QUESTÕES OBJETIVAS

01 – ( PUC-RJ ) Marque a alternativa incorreta : A) O tecido epitelial de revestim ento caracteriza-se por apresentar células justapostas com muito pouco material intercelular. B) As principais funções do tecido epitelial são: revestim ento, absorção e secreção. C) Na pele e nas m ucosas encontramos epitélios de revestim ento. D) Os epitélios são ricam ente vascularizados no m eio da substância intercelular. 02 – ( UNIFOR-CE ) São exem plos de glândulas exócrina, mista e endócrina, respectivam ente: A) B) C) D) Glândula sebácea, tireóide e pâncreas. Pâncreas, glândula salivar e hipófise. Glândula salivar, pâncreas e tireóide. Fígado, adrenal e timo.

QUESTÕES ABERTAS
01 – ( FUVEST ) “ O pâncreas desem penha funções endócrinas e exócrinas. “ Explique o significado dessa afirmação.

02 – ( UNICAM P ) A pele é o m aior órgão do corpo humano, revestindo toda sua superfície e protegendo-o contra as radiações solares, particularm ente os raios ultravioletas. a) Por que as pessoas de pele clara que se expõem m uito ao sol têm maior probabilidade de desenvolver câncer de pele?

03 – ( UFMG ) Em alguns locais do corpo humano, existem epitélios extrem am ente ativos na troca de substâncias com as cavidades por eles revestidas ou com sangue. A alternativa que contém o local com epitélio m enos ativo é : A) B) C) D) Alvéolos pulmonares. Glândulas endócrinas. Intestino delgado. Intestino grosso.

b) Cite um efeito benéfico im ediato da exposição ao sol. ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ 03 – ( UNICAMP ) No futuro, pacientes com deficiência na produção de horm ônios poderão se beneficiar de novas técnicas de tratam ento, atualm ente em fase experim ental, como é o caso do implante das células b (beta) das ilhas pancreáticas (ilhotas de Langerhans). a) Qual a conseqüência da deficiência do funcionam ento das células b (beta) no hom em? Explique.

04 – ( UFRJ ) Suponha que após se encontrar o corpo de um ser extraterrestre ( E.T), em uma cidade brasileira, seus órgãos tenham sido encaminhados para um a análise. Realizou-se, então, um estudo histológico que revelou a existência de certo tecido caracterizado por células prismáticas organizadas em pseudo-estratificado com cílios na região apical. Considere a hipótese de terem sido utilizados os conhecim entos sobre a classificação e localização dos tecidos nos seres hum anos para se interpretar o resultado do estudo histológico m encionado. Nesse caso, o tecido analisado poderia ser: A) B) C) D) O tecido conjuntivo do oviduto. O tecido epitelial da traquéia. O tecido epitelial da mucosa intestinal. O tecido conjuntivo das tubas uterinas.

05 – ( PUCMG ) Hiper-hidrose é um excesso desagradável de suor, em uma ou várias partes do corpo, ou seja, ocorre um a sudorese que ultrapassa a necessidade de termorregulação (controle da tem peratura corporal). É uma afecção não muito rara, atingindo até 1% da população. Ao se estudar a hiper-hidrose, o tecido responsável pela produção e pela eliminação do suor é: A) muscular. B) conjuntivo. C) epitelial. D) nervoso.

b) Além das secreções de horm ônios (endócrinas), o pâncreas apresenta também secreções exócrinas. Dê um exem plo de secreção pancreática exócrina e sua função.

c) Por que neste caso a secreção é chamada exócrina?

06 – ( PUC-MG ) um tecido é caracterizado por apresentar células justapostas, com pouca substância intercelular e normalm ente, avascular. O tecido descrito acima é o: A) Muscular C) cartilaginoso B) Nervoso. D) epitelial.

PRISMA. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.

1

PROVA DA FUVEST 2005
QUESTÃO 01 - O esquem a representa o sistem a digestório hum ano e os núm eros indicam alguns dos seus componentes.

QUESTÃO 04 - No início do desenvolvimento, todo embrião humano tem estruturas que podem se diferenciar tanto no sistema reprodutor masculino quanto no fem inino. Um gene do cromossomo Y, denom inado SRY (sigla de sex-determining region Y), induz a formação dos testículos. Hormônios produzidos pelos testículos atuam no em brião, induzindo a diferenciação das outras estruturas do sistem a reprodutor masculino e, portanto, o fenótipo masculino. Suponha que um óvulo tenha sido fecundado por um esperm atozóide portador de um cromossomo Y com uma mutação que inativa com pletam ente o gene SRY. Com base nas informações contidas no parágrafo anterior, pode-se prever que o zigoto a) será inviável e não se desenvolverá em um novo indivíduo. b) se desenvolverá em um indivíduo cromossômica (XY) e fenotipicam ente do sexo m asculino, normal e fértil. c) se desenvolverá em um indivíduo cromossômica (XY) e fenotipicam ente do sexo m asculino, mas sem testículos. d) se desenvolverá em um indivíduo cromossomicam ente do sexo m asculino (XY), mas com fenótipo feminino. e) se desenvolverá em um indivíduo cromossômica (XX) e fenotipicam ente do sexo feminino.

O local onde se inicia a digestão enzim ática das gorduras que ingerimos como alim ento está identificado pelo núm ero a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

QUESTÃO 02 - O gráfico mostra os níveis de glicose no sangue de duas pessoas (A e B), nas cinco horas seguintes, após elas terem ingerido tipos e quantidades sem elhantes de alim ento. A pessoa A é portadora de um distúrbio horm onal que se manifesta, em geral, após os 40 anos de idade. A pessoa B é saudável.

QUESTÃO 05 - No processo de divisão celular por mitose, cham amos de célula-mãe aquela que entra em divisão e de células-filhas, as que se formam como resultado do processo. Ao final da mitose de um a célula, têm-se a) duas células, cada uma portadora de m etade do material genético que a célula-mãe recebeu de sua genitora e a outra m etade, recém -sintetizada. b) duas células, uma delas com o material genético que a célula-m ãe recebeu de sua genitora e a outra célula com o material genético recém -sintetizado. c) três células, ou seja, a célula-mãe e duas células-filhas, essas últimas com m etade do material genético que a célulamãe recebeu de sua genitora e a outra m etade, recémsintetizada. d) três células, ou seja, a célula-mãe e duas células-filhas, essas últimas contendo material genético recém-sintetizado. QUESTÃO 06 - No heredograma, os quadrados cheios representam m eninosafetados por uma doença genética. Se a doença for condicionada por um par de alelos recessivos localizados em crom ossomos autossômicos, as probabilidades de o pai (A) e de a mãe (B) do m enino (C) serem portadores desse alelo são, respectivam ente, (I) e (II).

Qual das alternativas indica o hormônio alterado e a glândula produtora desse hormônio? a) Insulina; pâncreas. b) Insulina; fígado. c) Insulina; hipófise. d) Glucagon; fígado. e) Glucagon; supra-renal. QUESTÃO 03 - Quando afirmamos que o m etabolismo da célula é controlado pelo núcleo celular, isso significa que a) todas as reações m etabólicas são catalisadas por moléculas e componentes nucleares. b) o núcleo produz moléculas que, no citoplasma, promovem a síntese de enzimas catalisadoras das reações m etabólicas. c) o núcleo produz e envia, para todas as partes da célula, moléculas que catalisam as reações m etabólicas. d) dentro do núcleo, moléculas sintetizam enzim as catalisadoras das reações m etabólicas. e) o conteúdo do núcleo passa para o citoplasma e atua diretam ente nas funções celulares, catalisando as reações m etabólicas.

Caso a anomalia seja condicionada por um alelo recessivo ligado ao cromossomo X, num segm ento sem homologia com o cromossomo Y, as probabilidades de o pai e de a m ãe serem portadores desse alelo são, respectivam ente, (III) e (IV). Assinale a alternativa que m ostra as porcentagens que preenchem corretam ente os espaços I, II, III e IV.

QUESTÃO 07 - Dois importantes processos m etabólicos são: I - ciclo de Krebs, ou ciclo do ácido cítrico, no qual moléculas orgânicas são degradadas e seus carbonos, liberados com o gás carbônico (CO2);

PRISMA. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.

2

II - ciclo de Calvin-Benson, ou ciclo das pentoses, no qual os carbonos do gás carbônico são incorporados em moléculas orgânicas. Que alternativa indica corretam ente os ciclos presentes nos organismos citados?

QUESTÃO 11 - Qual das alternativas indica corretam ente o tipo de bioma que prevalece nas regiões assinaladas?

QUESTÃO 08 - A figura m ostra a face inferior de um a folha onde se observam estruturas reprodutivas.

a) Floresta tropical em I, III e IV. b) Floresta tropical em I, III e V. c) Savana em I, III e IV. d) Savana em II, III e IV. e) Savana em II, IV e V. QUESTÃO 12 - Observando plantas de milho, com folhas am areladas, um estudante de agronomia considerou que essa aparência poderia ser devida à deficiência mineral do solo. Sabendo que a clorofila contém magnésio, ele formulou a seguinte hipótese: “As folhas am areladas aparecem quando há deficiência de sais de m agnésio no solo”. Qual das alternativas descreve um experim ento correto para testar tal hipótese? a) Fornecim ento de sais de m agnésio ao solo em que as plantas estão crescendo e observação dos resultados alguns dias depois. b) Fornecim ento de uma mistura de diversos sais minerais, inclusive sais de m agnésio, ao solo em que as plantas estão crescendo e observação dos resultados dias depois. c) Cultivo de um novo lote de plantas, em solo suplem entado com uma mistura completa de sais minerais, incluindo sais de m agnésio. d) Cultivo de novos lotes de plantas, fornecendo à m etade deles, mistura completa de sais minerais, inclusive sais de magnésio, e à outra m etade, apenas sais de magnésio. e) Cultivo de novos lotes de plantas, fornecendo à m etade deles m istura completa de sais minerais, inclusive sais de magnésio, e à outra m etade, uma mistura com os m esmos sais, m enos os de m agnésio.

A que grupo de plantas pertence essa folha e o que é produzido em suas estruturas reprodutivas? a) Angiosperm a; grão de pólen. b) Briófita; esporo. c) Briófita; grão de pólen. d) Pteridófita; esporo. e) Pteridófita; grão de pólen. QUESTÃO 09 - Uma lagarta de m ariposa absorve apenas m etade das substâncias orgânicas que ingere, sendo a outra m etade eliminada na forma de fezes. Cerca de 2/3 do material absorvido é utilizado como combustível na respiração celular, enquanto o 1/3 restante é convertido em matéria orgânica da lagarta. Considerando que uma lagarta tenha ingerido uma quantidade de folhas com matéria orgânica equivalente a 600 calorias, quanto dessa energia estará disponível para um predador da lagarta? a) 100 calorias. b) 200 calorias. c) 300 calorias. d) 400 calorias. e) 600 calorias. QUESTÃO 10 - Considere as seguintes atividades hum anas: I- Uso de equipam ento ligado à rede de energia gerada em usinas hidrelétricas. II- Preparação de alim entos em fogões a gás combustível. III- Uso de equipam ento rural movido por tração animal. IV- Transporte urbano movido a álcool combustível. As transformações de energia solar, por ação direta ou indireta de organismos fotossintetizantes, ocorrem exclusivam ente em a) I b) II c) II, III e IV d) III e IV e) IV

QUESTÕES OBJETIVAS

01 – ( UFSC ) O tecido conjuntivo propriam ente dito é composto das seguintes células : A) B) C) D) Adiposas, condrócitos, basófilos e plasmócitos. Fibroblastos, macrófagos, plasmócitos e m astócitos. Ostoblastos, macrófagos, mastócitos e basófilos. Macrófagos, basófilos, condrócitos e adipócitos.

PRISMA. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.

3

plaquetas. Riqueza em hem oglobina.( PUC ) O tecido hem ocitopoético é responsável pela : A) Formação. C) Conexão entre a terminação do axônio e as fibrilas musculares nas placas motoras. I. inclui-se a defesa.02 – ( FAFEOD ) em relação às figuras a seguir. qual delas é com um aos tecidos ósseo. D) I. 03 – ( FCMMG ) Das características citadas abaixo. Associe um núm ero a cada uma. plaquetas. Leucócitos. II C) III. III. II. Plaquetas. II. C) O tecido conjuntivo tem a função de preencher espaços entre os órgãos. para sua reprodução e sobrevivência. 4 . III. II. III – Referente a plaquetas. Substância intercelular amorfa rica em sais de cálcio. 07 – ( UNIFOR ) Os elem entos do sangue humano estão dem onstrados na figura abaixo. maturação e liberação das células do sangue. C) Através da hemoglobina existente nas hem ácias. podendo ser encontrado nos contornos do corpo. D) Tanto na hem oglobina plasmática quanto nas hem ácias. utilizando o seguinte código: I – Referente a hem ácias. III. leucócitos. B) Através do plasm a sanguíneo. capilares Escolha dentre as possibilidades abaixo a que contiver a sequência numérica correta: A) I. existente num a das opções abaixo: A) B) C) D) Hem ácias. Abundância de vascularização. Coagulação do sangue. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Hem ácias. plaquetas. E) Recom posição de células epiteliais em processos de cicatrização. Capacidade de atravessar a parede dos sanguíneos. o que pode ser com provado pela presença das células A e B. B) O epitélio glandular pode ser responsável por secreções denominadas endócrinas. características ou funções dos elem entos figurados do sangue hum ano. B) Síntese de fibras colágenas que entrarão na composição do tecido ósseo. a única opção que contém uma afirmação falsa é: D) O tecido conjuntivo é um tipo de tecido epitelial. I. Defesa fagocitária e imunitária. 08 – ( UFPR ) O transporte de oxigênio no organismo humano se faz: A) através dos leucócitos. D) 2 pode estar localizado revestindo as articulações constituídas pelo tecido representado em 5. então o referido vírus não se multiplicará em hem ácias de: A) Aves B) anfíbios C) répteis D) mamíferos. 06 . 10 – ( CESGRANRIO ) Encontram-se listadas abaixo algumas propriedades. • • • • • transporte de oxigênio. PRISMA. estim uladas pelo uso do aparelho ortodôntico. I. 09 . D) Osteoblasto e osteócito. cartilaginoso e conjuntivo próprio ? A) B) C) D) Presença de células vivas em lacunas. Presença de fibras protéicas na substância intercelular. os números de 1 a 3. na figura. II – referente a leucócitos. 05 – ( PUC-MG) Assinale a alternativa incorreta: A) A resistência e a rigidez do tecido ósseo ocorrem devido à associação entre fibras colágenas e fosfatos de cálcio. As células ósseas diretamente envolvidas nesses processos são respectivam ente: A) Osteoclasto e osteócito. para am ortecim ento de choques. III. II B) II. pela sequência correta. A) O tecido 1 é formado por fibras estriadas e está na dependência de 4 para realizar sua função. C) Dentre as funções de 6. III. Substitua. I. 04 – ( FAFEOD ) A correção da posição dos dentes na arcada dentária se baseia em reabsorção e síntese óssea. B) 3 e 5 apresentam em comum o fato de serem avasculares e possuírem pouca substância intercelular. II. C) Osteóide e osteoblasto.( M ACK-SP ) Se considerarmos que um vírus necessita dos m ecanismos de duplicação e transcrição realizados pela hem ácia do hospedeiro adulto que o abriga. hem ácias. leucócitos. leucócitos. I. hemácias. B) Osteoclasto e osteoblasto.

José e Roberto.000 250. porque contém antígenos específicos. porque contém antígenos atenuados.11 – ( UFMG ) Este quadro refere-se ao núm ero de células 3 sanguíneas. conform e a representação abaixo.500. D) Contém antígenos para combater toxinas. II. encontradas nos exam es de sangue de um indivíduo normal e de um indivíduo doente. José e Abel. C) Drogas capazes de aum entar a resistência à infecção. Vacina. Soro. Os núm eros I. B) É utilizado para prevenir doenças.000 12. D) Em condições normais.000 ( 80 % ) 150 ( 1 % ) 1. A correlação está corretam ente indicada em : I II III A) Leucocitose B) Diapadese C) Fagocitose D) Diapedese Plaquetas Hemácias Eosinófilo Plaquetas Elastina Fibrinogênio Fibrinogênio Colágeno 13 – ( PUC-SP ) Se você fosse picado por uma serpente peçonhenta. 18 . VALORES NORMAIS PARA ADULTOS 3 Hem ácias : 4. é correto afirmar que: A) Desencadeia m ecanismo de imunização ativa. III. porque contém anticorpos. 14 – ( UFMG ) Em relação aos soros ou às vacinas pode-se afirmar que: A) O uso frequente de vacinas faz com que as bactérias produzam anticorpos. analise as afirmativas a seguir e assinale a alternativa CORRETA.800 ( 60 % ) 80 ( 1 % ) 240 ( 3 % ) 2. Entre as possíveis alterações apresentadas pelo indivíduo doente. A) Essas células agem contra as reinfecções. B) Maria.400 ( 29 % ) 560 ( 7 % ) INDIVÍDUO DOENTE 4.5 a 5. 16 – ( UFMG ) As vacinas utilizadas nas campanhas de imunização em massa são constituídas de : A) Anticorpos que destruirão o agente infeccioso específico. a célula madura pode apresentar-se em diferentes formas. D) Roberto. IV e V indicam componentes ou regiões básicas dessa molécula. CÉLULAS SANGUÍNEAS Hemácias Plaquetas Leucócitos totais Neutrófilos ( % ) Basófilos ( % ) Eosinófilos ( % ) Linfócitos ( % ) Monócitos ( % ) INDIVÍDUO NORMAL 4. Soro. não se inclui : A) Alergia. C) Roberto. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. pois adiciona no organismo substâncias de defesa. B) A célula madura apresentada na figura não consegue se dividir nem crescer. Todos os resultados são expressos em 3 núm ero de elem entos por mm de sangue.050 ( 7 % ) 1500 ( 10 % ) 300 ( 2 % ) B) Anticorpos que persistirão ativos por toda a vida do receptor. porque provoca a formação de anticorpos. Maria e Luisa. e quando mordidas por cobras. podem ter uma vida média de até 20 anos. procuraria recurso através de: A) B) C) D) Soro. De acordo com as características apresentadas na figura e com o assunto abordado. A tabela apresenta os valores considerados normais para adultos. III – Proteína im portante no m ecanismo de coagulação sanguínea. tornando-se resistentes a seu efeito. C) Os soros são proteínas obtidas a partir dos agentes patogênicos. por isso.000 100. 15 – ( PUC-MG) Crianças são vacinadas de tem po em tem po. respectivamente. B) Anemia. com os estudantes : A) Maria. são levadas aos hospitais para tomar soro. C) Distúrbios da coagulação D) Infecção.O hemograma é um exam e laboratorial que informa o núm ero de hem ácias. Analise-a. glóbulos brancos e plaquetas presentes no sangue. Os gráficos m ostram os resultados do hem ogram a de 5 estudantes adultos.000 15.Os principais produtos da resposta imune hum oral são os anticorpos ou imunoglobulinas. C) É um tipo de imunização com respostas rápida no organismo. 5 . Cada imunoglobulina é constituída de cadeias de polipeptídeos ligadas por pontes dissulfeto (S). Luisa e Roberto. expresso em células/ mm de sangue. prejuízos no transporte de gases respiratórios e alterações no processo de coagulação sanguínea. D) Os soros são usados em casos de urgência.000 8. PRISMA.9 milhões / mm 3 Glóbulos brancos : 5 a 10 mil / mm 3 Plaquetas : 200 a 400 mil / mm 12 – ( PUC-MG) Observe os itens abaixo: I – Processo de saída dos leucócitos dos vasos sanguíneos. D) Microorganismos ou produtos deles derivados que induzirão a formação de anticorpos. Sobre o soro. 17 – A figura abaixo ilustra o amadurecim ento de um a determinada célula sanguínea. C) As características evidenciadas acompanham as células desde o seu surgim ento.000 4.800. II – Células sanguíneas anucleadas em mamíferos. B) As vacinas induzem à formação de anticorpos específicos a cada tipo de antígeno. Podem estar ocorrendo deficiência no sistema de defesa do organismo. 19 .

20 . A) Em 12 sem anas de infecção. C) O sítio de ligação dos antígenos está indicado por II. C) fazem parte de um tecido ricam ente vascularizado. foi constatada. Explique.SP ( nível do mar ). aos seus pacientes. D) A taxa de crescim ento no tamanho da lesão do grupo Y é constante. C) Núm ero de plaquetas. os seguintes parâm etros são analisados: A) Núm ero de leucócitos B) Núm ero de hem ácias. 05 – ( FUVEST-SP ) Indivíduo picado por cobra venenosa deve ser tratado com soro ou com vacinas ? Porque ? 06 . O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. b) processos de reação alérgica. Com essas informações. As células que acum ulam gordura no corpo chamam-se células adiposas ou adipócitos.( UNB )É comum os médicos pedirem . 21 – Dois grupos de anim ais de laboratório foram infectados com um certo núm ero de um patógeno e ficaram mantidos sob as m esmas condições.Entre os elem entos figurados do sangue. 6 .As curvas abaixo m ostram a produção de anticorpos específicos de dois indivíduos inoculados com antígenos protéicos do vírus X no dia 0. espera-se que o grupo X apresente crescim ento na lesão. B) aum entam em núm ero com a alim entação excessiva. B) Uma das cadeias leves está indicada por V. C) Um a queda no sistem a imunológico desses animais não influenciaria nos resultados obtidos. os basófilos estão relacionados com a) coagulação sanguínea. D) A região constante está indicada por I. d) defesa por m eio da fagocitose. c) transporte de oxigênio. entre outros. D) têm função de arm azenar energia química para o organismo.” 04 .A obesidade já se transformou num problem a de saúde pública em vários países do m undo. m edindo-se o tamanho da lesão resultante. Bolívia ( 3650 m de altitude). Assinale a alternativa CORRETA: A) As cadeias pesadas estão indicadas por III. 22 . e) defesa imunitária. assinale a alternativa correta. Foi sugerido que ele viajasse semanas antes para essa cidade. é INCORRETO afirm ar que: A) são um tipo de célula do tecido conjuntivo frouxo. deveria participar de evento esportivo em La Paz. por m eio de exam es. Quanto às características dos adipócitos em adultos. a razão da sugestão dada. responda: A) que tipo de anemia poderia Ter a criança ? B) Qual a importância do ferro no processo em questão ? 03 – ( UNB) Julgue o item abaixo: “ O tecido ósseo é formado exclusivam ente por células mortas e calcificadas. em term os fisiológicos. Os gráficos a seguir mostram os resultados obtidos.QUESTÕES ABERTAS 01 – ( UNICAM P ) Um atleta morador da cidade de São Vicente. O médico receitou m edicam entos a base de ferro. Com base nas respostas de cada um deles ao antígeno. PRISMA. suspeitou-se de que um dos indivíduos fosse originário de uma região onde a infecção pelo vírus X atinge grande núm ero de indivíduos. B) O patógeno em questão consegue desequilibrar os hospedeiros de uma m esma forma. 02 – ( VUNESP ) Em uma criança. anem ia provocada por deficiência alim entar. um exam e de sangue do tipo hem ograma com pleto. Explique que inform ações de interesse clínico cada um desses parâm etros fornece ao médico ? Em relação aos gráficos e ao que foi apresentado. Nesse exam e. O curso da infecção nesses animais foi avaliado.

QUESTÃO 03 . em que está representada um a cultura hidropônica: PROVA UFMG 2008 QUESTÃO 01 . C) se reduz à m etade nos gam etas. Considerando-se essas informações.Analise estas características de um anim al na fase adulta: • Hábitat: brejos • Trocas gasosas: pele e/ou pulmões • Nutrição: carnívoros • Anatomia da boca: ausência de dentes e presença de língua protátil Considerando-se tais características. é CORRETO afirmar que as curvas I. que chegam ao cérebro através do sangue. assinale a alternativa que apresenta células ou estruturas que NÃO estão diretam ente envolvidas na percepção das sensações induzidas pelo chocolate. que serão utilizadas na síntese da clorofila. D) proteínas. C) se reproduz por fecundação interna e possui ovo com casca. é INCORRETO afirmar que essa com posição de bases nitrogenadas A) é igual à de outras células somáticas.B.Analise esta figura. 7 . Química do chocolate. (Adaptado) Considerando essas informações e outros conhecim entos sobre o assunto. em que estão representados dados obtidos em um estudo sobre a cadeia alim entar presente em determinada área: PRISMA. T = 20%. prazer. capim e gafanhotos. B) sapos.Qual dos dois indivíduos é originário da região com alta incidência do vírus X? Justifique. UFMG. logo após sua digestão.A fotossíntese e a respiração são processos fundam entais para a manutenção da biodiversidade na Terra. G = 30%. C = 30%. Considerando-se esses dois processos. que serão utilizados na composição de m embranas celulares. B) participam do ciclo do carbono. concentração e diminuição da ansiedade e da dor. 2007. é CORRETO afirmar que am bos: A) ocorrem em seres heterotróficos. QUESTÃO 05 . D) sapos. sapos e gafanhotos. D) se realizam alternadam ente durante o dia.” GUERRA. C) nitratos. QUESTÃO 07 . que serão utilizados na síntese de am inoácidos. Considerando-se essas informações e outros conhecim entos sobre o assunto. tranqüilidade. D) utiliza o oxigênio presente no ar ou dissolvido na água.Observe esta figura. é CORRETO afirmar que a solução nutritiva presente em I deve conter: A) ácidos graxos. CDC. que fazem a gente querer mais um pedacinho de chocolate. que será utilizada como fonte de energia. B) glicose. A) Alvéolos pulmonares B) Células endoteliais C) Células absortivas do intestino D) Substância cinzenta do cérebro Considerando-se as informações fornecidas por essa figura e outros conhecim entos sobre o assunto. é INCORRETO afirmar que esse anim al A) apresenta variação de tem peratura corporal. provocando todas aquelas sensações de bem -estar. Elas atuam sobre os neurônios e os neurotransmissores.A com posição de bases nitrogenadas do DNA total isolado de células de tecido epitelial de um vertebrado apresenta estes percentuais: A = 20%. II e III representam. B) se alim enta de insetos capturados com a língua. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.“Sabe-se que o chocolate contém muitas substâncias psicoativas. Chocolate é um a festa para o cérebro. euforia. populações de A) capim. respectivam ente. D) varia entre indivíduos de espécies diferentes. C) capim. B) permanece inalterada ao longo da vida. em que está representada um a possível filogenia dos primatas: QUESTÃO 02 . C) produzem diferentes formas de energia. gafanhotos e sapos. QUESTÃO 04 .Analise este gráfico. QUESTÃO 06 . gafanhotos e capim. L.

