as doenças em seus membros. Sauna – Estabelecimento de banhos finlandeses no qual o indivíduo se expõe a um forte calor seco. Schistosoma haematobium – Espécie de parasito unissexuado da ordem dos Trematódeos.
○ ○

SELA Apresenta preferência pelos órgãos ocos, particularmente a bexiga urinária. Scólex – Cabeça da tênia com suas ventosas. Sebáceo – Gorduroso, que secreta material oleoso. Seborréia – Aumento exagerado da produção das glândulas sebáceas, provocando uma camada gordurosa na pele, acompanhada de coceira. Secção – Ato de dividir as partes. Ato de seccionar. Secreção – Produto de atividade especializada de células, as células glandulares. Secretagogo – Substância que provoca ou aumenta a secreção de uma glândula. Secretina – Hormônio extraído da mucosa duodenal, que excita a secreção do suco pancreático. Secundário – Decorrente de outra causa. Secundarismo – Sintomas do período secundário da sífilis. Secundinas – O conjunto da placenta e das membranas que são expulsas após o parto. Secundípara – Mulher que dá à luz pela segunda vez. Sedação – Ato de acalmar ou de diminuir uma excitação. Sedativo – Calmante; tranqüilizante. Sedentário – Que está quase constantemente sentado. Segmentectomia – Retirada de uma parte limitada do órgão, formando uma área bem individualizada do ponto de vista vascular e funcional. Segmento – Pedaço; secção; subdivisão. Segregação – Por à parte. Segunda intenção – Cicatrização de uma ferida mediante granulação e crescimento de nova pele. Seio – Cavidade. Seio cavernoso – Seio sangüíneo no osso esfenóide. Seio coronário – Veia cardíaca que desemboca na parede posterior da aurícula direita e na qual drenam todas as veias coronárias. Seio venoso – Canal dilatado contendo sangue venoso. Seios ósseos – Cavidades cheias de ar e revestidas de mucosa. Sua inflamação é a sinusite. Sela túrcica – Pequena cavidade na base do crânio, onde se aloja a hipófise, a mais importante das glândulas de secreção interna (ou endócrinas).

S

SELECTINA Selectina – Glicoproteína que intervém na adesão dos leucócitos e das plaquetas ao endotélio vascular. Selênio – Elemento químico de número 34, de símbolo Se na tabela periódica. Selo Adesivo – Modo de administração percutânea de uma substância. Sêmen – Também chamado de esperma, produto da ejaculação do homem. É composto pelas secreções de diferentes órgãos do sistema genital masculino – testículos, vesículas seminais e próstata. Semicúpio – Imersão da bacia e do quadril; banho de assento. Semiletal ou Subletal – Gene cuja presença, nos pais, provoca a morte da criança antes da sua puberdade. Semilunar – Em forma de crescente. Seminal – Espermático. Seminífero – Que transporta o sêmen. Seminograma – Ver espermograma. Seminoma – Tumor maligno das células testiculares. Semiologia – Estudo dos sinais e sintomas das doenças. Senescência – Relativo ao processo de envelhecimento normal. Senil – Relativo à velhice. Senilidade – Estado degenerativo dos tecidos e órgãos em razão da velhice. Senilismo – Estado de uma criança ou de um adulto que apresenta um aspecto lembrando mais ou menos o do idoso. Sensitivo – Que reage aos estímulos. Sensibilização – Ação de tornar um ser vivo, um órgão ou um tecido capaz de reagir de uma maneira particular ao contato com um agente físico, químico ou biológico. Sensibilizadora – Anticorpo específico que se fixa sobre o antígeno correspondente, formando um complexo imune e tornando-o sensível. Sentido – Função que permite perceber as impressões provenientes do meio externo. Sepse – Estado avançado de uma infecção que pode evoluir rapidamente para a morte. Reação inflamatória generalizada de origem infecciosa. Septicemia – Multiplicação de bactérias no sangue. É um estado de extrema gravidade.
○ ○

SETORECTOMIA Séptico – Tóxico; infectante. Septo – Divisão entre duas cavidades. Septo nasal – Parede que divide o nariz em duas partes ou narinas, sendo uma parte óssea e a outra cartilaginosa. Septotomia – Incisão de um septo. Sepultamento – Período operatório que consiste em recobrir, com uma sutura serosserosa, para isolar da cavidade abdominal, a parte da secção desperitonizada de um órgão abdominal. Seqüela – Manifestação mórbida que subsiste em conseqüência de doença anterior. Seqüenciação – Identificação da seqüência de aminoácidos de uma proteína. Seqüestração – Formação de um seqüestro, aprisionamento. Seqüestro – Fragmento morto de um osso. Sérico – Que tem relação com o soro. Seringa – Instrumento para injetar ou aspirar líquidos. Seriografia – Registro de uma série de chapas com utilização do seriógrafo. Serite – Inflação de uma serosa. Serosa – Membrana que reveste as cavidades que não se abrem para o exterior, como a cavidade torácica, cavidade abdominal e outras. Serosidade – Líquido que se coagula com a linfa e que está contido na cavidade das serosas. Seroso – Que se refere a uma serosa. Serotonina – Substância que tem ação vasoconstritora e que existe no sangue. Serotoninemia – Presença da serotonina no sangue. Serpiginoso – Em forma de serpente. Serradura – Método de massagem efetuada com o bordo da mão em movimentos de vaivém. Serratia – Gênero bacteriano da família das Enterobacteriaceae, a partir do qual espécies produzem um pigmento vermelho, bacilos Gram negativos. Sesamóide – Semelhante a um grão. Nome de ossos supranumerários que aparecem em partes variadas do corpo. Séssil – Sem pedúnculo. Setorectomia – Retirada de uma parte do órgão que forma uma área bem individualizada do ponto de vista vascular e funcional.

em fundições. Sicose – Inflamação de folículos pilosos nos cabelos e na barba. e a doença entra na sua segunda fase. Todas essas lesões desaparecem. o Treponema pallidum. Sinal – Manifestação de uma doença que se pode medir e objetivar por um observador externo ao paciente. Sialadenite – Inflamação do parênquima de uma glândula salivar. Shigella – Gênero bacteriano da família das Enterobacteriaceae. o sangue só circula normalmente depois de ter percorrido uma rede vascular mais ou menos extensa. e nos canteiros de granito. Sialidose – Doença que comporta um déficit em sialidase. Há três etapas em sua evolução: a sífilis primária ou precoce. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ S ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Simpaticotonia – Predominância do sistema nervoso simpático no funcionamento do organismo – contração dos vasos. Shigella disenteriae – Bacilo da disenteria. Sifiloma – Goma sifílítica. nos trabalhos de corte e talha da pedra. Sibilância – Som agudo que se produz na via aérea ao passar o ar por um lugar anormalmente estreito. Sifilide – Qualquer erupção cutânea de origem sifilítica. entre as quais. Sigmoidostomia – Abertura da sigmóide no cólon. Sigmoidoscópio – Instrumento que se introduz pelo reto para exame da alça sigmóide. Simbléfaro – Aderência da pálpebra ao globo ocular. Simpático – Parte toracolombar do sistema nervoso autônomo ou vegetativo. Costuma significar que existe um broncoespasmo. inutilizado para suas funções normais. febre – forma de febre intermitente na qual os acessos retornam no 6º dia deixando entre eles um intervalo de 4 dias. Sexual – Que concerne ao sexo. Silicose – Doença pulmonar por exposição ambiental ao quartzo cristalino ou à sílica livre. Sialectasia – Dilatação das glândulas salivares por obstrução.SEXDIGITISMO Sexdigitismo – Anomalia congênita que consiste na existência de um dedo supranumerário. semelhante a um assobio involuntário. freqüentemente desprovido de esqueleto e unidos por um pedículo à superfície cutânea. constituído de bacilos Gram. a sífilis terciária. que pode ser muito grave se não tratada adequadamente. Sigmóide – Em forma da letra grega sigma. Sexta. a sífilis latente. É uma doença profissional que ocorre na mineração. Shunt – Comunicação anormal de duas partes do aparelho cardiovascular no qual ocorrem pressões diferentes. Sigmoidectomia – Ressecção de uma parte da alça sigmóide. Siderose – Uma forma de pneumocociose. Simbiose – Vida associada de dois ou mais organismos. Sigmoidite – Inflamação da alça sigmóide. Sialite – Inflamação de um aparelho salivar. Sezões – Malária. o cancro duro. Sideroblastos – Células vermelhas que possuem ferro acumulado. do colo. Sexo – Conjunto dos elementos anatômicos e funcionais que distinguem machos e fêmeas. Sialagogo – Que produz aumento da secreção salivar. por inalação de partículas de ferro. que pode durar vários anos e na qual não apresenta nenhum sintoma ou lesão. hipertensão arterial. ambos ou todos com vantagens recíprocas. Sialorréia – Salivação excessiva. se realizadas sem a adequada proteção. Finalmente. que pode seguir-se de umas lesões estendidas por todo o corpo chamadas roséolas sifilíticas. que aparece no momento da infecção e caracteriza-se por uma lesão inicial. impaludismo. Sialismo – Salivação. que pode estender-se durante muitos anos e na qual ficam afetados os principais sistemas. como mostram as grandes epidemias. Sexualidade – Conjunto dos atributos anatômicos e fisiológicos que caracterizam cada sexo. Aplica-se mais à alça sigmóide. Simpatectomia – Excisão de parte da cadeia do sistema simpático. a doença entra em sua fase final. e. ○ ○ SINAL Sífilis – Doença de transmissão sexual causada por uma bactéria.

