Você está na página 1de 5

Avaliação de Português 7ª série 1º bimestre

Fita Verde No Cabelo (Nova velha história)

Havia uma aldeia em algum lugar, nem maior nem menor, com velhos e velhas que
velhavam, homens e mulheres que esperavam, e meninos e meninas que nasciam e
cresciam. Todos com juízo, suficientemente, menos uma meninazinha, a que por
enquanto. Aquela, um dia, saiu de lá, com uma fita inventada no cabelo.

Sua mãe mandara-a, com um cesto e um pote, à avó, que a amava, a uma outra e
quase igualzinha aldeia. Fita Verde partiu, sobre logo, ela a linda, tudo era uma vez. O
pote continha um doce em calda, e o cesto estava vazio, que para buscar framboesas.

Daí, que, indo no atravessar o bosque, viu só os lenhadores, que por lá lenhavam;
mas o lobo nenhum, desconhecido, nem peludo. Pois os lenhadores tinham exterminado
o lobo. Então ela, mesma, era quem dizia: "Vou à vovó, com cesto e pote, e a fita verde
no cabelo, o tanto que a mamãe me mandou". A aldeia e a casa esperando-a acolá,
depois daquele moinho, que a gente pensa que vê, e das horas, que a gente não vê que
não são.

E ela mesma resolveu escolher tomar este caminho de cá, louco e longo e não o outro,
encurtoso. Saiu, atrás de suas asas ligeiras, sua sombra também vindo-lhe correndo, em
pós. Divertia-se com ver as avelãs do chão não voarem, com inalcançar essas borboletas
nunca em buquê nem em botão, e com ignorar se cada uma em seu lugar as plebeinhas
flores, princesinhas e incomuns, quando a gente tanto passa por elas passa. Vinha
sobejadamente.

Demorou, para dar com a avó em casa, que assim lhe respondeu, quando ela,
toque, toque, bateu:
- "Quem é?"
- "Sou eu..." - e Fita Verde descansou a voz. - "Sou sua linda netinha, com cesto e
com pote, com a Fita Verde no cabelo, que a mamãe me mandou."
Vai, a avó difícil, disse: - "Puxa o ferrolho de pau da porta, entra e abre. Deus a
abençoe."
Fita Verde assim fez, e entrou e olhou.
A avó estava na cama, rebuçada e só. Devia, para falar apagado e fraco e rouco,
assim, de ter apanhado um ruim defluxo. Dizendo: - "Depõe o pote e o cesto na arca, e
vem para perto de mim, enquanto é tempo."

Mas agora Fita Vede se espantava, além de entristecer-se de ver que perdera em
caminho sua grande fita verde no cabelo atada; e estava suada, com enorme fome de
almoço. Ela perguntou:

- "Vovozinha, que braços tão magros, os seus, e que mãos tão trementes!"
- "É porque não vou poder nunca mais te abraçar, minha neta...." - a avó
murmurou.
-"Vovozinha, mas que lábios, aí, tão arroxeados".
- "É porque não vou nunca mais poder te beijar, minha neta..." - a avó suspirou.

Deborah Martini
- "Vovozinha, e que olhos tão fundos e parados, nesse rosto encovado, pálido?"
- "É porque já não estou te vendo, nunca mais, minha netinha...." - a avó ainda
gemeu.
Fita Verde mais se assustou, como se fosse ter juízo pela primeira vez.
Gritou: - "Vovozinha, eu tenho medo do Lobo!..."

Mas a avó não estava mais lá, sendo que demasiado ausente, a não ser pelo frio,
triste e tão repentino corpo.

1- A intertextualidade acontece quando dois textos dialogam entre si. Esse diálogo pode
ocorrer em relação ao tema, ao gênero, dentre outras possibilidades. Lendo o texto Fita
Verde no Cabelo é possível afirmar que:
(a) Não há relações de intertextualidade com qualquer outro texto
(b) Há uma clara relação de intertextualidade com a história do Chapeuzinho Vermelho
(c) Há alguma relação com a história do Chapeuzinho Vermelho, mas não chega a ser
intertextualidade
(d) Não há intertextualidade entre Fita Verde no Cabelo e Chapeuzinho Vermelho
porque o final das histórias é diferente.

2 – No texto Fita Verde no Cabelo há a presença de frases injuntivas ou prescritivas.