QUESTÃO 04 Sabe-se que a água do mar contém . a ingestão de água do mar por um náufrago acarreta: A) apenas desidratação dos tecidos. QUESTÃO 07 . C) à redução da camada de ozônio.A biodiversidade. a produção de esperm atozóide e a função das células intersticiais dos testículos. B) apenas diminuição do volum e sangüíneo. C) Macrófagos são células de defesa do corpo e atuam pela fagocitose. B) A anomalia é condicionada por um gene recessivo. 8 . analise as afirmativas abaixo e assinale a incorreta: A) Quando o funcionam ento dos linfócitos é prejudicado todo o sistem a de defesa do organismo fica vulnerável. A) estim ulam. C) A anomalia ocorre apenas em homozigotos dominantes. mas estas são deficientes em alguns aminoácidos necessários à nutrição humana norm al. D) não estimulam funções. B) variabilidade genética existente na m esm a espécie. D) A destruição dos eritrócitos humanos leva à formação de bilirrubina que. três vezes m ais sais que o sangue humano e que os rins podem excretar um a solução salina de concentração interm ediária entre a da água do mar e a do nosso sangue. PROVA DA UFOP 2004 QUESTÃO 01 . pode-se afirmar que.Analise o esquem a apresentado. B) Os vegetais contêm proteínas. grande núm ero de lisossomos. C) estimulam.Sendo assim. provoca coloração amarelada na pele.Carne. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. D) abundância e diversidade de espécies em determinada região.O heredograma apresentado exem plifica a incidência de uma anomalia genética em certo grupo familiar. Feita a análise do heredograma.Considerando-se as informações fornecidas por essa figura e outros conhecim entos sobre o assunto. Isso. B) Antígenos são m oléculas biológicas estranhas ao corpo do indivíduo e os anticorpos são células que agem contra os antígenos. não ocorre no caso de feijão.A respeito do hormônio folículo estimulante (FSH) e do hormônio luteinizante (LH). B) estimulam. A explicação correta para o fato é: A) As proteínas de origem vegetal apresentam m enos calorias em um grama do que as proteínas animais. Por isso os portadores do HIV são mais susceptíveis às infecções. QUESTÃO 05 . a função das células intersticiais dos testículos e a produção de testosterona. pode-se afirmar: A) Todos os indivíduos normais são homozigotos recessivos. C) os ancestrais desse grupo eram arborícolas. arroz ou ervilhas. nos machos: O efeito estufa. cuja preservação é um dos temas mais discutidos no mundo atual. em altas concentrações no sangue. QUESTÃO 02 Com parando-se células somáticas de diferentes tecidos do corpo de um a m esma pessoa. respectivam ente. D) ao aum ento da taxa de emissão de gás carbônico. B) ao degelo das calotas polares. PRISMA. D) As proteínas vegetais não contêm todas as vitaminas necessárias à nutrição humana normal. D) desidratação dos tecidos e aum ento do volum e sangüíneo. representado no esquem a. aproximadam ente. C) desidratação dos tecidos e diminuição do volum e sangüíneo. leite ou ovos poderiam constituir isoladam ente a única fonte de proteínas de um a dieta. D) Todos os indivíduos normais são homozigotos dominantes ou heterozigotos. apresentando. respectivam ente. respectivam ente. portanto.Com relação ao tecido sanguíneo. C) Os alim entos de origem vegetal não apresentam proteínas. D) os humanos descendem dos gorilas. C) quantidade de biomassa de determinada espécie. a produção de testosterona e o desenvolvim ento dos caracteres sexuais secundários. B) o bipedismo ocorre no ramo dos humanos. porém. QUESTÃO 06 . QUESTÃO 08 . como acontece com os portadores do vírus da AIDS. tem sido amplamente discutido na atualidade e pode ser atribuído: A) à destruição da floresta amazônica. é INCORRETO afirmar que A) a radiação evolutiva ocorreu por volta dos 60 milhões de anos. a correspondência adequada é: QUESTÃO 03 . não pode ser expressa por: A) diversidade de espécies que existe em um ecossistem a.

e 1. dendrito. 03 – ( PUCAM P ) “ Um dia levei um corte na perna. dendrito. 4. 04 – O músculo estriado esquelético apresenta células multinucleadas especializadas na contração . neurônio. D) O desenho acim a caracteriza um músculo liso de contração lenta e involuntária.nervo. 02 . 02 – Se um a cartilagem hialina for lesada em indivíduo adulto. A) B) C) D) Apresentam excelente elasticidade. assinale a opção correta. 9 . São formados por feixe paralelos de fibras colágenas. ( Trecho da letra da música Flores do Titãs ). dendrito.. 3 . é correto afirmar: A) A célula muscular apresenta baixo nível de diferenciação. As células tronco têm grande poder de regeneração porque: A) têm todos os seus genes funcionando. 2. nó de Ranvier. alguns atletas tiveram distúrbios relacionados com o esqueleto.O tecido ósseo é muito resistente. B) A contração de fibras musculares estriadas é uma atividade caracterizada pela ausência de interação com os dem ais sistem as que compõem o organismo. E) não se reproduzem com facilidade. C) 1. dendrito.A ilustração apresenta parte do sistem a muscular humano. 1 4. Analisando histologicam ente alguns trechos. detalha níveis de organização e destaca um sarcôm ero. Considerando-se os tendões que podem sofrer estiram entos e rupturas. B) Amido.” ( Depoim ento de Brigite Furtado. EXCETO : A) Atua na contração dos músculos lisos dos vasos sanguíneos. os punhos e os pulsos cortados e o resto do m eu corpo inteiro/ há flores cobrindo o telhado e em baixo do m eu travesseiro/ há flores por todos os lados/ há flores em tudo que eu vejo/ a dor vai curar estas lástimas/ o soro tem gosto de lágrimas/ as flores têm cheiro de m orte/ a dor vai curar esses cortes/ flores. 3. 2.. A) 1. A afirmativa que relaciona corretam ente o núm ero com o componente estrutural é: Considerando-se aspectos associados à fisiologia celular. e 2. 2. Aí eu fui num pé de alfazem a. 3. nó de Ranvier. amassei e botei no corte. 08 . peguei a planta. 4. D) Induz a formação de fibrina. bainha de m ielina.RJ 2006 PRISMA. articulações. dado abaixo. músculos e tendões. a fim de executar o ligam ento entre am bos. 4. 3 4. Todas as afirmativas apresentam hipóteses que poderiam explicar o efeito da alfazem a. axônio. 3 e 4. Questão 01 A pesquisa com células tronco tem -se tornado de grande importância para recuperação de órgãos lesionados que não têm capacidade de regeneração de suas células. bainha de Schwann. B) todos os seus genes estão desligados. São produzidos pelos osteblastos e pelas células musculares. Apresentam grande celularidade e alto m etabolismo.. 2 2. form ado por células mortas calcificadas e avascularizado. C) A riqueza em actina e miosina reflete a acentuada expressão seletiva de genes que integram um pequeno percentual do genom a humano. B) Estimula a agregação de plaquetas. traduzido em pouca especificidade de função em organismos multicelulares. 2. e 3. a sua regeneração ocorre facilm ente já que ela é um tecido ricam ente vascularizado. 06 – ( PUC) O caminho seguido por um impulso nervoso na célula nervosa é indicado pelos núm eros: A) B) C) D) 1. 04 – ( UFPR ) “ . 01 – É esperado que após a coagulação do sangue na área da lesão ocorrida (“ os punhos e os pulsos cortados” ) concentre-se ai grande quantidade de macrófagos. D) são pouco especializadas. D) 1. B) 1. axônio. C) têm alto grau de especialização. fibroblastos e plasmócitos. um a moradora da zona rural ). C) Favorece a reposição de células sanguíneas. corpo celular.Nas Olimpíadas. é correto afirmar : 09 – ( FUVEST ) Reservas de carboidrato nos m úsculos ficam na forma de: A) Lactose.. em Atlanta. C) Glicogênio.QUESTÕES OBJETIVAS 01 . A soma das alternativas corretas será : A) 15 B) 12 C) 07 D) 05 05 – ( PUC-MG) As questões 05 e 06 se referem ao esquema de um a célula nervosa. as flores de plásticos não m orrem “. flores. pobre em miofibrilas. 3. Aí o sangue parou na hora. 4. D) Sacarose.neurônio. célula de Schwann. PROVA PUC . terminal sináptico. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.

produzido por bactérias anaeróbias. Questão 07 O HIV (vírus da imunodeficiência humana) é o causador da AIDS (síndrom e da imunodeficiência adquirida). e que sua taxa de açúcar está acima do nível considerado normal. tornando-se parte do produto. protozoários e vegetais. estrutura que garante as trocas gasosas entre a folha e o m eio ambiente. Assinale a alternativa que relaciona corretam ente um exem plo desses gases combustíveis e sua forma de produção. produzido por bactérias anaeróbias.Questão 02 Hoje a classificação dos seres vivos admite 3 domínios: Archaea. E) sendo proteínas. B) mais ativos. respectivam ente: A) hem ofilia e anem ia. exigindo m enos energia e m aior consumo de O2 na respiração. Seu médico suspeitará im ediatam ente de que este indivíduo pode estar com as seguintes alterações m etabólicas. E) diabetes e hem ofilia. respectivam ente. D) m enos ativos. C) leucemia e diabetes. C) cianobactérias. fungos e animais. C) mais ativos. pois reagem com o substrato. exigindo mais energia e m enor consum o de O2 na respiração. D) rãs excretam ácido úrico porque este é m enos tóxico e tem maior solubilidade na água. Meristem ático. D) RNA e ataca os linfócitos T. precipitando a lactose do leite. PRISMA. O estômato. C) reduzem a lactose do leite. O tecido descrito acima é o : A) B) C) D) E) Parenquimático. Assinale a alternativa que correlaciona corretam ente o grupo animal e seu tipo de excreta com a justificativa ecologicam ente correta: A) peixes excretam uréia porque esta é m enos tóxica e tem maior solubilidade na água. Questão 08 Ao fazer um exam e sangüíneo. E) mais ativos. Oxigênio. Questão 03 Os tipos de excretas de animais estão intimam ente relacionados ao ambiente em que vivem . HISTOLOGIA VEGETAL QUESTÕES OBJETIVAS 01 – ( VEST-RIO ) O esquem a abaixo representa a estrutura interna de uma folha. Questão 09 Em aterros sanitários encontramos drenos (espaços por onde é possível deixar escapar o gás produzido pela decomposição do lixo). Sustentação. constituído de células cúbicas. pneumococos e fungos. precipitando as proteínas do leite. B) anemia e diabetes. no esquem a. produzido por reações químicas abióticas. Gás carbônico. Metano. A) B) C) D) E) Metano. está indicado. produzido por reações químicas abióticas. precipitando a gordura do leite ao torná-la solúvel em água. de núcleo volumoso. podem perder seu poder catalítico ao se desnaturarem . C) aves excretam ácido úrico porque este é m enos tóxico e tem m enor solubilidade na água. Esse conjunto de efeitos se torna um problem a porque o aum ento do m etabolismo torna esses seres aquáticos: A) m enos ativos. transformando-a em gordura. B) mamíferos excretam amônia porque esta é mais tóxica e tem m enor solubilidade na água. De secreção. se aquecem e têm sua taxa m etabólica aum entada. D) hipoglicem ia e obesidade. produzido por bactérias aeróbias. D) vegetais. Bacteria e Eucaria que englobam. os seguintes representantes: A) m etanogênicos. Metano. D) atuam em qualquer tem peratura. pois sua ação catalítica independe de sua estrutura espacial. animais e protozoários. por mudança de pH. B) RNA e ataca as hem ácias. paredes celulósicas finas e distensíveis. 10 . E) RNA e ataca as plaquetas. E) acidificam o m eio. B) são catalisadores eficientes por se associarem de forma inespecífica a qualquer substrato. pela seta com o núm ero : A) 2 B) 3 C) 4 D) 5 02 – ( PUC-MG ) É um tecido em brionário. Esses drenos liberam gases capazes de serem queim ados. Em relação a esse vírus podemos afirmar que é composto de: A) DNA e ataca as hem ácias. podendo originar qualquer outro vegetal. microrganismos e vegetais. Em temperaturas mais altas os seres aquáticos. C) DNA e ataca os linfócitos T. em sua maioria pecilotérmicos (ou de sangue frio). Questão 06 O leite talhado é resultado da ação de microrganismos que: A) alcalinizam o m eio. E) cobras excretam amônia porque esta é m enos tóxica e tem m enor solubilidade na água. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. exigindo m enos energia e maior consumo de O2 na respiração. Questão 05 Em relação às enzim as. exigindo m enos energia e m enor consumo de O2 na respiração. Questão 04 O crescente aum ento da tem peratura ambiental traz como uma de suas conseqüências a redução do O2 dissolvido na água. D) oxidam as proteínas do leite ao aum entar a concentração de O2 no m eio. B) protozoários. B) acidificam o m eio. podem os afirmar que: A) não podem ser reutilizadas. E) hipertermofílicos. De assimilação. C) seu poder catalítico resulta da capacidade de aum entar a energia de ativação das reações. um indivíduo constata em seu resultado que sua taxa de hem oglobina está mais baixa que o normal. exigindo m ais energia e maior consumo de O2 na respiração.

03 – ( FOVEST ) O pulgão é um inseto que suga a seiva das plantas para sobreviver. 04 – ( UFMG ) Observe a figura. O crescim ento e a absorção ocorrem respectivam ente. então a um a altura do solo de . A cicatriz deixada pela lesão deverá encontrar-se. Se apenas a afirmativa II é verdadeira. Ao com pletar três anos. Fotossíntese. 11 . 3 e 2. A) B) C) D) 100 centím etros. II e III são verdadeiras. ele alcançou 5 m etros de altura. voltam ao local. A que tipo de tecido vegetal pertence essa estrutura ? 05 – ( UNIMONTES ) O esquema abaixo representa um corte transversal de um determinado vegetal. Nessa época. Lenho ou xilem a. Produção de hormônio. seiva bruta. tem o triplo da altura. A árvore. 03 – ( FUVEST ) Um casal de namorados entalhou um coração num a árvore. 4 e 1. A que distância do solo está o coração entalhado? Relacione a posição do coração com o crescimento da árvore. Liber ou floema. água e açúcares. seiva elaborada. 60 centím etros. Lenho ou xilem a. Ascendente pelo floem a. a 1 m etro do solo. 04 – ( VUNESP ) Quando se esbarra em uma planta de urtiga. Descendente pelo xilem a. Casaram. 20 centím etros. água e sais minerais. Transporte. II – A descida da seiva elaborada depende som ente da força da gravidade. nas regiões indicadas por : A) B) C) D) 1 e 2. 09 – ( PUC MG ) Leia atentam ente as seguintes afirmativas sobre o transporte de seiva em vegetais superiores. 420 centím etros. QUESTÕES ABERTAS 01 – ( FUVEST ) Cite tecidos vegetais onde ocorrem : A) Condução de seiva : _______________________________ B) Fotossíntese :_____________________________________ C) Respiração :______________________________________ 02 – ( PUCSP ) As traqueófitas são plantas com sistem as de condução que garantem um a distribuição eficiente de substâncias. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. O floem a e xilem a. algumas pessoas descascam seu tronco. ocorre forte irritação no local atingido. como indicado no esquem a. Nesse caso a morte é ocasionada principalm ente por interferência no processo de : A) B) C) D) Acum ulo de sais. Se apenas I e III são verdadeiras. A) B) C) D) Liber ou floema. agora frondosa. III – O transporte da seiva elaborada. 08 – ( UNIUBE ) Nos vegetais superiores a seiva bruta é sem pre: A) B) C) D) Ascendente pelo xilem a. 1 e 4. um abacateiro m edia um m etro de altura. A epiderm e e o súber. B) Dê a composição das seivas por eles transportadas. Assinale a alternativa que indica o tipo de tecido atacado pelo pulgão. aproximadam ente. o tipo de seiva por ele sugada e a constituição dessa seiva. 06 – ( UFMG ) Com um ano de idade. devido à reação do organismo da pessoa em resposta à substância urticante produzida por ela. PRISMA. água e sais minerais. sofreu uma lesão no caule a um a altura de 20 cm do solo. por células vivas. seiva elaborada. Se apenas I e II são verdadeiras. I – A transpiração é o fator mais importante para a subida da seiva bruta. 07 – ( PUCMG ) O câmbio é um tecido m eristem ático secundário que origina: A) B) C) D) O súber e felogênio. Observe-o. Ao completar suas bodas de prata. água e açúcares. seiva bruta. Assinale : A) B) C) D) Se as afirmativas I. O colênquima e o esclerênquima. A) Com o são denominados os tecidos responsáveis por esse transporte ? 05 – ( UFMG ) Para m atar árvores. Descendente pelo floem a.

D) Apenas a estrutura 5 é capaz de originar novas estruturas. 01 – ( UNESP ) Um a das funções do fígado é a produção de um a substância verde ( bile ) que é m uito importante no processo de digestão de alim entos. são de digestão lenta. tomate e m aionese. 08 – O fígado participa na digestão do queijo e da maionese por conterem lípedes na sua constituição. PRISMA. SISTEMA DIGESTÓRIO A) O corte caracteriza um vegetal que possui estrutura secundária. 3 e 4 desse vegetal im plica uma parada na sua capacidade de realizar fotossíntese. após digeridos. Provocar a hidrólise do amido. Fazer o pâncreas secretar tripsina. A soma das alternativas corretas será ___________________ C) A retirada das estruturas indicadas por 1. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. 16 – O pão fornecerá glicose. respectivam ente. por conterem celulose. produzindo maltoses. a carne fornecerá aminoácidos e a maionese. Aum entar a absorção de água no intestino grosso. Considerando os conceitos e processos que envolvem a digestão humana é correto afirmar que 01 – A degradação da maionese se inicia na boca pela ação das enzim as encontradas na saliva. carne. ácido graxos e glicerol. 02 – A digestão da carne inicia-se na boca através da mastigação. A função dessa substância é : A) B) C) D) B) As estruturas representadas por 4 e 6 funcionam como transportadoras de sais minerais / água e substância orgânica. 2 . 02 – ( UFGO ) Um jovem com eu um sanduíche de pão. queijo. 32 – No intestino grosso serão absorvidos os últimos nutrientes desdobrados no quilo antes da eliminação das fezes. alface. Em ulsificar gorduras. 04 – A alface e o tomate. 12 .Analise as afirmativas a seguir e com ente sobre a veracidade ou falsidade de cada uma delas.

a absorção se dá por via intracelular e os resíduos são eliminados na form a de fezes.2 8. A digestão é um processo basicam ente enzim ático.4 Com base nesse quadro é incorreto afirmar-se que : A) B) C) O leite de jum enta é o mais parecido com o leite hum ano. cabelos e pele descoloridos e inchaço do corpo. pela absorção de nutrientes e pela eliminação de resíduos. 08 – ( UFSCAR ) Ao preparar um lanche foram usados pão francês. D) Estim ula o processo de em ulsificação de gorduras. II – A pepsina não atua em m eio alcalino.5 5. O primeiro desses ingredientes a sofrer ação de enzim as digestivas será: A) A alface. um m edicam ento foi lançado com prom essas de auxiliar nos tratam entos de redução do peso corporal.2 6. que relacionam diferentes estruturas do sistem a digestório com suas respectivas funções. 13 . devido ao acúm ulo de líquido nos tecidos. B) Inibe a ação da lípase pancreática.7 3. 0 5. 06 – ( PUC ) Observe com atenção a figura abaixo : 01 – ( UFV-MG ) O sistem a digestivo humano é composto pelo tubo digestivo e por glândulas e estruturas anexas.03 – ( PUCAM P ) Considere o seguinte texto : “… o órgão responsável pela digestão ( … ) acha-se escondido na profundidade de nosso abdôm en.8 1. B) II é verdadeira. fragm entos de carne. O m ecanismo de ação da droga é a inibição da digestão dos lipídios no trato digestivo e conseqüente redução da absorção de gorduras.9 1. maionese. C) Nenhum a enzim a de 3 atua em 2. A doença caracteriza-se por retardo de crescim ento. Com base no funcionam ento do sistem a digestivo. assinale a opção INCORRETA : A) 1 – órgão responsável pela produção da bile. Kwashiorkor é uma palavra de origem africana que significa “doença que afeta um a criança quando nasce outra (uma irm ã ou um irmão)”. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. estão corretos.7 1. m as constitui um laboratório m aravilhoso ( … ) seus sucos são tão poderosos que são capazes de atacar qualquer tipo de comida ( … )”. E) Estimula os processos de hidrólise das gorduras. colado na parede lá atrás ( … ) uma pequena m assa que pesa m enos de 100 g. III – O substrato foi inadequado para a enzim a. . D) II e III são verdadeiras. B) 3 – órgão responsável pela produção de enzim as digestivas. principalmente da barriga. A) Estimula a liberação de ácidos biliares. C) O fígado. bem protegido. QUESTÃO 02 – ( FUVEST ) O kwashiorkor e o marasmo são doenças infantis por deficiência nutricional encontradas em regiões subdesenvolvidas .1 5. 05 – ( UFRJ ) Os ítens abaixo. 09 – ( UFCE ) Atualm ente um a das áreas da pesquisa médica onde se investe m uito é a que trata das questões de obesidade. C) Inibe a ação das enzimas proteolíticas no intestino. queijo e alface.1 3. que atua no intestino. Dessas hipóteses apenas : A) I é verdadeira.0 3. O órgão a que o texto se refere.5 3. D) A maionese. Intestino – digestão e absorção. 07 – ( UFMG ) Observe o quadro : COM POSIÇ ÃO DO LEITE HUM ANO E DE OUTROS LEITES ( 100ml ) TIPOS DE CALORI AS PROTEÍN A LEITES (g) LIPÍDIOS (g) CARBOID RATO S ( g C) Que glândula do quimiotripsinogênio sistem a digestivo secreta D) Que enzim a intestinal é responsável pela conversão de tripsinogênio em tripsina ? E) Por que. C) I e II são verdadeiras. um mal cada vez m ais frequente no m undo ocidental. Estômago – produção da bile. Humano Vaca E m pó Jumenta Cabra 45 63 70 43 92 1. Recentem ente. O leite em pó é o que mais se assem elha ao leite de vaca. C) O pão francês. Esôfago – condução do alim ento da faringe ao estômago . O leite de vaca é o mais gorduroso. 04 – ( UNIFOR-CE ) Para verificar o processo digestivo que ocorre no estôm ago humano. o estudante levantou as seguintes hipóteses : I – A tem peratura de 37 ºC inativou a enzim a. as fezes eliminadas em condições normais são semi-sólidas. 3 6. responda às seguintes questões: A) Que segm ento do tubo digestivo não apresenta secreção enzim ática ? QUESTÕES ABERTAS B) Em que local do tubo digestivo é secretado pepsinogênio ? Com relação ao desenho. D) 4 apresenta um m eio alcalino. D) O pâncreas. Ele é responsável pela digestão de alim entos ingeridos. B) O queijo. B) Estômago.1 3. apesar do quim o ser sem ilíquido no intestino delgado. Esse PRISMA. D) Os leites de cabra e de vaca são m ais energéticos do que o leite humano. que atuam no intestino. verificou que não ocorreu digestão. um estudante colocou em um recipiente água. filé mignon. exceto : A) B) C) D) Dentes – m astigação e trituração. é : A) O intestino delgado. Assinale a alternativa que m elhor explica o m ecanismo de ação dessa droga. bicarbonato de sódio e pepsina. Após manter o recipiente à tem peratura de 37º C. Diante desse fato.

a) b) c) d) PRISMA. PTIALINA _________________________________________ BILE _____________________________________________ PEPSINA _________________________________________ SISTEMA CIRCULATÓRIO 01 – ( UFBA ) O m onóxido de carbono existente na fum aça dos cigarros e na fum aça dos automóveis é altam ente tóxico para o organismo humano porque : A) Com bina-se facilm ente com a hem oglobina. a) b) c) d) Através dos leucócitos. dos músculos intercostais e do diafragma durante a expiração humana. B) Ao nível dos pulmões. Na dependência da boa função plaquetária. a enzim a anidrase carbônica dissocia + o ácido carbônico em íons H e HCO3 . Tanto pela hem oglobina plasmática como pela existente no interior das hem ácias. D) Fixa-se sobre os leucócitos. inibindo sua ação fagocitária. D) No sangue arterial a maior parte do oxigênio está sob a forma de oxiem oglobina no interior dos eritrócitos. ossos salientes e fácies de um velho. a qual é constituída essencialm ente por carboidratos. impedindo-a de fixar o oxigênio indispensável ao processo respiratório. dificultando a realização da hom eostase. Em relação a esse m ecanismo. Cite usando os números correspondentes onde são produzidos a ptialina. 04 – ( FUVEST ) Assinale a alternativa que indica o com portam ento da caixa torácica. dos capilares e dos tecidos ocorrem em função das diferenças da pressão parcial de O2 e de CO2 no sangue e no ar alveolar. CAIXA TORÁCICA Aumenta volume Aumenta volume Diminui volume Diminui volume MÚSCULOS INTERCOSTAIS de Contraem-se de Contraem-se de Relaxam-se de Relaxam-se DIAFRAGMA Abaixa Levanta levanta Abaixa QUESTÃO 04 – ( M ACK ) O esquem a abaixo representa o aparelho digestivo humano. formando a carboemoglobina. O marasmo. caracteriza-se por atrofia dos músculos. 14 . Através da hemoglobina existentes na hem ácias. enquanto um a pequena porcentagem está diluída no plasma sob a forma gasosa. a) Explique a relação entre a causa do kwashiorkor e o significado atribuído a essa palavra africana. pode – se afirmar que : A) Aproximadam ente 30% do CO2 transportado pelo sangue estão dissolvidos no plasma e 70% combinados com a hem oglobina. quando a taxa de hem oglobina é normal. é um quadro de subnutrição completa causada por deficiência calórica e protéica. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. C) Obstrui os capilares alveolares. fraqueza extrema. reduzindo a capacidade de fixação do oxigênio nos tecidos. as trocas gasosas ao nível dos alvéolos ( hem atose ). 02 – ( UFPR ) O transporte de oxigênio no organismo humano se faz : c) Explique por que a deficiência calórica faz a criança emagrecer. b) Por que alimentos protéicos são fundamentais na composição da dieta das crianças? QUESTÃO 03 – ( FUVEST ) Descreva um experim ento para determinar o pH ótim o de ação de uma protease na digestão da clara do ovo e indique um teste que permita verificar a ocorrência da digestão.quadro decorre da falta quase com pleta de proteínas na dieta. 03 – ( UFPA ) No hom em. a bile e a pepsina. B) Destroi lentam ente os glóbulos verm elhos. C) A oxiem oglobina é um composto estável formado por um a molécula de hem oglobina combinada fortem ente com 4 moléculas de oxigênio.