SINAPSE Sinapse – Ponto ou local onde as células nervosas se comunicam. Sinartrose – Articulação que não tem nenhum movimento, por exemplo, as dos ossos do crânio. Sincondrose – Articulação cujas superfícies são ligadas por cartilagem. Sincopal – Relativo à síncope. Síncope – Perda ou diminuição brusca e transitória da consciência. Sincrônico – Que ocorre ao mesmo tempo. Sindactilia – Fusão congênita dos dedos. Sindesmite – Inflamação dos ligamentos. Sindesmófitos – Ligamento articular calcificado que se observa sobretudo na coluna vertebral. Síndrome – Agrupamento de sintomas e sinais em um paciente que, ao apresentar-se conjuntamente, orientam para grupos de doenças. Sinéquia – Aderência da íris à córnea ou ao cristalino. Sinergia – Ação conjunta de dois ou mais agentes. Sinérgico – Que age em conjunto. Sínfise – Linha em que se uniram dois ossos primitivamente separados. Sinistro – Esquerdo. Sinistromanual – Referente à mão esquerda. Sinostrose – União anormal dos ossos. Sinovectomia – Ressecção da membrana sinovial. Sinóvia – Líquido espesso que lubrifica as cavidades articulares. Sinovial – Membrana que reveste as cavidades das articulações.
○ ○

SISTÓLICO Sinquilia – Fusão congênita dos lábios. Imperfuração labial. Síntese – Formação de um corpo mais complexo pela reunião de elementos simples. Muito utilizada em Química. Sintético – Artificial, obtido por síntese. Sintoma – Manifestação subjetiva de uma doença somente percebida pelo paciente, o qual pode narrá-la, mas que é impossível de medir ou comprovar, como a dor, o cansaço e as coceiras. Sintomatologia – Estudo dos sintomas. Sinusite – Inflamação da mucosa dos seios nasais. Sinusóide – Semelhante a um seio. Siringite – Inflamação da tuba auditiva. Sistema – Combinação de diferentes órgãos, cuja constituição é similar, ainda que possam estar distribuídos por todo o organismo onde realizam atos independentes. Sistema Circulatório – Conjunto de órgãos do corpo humano que conduzem o sangue pelo corpo. Pode ser denominado Sistema Cardiovascular, o qual é constituído pelo coração, pelos vasos sangüíneos e linfáticos. Sistema Digestório – Sistema constituído por um tubo que vai da boca ao ânus e por glândulas anexas a esse tubo, como: fígado, pâncreas e glândulas salivares. Sistema Límbico – Região do sistema nervoso responsável pelas emoções. Sistema Linfático – Conjunto de órgãos como o timo, baço e linfonodos que participam da defesa imunológica do corpo humano. Sistema Muscular – Conjunto de músculos: lisos, estriados e cardíacos do corpo humano. Sistema Reprodutor – Sistema Genital Feminino e Sistema Genital Masculino. Sistema Respiratório – Conjunto de órgãos que conduzem o ar do meio externo aos pulmões e destes de volta ao meio externo. Nos pulmões ocorre a hematose. Sistêmico – Que afeta o organismo inteiro. Sístole – Fase do ciclo cardíaco em que ocorre a contração de suas cavidades para impulsionar o sangue. Sistólico – Relativo à sístole.

Sinovial

Sistema Digestório

Sistema Circulatório

Sistema Linfático

Sistema Límbico

Sistema Respiratório

S

Sistema Muscular

Sistema Genital masculino e feminino

SOFISTICAÇÃO Sofisticação – Artificialismo, falsificação do natural. Sofrimento fetal – Conjunto de alterações detectadas no feto pelos controles externos que se fazem na grávida, no pré-parto. Sóleo – Músculo da perna que se insere juntamente com os gêmeos do tendão de Aquiles. Cortado esse tendão, o doente não pode mais ficar em pé nem andar. Soluções de reidratação oral – Essas soluções têm um conteúdo apropriado de glicose e de eletrólitos que conseguem restabelecer o estado normal do tubo digestivo. Soma – O corpo, excluindo as funções mentais. Somático – Pertencente ao ou decorrente do corpo ou uma parte dele. Somatização – Processo pelo qual o mal-estar emocional se manifesta como um sintoma físico, como uma dor abdominal ou de cabeça diante do estresse. Somatotrópico, hormônio – Hormônio do crescimento, secretado pela hipófise. Sonambulismo – Transtorno do sono que se caracteriza por atividades complexas durante o sono. Sonda – Instrumento rígido ou flexível, cilíndrico, apresentando ou não canal. Sonda nasogástrica – Tubo flexível que, introduzido através de uma fossa nasal, fica alojado na cavidade gástrica, permite extrair o conteúdo intestinal retido e também é utilizado como meio de alimentação. Sonda vesical – Instrumento tubular de material flexível, introduzido através da uretra para esvaziar a bexiga e evitar uma retenção urinária. O ideal é manter a sonda o menor tempo possível. Sua colocação sempre deve contar com uma equipe treinada e especializada para obedecer às medidas de higiene necessárias. Sono – Período ativo de nosso ciclo diário que ocorre em fases. Sonolência – Sono incompleto. Sonoterapia – Método terapêutico que consiste em provocar, por doses fracas e repe○ ○

SUBSTÂNCIA tidas de hipnóticos e de neurolépticos, um sono prolongado. Sopor – Sono profundo. Soporífero – Hipnótico. Soporífico – Medicamento que faz dormir; hipnótico; sonífero; hípnico. Soporoso – Com sono profundo. Sopro cardíaco – Ruído anormal no coração que, às vezes, é também palpável. Soro antibacteriano – Soro sangüíneo de um animal que foi vacinado com bactérias. Soro fisiológico – Cristalóide utilizado amplamente. Soro glicosado – Soluto de glicose a 47 por mil. Soro glicosado hipertônico – Soluto de glicose a 50%. Aplica-se exclusivamente na veia. Soroconversão – Período em que aumenta a quantidade de anticorpos contra o agente infeccioso e, portanto, diminui o número de vírus ou de antígenos no sangue. Um indivíduo é soropositivo se no seu sangue se detectam referidos anticorpos; e soronegativo quando não se detecta. Sorologia – Forma indireta de realizar o diagnóstico de doenças infecciosas. Quando um germe se introduz no organismo, nosso sistema imune o reconhece como estranho ao próprio corpo e produz substâncias defensivas contra ele. Soroterapia – Tratamento que consiste em administrar líquidos por via intravenosa, quando a via oral não é aconselhável. Spina bifida – Fenda congênita na coluna vertebral. Spotting – Com esse termo em inglês se conhecem pequenas hemorragias que ocorrem no meio do ciclo menstrual, de quantidade mínima. Stegomyia – Variedade de mosquito. Sub – Prefixo que significa debaixo ou sob. Substância branca – Parte do sistema nervoso central, da referida cor, por ser constituído pelas fibras nervosas.

