Você está na página 1de 3

LIMITES E POSSIBILIDADES DA EAD

A EAD veio para ficar no Brasil e no mundo. A tendência é o seu


fortalecimento a cada ano que passa, onde os cursos devem melhorar suas metodologias
e seus conteúdos, além de uma maior variedade dos cursos oferecidos. Os meios de
transmissão como a banda larga e a difusão dos celulares, por exemplo, com recursos
cada vez mais refinados e preços acessíveis, levarão provavelmente á popularização
cada vez maior das informações.
De acordo com o sociólogo Marshall McLuhan “o progresso tecnológico estava
reduzindo todo o planeta à mesma situação que ocorre em uma aldeia”, ou seja, através
da interação promovida pela educação a distância estamos mais próximos, mais
presentes e capazes de participar dos processos criativos da humanidade. Alguém no
Brasil pode contribuir em pesquisas na Europa ou Ásia fazendo uso da mediação do
computador.
Dessa forma, a modalidade de ensino EAD veio pra desenvolver ainda mais a
capacidade de compartilhar e produzir conhecimento de homens e mulheres unidos pelo
computador. Segundo Jensen (1998), na perspectiva sociológica, interatividade é “a
relação entre duas ou mais pessoas que, em determinada situação, adaptam seus
comportamentos e ações uns aos outros”. Por isso, a educação a distância veio como
uma forma de disseminar o conhecimento adquirido e experienciado entre os próprios
agentes produtores do saber.
A EAD tem mais potencialidades do que limites. Os números demonstram que
o ensino a distância está se tornando uma forte modalidade educacional. Num futuro
próximo, a EAD deverá apoiar o ensino presencial como um suporte interativo no
processo de ensino e aprendizagem, como acontece nos cursos semi-presenciais.

1
O principal desafio desta proposta educativa é socializar sua cultura. A
impressão que temos é que a EAD está acompanhando o avanço desesperado da
tecnologia, no entanto o entendimento sobre como se dá a comunicação e a construção
do conhecimento nessa perspectiva ainda não está totalmente disseminado.
Por exemplo, dentre as várias situações vivenciadas nesta modalidade, a pior, sem
dúvida, é perceber que um importante personagem do processo - o tutor, muitas vezes
está preso ao formato presencial. Acredito que são duas modalidades distintas, cada
uma com seu valor, sua história e formato, logo, cada uma deve ser administrada de
acordo com suas especificidades.
O que podemos perceber é que a educação a distância está em constante
desenvolvimento, pois quanto mais dispomos de tecnologias e quanto mais estas
avançam, mais benefícios trazem para tal modalidade de ensino. Contudo, é necessário
qualificar os educadores e torná-los aptos às novas tecnologias, principalmente, aqueles
que não acompanharam a expansão das mídias digitais, que são muitos.
Para a EAD se consolidar em todas as regiões do país, visto que a maior
quantidade de cursos localiza-se no sudeste, é preciso, também, de iniciativas por parte
do governo: investimentos em IES, qualificação de profissionais (professores, tutores,
designers) e, sobretudo, legislações voltadas para instituições e profissionais da área -
tudo isso está acontecendo aos poucos.
Portanto, acreditamos que o futuro do ensino a distância é promissor, pois, além
de todos os dados apresentados ao longo deste curso, é notável o desempenho das
universidade em promover debates sobre o tema, como, por exemplo, a Universidade
Federal da Bahia. Ademais, um dos dados que, também, comprova o avanço e a
consolidação da EAD no Brasil é o fato de que todas as universidades federais da região
Nordeste, que só perde para a região Norte em distribuição de cursos em EAD no país,
já possuem cursos a distância
Uma das dificuldades do ensino a distância é a forma de transplantar esse
conhecimento tradicionalmente difundido na sala de aula para um outro meio, sendo
atualmente o meio digital o mais popular. A internet está aí como mais uma ferramenta ,
cheia de informações e oportunidades. Entretanto este excesso de informação pode se
tornar também numa dificuldade, tendo em vista que pode ser dificil digerir tanta
informação. O papel do professor deve ser portanto, conhecer bem essas tecnologias e
orientar os alunos para o melhor aproveitamento possível.

2
Desafios e obstáculos estarão presentes no futuro a EAD, modelos e hábitos já
consolidados no ensino presencial irão exigir muita capacidade, competência e
maturidade para trabalhar esse novo paradigma. Ultrapassar esses desafios significa
dizer que os vários atores conheçam seu papel na construção dessa modalidade de
ensino e o trabalho em equipe será de relevância fundamental. Além de possuir um
grupo operacional, metodológico e tecnológico bem harmonioso e competente. Quanto
à aprendizagem acontecerá no fazer e refazer, na costura de um tecido que se dará a
várias mãos.
____________________________________
Esse texto é a síntese final das contribuições que foram enviadas pelos alunos Jaime C. Souza Jr., Emanuel
Alcântara da Silva, Carlos Alberto C. Cordeiro,Mariana Lins Aragão,Cristiane Montarroyos S. Umbelino, Yvina
Laryssa F. Ferreira, Marcelus Brito de Almeida, Fernanda G. Raposo, Ann Marie Moreira, Alzivane M. Cruz, Ana
Paula C. A. Pedrosa durante o curso Explorando o Universo da Educação a Distância realizado pela Fundação
Joaquim Nabuco no período de 09 de agosto a 17 de setembro de 2010.