a nível pulmonar. 3. as veias pulmonares. 3. 2.Leva O2 para os tecidos. 1 – Em 1. 4. 07 – ( UFMG ) Hom eotermia e coração completam ente dividido em quatro câmaras são aquisições importantes de : A) Peixes em relação a protocordados. Estão corretas: A) I e IV. 4. o núm ero 3. III – O núm ero 2 indica a veia cava. A sequência correta. 3. 1. Estas substâncias inicialm ente paralisam os cílios na traquéia e brônquios e posteriorm ente os destroem. 4. ocorre ______________________ 4 – Em 10 fornece-se __________________ para as células e recolhe-se o ______________________ produzido no m esm o local. ( ) pequena circulação. 2. 4. 3. ( ) artéria pulmonar. 1. o sangue circulante nesses vasos é o venoso. o sangue circulante é arterial e venoso. 5. C) Répteis em relação a anfíbios. o núm ero 1 indica a artéria aorta. o sangue circulante nesses vasos é venoso. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. I e III. átrio esquerdo e ventrículo direito. 2 – Em 2. B) Qual é a conseqüência da paralisação e destruição dos cílios das vias respiratórias ? C) Explique com o os efeitos fisiológicos da liberação da adrenalina podem aum entar os riscos de acidentes vasculares ? PRISMA. 5 e 7 encontra-se circulando sangue. B) Preencha as lacunas.Conduz sangue venoso. respectivam ente.Conduz sangue arterial. Além disso. 2. 4. Sobre essa figura são feitas várias afirmações. 3 – Em 9 . as artérias pulmonares direita e esquerda. respectivam ente. a nicotina provoca a liberação excessiva de adrenalina no sangue aum entando o risco de acidentes vasculares. A veia pulmonar e a artéria Aorta estão representados. 1. 5. D) Aves em relação a répteis. pelos vasos : A) B) C) D) I e II. 15 . III e IV. B) Anfíbios em relação a peixes. B) II e III. IV – Os núm eros 4 e 8 indicam.05 – ( OSEC-SP ) O esquem a ao lado mostra a circulação nos mamíferos. ( ) grande circulação. observando o esquem a. A) A que tipo de tecido estão associados os cílios ? I – Na figura. 2. 1. C) I e III D) II e IV. ( ) veia pulm onar. II – Os núm eros 10 e 13 indicam. 3. 02 – ( UNICAMP ) Os fumantes causam maiores danos às suas vias e superfícies respiratórias ao introduzir nelas partículas de tabaco e substâncias como nicotina em concentrações m aiores do que as existentes no ar.Retira CO2 de circulação. e artérial é o tipo de sangue circulante nesses vasos. que se ramifica em veia cava superior e veia cava inferior. 4. 3. A) Coloque os nom es corretos das partes indicadas pelas setas. QUESTÕES ABERTAS 01 – ( PUC – MG ) 06 – ( UECE ) Relacione as colunas.Irrigação do miocárdio. ( ) coronária. respectivam ente. 6 e 8 encontra-se circulando sangue. II e IV. 5. 1. 08 – ( FESP ) A figura a seguir representa o coração de um mamífero visto de frente. 5. de cima para baixo é : A) B) C) D) 2. 5. respectivam ente.

ureteres. com a ajuda de enzim as. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. artérias renais. criando um com posto bem mais seguro. 03 – ( UFBA ) Ingerimos comida cheia de nitrogênio. bexiga e uretra. porque : A) A água do m ar é hipotônica em relação ao seu m eio interno. em 59 países”. segue as m esmas etapas m etabólicas presentes nos mamíferos. é diminuída a reabsorção : A) Passiva de água. B) Passiva de água . 32 – A diversidade de resíduos nitrogenados. Com o a amônia se dissolve tão bem na água. bexiga e ureter. 16 . teríamos que urinar galões para expeli-la pela bexiga. o que aum enta a concentração sanguínea e dilui a urina. Rins. 04 – ( UNICAMP ) “ Muitas espécies são introduzidas em um am biente sem que haja uma avaliação dos riscos associados a essa prática. bexiga e uretra. Com isso. o que diminui a concentração sanguínea e concentra a urina.EXCRETOR/ REPRODUTOR A) B) C) D) Rins. o que diminui a concentração sanguínea e concentra a urina. do que precisamos – que pode unir-se aos átomos de hidrogênio e se transformar na venenosa am ônia. chamado uréia. juntamos am ônia e dióxido de carbono. 16 – A formação de uréia no hom em. A truta arco-íris já foi introduzida em 82 países. 2 . C) O sangue elim ina os sais absorvidos pelo intestino por osm ose. C) Ativa de água. em sua maioria. Rins. 01 – ( CESGRANRIO ) Os tubarões acumulam uréia no sangue. em aves e répteis. D) Tornando-se isotônicos em relação ao mar. 03 – ( FUVEST ) O sistem a circulatório dos vertebrados é constituído por uma complexa rede de vasos sanguíneos distribuída por todo o corpo. o que aum enta a concentração sanguínea e dilui a urina. em 66 países e a carpa comum . o que favorece a desidratação. Essa estratégia para o m etabolismo de com postos nitrogenados não é a única entre os animais. Isso tem acontecido em larga escala com peixes pelo m undo todo. A análise comparativa das diversas estratégias utilizadas permite concluir : 01 – Os peixes. com o artifício de sobrevivência ao m eio marinho.D) Onde é produzida a adrenalina ? 02 – ( VUNESP ) A ingestão de bebidas inibe a liberação do hormônio responsável pelo aum ento da perm eabilidade das m embranas das células dos túbulos renais . 3 e 4 representam . excretando-a diretam ente na água. B) Os vacúolos pulsáteis das células branquiais não são eficientes na expulsão de excesso de água absorvida. Caracterize os peixes quanto à anatomia do coração. Dê como resposta a soma dos núm eros associados às proposições corretas ___________________________________ 04 – ( OBJETIVO ) No desenho abaixo os núm eros 1. 08 – A formação de resíduos nitrogenados. 02 – O m etabolism o dos compostos nitrogenados é uma função exclusiva do sistem a excretor entre os m amíferos. é um exem plo de integração orgânica em resposta a um requerim ento fisiológico. respectivam ente. a osm orregulação é controlada. 04 – A produção da uréia associada a um sistem a renal com plexo é um a importante adaptação dos mamíferos à vida terrestre. PRISMA. uma espécie de tilápia. Rins. uretras. reflete a história evolutiva de cada grupo em função do seu habitat.mais nitrogênio de fato. Mas a nossa fisiologia fez um a opção m ais inteligente: no fígado. quanto ao tipo do sistem a respiratório e quanto ao tipo de sistem a circulatório. SIST. entre os animais. A) Que tipo de vaso sanguíneo palpamos quando tom amos a pulsação de um a pessoa ? O que significa essa pulsação ? B) Descreva a estrutura básica de um a veia humana e explique com o o sangue flui através dela. D) Ativa de água. dispensam a conversão de amônia em uréia. bacinete e uretra. ureteres.

17 . D) A gravidez ocorreu após a fecundação dos gam etas e a posterior nidação do em brião ao endom étrio. II – Impedir que os esperm atozóides sejam depositados na vagina. II e I. com aum ento de 200 vezes ). D) Aum enta a produção de testosterona. C) O médico poderia dizer que os hormônios folículoestimulante do casal foram produzidos. a produção dos gametas representados pela figura A é muito maior que a dos representados pela figura B. Entretanto. 08 – ( UFMG ) Diferentes m étodos de controle de natalidade têm sido usados pela população. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Com base na figura e em conhecim entos sobre m enstruação. eu estou grávida? Mas não é possível. com aum ento de 1250 vezes ) e do feminino ( em B. B) Mantém a produção de esperm atogônias. estão representadas etapas do ciclo m enstrual. FSH – estrógeno – LH – progesterona. Decorre da grande quantidade de progesterona no sangue. PRISMA. As curvas indicadas por A. os seus hormônios e os de seu m arido estão funcionando muito bem”. respectivam ente. 07 – ( UFMG ) Nessa figura. 10 – ( UNBDF) As figuras abaixo representam as principais partes do gam eta m asculino ( em A. a futura mamãe não deveria ter se assustado. È o período m enos provável para a fecundação. respectivam ente. I e III. B) As glândulas exócrinas do casal produziram os hormônios sexuais em doses adequadas. Em relação a esse pequeno diálogo. II e III. os objetivos : A) I. 04 – No processo de fecundação. C) reduz a libido. O uso da camisinha. 01 – A estrutura I é pobre em enzim as. Considerando os dados relativos às figuras apresentadas. LH – estrógeno – FSH – progesterona. todas as afirmativas estão corretas. LH – progesterona – FSH – estrógeno. julgue os itens que se seguem. o médico poderia lhe responder : “Que bom . é correto afirmar que ele: A) Inibe as glândulas que produzem sêm en. assinale a alternativa que não pode ser considerada biologicam ente correta. A) Se a tabelinha foi utilizada como método preventivo. Coincide com início da elevação do nível de estrógeno. a variação de hormônios : A) B) C) D) FSH – progesterona – LH – estrógeno. C) II. Um desses m étodos está ilustrado nesta figura. 02 – A energia necessária para o batim ento do flagelo provém da estrutura II. o que será que aconteceu?” tem sido dita por milhares de futuras m amães aos seus médicos. III e II. B) I.05 – ( PUC-PR ) O gráfico abaixo representa as variações das quantidades de hormônio durante o ciclo m enstrual. objetivos de alguns métodos Considerando a utilização desse m étodo. D) III. III – Impedir que os esperm atozóides depositados na vagina cheguem ao útero. B. 09 – ( UFVMG) A frase “Doutor. C e D representam . exceto : A) B) C) D) Decorre da descamação da mucosa uterina. a membrana celular da célula B sofre significativas modificações. 03 – Na espécie humana. 06 – ( UFMG ) Os anticoncepcionais são : I – Impedir que o óvulo alcance a porção superior das trompas. o uso do diafragma e a ligadura de trompas atingem .

os órgãos produtores de gam etas nos dois sistem as. D) No útero e na vagina. o óvulo sai do ovário e cai na tuba uterina. A fecundação e o desenvolvim ento ocorrem . A m eiose ocorre na(s) etapa(s): Identifique A) Pelos núm eros. D) B e C. C) C. de onde passa para o útero. respectivam ente : A) No útero e nas tubas uterinas. B e C. 1 4 ________________________________________________ ________________________________________________ B) Um a função das células indicadas pelos núm eros 5 e 6. C) No oviduto e na vagina. 18 .11 – ( MACK ) O esquem a abaixo representa parte da gam etogênese animal em machos. 12 – ( CEFET ) Na espécie hum ana. 7 _________________ 04 – ( UFMG ) Observe o esquem a que representa secção de um a região de testículo humano. B) As estruturas indicadas pelas setas: Esquema I 2 __________________ 3 _________________ 4 _________________ A) Anteriores a A. apenas. 5 6 ________________________________________________ ________________________________________________ C) O (s) núm ero(s) correspondentes à célula(s) que : a) Sofrem ação do hormônio folículo estimulante ( FSH ) b) Sofrem ação do hormônio luteinizante ( ICSH ) D) O(s) núm ero(s) correspondentes à(s) célula(s) que: PRISMA. cite : A ___________________________________________________ B ___________________________________________________ C ___________________________________________________ 03 – ( UFMG ) Observe os esquemas: A) O núm ero total de cromossomos existentes nas células indicadas pelos núm eros 1 e 4. Com base no esquem a e em seus conhecim entos sobre o assunto. B) A e B. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Esquema II 2 ______________________ 3 ______________________ 4 _______________________ QUESTÕES ABERTAS 01 – ( UFMG ) Analise a tabela e diga quais são os líquidos naturais ( soluções ) encontrados no nosso organismo. e designados pelas letras A. B) Nas tubas uterinas e no útero.

bócio e nanismo. 05 – ( UFMG ) A disfunção das glândulas 1. 3 – II . A) Insulina e glucagon. 2. C) insulina e adrenalina. 5. nanismo.Ocitocina 5. Estes horm ônios representados pelas letras A e B. 2. Retirar a mão. A) B) C) D) 5.Glucagon 3. B) adrenalina e glucagon. cabe à glandula : A) Hipófise B) Pâncreas. 2 – III . 04 – ( CESGRANRIO ) A concentração de glicose no sangue depende da atuação de dois hormônios. 5. ela reage im ediatam ente por m eio de um reflexo. 1 – Cerebelo 2 – Bulbo 3 – Córtex Cerebral 4 – Medula espinhal A) B) C) D) 1 – IV . Nesse reflexo o neurônio efetuador leva o impulso nervoso para: A) B) C) D) m edula espinhal. 1.Prolactina 2. 03 – ( MACK-SP ) Assinale a alternativa que apresenta a associação correta. 4. exceto : A) B) C) D) Lem brar-se do nom e de um amigo. IV – Responsável pelos sentidos como a visão. 02 – ( UNESP ) Quando uma pessoa encosta a m ão em um ferro quente. 2–I. Pressão alta. I – Controle das funções respiratórias e equilíbrio térmico II – Envolvido(a) no arco reflexo.Tiroxina 4. respectivam ente: SISTEMA NERVOSO / ENDÓCRINO 01 – ( UFMG ) Abaixo você encontra a representação de órgãos do sistem a nervoso central. Pressão alta. 3 – IV . Resolver m entalm ente um problem a matem ático.II . diabetes e pressão alta. 2. 3 – II . diabetes e bócio. 4 – I. b) Serão afetadas pelo uso de pílulas anticoncepcional masculina de efeito sem elhante às ja existentes para as mulheres. D) Timo. D) adrenalina e insulina. 06 – ( UECE ) Associe corretam ente as colunas : 1. bócio. Um hom em que sofreu um a secção no sistema nervos. Fazer um trabalho manual qualquer. 1. pode-se afirmar que a responsabilidade da disfunção hormonal. 1 – III . no ponto indicado pela seta. C) Supra renal. 3 e 4 representam no esquem a abaixo poderá causar. ) estimulante da produção de leite nas glândulas mamárias. 1 – II . 3. pressão alta.ADH ( ( ( ) Contrai a musculatura uterina. 4. são respectivam ente: PRISMA. ( ) Controla a excreção de água pelos túbulos renais. Os músculos flexores do braço. ) Estimula a quebra do glicogênio no fígado. 1 – III . 5. 3. As terminações sensoriais de dor na ponta dos dedos. 1. A) B) C) D) Nanismo. se espetada por um alfinete. 2. Diabetes. O encéfalo. 07 – ( UFMG ) Observe a figura. 4. 2. 4 – III. 19 . 4 – II. III – Controle do equilíbrio. 4. 3 . 4 – I.a) Terão sua função primordial impedida pela vasectomia. poderá teoricam ente realizar todos os atos abaixo. 1. bócio. 2 – IV . nanismo e diabetes. como mostra a figura abaixo: Supondo que a diferença de tamanho entre os dois indivíduos se deva som ente à ação de hormônios. audição e atividade intelectual. 3. ( ) Eleva o m etabolismo basal. 3. no caso. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. 2 – IV.

Qual é a sequência correta em que aparecem o filo.TAXONOMIA QUESTÃO 01 – (UFMA) A comissão internacional de nom enclatura Zoológica estabelece regras que são seguidas pelos cientistas de todo m undo. E) Quando escrevem os Anopheles (Nyssorhynchus) darlingi querem os mostrar também a presença da subfamília que fica colocada entre parênteses. Canis. D) à m esma família. C) Os nom es de gênero e de subgênero devem consistir em um a palavra simples. PRISMA. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. 3 espécies de uma única ordem . carnívora. Canis. QUESTÃO 05 – ( UNIMONTES ) A classificação universal dos seres vivos é desenvolvida pela taxonomia e obedece a regras internacionais de nom enclatura. Canidae. Chordata.Dentre elas. B) à m esma espécie. QUESTÃO 04 . Mammalia. Ursidae ( ursos ). C) ao m esmo subgênero.maçarico vira pedras. araras e periquitos. 20 . QUESTÃO 08 . identificando a categoria taxonomica a que se refere cada um dos nom es citados. Canis. Petromyson marinus ( espécie ).Se reunirmos as famílias Canidae ( cães ). incluindo nessa designação os papagaios. Hienidae ( hienas ) e Felidae ( leões ). única. Mammalia. B) O gênero é escrito sem pre em letra minúscula. Canidae. a classe. QUESTÃO 03 . Dentre as combinações a seguir. mammália. Chordata. a família e o gênero a que o cão pertence ? A) B) C) D) Mammalia.Gavião –peregrino.maçarico-de-coleira. onde a prim eira palavra representa a espécie e a segunda o gênero.A abóbora. e justifique sua resposta. vemos que todos são carnívoros. é CORRETO afirmar que: A) O nom e da família é formado acrescentando-o ao radical do gênero a desinência – inae. latina ou latinizada. assinale a CORRETA : A) Lampréia B) Onça C) Feijão D) Cascavel ). Chordata. Panthera ( família ). Chordata. carnívora.Guará. D) A nom enclatura das espécies é latina e binomial. Identifique abaixo o nom e científico escrito corretam ente: A) B) C) D) charadrius Collar is .( VUNESP ) No ano de 1500.(UFMG) Os organismos abaixo têm em com um. Carnívora. Phaseolus vulgaris vulgaris ( subfamília ) crotalus ( terrificus ) terrificus ( subespécie QUESTÃO 09 – ( FUVEST ) Complete o quadro abaixo. Canidae. QUESTÃO 07 – (FCMMG) De acordo com o sistema de nom enclatura zoológica. Carnívora. pertencem à (ao) m esma(o): A) espécie B) ordem C) subespécie D) família E) gênero O grupo de aves relacionadas compreende A) B) C) D) E) 3 espécies e 3 gêneros. 9 espécies de um mesmo gênero. Arenária interpres . Eudocimus Ruber . falco peregrinus . 3 espécies de uma única família. o m elão e a m elancia são classificados como Curcubitaceae. 9 espécies e 3 gêneros. portanto. Canidae. os portugueses já se ref eriam ao Brasil como a “Terra dos Papagaios”. EXCETO: Hom o sapiens sapiens Leishmania donovani nilótica Leishm ania donovani chagasi Leishm ania donovani donovani A) B) C) D) A classe A subespécie O gênero A espécie Anopheles (Nyssorinchus) Darlingi zoológica. pode-se citar: QUESTÃO 02 – ( Uni-RIO ) O nom e científico do cão é Canis familiar is. Canis. A partir desse dado pode-se afirmar que todos eles pertencem: A) à m esma subespécie. Estas aves pertencem a um a m esma família da ordem Psittaciform es. de acordo com as regras de nom enclatura NOME CATEGORIA JUSTIFICATIVA Rattus Ascaris lumbricóides QUESTÃO 06 . a ordem.

I II está ocorrendo em cada fase ________________________________________________ ________________________________________________ QUESTÃO 04 – ( UFMG ) O m ecanismo básico da Síndrome de imunodeficiência adquirida é tal que : A) A infecção dos linfócitos pelos vírus acarreta um estado de imunodeficiência que torna o hospedeiro suscetível a diversas doenças. pelo contato com o sangue de pessoas contaminadas D) É altam ente contagioso. QUESTÃO 02 – ( UFCE ) Marque as opções corretas com relação aos vírus e às bactérias: 01 – Os vírus são seres celulares capazes de promoverem doenças inespecíficas. o sábio francês d’Herelle verificou que um a cultura de bacilos da disenteria estava sendo destruída por um agente cuja visualização não era possível de ser feita. QUESTÃO 06 – ( UNIMONTES ) O VÍRUS DO MEDO. D) Im pede a atuação de um grupo de linfócitos essenciais para a indução da resposta imune. II e III B) I. permitindo. D) O estado de imunodeficiência permite a destruição dos linfócitos pelo vírus com consequente disseminação da doença para outras células. Isso constitui-se na prim eira constatação da existência de vírus que som ente atacam bactérias. Bactericidas. 04 – Os retrovírus possuem a enzim a transcriptase reversa fundam ental à sua reprodução. C) Pode ser transmitido. III e IV. A hum anidade esta longe de descobrir a cura da AIDS e agora ficou diante de outro vírus m ais perigoso que vários tipos de câncer. 08 – Cada unidade infecciosa de um vírus é denominada vírion. A) Utilizando a num eração de cada fragm ento. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. C) Liga-se aos anticorpos circulantes.QUESTÃO 01 – ( PUC-RS) Em 1917. que o material genético destes organismos. IV – Relações sexuais. esses vírus foram genericam ente denom inados: A) B) C) D) Bacteriostáticos. 16 – todos os vírus possuem o DNA como material genético. O vírus da AIDS pode ser transmitido. proteína importante na defesa inespecífica. 32 – No citoplasma bacteriano encontramos som ente o plasmídeo. a seguir a sequência exata desse ciclo. Sabendo que o fósforo se incorpora ao DNA e que o enxofre às proteínas virais.Aperto de mão e abraço. sob a form a de fragm entos. dando origem a sintom as diferentes em cada caso. essenciais no bloqueio de infecções. impedindo sua importante função fagocitária. II . que tipo de radiatividade você espera encontrar no interior de um a célula hospedeira desses vírus? Por quê? PRISMA. QUESTÃO 05 – ( UFF-RJ ) O vírus da AIDS causa maior suscetibilidade a infecções porque: A) Im pede a ação do interferon.Transfusão de sangue. C) Infecções por vários agentes patogênicos levam a um estado de imunodeficiência pela mobilização de grande núm ero de linfócitos. 21 . III ________________________________________________ IV ________________________________________________ V ________________________________________________ VI ________________________________________________ QUESTÃO 08 . Bacteriófagos. através de APENAS: A) I. exigindo cuidados extrem os dos técnicos de laboratório. III – Uso de banheiros públicos. B) Apresenta longo período de incubação.( FUVEST-SP ) Bacteriófagos foram tratados com fósforo e enxofre radiativos. indique. Observe-o. D) II. 02 – Alguns vírus são capazes de induzir o desenvolvim ento de tumores. IV e V. Bactérios. Com relação a esse vírus não podem os afirmar: A) Provoca sangram entos em todas as mucosas. destruindo o organismo em m enos de um mês : o Ebola. QUESTÃO 07 – ( UNIMONTES ) O ciclo de um determinado vírus está apresentado abaixo. comprovadam ente. B) Explique o que esquem atizada. portanto conter o seu avanço. transmitido com mais facilidade do que a AIDS e de ação devastadora. Mais tarde. IV e V. V – Uso de seringas. C) II. Dê a soma das respostas corretas ___________ QUESTÃO 03 – (PUCAM P) Considere as seguintes possibilidades de transmissão de um agente patogênico: I . B) O vírus atinge vários tecidos e órgãos do hospedeiro. m aterial cirúrgico e agulhas. B) Infecta e destrói os macrófagos.

Marque a alternativa que explica esse fato: A) O uso inadequado do antibiótico induz o aparecim ento de novas espécies. C) Não com er bife m alpassado. bacilos. tipicam ente. Transdução – Vírus. 3 b) 1. na classificação dos seres vivos em cinco reinos. Transformação – Absorção de DNA do m eio. vacinar-se periodicam ente. REINO MONERA QUESTÃO 01 – ( PUC ) Em procariontes. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Sífilis. Mem brana nuclear. gonorréia. cocos. D) O antibiótico tem ação eficaz contra os vírus. Encefalite. QUESTÃO 03 – ( FUVEST ) Assinale a opção onde se registra um a correlação inexata : A) B) C) D) Conjugação – Ponte intercitoplasmática. estafilococos. os lisossomos. Ribossom os. B) O uso inadequado do antibiótico atua de m odo seletivo. de bastão.Em bactérias. Têm propriedades de síntese. hidrofobia e catapora. A) B) C) D) Possuem enzim as oxidativas. B) As bactérias são procariontes.forma de resistência. cocos. estafilococos. Brotam ento . 22 . 3. o antibiótico mata a bactéria ou modifica seu patrimônio genético. 3 indicados nas figuras: a) 1. estreptococos. não com er verduras cruas. transformações podem ocorrer devido a transmissão de informação genética de uma bactéria para outra. 1 Fragmentos de DNA livres no meio 2 FIG. bacilos. bacilos. 1. C) A conjugação bacteriana é um m ecanismo de recombinação gênica nas bactérias. estafilococos. em cacho de uva e em colar denominam-se. hepatite e cólera. 2. C) O antibiótico é inócuo e atua no processo de transformação bacteriana. poliomielite. pois causam doenças. gripe e sarampo. Coluna I QUESTÃO 04 – ( FCMMG ) Assinale a alternativa correta: A) As bactérias pertencem ao reino Protista. 3. lavar bem as verduras. com er boa quantidade de vitaminas. D) Nos cloroplastos das cianofíceas encontram-se os pigm entos clorofila. Pneum onia. Entre as doenças humanas causadas por bactérias podemos citar: A) B) C) D) E) Varíola. não possuem processos sexuados de reprodução. PRISMA. Parede celular. estreptococos. respectivam ente: A) B) C) D) cocos. impedindo-a de se m ultiplicar. tuberculose. Botulismo. e muitas vezes são patogênicos. Porém em alguns casos isso não ocorre. 3 d) 2. ficocianina e ficoeritrina. cocos. bacilos. 1 QUESTÃO 09 Num ere a Segunda coluna de acordo com a prim eira e depois assinale a alternativa que contenha a sequência correta: ( 1 ) bacilos ( 2 ) estreptococos ( 3 ) estafilococos ( 4 ) tétrades ( 5 ) sarcina ( 6 ) espirilo A) 3 – 2 – 5 – 6 – 1 – 4 B) 3 – 5 – 2 – 6 – 1 – 4 C) 3 – 5 – 2 – 1 – 6 – 4 D) 3 – 5 – 2 – 6 – 4 –1 QUESTÃO 10 – ( UFMT ) Para evitar a cólera. suas células dem onstrariam ausência de: A) B) C) D) Mem brana plasmática. e como todos os procariontes. estafilococos. QUESTÃO 08 . as bactérias com as formas esféricas. poliomielite. o que permite a sobrevivência das bactérias portadoras das melhores combinações de caracteres hereditários. QUESTÃO 05 – ( PUC ) As cianofíceas são procariontes. D) Dormir bem. caxumba e sarampo. recom enda-se : A) Cozinhar bem a carne de porco: tomar cuidado com os mosquitos. A transmissão de informação genética entre bactérias é possível graças a três mecanismos ilustrados abaixo: Conjugação. transformação e transdução estão respectivamente QUESTÃO 02 – ( UNIMONTES ) Destruindo a m em brana celular. estreptococos. Do ponto de vista estrutural. ( ( ( ( ( ( ) cocos em grupos densos ) cocos em grupos aproximadam ente cúbicos ) cocos em fileira ) filam entos helicoidais ) bastonete reto em geral de 1 a 15 micra ) cocos em grupos de quatro Coluna II QUESTÃO 06 .As bactérias são organismos microscópicos. Esse processo faculta uma grande variação genética. febre tifóide.Em relação à m orfologia. Contêm poucas enzim as hidrolíticas. B) Lavar as mãos antes de com er. m eningite e tétano. Não são encontrados. 2 c) 2. combinando caracteres de várias raças ou linhagens.QUESTÃO 09 – ( FAV ) Qual a diferença entre o ciclo lítico e o ciclo lisogênico na reprodução de vírus do tipo bacteriófago ? QUESTÃO 07 . tomar cuidado com o barbeiro. estreptococos. repousar após das refeições.