SUBSTÂNCIA Substância cinzenta – Parte do sistema nervoso central, da referida cor, por ser constituída pela acumulação dos corpos celulares e dos dendritos dos neurônios. No encéfalo, a substância cinzenta encontra-se externamente, ficando no centro a substância branca; em contrapartida, na medula espinal é a substância cinzenta que ocupa a zona central; e a branca é que a recobre por fora. Suco entérico – Suco produzido pelas glândulas do intestino delgado. Suco gástrico – Secreção digestiva causada pelas glândulas gástricas, composta principalmente de ácido clorídrico, pepsina, lipase e mucina. Sudâmina – Erupção de vesículas esbranquiçadas na pele, constituídas de retenções das glândulas sudoríparas. Costuma aparecer em doenças febris ou após profusa sudação. Sudorese – Sudação profusa. Sudorífico – Que faz suar. Sufusão – Infiltração de um líquido do organismo nos tecidos próximos. Sugestão – Modificação do psiquismo de uma pessoa, que passa a sentir o que foi sugerido. Sugestibilidade – Estado em que o indivíduo aceita facilmente as idéias e sugestões dos outros. Suicídio – Provocação voluntária do fim da própria vida. Sulfamidas – Grupo de drogas que têm propriedades bacteriostáticas sobre bactérias. Suor – Perspiração. Líquido produzido pelas glândulas sudoríparas. Superego – Termo utilizado e criado por Freud e que se aplica à consciência.
○ ○

SUTURA Superciliar – Referente ao supercílio ou à sobrancelha. Superfecundação – Fecundação de dois óvulos, em dois atos distintos. Superfície – A parte externa. Superior – Acima. O que está por cima. Supinação – Movimento de rotação que faz virar a palma da mão para cima. Posição do decúbito dorsal. Supino – Com o dorso para baixo. Supositório – Massa cônica ou ovalar em que o medicamento vem incorporado a sólidos como manteiga de cacau, gelatina ou polietileno. Existem supositórios retais e vaginais. Supra-orbital – Acima da órbita. Suprapúbico – Acima do púbis. Supra-adrenal – Acima do rim. Supressão – Ato de impedir determinada atividade, como secreção de glândulas, tosse. Supuração – Formação de pus. Surdez – Perda ou redução da capacidade auditiva. Surdo-mudez – Falta completa de audição acompanhada de perda da fala. Quando uma criança nasce surda, ela não pode aprender a falar por si mesma. Suscetibilidade – Falta de resistência à doença. Suscetível – Sujeito; exposto. Suspensão – Forma farmacêutica em que as substâncias se encontram divididas no veículo sem se precipitarem nem sobrenadarem. Suspensório escrotal – Atadura ou bandagem que sustenta a bolsa testicular. Sutura – Costura feita por um cirurgião para unir os lábios de uma ferida ou um tecido. É uma prática habitual em cirurgia.

S

TABAGISMO
○ ○

TECIDO Talassoterapia – Tratamento pelos banhos de mar. Talha hipogástrica – Punção da bexiga com uma agulha para escoamento da urina quando não é possível fazer o cateterismo. Talidomida – Sedativo não barbitúrico, que provoca deformações no feto. Talo – Calcanhar. Tamiz – Peneira. Tampão – Quantidade de substância que oclui um orifício. Tanato – Morte. Tanatologia – Estudo da morte. Tântalo – Metal resistente, utilizado, às vezes, em cirurgia sob a forma de placa ou de fios. Taquicardia – Aumento da freqüência cardíaca. Taquipnéia – Aumento de freqüência dos movimentos respiratórios. Tarsalgia – Dor no pé. Tarsectomia – Remoção dos ossos do tarso. Tarseo – Cartilagem da pálpebra. Tarseomalácia – Amolecimento da cartilagem da pálpebra. Tarseoplastia – Cirurgia plástica da cartilagem da pálpebra. Tarseorrafia – Sutura da pálpebra. Tarseotomia – Incisão da pálpebra. Tarso – Tornozelo. Conjunto de ossos entre a perna e o pé. Tartamudez ou gagueira – Repetição involuntária e incontrolável de sílabas ou palavras, ou pausas espasmódicas, que interrompem a fluidez verbal. Tártaro – Deposição nos dentes de uma mistura de sais de cálcio predominando o carbonato. Tebaico – Relativo ao ópio. Teca – Membrana; bainha que reveste. Tecal – Relativo a uma bainha, a uma teca. Tecido – Conjunto de células da mesma natureza, diferenciadas e ordenadas de uma determinada forma e que realizam uma atividade concreta. São quatro: tecidos epiteliais (de revestimento e glandular), conjuntivos, musculares e nervosos. Tecido adiposo – Tecido gorduroso ou gordura. Tecido cartilaginoso – É o que forma as superfícies articulares, os anéis da traquéia e dos brônquios, a laringe, o pavilhão da orelha, etc.

Tabagismo – Vício de consumo de tabaco. Dizse que uma pessoa é fumante quando fuma diariamente durante um mês qualquer quantidade de cigarros. Consumir cigarros é um dos principais riscos para a saúde. Tabes – Ataxia locomotora progressiva. De causa sifilítica. Tabético – Doente com tabes. Tábido – Doente com tabes. Tablete – Pastilha medicinal. Tablóide – Comprimido. Tala – Dispositivo ortopédico que serve para imobilizar, sustentar ou limitar a mobilidade de qualquer parte do corpo até conseguir sua cura. Talalgia – Dor no calcanhar. Tálamo – Zona encefálica que processa e classifica toda informação sensitiva procedente da medula espinhal, antes de fazer-se consciente nos centros superiores. Talassemias – Grupo de anemias crônicas hereditárias decorrentes uma síntese desequilibrada nas cadeias de proteína espaços a mais que compõem a hemoglobina.

Temporal. músculo – Um dos músculos mastigadores. do baço. embora também possa surgir o começo do pêlo pubiano. O tecido de sustentação dos neurônios é a neuróglia. Telessistólico – No fim da sístole. do fígado. forma a trama das glândulas. Tenotomia – Incisão de um tendão. as camadas internas das membranas e as células secretoras. ○ ○ TÉPIDO Temporais – Dois ossos que formam as paredes laterais do crânio. Tecido muscular – Tecido especializado em contração e relaxamento. Telarquia e puberdade prematura – O desenvolvimento das mamas e dos pêlos pubianos em meninas ocorre. adquirida ao comer-se carne de porco mal passada. nestes casos. da medula óssea. que começa a ficar quente. Tecido conjuntivo – O mesmo que tecido conectivo. proteção das articulações ou ajuda para caminhar. das amídalas. rico em colágeno. mamilo. Tecido linfóide – Ou adenóide. Tenífugo – Que expulsa a tênia. Tênia – Verme hermafrodita plano que pode infectar o homem. Telangiectasia – Dilatação dos vasos sangüíneos cutâneos. Tenicida – Que mata a tênia.TECIDO Tecido conectivo – Serve de sustentação e união de outros tecidos e órgãos. Tenodinia – Dor num tendão. sem aparecimento de outros sinais de puberdade. Tenesmo – Sensação imperiosa de ter que urinar ou defecar urgentemente. Tenar – Região da palma da mão na eminência do polegar. Tenoplastia – Reparo cirúrgico de um tendão. diferente segundo a região onde ele se encontra. Tendão – Tecido fibroso onde se inserem músculos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ T ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Tecido ósseo – Constitui a estrutura interna do osso. e a Tenia solium. Têmpora – A parte da cabeça entre o ponto externo do olho e a orelha. Tecido nervoso – É o mais importante e delicado dos tecidos. Tecido epitelial de revestimento – É o que forma as camadas externas da pele e das mucosas. adquirida ao comer-se carne crua ou mal passada de vaca. composto de neurônios que são as células nervosas com seus prolongamentos. Tenossinovite – Inflamação de um tendão e da bolsa sinovial. Temperamento – A visão mental que o indivíduo tem. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ Tendão ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Tendinite – Inflamação de um tendão muscular. Nos meninos. ocorre com menos freqüência. Tenótomo – Instrumento cirúrgico para corte de ligamentos e tendões. Tenalgia – Dor no tendão. Telalgia – Dor no bico do seio. Existem dois tipos fundamentais: a Tenia saginata. Tecido fibroso – É uma variedade de tecido conjuntivo. mas este primeiro termo é mais utilizado. antes dos 8 anos de idade. Télio – Bico da mama. Tegumento – Envoltório de um corpo. Tépido – Morno. Técnico ortopedista – Pessoa que colabora com a equipe de reabilitação na fabricação de próteses sob medida para pacientes que delas necessitam para alívio da dor. Telúrico – Relativo à lua.

