P. 1
A Criação da Escrita

A Criação da Escrita

|Views: 723|Likes:
Publicado pormarcoasf

More info:

Published by: marcoasf on Sep 22, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/09/2013

pdf

text

original

A origem e o desenvolvimento

Língua e Comunicação Formadora: Ana Raimundo Edição: Janeiro. 2010 2 .A Criação da Escrita A origem e o desenvolvimento Trabalho elaborado por:  André Coelho  Carlos Monteiro  Marco Sousa  Marco Ferreira Cencal Curso: Instalação e gestão de redes informáticas Modulo: Fundamentos de Cultura.

............................ ............................. ...............................INDICE Indice ............................................................................................................... 4 O surgimento da escrit a ........ .. ................................................................................. 6 a Consagração da escrita ............................ ....... 7 Webgrafia ............................. ....... 5 Tipos de escrita ........................................... ................ .................................. .................. 3 Introdução ..................................... .................... 5 Origem da escrita ............................ ..................................................... .. ....... ..................................................... ........................................ ........ . .................................................... ..................... ......... ........ 8 3 .... .. 7 Conclusão.................................... ......................................................... ..........

há mil anos. inclusive. o aparecimento de formas cole ctivas de construção de textos. Mesmo que. o que os torna ambíguos. Incluem a escrita pictográfica. aracteriza-se pela correspondência. alfabético tem mais signos para escrever e cada signo representa um fonema. entre diferentes suportes (por exemplo. pintavam as paredes das grutas ou gravavam as rochas das margens dos rios estavam certamente presos dessa inquieta ão. o papel) e linguagens (verbal ou não verbal) têm permitido. Nos sistemas incompletos não existe correspondência entre os signos gráficos e a língua representada. ¢¢ ¡ ¥ ¦   ¢ ¦ ¥ ¦ ¦ ¢ ¢ ¢ ¢ ¥ ¦ ¦ ¢¢ ¢ ¢ ¤£ ¢ ¦ ©¨ ¥ § ¥ 4 . A necessidade de transmitir por meio de símbolos desenhados a linguagem oral foi uma das primeiras preocupa ões da humanidade. tudo quanto formula oralmente. habitualmente. sistema silábico u tiliza sistema signos que representam sons com os quais se escrevem as palavras. E te i temas podem ser incompletos ou completos. silábicos e alfabéticos. Um sistema completo é aquele capaz de expressar. representa palavras completas. s primeiros homens que. mais ou menos estável. na escrita. denominado ideograma. não se pode negar a sua relevância para a difusão de informações e a avanço das novas tecnologias e as interacções construção de conhecimentos. são mecanismos técnicos que registam feitos significativos ou expressam significa ões gerais. entre os sinais gráficos e os elementos da língua que transcreve. método de comunica ão humana realizado por meio de inai vi uai que con tituem um i tema. usados para anota ões. sistema ideográfico. a função central atribuída à escrita seja a de registo de informações. a ideográfica e a usada por objectos marcados.A o E I TRO UÇÃO E cr a. s sistemas incompletos. s sistemas completos classificam-se em ideográficos. embora a sua arte não possa ser considerada uma forma de escrita.

e. é atribuído aos sumérios da Mesopotâmia. os impostos arrecadados e os funcionários do Estado. ORIGEM DA ES RITA O primeiro escrito conhecido. Escrito com caracteres ideográficos. para a realização dos cálculos geométricos. Os gregos basearam -se na escrita dos fenícios e acrescentaram a ela vogais e consoantes. om a escrita. Vários são os factores que explicam o nascimento da escrita:  A necessidade de contabilizar os produtos comercializados.O SURGIMENTO DA ES RITA Uma das principais consequências do surgimento das cidades e dos Estados foi a escrita. mais tarde. No caso dos egípcios. que exigira a criação de um sistema de sinais numéricos. os povos semíticos. . propicia uma leitura pouco precisa. Anatólia e na Indochina. Identifica-se nele o princípio da transferência fonética e é possível rastrear sua história até averiguar como foi convertido em escrita ideossilábica. são conhecidos escritos que remontam a cerca de cem anos depois e também registam o princípio da transferência fonética. com a escrita cuneiforme e de seguida os egípcios. adoptaram o silabário egípcio. anterior a 3000 a. A linguagem escrita é especial porque permit que as e vidas que levamos hoje sejam conhecidas pelas gerações que virão depois de nós. o ser humano criou uma forma de registar as suas ideias e de comunicar entre si. que viviam na Síria e na Palestina. criada por volta de 3 00 a. . Na última metade do segundo milénio antes de risto. .          5 . Os primeiros povos a utilizarem a escrita foram os da mesopotâmia. criando a escrita alfabética em torno de 00 a. o hierático. Outros sistemas ideossilábicos surgiram mais tarde no Egeu.  O levantamento da estrutura das obras. com o hieróglifo.