3 C) 2. 5. 1. os criadores de trutas de Irsael com eçaram a vacinar seus peixes.QUESTÃO 11 – ( UFMG ) A bactéria Streptococcus iniae afeta o cérebro de peixes. B. 5) O halo claro. onde foram previam ente sem eadas culturas de bactérias causadoras da infecção. picada do Aedes. D) Permitiu a proliferação de bactérias m utantes resistentes. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. cite a letra correspondente ao antibiótico manos indicado para o tratam ento da infecção. 3) Relacione o uso indiscriminado de agrotóxicos com os resultados observado no experim ento acima. a doença apresentada por esse indivíduo e sua forma de transmissão são: REINO PROTISTA Com base nessas informações e em seus conhecim entos. picada do Culex. A cientista Helena Campos acredita que essa linhagem surgiu por pressão evolutiva induzida pela vacina. a) Malária. Com base no resultado desse experim ento. 3 B) 2. Apesar disso. c) Leishmaniose. A) Você concorda com a conclusão do estudante ? Justifique. explicando as diferenças entre os dois tipos celulares. 4. 5. 4. ocorreu um a epidemia causada por uma linhagem de bactérias resistentes à vacina. as colônias que cresceram foram transferidas para outra placa que contém o m esmo m eio de cultura. um estudante concluiu que o antibiótico induziu a resistência nas bactérias. em torno do papel de filtro. como mostra a figura acima. A afirm ativa acima é verdadeira ou falsa ? Justifique sua resposta. Com base nesse r esultado. B) Induziu mutações específicas nas bactérias. permitindo sua infecção pela outra linhagem da bactéria. 2. tornando-os suscetíveis à infecção pela outra linhagem de bactérias. ao impedir o desenvolvim ento das bactérias da linhagem original. picada de Anopheles. Posteriorm ente. e) Doença de Chagas. fezes contaminadas de triatomíneos. responda : 1) Após analisar o experim ento. 4.( UFES ) Associe as colunas: ( 1 ) Trichomonas vaginalis ( ) doença endêmica ( 2 ) Plasmodium malar iae ( ) maré verm elha ( 3 ) Entamoeba histolytica ( ) leucorréia ( 4 ) pirrófitas ou dinoflagelados ( ) frústulas ( 5 ) crisófitas ou diatomáceas ( ) disenteria A sequência correta na segunda coluna é: A) 1. como m ostra o esquem a abaixo. indica ausência de crescim ento bacteriano. 3 QUESTÃO 02 . em 1997. o que quer dizer que a vacina : A) Induziu mutações específicas nos peixes. tornando-as resistentes ao m edicam ento. 4. b) Doença de Chagas. com m eio de cultura apropriado. 5. QUESTÃO 12 – ( UFOP ) Célula procariota é a célula que não contém núcleo. acrescido de um antibiótico. C e D ) são colocados em placas de Petri. Círculos de papel de filtro em bebidos de antibióticos ( A. QUESTÃO 01 . 3 D) 1.( UNIMONTES ) A ilustração abaixo representa o resultado do exam e de sangue de um paciente. QUESTÃO 13 . 2. 1 FIG. C) Causou enfraquecim ento aos órgãos dos peixes. causando a doença do peixe louco. 2) Cite um m ecanismo que leve ao surgim ento da variabilidade genética nesses organismos. picada do barbeiro. FIG. 1. 4) O antibiograma é um exam e de laboratório usado para determinar o antibiótico adequado para combater uma infecção bacteriana. 23 . que contém m eio de cultura adequado. 5. d) Malária.( UFMG ) Bactérias foram colocadas para crescer em uma placa de Petri. A partir de 1995. 2 PRISMA.

ao picar o hom em. mas de ordens diferentes. na parte Norte de Minas. C) A agressividade do Trypanossoma Cruzi no organismo hum ano caracteriza um a interação parasitária que é historicam ente recente no Brasil. Balant idium coli. III – Balantidium coli. C) Pseudópode. Hospedeiro definitivo . B = Leishmania. 24 . A forma mais com um na Brasil. localizado na região do Médio Rio das Velhas. em relação aos protozoários acima : A) B) C) D) Som ente I e II apresentam pseudópodes. B = Plasmodium. A característica considerada para tal classificação é : A) B) C) D) O modo de reprodução. À m esma classe. B) As formas infectantes par o hom em se encontram nas fezes do barbeiro. II e III pertencem à m esma espécie. Qual das organelas abaixo será responsável pela locomoção desse m esmo organismo ? A) Flagelo. QUESTÃO 06 – ( FUMEC ) I – Entamoeba histolytica. B) Cílio. Agente etiológico. devido ao fato de esses parasitas cobrem a mucosa de extensa região do tubo digestivo. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Vetor. Á m esma espécie. a leishmaniose tegum entar am ericana. atualm ente. mas de gêneros diferentes. Mastigophora. Estas são explicadas pela interferência na absorção de nutrientes. QUESTÃO 13 – ( UNICAMP ) Quando intensam ente parasitada por Giardia lamblia. cerca de 400. D) A transmissão habitual da doença de chagas se realiza através da saliva de um hem íptero hem atófago. O objetivo da detetização e a m elhoria das casas visavam com bater o A) B) C) D) transmissor. antes da colonização do Brasil. Trypanossoma cruzi. a responsabilidade do hom em com eça com a invasão e modificação do ambiente silvestre. um protozoário flagelado. QUESTÃO 11 – ( PUC-MG ) Não é afirmativa correta sobre a doença de Chagas A) O agente etiológico é o Trypanossoma cruzi. uma pessoa passa a sofrer de certas deficiências nutricionais. Recorda. QUESTÃO 12 – ( FCMMG ) “ O m unicípio de Lassance. Assinale a alternativa que corresponde corretam ente ao significado de A e B: a) b) c) d) A = pelas fêm eas e m achos de certas espécies de mosquitos Anopheles. A composição química do citoplasma. vem aum entando em Minas Gerais. QUESTÃO 07 – ( FAFEOD ) O único caso de ciliófora parasita hum ano é: A) B) C) D) Paramecium caudatum Giardia lamblia. Esse crescim ento se deve provavelm ente : A) A domiciliação do vetor em consequência do desm atam ento. Passados 83 anos ( … ) Lassance tem pouca lem brança do autor e da descoberta que deu fama mundial à cidade. o Trypanossoma.000 pessoas em todo o mundo. QUESTÃO 10 – ( UFMG ) A leishmaniose afeta. B) Á eliminação dos cães infectados que proliferam na periferia das cidades. B = Plasmodium. B = Leishmania. C) Á falta de condições de higiene. o que permite o contágio com pessoas doentes. A = pelas fêm eas de certas espécies de m osquitos Anopheles.QUESTÃO 03 . QUESTÃO 09 – ( UFMG ) José está com malária e Carlos tem doença de Chagas. foi bem posterior ao seu descobrim ento e. Som ente IV é flagelado. um inseto chamado barbeiro. QUESTÃO 08 – ( UFBA ) Inexistente entre os índios. foi onde o pesquisador Carlos Chagas descobriu a tripanossomíase am ericana ( doeança de Chagas ) em 1909. no país. E) O combate à doença de chagas inclui a realização de teste sorológico para seleção de doadores de sangue. Ela se estabeleceu em consequência de um a colonização predatória. II – Entamoeba coli. QUESTÃO 04 – ( PUCSP ) O filo Protozoa é subdividido em quatro classes Sarcodinos. IV – Giardia lamblia. A) Qual é essa região ? B) De que maneira se adquire esta parasitose ? C) Qual o processo de reprodução que ocorre neste parasita? PRISMA. Apenas II não é parasita. ainda. B) A domiciliação dos triatomídeos é uma consequência do desequilíbrio ecológico resultante da destruição de seus habitats naturais. C) A cura definitiva se faz através do transplante cardíaco. QUESTÃO 05 – ( ITAJUBÀ ) Durante um a aula prática foi observado um protozoário que continha uma macro e um micronúcleo. Pode-se dizer que os dois foram picados por animais pertencentes : A) B) C) D) A duas diferentes classes.A m alária é transmitida ao hom em A e é provocada por um protozoário do gênero B. Por volta de 1960 houve um a detetização geral com uso de BHC. A = pelas fêm eas de certas espécies de m osquitos Anopheles. Lassance recebeu das autoridades recursos para o com bate à essa doença. Devido a fama. A presença ou ausência de carioteca. Sporozoa e Ciliophora. D) Mionem a. Marque a alternativa falsa. o problem a da doença de Chagas. o Anopheles. A partir das afirmações acima. aliada às precárias habitações e às condições socioeconômicas e culturais dos colonos. A = pelas fêm eas e m achos de certas espécies de mosquitos Culex. que foi realizada no m unicípio campanha para m elhoria das construções para acabar com as casas de pau a pique …” ( Estado de Minas – 1992 ). A estrutura de locomoção. D) Melhoria nas habitações constitui uma m edida profilática. responsável pelo contínuo desm atam ento e destruição de ecossistem as naturais. F) O agente infeccioso da doença de Chagas realiza o ciclo vital em um único hospedeiro. D) Ao aum ento da resistência do protozoário ás vacinas existentes. constata-se : A) Na cadeia epidemiológica. Á m esma ordem. hoje. se constitui em grave endemia.

atualm ente domiciliados. 25 .QUESTÃO 14 – ( PUC-SP ) Na espécie hum ana ocorrem várias doenças. II – Os oocistos dão origem . o Trypanossoma cruzi. e indique dois m eios para sua profilaxia. Responda A) Além da transfusão de sangue. cujos microorganism os causadores estão presentes no sangue de pessoas infectadas. de acordo com as regras de nom eclatura. responda : A) Em quais das fases citadas são encontrados os corpos X ou hipinozoítos ? B) Em quais das fases são encontrados os esquizontes ? T. paralisia infantil. com ou sem passagem pelo hospedeiro invertebrado ( triatomídeos vetores ). A) Cite duas dessas doenças que sejam causadas por protozoários. logo após a invasão das células do parênquima hepático pelos esporozoítos. Qual o significado dessa descoberta em relação à transmissão da doença de Chagas ? V – Cite um a causa da anemia observada na espécie humana após os acessos febris da malária. cólera. doença de Chagas. D) Recentem ente. eram espécies primitivam ente sivestres que invadiram os biótopos artificiais. I – Considerando as fases assexuada ou sexuada e eritrocítica ou exoeritrocítica do plasmódio. A outra população tem o desenvolvim ento retardado. diversas possibilidades de transferência entre seus reservatórios ( mamíferos susceptiveis ). O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. REINO FUNGI QUESTÃO 01 – ( UFBA ) Encontram-se às vezes. na natureza. se encontram também as m esmas formas do T. pergunta-se : A) Quais delas são passíveis de tratam ento com antibióticos ? Por quê b) Quais delas teriam sua incidência diminuída pela detetização ? Por quê ? B) Escolha um a das doenças por você citada. pedaços de pão recobertos de bolor. Explica-se esse fato porque o bolor representa : E) Cite uma outra endem ia brasileira na qual o vetor pertence à m esma classe dos triatomíneos e o agente patogênico é também. gonorréia. Um a ocorre desenvovim ento im ediato no fígado. o nom e de uma espécie onde ocorre a fecundação dos gam etas de um dos agentes etiológicos da m alária. cite outra possibilidade de transmissão direta da doença de chagas de hom em a hom em. QUESTÃO 15 – ( UFMG ) A doença de Chagas é caracterizada pelo fato de seu agente. produzindo os m erozoítos que invadem as hem ácias. nas glândulas odoríferas paranais do gambá. cruzi e triatomíneos _______________________________ T. tuberculose e febre amarela. cruzi que são encontrados nos triatomíneos vetores. Cite duas atividades hum anas que favoreceram essa domiciliação. em certos am bientes. podendo inclusive ser transmitidos através de transfusões ou por seringas usadas. C) O lêvedo usado no preparo do pão. A) O resultado do apodrecim ento da farinha no fabrico do pão. verificou-se que. PRISMA. indicando para cada uma o nom e do parasita responsável. que se desenvolveu e tomou um a coloração escura. apresentar. aos : III – Escreva. por esporogonia. B) Que relação ecológica ocorre em associações indicadas ? cada um a das QUESTÃO 17 – ( UFMG ) Uma espécie de Plasmodium apresenta duas populações distintas de esporozoítas. IV – Cite uma m aneira pela qual se pode interromper a transmissão da malária ao hom em. QUESTÃO 16 – ( FUVEST ) Considerando-se as doenças: gripe. um protozoário. Estas foram denominadas corpos X ou hipnozoítos e são responsáveis pelas recaídas tardias. B) Um a colônia de bactérias que se desenvolveu a partir de um a única bactéria que contaminou o pão. cruzi e tatu _____________________________________ C) Sabe-se que vários Tritomíneos silvestres. D) Um conjunto de fungos originados de esporos existentes no ar e que se desenvolveu no pão.

Nenhum a das anteriores. Um a cianobacteria. C) Fungos. 04 – Existem espécies com estíveis. D) Estruturas liberadas pelos corpos de frutificação dos fungos. 16 – Podem ser saprófitas ou parasitas. QUESTÃO 05 – ( UNIUBE ) N a constituição dos liquens podemos observar que entram : A) Som ente fungos e algas verdes. QUESTÃO 06 . a alga realiza a fotossíntese e fornece alim ento ao fungo. forma-se. fotossíntese. cresce em casas que ficam fechadas durante anos. nas cam adas superiores dessa rede situam-se muitos grupos de pequenas algas verdes(clorofíceas) ou. pode ter sido causada pela inalação de m ateriais liberados por um fungo venenoso. então. D) Fungos e algas pardas. fornecendo água ao substrato. mais raram ente. D) Musgos. sofrendo lesões m ortais nos rins. Utilizando os conhecim entos adquiridos. fotossíntese. a alga realiza fotossíntese e retira água do fungo. que matou 25 pessoas relacionadas à descoberta da múmia do faraó egípcio. constituindo um falso parênquima. solo simples que favorecerá a colonização por outros seres vivos. Um a alga. absorvendo água do substrato. entretanto. 26 .( UFMG ) Os líquens da tundra ártica constituem a principal fonte de alim ento para renas e caribus durante o inverno. D) Algas. o sapinho da boca e a histoplasmose são doenças causadas por: A) Vírus. C) Células dos fungos liberadas por esporângios. são primariam ente produzidas por um dos organismos com ponentes do líquen. ferm entação.( UFRN ) A ferrugem do cafeeiro. As substâncias orgânicas do alim ento desses animais. O médico Nicola obteve provas da ação de um fungo que. em apenas um deles. Qual é esse organismo e que processo ele utiliza para produzir substâncias orgânicas ? A) B) C) D) Um fungo. o fungo faz fotossíntese e retira água da alga. O material aspirado pelos pesquisadores pode ter sido: A) As hifas. 02 – Fazem parte do reino Fungi. o fungo faz fotossíntese e fornece alim ento à alga. QUESTÃO 10 – A famosa “maldição de Tutakham on”. os esporos. capazes de gerar novos fungos. Por acúmulo de poeiras carregadas pelos ventos. 08 – Existem espécies fotossintetizantes.QUESTÃO 02 – ( UFMG ) No início de um processo de sucessão em rocha nua. é a ocorrência. Os organismos que favorecem a abertura das fendas são : A) Algas verdes. Possuírem esporos. Apresentarem micélio. estruturas dos fungos que podem ficar longo tempo em estado de suspensão. C) Capins. QUESTÃO 07 – ( UFM S ) Observe o desenho abaixo e indique as proposições verdadeiras sobre esse grupo de organismos. Serem parasitas. A alga protege e envolve o fungo. Dê como resposta a soma dos núm eros associados às proposições corretas __________________________ PRISMA. A alga protege e envolve o fungo. B) Fungos. D é um detalhe de C. B) Gam etas haploides C) Clorofila. Um a diferença marcante entre esses grupos. é fundam ental o papel de organismos que produzem ácidos e que. QUESTÃO 03 – ( FUVEST ) Algas e fungos são sem elhantes em muitos aspectos. de algas azuis. absorvendo água do substrato. QUESTÃO 09 . absorvendo água do substrato. abrem fendas nas superfícies das rochas. C) Bactérias. B) Estruturas reprodutivas. de: A) Parede celular. B) Líquens. venenosas e outras alucinógenas. os arqueólogos respiraram pó com substâncias tóxicas em suspensão. 01 – São organism os eucarióticos. gradualm ente. 32 – O cham pignom é um exem plo pertencente a esse grupo. QUESTÃO 04 – ( UFMG ) È um a característica exclusiva dos fungos o fato de : A) B) C) D) E) Apresentarem glicogênio como produto de reserva. portanto. QUESTÃO 11 – ( UFMG ) I e II são esquem as de partes do ciclo de duas espécies pertencentes a dois grandes grupos sistem áticos ( classes ) de fungos. Ao penetrar nesses locais sem proteção. B) Fungos e algas pluricelulares. QUESTÃO 08 . ferm entação Um protozoário. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Possuírem quitina como revestim ento. D) Mitocôndrias. algas verdes e azuis unicelulares. assinale a alternativa CORRETA: a) b) c) d) e) O fungo protege e envolve a alga.O líquen consiste num a rede organizada de hifas ou filam entos. normalm ente. O fungo protege e envolve a alga.

04 – A e C representam m eduzas e pólipos. QUESTÃO 04 – Um exam e dos diferentes tipos celulares que formam o corpo de uma esponja nos revela que o revestimento externo destes anim ais está formado por células genericamente denominadas: A) Coanócitos. Fungo preto do pão. 27 . C) O sistem a nervoso dos espongiários é pouco desenvolvido mas já apresenta neurônios de vários tipos. a respeito do qual é correto afirmar ( mais de um a alternativa pode estar correta ): 2) um dos esquem as representa fases do ciclo de Rhizopus sp. Letra _________________ Nom e da estrutura ____________ 3 ) Que processo de reprodução sexuada está representado no esquem a I 4 ) que processo de reprodução assexuada está representada no ciclo de Rhizopus sp ? 01 – Em C está representado a reprodução sexuada.1) 1 pertence ao grande grupo de fungos chamado : QUESTÃO 02 – ( UFSC) O desenho abaixo apresenta o ciclo reprodutivo de um m etazoa. C) Estrobilização. B) O esqueleto dos espongiários é formado por microtúbulos silicosos sem pre localizados no átrio. Cite a letra de uma das estruturas inidicadas em Rhizopus sp e dê nom e a ela. 16 – Em B tem os o zigoto form ado. as letras A. QUESTÃO 03 – ( PUC-RS ) Quanto ás características anatômicas dos espongiários. B) Gem ulação. D) Abaixo dos pinacócitos se encontra uma m atriz protéica gelatinosa contendo material esquelético e am ebócitos. utilizando a figura abaixo : QUESTÃO 05 – ( UFMG ) O filo porífera é representado pelas esponjas. 02 – O ciclo representado é de um cnidário. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. C) Pinacócitos. 5 ) Cite uma diferença morfológica entre as hifas de I e II ? 6 ) Os acontecim entos de B e F são indicativos de que as espécies de fungos representadas não podem pertencer ao grande grupo dos : REINO METAZOA QUESTÃO 01 – ( PUC-RS ) Responda à questão. PRISMA. Na figura. é correto afirmar que: A) As esponjas de estrutura asconóides são as m ais com plexas e não apresentam coanócitos na cavidade atrial. B) Arqueócitos. D) Am ebócitos. B e C referem-se aos aspectos reprodutivos desses animais: Na figura acima está representada uma modalidade de reprodução assexuada encontrada em celenterados denominada A) Bipartição. respectivam ente. 08 – o ciclo representado constitui um exem plo de m etagênese. D) Esporulação.

os organismos produzidos por estes m ecanismos possuem diferenças genéticas em relação ao indivíduo que lhes deu origem . relacione as principais características dos filos platelmintos. A) Indique qual ou quais os grupos em que todos os anim ais ou representantes pertencem ao m esmo filo. na figura abaixo. D) IV. 16 – Para a formação do ovo. QUESTÃO 08 – ( UFF ) De acordo com o quadro abaixo. B) II. A) A ingestão da estrutura representada pelo núm ero 3 B) provocará a neurocisticercose. Sist emas Animais Minhoc a Ouriç o. B) No grupo ou nos grupos por você indicado (s). 32 – Em A e B. digenético e monóico. C) III. deve ocorrer a fecundação. E) A fixação do agente causador da doença. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. QUESTÃO 09 – ( PUC-SP ) Realizou-se uma coleta de animais que em seguida foram distribuídos em 3 grupos. Platelmintos FORMA SIMETRIA FOLHETO EMBR IONÁRIO Asquelmintos Anelídeos SISTEMA DIGESTIVO HABITAT CAVIDADE CORPORAL A fase que ocorre logo após a reprodução sexuada é representada em : A) I. a reprodução sexuada. QUESTÃO 10 – ( PUCMG ) Complete o quadro abaixo : As afirmativas a seguir referem -se à relação ciclo/doença/agente etiológico. Analise-as e assinale a CORRETA. Dê como resposta a soma das alternativas corretas __________ QUESTÃO 06 – ( UNIFOR ) A figura abaixo m ostra o ciclo de vida de um cnidário.do mar Ar anha Mosc a Circulatór io Respirat ório Excr etor Reprodução H emafr odita Sistema hemal Pulmonar dióic os Difusão PRISMA.Indique o que for correto: 01 – A representa um tipo de reprodução assexuada. asquelmintos e anelídeos. 28 . a representação do ciclo evolutivo de um verm e largam ente disseminado no Brasil. se dá por m eio de seus proglotes. cada um com 4 representantes. cite duas características que sejam comuns aos seus quatro representantes. 02 – B representa um tipo de reprodução sexuada. conform e é mostrado no quadro abaixo : GRUPO 1 Anêm ona do mar Estrelas do mar Mexilhões Pepinos do mar GRUPO 2 Planárias Lom brigas Minhocas sanguessuga GRUPO 3 Caranguejos Centopéias Tatuzinho de jardim gafanhotos QUESTÃO 07 – Observe. D) A larva do agente causador da doença evolui para a fase adulta sem passar pelo indivíduo A. 04 – C representa. 08 – A é denominada brotam ento. no intestino de A. em C. pela presença de células sexuadas. C) O agente etiológico responsável por esse ciclo é um platelminto.

parasita do intestino delgado do hom em. 29 . 02 – Ancylostoma duodenale. é o habitat ideal para os focos transmissores das principais parasitoses. parasita do sangue e tecidos do hom em. 08 – Taenia saginata. a Taenia saginata e a Taenia solium. A) Doença de Chagas. a presença da sim etria bilateral possibilitou o surgim ento: A) De m ovim entos do corpo tão mais aprimorados que. que desem bocam no mar. Apenas II está correta. II . após exam inar o paciente. Evolutivam ente. causa a : QUEST ÃO 13 – ( UFMG ) Observe a figura que representa o ciclo da Taenia solium. ele procurou um pneum ologista. Quando no hospedeiro definitivo. O médico adotou esse procedim ento porque desconfiava de que sintomas pudessem Ter sido provocados por larvas de : A) B) C) D) Solitária ou esquistossomose. quente e úm ida. exceto : A) A fase indicada por 3 pode ser encontrada tanto no cérebro do hom em quanto no tecido muscular esquelético do porco. parasita intestinal do hom em. originará tanto gam etas masculinos quanto femininos. Assinale a alternativa verdadeira. B) Leishm aniose. PRISMA. QUEST ÃO 16 – ( UFPR ) A areia da praia.Um hom em apresentava muita tosse e falta de ar.A Taenia solium é transmitida atarvés da carne de proco com pipoca e apresenta pseudoventosas ( brotídias ) no escólex.Ambas. considerando as proposições seguintes : I . C) A respiração é com pleto e o desenvolvim ento é direto no indivíduo indicado por 7. As proposições I e III estão corretas. parasita do duodeno humano. na estrutura indicada por 8.As convulsões apresentadas por um paciente foram diagnosticadas pelo seu médico como sendo devidas à cisticercose. 03/03/1989. Este paciente A) foi picado por Triatoma. E) andou descalço em terreno contaminado por Ascaris. a partir das planárias. todos os animais são bilatérios. D) As estruturas 1 e 8 podem ser eliminadas pelas fezes do hom em no am biente e podem ser ingeridas pelo porco. 64 – Giardia lamblia. 16 – Schistossoma mansoni. 04 – Trypanossoma cruzi. através da areia contaminada da praia. Este. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. parasita dos vasos m esentéricos do hom em. Todas as afirmativas são corretas quanto ao ciclo da Taenia solium. pediu um exam e de fezes e não lhe receitou m edicamento algum antes de Ter o resultado do exam e. C) Elefantíase.Plasmodium sp. como o sistem a ambulacrário presente em ouriços. È correto afirm ar que. QUEST ÃO 15 – ( UFJF ) O esquem a abaixo representa o ciclo evolutivo de um a parasita. QUEST ÃO 17 – ( PUCRJ) O desenho abaixo m ostra dois tipos de sim etria encontrados em animais: QUEST ÃO 14 – ( PUC-PR ) Na classe Cestoda. Suspeitando-se de que isso fosse um a crise de bronquite. Parasita do sangue humano. os principais representantes endoparasitas humanos são as Taenias solium e Taenia saginata. Lom briga ou solitária. Jornal do brasil. D) nadou em lagoa contaminada por Schistosoma. C) bebeu água contendo colibacilos. As proposições I e II estão corretas. B) ingeriu ovos de Taenia. é possível haver dissem inação de ( m ais de um a alternativa pode estar correta ) : 01 – Ascaris lumbr icoides. D) Esquistossomose. B) A m eiose. A) B) C) D) E) Apenas III está correta.QUESTÃO 11 . QUESTÃO 12 . Apenas I está correta. Lom briga ou ancilostomose.A Taenia saginata é transmitida pela carne de gado com pipoca e apresenta ventosas com ganchos no seu escólex. provavelm ente levadas pelas águas sujas de canais cham ados línguas negras de águas pluviais. E) O tecido indicado por 5 é do tipo epitelial simples e pertence ao hospedeiro definitivo. parasita do intestino delgado do hom em. possuem estrobilização e não apresentam aparelho digestivo. 32 . Esquistossomose ou ancilostomose. B) De uma perfeita circulação de água no interior do corpo do animal. III .

existe um sistem a reprodutor masculino e um feminino. Os resultados mostraram baixo índice de infecção. abelha.C) Da cabeça. entregou a cada grupo de alunos um conjunto de animais composto por tubarão. As figuras I e II mostram. qual(is) apresenta(m) a cavidade indicada pela seta 2. respectivam ente. D) De m em bros locomotores pares situados no m esmo plano do corpo e de nadadeiras ímpares como as dorsais. colocados em seqüência filogenética : 1 – Poríferos 2 – Cnidários 3 – Platelmintos 4 – Asquelmintos 5 – Moluscos 6 – Anelídeos 7 – Artrópodes 8 – Equinoderm os 9 – Cordados QUESTÃO 21 – Observe o gráfico. QUESTÃO 18 – Observe o esquem a abaixo : D ) Qual o tipo de respiração realizado. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. no período de 8 às 17 horas ( horário de funcionam ento do posto de saúde ). rica em terminações nervosas e órgãos sensoriais que perm ite investigar o ambiente antes de outras partes do corpo. respectivam ente. elaborando as seguintes questões para cada espécim e: A ) A que classe pertence. Em cada anel. 2 – Produzidos por anéis diferentes do m esmo organismo. QUESTÃO 19 – Um professor. camarão. Qual dessas formas de reprodução resulta em maior variabilidade genética ? Justifique sua resposta . Seta 1 ______________________________________________ Seta 2 ______________________________________________ C) Dos grupos de animais num erados de 1 a 9. esquem aticam ente. Com base nos dados do gráfico. A figura III representa. foram realizadas coletas de sangue para exam es dessa parasitemia. cada animal ? B) Qual a relação entre o núm ero de parasitas no sangue periférico e o núm ero de vetores ? B ) Qual a localização do sistema nervoso dos respectivos animais ? C ) Qual o tipo de órgão excretor dos respectivos animais ? PRISMA. na figura III? A) Numa população de um área endêmica para filariose. A) Cite pelo(s) núm ero(s) o(s) grupo(s) de anim al ( is) que: 1 – Possuem as características representadas pelas setas: Figura I _______________________________________ Figura II ______________________________________ 2 – Não podem ser representados pelas figuras I e II por possuírem tubo digestivo incompleto ______________________ B) Cite os nom es das cavidades que as setas 1 e 2 indicam na figura III. são verm es que possuem uma pequena cabeça ( escólex ). durante uma aula pr´tica de zoologia. quando ocorre mais de um indivíduo por intestino. 3 – Produzidos por anéis de indivíduos diferentes. de onde cresce um longo corpo formado por vários anéis ( proglotes ). A reprodução desses animais se faz por fecundação de gam etas : 1 – Produzidos pelo m esmo anel. sendo que as setas indicam a posição primitiva do blastóporo. pelos animais do grupo ? QUESTÃO 20 . 30 . apresente a justificativa que poderia questionar a conclusão tirada a partir dos resultados dos exam es de sangue. também esquem aticam ente. a posição da boca e do ânus nos anim ais triblásticos. parasitas do intestino de vertebrados. Considere os seguintes grupos animais.As tênias. levando à caracterização da área com o não endêmica. um corte transversal de um animal triblástico. minhoca e tartaruga.