especialmente nas mãos e nos pés. sempre a mesma temperatura. e que se presume provir da inclusão de um feto em outro. avermelhamento em um ponto localizado e. cabelos. Termômetro – Instrumento para medir a temperatura dos doentes. Termografia – Medição gráfica da temperatura por meio da impressão das radiações infravermelhas. que desencadeia uma dor intensa. Testosterona – Principal hormônio andrógeno secretado. Termoanestesia – Insensibilidade ao calor. Tetaniforme – Semelhante ao tétano. Terçol – Inflamação aguda de alguma glândula sebácea da pálpebra. Termometria – Medida da temperatura. caracterizada por espasmo muscular. Atua em conjunto com o fisioterapeuta e o psicólogo. Termocautério – Instrumento com uma ponta de platina que é mantida em alta temperatura. Testículos – Órgãos genitais masculinos encarregados da produção das células reprodutoras denominados espermatozóides e hormônios sexuais masculinos. pelo tecido intersticial testicular do homem. Tetania – Espasmos nas extremidades. Teratóide – Semelhante a um monstro. irritabilidade e cor da pele. movimentos respiratórios. Teratologia – Estudo de monstruosidades. Cada episódio é acompanhado de intensa ansiedade e sinais de ativação vegetativa. Termolábil – Que se altera pelo calor. Tetraciclinas – Grupo de antibióticos quimicamente aparentados. em matéria inorgânica. do homem. Termoterapia – Tratamento pelas aplicações de calor. Teratoma – Tumor que contém dentes. Terebrante – Semelhante a uma verruma perfurando o corpo. Terror noturno – Episódios recorrentes de súbito despertar que surgem durante o primeiro terço do período principal de sono e que se iniciam com um grito de pânico. Terçã – Febre da malária que ocorre a cada 48 horas. unhas. principalmente. Termal. Termal – Relativo ao calor. Terapia – Terapêutica. tônus muscular.TERAPEUTA Terapeuta ocupacional – Profissional treinado para manter capacidades motoras e táteis. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Cisto dermóide. Contraturas tônicas intermitentes. Tetanóide – Imitando o tétano. ○ ○ TETRACICLINAS Teste de Apgar – Índice que avalia o estado geral do recém-nascido avaliando de forma rápida cinco parâmetros: freqüência cardíaca. às vezes. O bacilo encontra-se no solo. nas fezes dos animais e. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ Testículos ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Termômetro Termostato – Instrumento que mantém. Teratismo – Monstruosidade. acumulação ou saída de pus. às vezes. de maneira automática. Térmico – Relativo ao calor. Termoestável – Que não se altera pelo calor. Terapêutica – Tratamento das doenças. Tétano – Doença aguda infecciosa causada pelo Clostridium tetani.

mediante a aglutinação com soros aglutinantes. Tibial – Relativo à tíbia. posição anormal da aorta e hipertrofia do ventrículo direito.TETRALOGIA Tetralogia de Fallot – Alteração congênita cardíaca que consiste em quatro defeitos simultâneos: estenose da válvula pulmonar. febre – Infecção febril causada pela Salmonella typhii. em situações de má absorção e vômitos da gravidez. O outro é a fíbula. reiterado e involuntário de um grupo de músculos muito localizados ou uma focalização rápida repetida. Vibra com o som e coloca em movimento a cadeia de ossinhos. presente em alguns alimentos como queijos muito fermentados. de forma arrítmica e estereotipada. Tiramina – Substância que possui grande poder hipertensivo. Tifóide. Timectomia – Retirada do timo. Tique – Movimento convulsivo. Tímpano – Membrana elástica que separa o ouvido externo do médio. Tifo amarílico – Febre amarela. comunicação intraventricular. ○ ○ TIREÓIDE Timoma – Tumor maligno do timo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ T ○ ○ ○ ○ ○ ¡ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Tireóide . Desempenha importante papel no metabolismo energético. Tifo exantemático – Tifo verdadeiro. Tinhas – Infecções da pele causadas por fungos. ¡ Tibial ○ Tiflite – Inflamação do intestino. vinhos tintos. Tíbia – Osso principal da perna. Tipóia – Dispositivo terapêutico que se utiliza para imobilizar um membro. Timpanite – Inflamação do tímpano. Timpanismo – Distensão por gases. Tintura – Solução alcoólica de uma droga. Tifo abdominal – Febre tifóide. Sua deficiência costuma estar associada a outras deficiências vitamínicas. Timo – Glândula bilobulada situada no tórax. concretamente apoiada no conduto que vai da laringe à traquéia. Tipagem – Exame dos tipos sangüíneos. Tiamina – Vitamina B. otite média aguda. chocolates. Tifo epidêmico – Doença infecciosa febril grave causada por uma riquétsia. Só é feita em casos de miastenia grave. por baixo da glândula tireóide. sem finalidade. Timpanotomia – Incisão do tímpano. Tifo murino – Enfermidade infecciosa febril grave causada por uma riquétsia e transmitida ao homem pelas pulgas dos ratos. Miringotomia. É relativamente freqüente no alcoolismo crônico. Tireóide – Única glândula situada na parte média do pescoço. É recoberta em sua face externa por pele e na interna pela mesma mucosa que reveste a caixa timpânica.

Sua deficiência é rara e costuma surgir em doenças com má absorção de gorduras. Toracoplastia – Operação com ressecção de costelas antigamente praticada contra a tuberculose pulmonar. Toracólise – Separação de aderências entre as duas folhas da pleura. Titulação – Verificação do título de uma solução. Tolerância – Capacidade de tolerar uma substância. Título – Padrão de pureza ou potência. associada à falta de outras vitaminas lipossolúveis. Tisana – Beberagem com fraco poder medicinal. típicos da gota. Tonsilótomo – Amidalótomo. Tofos – Nódulos formados por depósitos de uratos. indolente. Tísica – Tuberculose pulmonar. Tonsilar – Amidaliano. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Tonsila ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Intoxicação. Toque retal – Técnica utilizada muito freqüentemente para o exame da próstata. Tosse – Expulsão brusca de ar dos pulmões que produz ruído ao chocar-se com a glote semifechada. Torção – Distensão e ruptura da cápsula articular e dos ligamentos como conseqüência de um movimento anormal da articulação. Tórax – Região anatômica entre o pescoço e o abdome. Torniquete – Laço para comprimir vasos sangüíneos. O pescoço fica inclinado para um lado em virtude do espasmo do músculo esternocleidomastóideo. Tirotoxicose – Elevação dos hormônios circulantes da tireóide que pode ser decorrente do hipertireoidismo ou da administração exógena de iodo ou de hormônio. Torcicolo – Manifestação reumática. fígado e carne. Topoalgia – Dor local. Tônus muscular ou tonicidade muscular – Mínima contração muscular a que os músculos se encontram submetidos de maneira normal. Instrumento para extirpação das amídalas. Torcicolo congênito – Retração ou encurtamento do músculo esternocleidomastóideo no pescoço. Tórpido – Entorpecido. Torpor – Letargia. Tem ação antioxidante. ○ ○ TOXEMIA Tonsurante – Que faz cair o cabelo. Encontrase nas gorduras de grãos.TIREOIDECTOMIA Tireoidectomia – Retirada cirúrgica de parte da glândula tireóide. Tópico – Medicamento que se aplica externamente e que vai agir em determinada região. Toracotomia – Operação de abertura do tórax. sem estar realizando contrações de modo voluntário. Topografia – Estudo das várias partes do corpo. Tocoferol – Ou vitamina E. Titilação – Ação de fazer cócegas. Toracentese – Punção e aspiração da cavidade pleural onde houve formação de derrame. Tireoprivo – Decorrente da falta de função da tireóide. Toque vaginal – Introdução da mão enluvada na vagina para exame. Tonsilas – Amídalas. Toxemia – Presença de toxinas no sangue. Tireotrópico – Que tem afinidade com a glândula tireóide. Tirosinemia – Doença causada por um erro congênito do metabolismo dos aminoácidos. Toracocentese – Toracentese. Tonômetro – Instrumento para medir a tensão ocular. ovos. protegendo as membranas celulares. Torção testicular – É a torção do testículo e do cordão espermático que provoca interrupção da chegada de sangue ao testículo. Tireoidite – Doenças que inflamam a tireóide. Tisiologia – Estudo da tuberculose. Tonsilotomia – Incisão na amídala. ○ Tonsilectomia – Retirada das amídalas.

