Você está na página 1de 1

A Transparência Brasil é uma organização brasileira,

independente e autônoma.

Rua Francisco Leitão 339 cj 122


05414-025 São Paulo SP Brasil
Tel: 55 11 3062 3436
e-mail: tbrasil@transparencia.org.br
www.transparencia.org.br

Presidente: Eduardo Ribeiro Capobianco


Diretor executivo: Claudio Weber Abramo

Parlamentares candidatos já arrecadaram 75% do financiamento


eleitoral obtido em 2006

Dados recolhidos pelo projeto Excelências da Transparência Brasil (www.excelencias.org.br)


mostram que os rumores a respeito de uma crise na arrecadação de recursos para campanhas eleitorais
não se verificam entre os parlamentares em exercício nas principais Casas Legislativas brasileiras e
que são candidatos nas eleições de 2010.

Até 14 de setembro, o montante arrecadado por esses parlamentares já atinge 75% do total de
financiamento eleitoral recebido por eles em 2006, somando R$ 592.428.556. Câmara e Senado
representam sozinhos 62% desse montante.

Os recursos dos senadores candidatos mais do que dobraram com relação a 2006, indo de R$
54.807.453 para R$ 129.382.748 (aumento de 136%). Desse montante, 4% são resultado de doações
feitas pelos próprios parlamentares às suas campanhas.

Na Câmara, verificou-se uma variação de 2% no financiamento eleitoral: em 2006, foram obtidos R$


233.923.008, enquanto as parciais de 2010 somam R$ 237.588.329. As autodoações representam 13%.

Nos níveis estadual e distrital, todas as Casas alcançaram pelo menos metade do montante recebido em
2006. O destaque fica por conta dos parlamentares candidatos do Amapá, cuja arrecadação mais do
que dobrou: a proporção entre a parcial de 2010 e o montante de 2006 é de 230%. Os deputados
estaduais candidatos que mais doaram às próprias campanhas são os do Acre: 76% do total recebido
em 2010 são referentes a autodoações.

Entre os vereadores das capitais eleitos em 2008 que tentam ascender aos níveis estadual e federal em
2010, o aumento no levantamento de recursos eleitorais chegou a 2471% - caso de Teresina (PI), em
que sete vereadores disputam cargos neste pleito. Em João Pessoa (PB), os vereadores candidatos são
responsáveis por 70% do financiamento eleitoral.

Restando ainda dezessete dias para o primeiro turno, é provável que os recursos eleitorais da maioria
dos parlamentares candidatos em 2010 superem os obtidos há quatro anos.

O relatório completo pode ser acessado em http://www.excelencias.org.br/docs/Parciais2010.pdf .

Contacto: 11 3062 3436 – Ramal 25


Marina Iemini Atoji (editora do projeto Excelências)

Interesses relacionados