B) Cite os núm eros que ocorrem no: Hospedeiro definitivo ________________________________ Hospedeiro interm ediário ____________________________ C) Qual o local do organism o onde este verm e se instala ? QUESTÃO 25 – ( UNICAM P ) Considere as seguintes características de dois anim ais vertebrados. II – Excreção de ácido úrico. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.Animal A taxa de CO2 eliminado _________ Animal B 0 10 20 30 40 tem peratura ambiente ( ºC ) A) Com o se denominam os animais A e B com relação à regulação de tem peratura corporal ? A) Qual a doença causada por este parasita ? B) Dê um exem plo de anim al do tipo A e um de animal do tipo B. 2 . na respiração . ( c ) Traqueia. com relação à tem peratura ambiente : . PRISMA. através das quais ocorrem as trocas gasosas.. • Animal B : I – Corpo recoberto por tegum ento espesso e queratinizado. 3 – Cam arão. ( a ) Pulmão. 04 – A ingestão de ovos de tênia causa doenças aos bois e às vacas.. A soma das respostas corretas será : ___________________ QUESTÃO 26 – ( CEFET ) Associe corretam ente cada animal com suas respectivas estruturas. III – fecundação interna. Responda : A) Qual am biente mais provável ocupado pelo animal A e pelo B? D) Qual filo ele pertence ? QUESTÃO 23 – ( UNB ) Analise a representação do ciclo vital no esquema abaixo : B) Justifique a existência de duas dessas características nesses am bientes.QUESTÃO 22 – ( UFMG ) Observe a figura que representa o ciclo da Taenia solium. 5 – Planária. ( d ) superficíe do corpo.Minhoca.. • Animal A : I – Corpo recoberto por tegum ento pouco queratinizado. Responda : QUESTÃO 24 – ( UNICAM P ) O gráfico abaixo representa a eliminação de CO2 pela respiração de dois animais vertebrados. 08 – A ingestão de carne sempre bem cozida é uma medida profilática da parasitose. III – Fecundação externa. Julgue os itens seguintes : 01 – O esquema acima apresenta o ciclo vital resumido da Taenia saginata ( C. 4 – Caracol. ( b ) brânquias. cestoda ). A e B. II – Excreção de amônia. 31 . mas não atinge os homens. ANIMAL TIPO DE RESPIRAÇÃO 1 – Besouro.. 02 – O homem sempre será hospedeiro definitivo.

o scargot. D) Gastrópoda . QUESTÃO 37 – ( UFMG ) Observe este gráfico. D ) Celenterados. respectivam ente. As lacunas são corretam ente preenchidas. que é com ponente de um prato m uito famosos. B) Tum ores benígnos que crescem após mutações induzidas por radiações. B ) Equinodermos. Ao fazerem o relatório. 1 c. 4 d. Essa matéria sobre o escorpião incorre em erro ao : A) B) C) D) E) Descrever seu com portam ento. D) Ecdisona. 5 a. Diariam ente. Indicar seu habitat. entulhos. que é um som emitido pelos machos para atrair as fêm eas ao acasalam ento. Moluscos e platelmintos. Todas as alternativas apresentam classificações possíveis. QUESTÃO 29 – ( UFMG ) Alunos de uma escola de Belo Horizonte realizaram uma coleta de seres vivos nas águas do Córrego da Ressaca. QUESTÃO 27 – ( UFMG ) Um a abelha que tenha suas antenas extirpadas perde a capacidade de : A) B) C) D) Equilibrar-se no vôo. O inseto se refugia nos mais diferentes lugares. 1b. em : A) B) C) D) Poríferos. Este anim al possui corpo mole. C) ácido abcísico. 5 d. Cephalópoda. 3 a. esqueleto interno e sistem a digestivo completo são características apresentadas por A ) Artrópodes. 4 a. Equinodermos. observamos exoesqueletos de cigarras presos às árvores. 2 d. poríferos e moluscos. platelmintos e moluscos. 1990 ). é o de núm ero : A) I B) II C) III D) IV E) V 15 30 45 60 Tem po ( min ) PRISMA. Gastrópoda. por A) Mollusca . QUESTÃO 35 – ( UFMG ) Agosto e Setem bro são os m eses em que mais parecem escorpiões. que popularm ente são m encionados como cigarras estouradas de tanto cantar. Perceber o odor das flores. pelo m enos um a pessoa picada por escorpião é atendida no Centro de Toxologia do Hospital João XXIII. o que tem características evolutivas. que lhe conferem maior grau de parentesco com os vertebrados. pois é justam ente nesses meses que eles têm seu período de reprodução. exceto : A) B) C) D) E) Algas e crustáceos. Tal animal pertence ao filo ____________ e à classe ___________. Insetos e anelídeos. ( Estado de Minas. Perceber o sabor do néctar. 3 b. C)Mollusca . 5d. Referir-se à sua nocividade. como am ontoados de m adeira. QUESTÃO 34 – ( UFRS ) As pérolas que se form am dentro dos moluscos bivalvos originam-se de : A) partículas ingeridas e não digeridas pelos moluscos marinhos. produzida por dobra da epiderm e denominada manto. com concha externa univalve. 1c. QUESTÃO 31 – ( UFRJ ) Estão esquematizados abaixo cinco invertebrados pertencentes a filos diferentes . Sabe-se que. Gastrópoda. observáveis durante o desenvolvim ento em brionário. 4 a. após um período de forte chuva. equinoderm os e poríferos. com frequencia. respectivam ente. 4c. QUESTÃO 28 – ( UFGO ) Durante o verão. em que está descrita a variação do nível da água de um rio que passa pelo centro de uma grande cidade em direção à periferia e zona rural. fendas na parede ou atrás de m óveis. corpo dividido em cabeça – com estruturas sensoriais bem desenvolvidas ( olhos e tentáculos ) e com estrutura raspadora denominada rádula na região bucal – massa visceral e pé. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Bactérias e fungos. 2 a. 3 b. citaram a ocorrência de alguns grupos de organismos. celoma. 5d. pedras. 2b. Celenterados. entre o manto e a concha. D) Pequenos corpos estranhos que se aloja. B) Adrenalina. QUESTÃO 33 – ( UNISINOS ) A área de Zoologia da UNISINOS iniciou estudos sobre a criação com ercial de carmujos do gênero Helix. 32 . C) Gânglios linfáticos que secretam anticoprpos sob a camada nacarada da concha. QUESTÃO 32 – ( UEPG ) Lanterna de aristóteles. 2 c. 3b.A sequencia correta encontrada é : A) B) C) D) 1a. podem os ouvir. Perceber a cor das flores. equinoderm os e celenterados. B) Equinoderma . espogiocele e manto ocorrem . Equinodermos e poilquetas. Nesse m esm o período. Indicar seu período de reprodução. C ) Moluscos. o canto das cigarras. é o resultado do crescim ento que ocasiona as mudas nos insetos. na verdade. QUESTÃO 30 – ( UFPA ) Sim etria bilateral no em brião e pentarradiada na fase adulta. Referir-se à sua classificação taxonômica. Equinodermos. Nível da água periferia centro da cidade zona rural Dos invertebrados apresentados. O hormônio responsável pelas mudas nos insetos é o (a ) : A) Ferorm ônio. Mollusca.

com a Segunda mulher. das duas mulheres e de todas as crianças estão expressos na alternativa : A) B) C) D) Hom em aa. Qual é a probabilidade de que o casal 5 x 6 venha a ter um descendente hom ozigoto recessivo ? A) 1 / 4 B) 1 / 2 C) 1 / 16 D) 1 / 8 03 – ( UFMG ) 07 – ( UFPE ) Numa certa espécie de inseto. filhos Aa e aa. 3. Hom em Aa . C) 2. determina a ausência de asas. 5. seus filhos terão todos o m esm o genótipo. 33 . 2. dos quais 2 eram normais e 1 albino. devido à formação de poças d’água. 5. Do cruzam ento de um a fêm ea com asas. também normal. 6. mulheres AA e Aa . aa e Aa. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. GENÉTICA 05 – ( M ACK ) Na árvore genealógica abaixo. o núm ero esperado de indivíduos com asas e sem asas será. teve 10 filhos normais. A) 1. devem ter sido : A) AA x AA B) AA x Aa C) Aa x aa D) Aa x Aa A) 1 / 2 B) 1 / 4 C) 2 / 3 D) 3 / 4 02 – ( PUCPR ) O albinismo é um mal hereditário que se caracteriza pela ausência de m elanina na pele. B) 1. Se os 120 descendentes com asas forem cruzados com moscas sem asas e se cada cruzam ento originar 100 indivíduos. sendo que o recessivo a. Os possíveis genótipos do hom em. nasceram 120 descendentes com asas e 40 sem asas. 04 – ( PUCAM P ) Do cruzam ento de duas m oscas com asas. Aa e aa. C) O aum ento de casos de disenteria na periferia. Quantos machos sem asas. Aa e aa. D) O esperado para a descendência do casam ento II-3 x III-4. 6. mulheres AA e aa . A probabilidade de o indivíduo nº 11 ser heterozigoto é : Os genótipos dos progenitores. Um hom em normal casou-se duas vezes. B) A redução de m oluscos transmissores de esquistossomose na zona rural. filhos AA .A variação do nível da água desse rio pode explicar. 06 – ( VUNESP ) Na genealogia abaixo está sendo analisado um caráter autossômico recessivo. normal. respectivam ente : A) 6000 e 3000 B) 6000 e 6000 C) 8000 e 4000 D) 9000 e 4000 01 – ( UFBA ) A figura abaixo representa um a planta de ervilha com sem entes que se distinguem pela cor. devido à diluição da urina de ratos. com um macho sem asas. B ) Os genótipos de II-1. 6. 6. PRISMA. responsáveis pelas proporções dos fenótipos encontrados. AA. C) Se IV-2 se casar com uma mulher de m esmo fenótipo. filhos AA. filhos AA e aa. III-2 . 3. é errado afirmar que: A) A descendência do casam ento II-1 x II-2 indica que o caráter representado por e por é devido a um gene recessivo. teve três filhos. a presença de asas é condicionada por um gen autossômico ( gene que se encontra em cromossomo que não participa da definição de sexo ) dom inante A. 4. está representado um caráter autossômico recessivo. 5. nascem 800 descendentes. e III-4 são respectivam ente. 4. Em relação a esta característica. Quanto a esta característica. é que m etade dos indivíduos seja homozigota e m etade heterozigota. mulheres Aa e Aa. devido ao aum ento da correnteza. onde se desenvolve o mosquito vetor. esperam os encontrar entre eles ? A) 100 B) 200 C) 400 D) 800 08 – ( FCC ) Quais dos indivíduos abaixo num erados certamente apresentarão o caráter dominante determinado pelo gene A ? O heredogram a refere-se a um a característica controlada por um único par de genes ( A e a ). Hom em Aa . na sua grande m aioria são normais. devido ao nivelam ento das águas de cisterna com as fossas. Hom em AA . mulheres Aa e AA . as pessoas. quando em dose dupla. A) A redução da incidência de leptospirose no centro da cidade. D) 3. cujo pai não tinha asas. Com a primeira mulher. D) O aum ento de casos de leishmaniose na zona rural.

cuja mãe era preta uniform e ( IV ). 18. Raspando-se os pêlos de qualquer parte branca desses anim ais e mantendo-a resfriada a tem peraturas inferiores a 11 C. e ausentes nas hem ácias de pessoas do grupo O . 3 litros tipo A. A.Rh + + - Com base nos resultados apresentados no teste de aglutinação.QUESTÃO 09 – ( PUCAM P ) Considere que em cavalos a coloração do pêlo resulta da ação de dois pares de genes autossômicos localizados em cromossomos não homólogos. e seu alelo b. 34 . Sabendo-se que a m ulher 7 pertence à m esm a tipagem Rh da sua m ãe. Rh + e Rh – Rh + . respectivam ente. C) Heparinas. respectivam ente : A) B) C) D) Rh + . A) B) C) D) 2. RESPECTIVAMENTE. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. anti-B e anti-Rh. Indivíduos NN são normais. e incorreto afirmar que: A) Resulta da incapacidade do organismo transformar o aminoacido tirosina em m elanina. 8 e 16 litros.. 3. Um macho preto com manchas barncas ( I ). 3. 10 e 18 litros. cujo pai era marrom uniform e ( II ). QUESTÃO 20 – ( PUC ) Uma mulher deu a luz uma criança que apresentou a doença hem olítica do recém nascido. QUESTÃO 11 – ( UNIMONTES ) Coelhos da variedade him alaia caracterizam-se por apresentar o corpo coberto por pêlos brancos com exceção das extremidades que são pretas. A probabilidade de um casal com talassem ia m enor apresentar descendentes adultos normais e adultos anêmicos será. Rh . Maria poderá receber sangue de Paulo. Neste caso. C) A deficiência na produção de m elanina se deve a um par de genes em homozigose.. nas hem ácias do sangue de PRISMA. Indivíduos homozigotos ( MM ) morrem antes da maturidade sexual ( Talassem ia maior ) e os heterozigotos ( MN ) apresentam a forma m ais branda da doença ( Talassem ia m enor ). o gene B determ ina coloração uniform e. O gene M condiciona cor preta. marque qual das alternativas contém a afirmativa correta : A experiência demonstra: A) B) C) D) a alteração da carga na manifestação da cor da pelagem . B) Se trata de uma herança autossomica. 2. Não he m oléculas tipo º É justam ente em virtude dessa ausência que as bactérias preferem pessoas com sangue tipo O. D) E uma herança transmitida som ente de m ãe para filho. no quadro abaixo. Assinale. 13 e 5 litros. A ação do m eio ambiente sobre o genotipo. a mãe. As moléculas referidas no texto como tipo A e tipo B estão presentes. anomalia hereditária. Indivíduos com sangue A possuem moléculas tipo A e os que têm sangue B. A) B) C) D) I mmBb Mm bb Mm bb MMbb II Mm bb mmBb mmBb Mm Bb III Mm Bb mmBb mmbb Mm bb IV mmbb Mm bb Mm Bb mmBb pessoas dos grupos sanguíneos A e B. João Paulo Maria Ana Anti . nela crescerão pêlos escuros.Essas moléculas são antígenos denominados : A) Aglutininas. A) B) C) D) 1/3 1/2 1/8 2/3 e e e e 2/3 3/4 1/2 1/4 QUESTÃO 19 – ( FUVEST ) Um banco de sangue possui 5 litros de sangue tipo AB.B + + Anti . A) B) C) D) Ana pertence ao grupo sanguíneo O Rh +. 5 e 8 litros. é cruzado com um a fêm ea marrom com manchas brancas ( III ). Rh + e Rh + QUESTÃO 16 – ( CESGRANRIO ) Pessoas do grupo sanguíneo O têm cerca de duas vezes m ais chances de desenvolver úlceras do que as com sangue tipo A e B. 8. B e AB estão disponíveis.e Rh – Rh . moléculas tipo B.A + + Anti. caracteriza-se por apresentar um quadro de anemia. QUESTÃO 12 – ( UNIMONTES ) A talassemia. a criança e o pai da criança são. a alternativa que contém os genótipos dos indivíduos m encionados. 2. João possui aglutinogênio ou antígeno B em suas hem ácias. devido à incompatibilidade do fator Rh. Maria possui aglutininas anti. Rh – e Rh + Rh . qual a probabilidade de o casal 7 X 8 ter uma criança doadora universal para as tipagens Rh e ABO ? A) 1 / 8 B) 1 / 2 C) 1 / 4 D) 2 / 6 QUESTÃO 18 – ( UFPG ) No quadro abaixo estão representados os resultados da reação de aglutinação de hem ácias de quatro indivíduos. A interação do fenotipo sem a influencia do m eio ambiente. A im portância da interação genotipo-ambiente na manifestação do fenotipo. m anchas brancas em qualquer cor de pelagem. 8 litros tipo B e 2 litros tipo O. 5. D) Trombinas.A e anti – B no plasma. B) Aglutinogênios. respectivam ente. na presença de anticorpos antiA. QUESTÃO 17 – Analise o heredograma abaixo : QUESTÃO 10 – ( UNIMONTES ) Sobre o albinismo. e seu alelo m cor marrom. Para transfusões em indivíduos tipo O.

duas frações: o plasm a e a parte celular. no sangue. 100% dos filhos de sexo m asculino. pois.( UNIMONTES ) Uma mulher heterozigota. Critique essa crença com base em processos biológicos. após doarem sangue um a prim eira vez. com parando-se os dois sexos. 100% dos filhos do sexo fem inino. observe este quadro. os indivíduos ficam obrigados a doações constantes.2 ser heterozigoto é de dois terços. é m aior o núm ero de recém-nascidos hem ofílicos do sexo m asculino. A) Hem ofilia. QUESTÃO 01 . Sabe-se que. Segundo um a delas.1 x II. que representa uma família em que há indivíduos afetados por um tipo de tumor de gengiva: C) Em casos de cirurgia. B) a ocorrência do tumor é uma característica autossômica. C) o próxim o filho do casal II. C) Mulheres heterozigotas transmitem o gene aos filhos com igual probabilidade. caso não o façam à m edida que o tem po passa. em que os indivíduos representados no herdogram a estão caracterizados pelos exam es sorológicos para a identificação dos grupos sanguíneos. o seu sangue vai se tronando mais grosso. Assinale a alternativa que contém dados corretos sobre o indivíduo II2 2 – Cite o(s) componente(s) que é (são) essencial(ais) aos indivíduos que recebem transfusão sanguínea nas situações indicadas. por centrifugaçâo é possível separar. Explique por que. em todas as gerações. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.QUESTÃO 22 . transmitira esse gene para: A) B) C) D) 50% de seus filhos. Vitimas da deficiência de um dos fatores de coagulação lutam pela sobrevivência na fila das doações. QUESTÃO 23 – ( PUCAM P ) O heredograma abaixo m ostra os diferentes tipos sangüíneos existentes em uma família. 1 – Existem algumas crenças populares que dificultam o aparecim ento de novos doadores. Componente ____________________ Justificativa _________________________________________ 3 – A hem ofilia é uma doença recessiva ligada ao cromossom o X. Componente ______________________________ Justificativa A) Eritroblastose fetal. D) Um casal de não hem ofílicos pode Ter 50% de probabilidade de Ter um filho hem ofílico. Assinale a opção que contem informação incorreta com relação à doença citada no texto. Justifique cada uma das respostas. A) os netos de hom ens doentes podem apresentar a doença mas as filhas dependem da mãe. é INCORRETO afirmar que A) os indivíduos normais. quanto aos sistem as ABO e Rh: PRISMA. QUESTÃO 25 – ( UFMG ) Analise este heredogram a. Agora. D) a probabilidade de o indivíduo III. B) Caracteriza-se por sua dominância ligada ao sexo. para cada 100 mil nascim entos existem aproximadam ente 6 hem ofílicos. 4 – Considere este heredogram a : Considerando-se as informações desse heredogram a e outros conhecim entos sobre o assunto. são hom ozigotos. 25% de seus filhos. com um gene recessivo pertencente ao cromossomo X. 35 . Componente _____________________ B) Justificativa ______________________________________ QUESTÃO 24 – ( UNIMONTES ) Segundo determinada estatística.2 será normal. por exem plo.( UFMG ) O ministério da saúde e a Hem ominas vêm desenvolvendo uma ampla campanha no sentido de sensibilizar a população para a importância da doaçâo de sangue.

Cite uma doença que pode ser evitada pelo comportamento relatado pelo morador. argum ente a favor ou contra essa suposta paternidade.2 esteja envolvido em um caso de suposta paternidade.ausência de aglutinação 1 – Quais os genótipos parentais ? Do coelho ________________________________________ Da coelha ________________________________________ 2 – Entre os descendentes: Quantos genótipos diferentes são possíveis ? _______________ Qual a porcentagem de duplo heterozigoto ? _______________ 3 – Que tipo(s) de gam etas pode(m) ser formado(s) pelos descendentes de pêlos pretos e longos ? + . A reportagem mencionada traz o seguinte depoimento de um morador: “ Para evitar o sol que machuca a pele como queimadura de fogo. Assim sendo.B + + - Sistema Rh Fenótipos Anti-D + + . Os dois pares de genes são autossômicos e segregam-se independent em ente. represente o cruzam ento das características citadas resultantes dessa união. A) Explique o motivo da vulnerabilidade da pele do albino ao sol. Com base nesses dados. como eu. nesse quadro.5 %. apresenta um índice de albinismo de 1. telefone e assistência médica.Indivídu os I–1 I–2 II – 1 II . Tal índice é 150 vezes m aior do que o apresentado em outras populações. B) Considere que II-1 se casa com um indivíduo portador de B genótipo I i Dd. Justifique sua resposta. pesco camarões-cor-de-rosa que. ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ B) . 36 . Um casal de visão normal tem uma criança daltônica.presença de aglutinação A) Com base nos m esmos exam es sorológicos. B) Qual a probabilidade de o casal Ter um a criança do sexo masculina e daltônica ? C) Se os pais da m ulher tiveram visão normal.2 Sistema ABO Anti-A + + Anti. obteve-se a seguinte descendência: ¼ pêlos pretos e curtos ¼ pêlos pretos e longos ¼ pêlos brancos e curtos ¼ pêlos brancos e longos PRISMA. pêlos longos.( FUVEST ) Conform e reportagem publicada no jornal “Folha de São Paulo” ( m arço de 96 ) . só saio a noite. poderá Ter crianças : Do sexo m asculino. mais tarde. a ilha de Lençóis. com que fenótipos e genótipos ? Do sexo fem inino com que fenótipo e genótipo ? QUESTÃO 02 – ( UFMG ) Em coelhos o gene dom inante B condiciona pêlos pretos. preencha as lacunas. Determine a proporção de indivíduos duplam ente homozigotos recessivos esperada na descendência desse casal. A partir desses dados responda : A) Qual o sexo da criança ? QUESTÃO 03 . com os fenótipos possíveis para cada indivíduo indicado. pêlos brancos. C) Considere que II. situada no Maranhão e com uma população de 400 habitantes. de energia elétrica. o índice de albinismo na ilha já foi maior. A __________________________________________________ ___________________________________________________ B __________________________________________________ ___________________________________________________ D) – Segundo o relato dos moradores. ___________________________________________________ C) – Cite dois fatores que podem Ter favorecido o alto índice de albinismo nesta ilha. Do cruzam ento de um coelho de pêlos brancos e longos com uma coelha de pêlos pretos e curtos. ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ E) – O heredograma abaixo refere-se à herança do albinismo em uma família da ilha. O povoado mais próximo da ilha localiza-se a 7 horas de viagem de barco. pode-se dizer que ela recebeu o gene para daltonismo de qual dos genitores ? D) Se a criança . casa-se com pessoa de visão normal cujo pai é daltônico. QUESTÃO 05 – ( UFJF ) Na espécie hum ana o daltonismo é condicionado por um gene recessivo ligado ao cromossomo X. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Cite um fator social que pode Ter contribuído para a diminuição desse índice. e seu alelo recessivo. Lençóis está desprovida de condições básicas de saneam ento. O gene dom inante E condiciona pêlos curtos e seu alelo recessivo. No caso a mãe é do grupo sanguineo Arh e a + criança do BRh .

a) O colesterol é liberado da partícula LDL no lisossomo. apresenta coloração azul-violeta. nos dias de hoje. O colesterol é liberado da partícula LDL e passa para o citosol para ser utilizado pela célula. b) Esporos de plantas vasculares sem sem entes e grãos de pólen m aduros. Nos indivíduos normais. 37 . a LDL circulante é internalizada nas células através de pinocitose e chega aos lisossom os. I-2 .O am ido nas plantas pode ser facilmente detectado porque. B e C abaixo representam fases do ciclo de um a célula que possui 2n = 4 cromossom os. c) Cite um processo no qual o colesterol é utilizado. (Adaptado de Isto é. Porém. Indique outro processo de internalização encontrado nos organismos e explique no que difere da pinocitose. deixando exposto apenas um pequeno quadrado. gêneros e muitas espécies possam ser identificados através dessas estruturas. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. A vegetação desse local pode ter sido formada por musgos. leva à form ação de placas ateroscleróticas nos vasos. em presença de um a solução fraca de iodo. não é problem a. samambaias. quando germinam. B e C? Justifique. a) Suponha que em um determinado local tenham sido encontrados apenas grãos de pólen fósseis. descorada com álcool e colocada em solução de iodo. Quais são essas estruturas? QUESTÃO 03 . As células embrionár ias. QUESTÃO 01 . pinheiros e ipês? Justifique sua resposta.É comum. pois é um componente im portante ao organismo. o aum ento das partículas LDL (lipoproteína de baixa densidade). QUESTÃO 05 . ainda presa à árvore. II-2 . A presença de colesterol no sangue. o que permite que um grande núm ero de famílias. Os grãos de pólen e os esporos das plantas vasculares sem sem entes permanecem inalterados em registros fósseis. b) A pinocitose é um processo celular de internalização de substâncias. em concentração adequada. geradas nos primeiros dias após a fecundação do oócito pelo espermatozóide. que transportam o colesterol no plasma sanguíneo. a folha foi retirada da árvore. resultam em estruturas diferentes. causa freqüente de infarto do miocárdio. Foi feito um experim ento em que um a folha. a) Que resultados foram obtidos nesse experim ento? Por quê? PROVA UNICAMP 2005 b) Qual é a função da estrutura cromossômica indicada pela seta na figura D? b) A que classe de macromoléculas pertence o amido? c) Em que órgãos vegetais essa macromolécula é estocada? QUESTÃO 04 . A célula-tronco prototípica é o zigoto. II-8. Que função essa organela exerce na célula? QUESTÃO 02 . não estão diferenciadas e podem se transformar em qualquer célula do organismo.Os esquem as A. Após alguns dias. a) Após a formação do zigoto. o que possibilita inferências valiosas sobre floras já extintas. determine o tipo de herança e cite os genótipos de I-1 .Com relação ao heredograma.Os grãos de pólen e os esporos das plantas vasculares sem sem entes variam consideravelm ente em forma e tamanho. 20 de outubro de 2004 ). quais são as etapas do desenvolvim ento até a formação da notocorda e tubo nervoso nos em briões? PRISMA. ouvirmos dizer: "estou com o colesterol alto no sangue". A) tipo de herança ____________________________________ B) Genótipos I-1 _______________ I -2 ___________________ II -2 ________________ e II -8 ______________________ a) A que fases correspondem as figuras A. em virtude do revestim ento externo duro e altamente resistente.O uso das células tronco embrionárias tem levantado muitas discussões. foi totalm ente recoberta com papel alumínio.