Toxicômano – Viciado no uso de tóxicos. Translúcido – Que só deixa passar parte da luz. Toxocariase – Infecção no homem pelo cão.TOXICIDADE Toxicidade – Qualidade de ser tóxico. mas unidos entre si por uma membrana extensível. se expanda quando se introduz um grande pedaço de alimento. Os vermes adultos vivem no intestino do cão e infectam o homem quando ingere os ovos que são expulsos pelas fezes. alterações da personalidade. Transmissível – Doença que se transmite direta ou indiretamente de uma pessoa a outra. Transperitonial – Através do peritônio. a qual permite que o esôfago. É indicada quando a faringe está obstruída pela formação de um tumor. edema ou incursão de um corpo estranho. situado atrás da traquéia. A transaminase é liberada no sangue provindo de células lesadas. Toxoplasmose – Infecção pelo toxoplasma. Toxina – Veneno geralmente de origem bacteriana. em forma de “C”. Tracoma – Conjuntivite causada por um vírus. Traquéia – Conduto respiratório ímpar. Toxicomania – Impulso irresistível ao fazer uso de tóxicos entorpecentes.5 cm de largura. Sua dosagem permite avaliar o estado dessas células e desses órgãos.. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Transmigração – Passagem de uma célula através de uma membrana. ○ ○ TRAQUEOSTOMIA Transplante renal – Tratamento preferido nas situações de perda total e irreversível da função de ambos os rins. Transaminase – Enzima que transfere o grupo amina de uma substância para outra. Transplante hepático – Substituição do fígado doente de uma pessoa pelo saudável de outra. Tóxico – Venenoso. Transiluminação – Iluminação das paredes de uma cavidade pela luz que a atravessa. Transfusão – Administração de sangue para compensar sua perda por intervenção cirúrgica. É formada por 16-20 anéis cartilaginosos. Transtorno dissociativo – Tipo de neurose na qual os conflitos emocionais se encontram tão reprimidos que determinam o desdobramento da personalidade com a atração do estado de consciência ou confusão na identidade. abertos em sua parte posterior. Transtorno subjacente – Enfermidade de base que um paciente tem. Traquelorrafia – Sutura da traquéia. Transferência – Termo utilizado em Psiquiatria. causando encefalite e manifestações graves em outros órgãos. Toxicose – Doença por envenenamento. Toxicoemia – Toxemia. pensamentos obsessivos e atos compulsivos que causam sentimentos de sofrimento e angústia desproporcionados em relação à situação em que se vive. Transfusão indireta – Quando o sangue é retirado e guardado em recipiente com citrato de sódio para não coagular. Traqueostomia – Inserção de um tubo na traquéia por meio de uma intervenção cirúrgica. Transuretral – Através da uretra. doença ou traumatismo. o paciente transfere suas emoções para o médico. Trapézio – Primeiro osso da segunda fileira do carpo. Toxígeno – Que produz toxina. situado na continuação da laringe. Transudato – Substância que passou através de uma membrana. Toxóide – Toxina modificada que perdeu sua ação tóxica. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ T Traquéia ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Traqueíte – Inflamação da traquéia. Toxicologia – Estudo dos tóxicos. toxidez. Transtorno neurótico – Transtorno caracterizado por cansaço mental. de 12 cm de comprimento por 2. trasmissível. estado intenso de ansiedade. Transfixante – Que corta e atravessa ao mesmo tempo.

costuma evoluir em gomos ao longo dos anos. Triquinose – Infecção intestinal e de diferentes órgãos. Tricofagia – Vício de roer cabelos. Traumatismo. sobrevém a gangrena das regiões afetadas. Afeta mais homens jovens e fumantes. mais freqüente em crianças e retardados por causa da falta de medidas higiênicas. Tripsina – Um dos fermentos do pâncreas. causada pelo verme Trichinella espiralis. Trígono – Triângulo. É um sintoma freqüente no tétano. mas que não pretende curar a doença. Traumatologia – Estudo dos traumatismos. ○ ○ TROMBÓCITOS Trigêmeo – Triplo. Se se deslocar desse lugar de origem. que leva lentamente à oclusão de sua luz. Tripanossomíase – Infecção por tripanossomas. causará um êmbolo. Tratamento sintomático – Aquele que tem como objetivo melhorar os sintomas e não curar a enfermidade. Traumático – Relativo a traumatismo. Trépano – Instrumento para trepanação. dores musculares. encontrado no tubo digestivo. por ser isso impossível. Tripanossoma – Gênero de parasitas microscópicos. às vezes. Tríceps – Músculo da parte posterior do braço. Trófico – Relativo à nutrição. acompanhadas de muco e sangue. febre. Trombina – Fator essencial da coagulação.TRAQUEOTOMIA Traqueotomia – Incisão efetuada na traquéia através do pescoço para permitir a passagem do ar quando existe dificuldade para respirar. Tratamento paliativo – Modalidade de tratamento que tenta melhorar ou aliviar os sintomas que o paciente apresenta. ou seja. Tricofitose – Infecção do cabelo e dos pêlos por fungos. Trocânter – Saliência de grande tamanho num osso. flebites superficiais e o fenômeno de Raynauld. para cortar o crânio em pedaços circulares. mal-estar generalizado e inchaço ao redor dos olhos. tóxicos. especialmente dos membros inferiores.000 por microlitro. Nódulo de cabelos engolidos. Trombócitos – Plaquetas sangüíneas. Tricobezoar – Bezoar. Trismo – Contração involuntária dos músculos responsáveis pela mastigação. seja por problemas em sua produção medular como destruição dos megacariócitos que as produzem na medula óssea por causa de infecções. e com freqüência aparecem úlceras isquêmicas. Um dos nervos cranianos. Trombectomia – Remoção de um coágulo sangüíneo. Trombocitopenia – Diminuição do número de plaquetas aquém de 150. Trauma – Lesão. Tricúspide ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . tumores ou excesso de destruição no baço. deve-se tentar tratá-la de maneira global e levá-la a mais de um especialista para cobrir todas as alterações que causa. Tripsinogênio – Precursor da tripsina. ou porque não há tratamento ou porque as possibilidades de cura são escassas ou apresentam muito risco. Trombo – Coágulo sangüíneo no interior de um vaso que permanece no lugar de sua formação. encontrado no sangue. Tratamento – Conjunto de meios para curar uma doença. Tratamento multidisciplinar – Quando uma enfermidade afeta mais de um campo da Medicina. A abertura é feita por baixo da laringe. Tricocefalose – Infecção intestinal que afeta a espécie humana. Trocarte – Instrumento de ponta aguçada para puncionar. Triconose – Anormalidade no cabelo. que causa uma doença caracterizada por diarréia. Nas fases avançadas. Pode causar fezes pouco consistentes. Tricúspide – Com três pontas. Trofoneurose – Distúrbio da nutrição de causa nervosa. Tromboangeíte obliterante – Inflamação idiopática e crônica do interior de artérias e veias.

