P. 1
Intersemiótica

Intersemiótica

|Views: 3.137|Likes:
Publicado porLeonardo Caruso

More info:

Published by: Leonardo Caruso on Sep 27, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/08/2013

pdf

text

original

Intersemiótica, de maneira simples e direta, é o estudo semiótico em diferentes meios ou linguagens.

Um bom exemplo para aplicarmos a intersemiótica são as histórias em quadrinhos, como X-Men, e livros. Eles foram escritos em determinada linguagem, compostas por certo signos e com uma carga cultural relativa à época em que foram criadas. Quando elas são reescritas, para que se possa fazer um filme, ou seja, quando sofrem uma adaptação, vemos a ocorrência de uma tradução intersemiótica, que interpreta determinados signos e são expostos por outros, condizentes deste novo meio. Quem primeiro modelou um conceito de intersemiótica foi Roman Jakobson, que dividiu as traduções em três tipos distintos: intralingual (reescrever um texto a partir das dos signos de uma mesma língua); interlingual (que é a tradução ao pé da letra); intersemiótica (a interpretação de signos por outros signos não verbais). Julio Plaza aprofunda o estudo de tradução intersemiótica embasado por conceitos de signos, elaborados por Charles Peirce. Plaza analisa informações sobre estruturas (iconicidade), eventos (indicialidade) e convenções (simbolicidade) para chegar a sua tradução, tendo o primeiro item foco na semelhança de estruturas, o segundo pelo contato (presença do original na tradução) e o terceiro busca a contiguidade de referências convencionais, através de metáforas e símbolos (o que pressupõe um conhecimento prévio das referências originais). A definição de tradução intersemiótica para Julio Plaza “consiste na interpretação dos signos verbais por meio de sistemas de signos não verbais’, ou ‘de um sistema de signos para outro, por exemplo, da arte verbal para a música, a dança, o cinema ou a pintura’, ou vice-versa” (Plaza, 2003)

http://macaxeirageral.net/2008/05/13/historias-em-quadrinhos-e-cinemauma-delicada-relacao-intersemiotica/ Texto de blog em que ele explica relação intersemiotica, HQs e cinema

http://wwwusers.rdc.puc-rio.br/imago/site/semiotica/producao/elianeseminario.pdf Artigo de Pós-Graduação http://fibonacci55.com/blogs/ernesto/2009/11/11/traducao-intersemioticarapidamente/ O foco deste é explicar pela semiótica, pq temos a impressão de “o livro melhor que o filme”

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->