O ruído excessivo. Indique qual é essa sim etria e dê duas novidades evolutivas associadas ao aparecim ento dessa sim etria. arraias. claro. A frase do poeta e escritor Décio Pignatari mostra que não podemos nos proteger dos sons desconfortáveis fechando os ouvidos. quando. uma vez lesadas.O processo de ferm entação foi inicialmente observado no fungo Saccharomyces. lagartos. a) O ouvido é constituído por três partes. 10 de agosto de 1998). estão incluídos invertebrados de vida livre e parasitária com o platelmintos. Cobras. que atinge o auge em concertos de rock. QUESTÃO 08 . já que.nem atódeos e anelídeos. sapos. como fazemos naturalmente com os olhos. PRISMA. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. 38 . gambás e. morcegos. a) As arraias pertencem ao m esm o grupo ta xonômico dos tubarões. QUESTÃO 07 .com.Sob a denominação de “verm es”. As espécies animais que causam medo. deveriam ser limitados a 3 minutos e 45 segundos. as células do ouvido não se regeneram. freqüentadores da praia da Joatinga. Que grupo é esse? Dê um a característica que permite agrupar esses animais . estadao.b) Em que fase do desenvolvim ento em brionário as células iniciam o processo de diferenciação? b) Sapos e lagartos pertencem a classes distintas de vertebrados. c) O desenvolvim ento em brionário é uma das formas de dividir os filos em dois grandes grupos. no Rio de Janeiro. Quem ouve música alta. c) Aranhas e escorpiões têm em comum o fato de capturarem as suas presas ou se defender em utilizando venenos. tubarões. porque falta à população um nível mínimo de conhecimento sobre tais animais. cerca de 120 decibéis são transmitidos durante mais de duas horas seguidas. causa problemas audit ivos. Sentenciados à morte por puro preconceito. (Adaptado de Liana John. Ascaris lumbricoides (lombriga) e Taenia saginata (tênia) são exem plos de parasitas pertencentes a cada um dos filos citados que podem ser diferenciados também pelo fato de serem endoparasitas ou exoparasitas. também está sujeito a danos graves e irreversíveis. verificouse que os mamíferos também podem fazer ferm entação. www. b) Dê dois exem plos da importância do processo de ferm entação para a obtenção de alim entos. seu comportamento. mataram a pauladas um tubarão mangona. aranhas. repulsa ou estão associadas a superstições são inapelavelmente sentenciadas à morte. (Adaptado de Época. e indique em qual desses grupos os humanos estão incluídos. em fones de ouvido. Posteriorm ente. QUESTÃO 06 . a) Em que circunstância esse processo ocorre nos mamíferos? b) Hirudo medicinalis (sanguessuga). escorpiões.“Os ouvidos não têm pálpebras”. seu papel na cadeia alimentar e nos ecossistemas. Nesses concertos.Em abril de 2003. de acordo com recomendações médicas. Quais são essas partes? Em qual delas estão as células lesadas pelo excesso de ruído? b) Indique a função de cada uma das três partes na audição.br/ciência/ecos/mai/2003). a) Os animais citados no texto apresentam a m esma sim etria . Dê duas diferenças no desenvolvim ento dos protostomados e deuterostomados. marimbondos. QUESTÃO 09 . Identifique o filo a que pertencem e separ e-os quanto ao modo de vida parasitária. morrem às dezenas. Indique que estruturas cada um deles utiliza para inocular o veneno e em que região do corpo do animal essas estruturas se localizam. Dê um a característica que perm ite diferenciar as duas classes.

QUESTÃO 10 - Em 25 de abril de 1953, um estudo de um a única página na revista inglesa Nature intitulado A estrutura molecular dos ácidos nucléicos, quase ignorado de início, revolucionou para sem pre todas as ciências da vida sejam elas do hom em, rato, planta ou bactéria. Jam es Watson e Francis Crick descobriram a estrutura do DNA, que permitiu posteriorm ente decifrar o código genético determinante para a síntese protéica. a) Watson e Crick dem onstraram que a estrutura do DNA se assem elha a um a escada retorcida. Explique a que correspondem os “corrim ãos” e os “degraus” dessa escada.

a) Das causas m encionadas pelo autor, alguma é realmente responsável pelo aparecim ento do bócio? Justifique.

b) Qual a conseqüência do aparecim ento do bócio para o organismo?

b) Que relação existe entre DNA, RNA e síntese protéica? c) Que m edida foi tomada pelos órgãos de saúde brasileiros para combater o bócio endêmico?

c) Como podem os diferenciar duas proteínas?

QUESTÃO 11 - Gatos Manx são heterozigotos para um a mutação que resulta na ausência de cauda (ou cauda muito curta), presença de pernas traseiras grandes e um andar diferente dos outros. O cruzam ento de dois gatos Manx produziu dois gatinhos Manx para cada gatinho normal de cauda longa (2:1), em vez de três para um (3:1), como seria esperado pela genética m endeliana. a) Qual a explicação para esse resultado?

b) Dê os genótipos d os parentais e dos descendentes. (Utilize as letras B e b para as suas respostas ).

QUESTÃO 12 - O texto abaixo se ref ere ao r elato de um viajante inglês que esteve em Minas Gerais entre 1873 e 1875: O bócio é muito comum entre os camponeses mais pobres, mas raramente é visto nos fazendeiros mais prósperos. A presença de cal nas águas dos córregos e uma atmosfera úmida são consideradas as causas primárias do mal, mas hábitos indolentes e uma ausência de toda higiene e limpeza, seja na própria pessoa ou na casa, são sem dúvida grandes promotores da doença. Pode ser, e possivelmente é, hereditária, pois está principalmente confinada àqueles nascidos nas áreas afetadas, e os colonos vindos de outras localidades não são muito sujeitos a ela. (Adaptado de Jam es W. Wells, Explorando e viajando três mil milhas através do Brasil, do Rio de Janeiro ao Maranhão . v. 1. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1995).

PRISMA. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.

39

A Base Molecular da Vida ÁCIDOS NUCLÉICOS São polím eros de nucleotídios unidos por ligações fosfodiéster 1) Unidade Básica: NUCLEOTÍDIO Fosfato + Pentose + Base Nitrogenada ↓ ↓ ↓

Representação:
Obs: PO4-3 + Base Nitrog. = Nucleosídeo 2) Ligação Fosfodiéster F) Duplicação: Enzim as envolvidas: Helicase → DNA polim erase → DNA ligase → RNA Processo:
-3

3) Quadro Com parativo: DNA Estrutura Pentose Bases Púricas Bases Pirimidicas 4) DNA A) Local de Ocorrência: Núcleo, nucleóide e plasmídeo Mitocôndria e cloroplasto Adenovírus B) Funções: Hereditariedade → Controle do metabolismo celular →

5) RNA A) Local de Ocorrência: Núcleo Citoplasm a Mitocôndria e cloroplasto Retrovírus B) Função: RNAm → RNAt →

C) Modelo de Watson e Crick •Duas cadeias antiparalelas de polinucleotídeos. •A se liga com T → Duas ligações de H •C se liga com G → Três ligações de H D) Propriedades •Relação Molar A/T=1 e C/G=1 •A cadeia só cresce no sentido 5`→ 3` •Sofre desnaturação em altas temperaturas –Quebra das ligações de H •Sofre renaturação quando a temperatura volta ao normal E) Estrutura:

RNAr → SÍNTESE PROTÉICA 1) Local de Ocorrência: A) Célula procariota: Transcrição e tradução → B) Célula Eucariota: Transcrição e processam ento → Tradução → 2) TRANSCRIÇÃO: DNA A) Enzima envolvida: RNA polim erase ou Transcriptase B) Processo: RNA

PRISMA. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.

40

3) TRADUÇÃO: RNAm A) Processo:

Proteína

5) Processam ento do RNA Consiste em retirar do RNAm inicial as regiões de íntron que foram transcritas e que não devem ser traduzidas.

4) O Código Genético:

OBS: Regiões do DNA DNA procarionte → só éxon DNA eucarionte –Éxon → região codificante –Íntron → região não codificante 6) cDNA É um DNA eucarionte sem íntrons produzido por transcrição reversa a partir de um RNAm processado. Utilizado em técnicas de engenharia genética.

A) Propriedades: É Degenerado → É Específico → É Universal → Tipos de Ovos e Segm entação OVO OCORRÊNCIA Poríferos Oligolécito/ Celenterados isolécito/ Equinodermas miolécito/ Anfioxo alécito Mam íferos Platelmintos Telolécito Nem atelmintos incompleto/ Anelídeos m ediolécito/ Moluscos heterolécito Anfíbios Cefalópodos Telolécioto Peixes com pleto/ Répteis m egalécito Aves Centrolécito Lei de Balfour: Artrópodos

Aula de Biologia – Embriologia

“A velocidade de segm entação é inversam ente SEGMENTAÇAO Holoblástica (total) igual ou subigual

Holoblástica (total) desigual

Meroblástica (parcial) discoidal Meroblástica superficial proporcional à quantidade de vitelo”.

PRISMA. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.

41

I. ectoderm e. mamíferos Arm azenam ento de Répteis. Proteção m ecânica e Répteis. dar origem a novas espécies. Mam íferos Placenta excreção e secreção eutérios. aves e Córion proteção. anal e nasal Esm alte dos dentes Sistema nervoso Glândulas cutâneas e mamárias Ossos e cartilagens Derm e e hipoderm e Músculos Sistema circulatório e linfático Sistema urogenital Epitélio do sistem a digestório. blastóporo. tubo neural e notocorda). endoderme. Trocas gasosas. respiração. Proteção m ecânica nutrição. aves e Alantóide excretas mamíferos. Revestim ento e Répteis. Organogênese Folhetos em brionários Destino Cristalino (olho) Epiderm e e anexos Mucosa oral. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. hormonal. II. ao longo do tem po.Desenvolvim ento Embrionário do Anfioxo Observe a figura abaixo e identifique os anexos embrionários Classificação Embrionária dos Metazoários Quanto ao nº de folhetos em brionários Diblásticos: Triblásticos: Quanto à presença do celoma Acelom ados Pseudocelom ados: Celom ados: Quanto ao destino do blastóporo Protostômio: Deuterostômio: Quanto à presença dos anexos embrionários (vertebrados) Am niotas e alantoideanos: Anam niotas e analantoideanos: Placentários: Formação de Gêm eos Univitelínicos / Monozigóticos Zigoto Mórula Blástula Gástrula Nêurula Zigoto → Blastôm eros → Mórula → blastulação → Blástula (Blastoderm e e blastocele) → gastrulação → Gástrula (Arquêntero. Vitelínico nutrientes. perm anecem INALTERADOS ao longo do tem po. 2) Evolucionismo: Os organismos sofrem MODIFICAÇÕES lentas e acumulativas podendo. dessecam ento.Evidencias Evolutivas 1) Paleontologia: Estudo dos fósseis Qualquer vestígio de seres que viveram em épocas rem otas a) Tipos de fossilização: Molde Contramolde Permineralização Bivitilenícos / Dizigóticos Aula de Biologia – Evolução Im pressão Congelam ento Obs: Teste do 14C → Usado na datação dos fósseis. celom a. 42 . m esoderm e. aves e Âm nion contra o mamíferos. 2) Anatomia Comparada: a) Órgãos Homólogos: Origem em brionária→ Funções→ Im portância→ b) Órgãos Análogos: Origem em brionária→ Funções→ Im portância→ c) Órgãos vestigiais: 3) Embriologia Comparada: a) Regra de Von Baer: 14 PRISMA. ectoderm e. endoderm e e blastóporo) → neurulação → Nêurula (Arquêntero. ou seja. fígado e pâncreas Epitélio do sistem a respiratório Bexiga Epitélio da tireóide e das paratireóides Ectoderm e Mesoderm e Endoderm e Anexos Em brionários ANEXO FUNÇÃO OCORRÊNCIA Saco Arm azenam ento de Todos.Fixismo x Evolucionismo 1) Fixismo: Os organismos NÃO sofrem m odificações.

ecologia etc. das populações. .Existem variações entre os indivíduos. 3º fato: Há uma grande variabilidade entre os seres vivos. a) Tipos de Seleção Estabilizadora ⇒ Ex: anem ia falciform e Direcional ⇒ Ex: Melanismo industrial Bactérias resistentes a antibióticos Insetos resistentes a inseticidas Disruptiva ⇒ Ex: Tam anho de plantas em áreas com e sem contaminação Sexual Ex: Com petição entre os machos em disputa pela fêm ea b) Importante: . III. 2º fato: Apesar dessa tendência. o seu núm ero m antém-se mais ou m enos constante. IV.Q to m aior o grau de parentesco entre as espécies. Ela não tem o poder de expurgar.Existe LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA ⇓ Adaptado → sobrevive / reproduz m ais Não adaptado → eliminado/ reproduz m enos ⇓ SELEÇÃO NATURAL 3) Neodarwinismo Associa as idéias de seleção natural darwiniana com os novos conhecim entos nas áreas de citologia. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. reaparecem na forma de homozigotos. a cada geração. apenas oportunista: Mantém. variantes genéticas nitidam ente desvantajosas quando se encontram em homozigose. m aior a sem elhança durante o desenvolvim ento em brionário. a) Agentes mutagênicos: Ag Físicos→ Ag Químicos→ Ag Biológicos→ b) Efeito: Neutras→ Efetivas→ c) Classificação: Num éricas Euploidias → Aneuploidias → Estruturais Substituição→ Deleção→ Adição→ Duplicação→ to Inversão→ Translocação→ 2) Recombinação Gênica Promove aum ento de variabilidade genética atuando através de 3 fatores: 3) Seleção Natural Segundo Huxley. . a seleção está baseada em 3 fatos e 2 deduções: 1º fato: A tendência geral dos seres vivos de aum entarem em núm ero. não tem o objetivo de adaptar o indivíduo ao ambiente. 2ª dedução: Algumas variações devem se m ostrar vantajosas.Teorias Evolucionistas 1) Lam arckismo: a) Lei do uso e desuso: O organismo se m odifica para satisfazer as necessidades impostas pelo ambiente b) Lei da transmissão dos caracteres adquiridos: Obs: mutações sofridas nas células germinativas podem ser transmitidas. maior o grau de parentesco entre as espécies.Fatores Evolutivos 1) Mutação É o único processo capaz de criar NOVAS caract. enquanto que outras são desvantajosas.Os seres se modificam. ou seja. . 43 . . b) Lei Biogenética “A ontogênese recapitula a filogênese” (está errada) 4) Evidencias Moleculares: a) Análise de proteínas homólogas: to m aior a sem elhança entre a seqüência de Q aminoácidos das proteínas. nesse processo de “competição”. na tentativa de explicar a origem das modificações sofridas pelos seres. b) Hibridação de DNA to Q maior a porcentagem de DNA híbrido formado. maior o grau de parentesco entre as espécies.A seleção não é perfeccionista.Os indivíduos que deixam mais descendentes são considerados “mais aptos”. 1ª dedução: Deve haver um a competição (“luta pela sobrevivência”) entre os seres vivos que ocupam o m esmo nicho ecológico. genética. Ocorre ao ACASO. as mutações desvantajosas que sejam recessivas: elas se escondem nos heterozigotos e. através de polimorfism os equilibrados.De acordo com a NATUREZA. PRISMA. essas variações / modificações podem ser vantajosas/desvantajosas. 2) Darwinismo As idéias de Darwin e Wallace: .

Cúbico simples Formado por apenas uma camada prism ático de células.Especiação 1) Conceito de Espécie: Conjunto de indivíduos sem elhantes. Tecido Epitelial PseudoPode apresentar cílios e glândulas estratificado mucosas unicelulares. Epitelial Avascularizado. Etapas: Migração: Formação de duas populações distintas. q = freq. ao acaso. Gênica Fórmula: FG = Nº genes X Nº total genes Fórmula: P + q = 1. do genótipo AA 2Pq = Freq. Bexiga urinária. ar Tecido Epitelial Estratificado Epiderm e e mucosas Formado por várias camadas de Uretra e a conjuntiva do Revestim ento células. do genótipo aa VI. do gene A. substância Tecido o intercelular ausente. onde os cruzam entos ocorram ao acaso (panmítica) e sobre a qual não atuem fatores evolutivos. do genótipo Aa TECIDO 2 2 q2 = Freq. Pavim entos o Prismático De Transição “Filtração” de Fossas nasais. PRISMA. apenas as inferiores Proteção olho. onde P = freq. a freqüência gênica permanecerá inalterada. Genotípica Fórmula: FG = Nº de genótipos XX Nº total de genótipos Fórmula: P2 + 2Pq + q2 = 1. Estômago e intestinos. Barreiras Geográficas: Impedir o fluxo gênico entre as populações. V. traquéia partículas do e brônquios. 2) Calculando a Freq. onde: 2 P = Freq. possuem capacidade de divisão. 3) Calculando a Freq. Seleção Natural diferencial: Selecionar diferentes características em cada uma das populações Isolam ento Reprodutivo: Impedir a formação de descendência fértil Mecanismos Pré-Zigóticos Isolam ento Ecológico (hábitat) Isolam ento sazonal (estral) Isolam ento Etológico (sexual) Isolam ento Mecânico (morfológico) Mortalidade Gamética Isolam ento por Diferentes Polinizadores Mecanismos Pós-Zigóticos Mortalidade Zigótica Inviabilidade do Híbrido Esterilidade do Híbrido 2 Aula de Biologia – Histologia Animal OCORRÊNCIA Endotélio Túbulos renais. FUNÇÃO Permitir a troca de substâncias Tecido Epitelial De revestim ento SUBTIPOS CARACTERÍSTICAS Pavim entos Células justapostas.Genética de Populações 1) Lei de Hardy-W einberg Em uma população muito grande.4) Migração Imigração→ Entrada de indivíduos na população ( ) Em igração→ Saída de indivíduos da população ( ) 5) Oscilação Gênica (Deriva Genética) São variações. capazes de se intercruzar gerando DESCENDÊNCIA FÉRTIL 2) Tipos de especiação: a) Simpátrica As duas espécies se formam com os indivíduos ocupando a MESMA área * Só ocorre em casos especiais de poliploidia e translocações b) Alopátrica As duas espécies se formam com os indivíduos ocupando áreas DIFERENTES. Causas: Natalidade Mortalidade Catástrofes naturais Obs: Princípio do Fundador Ocorre quando uma população é formada por um nº reduzido de indivíduos. do gene a. nas freqüências gênica e genotípica de um a população. 44 . O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.

ossos longos. artérias e capilares. Condroblastos e Fibras colágenas Substância intercelular sólida Ca3(PO4)2. testículos. Linfócitos (99%) Tecido Reticular (Hem atocitopoiético) Mielóide Rico em fibras reticulares. Arm azenar energia. dando resistência e flexibilidade. TECIDOS SUBTIPOS Frouxo CARACTERÍSTICAS Não há predomínio de nenhum a célula. tireóide. lacrimais. Lançam sua secreção dentro de cavidades ou fora do corpo. nariz e traquéia. não possui hem ácias Sustentação. Sangüíneo Tecidos Conjuntivos de Transporte Linfático Interior de vasos sangüíneos: veias. ovários. Preencher espaços. A secreção é eliminada no sangue Secreção = hormônio. Adipócitos Vascularizado. sínfise púbica. com fibras colágenas Vascularizado e inervado Osteoblasto Possui Sistem a de Osteoclastos Harvers Ossificação: Endocondral Intram embranosa Hem ácias É constituído por plasma Leucócitos e elem entos figurados. Não-modelado: derm e profunda. Possuem ductos. m enisco. Pode ser m odelado ou não. Multilocular (pardo) Hialina Tecido Cartilaginoso Elástica Fibrosa Tecido Ósseo contém muitas gotículas de gordura. CÉLULAS Fibroblastos Macrófagos Plasmócitos Mastócitos Fibroblastos OCORRÊNCIA Associado aos epitélios Modelado: tendões. Animais que hibernam. Fibras colágenas e elásticas. Condroblastos e Fibras Resistente. Porém. FUNÇÃO Regulação Secreção Pâncreas : Glândulas Endócrina: glucagon e Possuem uma parte anfícrinas ou insulina endócrina e outra exócrina. 45 . Se nutre a Condroblastos partir do pericôndrio ou do e líquido sinovial. leucócitos e plaquetas. CO2 e O2. hormônios. Hom em adulto (hipoderm e) Recém-nascido. Pavilhão e conduto auditivo. Produção de calor (energia). 1º esqueleto do em brião. Isolante térmico. Avascular. Defesa. Drenagem linfática e defesa. caliciform es. sebáceas. adrenais. Glândulas sudoríparas. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Proteção. Tecido Conjuntivo Propriam ente Dito (TCPD) Denso Tecido Adiposo Unilocular (amarelo) Contém uma gota de gordura. Sustentação. laringe. Sustentação Articulação Ossos que formam o esqueleto. Proteção m ecânica. Digestão FUNÇÃO Apoio e nutrição de células epiteliais. mistas Exócrina: suco pancreático. Reticulócitos PRISMA. salivares. OCORRÊNCIA Hipófise. Interior de vasos linfáticos e de linfonôdos. Fibras Pequena capacidade de elásticas regeneração. Sustentação. Plaquetas Tem constituição sem elhante ao sangue. Proteção. Adipócitos Vascularizado. epiglote Discos intervertebrais. elástica e colágenas finas suporta bem pressões. Regulação. Predom ínio de fibras colágenas. paratireóides.TECIDO TIPO Glândulas endócrinas Glândulas exócrinas Tecido Epitelial Glandular CARACTERÍSTICAS Não possuem ductos. Produção de hem ácias. Transporte de nutrientes. Medula óssea verm elha. mamárias. excretas.