gado vacum e. em geral invasiva. Tromboplastina – Tromboquinase. Túbulo – Pequeno tubo. Em geral. Suas células não desempenham nenhuma função especial no ser vivo e multiplicam-se por conta própria. Tromboquinase – Princípio ativo que se libera quando as plaquetas sangüíneas se desintegram. ¡ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ T . Tumor ou neoplasia – Qualquer crescimento celular anormal que se agrupa formando uma massa de tecido novo. alterações nos fatores da coagulação. Turbinectomia – Ressecção de um corneto. Tumor cerebral – Neoplasia do sistema nervoso central. Trombose venosa profunda – Formação de um coágulo no interior de uma veia do território venoso profundo.TROMBOLÍTICO Trombolítico – Substância que desfaz os coágulos. Tuberculose – Infecção bacteriana crônica causada pelo Mycobacterium tuberculosis. ○ Tubo ovariano – Referente à tuba e ao ovário. situados na parte superior e em ambos os lados do útero. aumento da viscosidade sangüínea. Envoltório. não respondendo a nenhum dos sistemas de controle do organismo. são plaquetas com baixa adesividade. ○ ○ TÚRGIDO Tuberculoma – Tumor de natureza tuberculosa. Tubérculo – Nódulo ou pequena eminência. Túnica – Camada. Tubas uterinas – São dois condutos com uns 10 centímetros de comprimento. Tumefação – Intumescimento. Tubagem gástrica – Lavagem do estômago. Tularemia – Enfermidade infecciosa que afeta sobretudo mamíferos e é transmitida ao homem por contato direto através da pele. Trombopatias – Alterações do funcionamento das plaquetas que podem causar também hemorragias. também pássaros e peixes. Turgescência – Intumescimento. Túrgido – Intumescido. cirurgia e ingestão de estrógenos. Tuberosidade – Projeção arredondada e grande num osso. Sifonagem gástrica. Os mamíferos mais afetados são coelhos. apesar de não costumar ultrapassar o eixo cérebro-espinal. Tuberculina – Extrato glicerinado de bacilos da tuberculose ou bacilos de Koch. às vezes. Tubular – Em forma de tubo. Tubo endotraqueal – Conduto produzido para ser inserido na traquéia para auxiliar a respiração e manter a via aérea permeável. esquilos. Os caçadores são os que sofrem maior risco. Trombose cerebral – Formação de um trombo nos vasos que irrigam o córtex cerebral. Tubo de ensaio – Tubo ou frasco de vidro utilizado em laboratório. veados. ainda que seu número absoluto não se altere. Tumor primário – Aquele que se encontra em seu lugar original. Tumefaciente – Que produz tumefação. As causas mais freqüentes são estase venosa. Tuba auditiva – Conduto que comunica a caixa timpânica com o ar ambiente do exterior. ratos. Trombosado – Com trombose. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Tubo endotraqueal Tubas uterinas Tronco – O torso.

Ungueal – Relativo à unha. Urato – Sal do ácido úrico. Unção – Ato de aplicar um linimento em fricções. É a unidade de transmissão de uma ordem nervosa ao músculo que se traduzirá por um encurtamento da fibra muscular e um movimento específico. produzindo uma erupção acompanhada de coceira intensa. Unípara – Que só teve um filho. Unilocular – Referente a um só olho. Unicelular – Monocelular. Unciforme – Em forma de gancho. Pode ocorrer também no pulmão e no sistema digestório. Úlcera péptica – Perda de substância circunscrita. Unha encravada – Penetração da borda livre da unha na pele que a rodeia. Úlcera fagedênica – Úlcera cuja ação necrosante prossegue sem interrupção. as ramificações nervosas e a fibra muscular inervada. o rádio e a escápula. Unidade motora – Conjunto formado pelo neurônio. A larva invade a pele exposta.ÚLCERA ○ ○ URÉIA Umbilicação – Depressão em forma de umbigo. decorrente de hemorragia que o verme causa ao fixar-se no intestino. Ulceração – Formação de úlceras. seu axônio. Untuoso – Gorduroso. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Úmero ○ ○ Úlcera – Perda de substância de um epitélio. causada em zonas de apoio nos pacientes imobilizados. composto de uma única célula. Uréia – Resíduos excretados pelos rins provenientes do metabolismo protéico. Umbigo – Depressão abdominal de diferente morfologia que corresponde ao ponto de inserção do cordão umbilical no feto. Unilateral – Encontrado de um só lado. Úmero – Osso longo do braço. porém o sintoma mais significativo é a anemia pela perda de sangue. Ultramicroscópico – Invisível ao microscópio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ¡ ○ ○ ○ . normalmente na curvatura menor do estômago e duodeno. Úlcera varicosa – Ulceração da parte medial da perna por problemas nas veias. Ulna – Osso do antebraço. Úlcera de decúbito – Perda de substância cutânea. decorrente de necrose. localizada em áreas expostas ao ácido. Ulorragia – Hemorragia gengival. que se articula com o cúbito. Úlcera fungosa – Úlcera recoberta de granulações. sem cicatrizar e com tendência a persistir. Ulcerativo – Referente a uma ulceração. de profundidade variável. Umidade – Porcentagem do vapor de água no ar atmosférico. Uncinariose – Infecção que afeta fundamentalmente a pele. Umbral convulsivo – Quantidade de estímulo necessário para causar uma crise convulsiva.

Uremia – Aumento exagerado dos níveis de uréia no sangue. ○ ○ UVULECTOMIA Urina residual – Urina que permanece na bexiga após a micção. Urinífero – Que conduz urina. Urologia – Estudo do aparelho urogenital. Uréia aumentada é sinal de uremia próxima e de insuficiência da função renal. Urticante – Que produz urticação da pele. denominada íris. Uretrografia – Exame de raios X da uretra mediante injeção prévia de um contraste. Seu orifício exterior se chama meato. Ureterocele – Alargamento cístico de uma parte do ureter.I. Uterino – Relativo ao útero. Uretrocele – Divertículo da uretra. com coceira e ardência e secreção de sangue e até pus pela uretra. Uvulectomia – Excisão da úvula. esvaziando-a. Uretrorragia – Hemorragia da uretra. tanto em homens como em mulheres. Uretralgia – Dor na uretra. Urólito – Cálculo na urina. Ureter – Estrutura em forma de tubo. Ureterolitotomia – Operação para remoção de um cálculo encravado no ureter. Urostomia – Derivação dos ureteres de um pedaço de intestino delgado que. Mede-se mediante cateterismo. Ureteralgia – Dor no ureter.URÉIA Uréia no sangue – Normalmente. como um esfíncter. Úvula – Extremidade do palato muscular. Urina – Produto produzido pela depuração sangüínea dos rins. Urinoso – Que contém urina. em sua zona anterior. a proporção é entre 30 a 35 mg por 100 cm3 de sangue. Ureterite – Inflamação do ureter. ○ ○ ○ U ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Uretra – Conduto que conecta a bexiga urinária com o exterior e pelo qual elimina a urina contida nela. Urese – Formação de urina. como conseqüência de uma insuficiência renal ou de alterações no conteúdo salino aquoso do organismo. Uretroplastia – Cirurgia plástica da uretra. U. caracterizada por agulhadas e coceira que podem durar desde poucos minutos a várias horas. Urogenital – Relativo aos órgãos genitais e urinários. – Unidade de tratamento intensivo. Ureterectomia – Excisão de um ureter. que apresenta uma abertura fechada. Uveíte – Inflamação da úvea. Uretroscópio – Aparelho para exame visual da uretra. Uricemia – Excesso de ácido úrico no sangue. por sua vez. Uretrótomo – Instrumento para praticar a uretrotomia. Uretrotomia – Seccionamento de uma estenose da uretra. Da zona mediana de cada rim parte um ureter que desemboca na face posterior da bexiga. Uretrite – Inflamação da uretra. Ureteropiose – Supuração no ureter. Úvea – Camada média do olho. que causa uma dor intensa ao urinar. deriva da pele. Uterovesical – Relativo ao útero e à bexiga. Urocromo – Pigmento corante da urina. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Útero ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Útero ○ ○ ○ Uterossalpinografia – Exame radiológico do útero e das tubas. Útero – Órgão feminino encarregado de abrigar o desenvolvimento do feto durante os nove meses da gestação. Urologista – Especialista em Urologia.T. Urticação – Irritação da pele com sensação de queimadura. Ureterólito – Cálculo no ureter. encarregada de levar a urina dos rins até a bexiga. Urticária – Reação cutânea de etiologia diversa que se caracteriza pelo surgimento brusco de verrugas e vergões que produzem um intenso prurido Urtiga – Vegetal que produz uma erupção urticariante fina ao contato com a pele. Seu comprimento e sua disposição são bastante diferentes no homem e na mulher.