Assinale a alternativa em que a frase NÃO pertence à categoria dos textos injuntivos ou
prescritivos.
(a) “Puxa o ferrolho de pau da porta, entra e abre.”
(b) "Depõe o pote e o cesto na arca, (...)”
(c) "Sou sua linda netinha, com cesto e com pote, com a Fita Verde no cabelo, que a
mamãe me mandou."
(d) “(...) vem para perto de mim, enquanto é tempo."

3 – As falas dos personagens normalmente vem marcadas na narrativa pelo uso do


travessão ou das aspas. No texto há esse tipo de marcação das falas. A partir dessa
observação é possível dizer que o texto apresenta, predominantemente, o:
(a) discurso indireto
(b) discurso indireto livre
(c) discurso direto
(d) discurso político

4 – Assim que a netinha entra na casa, a vovó lhe diz: "(...) vem para perto de mim,
enquanto é tempo." Através de uma leitura atenta do texto, é possível perceber que a avó
tem pressa em ter sua neta, Fita Verde, próxima a ela. Levando em conta o desfecho do
texto, a pressa da avó se justifica:
(a) pela enorme fome que a velhinha sentia, sem ter quem cozinhasse para ela.
(b) pelo motivo da avó sentir que aqueles eram seus últimos minutos de vida e que em
breve morreria.
(c) por pressentir que o lobo poderia chegar na casa em poucos minutos.
(d) porque a avó percebeu que a neta havia chegado suada e sem a fita no cabelo.

5 – Assinale a alternativa em que há apenas verbos no pretérito perfeito do indicativo:


(a) assustou, parado, encovado
(b) mandou, vou, pensa

Deborah Martini
(c) tenho, murmurou, trementes
(d) demorou, respondeu, bateu

6 – Os verbos podem indicar: ação, estado ou fenômeno da natureza. Assinale a


alternativa em que o verbo destacado indica estado.
(a) “Sua mãe mandara-a, com um cesto e um pote”
(b) “Divertia-se com ver as avelãs do chão”
(c) “ Aquela, um dia, saiu de lá, com uma fita inventada no cabelo”
(d) “e estava suada, com enorme fome de almoço”

7- Leia o texto a seguir:

Sabão em barra caseiro– 2

Ingredientes:
1/2 kg de soda cáustica
1 litro de água;
3 litros de óleo de cozinha (usado e já saturado em frituras);
2 litros de álcool (de posto de gasolina).

Preparo:

Ferva 1 litro de água.


Simultaneamente, esquente bem 3 litros de óleo.
Coloque a soda cáustica na água fervendo, dentro de um balde de plástico e,
imediatamente,
Retire o óleo do fogo e despeje por cima.
Em seguida coloque o álcool.
Mexa (com um pedaço de pau) durante 15 minutos.
Despeje numa caixa de papelão forrada com sacolas de plástico, vire as borda delas um
pouco para cima.

Observação: A altura do sabão, dentro da caixa de papelão é em torno de 5 a 6 cm. Dica:


Fazendo o sabão na lua nova, ele ficará melhor.
http://www.ecologiaonline.com/receitas-para-preparar-sabao-caseiro/
Assinale a alternativa correta com base nas afirmações:
I- A receita é um texto injuntivo/prescritivo pertencente ao gênero instruir.
II- A receita de sabão apresenta o imperativo na 3ª pessoa do singular, mostrando menor
formalidade.
III - A receita de sabão é um texto injuntivo formal porque dá ordens precisas sobre a
produção do sabão.
IV- A receita apresentada não é um texto injuntivo/ prescritivo porque não contém verbos
no imperativo.

(a) I e II estão corretas


(b) III e IV estão corretas

Deborah Martini
(c) I, II e III estão corretas
(d) todas estão corretas

8 – Observe o anúncio e responda:

O anúncio em questão:
(a) apresenta o verbo por no imperativo negativo e indica uma ordem
(b) apresenta o verbo por no imperativo afirmativo e indica um pedido
(c) apresenta o verbo por no por no presente do indicativo e indica uma sugestão
(d) não apresenta verbos no modo indicativo e, portanto, não pode ser considerado um
texto injuntivo.

1. b
2. c
3. c
4. b
5. d
6. d

Deborah Martini
7. a
8. a

Deborah Martini

Interesses relacionados