P.Vacúolos (controlam a entrada de água na célula vegetal) quando presentes são pequenos e num erosos. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. fotossíntese e preenchim ento. OCORRÊNCIA Ligados a ossos.TECIDOS PERMANENTES: II. . dendritos Oligodendró Apresentam poucos dendritos.2) Tipos de Tecidos Permanentes: A) Tecidos Parenquim áticos: .S.Apresentam pequena capacidade de divisão celular.O vacúolo é desenvolvido.Tipos: Derm atogênio (Protoderme): Esse m eristem a primário origina o prim eiro tecido de revestim ento da planta.1) Características: .Apresentam grande capacidade de divisão celular (mitose . Nutrição e sustentação m ecânica. Peristálticos. . Periblema: Esse m eristem a primário origina a casca ou córtex da planta.Função: São responsáveis pelo crescim ento em altura.crescim ento). .Localização: Esses m eristem as localizam -se nas partes mais velhas da planta. II. Mov.): . timo. Câm bio fascicular: responsável pela origem dos tecidos de condução de seiva: o floem a e o xilem a.A m embrana celulósica é espessa. axônio envolto pela bainha de mielina. Câm bio interfascicular: responsável pela origem dos tecidos de preenchim ento: os parênquimas cortical e m edular. Tecido Nervoso CARACTERÍSTICAS Possui corpo celular (pericário). citos Micróglia Apresenta macrófagos.2) Tipos de meristemas: A) Meristemas Primários (M. PRISMA. Neurônio. a epiderm e. I.Apresentam parede celular (m embrana celulósica) delgada. .Localização na planta: Se localiza nas partes jovens da planta. Plerom a (Procâm bio): Esse m eristem a primário origina o cilindro central e os prim eiros tecidos de condução de seivas (floem a e xilem a). Pequenos e contêm m uitos Astrócitos dendritos. linfonôdos e tonsilas. Miocárdio. Baço. Produção de alguns leucócitos. são responsáveis pelo crescim ento em espessura da planta. . Contração rápida e involuntária Sem estrias transversais Fibra lisa Contração lenta e involuntária. I. .O citoplasma é abundante e o núcleo é central.): . cardíaca.Linfóide TECIDO SUBTIPO Estriado esquelético Tecido Muscular Estriado cardíaco Liso TECIDO CARACTERÍSTICAS CÉLULAS Estrias transversais form adas pelo Fibra muscular sarcôm ero.Função: Os M.Origem: Esses m eristem as têm origem a partir de células de certos tecidos que sofrem desdiferenciação .Origem: Os m eristem as primários se originam do em brião da sem ente. . 46 . II. esquelética. Sistema nervoso Aula de Biologia – Histologia Vegetal Nos vegetais são encontrados dois tipos básicos de tecidos: Os m eristem as e os tecidos permanentes.Funções: reserva nutritiva. B) Meristem as Secundários (M. .1) Características: . . . Defesa.S. Movim entos cardíacos. Contração rápida e voluntária Estrias transversais e discos Fibra muscular intercalares. CÉLULAS OCORRÊNCIA FUNÇÕES Conexão e transmissão do estím ulo nervoso.Tipos: Felogênio: dá origem a dois tecidos: súber e feloderm a.O núcleo é periférico. .M ERISTEMAS: I. FUNÇÃO Locomoção e proteção de órgãos vitais. Útero e vísceras. Formam a bainha de mielina do SNC.

da epiderm e inferior das folhas. Hidatódios . Encontrados na urtiga. São eles: 1º Parênquima Aerífero ou Aerênquima: Esse parênquima é desenvolvido em plantas flutuantes. É pluriestratificado. Nectários . Ocupa uma posição mais externa. . isolante térmico. Possui um reforço especial de celulose. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.Ocorrência: no pecíolo e nas partes jovens do caule. É um tecido vivo.secretam látex quando a planta sofre algum ferim ento. Trata-se de um tecido morto devido à lignina. A cutícula é desenvolvida em plantas de clima seco (xerófilas) .é o conjunto dos tecidos de sustentação. . Estereom a . Vasos resiníferos .Xilem a (Lenho): Esse tecido de condução é responsável pelo transporte de seiva bruta (água + sais) também denominada mineral ou inorgânica no sentido ascendente (raiz → folhas).Esclerênquim a: É dotado de grande resistência.Súber (cortiça): É aclorofilado. Localização: nas folhas e nas partes jovens da planta Obs: Anexos da epiderm e: . 47 . .Cutícula: trata-se de um a película formada por uma substância chamada: cutina. por exem plo. É aclorofilada . É desenvolvido nas plantas xerófilas. por onde ocorrem trocas gasosas e transpiração.Função: proteção. E) Tecidos de Secreção: São estruturas que têm a propriedade de segregar substâncias as quais podem ou não ser lançadas para o exterior. Ex: seringueira. O parênquima clorofiliano é constituído pelo parênquima paliçádico e pelo parênquima lacunoso. Ritidoma: É um a casca que se desprende periodicam ente do caule de certas plantas. A raiz deixa de receber seiva elaborada e a planta morre.é a retirada da casca + o floema.Parênquim as de Reserva: Arm azenar substâncias.Floema (Líber): Esse tecido de condução é responsável pelo transporte da seiva elaborada no sentido descendente (folhas → raiz). . Localização: nas folhas. Esse fenôm eno é denominado gutação ou sudação. cujo papel é impedir a transpiração excessiva. na roseira. 2º Parênquima Aqüífero: Armazena água.nas folhas.nas gimnospermas. . É viva . por onde ocorre a eliminação de solução aquosa.absorção (nas raízes) e proteção (urtiga). É um tecido vivo.Hidatódios: são estruturas encontradas na epiderm e da folha. É análogo ao tecido ósseo. É um tecido morto (devido a presença de um a substância denominada SUBERINA).Parênquim as de Preenchim ento: São eles: Parênquima Cortical Parênquima Medular B) Tecidos de Condução: . . Corte transversal do caule Corte transversal da folha Estrutura da Raiz PRISMA. O súber é desenvolvido nas plantas do cerrado. atrativas ou que digerem o corpo de insetos (enzimas proteolíticas) para que a planta use o material resultante como adubo. 3º Parênquima Amilífero: Armazena amido.Epiderme: É m onoestratificada. Pêlos Secretores – Pelos especiais que produzem substâncias defensivas. Função: proteção. secretam excesso de seiva bruta.Parênquim a Clorofiliano (de síntese): Função: fotossíntese. No caule ele ocupa uma posição m ais intensa. secretam resina protetora. Obs: Lenticelas: são orifícios encontrados no súber (caule e raiz) por onde ocorrem trocas gasosas. . .Pêlos ou Tricomas: Funções . na rosa e nas plantas insetívoras. Obs: Anel de Malpighi . . É um tecido análogo ao tecido cartilaginoso. C) Tecidos de Sustentação: . D) Tecido de Proteção: .Estômatos: São anexos. . principalm ente. Ex: Pinheiro.Acúleo: é uma estrutura pontiaguda (não é espinho) encontrada. É clorofilado. É um tecido morto (devido à presença de LIGNINA). Armazenar ar.Tipos de parênquimas: .secretam néctar Vasos laticíferos .Colênquima: É dotado de flexibilidade.

Aula de Biologia – Histologia Vegetal Nos vegetais são encontrados dois tipos básicos de tecidos: Os m eristem as e os tecidos perm anentes. 3º Parênquima Amilífero: Armazena amido.): . I.O núcleo é periférico. .Tipos: Felogênio: dá origem a dois tecidos: súber e feloderma. .Origem: Os m eristem as primários se originam do em brião da sem ente. .Parênquim as de Reserva: Arm azenar substâncias.1) Características: . .M ERISTEMAS: I.Função: São responsáveis pelo crescim ento em altura. No caule ele ocupa uma posição m ais intensa. . Câm bio interfascicular: responsável pela origem dos tecidos de preenchim ento: os parênquim as cortical e m edular.TECIDOS PERMANENTES: II.): .S. . O parênquima clorofiliano é constituído pelo parênquima paliçádico e pelo parênquima lacunoso. I.Funções: reserva nutritiva.2) Tipos de meristemas: A) Meristemas Primários (M.1) Características: .O citoplasma é abundante e o núcleo é central. Localização: nas folhas.Apresentam parede celular (m embrana celulósica) delgada. . B) Meristem as Secundários (M. . . São eles: 1º Parênquima Aerífero ou Aerênquim a: Esse parênquima é desenvolvido em plantas flutuantes. . Periblema: Esse m eristem a primário origina a casca ou córtex da planta.Origem: Esses m eristem as têm origem a partir de células de certos tecidos que sofrem desdiferenciação .Tipos: Derm atogênio (Protoderm e): Esse m eristem a primário origina o prim eiro tecido de revestim ento da planta. a epiderm e. Câm bio fascicular: responsável pela origem dos tecidos de condução de seiva: o floema e o xilem a. fotossíntese e preenchim ento.Vacúolos (controlam a entrada de água na célula vegetal) quando presentes são pequenos e num erosos.2) Tipos de Tecidos Permanentes: A) Tecidos Parenquim áticos: . .crescim ento). PRISMA.S.Parênquim a Clorofiliano (de síntese): Função: fotossíntese.A m embrana celulósica é espessa.Localização na planta: Se localiza nas partes jovens da planta. Tipos de parênquimas: .Parênquim as de Preenchim ento: São eles: Parênquima Cortical Parênquima Medular B) Tecidos de Condução: . Armazenar ar.Apresentam grande capacidade de divisão celular (mitose . Plerom a (Procâmbio): Esse m eristem a primário origina o cilindro central e os prim eiros tecidos de condução de seivas (floem a e xilem a). Trata-se de um tecido morto devido à lignina. são responsáveis pelo crescim ento em espessura da planta.O vacúolo é desenvolvido.Apresentam pequena capacidade de divisão celular. É desenvolvido nas plantas xerófilas. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA.P. .Função: Os M. II. .Xilema (Lenho): Esse tecido de condução é responsável pelo transporte de seiva bruta (água + sais) também denominada mineral ou inorgânica no sentido ascendente (raiz → folhas). 48 .Localização: Esses m eristem as localizam -se nas partes mais velhas da planta. II. 2º Parênquima Aqüífero: Armazena água.

Ritidoma: É um a casca que se desprende periodicam ente do caule de certas plantas. por exem plo. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA..secretam látex quando a planta sofre algum ferim ento. Corte transversal do caule Corte transversal da folha Estrutura da Raiz Aula de Biologia – Origem da vida Abiogênese Matéria Bruta x Princípio Ativo Biogênese Ser es Vivos Redi (1660): Frascos c/ carne abertos e tampados c/ gaze Joblot (1711): Frascos c/ carne abertos e tampados c/ pergaminho Spalanzani (1771): Esterilizou o caldo e vedou herm eticam ente Pasteur (1860): Experiência dos balões c/ pescoço de cisne PRISMA.Ocorrência: no pecíolo e nas partes jovens do caule. Hidatódios . Ex: Pinheiro.Floema (Líber): Esse tecido de condução é responsável pelo transporte da seiva elaborada no sentido descendente (folhas → raiz).m (1745) er t e Vasos laticíferos . Possui um reforço especial de celulose.é a retirada da casca + o floem a.Cutícula: trata-se de um a película form ada por uma substância chamada: cutina. Encontrados na urtiga. É análogo ao tecido ósseo. A raiz deixa de receber seiva elaborada e a planta morre. É um tecido vivo. . Obs: Lenticelas: são orifícios encontrados no súber (caule e raiz) por onde ocorrem trocas gasosas. C) Tecidos de Sustentação: . É pluriestratificado. 51 .nas gimnospermas. Estereom a .Súber (cortiça): É aclorofilado. e os tampou N r os . secretam resina protetora.Acúleo: é uma estrutura pontiaguda (não é espinho) encontrada. É clorofilado.Epiderme: É m onoestratificada. O súber é desenvolvido nas plantas do cerrado. lar po e m ou n su s n lanç carn exterior. da epiderm e inferior das folhas.Função: proteção.Hidatódios: são estruturas encontradas na epiderm e da folha.nas folhas. Nectáeiedhasecretam :nfécvaru o caldo por 30 min. . . É um tecido vivo. Obs: Anel de Malpighi . A cutícula é desenvolvida em plantas de clima seco (xerófilas) . na roseira. por onde ocorre a elim inação de solução aquosa. D) Tecido de Proteção: . É viva . isolante térmico. Vasos resiníferos .Estômatos: São anexos. Função: proteção. E) Tecidos de Secreção: SãObsertvutures: miue ocas saa do rda rierda. É um tecido morto (devido à presença de LIGNINA). Ocupa uma posição mais externa.Colênquima: É dotado de flexibilidade. Ex: seringueira. .Esclerênquim a: É dotado de grande resistência.é o conjunto dos tecidos de sustentação.Pêlos ou Tricomas: Funções . Pêlos Secretores – Pelos especiais que produzem substâncias defensivas. . principalm ente. Esse fenôm eno é denominado gutação ou sudação. . atrativas ou que digerem o corpo de insetos (enzimas elmont: Receita para queduziplanta use o Van H proteolíticas) para pro a r ratos material resultante como adubo. Localização: nas folhas e nas partes jovens da planta Obs: Anexos da epiderm e: . sapde surginegaem o es r açõ as q nh têm in p op t e r ade os segr do r substânciasaas aquaisvas demoscas ão rgierdo daadas epara o l go s. É um tecido análogo ao tecido cartilaginoso. . por onde ocorrem trocas gasosas e transpiração. na rosa e nas plantas insetívoras.absorção (nas raízes) e proteção (urtiga). É um tecido m orto (devido a presença de uma substância denominada SUBERINA). secretam excesso de seiva bruta. cujo papel é im pedir a transpiração excessiva. É aclorofilada .

Os ecologistas agrupam essas regiões em um a categoria denominada de: a) nicho ecológico. E Subst. do início da sucessão até o clímax da com unidade.Hipóteses sobre a Origem da Vida CRIACIONISMO: Deus criou todas as formas de vida que perm anecem inalteradas desde a criação. H 2O + Condições Ambientais Altas temperatura s Tempestades Raios e ra dia ção Questão 01 Em um ribeirão foram pescados dois peixes m uito sem elhantes. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. As idéias de Oparin e Haldade Experiência de Miller e Urey (1953) At mosfera Primitiva CH4. Objeção: Com o esses microrganismos teriam sobrevivido às condições espaciais (radiação e grandes variações de temperatura) Atualidades: Substâncias orgânicas foram observadas em m eteoritos EVOLUÇÃO QUÍMICA: O 1º ser vivo se desenvolveu a partir da evolução química lenta e gradual de substâncias inorgânicas AUTUTRÓFICA: A 1ª forma de vida era capaz de sintetizar seu próprio alim ento. não é de se estranhar que. os ecossistem as ( 1 naturais estão em constantes modificações. nessas regiões. de espécies diferentes e apresentavam dietas distintas. surgiram com um m etabolismo complexo com o o de síntese (fotossíntese e quimiossíntese) Atualidades: Recentem ente foram descobertas bactérias quimiolitoautotróficas Encontradas no interior de rochas à grandes profundidades → SLiME Metabolism o de síntese muito sim ples HETEROTRÓFICA:. comia folhas de plantas e insetos aquáticos. Assim. Or gânica s (aminoá cidos) x p e r i ê n c i a d e Mares Pr imitivos Proteína s d) Coacer vados Ser es Vivos Atualidades: Oparin rediscutido → Evidencias mostram que a atmosfera primitiva continha CO2 e N2 → Acredita-se que o 1º ácido nucléico tenha sido o RNA ⇒ Ribozimas Objeções: Como/Quando os ácidos nucléicos Passaram a controlar a síntese de proteínas? Exercícios de Ecologia F bioma. Objeção: Com o os prim eiros seres vivos que. b) O habitat desses peixes é igual ou diferente? Justifique. NH3. exceto pela coloração das nadadeiras. 52 . a) O nicho ecológico desses dois peixes é igual ou diferente? Justifique. b) microclima. haja comunidades vegetais sem elhantes. A 1ª form a de vida NÂO era capaz de sintetizar seu próprio alim ento. os ecossistem as sofrem m 7 profundas mudanças não som ente na composição e diversidade de espécies. tem peraturas parecidas e praticam ente o m esmo regim e de chuvas todos os anos. teoricam ente. deveriam ser muito simples. Objeção: NÂO pode ser testada VIDA EXTRATERRESTRE: Bactérias (cosmozoários) chegaram ao nosso planeta trazidas por m eteoritos. como tam bém na sua biomassa e produtividade. o x Questão 03 Com o se fossem organismos vivos. O peixe com as nadadeiras claras alim entava-se de m oluscos e crustáceos que viviam no fundo do ribeirão. Um biólogo informou que pertenciam ao m esmo gênero. e o outro. cujas nadadeiras eram averm elhadas. Então. eram. H2. Questão 02 Certas regiões da biosfera apresentam o m esmo tipo de clima. c) ecótone. porém. Do estádio 9 jove5 até à maturidade ou clímax. NÃO se observa proporcionalm ente aum ento da: PRISMA.

freqüentem ente. II e III) a taxa de crescim ento é inversam ente proporcional à densidade? c) Qual dos três padrões (I. 53 . D) Os microrganismos evidenciados na figura representam os consumidores secundários. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. PRISMA. B) Estão representados apenas dois níveis tróficos. O comportam ento das taxas de crescim ento populacional em relação à sua densidade pode ser observado nos padrões I. d) produtividade líquida. c) reciclagem de nutrientes. A existência de várias opções alim entares interliga as cadeias em uma teia alim entar. Algumas causas de am eaças a aves e m amíferos estão apresentadas na figura abaixo. A) O carbono pode ser transmitido ao longo da cadeia incorporado aos aminoácidos. b) Em qual dos três padrões (I. quantos consumidores pertencem a um único nível trófico? c) Explique como o gavião poderia ocupar o nível trófico inferior ao da cobra.a) taxa de respiração. Após análise do gráfico. II e III) poderia representar um exem plo de população de bons reprodutores com m enor dependência da densidade? Justifique. analise as afirmativas abaixo e marque a CORRETA. resolva os itens abaixo: a) Cite dois fatores que atuam positivam ente na taxa de crescim ento de um a população. Questão 04 Observe a figura abaixo que representa um biogeoquímico. Questão 05 Na m aioria dos ecossistem as naturais encontramos vários tipos de produtores e de consumidores. II e III. e constituem problemas em diversas partes do mundo. no gráfico abaixo. Qual a relação ecológica estabelecida entre a leguminosa e a bactéria? A) protocooperação B) mutualismo C) parasitismo D) inquilinismo Questão 08 Am eaças a determinadas populações de seres vivos acontecem . como exem plificado abaixo. Questão 07 Observe o processo de formação de nódulos em raízes de leguminosas. C) As setas representam o fluxo da energia ao longo da cadeia alim entar. sendo causados por invasão de bactérias fixadoras de nitrogênio nas células vegetais. resolva os itens: a) A qual(is) ordem(ns) de consumidor(es) pertence a cobra ? b) Independent em ente da ordem que ocupam. Com base na figura e nos conceitos ecológicos. Analise-a. ciclo Com base na figura e em seus conhecim entos sobre o assunto. devido a vários fatores. b) diversidade de espécies. Questão 06 Esses nódulos nas raízes são denominados de bacteriorrizas.

protozoários digerindo celulose no tubo digestivo de cupins. A) A extinção de aves e m amíferos pode também ser provocada pela sua morte acidental. lagartos caçando insetos e. anus retirando carrapatos do dorso dos bois. ocorreu aum ento da capacidade de absorção de água e sais minerais pela raiz infectada. nas áreas rurais. I II A única diferença entre elas é que a planta II. de forma sem elhante. D) Exploração com ercial de penas é a m aior am eaça para as aves. d) gaviões. produzindo o que se convencionou cham ar de micorriza. de que a terra é finita. plantadas sim ultaneamente. pássaros alimentando-se de frutos. o hom em PRISMA. observaram. o fungo fixa nitrogênio para a planta II. é m uito comum nos rótulos de alguns aerossóis e de refrigeradores. B) Com petição e predatism o am eaçam. Questão 09 A figura abaixo apresenta duas plantas da m esma espécie. ainda. teve sua raiz infectada por um determinado fungo filam entoso. 54 . Em relação a essa comunidade é INCORRETO afirmar que: a) das relações representadas. ao lado de vários cupinzeiros. Essa advertência está associada diretamente com a: a) proteção de rios e lagos. três são desarmônicas e duas são harmônicas. d) redução da poluição sonora. Ricardo e Nicolau. c) pássaros. aves e m amíferos. água e solo" (Ferri. Apesar dessa e outras advertências. mas não a planta I. carrapatos sugando o sangue dos bois e anus comendo os carrapatos. 1978). sendo denominada protocooperação d) observa-se uma relação de herbivorismo entre os pássaros e os frutos. m antidas para crescim ento sob as mesmas condições e pelo mesmo período de tem po. b) a relação do cupim e protozoário é diferente da relação entre o boi e o carrapato. Questão 12 Gramíneas com altas taxas de inseticidas organoclorados ( DDT) participaram da seguinte cadeia alimentar: gramíneas ---> ratos ---> pássaros ---> cobra ---> gavião. c) recuperação de áreas degradadas. Encontraremos maior quantidade de DDT em: a) cobras b) ratos. condicionadores de ar e câm aras frigoríficas o seguinte aviso: “Não contém CFC (clorofluorcarbono)”. Carlos. De acordo com a figura. C) Queim adas representam a am eaça m enos significativa para ambos os anim ais.a) b) c) d) existe relação de am ensalismo entre o fungo e o vegetal infectado. A planta II cresce m ais que a planta I porque: Questão 14 "Embora sapiens o Homo parece não se ter dado conta. no pasto. analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa CORRETA. houve produção de antibiótico pelo fungo que elim ina os microrganismos saprófitas do solo. c) a relação entre os anus e bois é facultativa. Carlos. Questão 13 Com a crescente conscientização em relação ao m eio am biente. Ricardo e Nicolau observaram as seguintes relações ecológicas. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Questão 10 Ao longo do caminho. e que necessariamente são finitos também os suprimentos de ar. bois e gafanhotos alim entando-se de capim. EXCETO: a) Com ensalismo b) Predatismo c) Sociedade d) Parasitismo Questão 11 Numa determinada fazenda. orquídeas e líquens em troncos de árvores. encontramos cobras em buracos de tatus. b) preservação da camada de ozônio.

Nos locais onde houve destruição total. podem os afirmar sobre o processo de eutrofização excessiva. e cujo tipo difere dos riscos do ocorrido no mar: Questão 15 Pesticidas são produtos químicos utilizados para combater pragas que prejudicam plantas cultivadas. para responder os itens: a) Cite duas regiões fitogeográficas diretam ente afetadas: b) Cite dois fatores abióticos que com prom eteram a teia alim entar desses am bientes: c) Qual o nível trófico m ais baixo da pirâmide alim entar atingido pela camada de petróleo? d) Cite a conseqüência grave que o derram am ento de petróleo no rio Barigui poderia ter causado para o hom em. eufórico. d) O princípio ativo de alguns pesticidas pode se acum ular no ecossistem a ao longo de diversos níveis tróficos. EXCETO. a m ata está se recom pondo. b) 3 predomina gramíneas e em 4 predominam coqueiros. d) A evaporação oceânica representa a m aior parte da água que retorna para a atmosfera. em excesso. os fertilizantes e os restos orgânicos da a) 1 possui uma vegetação extensa e em 2 as árvores são esparsas. b) Promove a redução da taxa de oxigênio dissolvido na água. m esmo após a instalação de filtros nas indústrias na década de 80. Questão 20 O mapa abaixo mostra os grandes biomas. 55 . c) 5 predominam árvores tortuosas e em 6 há grande variedade de árvores esparsas. Questão 16 Ao colocar seu caiaque na água. Ele percebeu que alguns agricultores não tom avam os cuidados necessários para evitar que o esterco. Entre os problem as associados à sua utilização está a forma indiscriminada de aplicação dessas substâncias. cultura não chegassem a contaminar o rio. o ciclo seria interrompido. no Paraná. deter o processo de aquecim ento global. b) Assim como no uso de m edicam entos. podem trazer grandes prejuízos aos ecossistem as aquáticos. c) A passagem da água pelos organismos da floresta caracteriza o ciclo longo da água. mas com uma vegetação diferente da m ata atlântica original. Questão 17 Ao passar pela região de Pirapora o Biólogo Carlos ficou bastante preocupado. encontra-se em vigor o Tratado de Kyoto. Com base em seus conhecim entos sobre o ciclo da água na natureza e no diagrama abaixo. Questão 18 Desde fevereiro último. um dia. Com base nos seus conhecim entos sobre a poluição das águas. assinale a alternativa CORRETA. mais contribui para o aquecim ento global? De que m odo esse gás contribui para o aum ento da tem peratura média na Terra? b) Cite duas possíveis conseqüências ambientais decorrentes do aquecim ento global. o limite entre o “rem édio” e o “veneno” está na dose aplicada. um acordo pelo qual os 141 países signatários se com prom etem a diminuir a em issão de gases poluentes na atmosfera e. a) Considerando que a m ata está se recom pondo através de um processo natural de sucessão secundária. em razão da quantidade liberada. É INCORRETO afirmar que a região representada em a) Na ausência do sol. o geógrafo Ricardo se pôs a falar. assinale a afirmativa INCORRETA: a) O uso abusivo dos pesticidas tem favorecido a seleção de pragas resistentes. animais de criadouros e o ser humano. Com relação aos pesticidas. com seus amigos: . O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. PRISMA. a) Aum enta a população de peixes. d) Aum enta a população de bactérias aeróbias no local.continua a provocar distúrbios ecológicos graves como os recentes derram am entos de petróleo. a) Dentre os gases liberados na atm osfera. quais são as etapas esperadas neste processo? b) Cite duas características típicas da mata atlântica. Sabe-se que esses com postos são substâncias eutrofizantes e que.Como é fantástico saber que toda essa água que corre para o mar pode. indiretam ente. promovendo um desequilíbrio nas cadeias alim entares. Considere os dois grandes derramam entos de petróleo que ocorreram na costa do Estado do Rio de Janeiro e no rio Barigui. b) A transpiração animal não está contabilizada no diagrama acima. c) Intensifica a ação de microrganismos decompositores. voltar a percorrer esse ou outros rios. qual deles. c) Pesticidas seletivos combatem insetos benéficos e pragas indiscriminadam ente. Questão 19 A poluição atmosférica de Cubatão continua provocando efeitos negativos na vegetação da Serra do Mar.

Questão 25 As figuras A e B representam os resultados de um conhecido experimento de crescimento populacional de duas espécies de Paramecium: P. São eles: o biólogo Carlos. PRISMA. IVB. c) área de caatinga. representada pelo núm ero 1. principalm ente pelo cultivo de cana e café. I II III IV Características Folhas reduzidas ou modificadas em espinhos Casca grossa e galhos retorcidos Raízes escoras e respiratórias Raízes tabulares e folhas largas A seqüência CORRETA é: a) IA. 56 . representado por 2. IIIB. IVC. C) 3 representa uma mata pluvial com uma das m aiores biodiversidades de espécies do planeta. vem sendo gradativam ente substituído pelo cultivo de soja. Identifique o núm ero correspondente a cada ecossistem a e marque a alternativa INCORRETA. IIID. Questão 21 Associe as colunas de m aneira que as características correspondam aos respectivos biomas. que decidiram realizar um a expedição pelo rio São Francisco. O mapa está representado abaixo. b) consumidor primário. ao comer cogumelos shitake. que seria feita a caiaque. IIIC. IIA. d) área de mata de araucária. que utilizam o mesmo recurso alimentar. o geógrafo Ricardo e o médico Nicolau. IIC. B) O cerrado. onde suas hifas se nutrem das moléculas orgânicas componentes da madeira. está se comportando como: a) produtor. b) ID.d) 7 possui trechos de matas não alagadas e em 8 predominância de pinheiros. o Geógrafo Ricardo utilizou um mapa para verificar o trajeto do rio pelos estados brasileiros. a) área de mangue. IIA. d) IB. pelas águas do “Velho Chico”. O outro indica a duração de alguns ciclos econômicos. Com base no m apa e em seus conhecim entos sobre a fitogeografia brasileira. D) A mata atlântica foi destruída. b) área de cerrado. IID. IVC. d) decompositor. analise as alternativas abaixo e assinale a paisagem pela qual o rio São Francisco NÃO passa ao longo de todo o seu curso. IIIA. admiradores da natureza. Questão 23 Essa prova conta a história de três amigos. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. Questão 22 Um dos gráficos abaixo indica a progressão do desm atam ento que ocorreu na mata atlântica. Analise-o. c) consumidor secundário. IVD. Analise-os. c) IB. Durante os preparativos para a viagem. na Amazônia e no Cerrado brasileiro ao longo dos anos. aurelia e P. A) O comércio de m adeira só afetou a floresta amazônica. caudatum. Questão 24 O cogumelo shitake é cultivado em troncos. Uma pessoa.