Vacina de DTT – Abreviatura de vacina contra difteria. sangramento e dor durante as relações sexuais. Vaginalite – Inflamação da túnica vaginal. mas também coletivo. administrada em repetidas doses desde o terceiro mês de vida até 14 anos de idade. entre outras a pneumonia pneumocócica. Vacina polivalente – Contém vários sorotipos de uma mesma espécie. Vacinação – Administração de um microrganismo. tem baixo custo com relação aos bons resultados que obtém. para que o sistema imunológico a reconheça e fabrique anticorpos. Vacinação antitetânica – Vacina inativada que é preparada modificando-se a toxina da bactéria Clostridium tetani de modo que perca sua eficácia. É uma das medidas de prevenção mais eficazes. Vagina – Conduto que mede cerca de 9 cm e que comunica o colo do útero com o exterior. ○ Vaca louca – Termo popular para encefalopatia espongiforme subaguda viral. como conseqüência da diminuição de estrógenos. Predispõem ao surgimento de infecções. É uma vacina inativada. Vazio. sobre cada pessoa. tétano e tosse. Vacinação antipneumocócica – Contra o pneumococo ou Streptococcus pneumoniae. Vaginismo – Espasmo doloroso da vagina. Vácuo – Espaço do qual foi retirado o ar. Vago. de parte dele ou de um produto ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Vacina recombinante – Nova vacina surgida com a técnica de manipulação genética. ao cortar a cadeia epidemiológica da enfermidade. agente causador de várias doenças. Vaginite atrófica – Mudanças na mucosa da vagina nas mulheres após a menopausa. Além disso.VACA ○ ○ NERVO derivado dele com o objetivo de provocar uma resposta do sistema imunológico similar à resposta da infecção natural. Vacina combinada – Contém antígenos de vários agentes infecciosos diferentes. sobre a comunidade. Vacinas de microrganismos mortos ou inativados – Essas vacinas são obtidas inativando os microrganismos por procedimentos químicos ou físicos. mas que conserve sua estrutura. Vacinas de microrganismos vivos ou atenuadas – São constituídas por microrganismos que perderam a virulência. A vacinação não só oferece um benefício individual. São substâncias que protegem tanto a pessoa inoculada como a coletividade em que vive. décimo par de nervos cranianos. nervo – Nervo pneumogástrico. Vacina – Produto biológico utilizado para conseguir imunização ativa artif icial. Vacinações sistemáticas – Aquelas aplicadas em toda a população e que fazem parte dos calendários de vacinação de uma comunidade. Vacinação antigripal – Preparada com vírus ou pedaços de vírus que estão mortos. Exemplo disso é a vacina recombinante contra a hepatite B.

Variolização – Inoculação com o vírus não modificado da varíola. Varicocele – Dilatação. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Vasectomia ○ ○ ○ Vaso – Um canal ou ducto no corpo. geralmente do sistema superficial dos membros inferiores. Vascularização – Formação de vasos. entre o ventrículo esquerdo e a aorta. Vaso linfático – Vaso que carrega a linfa. Valvoplastia percutânea com balão – Dilatação ou abertura de uma válvula estreita com uma sonda inflável. bolhas e crostas que deixavam cicatrizes. nas pernas. e em 5%20% é bilateral. Vasodilatação – Dilatação da luz de um vaso. Vasculites necrotizantes – Doenças relacionadas com inflamação das artérias e veias. tanto de calibre mediano. Varizes – Alongamento e dilatação. em forma de varizes. Valvoplastia – Reparação cirúrgica de valva insuficiente. Vasoconstricção – Diminuição do calibre de um vaso por contração de suas fibras musculares. nos braços. Veia – Vaso de sentido sangüíneo centrípeto. Válvulas – Lâminas elásticas cuja missão é controlar o fluxo de sangue que circula pelo interior do coração mediante abertura ou fechamento. Valva aórtica – Válvula situada no coração. Vascular – Relativo a vasos. seguidas de uma série de protuberâncias. Varicotomia – Incisão de uma veia varicosa. situada entre o átrio esquerdo e o ventrículo esquerdo. grande ou pequeno. encarregado de devolver o sangue às cavidades cardíacas. Vasectomia – Método de esterilização que consiste na secção e ligadura dos ductos deferentes. Vegetativo – Referente ao crescimento e à nutrição. como a veia cava inferior. Varicônfalo – Varizes no umbigo. Vasospasmo – Espasmo de um vaso sangüíneo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ V ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Varicela – Doença causada por um vírus denominado Varicela-zoster. felizmente. erradicada. Valina – Aminoácido alifático essencial que constitui as proteínas. Em 80%-90% dos casos. Sua origem mais comum é a hipertensão portal. Valva cardíaca – Cada uma das quatro estruturas cardíacas que controlam o fluxo sangüíneo.VAGOTOMIA Vagotomia – Secção do nervo vago. na face. Veia porta – Veia da região do hilo hepático. bicúspide ou átrio-ventricular esquerda – Uma das quatro válvulas do coração. Varicocelectomia – Exérese de uma varicocele. independente da consciência ou vontade. ○ ○ VEIA Varizes esofágicas – Dilatações das veias esofágicas. de médio ou grande calibre. em forma tortuosa. complicação freqüente da cirrose hepática. que apresentava erupções no pescoço. Vegetação – Excrescência. Vasculite – Inflamação dos vasos sangüíneos. Valva mitral. das veias que rodeiam o testículo. nodosidade. Varíola – Infecção viral já. Válvula ileocecal – Válvula que existe no encontro do intestino delgado com o intestino grosso. Vasoativo – Substância que altera o calibre dos vasos. afeta o lado esquerdo. Podem ser pequenas. das veias. Variolóide – Forma benigna de varíola.

Vertigem – Sintoma que se manifesta por uma sensação de giro de objetos muito intensa e de aparecimento brusco. Vermicida – Que mata os vermes. Vesania – Psicose. Venografia – Exame das veias com injeção de contraste. Ventosa – Pequeno copo em forma de sino no qual se rarefaz o ar por meio de uma chama e que se aplica sobre a pele para atrair o sangue para a sua superfície. Versão – Ato de fazer girar. Venoso – Relativo à veia. Vertiginoso – Com vertigem. Vermífugo – Que extermina os vermes. Vênula – Pequena veia. Vértebras – Conjunto ósseo da coluna vertebral composto por doze vértebras dorsais. Vesânico – Louco. Ventral – Termo utlizado para designar estrutura próxima ao plano anterior do corpo. encefálicas ou laríngeas. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Veia cava superior Arco da aorta ○ ○ ○ Vértebras ○ ○ Vértex – O ponto mais alto do crânio. de mudar a posição do feto no interior do útero para permitir o parto. Veneno – Substância que produz alterações graves no organismo. Tronco pulmonar Ramos coronários Veias cavas Veias cavas – Cada uma das duas grandes veias que transportam o sangue da circulação periférica até o átrio direito do coração. Ventrículos – Câmaras do corpo humano. Venereologia – Estudo das doenças venéreas. sacro e cóccix. Ventriculografia – Exame dos ventrículos cerebrais. Venessecção – Incisão de uma veia. podem ser cardíacas. cinco lombares. Veias varicosas – Veias dilatadas. no tórax. Venéreo – Relativo a relações sexuais. sete cervicais.VEIAS ○ ○ VESÂNICO Verrugas palmoplantares – Lesões causadas pelo vírus Papiloma humano na sola dos pés. relativo à vertigem. Ventilação – Suprimento de ar puro. insano mental. Vermicular – Em forma de verme. Verrugas vulgares – Lesões causadas na pele pelo vírus Papiloma humano. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Venóclise – Injeção venosa de líquido em grande quantidade como soro e sangue.

