P. 1
tabela verdade..

tabela verdade..

|Views: 1.012|Likes:
Publicado porCarlosAlbertoserrao

More info:

Published by: CarlosAlbertoserrao on Sep 28, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/09/2013

pdf

text

original

Resumos - Lógica - Prof. Ricardo P.

Tassinari - Departamento de Filosofia - Unesp/Marília - 2009

MÉTODO

DA

TABELA-VERDADE

PARA

AVALIAÇÃO

DE

ARGUMENTOS

Vamos então analisar as formas dos argumentos dadas no exemplo acima. Se considerarmos as tabelas-verdade abaixo, nas quais se consideram os valores-verdade das premissas e da conclusão em todas as situações possíveis dos valoresverdade de A e B, temos que: Para o primeiro argumento A, A→B |- B, não é possível que as premissas sejam verdadeiras e a conclusão seja falsa, logo o argumento é válido. Podemos então escrever: A, A→B | B. = Já no caso do segundo argumento B, A→B |- A, temos que é possível que as premissas sejam verdadeiras e a conclusão seja falsa, logo (notemos que, na terceira linha, quando A é F e B é V, temos que as premissas B e A→B são V e a conclusão A é F); assim o argumento não é válido. Podemos então escrever: B, A→B | A. ≠ Primeiro argumento: A, A→B |- B Casos possíveis A V V F F B V F V F Premissas A V V F F (A→B) V F V V Conclusão B V F V F A V V F F Segundo argumento: B, A→B |- A Casos possíveis B V F V F Premissas B V F V F (A→B) V F V V Conclusão A V V F F

Notemos então que a primeira forma de argumento é válida e define uma regra de inferência chamada de Modus Pones: A, A→B | B. A segunda forma de argumento não é valida e é chamada de falácia da afirmação do conseqüente. = Vemos então que o Método da Tabela-Verdade para a avaliação de argumentos consiste em uma avaliação direta da validade de um argumento por tabelas-verdade, mostrando que não é possível ter as premissas verdadeiras e sua conclusão falsa. Exercícios. (1) Usando o Método da Tabela-Verdade mostre que são válidas as formas dos argumentos do exercício mais acima. Notemos então que A∨B , ~B | A é uma regra de inferência chamada de silogismo disjuntivo e ~(A∧B) , A | = = B é uma regra de inferência chamada de silogismo copulativo. (2) Usando o Método da Tabela-Verdade mostre que são válidas as regras de inferência: Conjunção, Adição, Silogismo Hipotético e Dilema Construtivo (notemos que para a Conjunção e para a Adição isso já foi feito quando as introduzimos).

A

NOÇÃO DE

CONSEQÜÊNCIA SEMÂNTICA

NA

LÓGICA PROPOSICIONAL CLÁSSICA

Podemos definir a noção de conseqüência semântica na Lógica Proposicional Clássica a partir da noção de argumento válido como a seguir. Definição. Uma fórmula B é uma conseqüência semântica de um conjunto Γ de fórmulas se, e somente se, Γ|=B (isto é, sempre que todas as fórmulas de Γ são verdadeiras, B também é verdadeira). Vemos então que um argumento é válido se, e somente se, sua conclusão é uma conseqüência semântica de suas premissas. Assim, a simbolização que vimos introduzindo permite traduzir exatamente que um argumento é válido apenas pela forma que suas premissas e sua conclusão combinam sentenças elementares, dando um sentido mais preciso à expressão “Lógica Intersentencial” como discutido no início da Parte 1.

CONDICIONAL ASSOCIADA

A UM

ARGUMENTO

Definição. A condicional associada ao argumento P1, P2, ..., Pn |- Q é a fórmula: (P1 ∧ P2 ∧ ... ∧ Pn) → Q ; i.e., é a condicional cujo antecedente é a conjunção das premissas do argumento P1 ∧ P2 ∧ ... ∧ Pn e o conseqüente é a conclusão Q do argumento. Exemplos. Segue alguns argumentos e logo abaixo os seus condicionais associados. A , B | B∧A = A | A∧B = A, A→B |- B B, A→B |- A A∨B , ~B | A = A→B , B→C | A→C = (A∧B)→(B∧A) A→(A∧B) (A ∧ (A→B))→B (B∧(A→B))→A ((A∨B)∧ ~B)→A ((A→B)∧(B→C))→(A→C)

MÉTODO

DA

CONDICIONAL ASSOCIADO

PARA

AVALIAÇÃO

DE

ARGUMENTOS

O argumento P1, P2, ..., Pn |- Q é válido se, e somente se, sua condicional associada (P1 ∧ P2 ∧ ... ∧ Pn) → Q é uma tautologia. Exercício. Usando o Método da Condicional Associada mostre que são válidas as regras de inferência: Simplificação, Modus Tollens e o Dilema Destrutivo.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->