O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. C) indivíduos. EXCETO A) Água B) Gás carbônico C) Sais minerais D) Substância orgânica Questão 27 Observe a figura. Questão 26 O esquem a representa a síntese do "bioisopor" a partir da utilização de produtos vegetais. a biodiversidade de m osquitos é expressa pelo núm ero de A) espécies. D) ordens. 2 . cujas características ecológicas são m ais vantajosas que as do isopor sintético. todos os seguintes materiais são disponibilizados para a fotossíntese. B) famílias.Curva de crescimento das duas espécies m antidas em frascos de cultura separados a) O que significa o valor K das curvas de crescimento da figura A? b) Explique por que são obtidas curvas diferentes para cada uma das espécies quando colocadas para crescer no mesmo frasco (figura B). Com a decom posição do "bioisopor". Curva de crescimento das duas espécies m antidas no mesmo frasco de cultura Agentes poluidores representados nessa figura e presentes em residências são responsáveis por todos os seguintes efeitos na saúde e no ambiente. na vigilância e no trabalho m ental D) Redução da tensão superficial da água e quebra da cadeia alim entar aquática Questão 28 O quadro apresenta um a amostragem hipotética de um a coleta de m osquitos realizada num parque. Considerando-se os dados desse quadro. PRISMA. EXCETO A) Destruição da camada de ozônio e aum ento da incidência de câncer de pele B) Inativação da hem oglobina e morte por asfixia C) Interferência na atenção.

PRISMA.200 PCB 153 0.750. Entre as certezas e dúvidas levantadas por tal fato. Exercícios de Origem da Vida e Evolução Questão 01 Os prim eiros seres surgidos na Terra.Questão 29 O "selo verde" é um a qualificação atribuída a produtos industriais considerados não-nocivos ao ambiente. (-). da Bíblia) é denominada de Criacionismo. (-).00003 240 8. a) Que condições teriam permitido que um heterótrofo sobrevivesse na Terra primitiva? b) Que condições am bientais teriam favorecido o aparecim ento posterior dos autótrofos? c) Além das condições am bientais. c) heterótrofas que utilizavam substâncias formadas na atmosfera e acumuladas nos mares primitivos. D) tóxico. porque nela introduziram o: a) gás oxigênio. Questão 30 Em uma lagoa costeira. d) aeróbias graças à abundância de átomos de oxigênio existente nas águas do oceano. B) reutilizável. A crença em que a vida é fruto da ação de um criador (como consta no livro Gênesis. b) I. lixo. pela Teoria de Oparin. foram m edidas as concentrações na água de algumas substâncias tóxicas. (+). II. ainda sob a luz das surgidas no nosso planeta eram: a) todas autótrofas devido à escassez de alim entos nos oceanos primitivos.000. (+). sujeira e outros m eios caracteriza a idéia de abiogênese. III. qual o outro argum ento para não se aceitar que o prim eiro ser vivo tenha sido autótrofo? Questão 03 Entre as m odificações que ocorreram nas condições am bientais de nosso planeta.000 Triclorobenzeno 0. d) I. o produto testado é A) biodegradável. algumas foram causadas pela própria atividade dos seres. Os resultados obtidos na realização de um teste como esse estão representados no gráfico. (-). por que a concentração das substâncias tóxicas nos peixes é maior do que a observada nas águas da lagoa? Questão 04 Cientistas am ericanos descobrem num m eteorito de Marte.0005 0. (+). C) sintético. determinaram uma grande alteração na atmosfera da Terra primitiva. Os peixes dessa lagoa também foram analisados para as m esmas substâncias. II. d) vapor d'água. que caiu sobre a Antártida. c) I. b) gás carbônico. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. III. a) I. III. Um dos testes que poderiam ser utilizados para verificar os possíveis impactos de um produto no ambiente consiste em colocá-lo num aquário previam ente equilibrado e m edir. (+). (-). Os organismos iniciais. Sabendo que os peixes analisados são todos carnívoros. III. teriam sido: a) Heterótrofos e anaeróbios b) Heterótrofos e aeróbios c) Autótrofos e aeróbios d) Autótrofos quimiossintetizantes e anaeróbios Questão 02 A hipótese m ais aceita para explicar a origem da vida sobre a Terra propõe que os prim eiros seres vivos eram heterótrofos. ao realizarem a ferm entação. II. II.3 1. durante 10 dias consecutivos.000 *Fator de Bioconcentração = concentração da substância tóxica no peixe/ concentração da substância tóxica na água.000 Mirex 0. 59 . (-). c) gás m etano. Assinale a alternativa que classifica corretam ente cada afirmação como derrubada (+) ou não derrubada (-) por Pasteur. (-). Questão 05 Com relação à origem da vida são feitas três afirm ações: I. A análise desse gráfico só permite afirmar que.000008 110 13. (+).6 1. o teor de oxigênio dissolvido na água. A crença em que a vida poderia surgir a partir de água. III. A idéia de que a vida surge a partir de vida preexistente é conhecida como biogênese. (+).0003 0. Os resultados dessas m edições estão apresentados na tabela abaixo: Presença da substância Substância tóxica Fator de Bioconcentração* (m g/g) Água Peixe Lindane 0. II. fortes indícios de vida fora da Terra. no caso. b) ferm entadoras que utilizavam a energia radiante para produzir suas m oléculas orgânicas.

tem os representado um aparelho projetado por Stanley Miller. Miller testou a hipótese de que. em 1953. Por esse aparelho circulavam m etano. As condições na superfície são extrem am ente agressivas. e indique como esse tipo de bactéria obtém energia para a síntese de matéria orgânica. Miller também descobriu a com posição química da atmosfera primitiva da Terra. o aparelho que Miller usou em suas experiências. d) I e III. b) II e IV. Considerando-se am ônia = A e am inoácido = B. de forma esquemática. não houve possibilidade alguma de contaminação com outras substâncias. mas supõe-se que. hidrogênio e vapor-d'água expostos a descargas elétricas. Após alguns dias. amônia. Questão 07 Na figura abaixo. II — Como a circulação do material por dentro do aparelho está com pletam ente isolada do m eio externo. Questão 08 A procura de formas de vida em nosso sistem a solar tem dirigido o interesse de cientistas para Io. produtos de reações químicas como aminoácidos. c) macromoléculas puderam se formar a partir de moléculas orgânicas simples. Através desse experim ento. d) adaptação individual. Esse fato constitui um exem plo de a) oscilação genética. um dos satélites de Júpiter. b) especiação alopátrica. Quatro vidros tiveram sua abertura recoberta por um pedaço de gaze. d) coacervados puderam se formar a partir de m oléculas inorgânicas. 2 . que é coberto por grandes oceanos congelados. com o supunha Oparin. m etano. através de energia fornecida por descarga elétrica. no verão. a coloração de certas aves m uda de escura para branca. subm etida a descargas elétricas. carboidratos e ácidos graxos eram coletados no alçapão. Francisco Redi colocou em oito frascos de vidro um pedaço de carne. Miller dem onstrou que havia produção de aminoácidos em condições sem elhantes às que havia na atm osfera primitiva da Terra. no início da década de 1950. a água esteja em estado líquido e a atividade vulcânica submarina seja freqüente. III — As substâncias resultantes das reações químicas acum ularam-se em C e D. c) mutação gênica induzida. Essa experiência ilustra o princípio da: a) evolução. c) sucessão ecológica. a) compostos orgânicos puderam se formar a partir de moléculas simples. hidrogênio. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. torna-se novam ente escura. d) origem da célula. Questão 12 Observe estas figuras: PRISMA. na atmosfera primitiva pela ação de raios. Questão 11 Na região ártica. vapor de água e hidrogênio e. para testar a produção de aminoácidos a partir de um a mistura de m etano. Nos frascos protegidos com gaze. em grandes profundidades. durante o inverno. apareceram larvas de moscas nos vidros que não continham a gaze recobrindo a abertura do frasco. amônia e água. b) compostos inorgânicos e orgânicos puderam originar os prim eiros seres vivos.Questão 06 Em uma experiência. Miller e Urey dem onstraram ser possível obter-se aminoácido a partir de amônia. aponte o tipo de bactéria que poderia ter se desenvolvido em Io. b) biogênese. IV — Com essa experiência. Questão 10 O desenho a seguir representa. qual dos gráficos representa m elhor a variação na concentração de ambos em função do tem po? Abaixo são feitas quatro afirmações: I — Com essa experiência. São CORRETAS as afirmações: a) I e II. elas não apareceram . Questão 09 Há pouco m ais de vinte anos. Considerando que tais condições são similares às do bioma abissal da Terra. c) III e IV.

Assinale a alternativa que mostra. 3 . d) os grilos verdes possuem maior potencial reprodutivo. d) Asa de ave e asa de morcego. c) são uma prova em briológica da evolução. d) possuem a m esma formação em briológica. Questão 22 Mitocôndrias e cloroplastos são organelas citoplasmáticas que apresentam a capacidade de autoduplicação. Qualquer resistência às doenças infecciosas (de caráter hereditário). a) A freqüência dos alelos que conferem resistência inata às doenças seria aum entada. os efeitos da imunização em massa sobre a freqüência da resistência ou susceptibilidade inata às doenças. Questão 21 Descobertas recentes na m edicina e na saúde pública. que se originou a partir de um pequeno núm ero de indivíduos. b) da sim etria dos organismos. heterótrofo. b) Carapaça de tatu e concha de caram ujo. sendo que um deles era portador do gene responsável por essa doença. que ninguém estava presente quando a vida surgiu na Terra. com digestão extracelular e circulação dupla. subm etida a altas tem peraturas e com muitas descargas elétricas. d) Extinção dos predadores naturais e conseqüente explosão populacional. podem os afirmar que: a) podem exercer funções diferentes. 25/08/1999. Questão 13 Qual das alternativas apresenta um par de estruturas hom ólogas? a) Asa de morcego e asa de borboleta. As afirm ativas a seguir se referem a algumas delas. ou seja.) a) Apresente três evidências que apóiam a teoria da evolução biológica. capaz de evitar o dessecam ento. d) do genoma. entre outras razões. se é necessário "ver para crer". como o sarampo e a difteria. Questão 19 O processo evolutivo da espécie hum ana não é totalm ente conhecido pela ciência. haveria adaptação genética a resistência a muitas doenças. é um exem plo de a) mutação. c) Vantagens sobre os anfíbios na competição pelo alim ento.O filo dos invertebrados mais relacionado ao hom em é aquele que inclui as estrelas-do-mar. terão algum impacto no curso da evolução humana. Por quê? Questão 16 Qual das alternativas a seguir é a m elhor explicação para a expansão e dom ínio dos répteis durante a era m esozóica. c) Nadadeira de peixe e asa de borboleta. c) A longo prazo. ( ) tem sua origem explicada pela teoria da geração espontânea ou abiogênese. b) A m utação gênica é considerada um dos principais fatores evolutivos. Considerando-se as m udanças que se podem observar na freqüência fenotípica dos indivíduos dessa população. d) A longo prazo. d) As alterações no ritmo do desenvolvim ento dos humanos resultaram na necessidade de um período mais prolongado de cuidados maternais. é POSSÍVEL afirmar que a) a estação climática passou de seca a chuvosa. Assinale a INCORRETA. conferiria vantagem seletiva a uma família. A justificativa para essa conclusão surpreendente foi baseada principalm ente no estudo com parativo: a) do desenvolvim ento em brionário. b) o processo reprodutivo dos grilos está se caracterizando por isolam ento. a) A adoção da postura ereta e o aperfeiçoam ento das mãos possibilitaram o uso regular de instrum entos para obtenção de alim entos. Questão 18 Ao longo do processo evolutivo do hom em. se aplicadas consistentem ente. b) adaptação. c) A postura bípede foi decorrente de um aum ento do cérebro e da inteligência. ( ) possui capacidade diferente de se adaptar às condições impostas pelo ambiente. pois estes também não podem ser vistos. porém sabe-se que o 'Hom o sapiens' ( ) viveu numa atmosfera primitiva rica em m etano. garantindo proteção contra os predadores naturais. ( ) é um ser eucarionte. (Adaptado da "ISTO É". num a população local. Questão 20 A alta freqüência de um a doença. b) não evidenciam ancestralidade comum. mais pessoas se tornariam independentes de procedim entos m édicos. c) do docum entário fóssil. Questão 17 PRISMA. b) As m odificações nos dentes. acompanhado de alterações no esqueleto. Questão 14 Quanto aos órgãos análogos. incluindo o aparecim ento dos dinossauros e sua am pla distribuição em diversos nichos do ambiente terrestre? a) Prolongado cuidado com a prole. Alguns cientistas defendem a teoria da evolução argum entando que. Isso ocorre: Nessas figuras. completa e fechada. c) os grilos estão sofrendo m utações em resposta ao tipo de am biente. Questão 15 Desde 1995 alguns estados norte-am ericanos estão excluindo o ensino da teoria de evolução biológica dos seus currículos escolares alegando. na arcada dentária e nos hábitos alim entares contribuíram para o aum ento da capacidade de adaptação. estão representadas sucessivas gerações de grilos. corretam ente. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. várias mudanças adaptativas ocorreram. d) oscilação genética. então não poderem os acreditar na existência dos átomos. os equinoderm as. b) Aparecim ento de ovo com casca. b) Os genótipos que produzem pouca ou nenhum a resistência se tornariam comuns. c) seleção natural.

m esm o que ela aum entasse a dose recom endada. que mataram os líquens e enegreceram os troncos das árvores da região de Birmingham. Qual a m elhor explicação para os dados obtidos por Kettlewell? a) Mariposas claras e escuras podem ter durações de vida diferentes. Questão 24 Recentem ente foi encontrado um fóssil de dinossauro nos EUA. Toda vez que apareciam lagartas com endo as folhas de couve ela ia até o armazém do seu Zé-do-Adubo. em áreas poluídas e não-poluídas. c) isolam ento geográfico. O resultado consta do gráfico a seguir. e a do cloroplasto. Questão 27 Um a região infestada por mosquitos foi tratada com inseticida durante quatro m eses consecutivos. Questão 26 A revolução industrial trouxe a poluição e a fuligem. (4) Existe predação dentro da classe a que pertence o pardal. que apresentava o coração também fossilizado. Passado algum tempo. Isso indica que esse anim al apresentava parentesco evolutivo com __________. a cada ano que passava.heterotermos c) anfíbios . (2) Organismos das classes a que pertencem a abelha e o feijão exerceram mútua influência em suas histórias evolutivas.heteroterm os Questão 25 Suponha que paleontólogos descobriram um fóssil no Brasil que pertencia a uma m esma espécie encontrada na África. supondo. ela percebia que o "rem édio" fazia m enos efeito. b) convivência de diversos portadores de diversos tipos de infecção. para responder à pergunta. na Inglaterra. que o produto não estivesse adulterado. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. b) ter levado os insetos a adquirir resistência. H. usando os conceitos de: EVOLUÇÃO. Esse fato deve-se a: a) indução nas bactérias de resistência aos antibióticos. Questão 23 Considerando os dois conjuntos de seres indicados abaixo.a) por apresentarem certa quantidade de ácido desoxirribonucleico. c) ter selecionado os insetos geneticam ente resistentes a ele. impedindo a mistura de sangue. 4 . A explicação para este fato está no (a): a) deriva continental." Explique. tentou recapturar os espécim es marcados. os animais da classe do sapo são mais antigos que os da classe do rato. o que ocorreu na horta de dona Gertrudes. sam ambaia. No entanto.D. Esse coração possuía 4 câmaras. PRISMA. para determinar o efeito das aplicações.B. Diariam ente eram feitas contagens da população desses insetos. julgue os itens seguintes. e com prava o inseticida "terrordas-lagartas" receitado por ele. d) especiação. __________. portanto. feijão. b) Pode estar havendo diferentes taxas de migração para as mariposas claras e escuras. marcando e devolvendo ao ambiente espécim es escuros c claros. esses resultados se devem ao fato de o inseticida a) ter sofrido alteração química e perdido o seu efeito. Kettlewell investigou a questão capturando. c) pelo fato de serem as organelas que apresentam as principais atividades m etabólicas da célula. pinheiro. d) Pode estar havendo m utação da forma clara para a escura.hom eoterm os d) peixes . MUTAÇÃO GÊNICA. d) não ser biodegradável e ter se acumulado nos insetos. relacionada com a fotossíntese. os espécim es escuros da mariposa 'Biston betularia' aum entaram em núm ero em relação aos de cor clara.hom eoterm os b) mamíferos . b) mutação. A alternativa que preenche corretam ente as lacunas é: a) aves . SELEÇÃO NATURAL e MUDANÇA AMBIENTAL. c) Pode estar ocorrendo predação diferencial das formas claras e escuras. Em conseqüência. (3) Em termos evolutivos. Questão 28 "Dona Gertrudes tinha no seu quintal uma horta de couves. sendo. Questão 29 As infecções hospitalares podem ser de difícil combate por m eio de antibióticos comuns. Na tabela adiante estão mostrados os dados numéricos obtidos: Segundo a teoria sintética da evolução. b) por ser a atividade m etabólica das mitocôndrias relacionadas à respiração celular. d) por serem as organelas que armazenam energia. (1) O ordenado evolutivo correto de A seria: musgo. sucintam ente.

EXPLIQUE esse aum ento das mariposas m elânicas entre 1895 e 1950 com base na seleção natural. que fez regredir a infecção. b) Atividade funcional. porém. Questão 38 Mutações gênicas são alterações ocorridas em nível de DNA. b) ocorre exclusivam ente pela ação de agentes mutagênicos. A seção do gráfico que m elhor representa a seleção dos organismos resistentes está indicada pela letra a) A. c) as bactérias criaram resistência ao antibiótico "A". em 1900. Questão 31 Tanto para Lamarck como para Darwin. a) Explique o processo segundo a teoria lam arckista de evolução. a) Qual dos dois cientistas admitia que o am biente seleciona a variação mais adaptativa? b) Qual o pensam ento do outro cientista sobre o papel do am biente no processo evolutivo? Questão 32 Um a população de bactérias foi colocada em um m eio de cultura saturado de um determinado antibiótico. Questão 33 A m utação gênica. "B" e "C". EXPLIQUE por que ocorreu resistência de m osquitos a determinados inseticidas. mas. c) só ocorre devido a alterações na molécula de DNA. obteve alta. Questão 30 Um paciente. A explicação para o fato é que: a) o antibiótico "A" não teve nenhum efeito sobre as bactérias. b) Explique o processo segundo a teoria darwinista de evolução. de repente. c) Poder de interações. Predominavam os espécim es de cor clara. d) tendência da bactéria a se habituar aos antibióticos. de acordo com essa teoria. a) Arranjo estrutural. Em 1950. a partir da redescoberta das leis de Mendel. implicando uma modificação na seqüência de aminoácidos de determinada proteína. A m aioria das bactérias morreu. que se cam uflavam sobre os liquens das cascas das árvores. Questão 34 Um estudante levantou algumas hipóteses para explicar porque em alguns rios de caverna os peixes são cegos. A cada m edicam ento produzido. formulou-se a teoria sintética da evolução. os peixes cegos apresentaram vantagens adaptativas em relação aos não cegos. houve provável seleção das bactérias resistentes. d) origina som ente combinações gênicas adaptativas. sem utilidade na escuridão das cavernas. d) Natureza química. em pouco tem po o paciente teve alta hospitalar. totalm ente curado. Inglaterra. Questão 37 Baseando-se em Lamarck e Darwin. b) som ente os m edicam entos "B" e "C" tiveram efeito sobre as bactérias. 5 . após uma cirurgia. PRISMA. Questão 35 O desenvolvim ento da Genética. nos organismos eucariontes a) constitui a principal fonte de variabilidade genética. permitiu a reinterpretação da teoria da evolução de Darwin. teve de ser reinternado em virtude de um a infecção bacteriana. onde fuligem negra produzida pelas fábricas recobriu o tronco das árvores. Interprete o diagrama acima. Pergunta-se: a) Está correta esta conclusão? b) JUSTIFIQUE a sua resposta.c) seleção de linhagens de bactérias resistentes aos antibióticos. c) No ambiente escuro das cavernas. por volta de 1895. Alguns dias depois. c) C. Com o novo procedim ento. Foi prescrito um antibiótico "A". d) inicialm ente. verifica-se o aparecim ento de linhagens de bactérias que não respondem ao tratam ento. algumas sobreviveram e deram origem a linhagens resistentes a este antibiótico. Questão 40 Mariposas da espécie 'Biston betularia' de cor escura (m elânicas) eram raras em Manchester. Assinale a alternativa que representa a característica dessa proteína que NÃO PODE ser afetada pelo processo. o quadro piorou. o ambiente tinha um papel importante no processo evolutivo. o que determinou o uso combinado de três antibióticos. d) D. Diante desse fato. verificou-se que quase 90% das m ariposas eram m elânicas nas áreas que se tornaram industriais. se transformaram ao longo do tem po em órgãos táteis. os olhos se atrofiaram com o conseqüência da falta de uso. na década de 1940. Qual delas está de acordo com a teoria sintética da evolução? a) No am biente escuro das cavernas. Questão 41 Observe a figura a seguir. "A". d) A falta de luz nas cavernas induziu mutações sucessivas que ao longo de m uitas gerações levaram à regressão dos olhos. a) Que fator evolutivo está representado pela letra A? b) Que m ecanismos produzem recombinação gênica? c) Que fator evolutivo está representado pela letra B? Questão 36 O gráfico seguinte representa a variação de um a população bacteriana cuja cultura foi subm etida a um determinado antibiótico. Assim. No entanto. b) B. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. conclui-se que os antibióticos induzem o aparecim ento de bactérias resistentes. Questão 39 O controle das doenças bacterianas infecciosas feito por antibióticos ainda não está totalm ente resolvido. b) Os olhos.

d) A evolução transforma indivíduos inferiores em indivíduos superiores.provavelm ente a grande distância evolutiva entre o hom em e outras espécies deve-se à existência de mutações ocorridas no DNA. A2 ou B2. é possível deduzir o tamanho e a forma dos organismos que as deixaram. A análise do quadro anterior perm ite fazer as seguintes afirmativas: I . b) é conseqüência de irradiação adaptativa. ser heterozigoto deixará de ser vantagem . marque Verdadeiro ou Falso: ( ) fósseis são restos ou vestígios de seres que viveram no passado. Questão 46 De acordo com o modelo de Lynn Margulis. d) comprova a ancestralidade comum. Questão 45 Recentes análises do DNA de chim panzés perm itiram concluir que o hom em é mais aparentado com eles do que com qualquer outro primata. ele está mais afastado do hom em do que o macaco Rhesus. a) é resultado da adaptação desses organismos ao am biente aquático. III . ( ) a partir de um a parte do corpo.a seqüência de aminoácidos existentes na proteína do gibão é uma evidência de que. O estudo de fósseis é um a importante evidência de que a evolução dos organismos ocorreu. Com relação a esse estudo. de um a pegada ou de um a impressão corporal. cada um com dois genes alelos. Qual dos genes. 6 . a) A seleção natural garante a sobrevivência exclusiva dos indivíduos mais fortes. sofrem a ação da seleção natural por muitas gerações. Qual a principal evidência para tal afirmativa? a) O DNA das mitocôndrias assem elha-se ao DNA das bactérias b) As mitocôndrias isoladas são capazes de invadir células dos eucariontes c) As mitocôndrias podem viver independentem ente das células d) As mitocôndrias têm o m esmo tipo de m em brana que as bactérias Questão 47 Verificou-se que em populações de regiões onde a m alária é endêmica. Questão 44 d) a evolução do hom em não foi gradual. a sem elhança na forma do corpo dos três animais. O SEU SUCESSO É A NO SSA MARCA. considerando a Teoria Sintética da Evolução. c) O sucesso reprodutivo do indivíduo é independente das características do m eio ambiente. como é mostrado nas tabelas abaixo. Questão 49 Dois 'loci' de um a população. PRISMA. apresentará a maior freqüência na população? Explique. b) A universalidade do código genético é uma evidência de que todas as form as de vida estão evolutivam ente correlacionadas. Questão 42 O conhecim ento do processo evolutivo é fundam ental para a com preensão da vida. b) II apenas. A(s) afirmativa(s) correta(s) é(são): a) I apenas. d) população. Nesse caso são verdadeiras as afirm ações a seguir. O coeficiente de sel eção (S) indica os valores com que a seleção natural atua contra o genótipo. c) o hom em e o chimpanzé são ancestrais dos gorilas. os heterozigotos (Ss) são mais resistentes à malária do que os normais (SS). O valor adaptativo (W) representa os valores com que a seleção natural favorece o genótipo. c) Quando a malária for erradicada. CITE 03 características responsáveis pela adaptação desses hominídeos ao novo ambiente. Isso permite concluir que: a) o chimpanzé é ancestral do hom em. d) I e III apenas. c) mostra homologia entre eles. Note que (W+S)=1. ( ) o método do carbono 14 auxilia na determinação da idade de um fóssil. Questão 50 O final do período terciário caracterizou-se pela diminuição das florestas. ( ) os tipos de fósseis encontrados em determinada cam ada de solo refletem a flora e a fauna existentes no local. as mitocôndrias das células modernas já foram microrganismos de vida independente há m uitos milhões de anos. pelo aparecim ento de savanas ou desertos e pela conquista de campo abeto por alguns primatas. evolutivam ente. c) organismo. d) Quando a malária for erradicada. II . b) o chimpanzé e o hom em têm um ancestral comum. c) III apenas. b) O indivíduo ss leva vantagem em relação ao SS. b) tecido. Questão 48 Evolução é um processo biológico apresentado por um (uma): a) célula. Questão 43 Assinale a afirmativa CORRETA.o grau de parentesco entre o gorila e o hom em é maior que entre este e o chimpanzé. EXCETO: a) A malária atua como agente seletivo. haverá mudança na freqüência gênica da população.Do ponto de vista evolutivo. por ocasião da formação das rochas.