A milenar escrita constituída por gravações em pedra onde eram feitos registos relativos a diversas situações da vida quotidiana. até mesmo entre os povos mais primitivos .símbolos gráficos que representam animais. aproximando-se da escrita pictográfica. um só conceito: por exemplo. representando um "machado" pretendendo-se que signifique unicamente "guerra". a mais antiga inscrição foi encontrada em Uruk. A escrita mnemónica distingue -se da Escrita propriamente dita por servir apenas para representar figurativamente uma só ideia. conhecido por escrita cuneiforme. do sistema de escrita. com nós combinando com a cor do cordão (para se obter uma representação simbólica das ideias e do seu encadeamento). Ou seja. . respectivamente. torna-se perceptível a importância da necessidade de comunicação e de registo de pensamentos e sentimentos. se bem que se saiba que deve derivar de uma escrita arka. e assim sucessivamente. que parece responder a necessidades totalmente diferentes das que iriam provocar o surgimento da escrita fonética. recebendo cada uma delas três nomes diferentes. se traduz por um amplo conjunto de sistemas variados. por algumas sociedades pré-históricas. significando "escrita gravada". Este tipo de escrita existiu durante cerca de três milénios e sofreu algumas modificações. a sul da cidade de Bagdade. pode ser utilizada em três vertentes: a sagrada.     6 . homens bichos e rituais voltados para as culturas próprias dos seus autores traduzem já uma representação.A escrita Mnemónica que. De entre os vários tipos de escrita comunicacional. a reservada normalmente aos sacerdotes e a destinada à redacção de cartas. cabe destacar os mais conhecidos: uneiforme. actual região de arka no Iraque. Esta escrita nunca recebeu grande importância por parte dos historiadores de forma a fixá-la no tempo e a datá-la. observando os desenhos e gravuras feitos em cavernas de lugares distantes. . gravada em placas de argila pictográfica mais antiga denominada encontradas no emplo da cidade de Uruk. hieroglífica. hierática e epistolográfica. No entanto é na Mesopotâmia que aparece um primeiro sistema de escrita baseado em pictogramas ou ideogramas.A escrita Hieroglífica que. quer por colares de conchas justapostas cujas combinações formam figuras geométricas. são de certa forma as primeiras manifestações da ´escritaµ.TIPOS DE ES RITA É corrente considerar-se que as representações inscritas nas paredes de cavernas. atribuindo-se à civilização egípcia o seu uso mais frequente. chegando alguns deles a empregar seis ou sete mil conchas. . formado por lãs ou conchas. fundamentalmente . constitui-se um sistema. por assim dizer. constituídos quer por cordões formados por fios de lãs de cores diversas.A escrita Pictográfica.

(numa data difícil de fixar com exactidão. e até à actualidade. se o alfabeto é definido como um sistema de signos que expressam sons individuais da fala. A escrita fonética constituiu uma verdadeira revolução na cultura grega da antiguidade. tal como a cortiça. por exemplo. transportado para o ocidente e o oriente onde foi sofrendo algumas transformações. merece tal denominação. Assim.de quem os gregos e os fenícios teriam recebido o alfabeto e. os metais mais brandos e o papiro importado do Egipto que possibilitava uma cómoda circulação da escrita. o alfabeto grego é certamente aquele que. o aparecimento de uma escrita fonética. passavam agora a poder ser substituídos por outro tipo de material. ! " ! " 7 . A importância extrema deste alfabeto grego ficou a dever-se. nada de novo sucedeu no desenvolvimento estrutural da Escrita: utilizam-se as consoantes e as vogais do mesmo modo que o faziam os Gregos antigos. assim. e inaugurando.terá sido apenas nos séculos IX e VIII a. o chumbo. facto para o qual também muito contribuiu o aparecimento de novos meios de escrever. . Desde então. ao facto de as palavras poderem ser escritas tal como soavam. datando o seu aparecimento de aproximadamente 900 anos antes de risto . A importância da escrita para a história e para a conservação de registos vem do facto de que estes permitem o armazenamento e a propagação de informações não só entre indivíduos mas também por gerações. mais tarde.a pedra. CONCLUSÃO Geralmente a linha divisória entre a pré-história e a história é atribuída ao tempo em que surgiram os registos escritos. Embora os pesquisadores atribuam a criação do alfabeto à civilização Egeia . dotando-o de vogais. essencialmente. a chamada "Época Obscura") que os gregos o tomaram e modificaram. de tal forma que possibilitou a ampla difusão da escrita a praticamente todos os estratos da população. novos objectos de escrita . o bronze. o ouro e a prata. ao mesmo tempo que possibilitava que a escrita se integrasse nos hábitos culturais.A ONSAGRAÇÃO DA ES RITA O momento mais importante da História da escrita relaciona-se com o facto de os Gregos terem desenvolvido um alfabeto que pretendia expressar os sons individuais do idioma por meio de sig nos consonânticos ou vocálicos. justificadamente.

WEBGRAFIA  http://pt.wikipedia.org/wiki/Escrita 8 .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->