que o substitui. Viloso – Cheio de pêlos ou cabelos. Vestíbulo – Espaço na entrada de um canal. que leva a infecção. tensas. produzida pelo fígado. Vesicante – Vesicatório. protetores contra as poeiras e corpos estranhos. Virose – Nome genérico das doenças causadas por vírus. Vesicatório – Vesicante. Visceralgia – Dor em uma víscera. Viciado – Corrompido. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Vírus ○ ○ ○ Visão – Ato ou capacidade de ver. que armazenam o sêmen produzido nos testículos para liberá-lo no momento da ejaculação. situados em torno do núcleo. por acúmulo de serosidade sob a vesícula ou dentro da epiderme. no protoplasma da célula infectada por um vírus. a rubéola. Viscoso – Pegajoso. a caxumba e a varicela. tais como o sarampo. Vício – Dependência física e psicológica de uma droga ou estimulante. Vicariante – Que faz o papel de outro.VESICAL Vesical – Referente à bexiga urinária. Vesicotomia – Incisão da bexiga. Sua inflamação é denominada colecistite. Vigília – Estado de consciência ativa que alterna com o sono. Vesiculação – Formação de vesículas. Os mais freqüentes são: alcoolismo e tabagismo. ○ ○ VISUAL Vipoma – Adenopatia generalizada observada durante o período de incubação de certas doenças infecciosas agudas. Vibrissas – Pêlos do ouvido externo. sua maior transmissibilidade. de poucos milímetros de diâmetro. Vesículas seminais – Dois pequenos receptáculos situados ao lado da parte prostática da uretra. Violeta de genciana – Corante utilizado contra fungos como monília e outros. Virulência – Gravidade da infecção. que provoca o aparecimento de vesículas no corpo. nas quais aumenta o pêlo de distribuição em áreas masculinas acompanhado de anomalias genitais. Viroplasma – Aglomerados de finas glanulações irregulares. Virologia – Estudo dos vírus. Víscera – Qualquer órgão oco contido no abdome ou no tórax. Virilha – Região inguinal. Viabilidade – Capacidade de permanecer vivo. Viril – Referente ao homem. Vesícula biliar – Órgão que guarda e concentra a bile. Vibrião – Bactéria em forma de bastonete curto. Viável – Tecido com viabilidade. Visual – Referente à visão. que adere ao corpo. Viremia – Presença de vírus no sangue. ○ ○ ○ ○ V ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . Vesículas – Elevações epidérmicas circunscritas. Vetor – Transmissor. Virilização – Conjunto de modificações corporais em mulheres com transtornos hormonais supra-renais. poluído. Vilosidades coriônicas – Processo vascular que se desenvolve na superfície exterior do córion. Vírus – Microrganismo que somente pode desenvolver-se no interior de uma célula viva. ¡ Vesículas seminais ¡ Vesiculite – Inflamação de uma vesícula.

Volvo – Obstrução intestinal provocada pela torção de um laço intestinal que gira sobre seu eixo ao redor da membrana que contém os vasos sangüíneos. de forma voluntária ou involuntária. Vômica – Expulsão pela glote de um líquido primitivamente cavitário. Vivissecção – Exame científico de animal vivo. Volição – Ato de vontade. Vitiligo – Alteração da pigmentação da pele caracterizada pelo aparecimento de manchas pálidas especialmente nas mãos. Vulvite – Inflamação da vulva. Vulvovaginal – Referente à vulva e vagina. com que estes ficam presos. Vitaminas – Micronutrientes carentes de valor energético próprio. ela só pode ser medida indiretamente. Vômito – Expulsão do conteúdo do estômago pela boca. Volatilização – Evaporação à temperatura ambiente. Voyerismo – Variedade de parafilia em que o orgasmo só pode ser atingido ao observar terceiros desempenhando atividades sexuais. Volemia – Volume sangüíneo total. por diluição de um gás neutro contido em um círculo espirográfico fechado. Vômer – Osso da parte posterior do nariz. Vulvovaginite – Doença inflamatória da vulva e vagina. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . regulado pela vontade. Vulva – Órgãos sexuais femininos externos. Vomitório – Emético. ○ ○ VOYERISMO Voluntário – Livre. Vulnerante – Que fere. Vulnerável – Suscetível.VITAL Vital – Referente à vida. Volume residual – Quantidade de gás restante nos pulmões no final de uma expiração forçada. Volume globular médio – Volume médio ocupado por uma hemácia de uma determinada amostra de sangue. e o tecido morre. Volume corrente – Volume gasoso mobilizado em uma inspiração ou uma expiração normal. Que faz vomitar. no rosto e ao redor do ânus. mas indispensáveis às funções metabólicas dos seres humanos. no dorso das mãos. Vitálio – Liga metálica utilizada em cirurgia óssea. Vulnerário – Eficaz para a cura de feridas.

que costumam ser vistas nas pálpebras superiores. Wuchereria bancrofti – Também denominada filaríase linfática. reação de – Reação de aglutinação para diagnóstico da febre tifóide. Xerostomia – Secura da mucosa oral. Xerose – Pele seca decorrente de perda de umidade. estranho à química biológica e que se comporta como um tóxico ou um alérgeno face ao organismo. que se desenvolve na camada cutânea da pele. Xantocromia – Coloração amarela. Warfarina – Anticoagulante oral. causada por anormalidade que se caracteriza por uma reduzida secreção de lágrimas. ○ Xantelasmas – Placas de cor amarelada. especialmente perto dos tendões. Xantinúria – Doença causada por um erro congênito do metabolismo que causa diminuição da produção de ácido úrico e um acúmulo de xantina sem degradar-se no organismo. Xifóide – Parte do osso esterno em forma de espada. a camada mais superficial da pele ou a camada córnea tende a formar crostas e rachaduras. Xantina – Produto resultante dos circuitos de degradação das purinas. Western blotting – Procedimento analítico imunológico que permite analisar antígenos protéicos. Xantopsia – Visão amarelada dos objetos. mediante um mecanismo complexo de fragmentação e detecção. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ w ○ ○ . Xeroderma pigmentoso – Doença genética que cursa com fotossensibilidade extrema. Xântico – Amarelo. Xerorradiografia – Procedimento de obtenção de uma imagem radiológica baseada na modificação da condutibilidade elétrica do selênio sob influência dos raios X. Xenoparasitismo – Condição de um corpo inerte que se instala em um hospedeiro vivo e nele se comporta como um parasita verdadeiro. decorrente de transtorno genético hereditário. Xenodiagnóstico – Procedimento de diagnóstico das doenças parasitárias empregado quando o parasita é muito raro no sangue periférico do doente. Xantoma – Pequeno tumor benigno do tecido conjuntivo. Xeroftalmia – Secura da córnea e do tecido conjuntivo do olho. Xenofonia – Distúrbio da fonação que dá à voz um som estranho. para que sua pesquisa seja fácil. causada por efeito secundário de medicamentos. Xerocitose – Desidratação das hemácias observada em certas anemias hemolíticas hereditárias. Xerasia – Secura exagerada dos cabelos. Xantomatose – Excesso de lipóides no organismo. ricas em depósitos lipídicos. com formação de tumores disseminados.WARFARINA ○ ○ XIFÓIDE Xantodermia – Coloração amarela da pele. Xenopsila – Gênero de pulgas de animais roedores vetores de transmissão de graves doenças quando picam o homem. de manipulação ou industrial. Xerofagia – Dieta seca. formado de células histiocitárias com protoplasma espumoso. Widal. Xantoma – Tumor gorduroso benigno de cor amarelada. Xenobiótico – Produto químico.

irritabilidade e tremor. Zoonose – Doença que afeta sobretudo os animais. Zoofobia – Medo mórbido de certos animais. atração de algumas espécies de animais por outras espécies. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ B ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Zigoto . ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ A Zidovudina – Remédio oral anti-retrovírus utilizado no tratamento contra o vírus da imunodeficiência humana. Zoster – Ver Herpes-zoster. Zoofilia – Afeição pelos animais.YERSINIA ○ ○ ZOSTER Zimose – Fermentação. Apófise articular situada na união das pedículos e das lâminas das vértebras. Zoosperma – Espermatozóide. nos quais os anofelinos preferem alimentar-se. Zoosterol – Nome genérico que designa todos os esteróis de origem animal. produzindo um quadro de excitação nervosa. Zigoto – Ovo fecundado. em parte. Zinco – Elemento mineral necessário em pequenas quantidades para o bom funcionamento metabólico. Yoimbina – Alcalóide vegetal utilizado por seus efeitos como droga sobre os neurotransmissores do sistema nervoso central. Zoonose – Doença parasitária de origem animal. Yersinia – Bacilo Gramnegativo de diferentes doenças no ser humano. Zooparasito – Parasita que pertence ao reino animal. Zimase – Fermento. Zooprofilaxia – Proteção exercida face ao homem por animais. Zigoma – Osso malar. Zímico – Relativo aos fermentos. similar às anfetaminas. Zigapófise – Sinônimo de Processo Articular. Zimogênico – Que produz fermentos. Zigóteno – Caracteriza o 2o estágio ou a sinapse da primeira prófase da meiose em que os cromossomos homólogos estarão estreitamente ligados. produto da união dos gametas. enzima. Zoofobia – Medo exagerado dos animais.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful